Você está na página 1de 98

APROVA

mais
BRASIL

Língua Portuguesa
5º ano
ENSINO FUNDAMENTAL

Coleção SAEB

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 1 14/05/21 21:33


NOME: _____________________________________________________________

________________________________________________________________________

ESCOLA: __________________________________________________________

TURMA: ______________ PERÍODO: ___________________________

HORÁRIOS DAS AULAS


HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO

1ª AULA

2ª AULA

3ª AULA

4ª AULA

5ª AULA

6ª AULA

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 2 14/05/21 21:33


Língua Portuguesa

APRESENTAÇÃO

OLÁ, QUERIDO(A) ESTUDANTE!

Você está recebendo em suas mãos um material de grande


qualidade que lhe dará bagagem para conhecer e reforçar novos
conteúdos.
Aqui você encontrará um conteúdo voltado para te preparar
para provas e simulados que você enfrentará a partir de agora até
o quando você te tornar um futuro profissional.
Preparamos para você um conteúdo moderno e atrelado a
variedades textuais, trazendo desafios e atividades diferenciadas,
que lhe tornará um expert nas provas e avaliações.

Muito sucesso em seus estudos!

Equipe PAE Editora

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 3 14/05/21 21:33


Expediente
EDITOR
Cristian Muniz

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA E EDITORIAL


Geovana Muniz

EDITORAÇÃO
Estúdio Caverna

REVISÃO
Alessandra Biral

DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO (CIP)


CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO, SP, BRASIL
Aprova Mais Brasil : língua portuguesa : 5º ano : ensino fundamental /
organização Geovana Muniz dos Santos. – 1. ed. – São Paulo : Pae
Editora, 2021. – (Coleção SAEB)

ISBN 978-65-88497-15-9

1. Língua portuguesa (Ensino fundamental) I. Santos, Geovana


Muniz Dos. II. Série.

20-46968 CDD-372.6

Índices para catálogo sistemático:


1. Português : Ensino fundamental 372.6
Aline Graziele Benitez – Bibliotecária – CRB-1/3129

IMPRESSO NO BRASIL

Todos os direitos desta edição reservados à PAE Editora


R. Saguairu, 282 — 02514-000 — São Paulo - SP
Tel: (11) 3222-9015 — www.pae.com.br

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 4 14/05/21 21:33


Língua Portuguesa

INTRODUÇÃO

O domínio da língua, oral e escrita, é fundamental para a participação social


efetiva, pois é por meio dela que o homem se comunica, tem acesso à informação,
expressa e defende pontos de vista, partilha ou constrói visões de mundo, produz
conhecimento.
Ao componente Língua Portuguesa, cabe, então, proporcionar aos estudantes
experiências que contribuam para a ampliação dos letramentos, de forma a possi-
bilitar a participação significativa e crítica nas diversas práticas sociais permeadas/
constituídas pela oralidade, pela escrita e por outras linguagens.
As práticas de linguagem contemporâneas não só envolvem novos gêneros
e textos cada vez mais multissemióticos e multimidiáticos, como também outras
formas de produzir, de configurar, de disponibilizar, de replicar e de interagir.
Para um mundo em constantes mudanças precisamos desenvolver compe-
tências que nos conecte a novas realidades, tornando-nos assim cidadãos com
habilidades que facilitarão nosso acesso ao mundo social, digital e profissional.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA O


ENSINO FUNDAMENTAL

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, histórico, social, variá-


vel, heterogêneo e sensível aos contextos de uso, reconhecendo-a como
meio de construção de identidades de seus usuários e da comunidade a
que pertencem.
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhecendo-a como forma de inte-
ração nos diferentes campos de atuação da vida social e utilizando-a para
ampliar suas possibilidades de participar da cultura letrada, de construir

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 5 14/05/21 21:33


conhecimentos (inclusive escolares) e de envolver-se com maior autono-
mia e protagonismo na vida social.
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e multissemióticos que
circulam em diferentes campos de atuação e mídias, com compreensão,
autonomia, fluência e criticidade, de modo a se expressar e partilhar
informações, experiências, ideias e sentimentos, e continuar aprendendo.
4. Compreender o fenômeno da variação linguística, demonstrando atitude
respeitosa diante de variedades linguísticas e rejeitando preconceitos lin-
guísticos.
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e o estilo de linguagem
adequados à situação comunicativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero
do discurso/gênero textual.
6. Analisar informações, argumentos e opiniões manifestados em inte-
rações sociais e nos meios de comunicação, posicionando-se ética e
criticamente em relação a conteúdos discriminatórios que ferem direitos
humanos e ambientais.
7. Reconhecer o texto como lugar de manifestação e negociação de senti-
dos, valores e ideologias.
8. Selecionar textos e livros para leitura integral, de acordo com objetivos,
interesses e projetos pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho entre outros).
9. Envolver-se em práticas de leitura literária que possibilitem o desenvol-
vimento do senso estético para fruição, valorizando a literatura e outras
manifestações artístico-culturais como formas de acesso às dimensões
lúdicas, de imaginário e encantamento, reconhecendo o potencial trans-
formador e humanizador da experiência com a literatura.
10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes linguagens, mídias e
ferramentas digitais para expandir as formas de produzir sentidos (nos
processos de compreensão e produção), aprender e refletir sobre o
mundo e realizar diferentes projetos autorais.

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 6 14/05/21 21:33


LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL — 3º AO 5º ANO — PRÁTICAS DE
LINGUAGEM, OBJETOS DE CONHECIMENTO E HABILIDADES.
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 7
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
Decodificação/Fluência de (EF35LP01) Ler e compreender, silenciosamente e, em seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
leitura textos curtos com nível de textualidade adequado.
(EF35LP02) Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho de leitura da sala de aula e/ou disponíveis
Formação de leitor em meios digitais para leitura individual, justificando a escolha e compartilhando com os colegas sua
opinião, após a leitura.
Leitura/escuta Compreensão (EF35LP03) Identificar a ideia central do texto, demonstrando compreensão global.
(compartilhada e
autônoma) (EF35LP04) Inferir informações implícitas nos textos lidos.
(EF35LP05) Inferir o sentido de palavras ou expressões desconhecidas em textos, com base no contexto
da frase ou do texto.
Estratégia de leitura
(EF35LP06) Recuperar relações entre partes de um texto, identificando substituições lexicais (de subs-
tantivos por sinônimos) ou pronominais (uso de pronomes anafóricos — pessoais, possessivos, demons-
trativos) que contribuem para a continuidade do texto.
Construção do sistema (EF35LP07)  Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos linguísticos e gramaticais, tais como orto-
alfabético/Convenções da grafia, regras básicas de concordância nominal e verbal, pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
escrita ponto de interrogação, vírgulas em enumerações) e pontuação do discurso direto, quando for o caso.
Construção do sistema
Produção de (EF35LP08)  Utilizar, ao produzir um texto, recursos de referenciação (por substituição lexical ou por
alfabético/Estabelecimento
textos (escrita pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos), vocabulário apropriado ao gênero, recursos de coe-
de relações anafóricas na
compartilhada e são pronominal (pronomes anafóricos) e articuladores de relações de sentido (tempo, causa, oposição,
referenciação e construção da
autônoma) conclusão, comparação), com nível suficiente de informatividade.
coesão
Planejamento de texto/
(EF35LP09) Organizar o texto em unidades de sentido, dividindo-o em parágrafos segundo as normas
Progressão temática e
gráficas e de acordo com as características do gênero textual.
paragrafação
(EF35LP10) Identificar gêneros do discurso oral, utilizados em diferentes situações e contextos comu-
Forma de composição de nicativos, e suas características linguístico-expressivas e composicionais (conversação espontânea, con-
gêneros orais versação telefônica, entrevistas pessoais, entrevistas no rádio ou na TV, debate, noticiário de rádio e TV,
narração de jogos esportivos no rádio e TV, aula, debate etc.).
Oralidade
(EF35LP11) Ouvir gravações, canções, textos falados em diferentes variedades linguísticas, identificando
características regionais, urbanas e rurais da fala e respeitando as diversas variedades linguísticas como
Variação linguística
características do uso da língua por diferentes grupos regionais ou diferentes culturas locais, rejeitando
preconceitos linguísticos.

14/05/21 21:33
8
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF35LP12) Recorrer ao dicionário para esclarecer dúvida sobre a escrita de palavras, especialmente no
caso de palavras com relações irregulares fonema-grafema.

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 8
(EF03LP01) Ler e escrever pa-
lavras com correspondências
(EF05LP01) Grafar palavras utilizan-
regulares contextuais entre
(EF04LP01)  Grafar palavras utili- do regras de correspondência fone-
grafemas e fonemas — c/qu;
zando regras de correspondência ma-grafema regulares, contextuais
g/gu; r/rr; s/ss; o (e não u) e
fonema-grafema regulares diretas e morfológicas e palavras de uso
e (e não i) em sílaba átona
e contextuais. frequente com correspondências ir-
em final de palavra — e com
regulares.
marcas de nasalidade (til, m,
n).
Construção do sistema
alfabético e da ortografia (EF03LP02)  Ler e escrever
(EF04LP02) Ler e escrever, correta-
corretamente palavras com
mente, palavras com sílabas VV e
sílabas CV, V, CVC, CCV, VC,
CVV em casos nos quais a combi-
VV, CVV, identificando que
nação VV (ditongo) é reduzida na
existem vogais em todas as
língua oral (ai, ei, ou).
sílabas.
Análise linguística/
(EF03LP03)  Ler e escrever
semiótica
corretamente palavras com
(Ortografização)
os dígrafos lh, nh, ch.
(EF35LP13) Memorizar a grafia de palavras de uso frequente nas quais as relações fonema-grafema são
irregulares e com h inicial que não representa fonema.
(EF05LP02) Identificar o caráter po-
lissêmico das palavras (uma mesma
(EF04LP03)  Localizar palavras no
palavra com diferentes significados,
Conhecimento do alfabeto dicionário para esclarecer signifi-
de acordo com o contexto de uso),
do português do Brasil/Ordem cados, reconhecendo o significado
comparando o significado de deter-
alfabética/Polissemia mais plausível para o contexto que
minados termos utilizados nas áreas
deu origem à consulta.
científicas com esses mesmos ter-
mos utilizados na linguagem usual.
(EF03LP04) Usar acento grá-
fico (agudo ou circunflexo) (EF04LP04)  Usar acento gráfico
(EF05LP03)  Acentuar corretamen-
Conhecimento das diversas em monossílabos tônicos ter- (agudo ou circunflexo) em paro-
te palavras oxítonas, paroxítonas e
grafias do alfabeto/Acentuação minados em a, e, o e em pala- xítonas terminadas em -i(s), -l, -r,
proparoxítonas.
vras oxítonas terminadas em -ão(s).
a, e, o, seguidas ou não de s.

14/05/21 21:33
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF03LP05)  Identificar o nú-
Segmentação de palavras/ mero de sílabas de palavras,
Classificação de palavras por classificando-as em monossí-
número de sílabas labas, dissílabas, trissílabas e

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 9
polissílabas.
(EF03LP06)  Identificar a síla-
Construção do sistema ba tônica em palavras, classi-
alfabético ficando-as em oxítonas, paro-
xítonas e proparoxítonas.
(EF04LP05) Identificar a função na
(EF03LP07) Identificar a fun- leitura e usar, adequadamente, na (EF05LP04)  Diferenciar, na leitura
ção na leitura e usar na escrita escrita ponto final, de interroga- de textos, vírgula, ponto e vírgula,
ponto final, ponto de interro- ção, de exclamação, dois-pontos dois-pontos e reconhecer, na leitura
Pontuação
gação, ponto de exclamação e travessão em diálogos (discurso de textos, o efeito de sentido que
e, em diálogos (discurso dire- direto), vírgula em enumerações decorre do uso de reticências, aspas,
to), dois-pontos e travessão. e em separação de vocativo e de parênteses.
aposto.
Análise linguística/ (EF05LP05)  Identificar a expressão
semiótica de presente, passado e futuro em
(Ortografização) tempos verbais do modo indicativo.
Morfologia/Morfossintaxe (EF03LP08) Identificar e dife- (EF04LP06) Identificar em textos e (EF05LP06)  Flexionar, adequada-
renciar, em textos, substanti- usar na produção textual a concor- mente, na escrita e na oralidade, os
vos e verbos e suas funções dância entre substantivo ou prono- verbos em concordância com pro-
na oração: agente, ação, ob- me pessoal e verbo (concordância nomes pessoais/nomes sujeitos da
jeto da ação. verbal). oração.
(EF04LP07)  Identificar em textos
(EF03LP09)  Identificar, em
e usar na produção textual a con-
textos, adjetivos e sua função
Morfossintaxe cordância entre artigo, substantivo
de atribuição de propriedades
e adjetivo (concordância no grupo
aos substantivos.
nominal).
(EF35LP14) Identificar em textos e usar na produção textual pronomes pessoais, possessivos e demons-
trativos, como recurso coesivo anafórico.
(EF05LP07) Identificar, em textos, o
Morfologia uso de conjunções e a relação que
estabelecem entre partes do texto:
adição, oposição, tempo, causa,
condição, finalidade.

14/05/21 21:33
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES

10
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF03LP10)  Reconhecer pre-
fixos e sufixos produtivos na
(EF04LP08)  Reconhecer e grafar, (EF05LP08) Diferenciar palavras pri-
Análise linguística/ formação de palavras deriva-
corretamente, palavras derivadas mitivas, derivadas e compostas, e
semiótica Morfologia das de substantivos, de adjeti-
com os sufixos -agem, -oso, -eza, derivadas por adição de prefixo e de
(Ortografização) vos e de verbos, utilizando-os
-izar/-isar (regulares morfológicas). sufixo.

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 10
para compreender palavras e
para formar novas palavras.
CAMPO DA VIDA COTIDIANA — Campo de atuação relativo à participação em situações de leitura, próprias de atividades vivenciadas cotidianamente por
crianças, adolescentes, jovens e adultos, no espaço doméstico e familiar, escolar, cultural e profissional. Alguns gêneros textuais deste campo: agendas, listas,
bilhetes, recados, avisos, convites, cartas, cardápios, diários, receitas, regras de jogos e brincadeiras.
(EF03LP11)  Ler e compreen-
der, com autonomia, textos
(EF04LP09)  Ler e compreender,
injuntivos instrucionais (recei-
com autonomia, boletos, faturas e (EF05LP09) Ler e compreender, com
tas, instruções de montagem
carnês, dentre outros gêneros do autonomia, textos instrucional de
etc.), com a estrutura própria
campo da vida cotidiana, de acor- regras de jogo, dentre outros gêne-
desses textos (verbos impe-
do com as convenções do gênero ros do campo da vida cotidiana, de
rativos, indicação de passos
(campos, itens elencados, medidas acordo com as convenções do gêne-
a ser seguidos) e mesclando
de consumo, código de barras) e ro e considerando a situação comu-
palavras, imagens e recursos
considerando a situação comunica- nicativa e a finalidade do texto.
gráficovisuais, considerando
Leitura/escuta tiva e a finalidade do texto.
a situação comunicativa e o
(compartilhada e Compreensão em leitura tema/assunto do texto.
autônoma)
(EF03LP12)  Ler e compreen-
der, com autonomia, cartas (EF04LP10)  Ler e compreender,
(EF05LP10)  Ler e compreender,
pessoais e diários, com ex- com autonomia, cartas pessoais
com autonomia, anedotas, piadas
pressão de sentimentos e opi- de reclamação, dentre outros gê-
e cartuns, dentre outros gêneros do
niões, dentre outros gêneros neros do campo da vida cotidiana,
campo da vida cotidiana, de acor-
do campo da vida cotidiana, de acordo com as convenções do
do com as convenções do gênero e
de acordo com as convenções gênero carta e considerando a si-
considerando a situação comunica-
do gênero carta e consideran- tuação comunicativa e o tema/as-
tiva e a finalidade do texto.
do a situação comunicativa e sunto/finalidade do texto.
o tema/assunto do texto.
(EF03LP13) Planejar e produ- (EF04LP11)  Planejar e produzir,
zir cartas pessoais e diários, com autonomia, cartas pessoais
(EF05LP11)  Registrar, com auto-
com expressão de sentimen- de reclamação, dentre outros gê-
nomia, anedotas, piadas e cartuns,
Produção de tos e opiniões, dentre outros neros do campo da vida cotidiana,
dentre outros gêneros do campo da
textos (escrita gêneros do campo da vida de acordo com as convenções do
Escrita colaborativa vida cotidiana, de acordo com as
compartilhada e cotidiana, de acordo com as gênero carta e com a estrutura pró-
convenções do gênero e conside-
autônoma) convenções dos gêneros car- pria desses textos (problema, opi-
rando a situação comunicativa e a
ta e diário e considerando a nião, argumentos), considerando
finalidade do texto.
situação comunicativa e o a situação comunicativa e o tema/
tema/assunto do texto. assunto/finalidade do texto.

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF03LP14) Planejar e produ-
zir textos injuntivos instrucio-
(EF05LP12) Planejar e produzir, com
nais, com a estrutura própria
autonomia, textos instrucionais de
desses textos (verbos impe-
Escrita regras de jogo, dentre outros gêne-
rativos, indicação de passos
(compartilhada e Escrita colaborativa ros do campo da vida cotidiana, de
a ser seguidos) e mesclando

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 11
autônoma) acordo com as convenções do gêne-
palavras, imagens e recursos
ro e considerando a situação comu-
gráfico-visuais, considerando
nicativa e a finalidade do texto.
a situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
(EF04LP12)  Assistir, em vídeo di- (EF05LP13)  Assistir, em vídeo digi-
(EF03LP15) Assistir, em vídeo
gital, a programa infantil com ins- tal, a postagem de  vlog  infantil de
digital, a programa de culi-
truções de montagem, de jogos e críticas de brinquedos e livros de li-
Oralidade Produção de texto oral nária infantil e, a partir dele,
brincadeiras e, a partir dele, plane- teratura infantil e, a partir dele, pla-
planejar e produzir receitas
jar e produzir tutoriais em áudio ou nejar e produzir resenhas digitais em
em áudio ou vídeo.
vídeo. áudio ou vídeo.
(EF03LP16)  Identificar e re-
produzir, em textos injuntivos
(EF04LP13)  Identificar e reprodu-
instrucionais (receitas, instru-
zir, em textos injuntivos instrucio-
ções de montagem, digitais
nais (instruções de jogos digitais ou (EF05LP14)  Identificar e reprodu-
ou impressos), a formatação
impressos), a formatação própria zir, em textos de resenha crítica de
própria desses textos (ver-
desses textos (verbos imperativos, brinquedos ou livros de literatura in-
bos imperativos, indicação
indicação de passos a ser seguidos) fantil, a formatação própria desses
de passos a ser seguidos) e a
e formato específico dos textos textos (apresentação e avaliação do
diagramação específica dos
orais ou escritos desses gêneros produto).
textos desses gêneros (lista
(lista/ apresentação de materiais e
de ingredientes ou materiais
Análise linguística/ instruções/passos de jogo).
e instruções de execução —
semiótica Forma de composição do texto “modo de fazer”).
(Ortografização)
(EF03LP17)  Identificar e re-
produzir, em gêneros episto-
lares e diários, a formatação
própria desses textos (relatos
de acontecimentos, expres-
são de vivências, emoções,
opiniões ou críticas) e a dia-
gramação específica dos
textos desses gêneros (data,
saudação, corpo do texto,
despedida, assinatura).

11

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES

12
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
CAMPO DA VIDA PÚBLICA — Campo de atuação relativo à participação em situações de leitura e escrita, especialmente de textos das esferas jornalística,
publicitária, política, jurídica e reivindicatória, contemplando temas que impactam a cidadania e o exercício de direitos. Alguns gêneros textuais deste campo:
notas; álbuns noticiosos; notícias; reportagens; cartas do leitor (revista infantil); comentários em  sites  para criança; textos de campanhas de conscientização;
Estatuto da Criança e do Adolescente; abaixo-assinados; cartas de reclamação, regras e regulamentos.

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 12
(EF03LP18)  Ler e compreen-
der, com autonomia, cartas
dirigidas a veículos da mídia (EF05LP15) Ler/assistir e compreen-
impressa ou digital (cartas de der, com autonomia, notícias, repor-
leitor e de reclamação a jor- (EF04LP14)  Identificar, em notí- tagens, vídeos em  vlogs  argumen-
nais, revistas) e notícias, den- cias, fatos, participantes, local e tativos, dentre outros gêneros do
tre outros gêneros do campo momento/tempo da ocorrência do campo político-cidadão, de acordo
jornalístico, de acordo com as fato noticiado. com as convenções dos gêneros e
convenções do gênero carta considerando a situação comunica-
Leitura/escuta e considerando a situação co- tiva e o tema/assunto do texto.
(compartilhada e Compreensão em leitura municativa e o tema/assunto
autônoma) do texto.
(EF03LP19)  Identificar e dis-
cutir o propósito do uso de
recursos de persuasão (cores, (EF04LP15) Distinguir fatos de opi- (EF05LP16)  Comparar informações
imagens, escolha de palavras, niões/sugestões em textos (infor- sobre um mesmo fato veiculadas em
jogo de palavras, tamanho de mativos, jornalísticos, publicitários diferentes mídias e concluir sobre
letras) em textos publicitários etc.). qual é mais confiável e por quê.
e de propaganda, como ele-
mentos de convencimento.
(EF03LP20)  Produzir cartas
dirigidas a veículos da mídia
(EF04LP16) Produzir notícias sobre (EF05LP17)  Produzir roteiro para
impressa ou digital (cartas
fatos ocorridos no universo escolar, edição de uma reportagem digital
do leitor ou de reclamação
digitais ou impressas, para o jornal sobre temas de interesse da turma,
Produção de a jornais ou revistas), dentre
da escola, noticiando os fatos e a partir de buscas de informações,
textos (escrita outros gêneros do campo po-
Escrita colaborativa seus atores e comentando decor- imagens, áudios e vídeos na inter-
compartilhada e lítico-cidadão, com opiniões
rências, de acordo com as conven- net, de acordo com as convenções
autônoma) e críticas, de acordo com as
ções do gênero notícia e conside- do gênero e considerando a situa-
convenções do gênero carta
rando a situação comunicativa e o ção comunicativa e o tema/assunto
e considerando a situação co-
tema/assunto do texto. do texto.
municativa e o tema/assunto
do texto.

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF03LP21)  Produzir anún-
cios publicitários, textos de
campanhas de conscientiza-

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 13
ção destinados ao público in-
fantil, observando os recursos
Produção de de persuasão utilizados nos
textos (escrita textos publicitários e de pro-
Escrita colaborativa paganda (cores, imagens, slo-
compartilhada e
autônoma) gan, escolha de palavras, jogo
de palavras, tamanho e tipo
de letras, diagramação).
(EF35LP15) Opinar e defender ponto de vista sobre tema polêmico relacionado a situações vivenciadas
na escola e/ou na comunidade, utilizando registro formal e estrutura adequada à argumentação, consi-
derando a situação comunicativa e o tema/assunto do texto.
(EF03LP22) Planejar e produ-
zir, em colaboração com os
(EF05LP18)  Roteirizar, produzir e
colegas, telejornal para públi-
editar vídeo para  vlogs  argumenta-
co infantil com algumas no- (EF04LP17) Produzir jornais radio-
tivos sobre produtos de mídia para
tícias e textos de campanhas fônicos ou televisivos e entrevistas
público infantil (filmes, desenhos
que possam ser repassados veiculadas em rádio, TV e na in-
Planejamento e produção de animados, HQs, games etc.), com
oralmente ou em meio digi- ternet, orientando-se por roteiro
texto base em conhecimentos sobre os
tal, em áudio ou vídeo, con- ou texto e demonstrando conhe-
mesmos, de acordo com as con-
siderando a situação comuni- cimento dos gêneros jornal falado/
venções do gênero e considerando
Oralidade cativa, a organização específi- televisivo e entrevista.
a situação comunicativa e o tema/
ca da fala nesses gêneros e o
assunto/finalidade do texto.
tema/assunto/finalidade dos
textos.
(EF05LP19)  Argumentar oralmente
sobre acontecimentos de interesse
social, com base em conhecimentos
Produção de texto
sobre fatos divulgados em TV, rádio,
mídia impressa e digital, respeitando
pontos de vista diferentes.
Análise linguística/ (EF35LP16) Identificar e reproduzir, em notícias, manchetes, lides e corpo de notícias simples para pú-
Forma de composição dos
semiótica blico infantil e cartas de reclamação (revista infantil), digitais ou impressos, a formatação e diagramação
textos
(Ortografização) específica de cada um desses gêneros, inclusive em suas versões orais.

13

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES

14
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF05LP20)  Analisar a validade e
(EF03LP23) Analisar o uso de
força de argumentos em argumen-
adjetivos em cartas dirigidas a
tações sobre produtos de mídia para
veículos da mídia impressa ou
público infantil (filmes, desenhos
digital (cartas do leitor ou de
animados, HQs, games etc.), com
reclamação a jornais ou revis-

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 14
Análise linguística/ base em conhecimentos sobre os
Forma de composição dos tas), digitais ou impressas.
semiótica mesmos.
textos
(Ortografização) (EF05LP21)  Analisar o padrão
(EF04LP18)  Analisar o padrão en-
entonacional, a expressão fa-
tonacional e a expressão facial e
cial e corporal e as escolhas de
corporal de âncoras de jornais ra-
variedade e registro linguísticos
diofônicos ou televisivos e de en-
de  vloggers  de  vlogs  opinativos ou
trevistadores/entrevistados.
argumentativos.
CAMPO DAS PRÁTICAS DE ESTUDO E PESQUISA — Campo de atuação relativo à participação em situações de leitura/escrita que possibilitem conhecer os
textos expositivos e argumentativos, a linguagem e as práticas relacionadas ao estudo, à pesquisa e à divulgação científica, favorecendo a aprendizagem dentro
e fora da escola. Alguns gêneros deste campo em mídia impressa ou digital: enunciados de tarefas escolares; relatos de experimentos; quadros; gráficos; tabelas;
infográficos; diagramas; entrevistas; notas de divulgação científica; verbetes de enciclopédia.
(EF03LP24)  Ler/ouvir e com-
preender, com autonomia, (EF04LP19)  Ler e compreender (EF05LP22) Ler e compreender ver-
relatos de observações e de textos expositivos de divulgação betes de dicionário, identificando a
Compreensão em leitura pesquisas em fontes de in- científica para crianças, conside- estrutura, as informações gramati-
formações, considerando a rando a situação comunicativa e o cais (significado de abreviaturas) e
situação comunicativa e o tema/assunto do texto. as informações semânticas.
Leitura/escuta tema/assunto do texto.
(compartilhada e
autônoma) (EF04LP20)  Reconhecer a função
(EF05LP23)  Comparar informações
de gráficos, diagramas e tabelas
Imagens analíticas em textos apresentadas em gráficos ou tabe-
em textos, como forma de apre-
las.
sentação de dados e informações.
(EF35LP17) Buscar e selecionar, com o apoio do professor, informações de interesse sobre fenômenos
Pesquisa
sociais e naturais, em textos que circulam em meios impressos ou digitais.
(EF03LP25)  Planejar e pro-
(EF04LP21) Planejar e produzir tex-
duzir textos para apresentar (EF05LP24) Planejar e produzir tex-
tos sobre temas de interesse, com
resultados de observações to sobre tema de interesse, organi-
base em resultados de observações
Produção de e de pesquisas em fontes zando resultados de pesquisa em
e pesquisas em fontes de infor-
textos (escrita de informações, incluindo, fontes de informação impressas ou
Produção de textos mações impressas ou eletrônicas,
compartilhada e quando pertinente, imagens, digitais, incluindo imagens e grá-
incluindo, quando pertinente, ima-
autônoma) diagramas e gráficos ou ta- ficos ou tabelas, considerando a
gens e gráficos ou tabelas simples,
belas simples, considerando situação comunicativa e o tema/as-
considerando a situação comunica-
a situação comunicativa e o sunto do texto.
tiva e o tema/assunto do texto.
tema/assunto do texto.

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
(EF04LP22)  Planejar e produzir,
(EF05LP25) Planejar e produzir, com
Produção de com certa autonomia, verbetes de
certa autonomia, verbetes de dicio-
textos (escrita enciclopédia infantil, digitais ou
Escrita autônoma nário, digitais ou impressos, consi-
compartilhada e impressos, considerando a situação
derando a situação comunicativa e

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 15
autônoma) comunicativa e o tema/assunto/fi-
o tema/assunto/finalidade do texto.
nalidade do texto.
(EF35LP18) Escutar, com atenção, apresentações de trabalhos realizadas por colegas, formulando per-
Escuta de textos orais
guntas pertinentes ao tema e solicitando esclarecimentos sempre que necessário.
(EF35LP19) Recuperar as ideias principais em situações formais de escuta de exposições, apresentações
Compreensão de textos orais
Oralidade e palestras.
(EF35LP20) Expor trabalhos ou pesquisas escolares, em sala de aula, com apoio de recursos multissemió-
Planejamento de texto oral
ticos (imagens, diagrama, tabelas etc.), orientando-se por roteiro escrito, planejando o tempo de fala e
Exposição oral
adequando a linguagem à situação comunicativa.
(EF03LP26)  Identificar e re-
(EF05LP26)  Utilizar, ao produzir o
produzir, em relatórios de
texto, conhecimentos linguísticos
observação e pesquisa, a for-
Forma de composição dos e gramaticais: regras sintáticas de
Análise linguística/ matação e diagramação es-
textos concordância nominal e verbal, con-
semiótica pecífica desses gêneros (pas-
Adequação do texto às normas venções de escrita de citações, pon-
(Ortografização) sos ou listas de itens, tabelas,
de escrita tuação (ponto final, dois-pontos,
ilustrações, gráficos, resumo
vírgulas em enumerações) e regras
dos resultados), inclusive em
ortográficas.
suas versões orais.
(EF04LP23)  Identificar e reprodu-
zir, em verbetes de enciclopédia in- (EF05LP27)  Utilizar, ao produzir o
fantil, digitais ou impressos, a for- texto, recursos de coesão prono-
Forma de composição dos matação e diagramação específica minal (pronomes anafóricos) e ar-
textos desse gênero (título do verbete, ticuladores de relações de sentido
Coesão e articuladores definição, detalhamento, curiosi- (tempo, causa, oposição, conclusão,
Análise linguística/ dades), considerando a situação comparação), com nível adequado
semiótica comunicativa e o tema/assunto/fi- de informatividade.
(Ortografização) nalidade do texto.
(EF04LP24)  Identificar e reprodu-
Forma de composição dos zir, em seu formato, tabelas, dia-
textos gramas e gráficos em relatórios
Adequação do texto às normas de observação e pesquisa, como
de escrita forma de apresentação de dados e
informações.

15

14/05/21 21:34
PRÁTICAS DE OBJETOS DE HABILIDADES

16
LINGUAGEM CONHECIMENTO 3º ANO 4º ANO 5º ANO
TODOS OS CAMPOS DE ATUAÇÃO
CAMPO ARTÍSTICO-LITERÁRIO — Campo de atuação relativo à participação em situações de leitura, fruição e produção de textos literários e artísticos,
representativos da diversidade cultural e linguística, que favoreçam experiências estéticas. Alguns gêneros deste campo: lendas, mitos, fábulas, contos, crônicas,
canção, poemas, poemas visuais, cordéis, quadrinhos, tirinhas, charge/cartum, dentre outros.
(EF35LP21) Ler e compreender, de forma autônoma, textos literários de diferentes gêneros e extensões,
Formação do leitor literário
inclusive aqueles sem ilustrações, estabelecendo preferências por gêneros, temas, autores.

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 16
Formação do leitor literário/ (EF35LP22) Perceber diálogos em textos narrativos, observando o efeito de sentido de verbos de enun-
Leitura/escuta Leitura multissemiótica ciação e, se for o caso, o uso de variedades linguísticas no discurso direto.
(compartilhada e
autônoma) (EF35LP23)  Apreciar poemas e outros textos versificados, observando rimas, aliterações e diferentes
Apreciação estética/Estilo
modos de divisão dos versos, estrofes e refrões e seu efeito de sentido.
(EF35LP24) Identificar funções do texto dramático (escrito para ser encenado) e sua organização por
Textos dramáticos
meio de diálogos entre personagens e marcadores das falas das personagens e de cena.
(EF35LP25) Criar narrativas ficcionais, com certa autonomia, utilizando detalhes descritivos, sequências
de eventos e imagens apropriadas para sustentar o sentido do texto, e marcadores de tempo, espaço e
Produção de Escrita autônoma e de fala de personagens.
textos (escrita compartilhada (EF35LP26) Ler e compreender, com certa autonomia, narrativas ficcionais que apresentem cenários e
compartilhada e personagens, observando os elementos da estrutura narrativa: enredo, tempo, espaço, personagens,
autônoma) narrador e a construção do discurso indireto e discurso direto.
(EF35LP27) Ler e compreender, com certa autonomia, textos em versos, explorando rimas, sons e jogos
Escrita autônoma
de palavras, imagens poéticas (sentidos figurados) e recursos visuais e sonoros.
Declamação (EF35LP28) Declamar poemas, com entonação, postura e interpretação adequadas.
(EF04LP25)  Representar cenas de
(EF03LP27)  Recitar cordel e
Oralidade textos dramáticos, reproduzindo as
cantar repentes e emboladas,
Performances orais falas das personagens, de acordo
observando as rimas e obede-
com as rubricas de interpretação e
cendo ao ritmo e à melodia.
movimento indicadas pelo autor.
Formas de composição de (EF35LP29) Identificar, em narrativas, cenário, personagem central, conflito gerador, resolução e o ponto
narrativas de vista com base no qual histórias são narradas, diferenciando narrativas em primeira e terceira pessoas.
(EF35LP30) Diferenciar discurso indireto e discurso direto, determinando o efeito de sentido de verbos
Discurso direto e indireto
de enunciação e explicando o uso de variedades linguísticas no discurso direto, quando for o caso.
Forma de composição de textos (EF35LP31) Identificar, em textos versificados, efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos rítmicos
poéticos e sonoros e de metáforas.
Análise linguística/ (EF04LP26)  Observar, em poemas (EF05LP28) Observar, em ciberpoe-
semiótica Forma de composição de textos concretos, o formato, a distribui- mas e minicontos infantis em mídia
(Ortografização) poéticos visuais ção e a diagramação das letras do digital, os recursos multissemióticos
texto na página. presentes nesses textos digitais.
(EF04LP25)  Representar cenas de
textos dramáticos, reproduzindo as
Forma de composição de textos
falas das personagens, de acordo
dramáticos
com as rubricas de interpretação e
movimento indicadas pelo autor.
Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/#fundamental/lingua-portuguesa-no-ensino-fundamental-anos-iniciais-praticas-de-linguagem-objetos-de-conhecimento-e-habilidades>.

14/05/21 21:34
Língua Portuguesa

LEITURA

ATIVIDADE 1

Observe o aviso seguinte e responda às questões:

AVISO IMPORTANTE À EQUIPE FEMININA DE VÔLEI!

Amanhã, 19 de dezembro, não haverá treino. Mas toda


a equipe está convocada para comparecer ao centro de
esportes, a partir das 13h30.
Prof. João Lopes

1) O texto que você leu tem por finalidade:

A) Informar. C) Ensinar.
B) Criticar. D) Dar instruções.

2) Nele, estão presentes:

A) Remetente e destinatário.
B) Somente remetente.
C) Somente destinatário.
D) Nenhum dos dois.

17

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 17 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

3) “Amanhã não “haverá” aula ...”. Em que tempo está o verbo em


destaque?

A) No presente. C) No futuro.
B) No passado. D) Não lembro.

4) O texto é:

A) Uma lista. C) Uma aviso.


B) Uma bula. D) Uma receita.

ATIVIDADE 2
Leia esta tirinha:

1) A situação apresentada nessa tirinha é divertida porque:

A) Podemos ver que Junim vai ficar feliz e agradecido por ter recebido o
recado dado pela mãe.
B) Justamente o amigo que traz o recado é que vai fazer o Junim chegar em
casa mais uma vez com a roupa suja.
C) Com certeza, Bocão vai levar uma bronca da mãe por ter pisado na poça
de lama.
D) Junim assustou-se com a gritaria de Bocão.

18

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 18 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 3

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto:

A professora tenta ensinar matemática para o Joãozinho.


— Se eu lhe der quatro chocolates hoje e mais três amanhã, você fica com...
com... com...?
O garoto:
— Contente.

Fonte: BUCHWEITZ, Donaldo. (org.). Piadas para você morrer de rir. Belo Horizonte: Leitura, 2001.

1) Qual é a parte mais divertida do texto?

A) A professora ensinar matemática para o Joãozinho.


B) A professora dar quatro chocolates para Joãozinho.
C) A pergunta da professora ao Joãozinho.
D) A resposta que Joãozinho deu à professora.

ATIVIDADE 4
Leia o texto:

Uma mulher vai seguindo de carro por uma estrada.


Um homem vai na mesma estrada, mas no sentido oposto. Ao cruzarem-se,
o homem abaixa o vidro e grita:
— VAAAAAAACA!!!!
A mulher imediatamente abaixa o vidro e responde:
— É A SUA MÃEEEEEEEEEEEEE!!!
Cada um continua o seu caminho, mas a mulher, que vai sorridente pela res-
posta dada, ao virar a primeira curva, bate direto em uma gigantesca vaca deitada
no meio da estrada.

19

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 19 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) O acidente automobilístico aconteceu com a mulher porque ela:

A) Confundiu o alerta com xingamento.


B) Não ouviu o que o homem dizia.
C) Levou na brincadeira o grito do homem.
D) Dormiu ao volante enquanto dirigia.

ATIVIDADE 5
Observe a charge a seguir e assinale a alternativa correta:

A ideia central da charge é:

A) A diferença anatômica entre a formiga e o elefante.


B) Sobre a felicidade da formiga ter encontrado o elefante.
C) Sobre a diferença salarial no Brasil.
D) Nenhuma dos alternativas.

ATIVIDADE 6
Leia o texto a seguir para responder às questões de 1 a 3.

Que delícia!
Comida gostosa,
Ai, que coisa louca,
Que só de pensar
Me dá água na boca!

20

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 20 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Batata assada,

5º ano • Ensino Fundamental


Com manteiga e sal
Derrete na boca —
Prazer sem igual!
Domingo cai bem
A macarronada,
No sábado — hum!
Lá vai feijoada.

Fonte: BELINKY. Tatiana. Um caldeirão de poemas. São Paulo: Companhia das letrinhas, 2007. (adaptação)

1. No poema, a palavra sal rima com:

A) Igual.
B) Manteiga.
C) Panqueca.
D) Macarronada.

2. Em “Prazer sem igual!”, o ponto de exclamação reforça a ideia de:


A) Alerta.
B) Desejo.
C) Tristeza.
D) Espanto.

3. As comidas citadas no texto:

A) Possuem baixas calorias.


B) Favorecem o emagrecimento.
C) São indicadas para pessoas obesas.
D) Provocam a obesidade quando consumidas em excesso.

4. Ache no texto acima palavras primitivas, derivadas e compostas, e deri-


vadas por adição de prefixo e de sufixo.

_______________________    _______________________

21

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 21 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 8
Leia o texto e responda:

HÁBITOS INDÍGENAS

Você sabia que vários dos nossos hábitos são herdados da cultura indígena?
Um dos costumes mais importantes é o de tomar banho todos os dias.
Em outras culturas, como na dos países europeus, é comum as pessoas pas-
sarem dias sem tomar banho.
Que bom que os índios nos ensinaram isso, né? Assim somos um povo bem
cheirosinho!
Também aprendemos com eles o uso de chás e plantas medicinais para curar
doenças.
E, como os índios têm muito conhecimento de ervas e plantas, muitos dos
remédios que compramos hoje nas farmácias tiveram suas fórmulas baseadas em
chás indígenas.
É influência deles também a utilização de redes para dormir, as várias danças,
principalmente as da Regiões Norte do Brasil.
E ainda várias canções e lendas do folclore brasileiro.

Disponível em: <http://www.plenarinho.gov.br/brasil/Reportagens_publicadas/todo-dia-era-dia-de-indio>.


Acesso em: out. 2020.

1) Quais hábitos herdamos dos índios que fazem referência a nossa saúde?

A) Usar canções e lendas do nosso folclore.


B) Vestir roupas limpas.
C) Tomar banhos todos os dias e chás medicinais.
D) Ficar sem tomar banho todos os dias.

2) Em que atividades os índios têm bastante conhecimento?

A) Chás e plantas medicinais para curar doenças.


B) Usar redes para dormir.
C) Tomar banho todos os dias.
D) Colonizar o Brasil.

22

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 22 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

3) Na frase: “É influência deles também”, a quem se refere o termo em

5º ano • Ensino Fundamental


destaque?

A) Aos portugueses.
B) Aos índios.
C) Aos brasileiros.
D) Aos imigrantes italianos.

ATIVIDADE 9
Leia o texto e responda:

QUALQUER VIDA É MUITO DENTRO


DA FLORESTA

Se a gente olha de cima, parece tudo parado.


Mas por dentro é diferente.
A floresta está sempre em movimento.
Há uma vida dentro dela que se transforma
sem parar.
Vem o vento.
Vem a chuva Caem as folhas.
E nascem novas falhas.
Das flores saem os frutos,
E os frutos são alimento.
Os pássaros deixam cair as sementes.
Das sementes nascem novas árvores.
As luzes dos vaga-lumes são estrelas na
terra.
E com o sol vem o dia.
Esquenta a mata.
Ilumina as folhas.
Tudo tem cor e movimento.

Fonte: PROFESSORES TICUNA BILÍNGUES (org.). Qualquer vida é muito dentro da floresta. In: PROFESSORES
TICUNA BILÍNGUES (org.). O livro das árvores. 4. ed. São Paulo: Global Editora, 2000. p. 48.

23

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 23 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) A ideia central do texto é:

A) A chuva na floresta.
B) A importância do sol.
C) A vida na floresta.
D) O movimento das águas.

2) O que diz o trecho:

“Esquenta a mata.
Ilumina as folhas.
Tudo tem cor e movimento.” (v. 17-19)

Isso acontece porque:

A) Aparecem estrelas.
B) Brotam flores.
C) Chega o sol.
D) Vem o vento.

ATIVIDADE 10
Leia o texto e faça o que se pede:

A ALEGRE VOVÓ GUIDA QUE É UM BOCADO DISTRAÍDA


Tatiana Belinsky

A alegre vovó
Guida É um
bocado
distraída. Vejam
só o que esta
vovó aprontou
num dia só.

24

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 24 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Por que é muito distraída e alegre vovó

5º ano • Ensino Fundamental


Guida?

Ontem, na
cozinha escura,

Pôs no forno a
dentadura, E na
boca, em lugar
dela, Colocou
uma gamela.

Pôs, faceira, uma tigela... Não é


mesmo distraída a alegre vovó Guida?

Para dar de beber


o gato, Pôs o leite
no sapato, E no
pé — coisa
maluca!

Ela pôs
sua
peruca.

Não é mesmo distraída a alegre vovó


Guida?

Sua vida não é


sopa — Do avesso
pôs a roupa, Na
cabeça — só
mesmo ela!

1) Na frase: “Ontem, na cozinha escura...”, a palavra destacada dá ideia de:

A) Lugar. C) Tempo.
B) Modo. D) Espaço.

25

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 25 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) Qual a razão da Vovó Guida fazer tantas coisas engraçadas?

A) Ela já está muito velha.


B) Ela gosta de fazer brincadeiras.
C) Para chamar a atenção.
D) Porque ela é muito distraída.

3) Quais adjetivos podemos usar para destacarmos a personalidade da


Vovó Guida?

A) Triste e enfadonha.
B) Comilona e sem graça.
C) Distraída e alegre.
D) Mal-humorada e fofoqueira.

ATIVIDADE 11
Leia o texto e responda as questões:

A GALINHA E OS OVOS DE OURO


Autor: Esopo

Um camponês e sua esposa possuíam uma galinha que punha todo dia um
ovo de ouro.
Supondo que devia haver uma grande quantidade de ouro em seu interior,
eles a mataram para que pudessem pegar tudo.
Então, para surpresa deles, viram que a galinha em nada era diferente das
outras galinhas.
O casal de tolos, desse modo, desejando ficar rico de uma só vez, perdeu o
ganho diário que tinha assegurado.

Moral da história: Quem tudo quer, acaba ficando sem nada.

Fonte: Fábulas de Esopo.

26

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 26 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

1) O texto pertence ao gênero:

5º ano • Ensino Fundamental


A) Conto.
B) Poema.
C) Notícia.
D) Fábula.

2) O camponês e sua esposa foram chamados de tolos pois:

A) Venderam a galinha dos ovos de ouro.


B) Perderam o sustento que haviam garantido.
C) Acharam que a galinha era igual às outras galinhas.
D) Mataram a galinha que botava ovos de ouro.

ATIVIDADE 12
Leia a fábula e responda às questões:

O GALO DE BRIGA E A ÁGUIA


AUTOR: ESOPO

Dois galos estavam disputando em feroz luta, o direito de comandar o gali-


nheiro de uma chácara. Por fim um pôs o outro para correr.
O Galo derrotado afastou-se e foi-se recolher num lugar sossegado. O ven-
cedor, voando até o alto de um muro, bateu as asas e exultante cantou com toda
sua força.
Uma Águia que pairava ali perto lançou-se sobre ele e com um bote certeiro
levou-o preso em suas poderosas garras.
O Galo derrotado saiu do seu canto, e, daí em diante, reinou absoluto livre
de disputa.

Moral da história: O orgulho e a arrogância são o caminho mais curto para


a ruína.
Fonte: Fábulas de Esopo.

27

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 27 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) No final do texto, pode-se entender que:

A) O galo vencedor bateu as asas e cantou no galinheiro.


B) Uma águia prendeu o galo vencedor com suas garras.
C) O galo derrotado reinou no galinheiro livre de disputa.
D) Os dois galos saíram vitoriosos na disputa no galinheiro.

2) No trecho: “Uma Águia que pairava ali perto lançou-se sobre ele e com
um bote certeiro levou-o preso...”, a expressão bote certeiro significa:

A) “[...] voando até o alto de um muro”.


B) “[...] exultante cantou com toda sua força”.
C) “O Galo derrotado saiu do seu canto”.
D) “[...] Que a águia capturou o galo vencedor”.

3) O trecho que contém uma ideia de modo é:

A) ...voando até o alto de um muro.


B) exultante cantou com toda sua força.
C) O Galo derrotado saiu do seu canto.
D) foi se recolher num lugar sossegado.

ATIVIDADE 12
Leia o cordel seguinte e responda às questões:

O PERIGO ALADO Escrita nos anos vinte


do outro século passado
Um mosquito pica um homem, por João Martins Atthayde
disso vira uma ferida, depois de ter conquistado
da ferida o homem morre, o diploma de enfermeiro
tirou-lhe o mosquito a vida. à rede pública do estado.

28

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 28 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Não sabemos se o mosquito

5º ano • Ensino Fundamental


descrito na frase prima
era o que provoca a dengue As iniciais medidas
que ama o tropical clima, até o momento são:
mas já provocou estragos governo e comunidades
como se percebe acima. trabalhando em mutirão
na suprema tentativa
O certo é que o Brasil
da não proliferação.
padece de epidemia
os dados são alarmantes, Não deixar água parada
o que a imprensa anuncia de mortes numa em panelas, em banheiro,
semana são computados num dia... em pneus, cacos de coco,
em vaso exposto em terreiro,
É o Rio de Janeiro
em sacadas, nas escadas,
a região pela qual
vigilância o dia inteiro.
tem maior predileção
o grande agente do mal
desafiando os agentes
Fonte: Cordel de Gonçalo Ferreira da Silva.
do poder oficial.

1) Qual a mensagem principal passada pelo cordel?

A) O combate de todos contra o mosquito da dengue.


B) A doença da malária.
C) A formação em enfermeiro de Atthayde.
D) A importância de vigiar o dia inteiro.

2) A quem faz referência o título do cordel?

A) Ao Rio de Janeiro.
B) Ao enfermeiro Atthayde.
C) Ao governo e a comunidade.
D) Ao mosquito da dengue.

3) Qual a principal função desse cordel?

A) Divertir.
B) Alertar contra os perigos do mosquito da dengue.
C) Ensinar.
D) Fazer uma propaganda em favor do mosquito.

29

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 29 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

4) A expressão ”o grande agente do mal” (5ª estrofe) foi usada no poema


com o sentido de aquele que:

A) Desafia o mosquito.
B) Ama o clima tropical.
C) Provoca epidemias.
D) Trabalha em mutirão.

ATIVIDADE 13
Leia o texto e responda:

ZIRALDO

Ziraldo Alves Pinto nasceu no dia 24 de outubro de 1932, em Caratinga,


Minas Gerais. Começou sua carreira nos anos 1950 em jornais e revistas de expres-
são, como Jornal do Brasil, O Cruzeiro, Folha de Minas, etc. Além de pintor, é
cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor. A fama come-
çou a vir nos anos 1960, com o lançamento da primeira revista em quadrinhos
brasileira feita por um só autor: A Turma do Pererê. Em 1969, Ziraldo publicou o
seu primeiro livro infantil, FLICTS, que conquistou fãs em todo o mundo. A partir
de 1979, concentrou-se na produção de livros para crianças e, em 1980, lançou
O Menino Maluquinho, um dos maiores fenômenos editoriais no Brasil de todos os
tempos. Os trabalhos de Ziraldo já foram traduzidos para diversos idiomas, como
inglês, espanhol, alemão, francês, italiano e basco, e representam o talento e o
humor brasileiros no mundo. Estão até expostos em museu!
Fonte: <www.ziraldo.com.br>.

1) Em que gênero textual pode ser classificado o trecho anterior?

A) Uma narrativa.
B) Um conto.
C) Uma notícia
D) Uma biografia

30

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 30 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

2) Como se chama o personagem principal dessa biografia?

5º ano • Ensino Fundamental


A) O Menino Maluquinho.
B) Ziraldo.
C) O Cruzeiro.
D) Folha de Minas Gerais.

3) Ziraldo começou a ficar famoso, quando:

A) Passou a escrever para jornais e revistas.


B) Lançou a revista da Turma do Pererê.
C) Lançou o seu livro O Menino Maluquinho.
D) Publicou o seu livro infantil FLICTS.

ATIVIDADE 14

Leia o texto e responda as questões:

A COSTUREIRA DAS FADAS

Depois do jantar, o príncipe levou Narizinho à casa da melhor costureira do


reino. Era uma aranha de Paris, que sabia fazer vestidos lindos, lindos até não
poder mais! Ela mesma tecia a fazenda, ela mesma inventava as modas.
— Dona Aranha — disse o príncipe —, quero que faça para esta ilustre dama
o vestido mais bonito do mundo. Vou dar uma grande festa em sua honra e quero
vê-la deslumbrar a corte.
Disse e retirou-se. Dona Aranha tomou da fita métrica e, ajudada por seis
aranhinhas muito espertas, principiou a tomar as medidas. Depois teceu depressa,
depressa, uma fazenda cor de rosa com estrelinhas douradas, a coisa mais linda
que se possa imaginar. Teceu também peças de fita e peças de renda e de entre-
meio — até carretéis de linha de seda fabricou.

Fonte: MONTEIRO LOBATO, José Bento. Reinações de Narizinho. São Paulo: Brasiliense, 1973.

31

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 31 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) O príncipe queria dar um vestido para Narizinho por que:

A) Ela deseja ter um vestido de baile.


B) Ele vai se casar com ela.
C) Ela deseja um vestido cor-de-rosa.
D) Ele queria dar uma grande festa em homenagem a ela.

ATIVIDADE 15
Leia o texto e responda:

AI, QUE DOR!

A fisgada da água-viva não costuma ser fatal para os humanos. Ela provoca
dor, queimadura, irritações na pele, febre e cãibras nos músculos. A intensidade
do ataque depende do tamanho e da espécie do bicho. Além disso, ela não tem o
hábito de atacar pessoas. [...]

Disponível em: <http://www.recreio.com.br/licao-de-casa/bicho-feito-de-agua-descubra-


tudo-sobre-a-agua-viva>. Acesso em: out. 2020.

1) A finalidade desse texto é:

A) Divertir o leitor com imagens de águas-vivas.


B) Informar a respeito das águas-vivas.
C) Contar uma história bem antiga sobre águas-vivas.
D) Ensinar a respeito de um bicho feito de água.

2) No texto acima a palavra em destaque na frase “ ...ela não tem o hábito


de atacar pessoas.” está em que tempo verbal?

A) Presente.
B) Passado.
C) Futuro.

32

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 32 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 16

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda:

POLUIÇÃO DO SOLO

É na camada mais externa da superfície terrestre, chamada solo, que se desen-


volvem os vegetais. Quando o solo é contaminado, tanto os cursos subterrâneos
de água como as plantas podem ser envenenadas.
Os principais poluentes do solo são os produtos químicos usados na agri-
cultura. Eles servem para destruir pragas e ervas daninhas, mas também causam
sérios estragos ambientais.
O lixo produzido pelas fábricas e residências também pode poluir o solo. Bate-
rias e pilhas jogadas no lixo, por exemplo, liberam líquidos tóxicos e corrosivos. Nos
aterros, onde o lixo das cidades é despejado, a decomposição da matéria orgânica
gera um líquido escuro e de mau cheiro chamado chorume, que penetra no solo e
contamina mesmo os cursos de água que passam bem abaixo da superfície.

Fonte: Almanaque Recreio, 2003.

1) No trecho “É na camada mais externa da superfície terrestre” a expres-


são destacada indica:

A) Causa.
B) Finalidade.
C) Lugar.
D) Tempo.

2) Qual a função do texto que você leu sobre a poluição do solo?

A) Ensinar uma receita.


B) Noticiar sobre os perigos da poluição para o solo.
C) Contar uma história.
D) Divertir.

33

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 33 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

3) Como tratado é tratado o lixo coletado na comunidade que você mora?


Como você pode ajudar para melhorar essa situação?

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

ATIVIDADE 17
Leia o texto:

O CÁGADO NA FESTA DO CÉU

Certa vez houve uma grande festa no céu para a qual foram convidados os
bichos da floresta. Todos se encaminharam para lá, e o cágado também — mas
este era vagaroso demais, de modo que andava, andava, e não chegava nunca.
A festa era só de três dias e o cágado nada de chegar. Desanimado, pediu a
uma garça que o conduzisse às costas. A garça respondeu:
— Pois não. — E o cágado montou. A garça foi subindo, subindo, subindo.
De vez em quando perguntava ao cágado se estava vendo a terra.
— Estou, sim, mas lá longe. A garça subia mais e mais. — E agora? — Agora
já não vejo o menor sinalzinho de terra.
A garça, então, que era uma perversa, fez uma reviravolta no ar, desmontando
o cágado. Coitado! Começou a cair com velocidade cada vez maior. E enquanto
caía, murmurava:
— Se eu desta escapar, léu, léu, léu, se eu desta escapar, nunca mais ao céu
me deixarei levar.

34

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 34 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Nisto avistou lá embaixo a terra. Gritou: — Arredai-vos, pedras e paus, senão

5º ano • Ensino Fundamental


eu vos esmagarei! As pedras e paus se afastaram e o cágado caiu. Mesmo assim
arrebentou-se todo, em cem pedaços.
Deus, que estava vendo tudo, teve dó do coitado. Afinal de contas aquela
desgraça tinha acontecido só porque ele teimou em comparecer à festa no céu. E
Deus, juntou outra vez os pedaços.
É por isso que o cágado tem a casca feita de pedacinhos emendados uns nos
outros.

Fonte: LOBATO, Monteiro. Histórias de Tia Nastácia. Ilustrações de Manoel Victor Filho. 32. ed. São Paulo:
Brasiliense, 2002. (Sítio do Picapau Amarelo).

1) Em qual frase o autor dá sua opinião sobre a garça?

A) “A garça subia mais e mais.”.


B) “A garça foi subindo, subindo, subindo.”.
C) “A garça respondeu: — Pois não.”.
D) “A garça, então, que era uma perversa.”.

2) Quem disse a frase: ”Arredai-vos, pedras e paus, senão eu vos


esmagarei!”?

A) A garça.
B) O cágado.
C) Deus.
D) As pedras.

3) A que gênero pertence o texto “O cágado e a festa no céu”?

A) Fábula.
B) Crônica.
C) Conto.
D) Memória.

35

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 35 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 18
Leia o texto e responda:

FEIAS, SUJAS E IMBATÍVEIS

As baratas estão na Terra há mais de 200 milhões de anos, sobrevivem tanto


no deserto como nos polos e podem ficar até 30 dias sem comer. Vai encarar?
Férias, sol e praia são alguns dos bons motivos para comemorar a chegada
do verão e achar que essa é a melhor estação do ano. E realmente seria, se não
fosse por um único detalhe: as baratas. Assim como nós, elas também ficam bem
animadas com o calor. Aproveitam a aceleração de seus processos bioquímicos
para se reproduzirem mais rápido e, claro, para passearem livremente por todos os
cômodos de nossas casas.
Nessa época do ano, as chances de dar de cara com a visitante indesejada, ao
acordar durante a noite para beber água ou ir ao banheiro, são três vezes maiores.

Fonte: Revista Galileu. Rio de Janeiro, n. 151, p. 26, fev. 2004. (fragmento)

1) No trecho “Vai encarar?” o ponto de interrogação tem o efeito de:

A) Apresentar.
B) Avisar.
C) Desafiar.
D) Questionar.

2) Quem é a visitante indesejada citada no texto?

A) As praias.
B) O verão.
C) A aceleração dos processos bioquímicos.
D) As baratas.

36

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 36 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

3) Assinale a frase em que o autor do texto faz uma comparação entre os

5º ano • Ensino Fundamental


humanos e as baratas:

A) “As baratas estão na Terra há mais de 200 milhões de anos”.


B) “Férias, sol e praia são alguns dos bons motivos [...]”.
C) “Assim como nós, elas também ficam bem animadas com o calor”.
D) “As chances de dar de cara com a visitante indesejada [...]”.

ATIVIDADE 19
Leia o texto e em seguida responda às questões:

UMA QUESTÃO DE PONTO DE VISTA

E lá estava o menino segurando no rabo do Gato e o gato fazendo a maior


algazarra sem conseguir se soltar.
Chega sua Mãe e diz: “Pare de puxar o rabo desse Gato menino!!”
E ele, sem se abalar, responde: “Eu não tô puxando Mãe, só estou segu-
rando... quem tá puxando é Ele...”
Fonte: <https://www.sitededicas.com.br/humor.htm>.

1) O uso dos dois pontos na quarta linha do texto “Uma questão de ponto
de vista” serve para:

A) Marcar um questionamento. C) Concluir uma afirmação.


B) Iniciar uma sequência. D) Indicar a fala de alguém.

37

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 37 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 20
Observe a imagem abaixo e responda:

1) O que significa essa imagem?

A) Uma bula de remédio.


B) Uma receita culinária.
C) Um bilhete de cinema.
D) Uma passagem de ônibus.

2) Qual o destino de quem comprou essa passagem?

A) Volta Redonda. C) Rezende.


B) São Paulo. D) Barra Mansa

3) Qual o valor pago por essa passagem de ônibus?

A) R$ 30,87 C) R$ 10,10
B) R$ 2,16 D) R$ 33,03

38

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 38 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 21

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda às questões:

RECEITA DE PÃO DE QUEIJO

Ingredientes
1 prato de queijo curado ralado
1 kg de polvilho doce
8 ovos
2 copos (cada copo de aprox. 200 ml) de leite
1 colher de margarina
1 copo de óleo
2 colheres de chá de sal.

Modo de preparo
Coloque o polvilho em uma tigela e misture o sal. Reserve, ferve o leite, com
a margarina e o óleo. Adicione a mistura fervente ao polvilho. Misture bem e deixe
esfriar. Quando a massa estiver fria acrescente os ovos gradativamente. Amasse
bem. Adicione o queijo e amasse até que a massa se tome homogênea. Unte suas
mãos com óleo e faça bolinhas. Coloque-as em uma forma e leve ao forno. Sirva o
pão de queijo preferencialmente quente.

1) Os itens da lista seguinte são ingredientes da receita de pão de queijo,


exceto:

A) Leite. C) Ovos.
B) Queijo. D) Forno.

2) Qual(quais) dos ingredientes anteriores precisou da balança para a


medida certa?

A) Os ovos.
B) O óleo.
C) O queijo curado.
D) O polvilho doce.

39

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 39 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

3) Qual a função do texto que você leu:

A) Dar uma notícia.


B) Ensinar uma receita.
C) Prescrever um remédio.
D) Fazer uma propaganda.

ATIVIDADE 22
Leia o texto com atenção e responda:

Alguns animais têm hábitos que podemos considerar curiosos... Os gatos, por
exemplo, se lambem para limpar o pelo. Já os cachorros instintivamente procuram
comer certas ervas quando estão sentindo algum mal-estar. Mas tem bicho com
hábitos ainda mais intrigantes, como comer pedras! É isso aí! E olha que, em vez
de fazê-los passar mal, as pedras exercem funções úteis dentro do organismo.
As pedras engolidas por certos animais são chamadas gastrólitos, que quer
dizer ‘pedras do estômago’. É dentro deste órgão que elas ficam armazenadas e
ajudam a triturar os alimentos e a limpar as paredes estomacais dos parasitos que a
infestam. Além disso, as pedras aliviam a sensação de fome durante longos perío-
dos em que os bichos precisam ficar sem comer, já que ocupam um bom lugar em
seu organismo.
Crocodilos, pinguins, focas e leões-marinhos, entre outros animais aquáticos,
estão na lista dos engolidores de pedra.
Mas não pensem que os bichos engolem qualquer pedra que veem pela
frente. Eles escolhem com muito cuidado as que vão para sua barriga. Valem as
mais lisinhas e bem arredondadas.

SALVATORE, S. Por que alguns animais comem pedra? Ciência Hoje das Crianças. (adaptação)

1) Os animais que comem pedras escolhem as que são:

A) Arredondadas. C) Grandes.
B) Macias. D) Pontudas.

40

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 40 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

2) Em “em vez de fazê-los passar mal”, o termo destacado refere-se a:

5º ano • Ensino Fundamental


A) Animais que comem pedras.
B) Cachorros que comem certas ervas.
C) Gatos que se lambem para limpar o pelo.
D) Parasitos que infestam os animais.

3) Em “Mas tem bicho com hábitos ainda mais intrigantes, como comer
pedras!”, a palavra “intrigante” quer dizer:

A) Ruim.
B) Estranho.
C) Saudável.
D) Doentio.

4) Esse texto que você leu:

A) Descreve como alimentar os animais doentes.


B) Informa curiosidades sobre alimentação de alguns animais.
C) Apresenta animais que precisam comer ervas todo o tempo.
D) Explica como gatos e cachorros se alimentam.

5) Identifique dentro do textos as palavras: oxítonas, paroxítonas e pro-


paroxítonas.

oxítonas paroxítonas proparoxítonas

41

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 41 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 23
Leia o texto e responda:

O SOCORRO

Ele foi cavando, cavando, cavando, pois sua profissão — coveiro — era cavar.
Mas, de repente, na distração do ofício que amava, percebeu que cavara demais.
Tentou sair da cova e não conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que, sozi-
nho, não conseguiria sair. Gritou. Ninguém atendeu, Gritou mais forte, Ninguém
veio. Enrouqueceu de gritar, cansou de esbravejar, desistiu com a noite. Sentou-
-se no fundo da cova, desesperado. A noite chegou, subiu, fez- se o silêncio das
horas tardias. Bateu o frio da madrugada e, na noite escura, não se ouvia um som
humano, embora o cemitério estivesse cheio de pipilos e coaxares naturais dos
matos. Só pouco depois da meia-noite é que lá vieram uns passos. Deitado no
fundo da cova o coveiro gritou. Os passos se aproximaram. Uma cabeça ébria apa-
receu lá em cima, perguntou o que havia: — O que é que há?.
O coveiro então gritou desesperado: — Tire-me daqui, por favor. Estou com
um frio terrível!.
— Mas, coitado! condoeu-se o bêbado — Tem toda razão de estar com frio.
Alguém tirou a terra de cima de você, meu pobre mortinho! E pegando a pá,
encheu-a de terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente.
Moral: Nos momentos graves é preciso verificar muito bem a quem se apela.

MILLÔR FERNANDES

1) O que faz esse texto ficar engraçado?

A) O bêbado ter imaginado que o coveiro era um morto e jogar terra para
cobri-lo.
B) O coveiro ficar cavando e sentir frio durante a madrugada.
C) O homem ficar sentado no fundo enrouquecido de tanto gritar.
D) O homem ter cavado demais e ficar preso no buraco.

42

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 42 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

2) O coveiro ficou desesperado por que

5º ano • Ensino Fundamental


A) Ficou preso no buraco e já era noite.
B) Ouviu uns passos chegando perto do buraco.
C) Sentiu medo de ficar sozinho no cemitério.
D) Viu que um bêbado tinha chegado para ajudá-lo.

3) “O que é que há?” Quem fez essa pergunta foi:

A) O mortinho.
B) A cabeça ébria.
C) O coveiro.
D) O narrador.

ATIVIDADE 24
Leia o texto seguinte e responda:

ELEVADOR CAI DO 4º ANDAR E FERE 8 EM SÃO CARLOS-SP

Um elevador despencou ontem do 4º andar de um edifício em São Carlos,


no interior paulista, com 11 pessoas dentro. O Corpo de Bombeiros socorreu dez
vítimas do acidente, sendo que cinco foram levadas à Santa Casa da cidade, mas
apenas com ferimentos leves. Outras três pessoas tiveram escoriações. — O eleva-
dor, que tinha saído do 7º andar, tem capacidade para seis pessoas, cinco a menos
que a lotação no momento do acidente.
Funcionários da Polícia Científica do município fizeram hoje a vistoria do
elevador do Edifício Ana Paula, no bairro Vila Nery. Moradores já reclamavam a
substituição do antigo elevador e pagaram nos últimos meses uma taxa de con-
domínio para que fosse feita a troca. A Polícia Científica investiga se a causa do
acidente foi mesmo o excesso de pessoas.

Fonte: Agência Estado.

43

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 43 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) Qual é o assunto desse texto?

A) Uma briga no elevador.


B) Uma morte dentro do elevador.
C) Um acidente com um elevador.
D) Um incêndio no elevador.

2) Qual a função desse texto?

A) Dar uma noticia.


B) Ensinar uma receita.
C) Alertar sobre os perigos de se andar de elevador.
D) Divertir o leitor.

ATIVIDADE 25
Leia o texto e responda às questões abaixo:

SALVEM OS FILHOTES! CIENTISTAS SE UNEM PARA PROTEGER ANIMAIS


SELVAGENS EM EXTINÇÃO
Ana Maria Azevedo

Em nome dos filhotes mostrados nesta página e de milhões de outros em


todo o planeta, centenas de cientistas de vários países estão este mês em Bangcoc,
a capital da Tailândia. Eles participam da reunião da Convenção Internacional de
Espécies Ameaçadas (Cities), um nome complicado para um problema difícil ainda:
impedir que animais selvagens sejam mortos ou aprisionados. Todos os dias, filho-
tes como estes são ameaçados por caçadores. A Cities existe para criar leis que
evitem o desaparecimento de animais e plantas.
Os pandas-gigantes estão entre os animais protegidos pelas Cities. Hoje,
seu comércio é proibido e punido com muito rigor na China, terra natal desses
ursos que de tão fofos mais parecem feitos de pelúcia. A mesma proteção é dada
aos ainda mais raros pandas — vermelhos, também nativos da China e do vizi-
nho Nepal. A Cities protege os orangotangos, os chimpanzés e os gorilas, mas

44

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 44 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

eles ainda precisam de muita ajuda para não serem extintos. O mesmo vale para

5º ano • Ensino Fundamental


os felinos, como os tigres, os leões, os chitas e os muito raros gatos-pescadores,
encontrados apenas à beira de alguns poucos rios na Ásia. Os cientistas esperam
que desta reunião saiam medidas para proteger, principalmente, os tigres.

ANA MARIA AZEVEDO

1) A reunião dos cientistas da Cities vai acontecer:

A) No Nepal.
B) Na China.
C) Em Bangcoc.
D) Na capital da China.

2) Em “Eles participam da reunião da Convenção Internacional de Espé-


cies Ameaçadas (Cities)”, o termo refere-se a palavra:

A) Filhotes.
B) Outros.
C) Países.
D) Cientistas.

3) Faça uma pesquisa sobre os animais ameaçados de extinção aqui no


Brasil. Faça um gráfico de colunas dos 4 principais animais que sofrem
essa ameaça.

45

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 45 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 26
Leia o texto e responda às questões:

A CADEIRA DO DENTISTA
Carlos Eduardo Novaes

Fazia dois anos que não me sentava numa cadeira de dentista. Não que meus
dentes estivessem por todo esse tempo sem reclamar um tratamento. Cheguei
a marcar várias consultas, mas começava a suar frio folheando velhas revistas na
antessala e me escafedia antes de ser atendido. Na única ocasião em que botei o
pé no gabinete do odontólogo — tem uns seis meses —, quando ele me informou
o preço do serviço, a dor transferiu-se do dente para o bolso.
— Não quero uma dentadura em ouro com incrustações em rubis e esmeral-
das — esclareci — só preciso tratar o canal.
— É esse o preço de um tratamento de canal!
— Tem certeza? O senhor não estará confundindo o meu canal com o do
Panamá?
Adiei o tratamento. Tenho pavor de dentista. O mundo avançou nos últimos
30 anos, mas a Odontologia permanece uma atividade medieval. Para mim não faz
diferença um “pau-de-arara” ou uma cadeira de dentista: é tudo instrumento de
tortura.
Desta vez, porém, não tive como escapar. Os dentes do lado esquerdo já
tinham se transformado em meros figurantes dentro da boca. Ao estourar o pré-
-molar do lado direito, fiquei restrito à linha de frente para mastigar maminhas e
picanhas. Experiência que poderia ter dado certo, caso tivesse algum jeito para
esquilo. [...]

1) Qual o assunto principal desse texto?

A) Adiamento de tratamento.
B) O atraso da odontologia.
C) Instrumento de tortura.
D) Tratamento de dentes.

46

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 46 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

2) Como este texto está organizado?

5º ano • Ensino Fundamental


A) Colunas.
B) Parágrafos.
C) Itens.
D) Versos.

3) Qual frase apresenta uma expressão de tempo?

A) “Experiência que poderia ter dado certo, caso tivesse algum jeito para
esquilo.”
B) “Tenho pavor de dentista.”
C) “O mundo avançou nos últimos 30 anos, mas a Odontologia permanece
uma atividade medieval.”
D) “É esse o preço de um tratamento de canal!”.

4) Leia:

“… quando ele me informou o preço do serviço, a dor transferiu-se


do dente para o bolso.”

A partir dessa frase pode-se concluir que:

A) O paciente começou a sentir outra dor física além da dor de dente.


B) O paciente achou o preço do tratamento adequado para a quantia que
possuía no bolso.
C) O paciente não ficou preocupado com o preço do tratamento.
D) O paciente espantou-se com o preço do serviço, e sentiu que gastaria
muito dinheiro.

47

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 47 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 27
Leia o texto:

PESCARIA

Joãozinho vai fazer uma pescaria com pai.


— Pai, como é que os peixes respiram debaixo da água?
— Não sei, meu filho!
Pouco depois:
— Pai, por que os barcos não afundam?
— Não sei, meu filho!
Pouco depois:
— Pai, por que o céu é azul?
— Isso eu também não sei, meu filho.
— Pai, você não se incomoda de eu ficar fazendo essas perguntas, não é?
— Claro que não, meu filho! Se você não perguntar, nunca vai aprender
nada!
Fonte: <http://dicasdeportugues.com/o-que-e-anedota/>. Acesso em: out. 2020.

1) Que gênero textual é esse?

A) Receita.
B) Anedota.
C) Texto científico.
D) Fábula.

2) O humor da anedota está em:

A) Na má vontade do pai em responder às perguntas.


B) Joãozinho não está aprendendo nada mesmo fazendo perguntas.
C) Nas respostas do pai, que não sabe nada.
D) No lugar onde Joãozinho faz as perguntas.

48

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 48 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

3) Qual a sua função desse texto?

5º ano • Ensino Fundamental


A) Ensinar. C) Divertir.
B) Informar. D) Noticiar.

ATIVIDADE 28
Leia as anedotas seguintes e depois responda às questões:

A professora pergunta para o Pedro:


— Diga três partes do corpo com a letra “z”.
Ele respondeu:
— “Zoio”, “zovido” e “zoreia”.
Aí a professora fala:
— Adivinhe a sua nota! Também começa com “z”.
Ele responde:
— Ah, deve ser um “zoito”.

Juquinha: o sincero
Na sala de aula a professora fala para o Juquinha:
— Se eu digo “eu era bonita” é passado. E se eu digo “eu sou
bonita”, é o quê, Juquinha?
— É mentira, professora!
Fonte: Rachando o bico (piadas para crianças).
Disponível em: <http://rachandoobicopiadas.blogspot.com>.br/. Acesso em: out. 2020.

1) O que Pedro, o garoto da primeira anedota, quis dizer quando res-


pondeu a professora que as partes do corpo eram “Zoio”, “zovido” e
“zoreia”?

A) Boca, ouvido e orelha.


B) Olho, sovaco e orelha.
C) Olho, ouvido e orelha.
D) Olheira, olho, e ouvido.

49

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 49 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) Que nota a professora ia dar para Pedro?

A) Oito. C) Cinco.
B) Dez. D) Zero

3) Por que a piada do “Juquinha, o sincero” recebeu esse título?

A) Porque ele falou a verdade ao dizer que a professora não era bonita.
B) Porque ele não sabia conjugar verbos.
C) Porque ele sempre dizia a verdade.
D) Porque a professora era muito bonita.

4) Qual a função destes textos que você acabou de ler?

A) Ensinar. C) Divertir.
B) Informar. D) Noticiar.

ATIVIDADE 29
Leia o texto e responda às questões:

O anu-preto (Crotophaga ani) pertence à família Cuculidae e mede cerca de


36 centímetros.
A ave vive em bando e é conhecida como anu-pequeno ou ainda anum, no
Pará. Tem o corpo franzino e a plumagem em preto uniforme. É considerada sociá-
vel e se adapta com facilidade às regiões cultivadas do País. Pode ser encontrada
inclusive em grandes cidades.
Anu-preto tem plumagem preta

50

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 50 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Chama atenção por possuir mais de uma dúzia de vozes diferentes e dois tipos

5º ano • Ensino Fundamental


de “alarmes”. Um deles, que todo o grupo entende e se empoleira em pontos visí-
veis, e outro, semelhante a um grito, que é emitido quando um gavião se aproxima.
Alimenta-se de insetos, aranhas e pequenos vertebrados que caçam no chão
ou no meio de arbustos.
Na época de reprodução, o macho leva alimento à fêmea no ninho e em geral
dança em torno dela no solo. O ninho é feito de forma comunitária. Alinham-se
galhos e folhas e todas as fêmeas do bando colocam seus ovos, chocam e cuidam
dos filhotes.

Disponível em: <http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/fauna/noticia/2016/07/anu-preto-


viveem-bando-e-femeas-da-especie-constroem-ninho-comunitario.html>. Acesso em: out. 2020.

1) Sobre qual animal fala esse texto:

A) Sabiá. C) Gavião
B) Anu-preto. D) Canário.

2) Esse texto é um:

A) Convite C) Divulgação científica.


B) Anúncio D) Receita culinária.

3) A finalidade desse texto é:

A) Ensinar fazer uma receita.


B) Dar uma informação científica.
C) Vender um produto.
D) Convidar para um aniversário.

4) O que esse pássaro não gosta de comer?

A) Insetos. C) Pequenos invertebrados.


B) Aranhas. D) Grama.

51

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 51 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 30

Leia e responda às questões:

AS SOCIEDADES AFRICANAS

As sociedades africanas tinham em suas atividades econômicas uma das formas


de sobrevivência, de acordo com o ambiente em que viviam, de suas necessidades
materiais e espirituais, e de toda uma tradição. Havia muitos povos nômades, que
precisavam se deslocar periodicamente, e havia povos sedentários, que fundando
seus territórios, chegaram a constituir grandes reinos (conjunto de aldeias), desen-
volvendo atividades econômicas produtivas. Em cada aldeia existia um chefe, este
era escolhido entre os mais velhos. Os africanos acreditavam que os espíritos da
natureza, os deuses e seus antepassados estavam presentes no seu dia a dia e
eram responsáveis por tudo o que acontecia na tribo ou aldeia.

1) De acordo com o texto, o conjunto de aldeias era chamado de:

A) Moradias
B) Ocas.
C) Reinos
D) Senzalas.

2) Como eram chamados os povos que se deslocavam periodicamente?

A) Muçulmanos.
B) Grafiteiros.
C) Sedentários.
D) Nômades.

3) Procure no dicionário o verbete sobre povos Nômades, leia e escreva


abaixo o que você entendeu.

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

52

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 52 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 31

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda:

O CRIADOR DO SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO

O pai de Narizinho, de Pedrinho, da Tia Nastácia, da Dona Benta, do Visconde


de Sabugosa e da boneca Emília, além de outros personagens de histórias infantis,
contribuiu para dar um colorido especial à literatura infantil brasileira.
Estamos falando de Monteiro Lobato, nascido em Taubaté, no Estado de São
Paulo, em 18 de abril de 1882.
Formado em Direito, iniciou sua vida profissional como promotor público e
já escrevendo para jornais. Em O Estado de São Paulo, publicou, em 1917, vários
artigos nos quais apareceu pela primeira vez o personagem Jeca Tatu, numa refe-
rência ao caipira brasileiro.
No ano seguinte, reuniu alguns deles em seu primeiro livro de contos, com o
título Urupês.
Monteiro Lobato foi pioneiro no lançamento de obras infantis em nosso país,
começando com A menina do narizinho arrebitado, seguida de várias outras.
Em 1.947, o escritor lançou o personagem Zé Brasil, uma versão do camponês
que sofre para conseguir um pedaço de chão para cultivar.
Apesar de ter morrido em 1948, Monteiro Lobato continua vivo até hoje por
causa de suas ideias.
Disponível em: <atividades-escolares2.blogspot.com>. Acesso em: out. 2020.

1) Entre as alternativas seguintes, escolha aquela que apresenta o obje-


tivo do texto:

A) Uma das histórias de Monteiro Lobato.


B) Um pouco sobre a vida de Monteiro Lobato.
C) Uma entrevista realizada com Monteiro Lobato.
D) Um poema.

53

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 53 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) Como é chamado esse tipo de texto?

A) Entrevista.
B) Notícia.
C) Biografia.
D) Artigo científico.

3) Em que cidade nasceu Monteiro Lobato?

A) São Paulo.
B) Taubaté.
C) Itu.
D) Pindamonhangaba.

4) Em qual Estado se localiza essa cidade?

A) Minas Gerais.
B) Rio de Janeiro.
C) São Paulo.
D) Rio grande do Sul.

5) Monteiro Lobato escreveu muitos livros. Qual foi o seu primeiro livro
infantil? Assinale a alternativa correta:

A) A menina do narizinho arrebitado.


B) Jeca Tatu.
C) O Sítio do Picapau amarelo.
D) Visconde de Sabugosa.

6) Por que Monteiro Lobato é considerado o “pai” de Narizinho, de Pedrinho,


da Tia Nastácia, da Dona Benta...?

A) Porque ele foi casado com a mãe desses personagens.


B) Porque ele adotou esses personagens.
C) Porque ele é o criador desses personagens.
D) Porque eles o consideravam como pai.

54

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 54 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 32

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda:

BIOGRAFIA

EVA FURNARI — Uma das principais figuras da literatura para crianças. Eva
Furnari nasceu em Roma (Itália) em 1948 e chegou ao Brasil em 1950, radicando-
-se em São Paulo. Desde muito jovem, sua atração eram os livros de estampas, e
não causa estranhamento algum imaginá-la envolvida com cores, lápis e pincéis,
desenhando mundos e personagens para habitá-los...
Suas habilidades criativas encaminharam-na, primeiramente, ao universo das
Artes Plásticas expondo, em 1971, desenhos e pinturas na Associação dos Amigos
do Museu de Arte Moderna, em uma mostra individual. Paralelamente, cursou a
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, formando-se no ano de 1976). No
entanto, erguer prédios tornou-se pouco atraente quando encontrou a experiência
das narrativas visuais.
Iniciou sua carreira como autora e ilustradora, publicando histórias sem texto
verbal, isto é, contadas apenas por imagens. Seu primeiro livro foi lançado pela
Ática, em 1980, Cabra-cega, inaugurando a coleção Peixe Vivo, premiada pela
Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).
Ao longo de sua carreira, Eva Furnari recebeu muitos prêmios, entre eles
contam o Jabuti de “Melhor Ilustração” — Trucks (Ática, 1991), A bruxa Zelda e
os 80 docínhos (1986) e Anjinho (1998) — setes láureas concedidas pela FNLIJ e o
Prêmio APCA pelo conjunto de sua obra.

Disponível em: <http://caracal.imaginaria,cam/autografas/evafurnari/index.html>. Acesso em: out. 2020.

1) Pode se afirmar que Eva Furnari é:

A) Amiga da bruxa Zelda.


B) A dona do museu de Artes Plásticas.
C) Autora e ilustradora de diversos livros infantis.
D) Proprietária da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP.

55

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 55 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) Esse texto se trata de uma:

A) Notícia.
B) biografia.
C) Bibliografia.
D) Carta.

3) De onde ele foi retirado?

A) Do Jornal APCA.
B) Da Fundação Nacional do Livro Infantil.
C) Da internet.
D) Do dicionário.

4) O assunto principal do texto é sobre:

A) A vida de Eva Furnari.


B) Os prêmios que Eva recebeu.
C) Seu primeiro lançamento.
D) Sua data de nascimento.

5) A finalidade do texto é:

A) Apresentar dados sobre vendas de livros.


B) Divulgar os livros de uma autora.
C) Informar sobre a vida de uma autora.
D) Instruir sobre o manuseio de livros.

6) Faça uma pesquisa sobre os livros mais


lidos dessa autora infantil e apresente
os 4 mais livros em forma de um gráfico
estilo pizza.

http://www.evafurnari.com.br/pt/a-escritora/

56

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 56 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 32

5º ano • Ensino Fundamental


Leia a carta seguinte e responda:

Paraná, 2 de janeiro 2016

Querido amigo Carlos

Acabei de chegar, mas já estou com saudades de


você e de todos os amigos da escola. Passarei o mês
de janeiro aqui no Paraná, na casa da minha vó Eliza, na
fazenda Santo Antônio. Aqui tem uma cachoeira linda! Só
que esses dias estão muito frios para nadar, mas quando
aparecer o sol vou mergulhar com tudo! Aqui também
tem cavalos! Meu avô Zeca está me ensinando a andar de
cavalo, no começo eu tinha muito medo, mas agora estou
adorando! Estou fotografando tudo para mostrar para
você quando as aulas voltarem.
No final do mês é o aniversário da minha prima
Alexandra e, como ela gosta muito de adivinhas, eu queria
inventar uma com a palavra amor para colocar no cartão
do presente dela.
Será que o seu tio que escreve letras de música não
me ajudaria a fazer essa adivinha?
Um grande abraço de sua amiga.

Júlia.

1. Esse gênero textual é:

A) Um poema.
B) Uma carta.
C) Uma carta do leitor.
D) Uma notícia.

57

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 57 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2. As ações presentes na frase:

A) Já aconteceram.
B) Vão acontecer.
C) Nunca aconteceram.
D) Estão acontecendo.

3. Escreva uma pequena carta para seu melhor amigo(a).


_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

ATIVIDADE 33

Leia o texto:

AMADA FILHA MARIANA

Quanta saudade...
Por aqui, a vidinha tá igual, só suas amigas da escola que não param de per-
guntar se alguma carta sua chegou para saber das novidades! Sempre que eu olho,
tem uma na porta esperando eu sair pra perguntar ou esperando o carteiro chegar.
Seus irmãos e seu pai também estão bem, mas está todo mundo com sau-
dade.
Seu pai disse que a casa tá muito calma, calma demais, sem você ouvindo
música e conversando no portão.
Filha, você está fazendo o certo. Ir pra São Paulo para fazer faculdade vai te
ajudar muito a conseguir o emprego que você quer.
A Helena disse que já vai contar para o chefe dela que você foi estudar mais
e ela acha que tudo vai dar certo!

58

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 58 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Aproveite muito filha, ajude a sua tia com as coisas de casa e agradeça sempre

5º ano • Ensino Fundamental


por ela ter recebido você na casa dela.
Manda um beijo pra todo mundo aí.

Te amo. Que Deus te proteja.

Um beijo
Mamãe.

Fonte: Caderno de Apoio e Aprendizagem Língua Portuguesa, 4º ano, volume 1, SP. (adaptado)

1) A pessoa que escreveu essa carta foi:

A) A mamãe de Marina.
B) Helena.
C) Mariana.
D) Uma amiga de Mariana.

2) Quem é o destinatário dessa carta?

A) A mamãe de Marina.
B) Mariana.
C) Helena.
D) A tia de Mariana.

3) A frase: “Manda um abraço pra todo mundo aí” significa:

A) Que a mãe de Mariana conhece o mundo todo.


B) Para a filha dar um beijo em todos que conhecem sua mãe.
C) Que ela gosta muito de beijar.
D) Nenhuma das alternativas.

59

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 59 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 34
Observe a imagem e responda:

1) Esse gênero textual é:

A) Um cartum.
B) Uma piada.
C) Um anúncio.
D) Um folheto.

2) A função desse texto é:

A) Divertir o leitor com uma situação inusitada.


B) Informar o leitor sobre a o restaurante.
C) Divulgar informações sobre os deliciosos pratos servidos no restaurante.
D) Preocupar o leitor sobre o roubo de pratos.

60

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 60 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 35

5º ano • Ensino Fundamental


Observe a imagem e responda:

Fonte: Pedra nos rins (nanquim, ecoline e guache).


Disponível em: <http://www.ivancabral.com/2009/11/cartum-pedra-nos-rins.html>. Acesso em: out. 2020.

1) Que mensagem que cartum quer transmitir ao leitor?

A) que o médico sempre tem razão.


B) que o Coisa está doente.
C) que tem coisas que são óbvias.
D) que o Coisa é pesado.

2) A função desse cartum é:

A) Ensinar.
B) Informar.
C) Divertir.
D) Noticiar.

61

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 61 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 36
Observe a charge e responda:

Dispónível em: <http://julinhoeseusdesenhos.blogspot.com/2010/>. Acesso em: out. 2020.

1) Essa charge acontece em um ambiente escolar. Qual seria o tema abor-


dado pela professora?

A) Uma pesquisa sobre profissões.


B) Uma poesia.
C) Uma redação com o tema: “Quando eu crescer.
D) Uma biografia sobre os vereadores.

2) Em sua opinião, por que a professora ficou espantada?

A) Porque ela gostou da resposta do aluno.


B) Porque ela ficou surpresa ao ouvir a resposta do aluno.
C) Porque o pai dela era vereador.
D) Porque percebeu que seu aluno era muito esperto.

62

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 62 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

3) Qual é a mensagem da charge?

5º ano • Ensino Fundamental


A) Que o aluno é muito inteligente.
B) Que a professora ficou feliz porque o menino desejava ser aviador.
C) Que os vereadores viajam muito.
D) Que a politica é muito boa.

ATIVIDADE 37
Leia esta carta do leitor e responda:

TODOS CONTRA A DENGUE

Prezado editor da revista CHC, achei a publicação “Fora dengue” genial pois
traz informações importantes sobre a doença de forma clara orientando como o
cidadão comum deve proceder no combate aos focos transmissores da dengue.
São ações simples que podem ser tomadas em casa por qualquer pessoa. Gostaria
que para as próximas edições fossem introduzidas maneiras sobre como combater
outras doenças também que fossem de interesse de todos assim como zika, gripe
A etc. Da mesma forma atrativa como fizeram na publicação “Fora dengue”.
Atenciosamente,
Conceição Souza, Rio de Janeiro (RJ)

1) A quem é dirigida essa carta?

A) Conceição Souza.
B) Ao governo do Estado.
C) Ao editor da revista CHC.
D) À dengue.

2) Qual é a função do texto acima?

A) Orientar e informar o leitor.


B) Noticiar e advertir o leitor.
C) Elogiar o editor da revista.
D) Reclamar e difamar o editor da revista.

63

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 63 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 38

Leia o texto abaixo e responda:

GAMES

Os pais devem saber que não é apenas nas férias que devem se preocupar com
os horários que seus filhos ficam na internet, no videogame ou em qualquer outro
meio de entretenimento e sim durante todo o ano. Porque afinal, contrariando a
opinião de alguns pais, a escola apenas ensina os alunos, mas são os pais que os
educam. Portanto, não é a escola que fará com que as crianças saiam da frente
desses meios de entretenimento, mas, sim, os pais.

Fonte: LUCCHESI, Felipe. O fim do Zap. Isto é, São Paulo.


Disponível em: <http://istoe.com.br/15931_CARTAS/>. Acesso em: 10 jul. 2018. (Adaptado.)

1) Na opinião do leitor, a responsabilidade em ensinar os filhos é

A) do zap. C) da escola.
B) dos pais. D) das crianças.

2) O leitor Felipe escreve a redação da revista Isto é para:

A) Elogiar o conteúdo abordado na matéria publicada.


B) Reclamar sobre o conteúdo da matéria publicada.
C) Solicitar esclarecimentos sobre texto publicado.
D) Opinar sobre o conteúdo do texto publicado.

3) Qual é o assunto principal abordado nesse texto?

A) Reclamar sobre a revista.


B) Falar da responsabilidade de cada pai ao limitar o uso de games pelos filhos.
C) Alertar a escola sobre a importância de educar as crianças.
D) Abolir o Zap.

64

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 64 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 39

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto seguinte e responda as questões:

MÃE É FOGO
Moacyr Scliar

“O que tenho a dizer de minha condenação? É injusta, ora. A sentença mais


injusta já proferida nos Estados Unidos. O mínimo que posso dizer desse juiz é que
não conhece coração de mãe. Então não sabe que mãe tem de fazer tudo por seu
filho? Será que a mãe desse senhor não se esforçou para que ele fosse juiz?
Bem, o meu Jason não queria ser juiz. Nem médico, nem engenheiro, nem
professor. Queria ser bombeiro. Quando me anunciou sua decisão, fiquei deses-
perada. Mas ele me falou com tanto entusiasmo da profissão — chegou a imitar
para mim o som da sirena do carro de bombeiros — que tive de ceder. E aí lembrei
que, desde criança, gostava de apagar fogo. Era um problema manter o fogão a
gás aceso. Jason ia lá e despejava um balde d’água em cima da chama. Churrasco,
então, era coisa que nem se podia cogitar. Era só falar em acender a churrasqueira
e Jason já estava de mangueira em punho.
Mas então ele foi aceito no Corpo de Bombeiros da cidade. Parecia muito
feliz, mas um dia veio me procurar, em prantos. O que foi, perguntei aflita. Jason
soluçava tanto que nem podia falar. Finalmente se acalmou e disse, numa voz
sumida:
— Pouco incêndio...
De imediato compreendi seu drama. Mount Chasta é uma cidade pequena,
não tem muito o que incendiar. Pior: não há habitante que não tenha o seu extin-
tor de incêndio. É uma coisa patológica, o temor deles a fogo.
Fique consternada. Mas de imediato resolvi: aquele era o momento em que
meu filho precisava de mim e eu não lhe falharia. Ele teria a minha ajuda pronta e
incondicional. A ajuda que só uma mãe pode dar ao filho.
Mas... Ajuda em quê? Eu não podia andar pelas casas convencendo as pes-
soas a atirar cigarros acesos em cestas de lixo. Eu não podia roubar extintores. O
que eu podia fazer — e confesso que estremeci quando a ideia me ocorreu — era
arranjar uns incêndios para o meu filho.

65

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 65 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

Não seria fácil. Em primeiro lugar, tenho medo do fogo. Depois, tinha de
avaliar cuidadosamente os incêndios que provocaria. Nem tão grandes que sub-
metessem o meu Jason a perigo, nem tão pequenos que ele os rejeitasse com
desprezo. Tarefa espinhosa, portanto, mas o que não faz uma mãe quando está a
ajudar o seu filho?
Devo dizer que me saí extremamente bem. Provoquei cinco incêndios, todos
belíssimos, com muita chama, muita fumaça, muita gente ao redor. Em todos o meu
Jason brilhou, o que me deu entusiasmo. Comecei a pensar em coisas realmente
grandes — a municipalidade, quem sabe a Casa Branca, quem sabe o Capitólio.
Foi aí que me prenderam.
Uma injustiça, como falei. Mas a minha carreira de mãe incendiária não está,
de forma alguma, terminada. Os carcereiros que se cuidem. Prisão alguma é à
prova de fogo.”
Fonte: SCLIAR, Moacyr. Folha de S.Paulo, 10 ago. 1995. (Cotidiano)

1) Quem é o narrador dessa história?

A) O filho. C) A mãe.
B) O policial. D) O jornal.

2) Por que a mãe foi presa?

A) Porque começou a provocar incêndios para que seu filho pudesse apagar.
B) Porque desacatou uma autoridade.
C) Porque colocou fogo na Casa Branca.
D) Porque não educou o filho corretamente.

3) O que a mãe quis dizer com a frase: “Carcereiros se cuidem, prisão


alguma é feita à prova de fogo”?

A) Que ela estava arrependida.


B) Que ela continuaria a provocar incêndios dentro da prisão.
C) Ela estava muito brava por ter sido presa.
D) Os carcereiros estavam com medo dela.

66

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 66 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

4) O texto anterior é uma crônica, podemos dizer que ela serve para:

5º ano • Ensino Fundamental


A) Alerta sobre o perigo do fogo.
B) Noticiar a história de uma mãe incendiária.
C) Ensinar como agradar os filhos.
D) Divertir e entreter o leitor.

ATIVIDADE 41

Leia o texto e responda:

A LEITEIRA E O BALDE DE LEITE


Joana, carregando na cabeça um balde de leite, dirigia-se rapidamente para
a aldeia. A fim de andar mais depressa, tinha posto uma roupinha ligeira e sapatos
bem cômodos. Ia leve como o vento. Em seu pensamento, já estava vendendo o
leite e empregando o dinheiro.
— Compro cem ovos e ponho a chocar. Posso muito bem criar pintos ao
redor da casa. Quando crescerem, vendo todos e tenho um bom lucro. Com esse
dinheiro, compro um leitãozinho. Em pouco tempo, terei um porco bem gordo,
pois só comprarei se o leitão já for gordinho. Cobro um bom preço pelo porco e
compro uma vaca. Terá que vir acompanhada de seu bezerrinho. Será uma graça
vê-lo saltar pelo quintal.
Joana, entusiasmada, saltou também. O balde caiu da sua cabeça, e o leite
derramou-se no chão.
Adeus bezerro, vaca, porco, leitão, ninhada de pintos!
A pobre Joana voltou para casa, com medo que o marido brigasse com ela.
— É fácil fazer castelos no ar, pensava. Nada mais gostoso. Na minha imagina-
ção posso virar rainha, usar uma coroa de diamantes e ter súditos que me adorem.
Nada disso dura muito: uma coisa à toa acontece, e volto a ser Joana Leiteira.

Moral da história: “Não se deve contar hoje com os lucros de amanhã!”

Fonte: GÄRTNER, Hans; ZWERGER, Lisbeth. 12 fábulas de Esopo. Trad. ALMEIDA, Fernanda Lopes.

67

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 67 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) Na frase: “Joana, carregando na cabeça um balde de leite, dirigia-se


rapidamente para a aldeia”, quem fala?

A) A personagem Joana.
B) O narrador do texto.
C) O bezerro.
D) O marido de Joana.

2) Qual é o objetivo desse texto?

A) Enviar um breve recado.


B) Transmitir um ensinamento por meio da moral da história.
C) Fazer o anúncio de uma leiteria.
D) Divulgar e convidar para um evento.

3) O texto está:

A) Narrando.
B) Descrevendo.
C) Persuadindo.
D) Dando uma instrução.

ATIVIDADE 42
Leia o conto abaixo e responda as questões:

O GRANDE MISTÉRIO
Stanislaw Ponte Preta (Sérgio Porto)

Há dias já que buscavam uma explicação para os odores esquisitos que vinham
da sala de visitas. Primeiro houve um erro de interpretação: o quase imperceptível
cheiro foi tomado como sendo de camarão servido no jantar. Mas comeu-se o
camarão, que inclusive foi elogiado pelas visitas, jogaram as sobras na lata do lixo
e — coisa estranha — no dia seguinte a sala cheirava pior. Os patrões chamaram a

68

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 68 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

arrumadeira às falas. Que era um absurdo, que não podia continuar, que isso, que

5º ano • Ensino Fundamental


aquilo. Tachada de desleixada, a arrumadeira caprichou na limpeza. Varreu tudo,
espanou, esfregou e a única coisa que achou foi a boneca de Giselinha — filha
dos patrões — embaixo da mesa. Vinte e quatro horas depois, a coisa continuava,
porém com um cheiro ainda mais forte. Á noite, quando o dono da casa chegou,
passou uma espinafração geral: — Se eu pago empregadas para lavar, passar,
limpar, cozinhar e arrumar, tenho o direito de exigir alguma coisa. Ou sai o cheiro
ou saem os empregados. Reunida na cozinha, a criadagem confabulava. Os deba-
tes eram apaixonados, mas num ponto todos concordavam: ninguém tinha culpa.
A sala estava um brinco; dava até gosto ver. Mas ver, somente, porque o cheiro era
de morte. Então alguém propôs encerar. Pela manhã ainda ninguém se levantara, e
a copeira e o chofer enceravam sofregamente, a quatro mãos. Quando os patrões
desceram para o café o assoalho brilhava. O cheiro da cera predominava, mas
o misterioso odor, que há dias intrigava a todos, persistia, a uma respirada mais
forte. Apenas uma questão de tempo. Com o passar das horas, o cheiro da cera —
como era normal — diminuía, enquanto o outro, o misterioso — estranhamente,
aumentava. A patroa, enfim, contrariando os seus hábitos, tomou uma atitude:
desceu do alto do seu grã-finismo com as armas de que dispunha, e com tal espí-
rito de sacrifício que resolveu gastar os seus perfumes. Quando ela anunciou que
derramaria perfume francês no tapete, a arrumadeira comentou com a copeira:
— Madame apelou para a ignorância. E salpicada que foi, a sala recendeu. A sorte
estava lançada. Madame esbanjou suas essências. Na hora do jantar a alegria era
geral. Mas restavam dúvidas de que o cheiro enjoativo daquele coquetel de perfu-
mes era impróprio para uma sala de visitas. Mas eis que o patrão, a noite, acordou
com sede. Levantou-se cauteloso, para não acordar ninguém. No meio caminho
sentiu que o exército de perfumistas franceses fora derrotado. O barulho que fez
daria para acordar um quarteirão, quanto mais os da casa, os pobres moradores
daquela casa, despertados violentamente, e que não precisavam perguntar nada
para perceberem o que se passava. Bastou respirar. Hoje pela manhã finalmente,
após buscas desesperadas, uma das empregadas localizou o cheiro. Estava dentro
de uma jarra, uma bela jarra, orgulho da família, pois tratava-se de peça raríssima,
da dinastia Ming. Apertada pelo interrogatório paterno Giselinha confessou-se cul-
pada e, na inocência dos seus três anos, prometeu não fazer mais. Não fazer mais
na jarra, é lógico.
Disponível em: <http://www.releituras.com/spontepreta_misterio.asp>.
Acesso em: 19 abr. 2020. (adaptado)

69

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 69 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) O último acontecimento do texto demonstra que:

A) A arrumadeira encontrou a boneca.


B) A patroa jogou perfumes no tapete.
C) O patrão levantou para tomar água.
D) A filha confessou que era a culpada.

2) Qual o tema desse texto?

A) Confusão.
B) Mistério.
C) Humor.
D) Ironia.

3) As expressões “Há dias”, “no dia seguinte”, “Vinte e quatro horas


depois”, “à noite”, “Pela manhã” marcam no texto a passagem:

A) Do cheiro forte.
B) Da hora do jantar.
C) Da vida de Giselinha.
D) Do tempo na história.

ATIVIDADE 43
Leia a entrevista seguinte e responda às questões:

ENTREVISTA COM A CORUJA

Geralmente de hábitos noturnos, ela tem uma visão e um sistema auditivo


muito bons, podendo caçar com facilidade à noite. Ave muito curiosa, ela é o sím-
bolo da sabedoria.

O que você mais gosta de comer?


Sou uma ave predadora, me alimento de animais vivos que caço ativamente.
Gosto de pequenos vertebrados, como roedores, lagartos, cobras, anfíbios, peixes
e pequenas aves.

70

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 70 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Todas as corujas ficam acordadas durante o dia?

5º ano • Ensino Fundamental


Algumas têm atividades durante o dia, mas a maioria é noturna.
Como que é esta vida noturna de vocês?
O fato de nós sermos capazes de viver no escuro faz com que tenhamos
muitas vantagens.
Quais são?
Uma delas é que não preciso competir com os gaviões e outros pássaros pre-
dadores, que têm uma alimentação muito parecida com a minha.
É difícil caçar os animais à noite?
De jeito nenhum. Como tenho um sistema auditivo muito bom, posso locali-
zar uma presa até na escuridão total.
Como é que funciona o seu sistema auditivo?
Meus ouvidos externos têm uma estrutura capaz de aumentar o som que
chega aos ouvidos internos.
Qual é a sua média de vida?
Em torno de 24 anos.
Quanto à visão, você também tem facilidade de enxergar bem no
escuro?
Ela não é tão boa quanto a minha audição. Consigo enxergar sombras em
ambientes com pouca luz. Além disso, tenho capacidade de observar grande parte
do que se passa à minha Volta Por Causa da grande habilidade de virar a cabeça
em até 270 graus, ou seja, quase dando uma volta completa.
Onde é mais fácil encontrá-la?
Estou sempre em pastos, campos, matas e pântanos. Posso até mesmo ser
encontrada perto e dentro das casas, não só no campo como também nas cidades.
Você tem muitos inimigos?
A minha convivência com outros pássaros nem sempre é amigável. Com-
partilho o mesmo abrigo com andorinhas e pombos, mas posso ser atacada por
beija-flores e bem-te-vis.

E quanto a seus filhotinho?


A incubação dos ovos — tempo que eles demoram para sair da casca — vai
depender da espécie. Mas geralmente é de 23 a 30 dias.

71

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 71 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

Demora muito para eles saírem do ninho?


Não, umas três semanas após o nascimento.

Fonte: A ave da sabedoria. Gazeta do Povo. Curitiba, ano 25, n. 1224, p. 2, 3 out. 1998. (Gazetinha)

1) Quem é o entrevistado?

A) Gazetinha do povo.
B) O gavião.
C) A coruja
D) A andorinha e o pombo.

2) Qual é a função deste texto?

A) Divertir e entreter o leitor.


B) Informar o leitor sobre a vida da coruja.
C) Ensinar como cuidar da coruja.
D) Alertar sobre os riscos que a coruja trás a saúde.

ATIVIDADE 44
Leia o folheto seguinte e responda às questões:
Fonte: <https://www.saude.gov.br/campanhas/46452-coronavirus>.

O que você precisa


saber e fazer.

Quando devo
Posso frequentar estádios, teatros, usar máscara?
shoppings, shows, cinemas e igrejas?
Use máscara se estiver tossindo ou espirrando
Não é recomendado, principalmente para quem tem para evitar transmitir vírus para outras pessoas.
mais de 60 anos, alguma doença crônica ou sintomas Para pessoas saudáveis, use máscara somente
de doenças respiratórias. se estiver cuidando de uma pessoa com doenças
respiratórias.
As máscaras são eficazes somente quando usadas
Tem algum risco em andar em combinação com a limpeza frequente das mãos
com água e sabão ou higienizadas com álcool
de táxi, metrô, trem e ônibus? em gel 70%.
Após usar a máscara, descarte-a em local
adequado e lave as mãos.
Recomenda-se evitar. Se não puder, evite horário de Em todas as situações recomendadas, utilize a
pico, tente manter uma distância segura de uma pessoa máscara do tipo cirúrgico. A máscara N95 é de uso
para outra e redobre os cuidados com a higiene. dos profissionais de saúde e é fundamental para sua
proteção. Há risco de faltar, caso a população
compre também.

SAIBA COMO PROTEGER VOCÊ


E SUA FAMÍLIA. ACESSE
Se preferir,
baixe o aplicativo
saude.gov.br/coronavirus Coronavírus – SUS.

72

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 72 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

1) Qual o assunto principal do folheto?

5º ano • Ensino Fundamental


A) Cuidados que precisamos ter para evitar o coronavírus.
B) Orientações para se precaver contra o coronavírus.
C) A importância de andar de táxi e metrô.
D) Como frequentar lugares públicos.

2) Qual a principal função do folheto acima?

A) Divertir o leitor.
B) Orientar como evitar a transmissão do vírus
C) Informar sobre uma doença.
D) Fazer um anúncio.

3) Qual a principal linguagem utilizada no folheto?

A) Linguagem verbal.
B) Linguagem não verbal.
C) Linguagem de programação.
D) Linguagem estrangeira.

ATIVIDADE 45
Leia esta lenda e responda:

IRAPURU, O CANTO QUE ENCANTA


Certo jovem, não muito belo, era admirado e desejado por todas as moças
de sua tribo por tocar flauta maravilhosamente bem. Deram-lhe, então, o nome de
Catuboré, flauta encantada. Entre as moças, a bela Mainá conseguiu o seu amor;
casar-se-iam durante a primavera.
Certo dia, já próximo do grande dia, Catuboré foi à pesca e de lá não mais
voltou.

73

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 73 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

Saindo a tribo inteira à sua procura, encontraram-no sem vida, à sombra de


uma árvore, mordido por uma cobra venenosa. Sepultaram-no no próprio local.
Mainá, desconsolada, passava várias horas a chorar sua grande perda. A alma
de Catuboré, sentindo o sofrimento de sua noiva, lamentava-se profundamente
pelo seu infortúnio. Não podendo encontrar paz, pediu ajuda ao Deus Tupã. Este,
então, transformou a alma do jovem no pássaro irapuru, que, mesmo com escassa
beleza, possui um canto maravilhoso, semelhante ao som da flauta, para alegrar a
alma de Mainá.
O cantar do irapuru ainda hoje contagia com seu amor os outros pássaros e
todos os seres da natureza.

Fonte: SILVA, Waldemar de Andrade e. Lenda e mitos dos índios brasileiros. São Paulo: FTD, 1997.

1) Qual é o personagem principal da lenda?

A) Mainá.
B) O irapuru.
C) Catuboré.
D) A flauta mágica.

2) Na frase: “já próximo ao grande dia” faz referência a qual aconteci-


mento?

A) Ao nascimento de Catuboré.
B) Ao casamento de Mainá e Catuboré.
C) A morte de Catuboré.
D) O dia em que o irapuru começou a cantar como a flauta de Catuboré.

74

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 74 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 46

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda às questões:

O SAPO E O COELHO
Luís da Câmara Cascudo

O Coelho vivia zombando do Sapo. Achava-o preguiçoso e lerdo, incapaz de


qualquer agilidade. O sapo ficou zangado:
— Quer apostar corrida comigo?
— Com você? — assombrou-se o coelho.
— Justamente! Vamos correr amanhã, você na estrada e eu pelo mato, até a
beira do rio...
O coelho riu muito e aceitou o desafio. O sapo reuniu todos os seus parentes
e distribuiu-os na margem do caminho, com ordem de responder aos gritos do
coelho.
Na manhã seguinte os dois enfileiraram-se e o coelho disparou como um
raio, perdendo de vista o sapo que saíra aos pulos. Correu, correu, correu, parou
e perguntou:
— Camarada Sapo?
Outro sapo respondia dentro do mato:
— Oi?
O coelho recomeçou a correr. Quando julgou que seu adversário estivesse
bem longe, gritou:
— Camarada Sapo?
— Oi? — coaxava um sapo.
O coelho corria e perguntava, sempre ouvindo o sinal dos sapos escondidos.
Chegou à margem do rio exausto, mas já encontrou o sapo, sossegado e sereno,
esperando-o.

Fonte: CASCUDO, Luís da Câmara. Contos tradicionais do Brasil.


São Paulo: Global, 2004. p.186.

75

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 75 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

1) No final dessa história, conclui-se que o:

A) Sapo enganou o coelho.


B) Coelho conseguiu vencer o sapo.
C) Sapo venceu a corrida de forma justa.
D) Coelho e o sapo chegaram ao mesmo tempo à margem do rio.

2) O trecho “Achava-o preguiçoso e lerdo, incapaz de qualquer agilidade”


revela:

A) Uma opinião.
B) Uma dúvida.
C) Um desejo.
D) Um fato.

3) No trecho “Chegou à margem do rio exausto, mas já encontrou o sapo,


sossegado e sereno, esperando-o.”, o termo destacado “o” se refere ao:

A) Sapo.
B) Coelho.
C) Adversário.
D) Camarada.

ATIVIDADE 47

Leia o texto e responda às questões:

TEXTO 1

É POSSÍVEL “RESSUSCITAR” ESPÉCIES? OU MELHOR:


TRAZER ANIMAIS EXTINTOS DE VOLTA À VIDA?

Será que a ciência consegue trazer de volta à vida espécies que já desapare-
ceram da Terra? Você quer mesmo saber a resposta? A reposta é sim! Como nos

76

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 76 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

filmes de dinossauros, essa possibilidade científica está cada vez mais próxima de

5º ano • Ensino Fundamental


ser tornar realidade. Em diferentes partes do mundo, há pesquisas em andamento
com o objetivo de “ressuscitar” algumas espécies que já desapareceram. O pro-
cesso está sendo chamado desextinção.
Um dos primeiros desafios dos cientistas é exatamente escolher as primei-
ras espécies candidatas a voltarem a existir. Nossa empolgação nos leva a pensar
nas espécies, digamos, mais fofas, ou nas maiores — seria o máximo ver alguns
dinossauros andando por aí novamente, não? Mas ao contrário do que vemos nos
filmes, nem toda espécie pode passar pelo processo de desextinção.
Isso porque a ciência de trazer espécies extintas de volta à vida se baseia
em técnicas genéticas avançadas, como a clonagem. Para usá-las, precisamos do
material genético, ou seja, de amostras do organismo dessas espécies extintas, em
boa quantidade e qualidade. Infelizmente, isso só está disponível para um grupo
limitado de espécies, a maioria delas extintas há bem menos tempo que os dinos-
sauros.
Mas já existem pesquisas adiantadas com algumas espécies curiosas, que
podem ser as primeiras a deixar a lista de espécies extintas. Uma delas é um sapinho
australiano, extinto na década de 1980, cuja fêmea incubava os ovos no estômago,
para então “vomitar” os filhotes depois que eclodiam. Também entram nessa lista o
lobo-da-tasmânia, o pombo-passageiro da América do Norte e a cabra-dos-pirineus.
[...]

Disponível em: <http://chc.org.br/artigo/desextincao/>. Acesso em: out. 2020.

Glossário
Clonagem: é um método artificial de reprodução que utiliza as células que
formam os órgãos: os ossos, a pele, o músculo.
Eclodir: abrir, apontar, aparecer.
Incubar: chocar, germinar.
Técnicas genéticas: são técnicas que reformulam, reconstituem, reprodu-
zem e até criam seres vivos.

77

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 77 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

TEXTO 2

ANIMAIS EXTINTOS QUE PODERIAM SER RESSUSCITADOS

Muitas espécies incríveis de animais desapareceram há décadas ou centenas


de anos, por condições naturais ou influência das atividades humanas sobre uma
determinada região. Com o avanço da tecnologia e do conhecimento científico —
em especial a genética —, estamos cada vez mais perto da possibilidade de trazer
esses animais de volta à vida, mas vai ser difícil escolher quais deles gostaríamos de
ver em jaulas de zoológicos ou soltos pela natureza. Obviamente, essa tarefa não
é fácil e, além de algumas barreiras científicas, há também muita discussão ética
sobre o assunto.

Disponível em: <https://www.megacurioso.com.br/animais/36425-9-animais-extintosque-


poderiam-ser-ressuscitados.htm>. Acesso em: out. 2020.

1) No trecho (texto 1): “Uma delas é um sapinho australiano, extinto na


década de 1980...”, a palavra “delas” refere-se às:

A) Espécies extintas.
B) Espécies curiosas.
C) Técnicas genéticas.
D) Pesquisas adiantadas.

2) Os dois textos falam sobre animais extintos que podem voltar à vida,
mas somente o texto 2:

A) Apresenta uma lista de animais que podem voltar à vida na Terra.


B) Discute que alguns animais podem ser ressuscitados e voltarem a viver
na Terra.
C) Comenta que muitas espécies estão extintas há muito tempo, como os
dinossauros.
D) Diz que a tarefa de trazer os animais extintos de volta à vida não é fácil.

78

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 78 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

3) No texto 1, o trecho que expressa uma opinião é

5º ano • Ensino Fundamental


A) “O processo está sendo chamado desextinção.”
B) “Também entram nessa lista o lobo-da-tasmânia...”
C) “Uma delas é um sapinho australiano, extinto na década de 1980...”
D) “Nossa empolgação nos leva a pensar nas espécies, digamos, mais
fofas...”

ATIVIDADE 48
Leia o texto e responda às questões:

RECICLAGEM

Reciclar é reaproveitar materiais orgânicos e inorgânicos para serem utilizados


novamente. Mas o que é material orgânico e inorgânico? Qualquer coisa que tem
origem animal é considerada material orgânico. E tudo que não tem origem bioló-
gica é considerado material inorgânico.
Os alimentos, por exemplo, são considerados materiais orgânicos. Os restos
de alimentos como as cascas de legumes e frutas que vão para o lixo de cozinha
também são considerados materiais orgânicos e podem ser reaproveitados. Ou
melhor, eles podem ser reciclados para serem reaproveitados.
O lixo da nossa cozinha, por exemplo, pode ser transformado em adubo. Os
adubos são fertilizantes utilizados na terra para enriquecer os solos das plantações.
Olha que legal! Utilizamos alimentos para fazer mais alimentos! Este é o espírito da
reciclagem: transformar, processar o lixo, para ser utilizado novamente.

1) No trecho “Ou melhor, eles podem ser reciclados para serem reaprovei-
tados.”, o pronome “eles” se refere a:

A) Legumes.
B) Alimentos.
C) Restos de alimentos.
D) Materiais orgânicos.

79

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 79 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) O trecho do texto que indica um fato é

A) “Reciclar é reaproveitar materiais orgânicos e inorgânicos para serem


utilizados novamente.”
B) “Este é o espírito da reciclagem: transformar, processar o lixo, para ser
utilizado...”
C) “O lixo da nossa cozinha, por exemplo, pode ser transformado em
adubo.”
D) “Olha que legal! Utilizamos alimentos para fazer mais alimentos!”

ATIVIDADE 49

Leia o texto a seguir.

DESEJO DE GENRO

— Sogrinha, eu gostaria muito que a senhora fosse uma estrela.


— Quanta gentileza, genrinho. Mas por que você fala assim?
— Porque a estrela mais próxima está a milhões e milhões de quilômetros da
Terra.

Fonte: Calendário 2008. Editora Boa Nova Com. Livros Religiosos Ltda. — EPP.

1) O que dá um tom divertido a esse texto?

A) A existência de estrelas a milhões de quilômetros do planeta Terra.


B) O genro comparar a distância das estrelas à distância que quer ter
da sogra.
C) A gentileza do genro com a sua “sogrinha”, coisa rara de acontecer.
D) O genro chamar a sua sogra de “sogrinha” e querer que ela fosse
uma estrela.

80

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 80 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 50

5º ano • Ensino Fundamental


Observe o cartaz a seguir:

1) A intenção do texto é:

A) Mostrar a importância dos livros.


B) Divulgar uma feira de livros
C) Explicar como são feitos os livros.
D) Indicar locais onde se vendem livros.

2) Qual a linguagem usada no cartaz anterior?

A) Linguagem ilustrada.
B) Linguagem verbal.
C) Linguagem não verbal.
D) Linguagem verbal e não verbal.

81

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 81 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 51

A seguir, estão as regras do Jogo da Velha:

O tabuleiro é uma matriz de três linhas por três colunas.


Dois jogadores escolhem uma marcação cada um, geralmente um círculo (O)
e um xis (X).
Os jogadores jogam alternadamente, uma marcação por vez, numa lacuna
que esteja vazia.
O objetivo é conseguir três círculos ou três “xis” em linha, quer horizontal,
vertical ou diagonal, e ao mesmo tempo, quando possível, impedir o adversário de
ganhar na próxima jogada.
Se os dois jogadores jogarem sempre da melhor forma, o jogo terminará
sempre em empate.

Disponível em: <https://preview.tinyurl.com/GPMDGO-LPI7>. Acesso em: 21 ago. 2019.

1) O texto tem objetivo de:

A) Incentivar as regras do jogo.


B) Divulgar as regras do jogo.
C) Instruir sobre as regras do jogo.
D) Proibir as regras do jogo.

82

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 82 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 52

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda às questões:

POR QUE NINGUÉM VIAJA NO BRASIL?

Se você já passou o fim do ano em Búzios, Floripa ou Morro de São Paulo,


provavelmente, reclamou da multidão de argentinos e uruguaios invadindo nossa
praia. Parece que tem gringo demais tirando férias por aqui, certo? Errado.
O mundo está viajando cada vez mais, é verdade. De acordo com o relatório
do World Travel&TourismCouncil (WTTC) de 2016, o turismo cresce há cinco anos
consecutivos mais do que a economia global, principalmente nos países em desen-
volvimento. Mas o Brasil não está nesse bonde: estamos na casa dos 5 milhões de
turistas internacionais desde 1998) Ou seja, se a nossa economia vive uma recessão
nos últimos anos, o turismo já está assim há quase duas décadas. [...]
O turismo é cada vez mais importante na economia global, e na economia do
Brasil não é diferente. Só em 2015, o setor gerou mais de 2,6 milhões de empregos
diretos por aqui. Sem falar que o Brasil aparece em décimo lugar no ranking da
WTTC, que compara a relevância do turismo no PIB dos países.
A imagem do Brasil no exterior acaba manchada pelo noticiário negativo:
em vez de praias, cachoeiras ou cidades históricas, o que mais se vê lá fora sobre
nós tem a ver com violência, crise econômica e desastres como o de Mariana.
No ForeignTravelAdvice (“conselhos para viagens ao exterior”), uma ferramenta
online do governo britânico que analisa cada país em relação à segurança, o Brasil
aparece com “alto nível de criminalidade”, com menção a arrastões, assaltos com
arma de fogo e roubos em caixas eletrônicos. São citadas também manifestações
políticas violentas e risco de zika.
Disponível em: <https://tinyurl.com/GPMDGO-LPI9>. Acesso em: out. 2020.

1) A expressão “o mundo está viajando cada vez mais” indica que:

A) O turismo não representa importância na economia global.


B) O turismo é cada vez mais importante na economia global.
C) O turismo é uma atividade temporária que pode aquecer a economia
brasileira.
D) O turismo é uma atividade econômica que acontece somente no exterior.

83

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 83 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) “O mundo está viajando cada vez mais” [...], mas o Brasil não está
nesse bonde”.

A palavra destacada dá ideia de:

A) Adição.
B) Oposição.
C) Alternância.
D) Conclusão.

3) Qual argumento apresentado, a seguir, sustenta que a imagem do


Brasil se torna manchada no exterior:

A) Porque as pessoas viajam mais para o exterior.


B) Porque as pessoas viajam sempre e somente no Brasil.
C) Porque o noticiário negativo mancha a imagem do Brasil exterior.
D) Porque o noticiário vê a imagem positiva do Brasil no exterior.

4) A imagem positiva do Brasil se daria, segundo o texto, se o noticiário:

A) Apresentasse a recessão dos últimos anos.


B) Apresentasse a geração de empregos.
C) Apresentasse a violência e desastres como o de Mariana.
D) Apresentasse nossas praias e lugares históricos.

5) Escreva sua opinião sobre as notícias que são veiculadas nos noticiários
brasileiros, ao seu ver elas são positivas ou negativas, justifique sua res-
posta:

_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________
_________________________________________ https://ciberia.com.br/pessoa-para-viajar-brasil-inteiro-
-100-mil-47280

84

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 84 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 53

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda as questões:

O MOSQUITO E O LEÃO

Era uma vez um minúsculo mosquito. Um dia, voou até o leão, que quase não
o enxergava, e lhe disse:
— Não tenho o mínimo medo de você. Gostaria de saber para que toda essa
força colossal? Na realidade, sou mais forte que você. Se não acredita, vamos lutar
para ver.
Dito isso, o mosquito tocou uma trombeta de guerra e se lançou na direção
do leão para picar o seu focinho.
O leão sentiu as picadas e ficou muito furioso. Com muita vontade de esma-
gar o inseto, o que ele conseguiu, apenas, foi arranhar-se até o nariz sangrar.
O mosquito foi embora zumbindo, todo alegre e vaidoso. Porém a vitória foi
curta. Distraído entre as árvores, voou direto para uma teia de aranha que o apa-
nhou e comeu.
Depois de triunfar sobre o Rei da Floresta, foi parar na barriga de uma simples
aranha.

Moral: Nem sempre os vitoriosos são invencíveis.

Fonte: ESOPO. 200 fábulas de Esopo: compilação de Vic Parker.


Tradução de Sílvia Schneider e Michelle Neris da Silva. Barueri: Girassol, 2014. p.112-113.

1) Que fato deu início a essa história?

A) O leão ter sentido a picada do mosquito.


B) A briga entre o mosquito e o leão.
C) O mosquito ter desafiado o leão.
D) A aranha ter comido o mosquito.

85

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 85 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) O que aconteceu no final da história?

A) O leão foi picado no nariz.


B) O mosquito voou entre as árvores.
C) O mosquito foi parar na barriga de uma aranha.
D) O leão ficou furioso com a picada do mosquito.

3) Qual trecho apresenta uma opinião?

A) “O leão sentiu as picadas [...]”


B) “O mosquito foi embora zumbindo [...]”
C) “Não tenho o mínimo de medo de você.”
D) “[...] o mosquito tocou uma trombeta de guerra...”

4) Inspirado no texto do Mosquito e o Leão crie uma fábula que tenha


como moral da história a mesma que teve essa fábula. Seja criativo!

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

86

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 86 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 54

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda às questões:

O GATO CURIOSO
Ferreira Gullar

Era uma vez era uma vez


um gato siamês. E o resultado é que quando
Por ser muito engraçadinho, viu seu dono consertando
é chamado de Gatinho. a tomada da parede,
meteu-se, com tanta sede,
Além de ser carinhoso, a cheirar tudo que — nhoque!
ele é muito curioso. levou um baita choque!
Nada se pode fazer E pensa que ele aprendeu?
que ele não deseje ver. Mais fácil aprendia eu!
Se alguém mexe na estante, Mantém-se o mesmo abelhudo
está lá no mesmo instante. que quer dar conta de tudo.
Se vão consertar a pia,
está ele lá de vigia.
Disponível em: <http://coisasdeada.blogspot.com/2011/07/ferreira-gullar-o-gato-curioso.html>.
Acesso em: 08 nov. 2018.

1) Como o gato era chamado?

A) Siamês.
B) Gatinho.
C) Curioso.
D) Abelhudo.

2) Por que o gatinho tinha o nome de abelhudo? Justifique sua resposta.

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

87

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 87 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 55

Leia o texto e responda as questões:

GRAÇA

Graça sem conhecer Graça


pergunta a Graça
qual a sua graça.
Graça com graça
respondeu para Graça
que sua graça
era a mesma
graça de Graça.

Fonte: NEVES, André. Poesias dão nomes ou nomes dão poesias? São Paulo: Ave-Maria, 2001.

1) No 4º verso “Graça com graça”, a expressão “com graça” significa que


Graça respondeu com:

A) Tristeza.
B) Timidez.
C) Vergonha.
D) Brincadeira.

2) Qual das frases a seguir tem o mesmo sentido do verso “Qual a sua
graça”?

A) Qual é a piada?
B) Qual é o seu nome?
C) Qual é seu encanto?
D) Qual é a brincadeira?

88

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 88 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 56

5º ano • Ensino Fundamental


Leia o texto e responda às questões:

Disponível em: <http://turmadamonica.uol.com.br/tirinhas/index.php?a=38>.


Acesso em: 9 maio 2018.

1) A pergunta feita pelo Cebolinha e a expressão de seu rosto indicam


que ele estava:

A) Irritado.
B) Animado.
C) Preocupado.
D) Envergonhado.

89

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 89 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 57

Leia o texto e responda às questões:

Milho Embonecado
Mariane Bigio

São João tava chegando


Era tempo de colheita
Na roça de seu José
Toda a família se ajeita
A mãe, a vó e o filho…
Todos vão colher o milho
A safra estava perfeita!
Manézinho gritou: — Eita!
Que danado aconteceu?
O milho tá com cabelo
Olha o “tanto” que cresceu!
José pegou a espiga
Reparou com certa intriga:
— Foi a chuva que Deus deu!

90

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 90 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

O Caldeirão esquentou

5º ano • Ensino Fundamental


A espiga foi cozida
Uma oração à mesa
Em gratidão à comida…
O milho se embonecar
É a roça se enfeitar
De maneira agradecida!

Disponível em: <https://marianebigio.com/2015/06/08/milho-embonecado/>.


Acesso em: 27 fev. 2018. (adaptado)

Glossário
Safra: É o período compreendido entre o preparo do solo para o plantio até
a colheita de determinada cultura.

1) De acordo com o texto, todos vão colher o milho porque:

A) O milho embonecou.
B) A safra estava perfeita.
C) A roça de milho era de seu José.
D) O dia de São João estava chegando.

2) Nesse texto, no final da história, faz-se uma oração à mesa para agra-
decer à:

A) Safra.
B) Família.
C) Comida.
D) Colheita.

3) Copie na linha abaixo a frase onde foi usada três sinais de pontuação,
e explique a finalidades deles.

_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

91

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 91 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

ATIVIDADE 58
Leia com atenção o texto seguinte e responda às questões:

VOCÊ VIU MARTE MAIS PERTO?

Esta semana o planeta vermelho ficou mais perto da Terra e levou milhares
de pessoas do mundo todo para as ruas. Astrônomos profissionais e amadores
queriam enxergar Marte que ficou milhões de quilômetros menos distante de nós.
Normalmente, Marte fica a 225 milhões de quilômetros da Terra, mas na última
quarta-feira a distância diminuiu para 56 milhões! Tudo bem que não deu para
notar muita diferença a olho nu, porém, quem usou telescópio pôde ver detalhes
do planeta. O mais bacana é que a última vez que Marte ficou tão perto da Terra
foi há 60 mil anos, quando nossos ancestrais ainda viviam em cavernas. Quem
perdeu vai ter de esperar um bocado: Marte só voltará para perto de nós em 2287.

Fonte: Estadinho, 30 ago. 2003.

1) Quando Marte voltará a ficar mais perto do planeta Terra?

A) No ano de 2287.
B) Daqui a 60 mil anos.
C) Daqui a 56 milhões de anos.
D) Daqui a 225 milhões de anos.

2) A expressão “planeta vermelho” se refere:

A) À Terra. C) Ao Sol.
B) À Marte. D) À Lua.

3) A notícia fala, principalmente:

A) De detalhes do planeta Marte.


B) Dos homens que viviam em cavernas.
C) Da diminuição da distância entre Marte e Terra.
D) De astrônomos profissionais e amadores.

92

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 92 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

ATIVIDADE 59

5º ano • Ensino Fundamental


Para responder às perguntas, leia com atenção o texto seguinte:

O MAL DA VACA LOUCA

O mal da vaca louca voltou a assustar o mundo na semana passada. Mas isso
não tem nada a ver com vaquinhas fazendo maluquices pelas fazendas do planeta,
viu? O mal da vaca louca é uma doença que atinge não só vacas, mas bois e ove-
lhas também. Nos anos 90, o mal atingiu muitos animais na Europa. Eles podem
ter adoecido por causa da ração que comiam. Os fazendeiros tiveram que matar
os bichos e sua carne não pôde ser vendida para evitar que as pessoas também
ficassem doentes. Antes acreditava-se que as pessoas ficavam doentes comendo
a carne de animais doentes. Mas hoje sabe-se que o mal pode passar também de
uma pessoa para outra.

Fonte: O mal da vaca louca. O globo. Rio de Janeiro, 2 out. 2004. Globinho.

1. O texto mostra que o mal da vaca louca atinge:

A) Ovelhas e bois. C) Vacas, bois e ovelhas.


B) Vacas e bois. D) Vacas somente.

2. O pronome eles na frase: “Eles podem ter adoecido por causa da ração
que comiam” significa:

A) Animais da Europa. C) Fazendeiros da Europa.


B) Animais da África. D) Bois e ovelhas.

3) O assunto do texto é:

A) A doença que atinge o gado.


B) As maluquices das vaquinhas.
C) As pessoas que ficam doentes.
D) Os fazendeiros que matam os bichos.

93

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 93 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

4) O mal da vaca louca voltou a virar notícia porque se descobriu que:

A) Existe apenas na Inglaterra.


B) Existe somente no Brasil.
C) Pode passar também de uma pessoa para outra.
D) Só quem é fazendeiro pega.

ATIVIDADE 60

Observe o gráfico seguinte e responda:

Variação da população indígena do Brasil de 1500 a 2000

5.000.000
4.500.000

NÚMERO DE ÍNDIOS
4.000.000
3.500.000
3.000.000
2.500.000
2.000.000
1.500.000
1.000.000
500.000
0
1500 1800 1900 1955 2000

ANO

Fonte: Variação da população... Almanaque Abril, São Paulo, 2001.

1) O número de índios no Brasil foi menor em:

A) 1800 C) 1955
B) 1900 D) 2000

94

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 94 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

2) Atualmente a população indígena do Brasil está:

5º ano • Ensino Fundamental


A) Aumentando devagar.
B) Caminhando para o fim.
C) Diminuindo muito.
D) Mantendo-se igual.

3) As ilustrações apresentadas no gráfico têm a ver com:

A) A cor amarela do fundo.


B) A cor verde das colunas.
C) Os números da última coluna.
D) O título da tabela.

ATIVIDADE 61
Leia o gráfico seguinte e responda às questões:

Fonte: Revista Veja, 1 out. 2003. p. 40.

1) Pelo gráfico podemos dizer que a quantidade de sorvete consumida no


Brasil é:

A) Maior que na da Nova Zelândia.


B) A mesma quantidade que na Dinamarca.
C) Maior que na da Itália.
D) Pouco menos que a da Alemanha.

95

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 95 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

2) Quanto ao consumo de sorvete, por pessoa, o gráfico mostra que o


Brasil está em:

A) Último lugar.
B) Sexto lugar.
C) Quarto lugar.
D) Primeiro lugar.

ATIVIDADE 62

Leia o texto e responda:

PROMESSAS
Pedro Bandeira

Primeiro dia de aula,


como é bom recomeçar!

Mala nova, tudo novo


caderno, lápis no estojo,
tudo encapado,
tudo ajeitado,
tudo arrumado,
tudo prontinho.

Não conheço a professora,


também ela vai ser nova.
Sei que dela vou gostar,
e ela vai gostar de mim.

Prometo estudar bastante,


vou ser o primeiro da classe.
Não vou ficar de castigo,
nem vou brigar no recreio.

96

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 96 14/05/21 21:34


Língua Portuguesa

Tudo novo, vida nova

5º ano • Ensino Fundamental


Novos colegas também.
Mas eu prometo: este ano,
eu não vou emprestar a minha borracha.

1) Quanto ao tipo, o texto anterior é classificado como:

A) argumentativo.
B) narrativo.
C) poético.
D) descritivo.

2) Com base no texto, podemos perceber que o eu-lírico é:

A) Um estudante.
B) Um novo funcionário da escola.
C) O pai de um aluno.
D) Um admirador da professora.

3) As estrofes que falam das promessas do aluno são

A) a 2ª e a 5ª estrofes.
B) a 1ª e a 3ª estrofes.
C) a 3ª e a 5ª estrofes.
D) a 4ª e a 5ª estrofes.

4) Que ação do texto representa uma atitude egoísta?

A) Não querer emprestar a borracha.


B) Não querer ficar de castigo.
C) Não conhecer a professora.
D) Prometer estudar bastante.

97

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 97 14/05/21 21:34


APROVA BRASIL

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E O ENSINO DE LÍNGUA PORTU-


GUESA. IN: ANAIS DO III CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. 2017.
BRASIL. BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: EDUCAÇÃO INFANTIL
E ENSINO FUNDAMENTAL. BRASÍLIA: MEC/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
BÁSICA, 2017.
BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E O ENSINO DE LÍNGUA PORTU-
GUESA. IN: ANAIS DO III CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. 2017.
BECHARA, E. MODERNA GRAMÁTICA PORTUGUESA – ATUALIZADA PELO
NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO – RIO DE JANEIRO: ED. LUCERNA, 2009.
BRASIL. BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: EDUCAÇÃO INFANTIL E
ENSINO FUNDAMENTAL. BRASÍLIA: MEC/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
BÁSICA, 2017. BRASIL. BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: ENSINO
MÉDIO. BRASÍLIA: MEC/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA, 2018.
CEREJA, W. R; MAGALHÃES, T. A. C. GRAMÁTICA REFLEXIVA: TEXTO,
SEMÂNTICA E INTERAÇÃO. SÃO PAULO: ED. ATUAL. 2006. • _______.
LITERATURA BRASILEIRA: ENSINO MÉDIO. SÃO PAULO: ED. ATUAL.
2003.
FARACO, C. E.; MORA, F. M. LÍNGUA E LITERATURA VOL. 1, 2, 3. SÃO PAULO:
ED. ÁTICA. 2000. COMPLEMENTAR • FIORIN, J. L. & SAVIOLI, F.P. PARA
ENTENDER O TEXTO – LEITURA E REDAÇÃO. 16 ED. ÁTICA: SÃO PAULO,
SP. 2006.
FÁVERO, LEONOR LOPES. COESÃO E COERÊNCIA TEXTUAIS. SÃO PAULO,
ED. ÁTICA 1997.
GRAMATIC, BRANCA. TÉCNICAS BÁSICAS DE REDAÇÃO. SÃO PAULO ED.
SCIPIONE. 1995.
INFANTE, ULISSES. DO TEXTO AO TEXTO: CURSO PRÁTICO DE REDAÇÃO.
SÃO PAULO. ED. SCIPIONE. 1995.

98

ALUNO_APROVA BRASIL_5ano_Portugues.indd 98 14/05/21 21:34

Você também pode gostar