Você está na página 1de 15

CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA

Instalação de Matosinhos

',5(&7,9$$7(;
Os principais conceitos


 
 

CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

680È5,2

• Fundamentos do Risco de Explosão

• Enquadramento legal

• Principais medidas de PREVENÇÃO


• Técnicas
• Organizacionais


CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

1
)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
'(),1,d­2

³(;3/26­2e 80$80(1725(3(17,12'$35(66­2(
'$7(03(5$785$'(9,'2¬ 2;,'$d­228$2875$
5($&d­2(;27e50,&$´

³80$$7026)(5$(;3/26,9$e 80$0,6785$&20$5
(0&21',d®(6$7026)e5,&$6'(68%67Æ1&,$6
,1)/$0È9(,662%$)250$'(*$6(69$325(6
1e92$62832(,5$61$48$/$3Ï6$,*1,d­2$
&20%867­26(3523$*8($72'$$0,6785$1­2
48(,0$'$´

  ! "$#
%'&)()*  "$#)&,+ -/.0213 &/45-'6 #,7


CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
$7026)(5$(;3/26,9$

3DUDTXHVHSURGX]DXPDH[SORVmRGHXPD$7(;WrPTXH
H[LVWLURVVHJXLQWHVHOHPHQWRV

• &RPEXUHQWHV
• 6XEVWkQFLD,QIODPiYHO
• &RQFHQWUDomRGDPLVWXUD
• )RQWHGH,JQLomR

• 3URSDJDomRRXYHORFLGDGHGDUHDFomR
8
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

2
)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
68%67Æ1&,$,1)/$0$9(/

São substâncias sólidas, líquidas ou gasosas, cujo ponto de inflamação


está: abaixo dos 200ºC nos sólido e 55ºC nos líquidos. Em função da
temperatura de inflamação podem-se classificar em:
– Extremamente inflamáveis: Substâncias cuja Temperatura de
Inflamação é inferior a 0ºC e Ponto de Ebulição inferior a 35ºC
– Facilmente inflamáveis: Substâncias cuja Temperatura de Inflamação
é inferior a 21ºC e Ponto de Ebulição inferior a 35ºC
– Inflamáveis: Substâncias cuja Temperatura de Inflamação está entre
21ºC e 55ºC
:5%;=<%>'?@:5A>'?CB%ED FHG,?;I?@JK@L
M'N/7=+ #)"3O #)6 72+ P 6 7$"$7) 13Q 7) R)7S #$P "! T U'P  SH-HV,7$O 7)6 +  6'SH7U'P)7)!W1)#$OH6 -HS'P,X=P "$7
"3 1,+ P 6 7SH#=Y,7)O -'6 #21=1 P2Z  () #)&,+ #213O)7)6 7-'6  [' &)7)6,\ P &,+ 7)"$#)&,+ #(,-'"-/7)6
P "$7$"3 1,+ P 6 7$ &2Z ! 7)"$02Y,#)! ]
D 1,+ -/U'P)#)6'S' XW#)6'U'P)#7#21,1,7=+ #)"3O #)6 72+ P 6 7,V,-)1Y,7)O -'6 #21#)"#,U'P  ! T QH6  -/(,-'"-/7)6 V,7)! (27)&)^,7,"-EG D %']

9
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
&21&(175$d­2'$0,6785$
/,0,7(,1)(5,25'((;3/26,9,'$'(
– Concentração mínima necessária para que se inicie e propague a
explosão. Abaixo desta concentração, a mistura é demasiado ‘pobre’

/,0,7(683(5,25'((;3/26,9,'$'(
– Concentração máxima para que seja possível o início e propagacão
da explosão. Acima desta concentração a mistura é demasiado ‘rica’

Demasiado pobre Intervalo de Demasiado rico


para arder Inflamabilidade para propagar-se

 /,( /6( 

_
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

3
)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
&$5$&7(5Ë67,&$6'$668%67Æ1&,$6

LIE LSE Ta
Nome Ti (ºC) (% v/v) (% v/v) (ºC)

Gasolina -40 ºC Facilmente 1.3 7.1 250


Inflamável
Gasóleo > 55 ºC Combustível 4.3 5.2 260

- 104 ºC Extremamente 2.1 9.5 450


GPL Propano inflamável
- 60 ºC Extremamente 1.8 8.4 287
Butano inflamável

: a$:'#)"3O)#)6 72+ P 6 7-'P3O -'&,+ -/SH#$ &2Z ! 7)"$7,^2b,-/c  ! 721 * M O '-  &,+ d
G D %/#3G)e%$afG  "3 + #21$c  &2Z #)6  -'6'#=1 P O #)6  -'6 d SH#=#2R OH! -)1  )Y  SH7,SH#
:H7a$:H#)"3O #)6 72+ P 6 7SH#=7)P,+ -' ['&  ^,b,-

`
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

)81'$0(1726'(5,6&2(;3/26­2
)217(,*1,d­2

• Superfícies quentes
• Fogo, chama, material incandescente
• Descargas de electricidade estática
• Faíscas de origem mecânica
• Arcos ou faíscas de origem eléctrica

g
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

4
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

'/1ž detalha as disposições relativas às


condições de segurança e saúde dos trabalhadores expostos aos
riscos derivados da presença de atmosferas explosivas nos locais
de trabalho.
(Directiva 1999/92/CE)

$UWž  2%-(&7,92


Estabelecer as disposições mínimas para a protecção da saúde e
segurança dos trabalhadores que podem estar expostos a riscos
derivados da presença de atmosferas explosivas nos locais de
trabalho

h
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

$UWž  &ODVVLILFDomRGDVÈUHDV3HULJRVDV

&/$66,),&$d­2'(È5($61$648$,66(32'(0
)250$5$7026)(5$6(;3/26,9$6

&ODVVLILFDPVHHPIXQomRGDIUHTXrQFLD FRPTXHVHSURGX]D
DDWPRVIHUDHDVXDGXUDomR

• &ODVVLILFDPVHFRPRVQ~PHURVHSDUDYDSRUHVH
JDVHV
• &ODVVLILFDPVHFRPRVQ~PHURVHSDUDSRHLUDV

i j
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

5
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

&/$66,),&$d­2'(È5($61$648$,66(32'(0)250$5
$7026)(5$6(;3/26,9$6

=RQD - Área de trabalho RQGHH[LVWHGHPRGRSHUPDQHQWH, ou por um


período de tempo prolongado, ou com frequência uma atmosfera explosiva,
constituída por uma mistura com o ar de substâncias inflamáveis em forma de
gás, vapor ou névoa.

=RQD - Área de trabalho RQGHp SURYiYHOHPFRQGLo}HVQRUPDLVGH


IXQFLRQDPHQWR, a formação ocasional de uma atmosfera explosiva, constituída
por uma mistura com o ar de substâncias inflamáveis em forma de gás, vapor ou
névoa.

=RQD - Área de trabalho RQGHQmRp SURYiYHOHPFRQGLo}HVQRUPDLVGH


IXQFLRQDPHQWR, a formação ocasional de uma atmosfera explosiva, constituída
por uma mistura com o ar de substâncias inflamáveis em forma de gás, vapor
ou névoa, ou onde essa formação, caso se verifique, seja de curta duração.

iWi
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

$UWž  3UHYHQomRHSURWHFomRFRQWUD([SORV}HV

Tomar medidas de carácter técnico e/ou organizativo em função do tipo


de actividade, seguindo a ordem de prioridades e conforme os seguintes
princípios básicos:

LPSHGLUDIRUPDomRGHDWPRVIHUDVH[SORVLYDV ou quando a natureza


da actividade não o permita: » HYLWDUDLJQLomRGHDWPRVIHUDV
H[SORVLYDV e DWHQXDURVHIHLWRVSUHMXGLFLDLV de uma explosão de
modo a garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores (incluída a
supervisão).

Estas medidas combinam-se ou complementam-se, quando necessário,


com medidas contra a propagação das explosões.
i 
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

6
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 
$UWž  0$18$/'(3527(&d­2&2175$(;3/26®(6
O 0DQXDOGH3URWHFomRFRQWUD([SORV}HV:
– Elaborar-se-á antes do início do trabalho e deverá ser revisto sempre
que se efectuem modificações, ampliações ou transformações
importantes no local, nos equipamentos ou na organização do trabalho.
– Fará parte da documentação relativa à Prevenção de Riscos Laborais,
e poderá constituir um documento específico ou integrar-se total ou
parcialmente, com a documentação geral sobre avaliação dos riscos e
as medidas de protecção e prevenção.
kml noprqs qtuvxw$y{zqIpWv=o$| n3}=v=o~pry€‚zqn$€qs@k„ƒ†…$‡„ˆ=| Š‰$s y=‹y$nprqw$v‹y=ŒŽŽ~y
 v/nop,| p,€‘ w$v’‰=v/“2ˆIqs ”=w$vxw$v  €${ynpWv’•qoy–rzqn$€=qs —2˜

- Procedimento de Avaliação de Riscos em Atmosfera Explosiva;


- Procedimento de Selecção de Equipamentos para áreas ATEX;
- Levantamento e Avaliação de todos os equipamentos eléctricos existentes em áreas ATEX;

i 
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

$UWž  'LVSRVLo}HV(VSHFLDLV

&5,7e5,263$5$$6(/(&d­2'((48,3$0(1726(6,67(0$6
'(3527(&d­2

Nas áreas onde se possam formar atmosferas explosivas, devem ser


utilizados aparelhos e sistemas de protecção, que correspondam às
categorias definidas pelo Decreto Lei Nº112/1996 e pela Portaria Nº
341/1997, salvo se houver indicações em contrário no Manual de
Protecção contra Explosões, baseado numa Avaliação de Riscos.

– 1D]RQDHTXLSDPHQWRVGHFDWHJRULD
– 1D]RQDHTXLSDPHQWRVGHFDWHJRULDVRX
– 1D]RQDHTXLSDPHQWRVGHFDWHJRULDVRX
i8
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

7
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± '/1ž 

6LQDOL]DomRGH]RQDV– a aplicar nos acessos a zonas onde


possa existir uma Atmosfera Explosiva

i 9
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± (TXLSDPHQWRVH6LVWHPDVGH3URWHFomR

'/1ž - Requisitos mínimos de segurança de aparelhos


e sistemas a serem utilizados em atmosferas potencialmente
explosivas

3RUWDULD1ž - Procedimentos de Avaliação de


Conformidade

i _
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

8
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± 0DUFDomR(TXLSDPHQWR

Em primeiro lugar está a indicação CE, quer dizer, que cumpre com os requisitos de
segurança para poder ser comercializado na comunidade europeia (D.L. Nº112/96
de 5 de Agosto)
O número do organismo oficial que outorgou a marcação CE
Marcação ATEX

Indica o grupo: I para minas e II para industrias em superfície

2 - Indica a categoria. Pode ser 1, 2 ou 3; G - Indica se é para gases (G) ou pó (D).

,QIRUPDomRFRPSOHPHQWDU
Equivalente à marcação ATEX

Indica o tipo de protecção do equipamento, em função do tipo de protecção,


identifica-se a zona.

Indica o tipo de material eléctrico


Indica a categoria da temperatura
i `
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± 0DUFDomR(TXLSDPHQWR

Símbolo Característica Zonas Tipo de protecção


Segurança 1e2 Protecção contra todas as fontes de ignição, faíscas
e aumentada e temperatura superfície.
Segurança 2 Protecção contra todas as fontes de ignição, faíscas
n intrínseca e temperatura superfície.
Segurança 0,1 e 2 Limita a energia disponível, para valores abaixo da
ia intrínseca mínima energia de ignição dos produtos inflamáveis
Segurança 1e2 Limita a energia disponível, para valores abaixo da
ib intrínseca mínima energia de ignição dos produtos inflamáveis
Purgado e 1e2 Mantém o produto inflamável, fora do invólucro
p pressurizado

d À prova de
explosão
1e2 Contém a explosão, não permitindo que a energia no
exterior do invólucro, provoque a ignição de vapores.
Moldado ou 1e2 Mantém o produto inflamável, fora do invólucro
m encapsulado

™ š
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

9
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± 0DUFDomR(TXLSDPHQWR

£$© ­$¦°ª†¤‹¬
¢E£$¤/¨†© ¢²±¤/±=³$¡E£$¨†© ¡E¦ ¡E¢E£$¤$¥§¦
¨†© ¢«ª†¤{£$¤/¬­3¤/¨/¢E£$®†¨/¢E¯

œ$ žHŸ'Ÿ5 
I – para minas de gás Temperatura Temperatura
Superficial de ignição do
máxima do gás, vapor, pó
material eléctrico ou fibras
II – restantes locais com
atmosferas gasosas
T1 < 450 ºC > 450ºC
potencialmente explosivas
T2 < 300 ºC > 300ºC
A – Propano – este tipo de industria
T3 < 200 ºC > 200ºC
B – Etileno
C - Hidrogénio T4 < 135 ºC > 135ºC

T5 < 100 ºC > 100ºC

T6 < 85 ºC > 85ºC

™ ›
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± &ODVVLILFDomRGH=RQDV3HULJRVDV

*$6Ï/(2

´Wµ
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

10
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± &ODVVLILFDomRGH=RQDV3HULJRVDV

*$62/,1$

´,™
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± &ODVVLILFDomRGH=RQDV3HULJRVDV

*$62/,1$

´W´
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

11
(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± &ODVVLILFDomRGH=RQDV3HULJRVDV

*$6Ï/(2

´W¶
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± &ODVVLILFDomRGH]RQDVSHULJRVDV

¸¹'º)»¼½ ¾H¿ÀHÁ  Ã
º Æ)»2Â$ÇHÈ$ÉHÊ Ë HÌ »
- Ä Å »)º)ÌHÈ2Â$È=»,Ï,ÈWÂ,Â)Ð'Ë ¹)Â
- Í Î Ê »2ÂÂ)È,Ì'Ê Ë »)º)Ô,Å »
-ÑÒ)Î Ó Î

EXEMPLO, definição de área zona 2 para as purgas

ò óô à à õ ð ï î ë2è æ çè
ùrú2û ü ýþ ýùWÿ ò óð î ÷ øð Ûö ì óÞ Ûê åÜ ð ñÞ Û Ü)Ü)Þ Û Ü)ì Ü)í Þ Ûé ê åà Þ Û é ê å Ü)Ý Þ äÛ Ü)Ý å à Þ ã ß5Û à á â Þ Ù Ú2Û Ü)Ý Þ Õ2Ö ×@Ø

Linha de Purga das esferas 1,5E-


Butano 2 58 19 283,5
01
0,0362 8,9E+00 1 3,00E-02 295,2 4
de Butano
Linha de Purga dos
4,5E-
reservatórios e esferas de Propano 7 44 19 283,5
01
0,0348 5,4E+01 1 3,00E-02 1799,1 8
Propano

´r·
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

12
(148$'5$0(172/(*$/
ª†© ¨†¤$¡E£$© f¢ ¢E£$¤
¡     ! "# 

´
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

(148$'5$0(172/(*$/
',5(&7,9$$7(;± /HJLVODomRFRPSOHPHQWDU

,QVWDODo}HV(OpFWULFDVHPORFDLVFRPDWPRVIHUDV
SRWHQFLDOPHQWHH[SORVLYDV

• DL Nº740/74 – Regulamento de Segurança em Instalações


Eléctricas de Baixa Tensão (revogado)

• DL Nº226/2005 de 28 de Dezembro – Estabelece as Regras


Técnicas de Instalações de Baixa Tensão, remetendo a sua
Regulamentação para uma Portaria

• Portaria Nº949-A/2006 de 11 de Setembro - Regras Técnicas


das Instalações Eléctricas de Baixa Tensão

´$
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

13
0(','$6'(35(9(1d­2
0(','$67e&1,&$6 '(3527(&d­2&2175$(;3/26®(6

• Proibição de fumar e foguear.

• Todo o pessoal (incluindo sub-contratado) que trabalhe em


zonas classificadas deverá utilizar roupa com tecido de algodão, e
calçado não produtor de faíscas.

• Iluminarias afastadas das zonas classificadas.

• Utilização de ferramentas de abertura de registos, em materiais


não geradores de faíscas (de preferência com marcação EX).

• Botoneiras de corte de emergência sinalizadas e acessíveis.

´%
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

0(','$6'(35(9(1d­2
¬¤/ª†© ª/¢f¯’¦
¨f¥ ¢'&†© ($¢E£$© f¢E¯ ª†¤x­/¨f¦ £$¤$¡*),+E¦ ¡†¦&/£$¨f¢«¤²­3±¦ ¯.-
¤¯

• Autorizações de Trabalhos Especiais

• Procedimentos de Trabalho

• Formação e informação

• Sinalização

• Aquisição de equipamentos para


atmosferas explosivas

• Plano de Emergência Interno e


Sistema de Segurança contra
Incêndios
´Wš
CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

14
2EULJDGRSHODDWHQomR

CICLO DE SEMINÁRIOS SQMA - ATEX

15