Você está na página 1de 107

Contagem e Linha do Tempo ...............................................................................

01
Pré História ........................................................................................................... 07
Antiguidade Oriental ............................................................................................. 08
Antiguidade Clássica – Grécia ............................................................................. 10
Antiguidade Clássica – Roma ...............................................................................12
Império Bizantino ................................................................................................. 13
Feudalismo .......................................................................................................... 14
Cruzadas ............................................................................................................. 15
Crise do Século XIV ............................................................................................ 16
Monarquias Nacionais ......................................................................................... 17
Idade Média - Aspectos Culturais ....................................................................... 19
Renascimento Cultural ........................................................................................ 20
Reforma e Contrarreforma .................................................................................. 21
Absolutismo ........................................................................................................ 23
Mercantilismo ..................................................................................................... 25
Expansão Marítima ............................................................................................ 26
Colonização Espanhola na América .................................................................. 27
Iluminismo .......................................................................................................... 28
Revolução Industrial .......................................................................................... 29
Marquês de Pombal .......................................................................................... 31
Independência dos EUA ................................................................................... 32
Revolução Francesa ......................................................................................... 34
Era Napoleônica ............................................................................................... 36
Independência da América Espanhola ............................................................. 37
Revoluções de 1830 e 1848 .............................................................................. 38
Ideais Sociais e Políticos do Século XIX ........................................................... 39
Unificações ........................................................................................................ 41
Segunda Revolução Industrial ........................................................................... 42
Primeira Guerra Mundial ....................................................................................... 43
Neocolonialismo – Imperialismo ........................................................................... 45
Crise de 1929 ........................................................................................................ 46
Período entre Guerras – Nazifascismo ................................................................. 47
Guerra Fria ............................................................................................................ 49
Segunda Guerra Mundial ...................................................................................... 52
Populismo na América Latina ............................................................................... 54
Imperialismo dos EUA na América Latina ............................................................ 55
Povos Indígenas do Brasil .................................................................................... 57
Período Pré-Colonial ............................................................................................. 59
Início da Colonização ............................................................................................ 60
Economia Açucareira ............................................................................................ 61
Pecuária e Drogas do Sertão ................................................................................ 62
União Ibérica - Invasões Francesas e Holandesas no Brasil ............................... 63
Expansão Territorial no Brasil Colonial ................................................................. 65
Economia Mineradora no Brasil ............................................................................ 66
Revoltas Nativistas ............................................................................................... 67
Movimentos Emancipatórios ................................................................................. 68
A Família Real Portuguesa no Brasil .................................................................... 69
Independência do Brasil ....................................................................................... 70
Estados Unidos da América (EUA) ....................................................................... 71
Primeiro Reinado .................................................................................................. 73
Período Regencial ................................................................................................ 74
Segundo Reinado ................................................................................................. 76
Expansão Cafeeira ............................................................................................... 78
Imigração Européia para o Brasil ......................................................................... 79
República da Espada ........................................................................................... 80
República das Oligarquias ................................................................................... 81
Economia na República das Oligarquias .............................................................. 82
Movimentos Sociais na República das Oligarquias .............................................. 83
A Crise da República das Oligarquias .................................................................. 85
Era Vargas ........................................................................................................... 86
Governo Dutra ..................................................................................................... 88
Segundo Governo Vargas ................................................................................... 89
Governo JK ......................................................................................................... 90
Governo Jânio Quadros ...................................................................................... 92
Governo João Goulart ......................................................................................... 93
Ditadura Militar .................................................................................................... 94
Nova República ................................................................................................... 96
Constituições Brasileiras ..................................................................................... 98
História da África ................................................................................................ 100
Escravidão no Brasil ........................................................................................... 101
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
MAPEAR O ENEM

História
Contagem e Linha do Tempo
Paleolítico Neolítico
Contexto: Contexto:
Caça, pesca e coleta de frutos e raízes; Revolução Neolítica (agricultura e domesticação
Nomadismo; dos animais);
Famílias/clãs; Processo de sedentarização;
Desenvolvimento da linguagem; Produção de tecidos (c/ teares);
Início dos rituais funerários; Desenvolvimento da cerâmica (p/ armazenar
Domínio do fogo; alimentos);
Objetos de ossos e de pedra lascada; Criação de barcos;
Pequenas esculturas. Monumentos megalíticos (menir, dólmem e
cromlech).

MAPEAR O
História
Pré-História ENEM
Idade dos Metais
Contexto:
Surgimento da metalurgia (fundição do cobre, do estanho e do ferro);
Desenvolvimento do artesanato;
Surgimento do comércio (c/ a produção de excedentes);
Revolução Urbana (surgimento de grandes cidades);
Surgimento das diferenças sociais;
Surgimento do Estado.
Mesopotâmia Egito:
Aspectos geográficos:
Oriente Médio; Aspectos geográficos:
Entre os rios Tigre e Eufrates; Nordeste da África;
Crescente Fértil; Vale do rio Nilo;
Características: Região desértica.
Modo de produção asiático: propriedade Características:
estatal da terra, agricultura de regadio e Modo de produção asiático:
servidão coletiva; Sociedade hidráulica;
Sociedade hidráulica; Deposição de matéria orgânica (húmus) nas
Deposição de matéria orgânica (húmus) nas margens do rio Nilo;
margens dos rios Tigre e Eufrates; Pastoreio;

MAPEAR O
História ENEM
Pastoreio; artesanato (tecelagem);
Produção de tecidos; Ourivesaria;
Construção naval; ↑ comércio.
Babilônia = importante entreposto
comercial do Oriente.
Antiguidade Oriental Sociedade estamental (posição social
determinada por critério de nascimento e
Politeístas; hereditariedade);
Escrita cuneiforme; Fenícia: →
Teocracia rei = poder político + poder
religioso.
Aspectos geográficos: Zoomorfismo, antropozoomorfismo e
Entre o Mediterrâneo e as montanhas do Líbano; antropomorfismo;
Características: Crença na vida após a morte;
Comércio marítimo;
Construção naval;
Pesca;
Artesanato: cerâmica, vidro, joias e tecidos.
Sociedade estamental (posição social determinada por
critério de nascimento e hereditariedade).
Hebreus:
Aspectos geográficos:
Entre o rio Jordão e o mar Mediterrâneo;
Região árida e montanhosa;
Características:
↑ comércio;
Originalmente nômades (oriundos da Mesopotâmia),
agora "sedentarizados";
Religião monoteísta - únicos povos monoteístas da
Antiguidade Oriental; Persas
lavé ou Jeová é a denominação que foi dada a Deus;

MAPEAR O ENEM
Aspectos geográficos:
Expansão: da Mesopotâmia ao vale do rio Indo;
Região desértica.
Características:
Agricultura;

História
comércio; - Moeda = dárico;
Sociedade: Guerreira e Expansionista
Zoroatrismo = dualismo religioso = Ormuz (Bem) x
Antiguidade Oriental Arimã (Mal);
Fundador = Zoroastro (Zaratustra);
Livro sagrado = Zend-Avesta..
Caracterísitcas: Pré-Homérico:
Aspectos geográficos:
2000 a.C;
Península Balcânica;
Povos indo-europeus:
Sul da Europa;
Jônios;
A história da Grécia é divida nos seguintes períodos:
Aqueus;
Pré-Homérico
Eólios;
;Homérico
Península Balcânica;
;Arcaico;
Dórios = Dominam Micenas -> Região do Peloponeso;
Clássico;
Domínio dos Dórios = dispersão dos outros povos =
Helenístico.
Episódio conhecido como 1ª Diáspora Grega;

MAPEAR O
História
Antiguidade Clássica: Grécia ENEM
Homérico: Arcaico:
VIIi a VI a.C.
Diáspora = Genos = Pequenas comunidades familiares; Paters -> Distribuem as terras, antes comunais;
Líder = Pater; Distribuição desigual de terra = surgimento dos aristocratas;
Propriedade Coletiva; Surgimento - Cidades-Estado Gregas;
Com o tempo, a produção no Genos não conseguiu Desenvolvimento próprio de Organização Interna e
acompanhar o ritmo de crescimento populacional. Política;
A crise do Genos = dispersão do povo = 2ª diáspora Atenas e Esparta;
grega; Surgimento dos Jogos Olímpicos;
Atenas: Esparta:
Poucas terras férteis:
Terras férteis:
Economia = Comércio;
Prioridade comércio agrícola;
Cidade policultural e voltadas às atividades intelectuais;
Sociedade altamente militarizada;
Filosofia, teatro = nasceram em Atenas;
Treinamento militar a partir de 8 anos;
Origem da Democracia para os "Cidadãos":
Governo Oligárquico - controlado por grupo da alta
Homens;
Classe econômica - diferentemente de Atenas;
Filhos de Atenienses;
Livres (não escravos);
Maiores de Idade;

MAPEAR O
História
Antiguidade Clássica: Grécia ENEM
Clássico: Helenístico:
IV a.C.; III - II a.C.;
Invasões Persas à Grécia - Guerras Médicas; Enfraquecimento interno da Grécia:
Vitória Grega; Conquista Grega por Felipe II, Rei da Macedônia;
Acirramento das disputas internas: Filho de Felipe = Alexandre, o Grande;
Esparta(Liga Peloponeso) X Atenas (Liga de Delos); Alexandre, havia sido aluno de Aristóteles e
Essas disputas internas, acabaram enfraquecendo as compartilhava da cultura Grega;
estruturas internas da Grécia, favorecendo o suporte das Por essa razão, após a morte de Felipe, Alexandre
invasões estrangeiras; seguiu a expansão dos domínios, mas sempre
difundindo a cultura grega pelo Ocidente, e não a
dizimando - isso ficou conhecido como helenismo.
Introdução Monarquia
A história romana se divide em 3 momentos: A despeito dos mitos de fundação, a cidade de Roma foi
Monarquia; formada, em 753 a.C., através da reunião de alguns dos povos que
República; viviam naquela região, em especial os italiotas (dentre os quais os
Império; latinos), os etruscos e os grego.
Roma se estruturava da seguinte forma:
Patrícios: grandes proprietários de terra;
Plebeus: pequenos proprietários, agricultores, comerciantes e
artesãos;
Clientes: homens livres e sem posses que viviam como agregados
República: dos patrícios;
Escravos: recrutados através de guerras e por dívidas.

MAPEAR O
História ENEM
OSenado, responsável por criar as leis;
As Assembleias, responsáveis por votá-las;
E a Magistratura, conjunto de cargos
Antiguidade Clássica: Roma
eleitos pela Assembleia Centuriata que exerciam funções
específicas para executar as leis. Império:
Durante a República, Roma viveu uma grande expansão
territorial, incorporando áreas da Europa, da Ásia e do norte da Estabilidade das conquistas + manutenção do escravismo;
África. Pão e circo: alimento + espetáculo - entreter as massas e coibir as
Criação do “tribuno da plebe”, um cargo que permitia aos plebeus revoltas;
possuírem representação política. Os dois principais tribunos da Estabilidade do momento = Pax Romana;
plebe foram os irmãos Tibério e Caio Graco que, entre outras Logo , na redução expansionismo romano, a economia romana,
propostas, tentaram implantar a reforma agrária. dependente da mão de obra escrava, apresenta sinais de declínio
Sem êxito, os irmãos Graco acabaram assassinados. Dessa forma, que influenciaram na instabilidade do Império.
apesar da conquista de direitos por parte dos plebeus, o sistema Menos de cem anos depois, o Império Romano do Ocidente não
político em Roma continuou sob controle dos patrícios. resiste às invasões bárbaras e cai em 476. O Império Romano do
Oriente, por sua vez, sobreviveria ao longo da Idade Média, e daria
origem ao Império Bizantino.
Introdução
Poder político: Centralizado;
Religião: Cristianismo;
Economia: comércio, atersanato, agricultura, domínio sobre
outros povos;
Sociedade: Nobreza e plebe;

M A P E A R OHistória
E N
Império
E M
Bizantino
Governo de Justiniano:
Movimento iconoclasta: destruição de imagens;
Expansão territorial; os mosaicos foram preservados;
Desenvolvimento do Comércio; Mofofisismo: vertente do cristianismo que só acreditava na origem
Autoristarismo - Ceasaropapismo; divina de Jesus;
Poder político e religioso sobre o imperador;
Código justiniano: DECADÊNCIA DO IMPÉRIO:
Auge da prosperidade e expansão territorial; IV Cruzadas dos Comerciantes: atacou Constantinopla;
Pressão dos Turcos Otomanos - ataque a Constantinopla;
Introdução: O Feudalismo:
Modo de produção ou sistema econômico, político e Sociedade estamental = sem mobilidade social
social típico da Idade Média; Clero = membros da Igreja;
Crise do escravismo romano Nobreza = senhores feudais (grandes proprietários
Invasões bárbaras rurais);
Ruralização Vilões = trabalhadores livres (antigos pequenos
Costumes romanos; proprietários);
Servidão; Servos = trabalhadores presos à terra;
Colonato; Feudo = unidade básica de produção;
Cristianismo; Manso senhorial = área de uso exclusivo do senhor
Latim; feudal;
Costumes bárbaros Manso servil = área cedida ao servo para seu sustento
Direito consuetudinário Terras comunais = áreas de uso coletivo (campos e
Comitatus bosques)
Economia natural Economia agrícola e autossuficiente
↓ Produtividade
↓ Comércio
Economia amonetária (trocas in natura)

História
MAPEAR O ENEM
As relações eram regidas por obrigações dos senhores

Feudalismo feudais e dos servos


Trabalho para o sustento dos servos
Proteção aos servos
Igreja = Instituição de maior influência na Idade Média
Grande senhora feudal
Monopólio da cultura e da educação
Características e
Introdução:
Consequências:
Definição Características:
Expedições de caráter militar e religioso sob o As cruzadas eram organizadas pelos papas, reis;
comando e organização da Igreja (papado) e financiadas por comerciantes;
nobres. Os cruzados tomaram Jerusalém em 1099;
Contraofensiva cristã à expansão do islamismo. Desdobrou-se em Cruzada dos Senhores e
Fatores: Cruzada dos Mendigos.
Domínio muçulmano da Terra Santa (Cruzadas Em algumas cruzadas, havia apenas crianças -
para recuperar o Santo Sepulcro); diate do ideal de que a terra Santa só poderia
Busca da absolvição dos pecados e da salvação ser conquistadas por pessoas isentas de
eterna; pecados;
Saques (pilhagem das riquezas dos “infiéis”);
Busca de novas terras para os senhores feudais e
nobreza marginalizada;
↑ População europeia entre os séculos X e XIII Consequências:
(Cruzadas = “válvula de escape” para diminuição da Fracasso militar (a Terra Santa não foi conquistada
pressão demográfica na Europa) pelos cristãos);
Reabertura do Mar Mediterrâneo para o comércio

História
MAPEAR O ENEM
cristão;
Renascimento Comercial na Europa Ocidental

Cruzadas
Introdução: Guerra dos Cem Anos:
Fatores: 1337-1453
↑ População Inglaterra x França
↓ Produção agrícola devido à crise climática Locais do conflito = França e Flandres
↑ Preço dos alimentos Fatores:
Consequências: Questão sucessória do trono francês após a morte de Carlos
Milhões de mortos IV, último filho de Filipe IV, o Belo.
Canibalismo Pretensão de Eduardo III, rei da Inglaterra, de ocupar o
Saqueadores trono francês.
Infanticídio Rivalidade entre os reis da França e da Inglaterra pelos
feudos que os reis ingleses possuíam na França.
Peste Negra: Disputa pela região de Flandres (grande produtora de
tecidos)
1347-1350 (auge da epidemia)
Consequências:
Origem = Oriente
Vitória final da França
Transmissão = picada da pulga do rato e/ou inalação de
Consolidação do poder monárquico na França
gotas de líquido de espirros ou tosse de indivíduo doente
Formação de exércitos profissionais no lugar dos cavaleiros
Fator = péssimas condições de higiene e alimentação
medievais
Morte de aproximadamente 30% da população europeia
Novas técnicas de guerra: arqueiros, infantaria e artilharia
Retração do mercado
(armas de fogo)
Antissemitismo (judeu associado à disseminação da peste)
↑ Misticismo (Exemplo: flagelantes)
↑ Xenofobia

MAPEAR O
História
Crise do Século XIV ENEM
Introdução: Monarquia Francesa:
Definição = processo de centralização do poder político nas Origem = Hugo Capeto (987)
mãos dos reis. Fim da Dinastia Carolíngia e início da Dinastia
Baixa Idade Média Capetíngia
Entre os séculos XI e XV Felipe Augusto (1180-1230)
Fatores: Supervisão da justiça nos tribunais feudais =
Crise do feudalismo ↓ autonomia dos senhores feudais
↓ Poder local da nobreza feudal (senhores feudais) Expansão territorial = Normandia, Anjou e Aquitânia
Revoltas dos servos Conquista de feudos na França pertencentes a reis
↑ Capitalismo ingleses (vitória sobre João Sem Terra)
Renascimento Comercial e Urbano Formação de um exército nacional
↑ Burguesia Luís IX (1226-1270)
Aliança entre o rei e a burguesia Organização da justiça real (rei = juiz supremo)
Rei = formação do exército sobmeter a nobreza Leis escritas
feudal Participação de Luís IX em duas cruzadas (7ª e 8ª)
Burguesia = buscava o fim dos pedágios e a Felipe IV, o Belo (1285-1314)
uniformização de pesos, medidas, moedas e leis. Cativeiro de Avignon
Felipe IV x papa Bonifácio VIII

Fator = impostos
Felipe IV força o Colégio dos Cardeais a transferir o
papado para Avignon (França)
Confisco das propriedades dos judeus e banqueiros

MAPEAR O
História ENEM
italianos
Extinção e confisco dos bens dos Templários

Monarquias Nacionais
Monarquia Inglesa:

Origens:
Guilherme, o Conquistador
Conquista o trono inglês em 1066
Origem normanda
Submete a nobreza inglesa
Henrique II (1154-1189)
Início da Dinastia Plantageneta
↓ Poder da nobreza (barões)
Ricardo Coração de Leão (1189-1199)
Lidera a 3ª Cruzada
João Sem Terra (1199-1216)
Assina a Magna Carta (1215) = limitação dos poderes do rei
O rei não poderia aumentar impostos sem o consentimento dos que deveriam pagá-los
Nobre e burgueses julgados por júri de seus pares

MAPEAR O
História
Monarquias Nacionais ENEM
Universidades:
O crescimento populacional e o desenvolvimento do comércio tornaram indispensável o aparecimento do ensino leigo, voltado
para as necessidades do capitalismo;
Origem das universidades = corporações de professores e alunos que se reuniam para estudar;
As principais universidades eram formadas por quatro faculdades: Artes, Direito, Medicina e Teologia;
O ensino era em latim;
Principais universidades: Bolonha, Paris, Nápoles, Salermo, Oxford, Cambridge, Pádua e Toulouse.
Arquitetura Gótica:
As catedrais góticas ficavam sediadas no setor urbano;
Eram ao mesmo tempo, igreja, escola e biblioteca;Toda a população da cidade participava da construção das catedrais
góticas;Os arcos redondos cederam lugar aos arcos em formato ogival;Grandes catedrais condicionando a percepção da
inferioridade humana diante da grandiosidade de Deus;Utilização de vitrais e esculturas com função pedagógica e
evangelizadora numa sociedade com imensa maioria de iletrados.

Escolástica:
Sistema filosófico de maior importância no período medieval;
Os filósofos escolásticos não acreditavam que a verdade pudesse ser atingida pela percepção sensorial;
Os filósofos escolásticos, sob grande influência cristã, consideravam até mesmo a razão insuficiente para se chegar ao
conhecimento pleno;
A escolástica foi uma tentativa de harmonizar a razão com a fé, porém com a primazia da fé sobre a razão;
Expoentes: Pedro Abelardo, Santo Abelardo Magno e São Tomás de Aquino.

MAPEAR O
História
Idade Média: Aspectos Culturais ENEM
Introdução: Características:
Revolução cultural na transição da Idade Média para
Ruptura com a tradição feudal;
a Idade Moderna.
Inspiração nos ideais da Antiguidade Clássica (cultura
Transição feudo-capitalista;Séculos XIV, XV e XVI.
greco-romana);
Origem - Itália.
Antropocentrismo;
Fatores -
Humanismo;
Crise do feudalismo;
Racionalismo;
Renascimento Comercial e Urbano;
Naturalismo;
Fortalecimento da burguesia;
Individualismo;
Mecenato = patrocínio e proteção de artistas e
Hedonismo;
intelectuais por burgueses, nobres e papado.
Heliocentrismo;
Imprensa:
Johann Gutenberg;
Invenção dos tipos móveis metálicos.

M A P E ARenascimento
R OCulturalE N E M
História
Introdução: Luteranismo:
Definição Origens
Revolução religiosa que ocorre no início da Idade Sacro Império Romano Germânico (Alemanha);
Moderna (século XVI); Fundador: Martinho Lutero (professor de Teologia na
Quebra da unidade cristã na Europa Ocidental. Universidade de Wittenberg – Saxônia);
Origem 95 teses de Lutero (1517): Condena os abusos e os dogmas da
Sacro Império Romano Germânico (Alemanha). Igreja;
Fatores Contra o uso do latim nos cultos;
Influência do Renascimento Cultural; Critica a hierarquia da Igreja e o celibato;
Abusos e imoralidade do clero: Desrespeito ao Se opõe ao culto de santos, Virgem Maria e imagens;
voto de castidade; Critica a ostentação de luxo e riqueza do alto clero.
Venda de indulgências (absolvição dos pecados); Características
Venda de relíquias sagradas (simonia); Lutero excomungado pelo papa Leão X;
Venda de cargos eclesiásticos (simonia). Lutero condenado à execução pelo imperador Carlos V
Formação das Monarquias Nacionais = (Dieta de Worms);
↓ autoridade papal; Lutero recebe a proteção do príncipe da Saxônia, Frederico,
↑ Capitalismo = o Sábio;
↑ burguesia. Doutrina Luterana:
Salvação pela fé;
Culto simples em língua nacional;
2 sacramentos: batismo e eucaristia;
Consubstanciação;

História
MAPEAR O ENEM
Bíblia: livre interpretação e fonte de fé;
Supressão do culto aos santos e imagens.

Reforma e Contrarreforma
Anglicanismo: Contrarreforma:
Definição
Rompimento de Henrique VIII com a Igreja Reação da Igreja Católica à Reforma Protestante.
Católica;Rei = chefe supremo da Igreja Inquisição (Tribunal do Santo Ofício) = buscar e
Anglicana;Confisco dos bens da Igreja Católica na eliminar a heresia;
Inglaterra. Index Librorum Prohibitorum (1543) = lista de livros
Salvação pela predestinação; proibidos, contrários à doutrina católica;
Fim do celibato; Companhia de Jesus (1534): Ordem fundada pelo
Uso da língua inglesa; espanhol Inácio de Loyola;
Manutenção da hierarquia eclesiástica; Obediência cega ao papa;
Preservação da liturgia católica; Função: expandir a fé católica (“soldados de Cristo”).
7 sacramentos católicos.
Reforma Católica:
Calvinismo Movimento que procurou reorganizar e moralizar o clero.
Concílio de Trento (1545-1563) - Convocado pelo papa
Salvação = predestinação; Paulo III;
Culto simples (apenas comentários bíblicos); Proibição da simonia;
Uso das línguas nacionais; Proibição da venda de indulgências;
2 Sacramentos: batismo e eucaristia; Criação dos seminários;
Livre interpretação da Bíblia; Criação da catequese;
Supressão do culto aos santos e imagens; Reafirmação da autoridade papal;
Legitimação dos valores burgueses: Amor ao

M A P E Reforma
A Re Contrarreforma
O ENEM
Reafirmação do dogmas católicos.

História
trabalho, espírito de economia e enriquecimento
são indícios da escolha divina para a
salvação.
Introdução: Teóricos:
Definição: Nicolau Maquiavel
Forma de governo em que os poderes estão Obra: O Príncipe;
concentrados nas mãos do soberano. Os interesses do soberano e do Estado estão acima dos
Origens valores morais;
Crise do feudalismo; A prioridade do Príncipe é manter seu poder, não
↑ Capitalismo; importando a maneira ou meios que utilize para tal.
Formação das Monarquias Nacionais (rei +
burguesia); Jean BodinObra:
↓ nobreza feudal. A República;
Características: Doutrina da soberania do Estado;
Os reis passaram a decretar leis, impor tributos, Obediência passiva dos súditos (s/ restrição de leis).
definir a justiça e comandar o exército;
Equilíbrio do rei entre a nobreza (privilégios Jacques Bossuet
sociais) e a burguesia (vantagens econômicas). Obra: A política segundo as Sagradas Escrituras;
O poder real emana de Deus;
Rei = representante de Deus.

Thomas Hobbes
Obra: O Leviatã;
O povo renuncia liberdades e direitos em troca de
segurança (rei + Estado);
Estado de natureza = guerra de todos contra todos;

MAPEAR
História O ENEM
Sociedade civil = soberania do Estado e a autoridade do rei;
A tarefa principal do Estado é assegurar a paz.

Absolutismo
Absolutismo Francês:
↑ Luís XIV;
Centralização do poder (fim do cargo de

primeiro ministro); Absolutismo (“O Estado
sou eu”);
Criação de um exército mercenário = garantia
de execução das leis;
Criação das Intendências: Fiscalização dos
oficiais;
Anúncio das leis reais;
Supervisão da arrecadação.
↑ Burguesia = monopólios e ministros;
Nobreza”domesticada” = nobres atraídos
para a Corte para maior controle: Pensões;
Isenção fiscal;
Postos de comando no exército;
Governo das províncias.
↑ Mercantilismo = Colbertismo.

História
M A P E A R O Absolutismo
ENEM
Introdução: Tipos de Mercantilismo:
Definição: Colbertismo:
Política econômica dos Estados Modernos Mercantilismo francês;
europeus. Jean Baptiste Colbert = ministro das finanças da
Objetivo: França (rei Luís XIV);
Enriquecimento dos Estados Modernos por meio Produção de artigos de luxo p/ exportação
da acumulação primitiva de capitais. (tapeçaria e cristais);
Objetivo = balança comercial favorável.
Características: Bulionismo:
Metalismo = riqueza de um país determinada pela Mercantilismo espanhol;
capacidade de acumular metais preciosos; Ênfase no metalismo (extrativismo metalista);
Colonialismo (sistema colonial); Descoberta de ouro e prata = México, Peru e
Monopólios (exemplo: pacto colonial); Bolívia;
Balança comercial favorável = exportações > ↑
Consequência: “Revolução dos Preços” = 400%
importações; inflação na Europa.

Protecionismo = tarifas alfandegárias para Mercantilismo misto (comercial e industrial):
dificultar a entrada de produtos importados; Inglaterra e Holanda;
Intervencionismo estatal na economia. Comércio internacional de mercadorias;
Corsários;
↑ Indústria de tecidos;Inglaterra = protecionismo
(Atos de Navegação-1651).

MAPEAR
História
Mercantilismo O ENEM
Introdução Características:
Definição:
Definição: Conjunto de expedições marítimas buscando o
Conjunto de expedições marítimas procurando Oriente, navegando no sentido sul-oriental.
chegar ao Oriente (Índias). Pioneirismo português:
Contexto histórico: Fatores:
Séculos XV, XVI e XVII; Posição geográfica privilegiada;
↓ Feudalismo; Paz interna;
↑ Capitalismo. Burguesia forte;
Fatores Centralização política (monarquia nacional)
Monopólio comercial das cidades italianas no Mar precoce;
Mediterrâneo; Pequeno atraso espanhol:
↓ Metais preciosos na Europa: Ouro e prata para Fatores:
cunhagem de moedas. Guerra de Reconquista = guerra para expulsar o
↑ Burguesia (consumo de produtos orientais); mouros (muçulmanos);
Formação das Monarquias Nacionais (aliança = rei + Ausência de unidade política até 1469 com o
burguesia): Somente um Estado politicamente casamento dos “reis católicos” Fernando de
centralizado seria capaz de mobilizar recursos Aragão e Isabel de Castela.
materiais e humanos para as grandes navegações.
Influência do Renascimento Cultural:
Antropocentrismo;
Racionalismo;
↑ Ciências náuticas:

M A P E AExpansão
R Marítima
HistóriaO ENEM
Introdução: Características:
Colônias de exploração;
1492 = Descoberta da América;
Principal atividade = mineração;
1492-1519 = Conquista das Antilhas;
Onde não havia metais preciosos desenvolveu-se a
1519-1532 = Conquista do Império Asteca
plantation;
(Hernan Cortés);
Mão de obra indígena = base de sustentação da economia
1532-1556 = Conquista do Império Inca
colonial;
(Francisco Pizarro). 
Trabalho compulsório indígena: Encomienda:
Zona rural;
Estratégias de conquista utilizadas pelos
Trabalho em troca de catequese.
espanhóis:
Alianças com povos inimigos dos astecas e
Conselho das Índias = centralizava a administração colonial
dos incas.
(nomeação de vice-reis e capitães gerais + criação de leis
Disseminação de doenças infecto-
para as colônias;
contagiosas.
Casa de Contratação = fiscalização da exploração colonial,
Armas de fogo e cavalaria.
organização do comércio e recolhimento dos impostos;
Submissão por meio da catequese.
Audiências = tribunais de justiça;Cabildos = câmaras
Fome resultante da apropriação, pelos
municipais (poder político local);
colonizadores, da terra que garantia a
Missões ou aldeamentos = catequização dos índios.
subsistência dos nativos.
Estratégias indígenas de
resistênciaCombates noturnos
Escavação de fossos para deter a cavalaria
dos conquistadores espanhóis. 

MAPEAR O
História
Colonização Espanhola na América ENEM
Introdução: Características:
Racionalismo:
Definição:
Crença na razão p/ se buscar o conhecimento;
Revolução intelectual do século XVIII.
Aplicação do método científico a todos os campos do
Fatores:
↑ Capitalismo;
conhecimento;
Questionamento racional da existência humana e do
Revolução Industrial;
↑ Burguesia (Revolução Gloriosa-1688);
Universo;
Produção de artigos de luxo p/ exportação (tapeçaria e
cristais);
Rene Descartes – Discurso sobre o método.
Despotismo Esclarecido: Empirismo:
O conhecimento tem sua origem nas sensações, percepções
Definição :
e experiências;
Forma de governo em que os reis adotam
Teoria da “tábula rasa” = o homem nasce com a mente sem
algumas medidas propostas pelos filósofos
nenhuma ideia pré-concebida;
iluministas, sem abrir mão do regime
John Locke – Ensaio sobre o conhecimento humano.
absolutista.
Leis naturais:
Compreender as leis naturais que regem o Universo;
Da mesma forma que os fenômenos da Natureza são
regidos por leis determinadas, também as relações

História
MAPEAR O ENEM
humanas deveriam ser reguladas por normas naturais;
Isaac Newton – Princípio da gravitação universal.
Liberdade individuais;
Iluminismo
Introdução: Características:
Pioneirismo Inglês - Fatores: ↑ Indústria têxtil:
Antecedentes: Máquina de fiar (James Hargreaves);
Artesanato: Tear mecânico (Edmund Cartwright);
Trabalho manual e doméstico; Energia a vapor (James Watt);
O artesão realiza todas as etapas da produção. Matérias primas = ferro, carvão mineral e algodão;
Manufatura: ↑ Transporte:
Divisão do trabalho; Locomotiva (George Stephenson);
Salário. Barco a vapor (Robert Fulton).
Máquinas; ↑ Comunicações = telégrafo (Samuel Morse);
Definitiva separação entre capital e trabalho; ↓ ↑
Sociedade rural aristocrática= sociedade urbana burguesa;
Fábricas. ↑ Urbanização:
Disponibilidade de capitais: ↑ Bairros operários;
Acumulação primitiva de capitais; ↑ Poluição;
Corsários. ↑ Índices de violência e criminalidade
Mão de obra abundante e barata: ↓ ↑
Mercantilismo = Capitalismo industrial;
↓ Artesãos; Aparecimento das fábricas:
Cercamentos (enclosures) = êxodo rural. Divisão do trabalho;
Disponibilidade de matérias primas: ↑ Especialização do trabalhador (alienação).
Carvão mineral e ferro. Formação da classe operária;
Burguesia forte econômica e politicamente: ↑ Exploração do proletariado (“capitalismo selvagem”):
↑ Política da burguesia = Revolução Gloriosa (1688).↑ Jornada de trabalho;Exploração do trabalho infantil e do
Supremacia naval inglesa: trabalho feminino;Sem legislação trabalhista.

M A P E A R ORevolução Industrial ENEM


História
Atos de Navegação (1651);
Acesso a mercados consumidores e fontes de matérias primas.
Ética protestante (puritanismo):Valorização do trabalho, da
poupança e do enriquecimento (sinais de Salvação).
Movimento Operário:
Ludismo (1812):
Movimento de quebra das máquinas pelos operários insatisfeitos com a exploração, com os baixos salários e com o
desemprego.
Líder: Ned Ludd;
↑ Repressão do governo inglês = Ludd condenado à morte.

Cartismo:
Movimento político reformista dos trabalhadores britânicos cujo programa estava contido na Carta do Povo,
redigida por Willian Lovett (líder) e encaminhada ao Parlamento;
Objetivos:
Voto secreto e universal;
Igualdade de direitos;
Remuneração dos parlamentares;
↑ Salários;
↓ Jornada de trabalho;
Participação de representantes da classe operária no Parlamento.

Trade unions:
Associações de operários que reivindicavam melhores condições de vida e de trabalho.
O principal instrumento de luta das trade unions era a greve;
Na segunda metade do século XIX evoluíram para os sindicatos.

História
MAPEAR O ENEM
Revolução Industrial
Introdução: Medidas do Marquês:
Características:
Novo Código Penal;
Sebastião José de Carvalho e Mello – Marquês de Pombal;
Desenvolvimento do Exército e da Marinha;
Primeiro-ministro de Portugal (1750-1777);
Reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1755;
Reinado de D. José I;
Expulsão dos jesuítas de Portugal e das colônias;
Representante do despotismo esclarecido.
Abolição da escravidão indígena;
Fatores:
Rompimento do Tratado de Methuen (Panos e Vinhos)
Crise do absolutismo português;
com a Inglaterra;
Forte influência da Igreja (jesuítas) sobre o trono até o
Criação de Cia(s) monopolistas de comércio;
reinado de D. José I;
Fim das Capitanias Hereditárias;
Influência do Iluminismo (despotismo esclarecido).
Mudança da capital do Brasil de Salvador para o Rio de

"A viradeira": Janeiro (1763);


Criação de impostos (finta e derrama);
Estanco dos diamantes;
1777: morte de D. José I;
Incentivo para instalação de manufaturas no Brasil.
Ascensão de D. Maria I ao trono.
Demissão de Pombal;
Nomeação de novos ministros;
Ascensão da nobreza atingida por Pombal;
↑ Influência da Igreja;
Alvará de Proibição Industrial para o Brasil (1785).

MAPEAR História
O ENEM
Marquês de Pombal
Introdução: Fatores:
Antecedentes:
13 Colônias inglesas na América do Norte = território
↑ Influência das ideias iluministas
Direito a rebelião contra a tirania e a opressão;
pouco valiosos p/ Países Ibéricos;
Liberalismo político.
Colonização feita por vítimas de perseguições religiosas
Guerra dos Sete Anos (1756-1763):
(puritanos) e políticas.
Inglaterra x França;
Colônias de povoamento (Norte):
Disputa por territórios na América do Norte e na Ásia;
Clima temperado;
Vitória da Inglaterra;
Policultura;
Inglaterra = elevados gastos militares = crise econômica;
Pequenas propriedades (minifúndios);
Consequência = novos impostos sobre as 13 Colônias.
P/ o mercado interno;
Nova política colonial inglesa:
Mão de obra livre e assalariada;
Aumento dos impostos sobre as 13 Colônias;
Autonomia política local.
Impedir contrabando e comércio intercolonial;
Colônias de exploração (Sul):
Objetivo = aumentar a receita real.
Climas tropical e subtropical;
Leis intoleráveis (1774):
Monocultura;
Interdição do porto de Boston;
Grandes propriedades (latifúndios);
Julgamento dos colonos envolvidos no exterior;
P/ o mercado externo;
Lei do Aquartelamento = os colonos são obrigados a
Mão de obra escrava.
alojar tropas ingleses em suas casas.

MAPEAR O ENEM
História
Independência dos EUA
Processo de Independência: Consequências:
1º Congresso Continental da Filadélfia (1774): Crise financeira na França devido apoio financeiro e
Não separatista; militar p/ os norte-americanos;
Petição solicitando ao rei e ao parlamento ingleses a Manutenção da escravidão;
revogação das Leis intoleráveis; Constituição de 1787:
Pedido negado pelo rei Jorge III. Republicanismo;
2º Congresso Continental da Filadélfia (1775): Presidencialismo;
Separatista; Federalismo;
Líderes: Voto censitário e masculino.
George Washington = comandante das tropas norte- Independência das 13 Colônias = modelo/inspiração para
americanas; os demais processos emancipatórios americanos.
Thomas Jefferson = redator da Declaração de
Independência (4 de julho de 1776).
Guerra de Independência (1775-1781):
Apoio da França e da Espanha obtido por Benjamin
Franklin;
Vitória dos EUA na Batalha de Saratoga (Nova Iorque-
1777);
Vitória final dos EUA = Batalha de Yorktown (Virgínia-
1781).
Tratado de Versalhes (1783):
Reconhecimento da Independência dos EUA pela
Inglaterra.

MAPEAR O ENEM
História
Independência dos EUA
Assembleia dos Notáveis (1787):

Introdução: Convocada por Charles Calonne (ministro das finanças);


Participação de representantes do clero e da nobreza;
Sociedade de ordens ou estados: Proposta = fim da isenção fiscal p/ 1º e 2º Estados;
1º Estado = clero; Oposição do clero e da nobreza;
2º Estado = nobreza; Calonne demitido;
3º Estado (98%) = burguesia, artesãos, camponeses e sans Estados Gerais (1789):
culottes. Órgão político de caráter consultivo convocado por Luís
Privilégios do clero e da nobreza: XVI;
Isenção de impostos; Voto por estado;
Pensões vitalícias; Oposição do 3º Estado que queria voto individual;
Tribunais especiais; 3º Estado abandona os Estados Gerais;
Cargos públicos; Representantes do 3º Estado reúnem-se separadamente
Postos de comando no exército. (Sala do Jogo da Pela);
Insatisfação dos camponeses submetidos à servidão; Dissolução dos Estados Gerais
Burguesia = busca participação política;
Crise econômica:
Derrota na Guerra dos Sete Anos (1756-1763) p/ a Inglaterra;
Ajuda na Independência dos EUA;
↓ ↓ ↑
Crise agrícola = colheitas = produção = inflação.
Influência das ideias iluministas:
Crítica ao absolutismo Bourbon;
Liberdade individual;
Igualdade de direitos;

MAPEAR O ENEM
História
Revolução Francesa
Processo Revolucionário: Processo Revolucionário:
Juramento da Sala do Jogo da Pela: ↑ girondinos (alta e média burguesias);
20 de junho de 1789; Revogação das medidas populares da Convenção;
3º Estado reunido separadamente se constitui em Constituição de 1795:
Assembleia Nacional; Voto censitário;
Os membros do 3º Estado juraram não se separar enquanto Organização política: 5 diretores (Executivo) + 2
não redigissem uma Constituição para a França. Câmaras (Conselho dos Anciãos e Conselho dos
Queda da Bastilha: 500).
14 de julho de 1789; Crise interna:
Bastilha = símbolo da tirania; Conjura dos Iguais (1796);
Onde eram mantidos os presos políticos. ↑ Insatisfação popular + crise econômica;
Grande Medo: Tentativas de restabelecimento da monarquia.
14 de julho a 4 de agosto de 1789; Crise externa:
Uma série de revoltas dos camponeses contra a aristocracia Segunda Coligação Antifrancesa (1798-1802);
que os submetia à servidão. Inglaterra + Áustria + Nápoles + Sardenha +
Rússia + Imp. Turco-Otomano.
Golpe de 18 Brumário (1799):
↓ Diretório;

MAPEAR O ENEM
Apoio da alta burguesia (medo de que a

História ↑
Revolução perdesse seu foco) + Exército;
Napoleão Bonaparte.

Revolução Francesa
Consulado: Império:
1804-1814
1799-1804 Reinício das Guerras Externas:
18 Brumário de 1799 = Fim da Paz de Amiens (1803).
↓ DIRETÓRIO Napoleão = imperador Napoleão I:
↑ Napoleão Bonaparte;Apoio da alta burguesia + Exército; Título concedido pelo Senado (1804);
Solução política contra ameaças internas (defensores do Confirmado por plebiscito;
Antigo Regime + Formação de uma nova corte.
jacobinos radicais) e externas (Coligações Antifrancesas). Constituição de 1804 = Legalização do Império;
França em 1799: Governo despótico:
↓ Comércio e indústria; Fechamento das Assembleias;
↓ Arrecadação de impostos; Censura;
Portos e estradas destruídos. Fim das liberdades individuais e políticas;
Constituição de 1799: Perseguição aos bispos opositores;
Legislativo enfraquecido (4 Assembleias); História e Filosofia = programas alterados.
Executivo forte (ditadura disfarçada): ↑ Impostos;
3 Cônsules; ↓
Guerras externas = economia.
1º Cônsul = Napoleão Bonaparte:
Propunha e promulgava leis; Governo dos Cem Dias:
Nomeava ministros, oficiais e juízes.
Voto universal; 1804-1814
Confirmada por plebiscito. Napoleão foge da Ilha de Elba;
Apoio do exército = Napoleão volta ao poder;
Luis XVIII foge p/ a Bélgica;

MAPEAR
História O ENEM
7ª Coligação Antifrancesa (1815):
Derrota definitiva de Napoleão (p/ os ingleses liderados pelo
Duque de Wellington) na Batalha de Waterloo (Bélgica-1815).
Era Napoleônica Napoleão preso na Ilha de Santa Helena - 1821 = † Napoleão.
Introdução: Características:
Fatores: Classe dirigente: criollos;
Despotismo esclarecido espanhol: Juntas Governativas:
Governos dos reis Felipe V e Carlos III (século XVIII); Antigos cabildos (Câmaras Municipais);
Modernização econômica + quebra do pacto colonial. Liderança do processo de independência;
Independência dos EUA; Domínio da elite criolla;
Revolução francesa: Reação à ascensão de José Bonaparte na Espanha;
↑ Ideais iluministas = liberdade + igualdade;  Congresso de Viena (1815) = ameaça de restauração do
Liberalismo econômico = fim do pacto colonial. Pacto Colonial.
Invasão napoleônica da Espanha: Líderes:
José Bonaparte (irmão de Napoleão) assume o trono San Martin (Monarquista):
espanhol em 1808. Argentina;
Crise da mineração; Chile;
Revoltas coloniais: Peru.
Realizadas pelas camadas populares; Simón Bolivar(Republicano):
Fracasso = sem apoio da elite colonial. Venezuela;
Colômbia;
Equador;
Bolívia;
Peru.

História
MAPEAR O ENEM
Independência da América Espanhola
Revolução de 1848
(Primavera dos Povos): Consequências:
Fatores: Comuna de Paris:
Liberalismo = oposição aos limites impostos pelo Antecedentes:
Absolutismo; Derrota da França na Guerra Franco-Prussiana (1870-
Nacionalismo = povos de mesma origem e cultura 1871);
procuravam se unir politicamente; Queda do Segundo Império;
Socialismo utópico = propunha reformas radicais Início da Terceira República;
p/ promover a igualdade social, econômica e Domínio dos conservadores:
política; Oposição das camadas populares de Paris.
Romantismo; Comuna
França: Definição = administração municipal eleita pelo
Crise econômica: povo de Paris e que agrupava 90 membros das
↓ Produção agrícola; diversas associações radicais.Socialistas utópicas,
↑ Preços dos alimentos; marxistas e anarquistas controlam Paris;
↓ Consumo de tecidos = Direitos políticos às mulheres;
↓ indústria; Redução da jornada de trabalho dos operários;
↑ ↑
Desemprego = miséria. Congelamento dos preços dos gêneros de primeira
↑ Insatisfação de camponeses, operários e necessidade e alugueis;
pequena burguesia (classe média). Controle das fábricas pelos operários;
Criação de creches e escolas para os filhos dos
trabalhadores;
↑ Repressão do governo francês = fim da Comuna.

MAPEAR
História
Revoluções de 1830 e 1848 O ENEM
Introdução: Socialismo Utópico:
Revolução Industrial;

Urbanização = êxodo rural + periferias;
Origem:

↑ Burguesia ao poder = Revolução Francesa;


França.
Objetivo:
Burguesia x Proletariado. Defesa dos interesses do proletariado.
Antecedentes:
Liberalismo: A utopia (Thomas Morus – 1516);
Levellers (niveladores) e Diggers (cavadores) =
Características: Inglaterra, século XVII;
Propriedade privada; Conspiração dos Iguais – França (1796) liderada por
Liberdade de comércio e produção; Graco Babeuf.
Não intervenção do Estado na economia e nas Características:
relações de trabalho; Propunha uma sociedade ideal s/ oferecer os meios

Livre concorrência = protecionismo; reais p/ alcançá-la;
Igualdade jurídica; 1ª metade do século XIX;
Governos constitucionais; Cooperativismo;
Voto censitário. Participação nos lucros das empresas;
Expoentes: ↓ Jornada de trabalho;
Adam Smith (“pai do Liberalismo”):  A Riqueza Direito ao voto = sufrágio universal;
das Nações. Representatividade parlamentar;
David Ricardo: Princípios da Economia Política e Oficinas nacionais (Louis Blanc).
Taxação. Expoentes:
Thomas Malthus:  Ensaio sobre o princípio da Robert Owen (movimento cooperativista);

M Sociais
AP E Ado Século
História R XIXO ENEM
população. Charles Fourier (falanstérios);
Saint-Simon;Louis Blanc (oficinas nacionais).

Ideais e Políticos
Anarquismo: Socialismo Científico:
Objetivos: Definição:
Eliminação de qualquer forma de poder (rejeição Estudo sistemático do capitalismo p/ compreendê-lo
a qualquer forma de opressão); e promover uma transformação radical da sociedade.
Formas livres de associação entre os indivíduos Objetivos:
(decisões tomadas diretamente pelos cidadãos). Fim da propriedade privada e do Estado burguês;
Características: Combate ao capitalismo e à sociedade de classes.
Combate ao capitalismo; Características:
Combate à propriedade privada; Luta de classes = “motor da História”;
Combate à Igreja; Ditadura do proletariado = socialismo:
Combate ao Estado; Socialismo = fase de transição entre o capitalismo e o
Sociedade igualitária. comunismo.
Expoentes: Materialismo histórico e dialético;
P. Proudhon + M. Bakunin + P. Kropotkin. Mais-valia.
Expoentes:
Nacionalismo: Karl Marx + Friedrich Engels:
Definição: Obras = O Manifesto Comunista e O Capital.
Vínculo partilhado entre grupos de pessoas de
mesma origem, cultura e língua.
Características:
Forte ligação a uma determinada terra;
Devoção e lealdade à nação;

M A P E A Ideais
R Sociais
O e Políticos
E Ndo Século
EM
Orgulho pela história e tradições de seu povo;

História
Influenciou a Unificação Italiana, a Unificação
Alemã e as tentativas de emancipação da Polônia
e da Hungria. XIX
Itália: Alemanha:
Antecedentes:
Antecedentes:
Fragmentação política:
Fragmentação política:
Itália dividida em 7 Reinos independentes.
Confederação Germânica;
Hegemonia do Império Austríaco.
39 Estados (5 reinos, 12 ducados, 11 principados e 4
Fatores:
↑ Capitalismo;
cidades-livres).
Hegemonia da Áustria.
Interesse da alta burguesia em expandir seus mercados
Fatores:
por meio da livre circulação de mercadorias na
↑ Nacionalismo germânico;
Península Itálica;
↑ Nacionalismo;
↑ Capitalismo.
Liderança:
Consequências:
Reino da Prússia:
Questão Romana (1870-1929):
Conflito entre o Papado (Pio IX) e o Reino da Itália,
↑ desenvolvido e industrializado.
Otto von Bismarck:
provocado pela anexação dos Estados da Igreja (Estados
Primeiro-ministro da Prússia;
Pontifícios) pela Itália. O papa perde seu poder
“Chanceler de ferro”.
temporal.
↑ diferença econômica:
Consequências:
↑ II Reich (Império) = Kaiser Guilherme I;
Sul agrário e Norte industrial;
Revanchismo francês = Primeira Guerra Mundial;
Imigração de italianos.Atraso na “Corrida Colonial”.
↑ Expansão industrial e científica;
Atraso na “corrida colonial”.

MAPEAR O Unificações
ENEM
História
Expansão da Indústria: Características:
Matéria-prima: aço;
Bélgica: investimentos ingleses + carvão + ferro;

França: durante o governo de Napoleão III ( impostos
Energia: eletricidade (dínamo);
Petróleo (invenção do motor de combustão interna);
sobre produtos industriais importados);
↑ Transportes e comunicações:
Itália: pós-unificação (desenvolvimento industrial no Norte);
Alemanha: pós-unificação ( ↑ produção de aço e produtos
↑ Ferrovias;
Navegação a vapor;
químicos);
Automóvel;
EUA: ouro na Califórnia + vitória Norte na Guerra de Secessão;
Telégrafo; Rádio; Telefone.
Japão: Revolução Meiji (1868):
Taylorismo e fordismo:
Abolição da servidão;
Racionalização da produção = ↓ tempo de produção =


Modernização das ferrovias;
Indústrias;
↑ produtividade;

↑ Educação.
Trabalho repetitivo do operário;
↑ Divisão do trabalho = alienação.
Consequências: Capitalismo financeiro ou monopolista:

↑ ↓ ↓ ↓ ↓ Livre concorrência;
Depressão de 1873: produção consumo ( salários) = preços.
Desemprego tecnológico;
↑ Concentração de empresas (conglomerados):
Truste: absorção de pequenos concorrentes por grandes
“Inchaço” das cidades europeias;
↑ Progresso técnico-científico;
empresas que monopolizam a produção

↑ Divisão do mundo entre as potências capitalistas centrais e


(fusão/incorporações);
Cartel: acordo entre as grandes empresas (que atuam no
economias dependentes periféricas;
↑ ↑
Tecnologia aplicada à produção agrícola = êxodo rural;
mesmo ramo) que procuram suprimir a livre
concorrência, organizando-se para determinar os preços
Expansão imperialista;

M A PSegunda
E História
ARevolução
R Industrial
O ENEM
e a divisão dos mercados;
Busca de novos mercados consumidores;
Holding: empresa que assume o controle de inúmeras
Neocolonialismo (África e Ásia);
outras a partir da compra da maior parte de suas ações.
Primeira Guerra Mundial.
Introdução: Fatores:
Choque de imperialismos:
Definição: Disputa por matérias primas, por mercados
Conflito de grandes proporções, também conhecido como consumidores, pela partilha colonial da África e da Ásia.
a Grande Guerra, decorrente de disputas imperialistas e ↑ Nacionalismo;
nacionalistas. ↑ Rivalidade: Alemanha x Inglaterra:
Antecedentes: ↑ Industrialização da Alemanha;
↑ Ciências e tecnologia; Alemanha conquista mercados consumidores da
↑ Artes;“Paz Armada”: Inglaterra;
Período no qual as potências ainda não haviam Projeto de construção da ferrovia Berlim-Bagdá.
começado as hostilidades, mas estavam preparando- Alemanha x França:
se para desencadeá-las; Derrota da França na Guerra Franco-Prussiana (1871);
Política de tratados e alianças entre as potências França perde os territórios da Alsácia-Lorena;
europeias caracterizada pela corrida armamentista Revanchismo francês;Disputa pelo Marrocos.
que antecedeu a Primeira Guerra Mundial. Expansionismo russo:
Choque com a Alemanha, com o Império Turco e com o
Política de Alianças: Império Austro-Húngaro;
Tríplice Aliança: Pan-eslavismo russo.
Alemanha; Império Austro-Húngaro; Itália (muda para a Nacionalismo sérvio:
Tríplice Entente em 1915). A Sérvia pretendia unificar em um país (“Grande
Tríplice Entente: Sérvia”), sob sua direção, os povos eslavos do sudeste
França; Inglaterra; Rússia. europeu (apoio da Rússia);Oposição dos Impérios Turco
Causa imediata da guerra: Assassinato do futuro imperador e Austro-Húngaro: a “Grande Sérvia” só seria possível
austríaco, Francisco Ferdinando, na Bósnia, em 28/06/1914. com o desmembramento parcial desses impérios;

M A PPrimeira
E AGuerra
R Mundial
História O ENEM
A Bósnia é anexada pelo Império Austro-Húngaro, em
1908, contrariando os interesses da Sérvia.
Consequências Tratado
de Versalhes: Consequências:
Plano dos 14 pontos (1918): Mudanças no mapa político europeu;
Proposta de paz dos EUA (presidente W. Wilson); ↑ EUA = potência econômica, política e militar;
“Diplomacia nova” (“paz sem vencedores”) = sem Fim da hegemonia britânica;
anexações territoriais ou indenizações. Criação da Liga das Nações (1919):
Tratado de Versalhes (1919): Objetivo = paz mundial.
Alemanha = “a grande culpada” (revanchismo francês); ↓ Estado liberal =
Alemanha = perde as colônias, perde as minas de carvão ↑ Estado intervencionista;
do Sarre, desmilitarização da fronteira com a França, fim ↑ Nazifascismo;
da marinha e da aeronáutica, redução do exército, ↑ Tecnologia bélica: tanques, aviões, granadas,
indenização de US$ 33 bilhões e devolução da Ausácia- metralhadoras, submarinos e gases tóxicos;
Lorena; ↓ 40% da indústria;
Consequências = humilhação e ressentimento alemães. ↓ 30% da agricultura;10.000.000 de mortos;20.000.000 de
mutilados.

M A PPrimeira
E AGuerra
R Mundial
História O ENEM
Introdução: Consequências:
Definição: Conferência de Berlim (1884-1885):
Processo de corrida e partilha colonial entre as potências Conferência realizada na capital alemã que definiu a
europeias na África e na Ásia.      partilha colonial da África entre as Potências europeias.
Contexto histórico: Idealizador = Bismarck (chanceler alemão);
Segunda metade do século XIX; Reunida sob o pretexto de legitimar a dominação belga (rei
Segunda Revolução Industrial. Leopoldo II) sobre o Congo;
Fatores: Estabeleceu que, para reivindicar um território, um país
Expansão industrial; europeu tinha de ocupá-lo.
Disputa por matérias primas industriais; Consequências:
Disputa por novos mercados consumidores; Divisão que não respeitou a história e as relações étnicas
Excedente de capitais na Europa; dos povos do continente;
Crescimento demográfico europeu; ↑ ↑
Exploração = pobreza na África;
Mão de obra militar; ↑ Exploração da África e da Ásia;
Darwinismo social: Expropriação das terras dos nativos;
Missão civilizadora (“Fardo do Homem Branco”). Construção de ferrovias p/ auxiliar na exploração;
↑ Disputas imperialistas;
Primeira Guerra Mundial (1914-1918).

MA P EAR O ENEM
História
Neocolonialismo - Imperialismo
Introdução: Fatores:
Definição: Superprodução agrícola:
Grave crise econômica que se inicia nos EUA, em 1929, e ↑ ↑ ↓
técnicas = produção = preços;
se expande pelo mundo capitalista na década de 1930. ↓
Economia europeia = exportações dos EUA;
Antecedentes: ↑ ↑
Produção > Consumo;
Década de 1920: Crack da Bolsa de Nova York: 24 de outubro de 1929 =

Racionalização da produção = produtividade; Quinta-feira negra;
Taylorismo / Fordismo; ↑
Década de 1920 = Compra das ações = valor irreal;
Concentração de empresas = trustes e cartéis; ↓
Falência das empresas = valor das ações.
↑ Comunicações e transportes; ↑ Dependência mundial em relação à economia norte-
↑ Comércio internacional; americana: EUA = maiores importadores e credores do
Prosperidade dos EUA: mundo.
↑ ↑ ↑
Ouro     Renda    Consumismo;
↑ ↓
Compra de ações   Desemprego. New Deal:
Consequências: Definição:

↑ Falências = bancos, comércio, indústrias; Plano de recuperação econômica idealizado e

↑ Desemprego = ↑ miséria; implementado no governo do presidente Franklin D.

↓ Importações e exportações; Roosevelt, em 1933.

↑ Nazifascismo: Conter o avanço das esquerdas


Características:
Intervenção do Estado na economia: O governo passa a
estimuladas por tensões econômicas e sociais.
Brasil = queima do café para ↑ preços.
supervisionar o sistema financeiro.
↑ ↓

M A PHistória
E A R O E N E M
Obras públicas para desemprego;
Financiamento para agricultores;
Salário mínimo + auxílio-desemprego;
↓Jornada de trabalho;
Crise de 1929 Keynesianismo.
Características
Introdução: Nazismo e Fascismo:
O nazismo, também chamado de Nacional-Socialismo, foi uma Exaltação do líder: ou seja, exaltação de Hitler feita
ideologia de extrema direita originada do fascismo. Esta ideologia principalmente através da propaganda;
esteve presente no Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Partido único (unipartidarismo / monopartidarismo):
Alemães, mais conhecido como Partido Nazista, que  permaneceu isto é, apenas um partido era legal, o Partido Nazista;
ativo até 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial.  Anticomunismo: a Revolução Russa havia acontecido
Contexto histórico: recentemente, e o comunismo era considerado uma
O nazismo surge na Alemanha no período entre a Primeira ameaça à ideologia nazista;
Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial, também Militarismo / belicismo;
denominado período entre guerras. Nesta época, a Alemanha Nacionalismo exacerbado (ufanismo): que também
encontrava-se em crise econômica devido às consequências da ocorria por meio da propaganda, principalmente;
Primeira Guerra Mundial. O Tratado de Versalhes, que pôs fim Superioridade racial:  Hitler acreditava na existência
ao conflito, considerou a Alemanha a maior culpada pela de uma raça superior - a raça ariana - e utilizava
guerra, e exigiu deste país o pagamento deindenizações  aos explicações pseudocientíficas para justificar esse
países vencedores. racismo, como o darwinismo social;
Além disso, em 1929, ocorreu uma crise financeira nos Estados Teoria do Espaço Vital (Lebensraum): segundo a qual
Unidos que ficou conhecida como Crise de 1929, cujos efeitos os alemães necessitavam de um grande território para
agravaram, ainda mais, a situação econômica alemã. A sobreviver;
Alemanha também se encontrava em crise no cenário político, Ódio aos judeus (antissemitismo): Hitler manipulou
devido às consequências do final da Primeira Guerra Mundial. as massas para que os judeus fossem os bodes
Em 1919, foi instaurada a República de Weimar, um governo expiatórios para todas as dificuldades que a
constituído por um parlamento federal, um presidente e um Alemanha passava.

MPeríodo
A PentreEGuerras:
A Nazifascismo
R O ENEM
chanceler (primeiro-ministro) escolhido pelo presidente.

História
Fascismo - Ascensão: Nazismo - Ascensão de Hitler:
1919 = Fundação do Partido FascistaLíder = Benito Mussolini
1929:
(Duce);
Crise de 1929:
Camisas negras = grupo paramilitar que perseguia os
↓ Economia alemã;
adversários políticos;
↓ Exportações;
Partido de extrema-direita.
↓ Produção;
1920 = Ataque às organizações de esquerda;
↑ Desemprego;
Apoio = burguesia + classe média + proprietários rurais.
↑ Inflação.
1922 = Marcha sobre Roma;
↑ Mussolini ao poder (nomeado primeiro ministro pelo rei
↑ Agitação popular = “ameaça comunista”;
Banqueiros e industriais apoiam os nazistas.
Vitor Emanuel III).
1933
↑ Vitória dos nazistas nas eleições para o
Parlamento;
Hitler nomeado chanceler com plenos poderes
pelo presidente Hindenburg;
Hitler = füher (líder);

MPeríodo
A PentreEGuerras:
A Nazifascismo
R O ENEM
↓ República de Weimar = ↑ III Reich (1933-

História 1945).
ONU: EUA e o Bloco Capitalista:
Criada 1945 (Conferência de S. Francisco) - Sede - New York. Doutrina Truman (1947):
Objetivos: Arbitrar conflitos; Manter a paz; Progresso Política externa dos EUA que usaria de diversos
econômico e social. meios p/conter a expansão e influência socialistas.
Estrutura: Assembleia Geral; Secretariado; Conselho de Macarthismo:
Segurança: 5 membros permanentes (EUA, Rússia, China, Perseguição à comunistas ou suspeitos de sê-lo,
Inglaterra e França). ocorrida nos EUA no início da década de 1950 (sen.
Agências especializadasFAO (Organização p/ Agricultura e Joseph McCarthy).
Alimentação); Plano Marshall (1947):
OIT (Organização Internacional do Trabalho); Plano de ajuda financeira dos EUA (13 bilhões de
OMS (Organização Mundial de Saúde); US$) p/ a Europa Ocidental.
FMI (Fundo Monetário Internacional); OTAN (1949):
UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Aliança militar do Bloco Capitalista.
Ciências e Cultura).

Características: URSS e o Bloco Socialista:


COMECON (1949):
Definição de G. Fria: Expressão utilizada p/ designar um Conselho de Assistência Econômica Mútua;
conflito político, ideológico, econômico e militar indireto Integração econômica do Bloco Socialista.
entre EUA e URSS que se inicia após a Segunda Guerra Pacto de Varsóvia (1955):
Mundial. Aliança militar do Bloco Socialista.
Características - Conflito ideológico:
Capitalismo (EUA)   X    Socialismo (URSS).
Ordem mundial bipolar: Era das Superpotências.

MAPEAR O Guerra
E FriaN E M
História
Corrida armamentista;
“Corrida espacial”;
Permanente estado de tensão;
Coexistência pacífica (1953-1962).
Divisão da Alemanha: Muro de Berlim:
Ao término da Segunda Guerra Mundial, Berlim é dividida
Conferência de Potsdam (1945):
em duas: Berlim Ocidental (capitalista); Berlim Oriental
Divisão da Alemanha em 4 zonas de ocupação (Estados
(socialista).
Unidos, Inglaterra, França e União Soviética);
Apesar de estar na zona de ocupação soviética, Berlim não
As zonas americana,francesa e inglesa se fundem e passam
poderia ser ocupada por nenhuma das potências vitoriosas;
a ser administradas pelos alemães (1946).
Berlim Ocidental (capitalista) fica ilhada na Alemanha
República Federal Alemã (RFA):
Oriental (socialista);
Alemanha Ocidental (1949);
Capitalista;
↑ Tensões entre URSS e EUA;
URSS aumenta a pressão p/ outras potências abandonarem
Apoio financeiro dos EUA (Plano Marshall);
o setor ocidental de Berlim;
Recuperação de grandes empresas alemãs.
Em 1948, a URSS impede o abastecimento do setor
República Democrática Alemã (RDA):
ocidental da cidade (controle do tráfego de trens);
Alemanha Oriental (1949);
Criação de uma ponte aérea entre Berlim e a Alemanha
Socialista (controle soviético);
Ocidental = 1ª crise diplomática;
Nacionalização das indústrias;
Construção do Muro de Berlim, em 1961, para controlar a
Reforma agrária.
evasão de mão de obra especializada para a RFA e estancar
A Queda do Muro de Berlim: o fluxo de refugiados do Leste europeu que buscavam asilo
em Berlim Ocidental.
Década de 1980:
Reformas de Gorbachev na URSS (Glasnost e Perestroika).
Desmantelamento dos regimes comunistas na Polônia, Hungria e Tchecoslováquia;
1989:
Manifestações por eleições livres e liberdade na Alemanha Oriental.

MAPEAR O E NGuerraE FriaM


História
9 de novembro = queda do muro.
O Colapso da URSS e o
Fim da Guerra Fria
Fatores:
↑ Investimentos na indústria bélica (Guerra Fria);
Colapso no abastecimento de bens de consumo;
↓ Crescimento econômico;
↑ Burocracia e ineficiência administrativa (morosidade);
Impossibilidade de manter o controle das informações
pelo Estado na “era multimídia”;
Governo Gorbachev (1985-1990):
Glasnost (transparência) = reforma política;
Perestroika (reestruturação) = conjunto de reformas na
economia p/ a implantação do capitalismo;
Política externa:
Esforço p/ desarmamento;
Ampliação do diálogo com os EUA;

MAPEAR O E NGuerraE FriaM


História
Retirada das tropas do Afeganistão.
Conjuntura Internacional: Política de Alianças:
Década de 1930:
Potência do eixo: Alemanha; Itália; Japão.
Crise econômica = consequência da Crise de 1929;
Potências aliadas: Inglaterra (1939); EUA (1941); URSS (1941).
Totalitarismos;
URSS = isolamento;
EUA = neutralidade;
Fases da Guerra:
Política de Apaziguamento (Conferência de Munique – 1938): Em aliança com os italianos, a Alemanha invade o norte
Inglaterra, França, Alemanha e Itália. da África (Afrikakorps);
Rearmamento e expansionismo = Itália e Alemanha; Forças do Eixo derrotam a Iugoslávia e a Grécia;
Pacto de Não Agressão Germano-Soviético (Ribbentrop- Alemanha rompe o pacto de não-agressão e invade a
Molotov 23/08/1939). URSS (Operação Barbarossa).
Entrada dos EUA na guerra após o ataque japonês a
Fatores: Pearl Harbor, Havaí (07/12/1941);
Crise de 1929 e suas consequências; Expansionismo japonês no Pacífico:
“Revanchismo” dos vencedores da Primeira Guerra Mundial Locais dominados pelas forças japonesas: Malásia,
com o Tratado de Versalhes (humilhação da Alemanha); Cingapura, Hong Kong, , Índias Holandesas
Totalitarismo, militarismo e expansionismo nazifascistas; (Indonésia), Birmânia e Malásia.
Fracasso da Liga das Nações; Derrota alemã na Batalha de Stalingrado (alemães
Expansionismo: começam a ser empurrados de volta para a Alemanha);
Alemanha: Exército Vermelho liberta a Polônia;
1936 = Renânia (fronteira com a França); Vitória dos Países Aliados;
1938 = Áustria (Anschluss), Sudetos e Tchecoslováquia.
Itália:

MAPEAR O Guerra
EN
História EM
1935 = Etiópia;
1939 = Albânia.
Japão:
1931 = invasão da China (Manchuria). Segunda Mundial
Conferências:
Conferência do Cairo (nov/1943):
Churchill (ING) + Roosevelt (EUA) + Chang Kai-Chek (CHI);
Objetivo: discutir a divisão do mapa da Ásia após a derrota do Japão.      
Conferência de Teerã (dez/1943):
Churchill (ING) + Roosevelt (EUA) + Stalin (URSS);
Objetivo: nova frente de batalha (“Dia D”Normandia - França) e Países Bálticos = zona de influência soviética.      
Conferência de Ialta (fev/1945):
Churchill (ING) + Roosevelt (EUA) + Stalin (URSS);
Objetivo: pós-guerra = Alemanha desmembrada; Coreia dividida (Sul = EUA e Norte =URSS);
Tito reconhecido como líder da Iugoslávia.      
Conferência de Potsdam (ago/1945):
Attle (ING) + Truman (EUA) + Stalin (URSS);
Decisões: Fim do nazismo; Tribunal de Nuremberg;
Divisão da Alemanha em 4 zonas de influência (FRA, ING, EUA e URSS).

Consequências:
Fim da hegemonia política e econômica da Europa;
Ascensão dos EUA e URSS como superpotências mundiais;
Guerra Fria;
Criação da ONU;
Descolonização afro-asiática;

MAPEAR O Guerra
EN
História EM
Holocausto = morte de 6 milhões de judeus.

Segunda Mundial
Introdução:
Política de Estado típica das décadas de 1930, 1940, 1950 e 1960
na América Latina.
Objetivo:
Atender os anseios mais imediatos das camadas populares
sem alterar a estrutura de poder dominante.
Origens:
Crise do Estado oligárquico;
↑ ↑
Industrialização;Urbanização; Burguesia; Classe média;
Organização do proletariado.
Características:

MAPEAR OPopulismo
EN
História EM
Manipulação das massas (demagogia);
↑ Propaganda de governo;
Líder carismático;
Culto à personalidade do líder;
na América Latina
Paternalismo;
Trabalhismo;
Sindicatos controlados pelo Estado;
Nacionalismo.
Introdução: Política do Big Stick:
Definição: Definição:
Política de domínio territorial, cultural e econômico dos Política intervencionista dos EUA na América Latina
EUA sobre as nações latino-americanas. implementada durante o governo do presidente Theodore
Antecedentes: Roosevelt (1901-1909).
Doutrina Monroe (1823): Lema: “Fale com suavidade, e carregue um grande
Os EUA se opõem a qualquer intervenção político/militar porrete, assim irás longe”.
da Europa na América; Características:
Lema: “A América para os americanos”; Cuba: Emenda Platt (1901): emenda aprovada pelo
Contexto histórico: senado norte-americano e incorporada a Constituição
Independência das nações latino-americanas; cubana que permitia a intervenção militar, política e
Ameaça de recolonização por parte da Santa Aliança. econômica dos EUA em Cuba.
Fatores: Colômbia: Independência do Panamá (1903) e
Desenvolvimento industrial norte-americano: construção do Canal do Panamá pelos EUA entre 1904
Pós-Guerra de Secessão (1861-1865) com a vitória dos e 1914.
estados do Norte. República Dominicana; Nicarágua; México; Haiti.
Desenvolvimento do capitalismo monopolista e financeiro:
↑ Concentração de empresas (trustes, cartéis e holdings).
Aumento significativo da produção industrial:Busca de
novos mercados consumidores.

História
M A P E A R O ELatinaN E M Imperialismo dos EUA na América
Política da Boa Vizinhança: Aliança para o Progresso:
Definição Definição:
Política externa norte-americana para a América Latina Política externa dos EUA para a América Latina
implementada durante o governo do presidente Franklin implementada durante o governo do presidente John
Delano Roosevelt (1933-1945). F. Kennedy (1960-1963).
Objetivos: Objetivo:
Impedir a influência europeia (nazifascismo) na região; Evitar o surgimento de focos revolucionários de
Formar mercados externos para produtos e investimentos esquerda na América Latina que seguissem o exemplo
(contexto de recuperação da Crise de 29); da Revolução Cubana no contexto da Guerra
Garantir suprimento de matérias-primas durante a Fria.
Segunda Guerra Mundial. Características:
Características: Apoio econômico aos programas de combate à
Fim do intervencionismo; desigualdade social na América Latina;
Colaboração econômica e militar. Busca de novas áreas para investimentos e mercados
para as empresas norte-americanas.

História
MAPEAR
Latina
O E N E M Imperialismo dos EUA na América
As Origens do Ameríndio Organização Social e
Economia:
Hierarquia: tribo, aldeia, taba e confederação;
Líder da tribo: cacique (morubixaba)>
Sistema político: cacicado com grupos de dependência
formados por alianças matrimoniais.
Espaço: a aldeia é formada por um conjunto de habitações
(ocas) dispostas em círculo sem hierarquização social e
uma praça cerimonial no centro (ocara), local das das
manifestações culturais e religiosas dos nativos.
Sociedade igualitária> Todos têm acesso à terra e aos
recursos que ela oferece.
Divisão sexual do trabalho> Tarefas femininas: cuidar da
Hipóteses:
roça, preparar os alimentos, fiar, tecer, colher frutos e
Excluída a hipótese de ser o índio originário da própria
raízes, fazer cestos e cerâmica, cuidar das crianças >
América (autoctonismo), ele teria vindo da:
Tarefas masculinas: pesca, caça, limpeza do terreno para o
Ásia: atravessando o Estreito de Bering, que separa a
plantio, fabricação das armas (arco e flecha, por exemplo)
América do continente asiático, e ocupando o continente
e construção das ocas.
americano no sentido norte-sul (cerca de 50 mil anos).
Malásia-Polinésia: partindo da região malaio-polinésia, os
povos da Oceania ocuparam (há cerca de 10 mil anos), aos

História
MAPEAR O ENEM
poucos, as numerosas ilhas existentes no Pacífico Sul, graças a
sua técnica e habilidade de navegação, tendo alcançado a costa
andina da América do Sul.
Austrália: a partir desta região (entre 10 mil e 4 mil anos),
Povos Indígenas do Brasil
teriam penetrado no continente americano, praticamente pelo
mesmo caminho da corrente malaio-polinésia, alcançando
especialmente a região da Terra do Fogo (sul da Argentina).
Organização Social e
Economia:
Seminomadismo (ou semissedentarismo)
Poligamia
Economia: Propriedade coletiva;

Economia baseada na caça, na pesca, na coleta vegetal e na


prática de uma agricultura rudimentar

Economia baseada na caça, na pesca, na coleta vegetal e na


prática de uma agricultura rudimentar (cultivo da mandioca,
do milho, da batata, do feijão e do pimentão).

História
MAPEAR O ENEM
Agricultura de coivara: técnica tradicional utilizada pelos tupis
que consiste na derrubada da mata nativa seguida pela queima
de vegetação e pela plantação intercalada de culturas.
Povos Indígenas do Brasil
Desinteresse de Portugal
pelo Brasil:
Fatores:
Maiores possibilidades de lucro com o comércio de
especiarias no Oriente;
Portugal não encontra metais preciosos (no início).
Expedições:

História
MAPEAR O ENEM
Exploradoras;
Reconhecimento do litoral;
Elaboração de mapa;
Exploração do pau-brasil;
Período Pré-Colonial
Exemplos: expedições de Gaspar Lemos (1501) e Gonçalo
Coelho (1503).
Guarda-costas:
Proteção do litoral da Colônia contra invasores;
Exemplo: expedição do almirante Cristovão Jacques. Pau-Brasil:
Características:
Utilidade: madeira tintorial;
Localização: do Rio Grande do Norte ao Rio de Janeiro
(litoral);
Atividade predatória e itinerante;
Feitorias: instalações provisórias em diversos pontos da costa
para armazenar pau-brasil;
Mão de obra indígena;
Escambo: troca de pau-brasil por objetos de pouco valor entre
índios e portugueses;
Estanco: monopólio comercial da Coroa
Fatores de Colonização: Capitania Hereditárias:
Fatores:
Expedição colonizadora de Martim Afonso de Sousa (1531).
Garantir a posse da terra contra a ameaça de
Fatores:
invasores;
Queda nos lucros com o comércio de especiarias no Oriente;
↑ Concorrência;
Falta de recursos da Coroa;Experiência de sucesso
nas Ilhas Atlânticas.
Longas distâncias;
↑ Custos para a manutenção dos territórios conquistados.
Características:
Descentralização administrativa;
Ameaça de invasores (franceses e ingleses);
Recursos particulares;
Não aceitação do Tratado de Tordesilhas (1494).
15 Capitanias hereditárias e inalienáveis;
Expansão da fé cristã:
Sesmarias: grandes porções de terra que
Catequização dos índios pelos jesuítas.
permaneceriam em poder do sesmeiro e seus
Governo Geral e Câmaras descendentes desde que eles a cultivassem;
Municipais: Donatário: recebedor e senhor de uma capitania
Objetivo: centralização político-administrativa; com poder administrativo, militar e judiciário;
Hierarquia; Carta de Doação: documento de posse da terra
Rei. (direito de uso da terra concedido pelo rei);
Governador geral: nomeado pelo rei; Foral: documento com direitos e deveres do
Ouvidor mor: justiça; donatário.
Provedor mor: finanças; Fracasso - Fatores:
Capitão mor: defesa. Ausência de centralização político-administrativa;
Câmaras municipais: Falta de recursos dos donatários;
Poder político local Distância da Metrópole;
Hostilidade indígena;

História
M A P EInícioAda Colonização
R O ENEM
Domínio dos “homens bons” (latifundiários)
Grande extensão territorial.
Características: Sociedade Colonial
Açucareira e Escravidão:
Séculos XVI e XVII; Características:
Locais: litoral do Nordeste e do Sudeste; Fazenda;
Experiência portuguesa nas Ilhas Atlânticas; Lavoura;
Brasil: solo (de massapé) e clima (tropical) favoráveis; Casa Grande;
Associação com capitais holandeses: Senzala;
Financiamento; Capela;
Refinação; Engenho (unidade produtora):
Transporte; Tipos: d’água ou trapiche (tração animal);
Comercialização na Europa. Estrutura: casa da moenda + casa da fornalha + casa

Açúcar: artigo raro e muito procurado na Europa = valor; de purgar.
Pacto Colonial; Sociedade colonial açucareira:
Plantation: Monocultura; Latifúndio; Escravidão: Indígena; Sociedade aristocrática (concentração fundiária);
Negra; Sociedade escravista;
↑ Lucros com o tráfico negreiro. Sociedade rural;
Sociedade patriarcal;
Sociedade estratificada (mobilidade social restrita).
Crise do Açúcar:

MA P Açucareira
EAR O ENEM
Fatores:

História
Economia

Crise econômica europeia = consumo de açúcar;
Concorrência com o açúcar antilhano (produzido pelos
holandeses).
Pecuária e Lavoura de
Subsistência: Drogas do Sertão:
Lavoura de Subsistência: Definição:
Pequenas e médias propriedades; Produtos extraídos da Região Amazônica nos séculos
Funções: fornecimento de alimentos para população da XVI, XVII e XVIII como frutas, sementes, raízes e outras
fazenda e centros urbanos; plantas que tinham finalidades medicinais e culinárias.
Mão de obra livre; Características
Produtos: mandioca, milho, feijão, batata, cará e Origens: crise do comércio de especiarias do Oriente.
inhame. Objetivo: as drogas do sertão deveriam substituir no
Pecuária: mercado europeu as drogas e especiarias das Índias.
Tipos: bovinos, muares, equinos, caprinos e suínos; Drogas do sertão: cacau, gengibre, óleo de copaíba,
Funções: alimentação, couro, força motriz e transporte; baunilha, castanha do Pará, guaraná, urucum e gergelim.
Sertão do Nordeste, vale do rio São Francisco e sul de Extração organizada pelos jesuítas.
Minas Gerais: Utilização da mão de obra indígena devido ao seu
Mão de obra livre e assalariada; conhecimento sobre as drogas do sertão.
Pecuária extensiva. Consequências:
Rio Grande do Sul: Expansão territorial com a ocupação da Região
Mão de obra escrava negra; Norte (incorporação da região amazônica).
Mão de obra escrava. Construção de fortes (exemplo: Belém) contra a
Expansão para o interior. presença de ingleses, holandeses e espanhóis.

MPecuária
APHistória E doASertão
e Drogas R O ENEM
Fatores e Consequências: Restauração Portuguesa -
Fatores e Consequências:
Definição: Definição:
União das coroas de Portugal e Espanha entre os anos de Restauração da autonomia portuguesa em 1640.
1580 e 1640. Fatores:
Fatores: ↑ Impostos;
Crise sucessória do trono português após a morte do rei ↑ Nacionalismo português;
D. Sebastião (1578): Crise do Império Espanhol;
Batalha de Alcácer-Quibir. Apoio da Inglaterra.
↑ Felipe II, rei da Espanha, ao trono português. Consequências:
Consequências: Tratado de Panos e Vinhos (Methuen) com a Inglaterra
Desmantelamento do Império Luso no Oriente: em 1703;
- Perda das principais colônias lusas no Oriente. “Arrocho colonial” = a perda das principais colônias
Perda dos entrepostos comerciais (feitorias) na África: lusas no Oriente transformou o Brasil na mais
- Interrupção do tráfico negreiro; importante fonte de renda para Portugal:

- Escravidão indígena no Brasil. ↑ Impostos sobre o Brasil;
Conflitos com França, Inglaterra e Holanda: Revoltas nativistas.
- Inimigos da Espanha = inimigos de Portugal.
Invasões no Brasil: ingleses, franceses e holandeses;
Supressão do Tratado de Tordesilhas:
- Expansão da ocupação do interior do Brasil.

História
M A P E A R O eEHolandesas
NEM União Ibérica: Invasões Francesas
Invasões Francesas: Contexto, Invasões Holandesas: Fatores
Fatores e Objetivos:
Contexto histórico: União Ibérica;
União Ibérica: união das coroas de Portugal e Espanha Guerra de Independência da Holanda contra a Espanha
entre os anos de 1580 e 1640.  (1568-1648);
Fatores: Interrupção das relações comerciais luso-holandesas;
Não aceitação do Tratado de Tordesilhas (1494) pelo Disputa pelo controle do centro produtor de açúcar
governo do rei francês que defendia a liberdade de (Nordeste do Brasil)
trânsito nos mares e o direito de navegação e comércio. 
Interesse francês nos lucros com o de pau-brasil. Insurreição Pernambucana:
Não reconhecimento dos monopólios da União Ibérica. 
Objetivos: Fatores:
Contrabando de pau-brasil e de “drogas do sertão”. Demissão de Nassau, acusado pela W.I.C. de ter uma
Fundação de colônias. administração personalista e dispendiosa;
Refúgio para calvinistas franceses (huguenotes) Cobrança das dívidas dos senhores de engenho pela
perseguidos pelos católicos na França; W.I.C.
Características: Consequências:
Ataques de corsários franceses: Expulsão dos holandeses;
Litoral das regiões Norte e Nordeste; Concorrência com o açúcar holandês produzido nas
Séculos XVI e XVII; Antilhas;
As invasões francesas levaram o governo português (à Decadência da economia açucareira no Brasil
época, União Ibérica) a fundar fortificações que deram
origem a importantes cidades do Norte-Nordeste. 

História
M A P E A R O eEHolandesas
NEM
França equinocial:
Colônia fundada pelos franceses na região
correspondente ao atual estado do Maranhão (1612-1615). União Ibérica: Invasões Francesas
Fundação do Forte de São Luís, que deu origem a atual
capital do estado.
Fatores: Entradas e Bandeiras:
Definição: Entradas e bandeiras são expedições
Bandeirismo: Organização das expedições de apresamento
encarregadas de apresar índios, descobrir ouro e pedras
indígena e de prospecção mineral.  
preciosas, recapturar escravos e combater quilombos.

Pecuária: Ocupação de áreas de pastagens nordestinas para Entradas:


a criação de gado.   Expedições oficiais;
Não ultrapassavam o meridiano estabelecido pelo
Mineração: Ocupação de áreas próximas aos garimpos pelos Tratado de Tordesilhas.
atuais estados de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.   Bandeiras:
Expedições particulares;
Atividade missionária: Fundação de missões para a Ultrapassavam o meridiano estabelecido pelo Tratado de
catequização dos indígenas. Tordesilhas.
Ciclos do bandeirismo:
Forças militares portuguesas: Atuação das forças militares Ciclo da caça ao índio:
portuguesas para afastar a ameaça estrangeira.   1ª metade do século XVII;
Se desenvolve devido à dificuldade de obtenção de
Drogas do sertão: Ocupação de áreas na região amazônica mão de obra escrava africana durante a União
para a extração de frutas, sementes e raízes com finalidades Ibérica (domínio holandês das feitorias africanas).
medicinais e culinárias.   Ciclo do bandeirismo de contrato:
2ª metade do século XVII;
Tratados de limite: Redefinição das possessões portuguesas Combate aos índios hostis (“guerra justa”);
após o fim da União Ibérica. Combate aos quilombos;
Contratados pelo governo ou por particulares.
Ciclo do ouro e diamantes:

M A PExpansão
E ATerritorial
HistóriaR O ENEM
Século XVIII;
Procura por ouro e diamantes;
Ocupação da região Centro-Oeste.
Características e
Introdução: Consequências:
Século XVIII; Características:
Regiões de exploração: Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás;Ouro de Sociedade urbana;
aluvião (ouro de superfície): Sociedade escravista;
↓ Nível técnico (técnicas rudimentares); Possibilidade de mobilidade social:
Rápido esgotamento das jazidas. - Baixo investimento inicial dos garimpeiros;
Formas de exploração: A riqueza móvel (ouro) suplantava a importância da
Lavra: pequena empresa mineradora com mão de obra escrava; riqueza imóvel (terra).
Faiscação: garimpo individual. Consequências:
Legislação: Aumento da imigração portuguesa para o Brasil
Carta Régia (1603): livre exploração mediante pagamento do (“corrida do ouro para as Minas”);
quinto; Crescimento demográfico;
Regimento do Ouro (1702): regulamentava e disciplinava a Crescimento do mercado interno;
distribuição e exploração das terras auríferas. Aumento do comércio interno de escravos (do
Instituições: Nordeste p/ o Centro-Sul);
Casas de fundição: órgãos que transformavam o ouro em barras Mudança da capital da Colônia de Salvador p/ o Rio
timbradas afim de extrair o quinto e evitar contrabando; de Janeiro (1763);
Intendência das Minas: órgão responsável pela fiscalização. Mudança do eixo econômico da Colônia: do
Tributação: Nordeste p/ o Centro-Sul;
Quinto: 20% do ouro extraído deveriam ser remetidos à Relativa urbanização das pequenas vilas;
Metrópole; Movimento cultural: Barroco (escultura, arquitetura
Capitação: 17g de ouro por escravo em atividade ao ano; e música);
Finta: 100 arrobas (1500 kg) anuais p/ toda a região das minas. Interiorização da Colônia: penetração e povoamento

MAPEAR O E NMineradora
EM
História
Derrama: cobrança arbitrária do quinto atrasado (ou déficit em do interior.
relação à finta) que deveria ser pago por toda a população,
inclusive c/ bens pessoais.
Economia
Revolta de Beckman: Guerra dos Mascates:
Características gerais: (1710-1712)
Caráter local; Local = Pernambuco;
Séculos XVII e XVIII; Fator = rivalidade entre Olinda (senhores de engenho) e
Contra os abusos do fiscalismo português; Recife (comerciantes portugueses = “mascates”) devido
Não pretendiam rompimento político c/ a Metrópole. à elevação de Recife à condição de vila, não se
Revolta de Beckman (1684): submetendo mais a autoridade da Câmara de Olinda;
Local = Maranhão; Consequências: Intervenção da Metrópole;
Fatores: Insatisfação dos senhores de engenho c/ o Vitória dos comerciantes portugueses;
monopólio do comércio de escravos negros pela Cia. Geral Líderes presos;
de Comércio do Maranhão; Recife = elevada à capital de Pernambuco.
Insatisfação c/ a Cia. de Jesus (contrária à escravidão
indígena). Guerra dos Mascates:
Líder = Manuel Beckman (senhor de engenho);
Vitória das autoridades portuguesas. (1720)
Local = Villa Rica (MG);
Guerra dos Emboabas: Fator = abusos do fiscalismo português: Contra a
criação das Casas de Fundição;
Guerra dos Emboabas (1708-1709): Contra a cobrança do quinto.
Local = Minas Gerais; Consequências:Vitória das autoridades portuguesas;
Fator = disputa pelas recém-descobertas áreas O líder do movimento, o minerador português Felipe
mineradoras entre bandeirantes paulistas dos Santos, foi enforcado em praça pública e
(vicentinos) e forasteiros (“emboabas”); esquartejado.

M A P E Revoltas
A RNativistas
O ENEM
Vitória das autoridades metropolitanas.

História
Inconfidência Mineira: Conjuração Baiana
(Conjuração dos Alfaiates):
Características gerais: Conjuração Baiana ou dos Alfaiates (1798):
Crise do Antigo Regime; Fatores:
↑ Capitalismo industrial; Influências: Iluminismo + Revolução Francesa (Fase Popular);
Iluminismo; ↑ Miséria em Salvador (crise da economia açucareira).
Independência dos EUA; Características:
↑ ↓
Liberalismo econômico = mercantilismo; Popular;
↑ Burguesia (Revolução Francesa); Republicano;
↑ ↓
Estado liberal burguês = monarquias absolutistas na Abolicionista;
Inglaterra e na França; Influência da Maçonaria;
Crise do Sistema Colonial. Líderes: Cipriano Barata, Padre Agostinho Gomes, Luis Gonzaga
Das Virgens (soldado) e João de Deus (alfaiate).
Inconfidência ou Conjuração Mineira (1789):
Fatores:
Revolução Pernambucana:
Influências: Iluminismo e Independência dos EUA; Fatores:
↑ Fiscalismo português (derrama). Crise econômica regional;
Características: Absolutismo monárquico português;
Elitista; Influência do Iluminismo;
Republicano; Novos impostos (p/ sustentar a Corte Portuguesa no Brasil).
Manutenção da escravidão; Características:
Líderes: Elitista (aristocracia açucareira);Republicano;
José Joaquim da Maia (estudante), Cláudio Manuel da Influência da Maçonaria;
Costa (poeta), Alvarenga Peixoto (poeta), Tomás Antônio Manutenção da escravidão;

M A P E A RMovimentos
O Emancipatórios
HistóriaENEM
Gonzaga (poeta), Carlos de Toledo (médico) e Líderes: José Luis Mendonça, Padre João
Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes). Ribeiro, Domingos José Martins e Frei
Caneca.
Transferência da Corte para o
Brasil e Administração D. João VI
Fatores: Administração de D. João VI:
Bloqueio Continental (1806);
Tratado de Fontainebleau (1807): Características:
Acordo entre França (Napoleão) e Espanha Abertura dos Portos às Nações Amigas (1808);
(Fernando VII). Fim do Pacto Colonial;
Invasão das tropas napoleônicas (1807):  As tropas de Tratados de 1810: Tratado de Comércio e Navegação: Tarifa
Napoleão ocupam Portugal e Espanha. alfandegária preferencial p/ a Inglaterra (15%);
Apoio da Inglaterra na transferência da Família Real Extraterritorialidade judicial p/ ingleses no Brasil.
Portuguesa p/ o Brasil: A marinha inglesa faz a escolta da Tratado de Aliança e Amizade: Redução gradual do tráfico
frota portuguesa na viagem p/ o Brasil. negreiro;
Liberdade religiosa p/ ingleses no Brasil.
Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815);
Banco do Brasil + Academia de Belas Artes + Imprensa Régia
+ Jardim Botânico + Teatro Real + Biblioteca Real + Escolas
de Medicina (BA + RJ);
Missão Artística Francesa (1816) – Ex.: Jean Baptiste
Debret;

MA Família
AP Real E
História A Rno BrasilO ENEM
Anexação da Cisplatina (Uruguai) em 1821.

Portuguesa
Independência do Brasil:
Fatores:
Processo de independência:
Transferência da Corte p/ o Brasil;
1821 = retorno da Família Real p/ Portugal;
Abertura dos Portos (fim do Pacto Colonial);
9 de janeiro de 1822 = Dia do Fico:
Revolução Liberal Do Porto (1820):
Depois de receber um abaixo-assinado c/ cerca de
Ameaça de Recolonização do Brasil (Cortes);
↑ Insatisfação da aristocracia rural brasileira.
8000 assinaturas, D. Pedro rompeu c/ as Cortes.
4 de maio de 1822 = decreto do “Cumpra-se”:
Influência das ideias iluministas;
A execução das decisões das Cortes estava sujeita a
Influência da Independência dos EUA;
aprovação de D. Pedro.
Influência da maçonaria;
13 de maio de 1822 = D. Pedro aceita o título de defensor
Antilusitanismo;
perpétuo do Brasil concedido pela maçonaria;
Crise do Antigo Regime.
3 de junho = convocação da Assembleia Constituinte
Brasileira;
7 de setembro de 1822 = Proclamação da Independência.

M AIndependência
P E Ado Brasil
História R O ENEM
Formação: Aspectos Ecocômicos:
Expansão: Alguns fenômenos importantes contribuíram para
A frase utilizada no Grande Selo dos Estados Unidos sintetiza o êxito dos Estados Unidos como superpotência mundial ao
uma das principais características na formação do país: a longo dos séculos XX e XXI:
pluralidade de origens que contribuíram para compor a Destino Manifesto;
população atual. Marcha para o Oeste;
Colônias de povoamento: Segunda Revolução Industrial.
Questões religiosas; Informações atuais:
Exílio; População: cerca de 320 milhões de habitantes (2015);
Colônias. Fluxos migratórios;
O Destino Manifesto e a expansão: Concentrações: Costa Leste, região do Pacífico;
Visão ideológica para a ocupação costa-a-costa: PIB:aproximadamente US$ 16 trilhões (2013);
Novo Mundo; IDH: 5º mais elevado do mundo (0,914 em 2013, segundo
Novos valores; o Relatório de Desenvolvimento Humano 2014 do
1775-1783: processo de independência (as Treze Colônias).  PNUD). 
Expansionismo e formação: Principais características:
Doutrina Monroe; Agropecuária;
Expansão do território: por guerras, compras ou Elevado nível de produtividade;
anexação; Policultura;
Marcha para o Oeste; Belts: cinturões agropecuários;
Segunda Revolução Industrial. Gado bovino: 55 milhões de cabeças de gado. 
Setor industrial:
Grandes Lagos/Nordeste: siderurgia; mercado

MAPEAR
Geografia O ENEM
consumidor; disponibilidade de minérios.

Estados Unidos da América (EUA)


O Papel dos EUA no
Capitalismo:
Heranças da Revolução Industrial:
Alguns fatores associados ao desenvolvimento da indústria nos Estados Unidos foram decisivos para modificar o
perfil econômico do país e do próprio capitalismo.
Capacidade industrial;
Taylorismo/fordismo;
Empreendedorismo/livre iniciativa. 
Outros fatores importantes:
Poderio industrial:
Manufaturas;
Complexo industrial-militar;
Tecnologia;
Sistema financeiro:
Dolarização;
Mídia, publicidade e propaganda:
Interferência em fatores culturais.

MAPEAR
Geografia
Estados Unidos da América (EUA) O ENEM
Política Interna: Crise do Primeiro
Reinado - Fatores:
Guerra da independência (1822-1823): Fatores:
Focos de resistência: BA, PI, MA, PA e Cisplatina; Crise econômica:
Vitória de D. Pedro I c/ apoio da Inglaterra (Lorde ↓ Exportações (açúcar, algodão e tabaco);
Cochrane). ↓ Arrecadação alfandegária;
Assembleia constituinte (1823): Déficit na balança comercial;
Domínio dos latifundiários; ↑ Dívida externa.
Anteprojeto: “Constituição da Mandioca”; Questão sucessória portuguesa:
Tentativa de limitar os poderes do Imperador; 1826 = † D. João VI;
“Noite da Agonia” (11/11/1823) = cerco e dissolução da Ameaça de Reunificação das duas Coroas (Portugal e
Assembleia Constituinte. Brasil);
Reconhecimento da D. Pedro  X  D. Miguel.
Independência: Guerra da Cisplatina (1825-1828):
EUA (1824) = Doutrina Monroe; Luta pela Independência da Província Cisplatina;
Portugal (1825) = Tratado Luso-Brasileiro (indenização de Brasil  X  Argentina;
2 milhões de libras esterlinas); Intervenção diplomática da Inglaterra =
Inglaterra (1826) = renovação dos Tratados de 1810 (15 Independência do Uruguai (1828).
Anos) + compromisso de extinção do tráfico negreiro (3 Autoritarismo do Imperador:
anos). Poder Moderador.
Abdicação de Dom Pedro I:
1830 = Assassinato do Jornalista Líbero Badaró em SP;
1831:“Noite das Garrafadas” (13/03) = conflitos de rua
no RJ entre brasileiros e portugueses;

MPrimeiro
AReiniado
HistóriaPEAR O ENEM
“Ministério dos brasileiros”;
“Ministério dos marqueses";
7 de Abril = abdicação de D. Pedro I.
Regência Trina Provisória: Revoltas Regenciais:
Senador Vergueiro + Carneiro de Campos + Francisco Lima e Silva: Sabinada (1835-1840):
Manutenção da Constituição de 1824;
Anistia aos presos políticos;
Lei Regencial = limitação dos poderes dos regentes;
Correntes políticas:
Restauradores: favoráveis ao retorno de D. Pedro I;
(comerciantes e militares portugueses);
Liberais moderados: favoráveis a um governo centralizado
com uma monarquia Constitucional (latifundiários de SP,
MG e RJ);
Liberais exaltados: republicanos favoráveis a uma maior
autonomia para as províncias (profissionais liberais).

Regência Trina Permanente:


Bráulio Muniz + Costa Carvalho + Francisco Lima e Silva:
Criação da Guarda nacional (1832);
Código do Processo Criminal (1832):
Ato Adicional de 1834 (“O Avanço Liberal”);
Criação das Assembleias Legislativas Provinciais;
Suspensão do Conselho de Estado;
Criação do Município Neutro do Rio de Janeiro;
Regência Una (“Experiência Republicana”).

História
MAPEAR O ENEM
Período Regencial
Revolta dos Malês (1835):
Revoltas Regenciais:
Balaiada (1838-1841):

Farroupilha (1835-1845):

História
MAPEAR O ENEM
Período Regencial
Política Interna: Crise do Escravismo:
Golpe da maioridade (1840): Antecipação da maioridade de Fatores:
D. Pedro II com o apoio do Partido Liberal. Pressão da Inglaterra;
Objetivos: Movimento abolicionista.
Conter agitações sociais e políticas; Características:
Evitar fragmentação territorial (com as Revoltas Bill Aberdeen (1845) = legislação inglesa proibindo o
Regenciais). comércio de escravos entre a África e a América;
Partidos políticos: Lei Eusébio de Queirós (1850) = proibição do tráfico
negreiro no Brasil.
Consequências:
Liberação de capitais para investimentos em outras
Representavam os interesses da elite agrária; áreas;
Sem diferenças ideológicas; Tráfico ilegal;
Objetivo comum: poder/prestígio. ↑ Tráfico interno de escravos;
Parlamentarismo “Às avessas” (1847): ↑ Preço do escravo;
Forma de governo em que o Imperador (Poder Imigração europeia para o Brasil.
Moderador) nomeava o Presidente do Conselho de
Ministros (Primeiro-Ministro);
“Eleições do cacete”:
Espancamentos; Assassinatos; Falsificação de votos

MAPEAR OSegundoEReinado
História NEM
e roubo de urnas.
Lei de Terras: Crise do Império:
Definição: Questão religiosa:
A partir da criação dessa lei, em 1850, a terra só poderia Igreja Católica = insatisfação com o regalismo (padroado e
ser adquirida por meio da compra, não sendo beneplácito);
permitidas novas concessões de sesmaria. Encíclica Quanta Cura (Syllabus) = proibição de católicos na
Objetivo: Maçonaria:
Dificultar a aquisição da terra por imigrantes pobres e Sem aprovação do imperador D. Pedro II devido à grande
escravos libertos. participação de maçons católicos que participavam da vida
Consequência: pública.
Reafirmação da estrutura fundiária concentradora Bispos de Olinda e Belém presos por desobedecerem o
(terras sob controle dos latifundiários); imperador;
Movimento Republicano: Igreja Católica  x  Império;
Questão militar - Vitória do Exército Brasileiro na Guerra
Movimento republicano (1870-1889):
do Paraguai;
Manifesto Republicano (1870);
Ausência do Exército na política;
Criação do jornal A República;
Abolicionismo;
Fundação do Partido Republicano Paulista (PRP), em 1873:
Republicanismo;
Evolucionistas: defendiam a instauração da república pela
Ideal de “salvação nacioanal”;
via pacífica (Quintino Bocaiúva);
Positivismo (Auguste Comte);
Revolucionários: defendiam uma revolução popular para
O governo imperial proíbe os militares de se manifestarem
derrubar o Império e proclamar a república (Silva Jardim).
pela imprensa.
Golpe do 15 de novembro de 1889: Exército (positivistas) +
Questão abolicionista: Lei do Ventre Livre (1871); Lei dos
PRP (cafeicultores do Oeste Paulista);
sexagenários (1885); Lei Áurea (1888) = libertação dos
escravos sem indenização para os ex proprietários;

MSegundo
A PReinado
HistóriaEAR O ENEM
Marginalização socioeconômica do negro liberto.
Expansão Cafeeira:
Fatores:
Aumento do mercado consumidor na Europa e nos EUA
com a Revolução Industrial;
Brasil: solo e clima favoráveis;
Disponibilidade de terras.
Características:
Vale do Paraíba:
1ª metade do século XIX;
Solo de massapé;
Mão de obra escrava negra.

MAPEAR O Cafeeira
HistóriaENEM
Oeste Paulista:
2ª metade do século XIX;
Terra roxa;
Trabalho livre dos imigrantes. Expansão
Imigração Européia
para o Brasil:
Fatores:
Sistema de parceria (1847):
Crise econômica europeia (crise de superprodução com
Fazenda Ibicaba (SP);
a 2ª Revolução Industrial);
Fazendeiro: senador Vergueiro;
Unificações da Itália e da Alemanha;Expansão cafeeira;
Trabalho livre dos imigrantes remunerados com parte
Crise do escravismo;
da produção;
Darwinismo social (“branqueamento” da população).
80 famílias oriundas da Alemanha e da Suíça;
Fracasso - fatores:
Maus-tratos;
↑ Dívidas dos imigrantes;
Revolta dos imigrantes.

MImigração
A PEuropéia
E AparaR
História o Brasil O ENEM
Constituição de 1891:
Governo Provisório de Governo republicano;
Marechal Deodoro: Sistema presidencialista;
Medidas modernizadoras: Federalismo;
Separação entre Igreja e Estado: 3 Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário;
Registro civil; Estado laico;
Casamento civil; Voto:
Liberdade de culto; Universal;
Secularização dos cemitérios; Direto;
↓ ↑
Províncias = Estados; Masculino (+ 21 anos);
Justiça Federal; Aberto;
Grande naturalização. Somente p/ alfabetizados.
Encilhamento :
Definição: Grave crise econômico-financeira gerada
pelas medidas adotadas pelo Ministro da Fazenda,
Rui Barbosa, nos anos de 1890 e 1891.
Fatores:
Emissão de papel-moeda sem lastro-ouro;
↑ Crédito p/ novos empreendimentos.
Consequências:
Desvalorização da moeda;
↑ Inflação;
Empresas fantasma;
Especulação na bolsa de valores.

M ARepública
P EdaAEspadaR
História O ENEM
Definição e Relações Política dos Governadores:
de Poder
Oligarquia - Definição : Definição:
Governo de poucas pessoas (pequeno grupo no poder); Pacto (acordo não escrito) entre o Governo Federal e as
Grupo fechado composto pelas classes dominantes oligarquias estaduais.
(cafeicultores de SP+MG e os latifundiários); Características:
Periodização: O Governo Federal concede autonomia às oligarquias
De Prudente de Morais (1894) até a Washington Luís; estaduais (não intervenção nos estados);
As oligarquias estaduais dão apoio total ao Governo
Federal na Câmara dos Deputados e no Senado.

Coronelismo:
Definição:
Atuação e predomínio dos chefes políticos locais
(geralmente latifundiários conhecidos como
Política do "Café com “coronéis”).

Definição:
Leite": Características:
Clientelismo: favores e proteção em troca de votos.
Alternância de paulistas e mineiros na presidência da
Relação de clientela entre o “coronel” e seu eleitorado
República.
(“curral eleitoral”);
Bases:
“Voto de cabresto”: voto dirigido. Os eleitores deveriam
Poder econômico de SP e MG (maiores produtores e
votar em candidatos indicados pelo “coronel”.
exportadores de café);
Consequências:
Poder eleitoral (maior número de representantes de SP e
Fraudes favorecidas pelo voto aberto;

M ARepública
P Edas Oligarquias
AR
História O ENEM
MG na Câmara dos Deputados e maior número de
Mandonismo local.
eleitores).
Funding Loan e
Saneamento Financeiro: O Ciclo da Borracha
Funding loan (1898): Fatores:
Renegociação da dívida externa com credores ingleses Expansão industrial
durante o governo do presidente Campos Sales (1898-
1902).
↑ Procura por matéria-prima para a indústria de
máquinas e automobilística;
Medidas: Características:
Moratória (suspensão do pagamento da dívida) de 13 Extração de látex;
anos; Localização: Floresta Amazônica (Região Norte);
Empréstimo de 10 milhões de libras esterlinas. Matéria-prima: látex
Saneamento financeiro (1898-1902):
Política deflacionista visando a valorização da moeda
implementada pelo Ministro da Fazenda do governo
Campos Sales, Joaquim Murtinho.
Objetivos:
↓ Inflação;
Equilíbrio orçamentário;
Valorização da moeda (réis). Consequências:
Medidas:
Aumento dos impostos;Congelamento dos salários;
↑ Migração do Nordeste para a Região Norte;
Modernização de Manaus e de Belém;
Restrição ao crédito com o aumento dos juros; Formação de uma elite de “coronéis da borracha” =
Corte de gastos públicos; concentração fundiária;
Incineração de papel-moeda. Formação de uma massa miserável de
Consequências:

M A P EEconomia
A naHistória
RRepública
Odas Oligarquias
ENEM
seringueiros, constituída principalmente por
Valorização da moeda; migrantes nordestinos deslocados pela seca.
Superávit do orçamento;
Recessão;
Aumento do desemprego.
Canudos: Contestado:
Líder:
Líder: José Maria (monge);
Antônio Conselheiro. Fatores:
Fatores: Expulsão dos camponeses da terra pelo governo federal;
↑ Miséria dos sertanejos; Construção da ferrovia SP-RS;
Exclusão social e opressão dos sertanejos pelo governo e Latifundiários + empresas estrangeiras + governo federal  x 
pelos latifundiários; camponeses;
Omissão das autoridades. Características:
Características: Período: 1912-1916;
Período: 1893-1897; Durante os governos de Hermes da Fonseca e Venceslau
Durante o governo Prudente de Morais; Brás;
Belo Monte: comunidade religiosa criada por Localização: Santa Catarina e Paraná;
Conselheiro, às margens do rio Vaza-barris, no arraial Messianismo;
de Canudos, sertão da Bahia; ↑ Repressão do governo federal;
Economia comunitária;
Os moradores dividiam-se para realizar tarefas da
coletividade como construção de casas e plantio de
roças;
Messianismo;
Oposição: Igreja + latifundiários (“coronéis”) + governo;
↑ Repressão do governo federal:
4 Expedições militares;

M A P E Movimentos
A R Sociais Ona República
E NdasEOligarquias
História M
25.000 mortos.
Cangaço: Revolta da Vacina:
Fatores:
Fatores: Reação à obrigatoriedade de vacinação contra a varíola;
↑ Miséria no sertão nordestino; Sem campanha de esclarecimento da população por parte
Opressão dos sertanejos pelos “coronéis”; do governo;
Características: Reurbanização (“bota abaixo”) do Rio de Janeiro:
Período: final do século XIX até 1940; Demolição de cortiços com o desalojamento das
Localização: sertão nordestino; pessoas pobres, obrigadas a viver nos morros e na
Banditismo social: bandos armados e nômades periferia.
atacando cidades e fazendas pelo sertão; Oposição ao governo: florianistas e imprensa;
“Reis do Cangaço”: ↑ Custo de vida;
Antônio Silvino; ↑ Desemprego.
Virgulino Ferreira da Silva (“Lampião”); Características:
Corisco; Período: 1904;
Localização: Rio de Janeiro, capital da República;
Governos do presidente Rodrigues Alves e do prefeito
Pereira Passos;
Saneamento do Rio de Janeiro: Oswaldo Cruz (médico
sanitarista);
Vacinação forçada da população pelas brigadas sanitárias.
Consequências:
Vitória do governo;
30 mortos, 110 feridos e 461 deportados para o Acre;

M ASociaisP naERepública
A Rdas Oligarquias
História O ENEM
Extinção da varíola no Rio de Janeiro.

Movimentos
Tenentismo: Revolução de 1930:
Fatores da crise:
Tenentismo: Movimento político-militar dos jovens Domínio da oligarquia cafeeira;
oficiais (tenentes e capitães) do Exército contra a Corrupção eleitoral (clientelismo e “voto de cabresto”);
República Oligárquica. Exclusão dos grupos urbanos (proletariado e classe média)
Características: da representação política. Governo Washington Luís (1926-
Ideal de salvação nacional; 1930);
Elitismo; Último presidente da República das Oligarquias;
Nacionalismo econômico. Lema: “Governar é abrir estradas”;
Objetivos: Suspensão do Estado de sítio;
Voto secreto; Perseguição aos comunistas;
Justiça Eleitoral; Economia: Caixa de estabilização: equilíbrio monetário
Centralização dos poderes do Estado. e cambial até a Crise de 1929.
Líderes: Revolução de 1930:
Luís Carlos Prestes; Fatores:
Joaquim Távora; Rompimento da Política do “Café com Leite”: Indicação de
Isidoro Dias Lopes; Júlio Prestes, governador de São Paulo, pelo presidente
Eduardo Gomes; Washington Luís, como candidato à presidência nas
Siqueira Campos; eleições de 1930;
Miguel Costa. Insatisfação de Minas Gerais.
Os 18 do Forte de Copacabana (RJ-1922): Formação da Aliança Liberal para concorrer como oposição
Primeiro movimento tenentista; ao candidato governista Júlio Prestes: Aliança: RS + PB +
Objetivo: derrubar a República das Oligarquias; MG;
Vitória das forças leais ao governo. Propostas:

MA CriseAdaP EA
História R O ENEM
Deputados federais eleitos por MG e PB são impedidos
de tomar posse (“degola”);

República das Oligarquias Aliança Liberal + Tenentes;24 de outubro de 1930 = ↑


Getúlio Vargas.
Governo Provisório - 2Governo Provisório -
Populismo e Trabalhismo: Constituição de 1934:
↓ Constituição de 1891; Fim do cargo de vice-presidente;
Fechamento do legislativo (em todos os níveis); ≥
Voto secreto (para alfabetizados e 18 anos);
↓ Governadores = ↑ Interventores Federais: Voto feminino;
interventores nomeados por Vargas com plenos Voto profissional = deputados classistas;
poderes (executivo + legislativo); Mandato presidencial = 4 anos;
Fim da autonomia dos Estados. Leis trabalhistas;
Centralização do poder; Justiça eleitoral + justiça do trabalho;
Populismo: Ensino primário obrigatório e público;
Líder carismático; Governo Constitucional -

Demagogia;
Propaganda;
Conjuntura Externa e Interna:
Governo Constitucional (1934-1937):
Nacionalismo;
Conjuntura externa;
Controle dos sindicatos pelo Estado (peleguismo);
Polarização ideológica;
Trabalhismo:
Esquerda (comunistas e socialistas) x direita (fascismo e
Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio;
nazismo);
Lei da Nacionalização do Trabalho;
Regulamentação do trabalho feminino e  noturno;
↑ ↓
Totalitarismo = democracia liberal.
Conjuntura interna;
Lei da Sindicalização:
Vargas = eleito presidente pelo Congresso;
Sindicatos controlados pelo Estado;
Polarização ideológica = esquerda x direita.
Peleguismo.
Carteira Profissional;
Jornada de Trabalho de 8 horas/dia;

M A P E AHistória
REra Vargas
O ENEM
Direito à Férias e Descanso Semanal Remunerado.
Governo Provisório - Estado Novo:
Populismo e Trabalhismo:
AIB – Ação Integralista Brasileira: Constituição de 1937: “a polaca”
Líder: Plínio Salgado; Inspiração fascista;
Apoio da Igreja e setores das Forças Armadas; Outorgada;
Orientação fascista; ↑ Nacionalista + centralista;
↑ Nacionalismo; ↑ Poder executivo;
↑ rituais/símbolos; Extinção dos partidos políticos;
Culto à personalidade do líder; ↑ Decretos-lei;
Objetivos: Censura + tortura + pena de morte;
Partido único; Nacionalização dos recursos minerais e fontes de energia.
Estado totalitário; DASP – Departamento Administrativo do Serviço Público
Governo ditatorial Funções:
Racionalizar e modernizar a adm. pública (concursos);
ANL – Aliança Nacional Libertadora: Supervisionar interventores;
Líder: Luis Carlos Prestes;Tenentes de esquerda, Burocracia (“cabide de empregos”).
socialistas, comunistas e estudantes; DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda 
Objetivos: Funções:
↓ Pagamento da dívida externa; Censura;
Nacionalização de empresas; Propaganda do governo;“Hora do Brasil” (atual “A voz
Reforma agrária; do Brasil”)
Governo popular;
Aliança com a URSS.

M A P E AHistória
REra Vargas
O ENEM
Política - A Influência Política - Constituição de
da Guerra Fria: 1946:
Governo Dutra (1946-1951): Restauração do regime representativo;
General e ex-Ministro da Guerra do governo Vargas Eleições para os poderes Executivo e Legislativo;
(de 1936 a 1945); Garantia a liberdade de imprensa e de opinião;
Eleito presidente pelo Partido Social Democrático Tribunal Federal de Recursos;
(PSD) com o apoio do Partido Trabalhista Brasileiro Fim dos deputados classistas;
(PTB); Mandato presidencial de 5 anos;
Forte influência da Guerra Fria; Restauração do cargo de vice-presidente;
Brasil alinhado com os EUA; Voto direto, universal, obrigatório, secreto e somente para
Tratado Interamericano de Assistência Recíproca alfabetizados
(TIAR);
Comissão Mista Brasil-EUA (Missão Abbink); Economia: Plano SALTE:
Rompimento de relações com o bloco socialista; Plano que tinha por objetivo coordenar e priorizar os gastos
Fechamento do Partido Comunista Brasileiro (PCB) públicos nas áreas de Saúde,Alimentação,Transporte e
em 1947; Energia. 
Cassação dos mandatos dos parlamentares do PCB; Pavimentação da rodovia RJ-SP (Via Dutra);
Restrição ao direito de greve; Abertura da rodovia RJ-BA;
Intervenção nos sindicatos; Instalação da Cia. Hidrelétrica do São Francisco (Usina
Hidrelétrica de Paulo Afonso-BA);

M Governo
A PDutraE A R
História O ENEM
Economia: Crise Política:
Nacionalismo econômico (política econômica Forte oposição ao governo Vargas    principal nome da
intervencionista); oposição:
Fundação do  BNDE (Banco Nacional de Desenvolvimento Carlos Lacerda, jornalista e político da União
Econômico) em 1952 visando: Democrática Nacional (UDN);
Reaparelhamento de portos e ferrovias; Oposição sistemática de setores partidários do
Aumento da capacidade de armazenamento e a liberalismo econômico;
ampliação do potencial elétrico; Atentado da Rua Toneleros contra Lacerda (Rio de Janeiro,
Campanha “O petróleo é nosso; 5  de agosto de 1954):
”Fundação da Petrobras (1953); Assassinato do major da Aeronáutica, Rubens Vaz;
Empresa de propriedade e controle totalmente Resultado das investigações apontaram Gregório
nacionais, com participação majoritária do Estado, Fortunato, chefe da guarda pessoal de Getúlio, como o
encarregada de explorar em caráter monopolista, mandante do atentado;
diretamente ou por subsidiárias. Vice-presidente Café Filho rompe com Getúlio Vargas;
Redução dos empréstimos dos EUA para o Brasil: Exército exige a renúncia de Vargas;
As medidas intervencionistas e populistas de Vargas, no 24 de agosto de 1954 = suicídio de Vargas;
contexto da Guerra Fria, levaram o presidente norte- Consequências:
americano, Dwight Eisenhower, a diminuir os Enfraquecimento da oposição conservadora;
empréstimos para o Brasil. Sobrevida ao populismo no Brasil;
Aumento da inflação:
Política de desvalorização cambial;

MAPEAR O
SegundoE NVargas
História EM
Aumento de 100% do salário mínimo:
Medida anunciada por Vargas em primeiro de maio de
1954;
Tentativa de aproximação com as massaso; Governo
Posição da ala conservadora do Exército (Manifesto dos
Coronéis) e do empresariado;
Antecedentes (Governo Plano de Metas:
Café Filho): Plano de metas (“50 anos de progresso em 5 anos de
Governo Café Filho (1954-1955);

Economia Inflação; governo”) - Plano nacional-desenvolvimentista
Déficit na balança comercial; implementado durante o governo de Juscelino Kubitschek
Instrução 113 da SUMOC (Superintendência da Moeda e do que reunia 31 metas distribuídas em 5 grupos: energia,
Crédito): transportes, alimentação, indústria de base e construção de
Permissão de importação de equipamentos industriais. Brasília.
Política:
Eleições presidenciais em 1955;
Vitória de Juscelino Kubitschek (PSD) para presidente e de
João Goulart (PTB) para vice-presidente;
Crise política:
Café Filho se afasta da presidência por problema de
saúde;
Assume como presidente da República, Carlos Luz
(UDN), presidente da Câmara e inimigo político de JK;
Para impedir a posse de JK e João Goulart (PSD-PTB),
Carlos Luz (UDN) tenta demitir o ministro da guerra,
general Teixeira Lott, favorável a posse de JK. O general
Lott não aceita, enfrenta o presidente Carloz Luz e dá o
chamado “golpe preventivo”;
Assume a presidência da República até a posse de JK,

M A História
PGoverno
EA R O E N E M
em 31 de janeiro de 1956, o vice-presidente do Senado,
Nereu Ramos.

JK
Consequências:
⇧ Desenvolvimento industrial
⇧ 80% Produção industrial
⇧ 100% Produção de aço
⇧ 380% Eletricidade e comunicações
⇧ 600% Transportes
⇧ PIB = 7% a.a.
Expansão do mercado interno
Manutenção das desigualdades socioeconômicas
⇧ Dependência da economia brasileira em relação ao capital
externo
⇧ Déficit orçamentário
⇧ Dívida externa
Rompimento com o Fundo Monetário Internacional (FMI)
⇧ Inflação

M A P E A R História
O E
Governo JK
N E M
Antecedentes: Sucessão Política Externa
de JK: Independente:
Jânio Quadros (PTN com apoio da UDN) X Política Externa Independente:
Marechal Teixeira Lott (PTB-PSD); Contexto histórico: Guerra Fria;
Jânio Quadros: campanha “Varre, varre, vassourinha”; Objetivo: ampliar o mercado externo para os produtos
Vitória de Jânio Quadros (PTN) para presidente e João brasileiros;
Goulart (PTB) para vice; O governo Jânio Quadros:

Economia: Governo Jânio reatou asrelações diplomáticas com o bloco socialista;


não apoio os EUA na expulsão de Cuba da OEA;
Quadros: condecorou o cosmonauta russo Yuri Gagarin;
Criação de ministérios: condecorou Che Guevara;
Ministério da Indústria e Comércio;
Ministério das Minas e Energia; Crise Política: a renúncia:
Reaproximação com o FMI;
Medidas impopulares:
Crise financeira;
↑ Inflação (30% a.a.);
Proibição das brigas de galo;

↑ Dívida externa;
Proibição do lança-perfume;

↑ Déficit orçamentário;
Proibição do uso de biquíni;
Proibição das corridas de cavalos em dias úteis;
Política Anti-inflacionária:
↓ Gastos públicos;
Consequências:

↓ Crédito;
Política Externa Independente + medidas impopulares +

crise econômica = oposição (burguesia, forças armadas,
Congelamento dos salários;
católicos e trabalhadores);
Limitação da remessa de lucros para o exterior;
RENÚNCIA de Jânio Quadros = 25 de agosto de 1961;
Desvalorização da moeda, de acordo com a

MAPEAR O EN EM
Instrução 204 da Superintendência da Moeda e do
Crédito (SUMOC);

Resultado= fracasso = crise econômica História
Governo Jânio Quadros
Antecedentes e Crise Política e Golpe
Características: Militar:
Antecedentes: ↑ Oposição:
Quando da renúncia de Jânio, o vice-presidente Latifundiários;
João Goulart estava em visita oficial à República Empresários;
Popular da China; Igreja (ala conservadora);
Impasse político: Forças Armadas e UDN se Militares;
opunham a posse de Jango; Classe média.
Campanha da Legalidade. Marcha da família com deus pela liberdade:
Características: 19 de março (SP) e 2 de abril (RJ), organizada pelas
Emenda Constitucional N⁰ 4 (1961): Associações das Senhoras Católicas;
↑ Parlamentarismo;
Jango com poderes limitados. ↑ Golpe Militar de 1964 (31/3/64) = ↓ Jango:

Plebiscito (1963) = presidencialismo. Fatores: Crise do populismo;
Economia: Conjuntura da Guerra Fria;
Crise financeira Direita conservadora x esquerda reformista;
↑ inflação (54,8% a.a.);
↓ crescimento econômico (1,5% em 1963).
Plano Trienal:
Medidas previstas:
↓ Gastos públicos;Cortes de subsídios p/

MAPEAR O
Governo E
JoãoN
História EM
importação;
↑ Impostos para + ricos;Reforma agrária.

Resultado:
FRACASSO.
oposição de setores conservadores =
Goulart
Governo Castelo Governo Costa e Silva:
Branco:
Governo Castelo Branco 1964-1967:
Economia:
↑ ↓
inflação e crescimento econômico;
PAEG (Programa de Ação Econômica do Governo):
Objetivos: ↓ inflação + crescimento;
Medidas: ↓ crédito, “arrocho salarial”, facilitação
para entrada de capital externo, renegociação da
dívida externa + empréstimo com FMI, criação do
Banco Central, criação do cruzeiro novo (1967);
Política:
Os Atos InstitucionaisAI-1 (1964);
Presidente com poderes excepcionais;
Cassação de mandatos;
Suspensão de direitos políticos (10 anos);
Demissões de funcionários públicos + aposentadorias
compulsórias;
Criação do SNI (Serviço Nacional de Informação);

M A Ditadura
P EMilitar
História AR O ENEM
Governo Médici e o Governo Geisel:
"Milagre Brasileiro":

Governo Figueiredo e a
Abertura Política:

MAPEAR O EDitadura
N Militar
História EM
Governo Sarney: Governo Collor:

MAPEAR O ENovaNRepública
HistóriaEM
Governo Itamar Franco: Governo FHC:

M A PNovaERepública
AR
História O ENEM
Constituição de 1824: Constituição de 1891:
Outorgada:
Elaborada por uma comissão (Conselho de Estado)
nomeada por D. Pedro I;
Poder Moderador = centralismo:
Permitia ao imperador dissolver a Câmara,
mobilizar as forças armadas, escolher os senadores
com base em uma lista tríplice, escolher os
ministros de Estado, sancionar e vetar os atos do
Poder Legislativo, formar o Conselho de Estado
para assessorá-lo, nomear os juízes e designar os
presidentes das províncias.

Constituição de 1934:

História
MAPEA R Brasileiras
Constituições O ENEM
Constituição de 1937: Constituição de 1967:

Constituição de 1988:

Constituição de 1946:

História
MAPEA R Brasileiras
Constituições O ENEM
África: Aspectos Tráfico Negreiro:
Geográficos: Antecedentes: desde a Antiguidade, escravos negros eram
Limites geográficos:
vendidos por comerciantes que atravessavam o Saara, o Mar
Oceano Índico a leste;
Vermelho e o Oceano Índico.
Oceano Atlântico a oeste e ao sul;
Mar Mediterrâneo ao norte No contexto da Expansão Marítima (séculos XV e XVI) =
Regionalização: pioneirismo português no início da Idade Moderna
África do Norte (saariana); Inicialmente para as Ilhas Atlânticas, depois para o Brasil.
Sahel;
Tráfico Negreiro para o Brasil:
África Subsaariana;
África Ocidental (oeste) e Oriental (leste);

Introdução da plantation = demanda por mão de obra
escrava;
Entre os séculos XVI e XIX = aproximadamente 10 milhões
de africanos foram trazidos como escravos para a América;

Características:
Escambo = escravizados trocados por aguardente,
tabaco, metais ou tecidos;
Feitorias = entrepostos no litoral africano onde eram
comercializados para onde eram levados e
comercializados os escravizados;
Lucros com o tráfico negreiro;
Péssimas condições a bordo: banzo, maus tratos e
escorbuto;

História
MHistória
A daPÁfrica
EAR O ENEM
Morte de aproximadamente 40% dos cativos durante a
travessia do Atlântico;
Tráfico Negreiro:

História
M A P E A R O Escravidão
E N noEBrasil
M
Características da
Escravidão - Justificativas:

Compra de Escravos e Vida


na Senzala:

História
MEscravidão
A Pno Brasil
EAR O ENEM
Formas de Resistência:

História
MEscravidão
A Pno Brasil
EAR O ENEM
Leis Abolicionistas:

História
MEscravidão
A Pno Brasil
EAR O ENEM

Você também pode gostar