A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA NA ORGANIZACÃO MÓVEIS GAZIN 1 DIONICE GOMES CALIXTO 2 NATANIELLI ARAÚJO DA SILVA 3 RONALDO DALPRÁ 4 SIDNEY

DOS REIS5
Resumo: A auditoria em estudo tem se destacado como uma eficiente ferramenta de apoio à administração. Assim o conteúdo deste artigo teve como objetivo analisar a contribuição da auditoria interna na empresa Móveis Gazin por meio de suas normas, visando evidenciar a eficácia dessas normas dentro da organização, verificar se as normas internas estão sendo cumpridas, bem como identificar as vantagens da auditoria interna. A fundamentação teórica foi alicerçada em teorias de estudiosos, abordando questões relacionadas com auditoria interna. Na pesquisa foi utilizado o estudo de caso de caráter qualitativo, com entrevista ao gestor da empresa e questionários aplicados junto aos auditores. Foi constatado que a empresa estudada utiliza -se do processo de auditoria e desta forma obtêm um melhor controle dos processos operacionais. A auditoria é uma ferramenta de suma imp ortância para a empresa, auxiliando no gerenciamento, na redução de riscos e fraudes, garantindo a eficiência e eficácia dos seus resultados. O único ponto negativo diagnosticado foi o fato de que a empresa conta com um número de auditores insuficientes para o exercício de suas atividades, tornando assim, impossível o cumprimento das atividades dentro do prazo estipulado pela empresa.

Palavras-Chave: Auditoria Interna; eficiência e eficácia; controle do patrimônio.

1. INTRODUÇÃO São notáveis as trans formações que vêm ocorrendo no mundo das organizações, exigindo cada vez mais a busca por novas estratégias para garantir a sobrevivência. A auditoria interna tem se destacado como uma eficiente ferramenta administrativa que visa constituir um controle gerencial que atue através do exame e avaliação de adequação e eficácia de outros controles Diante das novas tendências do mercado surgiu a idéia de elaborar o presente artigo que tem como objetivo de estudo demonstrar de que forma o processo de auditoria tem contribuído para o melhor controle das normas internas da empresa e para o controle do seu patrimônio, buscando evidenciar a redução de ineficiência e o auxilio para administração. Este artigo caracteriza-se como estudo de caso de caráter qualitativo. No estudo de caso emprega vários métodos, dentre eles pode-se citar: entrevista, observação participante e estudo de campo, este método é utilizado quando surge a necessidade de demonstrar uma

1

Artigo apresentado a FAROL – Faculdade de Rolim de Moura, atividade interdisciplinar e avaliação parcial no curso de Ciências Contábeis sobre orientação Professor Cláudio Salles. 2 Acadêmica do curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Rolim de Moura. ³ Acadêmica do curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Rolim de Moura. 4 Acadêmico do curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Rolim de Moura. 5 Tecnólogo em Administração de Pequenas e Médias Empresas – Universidade Norte do Paraná, acadêmico do curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Rolim de Moura.

dependendo das circunstâncias com o objetivo de comprovar se os registros foram executados de acordo com os princípios fundamentais de normas da contabilidade. Aprofundando o conhecimento sobre auditoria e a sua importância dentro da empresa Móveis Gazin com filial no Município de Alta Floresta D’Oeste .financeira do patrimônio. e se as demonstrações contábeis refletem a situação econômico. levando informações seguras aos sócios e interessados na constatação da integridade contábil. com objetivo de concreta exatidão e dos registros contábeis. questionar.4 decisão ou um conjunto de decisões objetivando esclarecer por que elas foram tomadas. A palavra auditoria vem do latim. Auditoria significa cargo de auditor. indagar. exame analítico e pericial que segue o desenvolvimento das operações contábeis. ampliando a atuação da auditoria para diversas áreas onde sejam necessárias as análises e pareceres sobre os diversos assuntos organizacionais. como surgimento de proposta para responder às exigências de um mundo empresarial abrangente. como foram aplicadas e os resultados alcançados. lugar ou repartição onde o auditor exerce as suas funções. desde o inicio até o balanço auditagem. contabilidade. 2. dinâmico podendo ser aplicada pelas diversas organizações.RO será citado à diferença entre a aud itoria interna e externa para que haja uma melhor compreensão entre os dois termos e a delimitação da área de suas aplicações. assessora da administração cuja função é avaliar a eficiência e eficácia de outros controles. . Esses exames são efetuados de acordo com as normas onde se excluem o procedimento que os auditores julgarem necessários. De acordo Portal UNB (2007). Porém existem outras definições mais amplas. o presente artigo traz a importância da auditoria interna no cenário atual para as organizações. Auditoria é uma atividade destinada a observar. Desta forma. DEFINIÇÃO DE AUDITORIA INTERNA Auditoria compreende o exame de documentos e obtenção de informações e confirmações internas e externas relacionadas com o controle do patrimônio na empresa. tratando-se de um controle administrativo. “audire” que significa ouvir.

de acordo com os princípios fundamentais e normas de contabilidade aplicadas de maneira uniforme. A função da auditoria é verificar. Entretanto. inspeções. interpretar e documentar as informações físicas. Entende-se por auditoria interna a avaliação dos controles internos dentro de uma empresa. de nada valia a s implantação desses procedimentos internos sem que houvesse um acompanhamento. com a expansão dos negócios. financeiras e operacionais da empresa. . que gerou grandes empresas. O auditor interno deve analisar. A auditoria consiste no exame de documentos livros e registros. ocorrendo assim paralelamente ao desenvolvimento econômico. através de documentos e relatórios se as normas internas estão sendo seguidas. erros e práticas ineficazes. contábeis. Em resumo. A auditoria se apresenta como solução na evolução e competitividade dos mercados que cada vez mais estão em busca das novas certezas que permitam vislumbrar perspectivas futuras e concretas para sua organização. observando a necessidade de melhoramento destas normas e com o exame das demonstrações econômico-financeira fornecerem informações confiáveis aos proprietários e sócios. ética profissional com o auxilio da auditoria interna. A administração da empresa. técnicas de planejamento. visando reduzir fraudes. ou em alguns casos o proprietário da empresa não poderia supervisionar pessoalmente todas a suas atividades. A auditoria surgiu da necessidade de confirmações dos registros contábeis. devido ao aparecimento das grandes empresas. obedecendo às normas apropriadas de procedimentos objetivando verificar se as demonstrações contábeis representam adequadamente situações nela demonstradas. obtenção de informações e confirmações internas e externas. que tem como finalidade avaliar a integridade e adequação dos sistemas e procedimentos das organizações. É possível aplicar em uma empresa. que acreditam na confirmação dos registros contábeis a proteção de seu patrimônio. o seu principal objetivo é assessorar os membros da empresa no desempenho de suas funções e responsabilidades para que os objetivos e metas estabelecidos sejam alcançados. sentiu a necessidade de dar maior ênfase as normas ou aos procedimentos internos.5 Segundo Waddell (1988: 35). Franco e Mara (1995: 20) assinalam que. devido ao fato de que o administrador. para dar suporte aos resultados de seus trabalhos. gerencia estratégica. formadas por capitais de muitas pessoas. Almeida (2003: 29) diz. no sentido de verificar se estes estavam sendo seguidos pelos empregados da empresa.

O conjunto de procedimentos técnicos que tem por objetivos a emissão do parecer sobre a adequação das demonstrações contábeis. Santos. A auditoria interna é uma ferramenta preciosa para a organização. determinar as causas. constitui-se numa figura impar que presta inestimáveis serviços aos acionistas. apreciações. pois tem como finalidade beneficiar a empresa com um melhor controle de seu patrimônio. a interna é desenvolvida profissional da entidade ou empresa terceirizada que disponibiliza os serviços de auditoria. baseada num processo sistemático. avaliar as conseqüências e encontrar uma solução de modo a convencer os responsáveis a agir. Schmidt e Gomes (2006: 53) Conclui. O auditor interno deve revelar as fraquezas. aos banqueiros. Enfim é uma função de apoio e gestão. incluindo a promoção do controle eficaz a custo razoável. erros ou para interferir na administração da organização. apontando se essas representam a posição patrimonial e financeira. Já a auditoria externa é o serviço prestado pela auditoria independente. recomendações. não é realizada para encontrar fraudes. aos órgãos públicos governamentais e ao público em geral. reduzir a ineficiência. Schmidt e Gomes (2006: 49) define ainda auditoria externa como. Auditores internos e externos devem ter independência no s exercícios de seus trabalhos. operacionais e de controles. O auditor interno é dependente da empresa em que trabalha e é responsável por seus atos somente perante a empresa em que exerce suas atividades. abrange todas as atividades administrativas. 3.6 A auditoria interna fornece análise. a negligencia e a incapacidade. O auditor externo. tem por objetivo apenas emitir um parecer das demonstrações contábeis. tanto um quanto o outro não podem aceitar imposições quanto ao método que irão . pela relevância de seu trabalho perante o público dado a credibilidade que oferece no mercado. DIFERENÇA ENTRE AUDITORIA INTERNA E AUDITORIA EXTERNA A diferenciação entre auditoria interna e externa se dá pelo fato que. Santos. sugestões e informações. Que a diferença básica entre auditoria interna e externa refere-se ao grau de independência existente. o resultado das operações. as mutações do patrimônio liquido e as origens e aplicações de recursos da entidade auditada consoante os princípios fundamentais de contabilidade e as normas brasileiras de contabilidade. relativas às atividades examinadas. utilizando as técnicas de auditorias apropriadas.

tendo em vista que os administradores tomarão decisões sobre a organização auditada. mas cabe ilustrar diferenças importantes em relação a esses profissionais. o quadro abaixo permite visualizar algumas dessas diferenças. Todavia o auditor externo. e que seu objetivo principal é emitir um parecer ou opinião sobre as demonstrações contábeis. executa a auditoria contábil. a auditoria interna e a externa esta ligada ao grau de independência existente na execução de seus trabalhos. O trabalho dos auditores interno e externo se aproximam em relação às atividades executadas. No entanto o auditor externo pode e deve realizar seu trabalho com absoluta independência haja vista que não mantêm vínculo com a empresa. QUADRO COMPARATIVO AUDITORIA INTERNA E AUDITORIA EXTERNA Fonte: Magalhães (2001: 28) Sendo assim. Porém ambos têm a obrigação de executar seus trabalhos de forma mais precisa possível. a fim de verificar se estas refletem adequadamente o resultado das operações e as origens e aplicações . é importante lembrar que o auditor interno deve ter independência dentro da entidade.7 adotar na realização de auditoria. com o principal objetivo de apresentar um parecer ou opinião sobre as demonstrações contábeis da organização. deixando claro que o auditor interno é responsável pelos seus atos somente perante a organização em que exerce suas atividades. baseando-se nas informações fornecidas pelo auditor.

com o objetivo de assegurar a integridade do patrimônio. Já o relatório contábil tem por finalidade detectar fraudes ou erros ocorridos dentro da empresa. As empresas. confiabilidade das informações e integridade do sistema contábil. tem como principais usuários deste serviços os acionistas. proporcionadas por uma política sólida e estruturada de melhor aproveitamento de sua potencialidade. banqueiros. Sua importância é constatada na definição de Attie (2007: 3). bem como utilizar da auditoria como ferramenta de apoio à gestão. A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA INTERNA A auditoria interna atua como um sistema de controle interno dentro da organização tendo como alvo assessorar a administração em relação à veracidade dos registros e as demonstrações contábeis. procuram sua continuidade através do crescimento e da diversificação das atividades econômicas que assegurem. ajudando a eliminar desperdícios. impulsionadas ao atendimento de suas metas. Devido a este fato. órgãos públicos governamentais e ao público em geral. adequação e eficácia do controle interno. a construção de um patrimônio e o retorno necessário as suas expectativas. o crescimento constante das empresas por diversificação de suas atividades econômicas.8 de recursos da empresa auditada. Nesses relatórios deverão constar informações se estão sendo aplicadas às normas internas da empresa ou se há necessidade de alteração para uma melhor produtividade. surgindo à necessidade da implantação de um sistema de auditoria interna. por crescimento da produção e do numero de funcionários e por causa da descentralização e da terceirização de funções e atividades tornou difícil à missão de um grupo limitado de pessoas controlar a totalidade dos eventos a elas inerentes. A auditoria tem como responsabilidade a elaboração de relatórios operacionais que serão apresentados à diretoria. aos empresários. 4. servir de ferramenta de apoio à gestão e transmitir informações aos administradores sobre o desenvolvimento das atividades executadas. Almeida (2003: 34) sintetiza. simplificar tarefas. A auditoria interna é de grande importância para as organizações. . a qual desempenha o papel de controlar e acompanhar rotinas de trabalhos garantindo a administração informações qualitativas entre elas. Com a expansão de atividades exercidas pelas empresas. assim fornecendo informações aos administradores. obriga-se transmitir poderes a terceiros para o controle da organização.

observação participante e estudo de campo. é constatado com as informações fornecidas pelos entrevistados que a auditoria interna é primordial para o controle e desenvolvimento da empresa.Rondônia atua no mercado varejista de móveis e eletrodomésticos.9 4. RESULTADOS A organização em estudo utiliza-se da auditoria para o controle de suas atividades administrativas. por que elas foram tomadas? Como elas foram implementadas? E quais os resultados alcançados? Gil (1999: 21) evidencia. Na busca por quais motivos realiza-se uma auditoria. o questionário foi enviado via e. Devido à dificuldade em manter um contato direto com os auditores. fornecer informações.mail onde todos colaboram ao responder. pode-se afirmar que a adoção deste método viabiliza uma profunda imersão do pesquisador sobre a realidade investigada. destacam-se. 5. e para melhor compreensão serão demonstrados os resultados obtidos com a pesquisa. Diante dos objetivos para a elaboração da pesquisa utilizaram-se os seguintes instrumentos: levantamentos bibliográficos. A utilização do estudo de caso é preferível quando surge a necessidade de esclarecer uma decisão ou um conjunto de decisões. corrigir . MATERIAIS E MÉTODOS Este estudo corresponde um estudo de caso de caráter qualitativo. entrevista com o gestor da organização e um questionário a 6 (seis) auditores da empresa que representa uma amostrage m de 40% (quarenta por cento) em relação à totalidade de auditores. O estudo de caso corresponde a uma das formas de realizar uma pesquisa empírica de caráter qualitativo sobre um fenômeno em curso e em seu contexto real. pesquisa na internet. diversifica suas atividades entre indústrias de móveis e colchões. atacados e concessionárias. A empresa pesquisada tem sua filial instalada na cidade de Alta Floresta . O estudo de caso emprega vários métodos e dentre eles a: entrevista. desta forma as informações tendem a complementar os dados obtidos a partir do estudo bibliográfico e da entrevista. gerenciais e operacionais. várias foram às causas mencionadas pelos auditores. Entre as principais.

utilizando-se de sua experiência administrativa. De acordo com o conceito de Attie. imobilizado. fiscalização de irregularidades e auxilio a administração. A auditoria auxilia o administrador. pode a auditoria informar o administrador das faltas cometidas por seus subordinados. observar se as normas internas estão sendo seguidas e examinar registros e documentos. Por tanto. assim como que o . estoque de mercadorias. por outro fiscaliza a própria administração. Nota-se a importância da aplicabilidade da auditoria dentro da organização como forma de controle dos investimentos. conseqüentemente. fiscalizar e avaliar o administrativo. cujos erros. A importância do controle interno fica patente a partir do momento em que se torna impossível conceber uma empresa que não disponha de controles que possam garantir a continuidade do fluxo de operações e informações proposto. Quando se questiona a importância da auditoria para a Móveis Gazin as respostas dos auditores são unânimes. A confiabilidade dos resultados gerados por este fluxo que transforma simples dados em informações a partir das quais os empresários. omissões ou fraudes podem ser por ela apontados. Santos.10 e prever erros e inibir fraudes. Por outro lado. Na síntese de Attie (2007: 185). na melhor obtenção de resultados. assuem vital importância. auxiliar na administração dos recursos e. tomam decisões com vistas no objetivo comum da empresa. deixando claro que tem a finalidade de avaliar e controlar o estoque da filial. O dirigente da auditoria interna deve administrar o departamento com a responsabilidade de assegurar que o trabalho de auditoria atinge os objetivos gerais e cumpra as responsabilidades a ele atribuídas pela administração. confirmando os registros contábeis e completando os fins informativos da contabilidade. Schmidt e Gomes (2006: 25) fundamenta que. mantendo um bom nível de competência profissional. se ela resguarda os titulares contra fraudes de administradores. que os recursos do departamento de auditoria sejam eficazmente empregados. È possível constatar que a auditoria é uma ferramenta que procura evitar que ocorram atos que possam vir afetar o patrimônio e os interesses dos proprietários ou sócios. também salvaguarda dos direitos dos credores contra eventuais fraudes dos titulares do patrimônio. Em relação às normas de auditoria os auditores afirmam fazer o uso das referidas. constata-se a auditoria como ferramenta que procura evitar a ocorrência de atos ilícitos prejudiciais ao patrimônio. como também denunciar aos acionistas as faltas cometidas pelo administrador. Attie (2007: 50) diz ainda que. atualizados com as Normas Brasileiras de Contabilidade e Auditoria.

mas na pratica não esta ocorrendo podendo assim causar impacto nas áreas auditadas. esta afirmação é constatada com o gráfico abaixo. identificar irregularidades dentro da empresa. Contudo o entrevistado relata que a auditoria interna permite acompanhar os reais problemas da organização. mencionando ainda inúmeros benefícios que a auditoria pode fornecer como. Destarte condizendo com a citação supracitada de fato os auditores procedem de acordo às normas de auditoria no exame e avaliação do sistema de controle interno e na realização do trabalho sem restrição. onde 67% (sessenta e sete por cento) dos entrevistados deixam clara a insuficiência de profissionais. eliminar riscos e fraudes bem como favorecer a aderência às normas . constatou-se deficiência no quadro de auditores. impossibilitando a realização de seus trabalhos dentro do prazo determinado pela empresa. Constata-se a veracidade desta informação ao questiona r o gestor da organização quanto ao prazo da realização dos serviços de auditorias o mesmo explica que a diretoria determina prazo de 3 (três) meses entre uma auditoria e outra. Buscando analisar o número de profissionais que executam a auditoria dentro da organização.11 trabalho de auditoria seja feito em conformidade com as normas de exercício profissional de auditoria interna. buscando soluções que visam minimizar atividades que estão sendo executadas de forma erroneamente em relação aos objetivos da empresa.

apreciações. Estes benefícios podem ser de fácil identificação quando analisado o gráfico a seguir em que 67% dos auditores dizem haver uma redução de fraudes e 33% acredita na melhoria no controle do patrimônio.12 internas. A Móveis Gazin em sua visão empreendedora utiliza sabiamente as informações fornecidas pela auditoria em seus processos de tomada de decisões. sendo subordinado apenas ao mais alto grau da administração. para tanto o auditor tem que manter uma postura étic a. De forma geral. assegurando assim a imparcialidade de seu julgamento. Afirma que os auditores na execução de suas tarefas mantêm uma postura independente. pois os funcionários sabendo que serão avaliados executam suas tarefas com maior eficiência. nas fases de planejamento. . preservando sua postura profissional. através de uma abordagem sistemática e disciplinada melhorando o gerenciamento e a proteção de seu patrimônio. diversos questionamentos são levantados ao que diz respeito a sua independência. Levando em consideração que o auditor interno é funcionário da empresa. As análises. os resultados das atividades atendem as expectativas da organização o gestor ainda declara que a auditoria contribui satisfatoriamente garantindo a eficiência e eficácia dos resultados. sugestões e informações examinadas são escrituradas e levadas à diretoria e baseados nesses relatórios efetuam as mudanças necessárias. execução e emissão de seu parecer.

de forma a determinar a melhor maneira de examiná. a definição e o alcance dos procedimentos a serem utilizados. Schmidt e Gomes (2006: 60) ressalta com mais clareza. na maioria das vezes. especialmente na área de auditoria e na legislação inerente à profissão. 6 Normas Brasileiras de Contabilidade Técnicas. as normas de auditoria sejam meros guias de orientação geral. atuando como um consultor.13 Contudo o auditor sempre busca esclarecer dúvidas à medida que elas surgem identificando a origem dos problemas e discutindo prontamente soluções junto ao seu auditado. Os resultados de uma auditoria devem conter informações fidedignas. os auditores estabelecem objetivos que pretendem atingir. o estabelecimento das técnicas apropriadas e referência quanto ao uso de material e documentos. entre outros. educação. papéis de trabalho. como: procedimentos da auditoria interna. Buscando em suas avaliações. planejamento. para que isto seja possível os auditores devem demonstrar proficiência técnica nas áreas auditadas. sempre agindo com lisura. . respeito. isto é. Franco e Mara (2001: 56) define que: Embora. fraude e erro.la sempre de acordo com as normas internas da empresa e com base NBC T-126 que dispõe de conceitos e objetivos da auditoria interna. De acordo com o gerente da entidade. O profissional da área de auditoria deve manter o seu nível de competência atualizado nas Normas Brasileiras de Contabilidade. e não um manual analítico de procedimentos a serem seguidos pelo auditor. criatividade e senso critico. elaborando desta forma um adequado programa de trabalho de auditoria que visa identificar o universo a ser examinado. bem como dão orientação útil quanto ao comportamento do auditor em relação à capacitação profissional e aos aspectos requeridos para a execução de seu trabalho. esclarecendo dúvidas à medida que elas surgem. aplicação dos procedimentos de auditora interna. paciência. elas fixam limites nítidos de responsabilidades. relevantes de tal forma a possibilitar fundamentos reais para as conclusões e recomendações à administração da entidade. esta norma trata da atividade e dos procedimentos de Auditoria Interna Contábil. Santos. O auditor interno deve desempenhar suas atividades imprimindo qualidade excepcional aos seus relacionamentos profissionais. identificando a origem dos problemas detectados e discutindo prontamente a solução com seu auditado. doravante denominada Auditoria Interna. o que poderá auxiliá-los no sentido de como agir em relação à empresa.

o objetivo geral desta pesquisa foi verificar a importância da auditoria interna e sua contribuição para a melhoria dos procedimentos operacionais da organização em estudo. Foi constatado que a empresa utiliza-se da auditoria como ferramenta de apoio à administração. cabe a entidade tomar medidas cabíveis para solucionar tal fato.14 6. A Móveis Gazin. onde as quais podem se beneficiar direta ou indiretamente dos resultados das áreas auditadas. Assim. Verificou-se que a auditoria tem desempenhando um papel de grande relevância para a organização. Entretanto foi possível constatar que o trabalho dos auditores não tem ocorrido dentro do prazo estipulado pela empresa. mas sim aprofundar o conhecimento e a sua importância para as organizações. simplificação de tarefas. avaliação da capacidade dos administradores da empresa dentre outras recomendações sobre possíveis melhorias e ações que devem ser tomadas. eficácia na manutenção e criação de controles internos. diante das mudanças que vem ocorrem no mercado varejista e a expansão de suas atividades econômica sai na frente ao adotar a auditoria interna para o controle de seus ativos. porém esta deficiência ainda não repercutiu nos resultados esperados pela empresa. voltada para o desenvolvimento dos resultados organizacionais. tendo como exemplo a eliminação de desperdícios. Diante das considerações expostas nesta pesquisa pode-se afirmar que a auditoria é um instrumento de eficiência e eficácia. principalmente como resposta às exigências impostas pelo mercado de concorrência e competitividades. CONSIDERAÇÕES FINAIS A empresa que utiliza a auditoria interna como ferramenta de apoio a administração é beneficiada na questão de liderança. por motivo de deficiência no quadro de profissionais. Cabe ressaltar que esta pesquisa não teve a intenção de exaurir o tema auditoria. . mas inibe as suas possíveis causas. o controle interno não constitui garantia absoluta contra a ocorrência de fraudes e irregularidades. pois é através desses controles que a entidade garante a veracidades de suas informações para a tomada de decisões. Finalmente fica evidenciado que o controle interno é imprescindível. apoio aos administradores na tomada de decisões com base em informações contidas nos relatórios emitidos pelos auditores tais como: regulamentação as atividades da entidade. aumentando o grau de eficiência e eficácia de seus resultados.

2006. São Paulo: Atlas. 2008. Jose Luiz dos. MARTINS I. Texto publicado em 2002. Acesso em: 22 abril 2008. 2001.php.htm>. WADDELL HR.pdf: 22 mar. 2008. MAGALHAES.br/administracao/auditoria_interna/controle_interno/historia. FRANCO H. Auditoria interna: função e processo. Portal UNICAMP. Paulo. ____________________. LUNKES. Antonio Lopes de.pt/millenium/ect13_3.br/auditoria/documentos/mod1_ap. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas. MILLER. 2007. Curso de Auditoria. SANTOS. MORAIS G. Disponível em: <http://www. São Paulo: Atlas. Auditoria. Irtes Cristina. Auditoria Contábil. Marcelo Cavalcante. Willian. Auditoria Contábil. Jose Mário Matsumura. Artigo: Um Pouco de História de Auditoria Interna. São Paulo: Atlas. SCHMIDT.unb. 1988. Disponível http://www. São Paulo: Atlas. São Paulo: Atlas. LAKATOS EM. 2007. GOMES. São Paulo: Atlas. 2003. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFIAS ATTIE. Auditoria Interna.rei. Curso Básico de Auditoria Interna. Auditoria das Organizações: metodologias alternativas ao planejamento e a operacionalização dos métodos e técnicas.unicamp. Antonio de Deus F. 2001.15 7. Acesso em: 15 mar. Manual de auditoria. 1995..ipv. MARRA E. São Paulo: Atlas. SÁ. ALMEIDA. Portal UNB. São Paulo: Atlas. MARCONI MA. http://www. em: .reitoria. 2001. Fundamentos de Auditoria Contábil. Aderbal Nicolas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful