Você está na página 1de 7

RESUMO

A floresta existe em todos os continentes do mundo e mantém as mais diversas


relações com o homem. Entretanto, visto pelo lado do ser humano entende-se que a
floresta exerce importantes funções na vida humana e não só. Pretende-se observar
aqui essas principais funções da floresta e analisar os papéis mais importantes das
espécies nativas.

INTRODUÇÃO
Floresta é uma área com alta densidade de árvores. Segundo dados
da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, as florestas
ocupavam em 2006 cerca de 4 bilhões de hectares ou aproximadamente 30%
da superfície terrestre. As florestas são vitais para a vida do ser humano, devido a
muitos fatores principalmente de ordem climática. As florestas são
o ecossistema terrestre dominante da Terra e são distribuídas ao redor do globo. De
acordo com a definição amplamente utilizada, da Organização para a Alimentação e
a Agricultura, as florestas cobriam 41 milhões de km² do globo em 1990 e 39,9
milhões de km² em 2016.
As florestas têm uma imensa ligação com os recursos que sustentam a vida no
nosso planeta e também exerce uma influência direta sobre o ambiente e o clima,
particularmente em relação à temperatura e à umidade. Com a fotossíntese, por
exemplo, as florestas sequestram e armazenam enormes quantidades
de carbono nos seus caules, folhas, raízes e nos solos em que estão implantadas.
Ajudam, assim, a purificar o ar das excessivas concentrações de dióxido de
carbono e libertam o oxigênio essencial para a vida.
Elas também têm uma participação fundamental no ciclo da água, ajudando na
regulação das precipitações, bem como na regulação dos cursos e reservatórios de
água. Além disso, participam na estabilização da textura, topografia e fertilidade dos
solos e tornam possíveis complexos e diversificados nichos ecológicos, abrigando e
providenciando alimento para diversas espécies vegetais e animais.
É também indiscutível o papel das florestas como base econômica e fonte de
rendimento. Elas são a fonte do sustento de famílias inteiras.
As florestas representam um elemento fundamental da base de recursos que
sustentam a vida no planeta. Junto à oxigenação da atmosfera terrestre, os
complexos ecossistemas florestais possibilitam que os solos se mantenham ricos em
matéria orgânica e microrganismos como bactérias, fungos e protozoários diversos.
Essa riqueza e diversidade biológica alimentam outros ecossistemas.

1
A IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS PARA MANUTENÇÃO DA VIDA NO
PLANETA
A importância das florestas para o ser humano, não é só por garantir os processos
biológicos, mas também por trazerem diversos benefícios à sociedade.
Dentre esses benefícios podemos citar a melhoria na qualidade de vida, o
fornecimento de recursos naturais, tais como recursos madeireiros e plantas
medicinais.
Além de produtos destinados a nossa alimentação, as florestas são fonte de
recursos genéticos e locais de pesquisa, turismo e recreação.

 
IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS PARA O CLIMA
As florestas são de grande importância para conter a velocidade das
mudanças climáticas.
Isso porque, toda área florestal bem conservada tem ligação direta com a
manutenção da concentração de CO2 estocado e com o regime de chuvas.
Uma vez que, é da floresta que advém parte da umidade que possibilita melhor
qualidade de vida para os seres vivos.
 
A floresta tem uma de suas funções filtrar o ar, deixando-o mais puro e limpo para a
nossa respiração, isso sem falar que ajuda na diminuição dos gases que causam o
efeito estufa.
Já há algum tempo, estudos apontam que a perda de cobertura vegetal
pelo desmatamento ou a degradação florestal contribuem para aumentar as
emissões de gases de efeito estufa.
As florestas cobrem cerca de 30% da superfície terrestre e realizam a fotossíntese
da qual depende a vida: produção de oxigênio à partir do dióxido de carbono.

2
Isso acontece, devido as árvores atuam como uma tecnologia segura e natural de
captura e armazenamento de carbono.
Além da oxigenação no planeta, como citamos acima, os complexos
ecossistemas florestais possibilitam a conservação do solo e que o mantenha rico
em matéria orgânica e micro-organismos diversos.
Esses micro-organismos possibilitam através da simbiose, um maior aproveitamento
de nutrientes e água do solo pela floresta, gerando assim, um ciclo de benefícios
mútuos.
 

 
PRESERVAÇÃO DAS FLORESTAS
Preservar as florestas é como preservar toda forma de vida do nosso planeta, as
florestas representam um elemento fundamental para a sobrevivência de
toda biodiversidade do planeta.
Muitas das nossas atitudes contribuem para a manutenção da biodiversidade, como
também o mal uso dos recursos naturais podem degradar meio ambiente
extinguindo vidas, cada vez mais raras.
Estimativas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e
Alimentação (FAO), apontam que nosso país detém 20% da biodiversidade do
planeta e 30% das florestas tropicais.
A IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS PARA O HOMEM
A importância da floresta para o homem vai além da função fotossintética, ela
desempenha papel a nível ecológico, econômico e mesmo social.
Além do fornecimento de madeiras, combustíveis, alimentos, matérias-primas para
indústria, como a celulose, produtos florestais não madeireiros, como a cortiça,
frutos e outros.

3
Os produtos florestais não madeireiros PFNMs, são fundamentais para a
subsistência de muitas pessoas em todo o mundo, especialmente para aquelas que
vivem no interior ou próximo das florestas.
Os PFNMs têm uma significativa importância como alternativa econômica que pode
diminuir o êxodo rural e as taxas de desmatamento.
Os produtos florestais não madeireiros, podem ser provenientes de florestas
plantadas ou de florestas naturais, independentes de sua origem o manejo
florestal é de suma importância para manutenção da atividade.
Além do apresentado, as florestas possuem funções de proteção do solo contra
erosão e controle do ciclo e da qualidade da água.
Concentram a maior parte da biodiversidade terrestre, ou seja, de espécies vegetais
e animais, possuem elevado valor paisagístico e recreativo, dentre muitas outra
funções.
Abaixo vamos apresentar os principais benefícios das florestas para o ecossistema
como um todo.

Principais benefícios das florestas no Ecossistema


Já citamos inúmeros benefícios das florestas e de como se faz importante a sua
preservação para todo o planeta.
Abaixo vamos ressaltar seus principais benefícios:
 Importância na cobertura do solo contra a erosão.
 Fornecimento de matéria orgânica para o solo.
 Reciclagem de nutrientes.
 Alimentação para aves e animais silvestres.
 Manutenção estabilidade térmica e umidade do solo.
 Muitas espécies arbóreas apresentam propriedades medicinais.
 São importantes na manutenção da biodiversidade.
 Muitas são usadas na alimentação humana, através de seus frutos e sementes.
 Fornecimento de matéria-prima para indústria química, como a celulose.
 Fornecimento de matéria-prima para indústria de cosméticos, como óleos essenciais.
 Fonte de renda para povos que moram próximos as florestas, através do extrativismo
de produtos florestais não madeireiros.
 Redução do efeito estufa, através do consumo de CO2 na fotossíntese.

MECANISMOS DE DISSEMINAÇÃO DAS FLORESTAS


A multiplicação das espécies arbóreas, é realizada principalmente por sementes e
permite que determinadas características sejam herdadas para a próxima geração.

4
Isso garante também ao mesmo tempo a variabilidade genética, característica de
cada espécie, esteja presente e possibilite ganhos ao passar de uma geração para
outra.
A disseminação das sementes de espécies florestais, podem ser feita pelo vento,
água, animais e pelo homem.
Todavia, o estabelecimento de uma determinada espécie arbórea, envolve os
aspectos ecológicos da agregação e migração, além da competição pelos recursos
do meio.
Facilitando com que a espécie ocupe novas localidades, além do mais, permite a
distintos indivíduos encontrar condições ambientais diferentes.

 
CONSERVAÇÃO DAS FLORESTAS
Vimos nesse artigo o quanto é importante o papel das florestas para manutenção da
vida na terra.
Ela é importante para fauna, na composição da flora e muitas vezes para
subsistência de famílias e povos tradicionais, que vivem da coleta extrativista.
Nossas atitudes afetam diretamente na manutenção das florestas, como o mal uso
dos recursos naturais, degradando o meio ambiente e extinguindo vidas, por isso, a
importância sobre a abordagem do assunto.
O planeta já perdeu muito de sua cobertura vegetal devido à urbanização e à
expansão das atividades agrícolas e agropecuárias.
As florestas têm sido destruídas através dos desmatamentos e das queimadas, o
que já levou muitas espécies da fauna e da flora à extinção e tem ameaçado muitas
outras.

5
Dessa forma, cabe a nós conhecimento e preservação das florestas para que as
futuras gerações possam perpetuar e compactuar com um planeta mais preservado.

CONCLUSÃO
A mais conhecida floresta é a floresta Amazônica, maior que muitos países.
Erroneamente considerada o Pulmão do Mundo, não é, pois foi comprovado
cientificamente que a floresta Amazônica consome cerca de 65% do oxigênio que
produz (com a fotossíntese) com a respiração e transpiração das plantas.
A taiga siberiana é a maior floresta do mundo, sendo que este bioma estende-se
para além da Sibéria, nomeadamente, pelo Alasca, Canadá, Groenlândia, Norte da
Europa e Japão.
Florestas ou vegetação natural que influenciam nossa cultura não podem ser
importadas, nem substituídas por produtos artificiais. A natureza do entorno é mais
importante para as pessoas que ali vivem, e a soma de cada uma dessas naturezas
do local (ambiente, biodiversidade) é que compõem a natureza de todo o globo.
Quanto mais complexo o sistema mais numeroso é o "tampão", mais difícil é a sua
destruição e mesmo em cassos de danos a sua recuperação é mais rápida. Por
outro lado, a vegetação mais simples como os reflorestamentos homogêneos, no
caso de ocorrer ataques, os danos atingem igualmente todos os indivíduos, e a sua
recuperação é mais demorada. A floresta é o ecossistema mais complexo, existem
ainda em grandes extensões e é elevada a sua biodiversidade. Entretanto tem seus
limites. O uso sustentável será básico.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA
«Forest». Dictionary.com. Consultado em 16 de novembro de 2014. Cópia arquivada em 19
de outubro de 2014
«Forest definition and extent» (PDF). United Nations Environment Programme. 27 de janeiro
de 2010. Consultado em 16 de novembro de 2014. Arquivado do original (PDF) em 26 de
julho de 2010
Schuck, Andreas; Päivinen, Risto; Hytönend, Tuomo; Pajari, Brita (2002). «Compilation of
Forestry Terms and Definitions» (PDF). Joensuu, Finland: European Forest Institute.
Consultado em 16 de novembro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 5 de junho de 2015
«Definitions: Indicative definitions taken from the Report of the ad hoc technical expert group
on forest biological diversity». Convention on Biological Diversity. Consultado em 16 de
novembro de 2014. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2014
Pan, Yude; Birdsey, Richard A.; Phillips, Oliver L.; Jackson, Robert B. (2013). «The
Structure, Distribution, and Biomass of the World's Forests» (PDF). Annu. Rev. Ecol. Evol.
Syst. 44: 593–62. doi:10.1146/annurev-ecolsys-110512-135914. Cópia arquivada (PDF) em
7 de agosto de 2016
«Forest area (sq. km) | Data». data.worldbank.org. Consultado em 23 de dezembro de 2019
Diego (21 de dezembro de 2011). «Ecolfuturo, por um Brasil mais verde e limpo!: Taiga
Siberiana: a maior floresta do mundo». Ecolfuturo, por um Brasil mais verde e limpo!.
Consultado em 21 de março de 2021

6
«Scientists discovered the world's oldest forest». Tech Explorist (em inglês). 23 de
dezembro de 2019. Consultado em 23 de dezembro de 2019
«Why Living Naturally is the Way of the Future». www.amoils.com

Você também pode gostar