Você está na página 1de 14

UFCD 0620

CONTROLOS DE GESTÃO

1
Controlo de Gestão disciplina de síntese, completada pelo contributo
de várias disciplinas

Doc014/5 16-10-2015
2
Controlo de Gestão:
• consiste num conjunto de técnicas e metodologias cujo objetivo é assegurar
conjuntamente com o planeamento e a organização uma adaptação contínua das
atividades às alterações do meio envolvente

• influenciar o comportamento das pessoas para o caminho desejável.

• Definição de objetivos

• Formulação da estratégia

• fundamental para a gestão da performance, funcionando como processo motivacional


para os gestores na tomada de decisões e para desenvolvimento de atividades que
permitam a execução da estratégia e o alcance dos objetivos, proporcionando-lhes os
instrumentos que necessitam para acompanhar e controlar os resultados estratégicos e
operacionais.

Doc014/5 16-10-2015
3
3 características que devem estar sempre
presentes nos sistemas de controlo

• flexibilidade - ajustáveis às modificações realizadas na organização

• fiabilidade da informação - para que as informações com que os gestores


trabalham sejam válidas

• eficiência – disponibilização de informação atempada, as decisões são


tomadas com base nesta informação.

Doc014/5 16-10-2015
4
Conclusão
o controlo de gestão é uma função fundamental nas organizações.

Permite:

• a criação de instrumentos que possibilitam a definição dos objetivos, medição dos resultados
obtidos, o desenvolvimento de ações que permitam corrigir potenciais desvios e a correta
alocação dos recursos.

• o acompanhamento quer dos objetivos estratégicos quer operacionais e individuais e apoiam a


tomada de decisão.

• o alcance dos objetivos da organização, a todos os níveis: estratégico, operacional e individual.

Doc014/5 16-10-2015
5
Limitações
• a complexidade das organizações pode dificultar a sua introdução
• utilização de procedimentos de controlo muito morosos e complicados. O excesso de burocracia
dificulta o processo de controlo;
• dificuldade ou impossibilidade de seleção da profundidade do controlo (estratégico, operacional e
individual)
• dentro da mesma organização, o sistema de controlo tem que ser adaptado às diferentes
realidades que pretende controlar, o que pode impedir a sua homogeneidade.

Nos sistemas de controlo de gestão é fundamental que os aspetos sociais e humanos não sejam
negligenciados.
Existem vários aspetos do comportamento humano, como sejam a ambição individual, ou a tendência
para a criação de conflitos, que são fundamentais serem considerados, para que possa atingir uma
maior eficácia com a adoção de um sistema de controlo de gestão.

Doc014/5 16-10-2015
6
A medição da performance é fundamental na atividade dos gestores,
proporcionando-lhes a informação necessária para a tomada de decisões para
monitorar e coordenar a performance e fazer a aplicação adequada dos
recursos disponíveis.

Doc014/5 16-10-2015
7
Instrumentos de Pilotagem (Controlo de Gestão)

• Plano Operacional

• Orçamento

• Tableau de Bord

• O Balance Scorecard

• Controlo Orçamental

Doc014/5 16-10-2015
8
Processo de Planeamento e Controlo

Doc014/5 16-10-2015
9
• Plano Operacional
os planos de ação representam um guião para os responsáveis operacionais e contemplam
informação importante para a concretização das estratégias definidas pela gestão de topo, devendo
posteriormente ser divulgados internamente.

• Orçamentos
deve quantificar os recursos necessários para a realização das ações e dos objetivos definidos, bem
como as previsões de gastos e rendimentos associados à estratégia delineada para cada área de
trabalho.

os orçamentos e os planos operacionais, constituem os instrumentos previsionais de


pilotagem, devendo o primeiro, representar a valorização financeira dos compromissos
assumidos pelos gestores aquando da elaboração dos planos operacionais. Como tal, o
orçamento representa a valorização financeira dos planos de ação, e a sua constante
monitorização evidencia se os objetivos definidos são ou não alcançados.

Doc014/5 16-10-2015
10
Tableau de Bord
sistema de indicadores que visam o monitoramento e a realização de operações económicas e
comportamentos individuais de uma forma que seja compatível com a estratégia adotada.

• Deve ser um meio informativo destacável, eliminando a burocracia inerente à transmissão da


informação existente na empresa;

• Deve ser uma ferramenta de diagnóstico, selecionando a qualidade e a quantidade de informação


e evidenciando aqueles parâmetros que não funcionam segundo o previsto;

• Deve promover o diálogo entre todos;

• Deve ser útil na hora de atribuir responsabilidades;

• Deve ser um motivo de mudança e formação contínua em relação aos diferentes


comportamentos dos responsáveis.

• Deve facilitar o processo de tomada de decisão, analisando as causas dos desvios,


proporcionando soluções para os problemas e comportando-se como um sistema inteligente;

Doc014/5 16-10-2015
11
Alguns autores denominam o método para conceção do Tableau de
Bord por “Método Objetivos, Variáveis de Ação e Responsáveis
(OVAR)”.

Este método assenta nos seguintes pilares:

Objetivos
Variáveis
Ações
Resultados

Doc014/5 16-10-2015
12
Balanced Scorecard
é considerado, pelos diversos especialistas como uma ferramenta bem
sucedida.
O Balanced Scorecard focaliza, principalmente, a implementação da
estratégia, contudo existem outros instrumentos de avaliação da performance
que visam otimizar os processos operacionais e táticos e que conduzem as
organizações numa base semanal, diária ou até mesmo em tempo real.

Controlo Orçamental
observa a evolução dos resultados económicos - financeiros e tem por base a
informação contabilística. A sua utilização nas empresas, contribui para se
obter uma visão da evolução do desempenho económico e financeiro da
atividade, evidenciando o alcance dos objetivos financeiros definidos e
eventuais desvios ocorridos.

Doc014/5 16-10-2015
13
Autoria: Paula Sousa

Data da última versão: 27.ABRIL.2020

Termos-chave:

Doc014/5 16-10-2015
14

Você também pode gostar