Você está na página 1de 8

Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique

Curso: Contabilidade e Auditoria 3º Ano – Diurno e Pós Laboral


Disciplina: Contabilidade Bancária Docente: Nivaldo Muchanga
Carga horária Semanal: 160 Minutos

Exercícios práticos – Crédito Bancário

1. O Banco da Cidade, SA no dia 7 de Fevereiro de 2008 realizou as seguintes operações


de crédito bancário:
a) Aprovou um crédito para a Empresa dos Barcos, SA no montante de
100.000.000,00 Meticais com efeitos a partir de 8 de Fevereiro. As condições do
crédito concedido eram as seguintes:
 Libertação imediata da totalidade do valor do crédito
 Prazo total – 5 anos
 Taxa de Juro – 15%
 Amortização de capital e juros em 60 prestações mensais, onde o montante
de capital é igual em todas as prestações, com inicio no final do mês seguinte
àquele em que o crédito foi concedido
 Comissão de abertura de crédito – 0,5% sobre o valor concedido
 Imposto Selo – 0,4%
 Garantias – Hipoteca das instalações fabris da empresa, avaliadas em
90.000.000,00 Meticais, e Penhor da frota dos seus barcos, avaliados em
60.000.000 Meticais, a favor do Banco da Cidade

1
Pede-se:
1. Os registos contabilísticos da operação acima descrita que deverão ser
efectuados no Banco da Cidade, SA
2. Os registos contabilísticos da especialização dos juros a receber à data de 30
de Junho de 2008, imediatamente antes do pagamento dos mesmos
3. Apure os saldos das contas de Crédito Concedido e de Juros e Proveitos
Equiparados na mesma data.

b) A Comissão de Crédito do Banco da Cidade, SA aprovou a abertura, com efeitos


imediatos, de uma conta corrente caucionada a favor da Empresa de Mariscos, Lda.
nas seguintes condições:
 Plafond máximo autorizado – 30.000.000,00 Meticais
 Montante mínimo de utilização – 2.500.000,00 Meticais
 Prazo – 180 dias não renovável
 Taxa de Juro – 20%
 Periodicidade de Juros - Mensal
 Comissão de abertura de crédito – 1% sobre o valor do crédito
 Comissão de imobilização de capital – 4%
 Imposto Selo – 0,4%
 Garantias – Livrança em branco com pacto de preenchimento a favor do
Banco e assinada por todos os sócios da Empresa
A utilização da conta corrente foi efectuada do seguinte modo:
Valores em Meticais
08.02.2008 Utilização 10.000.000,00
02.03.2008 Utilização 5.000.000,00
26.03.2008 Amortização 7.500.000,00
25.04.2008 Utilização 22.500.000,00
17.06.2008 Amortização 20.000.000,00
20.07.2008 Utilização 15.000.000,00
02.08.2008 Amortização 10.000.000,00

2
Pede-se:
1. Os registos contabilísticos da operação de abertura de crédito que deverão ser
efectuados nos livros do Banco da Cidade, SA
2. O cálculo e registos contabilísticos dos juros a receber mensalmente até à data
de vencimento da conta corrente
3. O cálculo e registos contabilísticos do valor das comissões de imobilização de
capital a serem pagas pelo cliente
4. Os registos contabilísticos a serem efectuados nos livros do Banco da Cidade,
SA na data do vencimento deste crédito

c) Nesta data, a Comissão de Crédito do Banco da Cidade, SA, aprovou uma operação
de desconto de letras da Empresa Trading e Serviços, Lda. nas seguintes
condições:
 Valor das letras descontadas – 20.000.000,00 Meticais
 Prazo – 90 dias
 Valor dos juros sobre letras descontadas – 1.800.000,00 Meticais
 Comissão de abertura de crédito – 0,75% sobre o valor do crédito
 Imposto Selo – 0,4%
 Garantias – Aval dos sócios da Empresa

Pede-se:
1. Os registos contabilísticos da operação de abertura de crédito que deverão ser
efectuados nos livros do Banco da Cidade, SA
2. Apuramento do valor diário da periodificação dos juros de desconto, o seu
registo contabilístico e os saldos das contas de juros nos meses de Fevereiro,
Março e Abril
3. Os registos contabilísticos a serem efectuados nos livros do Banco da Cidade,
SA na data do vencimento deste crédito

d) Ainda no dia 7 de Fevereiro de 2008, a Comissão de Crédito do Banco da Cidade,


SA aprovou uma operação de descoberto a favor da Empresa Carlos Ferreira -
Consultoria Informática, Lda. nas seguintes condições:
 Plafond máximo autorizado – 500.000,00 Meticais

3
 Prazo – 120 dias não renovável
 Taxa de Juro – 25%
 Periodicidade de Juros - Mensal
 Comissão de abertura de crédito – 1% sobre o valor do crédito
 Imposto Selo – 0,4%
 Garantias – Livrança em branco com pacto de preenchimento a favor do
Banco e assinada pelos sócios da Empresa e penhor de 20 computadores
que se encontravam no Stock da mesma.

Durante o período do descoberto autorizado, os saldos da conta da Empresa Carlos


Ferreira - Consultoria Informática, Lda. foram os seguintes:
Data Saldo
07.02.08 (50.000,00)
15.02.08 (225.000,00)
02.03.08 (450.000,00)
22.03.08 (200.000,00)
03.04.08 (480.000,00)
18.04.08 (300.000,00)
15.05.08 (100.000,00)
30.05.08 5.000,00

Pede-se:
1. Os registos contabilísticos, da operação de abertura deste crédito, que deverão
ser efectuados nos livros do Banco da Cidade, SA no dia 7 de Fevereiro de
2008
2. O cálculo e registos contabilísticos dos juros a receber e dos pagamentos
efectuados mensalmente até à data de vencimento da conta corrente
3. Os registos contabilísticos a serem efectuados nos livros do Banco da Cidade,
SA na data do vencimento deste crédito

e) Também no dia 7 de Fevereiro de 2008, a Comissão de Crédito do Banco da


Cidade, SA aprovou a emissão de Garantias Bancárias a favor da Empresa das
Obras Públicas, SA nas seguintes condições:

4
 Montante máximo autorizado – 5.000.000,00 Meticais
 Prazo – 365 dias
 Comissão de prestação de garantias trimestral – 0,25% sobre o valor das
garantias emitidas
 Imposto Selo – 0,4%
Foram emitidas as seguintes garantias bancárias para este cliente:
 Dia 15.02.08 foi emitida uma garantia a favor do MOPH no montante de
2.500.000,00 Meticais
 Dia 18.05.08 foi emitida uma outra garantia a favor do MOPH no montante de
1.500.000,00 Meticais
 Dia 26.07.08 foi emitida mais uma garantia a favor do MOPH no montante de
1.000.000,00 Meticais

Pede-se:
1. Os registos contabilísticos, destas operações, que deverão ser efectuados nos
livros do Banco da Cidade, SA
2. O cálculo e registos contabilísticos das comissões a serem pagas pela Empresa
das Obras Públicas, SA no final do primeiro e do terceiro trimestre de 2008
3. Os registos contabilísticos a serem efectuados nos livros do Banco da Cidade,
SA na data do vencimento desta operação

f) Ainda nesta data, a Comissão de Crédito do Banco da Cidade, SA aprovou a


abertura de um Crédito Documentário para Importação a favor da Empresa
Import/Export, Lda. nas seguintes condições:
 Valor – 1.500.000,00 Meticais
 Prazo – 180 dias
 Comissões – 0,75% sobre o valor do crédito documentário
 Imposto Selo – 0,4%
 Garantias - Aval dos sócios da Empresa e Penhor das mercadorias
importadas

Pede-se:

5
1. Os registos contabilísticos, desta operação, que deverão ser efectuados nos
livros do Banco da Cidade, SA
2. O cálculo e registo contabilístico das comissões a serem pagas pela Empresa
Import/Export, Lda.
3. Os registos contabilísticos a serem efectuados nos livros do Banco da Cidade,
SA na data do vencimento desta operação

g) Também em 7 de Fevereiro de 2008, a USAID disponibilizou o valor de


100.000.000,00 Meticais para abertura de uma linha de crédito bonificado a
conceder às vítimas das cheias. Este montante de Recursos Consignados foi
recebido através de uma transferência bancária vinda na compensação. Até ao final
do mês de Março tinham sido aprovadas as seguintes operações ao abrigo daquela
linha de crédito:
 No dia 24 de Fevereiro de 2008 foi concedido um empréstimo à Empresa da
Zambézia, SA ao abrigo desta linha crédito bonificado no montante de
1.000.000,00 Meticais, pelo período de 3 anos, a uma taxa de juro de 5%,
com pagamento trimestral de juros e liquidação do valor do empréstimo na
data de vencimento do mesmo e com garantia de hipoteca das instalações da
Empresa no valor de 1.500.000,00 Meticais;
 No dia 15 de Março de 2008 foi concedido um empréstimo à Empresa de
Sofala, Lda. ao abrigo desta linha crédito bonificado no montante de
250.000,00 Meticais, pelo período de 4 anos, a uma taxa de juro de 5%, com
pagamento trimestral de juros, liquidação do valor do empréstimo em 4
prestações iguais de capital vencendo-se a primeira um ano após a
concessão do empréstimo e com garantia de hipoteca das instalações da
Empresa no valor de 500.000,00 Meticais;

Pede-se:
1. Os registos contabilísticos, da concessão destes empréstimos, que deverão ser
efectuados nos livros do Banco da Cidade, SA
2. O cálculo, registo contabilístico e pagamento dos juros da Empresa da
Zambézia, SA no final do primeiro trimestre

6
3. O cálculo, registo contabilístico e pagamento dos juros da Empresa de Sofala,
Lda. no final do primeiro trimestre e no final do primeiro ano

h) Considerando a operação descrita na alínea a), calcule o montante das provisões


mínimas necessárias, à luz do aviso 7/GBM/2007, na data da concessão de crédito
tendo em linha de conta as seguintes garantias:

 Depósito a prazo constituído junto do Banco da Cidade, SA no montante de


80.000.000,00 Meticais e penhor da frota dos seus barcos, avaliados em
60.000.000,00 Meticais, a favor do Banco da Cidade
 Garantia bancária prestada pelo Banco ABC, a favor do Banco da Cidade, SA
pelo montante de 100.000.000, 00 Meticais
 Garantia dada pelo Banco de Moçambique,
 Garantia do Presidente da República de Moçambique

2. Considere os seguintes créditos aprovados e desembolsados, no dia 27 de Maio de 2007,


pelo Comité de Crédito do Banco da Cidade, SA a favor da empresa Bufil, Lda.:

Montante Taxa juro Garantia Duração do Prestação mensal


empréstimo de capital
A 100.000,00 18% Hipoteca de habitação 12 meses Prestações mensais
B 500.000,00 22% Hipoteca do edifício fabril 24 meses onde o montante do
C 200.000,00 19% Penhor de equipamento 18 meses capital é igual em
fabril todas as prestações

Considerando que as prestações começaram a ser pagas no fim do mês seguinte ao


do desembolso assim como os pressupostos abaixo, calcule as provisões mínimas
necessárias para cada um dos créditos:
 Na data da concessão dos créditos;
 Depois do vencimento das primeiras três prestações considerando que o
cliente liquidou integral e atempadamente todas elas;
 À data de 31 de Março de 2008 considerando que:

7
 As prestações do crédito concedido A foram integral e atempadamente
cobradas;
 Nenhuma das prestações do crédito concedido B foi cobrada; e
 Quanto ao crédito concedido C, o cliente apenas pagou até à prestação
de Novembro de 2007.

3. Calcule as provisões mínimas necessárias, à luz do aviso 7/GBM/2007, na data da


concessão dos seguintes créditos em moeda estrangeira:
 Crédito concedido ao Sr. Paulo, um fornecedor com reputação reconhecida na
África Austral, no montante de USD 50.000,00 ao câmbio de 25,00
Meticais/USD;
 Crédito à empresa Vuma, fornecedora de vestuário em todas as capitais
provinciais, no montante de EUR 30.000,00 ao câmbio de 35,00 Meticais/EUR.

4. Considerando que os créditos referidos no número anterior foram concedidos no dia 1 de


Janeiro de 2008 por um prazo de 36 meses e que são reembolsáveis mediante uma série
de prestações mensais com a parcela de capital igual em todas elas, sem período de
diferimento, e que tanto o Sr. Paulo como a empresa Vuma não pagaram qualquer
prestação vencida, calcule o montante das provisões mínimas necessárias, à luz do aviso
7/GBM/2007, em referência a 31 de Março de 2008.

Você também pode gostar