Você está na página 1de 1

José e os irmãos

Jacob tem doze filhos. José é o preferido do pai. Os outros irmãos, com ciúmes, decidem ­vendê-lo
a caravaneiros que vão para o Egito. Para o pai não desconfiar, sujam a túnica de José com san-
gue de um bode. Jacob fica a pensar que o seu filho foi morto por um animal selvagem.

No Egito, um comandante da guarda, chamado Putifar, compra José. A mulher de Putifar tenta
envolver-se com ele, mas José recusa. Para se vingar, ela acusa-o injustamente e José é preso.

José partilha a cela com dois criados do faraó, um é padeiro e o outro é escanção. Ambos têm
um sonho e José ajuda-os a compreender o sentido do que sonharam.

Um dia, já o escanção estava de regresso às suas funções, o faraó teve um sonho. Como não
se encontrou no Egito nenhum sábio capaz de o interpretar, o escanção lembrou-se de José.
E mandaram buscá-lo à prisão.

Levaram, então, José ao faraó, que lhe contou o seu sonho. Depois de o escutar, José ­explicou-lhe
que o seu sonho era um aviso de que haveria sete anos de abundância e, em seguida, sete anos
de fome. E recomendou ao faraó que era preciso prevenir-se.

Impressionado com José, o faraó nomeou-o responsável de toda a operação de prevenção.


Durante os anos de abundância, José fez com que se armazenasse trigo que, assim que chega-
ram os anos de escassez, mandou distribuir por todo o povo. José tornou-se assim o segundo
senhor do Egito.

No tempo da escassez, a fome também se fez sentir na Palestina. Por causa disso, Jacob man-
dou os filhos ao Egito, para comprar trigo. José viu os irmãos e reconheceu-os, mas não se
manifestou. Decidiu, antes, pô-los à prova.

Para colocar os irmãos à prova, José fez com que fossem acusados de roubo e espionagem
retendo Benjamim (o mais novo de todos). Os irmãos temiam pela vida do pai, que não aguenta-
ria perder outro filho (uma vez que ainda sofria por ter perdido José), e suplicaram-lhe que os
fizesse escravos, a todos.

José revelou aos irmãos quem era. Os irmãos ficaram cheios de medo, pois sabiam do que
tinham feito.