Você está na página 1de 2

1.

A Inconfidência Mineira, no plano das ideias, foi inspirada: Alfaiates, que contou com a participação das camadas
sociais mais humildes. Esse movimento
a) nas reivindicações das camadas menos favorecidas da
Colônia; a) pretendia fundar uma universidade e aproveitar as jazidas
b) no pensamento liberal dos filósofos da ilustração de ferro da região.
europeia; b) contava, no plano político, com elementos adeptos da
c) nos principias do socialismo utópico de Saint-Símon; monarquia constitucional.
d) nas ideias defendidas pelos pensadores absolutistas; c) defendia o estímulo à produção de couro e charque,
e) nas fórmulas políticas desenvolvidas pelos comerciantes principais produtos da Bahia.
do Rio de Janeiro. d) foi o primeiro movimento de rebeldia no Brasil a
questionar o Pacto Colonial.
02. PREFEITURA MUNICIPAL DE BETIM (MG) e) defendia a abolição da escravatura e o aumento da
AOCP 2020 remuneração dos soldados.
Considerando a seguinte imagem, óleo sobre tela, de
Pedro Américo (1893), denominada “Tiradentes 04.  Inconfidência Baiana teve influência dos ideais
Esquartejado”, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o jacobinos e radicais da revolução:
que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a
sequência correta. a) Russa
b) Francesa
c) Farroupilha
d) Eslava
e) Inglesa

05.  Característica comum das três últimas rebeliões do


Período Colonial - Inconfidência Mineira, Conjuração Baiana
e Insurreição Pernambucana, o fato de:

a) terem sido conduzidas pelos mesmos grupos sociais;


b) possuírem como objetivo a extensão do movimento a todo
o território brasileiro;
c) terem ocorrido em locais de economia agrária
exportadora;
d) pretenderem organizar o mesmo tipo de governo
revolucionário;
e) sofrerem influências de ideais políticos externos,
principalmente franceses e norte-americanos.

6. (UECE) Sobre a Inconfidência Mineira (1789), são feitas as


seguintes afirmações:
I. Estava entre os objetivos de boa parte dos conspiradores de
Vila Rica, a constituição de um regime republicano no Brasil.
II. Havia, também, por parte dos inconfidentes, a preocupação
com o desenvolvimento de produtos manufaturados ou, em outras
palavras, objetivavam a diminuição da dependência de artigos
importados.
(   ) A obra procura associar Tiradentes ao sacrifício em III. A nova capital seria transferida para Belo Horizonte, por
relação à Pátria, por isso mesmo mostra-o esquartejado e a encontrar-se localizada numa área mais favorável para a
posição de seu corpo como se fosse o mapa do Brasil. expansão da lavoura e da pecuária.

(   ) A obra interpretada como fonte histórica mostra que o Assinale o correto.


autor retratou o que realmente aconteceu com Tiradentes, ou
seja, sua posição de mártir da Pátria. a) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.
b) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.
(   ) Essa e outras obras que retratam Tiradentes c) Apenas as afirmações II e III são verdadeiras.
caracterizam-se pelo caráter religioso criado em torno de d) Todas as afirmações são verdadeiras.
sua vida e morte, pois, assim, sua imagem seria de fácil
aceitação em um país predominantemente cristão. Por isso 07. (PUC-RJ) A Conjuração Mineira (1789) e a Conjuração
mesmo, seus cabelos e barbas são longos e há um Baiana (1798) possuem em comum o fato de terem sido
crucifixo do seu lado. movimentos que:
A. V – F – V.
B. V – V – V. I - evidenciaram a crise do Antigo Sistema Colonial.
C. V – F – F. II - visavam à emancipação política do Brasil.
D. F – V – F. III - apresentavam forte caráter popular.
E. F – F – F. IV - expressavam insatisfações em face da política metropolitana,
particularmente desde a queda do Marquês de Pombal.
03. Em 1798, surgiu na Bahia um movimento rebelde
conhecido como Conjuração Baiana ou Revolta dos Assinale:
O texto anterior refere-se à:
a) se apenas a afirmativa II estiver correta.
b) se apenas as afirmativas I e IV estiverem corretas. a) Conjuração dos Alfaiates.
c) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. b) Balaiada.
d) se apenas as afirmativas I , II e III estiverem corretas. c) Revolução Praieira.
e) se todas as afirmativas estiverem corretas. d) Sabinada.
e) Inconfidência Mineira.
08. (UFMG 2008) Leia este trecho, que contém uma fala atribuída
a Joaquim José da Silva Xavier:
“… se por acaso estes países chegassem a ser 12. (UEL) Dentre as rebeliões coloniais, a que marcou o início
independentes, fazendo as suas negociações sobre a do processo de emancipação política no Brasil, por questionar a
pedraria pelos seus legítimos valores, e não sendo dominação metropolitana na colônia, foi a
obrigados a vender escondido pelo preço que lhe dessem,
como presentemente sucedia pelo caminho dos a) Revolta de Beckman.
contrabandos, em que cada um vai vendendo por qualquer b) Guerra dos Mascates.
lucro que acha, e só os estrangeiros lhe tiram a verdadeira c) Guerra dos Emboabas.
utilidade, por fazerem a sua negociação livre, e levado o d) Inconfidência Mineira.
ouro ao seu legítimo valor, ainda ficava muito na Capitania, e e) Confederação do Equador.
escusavam os povos de viver em tanta miséria.”
(Autos de Devassa da Inconfidência Mineira. 2. ed. Brasília: 13. (MACKENZIE) No final do século XVIII, as restrições
Câmara dos Deputados; Belo Horizonte: Imprensa Oficial de econômicas de Portugal ao Brasil chegaram ao máximo; o ouro
Minas Gerais, 1980. v. 5, p. 117.) declinava e as idéias liberais difundiam-se pelo país. Tais fatos
provocaram um movimento pela independência,
A partir dessa leitura e considerando-se outros acentuadamente popular, com fortes preocupações sociais,
conhecimentos sobre o assunto, é CORRETO afirmar que conhecido por:
os Inconfidentes Mineiros de 1789:
a) Inconfidência Mineira.
a)  acreditavam que o contrabando aumentava o valor b) Guerra dos Mascates.
recebido pelas pedras e ouro, pois dificultava sua circulação. c) Revolta de Felipe dos Santos.
b)  consideravam que o monopólio comercial explicava por d) Conjura Literária.
que as regiões de que se compunha Minas Gerais, cheias e) Inconfidência Baiana.
de pedras e ouro, ficavam mais ricas.
c)  defendiam o livre-comércio, por meio do qual pedras e 14. (UECE) Sobre as influências filosóficas e ideológicas da
ouro adquiririam seu real valor, uma vez que seriam Inconfidência Mineira (1789), é correto afirmar que:
vendidos aos estrangeiros legalmente.
d)  pensavam que os estrangeiros poderiam tirar vantagens a) os ideais napoleônicos de ampla extensão da educação
do livre-comércio das pedras e ouro, visando a aumentar básica foram a principal meta de governo dos insurretos
seus lucros. b) o Congresso de Viena foi a principal fonte de inspiração para
os inconfidentes brasileiros, que viam os governos da Europa
9. (FUVEST) A Inconfidência Mineira foi um episódio central como as formas mais desenvolvidas de organização
marcado: política
c) as campanhas de libertação das colônias latino-americanas e
a) pela influência dos acontecimentos de julho de 1789, a o nacionalismo foram as principais matrizes ideológicas da
tomada da Bastilha. Inconfidência
b) pela atitude anti-escravista, consensual entre seus d) a independência dos EUA e o pensamento liberal e anti-
participantes. absolutista muito influenciaram os ideais dos inconfidentes
c) pelo intuito de acabar com o predomínio da Companhia de brasileiros.
Comércio do Brasil.
d) pela insatisfação ante a cobrança do imposto sobre 15. (FUVEST) A Inconfidência Mineira, no plano das idéias, foi
bateias. inspirada
e) pelas idéias ilustradas e pela Independência dos Estados
Unidos. a) nas reivindicações das camadas menos favorecidas da
Colônia.
10. (FGV) O movimento político organizado na Bahia em b) no pensamento liberal dos filósofos da Ilustração européia.
1798 incluía em seu bojo e na sua liderança mulatos e c) nos princípios do socialismo utópico de Saint-Simon.
negros livres ou libertos, ligados às profissões urbanas, d) nas idéias absolutistas defendidas pelos pensadores
como artesãos ou soldados, bem como alguns escravos. iluministas.
"Os conspiradores defendiam a proclamação da República, e) nas fórmulas políticas desenvolvidas pelos comerciantes do
o fim da escravidão, o livre comércio especialmente com a Rio de Janeiro.
França, o aumento do salário dos militares, a punição de
padres contrários à liberdade. O movimento não chegou a se
concretizar, a não ser pelo lançamento de alguns panfletos e
várias articulações. Após uma tentativa de se obter o apoio
do governador da Bahia, começaram as prisões e delações.
Quatro dos principais acusados foram enforcados e
esquartejados. Outros receberam penas de prisão ou
banimento."

Você também pode gostar