Você está na página 1de 14

Unidade 1

Seção 3

Eletrônica Analógica

iStock
Webaula 3
Circuitos retificadores com diodo

1
O objetivo desta webaula é apresentar os princípios básicos de
circuitos retificadores com diodos.

2 iStock
Diversos circuitos eletrônicos necessitam de corrente contínua (CC),
uma vez que as companhias de energia fornecem corrente alternada
(CA). Um retificador converte CA em CC, sendo essa uma das
aplicações mais simples e mais importante dos diodos (que são, às
vezes, chamados de retificadores).

3
Circuito

Circuito retificador de meia


onda
Na figura a seguir, o circuito utiliza um
transformador com relação de tensão 10:1,
portanto, a tensão de entrada do circuito
retificador ( ) é uma tensão de 12 V CA.
A carga representada por pode ser um
Fonte: adaptada de Schuler (2013, p. 73). 
circuito eletrônico, uma bateria que está
sendo carregada ou mesmo algum outro
dispositivo. Para facilitar nossa análise,
consideraremos o diodo empregado como
ideal. Durante os semiciclos positivos, o
diodo estará conduzindo, mas não conduzirá
durante os semiciclos negativos.

4
Normalmente, retificadores de meia onda são
Conforme observado, o diodo está em série limitados a aplicações de baixa potência, pois,
com a carga e, por isso, a corrente é a mesma por não fornecerem nenhuma corrente de
em todo o circuito. Então, como a corrente na carga durante metade do tempo, eles
carga flui em apenas uma direção, ela é uma disponibilizam apenas metade da energia
corrente contínua. fornecida pela fonte de entrada CA durante um
ciclo.

5
Circuito retificador de onda completa
com tap central
Aplicações de alta potência necessitam de uma entrega de
grande quantidade de energia em um dado período. Uma
maneira de sanar essa necessidade é com um circuito retificador
de onda completa com tap central, apresentado em imagem a
seguir.

O transformador utilizado (a) tem uma relação de espiras 5:1,


mas com uma derivação central, o tap central, que nos permite
estabelecer o sinal de entrada (12 V CA) em cada seção do
secundário do transformador.

6 iStock
Observe, no circuito a seguir (a), que o tap central está aterrado, sendo, portanto, nosso referencial.
Assim, as tensões de entrada em cada seção do secundário, e , são defasadas em , como
pode ser visto na figura (b), da relação entrada-saída.

a) b)

Fonte: adaptada de Schuler (2013, p. 76).

7
Retificador de onda completa em ponte
Uma desvantagem desse tipo de retificador é o fato de o transformador precisar ter um tap central, o
que nem sempre ocorre. Segundo Schuler (2013), existem situações em que não é desejável o uso de
nenhum tipo de transformador por causa das restrições de tamanho, peso ou custo do projeto.
Nesses casos, é possível montar um circuito retificador de onda completa em ponte, utilizando quatro
diodos.

8 iStock
Explore a galeria a seguir e observe um circuito retificador de onda completa em ponte, utilizando quatro
diodos.
Circuito
Observe o circuito. Agora, para
entendermos o funcionamento da ponte
retificadora, vamos analisar o seu
funcionamento em dois momentos: o
semiciclo positivo e o semiciclo negativo.

Fonte: adaptada de Schuler (2013, p. 78).


9
Para conhecer mais sobre diodos, recomendamos a leitura da
Seção 2.13 (p. 90-100), do livro indicado a seguir, que traz
aplicações práticas do diodo:

BOYLESTAD, Robert L.; NASHELSKY, Louis.  Dispositivos


eletrônicos e teoria de circuitos. 11. ed. São Paulo: Pearson
Education do Brasil, 2013.

10 iStock
Vídeo de encerramento

11
Você já conhece o
Saber?
Aqui você tem na palma da sua mão a biblioteca
digital para sua formação profissional.
Estude no celular, tablet ou PC em qualquer hora
e lugar sem pagar mais nada por isso.
Mais de 450 livros com interatividade, vídeos,
animações e jogos para você.
Android:
https://goo.gl/yAL2Mv

iPhone e iPad - IOS:


https://goo.gl/OFWqcq

12
Bons estudos!
13

Você também pode gostar