Você está na página 1de 11

Universidade Católica de Moçambique

Instituto de Educação à Distância

Contribuição da disciplina de MIC para elaboração de trabalhos científicos.

Paulina António Rego - 708213028

Curso: Licenciatura em Administração Publica


Disciplina: Metodologia de Investigação Científica
Ano de frequência: 1° Ano
Turma: B

Docente: dr. Amad Gil Anduluce

Beira, Janeiro, 2022


Critérios de avaliação (disciplinas teóricas)

Classificação

Categorias Indicadores Padrões Su


Nota
Pontuação bt
do
máxima ot
tutor
al
✓ Índice 0.5
✓ Introdução 0.5
Aspectos
Estrutura ✓ Discussão 0.5
organizacionais
✓ Conclusão 0.5
✓ Bibliografia 0.5
✓ Contextualização
(Indicação clara do 2.0
problema)
Introdução ✓ Descrição dos
1.0
objectivos
✓ Metodologia adequada
2.0
ao objecto do trabalho
✓ Articulação e domínio
do discurso académico
Conteúdo (expressão escrita 3.0
cuidada, coerência /
Análise e coesão textual)
discussão ✓ Revisão bibliográfica
nacional e internacional
2.0
relevante na área de
estudo
✓ Exploração dos dados 2.5
✓ Contributos teóricos
Conclusão 2.0
práticos

✓ Paginação, tipo e
Aspectos tamanho de letra,
Formatação 1.0
gerais paragrafo, espaçamento
entre linhas

Normas APA
✓ Rigor e coerência das
Referências 6ª edição em
citações/referências 2.0
Bibliográficas citações e
bibliográficas
bibliografia
Folha de Feedback dos tutores:

___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
ÍNDICE

1. Introdução ............................................................................................................................... 3

1.2. Objectivos ............................................................................................................................ 4

1.2.1. Objectivo geral ................................................................................................................. 4

1.2.2. Objectivos específicos ...................................................................................................... 4

1.3. Metodologias ....................................................................................................................... 4

2. Objecto de estudo da Disciplina de MIC ................................................................................ 5

2.1. Etapas que comportam um trabalho científico .................................................................... 5

3. Contribuição das normas APA e outras na apresentação técnica dos trabalhos ..................... 6

Conclusão ................................................................................................................................... 8

Referências bibliográficas .......................................................................................................... 9


1. Introdução
O presente trabalho surge no âmbito do comprimento exigido pela Universidade Católica de
Moçambique para aquisição de alguns créditos académicos de modo a fazer a cadeira de
Metodologia de Investigação Científica.

A metodologia científica proporciona ao acadêmico a compreensão das especificações sobre


pesquisa possibilitando ao aluno ampliar seu conhecimento com coerência, coesão e
parametrização necessária e exigida. Neste aspecto, ao iniciar os estudos os acadêmicos
necessitam da disciplina de MIC ampliando o conhecimento nesta área, sejam capazes de
produzir seus trabalhos sem plagio tendo conhecimento do caminho que devem percorrer, ou
seja, conhecendo os métodos, as formas, modelo de investigação a ser empregada, as etapas
que serão realizadas.

Esta estruturado em 3 partes onde temos: 1ª parte inclui presente introdução, objectivos, a
metodologias usada na elaboração do trabalho. A 2ª é apresentada a fundamentação teóricas,
desde o objecto de estudo da disciplina de MIC; etapas que comportam um trabalho científico
e a contribuição das normas APA e outras na apresentação técnica dos trabalhos. A 3ª parte
apresenta a conclusão do presente trabalho e finalmente as referências bibliográficas.

3
1.2. Objectivos

1.2.1. Objectivo geral


➢ Compreender a contribuição da disciplina de MIC para elaboração de trabalhos
científicos.

1.2.2. Objectivos específicos


➢ Indicar o objecto de estudo da Disciplina de MIC;
➢ Identificar Etapas que comportam um trabalho científico;
➢ Explicar a Contribuição das normas APA e outras na apresentação técnica dos
trabalhos.

1.3. Metodologias
Para o desenvolvimento do presente trabalho foi utilizada a metodologia de pesquisa
bibliográfica, utilizando a abordagem qualitativa, que é uma técnica de pesquisa que utiliza
como base de dados conteúdos materiais já publicados em revistas, livros, artigos e teses,
assim como também materiais disponíveis na internet (Gil, 2010).

4
2. Objecto de estudo da Disciplina de MIC

A metodologia cientifica é o estudo dos métodos sendo importante disciplina que aborda
informações, ajuda mostrar os caminhos, os instrumentos quanto aos procedimentos têm que
ser adotados ao fazer um trabalho científico (Severino, 2000).

Nesse sentido, a disciplina Metodologia da Pesquisa Científica deve estimular os estudantes, a


fim de que busquem motivações para encontrar respostas às suas indagações, respaldadas e
sistematizadas em procedimentos metodológicos pertinentes. Desse forma, o objecto de
estudo da MIC é o processo de INVESTIGAO CIENTFICA.

2.1. Etapas que comportam um trabalho científico


Segundo Grayling (2000),
O trabalho científico tem como objetivo utilizar as ciências como um sistema
de conhecimento capaz de descrever, explicar e predizer com a maior
eficiência certos fatos (fenômenos) ou aspectos de uma dada realidade. Assim,
cada pesquisador procura chegar mais perto da verdade, formulando teorias:
proposições ou enunciados científicos que acrescentam, de forma ordenada e
sistematizada, um conhecimento científico. A árdua tarefa que implica a
aproximação do conhecimento humano à verdade e à certeza faz com que as
pesquisas se tornem altamente rigorosa, deixando-se de produzir mero
conhecimento subjetivo, para gerar um tipo de conhecimento especial
(científico) que, com certeza, pertence ao mundo das teorias, dos problemas e
argumentos justificados. Assim, se constitui o conhecimento científico como:
um conjunto de teorias, doutrinas (ideias, opiniões) formadas sobre
determinados assuntos, ora ordenadas e sistematizadas em obras científicas
(livros, monografias, dissertações, teses etc.). Tal conhecimento científico
deriva das pesquisas, isto é, da resolução de problemas científicos (Grayling,
2000, p. 40)

Portanto, segundo Demo (2000), a pesquisa apresenta-se como a instrumentação teórico-


metodológica na aquisição do conhecimento, isso, na condição de princípio científico. Já para
Luna (2000), a essência da pesquisa visa a produção de um conhecimento novo, relevante e
socialmente confiável. O conceito de novo para a autora significa neste contexto, um
5
conhecimento que preenche uma lacuna importante no contexto disponível em determinada
área do saber. Nesse sentindo, a investigação é a uma construção de conhecimento inovado, a
construção de novas técnicas, a criação ou exploração de novas realidades, levando-se em
conta que os fenômenos se renovam e modificam com o tempo.

Segundo Severino (2002), as etapas para a elaboração de um trabalho científico seguem por 5
passos:

1. Determinação do tema-problema do trabalho;


2. Levantamento da bibliografia referente a esse tema;
3. Leitura e documentação dessa bibliografia após seleção;
4. Construção lógica do trabalho;
5. Redação do texto.

3. Contribuição das normas APA e outras na apresentação técnica dos trabalhos


Normas são regras para serem respeitadas dentro de um âmbito ou limite que pode ser uma
família, empresa, organização, universidade, algum segmento da sociedade, uma região ou
para todos de um país ou conjunto de países. Desta forma há normas locais, outras regionais,
nacionais e internacionais. A norma representa a forma mais simples, econômica, racional e
acordada por todos ou pelos segmentos interessados de modo a ser útil a todos.

Normalmente, as instituições, institutos de pesquisa, universidades, faculdades e, empresas,


exigem que os trabalhos produzidos nelas ou apresentados para elas sejam feitos seguindo as
normas, caso os trabalhos não obedeçam ao especificado, são rejeitados sumariamente e sem
aceitar recursos

Portanto, são dois grandes motivadores para a utilização de normas acadêmicas como a APA:

Padronização: A padronização faz com que todos os trabalhos tenham o mesmo formato,
promovendo o entendimento universal e a facilidade de leitura e compreensão.

Qualidade:. Garantir a qualidade dos trabalhos acadêmicos é uma das principais razões que
conferem importância às normas APA

6
Contudo, Mais do que um simples conjunto de regras, as normas APA são responsáveis por
garantir o entendimento universal dos trabalhos acadêmicos e um nível mínimo de
qualidade entre eles.

Além disso, todas as outras regras, de outros setores da sociedade, são importantes para
garantir a segurança e a qualidade dos produtos, serviços e processos realizados nas mais
diversas facetas da economia e da sociedade.

Normatização é coisa séria e por isso respeitar as regras APA, não só para trabalhos
acadêmicos mas para qualquer trabalho ou processo que seja exigido, é muito importante e
não deve ser relevado.

7
Conclusão
Concluímos que a disciplina de MIC é um conhecimento que o acadêmico necessita ter para
adquirir o hábito de estudar, ler e escrever, pois, o mesmo precisa aprender pesquisar e fazer
seus próprios trabalhos com as regras básicas exigidas. As regras e passos metodológicos que
são ensinados na universidade visam a inserção do estudante no mundo acadêmico-científico
desenvolvendo nele hábitos pesquisa, investigação, leitura, interpretação e senso crítico que o
acompanharão por toda sua existência.

Contudo, a metodologia de investigação científica é uma disciplina que permite ou que ajuda
o investigador realizar as suas investigações sem quaiquer problemas, ou seja, o ajuda a
chegar a uma terminada solução de um problema qualquer, desde que este seja científico.

Em resumo, o desenvolvimento desta disciplina e em particular destes pontos poderão ajudar


o desenvolvimento de qualquer e outra problemática considerada científica, desde dos
invetigadores actuais como futuros.

8
Referências bibliográficas
Demo, Pedro. (2000). Pesquisa e Construção de conhecimento: metodologia científica no
caminho de Habernas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2000, p. 125

Gil, A. C. (2010). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Grayling, A. C. (2000). Epistemologia. In Compêndio de Filosofia. BUNNIN, Nicholas e E.


P. Tsui-James (orgs.) São Paulo: Loyola

Luna, Sergio Vasconcelos de. (2000). Planejamento de Pesquisa: uma introdução. São Paulo:
Ed. Educ.

Severino, A. J. (2000). Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez.

Severino, Antonio Joaquim. (2002). Metodologia do trabalho científico. 22a ed. São Paulo:
Cortez

Você também pode gostar