Você está na página 1de 16

Curso Técnico em Mecânica - 2016

ELETRICIDADE
Aula 02

Noções de elestrostática

Prof. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino

https://giovanatangerino.wordpress.com
giovanatangerino@ifsp.edu.br
giovanatt@gmail.com
Átomo/elemento/molécula
• Todos os corpos são constituídos de moléculas e átomos.

• Átomo
• Menor porção em que se pode dividir a matéria
• São compostos de minúsculas partículas
• As principais partículas atômicas são: próton, elétron e nêutron.

• Elemento
• É uma substância feita de átomos de um tipo
• Tabela periódica

• Molécula
• É formada quando átomos do mesmo ou diferentes elementos se
combinam.
• É a menor partícula de uma substância.
• Ex: oxigênio, água
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino
Tabela periódica

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


Átomo - Núcleo: 0,01% do diâmetro do átomo
- A massa do próton é cerca de duas
• Núcleo: prótons e nêutrons mil vezes maior que a massa do
• Eletrosfera: elétrons elétron

• Prótons e elétrons possuem carga elétrica com características opostas


• Próton: +
• elétron: -

• Os átomos são, em princípio, eletricamente neutros:


• A quantidade de carga que o elétron carrega é igual em módulo à quantidade de carga que o próton carrega.

• Íons: quantidade de elétrons diferente da quantidade de prótons


• O número de prótons é constante!
• O que muda é quantidade de elétrons inseridos ou retirados.
• O átomo é neutro quando o número de elétrons é igual ao número de prótons.
• O átomo está ionizado quando o número de elétrons é diferente do número de prótons.

• Ânion: Átomo ionizado negativamente (elétrons em excesso)


• Cátion: Átomo ionizado positivamente (falta de elétrons)
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino
Princípio fundamental da eletrostática
• (ou Princípio da atração e repulsão):
• “Cargas elétricas de sinais contrários se atraem e cargas de mesmo sinais se
repelem”
• No átomo, os prótons atraem os elétrons das órbitas em direção ao núcleo
• Como os elétrons realizam um movimento circular em torno do núcleo, surgem neles forças
centrífugas de mesma intensidade, mas em sentido contrário, anulando as forças de atração,
mantendo os elétrons em órbita.

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


CARGA ELÉTRICA E COULOMB
• A carga elétrica fundamental é simbolizada pela letra q e sua unidade de medida
é o coulomb [C]
• É a menor quantidade de carga elétrica possível de existir.
• É a carga que um elétron carrega.

1𝐶
• Um elétron possui a carga elétrica (em módulo): 𝑞𝑒 = = 1,6. 10−19 𝐶
6,25.1018

• Seja um corpo neutro do qual retiramos uma quantidade bem definida de elétrons:
6,25.1018. Nessas condições, dizemos que o corpo fica positivo e com uma carga de 1C.
• Seja um corpo neutro do qual inserimos uma quantidade bem definida de elétrons:
6,25.1018. Nessas condições, dizemos que o corpo fica negativo e com uma carga de -1C.

• *Um coulomb é definido como a quantidade de carga elétrica que atravessa, em um segundo, a seção
transversal de um condutor percorrido por uma corrente igual a 1 ampère.
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino
CONDUTORES E ISOLANTES
• Condutor: qualquer material que
sustenta um grande fluxo de carga
ao se aplicar, através de seus
terminais, uma fonte de tensão de
amplitude limitada.

• Isolante: material que oferece um


nível muito baixo de condutividade
quando submetido a uma fonte de
tensão.

• Semicondutor: material que tem um


nível de condutividade entre os
extremos de um isolante e de um
condutor.
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino
CONDUTORES
• São materiais que possuem em seu interior portadores de cargas livres (elétrons
livres)
• permitem a movimentação ordenada de cargas elétricas (corrente elétrica) em seu interior.
• Podem ser sólidos, líquidos e gasosos (diferem do tipo de portador de carga)
• Materiais condutores, como os metais, em função dos elétrons livres em sua
última camada eletrônica são capazes de interagir eletricamente e possuem
tendência ao equilíbrio eletrostático.

• Ex líquidos: solução de água com sal (NaCl),


• Ocorre uma dissociação da molécula de cloreto de sódio (NaCl), em íons Na+ e Cl-, que
ficam livres pra se movimentas pelo interior da solução.

• Ex sólidos: metais, como cobre e alumínio.


• Em certos metais, os elétrons que giram na última órbita estão fracamente presos ao
átomo: elétrons livres.
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino
ISOLANTES
• Não permitem a passagem de uma corrente elétrica
• Não possuem portadores de cargas livres
• Os elétrons da última camada estão fortemente presos ao átomo
• Ex: ar, vidro, mica, fenolite, baquelite, borracha, porcelana, água pura, etc.

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


ELETRIZAÇÃO/ELETROSTÁTICA
• Eletrizar um corpo significa colocar elétrons em um corpo, ou retirar dele.
• Ou seja, podemos eletrizar um corpo com carga Q por meio da ionização dos seus
átomos

• Corpo eletrizado:
• Um corpo está eletrizado quando houver um desequilíbrio entre o número de prótons e o
número de elétrons dos átomos desse corpo.
• A quantidade de carga adquirida pelo corpo depende do número de elétrons retirados ou
colocado no corpo.

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


ELETRIZAÇÃO POR ATRITO
• Atritando dois materiais isolantes diferentes, o calor gerado pode ser suficiente para
transferir elétrons de uma material para o outro, ficando ambos os materiais
eletrizados, sendo um positivo (o que cedeu elétrons) e outro negativo (o que recebeu
elétrons).

• É necessário que os corpos sejam de materiais diferentes e isolantes.


• Os isolantes possuem forte energia de ligação com seus elétrons, o que dificulta a transferência. A
forma mais eficiente de eletrizar um isolante é através do atrito.
• Os corpos ficam eletrizados só nos pontos de contato.

• Exemplos:
• Seda e plástico
• Lã e ebonite
• Vidro e lã
• Choque ao descer do carro: eletrização pelo atrito entre nossa roupa e o banco do automóvel

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


ELETRIZAÇÃO POR CONTATO
• Se um corpo eletrizado negativamente é colocado em contado com outro neutro,
o excesso de elétrons do corpo negativo será transferido para o neutro até que
ocorra o equilíbrio eletrostático. Assim o corpo fica eletrizado negativamente.

• Equilíbrio eletrostático não significa que os corpos têm cargas iguais, mas que
têm potenciais elétricos iguais.

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


ELETRIZAÇÃO POR INDUÇÃO
• Aproximando um corpo eletrizado positivamente de um corpo condutor neutro isolado, os
seus elétrons livres serão atraídos para a extremidade mais próxima do corpo positivo.
• Dessa forma, o corpo neutro fica polarizado, ou seja, com excesso de elétrons numa
extremidade (polo negativo) e falta de elétrons na outra (polo positivo).
• Aterrando o polo positivo desse corpo, ele atrairá elétrons da terra, até que essa extremidade
fique novamente neutra.
• Desfazendo o aterramento e afastando o corpo com carga positiva o corpo inicialmente
neutro fica eletrizado negativamente.

• A transferência de carga por indução é facilitada em condutores.

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


ELETRIZAÇÃO POR INDUÇÃO

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


PREFIXOS NUMÉRICOS
• Tera (T) = 1012
• Giga (G) = 109
• Mega (M) = 106
• Kilo (k) = 103
• Mili (m) = 10-3
• Micro (μ) = 10-6
• Nano (n) = 10-9
• Pico (p) = 10-12

Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino


BIBLIOGRAFICA BÁSICA
• ALBUQUERQUE, R.O. Análise de circuitos em corrente contínua. 21 ed. Editora
Érica Ltda, 2009.
• ALBUQUERQUE, R.O. Análise de circuitos em corrente alternada. 2 ed. Editora
Érica Ltda, 2006.
• CREDER, H. Instalações elétricas. 15 ed. LTC, 2007.

BIBLIOGRAFICA COMPLEMENTAR
• LOURENÇO, A.C.; CRUZ, E.C.; CHOUERI JR., S. Circuitos em corrente contínua.
11 ed. Editora Érica Ltda, 2004.
• FRANCHI, C.M. Acionamentos elétricos. 4 ed. Érica, 2007.
Profa. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino

Você também pode gostar