Você está na página 1de 6

_____________________________________________________________________

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA DA FAMÍLIA E


SUCESSÕES DO FORO ESPÍRITO SANTO.

qualificações, por sua advogada e bastante procuradora infra-assinada,


instrumento de procuração anexo, com endereço profissional indicado no
rodapé desta, onde recebe intimações, notificações e citações de estilo,
vem, respeitosamente à presença de Vossa Excelência, formular o
presente pedido de

DIVÓRCIO LITIGIOSO

qualificações, com fulcro nos artigos 1.571, IV, bem como, no artigo 226,
§ 6° da Constituição Federal, com a nova redação dada pela Emenda
Constitucional n° 66 de 13 de julho de 2010, por ser-lhes absolutamente
inviável a reconstituição da vida em comum e estando preenchidos os
requisitos legais pertinentes à matéria, pretende o Requerente se
divorciar, aduzindo-o nos moldes a seguir.

1. PRELIMINARMENTE

1.1 Da Gratuidade da Justiça

“Ab initio”, requer, à Vossa Excelência seja deferida a


benesse da Justiça Gratuita com fundamento na Lei nº 1.060/50, com as
posteriores alterações pela Lei nº 7.510/86, por não ter a Requerente

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19
_____________________________________________________________________

condição de arcar com as custas processuais e honorários do advogado


sem prejuízo do sustento próprio e de sua família, conforme declaração
de pobreza anexa.

2. DOS FATOS

O Requerente contraiu matrimônio com a requerida


em xxx de xxxx de xxxx, pelo regime da xxxxxxx, conforme faz prova a
inclusa Certidão de Casamento anexa, expedida pelo Oficial de Registro
Civil das Pessoas Naturais do Distrito de xxxx - xxxxx - matrícula nº
xxxxx

Da união do casal resultou o nascimento de xx (xxx)


filhos:

xxxxxxxxxx nascido em xxxx de xxx de xxx maior de


idade Ou…

⮚ xxxxxx, nascido em xx de xxx de xxxx, portador do RG nº: xxxx, e


CPF: xxxx, atualmente com xxx anos, conforme certidão de
nascimento anexa

⮚ xxxxxxx, menor, púbere, nascida em xxx de janeiro de xxxx,


portadora do RG nº: xxxxx, atualmente com xxxx anos, conforme
certidão de nascimento anexa

Ocorre que desde xxxxxx o casal já se encontra


separado de fato, há xxx (anos, meses) visto que a relação entre os
divorciandos desgastou-se, sendo que as partes já não apresentam
mais demonstrações de companheirismo, afetividade, proteção,
propósitos em comum, de modo que, inclusive já residem em locais
distintos, pois a convivência em comum já se mostrava insuportável, uma
vez que tal relação só estava se deteriorando a cada dia e prejudicando

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19
_____________________________________________________________________

a saúde psicológica de ambos, mostrando-se a presente medida, a


melhor solução, a fim de se manter um mínimo de respeito e harmonia,
tendo em vista a existência de filhos em comum.

No caso, diante da dificuldade de se comporem


consensualmente, a requerente não encontrou outra saída a não ser, se
socorrer do Poder Judiciário para pôr fim no seu casamento.

3. DOS BENS IMÓVEIS

Na constância da união não adquiriram bens

ou

Na Constância da união e mediante esforços mútuos, o


casal adquiriu os seguintes bens Imóveis:

(relação de todos os Bens imóveis)

(relação dos bens moveis)

(contas bancarias) - devendo o requerido juntar aos autos o


extrato bancário a comprovar o real valor depositado, visto
que a requerente não tem acesso a esta conta, ou seja,
expedido ofício a citada agência para juntar os extratos dos
últimos 6 meses.

No caso, considerando o regime de casamento adotado


pelo casal, os bens serão partilhados em 50% (cinquenta por cento) para
cada um, seja do valor pago, bem como do saldo devedor a pagar, já que
de responsabilidade do casal o respectivo pagamento.

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19
_____________________________________________________________________

Concordando a divorcianda, com a divisão igualitária, ela ficará com os


demais bens remanescentes no imóvel.

5. DA PROPOSTA DA REQUERENTE QUANTO A PARTILHA DE


BENS

A requerente faz aqui uma proposta sobre a partilha dos


bens, informando que deseja ficar com o apartamento onde ela já mora
com a filha menor xxxx, assumindo o financiamento sozinha de xxx
parcelas a pagar.

E ao requerido sugere ficar com:

(Sugestão de bens a partilhar)

6. DA GUARDA

Tendo em vista ainda o bem-estar, as necessidades


e os interesses da adolescente menor púbere, a Requerente ficará com a
GUARDA da filha/filho, com visitas livres para o requerido, como de fato
já ocorre, desde a separação de fato do casal, sempre respeitando o
horário e o bem estar da adolescente;

7. DOS ALIMENTOS

A título de pensão alimentícia destinada a filha menor


púbere, requer seja fixado o percentual de 30% dos rendimentos líquidos
do requerido, com desconto em folha, tendo em vista que ele trabalha na
empresa xxxxxxxx, requerendo oficio a empregadora para que seja feito
desconto em folha.

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19
_____________________________________________________________________

Requer ainda, em caso de desemprego, seja fixado o


valor de R$ xxxxxxxxxxxxx), ou seja, percentual de 47,85% sobre o
salário mínimo vigente na época do respectivo pagamento.

8. DO USO DO NOME

Não se opõe quanto a requerida continuar usando o


nome de casada se assim esta requerer.

9. DOS PEDIDOS

Em face do exposto, considerando que a pretensão


da autora encontra arrimo nos artigos 1.571, IV do Código Civil, bem
como, no artigo 226, § 6° da Constituição Federal, requer, pois, a Vossa
Excelência:

a. A CONCESSÃO DOS BENEFÍCIOS DA GRATUIDADE DA


JUSTIÇA, nos termos da Lei nº 1.060/50, vez que se declara pobre
no sentido jurídico do termo e, para tanto e, sob as penas da lei,
que atualmente não reúne meios financeiros próprios e suficientes
para arcar com as custas processuais e honorários advocatícios,
sem prejuízo do próprio sustento e de sua família, conforme
declaração de pobreza anexa.

b. A intimação do douto representante do Ministério Público para que


intervenha no feito até o seu final; (apenas quando houver menor)

c. A citação, com os benefícios do § 2º do artigo 172 do CPC, do reu


para que, querendo, ofereça resposta no prazo legal, sob pena de
sujeitar-se aos efeitos da revelia;

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19
_____________________________________________________________________

d. A DECRETAÇÃO DO DIVÓRCIO DO CASAL, emitindo-se o


competente mandado de averbação para o Oficial de Registro Civil
das Pessoas Naturais do Distrito de xxxxxxxxxxxl e, declarando
que: (I) a mulher voltará a usar o nome de solteira, qual seja,
xxxxxxxxxxxxx;

e. (II) a guarda da filha ficará com a mulher, podendo o pai exercer


livremente o direito de visitas;

f. Requer a pensão alimentícia destinada a filha menor púbere,


requer seja fixado o percentual de 30% dos rendimentos líquidos.
Em caso de desemprego, seja fixado o valor de xxxxxxxxxxx ou
seja, percentual de 47,85% sobre o salário mínimo vigente na
época do respectivo pagamento

g. Que seja o requerido INTIMADO, para se manifestar sobre a


proposta ofertada pela autora quanto a partilha de bens;

O Requerente pretende provar o alegado por todos


os meios de prova em direito admitidas, especialmente pela juntada de
documentos.

Dá-se o valor estimado à causa de R$ 1.000,00 para


fins meramente fiscais.

Termos em que,
Pedem deferimento.
São Paulo, xxxxxxxxxxx

“ Também digo que, se dois de vocês concordarem na terra


em qualquer assunto sobre qual pedirem, isso será feito a vocês
por meu Pai que está nos céus” - Mt 18:19

Você também pode gostar