Você está na página 1de 11

Relevância do conteúdo.

Necessidade de selecionar medicamentos


Processo de seleção de medicamentos
Seleção de medicamentos Vantagens da seleção de medicamentos
Plano de aula Etapas da seleção de medicamentos
Critérios para seleção de medicamentos
Comissão de padronização de medicamentos
Estrutura das comissões de seleção de medicamentos
Formulário
Seleção de medicamentos.
Professor: Luiz Gustavo A. Oliveira
Itamaraju
2022

Organização mundial da saúde

recebem os medicamentos apropriados à sua condição Especificação técnica:


clínica, em doses adequadas às suas necessidades, por um tempo Manual
adequado e ao menor custo possível para si e para a .
Normatização contendo:
Com o URM: Seleção Utilização.
Tempo de internação;
Sofrimento evitável. Seleciono para que?
Racional
Estímulo a políticas direcionadas aos medicamentos. Baixo Custo.
Básico;
Avançado.
Seleção e URM Importante saber

Medicamento (R$ PCT e Hosp


Seleção
baixo e de eficaz). ganham

URM

Esta Foto de Autor Desconhecido está licenciado em CC BY-NC-ND

EUA: (87-89) EUA: (96)

Década de 50-70. E depois? OMS:


O que tivemos? Análise de novas 55 novos 53 novos
substâncias (75-84) 11
fármacos; fármacos
598 fármacos.
398 (novo?!)
33% (ganhos
110 terapêuticos).
75 (sem ganho
terapêutico)
um processo dinâmico, Objetivo principal da Seleção
contínuo, multidisciplinar e
.

O processo de O que acontece quando eu utilizo


seleção de critérios para selecionar
medicamentos medicamentos?
Optando por fármacos:
Implantar políticas de Atualização da Diminuição dos custos.
Necessários;
utilização de terapêutica hospitalar;
Eficazes; medicamentos;
Seguros;
E de qualidade.

Vantagens da seleção de medicamentos


Aumentar a qualidade da farmacoterapia e facilitar a vigilância farmacológica
Vantagens da seleção de medicamentos
Reduzir o custo da terapêutica, sem prejuízos para a segurança e a efetividade
Garantir a segurança na prescrição e administração do medicamento, do tratamento
reduzindo a incidência de reações adversas
Reduzir o número de fórmulas e formas farmacêuticas
Disciplinar o receituário e uniformizar a terapêutica, quando possível, para
estabelecer protocolos criteriosos Reduzir os estoques qualitativo e quantitativo
Facilitar a comunicação entre farmácia, equipe médica, pessoal de
Reduzir o custo de aquisição de medicamentos
enfermagem e seções administrativas
Simplificar rotinas de aquisição, armazenamento, dispensação e controle. Reduzir o custo de manutenção do estoque
Etapas da seleção de medicamentos Medicamentos com nível elevado de evidência
clínica;

Análise do nível Menor toxicidade e comodidade posológica


Designação de Conscientização Perfil assistencial e (Ex);
uma comissão da equipe nosológico infraestrutura
existente Critérios para seleção
Menor custo; de medicamentos

Edição e Definição de Informações biodisponibilidade e


Atualização
divulgação do Seleção de critérios de farmacocinética;
periódica do
formulário medicamentos seleção a serem
formulário
farmacêutico adotados
Ação farmacológica = cinética diferente;

CPM e CFT:
Semelhanças;
Evitar associações fixas; Diferenças.

Maior possibilidade de fracionamento e


adequação à faixa etária; CPM:
Comissão de É a primeira;
Critérios para seleção padronização de Caráter;
Preferência a medicamentos encontrados
no comércio local e formas farmacêuticas
de medicamentos medicamentos Criação;
acondicionadas em dose unitária; O que faz?
Relação básica de quais medicamentos
Seleção de ATB com CCIH. serão utilizados no hospital.
Manter atualizada.
Promover as informações básicas sobre
o medicamento.
Comissão de farmácia e terapêutica
CFT
Coordenar avaliações clínicas e estudos de consumo de medicamentos
Importância em pesquisa ou recém-lançados.
Por que?
Sugerir medidas que possibilitem a disponibilidade de recursos
CFT materiais e humanos.
Normas relacionadas à seleção, distribuição, produção, utilização e Disciplinar a ação dos representantes da indústria farmacêutica dentro
administração de fármacos e agentes de diagnóstico. do hospital.
Padronizar, promover e avaliar o uso seguro e racional de Estudar medicamentos sob o ponto de vista clínico, biofarmacêutico e
medicamentos prescritos. químico, emitindo parecer técnico.
Redigir o guia farmacoterapêutico ou formulário farmacêutico. Divulgar informações relacionadas a estudos clínicos relativos aos
Avaliar periodicamente o arsenal terapêutico disponível, medicamentos incluídos e excluídos do formulário farmacêutico.
promovendo inclusões ou exclusões.

Médico
CFT Médicos representantes das clínicas
Fazer estudos e revisões bibliográficas sobre medicamentos. Estrutura das Farmacêutico.
Elaborar programas de notificação e acompanhamento de reações comissões de Enfermagem.
adversas. seleção de
Normatizar procedimentos farmacoclínicos que se relacionam com a medicamentos
Como escolher os membros da comissão?
terapêutica medicamentosa.
Formulário ou guia farmacoterapêutico

Objetivo:
Revisão no
Principal público? formulário;
Estrutura do documento: Divulgação.
Medicamentos selecionados
Informações essenciais Organizar por
classes
Princípio ativo Forma farmacêutica, via de adm. terapêuticas
Posologia, indicação de uso, IM, incompatibilidades.

CPM>Guia>Farmácia. Esta Foto de Autor Desconhecido está licenciado em CC BY-NC-ND


Realidade sempre é mais complexa. E se...

Paciente com Ausência de resposta


patologia rara? terapêutica?

Paciente
ambulatorial em
Ex: ATB, Zolpidem,
tratamento com
Nicotina.
fármaco não
padronizado?

Como saber se estou selecionando medicamentos da


forma correta?
Como desenvolver um formulário de Listar
medicamentos? Agrupar por classes
medicamentos

Negativo:
Instituição já existe
Positivo:
Há padronização. Eliminar fármacos Definir classes
Instituição em fase de implantação.
Vantagem. com mesmo sal ou terapêutica mais
Não há processo de seleção de éster usada de acordo
medicamentos. Relativamente fácil de fazer.
Como funciona? Desvantagem
Vantagens. Formulário grande.
Desvantagens. Promover
inclusão/exclusão
de acordo com
critério de seleção.

Seleção de medicamentos Revisão da classe terapêutica

Revisão da classe terapêutica uma avaliação comparativa de fármacos de


Método qualitativo uma determinada classe .

Análise de decisão clínica aplicada à O que é classe terapêutica?


seleção de medicamentos
Método quantitativo. de agrupar medicamentos conforme sua
finalidade .
Ex: Analgésico, Anti-inflamatório, Diuréticos.
Revisão da classe terapêutica
Dislipidemia
Informativo técnico
Monografia dos
para encaminhar à
fármacos da classe
HMGO-CoA CFT
Redutase

Sinvastatina Equipe compara os


Estatinas Atorvastatina
medicamentos e
Rosuvastatina
seleciona o mais
viável

Análise de decisão clínica aplicada à seleção de


medicamentos
Vantagem:
Avaliação sistemática de cada classe terapêutica
Método quantitativo:
Avaliação por meio de
Desvantagem: números.
Medicamentos semelhantes
Subjetivo Objetivo

O que fazer? Abrangente.


Método quantitativo
Análise de decisão clínica na seleção de antagonista H2 da histamina
Critério Cimetidina Ranitidina
Peso (V.U) Valor (V.P) V.U x V.P Valor (V.P) V.U x V.P
1. Eficácia no tratamento 10,9 1 10,9 1 10,9
Estruturação da análise Caracterização das da úlcera duodenal
Problema. Objetivo.
com definição dos critérios informações necessárias à
Alternativas
de avaliação. análise de decisão. 2. Eficácia no tratamento 7,4 1 7,4 1 7,4
da úlcera gástrica
O que precisa ser feito? Quantificar a eficácia segurança e o Peso ao critério
Quais características o custo de tratamento Valor probabilístico.
medicamento deve contemplar. Ex: Seleção de antagonista 3. Eficácia no tratamento 8,1 0,6 4,9 0,6 4,9
H2 Eficácia em úlcera duodenal,
Fármacos em análise
efeitos antiandrogênicos, dose, da síndrome de Zollinger-
custo...
Elisson
5. Efeitos Adversos no 8,5 0,6 5,1 1 8,5
sistema nervoso central
6. Efeitos hepáticos 10,3 1 10,3 0,8 8,2
adversos

Análise de decisão clínica na seleção de antagonista H2 da histamina

Critério Cimetidina Ranitidina

Peso (V.U) Valor (V.P) V.U x V.P Valor (V.P) V.U x V.P

7. Efeitos 8,0 0,6 4,8 1 8,0


antiandrogênicos Análise de decisão clínica na seleção de antagonista H2 da histamina
8. Interação 8,5 0,2 1,7 1 8,5 Critério Cimetidina Ranitidina
medicamentosa
Peso (V.U) Valor (V.P) V.U x V.P Valor (V.P) V.U x V.P
9. Experiência clínica 9,0 1 9,0 0,6 5,4
com o fármaco 13. Total 79,6 87,0
10. Esquema de 8,3 0,6 4,5 0,8 6,6
administração
11. Custo 6,6 1 6,6 0,8 5,3
12. Formas 5,5 1 5,5 0,8 4,4
farmacêuticas
Referência Bibliográfica

GOMES, M. J. V. M. Ciências farmacêuticas: uma abordagem em


farmácia hospitalar. São Paulo: Ed Atheneu, 2006.

Obrigado!

Você também pode gostar