Você está na página 1de 14

http://aplicacao5.tst.jus.br/consultaunificada2/jurisSearch.

do

Terça, 03 de Maio de 2011

Refinar pesquisa 1 | 2 | 3 | ... | 345 |

| Total: 6889 ( 2011 ms )

Obs.: Os documentos são apresentados em ordem decrescente de data de publicação, desde que o resultado contenha até 2000 ocorrências. Acórdãos

Ementa:

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO OU DE CONTRADIÇÃO. 1. A Embargante atribui ao acórdão embargado a pecha de omisso e contraditório quanto à declaração da prescrição do seu direito de ação, relativamente ao pretenso dano moral . 2. O acórdão embargado deu provimento ao agravo da Reclamada, para, afastando o óbice da Súmula 297, II, do TST, declarar a prescrição do direito de ação de indenização por danos morais decorrentes de acidente de trabalho, diante da aplicação do prazo delimitado no art. 7º, XXIX, da CF. 3. Assim, não se verifica a omissão do acórdão, mas o inconformismo da Parte, incompatível com a via restrita dos embargos de declaração. Embargos declaratórios rejeitados. Processo: A-RR - 164100-55.2005.5.18.0006 Data de Julgamento: 11/06/2008, Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho, 7ª Turma, Data de Publicação: DJ 13/06/2008. Onde encontrou: ... declaração da prescrição do seu direito de ação, relativamente ao pretenso dano moral. 2. O acórdão...relativo à prescrição do dano moral no acórdão ... Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO - INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS - CONSTRANGIMENTO expressões pejorativas e de baixo calão DIRIGIDAS AO RECLAMANTE POR COLEGAS - DEVER PATRONAL DE ZELAR PELA URBANIDADE NO LOCAL DE TRABALHO - OMISSÃO DA RECLAMADA - INTERPRETAÇÃO RAZOÁVEL DOS DISPOSITIVOS LEGAIS PERTINENTES SÚMULA 221, II, DO TST - DIREITO DE REGRESSO POSTERIOR. 1. A controvérsia dos autos, dentre outros temas, diz respeito a pedido de indenização por danos morais decorrentes de constrangimento no ambiente de trabalho, em razão de tratamento com expressões pejorativas e palavras de baixo Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download)

03/05/2011

I Aplica-se o prazo Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Ementa sem Formatação 03/05/2011 . 3. Onde encontrou: .intrajornada. sendo esta última expressão usada como sinônimo de corno. de forma que se pudesse atribuir-lhe alguma culpa. Regional concluiu que ficou configurado o dano moral alegado pelo Reclamante.18.2002..2003. Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Processo: AIRR .http://aplicacao5. não se presta a reexaminar o conjunto fático-probatório produzido nos autos.ENQUADRAMENTO . Recurso de natureza extraordinária. Diante da situação delineada nos autos. Agravo de instrumento desprovido. além de ser tratado por outras palavras de baixo calão. Data de Publicação: DJ 13/06/2008. frente aos ofensores imediatos.15. Por fim. Inteiro Teor Ementa: RECURSO DE REVISTA. Sustenta a Reclamada que as provas produzidas não foram corretamente apreciadas. recurso de revista em que. não aproveita à Recorrente a tese de violação dos arts. Tratando-se de pretensão de indenização por PRESCRIÇÃO. Agravo de instrumento desprovido. Assentou ainda que a culpa ficou demonstrada pela omissão da Reclamada em coibir tal conduta.DANOS MORAIS..90040-07.0010 Data de Julgamento: 28/05/2008. tendo o Regional consignado que as palavras ofensivas e as de baixo calão que eram dirigidas ao Reclamante configuravam dano moral por submetê-lo a constrangimento e que estavam presentes a culpa e o nexo causal entre a conduta e o dano. DA CLT . conferiu entendimento razoável às normas legais pertinentes. porquanto se tratava de uma brincadeira entre amigos para descontrair.br/consultaunificada2/jurisSearch. 186 e 927 do CC e 131 do CPC. 4.5.do calão entre os empregados. O Regional concluiu que ficou configurado o dano moral alegado pelo Reclamante. Por esse mesmo motivo. Onde encontrou: . porquanto. a qual todos aceitavam e da qual participavam.SÚMULA Nº 126 DO TST. nos termos da Súmula nº 126 do TST. imprescindível o revolvimento de fatos e provas. Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA .jus.5. seguintes precedentes: previsto . PRESCRIÇÃO . da CLT.. que concluiu não haver responsabilidade da Reclamada pelos fatos narrados. 1ª Turma. nesse aspecto. 62. do TST. deve ser ressalvado o direito de regresso da Reclamada para cobrar a indenização por danos morais em que foi condenada. o que atrai o óbice da Súmula 221. para se chegar à conclusão acerca do enquadramento do reclamante na exceção prevista no art. em virtude de comumente ser chamado de "corno" ou de "soberano". Data de Publicação: DJ 13/06/2008... AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho.0122 Data de Julgamento: 11/06/2008. 934 do CC. os Tribunais Regionais do Trabalho revelam-se soberanos. devendo reprimir comportamentos inadequados. e que nem todas as pessoas são tolerantes a brincadeiras de mau gosto. assim. prescrição da pretensão .. Inadmissível. II. 7ª Turma.. Relator Ministro: Luiz Philippe Vieira de Mello Filho. como o recurso de revista.ART. Alega que foi correto o entendimento vertido na sentença.tst.. Consignou que cabia à Empregadora zelar pela urbanidade no local de trabalho. II. em virtude de comumente.. II. e que o Reclamante não se desincumbiu do ônus de demonstrar o suposto dano sofrido.. inclusive o Recorrido.284440-23. nos termos do art. 62. 2. Processo: AIRR . 5.

DANO MORAL ... XXIX. 1ª Turma. Incidência da Súmula nº 333 do TST. 7º. Nega-se provimento ao agravo que visa liberar recurso de revista despido de pressupostos de cabimento..0003 Data de Julgamento: 01/10/2008.5.195700-90. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . Tratando-se de pretensão ao percebimento de parcelas oriundas de dano moral decorrente da relação de trabalho firmada entre empregado e empregador. Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. XXIX.tst.br/consultaunificada2/jurisSearch. Recurso de revista não conhecido... Relator Ministro: Luiz Philippe Vieira de Mello Filho.jus.ART. Incidência da Súmula nº 333 do TST.ART.2005. da Constituição Federal. 7º. Data de Publicação: DEJT 17/10/2008. Processo: RR .17. XXIX. 7º. o prazo prescricional a ser considerado é o do art.15. Relatora Ministra: Kátia Magalhães Arruda. desta Corte: "RECURSO DE EMBARGOS . Inteiro Teor Ementa: RECURSO DE REVISTA DANO MORAL PRESCRIÇÃO .PRESCRIÇÃO . consoante entendimento sedimentado no Tribunal Superior do Trabalho.PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 . 7º..do danos morais.. 5ª Turma. Recurso de revista de que não se conhece.. Onde encontrou: .http://aplicacao5. Na hipótese de indenização por . o prazo prescricional incidente à espécie é o do art.0099 Data de Julgamento: 04/06/2008. XXIX. TURMA VMF/dbs/pcp RECURSO DE REVISTA . Onde encontrou: . Processo: RR . Decisão recorrida em consonância com a jurisprudência desta Corte. sob o fundamento de que a lesão decorreu da relação de trabalho. PRESSUPOSTOS DE CABIMENTO. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. da Constituição Federal. Data de Publicação: DJ 20/06/2008.2004.DANO MORAL .5.181500-55.

1998. pavimentando a possibilidade de revisão das questões objeto da alegada omissão por este TST. o certo é que a SBDI-1 desta Corte tem firmado posicionamento contrário à tese da prescrição total prevista na Súmula nº 294/TST. não haveria como subsistir o efeito acessório relativo ao pagamento das aludidas diferenças. ADICIONAL DE TRANSFERÊNCIA.Percebe-se haver o Regional exaurido a tutela jurisdicional. Data de Publicação: DJ 27/08/1999. vem à baila a Súmula 333 do TST. 5 .http://aplicacao5. É o que se verifica em relação à transferência para a cidade onde o empregado.Tendo por norte o fato de a transferência de Medianeira para Tupãssi ter sido para a localidade onde ocorreu a rescisão do contrato de trabalho. não se pode considerar definitiva transferência que dure menos de três anos. PRELIMINAR DE NULIDADE POR NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. alçada à condição de requisito negativo de admissibilidade da revista. é inafastável a definitividade que a caracteriza.5555 Data de Julgamento: 19/05/1999. quer por divergência jurisprudencial ou contrariedade às Súmulas 275. de descumprimento pelo empregador de obrigação constante de regulamento interno. descontos legais.Para se identificar uma e outra dessas modalidades de transferência é imprescindível a utilização do fator tempo. prescrição. na conformidade de norma regulamentar.Recurso não conhecido.RECURSO DE REVISTA DO RECLAMADO.09. ADICIONAL DE Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 . conquanto de pequena duração. DIFERENÇAS SALARIAIS. Assevera aplicação do disposto . RESSALVA DE POSICIONAMENTO PESSOAL. mas.. Relator Ministro: Thaumaturgo Cortizo. 6 .Com isso. I. pelo que o recurso não logra conhecimento quer por violação aos arts.Se não é concebível reputar definitiva transferência com duração inferior a três anos. 3 . 3 . extras. da CLT. 4 . revelando-se impertinente a indicação de ofensa aos arts. pois explicitou clara e coerentemente os fundamentos de decidir. 5ª Turma.424965-93. 2 . Inteiro Teor Ementa: I .Recurso provido. 11 da CLT. independentemente do fato de o empregado exercer cargo de confiança ou de existir previsão contratual para a transferência. sim. não se vislumbra mácula aos artigos 93. XXXV e LV.5. 2 . atingido o próprio direito. 2 . 1 . 3 . pelo decurso do prazo prescricional.br/consultaunificada2/jurisSearch. na conformidade da Súmula 294 do TST. 4 . por conta do que preconiza a Orientação Jurisprudencial nº 113 da SBDI-1. PRESCRIÇÃO . 535 do CPC e 5º. conforme Orientação Jurisprudencial nº 113 da SBDI-1. alínea "a" e § 5º. correndo presunção de ela ser definitiva. 1 .tst. onde ocorreu a extinção do contrato de trabalho.O pressuposto legal apto a legitimar a percepção do adicional de transferência é a provisoriedade na mudança do domicílio. da Constituição Federal para fundamentar o apelo. 1 .Cabe indagar se teria sido definitiva ou provisória a transferência de Medianeira-PR para Tupãssi. implicando o descabimento daquele adminículo.. IX. pelo que a prescrição é total e não parcial. 458 do CPC e 832 da CLT. visto que. conforme entendimento consagrado na Orientação Jurisprudencial nº 115 da SBDI-1 do TST. por injunção do artigo 896.Estando o direito à promoção umbilicalmente associado ao tempo em que ela deveria ter sido efetivada.jus.Até porque seria ininteligível se assegurasse a percepção de diferenças salariais provenientes de promoção ou promoções que não se efetivaram nas épocas próprias. haja sido dispensado.Recurso não conhecido. Para tanto é preciso alertar para a evidência de o § 3º do artigo 468 da CLT não conceituar o que seja transferência provisória ou definitiva. tem incontrastável caráter de definitividade.Apesar dessas considerações. por considerar que a hipótese em apreço não é de alteração do pactuado. Onde encontrou: . PROMOÇÕES. da Carta Magna. diante da inexistência de possibilidade de outra transferência no cotejo com a qual se pudesse indagar da sua provisoriedade.do Processo: AIRR . PROMOÇÃO POR ANTIGÜIDADE. 5 . há caso de transferência que. anuênios e indenização por dano moral.. atraindo a incidência da prescrição parcial.. a cavaleiro do que ministra a experiência do dia-a-dia de que nessa hipótese são fortes os vínculos do empregado com o município onde iniciara o trabalho. embora tenha trabalhado por pouco tempo. Embora esse posicionamento reflita ampla subjetividade do intérprete. e 294 do TST. o ato patronal de não concedê-la configura ato omissivo de efeito exauriente.Com isso.

Isso porque o recorrente em nenhum momento investiu contra o pronunciamento da prescrição total da pretensão. 7º. quando as razões do recorrente não impugnam os fundamentos da decisão recorrida. três vezes por mês" (fls. da mesma Constituição. da Constituição da República. analisando as normas coletivas pertinentes.http://aplicacao5.jus. Inteligência da Súmula nº 296. mesmo que se reconhecesse comprovada nos autos a pré-contratação. 468 e 620 da CLT. HORAS EXTRAS.Prejudicada a análise do tema em face da exclusão do pagamento do adicional de transferência. não se divisando.Assim.Recurso não conhecido. a inexistência de qualquer indício de defeito a tornar nula a cláusula 93ª referida.Tendo a Corte de origem assentado a circunstância de que "nenhum documento dos autos trouxe inserida qualquer alusão à dispensa do trabalho aos sábados.Nessa esteira de entendimento. a cavaleiro do princípio da autodeterminação coletiva. não haveria como reformar o julgado.tst. do TST (ex OJ nº 220/SBDI-1) e parcialmente provido para determinar que. inclusive. VALIDADE. constatação que repele a indicação de ofensa aos arts.Isso porque. do CPC.Recurso não conhecido. ainda que se desconstituísse o outro fundamento adotado pelo Colegiado de origem.O TRT consignou que os reajustes salariais objeto da presente demanda foram quitados mediante a cláusula 93ª do Acordo Coletivo de Trabalho 99/00. GRATIFICAÇÃO SEMESTRAL. 4 . II . 7º. ACORDO DE COMPENSAÇÃO.Recurso não conhecido. sob pena de afronta ao art. 3 . além de o art.que partem da premissa de dispensa de trabalho aos sábados e. por si só capaz de dar sustentação jurídica à decisão hostilizada.são inespecíficos. quanto às horas destinadas à compensação de jornada. colhe-se que. Ressaltou. caput e inciso II. 3 . tendo em vista o ajuizamento da ação mais de cinco anos após a supressão do pagamento das horas extras ditas pré-contratadas. DESCUMPRIMENTO DE VÁRIOS INSTRUMENTOS NORMATIVOS. à luz da alínea "a" do art. segundo a qual "não se conhece de recurso para o TST. à aplicação do Direito do Trabalho. II. 1 . BASE DE CÁLCULO. nem é capaz de sugerir a idéia de ter sido abolida a possibilidade de resilição imotivada no cotejo com o art. 1 . caput e inciso XXXVI. QUITAÇÃO EM ACORDO COLETIVO. não se aplica às empresas públicas e sociedades de economia mista. optou por dar prioridade à indenização compensatória em detrimento da estabilidade como forma de proteção da relação de emprego. 5º.importaria revolvimento de fatos e provas. XXVI. assim como a circunstância de que o autor não apresentou demonstrativo de que o acordo de quitação não fora adimplido. insurgir-se contra a negociação coletiva. não cabendo ao autor. 37. 2 . ainda. Capítulo VII. 6 . assim. 3 .Vem à baila a Súmula nº 333 desta Corte. HORAS EXTRAS. inciso I. que veda o reexame dos fatos e provas dos autos em sede de cognição extraordinária. como visto. individualmente. o art.O único paradigma colacionado é oriundo de Turma do TST. pois somente são inteligíveis dentro do contexto processual de que emanaram.A jurisprudência desta Corte consubstanciada no item I da Súmula 384 do TST (ex-OJ 150 da SBDI-1). especialmente os Acordos Coletivos de Trabalho 1996/1997 e 1999/2000. mas somente aos poderes centrais da administração direta. autarquias e fundações públicas. 2 . a reforma do julgado . 41 da referida Carta. 1 . por isso.Assim. I . pela ausência do requisito de admissibilidade inscrito no art. Seção II. MULTA CONVENCIONAL. inciso I. nos termos da Súmula nº 126/TST. conforme tipificação dada no próprio Título II. impõe-se a aplicação da Súmula nº 422/TST. 896 da CLT. 173 ser enfático ao equiparar as empresas públicas às pessoas jurídicas de Direito Privado. 514. labor este que. a propósito.O Tribunal local. por exemplo. 5 .RECURSO DE REVISTA DO RECLAMANTE REINTEGRAÇÃO. os arestos apresentados . pois deve prevalecer o acordado coletivamente em razão de tê-lo sido em um contexto de concessões recíprocas. bem como a apontada mácula aos arts. a indigitada divergência pretoriana.A tentativa do Banco de reformar o julgado partindo da premissa de que o mero acolhimento do pedido de horas extras não implica infringência à cláusula convencional encontra óbice intransponível na Súmula nº 126/TST. da Constituição da República.br/consultaunificada2/jurisSearch.Cotejando as razões recursais com os termos do acórdão recorrido. inservível.do TRANSFERÊNCIA. do TST. DIVISOR 200. II. 3 . PRÉCONTRATAÇÃO. CUMULAÇÃO DA PENA PECUNIÁRIA. da Constituição não altera o sentido e o alcance da norma do art. e que não foi objeto de impugnação no recurso de revista. 1604). 2 . Asseverou que o aludido passivo foi devidamente sopesado pelas partes. o que não se admite em sede de cognição extraordinária. 3 . 1 .A exigência do concurso público a que se reporta o artigo 37. 4 . 1 . chegou a ocorrer. conforme se percebe do item nº 247 da SDI-1. 03/05/2011 . em que os precedentes da deste Tribunal foram alçados à condição de requisito negativo de admissibilidade do recurso. concluem ser aplicável o divisor 200 . 4 Nesse sentido. 1 . com dispensa de labor sabatino . I. item IV.Recurso não conhecido.Recurso não conhecido. 173 daquele Texto. seja pago a mais apenas o adicional por trabalho extraordinário. o art. é no sentido de que "o descumprimento de qualquer cláusula constante de instrumentos normativos diversos não submete o empregado a ajuizar várias ações. nos termos em que fora proposta". 2 .de modo a alcançar a conclusão proposta pelo recorrente de que os instrumentos normativos teriam fixado jornada de oito horas. 2 . que cuidava da estabilidade no serviço após dois anos de estágio probatório. pleiteando em cada uma o pagamento da multa referente ao descumprimento de obrigações previstas nas cláusulas respectivas".Colhe-se haver o TRT priorizado a observância ao ajuste firmado mediante negociação coletiva. portanto. REAJUSTES SALARIAIS. 7º. que não coincide com o delineado na espécie. 173 e parágrafos da Constituição Federal.Recurso de revista conhecido por contrariedade à Súmula nº 85. que pacificou o entendimento de ser possível a despedida imotivada de servidor público celetista concursado de empresa pública ou sociedade de economia mista. no que concerne. SÚMULA Nº 85 DO TST. segunda parte. orienta-se a jurisprudência dominante nesta Corte. 1 .Desse modo. subsistiria o prescricional.

DESCONTOS SALARIAIS. não se podendo adotar um regime misto entre os dois e acatar. sem a limitação imposta pelo critério da competência mensal. 3 . 2 . COMPENSAÇÃO DAS HORAS EXTRAS PAGAS. infere-se que o Colegiado prestigiou a disposição normativa como meio de solução dos conflitos.Recurso desprovido. do TST. unicamente fulcrado em contrariedade à Súmula nº 342/TST. as que foram prestadas em determinado mês e pagas no mês subseqüente juntamente com as que ali o foram não seriam deduzidas da sanção jurídica. entre as disposições acordadas.Sendo assim.Adotando a teoria do conglobamento . I. PRESCRIÇÃO. desatendendo. houve observância aos arts. não comporta conhecimento. 1613). 620 da CLT e 7º. TRANSPORTE DE VALORES. DESCONTOS FISCAIS E PREVIDENCIÁRIOS.Recurso não conhecido. O art. XXVI.Conquanto reconhecendo inequívoco o labor do reclamante na atividade bancária e no transporte de valores. 3 . concluindo por assentar que "já houve o deferimento de reflexos da parcela que enseja consectários.5.86200-38. 1 . 2 . em razão da inexistência de previsão coletiva ou legal que o sustentasse.jus. hora extra" (fls. 1608). não se visualizando a ofensa legal apontada e encontrando-se superada a divergência jurisprudencial colacionada. 4ª Turma. às exigências da Súmula nº 337.O único paradigma válido é inespecífico. na busca da composição dos interesses das partes acordantes. 896. deve-se observar o universo do sobretrabalho quitado. Data de Publicação: DJ 13/06/2008. 3 .do concluiu pela inexistência de previsão do emprego da remuneração das horas extras no cálculo da gratificação semestral "mensalizada".Recurso não conhecido. Os arestos transcritos são inespecíficos.A matéria está disciplinada no âmbito deste Tribunal nos termos da Súmula/TST nº 368. de sorte que. conjugando-se com o acordo coletivo firmado pela categoria.A jurisprudência apresentada é inservível (art. pois as partes valeram-se de concessões mútuas.br/consultaunificada2/jurisSearch. ressaltando que. PROMOÇÕES. qual seja. Os demais são inservíveis ao cotejo. ao contrário do alegado pelo recorrente. mormente a previsão de mensalização da gratificação semestral via negociação coletiva. 1 .Tratando-se de dedução de horas extras pagas a menor. Assim. com a qual se coaduna a decisão recorrida. somente os aspectos mais favoráveis ao trabalhador -. 620 da CLT não autoriza tal procedimento.2005. 4 . APLICAÇÃO DA TEORIA DO CONGLOBAMENTO. por não versar as peculiaridades retratadas na espécie. 186 do atual Código Civil" (fls. do TST. 2 . sendo vedado aplicar.tst.09.. 1 . de modo a evitar a enriquecimento sem causa do trabalhador. não há como reconhecer a pretendida inobservância à diretriz sumulada. I. o TRT afirmou a prevalência do Acordo Coletivo de Trabalho em detrimento da Convenção Coletiva. 2 .Do exposto. 468 consolidado. da Constituição. 2 . consoante a diretriz da Súmula nº 296.Isso porque pode ocorrer que as horas extras prestadas num determinado mês tenham sido pagas conjuntamente com outras que o tenham sido no mês subseqüente. apenas as que forem mais benéficas aos trabalhadores. 611 da CLT e 7º. por não trazerem indicação de fonte de publicação.. que não foi formulado pelo autor. 1 .que o Reclamante tenha sofrido qualquer dano físico ou moral capaz 03/05/2011 . bem como extraiu a inexistência de disposição de que passasse a integrar o conjunto remuneratório.Recurso não conhecido.. XXVI. PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS. RESSALVA. neste caso. 2 Recurso não conhecido. da CLT) ou inespecífica (Súmula nº 296.0655 Data de Julgamento: 04/06/2008. 1 .http://aplicacao5.Recurso não conhecido. Processo: RR . CONVENÇÃO COLETIVA E ACORDO COLETIVO. O conhecimento do recurso esbarra no óbice do § 5º do artigo 896 da CLT.pela qual as condições estipuladas em Convenção Coletiva ou Acordo Coletivo devem ser consideradas em seu conjunto para verificação de qual deles é mais benéfico ao empregado. seria cabível apenas pleito de pagamento da diferença existente entre o salário que efetivamente percebia e aquele de maior valor.O recurso. Onde encontrou: . a Corte local manteve o indeferimento do pedido de pagamento de salários pelo exercício de dupla função. "a". assim. do TST) e também não se divisa mácula aos arts. pois as normas coletivas devem ser observadas em sua totalidade e não isoladamente. 4 . não havendo falar na alteração contratual lesiva vedada pelo art. 460 da CLT. Relator Ministro: Antônio José de Barros Levenhagen. dirimida a controvérsia pelo prisma do princípio da razoabilidade. e não de forma parcelada. I.. devendo ser interpretado como determinante da aplicação da norma mais favorável em seu conjunto.Não há falar em ofensa ao art. de um e de outro. pois. 159 do Código Civil anterior c/c art. da Constituição. tendo em vista a assertiva regional de que "não restou demonstrado que o Reclamante tenha sofrido qualquer dano físico ou moral capaz de dar ensejo à aplicação do art. é inviável a aplicação em parte da convenção coletiva. "a". 3 . a prevalecer o critério da dedução mês a mês.

147300-89. todas só existem porque derivadas do contrato empregatício. inclusive estético . moral. 03/05/2011 .2006. XXIX. Onde encontrou: . Independentemente do Direito que rege as parcelas (no caso. Data de Publicação: DJ 30/05/2003.09. PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. art.. 186 . RECURSO DE REVISTA. da Carta Magna. Assim.br/consultaunificada2/jurisSearch. descontos indevidos. DO TRABALHO..do de dar ensejo à aplicação do art. Direito Civil). dano moral e prescrição. a estabilização da competência desta Especializada para julgamento de causas dessa natureza -.789385-29. Relator Ministro: Mauricio Godinho Delgado.jus... 7º. inexistência de DORT.5. Inteiro Teor Ementa: RECURSO DE REVISTA. sujeitando-se ao mesmo prazo prescricional.2001. Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO.. serem efeitos conexos do contrato de trabalho (ao lado dos efeitos próprios deste contrato).0084 Data de Julgamento: 04/06/2008. não sendo cabível a incidência da regra prescricional civilista.http://aplicacao5.tst.. inclusive estético. Agravo desprovido. Relator Juiz Convocado: Luiz Philippe Vieira de Mello Filho.. moral . INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS/MATERIAIS DECORRENTE DE ACIDENTE DO TRABALHO. O fato de as indenizações por dano patrimonial. ajuizada na esfera trabalhista em 2006 . XXIX. Recurso de revista desprovido. 1ª Turma. Onde encontrou: . a prescrição aplicável é a prevista na Constituição Federal. PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. 7o. prescrição qüinqüenal e horas extraordinárias .. 6ª Turma.5555 Data de Julgamento: 07/05/2003. Desfundamentado a respeito de vários temas. O fato de as indenizações por dano patrimonial. Processo: ED-E-RR ..03.. Não patenteada a ofensa ao dispositivo constitucional.após. Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Processo: AIRR . Envolvendo matéria fática o tema de horas extraordinárias. atrai a submissão à regra do art.. tratando-se de ação em que se pleiteia reparação de ordem material e moral decorrente de acidente de trabalho. Data de Publicação: DJ 20/06/2008.5. Recurso de revista sem chance de prosperar. portanto. acerca do tema ligado à prescrição qüinqüenal.

Os pedidos relativos à indenização por dano moral e material. Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO..5.. PRESCRIÇÃO. mas que o fundamento do pedido se assente na relação de emprego. É irrelevante que a decisão. Data de Publicação: DJ 01/04/2005. Registre-se pronunciamento do STF. para perquirir-se acerca da prescrição aplicável.tst.. inserindo-se no contrato de trabalho (Conflito de Jurisdição nº 6. A Constituição. da Constituição Federal.. Distrito Federal). não terminativa do feito. em acórdão da lavra do Ministro Sepúlveda Pertence..8605400-82. quer provenha da fase pré-contratual quer da contratual ou pós-contratual. 114. A decisão interlocutória. é competente .03. os decorrentes de danos morais praticados no âmbito da relação de emprego. que promoveu a Reforma do Poder Judiciário e ampliou a competência da Justiça do Trabalho. no art. O que importa.2002. Relator Juiz Convocado: Guilherme Augusto Caputo Bastos.... COMPANHIA VALE DO RIO DOCE Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 1. Trata-se de dano extrapatrimonial sofrido pelo empregado. Incensurável a conclusão regional. necessariamente. Da norma ali inserta.2003.do Inteiro Teor Ementa: Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. também. PRESCRIÇÃO. decisão interlocutória. Data de Publicação: DJ 02/04/2004. é o efeito judicial de determinar o prosseguimento da relação jurídico-processual. há considerar em que se assenta o fundamento do pedido.6261500-23. não admite recurso de imediato no processo do trabalho. Processo: AIRR . pois se refere ao contrato de trabalho. depreende-se que os dissídios individuais entre os trabalhadores e empregadores abrangem. XXIX. MORAIS. indicativo da tese de que. formulados com base em acidente. 114 da CF foi alterado com a Emenda Constitucional nº 45/04. Onde encontrou: . no qual se concluiu não ser relevante para fixação da competência da Justiça do Trabalho que a solução da lide remeta a normas de Direito Civil.262. "em sendo dano moral resultante da relação de emprego. atribuindo-lhe a apreciação das seguintes questões: a) as - 03/05/2011 . Processo: ED-RR . a questão controvertida é oriunda da relação de emprego. atribui à Justiça do Trabalho a competência para "conciliar e julgar os dissídios individuais e coletivos entre trabalhadores e empregadores".5. Não há dúvida de que. de que o prazo prescricional aplicável à espécie é o previsto no art. em busca da solução definitiva. Inteiro Teor Ementa: COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA INCOMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO.EMBARGOS PRESCRIÇÃO PARCIAL DECRETADA .0900 Data de Julgamento: 02/03/2005.04. DESPROVIMENTO. Da mesma forma.jus. Entendimento consagrado no Enunciado nº 214 da Súmula desta Colenda Corte. tenha decidido matéria pertinente ao mérito... 7º.br/consultaunificada2/jurisSearch.. in casu. O teor do art.959-6. Recurso conhecido e desprovido. A Constituição Federal. Onde encontrou: .. 4ª Turma. 1ª Turma.0900 Data de Julgamento: 17/03/2004. por não ser terminativa do feito.http://aplicacao5. Relator Ministro: Antônio José de Barros Levenhagen.

Processo: RR . DISSENSO JURISPRUDENCIAL.º 268 da jurisprudência desta Corte. -habeas corpus.do TST. nas controvérsias decorrentes da relação de trabalho. pois. com isso. mas da filiação espontânea ao plano de previdência privada instituído por entidade previdenciária criada com personalidade jurídica própria. de acordo com a qual -A ação trabalhista. DECISÃO REGIONAL EM CONFORMIDADE COM SÚMULA DO TST.17.http://aplicacao5.. Processo: AIRR . 5.jus. Recurso de revista da VALIA conhecido e provido. restando prejudicado o exame dos demais temas do recurso da VALIA. este Relator entende que os três requisitos encontram-se presentes.. Inteiro Teor Ementa: EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA.. jurisdição trabalhista. portanto.. interrompe a prescrição somente em relação aos pedidos idênticos. Todavia. desde que a pretensão atenda a três requisitos: a) ter a ação. b) dissídios que envolvam o exercício do direito de greve e disputas concernentes à representatividade sindical. desconectada de um contrato de trabalho que a gerou. f) dissídios relativos às penalidades administrativas impostas aos empregadores.0001 Data de Julgamento: 17/08/2005. já que o pleito de dano moral e material perseguido pelos reclamantes está . 4ª Turma.da relação de trabalho. Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho. INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO. Data de Publicação: DJ 27/05/2005. INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO.5. a jurisprudência majoritária desta Corte tem se inclinado em direção oposta. Os dissídios envolvendo complementação de aposentadoria se dão após encerrada a relação de emprego e de trabalho e não dizem respeito ao cumprimento de decisão da Justiça Laboral. da própria contratação. o ingresso do empregado no plano de previdência complementar. parágrafo 4º. ainda que arquivada..91000-51. d) litígios que abranjam os conflitos de competência entre órgãos com jurisdição trabalhista. bem como da integralidade do apelo da Companhia Vale do Rio Doce .03.do ações oriundas. Agravo de instrumento conhecido e desprovido. e) ações que envolvam dano moral e patrimonial decorrente da relação de trabalho. entendendo que o pagamento da complementação de aposentadoria pela VALIA não decorre de obrigação assumida pela CVRD em relação aos seus empregados por força do contrato de trabalho. mostrando. c) decorrer. tendo o plano como clientela exclusiva e garantida a massa dos empregados da empresa.. Inteiro Teor Ementa: Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 . assim. -In casu-. é inviável o processamento do recurso de revista amparado em divergência jurisprudencial. Inteligência do artigo 896. Dá-se. no seu pólo passivo.2004.-. 4. Data de Publicação: DJ 02/09/2005.. DISSENSO. 3. Estando a decisão regional em conformidade com a diretriz firmada na Súmula n.CVRD.3400-94. razão pela qual reconhece a competência da Justiça do Trabalho para apreciar as questões referentes à complementação de aposentadoria dos exempregados da CVRD.5. tanto a entidade de previdência privada quanto o ex-empregador que a instituiu e mantém.br/consultaunificada2/jurisSearch.2001. e g) controvérsias referentes a multas administrativas fixadas pela fiscalização do trabalho.... da CLT. e) ações que envolvam dano moral e patrimonial decorrente da relação de trabalho. prescrição e integração . do contrário. enquadrando-se. c) mandados de segurança.relação à causa de pedir..e as demais -controvérsias decorrentes.tst. a relação seria apenas de natureza previdenciária.0059 Data de Julgamento: 04/05/2005. voltada exclusivamente para os empregados da empresa que a instituiu. Relator Juiz Convocado: Altino Pedrozo dos Santos. 2. que a complementação de proventos decorre da relação de emprego havida. b) ser a entidade de previdência privada fechada. provimento ao recurso de revista para declarar a incompetência da Justiça do Trabalho e determinar a remessa dos autos à Justiça Comum do Estado de Minas Gerais. Onde encontrou: .e -habeas data-.. Onde encontrou: . 1ª Turma.

. todas as questões levantadas pela Recorrente foram apreciadas pela Turma Julgadora -a quo-. não havendo que se falar em negativa de prestação jurisdicional. em atenção ao princípio da actio nata.45840-32. 5ª Turma.2002.COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO.04. da Carta Magna. 4ª Turma. salvo o reexame de fatos e provas.. a data em que efetivado o crédito da correção monetária expurgada pelos planos econômicos na conta vinculada do autor. NULIDADE DO ACÓRDÃO REGIONAL. No caso...2003.do AGRAVO DE INSTRUMENTO. ACRÉSCIMO. RECURSO DE REVISTA. b) dissídios que envolvam o exercício Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 . Assim. Inteiro Teor Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO.01. § 3º. garantia totalmente .http://aplicacao5. Relator Ministro: Antônio José de Barros Levenhagen.proporcional à ofensa.5.. aplicável.0291 Data de Julgamento: 14/09/2005.tst. não se verifica a alegada nulidade... Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Processo: AIRR . do CPC. RITO SUMARÍSSIMO.da relação de trabalho. 1. Inteiro Teor Ementa: I) NULIDADE DO JULGADO . como termo inicial do prazo prescricional. FGTS. V..NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL .jus. XXIX. Onde encontrou: . coincidente com o momento da alegada lesão do direito. PRESCRIÇÃO. PRESCRIÇÃO. atribuindo-lhe a apreciação das seguintes questões: a) as ações oriundas. além de indenização por dano moral. Onde encontrou: .. pois o acórdão recorrido foi expresso ao examinar os vários aspectos da controvérsia suscitados nos embargos de declaração opostos. incide a prescrição total do.OMISSÕES nÃO CARACTERIZADAS. ACRÉSCIMO DE 40%. 114 da CF foi alterado com a Emenda Constitucional nº 45/04.5. Agravo de instrumento desprovido.CAIXA ECONÔMICA FEDERAL .a actio nata -. que promoveu a Reforma do Poder Judiciário e ampliou a competência da Justiça do Trabalho. SUPRESSÃO DE INSTÂNCIA. II) COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA . da Constituição da República acórdão regional em que adotada. material ou à imagem.e as demais -controvérsias decorrentes.0012 Data de Julgamento: 21/09/2005. não há cogitar da prescrição. subsidiariamente aplicável.br/consultaunificada2/jurisSearch.. DIFERENÇA. em que assegurada garantia totalmente diversa da pretendida pela ré. e da ação . Decisão regional que se amolda aos termos do artigo 515.. O teor do art. Sem o nascimento da pretensão..129940-28. Relatora Juíza Convocada: Rosa Maria Weber Candiota da Rosa. Processo: ED-AIRR . EXPURGOS INFLACIONÁRIOS. Inocorrente violação do artigo 5º. FGTS. Não viola o artigo 7º.Regional. Data de Publicação: DJ 30/09/2005. procedimento . Data de Publicação: DJ 07/10/2005. Nega-se provimento ao agravo em que não foram desconstituídos os fundamentos do despacho denegatório do recurso de revista. de que não ficou comprovado o dano moral. A nulidade do julgado por negativa de prestação jurisdicional caracteriza-se quando o Regional não analisa aspecto relevante da controvérsia devidamente prequestionado.

. inc. tanto na CLT (art. d) litígios que abranjam os conflitos de competência entre órgãos com jurisdição trabalhista. porque a lesão se relaciona com a execução do contrato de trabalho e para essa hipótese há previsão específica. 3. pois. nas controvérsias decorrentes da relação de trabalho. razão pela qual é de se reconhecer a competência da Justiça do Trabalho para apreciar as questões referentes à complementação de aposentadoria dos ex-empregados da CEF. -habeas corpus.2001.tst. No caso da CEF.. não se aplica a prescrição vintenária de que cogita o art.. Tratando-se de pedido de indenização por dano moral resultante de ato do empregador que.Trabalho. 4ª Turma.http://aplicacao5. à Justiça Comum. Federal ou Estadual). f) dissídios relativos às penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos órgãos de fiscalização das relações de trabalho. b) ser a entidade de previdência privada fechada. XXIX). PRESCRIÇÃO . assim. o ingresso do empregado no plano de previdência complementar. com isso.. jurisdição trabalhista. Recurso de revista não conhecido.87400-33. e) ações que envolvam dano moral e patrimonial decorrente da relação de trabalho. voltada exclusivamente para os empregados da empresa que a instituiu.br/consultaunificada2/jurisSearch. Inteiro Teor Ementa: RECURSO DE REVISTA.. e) ações que envolvam dano moral e patrimonial decorrente da relação de trabalho. g) controvérsias relativas a multas administrativas fixadas pela fiscalização do trabalho (afetas. In casu. no seu pólo passivo. antes da EC 45/04. a jurisprudência do TST entende que tais requisitos encontram-se presentes. enquadrando-se.5. desconectada do contrato de trabalho que a gerou. Onde encontrou: . a Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 . tendo o plano como clientela exclusiva e garantida a massa dos empregados da empresa. desde que a pretensão atenda a três requisitos: a) ter a ação. do contrário. prescrição e diferenças . Os dissídios que envolvem complementação de aposentadoria se dão após encerrada a relação de emprego e de trabalho e não dizem respeito ao cumprimento de decisão da Justiça Laboral.do do direito de greve e disputas intersindicais concernentes à representatividade.01. mostrando.0012 Data de Julgamento: 22/03/2006. Data de Publicação: DJ 20/04/2006. 177 do Código Civil. 2. 7º. que a complementação de proventos decorre da relação de emprego havida. tanto a entidade de previdência privada quanto o ex-empregador que a instituiu e mantém. quando o ato questionado envolver matéria sujeita à sua jurisdição. nessa qualidade. a relação seria apenas de natureza previdenciária. 11) como na Constituição da República (art.e -habeas data-. Processo: RR . Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho.jus.. da própria contratação. causando-lhe prejuízo de ordem moral . c) decorrer. DANO MORAL . c) mandados de segurança. haja ofendido a honra ou a imagem do empregado.

Inteiro Teor Ementa: DANO MORAL DECORRENTE DA RELAÇÃO DE EMPREGO PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. 7º. a prescrição própria dos créditos resultantes da relação de trabalho. 03/05/2011 . art. 5ª Turma. Nessa linha. da Constituição da República. XXIX.tst. tendo o Regional pontuado que a ruptura do vínculo de emprego ocorreu em 30/09/01 e que a presente ação foi ajuizada somente em 15/04/04. 4ª Turma. Onde encontrou: .. Se a postulação de indenização por danos morais é feita sob o fundamento de que a lesão decorreu da relação de trabalho.5. 177). Data de Publicação: DJ 02/02/2007. Data de Publicação: DJ 20/04/2007.04..14600-39. 7º.0026 Data de Julgamento: 13/12/2006.br/consultaunificada2/jurisSearch. o fundamento do pedido de indenização por dano moral repousa nas obrigações compreendidas pela relação de trabalho havida entre as partes.152100-53. Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Processo: RR .específicos. Tratando-se de pedido de indenização por dano moral resultante de. da CF. que é qüinqüenal. 114.jus. Recurso de revista conhecido em parte e desprovido. Destarte. XXIX.0562 Data de Julgamento: 28/03/2007.2005.. art. uma vez que o direito de ação não foi exercitado dentro do biênio prescricional da lesão do direito. VI). a par da competência da Justiça do Trabalho (CF..5. DE REVISTA. Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho.09. Processo: RR . razão pela qual atrai.do prescrição aplicável é a prevista no art.. nos moldes do art. Relator Ministro: João Batista Brito Pereira. observada a bienal da extinção do contrato de trabalho. não havendo como se pretender a aplicação do prazo prescricional de 20 anos. revela-se pertinente o pronunciamento da prescrição . Recurso de Revista de que se conhece e a que se nega provimento.http://aplicacao5. PRESCRIÇÃO. pelo caráter trabalhista perpassa também a indenização relativa aos danos sofridos. DANO MORAL. DANO MORAL .. PRESCRIÇÃO.2005. previsto no Direito Civil (CC. inc.

21200-82. tendo o Regional pontuado que a ruptura do vínculo de emprego ocorreu em 31/07/97 e que a presente ação foi ajuizada somente em 27/09/05.br/consultaunificada2/jurisSearch. CLUBE DOS VETERANOS DA MULTIBRÁS. art. observada a bienal da extinção do contrato de trabalho.. a prescrição própria dos créditos resultantes da relação laboral. Destarte. 7º. Relator Ministro: Ives Gandra Martins Filho. VI). não havendo como se pretender a aplicação do prazo prescricional de 20 anos.jus. uma vez que o direito de ação não foi exercitado dentro do biênio prescricional da lesão do direito. a par da competência da Justiça do Trabalho (CF.5. razão pela qual atrai. Inteiro Teor Ementa: DANO MORAL DECORRENTE DA RELAÇÃO DE EMPREGO PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. Inteiro Teor Ementa: RECURSO DE REVISTA. Se a postulação . Se a postulação de indenização por danos morais é feita sob o fundamento de que a lesão decorreu da relação de trabalho.. nos moldes do art. Data de Publicação: DJ 18/05/2007. TURMA IGM/mp/lag/ca DANO MORAL DECORRENTE DA RELAÇÃO DE EMPREGO .tst. 4ª Turma. previsto no Direito Civil (CC.2006. XXIX. 177). o caráter trabalhista perpassa também a indenização relativa aos danos sofridos. Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Processo: E-ED-RR .. Se a postulação ..PRESCRIÇÃO APLICÁVEL..PRESCRIÇÃO APLICÁVEL. o fundamento do pedido de indenização por dano moral repousa nas obrigações compreendidas pela relação de trabalho havida entre as partes. Recurso de revista conhecido e desprovido.http://aplicacao5. art. Nessa linha..do Onde encontrou: . TURMA IGM/msm/rf DANO MORAL DECORRENTE DA RELAÇÃO DE EMPREGO . PRESCRIÇÃO Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) 03/05/2011 ... da CF. Onde encontrou: . SUPRESSÃO DE BENEFÍCIOS.0054 Data de Julgamento: 02/05/2007. revela-se pertinente o pronunciamento da prescrição . que é qüinqüenal. 114.03.

45000-17.. Nesse sentido decidiu o Regional. tanto quanto que o ato da transação foi julgado válido. de que não houve lesividade na alteração efetivada pela ré. Data de Publicação: DJ 22/06/2007. DA VALIDADE DA TRANSAÇÃO. 3ª Turma..não há afronta aos arts. DANO MORAL. pelo que.5. nem a qualquer outro valor subjetivo. soberano na apreciação dos fatos e provas. da Carta Magna. Não obstante se contabilizar. Assentado pelo Regional que não houve prova de lesão à honra ou à imagem do autor.tst. PRESCRIÇÃO. no caso em questão. em regra. Recurso de Revista não conhecido. X.. atestou a validade da transação entabulada.12. já que os benefícios não constituíram direito previsto em regulamento interno. Inteiro Teor Ementa sem Formatação Andamento do Processo Inteiro Teor (Download) Refinar pesquisa 1 | 2 | 3 | ..br/consultaunificada2/jurisSearch. | 345 | | Total: 6889 ( 2011 ms ) 03/05/2011 . Onde encontrou: . 9º e 468 da CLT..http://aplicacao5. ou seja. Processo: RR .. Relator Ministro: Carlos Alberto Reis de Paula. mas liberalidade com possibilidade de alteração ou supressão prevista no próprio estatuto do Clube dos Veteranos. Não obstante. BENEFÍCIOS. evidencia-se ausência de interesse recursal. a prescrição a partir do término do pacto laboral. dando notícia. inclusive. descarta-se a denúncia de afronta ao artigo 5º. Assentado pelo Regional que não houve prova . 9º e 468 da CLT.do . estando a decisão recorrida conforme o pedido do recorrente. não configurando ato ilícito. da supressão dos benefícios concedidos durante anos pela ré através do Clube dos Veteranos (política de recursos humanos instituída e mantida pela empresa). DANO MORAL ..0004 Data de Julgamento: 30/05/2007. razão pelo que não há afronta aos arts.jus. O Tribunal Regional.. o prazo prescricional deve ser computado da data em que se verificou a lesão ao direito.2004.