Você está na página 1de 11

1

1. INTRODUÇÃO
As funções administrativas dependem constantemente de estratégias e planos para serem devidamente colocadas em prática. Através de ferramentas que são capazes de fazer cruzamento de dados e automaticamente chegar ao resultado mais propício, gestores lidam com essa tecnologia como um facilitador de tomada de decisões. O Business Intelligence é um conceito que se refere ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte a gestão de negócios. O tema em questão proporciona a qualquer função administrativa facilidades no processo de informatizar e empresa. Ou seja, permite que cada funcionário da empresa tenha uma visão do todo, e não apenas do seu trabalho. Para Barbieri (2001) Business Intelligence pode ser entendido como a utilização de variadas fontes de informação para definir estratégias de competitividade nos negócios da empresa. Uma das suas vertentes está relacionada ao apoio e ao subsídio ao processo de tomada de decisões, baseado em dados trabalhados especificamente para a busca de vantagens competitivas. Com o anseio de se atualizar e se manter no mesmo nível de empresas que estão se expandindo cada vez mais, a instalação de novos sistemas de informação ou ferramentas de auxílio está cada vez mais sendo requisitadas pelos gestores. Rápidas e capazes de descobrir relações e tendências, e de transformar grandes quantidades de informação em conhecimento útil, tais artifícios são questionados, no entanto, quanto ao seu nível de importância.

o grau de necessidade do Business Intelligence nas empresas. registram grandes volumes de dados sobre diversas áreas da organização. requisitos de negócio. A integração quanto aos setores de um sistema organizacional é importante para que todos se relacionem e coincidam seus objetivos em um só. cada vez mais sofisticados. Novos concorrentes surgem a todo o momento no país e no exterior estão demonstrando que as empresas devem se preparar para a renovação ou irão perder na competitividade. No entanto. as opiniões nem sempre são unânimes. como o uso de softwares específicos para obtenção de relações não triviais como potenciais de vendas cruzadas. JUSTIFICATIVA Pretende-se demonstrar nesta pesquisa. Howard Dresner. No ambiente corporativo. Segundo Oliveira (2006). alimentos empacotados e recipientes. vice-presidente da empresa Gartner (detentora da paternidade do termo Business Intelligence). entre outros. segundo Primak (2000) quando falamos de Business Intelligence. Lawrence e Lorsch preocupavam-se com as características que uma organização precisava apresentar para enfrentar o ambiente externo. benefícios e métricas para o Return on Investment. desenvolveram uma pesquisa em dez empresas em diferentes meios industriais – plásticos. segmentação de mercados. é imprescindível um planejamento adequado em que se tenha clareza da visão estratégica. agilizando os processos relacionados às tomadas de decisão. Os diversos sistemas de operação. a procura por casos semelhantes é de grande ajuda na escolha do ferramental mais apropriado para cada necessidade. seja qual for a opção por soluções de negócio. Lê-se em Primak (2000) que o atual interesse pelo Business Intelligence vem crescendo assustadoramente conforme é empregado nas organizações possibilitando a realização de uma série de análises e projeções. é quem defende essa teoria.2 2. Existem diversos recursos. Concluíram que os principais problemas organizacionais são a diferenciação e a integração. a habilidade de acessar e analisar rapidamente diversas fontes de informação é um diferencial essencial na tomada de decisões. Para isso. Lê-se em Chiavenato (2004). Considerando a citação anterior. Com isso. Um ambiente competitivo não permite sucesso às empresas que não conseguem agir rapidamente frente às constantes mudanças de um mercado cada vez mais global. percebe-se que. Para alguns consultores e analistas é importante . previsões. que são a base sobre a qual os bancos de dados multidimensionais são construídos. o principal desafio de uma solução de Business Intelligence é quanto à existência e à qualidade dos dados históricos.

os funcionários se adaptam bem ao Business Intelligence. entre outras. . . a aplicação desse conjunto de aplicativos é bastante disseminada. tornar a informação disponível para qualquer um e mover informações para qualquer lugar (Mann. estudos científicos são escassos e não existem muitos estudiosos mais relevantes do que outros. Os negócios podem oferecer e também acessar serviços eletrônicos na internet: serviços para prover informações.Com um treinamento de qualidade. dentre elas Mann (1999) destaca duas que viabilizam o desenvolvimento de processos integrados de negócio que se expandem além das fronteiras organizacionais. o conceito de Business Intelligence já era usado pelo povo antigo. gerar compromissos e executar tarefas similares. e com supervisão adequada. os períodos chuvosos e de seca. A sociedade do Oriente Médio antigo utilizavam seus princípios básicos quando cruzavam informações obtidas junto à natureza em benefício de suas aldeias. envolvendo diversas empresas. Talvez sem gastos em treinamento. Segundo Primak (2000). de modo que a pesquisa deverá ser efetuada através de estudos de casos. portanto. deseja-se evidenciar a solução para a questão: “O gasto com treinamento e o tempo para a adaptação dos funcionários é compensado pelas vantagens do Business Intelligence?” Pode-se encontrar as seguintes hipóteses: . aceitar e executar transações.3 que a empresa que deseja implementar ferramentas de análise disponha de um aplicativo específico para reunir os dados já transformados em informações. Para a implementação do Business Intelligence é preciso que os gestores sejam devidamente treinados. Levando em conta a dificuldade de implementar o Business Intelligence devido ao baixo grau de conhecimento tecnológico dos funcionários. Observando apenas essa movimentação. deve-se levar em conta que o tema em questão é bastante novo e. 1999). Mesmo que os princípios do Business Intelligence sejam antigos. A internet pode alcançar a todos. Outra oportunidade para as companhias é construir processos de negócio baseados em ferramentas online para troca de informações que podem envolver múltiplas pessoas e organizações.Se os funcionários forem mais jovens. é possível que a implementação seja mais eficiente. a posição dos astros. diversas oportunidades surgem. eram formas de obter informações que eram usadas para tomar decisões importantes que permitissem a melhoria de vida de suas respectivas comunidades. pois existe a possibilidade destes não terem a devida intimidade com a ferramenta tecnológica. Analisar o comportamento das marés. Entretanto. A internet é um exemplo de como a tecnologia trabalha a favor da mobilidade das informações.

. . deseja-se responder: “Será a necessidade da implementação da tecnologia Business Intelligence.Em empresas não-rotineiras e com uma economia e organização dinâmicas. os aplicativos funcionam devidamente.4 Considerando a escassez de pesquisas e estudos científicos sobre o nível de necessidade de tal tecnologia no mercado atual. generalizada? Ou seja. em todos os tipos de empresas?” Pode-se encontrar as seguintes hipóteses: .Para cada tipo de empresa ou organização existe um nível necessário de tal tecnologia.

2. Aos que não aplicaram se a ausência desse conjunto de sistemas foi danosa. 3.1. se obtiveram bons resultados. Em outras palavras. Dessa maneira haverá a possibilidade de avaliar a relevância de tal conjunto de aplicações na prática no gerenciamento de um empreendimento. busca examinar se as vantagens trazidas por esse conjunto de sistemas faz com que um empreendimento se destaque no mercado de forma eficaz a curto e longo prazo. se empregam ferramentas de Business Intelligence em suas gestões e questionar o grau de eficiência. OBJETIVOS Esta pesquisa tem como objetivo identificar a relevância do Business Intelligence nas empresas. ponderando como a tecnologia pode ser inserida com grande eficiência. OBJETIVO ESPECÍFICO O objetivo específico é considerar entre empresas atualmente em ascendência no mercado. OBJETIVO GERAL O objetivo geral desta pesquisa é compreender as facilidades que essa ferramenta pode proporcionar na gestão de um negócio. 3.5 3. trazendo benefícios ao empreendedor e analisando o que a torna um diferencial entre outras organizações. .

. será revisada a pesquisa por inteiro. será redigido um relatório final interpretando e concluindo o projeto. a fim de elaborar um artigo expondo as evidências encontradas. Ao mesmo tempo. Para finalizar. estima-se a viabilidade da entrega do projeto final e publicação do mesmo dentro de um prazo de sete meses. Para isso serão consultadas universidades que estudam tecnologias inovadoras e possuem departamentos específicos voltados para tecnologia da informação. com detalhes explicando se os funcionários foram treinados e se o treinamento foi eficiente ou não. para que se identifique cada mínima função dentro de uma empresa. O questionário (Anexo) será elaborado com perguntas referentes às questões problemas citadas anteriormente. Portanto.6 4. os dados adquiridos serão assentados em uma tabela parar facilitar a análise e interpretação dos resultados. Conseguinte a aplicação deste questionário. METODOLOGIA Será realizado um levantamento mais detalhado dos aplicativos que compõem o Business Intelligence. e será aplicado a 20 empresas. Outras empresas escolhidas aleatoriamente farão parte do fichamento. A partir desses. será feito um fichamento de todas as empresas que utilizam a tecnologia. para que seja possível identificar os empecilhos para a implementação do Business Intelligence no empreendimento e para saber o nível de necessidade da tecnologia.

7 5. CRONOGRAMA Mês Fev Atividade Mar Abr Mai Jun Jul Ago Levantamento dos aplicativos Fichamento das empresas Aplicação do questionário Coleta de dados Tabulação de dados Análise dos dados e discussão dos resultados Elaboração do relatório final Revisão do texto / Elaboração do Artigo Entrega / Publicação do artigo X X X X X X X X X X X X X X .

google.pdf > acessado em 26/10/2010. Business Intelligence. São Paulo: Pearson Prentice Hall: Fundacão Getúlio Vargas.8 6. 2006. Rio de Janeiro: Elsevier. Business need value chain integration. OLIVEIRA. BAPTISTA Miguel. 1999. Carlos. Disponível em: <http://www. Idalberto. SEZÕES.com.. Disponível em: <http://books. PRIMAK. Axcel Books. Decisões com B. Introdução a Teoria Geral da Administração. Carlos. 2004. . ed. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BARBIERI. OLIVEIRA.pt/negocio_electronico/documentos/manuais_PDF/Manual_V. E. (Business Intelligence). J. José. F. Tecnologia da informação e da comunicação: Desafios e propostas estratégicas para o desenvolvimento dos negócios.spi. 7.br/books? id=cGBneHPeLvkC&printsec=frontcover#v=onepage&q&f=true > acessado em 26/10/2010.I. BI – BUSINESS INTELLIGENCE: Modelagem & Tecnologia. Fábio V. MANN. B. 2001 CHIAVENATO.

no período de Março a Abril nesta empresa. Itajubá. Juliane Mari Higa. referente ao trabalho intitulado “A utilização do business intelligence nas empresas’’. Termos em que concede Autorização Prévia. condicionada sua execução à aprovação da referida pesquisa por este Comitê de Ética em Pesquisa. bem como deverá ter sua identidade preservada. Por fim. ANEXOS TERMO DE AUTORIZAÇÃO PRÉVIA PARA PESQUISA Eu. __________________________________ Assinatura do (a) responsável pela empresa . não implicando qualquer ônus para esta empresa. UNIFEI. por meio de um breve questionário. reitero que a pesquisa deverá ser efetuada em caráter sigiloso. venho conceder autorização prévia ao(s) participante(s). que não deverá ser responsabilizada pelo desenvolvimento e pela execução da pesquisa. três de dezembro de 2010. Informo que se trata de autorização prévia. graduanda do curso de Administração de Empresas da Universidade Federal de Itajubá.9 7. para realizar uma coleta dos dados.

A qualquer momento você pode desistir de participar e retirar seu consentimento. É importante ressaltar que a sua participação não é obrigatória. Você Receberá Uma Cópia Deste Termo Em Que Consta O Telefone E O Endereço Institucional Do Pesquisador Principal E Do Comitê De Ética Em Pesquisa (CEP). Podendo Tirar Suas Dúvidas Sobre O Projeto E Sua Participação. Agora Ou A Qualquer Momento. Sua recusa não trará nenhum prejuízo em sua relação com o pesquisador ou com a instituição. O objetivo principal deste estudo é identificar a relevância das vantagens do business intelligence frente ao gasto com treinamento e o tempo para a adaptação dos funcionários às mudanças. Sua participação nesta pesquisa consistirá em esclarecer. riscos e benefícios de minha participação na pesquisa e concordo em participar. em algumas perguntas formuladas em um questionário (Anexo). _________________________________________ Sujeito da pesquisa . ou não. As Informações Obtidas Através Dessa Pesquisa Serão Confidenciais E Asseguramos O Sigilo Sobre Sua Participação. se você teve contato com o business intelligence. Os Dados Não Serão Divulgados Sem O Seu Consentimento.10 TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO Você está sendo convidado para participar da pesquisa “A utilização do business intelligence nas empresas”. _________________________________________ Nome e assinatura do pesquisador Endereço e telefone institucional do Pesquisador Principal e do CEP Declaro que entendi os objetivos. e como esse fator influenciou o desenvolvimento de sua empresa.

Você está sendo convidado .11 QUESTIONÁRIO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS NO INÍCIO DE UM NOVO NEGÓCIO.