Você está na página 1de 1

QUAIS OS COMPONENTES DAS EMOÇÕES?

1. Eventos desencadeantes: sinais internos ou externos que desencadeiam a emoção em um momento específico.
Isso pode ocorrer de forma automática ou mediada por pensamentos. Você pode mudar as emoções mudando os
eventos desencadeantes, seja evitando-os ou agindo para mudá-los.
2. Atenção/consciência: não há emoção sem consciência. Quando a atenção é distraída, as emoções podem
mudar.
3. A interpretação dos eventos pode ser o evento desencadeante: baseia-se em crenças aprendidas. Quando as
interpretações mudam, as emoções podem mudar.
4. Fatores de vulnerabilidade: condições ou eventos que tornam determinado indivíduo muito sensível e reativo
a um evento desencadeante. Esses fatores podem ocorrer pouco antes do evento desencadeante ou ter ocorrido em
um passado distante. Quando os fatores de vulnerabilidade mudam, as emoções podem mudar.
5. Mudanças biológicas: as emoções disparam várias mudanças biológicas complexas muito rapidamente. Há
alterações neuroquímicas no cérebro e no sistema nervoso periférico. Quando os processos biológicos mudam, as
emoções podem mudar.
6. Experiências: as emoções estão associadas com a experiência de perceber as sensações e com os impulsos para
fazer algo. A experiência das sensações não pode ser alterada diretamente. A única maneira de “deixar de sentir” é
desviar sua atenção ou alterar algum outro componente da sua emoção.
7. Expressões: uma das funções da emoção é comunicar, para tanto ela deve ser expressa, seja através da face, da
linguagem corporal ou das palavras. Podemos mudar as emoções alterando nossas expressões faciais e corporais.
8. Ações: as emoções preparam o corpo para a ação. Quando as ações mudam, as emoções podem mudar.
9. Nomes das emoções: dar nome a uma emoção requer consciência dela. As pessoas que conseguem nomear
suas emoções experimentam menos emoções negativas. Tomar consciência e dar nome às emoções pode mudá-
las.
10. Efeitos colaterais: emoções intensas estreitam a atenção a informações incompatíveis e aumentam a
sensibilidade aos sinais para a mesma emoção (redisparo), dando a impressão de que a emoção continua por muito
tempo. Monitorar os efeitos colaterais das emoções intensas pode ajudar a posteriormente modificar as emoções.
Como modificar as respostas emocionais?
Para modificar as emoções indesejadas, primeiro devemos verificar os fatos. Às vezes, nada mais é necessário.
Quando a emoção não está justificada pelos fatos, precisamos praticar a ação oposta à nossa emoção. Quando a
emoção está justificada pelos fatos e a situação for o problema, precisamos implementar solução de problemas.

Adaptado de LINEHAN, M. M. Treinamento de habilidades em DBT: manual de terapia comportamental


dialética para o terapeuta. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2018.

Você também pode gostar