Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS (UFSCar)

Departamento de Engenharia Química (DEQ)

2ª Lista de Exercícios – Fenômenos de Transporte 5 – ENPE 3 – 1/2021


Turma A – Profª. Drª. Fernanda Perpétua Casciatori

1) Uma casca esférica com raios interno e externo ri e re, respectivamente, contém componentes internos
que dissipam calor. Desse modo, num dado instante, o perfil de temperatura na casca é representado pela
seguinte expressão:
T(r) = C1/r + C2

onde r é a variável posição radial na casca esférica, ri ≤ r ≤ re, e C1 e C2 são constantes.


Como o fluxo térmico e a taxa de transferência de calor variam com o raio da casca esférica?

2) Em um dado instante de tempo, a distribuição de temperatura ao longo de uma parede com 1 m de


espessura é dada por:
T (x) = a + bx + cx²

onde T está em ºC e x está em metros, enquanto a = 900 ºC, b = – 300 ºC/m e c = – 50 ºC/m². Uma geração
de calor uniforme de 1000 W/m³ está presente na parede, cuja área é de 10 m². O seu material possui as
seguintes propriedades: ρ = 1600 kg/m³, k = 40 W/m/K e Cp = 4 kJ/kg/K.

a) Determine a taxa de transferência de calor que entra na parede e que deixa a parede.
b) Determine a taxa de variação da energia armazenada na parede.
c) Determine a taxa de variação da temperatura em relação ao tempo nas posições x = 0; 0,25 e 0,5 m.

3) Em um dado instante de tempo, a distribuição de temperatura no interior de um corpo homogêneo infinito


é dada pela função:
T (x, y, z) = x² - 2 y² + z² - xy + 2yz

onde x, y e z são as coordenadas de um determinado ponto no interior do corpo.


Considerando propriedades constantes e nenhuma geração de calor no interior do corpo, determine
as regiões onde a temperatura varia ao longo do tempo.

4) Rejeitos radioativos (condutividade térmica krr) são armazenados em um recipiente esférico com raios
interno e externo, respectivamente, iguais a ri e re. Calor é gerado no interior dos rejeitos a uma taxa
volumétrica uniforme qg (W/m³). A temperatura da superfície interna do recipiente é constante e igual a Ts,i e
o sistema está em regime permanente. Obtenha uma expressão para a distribuição de temperaturas T(r)
nos rejeitos radioativos, expressando o resultado em termos de ri, Ts,i, krr e qg.

5) Aletas retas retangulares de 3 mm de espessura, 2 cm de comprimento e 1 m de largura são soldadas a


uma placa plana de 1 m x 1 m e 5 mm de espessura. Tanto as aletas quanto a placa são feitas de aço inox
(k = 56,7 W/m/ºC). A base da placa é mantida à temperatura uniforme de 180 ºC, enquanto que a superfície
aletada está em contato com ar a 20 ºC. O espaço entre as aletas é de 7 mm e o coeficiente médio de troca
de calor por convecção nas superfícies é estimado em 10 W/m²/K. Determine a taxa de troca de calor através
das aletas.
6) Em um elemento combustível cilíndrico para reator nuclear, com 50 mm de diâmetro, há geração interna
de calor a uma taxa uniforme de 5 x 107 W/m³. Em estado estacionário, a distribuição de temperatura no seu
interior tem a forma T (r) = a + b r², onde T está em ºC e r em metros e as constantes a e b valem 800 ºC e
– 4,167 x 105 ºC/m², respectivamente. As propriedades do combustível são k = 30 W/m/K, ρ = 1100 kg/m³ e
Cp = 800 J/kg/K.

a) Qual a taxa de transferência de calor, por unidade de comprimento do elemento, em r = 0 (linha do centro)
e em r = 25 mm (a superfície)?
b) Se o nível de potência do reator for subitamente aumentado para q = 108 W/m³, qual a taxa inicial de
variação da temperatura em função do tempo em r = 0 e r = 25 mm?

7) Uma haste longa passa através de uma abertura em um forno cuja temperatura do ambiente interno é
400 ºC. Essa haste é pressionada fortemente contra uma base situada muito próxima à entrada da abertura
do forno. Termopares são colocados nas posições 25 e 120 mm medidos a partir da superfície da base e as
leituras são de 325 e 375 ºC. Nestas condições, qual é a temperatura da base?

8) Por um fio de aço inox (k = 18 W/m/K) de 1 m de comprimento e 3 mm de diâmetro passa uma corrente
elétrica de 200 A. A resistência elétrica do fio é 0,099 ohms. O fio está imerso num fluido a 110 ºC com
coeficiente convectivo igual a 4 kW/m²/K. Calcule a temperatura do centro do fio.

9) Um catalisador cilíndrico maciço gera calor a uma taxa que depende da posição radial por: Qg = A r², onde
Qg é a taxa volumétrica de geração de calor, A é constante e r é a variável posição radial. Sabendo-se que
a temperatura na superfície do catalisador deve ser mantida constante (T = Tp), obter a expressão para a
distribuição de temperatura dentro do catalisador, considerando o comprimento muito maior que o diâmetro,
simetria angular e estado estacionário.

10) Um tubo de aço inoxidável AISI 304 (kaço = 14,2 W/m/K) usado para transportar um fluido farmacêutico
refrigerado tem diâmetro interno de 36 mm e espessura de parede de 2 mm. O fluido farmacêutico e o ar
ambiente estão, respectivamente, nas temperaturas de 6 e 23 ºC, enquanto os coeficientes convectivos
interno e externo são, respectivamente, 400 e 6 W/m²/ºC.

a) Qual é o ganho de calor por unidade de comprimento do tubo?


b) Qual será o ganho de calor se uma camada de 10 mm de isolante de silicato de cálcio (k iso = 0,050
W/m/ºC) for colocada sobre a superfície externa do tubo?

Você também pode gostar