Você está na página 1de 1

Movimentos sociais

Em meados da dcada de 70 entram no cenrio poltico brasileiro novos atores sociais que se expressam atravs de organizaes denominadas Novos Movimentos SociaisNMS. Estes NMS se caracterizam por apresentarem uma proposta de organizao desvinculada dos esquemas paternalistas e clientelistas sempre existentes na prtica poltica brasileira. Conseguem, no seu nascedouro, imprimir uma dinmica diferente organizao da sociedade civil, trazendo como smbolo especfico a valorizao da autonomia e do exerccio da cidadania. Desta forma, a perspectiva apartidria dos movimentos sociais comeou a ser apenas um projeto, uma vez que, por um lado, crescia o nmero de lideranas que se engajavam nos partidos exercendo uma dupla militncia; e, por outro, os partidos, atravs de seus militantes, tambm comeam a investir nos movimentos sociais no sentido de exercer alguma influncia poltica sobre eles. Era inevitvel que o tema sobre a relao partidosmovimento tornasse relevante, sobretudo na medida em que ambos comearam a ocupar um espao comum de participao e representao poltica na sociedade civil brasileira. Tornou-se assim um fato comum a presena nos movimentos sociais dos chamados agentes externos ou sujeitos organizacionais (Igreja, partidos polticos, ONG's, Grupos de Assessoria, intelectuais, profissionais liberais), atuando e intervindo no seu funcionamento e na sua dinmica, especialmente nas associaes de bairro. Tais agentes externos so portadores de projetos organizativos para os movimentos sociais, o que faz com que suas atuaes sejam marcadas por fortes disputas dentro do prprio movimento, dando assim um carter conflitivo a esta relao.[1] Quando se trata especificamente dos partidos polticos, percebe-se que a disputa se intensifica, uma vez que cada um procura conquistar a hegemonia do movimento atravs da arregimentao de seus integrantes para o seu projeto particular. Como surgiram OS MOVIMENTOS SOCIAIS SURGIRAM JUSTAMENTE NO MOMENTO DE MAIOR REPRESSO DA CLASSE BRUGUESA SOBRE OS PROLETARIADOS E NO MOMENTO EMQUE O ESTADO O COAGIA COM MAIS RIGOR, OU SEJA , NO PERODO MILITAR. Os movimentos sociais tem como cerne a identificao da classe trabalhadora enquanto classe para s e no como classe em s. EX: Greves do abc paulista. e uma srie de movimentos ocorridos em 1979