Você está na página 1de 2

1

2.4. Aplicação das disciplinas estudadas no Projeto Integrador

No decorrer de todos os anos algumas disciplinas cursadas na UNIVESP


contribuíram para que este Projeto fosse concluído com êxito.

Metodologia e Desenvolvimento de materiais didáticos para o Ensino é uma disciplina


que está sendo estudada no semestre atual no curso de Pedagogia e colaborou muito
na escolha da metodologia ativa de gamificação para aplicação da proposta deste
Projeto Integrador. O planejamento da atividade foi totalmente baseado no conceito
de NEVES quando coloca o aluno como protagonista na aquisição de seu
conhecimento.
“...são mecanismos didáticos que colocam o aluno direta e ativamente no
centro do processo de aquisição do conhecimento, pois concentram o ensino
e a aprendizagem no ‘fazer para aprofundar o saber’,” (NEVES, 2018 p.13)
O processo de aquisição do conhecimento fica mais atraente com jogos e atividades
nas quais o aluno participe ativamente. Nesse jogo optamos por uma disputa entre
equipes que aguça a aquisição de novos vocabulários além do interesse em cálculos
matemáticos uteis ao final de cada partida.

Em Teorias da Aprendizagem uma disciplina cursada no início do curso na qual até


hoje nos auxilia pois apresentou grandes teóricos como Wallon e Ausubel além de
Paulo Freire. “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para
sua própria produção ou sua construção” (FREIRE, 2003 p. 47). Através dos
embasamentos teóricos e aquisições no decorrer de todo o curso fizemos nosso
plano de aula.

Na disciplina Fundamentos e práticas no ensino de Matemática – conseguimos


perceber uma análise prática entre o que o aluno aprende e o que o professor deseja
ensinar. A linguagem didática do professor deve fazer sentido para quem aprende,
subsidiando assim procedimentos que facilitam a aprendizagem de forma clara,
sempre iniciando no mais simples para o mais complexo.
2

Em Educação mediada por tecnologias percebemos como a aprendizagem mudou no


decorrer dos anos e ficou mais evidente na pandemia, período em que o docente teve
acesso ao ensino híbrido e ao uso de novas tecnologias em suas aulas.
O uso principalmente de tecnologias móveis está em constante evolução, mas os
saberes do docente são fundamentais para que haja uma transmissão de
informações de formas coerentes. Os REAs (Recursos Educacionais Abertos) podem
ser aliados nessa nova forma de ensino/aprendizagem.

Em Aquisição da linguagem: oralidade e escrita estudamos o funcionamento da


linguagem, a ação de falar e a ação de pensar. Estudando o mecanismo linguístico
de competência e performance nos auxiliando a pensar em um jogo em que os
alunos pudessem treinar sua linguagem através de sua performance.

Em Escola e Cultura nos mostrou a escola, como um ambiente sócio interativo,


sempre respeitando as características da comunidade e da sala de aula em que o
jogo foi utilizado.

REFERÊNCIAS
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática
educativa. São Paulo, Editora Paz e Terra, 2013. – Coleção Leitura.

NEVES, V. J. das. MERCANTI, L. B. LIMA, M. T. Metodologias Ativas: perspectivas


teóricas e práticas no ensino superior. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018.

Você também pode gostar