Você está na página 1de 33

Prova online

VUNESP I - 2022
Língua Portuguesa
Leia o texto para responder às questões de números 01 a 06.

A ditadura do algoritmo

Recentemente, durante uma reunião com o time de marketing digital que assessora
minha empresa, ouvi a expressão “o algoritmo¹ não ficou feliz com esse post ²”. Por ser
jurássico na área de tecnologia, tendo iniciado há quase 40 anos como programador, sei
muito bem o que é um algoritmo. Desenvolvi vários, mas, até hoje, nunca esperei que algum
deles ficasse feliz ou triste com algo que eu declarasse, publicasse ou apresentasse.
Provoquei, perguntando como deixar o sensível algoritmo “feliz”. Ouvi uma sequência
de ações para que qualquer informação das redes sociais seja publicada para um número
significativo de pessoas. Em outras palavras, é necessária uma série de ações para que o
algoritmo fique “feliz” e lhe conceda, magnanimamente, um espaço no ambiente no qual é
soberano.
Considerando-se que, na política, uma ditadura caracteriza-se por um governo
autoritário ou totalitário, não vejo diferença entre a ditadura política e viver num mundo
onde um robô ou uma inteligência artificial interpreta, aprende e provoca contínua e quase
naturalmente emoções humanas a partir de um volume monstruoso de informações
publicadas a cada segundo. É a ditadura do algoritmo. Por sinal, nunca a expressão “escravo
do sistema” fez tanto sentido.
No caso das redes sociais, o objetivo do “ditador algoritmo” é apresentar a melhor
experiência possível a quem estiver navegando, disponibilizando algum conteúdo que seja
agradável à pessoa e bloqueando o que não a agrade, garantindo fidelidade ao aplicativo e a
todas as suas variantes. Mas isso vai além de proporcionar uma boa experiência, pois o perfil
de consumo também é mapeado, facilitando a oferta de produtos e serviços aderentes aos
anseios da pessoa.
Essa ditadura do “soberano algoritmo” chega a ser até mais cruel que a ditadura política,
pois é camuflada por imagens agradáveis, frases de incentivo e áudios que tornam o
pensamento dos que consomem tudo isso alinhado aos anseios daqueles que criam
armadilhas que levam a uma interpretação equivocada do mundo, conduzindo a decisões
irracionais que atendam às expectativas do “algoz algoritmo”. Que triste estar num mundo
em que tudo é feito para que se leia, ouça ou veja somente aquilo que queremos ler, ouvir e
ver. A ausência do contraditório, da discrepância e do discordante infantiliza qualquer
relação e impede que se mantenha a visão sobre o mundo e sobre a vida em evolução
contínua.

1 Algoritmo: conjunto das regras e procedimentos lógicos que levam à solução de um problema.
2 Post: postagem, conteúdo publicado em plataformas de comunicação ou sites da internet.

(Edson S. Moraes. https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2021/08/ a-ditadura-do-algoritmo.shtml. 21.08.2021. Adaptado)

2
1. Considere o seguinte trecho do 5°parágrafo:
... pois é camuflada por imagens agradáveis, frases de incentivo e áudios que tornam o
pensamento dos que consomem tudo isso alinhado aos anseios daqueles que criam
armadilhas que levam a uma interpretação....
Nesse contexto de leitura, estão empregadas em sentido figurado as seguintes palavras:

(A) imagens e incentivo.

(B) camuflada e armadilhas.

(C) agradáveis e pensamento.

(D) alinhado e anseios.

(E) criam e interpretação.

2. Considere o trecho redigido a partir do texto:

A ideia de que seríamos escravos do sistema remete muito significativamente ______


forma como os conteúdos veiculados na internet nos induzem _______ fazer certas
escolhas, em consonância _______ propósitos com que são criados. Por trás do
aparentemente despretensioso objetivo de possibilitar uma experiência agradável, está a
busca _______ estimular o consumo, subsidiada pelo mapeamento de informações que
permite ______ empresas oferecerem produtos compatíveis ______ perfil de cada
usuário da internet.
De acordo com a norma-padrão da língua, as lacunas do texto devem ser preenchidas,
correta e respectivamente, com:

(A) à ... à ... nos ... com ... às ... pelo

(B) à ... a ... com os ... por ... às ... com o

(C) à ... à ... nos ... de ... as ... no

(D) a ... a ... dos ... com ... as ... com o

(E) a ... a ... com os ... por ... às ... do

3
3. Conforme os dois primeiros parágrafos do texto, a necessidade de “deixar o algoritmo
feliz” vincula-se ao objetivo de

(A)desenvolver estratégias que viabilizem o uso de plataformas de comunicação digital


inclusive por pessoas sem afinidade com a internet.

(B) inovar radicalmente um ambiente tecnológico ainda orientado por programas que
passaram por poucas inovações nas últimas décadas.

(C) conquistar visibilidade no ambiente digital, conseguindo que conteúdos sejam


direcionados ao maior número possível de pessoas.

(D)propiciar a usuários de redes sociais interações mais significativas e menos


determinadas pelos interesses das empresas de comunicação.

(E) simplificar a sequência de ações que os usuários precisam realizar para ter acesso às
informações de sites da internet.

4. Considere as frases do 1° parágrafo:

• ... “o algoritmo não ficou feliz com esse post”.

• ... sei muito bem o que é um algoritmo.

• ... nunca esperei que algum deles ficasse feliz...

(A) determinado; indeterminado; indefinido.

(B) determinado; indeterminado; definido.

(C) determinado; determinado; definido.

(D) indeterminado; determinado; definido.

(E) indeterminado; indeterminado; indefinido.

4
5. O termo destacado na frase do primeiro parágrafo – ...mas, até hoje, nunca esperei
que algum deles ficasse feliz ou triste com algo que eu declarasse... – introduz, no
contexto em que é empregado, sentido de

(A) oposição.

(B) condição.

(C) explicação.

(D) concessão.

(E) comparação.

6. Assinale a alternativa em que a frase redigida a partir das informações do texto atende
à norma-padrão de concordância verbal e nominal.

(A) Os algoritmos reinam praticamente livre em alguns ambientes da internet, como é o


caso das redes sociais.
(B) Há razões de sobra para se crer que os algoritmos possa ser tão autoritários quanto
alguns ditadores políticos.
(C) O modo como a internet nos influenciam justifica a ideia de que vivemos na condição
de “escravos do sistema”.
(D) O modo como o conteúdo das redes sociais é direcionado objetiva a fidelização dos
usuários aos aplicativos que o publicam.
(E) Os algoritmos têm a função de filtrar e disseminar informações alinhado com o perfil
de consumo do usuário.

5
Língua Portuguesa
Leia o texto para responder às questões de números 07 a 08.

A Semana de Arte Moderna é, hoje, uma pauta cultural e midiática que rememora a
eclosão de cenas de modernismo explícito em fevereiro de 1922 no Theatro Municipal de
São Paulo. Neste domingo (13/02), a inauguração da Semana completa cem anos.
A cidade explodia na condição de polo do comércio mundial do café, passando em
ritmo acelerado de província à miragem da metrópole.
Nela, o peso tradicional das oligarquias contracenava com a presença de multidões,
de imigrantes de variada proveniência e de movimentos operários incipientes mas já
organizados, como se viu na greve geral de 1917, cujo impacto paralisou a cidade por vários
dias.
A frenética expansão urbana se dava atrelada a interesses privados, sem projeto que
não fosse o da aliança do monopólio dos serviços de transporte, de água, de gás e de luz
(controlados pela Light) com a especulação imobiliária. O pai de Oswald de Andrade, por
exemplo, ficou mais rico do que já era loteando o bairro de Cerqueira César.
A profusão de estilos arquitetônicos importados e misturados dava à paisagem urbana
um quê de miscelânea e de pastiche, em um clima de hibridismo polifônico e “arlequinal”.
O antropólogo Claude Lévi-Strauss, que foi professor da USP nos seus inícios, nos
anos 1930, disse mais tarde que a metrópole dos tristes trópicos ostentava uma vida
intelectual novidadeira até o limite da inconsequência mas, no extremo, surpreendente; que
ladeava arranha-céus com terrenos baldios e quase selvagens; e que a metamorfose indômita
que nela se vivia contribuiu mais, em poucos anos, para a sua própria chegada ao
pensamento estruturalista que a longa convivência com as seculares e sedimentadas cidades
europeias.

(José Miguel Wisnik. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2022/02/semana-de-22-ainda-diz-


muitosobre-a-grandeza-e-a--barbarie-do-brasil-de-hoje.shtml. Acesso em 15.03.2022. Adaptado)

6
7. Assinale a alternativa que apresenta, correta e respectivamente, a circunstância
adverbial das expressões destacadas nos trechos.

• A cidade explodia na condição de polo do comércio mundial do café, passando em


ritmo acelerado de província à miragem da metrópole.
• A profusão de estilos arquitetônicos importados e misturados dava à paisagem urbana
um quê de miscelânea e de pastiche, em um clima de hibridismo polifônico e
“arlequinal”.

(A) tempo – modo

(B) intensidade – lugar

(C) intensidade – tempo

(D) modo – modo

(E) tempo – tempo

8. Assinale a alternativa que substitui, correta, respectivamente e sem alteração de


sentido, as expressões destacadas nos trechos:

• A profusão de estilos arquitetônicos importados e misturados...

• A frenética expansão urbana se dava atrelada a interesses privados...

(A) adoção – pacífica

(B) proliferação – lenta

(C) abundância – agitada

(D) presença – intensa

(E) imitação – indolente


7
Língua Portuguesa

Leia o texto para responder às questões de números 09 a 11.

O velho professor tinha razão. Em pouco tempo, adiantara-me bastante. Estava nas
frações e quase no fim do terceiro livro de leitura. A letra, porém, é que não tinha jeito de
melhorar. O meu nervoso talvez que fosse o responsável pelos meus garranchos. Cobria
com cuidado os cadernos de caligrafia, e os borrões insistiam em ficar em cada página.
– Se este caderno vier borrado amanhã, o senhor se arrepende.
E ia borrado. Caprichava, esforçava-me, mobilizava toda a minha paciência, e no
fim a pena obedecia aos meus pobres nervos, e a tinta marcava-me a condenação ao
castigo.
Às vezes distraía-me, e parava de escrever. Pensava longe, nas minhas cismas de
veneta. A advertência do professor não deixava que tomasse o gosto contemplativo:
– Acabe logo com isto, para vir depois com a lição de leitura.

Dava também geografia. O mundo crescia para mim. Era mais alguma coisa que a
fazenda do meu avô e o colégio do Professor Maciel. Havia um certo encanto na
virgindade da minha ignorância, ao tempo em que ia aos poucos sabendo de coisas que
me pareciam absurdas. O Sol era maior que a Terra. E a terra era que andava em torno
dele. Os livros afirmavam estas verdades, mas acreditar nelas custava muito à minha
compreensão limitada das coisas. Via a lua correndo no céu; o Sol nascia num canto e se
punha noutro. E por mais que a geografia contasse suas histórias, e os globos terrestres
girassem em cima da mesa, ficava acreditando mesmo no que estava vendo com meus
próprios olhos.

(José Lins do Rego. Doidinho. São Paulo: José Olympio, 1979. Excerto adaptado)

8
9. A expressão verbal destacada na frase “Em pouco tempo, adiantara-me bastante.” está
corretamente substituída pela forma composta equivalente, sem prejuízo de sentido ao
texto, em:

(A) Em pouco tempo, teria me adiantado bastante.

(B) Em pouco tempo, terei me adiantado bastante.

(C) Em pouco tempo, tinha me adiantado bastante.

(D) Em pouco tempo, tivesse me adiantado bastante.

(E) Em pouco tempo, tenho me adiantado bastante.

10- Assinale a alternativa em que a reescrita da oração “A letra, porém, é que não tinha
jeito de melhorar.”, com o termo em destaque substituído, preserva o sentido que estabelece
no contexto de leitura.

(A) Porque a letra é que não tinha jeito de melhorar.

(B) Conforme a letra é que não tinha jeito de melhorar.

(C) Portanto a letra é que não tinha jeito de melhorar.

(D) Todavia a letra é que não tinha jeito de melhorar.

(E) Enquanto a letra é que não tinha jeito de melhorar.

9
11- O excerto permite concluir que o narrador

(A) encontrava no parco conhecimento que tinha da realidade um empecilho para


admitir o que se afirmava nos livros escolares.

(B) desdenhava da insistência antiquada do velho professor em exigir que as lições


fossem escritas com uma caligrafia impecável.

(C) esforçava-se em vão realizando as atividades escolares, já que o receio dos castigos
não lhe permitia ampliar o entendimento.

(D) tinha na dificuldade para escrever legivelmente um forte impeditivo para que
avançasse no entendimento dos conteúdos escolares.

(E) comprazia-se em perceber que as lições dos livros pouco acrescentavam àquilo que
já sabia das experiências na fazenda do avô.

Língua Portuguesa

Leia o texto para responder às questões de números 12 a 15.

História de um olhar

O mundo é salvo todos os dias por pequenos gestos. Di minutos, invisíveis. O mundo
é salvo por um olhar. Que envolve e afaga. Abarca. Resgata. Reconhece. Salva.
Inclui.
Esta é a história do olhar de uma professora chamada Eliane Vanti e de um andarilho
chamado Israel Pires.
Um olhar que nasceu na Vila Kephas. Nesta vila, cheia de presságios e de misérias,
vagava um rapaz de 29 anos com o nome de Israel. Imundo, meio abilolado, malcheiroso,
Israel vivia atirado num canto ou outro da vila. Desregulado das ideias, segundo o senso
comum. Escorraçado como um cão, torturado pelos garotos maus. Israel era a escória da
escória.

10
Um dia Israel se aproximou de um menino. De nove anos, chamado Lucas. Olhos
de amêndoa, rosto de esconderijo. Bom de bola, bom de rua. De tanto gostar do menino
que lhe sorriu, Israel o seguiu até a escola. Israel chegou até lá por fome. De comida, de
afago, de lápis de cor. Fome de um olhar.
Eliane, a professora, descobriu Israel. Desajeitado, envergonhado. Um vulto, um
espectro na porta da escola. Com um sorriso inocente e uns olhos de vira-lata pidão.
Eliane viu Israel.
E Israel se viu refletido no olhar de Eliane. E o que se passou naquele olhar foi um milagre
de gente. Israel descobriu nos olhos da professora que era um homem, não um escombro.
Israel perseguiu o olho de espelho da professora. E, quando perceberam, Israel
estava na janela da sala de aula da segunda série C. Uma cena e tanto. Israel na janela,
espiando para dentro. Cantando no lado de fora, desenhando com os olhos. Quando o
chamavam, fugia.
E, num dia de agosto, Israel completou a subversão. Cruzou a porta e pintou bonecos
de papel. Israel estava todo dentro do olhar da professora. Israel, o pária, tinha se trans
formado em Israel, o amigo. Ganhou roupas, ganhou pasta, ganhou lápis de cor. Trazia
até umas pupilas novas, enormes, iluminadas. E um sorriso também recém-inventado.
Israel, capturado pelo olhar da professora, nunca mais a abandonou. Vive hoje nesse
olhar em formato de sala de aula, cercado por 31 pares de olhos de infância que lhe
contam histórias, puxam a mão e lhe ensinam palavras novas. E as crianças, que têm na
escola um intervalo entre a violência e a fome, descobriram-se livres de todos os destinos
traça dos nos olhos de Israel.

(Eliane Brum. A vida que ninguém vê. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2006. Excerto adaptado)

11
12 -A expressão destacada na frase do 5°parágrafo “De tanto gostar do menino que lhe
sorriu, Israel o seguiu até a escola.” exprime, no contexto,

(A) a finalidade de Israel ao seguir o menino.

(B) o modo como Israel gostava do menino.

(C) a causa de Israel ter seguido o menino.

(D) a oposição do menino a que Israel o seguisse.

(E) a ausência de interesse do menino por Israel.

13 -Assinale a alternativa em que a oração redigida a partir do texto está em conformidade


com a norma-padrão de concordância verbal e nominal.

(A) Uma vez recebidas, as roupas novas passaram a ser orgulhosamente exibida por
israel.
(B) Mudanças são produzidas a partir de gestos como o protagonizado pela professora
Eliane.
(C) As crianças esperavam impaciente pela hora de contar histórias ao aluno recém-
chegado.
(D) A atitude natural e desinteressada das crianças transmitiram grande confiança ao
rapaz.
(E) Eram imensa e de natureza diversa as dificuldades que impediam Israel de
frequentar a escola.

12
14 -O texto narra a história

(A) do sentimento de confiança e de pertencimento que o gesto acolhedor de uma


professora desperta em um andarilho.

(B) da situação de degradação que se instala na escola da Vila Kephas, onde falta
desde lápis de cor à alimentação das crianças.

(C) da relação conflituosa entre uma professora e seus alunos, subitamente alterada
pela presença de um andarilho na escola.

(D) dos acontecimentos determinantes para que Israel se tornasse um adulto miserável
e desregulado das ideias.

(E) de aprofundamento da miséria em que vivia Israel, um andarilho que rondava uma
escola primária da Vila Kephas.

15- Assinale a alternativa em que a alteração da posição do pronome conforme indicado


nos parênteses está em conformidade com a norma-padrão de colocação pronominal.

(A) Um dia Israel se aproximou de um menino. (aproximou-se)

(B) De tanto gostar do menino que lhe sorriu... (sorriu-lhe)

(C) Israel, o pária, tinha se transformado em Israel, o amigo. (tinha transformado-se)

(D) ... puxam a mão e sempre lhe ensinam palavras novas. (ensinam-lhe)

(E) ... 31 pares de olhos de infância que lhe contam histórias... (contam-lhe)

13
Matemática e Raciocínio Lógico

16 - Em uma caixa, há bastões de giz branco e bastões de giz colorido, totalizando 40


bastões. Se o número de bastões de giz colorido é igual a 3/5 do número de bastões de
giz branco, então, o número de bastões de giz colorido é

(A) 20

(B) 25

(C) 15

(D) 35

(E) 30

17 - A tabela mostra o tempo gasto por uma pessoa na realização de 4 tarefas.

Tarefa Tempo Gasto


Corrigir provas 3 horas e 50 minutos
Pagar contas no banco 40 minutos
Fazer supermercado 1 hora e 40 minutos
Passear com o cachorro 45 minutos

Sabe-se que essa pessoa gosta de assistir um seriado cujos episódios têm duração de
45 minutos cada. Portanto, com o tempo total gasto nessas 4 tarefas, o número
máximo de episódios dessa série que poderiam ser assistidos é

14
(A) 9

(B) 11

(C) 10

(D) 8

(E) 7

18 - Em uma escola, o número de alunos do Ensino Fundamental II corresponde a 80%


do número de alunos do Ensino Fundamental I, e o número de alunos do Ensino
Fundamental I corresponde a 75% do número de alunos da Educação Infantil. Se no
Ensino Fundamental II há 240 alunos, o número de alunos da Educação Infantil é

(A) 400

(B) 350

(C) 450

(D) 300

(E) 500

19 - Ricardo, Sandro e Túlio fizeram uma corrida de bicicleta em uma pista circular. A
corrida consistiu em 5 voltas, e todos percorreram a mesma distância. Ricardo conseguiu
manter um ritmo constante de 2 voltas na pista em 7 minutos, Sandro sempre levou 1
minuto para percorrer um terço de 1 volta, e Túlio, nas duas primeiras voltas, levou 3
minutos em cada volta e, nas demais, precisou de 4 minutos por volta. Nessas condições,
o primeiro, segundo e terceiro colocados nessa corrida foram, respectivamente:

15
(A) Ricardo, Sandro e Túlio.

(B) Ricardo, Túlio e Sandro.

(C) Sandro, Ricardo e Túlio.

(D) Sandro, Túlio e Ricardo.

(E) Túlio, Ricardo e Sandro.

20 - A média das idades de 20 primos é igual a 23,4 anos e sabe-se que alguns desses
primos têm 23 anos e os demais têm 24 anos. O número de primos que têm 23 anos
excede o número de primos que têm 24 anos em

(A) 1

(B) 2

(C) 3

(D) 4

(E) 5

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21 - Rede de Frio é um sistema necessário para garantia das condições adequadas para
transporte, armazenamento e distribuição de imunobiológicos e refere-se a uma estrutura
técnico-administrativa que também inclui orientações a respeito da normatização,
planejamento, avaliação e financiamento. Sobre os cuidados na sala de vacinação de uma
unidade básica de saúde, é correto afirmar que:

16
(A) as câmaras refrigeradas devem servir para o armazenamento exclusivo de vacinas,
inclusive mantendo este aviso informativo no equipamento.
(B) o termômetro instalado ao equipamento deve ser posicionado no ponto mais central
da câmara interna, mantendo-se entre – 1 ºC e 5 ºC, sendo o ideal 2 ºC.
(C) é permitido o acondicionamento de medicações que exijam resfriamento além de
imunobiológicos na mesma câmara, desde que não ocupem a mesma
prateleira.
(D) o mapa de registro diário de temperaturas deve ser preenchido somente por
profissional enfermeiro e com capacitação oficial para tal.
(E) imunobiológicos menos estáveis devem ser acondicionados na primeira prateleira da
câmara refrigerada e os mais estáveis, na gaveta inferior.

22 - Conforme disposto na Resolução da Diretoria Colegiada no 15 (RDC 15), assinale


a alternativa correta com relação ao conceito de desinfecção de alto nível.

(A) Processo físico ou químico que destrói a maioria dos microrganismos de artigos
semicríticos, inclusive micobactérias e fungos, exceto um número elevado de esporos
bacterianos.
(B) Processo físico ou químico que destrói microrganismos patogênicos na forma
vegetativa, micobactérias, maioria dos vírus e dos fungos, de objetos inanimados e
superfícies.
(C) Remoção da sujidade visível presente nos produtos para saúde.
(D) Remoção de sujidades orgânicas e inorgânicas, redução da carga microbiana presente
nos produtos para saúde, utilizando água, detergentes, produtos e acessórios de limpeza,
por meio de ação mecânica (manual ou automatizada).
(E) Conjunto de ações relacionadas à pré-limpeza, recepção, limpeza, secagem, avaliação
da integridade e da funcionalidade, preparo, desinfecção ou esterilização,
armazenamento e distribuição para as unidades consumidoras.

17
23 - De acordo com o caderno de atenção básica no 33 do Ministério da Saúde sobre
saúde da criança, o aleitamento materno é capaz de nutrir adequadamente a criança nos
primeiros 6 meses de vida, mas há situações em que ao aleitamento materno não é
recomendado e outras que se orienta a interrupção temporária da amamentação. Assinale
a alternativa em que o aleitamento materno é contraindicado, entre as situações a seguir.

(A) Mãe portadora de hanseníase.

(B) Mãe portadora de tuberculose.

(C) Mãe infectada pelo vírus do HIV.

(D) Mãe infectada pelo vírus da hepatite B.

(E) Consumo de cigarro.

24 - Durante um ano, uma Unidade de Saúde da Família (USF) que acompanha 4 200
pessoas, notificou 375 casos de dengue, dos quais 315 foram confirmados após resultado
do exame sorológico. Com base nesse cenário, a incidência da doença na população
adscrita da USF é de:

(A) 7,5 casos/ 100 habitantes.

(B) 8,9 casos / 100 habitantes.

(C) 11,2 casos / 100 habitantes.

(D) 13,3 casos / 100 habitantes.

(E) 1,19 casos / 100 habitantes.

18
25 - O médico prescreveu 20 mL de glicose 50%, mas no estoque só há ampolas de 10
mL de glicose 25%. O número de ampolas de glicose 25% que deve ser administrada é:

(A) 01 ampola

(B) 02 ampolas

(C) 03 ampolas

(D) 04 ampolas

(E) 05 ampolas

26 - De acordo com a Portaria no 264 do Ministério da Saúde que se refere a lista nacional
de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública, assinale a
alternativa que indique a doença e/ou agravo de notificação semanal (em até 7 dias a
partir da identificação).

(A) Doença aguda pelo vírus Zika.

(B) Febre amarela.

(C) Síndrome da rubéola congênita.

(D) Dengue-óbitos.

(E) Acidente por animal peçonhento.

27 - A vacina pneumocócica 10 valente promove a proteção contra dez sorotipos de


pneumococos, e a administração ocorre a partir de 2 meses de idade até 4 anos, 11 meses
e 29 dias de idade. Assinale a alternativa quanto à via de administração.

19
(A) Oral.

(B) Subcutânea.

(C) Intramuscular.

(D) Intradérmica.

(E) Endovenosa.

28 - Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de colo de útero é o quarto tipo de câncer


mais prevalente entre as mulheres, por isso, orienta-se ao rastreamento e à detecção
precoce por meio da realização do exame de colpocitologia oncótica, também conhecido
como papanicolaou. A respeito desse exame, assinale a alternativa correta.

(A) O rastreamento deve ser realizado a partir de 18 anos de idade, mesmo para mulheres
que não iniciaram atividade sexual.
(B) A periodicidade da realização do exame é a cada dois anos.
(C) O exame é realizado em mulheres com até 50 anos de idade.
(D) Para mulheres com mais 64 anos de idade e que nunca realizaram o exame
citopatológico, deve-se realizar dois exames com intervalo de um a três anos, se
ambos forem negativos, são dispensadas de exames adicionais.
(E) O exame não é realizado em mulheres submetidas à histerectomia subtotal.

29 - A Norma Regulamentadora no 32 determina medidas de segurança no ambiente de


trabalho para prevenir acidentes e o adoecimento dos profissionais da área da saúde.
Diante disso, assinale a alternativa correta.

(A) Os trabalhadores com feridas ou lesões nos membros superiores podem retornar as
suas atividades sem avaliação médica prévia.

20
(B) O Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) será aberto em caso de acidentes de
trabalho considerados graves e que exijam afastamento do trabalho.
(C) É vedado o procedimento de reutilização das embalagens de produtos químicos.
(D) É permitido ao profissional de enfermagem o manuseio e/ou transporte de cilindros
de gases medicinais, com exceção dos portáteis.
(E) É dispensado o uso da cabine de segurança biológica em caso de manipulação de
quimioterápicos antineoplásicos.

30 - A Lei no 7.498/86 dispõe sobre a regulamentação do exercício de enfermagem em


território nacional, que estabelece os profissionais que compõem a equipe de
enfermagem, assim como, as atividades a serem executadas por cada um dos membros.
Assinale a alternativa cuja atividade é privativa do enfermeiro dentro da equipe de
enfermagem.

(A) Observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas.

(B) Consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de enfermagem.

(C) Participar da orientação e supervisão do trabalho de enfermagem em grau auxiliar.

(D) Participar da programação da assistência de enfermagem.

(E) Participar da equipe de saúde

31 - De acordo com as penalidades previstas no código de ética de enfermagem, a serem


aplicadas pelo Sistema Cofen/ Conselhos Regionais de Enfermagem, assinale a
alternativa correta.

(A) A advertência verbal consiste na admoestação ao infrator, de forma expositiva, sendo


facultativo o seu registro no prontuário.
(B) A multa consiste na obrigatoriedade de pagamento de 12 (doze) vezes o valor da
anuidade, independentemente da categoria profissional à qual pertence o infrator.

21
(C) A censura consiste em repreensão que será divulgada nas publicações oficiais do
Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem e em jornais de grande circulação.
(D) A suspensão consiste na proibição do exercício profissional da Enfermagem por um
período de até 60 (sessenta) dias e será divulgada somente nas publicações oficiais do
Sistema Cofen/ Conselhos Regionais de Enfermagem.
(E) A cassação consiste na perda definitiva do direito ao exercício da Enfermagem e será
divulgada nas publicações do Sistema Cofen/ Conselhos Regionais de Enfermagem e em
jornais de grande circulação.

32 - Conforme diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica do Ministério da Saúde,


assinale a alternativa que apresenta atribuição do auxiliar/técnico de enfermagem
enquanto profissional participante da Estratégia Saúde da Família.

(A) Cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados.


(B) Participar das atividades de atenção realizando procedimentos regulamentados no
exercício de sua profissão na UBS e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou
nos demais espaços comunitários.
(C) Planejar, gerenciar e avaliar as ações desenvolvidas pelos ACS.
(D) Encaminhar, quando necessário, usuários a outros pontos de atenção, respeitando
fluxos locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico
deles.
(E) Realizar diagnóstico com a finalidade de obter o perfil epidemiológico para o
planejamento e a programação em saúde bucal.

33 - De acordo com os protocolos no Ministério da Saúde, assinale a alternativa que


representa uma medida de controle de infecção.

(A) São recomendadas, para a finalidade de antissepsia, as formulações contendo


mercúrios orgânicos, acetona, quaternário de amônio, líquido de Dakin, éter e
clorofórmio.

22
(B) Entre as medidas específicas recomendadas para prevenção de pneumonia estão:
manter cabeceira do paciente até 15°, aspirar a secreção subglótica esporadicamente e
fazer a higiene oral com antissépticos.
(C) No que tange à prevenção de infecção do trato urinário, quando houver obstrução do
cateter vesical, proceder a desconexão do cateter ou tubo de drenagem e realizar a
lavagem com antimicrobiano.
(D) Cateteres com menor calibre causam menos flebite mecânica (irritação da parede da
veia pela cânula) e menor obstrução do fluxo sanguíneo dentro do vaso. Um bom fluxo
sanguíneo, por sua vez, ajuda na distribuição dos medicamentos administrados e reduz o
risco de flebite química (irritação da parede da veia por produtos químicos).
(E) Como medida de prevenção de infecção cirúrgica, recomenda-se utilizar suturas
impregnadas com antissépticos e curativos impregnados com antissépticos de
rotineiramente.

34 - De acordo a resolução COFEN no 564/2017, que se refere ao novo Código de Ética


de Enfermagem, assinale a alternativa que represente um direito.

(A) Registrar no prontuário e em outros documentos as informações inerentes e


indispensáveis ao processo de cuidar de forma clara, objetiva, cronológica, legível,
completa e sem rasuras.
(B) Recusar-se a executar prescrição de Enfermagem e Médica na qual não constem
assinatura e número de registro do profissional prescritor, exceto em situação de urgência
e emergência.
(C) Executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica, ética e
legal ou que não ofereçam segurança ao profissional, à pessoa, à família e à coletividade.
(D) Incentivar e apoiar a participação dos profissionais de Enfermagem no desempenho
de atividades em organizações da categoria.
(E) Recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica,
científica, ética e legal ou que não ofereçam segurança ao profissional, à pessoa, à família
e à coletividade.

23
35 - De acordo com o caderno de atenção básica no 34 do Ministério da Saúde sobre
saúde mental, no que tange a Abordagem familiar, assinale a alternativa que representa
uma atividade que a equipe de Atenção Básica à Saúde deve ser capaz de identificar e
desenvolver.

(A) Conceituar família e considerar sua complexidade.


(B) Cuidar com base na experiência do pessoal do profissional, sem levar em
consideração a história pregressa da família.
(C) Promover apoio individual do indivíduo doente, orientado ele a enfrentar sozinho
suas crises.
(D) Incentivar a adesão ao tratamento não farmacológico como, por exemplo: realizar
atividade física e alimentação saudável.
(E) Oferecer suporte total na medida que torne o usuário dependente.

36 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece 5 momentos para higiene das


mãos. Assinale a alternativa que corresponde ao momento 3 para higiene das mãos.

(A) Após contato com o paciente.

(B) Após risco de exposição a fluídos corporais.

(C) Antes de realizar procedimento limpo/asséptico.

(D) Antes de tocar o paciente.

(E) Após contato com as áreas próximas ao paciente.

37 - Em relação à aplicação de medicação subcutânea, no caso de falta de agulha


específica (13x4,5), qual angulação correta da agulha com a pele do paciente em caso de
se utilizar agulha 25x7 mm em paciente adulto emagrecido para aplicação de insulina na
região do abdômen?

24
(A) 15°

(B) 25°

(C) 45°

(D) 90°

(E) 120°

38 - No que tange a atenção à saúde da pessoa idosa, assinale a alternativa que apresenta
uma atribuição do Auxiliar/Técnico de Enfermagem enquanto profissional pertencente à
equipe da atenção básica, de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde.

(A) Realizar consulta, avaliar quadro clínico, emitindo diagnóstico e realizar tratamento
restaurador, quando necessário.
(B) Realizar visitas domiciliares às pessoas idosas conforme planejamento assistencial,
dando prioridade às frágeis ou em processo de fragilização.
(C) Supervisionar e coordenar o trabalho dos ACS.
(D) Orientar ao idoso, aos familiares e/ou cuidador sobre a correta utilização dos
medicamentos.
(E) Solicitar exames complementares, quando necessário.

39 - Assinale a alternativa que corresponde a quantidade correta de compressões


torácicas por minuto em caso de Parada Cardiorrespiratória em paciente adulto.

(A) 100 a 120 compressões torácicas por minuto.

(B) 150 compressões torácicas por minuto.

(C) 30 compressões torácicas por minuto.

(D) 70 a 90 compressões torácicas por minuto.

(E) 80 a 90 compressões torácicas por minuto.


25
40 - Adotar medidas de precauções e isolamento tem por objetivo a prevenção da
transmissão de microrganismos e patologias. Diante disso, qual o tipo de precaução
indicada para o atendimento aos pacientes acometidos por Sarampo?

(A) Precaução de contato.

(B) Precaução padrão e por aerossóis.

(C) Precaução por gotículas.

(D) Precaução de contato e por gotículas.

(E) Precaução padrão e de contato.

41 - Assinale a alternativa correta sobre o sarampo.

(A) A única forma de prevenção da doença é a vacina.

(B) A primeira dose da vacina contra o sarampo deve ser administrada aos 2 anos.

(C) O sarampo é pouco transmissível.

(D) A vacina contra o sarampo é pouco eficaz.

(E) A vacina contra o sarampo só deve ser administrada até os 12 anos de idade.

42 - Uma unidade de emergência atende um rapaz de 18 anos, com fratura de perna por
queda de altura na empresa em que trabalha. Assinale a alternativa correta referente à
notificação ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) e/ou demais
providências.

(A) O caso só deve ser notificado se a responsabilidade pela queda não foi do trabalhador
e sim da empresa.
(B) O caso deve ser notificado à empresa para que esta declare que tomará medidas de
prevenção no sentido de que outros eventos não ocorram.

26
(C) O caso deve ser notificado como acidente de trabalho e o acidente deve ser
investigado quanto às causas pela Secretaria de Saúde.
(D) Somente após a investigação do acidente pode-se concluir se o caso é de acidente de
trabalho ou de negligência do trabalhador.
(E) Por se tratar de acidente ocorrido dentro de uma empresa, é caso de investigação
policial e não da Secretaria de Saúde.

43 - Uma adolescente de 17 anos, estudante, engravida e procura a Unidade Básica de


Saúde (UBS) para o pré-natal. Considere essa situação hipotética e assinale a alternativa
correta.
(A) Por ser uma gravidez de alto risco, a equipe de saúde deve encaminhá-la a um
ambulatório de especialidade.
(B) A adolescente deve ser orientada a suspender a ida à escola até que sejam tomadas
providências para evitar a prática de bulling por parte dos colegas.
(C) A equipe de saúde deve se concentrar em dar aulas sobre o aparelho reprodutor
feminino para que a adolescente se prepare para o parto.
(D) A equipe de saúde deve iniciar o pré-natal e envolver a família e a escola como
elementos da rede de suporte social.
(E) A equipe de saúde deve considerar a importância de ensinar a adolescente os métodos
de anticoncepção para evitar novas gestações.

44 - A família de uma jovem em situação de dependência química a leva para um Centro


de Atenção Psicossocial (CAPS). Considere essa situação hipotética e assinale a
alternativa correta.
(A) A única porta de entrada do SUS é a UBS.

(B) Ela deve ser encaminhada a uma unidade de emergência.

(C) Ela deve ser encaminhada à UBS ou a uma unidade de emergência.

(D) Ela deve ser apenas aconselhada pelo CAPS e depois encaminhada à UBS.

(E) Ela pode ser atendida pelo CAPS.

27
45 - Dois municípios vizinhos, A e B, de mesmo porte, em 2019, apresentaram
coeficientes de mortalidade infantil de 10,6 óbitos por 1000 nascidos vivos e 14 óbitos
por 1000 nascidos vivos, respectivamente. Considere essa situação hipotética e assinale
a alternativa correta.

(A) O coeficiente de mortalidade infantil do município A reflete uma estrutura hospitalar


mais potente e maior nível de acesso a serviços de terapia intensiva.
(B) O município A deve ter condições socioeconômicas melhores e maior nível de acesso
a recursos disponíveis para atenção à saúde materna e da população infantil.
(C) O coeficiente de mortalidade infantil tem sido abandonado pela dificuldade de
interpretação.
(D) É difícil afirmar qualquer coisa sem os coeficientes relacionados à mortalidade
materna, que inclui apenas o período de gestação.
(E) O município A deve ter casos de gravidez de alto risco em menor número do que o
município B.

46 - De acordo com o estabelecido pelo Código de Ética dos Profissionais de


Enfermagem, todos os profissionais de enfermagem têm o dever de:

(A) recusar-se a executar atividades que não sejam de sua competência técnica, científica,
ética e legal ou que não ofereçam segurança ao profissional, à pessoa, à família ou à
coletividade.
(B) ter conhecimento acerca das atividades de ensino e de pesquisa a serem
desenvolvidas com pessoas sob sua responsabilidade profissional e/ou seu local de
trabalho.

28
(C) manter segredo sobre fato sigiloso de que tenha conhecimento em razão de sua
atividade profissional, exceto nos casos previstos na legislação ou por determinação
judicial, ou com o consentimento escrito da pessoa envolvida ou de seu representante
legal, mesmo que o fato seja de conhecimento público e em caso do falecimento da
pessoa envolvida.
(D) associar-se e participar de entidades de classe e órgãos de fiscalização do exercício
profissional.
(E) recusar-se, em qualquer situação, a executar prescrição medicamentosa e terapêutica,
em que não conste a assinatura e o número de registro do profissional responsável pela
prescrição.

47 - Recém diagnosticada como portadora de diabete tipo 1, A.C., 19 anos, sexo


feminino, compareceu à unidade básica de saúde para consulta de enfermagem. Informou
que, para a aplicação da insulina, estava utilizando caneta equipada com agulha de 4 mm
de comprimento e alto fluxo. Relatou que tinha dúvidas a respeito dos cuidados a serem
observados quanto à conservação e aplicação da insulina utilizando esse dispositivo. Ao
realizar o exame físico de A.C., entre outros itens, o enfermeiro constatou que, para o
momento, a glicemia capilar estava dentro da faixa de normalidade e seu índice de massa
corporal – IMC era de 20,1 kg/m2 . Frente a essa situação, o enfermeiro deve esclarecer
a A.C. que:

(A) quando em uso, a caneta para aplicação de insulina deve ser conservada em
refrigerador, na temperatura de +2 ºC a +4 ºC.
(B) devido às características da agulha utilizada no dispositivo, é desnecessária a
realização da prega subcutânea.
(C) injetada a insulina, a agulha deve ser retirada imediatamente do tecido subcutâneo.
(D) a pressão aplicada no botão injetor do dispositivo deve ser cessada antes da retirada
da agulha do tecido subcutâneo.
(E) o uso do dispositivo dispensa a necessidade de antissepsia no local da aplicação da
insulina.

29
48 - Considere as medidas de prevenção da infecção de sítio cirúrgico nos períodos pré,
trans e pós-operatório e assinale a alternativa correta.

(A) A troca de luvas cirúrgicas calçadas no início do procedimento, após antissepsia das
mãos, é contraindicada, exceto em caso de perfuração.
(B) A realização do banho pré-operatório, na noite anterior ou no dia da realização do
procedimento cirúrgico, com sabonete ou solução antisséptica, reduz a microbiota
transitória e residente da pele.
(C) Medicamentos e soluções que serão utilizados no campo cirúrgico deverão ser
retirados das embalagens originais antes de serem encaminhados à sala cirúrgica.
(D) Quando necessária, a tricotomia do sítio operatório deve ser realizada até seis horas
antes do horário previsto para o início do procedimento cirúrgico.
(E) A menos que existam intercorrências envolvendo a ferida operatória, os curativos
cirúrgicos devem ser realizados com técnica asséptica pelo menos nas primeiras 24 horas.

49 - Na sala de recuperação pós-operatória, C.H., 61 anos, sexo feminino, submetida à


colecistectomia por via laparoscópica, relatou desconforto e dor abdominal. Ao realizar
o exame físico da paciente, o enfermeiro constatou a presença de distensão abdominal.
Após avaliação e afastadas outras causas, considerou-se que esta alteração tinha como
causa pneumoperitônio relacionado ao procedimento cirúrgico. Frente a essa condição,
a prescrição de enfermagem deve compreender, entre outros cuidados,

(A) manter a paciente em decúbito lateral direito.

(B) aplicar bolsa de água quente em abdome inferior, por 15 minutos a cada 2 horas.

(C) estimular a movimentação ativa dos membros inferiores.

(D) manter decúbito elevado a 30° – 45°.

(E) manter a paciente sem mantas de aquecimento.

30
50 - Em consonância com o estabelecido pela ANVISA, ao elaborar o procedimento
operacional padrão – POP, relativo ao preparo de produtos para a saúde, o enfermeiro da
central de material e esterilização – CME deve estabelecer que o rótulo de identificação
da embalagem de produtos a serem submetidos à esterilização contenha, no mínimo, o
nome do produto, o nome do responsável pelo preparo,

(A) o método de esterilização e a data de esterilização.

(B) a data limite de uso e o número do lote.

(C) o método de esterilização, o número do lote e a data de esterilização.

(D) o número do lote, a data de esterilização e o tempo de validade.

(E) a data de esterilização, o método de esterilização, o número do lote e a data limite de


uso.

31
GABARITO

1. B 19.C 37.C

2. B 20.D 38.D

3. C 21.A 39.A

4. A 22.A 40.B

5. A 23.C 41.A

6. D 24.A 42.C

7. D 25.D 43.D

8. C 26.A 44.E

9. C 27.C 45.B

10.D 28.D 46.C

11.A 29.C 47.B

12.C 30.B 48.B

13.B 31.C 49.D

14.A 32.B 50.E

15.A 33.D

16.C 34.E

17.A 35.A

18.A 36.B

32
“Você não pode mudar o vento, mas

pode ajustar as velas do barco para

chegar onde quer.”

33

Você também pode gostar