Você está na página 1de 26

PLANETAS NAS CASAS 

 
SOL 
 
Primeira casa – Tenho muito orgulho de mim e quero me expressar criativamente. 
 
Segunda casa – Parte de eu me sentir seguro é valorizar meus talentos e tudo aquilo 
que possuo. Quero abundância financeira pra minha vida e consigo por crer em 
mim. 
 
Terceira casa – Eu tenho orgulho dos meus conhecimentos e quero mostrar meus 
saberes com confiança. 
 
Quarta casa – Meu eu interior está dentro de mim e me sinto mais ‘eu’ e confortável 
pra me expressar quando estou em casa e com a família, que eu valorizo bastante. 
 
Quinta casa – Eu vivo pra mostrar todo meu lado artístico e quero viver minha vida 
com alegria e plenitude, confiando sempre em mim. 
 
Sexta casa – Eu amo poder ajudar e me valorizo bastante por este objetivo de ser 
útil. Quero trabalhar pois é uma forma que eu me expresso e cuido da minha 
autoestima. 
 
Sétima casa – Parece que minha vida se resolveu quando estou junto de alguém 
que amo pois se conectar com o outro me é muito especial e aprendo muito sobre 
mim. Isto surge naturalmente e tenho orgulho disso e celebro isso. 
 
Oitava casa – Meu eu interior é algo que está dentro do meu subconsciente e que eu 
mantenho guardado comigo. Estou afim de me transformar e me conectar com o 
arquétipo da sombra em mim. 
 
Nona casa – Eu me reconheço quando viajo. É quando estudo e busco a verdade 
sobre as coisas que sinto que sou eu. 
 
Décima casa – Meu orgulho está em buscar meus objetivos e adquirir sucesso 
profissional e este sucesso envolve atingir minhas expectativas e correr atrás dos 
meus sonhos. 
 
Décima primeira casa – Estar com os amigos é fundamental pra mim e quero 
festejar esta alegria que é estar com eles e ser eu mesmx, lutando pelos meus 
direitos. 
 
Décima segunda casa – Meu verdadeiro do eu é algo no meu inconsciente e a 
maneira que eu me expresso é para dentro de mim através da espiritualidade. 
 
LUA 
 
Primeira casa – Seus sentimentos são expressados para o mundo. Sente o ambiente 
em volta e tem um lado bem maternal. 
 
Segunda casa – Busca estabilidade financeira para sentir-se segura e quer nutrir a 
autoestima. 
 
Terceira casa – Sua forma de pensar é muito ligada ao estado emocional. Por isso, é 
importante buscar uma mente saudável e uma forma de pensar não-violenta para 
assim cuidar do seu estado emocional. 
 
Quarta casa – Se sente ligada ao lar e família já que possui uma necessidade de 
conexão e segurança e mantém os sentimentos para si e vulnerabilidades para si, se 
sentindo mais a vontade em mostrar pra família. 
 
Quinta casa – Esta Lua ama se expressar artisticamente e tem necessidade de se 
envolver em arte e trabalhar assim o próprio corpo e contato com seu lado criança. 
Pode se sentir apegad@ aos filhos. 
 
Sexta casa – Se sente próxima do trabalho e se devota em cuidar do outro no 
mesmo. Eu acredito que ajuda muito manter uma separação saudável do trabalho de 
quem é você e sua vida pessoal e familiar. 
 
Sétima casa – Se sente muito ligad@ e apegada a pessoa que tem uma relação e 
pode querer ajuda dela para suprir suas necessidades. Mostra seu lado mais 
vulnerável para a mesma e deseja também cuidar dela e ser cuidada. Pode sentir 
carência quando sua necessidade de conexão e companhia não é suprida. 
 
Oitava casa – Seus sentimentos são algo muito íntimo para si e tem necessidade de 
privacidade. Também está sempre com um mundo de sentimentos acontecendo 
dentro de si e sempre se transformando. É uma Lua que busca conhecer seu lado 
sombra e vai se sentir ligada ao ocultismo e espiritualidade. 
 
Nona casa – É a Lua de quem busca fazer do mundo seu lar, conhecer todos os 
lugares e ir pra longe. Clássico no mapa de astrólogos e demais pessoas que 
trabalham trazendo um tipo de sabedoria para a vida de outras, esta pessoa se sente 
conectada e busca estabilidade emocional vivendo suas ideologias. 
 
Décima casa – A pessoa pode muitas vezes ser bastante popular entre as pessoas no 
seu trabalho. Através da carreira, deseja cuidar do outro. É importante novamente 
uma separação saudável da carreira e quem ela é, sabendo que ela não é o trabalho 
dela e que seu sucesso no trabalho não é igual o sucesso dela como ser humano. 
 
Décima primeira casa – Esta Lua gosta muito de passar tempo com os amigos e ter 
uma rotina com os mesmos. Pode sentir muita falta e se sentir carente quando não 
tem sua necessidade de companhia e pertencimento suprida. 
 
Décima segunda casa – A pessoa é quase uma paranormal andando na rua (hahaha) 
Vai preferir ambientes que sente uma boa energia, lugares onde há uma forte ligação 
com a espiritualidade. Sente empatia pelos outros e se envolve em causas 
humanitárias. Eu acredito que faz muito bem pra esta Lua identificar o que ela está 
sentindo, no caso, se vem dela ou vem de uma outra pessoa ou lugar, pra que ela use 
Empatia Cognitiva (aquela que eu tenho intenção de compreender o que o outro 
sente) ao invés de Emocional (aquela que eu sinto automaticamente quando alguém 
me fala uma tragédia). Assim ela pode viver de forma mais saudável e não tomar pra 
si sentimentos e dores que não são dela, reconhecendo que ela não tem nenhum 
controle sobre os outros e por isso não pode se responsabilizar. Uma coisa é ela, outra 
coisa é o outro e o ambiente. E ela tem o poder de escolher não dar este ‘poder’ de 
alterar seu estado emocional ao outro. Pois como ela se sente é como ela toma as 
coisas e não o que os outros fazem ou onde ela está. 
 
MERCÚRIO 
 
Primeira casa – A pessoa se reconhece pela sua inteligência. Se sente confortável ao 
se expressar, o que acredito fazer com que sua fala soe com naturalidade e fluidez. 
Penso que vai gostar de trocar de aparência. 
 
Segunda casa – Uma mente capaz de desenvolver muitos talentos e adquirir muitas 
habilidades. Tem estratégia na hora de cuidar das suas posses e vida financeira. 
 
Terceira casa – Pensa bastante sobre as coisas para poder aprender melhor e 
também irá gostar de ensinar. A pessoa ama se comunicar e os outros podem notar 
isso. 
 
Quarta casa – Seus pensamentos e palavras estão voltados a si, como se falasse pra 
dentro (o que pode acontecer também de fato). Eu relaciono esta posição com 
pessoas que se sentem mais confortáveis não falando tanto com os outros mas sim 
consigo mesmas e pessoas que tem mais intimidade. 
 
Quinta casa – Este Mercúrio nesta casa simboliza um gosto por jogos e coisas que 
distraem a mente. Na forma de se comunicar, eu imagino alguém que encanta muito 
os outros com a maneira que apresenta suas palavras. 
 
Sexta casa – Mente cheia de ideias no trabalho. Entendo que a pessoa se comunica 
com naturalidade no dia a dia profissional e se adapta ao ambiente.  
 
Sétima casa – Precisa de diálogo no amor, se atrai por pessoas que conhecem 
muitos assuntos diferentes e gostam de compartilhar a respeito. Podem também 
viver a vida amorosa de maneira mais mutável.  
 
Oitava casa – “Sepá” 90% de todo mundo com este Mercúrio já acessou a deepweb 
ou vê canais de mistérios no Youtube. É o Mercúrio da teoria da conspiração. Dão 
ótimos detetives, psiquiatras… Pessoas que querem compreender cientificamente a 
mente humana e entender o que está por baixo dos lençóis. Precisa nem dizer 
stalkers. 
 
Nona casa – A pessoa sente necessidade de pensar e compartilhar suas ideias sobre 
a vida. Pode ter muito interesse em fazer mais de uma faculdade e trocar de 
faculdade também sempre que parar de se identificar. Irá preferir viajar pra lugares 
diferentes por ter necessidade de novos ares e aprender a língua dos nativos (em 
geral, aprender outros idiomas é algo que este Mercúrio gosta e faz naturalmente). 
 
Décima casa – Este Mercúrio simboliza a mente voltada aos negócios. Sua fama é de 
alguém que se engaja e acredito que as pessoas irão apreciar e admirar sua fala.  
 
Décima primeira casa – Quando penso nesta posição, imagino alguém cheio de 
grupos diferentes de amigos que falam sobre assuntos diferentes e a pessoa irá 
apreciar muito todo este contato e poderá tomar ciência e falar a respeito de causas 
sociais. 
 
Décima segunda casa – É quase um sexto sentido, este Mercúrio. A pessoa tem 
necessidade de desvendar a própria mente e buscar autoconhecimento em relação 
ao seu subconsciente. Eu entendo que a pessoa pode desenvolver interesse pela 
espiritualidade e ter bastante contato com ela. Mercúrio de quem fala com espírito 
(hahaha). 
 
VÊNUS 
 
Primeira casa – Eu acredito que é muito difícil resistir aos encantos desta Vênus pois 
a pessoa vibra beleza e encanto já que faz parte da personalidade e identidade dela. 
Pode ter muito apreço pelos prazeres da vida e pelo próprio charme. 
 
Segunda casa – Este posicionamento simboliza pra mim uma ligação forte com o 
mundo material já que a pessoa possui necessidade de estabilidade, segurança e 
conforto. No amor, também irá preferir relacionamentos com pessoas que possuem 
dinheiro também pois entendem que isto traz mais oportunidade de ter uma vida 
mais segura e confortável e com mais experiências pra que o amor seja construído e 
vivido por bastante tempo de maneira tranquila. 
 
Terceira casa – Eu amo ouvir a voz das pessoas com esta posição pois geralmente 
tem uma doçura que faz você sentir que a pessoa está te fazendo carinho. Suas 
palavras aproximam e encantam. 
 
Quarta casa – Esta é uma Vênus de quem busca ter a casa arrumada e tudo muito 
bonito como uma forma de cuidar do seu próprio estado emocional. Também terá a 
mesma atenção em garantir que todo mundo se dê bem em casa. e na família. Esta 
Vênus pode simbolizar também o apego ao lar como uma forma de sentir-se 
confortável e protegid@.. 
 
Quinta casa – Sente necessidade de brincadeiras e diversão com a pessoa que tem 
um relacionamento amoroso ou apenas um “lance”. E como “um lance é um lance” a 
pessoa vai gostar de namorar e dar muitos beijos por aí. Gosta bastante de sexo e de 
expressar sua sensualidade. 
 
Sexta casa – Sente necessidade de tranquilidade dentro do trabalho e por isso irá 
nutrir relações muito gostosas e tranquilas com as pessoas que trabalha, o que 
aumenta os laços dela com os outros e seu enriquecimento financeiro. 
 
Sétima casa – Eu penso que esta Vênus torna a pessoa praticamente uma afrodite 
da vida. A beleza encanta demais. A pessoa não vai precisar xavecar ninguém 
praticamente porque o povo sente muito interesse. Se agrada muito em namorar e 
ter contato íntimo com as pessoas.  
 
Oitava casa – Esta Vênus tem forte ligação com a vida sexual. A maneira que a 
pessoa busca atender sua necessidade de expressão sexual pode envolver fetiches 
que ela talvez não fale a respeito. É uma Vênus que aprecia intimidade de modo geral. 
 
Nona casa – Esta Vênus representa a necessidade de lazer e novos ares. A vida 
acadêmica traz tranquilidade e prazer assim como nas viagens. 
 
Décima casa – O que é natural que ela experimente é a busca por trabalhar com algo 
que se sinta bem e que cada dia seja gostoso e tranquilo. Pode querer fazer algo 
artístico na carreira e simboliza também a admiração que recebe dos outros. 
 
Décima primeira casa – É uma Vênus que simboliza envolvimento amoroso com 
amigos e a necessidade de relações amigáveis no amor e afetuosidade entre amigos. 
 
Décima segunda casa – O mundo interno dela vira um local sagrado onde a pessoa 
busca relaxar. Pode usar o próprio dinheiro para se dar isso. Simboliza também 
episódios na vida da pessoa que ela se envolve em relacionamentos em segredo. A 
espiritualidade é importante pra trazer lazer. 
 
MARTE 
 
Primeira casa – A atitude e sensibilidade de Marte fica viva na personalidade da 
pessoa. Te convido ler o que eu escrevi sobre Marte e aprender a usar a raiva de 
maneira mais saudável pois uma mente que pensa de forma violenta com esta Marte 
irá atacar sempre que tomar o outro como inimigo, o que acontece com frequência 
quando pensamos de forma alienante a vida (a forma de pensar oposta a CNV). 
 
Segunda casa – Muito da dedicação e atenção da pessoa é colocada na busca por 
posses e dinheiro. Entende o dinheiro como ferramenta pra atender as necessidades 
e investe sem tanto medo por causa disso. Pode sentir também certo estresse e 
tensão ao ter que lidar com esta área da vida. 
 
Terceira casa – O que esta posição simboliza são os pensamentos acelerados e a fala 
acelerada. Estar o tempo todo pensando pode ser sinônimo de estresse e a pessoa 
pode sentir necessidade de parar pra se acalmar e equilibrar isso com as 
necessidades que fazem ela optar por pensar e falar tão rápido, o que aliado a 
comunicação alienante a vida, dá espaço pra muito ‘sincericídio’ que é quando dou 
minhas opiniões sobre os outros como se estivesse falando a verdade na cara, o que é 
só imaturidade emocional. 
 
Quarta casa – A raiva é uma amiga que serve para mostrar que você está pensando 
de maneira que estimula a violência. Eu acredito que muita coisa muda na vida da 
pessoa quando ela tem esta concepção, pois quando não busca ter 
autoconhecimento sobre a própria raiva pra saber como expressá-la plenamente 
reconhecendo as necessidades não atendidas, a pessoa pode se frustrar com 
qualquer coisa não entendendo o porque e descontar dentro de casa e com a família, 
o que configura relações abusivas e até violência em casa. Esta Marte também pode 
simbolizar que a pessoa passou por coisas assim na infância. 
 
Quinta casa – A pessoa valoriza bastante sua necessidade de expressão sexual. Suas 
atitudes e confiança também se ligam a vida sexual. Sabe aquelas pessoas que abrem 
as pernas mostrando mais o órgão genital pra demonstrar poder e confiança? É a 
cara desta posição. Se pensa de forma violenta, pode impor muita coisa aos filhos e 
discutir muito com eles. 
 
Sexta casa – A atenção fica voltada ao trabalho. A pessoa produz muito o que pode 
ajudá-la a ter suas necessidades supridas se esta for uma estratégia para tal, mas o 
super foco nessa área da vida também gera estresse e males a saúde. Por isso, eu 
acredito que um ritmo mais saudável pra este Marte é trabalhar o mínimo possível e 
neste tempo mínimo (por exemplo, 4 horas por dia e não necessariamente todo dia) 
dar tudo de si. Depois, tirar sua mente do trabalho. 
 
Sétima casa – Por querer as vezes proteger uma necessidade, a pessoa pode se 
posicionar muito na relação, tentando sempre fazer valer sua vontade e decisão. 
Neste caso, eu convido geralmente a pessoa a refletir sobre qual é a motivação que 
ela gostaria que o outro tivesse ao fazer uma coisa que ela gostaria e pensar se a 
maneira que ela está colocando isso ao outro colabora com isso, já que usando uma 
comunicação violenta, este Marte pode se expressar de maneira violenta na relação, 
configurando novamente uma situação de relacionamento abusivo. Também 
simboliza muita coragem em querer defender a pessoa que tem um relacionamento 
e dar muito valor ao sexo na relação. 
 
Oitava casa – Marte nesta casa simboliza desejos sexuais que são ocultos. Também 
simboliza ter fetiches. Este Marte simboliza sentir por dentro uma forte explosão e 
estímulos fortes. Autoconhecimento ajuda a pessoa a compreender a si e da onde 
vem sua raiva que pode ter uma origem inconsciente que a pessoa pode não notar se 
não fez um trabalho interno. Por fim, aprender a lidar com a raiva interna é 
importante pra saúde de todos os relacionamentos íntimos desta pessoa e também o 
relacionamento que ela tem com ela mesma. 
 
Nona casa – A pessoa sente ímpeto e coragem ao viajar e buscar novos ares pois 
ama o estímulo e gosta também de aprender coisas novas. Ama sua independência e 
essa posição também simboliza não se embalar por crenças limitantes sobre suas 
próprias habilidades, se sentindo confiante principalmente sobre a capacidade de se 
virar no mundo. A vida acadêmica pode ser sinônimo de estresse também. O 
interessante de se ter este Marte é também saber que ficar desafiando leis que 
servem pra tornar a vida mais segura pode custar caro (hahaha) já que este Marte 
também quer ir além das leis impostas e só se sente mais estressado no fim se tem 
que lidar com assuntos legais e papeladas. 
 
Décima casa – Este Marte é de alguém que valoriza muito a necessidade de atingir as 
metas e ter reconhecimento profissional e realização profissional. Daí seu grande 
esforço na vida profissional. Novamente, assim como na casa 6, importante medir o 
quanto quer colocar do seu esforço nisso. As relações com os colegas de trabalho e 
imagem pública podem estar ligadas a maneira de agir da pessoa. Se age de maneira 
alienante a vida, suas relações com as pessoas será obviamente estimulada. 
 
Décima primeira casa – Assim como na casa 7, é importante cuidar para ter 
relacionamentos saudáveis com os amigos. Indica também defender bastante os 
amigos e competir também com eles. 
 
Décima segunda casa – A raiva é ocultada e voltada para dentro. Eu recomendo 
bastante que a pessoa reconheça se está engolindo a raiva na tentativa de suprimi-la. 
Este hábito pode ser muito estressante e danoso pra saúde mental e minha 
preocupação é em ajudar as pessoas a cuidar delas mesmas. A raiva precisa ser 
expressada plenamente reconhecendo as necessidades não atendidas que estão por 
trás delas e transformando os pensamentos que estimulam a raiva em pensamentos 
que conectam com os próprios sentimentos. Assim, a raiva não se torna um veneno 
pro espírito mas uma amiga que nos alerta. 
 
JÚPITER 
 
Primeira casa – Este é um Júpiter de pessoas que até quando é pra se dar mal, se 
dão bem (hahaha). Brincadeiras a parte, o pensamento positivo faz toda a diferença 
na vida da pessoa que está sempre jogando energias legais pro universo. Se expressa 
para fora e todo o significado de Júpiter estará presente na personalidade como 
valores importantes. 
 
Segunda casa – Este Júpiter simboliza a sensação de prosperidade que esta pessoa 
sente, o que faz ela ganhar e gastar mais dinheiro. 
 
Terceira casa – A abertura de Júpiter é nas ideias e comunicação. A pessoa ama 
estudar e tem um olhar filosófico e uma comunicação que traz consigo essas ideias 
filosóficas junto. 
 
Quarta casa – Eu noto que as pessoas com este Júpiter que conheci costumam se 
identificar muito quando eu falo sobre como elas preferem casas maiores e mais 
espaço. Isso não significa que não teriam uma vida minimalista, mas gostam de sentir 
que tem espaço. No fim, o mundo também pode ser seu lar pois pode ser que viaje 
bastante. Também simboliza uma família com muitos membros. 
 
Quinta casa – Este Júpiter abre as portas pra vida artística, confiança e autoestima. 
Esta é a área da vida que brilha para a pessoa. Pode gostar bastante de jogos e 
diversão no geral. Facilidade pra engravidar costuma estar associada a esta posição. 
 
Sexta casa – Este Júpiter abre as portas na vida profissional. Tenho uma amiga com 
este Júpiter que o emprego literalmente bate na porta dela e as pessoas solicitam 
seus serviços como professora de dança e outras funções sem ela ter que correr 
tanto atrás. A positividade de Júpiter tem seu papel aqui também. A pessoa não quer 
trabalhar com algo que a aprisione, muito pelo contrário, quer trabalhar com algo que 
a possibilite ir além e não ficar presa a um escritório. 
 
Sétima casa – Este Júpiter simboliza uma vida de muitos amores e a pessoa pode se 
envolver com uma quantidade grande de pessoas no amor. Esta é uma área da vida 
para se ter alegria e seus ideais e filosofia de vida servem para tornar a relação mais 
feliz no ver da pessoa. 
 
Oitava casa – Júpiter nesta casa simboliza para mim um contato forte que a pessoa 
tem com o oculto e terapias holísticas. Também simboliza prosperidade financeira 
que vem de heranças, investimentos e sócios. 
 
Nona casa – Eu entendo vendo esta posição que a pessoa dá muito valor as suas 
próprias crenças que pra ela servem para libertá-la e nunca aprisioná-la. A sensação 
é que ela pode ir pra qualquer lugar do mundo. É algo natural. Acredito também que 
simbolize o desapego de crenças limitantes. Pode se engajar bastante na política, 
mundo acadêmico e religião. 
 
Décima casa – A carreira tem uma atenção especial e é uma área da vida em que as 
portas se abrem pra ela. Novamente, seu pensamento positivo faz diferença pra 
carreira. 
 
Décima primeira casa – A vida social é movimentada e a pessoa poderá ter muitos 
amigos. Também se engaja muito em causas sociais. 
 
Décima segunda casa – É como se tivesse um terceiro olho aberto. Brincadeiras a 
parte, é bem isso mesmo. A pessoa tem forte contato com a espiritualidade e nada se 
esconde. É como se ela tivesse contato e abertura para acessar o subconsciente. 
Acredito que também irá se importar bastante em contribuir com a vida de outros. 
 
SATURNO 
 
Primeira casa – Recomendo bastante pra entender esta posição ler o texto que fiz 
sobre Saturno e a questão de usar a disciplina de uma maneira que você se aprisiona 
e se avaliar de maneira que se julga. Muito da problemática que levantei é o que esta 
posição passa já que ela tem Saturno como um traço forte da personalidade. Noto 
também nas consultas que pessoas com esta posição podem pensar bastante que 
são obrigadas a algo e usar palavras como “tenho que”, “preciso fazer…”, que são 
frases que não evidenciam que ela tem uma escolha. É como se achassem que 
precisam de autorização pra viver e fazer o que querem e elas não precisam, essa é a 
verdade. Pode simbolizar também crenças limitantes por causa disso. Tudo isso pode 
ser transformado e depende unicamente da maneira de pensar da pessoa. 
Recomendo buscar aprender CNV a fundo. 
 
Segunda casa – Por querer garantir segurança e tranquilidade, a pessoa busca usar o 
dinheiro dela da forma mais madura possível. Pode acreditar que nunca tem o 
suficiente e trabalhar com algo que nem gosta pra ter. É importante transformar 
estas crenças limitantes que “ou se tem dinheiro ou faz o que gosta” porque elas não 
são coisas opostas. 
 
Terceira casa – Muitas pessoas que eu já dei aula que possuem este Saturno eram 
pessoas que possuíam muito conhecimento e mesmo assim achavam que não 
sabiam o suficiente. Este Saturno é um convite para confiar nas próprias capacidades 
intelectuais e se permitir expressar suas ideias e conversar, se “DESconvencendo” de 
que não consegue falar em público. 
 
Quarta casa – Este posicionamento simboliza uma infância/passado cheio de 
proibições onde a pessoa sente que não pode ser ela no lar ou pros pais. Este Saturno 
fala sobre transformar isso. Ao mesmo tempo, a pessoa pode se ver responsável pela 
casa e pelos pais quando estes ficam velhos quando decide abraçar esta 
oportunidade de ajudá-los. 
 
Quinta casa – Eu geralmente aconselho para esta posição priorizar com muito amor 
os momentos de não fazer nada e relaxar, tomar um tempo pra si na agenda, ao invés 
de sempre acreditar que as responsabilidades (que as vezes são por coisas que nem 
são autênticas da vontade dela por causa da sociedade que ela se coloca) vão em 
primeiro lugar. Você também é uma prioridade, amore. 
 
Sexta casa – Nesta casa, Saturno simboliza a disciplina que a pessoa se coloca para 
poder trabalhar de maneira eficiente. A pessoa valoriza praticidade e seguir as metas 
fazendo o que precisa ser feito. Eu acredito que ajuda muito cuidar da saúde, 
principalmente da dos ossos e ela pode se sentir muito bem quanto a isso caso adote 
uma rotina. 
 
Sétima casa – A pessoa pode ter a crença de que a relação só vai ir bem se ela e o 
parceiro fizerem “isso e aquilo” e que se a pessoa não seguir este comportamento, 
“tem que ser penalizada e sua atenção chamada”. A energia da disciplina de Saturno 
se volta contra a pessoa que quem tem este Saturno namora ou é casada. Daí a 
importância de se comunicar de maneira não-violenta e ter consciência do que 
configura uma relação abusiva, para não construir modelos de relacionamento que 
fazem parecer que o outro só pode ficar com a pessoa que tem o Saturno se desistir 
das necessidades dele, o que tem um preço enorme que todos pagam. Eu acredito 
que é muito importante transformar isso por meio da empatia e tomando consciência 
da violência escondida no próprio jeito de pensar e nas palavras trocadas. Pra isso, 
obviamente, recomendo um estudo aprofundado na CNV. 
 
Oitava casa – Este posicionamento simboliza que o mapa está pedindo pra pessoa 
prestar atenção aos investimentos que faz e recebimento de heranças, coisas que é 
mais fácil de ter algum tipo de problema que não ajude a pessoa. A espiritualidade e a 
busca por terapias holísticas podem ajudar a pessoa no processo de transformação 
dela, embora primeiro possa precisar abandonar seu preconceito contra estas 
práticas. Pode esconder de si seu lado mais oculto, o que precisa na verdade ser 
integrado e enxergado sem julgamentos. 
 
Nona casa – Esta posição simboliza fortes convicções morais que a pessoa possui. 
Ela deseja ser muito fiel as suas crenças e ideias. Este Saturno simboliza também o 
trabalho interno de se permitir ir além do que conhece para assim se libertar para 
viajar e ter experiências no exterior e ao entrar em um curso superior. 
 
Décima casa – Saturno na casa 10 pode simbolizar que a pessoa se coloca bastante 
pressão para alcançar o que deseja em busca de ter sua necessidade de realização 
suprida. É importante equilibrar esta necessidade e se avaliar de maneira mais 
saudável ao invés de se julgar por não estar ainda onde deseja. É igualmente 
importante saber também que coisa simples ela pode fazer no momento atual que já 
supriria esta necessidade para não ficar simplesmente correndo atrás de um objetivo 
como se não pudesse ser feliz até tê-lo. A vida acontece no agora, vale lembrar. Este 
Saturno constrói sua carreira com o tempo e no seu ritmo. 
 
Décima primeira casa – Eu acredito vendo esta posição que a preferência da pessoa 
é por ter poucos e bons amigos ao invés de muitos mas que não fazem parte do dia a 
dia e da rotina dela. Pra ela, a amizade se constrói com o tempo e convivência. 
 
Décima segunda casa – Eu acredito que o que ajuda muito este Saturno na vida é 
quando pensa na sua vida espiritual como uma rotina pra se ter e como um cuidado 
com sua saúde mental. As vezes, ela pode se ver distante deste lado da própria vida, 
mas é importante estimular isso para se conectar com seu lado mais interior e 
perceber possíveis crenças limitantes e autojulgamento que podem estar dentro do 
ser dela. 
 
URANO 
 
Primeira casa – A pessoa tem como traço forte da personalidade sua autenticidade e 
seu jeitinho. Parece até que veio de outro mundo. 
 
Segunda casa – Sua maneira de lidar com o dinheiro pode envolver usar de 
tecnologia. É aquela pessoa que já está pensando em criptomoedas também por 
exemplo e que usa aplicativos pra controlar os gastos. 
 
Terceira casa – O urano nesta casa simboliza pra mim que a pessoa se comunica 
sem se prender a normas impostas. Pra ela é importante ter liberdade de expressão 
antes de tudo e de todas as formas e tem um senso de liberdade para com aonde 
quer ir e na relação com irmãos. 
 
Quarta casa – A pessoa pode se ver mais desapegada da família e pode ter crescido 
num ambiente onde o núcleo familiar era diferente do que é pensado como 
convencional. Este desapego não significa não amar. O que acontece é que ela precisa 
de espaço pra viver a vida dela. Pode por outro lado ter tipo menos contato do que 
gostaria com a mãe. Depende do resto do mapa, claro. 
 
Quinta casa – A pessoa terá hobbies distintos muitas vezes. É aquela pessoa que leva 
os amigos pra onde eles nunca iriam imaginar em ir. Também aprecia liberdade nos 
relacionamentos amorosos, principalmente quando está no início ou começo de 
namoro já que a casa 7 é a que fala mais de casamento. Por fim, não quer dar 
satisfação pra ninguém em relação a como quer se divertir. 
 
Sexta casa – Eu entendo observando esta posição que a pessoa quer ter liberdade 
no dia a dia na profissão e por isso, pode ser que não goste de trabalhos com muita 
hierarquia já que quer se ver livre e trabalhar de forma autônoma. Mas isso é também 
por causa da maneira que a pessoa entende o que é a autoridade dentro da empresa. 
Não podemos deixar de considerar que é a sociedade construída da forma que é o 
problema e não o ser humano. 
 
Sétima casa – Urano nesta casa simboliza que a pessoa quer atender e dar uma 
atenção igual a necessidade de amor e também a de liberdade e ter seu espaço. Por 
isso que, nos relacionamentos, irá amar ter um espaço mais pra ela já que não quer 
abdicar de sua identidade ao casar e poderá apreciar relacionamentos abertos. 
 
Oitava casa – Novamente, na intimidade, a pessoa deseja ter seu espaço para ser ela 
e viver da maneira que gostaria. Prefere ter relações de sócios e que envolvem 
dinheiro com outras pessoas que são mais maleáveis, optando por acordos 
profissionais que podem ser quebrados a qualquer momento sem muitos prejuízos 
por exemplo. Sua visão sobre o ocultismo pode ser muito mais científica do que 
espiritual. Por dentro, ela possui uma forte necessidade de liberdade e desapego 
emocional. 
 
Nona casa – Este Urano simboliza pra mim a pessoa que problematiza bastante 
questões ideológicas e políticas no intuito de proteger as necessidades do povo e das 
minorias. Este Urano é de alguém que defende bastante suas próprias opiniões que 
podem destoar dos pensamentos de outros. Quando sua atenção está mais nas ideias 
que estão sendo trocadas e nas palavras que nas necessidades e sentimentos vivas 
nos outros e em si, vai ser muito fácil brigar sem razão nenhuma. No fundo, temos 
sempre as mesmas necessidades, vale lembrar. 
 
Décima casa – Esta posição de Urano também simboliza querer proteger suas 
necessidades e entender que a autoridade pode ser um vilão que quer te privar disso. 
Por isso as vezes este Urano vai parar na justiça por desacato ou quando está oposto 
a Saturno (hahaha). Na carreira, também quer fazer as coisas do seu jeito e inovar a 
área que se envolve profissionalmente trabalhando do seu jeito. 
 
Décima primeira casa – A relação com os amigos pode ser das mais alternativas, 
conhecendo todo tipo de gente e pessoas que conversam bastante e que trocam 
ideias. 
 
Décima segunda casa – Este Urano tem um olhar muito mais científico pra 
espiritualidade do que simplesmente crê nas coisas. Pra ela, a liberdade de acreditar 
no que deseja ou acreditar em nada é fundamental. Por fim, quer viver sua vida 
espiritual da sua forma. 
 
NETUNO 
 
Primeira casa – A pessoa expressa empatia pelos outros e parece estar no mundo da 
lua, mas na verdade é a mente imaginativa. Percebo que a pessoa aprecia expressar 
sua criatividade, ama arte geralmente e também sente uma forte empatia pelas 
pessoas. Esta posição simboliza uma ligação pessoal com o mundo espiritual. 
 
Segunda casa – A pessoa pode não ter muita consciência do quanto ganha ou perde 
na vida financeira. Tudo é mais fluido nesta área da vida. Eu acredito que diminuir os 
excessos pode ser muito bom pra este Netuno. Pode ser que queira doar parte do 
dinheiro para causas que acredita. 
 
Terceira casa – Eu entendo observando esta posição que a posição tem uma 
comunicação mais empática e muita intuição. Ela percebe os sentimentos que estão 
por trás das palavras do outro e quer entender a própria mente e seu lado mais 
espiritual. Este aspecto simboliza (mas não aprisiona a este comportamento assim 
como nenhum outro) o uso de substâncias químicas pra tentar administrar o próprio 
estado mental em momentos de estresse. Logicamente, eu recomendo buscar 
sempre formas saudáveis de cuidar da sua saúde pois remédios e drogas no geral não 
nos conectam com nossas necessidades, apenas nos anestesiam (isso é uma opinião 
minha que na minha vida pessoal, não aprecio o uso de nenhuma substância química 
já que tenho necessidade de cuidar da minha saúde mental, física e espiritual e ter 
controle sobre meus problemas e minha vontade de me divertir sem depender de 
algo químico). 
 
Quarta casa – Este Netuno simboliza pra mim que a pessoa recebe no lar muito de 
suas convicções espirituais que ela leva com ela. Desde cedo, a religião pode ter feito 
parte de sua vida. Também tem uma conexão quase telepática com a mãe. Simboliza 
também o ato de se doar pela família. Sempre aconselho que se é da vontade sua 
contribuir com a vida de alguém, que também examine como pode fazer sem se 
abandonar pois se sacrificar por culpa ou qualquer outro sentimento do gênero pode 
ser algo muito violento. 
 
Quinta casa – Netuno nesta casa simboliza que a pessoa ama se expressar 
artisticamente como uma forma de entrar em contato com seu mundo interior. Pra 
ela, é quase uma atividade espiritual já que mexe com o próprio subconsciente. Vale 
tomar cuidado para não usar muitas substâncias químicas para relaxar. É possível nos 
divertirmos de várias outras formas que não envolvem nos anestesiar (isso é uma 
opinião minha que na minha vida pessoal, não aprecio o uso de nenhuma substância 
química já que tenho necessidade de cuidar da minha saúde mental, física e espiritual 
e ter controle sobre meus problemas e minha vontade de me divertir sem depender 
de algo químico). 
 
Sexta casa – Netuno nesta casa mostra que a pessoa quer ver significado no que faz 
profissionalmente e realmente ajudar as pessoas como pode. Vai apreciar trabalhos 
ligados a arte e a psique humana e trabalhos sociais que visam ajudar quem precisa. 
Pode sentir dúvida também sobre o que fazer pois esta área da vida tem um caráter 
mais mutável, o que é normal e não precisa ser julgado. A questão é que a pessoa 
quer fazer algo que se sente plena. 
 
Sétima casa – Quando Netuno está nesta casa, o crush tem que deixar muito claro 
pra pessoa que ele tá afim dela, se não ela não nota (hahaha). Brincadeiras a parte, 
este Netuno funciona como uma névoa. Num ponto de vista lógico, vai parecer que a 
vida amorosa dela tá sempre meio perdida, mas isto é só uma forma de pensar que 
pode ser mudada. A pessoa que tem o Netuno quer muito ajudar quem ela tem um 
relacionamento. Eu acredito que ajuda muito saber como fazer isso sem se sacrificar 
pois é importante reconhecer onde acaba você e começa o outro. O sentimento do 
outro e a necessidade não são suas necessidades. Vocês estão apenas se convidando 
a ajudar o outro a atender as necessidades dele. E você também merece receber esta 
mesma atenção para com suas próprias necessidades. Só não espere que a pessoa 
adivinhe como você deseja ter suas necessidades atendidas, meu amor. Tem que 
comunicar se quiser isso. 
 
Oitava casa – Netuno nesta casa simboliza que a pessoa tem um mundo interior 
muito grande. Valoriza muito a vida espiritual e tem muito contato com terapias 
holísticas e o ocultismo no geral. 
 
Nona casa – Este Netuno simboliza um olhar espiritual sobre a vida e a intenção de 
aprender mais sobre espiritualidade e compartilhar com o mundo. Ela pode querer 
fazer viagens espirituais por exemplo pra poder ampliar a própria consciência. 
 
Décima casa – Este Netuno simboliza pra mim o amor incondicional que a pessoa 
pode experimentar pelas pessoas que ela ajuda através do trabalho dela e o 
reconhecimento que recebe por este olhar mais humano das pessoas que ela atende. 
É aquela médica que sente a dor do paciente e que o paciente se sente acolhido. É 
importante novamente saberer separar o trabalho de si, mas em geral, este 
posicionamento simboliza puramente isso e um lado da pessoa que quer trabalhar de 
maneira criativa e talvez até com espiritualidade. 
 
Décima primeira casa – A pessoa se sente ligada emocionalmente com os amigos. É 
importante levar em conta as mesmas questões que abordei na casa 7. 
 
Décima segunda casa – A espiritualidade é algo pessoal e interno. Ela vive esta parte 
da vida pra ela mesma e sua intuição pode ajudar ela a viver de forma mais plena. Eu 
recomendo observar sempre seus próprios comportamentos quando achar que está 
sendo uma vítima de algo. Ao invés de culpar o outro, convido você a pensar na sua 
dor e que necessidade não está sendo atendida ao invés de se acreditar como vítima 
do mundo e possivelmente usar substâncias químicas pra tentar aliviar uma tensão 
que não está sabendo lidar porque ninguém nunca te ensinou a pensar sobre seus 
sentimentos e necessidades. Você pode mudar isso simplesmente buscando 
aprender. 
 
PLUTÃO 
 
Primeira casa – O poder de transformação faz parte da personalidade. É aquela 
pessoa que é praticamente uma fênix e que você não senta do lado no ônibus porque 
a pessoa demonstra uma intensidade enorme no olhar. 
 
Segunda casa – O poder do Plutão é na vida financeira e também diz respeito aos 
talentos e autoestima da pessoa que estão sempre em transformação e renovação. 
Ela é capaz de abandonar suas posses para o melhor. 
 
Terceira casa – O plutão nesta casa simboliza na vida da pessoa seu poder de 
estimular as ações de outras pessoas e seus pensamentos através de suas palavras. 
Considero importante ter consciência do que deseja e a motivação que deseja que a 
outra pessoa tenha na hora de fazer algo que você acredita que ela deveria. 
 
Quarta casa – Este Plutão pode simbolizar experiências fortes na infância que 
podem estar ligadas a alguma perda. 
 
Quinta casa – A pessoa vê na arte e na diversão uma forma de se renovar. Pode 
também exigir bastante dos filhos. Saiba separar neste caso o que é respeito e o que 
é obediência. A busca desta casa 5 é fazer com que as transformações sejam para 
melhorar sua vida e viverá o amor de maneira intensa. 
 
Sexta casa – Quando observo esta posição, busco aconselhar a pessoa a cuidar da 
saúde que por vezes pode ser bastante sensível no começo da vida e se tornar 
maravilhosa depois já que ela vai aprendendo como cuidar melhor do corpo. Cada 
desequilíbrio em relação a saúde recebe muita atenção da pessoa. Ela também quer 
romper com o que acredita que precisa ser mudado no trabalho. 
 
Sétima casa – Este Plutão simboliza términos abruptos. É importante deixar ir 
embora o que não serve mais. Esta é a mensagem deste Plutão. Ele também pode 
envolver usar a sua influência pra tentar estimular as ações do outro e neste caso, 
novamente o convido a pensar na motivação que deseja que o outro tenha ao fazer 
algo por você pois tudo tem um preço. Pode também ter passado na vida por relações 
que foram abusivas, lembrando que o planeta não foi o que causou isso, ele está 
apenas simbolizando. 
 
Oitava casa – É como se tivesse uma escorpiane dentro de si. Muito poder de 
transformar e o convite é saber como direcioná-lo de maneira construtiva. A pessoa 
está preparada para fazer o que for para atingir seus objetivos. Daí, eu considero 
importante sempre colocar na balança também com suas necessidades e as dos 
demais (o que é uma opinião minha). Pode também ter passado na vida por relações 
que foram abusivas, lembrando que o planeta não foi o que causou isso, ele está 
apenas simbolizando. 
 
Nona casa – Este Plutão simboliza alguém com fortes convicções políticas e 
ideológicas que pode agir de maneira extrema pra defender suas necessidades 
através destas convicções. Ela tende a mudar muito como pessoa quando viaja ou faz 
cursos superiores. 
 
Décima casa – O poder de Plutão é usado para a carreira. A pessoa pode sentir um 
fote sentimento que a motiva a fazer o que achar que precisa pra ter o sucesso 
profissional que deseja, mesmo que não tome consciência das necessidades do outro 
ou suas. 
 
Décima primeira casa – Eu entendo vendo esta posição que o círculo de amizades 
está sempre em transformação e ela termina as relações que não estão fazendo bem 
pra ela, principalmente as que envolvem a pessoa depender dela. Assim como na 
casa 7, é importante examinar se suas ações não estão sendo abusivas em relação ao 
outro também se deseja ter relações saudáveis onde o outro escolhe estar com você 
e te ajudar ao invés de agir por medo ou culpa ou vergonha. 
 
Décima segunda casa – Este Plutão é como se fosse fogo queimando dentro de si. 
Um contato muito grande com a espiritualidade que transforma a pessoa. Por dentro, 
ela é uma fênix, sempre passando por um processo de mudança interno que vem da 
sua espiritualidade. 
 
QUÍRON 
 
Primeira casa – Nas consultas, as pessoas com este Quíron costumam observar 
comportamentos e escolhas que fazem autosabotadoras. É importante não colocar a 
culpa no universo pois ela pode entender que nunca está pronta. O processo de cura 
é acreditar em si. 
 
Segunda casa – Assim como no Quíron em Touro, a ferida acontece na vida 
financeira e na relação dela com o corpo e sua autoestima. O processo de cura é 
reconhecer seus próprios talentos e abandonar o medo de não ter dinheiro. 
 
Terceira casa – Este Quíron revela o poder de ajudar os outros por meio de suas 
palavras. É importante confiar na própria capacidade intelectual que pode ser algo 
que a pessoa acredita ser inferior quando na verdade não é. 
 
Quarta casa – Quíron nesta casa simboliza que a pessoa enxerga que a mãe se 
sacrificou muito por ela e ela pode se sentir culpada sobre isso e deseja ajudar 
também a mãe. Eu acredito que fazer isto por culpa pode ser muito pesado. Muitas 
vezes a mãe não necessariamente quer que o filho se sacrifique ou algo assim. O 
processo é abandonar a culpa e buscar a inteligência emocional incrível que esta 
posição simboliza. 
 
Quinta casa – Quíron nesta casa mostra que a ferida está na autoestima e em 
relação aos filhos. A pessoa pode fazer tudo pelo filhos também e priorizar o bem 
estar deles. É importante ela saber que ela também é um ser humano que merece 
atenção respeito e amor. 
 
Sexta casa – Eu já atendi muitas pessoas com este posicionamento que eram ou 
queriam trabalhar como medicina ou enfermagem ou outra área que trata da saúde 
do ser humano. Pois esta posição simboliza um forte poder de cura e intenção de 
ajudar o ser humano. A ferida pode envolver uma doença ou condição de saúde da 
própria pessoa. Doenças são apenas desequilíbrios no corpo. Eu recomendo investigar 
as razões espirituais por trás dos males pois nós somos responsáveis pelas coisas que 
acontecem conosco, segundo Louise Hay. 
 
Sétima casa – Este posicionamento é o clássico “psicóloga do namorado”. É muito 
bom poder ajudar a pessoa que você ama psicologicamente e emocionalmente. Mas 
el@ é el@. Você é você. É importante se lembrar disso pra não construir 
simplesmente uma relação em que você acredita ser dependente dele.  
 
Oitava casa – Este Quíron simboliza um profundo contato com a espiritualidade e 
terapias holísticas. A pessoa pode até trabalhar com isso ou fazer gratuitamente pras 
pessoas por ser algo natural dela. Quando ela ajuda os outros por meio disso, também 
ajuda a si. 
 
Nona casa – Pra mim, esta posição simboliza a mente que busca se aprimorar e se 
ampliar. É uma posição de sabedoria. A ferida pode envolver desilusão com a religião 
e suas crenças, mas a pessoa possui uma capacidade de curar o outro por meio de 
sua sabedoria e é algo vivo dentro dela. 
 
Décima casa – Ela quer curar o outro com a carreira dela e poderá transformar a 
vida de muitas pessoas através do seu trabalho. 
 
Décima primeira casa – Quíron nesta casa simboliza a devoção que se tem para com 
os amigos e a ferida pode envolver a necessidade dela de aceitação e pertencimento. 
Quando ela ajuda os amigos, se aproxima dos mesmos e é como se tivesse “psicólogo” 
escrito na testa. Vale lembrar, assim como na casa 7, de ajudar o outro em respeito 
também as próprias necessidades e sabendo que não é o outro. 
 
Décima segunda casa – Quíron nesta casa simboliza que a espiritualidade é onde se 
encontra a cura. O uso de substâncias químicas pode ser muito danoso, assim como 
vício em qualquer coisa. Eu acredito que transformar isso pode ajudar muito o 
espírito desta pessoa. Da mesma forma, acreditar que a culpa de tudo é os outros e o 
universo não faz com que as necessidades sejam supridas. É importante assumir o 
poder sob seus próprios sentimentos e necessidades porque ninguém pode 
influenciar nada na pessoa. O que ela sente depende de como ela toma as coisas e 
não o que os outros fazem. 
 
LILITH 
 
Primeira casa – Pessoas com Lilith nesta casa se identificam de maneira pessoal 
com o mito e seu processo é recuperar sua confiança quanto a sensualidade do 
próprio corpo e confiança em si. 
 
Segunda casa – Esta Lilith simboliza um desejo por ter mais posses que não cessa. 
Daí a importância se questionar o que exatamente você deseja para suprir suas 
necessidades ao invés de só acumular. Também é uma posição que envolve se 
reintegrar com seus talentos e habilidades por muito tempo negados e inferiorizados. 
 
Terceira casa – O processo é recuperar a confiança na sua própria fala sabendo que 
você possui espaço para falar e sua voz merece ser ouvida. A pessoa com este Quíron 
quer expressar seus sentimentos mais ocultos sem ter vergonha deles. 
 
Quarta casa – A lilith nesta casa simboliza que foi na infância com a família que seus 
desejos foram ensinados a serem reprimidos. A importância desta Lilith na vida da 
pessoa é recuperar tudo que foi enterrado e entrar em contato com suas mágoas do 
passado sem se julgar ou julgar o outro e com sabedoria e inteligência emocional. 
 
Quinta casa – Esta Lilith simboliza que a sexualidade é o que a pessoa deseja trazer a 
tona e abraçar. Representa a liberdade sexual que a pessoa deseja pra vida e fortes 
paixões. Pode simbolizar também a experiência do ciúmes e daí a importância 
novamente de saber o que deseja para ter suas necessidades supridas e examinar a 
origem do ciúmes, percebendo se talvez esteja pedindo uma fidelidade da outra 
pessoa de uma maneira que faz ela desistir das necessidades dela. Vamos sempre 
pensar na intenção que queremos que o outro tenha ao fazer algo legal pra nós pois 
tudo tem um preço. 
 
Sexta casa – Lilith nesta casa simboliza que a pessoa deseja ter seus esforços 
reconhecidos no trabalho e a frustração pode vir daí. Ela quer mostrar sua posição e 
capacidades nesta área da vida. 
 
Sétima casa – Da mesma forma que na casa 5 e 8, vemos a questão do ciúmes. 
 
Oitava casa – Da mesma forma que na casa 5 e 7, vemos a questão do ciúmes. 
 
Nona casa – A Lilith nesta casa simboliza a crença da pessoa de que não teve justiça 
em uma situação da vida dela e seu ressentimento sobre isso. Ela deseja ampliar sua 
visão sobre o mundo e buscar sabedoria e ser ouvida. Pra isso, a pessoa busca pela 
verdade e um significado pra vida. É importante também examinar até que ponto a 
crença em algo possa ser uma obsessão. 
 
Décima casa – A lilith nesta casa pode representar alguma frustração em relação ao 
pai. O processo dela é integrar-se da sua capacidade de escolher o que quer fazer da 
vida e seu real objetivo. Sua capacidade de controlar seu próprio rumo. 
 
Décima primeira casa – A Lilith nesta casa pode simbolizar uma necessidade de 
pertencer a um grupo que não foi suprida. Me vem a cabeça o sentimento de solidão 
quando penso nesta posição, ao mesmo tempo que certa relutância quanto a confiar 
no outro e cultivar ali uma relação. É igualmente importante ao meu ver observar se 
está tentando controlar o outro ou influenciá-lo para se manter em segurança. Eu 
falo isso como uma opinião pessoal pelo fato de acreditar que melhores 
relacionamentos podem ser construídos quando somos honestos um com o outro. 
 
Décima segunda casa – Esta Lilith tem como proposta pra vida da pessoa o 
desenvolvimento da empatia e da autoempatia para assim descobrir de dentro de si 
suas maiores dores e processos que podem ter sido ocultados ou esquecidos 
propositalmente. A integração da Lilith é com o seu lado subconsciente. 
 
NODO NORTE ​E​ SUL 
 
Primeira casa/Sétima casa – Focou no outro e nos relacionamentos no passado. 
Agora é hora de olhar pra si. 
 
Segunda casa/Oitava casa – A atenção estava no próprio subconsciente e havia um 
ligação muito forte com a morte e com o lado mais oculto da vida. Agora a proposta é 
buscar seu próprio senso de valores e uma vida mais tranquila. 
 
Terceira casa/Nona casa – O foco estava em ver o mundo e em questões filosóficas. 
Agora a proposta é compartilhar os saberes, se comunicar e aprender coisas novas. 
 
Quarta casa/Décima casa – No passado era muito focado no trabalho e carreira. 
Agora a proposta é olhar pro que realmente importa que é seu próprio mundo 
interior e a família. 
 
Quinta casa/Décima primeira casa – O foco era no social. Agora, a proposta é olhar 
para sua própria identidade e cuidar da sua autoestima e vida amorosa. 
 
Sexta casa/Décima segunda casa – O foco era a vida espiritual e podia até mesmo 
estar envolvido em questões ligadas a saúde mental de pessoas e o uso de 
substâncias químicas. Agora, a proposta é buscar ter saúde e pé no chão, dando 
atenção a vida profissional. 
 
Sétima casa/Primeira casa – No passado, pensava mais nos seus próprios processos 
e em viver de forma independente. Agora, percebe que quer estar também com o 
outro e construir uma relação feliz. 
 
Oitava casa/Segunda casa – No passado, focava na vida material. Agora, a proposta é 
mudar e mergulhar no mundo, encarando as coisas mais ocultas sem medo. 
 
Nona casa/Terceira casa – No passado, prestava mais atenção nos conhecimentos 
técnicos do que nos filosóficos. Agora a proposta é buscar a verdade, viajar e 
conhecer o mundo, estudar mais profundamente sobre as coisas que realmente 
importam e ter contato com ideologias, religiões e novos jeitos de pensar. 
 
Décima casa/Quarta casa – No passado, o foco era na família e em buscar se sentir 
seguro. Agora, a proposta é ir atrás dos seus sonhos e objetivos profissionais sem 
negá-los por medo por querer ter segurança. 
 
Décima primeira casa/Quinta casa – No passado, o foco esteve em viver uma vida 
cheia de prazeres e pensando em si. Agora a proposta é olhar com atenção para o 
grupo e para os amigos. 
 
Décima segunda casa/Sexta casa – No passado, focava na vida profissional. Agora, a 
proposta é ter mais contato com a vida espiritual. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Conteúdo protegido por direitos autorais. 
Autoria: Marcelo Levi 
Site: ​http://marceloleviastrologia.com.br 
 

Você também pode gostar