Você está na página 1de 3

Quais são as preocupações e responsabilidades que um cientista deve ter na busca

pelo conhecimento? Quais caminhos devem ser percorridos para se chegar a


conclusões satisfatórias?

Na busca pelo conhecimento, um cientista deve-se atentar-se a preocupações e


responsabilidades relacionadas a persistência, paciência, aspectos éticos, humildade,
além da utilização correta do método científico, dentre outras. A paciência e persistência
englobam, neste contexto, relacionam-se a importância de examinar-se quanto as novas
exigências e perspectivas propostas ao cientista. Os aspectos éticos, que é uma
responsabilidade dos cientistas, estão ancorados em questões como a validade da
pesquisa, a amostragem, participantes voluntários, consentimentos, risco de danos, além
da responsabilidade ética, política e social, nas quais o pesquisador deve estar
preocupado e atento. Quanto ao uso coerente do método científico, esta também deve
ser uma preocupação e responsabilidade substancial do cientista, visto que a partir do
método científico há o progresso da ciência.

1. Paciência;
2. Persistência;
3. Aspectos Éticos;
4. Coragem e Humildade;
5. Uso Correto do Método Científico;
6. Produção e Divulgação Científica;
7. Financiamento da Pesquisa.

O que diferencia e/ou interconecta o conhecimento do senso comum, da religião e


da ciência? Discorra sobre os modelos que buscam relacionar ciência e religião. *

O conhecimento do senso comum pode ser compreendido como o conhecimento


adquirido através da experiencia, isto é, baseia-se nos sentidos humanos. São opiniões e
concepções aceitas em determinadas épocas. É um conhecimento falível e inexato. Tais
características deste conhecimento diferenciam do conhecimento científico, visto que
este engloba fatos, método científico, tem verificabilidade e é sistemático. Um ponto
que interconecta esses conhecimentos é que ambos são falíveis. Além do mais, o senso
comum no passado e ainda hoje, é utilizado como origem para estudos científicos.
Quanto ao conhecimento religioso, este é imutável, ou seja, não muda no tempo,
não tem perspectiva de mudanças e não possui método. Estas características diferenciam
do conhecimento científico, por exemplo, posto que este engloba um método, é
sistemático e pode mudar. Diferencia-se do senso comum também visto que o religioso
é revelado pela fé divina. Além disso, tanto o senso comum quanto o conhecimento
religioso não utilizam método.
Neste contexto, podem se destacar os modelos de interação entre ciência e
religião. Os modelos são: modelo de conflito, modelo de fusão, modelo NOMA e
modelo de complementariedade.
O modelo de conflito é um modelo que expõe uma contrariedade entre ciência e
religião. Aqui religião e ciência estão em oposição e conflito irreconciliável, onde
conforme o modelo, esse conflito aparece principalmente quando ciência e religião
adotam aspectos expansionistas.
O modelo de fusão visa eliminar a distinção entre o conhecimento religioso e
científico. Além disso, segundo este modelo, a ciência pode ser utilizada para construir
sistemas religiosos de pensamento e a religião para construir sistemas científicos de
pensamento. Este modelo propõe levar ciência e religião na mesma seriedade.
Já o modelo NOMA propõe que religião e ciência estão em designações
separadas e por isso não podem estar em conflito. Além disso, para este modelo, ciência
e religião realizam perguntas distintas sobre o mundo, onde a Ciência engloba aspectos
e fatos materiais, ao passo que a religião abarca perspectivas da ética e do propósito.
No que tange ao modelo de complementariedade, este sustenta a ideia de que
ciência e religião não são rivais, mas sim complementares. Para este modelo, ambas
abarcam a realidade, mas de perspectivas distintas. Ressalta-se que a
complementariedade é bastante estendida no campo ciência-religião.

Questão 3
Qual é a importância da pesquisa bibliográfica?
A pesquisa bibliográfica é substancial para a realização de uma na pesquisa cientifca. A
partir desta será possível encontrar informações relevantes quanto a temática, limitar a
abordagem e buscar questões abertas sobre o assunto. Sendo assim, pode ser entendida
como processo metodológico contínuo que ajudará a obter informações para o problema
proposto, analisar as perspectivas em que o assunto está sendo abordado por outros
pesquisadores, delimitar ferramentas e serem usadas, averiguar referências mais citadas
e consagradas a respeito da temática e outros. Portanto, a pesquisa bibliográfica é
substancial a ser realizada de forma séria e contínua pelo pesquisador.

Questão 4 - Por que o uso do método científico é essencial no desenvolvimento da


ciência? Explique.

O método científico pode ser entendido como processo baseado na observação, medida,
experimentação (testes), formulações, hipóteses, refutações e até mudanças nas
hipóteses. O método, assim, é empregado na pesquisa e conduz a elaboração ou
transformação de conhecimentos, sendo compreendido também como um caminho para
esclarecer os aspectos e funcionamento da natureza/mundo.
Para mais, ressalta-se que método científico é baseado em processos como:
pressupostos, limitações cientificas, construção de hipóteses, experimentação, coleta de
dados e testes, além da parcimônia. Por meio do método científico, a ciência é capaz de
testar hipóteses para determinadas observações e assim responder aos questionamentos
propostos. Diante disto, o método científico é imprescindível para a pesquisa cientifica e
desenvolvimento da ciência.

Questão 5 – Pesquisa bibliográfica ssitemática

Para realização da pesquisa bibliográfica sistemática deve-se definir o percurso metodológico.


Para tanto, é relevante compreender que a pesquisa é processo sistemática e não aleatório.
Por isso, faz-se importante definir a temática, as bases de dados a serem utilizadas, período,
idioma, palavras-chave. Na pesquisa é importante atentar-se a leitura de reconhecimento,
isto , leitura do título, resumo, palavras-chave e outros, além de uma leitura seletiva e crítica.
Ressalta-se que a pesquisa bibliográfica é dinâmica e contínua e não pode ser realizada de
forma aleatória.

Você também pode gostar