Você está na página 1de 35

@portugues.do.

zero

PRONOMINAL
Teoria
Questões

Prof.ª Dhulle Monithely


2

SUMÁRIO
Colocação pronominal ------------------------------- 3
Próclise ----------------------------------------------- 6
Mesóclise ------------------------------------------- 8
Ênclise ------------------------------------------------ 9
Casos facultativos de colocação pronominal -- 11
Em locuções verbais -------------------------------- 13
Em falsas locuções verbais ----------------------- 15
Tirinhas ------------------------------------------------ 16
Questões ---------------------------------------------- 17
Gabarito ------------------------------------------------ 36
3
COLOCAÇÃO
PRONOMINAL
Refere-se ao emprego adequado dos pronomes
oblíquos átonos junto aos verbos.
Me, te, o(s), a(s), lhe(s), se, nos, vos.
Eles podem ocupar três posições:
PRÓCLISE Antes do verbo
Exemplo: Eles nos amam.
MESÓCLISE No meio do verbo
Exemplo: Queixar-me-ia disso.
ÊNCLISE Depois do verbo
Exemplo: Amo-te, meu bem.
A colocação pronominal normalmente não é
empregada corretamente na linguagem verbal, porém
há normas que devem ser obedecidas na linguagem
escrita, principalmente.
4
Atenção!
-LO, -LA, -LOS, -LAS
Os pronomes oblíquos átonos de 3ª pessoa o, os, a,
as assumirão as formas lo, la, los, las quando os
verbos apresentarem as terminações -r, -s ou -z.
Quero encontrar Joana.
Quero encontra(r) + a = encontrá-la.
Gostei desta(s) roupa(s), quero comprá-la(s).
O vestido, ela fê-lo com carinho.
Atenção! As consoantes R, S e Z são cortadas.
-NO, -NA, -NOS, -NAS
Os pronomes oblíquos átonos de 3ª pessoa o, os, a,
as assumirão as formas no, na, nos, nas quando os
verbos apresentarem as terminações em ditongos
nasais (-ão, -õe(m), -am, -em).
Por favor, sigam a página.
Por favor, siga(m) + a = sigam-na.
5
Essa página é incrível, sigam-na.
Os refrigerantes, põe-nos na mesa.
Esses pães, dão-nos para mim.
Nesse casos, não se corta qualquer letra do verbo.
Exceção: Após verbos no futuro do indicativo
terminados em ditongo nasal.
Eles comerão a carne.
Eles a comerão. (adequado)
Eles comerão-na. (inadequado)

Suprime-se o s final dos verbos na 1ª pessoa do


plural seguidos de pronome nos por questão de
eufonia.
Seguimos + nos nas redes sociais.
Seguimo-nos nas redes sociais.
Há diferença entre nos (1ª pessoa do plural) e nos
(3ª pessoa do plural). Atenção!
Eles nos amam muito. (1ª pessoa do plural)
Os arquivos, excluíram-nos. (3ª pessoa no plural)
6
PRÓCLISE
Usa-se o pronome oblíquo átono antes do verbo
1) Quando, antes dele, for precedido de palavra que
atrai o pronome. São elas:
a) Palavras de sentido negativo: não, nunca,
nada, ninguém, jamais, tampouco, sequer...
Não me diga isso.
Ninguém te falou nada ontem?
b) Advérbios: agora, já, somente, só, hoje, aqui, lá,
manhã, infelizmente, talvez...
Agora se amam muito.
Ontem me senti triste.
Atenção! O advérbio, quando seguido de vírgula
ou ponto e vírgula, não atrai o pronome oblíquo
átono.
Ontem, senti-me triste.
c) Pronomes relativos: quem, que, cujo, o qual,
onde, como, quando, quanto.
Meu irmão que te disse isso?
O menino ao qual me referi.
7
d) Pronomes interrogativos: que, quem, quanto,
qual.
Quem te disse isso?
Em que lhe posso ser útil?
e) Pronome substantivos indefinidos: alguns,
todos, tudo, alguém, outro, poucos, bastante...
Alguém me pediu isso.
Bastante se ouviu a respeito dela.
Atenção! A colocação pronominal será facultativa
(próclise ou ênclise) quando houver pronome
adjetivo.
Poucas pessoas me apoiaram.
Poucas pessoas apoiaram-me.
f) Conjunções e locuções subordinativas: que,
o qual, se, logo que, como, quando, à medida que,
já que.
Quando nos viu, afastou-se.
Ela pediu à minha mãe que me ajudasse.
g) Oração exclamativa e optativa.
Que Deus as ajude!
Mil raios o partam!
8
h) Entre em + gerúndio (terminação em "ndo").
Em se tratando disso, prefiro não opinar.
Em se aproximando, perguntou a minha
idade.
i) Algumas conjunções aditivas e algumas
alternativas: não só... como; nem; tanto...
quanto; que, ou... ou, ora... ora, quer... quer; nem
Ora me quis, ora não me quis.
Não só me beijou como me abraçou.
j) Infinitivo flexionado precedido de
preposição.
Eles foram julgados por se amarem
intensamente.
Chamaram os chefes para se apresentarem
na sala de reunião.

MESÓCLISE
Usa-se o pronome oblíquo átono no meio do verbo
nesses casos:
1) Verbo no futuro do presente do indicativo:
Desenhar-te-ei no meu caderno.
Ver-nos-emos amanhã no evento, pois estarei lá.
9
2) Verbo no futuro do pretérito do indicativo:
Desenhar-te-ia no meu caderno.
Ver-nos-íamos amanhã na festa, porém não irei.
Atenção! Havendo algum caso que justifique a
próclise, desfaz-se a mesóclise.
Desenhar-te-ei no meu caderno.
Não te desenharei no meu caderno.

ÊNCLISE
Usa-se o pronome oblíquo átono depois do verbo
no seguintes casos:
1) Verbo no início de frase.
Amo-te muito.
Diga-me apenas o necessário.
Atenção! Em frase iniciada com verbos o futuro
do presente ou do pretérito, deve-se usar,
obrigatoriamente, a mesóclise.
Amarei-te muito. (inadequado)
Amar-te-ei muito. (adequado)
10
2) Vírgula antes de verbo.
Seja carinhoso, abrace-me mais.
Atenção! Se tiver palavra atrativa, haverá a
próclise.
Seja fiel, não me traia mais.
3) Verbo no infinitivo não flexionado.
Namorar-te não estava nos meus planos.
4) Verbo no imperativo afirmativo.
Escute-me, menino!
Por favor, avise-o agora.
Siga-me, amigo.
5) Verbo no gerúndio.
Recusou a proposta fazendo-se de
desentendida.
6) Verbo no gerúndio ou no infinitivo quando inicia
outra oração.
É necessário se maquiar antes do evento.
(inadequado)
É necessário maquiar-se antes do evento.
(adequado)
11
Casos facultativos de
colocação pronominal
1) Sujeito explícito, sem palavra atrativa.
Maria se maquia muito bem.
Maria maquia-se muito bem.
As duas me querem.
As duas querem-me.
2) Pronome de tratamento, sem palavra atrativa.
Sua Majestade nos alertou sobre isso.
Sua Majestade alertou-nos sobre isso.
3) Pronome pessoal reto, sem palavra atrativa.
Ele me ama.
Ele ama-me
Eu te sigo.
Eu sigo-te.
4) Depois de intercalação,s em palavra atrativa.
Catarina, minha namorada, me admira
muito.
Catarina, minha namorada, admira-me
muito.
5) Pronome demonstrativo, sem palavra atrativa.
Isto a magoou muito.
Isto magoou-a muito.
12
6) Numeral ambos.
Ambos se olharam.
Ambos olharam-se.
Ambos me querem.
Ambos querem-me.
Atenção! Nos casos citados acima, só serão
possíveis as duas formas de colocação
pronominal caso não haja palavra atrativa.
7) Conjunções coordenativas.
Marcos chegou e lhe agradeceu.
Marcos chegou e agradeceu-lhe.
Ele não veio, porem me avisou.
Ele não veio, porém avisou-me.
Atenção! As conjunções já citadas nos casos de
próclise não estão inclusas aqui, pois são
exceções. Elas, portanto, não admitem a ênclise.
8) Infinitivo não flexionado precedido de preposição.
Compramos essas blusa para as usar amanhã
Compramos essas blusa para usá-las manhã.
Atenção! Nesse caso, será facultativo mesmo se
o verbo estiver precedido de palavra atrativa.
Mentimos para não o prejudicar.
13
Mentimos para não prejudicá-lo.

Colocação pronominal
em locuções verbais
1) Verbo auxiliar + infinitivo ou gerúndio, sem
palavra atrativa.
O pronome pode ficar antes ou depois do auxiliar,
antes ou depois do principal.
As meninas se devem alimentar com
verduras. (Próclise no auxiliar)
As meninas devem-se alimentar com
verduras. (Ênclise no auxiliar)
As meninas devem se alimentar com
verduras. (Próclise no principal infinitivo)
As meninas devem alimentar-se com
verduras. (Ênclise no principal infinitivo)
As meninas me estavam gritando. (Próclise
no auxiliar)
As meninas estavam-me gritando. (Ênclise
no auxiliar)
As meninas estavam me gritando. (Próclise
no principal gerúndio.
As meninas estavam gritando-me. (Ênclise
no principal gerúndio)
14
2) Verbo auxiliar + infinitivo ou gerúndio, com
palavra atrativa.
O pronome poderá ficar antes do auxiliar, antes ou
depois do principal.
Não lhe posso falar isso.
Não posso lhe falar isso.
Não posso falar-lhe isso.
Eu não te estou gritando.
Eu não estou te gritando.
Eu não estou gritando-te.
Atenção! Ocorrerá a mesóclise, não a ênclise, no
verbo auxiliar se ele estiver no futuro do
presente ou no futuro do pretérito.
Eles ir-se-ão esforçar. (Adequado)
Eles irão-se esforçar. (Inadequado)
3) Ter/haver + participo, sem palavra atrativa.
O pronome poderá ficar antes ou depois do auxiliar,
antes do principal. (Nunca após o verbo principal)
Eles lhe têm dado atenção?
Eles têm-lhe dado atenção?
Eles têm lhe dado atenção?
15
Atenção! Não ocorre ênclise com verbo no
particípio.
Eles têm dado-lhe atenção? (Inadequado)
4) Ter/haver + participo, com palavra atrativa.
O pronome poderá ficar antes do auxiliar, antes do
principal.
Eles não lhe têm dado atenção?
Eles não têm lhe dado atenção?

Colocação pronominal
em falsas locuções
verbais
Nas construções com dois verbos independentes, as
regras são iguais às de próclise, ênclise ou
mesóclise.
Eu te deixei passear ontem.
Eu deixei-te passear ontem.
Atenção! Em falsas locuções verbais, a colocação
pronominal pode mudar o sentido da frase.
16
"Eu deixei que tu comeste ontem."
Eu deixei-te comer ontem.
"Eu deixei que te comeste ontem."
Eu deixei comer-te ontem.

Tirinha
Tirinhas

Disponível em: < http://sugestoesdeatividades.blogspot.com/2013/06/exercicios-


colocacao-pronominal.html >. Acesso em: 5 jul. 2021

Disponível em: <https://wordsofleisure.com/2014/03/02/tirinha-do-dia-me-diga-


uma-coisa/> . Acesso em: 5 jul. 2021
17
QUESTÕES
1 - (IDIB) Com relação às regras de colocação
pronominal do padrão culto da Língua Portuguesa,
sabe-se que o pronome oblíquo “SE”, na frase “...sem
depender de ninguém para isso, tornando-se uma
pessoa mais independente...,”, está nessa posição
porque:
a) Ocorreu a ênclise porque o verbo está no gerúndio.
b) Ocorreu a ênclise devido ao substantivo “pessoa”
que está depois dele.
c) Ocorreu a ênclise devido ao verbo no particípio.
d) Ocorreu a próclise por causa do pronome relativo
que antecede o verbo.
2 - Com base na colocação pronominal, assinale a
alternativa incorreta:
a) Retirá-lo-ia do local se eu pudesse.
b) Certamente eles dariam-nos tudo se pudessem.
c) “Basta-lhe os olhos negros e a tristeza, a palidez e
o nunca sorrir-se.” (Camilo C. Branco).
d) Nunca lhe entristeceu a situação dos pobres no
mundo?
e) Amanhã, encontrar-me-ei com o Luís Antônio para
uma conversa de negócios.
3 - (AMEOSC) Há três possíveis colocações para os
pronomes oblíquos átonos. Não é um deles:
18
a) Ênclise.
b) Mesóclise.
c) Próclise.
d) Análise.
4 - (UFMG) O emprego do pronome “me” em “Me
passa o link...”
a) caracteriza a fala formal e deve ser substituído por
“Passa-me”.
b) representa uma possível maneira de expressão
oral cotidiana.
c) está adequado à norma padrão escrita da Língua
Portuguesa.
d) é um exemplo de próclise exclusiva da produção
escrita formal.
5 - (AMEOSC) Acerca da colocação pronominal,
assinale a alternativa incorreta:
a) Retirá-lo-ia do local se eu pudesse.
b) Ele me disse que amanhã faltará a aula.
c) Entregaram-nos todos os documentos hoje pela
manhã.
d) Lhe passo os documentos do processo hoje à
tarde.
6 - (IDCAP) O oblíquo O pode ser colocado antes do
verbo nas frases abaixo, EXCETO em:
a) Eu ___ visitarei em breve.
19
a)Eu ___ visitarei em breve.
b) Nunca ___ vi tão feliz.
c) Assim, ___ obriguei a falar.
d) Eu falei que ___ vimos semana passada.
e) Professor, ___ ajude neste exercício!
7 - (VUNESP) Leia o cartum para responder a questão:

Em conformidade com a norma-padrão, se a frase


fosse proferida por uma pessoa do gênero feminino,
assumiria a seguinte redação:
a) Me disseram pra eu ser eu mesma, mas isso me fez
ser bloqueada por três pessoas no Instagram.
b) Disseram-me para eu ser eu mesma, mas isso me
fez ser bloqueada por três pessoas no Instagram.
c) Me disseram pra eu ser eu mesma, mas isso me fez
ser bloqueado por três pessoas no Instagram.
d) Disseram-me para mim ser eu mesmo, mas isso me
fez ser bloqueado por três pessoas no Instagram.
e) Me disseram pra mim ser eu mesma, mas isso me
fez ser bloqueada por três pessoas no Instagram.
20
8 - (OMNI) Assinale a alternativa CORRETA, conforme
a gramática tradicional da Língua Portuguesa, quanto
à colocação pronominal.
a) Não me interessei por esse programa.
b) Nunca fizeram-lhe mal algum.
c) Lhe amei com todas as forças sempre.
d)Se notava o desconforto de todos na sala.
9 - (Prefeitura de Ipira - SP) Indique a alternativa em
que há erro de colocação pronominal.
a) Ninguém viu-o sair para o trabalho.
b) Alguém o viu sair esta manhã.
c) Não o vejo desde ontem.
d) Foram eles que o viram.
e) Certamente o viram sair esta manhã.
10 - (FGV) Um pensamento célebre diz:
“Conhece-te a ti mesmo.”
Assinale a opção que mostra a variação formal de
pessoa dessa frase imperativa que está
gramaticalmente errada.
a) Conheçamo-nos a nós mesmos.
b) Conheçam-se a vocês mesmos.
c) Conhecei-vos a vós mesmos.
d) Conheça-se a você mesmo.
e) Conheço-me a mim mesmo.
21
11 - (IDIB) No primeiro quadrinho, onde o Leão fala:
“Meu desejo não se realizou!”, de acordo com a
colocação pronominal utilizada neste trecho,
podemos concluir que ocorreu
a) ênclise.
b) mesóclise.
c) próclise.
d) colocação pronominal nas locuções verbais.
12 - (IDIB) Quanto à colocação pronominal, observa-
se que, no período “Solidariedade nem se ensina, nem
se ordena, nem se produz”, o pronome oblíquo “se”
ocupa a posição
a) enclítica, por causa do verbo no infinitivo.
b) mesoclítica, porque o verbo está no futuro do
presente.
c) proclítica, por ser atraído por uma conjunção
subordinativa.
d) proclítica, por ser atraído por uma palavra com
sentido negativo.
13 - (IESES) Leia o trecho abaixo: O homem de gris
deu alguns passos, fez uma volta em torno de si
mesmo, pareceu que ia entrar pela porta duma casa
de apartamentos, mas recuou e, depois de colidir com
dois ou três passantes, estacou à beira da calçada,
moveu a cabeça dum lado para outro, como quem
procura orientar-se, e deu um brusco passo à frente.
(Érico Veríssimo. “Noite”. 1987, p.7) Das alternativas
abaixo, está INCORRETO que:
22
a) Há ênclise em “orientar-se”.
b) Os verbos “pareceu” e “recuou” são verbos de
ligação.
c) Nenhum dos vocábulos do trecho teve sua grafia
alterada pelo Novo Acordo Ortográfico.
d) A primeira vírgula empregada no trecho separa
orações coordenadas assindéticas.
14 - (IDIB) No trecho “Conscientize-se de que sua
inteligência é superior às suas medidas...”, o pronome
oblíquo destacado está posicionado corretamente
em relação ao verbo, obedecendo às regras
determinadas pela norma padrão culta da Língua
Portuguesa. Assinale a alternativa em que a
colocação do pronome átono não obedece a essas
regras.
a) Ninguém me alertou sobre a importância da
autoaceitação.
b) Por que assustas-te com a opinião alheia?
c) Logo todos os outros começaram a imitá-la.
d) Que Deus o abençoe nessa jornada!
15 - (IDIB) Assinale a alternativa em que a colocação
pronominal não está de acordo com o que preceitua a
gramática.
a) Nunca cancelaram-me nas redes sociais, pois não
dou motivo.
b) Quem te cancelou nas redes sociais?
c) Cancelaram-no porque você foi preconceituoso.
d) Cancelar-te-ei sempre que fores homofóbico.
23
16 - (VUNESP) Nas frases formuladas a partir das
informações do texto – São muitos os problemas
ambientais que ameaçam a humanidade; cabe ao
poder público protegê-la. – os termos em destaque
estão, correta e respectivamente, substituídos, de
acordo com a norma-padrão do emprego e da
colocação pronominal, em:
a) ameaçam-a / cabe-lo.
b) a ameaçam / cabe-lhe.
c) ameaçam-a / cabe-o.
d) ameaçam-la / cabe-lhe.
e) ameaçam-lhe / lhe cabe.
17 - (Quadrix) Texto para a questão.
24
Segundo a norma-padrão, no terceiro quadrinho, o
pronome “ele” deveria ser substituído por
a) a.
b) o.
c) um.
d) na.
e) no.
18 - (PS Concursos) Analise o texto abaixo para
responder a próxima questão:
Devolva-Me
Rasgue as minhas cartas
E não me procure mais
Assim será melhor, meu bem!
O retrato que eu te dei
Se ainda tens, não sei
Mas se tiver, devolva-me!
Deixe-me sozinho
Porque assim
Eu viverei em paz
Quero que sejas bem feliz
Junto do seu novo rapaz
Rasgue as minhas cartas
E não me procure mais
Assim vai ser melhor, meu bem!
O retrato que eu te dei
Se ainda tens, não sei
Mas se tiver, devolva-me!
Devolva-me!
Devolva-me!
25
Em virtude de a forma de tratamento verbal utilizada
estar de acordo com o pronome pessoal “você”,
todos os pronomes utilizados também devem estar
de acordo. A frase abaixo foge a esse padrão, sendo
assim, qual pronome deveria estar no lugar da forma
destacada?
O retrato que eu te dei
Alternativas:
a) Lhe
b) O
c) Se
d) Nos
e)A ele
19 - (IESES) A colocação pronominal está incorreta
em:
a) Ninguém me viu aqui.
b) Me traga um suco, por favor.
c) Retirou-se calado e foi ao jardim.
d) Devolver-me-á o livro amanhã.
20 - (AMEOSC) Sobre as regras de colocação
pronominal, o pronome oblíquo átono ficará proclítico
ao verbo por causa dos seguintes fatores que o
atraem, exceto:
a) Palavras de valor negativo (não, nunca, jamais,
ninguém, nada, nem [= e nem] etc.).
26
b) Advérbios (até mesmo se houver pausa depois do
advérbio) e pronomes indefinidos.
c) Pronomes relativos.
d) Conjunção coordenativa alternativa.
21 - (IESES) Assinale a alternativa em que todos os
pronomes estejam colocados corretamente, de
acordo com a gramática normativa:
a) Apesar do tempo estar instável, encontrarei-os
depois do jantar para irmos ao cinema.
b) Só pediram que eu abrigasse-me para me proteger
da chuva.
c) Lúcia me quer bem, mas nada a faz gostar de meu
irmão.
d) Ele não deu-lhes tudo o que elas precisavam, por
isso recorreram ao cofrinho comum.
22 - (UFSM-RS) Uma revista utilizou em sua capa a
seguinte frase, típica da linguagem coloquial:
“Me aqueça neste inverno”
Nessa frase, a colocação pronominal está em
desacordo com a norma culta, que estabelece: “É
proibido iniciar período com pronome oblíquo”.
Se forem feitas alterações na estrutura da frase, qual
delas estará também em desacordo com a norma
culta?
27
a) Quero que me aqueça neste inverno.
b) É preciso que me aqueça neste inverno.
c) Quando me aquecerá neste inverno?
d) Aquecer-me-á no inverno?
e) Não aqueça-me neste inverno.
23 - Sobre a colocação pronominal estão corretas as
seguintes proposições:
I. Diante de pronomes relativos, que, quem, qual, onde
etc., o uso da próclise é facultativo.
II. Diante das conjunções subordinativas que, como,
embora etc., o uso da próclise é obrigatório.
III. Quando o verbo não inicia a oração e quando o
verbo estiver no infinitivo não flexionado precedido
de palavra negativa ou de preposição, pode-se usar,
indiferentemente, próclise ou ênclise.
IV. A eufonia, isto é, a agradabilidade sonora da frase,
não exerce influência sobre os fatores que regem a
colocação pronominal.
V. A mesóclise só é obrigatória quando se combinam
dois fatores: verbo no futuro iniciando a oração e
ausência de palavra atrativa exigindo próclise.
a) II, III e V.
b) I e IV.
c) II, IV e V.
d) III e IV.
e) Todas estão corretas.
Disponível em : <https://exercicios.mundoeducacao.uol.com.br/exercicios-gramatica/exercicios-sobre-colocacao-pronominal.htm#resposta-2015>
28
24 - (ENEM)
O uso do pronome átono no início das frases é
destacado por um poeta e por um gramático nos
textos abaixo.
Pronominais
Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro.
(ANDRADE, Oswald de. Seleção de textos. São Paulo:
Nova Cultural, 1988.)
“Iniciar a frase com pronome átono só é lícito na
conversação familiar, despreocupada, ou na língua
escrita quando se deseja reproduzir a fala dos
personagens (...)”.
(CEGALLA. Domingos Paschoal. Novíssima gramática
da língua portuguesa. São Paulo: Nacional, 1980.)
Comparando a explicação dada pelos autores sobre
essa regra, pode-se afirmar que ambos:
a) Condenam essa regra gramatical.
b) Acreditam que apenas os esclarecidos sabem
essa regra.
29
c) Criticam a presença de regras na gramática.
d) Afirmam que não há regras para uso de pronomes.
e) Relativizam essa regra gramatical.
25 - Assinale a alternativa em que ocorre erro de
colocação pronominal:
a) Preocupei-me demais com suas loucuras;
b) Contar-te-ia toda a verdade;
c) Hoje se arrepende do que fez;
d) Não te contaria toda a verdade.
e) Hoje, se arrepende do que fez.
Disponível em : <www.normativagramatica.blogspot.com.br/>

26 - Assinale a opção em que a próclise do pronome


oblíquo se é optativa.
a) A partir do momento em que se tornou capital da
colônia.
b) Uma enorme parcela da população ativa não se
integrava na disciplina do mercado.
c) E os poucos que se envolviam...
d) E as eleições se faziam à base do porrete e da
navalha.
e) É fácil concluir que se tratava de uma cidade.
Disponível em : <www.normativagramatica.blogspot.com.br/>

27 - A colocação pronominal está correta em:


a) Não queira-me mal, pois quero-lhe muito bem.
b) Me conte tudo o que se passou com você.
30
c) Mariquinha tinha casado-se no sábado.
d) Faria-me um grande favor não me procurando mais.
e) Não posso dizer-lhe que a amo, julgar-me-ia um
tolo.
Disponível em : <www.normativagramatica.blogspot.com.br/>

28 - (FGV - Senado Federal) Assinale a opção correta


quanto à colocação pronominal.
a) Nada far-me-ás sem que eu permita.
b) A infratora havia entregado-se à polícia.
c) Em tratando-se de costumes, abstenho-me de
fazer comentários precipitados.
d) Se estudam várias línguas estrangeiras no Brasil.
e) Quem lhe contou aquela história?
29 - (Câmara dos Deputados - Analista/2000) Analise
as estruturas abaixo, considerando a colocação
pronominal.
I — Alguns símbolos jamais podem expressar-se por
palavras.
II — Alguns símbolos jamais se podem expressar por
palavras.
III — Alguns símbolos jamais podem se expressar por
palavras.
Disponível em : <www.normativagramatica.blogspot.com.br/>

Dadas as proposições, pode-se afirmar que


a) apenas I está correta.
b) apenas II está correta.
c) apenas I e II estão corretas.
31
d) apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão corretas.
30 - (Câmara dos Deputados / Analista) Assinale a
opção incorreta quanto à colocação pronominal.
a) Não lhe direi uma só palavra que você não queira
ouvir.
b) Falei-lhe com antecedência do seminário sobre
linguagem humana.
c) Transmitirei-lhe as conclusões a que chegamos
assim que possível.
d) Estamos aqui para ensinar-lhes novas técnicas de
comunicação.
e) Sentia que as palavras lhe comprimiam a cabeça.
31 - (FGV - Senado Federal) Assinale a opção correta
quanto à colocação pronominal.
a) Nada far-me-ás sem que eu permita.
b) A infratora havia entregado-se à polícia.
c) Em tratando-se de costumes, abstenho-me de
fazer comentários precipitados.
d) Se estudam várias línguas estrangeiras no Brasil.
e) Quem lhe contou aquela história?
32 - (Fac.Brás Cubas) Apontar a sentença que deverá
ser corrigida:
a) Poderá resolver-se o caso imediatamente.
32
b) Sabes o que se deverá dizer ao professor?
c) Poder-se-á resolver o caso imediatamente.
d) Sabe o que deverá dizer-se ao professor?
e) Poderá-se resolver o caso imediatamente.
33 - (Santa Casa) Os técnicos...........bem para os
jogos, mas, ..........contra nova derrota, pediam que
treinasse ainda mais.
Assinale a alternativa que completa as lacunas,
segundo a norma culta:
a) o haviam preparado- se tentando precaver
b) haviam preparado-o - se tentando precaver
c) haviam preparado-o - tentando precaver-se
d) haviam-no preparado - se tentando precaver
e) haviam-no preparado - tentando precaver-se
34 - (Fund. Carlos chagas) Quem.........estragado que
.......de.......... Assinale a alternativa que completa
adequadamente as lacunas:
a) o trouxe- encarregue-se - consertá-lo
b) o trouxe- se encarregue - consertá-lo
c) trouxe-o- se encarregue - o consertar
d) trouxe-o- se encarregue - consertá-lo
e) trouxe-o- encarregue-se - o consertar.
35 - (Música-Santos) Assinale a única alternativa
incorreta quanto à colocação pronominal:
a) Agora, ajeite-se como quiser.
33
b) Agora convenci-me da verdade.
c) Se se pode ir, vai-se.
d) Quanta honra nos dá sua visita!
e) Quanta honra encontrá-la.
36 - (FUNCAB) Assinale a única opção em que o
pronome pessoal oblíquo foi colocado de acordo com
a norma culta.
a) Não preocupe-se tanto com isso.
b) Ninguém esperava-o em casa.
c) Algo avisava-lhe para não sair de casa.
d) Me diga exatamente o que aconteceu.
e) Em se fazendo de bobo, o sueco saiu da sala.
37 - (FCC) O segmento grifado nas expressões abaixo
está corretamente substituído pelo pronome
correspondente em:
a) que enfunavam as velas dos barcos = enfunavam-
nos
b) sentir o tempo em termos de ritmos orgânicos =
sentir-lhe
c) só os hebreus e os persas zoroastrianos adotavam
a percepção progressiva do tempo = adotavam-a
d) A linguagem preservou tais sensações culturais
em torno do tempo = preservou-o
e) as culturas que residualmente cultuavam um
eterno retorno = cultuavam-no
34
38 - (FGV) Em "exauri-los" e "poder-se-á", construiu-
se corretamente a junção do pronome à forma verbal.
Assinale a alternativa em que isso não ocorreu.
a) cancelaríamos + as = cancelá-las-íamos
b) permitireis + os = permiti-los-eis
c) fizestes + lhes = fizeste-lhes
d) encontraram + os = encontraram-nos
e) aprenderás + as = aprendê-las-ás
39 - (FCC) Muita gente não enfrenta uma
argumentação, prefere substituir uma argumentação
pela alegação do gosto, atribuindo ao gosto o valor de
um princípio inteiramente defensável, em vez de
tomar o gosto como uma instância caprichosa.
Evitam-se as viciosas repetições da frase acima
substituindo-se os elementos sublinhados por,
respectivamente,
a) substituir-lhe – atribuindo-o - tomá-lo
b) substituí-la – atribuindo-lhe - tomá-lo
c) substituí-la – lhe atribuindo - tomar-lhe
d) substituir a ela – atribuindo a ele – lhe tomar
e) substituir-lhe – atribuindo-lhe – tomar-lhe
40 - (UNESP) Em que caso o pronome pessoal não
está correto?
a) Não vá sem mim.
b) Aprontaram tudo para eu acertar.
c) Deixaram eu sair cedo.
36
GABARITO
1- a 30 - c
2-b 31 - e
3-d 32 - e
4-b 33 - e
5-d 34 - b
6-e 35 - b
7-b 36 - e
8-a 37 - e
9-a 38 - c
10 - e 39 - b
11 - c 40 - c
12 - d
13 - a
14 - b
15 - a
16 - b
17 - b
18 - a
19 - b
20 - b
21 - c
22 - e
23 - a
24 - e
25 - e
26 - d
27 - e
28 - d
29 - e

Você também pode gostar