Você está na página 1de 137

Códigos de Erro

VRV – Volume Variável de


Refrigerante

Customizada

Edição revisada 2021

VRV I, VRVII R22, VRV II R410A, VRV III, VRV IIIS, VRV
WII, VRV WIII, VRV IV S Fit/Home, VRV IV Inova
Por João Agnaldo Ferreira

• ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE – Todas as informações contidas neste


pequeno e-book são provenientes da minha experiência pessoal ao longo de
muitos anos trabalhando no ramo. Procurei manter a qualidade em um nível alto,
mesmo assim, não posso me responsabilizar por algum erro ou omissão, afinal de
contas, este livro traz o conteúdo extenso mais ainda de forma reduzida. Caso
encontre algum erro, queira por gentileza nos avisar, faremos a pronta correção e
não nos esqueceremos dos parceiros e amigos.
• Sua situação em particular pode não se adequar perfeitamente aos métodos aqui
apresentados na resolução dos problemas. Assim, você deverá utilizar este
material e ajustar as informações aqui contidas conforme a sua situação e
necessidades.
• Todos os nomes de marcas, produtos e serviços mencionados neste guia são
propriedade de seus respectivos donos, são usados apenas como exemplificação
ou como referência.

• DIREITOS AUTORAIS (Produto registrado) – Este manual está protegido por


leis de direitos autorais. Todos os direitos sobre o manual são reservados.
Ninguém tem a permissão para vender ou copiar o conteúdo deste manual em
sites, blogs, jornais ou quaisquer outros veículos de distribuição e mídia. Qualquer
violação dos direitos autorais estará sujeita às leis pertinentes ao assunto.

Eng. João Agnaldo Ferreira 2


ÍNDICE
✓ Introdução.........................04
✓ Legendas e Símbolos.......05
✓ Como obter o código de erro
via controle remoto, com ou
sem fio..............................07
✓ Visão Geral.......................12
✓ Tabela de códigos de erro -
gerações...........................13
✓ Descrição dos códigos NÃO Variable
explicados em detalhes Refrigerant
Volume - VRV
neste e-book.....................18
✓ Códigos e subcódigos de
erro VRV IV.......................22
✓ Problemas que não
apresentam código de
rro.....................................35
✓ Códigos importantes de
evaporador.......................44
✓ Códigos importantes de
condensador....................55
✓ Códigos importantes de
sistema............................84
✓ Códigos importantes de
inverter............................103
✓ Anexos............................118
✓ Considerações finais......136

Fonte: Arquivo próprio

3
INTRODUÇÃO

Para utilizar este pequeno guia é preciso ter experiência com produtos Daikin,
especialmente, e unicamente, o VRV, objeto principal deste manual.
Este pequeno e-book traz os principais e mais comuns códigos de erro em detalhes.
Além disso, todos os códigos de erro são descritos, ainda que minimamente. É uma
lista bem grande.
Percebemos ao longo dos anos, que um pouco mais de 30 códigos representam
mais de 90% dos problemas. Assim, os principais estão reunidos neste livro
eletrônico. Todavia, fizemos uma lista de todos os códigos de erro que não são
objeto deste manual, fornecendo no mínimo o seu significado principal.
A intenção única deste manual é facilitar o dia a dia do mecânico, do técnico, do
engenheiro, de quem quer que esteja à frente de um sistema VRV e que precisa de
ajuda.
Nesta versão em PDF existem alguns links de vídeos espalhados pelo manual.
Por falar em manual, para fazer uso desse material você deverá ter em mãos todos
os manuais de serviço da linha VRV, veja na pagina seguinte. Manuais em
português poderão ser conseguidos junto ao fabricante Daikin. Veja o site deles, tem
tudo que você pode precisar lá .
Espero que seja muito útil e bom proveito!
Um abraço a todos.

Engenheiro mecânico especialista em sistemas VRV – Novembro de 2021

4
LEGENDA & SÍMBOLOS
• VRV = “Variable Refrigerant Volume”

• Gás = Significa Fluido Refrigerante para circuitos frigoríficos.


• = Ventilação mantida, liberada. = Desligada.

• = Resfriamento mantido, liberado. = Desligado.

• = Aquecimento mantido, liberado. = Desligado.


• Led de operação do evaporador (vermelho)
Aceso Piscando Apagado

• = Motor (Ventilador, Compressor, Bomba de dreno, etc)


• R22 = Freon 22, fluido convencional em desuso.

• R410A = Fluido que agride menos o ambiente, ODP zero, GWP médio.

• PCB = Placa de circuito impresso

• A1P = PCB principal, “mãe”. Em qualquer caso, evaporador ou condensador.


• A2P/A3P/A4P/A5P/A6P = PCB que pode ser de compressor inverter, motor
de ventilador, transmissão, filtro de ruído, capacitor ou receptor de sinal. Verificar o lay-out
do PCB de acordo com o modelo.

• Unidade Interna = Evaporador de qualquer tipo


• Unidade Externa = Condensador ou conjunto de condensadores
• CRSF = Controle Remoto Sem Fio
• CRCF = Controle Remoto Com Fio
• CRC = Controle Remoto Central
• Compressor STD1/2 = Compressor de velocidade fixa, on-off.
• Compressor Inverter = Compressor de velocidade variável.
• SC = Softer de manutenção Daikin chamado de “Service Checker”

5
CAPA DOS MANUAIS DE SERVIÇO

Estes são os manuais


necessários para
utilização em
campo/manutenção
de VRV

6
COMO OBTER O CÓDIGO DE ERRO VIA
CONTROLE REMOTO, COM OU SEM FIO
Antes de mais nada é preciso dizer que, embora existam exceções, um código de
erro (falha) só está ocorrendo se o led de operação dos evaporadores está
piscando. Se não pisca, neste momento não há falha no sistema. Podemos sempre
obter o último código de erro apresentado (memória) via controle remoto sem fio ou
com fio, salientando que se o sistema passou por um “reset”, o código também, ou
seja, não é mais possível saber qual foi o último código de falha apresentado.
Os 2 tipos de controle remoto individual para o produto VRV tradicionais, são estes
abaixo. A grande maioria dos clientes opta pelo kit sem fio.

Kit controle remoto Controle remoto


sem fio - VRV com fio - VRV
Emissor de sinal Receptor de sinal

A partir de 2021 este modelo de emissor de


sinal começou a ser vendido pela fábrica.
Botões diferentes mas mesma forma de se
chegar ao código de erro. Consulte o
manual do controle no site do fabricante.

7
COMO OBTER O CÓDIGO DE ERRO VIA
CONTROLE REMOTO, COM OU SEM FIO

Recentemente a fábrica introduziu o controle remoto com fio “Navigator” (figura à


esquerda) e, embora não sejam recentes, os hotéis e outros do gênero, costumam
adotar os controles de quarto, 2 modelos à direita.

Controle remoto “Navigator” Controle remoto para hotéis (quartos)

Nota 1: Existem também os controles centralizados e interfaces de automação, que


não são objeto deste ebook. Apenas são citados neste ebook quando fazem parte
do contexto.
Nota 2: Em controles individuais ou centralizados que possuem display (mostrador),
os códigos de erro são apresentados no visor, à medida que aparecem. Exceto
quando há instrução contrária.

8
COMO OBTER O CÓDIGO DE ERRO
VIA CONTROLE REMOTO, SEM FIO

sem picando
fio CLICK NA
FIGURA

Nojj

Não se esqueça:
2 bips = Sinal aceito
1 bip = Sinal negado
Bip longo = Negado, comandado por dispositivo central “Mestre”

Modelo lançado a partir9de 2021,


consulte site do fabricante
COMO OBTER O CÓDIGO DE ERRO
VIA CONTROLE REMOTO, COM FIO

com Led de
fio operação
piscando

3 5
4
1 6
2

10
COMO OBTER O CÓDIGO DE ERRO VIA
CONTROLE REMOTO “NAVIGATOR”

Led Operação L
Modo

Liga/desliga
M Menu

Cancel/Retorna
Velocidade
ventilador/swing flap

Situação 1: Código de erro ocorrendo, led de


operação L verde piscando, equipamento parado,
mensagem piscando, Erro: aperte o botão Menu M

Situação 2: Led operação verde aceso sem piscar,


equipamento funcionando, aparece a mensagem
na parte de baixo: “Aviso”: Aperte o botão Menu

Seja em relação à situação 1 ou 2, depois de


apertar o botão “Menu”, aparece a “nome” do
erro, inclusive mostra modelos de máquinas
aplicáveis ao erro. Agora é só resolver o
problema!!!

11
VISÃO GERAL
Os códigos de erro são agrupados conforme abaixo:

Evaporador = A, C
Condensador = E,F,H,J
Inverter = L, P
Sistema = U
Controles centralizados = UE, MA, MC, M1, M8

Nota 1: Pode acontecer uma anomalia que não seja indicada por um código de erro.
Por exemplo: Falta de evaporador Master (ou mestre), falta de fase para um
evaporador, etc. Também não aparece código de erro quando um “refnet joint”,
está “By_passado”, eu explico isso lá no meu blog, veja. Também explico adiante.
Nota 2: Tenha sempre em mãos o projeto com o fluxograma de interligação
frigorífica e elétrica. Vai ajudar a resolver muitos problemas.
Nota 3: Nunca se esqueça: Sua bagagem profissional, tudo que você aprendeu,
continua valendo aqui. Tenha em mãos o manual de serviços do fabricante, veja
página 06 deste e-book.
Nota 4: A série K & Plus, a primeira geração de VRV, mostrava os códigos de erro
relativos ao inverter L e P (compressor e placa) por meio de leds da placa inverter.

Eu explico mais adiante na seção correspondente ao inversor de frequência.

IMPORTANTE: Para todos os efeitos a análise de códigos de erro dos


equipamentos demostrada neste e-book dizem respeito aos equipamentos
vendidos no mercado brasileiro, 220V, 3F, 60 Hz ou 380V, 3F, 60 Hz.

12
Todos os códigos de erros VRV - gerações
ID VRV I – K & VRV II VRV II VRV III VRV VRV W VRV W VRV IV VRV IV
Plus R22 R410A IIIS II III S INOVA
A0

A1

A3

A6

A7

A8

A9

AF

AH

AJ

C1

C4

C5

C6

C9

CA

CC

CE

CJ

E0

13
Todos os códigos de erros VRV - gerações
ID VRV I – K & VRV II VRV II VRV VRV IIIS VRV W VRV W VRV IV VRV IV
Plus R22 R410A III II III S INOVA
E1

E3

E4

E5

E6

E7

E9

F3

F4

F6

F9

H3 Só k plus
H4 Só k plus
H7

HJ

H9

J1 Só k plus
J2

J3

14
Todos os códigos de erros VRV - gerações
ID VRV I – K & VRV II VRV II VRV III VRV VRV W VRV W VRV IV VRV IV
Plus R22 R410A IIIS II III S FIT INOVA
J4

J5

J6

J7

J8

J9

JA

JC

JH

L0

L1

L4

L5

L6 Só k plus
L8

L9

LC SÓ 8,10,12
HP

15
Todos os códigos de erros VRV - gerações
ID VRV I – K & VRV II VRV II VRV III VRV VRV W VRV W VRV IV VRV IV
Plus R22 R410A IIIS II III S INOVA
P1

P3

P4

PJ

U0

U1

U2

U3

U4

U5

U7

U8

U9

UA

UC

UE

UF

UH

16
Todos os códigos de erros VRV - gerações

ID VRV I – K & VRV II VRV II VRV III VRV VRV W VRV W VRV IV VRV IV
Plus R22 R410A IIIS II III S INOVA
M1

M8

MA

MC

APLICÁVEL

NÃO APLICÁVEL

Códigos explicados em detalhes neste e-book:


A3, AF, A7, C4, C5, C9 – Páginas 45 a 54
E3, E5, E6, E7, E9, F3, F4, F6, H7, H9, J2, J3, J5, J6, J7, J8, J9, JA – Páginas 56 a 83
U1, U2, U3, U4, U5, UC, UF, UH, UE, M1, M8, MA, MC – Páginas 85 a 102
L1, L4, L5, L8, L9, LC, P1, P4, PJ – Páginas 103 A 117

Nota: Existe ainda a linha VRV III All Inverter Séries que embora não
informada no quadro acima, segue a codificação de erro do VRV IV.

17
DESCRIÇÃO DOS CÓDIGOS NÃO
EXPLICADOS EM DETALHES NESTE
EBOOK
A0 = Anormalidade em dispositivo de proteção externa. Uso dos terminais T1 e T2
da placa do evaporador, que é um contato seco, de parada forçada (N.A de fábrica).
Usos: Sensor de movimento ou interruptor de porta (hotéis), sistema de segurança
contra incêndio, etc.
A1 = Sintoma exclusivo de problema na placa de circuito impresso do evaporador.
A6 = Motor do ventilador travado ou sobrecarregado por algum motivo, por exemplo
um galho de árvore “segurando” as hélices do ventilador. Excluindo-se esta causa,
poderá ser necessário trocar o motor do ventilador, ou a placa que o controla (
inverter, conforme geração VRV), ou ainda a placa principal da unidade
evaporadora. Verifique os cabos também.
A8 = Tensão de alimentação do motor do ventilador da unidade fora da faixa.
Verifique a fiação de alimentação. Pode ser algum fator externo, espere um pouco e
tente ligar novamente.
A9 = Problemas na bobina da válvula de expansão eletrônica (parte móvel, não é o
corpo da válvula) ou fiação que liga a bobina na placa ou ainda, a placa principal do
evaporador.
AH = Filtro de ar sujo.
AJ = No caso de troca de placa principal da unidade, não esqueça de conectar um
adaptador (jumper) que vem junto com a placa sobressalente, que é uma placa
diferente da original. A placa sobressalente precisa se ajustar a capacidade.
Raramente, podemos ter um problema na placa principal A1P.
C1 = Cheque a conexão(fiação, plug) entre a placa principal A1P e a placa do motor
do ventilador A2P. Veja a lista de gerações de VRV.
C6 = Quase igual ao código anterior, porém, com o incremento de que pode ser o
adaptador da placa principal A1P, caso tenha ocorrido a troca da placa do
evaporador.
CA = Código exclusivo para as gerações mais novas, geração IV, diz respeito a
problemas com o termistor R4T, que é um termistor na descarga de ar do modelo
FXMQ140P, no insuflamento. Faça verificação das características do termistor em
função da temperatura. Ou será necessário a troca do termistor ou será necessária
a troca da placa principal A1P.
CC = Código antigo exclusivo da geração VRV WIII e VRV III. Problemas no sensor
de umidade presente no evaporador modelo FXFQ. Eventualmente, é raro, pode ser
necessário trocar a placa principal A1P.

18
CÓDIGOS NÃO EXPLICADOS EM
DETALHES NESTE EBOOK

CE = Exclusivo da geração IV, refere-se a problema no sensor infravermelho de


presença/chão aplicável somente ao modelo de evaporador FXFSA-A. Será
necessário trocar o sensor ou, raramente, a placa principal A1P (Consulte o manual
de serviços do fabricante).
CJ = Este código aparece devido a problema no termistor instalado no próprio
controle remoto(alguns casos é possível). É problema na placa ou no termistor,
ambos componentes do controle remoto, substitua-o se for o caso. Nota: Este
código não impede o funcionamento da unidade.
E0 = Código antigo menos específico que os VRV mais modernos, aparece nas
gerações do VRV I Série K. Trata-se de atuação de dispositivo de segurança que
pode ser: Contatora do compressor STD fixo ou próprio com problemas. Pode ser
também que a pressão tenha aumentado por problemas no ventilador ou no motor
do ventilador da unidade condensadora, que possui um termostato.
E1 = Comum a todas as gerações, significa pane na placa de circuito impresso
principal A1P da unidade condensadora. Cheque também toda a fiação que entra,
sai, todas.
E2 = Somente para VRV IV Inova e VRV IVS Fit. Detecção de fuga de corrente em
terra. Pode ser problema em sensor de corrente ou isolação do compressor, que
pode estar comprimindo líquido.
E4 = Atuação de sensor (interruptor) de baixa pressão. Queda anormal na pressão
de baixa, sensor ou placa do condensador A1P com defeito. Geralmente é um plug
azul na placa principal A1P. Verifique se as válvulas de serviço estão abertas, assim
como cheque a continuidade entre os pinos do conector de baixa pressão, se o
contato abriu.
H3 = Código de erro específico para a geração IV onde o problema está no chicote
de fiação que interliga a placa principal A1P do condensador com a placa inversora
A3P ou A6P (14 a 22 HP).
H4 = Atuação de interruptor (switch) de baixa pressão.

19
CÓDIGOS NÃO EXPLICADOS EM
DETALHES NESTE EBOOK
J1 = Código presente nas primeiras gerações de VRV, Série K e Série K Plus.
Informava que existia um problema em um sensor de pressão, sem ser mais
específico.
J4 = Código exclusivo das gerações de VRV a água, VRV WII & III. Ou teremos um
defeito no termistor do tubo de gás do trocador do condensador ou teremos uma
PCB em pane.
JH = Um termistor indica que a temperatura do óleo do cárter está fora de uma faixa
pré-programada pela engenharia do produto. Muito quente indica pane no
compressor, precisa avaliar. Código somente para VRV K & Plus.
L0 = Problemas na PCB Inverter e/ou Compressor Inverter da geração I.
L6 = Problema na PCB inverter. Código de erro antigo, pode aparecer no menu
digital mas não aparece nos manuais de serviço.
P0 = Antigo código que indicava insuficiência de fluido refrigerante.

P3 = Erro exclusivo do VRV IV Inova. Refere-se ao aquecimento anormal de


reatores localizados nas placas de circuito impresso. Mesmo sendo problema no
termistor do reator, uma vez feito um reset na energia, se o código voltar, troque a
PCB inverter dos compressores inverter, resta saber qual deles, consulte manual de
serviços do VRV Inova para aplicar testes no modo monitor no PCB principal.

U2 = Escassez de fluido refrigerante ao ponto de ocasionar queda de pressão


acentuada. Também pode significar problema na válvula de expansão do
condensador no modo resfriamento, muito raro.

U7 = Problema na transmissão de sinal entre unidades externas. Na antiga série


VRV K Plus, pode significar também problemas entre unidades internas.

20
CÓDIGOS NÃO EXPLICADOS EM
DETALHES NESTE EBOOK
UA = Alguma combinação imprópria, do tipo número de evaporadores maior que o
permitido, máquinas R22 misturadas a máquinas R410A ou outro fluido. Nas
gerações de VRV mais novas pode significar que PCB principal A1P em pane, ou
ainda, falta de ajuste na PCB sobressalente após a troca deste item original.

IMPORTANTE: VRV IV Inova e o VRV III All Inverter possuem subcódigos de erro
onde indicam muitas vezes onde o problema se encontra. Por exemplo:
E5-01 = Trava do compressor inverter (condensador Master).
E5-02 = Compressor inverter da condensadora escrava 1 travado.

Veja página seguinte!

21
CÓDIGOS & SUBCÓDIGOS DE ERRO
Uma vez em uso o controle de navegação (BRC1E61/62/63) esse da figura logo
abaixo, quando apresentado um código de erro também será apresentando um
subcódigo de erro.
Lembrando que subcódigos de erro somente
nas gerações VRV III All Inverter Series e VRV
IV Inova.
Exemplo:
L1-01 = Sobrecorrente instantânea no
PCB Inverter principal A1P
L1-07 = Sobrecorrente instantânea no PCB
Inverter da condensadora escrava 1
L1-12 = Sobrecorrente instantânea no PCB
Inverter da condensadora escrava 2

➔ Em qualquer caso será necessário consultar o manual de serviços para o


código principal e subcódigos do VRV III All Inverter e o VRV IV Inova

VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna


Unidade Interna (Evaporador)
SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

A6 -01 Motor do ventilador travado

A6-10 Sobrecorrente no ventilador

A6-11 Detecção de posição do motor do ventilador

A8-01 Fornecimento de energia irregular, erro alimentação

A9-01 Erro na válvula expansão eletrônica, bobina/conector

A9-02 Detecção vazamento fluido, apesar da válvula fechada

22
SUBCÓDIGOS DE ERRO

VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna


Unidade Interna (Evaporador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

AH-03 Montagem incorreta do painel decorativo, chicote


entre PCB do painel e da PCB do evaporador
AH-04 Sensor de poeira do painel decorativo, verifique
conectores X12A (Painel) e X18/19A do sensor
AH-05 Função Auto limpeza desabilitada painel decorativo

AH-06 Obstrução entre o filtro e a guia do motor oscilante

AH-07 Corpo estranho volta do silenciador (conforme caso)

AH-08 Operação de auto limpeza incompleta

AH-09 Operação de auto limpeza do filtro desabilitada

AJ-01 Erro de ajuste de capacidade ( Jumper?)

AJ-02 Erro em válvula de expansão direta

C1-01 Erro entre PCB principal e PCB inverter ventilador

C6-01 Idem, mas devido ao ajuste de capacidade errado

U4-01 Checar o cabo de sinal (F1,F2) até o condensador

UA-13 Incompatibilidade de fluido refrigerante

UA-15 Incompatibilidade do painel decorativo

23
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

E3-01 Interruptor de pressão alta ativado

E3-02

E3-03 Interruptor de pressão alta ativado (escrava 1)

E3-04

E3-05 Interruptor de pressão alta ativado (escrava 2)

E3-06

E3-07 Interruptor de pressão alta ativado

E4-01 Pressão baixa detectada (Cond. Master)

E4-02 Pressão baixa detectada (Escrava 1)

E4-03 Pressão baixa detectada (Escrava 2)

E5-01 Trava do compressor inverter principal

E5-02 Trava do compressor inverter (escravo 1)

E5-03 Trava do compressor inverter (escravo 2)

E6-01 Relé de sobrecorrente ativado STD 1 principal

E6-02 Idem, STD 2 principal

24
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

E6-01 Relé de sobrecorrente ativado STD 1 (principal)

E6-02 Relé de sobrecorrente compressor STD 2 (principal)

E6-03 Relé de sobrecorrente ativado STD 1 (escravo 1)

E6-04 Relé de sobrecorrente compressor STD 2 (escravo 1)

E6-05 Relé de sobrecorrente ativado STD 1 (escravo 2)

E6-06 Relé sobrecorrente ativ compressor STD 2 (escravo 2)

E7-01 Motor do ventilador 1 travado (principal)

E7-02 Motor do ventilador 2 travado (principal)

E7-05 Sobrecorrente no motor do ventilador 1 (principal)

E7-06 Sobrecorrente no motor do ventilador 2 (principal)

E7-09 Erro módulo força IPM do motor ventilador 1 (princ.)

E7-10 Erro módulo força IPM do motor ventilador 2 (princ.)

E7-13 Trava do motor do ventilador 1 (Escrava 1)

E7-14 Trava do motor do ventilador 2 (Escrava 1)

E7-17 Sobrecorrente instantânea motor ventilador 1 (Escr 1)

25
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

E7-18 Sobrecorrente instantânea motor ventilador 2 (Escr 1)

E7-21 Erro módulo força IPM motor ventilador 1 (Escrava 1)

E7-22 Erro módulo força IPM motor ventilador 2 (Escrava 1)

E7-25 Travamento do motor do ventilador 1 (Escrava 2)

E7-26 Travamento do motor do ventilador 2 (Escrava 2)

E7-29 Sobrecorrente instantânea motor ventilador 1 (Escr 2)

E7-30 Sobrecorrente instantânea motor ventilador 2 (Escr 2)

E7-33 Erro módulo força IPM motor ventilador 1 (Escrava 2)

E7-34 Erro módulo força IPM motor ventilador 2 (Escrava 2)

E9-01 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 1( Principal)

E9-04 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 2( Principal)

E9-05 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 1( escr 1)

E9-07 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 2( escr 1)

E9-08 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 1( escr 2)

E9-10 Erro bobina da válvula expans. eletrônica 2( escr 2)

26
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

F3-01 Detecção (erro) temperatura elevada tubo descarga


do compressor (principal)
F3-03 Detecção (erro) temperatura elevada tubo descarga
do compressor (escrava 1)
F3-05 Detecção (erro) temperatura elevada tubo descarga
do compressor (escrava 2)
F6-02 Excesso de fluido refrigerante detectado no Start Up

F6-03 Excesso de refrigerante detectado em outra operação

H7-01 Erro no sinal do motor do ventilador 1 (principal)

H7-02 Erro no sinal do motor do ventilador 2 (principal)

H7-05 Erro no sinal do motor do ventilador 1 (Escravo 1)

H7-06 Erro no sinal do motor do ventilador 2 (Escravo 1)

H7-09 Erro no sinal do motor do ventilador 1 (Escravo 2)

H7-10 Erro no sinal do motor do ventilador 1 (Escravo 2)

H9-01 Atuação ou pane termistor ar externo (Principal)

H9-02 Atuação ou pane termistor ar externo (escravo 1)

H9-03 Atuação ou pane termistor ar externo (escravo 2)

27
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

J2-01 Pane sensor de corrente compr STD 1 Principal

J2-02 Pane sensor de corrente compr STD 2 Principal

J2-03 Pane sensor de corrente compr STD 1 Escravo 1

J2-04 Pane sensor de corrente compr STD 2 Escravo 1

J2-05 Pane sensor de corrente compr STD 1 Escravo 2

J2-06 Pane sensor de corrente compr STD 2 Escravo 2

J2-07 Pane sensor de corrente do sistema

J3-01 Pane termistor do tubo descarga 1 (Principal Inv)

J3-02 Pane termistor do tubo descarga 1 (Principal STD 1)

J3-03 Pane termistor do tubo descarga 1 (Principal STD 2)

J3-04 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 1 Inv)

J3-05 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 1 STD 1)

J3-06 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 1 STD 2)

J3-07 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 2 Inv)

J3-08 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 2 STD 1

J3-09 Pane termistor do tubo descarga 1 (Escrava 2 STD 2)

28
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

J5-01 Pane em tubo de sucção (Principal)

J5-02 Pane detectada entrada acumulador líqu. (Principal)

J5-03 Pane em tubo de sucção (Escrava 1)

J5-04 Pane detectada entrada acumulador líqu. (Escrava 1)

J5-05 Pane em tubo de sucção (Escrava 2)

J5-06 Pane detectada entrada acumulador líqu. (Escrava 2)

J6-01 Pane detectada pelo termistor serpentina (Principal)

J6-02 Pane detectada pelo termistor serpentina (Escrava 1)

J6-03 Pane detectada pelo termistor serpentina (Escrava 2)

J7-01 Pane detectada pelo termistor L. Líquido (Principal)

J7-02 Pane detectada pelo termistor L. Líquido (Escrava 1)

J7-03 Pane detectada pelo termistor L. Líquido (Escrava 2)

J9-01 Pane detectada pelo termistor sáida (SUB) (Principal)

J9-02 Pane detectada pelo termistor saída (SUB) (Escrava 1)

J9-03 Pane detectada pelo termistor saída (SUB) (Escrava 2)

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


29
Serv. Técnicos Eireli
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)

SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

JA-01 Pane em sensor de alta pressão (Principal) – Veja “JA”


manual de serviços
JA-02 Pane em sensor de alta pressão (Escrava 1) – Veja “JA”
manual de serviços
JA-03 Pane em sensor de alta pressão (Escrava 2) – Veja “JA”
manual de serviços
JC-01 Pane em sensor de baixa pressão (Principal)

JC-02 Pane em sensor de baixa pressão (Escrava 1)

JC-03 Pane em sensor de baixa pressão (Escrava 2)

L1-01 Corrente excessiva em PCB inverter (Principal)

L1-02 Erro de sensor de corrente (PCB Inverter Principal)

L1-03 Fuga de corrente (PCB Inverter Principal)

L1-04

L1-07 Corrente excessiva em PCB inverter (Escrava 1)

L1-08 Pane em sensor de corrente (Escrava 1)

L1-09 Fuga de corrente (PCB Inverter Escrava 1)

L1-10

L1-12 Corrente excessiva em PCB inverter (Escrava 2)

30
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)
SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO

L1-13 Pane em sensor de corrente (PCB Inverter Escrava 2)

L1-14 Fuga de corrente (PCB Inverter Escrava 2)

L1-15

L4-01 Aumento anormal de temperatura no aletamento da


PCB Inverter (Principal)
L4-02 Aumento anormal de temperatura no aletamento da
PCB Inverter (Escrava 1)
L4-03 Aumento anormal de temperatura no aletamento da
PCB Inverter (Escrava 2)
L5-03 Fuga de corrente na alimentação (Principal)

L5-05 Fuga de corrente na alimentação (Escrava 1)

L5-07 Fuga de corrente na alimentação (Escrava 2)

L8-03 Aumento anormal de corrente momentânea no


compressor inverter (Principal)
L8-06 Aumento anormal de corrente momentânea no
compressor inverter (Escrava 1)
L8-07 Aumento anormal de corrente momentânea no
compressor inverter (Escrava 2)
L9-01 Erro de inicialização compressor inverter (Principal) –

L9-05 Erro de inicialização compressor inv. (Escrava 1)

L9-06 Erro de inicialização compressor inv. (Escrava 1)

31
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)
SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO
LC-01 Erro comunicação entre PCB Inv/PCB A1P (Principal)

LC-06 Erro comunicação entre PCB Inv/PCB A1P (Escrava 1)

LC-08 Erro comunicação entre PCB Inv/PCB A1P (Escrava 2)

P1-01 Proteção contra ondulação residual


(desbalanceamento) ativada no PCB Inv. (Principal)
P1-02 Proteção contra ondulação residual
(desbalanceamento) ativada no PCB Inv. (Escravo 1)
P1-03 Proteção contra ondulação residual
(desbalanceamento) ativada no PCB Inv. (Escravo 2)
PJ-04 Combinação de PCB Inverter Anormal ou falta de
ajuste de capacidade após trocar PCB A1P (Principal)
PJ-05 Combinação de PCB Inverter Anormal ou falta de
ajuste de capacidade após trocar PCB A1P (Escravo 1)
PJ-06 Combinação de PCB Inverter Anormal ou falta de
ajuste de capacidade após trocar PCB A1P (Escravo 2)
U1-01 Falta/inversão de fase alimentação (Principal)

U1-04 Inversão de fase – (Principal)

U1-05 Falta/inversão de fase alimentação (Escrava 1)

U1-06 Inversão de fase – (Escrava 1)

U1-07 Falta/inversão de fase alimentação (Escrava 2)


U1-08 Inversão de fase – (Escrava 2)

32
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)
SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO
U2- 01/08/11 Tensão insuficiente para o inversor 1 (M, E1, E2)

U2- 02/09/12 Perda de fase para o inversor 1

U2- 22/25/28 Tensão insuficiente para o inversor 2 (M, E1, E2)

U2- 23/26/29 Perda de fase para o inversor 2

U3- 03 Botão de teste (Start-Up) não apertado.

U3- 04 Após verificar o circuito frigorífico, realize a operação


de teste (Aperte botão de teste)
U3- 05/06 Término prematuro da operação de teste, refaça.
Aperte o botão teste e recomece.
U3- 07/08 Após checar a transmissão de sinal entre unidades
externas e internas, faça o teste, aperte o botão.
U4- 01/03 Verifique a “ponte” Q1/Q2 entre condensadores. Ou
cheque a transmissão de sinal entre cond/evp.
U4- 04 Encerramento abrupto da operação de teste. Refaça.

U7-01 Pane na “ponte” Q1/Q2

U7-02 Falha de transmissão do sinal na “ponte” Q1/Q2

U7-11 Muitas unidades internas conectadas (capacidade


excedida, F1/F2 ou transmissão de sinal ruim entre
condensadores e evaporadores.
U9-01 Incompatibilidade de sistema, combinação errada de
evaporadores R410A, RA, R407C

33
SUBCÓDIGOS DE ERRO
VRV III All Inv. Series + VRV IV Inova – Unidade Interna
Unidade Externa (Condensador)
SUBCÓDIGO DESCRIÇÃO
kkkk
UA-03/18 Excesso de unidades internas ou incompatibilidade
por instalar máquinas R407C, R410A, R22 etc
UA-31/49 Combinação de unidades erradas
UH-01 Combinação errada de unidades. Fiação não
corresponde à tubulação frigorífica.
UF-01 Fiação errada, PCB modo monitor conta número
diferente de evaporadores
UF-05 Verifique fiação. Válvulas de serviço fechadas durante
a operação de teste/Start-Up

Para todas as outras gerações de VRV que não têm sistema de subcódigos de erro,
naquelas situações em que existem 2 ou 3 módulos condensadores, a forma mais
fácil de encontrar em qual módulo está o problema é “isolar” os módulos à procura
do erro. Como no exemplo abaixo, se o problema não estiver no módulo 1, isole-o e
ative o condensador 2. Se o problema não estiver no condensador 2, certamente
estará no módulo 3, mesmo assim, isole os outros 2 e procure a falha.

34
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
1. “By Pass de Refnet”: Difícil detecção, é um clássico...
Geralmente ocorre quando um evaporador deixa de ser colocado com a promessa
de ser instalado futuramente ( figura 1), porém, isso nunca ocorre. Pior, ao invés de
fazer o tamponamento da junta refnet (figura 2), é feito um “By-Pass, conforme
ilustrado na figura 3.

Figura 01

Figura 02

35
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO

Figura3

Resultado disso?
O By-Pass feito faz com o fluido refrigerante circule por ele, já que é um trajeto de
menor perda de carga. Assim, o fluxo de refrigerante é reduzido aos outros
evaporadores da linha, que apresentam um baixo rendimento, sem código de erro.
O compressor opera em baixa velocidade, “não carrega” e não fornece a vazão de
refrigerante necessária para o sistema. Como o controle microprocessado do VRV
faz a adequação do funcionamento do compressor, em sincronia com as válvulas,
não aparece o código de erro.
Cliente insatisfeito pois os equipamentos não conseguem prover o conforto
necessário, nem no modo resfriamento e nem no modo aquecimento.

36
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
2. Perda do evaporador “Master” ou mestre = Neste caso, embora não
apresente nenhum código de erro, é um problema de fato, pois não temos mais a operação
do condensador.
- É um problema típico de sistemas Heat-Pump onde deve haver uma prioridade quanto
ao aquecimento ou resfriamento, a inversão de ciclo. O condensador é único, assim, um
dos evaporadores deve ter esta prioridade, é o que chamamos de “master” ou mestre”.
Este evaporador ´”dá a ordem” para o ciclo ser invertido. Todos os outros evaporadores
do mesmo sistema seguem o ciclo do evaporador “Master” ou mestre, mesmo
desligados.
- A malha de controle de sinal é composta por apenas 1 cabo de sinal. Qualquer coisa
que afete a qualidade de transmissão do sinal pode gerar problemas intermitentes, e
perder o evaporador mestre ou “master”, é um deles.
O que é comum acontecer no Brasil oscilações de tensão ou muitas descargas elétricas,
raios, surtos. É justamente nestes casos que a malha “abre”, fazendo com que nenhum
evaporador seja o “master” ou mestre, protegendo os compressores e placas. É fácil
reconhecer este problema pois o um relógio verde acende e fica piscando, indicando que a
malha foi liberada e que ninguém “manda” no circuito. OU simplesmente observamos o sinal
no mostrador do controle remoto.
Sob comando
“centralizado”
Sob comando
“centralizado”, impossível
mudar modo R/AQ

Receptor de sinal, Controle Remoto com fio, Receptor de sinal No controle remoto
parte integrante do neste caso pisca o incorporado ao painel “Navigator”, não tem
controle remoto sem símbolo acima indicando do evaporador, é o “relógio verde”, aparece
fio para evaporadores que não é permitido nem caso de High-Wall, e somente o sinal de
dutados (não resfriamento nem teto, etc comando centralizado
aparentes) aquecimento
Solução: Basta pedir o resfriamento ou aquecimento em qualquer uma das evaporadoras,
imediatamente é fixada uma mestre e escravizadas todas as outras. Também podemos
mudar a evaporadora mestre, basta apertar o botão “mode” no controle remoto com ou sem
fio e segurar por 5 s apontando para a mestre. A malha é então liberada permitindo que se
mude a evaporador mestre, basta pedir o resfriamento ou aquecimento nesta nova
evaporadora que queremos eleger como mestre.
Nota: Algumas gerações de VRV permitem a seleção do modo pela unidade condensadora, via instalação de um controle ou
via chave do tipo “dip swtich”. Considere também que existem sistemas que possibilitam esfriar e esquentar ao mesmo tempo,
são os chamados “Heat-Recovery”, no Brasil são raríssimas as aplicações que podem exigir este tipo de sistema, mas
existem.

37
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
3. Luz de filtro acesa no display do receptor ou no próprio controle
remoto = Nem chega a ser um problema mas o cliente/usuário pode se incomodar com o
led vermelho aceso na frente de uma torneirinha

Não significa que o filtro do


evaporador está sujo, é apenas um
contador de horas, caso o cliente
usuário não tenha um contrato de
manutenção preventiva, serve de
lembrete.

No controle “Navigator” aparece uma


mensagem neste campo: “Hora de
limpar o filtro/elemento” (Inglês ou
Português)

Solução: Basta apertar a tecla de telinha no controle remoto sem ou com fio que a luz
vermelha vai se apagar.

Nota: É possível alterar via programação no controle remoto o aumento do número de


horas em função do tipo de evaporador e tipo de uso. Consulte o manual e serviço da
geração de VRV correspondente.

38
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
4. Refnet inclinado: De acordo com o manual de serviço Daikin de todas as
gerações de VRV, a junta “Refnet” ou “refnet Joint”, deve ser montada, instalada na
posição horizontal ou vertical, para baixo ou para cima. A forma correta é esta
ilustrada abaixo. A única permissão na horizontal é 15º graus de inclinação,
conforme a figura.

Max 15º

Max 15º

Mas qual é o problema caso a peça seja montada inclinada?


Resposta: Ruído excessivo que incomoda o cliente/usuário. Já presenciei pelo
menos 3 vezes esta situação e realmente incomoda, principalmente nas noites e
madrugadas.
Mas o pior não é isso, o pior é que geralmente tudo está pronto, paredes, forros
fechados, e dizer ao seu cliente que vai quebrar o forro ou a parede para consertar
este tipo de coisa, pode ser uma situação difícil.
Refnet montado inclinado pode acarretar problema de escoamento do próprio fluido
ou ainda do óleo que pode não retornar para os compressores de forma adequada.

39
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
5. Cabo de sinal não reconhece o sistema: Seja qual for a geração de
VRV, o princípio de transmissão de sinal é o mesmo. Quero dizer que
todas as gerações utilizam apenas um cabo de sinal que vem dos
evaporadores e conecta nos terminais F1,F2 da placa A1P do
condensador(mestre). Veja as figuras:

Cabo de sinal dos


evaporadores

VRV I K
& Plus

Cabo de sinal dos


evaporadores

VRV II em
diante

40
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO

O chamado “pé de
galinha” no cabo de
CUIDADO!!!! sinal não é
permitido e não
funciona. O cabo de
sinal é ligado na
Cond 1
sequência,
I-O O-O geralmente, segue a
F1 F2 F1 F2 sequência do
cobre/refnet.

F1 F2 F1 F2

F1 F2 F1 F2
PROBLEMAS QUE NÃO APRESENTAM
CÓDIGOS DE ERRO
Qualquer interferência neste cabo e o sinal não chega integralmente no PCB A1P do
condensador. Isso, na teoria geraria um código de erro “U4” (discutido mais adiante),
no entanto, ás vezes isso não acontece. Um simples mal contato nos bornes tanto
de evaporadores como de condensadores pode acarretar este tipo de problema, isto
é, sistema não apresenta falhas mas também não trabalha pois a malha de sinal
com os evaporadores não é reconhecida.

PCB ao lado demonstra o


problema, led H2P, pisca
“eternamente” pois não
reconhece o sinal. Isso já é uma
falha. A placa ao lado é do VRV I
Série K. Nessa 1ª geração.

Nota 1: No VRV IV Inova, último da série até esta data, a placa A1P é verde e não temos led de
falha, mas existe um visor, que neste caso tende a apresentar alguma falha, visto que já é mais
moderno, no entanto, vale o raciocínio, problemas no cabo nem sempre se apresentam (veja página
seguinte)
Nota 2: Se instalado o softer de Manutenção Service Checker, nada será mostrado, o sinal não
“encontra” nenhum” evaporador, pode mostrar eventualmente somente o condensador onde o SC
está conectado, mas sem efeito algum.
SOLUÇÃO: REVISAR O CABO, CHECAR O SINAL (“BATER PONTO POR CONTINUIDADE”),
SUBSTITUIR O CABO DE SINAL SE NECESSÁRIO. SOLTE O CABO DOS TERMINAIS F1,F2 DO
CONDENSADOR, RECOLOQUE, FAÇA O TESTE DE VERIFICAÇÃO. A PARTIR DO MOMENTO
QUE FOR RECONHECIDA A MALHA DE SINAL, ESTARÁ TUDO RESOLVIDO.

42
DIFERENTES PCB (GERAÇÃO VRV)
VRV I Série K
R22. Esta 1ª
geração de
VRV tem um
A1P led próprio
para indicar
uma falha
ocorrendo

A1P

A1P

VRV III VRV II R22, VRV II 410A .

A1P No VRV IV o erro e muitos outras


informações e parâmetros de
programação aparecem
diretamente no visor.

No VRV IV são apenas 3


botões e O “BS3/RETURN”
assumiu mais funções.

O erro descrito anteriormente (item 5), ou seja, o não


VRV IV reconhecimento da malha, neste caso, será apresentada uma
falha diretamente no visor. Não tem led 2 para piscar.

Nota: No caso de VRV II/III/IV – S vale tudo o exposto, exceto que a placa principal não é A1P, mas sim A2P.

43
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES

Como você deve ter observado na “Visão Geral”, os códigos começados com A e C,
dizem respeito somente aos evaporadores. Portanto, não adianta procurar na
unidade externa ou em algum ponto do sistema que não seja evaporador, é
problema localizado em uma ou mais unidades internas. Aquelas que não
apresentam código de erro continuam em operação.
Em relação aos evaporadores podemos destacar os seguintes códigos:

A3, AF, A7, C4, C5, C9 – Representam mais de 90% das ocorrências.

44
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 1

A3

Um dos mais comuns em uma instalação. Específico para aqueles evaporadores


dotados de bomba de remoção de condensado, por exemplo, unidades do tipo
“Cassete” 1, 2, 4 vias. O que faz o código aparecer é o nível de água alto demais
na bandeja, defeito na boia, na bomba, sujeira, etc.
As verificações que podem desvendar o problema são:
1. Existe algum conector ou fio solto? Esse pode ser o motivo.
2. Tem energia na bomba? Procure na placa A1P principal o plug de energia para
a bomba, identificada como M1P , geralmente terminais Y1, Y2 amarelos ou
25A /X10A ,de cor única. Veja o anexo I a seguir, de um evaporador cassete da Série K, VRV I.
Depois de religar a energia, cheque se 220~240V ou 13 V dentro de 5 minutos
após este “reset”(disjuntor). Veja slide 45 adiante.
3. Cheque a continuidade da boia X8A ou X15A (S1L) desconectada da placa de
circuito impresso A1P. Veja o anexo I a seguir, de um evaporador cassete da Série K, VRV I. Veja
também dica especial a seguir.

4. Após um “reset” de energia o código reaparece imediatamente? Se sim, a boia


pode estar “enroscada” ou o problema pode ser a própria bomba, motor. Se
não, boa chance para dreno entupido, invertido do tipo “barriga”. Uma boa
forma de diferenciar se é ou não problema de dreno, veja se a bomba
consegue eliminar a água da bandeja enquanto funciona.

1ª Dica : Embora o código A3 seja para todas as gerações VRV, e voltado para
modelos com bombas de dreno, alguns modelos de evaporadores não são
fornecidos com as bombas, padrão de fábrica, por exemplo, máquinas de duto alta
pressão tais como “FXM”, “FXMQ”. Modelos “High-Wall” também não possuem
bomba, “FXA”, “FXAQ”. Contudo, podemos ter uma bomba (original Daikin) como
opção e então será possível a apresentação do código “A3”.
2ª Dica : Nossa experiência nos aponta que o código “A3” quase nunca se refere
a problemas na rede de dreno mais sim, problemas na bomba e/ou boia, inclusive
sujeira nesses componentes.
3ª Dica : Outra causa do erro “A3” é a instalação incorreta da bomba quanto a
cota de recalque de água. Verifique o desnível máximo permitido no catálogo de
engenharia do produto.

45
CÓDIGOS IMPORTANTES EVAPORADORES

Alimentação da bomba

VRV I SÉRIE K – R22. Ex.: Placa de evaporador cassete 4 vias modelo FXYF50KBVE

Conector da Boia

Alimentação da bomba

VRV IV Inova – modelo evaporador FXFQ-A Cassete 4 vias, modelo FXFQ50PVE

46
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 1
A3

Dica especial:
INTERRUPTOR DE BOIAS S1L (33H + antigos)
- Conector pode ser: X8A ou X15A
CONECTOR DA BOMBA DE DRENO M1P
- Conector pode ser: X10A, X25A, Y1/Y2
TENSÃO NA BOMBA DRENO M1P (Após religar energia dentro de 5 minutos)
- 220 ~ 240V → Todos modelos exceto alguns VRV IV I Nova(abaixo)
- 13 V → VRV IV Inova modelos FXFSQ, FXUQ, FXZQ, FXEQ, FXCQ.

Energia da bomba Conector da Boia

Ex. Evap. Cassete FXF25/32/40/50/63/80/100/125LVE – VRV II – R22 (2003)

47
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 2

AF

Bastante comum também, e diferentemente do código A3, anterior, quase sempre se


refere à linha de dreno em si, dificilmente um problema na bomba. A tubulação de
dreno deve ser capaz de não interferir na pressão da bomba, que deve conseguir
recalcar (elevar) a água sem maiores problemas. O que faz o código AF aparecer
também é a elevação do nível de água na bandeja, porém, com causa diferente do
código A3.
As verificações que precisam ser feitas são:
1. Existe uma “barriga” ou sifão invertido na saída da tubulação de dreno? Caso
exista algo parecido com a figura 1 abaixo, conserte a tubulação de dreno,
geralmente em PVC. Limpe os tubos, conexões, bandeja e em seguida ligue a
energia novamente veja se o código AF reaparece. Em caso afirmativo, grande
chance de ser a placa de circuito impresso da unidade, substitua-a.
2. Conforme dito antes, é quase certo que teremos um código “AF” quando a
tubulação de dreno não foi instalada corretamente, gerando uma contrapressão
na bomba. Note na figura 02 que a boia (e a bomba) liga e desliga com o
compressor parado, isso faz com que ocorram 4 tentativas antes que o código o
código “AF” seja mostrado, depois disso, temos o problema instalado e o
evaporador não funciona mais (exceto por um “reset”, conta 4 vezes de novo).

Figura 01 Figura 02

Código de erro AF aplica-se a todas as gerações de VRV exceto VRV IV Inova

48
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 3

A7

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Defeito no "swing flap motor" ou seja, no motor


que movimenta a aleta frontal do evaporador
Este código pode aparecer mesmo nas máquinas que não são equipadas com aleta
oscilante, se acontecer, o problema está na placa de circuito impresso da unidade,
que deve ser substituída. A primeira coisa a verificar, sempre, é se tem energia.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução:

1. A primeira coisa é verificar se tem energia elétrica para o motor M1S ou M1A (
conector X6A, X36A, X28A). Pode ser a placa. Verifique se tem algum conector
solto, mal encaixado. Dê uma olhada nas placas de exemplo, a seguir.
2. "A7" pode aparecer mesmo em máquinas que não são equipadas com aleta
oscilante, se acontecer, o problema está na placa de circuito impresso da unidade,
que deve ser substituída.
3. Para máquinas com limitador de curso ( Teto, cassete 1 via, HW antigo R22 ou
R410A), veja se o limitador está atuando.
4. Cheque a continuidade dos cabos, tanto que liga o motor do swing como o que
liga o limitador de curso.
5. Desconecte o cabo que ligar o motor do swing ao limitador, se o código
desaparecer, o problema é o motor do swing.
6. Persistindo o erro, troque a placa de circuito impresso da unidade.

No VRV IV Inova o código A7 aplica-se somente aos evaporadores FXCQ-M, FXHQ-MA

49
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES

Motor do flap

VRV II - R22 - Exemplo: Placa de evaporador cassete 4 vias FXF50LVE

50
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES

Motor do flap
Motor do flap

VRV IV Inova - Exemplo: Placa de evaporador cassete 2 vias FXCQ32/63MVE

51
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 4

C4

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Falha no termistor da linha de líquido R2T –


Contato aberto, desconectado.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Veja se o conector X12A ou X18A, depende do modelo e geração, está
conectado firmemente no lugar. Veja figuras abaixo.
2. Resposta negativa no item anterior, será necessário checar a continuidade do
conector (fora, desconectado da placa). Deve ficar entre 3,5 e 260 KΩ para VRV
I e II e 5 a 90 KΩ para VRV III em diante. Nota: Todos os manuais de serviço têm
uma tabela de resistência de termistores em função da temperatura.
3. Não sendo o termistor é claro que nos resta substituir a placa de circuito
impresso da unidade . A1P é a placa principal e única na maioria dos
evaporadores.

52
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 5

C5

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Falha no termistor da linha de gás R3T –


Contato aberto, desconectado.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Veja se o conector X11A ou X14A, depende do modelo e geração, está
conectado firmemente no lugar. Veja figuras abaixo.
2. Resposta negativa no item anterior, será necessário checar a continuidade do
conector (fora, desconectado da placa). Deve ficar entre 0,6 e 360 KΩ para VRV
I e II e 5 a 90 KΩ para VRV III em diante. Nota: Todos os manuais de serviço têm
uma tabela de resistência de termistores em função da temperatura.
3. Não sendo o termistor é claro que nos resta substituir a placa de circuito
impresso da unidade . A1P é a placa principal e única** na maioria dos
evaporadores.

** = evaporadores do VRV IV Inova podem ter, além da placa principal A1P, mais 3 placas A2P, A3P,
A4P, de controle dos motores dos ventiladores e outros.

53
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
EVAPORADORES 6

C9

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Falha no termistor de retorno de ar R1T –


Contato aberto, desconectado.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Veja se o conector X13A ou X19A, depende do modelo e geração, está
conectado firmemente no lugar. Veja figuras abaixo.
2. Resposta negativa no item anterior, será necessário checar a continuidade do
conector (fora, desconectado da placa). Deve ficar entre 7,2 e 112 KΩ para VRV
I e II e 5 a 90 KΩ para VRV III em diante. Nota: Todos os manuais de serviço têm
uma tabela de resistência de termistores em função da temperatura.
3. Não sendo o termistor é claro que nos resta substituir a placa de circuito
impresso da unidade . A1P é a placa principal e única na maioria dos
evaporadores.

** = evaporadores do VRV IV Inova podem ter, além da placa principal A1P, mais 3 placas A2P, A3P,
A4P, de controle dos motores dos ventiladores e outros.

54
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES

Da mesma forma, notamos que os códigos que se referem aos condensadores são
E,F,H,J. Todos eles dizem respeito sempre à segurança, ou seja, um dispositivo de
segurança atuou e muitas vezes serve de aviso para evitar um problema ainda
maior.
Exemplo: Apareceu o código F6 (Exceto VRV I), Isso indica excesso de fluido
refrigerante, muitas vezes esse código aparece somente no Start-Up, avisando o
instalador para checar o cálculo de carga de fluido adicional.
Então, em relação aos códigos de condensador temos os principais:
E3, E5, E6, E7, E9, F3, F4, F6, H7, H9, J2, J3, J5, J6, J7, J8, J9, JA –
Representam mais de 90% dos problemas.
Para explicação completa de cada código acima, click aqui

55
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 7

E3

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Atuação de pressostato de alta (Switch de


interrupção). O pressostato de alta HPS é uma peça instalada na linha de descarga
de cada compressor, portanto, podemos ter 1, 2 ou 3 deles no mesmo módulo. Veja
ilustração abaixo.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Primeira coisa a fazer é verificar se os HPS (“High Pressure Switch”) estão
conectados à placa principal A1P. Plugs X2A, X3A, X4A.
2. Estando todos eles conectados à placa, cheque se os mesmos abriram, pois, se
isso ocorreu é porque eles atuaram *** Veja a página seguinte.
3. Se os contatos não abriram e após um “reset” de energia o código some, foi uma
elevação de pressão momentânea, mesmo assim, fique de olho, o problema não
ocorreu mas o equipamento já está “avisando”. *** Veja a pagina seguinte.
4. Se tudo está no lugar, os contatos não abriram e após novo “reset” o código
reaparece, troque a placa A1P.
1ª Dica : cuidado, embora raro, pode ser um problema mecânico, no HPS
plugado na linha de descarga do compressor.

56
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 7

E3

O manual de serviços de todas as gerações trazem informações de como checar


esse código de erro, porém, nossa experiência aponta para as seguintes causas
mais prováveis, inclusive em concordância com o próprio manual, claro, descartando
as possibilidades da página anterior:
• Serpentina da unidade condensadora suja.
• Obstrução à descarga do ventilador da unidade externa.
• Válvulas de serviços fechadas.
• Defeito no ventilador no ventilador do condensador.
• Sobrecarga de fluido refrigerante.
• Sensor de pressão de alta com defeito. Cuidado, sensor de pressão de alta é
diferente de pressostato de alta (switch), mostrados na figura da página anterior ,
o sensor é parecido com este abaixo, é colocado no circuito de alta pressão mas
não imediatamente na descarga do(s) compressor(es).

Na prática o sensor, de alta ou baixa,


como dispositivos de segurança
atuam antes dos “switch” de pressão,
indicando o código de Erro E3, muitas
vezes de forma intermitente.

• Nota: A sistemática de análise do próximo código de erro “E4” é a mesma,


porém, em relação aos motivos que levam à baixa pressão (e não a alta pressão
“E3”), inclusive o sensor de baixa pressão.

57
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 8

E5

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Travamento, bloqueio do compressor inverter.


Aplica-se a todas as gerações de VRV, exceto VRV I Série K & Plus.
Embora os códigos de erro referentes ao inverter, placa ou compressor, sejam
específicos (L e P), neste caso, o código de erro aparece devido à uma segurança
relativa ao compressor inverter.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Válvulas de serviço abertas?
2. Assim que o compressor inverter tenta partir o disjuntor cai? Resposta positiva
indica compressor travado, bloqueado, logo de inicio, sem maiores verificações.
3. Tudo entre PCB inverter e o compressor precisa ser checado, se todos os
conectores estão encaixados, se não temos curto aparente, cheque o
compressor quanto a curto em U,V,W e também em massa com a carcaça.

Exemplo de placa e
compressor inverter de
condensador VRV II –
Placa
inverter
R410A, modelo
RXYQ5MATL. A2P= Placa
inverter. M1C =
Compressor Inverter

Compressor
r

58
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 8
E5
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
4. Desconecte os cabos do compressor à placa inverter, verifique o isolamento do
compressor, utilize um “Megômetro” e se encontrar um valor menor que 100 kΩ,
troque o compressor.
5. Se ainda não concluiu pelo compressor, faça o teste somente da placa inverter
conforme abaixo.

Continuando......... Assim que perceber o pulso de frequência emitido pela placa do


compressor, meça as tensões entre as fases U,V,W, têm de estar balanceadas,
máximo 10V para condensadores 380V e máximo 5V para condensadores 220V. Se
não estiver balanceado, troque a placa do inverter. Se estiver balanceada, volte a
atenção para o compressor novamente. Reinicie o sistema e veja se o “E5”
desaparece.

59
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 09

E6

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Sobre Corrente no compressor STD (fixo),


travado. Não se aplica ao VRV I, R22.
Esta falha ocorre quando o sensor de corrente A5P(ou A4P) e/ou A6P(depende do
tamanho do módulo) detecta uma corrente elevada, > 36 Amperes, por 2s ou +.
Especificamente em relação ao VRV IV Inova, o erro aparece se a corrente do
compressor fica acima pelo menos 30% da corrente nominal e por 30 minutos ou
mais.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Veja se a válvula de serviço está aberta ou alguma coisa obstrui a descarga de
ar do condensador.
2. Será preciso garantir que a tensão de alimentação está normal, se for
condensador 220V, deverá estar entre 198 e 242V.
3. O contator magnético (K2M e/ou K3M), “atraca” normalmente para o compressor
entrar? Não? → troque o contator magnético do compressor
correspondente.
4. Uma resposta positiva na 3ª verificação aponta para problemas no compressor
STD1 ou STD2, que deverá ser substituído. Cheque curto em massa com a
carcaça e entre os pinos de contato do compressor.

Contator magnético

Sensores de corrente

60
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 09
E6

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Ainda especificamente em relação ao VRV IV


Inova e o VRV IVS Fit, este código pode significar problemas no compressor
Inverter. Seja por apenas conter compressores inverter ou conter apenas 1
compressor (Fit) que é um inverter. No VRV IV S Fit, aplica-se somente aos
condensadores RMXYQ10/12ATL/AYL.
As causas podem ser: 1. Compressor Inverter; 2. Sensor de alta/baixa pressão.
3.PCB de controle A1P; 4. PCB Inverter (compressor inverter)

Com o manual de serviços da linha VRV IV (ou VRV IV S Fit) em mãos, e com
Manifold instalado nas válvulas de serviço de alta e baixa pressão, faça as
seguintes verificações:
1. Meça a tensão do sensor de alta e de baixa pressão (CC)

ALTA

BAIXA
Exemplo

2,0

61
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 09

E6

2. Converta a tensão obtida no gráfico anterior em pressão através do gráfico


abaixo. Em seguida, compare àquela medida no manômetro (Manifold). Faça para
pressão de baixa e de alta.
Exemplo: Tensão de baixa (CC) obtida no gráfico anterior de

Exemplo

PL(baixa) = 0,57 . VL – 0,28


PL = 0,86 Mpa ou 8,76 Kgf/cm2

PH(alta) = 1,38 . VH – 0,69


PH = 2,07 Mpa ou 20,6 Kgf/cm2
20,6 2,07

Se os valores medidos forem


0,86 coincidentes, é sinal de que os
8,76 sensores estão ok!!!

Já é um diagnóstico/solução!!! Se
não é sensor pode ser PCB de
Exemplo controle A1P ou PCB+ Compressor
Inverter (veja pág. seguinte)
2,0

62
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 09
E6
3. Cheque agora se diz respeito ao compressor e/ou PCB Inverter. Com a energia desligada,
depois de 10 minutos, remova todos os conectores do transistor e do módulo diodo e faça as
medições conforme quadro abaixo.

Testador
analógico
faixa 1 kΩ

Testador
digital modo
diodo

Meter

Esquemático.
Pode não
corresponder
exatamente
ao modelo da
placa

Se encontrar valores normais


(transistor normal) troque o
compressor Inverter. Do contrário,
toque o PCB Inverter.

63
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 10
E7

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Problemas com o motor do ventilador Não se


aplica ao VRV I, R22, VRV-W.
A partir do VRV II – R22, o motor do ventilador da unidade condensadora passou a
ser sincronizado com o compressor inverter, uma placa inverter para o ventilador
passou a equipar as máquinas. Esse problema ocorre, portanto, quando o motor não
gira de forma adequada ou temos uma pane na placa inverter do ventilador.
Suponha que um galho de árvore caia sobre a descarga do condensador e impeça o
ventilador de girar, teremos o “E7” presente.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Veja se o conector do motor (plug) está firmemente encaixado no seu lugar, na
placa inverter do ventilador. Conector X1A (Veja página seguinte).
2. Existe uma “ponte”(chicote) entre o PCB inverter do ventilador e o PCB inverter
do compressor. O Plug está firmemente encaixado? Conectores X4A, X5A (Veja
página seguinte).

3. O PCB inverter do ventilador está aceso? É um led verde piscando. Resposta


negativa → Troque esta placa.
4. Existe algum corpo estranho obstruindo a descarga do condensador ou mesmo
impedindo o ventilador de girar?
5. Depois de desconectar o motor da placa, o ventilador pode ser girado facilmente
com as próprias mãos? Resposta negativa → Troque o motor do ventilador.
6. Cheque a resistividade entre as fases U,V,W (fio vermelho, branco e preto) ou
mesmo se tem algum curto entre elas. Resposta negativa → Troque o motor
do ventilador. (Veja página seguinte).
7. Com o conector fora do contato da placa X2A, cheque a resistividade entre o Vcc
e cada fase U,V,W e também com GND (terra). Variação máxima de +- 20%. Se
estiverem balanceadas → troque o PCB inverter do ventilador. Do contrário
→ troque o motor do ventilador.
Dica : Sempre que nos deparamos com este código de erro, quase sempre tratava-se de pane na
placa inverter. Foram raras as vezes em que o motor do ventilador era o problema.

64
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 10

E7

2ª verif

Ilustração exemplo de
placas VRV II – R410A

1ª verif

6ª verif 7ª verif

Nota: A interpretação desse código para o VRV IIIS(Fit) é um pouco diferente.


Embora a conceituação seja a mesma, a disposição de placas e componentes é
diferente. Consulte o manual de serviços específico do produto.

65
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 10

E7
Fusível queimado, sem continuidade?
Troque esta PCB A1P
Exemplo condensado 8 HP – VRV IV Inova

M1F = Motor do ventilador, no caso da


figura somente 1 (8 HP), mas poderia
ter 2 para capacidades maiores

O VRV IV Inova tem um sistema de subcódigos de A interpretação desse código para o VRV III/IVS(Fit) é um
erro. Veja slides 25, 26. Permite saber em qual pouco diferente. Embora a conceituação seja a mesma, a
módulo condensador está o problema, se no Master, disposição de placas e componentes é diferente. Consulte
Escravo I ou II. o manual de serviços específico do produto

66
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 11
E9

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Problemas com a parte móvel da válvula de


expansão eletrônica no condensador YE1, YE2
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Promova uma reset na energia principal e observe se o código retorna.
2. Caso afirmativo, verifique os conectores X23A/X21A/X22A (ou X26A/X28A +
antigos) se estão bem conectados, tanto no lado do PCB A1P quanto do lado da
bobina ou parte móvel da válvula Y1E, Y2E(Y3E para séries “W”, “S”, Fit IV).
VRV IV Inova

VRV IIIS

Nota: Para o VRV IV Inova será preciso checar subcódigos para identificar o módulo condensador caso tenha
mais de um. Por exemplo: E9-07 Unidade escrava 1 (Y1E)

3. Cheque a resistência por continuidade na bobina da válvula e se estiver normal,


substitua o PCB A1P, do contrário substitua a bobina (motor da válvula)
Desconecte da válvula e meça entre os pinos
(válido para R410A)
Para R22 utilize esta tabela
Med. kΩ
1-6 40-50
2-6 40-50
3-6 40-50
4-6 40-50

67
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 12
F3

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de uma falha descrita como


temperatura anormal na descarga de compressor, no entanto, verifica-se, na prática,
se tratar de falta de fluido de refrigerante na maioria das vezes.
Esta falha ocorre quando o sensor de temperatura, na verdade um termistor,
localizado na descarga dos compressores atinge um valor pré-determinado no
equipamento. As figuras abaixo são do VRV I Série K, R22. Os conectores estão
sempre localizados na placa A1P.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Qual é a temperatura no tubo de descarga do (s) compressor(es)? Use um
termômetro digital a laser se for possível, ou outro tipo que permita colher esta
temperatura.
- VRV I Série K & Plus – R22, VRV-W < 135oC R2T (VRVIII-S), R3T (VRVII-R22, VRVIII-
W),R31,32,33T(VRVII-R410A, VRVIIIR410A),
- VRV II – R22 < 120ºC R3-1T, R3-2T (VRVK I & PLUS), R21T, R22T
- VRV II – R410A, VRV III – R410A, VRV IV - INOVA < 115ºC (VRV IV-Inova).
- VRV IV – INOVA < 115ºC

Se encontrar temperatura maior que estas acima, trata-se de falta de fluido


refrigerante ou algo relacionado ao circuito refrigerante, gás ruim, etc..
No caso de VRV I Série K e VRV IIIS (Fit), o diagnóstico é um pouquinho diferente. Veja na página seguinte.

2. Depois de medir a temperatura do(s) tubo(s) de descarga dos compressores e


verificar a normalidade, será necessário conferir as características dos termistores
de descarga. Conforme tabela No slide 68. Se estiver fora da faixa normal, troque
o termistor, do contrário, troque a placa de circuito impresso principal A1P.

68
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 12

F3

Para o VRV K Série I, R22, antes de concluir por falta de gás, verifique se os
conectores dos termistores de descarga do compressor estão no lugar, firmes. Idem
em relação aos conectores (plugues) das válvulas solenoide de injeção de gás (Y3S,
Y4S), todos eles localizados na placa de circuito impresso principal A1P, amarela.

A1P

Estando tudo certo com os conectores, então a conclusão é por falta de fluido
refrigerante ou algo de errado no circuito refrigerante.
Para o caso do VRV III S (Fit), o código “F3” não significa exatamente que é uma
falta de gás ou algo relacionado ao circuito refrigerante. Neste caso, as causas
podem ser o termistor de descarga do compressor ou então a placa principal A1P.
Neste caso será necessário medir as características do termistor em função da
temperatura. Veja a tabela na página seguinte do termistor R2T, que é o termistor
localizado no tubo de descarga do compressor inverter da linha VRVIII-S.
A decisão será entre trocar o termistor ou trocar a placa de circuito impresso A1P.

69
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 12
F3

R2T (VRVIII-S), R3T (VRVII-R22, VRVIII-W),


R31,32,33T(VRVII-R410A, VRVIIIR410A), R3-1T, R3-2T
(VRVK I & PLUS), R21T, R22T (VRV IV-Inova).

70
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 13
F4
CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de um alarme de umidade, isto é,
líquido retornando ao compressor. Código de erro exclusivo do VRV IV Inova e VRV
IV Fit. As causas passam por termistores de descarga e sucção, sensor de alta
pressão ou válvulas de expansão eletrônica de evaporadores envolvidos no erro. Este
alarme é ativado quando as condições de pressão e temperatura que levam a conclusão de líquido presente no
condensador permanecem por 2 horas. O mesmo em relação às unidades internas, por pelo menos 45 minutos.

Se você dispõe de um “Service Cheker” que nada mais é do que um verificador


de serviço e de campo do fabricante, conecte-o no sistema. Ao mesmo tempo,
instale um Manifold na porta de serviço de alta e baixa do condensador.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Verifique as características dos termistores de descarga e acumulador de
sucção, estes marcados na figura abaixo. Use tabela de termistores do slide anterior.

Se encontrar
termistores fora
do padrão ou
“aberto”,
substitua-os.
Descarga Este era o
Acumulador
problema, do
contrário, veja
passo número 2.
Sensor de alta

2. Utilizando o “Service Checker”, modo resfriamento, encontre o evaporador cuja


diferença entre temperatura de gás (R3T) – temperatura de líquido (R2T) < 2,5º C +
abertura da válvula de expansão < 300 pulsos. Neste caso, ou temos problema na
válvula de expansão de eletrônica ou o filtro de ar no retorno está sujo. Limpe o
filtro, se não melhorar, a válvula terá de ser trocada.
Nota 1: Caso você não disponha de um “Service Checker”, analise o rendimento das unidades internas pelas
temperaturas ambiente, set-point, insuflamento e retorno. Não é difícil saber qual ou quais evaporadores estão
com rendimento ruim. Uma vez encontrada, a solução é a mesma proposta no item 2 acima.
Nota 2: Existe uma possibilidade ainda de ser o sensor de alta pressão. Compare a pressão de alta obtida no
Manifold com a calculada no gráfico do exemplo dos slides 59 e 60. Se encontrar desigualdade, troque o sensor
de alta pressão.

71
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 14

F6

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: A causa do aparecimento desse código é o


excesso de refrigerante. Para todos os VRV, exceto a Série K & Plus R22.
Esta falha ocorre quando o sensor de temperatura ou termistor localizado na
serpentina do condensador, linha de gás, baixa pressão, ar externo, fica abaixo da
temperatura de evaporação durante um certo tempo. Este código aparece no Start-
Up do equipamento para alertar o instalador que o cálculo feito de adicional de gás
pode estar errado. Depois disso, a operação é liberada até outra ocorrência, quando
o equipamento para por completo.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Será preciso verificar se os termistores estão todos encaixados firmemente no
lugar e checar as características dos mesmos, veja tabela página seguinte. (Tenha
sempre em mãos o manual de serviços da geração VRV em questão). Aproveite para checar
todos os termistores, têm vida útil de aproximadamente 8 anos – R1T a R7T,
conforme a geração. A solução então passa por encaixar no lugar os termistores
ou trocá-los, caso estejam fora da característica. Fora isso, é excesso de fluido
refrigerante.

Dica : Se o F6 aparece no Start-Up, portanto, equipamentos novos, veja se o


cálculo de adicional de refrigerante está correto e se, de fato, foi adicionada no
sistema. Caso o F6 apareça em instalações que já estão em operação faz tempo, é
quase certo que F6 será problema dos termistores citados acima, por isso,
recomendo mais uma vez que todos os termistores sejam checados, se estiverem
se aproximando de 8 anos, troque-os. Essa atitude vai evitar muita dor de cabeça.

72
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 14
Serve para todos VRV.
Não está representado o
termistor de óleo,
F6
presente em algumas
gerações.

73
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 15

H7

• CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Uma anormalidade no motor do ventilador da


unidade externa. Ou teremos problema no próprio motor do ventilador ou no cabo
que liga o motor ao PCB Inverter, PCB inverter, inclusive pode ser pane no PCB
A1P principal. Lembre-se de que no caso de vários módulos condensadores no
VRV IV Inova, há como identificar via PCB da unidade mestre, qual módulo o
problema se encontra. Ganha-se tempo. Por exemplo: H7-01 = Motor M1F da
unidade mestre; H7-09 = Motor M1F da escrava 2. (veja seção de subcódigos de erro
no inicio deste e-book).

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Será preciso verificar se o cabo do motor do ventilador está conectado à placa
inverter, veja ilustração exemplo abaixo, de um VRV IV Inova de 16 HP.
X1A = Conector que liga motor ao PCB Inverter

M1F/M2F = Motor do ventilador

A7P/A4P = PCB Inverter


PCB Inverter

2. Se tudo certo, encaixado, com anergia desligada,


meça a resistência do cabo de sinal entre fases:
X2A

PCB Inverter
Entre Vcc e cada fase.
Depois entre terra(GND)
e cada fase.
Desbalanceamento
máximo em torno de 20%

Estando fora da faixa, em desequilíbrio troque o motor do ventilador.


Estando dentro da faixa, troque o PCB Inverter (A4P/A7P).

Dica : Em sistemas VRV ou VRF quando não conseguimos localizar o problema, desde que
elétrico/eletrônico, substituímos o PCB principal ou de controle.

74
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 16
H9

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Anormalidade no termistor de ar externo.


Lembrando que não está presente na série “Water” VRV “W”.
Não esqueça: Códigos de erro E,F,H,J, dizem respeito exclusivamente a
condensador. Códigos de erro A e C dizem respeito exclusivamente a evaporadores.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Veja se o conector está bem encaixado e no lugar correto no PCB A1P (controle).

Exemplo: VRV IV Inova TERMISTOR CONECTOR CÓD. ERRO GER VRV

R1T X20A H9 I - R22


R1T X44A H9 II – R22
R1T X44A H9 II – R22 R410A

R1T X18A H9 III


R1T X11A H9 III-S, IV-S Fit
R1T X18A H9 IV Inova

2. Com o conector (plug) desencaixado, meça a resistividade em kΩ. Use a tabela


da página seguinte. Estando fora da faixa, troque o termistor de ar externo. Estando
normal, substitua o PCB A1P de controle, principal.

Plug/conector

Termistor de Ar Externo
Exemplo

75
Figura do Manual de Serviço
Daikin VRV I Série “K”
H9
CONDENSADORES 16
CÓDIGOS IMPORTANTES DE

76
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 17
J2

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Problemas com o(s) sensor(es) de corrente.


Código de erro específico para VRVII-R22, VRVII-R410A, VRVIII-R410A.
São pequenas placas identificadas como A5P e A6P (VRV-II) e A6P e A7P(VRV-III),
especificamente para os compressores fixos STD.

A5P A6P

EXEMPLO: VRV II R22

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Veja se o conectores dos sensores de corrente estão firmemente encaixados no
lugar deles, no PCB A1P, principal (X30A, X31A – VRV II e X25A, X26A).

2. Estando os mesmos encaixados nos lugares, os sensores de corrente estão


montados na fase T (entrada das contatoras dos compressores fixos)? Resposta
positiva→ troque os sensores e o PCB principal A1P. Do contrário, monte os
sensores na fase T e observe, voltou o código? Sim =Troque o(s) sensor(es) de
corrente.

77
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 18/19/20/21/22/23
J3 J5 J6 J7 J8 J9

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de curto ou circuito aberto em cada um do


termistores da tabela abaixo, cada um com seu código de erro, mas com a mesma
forma de analisar o erro.

Ou teremos de
trocar um termistor
ou um PCB A1P de
controle.

1. Veja se o conector está bem encaixado e no lugar correto no PCB A1P (controle).
2. Com o conector (plug) desencaixado, meça a resistividade em kΩ para cada um
dos códigos de erro “J”. Use a tabela da próxima página. Estando fora da faixa,
troque o termistor de ar externo. Estando normal, substitua o PCB A1P de controle,
principal.

78
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 18/19/20/21/22/23
J3 J5 J6 J7 J8 J9
Para termistores de descarga

79
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 17/18/19/20/21/22/23

Para demais termistores

80
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 24
JA
CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Problemas com sensor de alta pressão “High
Pressure Sensor S1NPH ”. Aplica-se a todas as gerações de VRV.
Não confundir com o código “E3”, já apresentado, onde o problema refere-se ao
interruptor de alta pressão (“Pressostato”), de mesma sigla mas significado
diferente: “High Pressure Switch”.
Neste caso a detecção do problema é feita pela medição de pressão no tubo de
descarga e significa que o sensor está em curto ou abriu.
Dica inicial: No VRV IV Inova, modo “monitor” é possível saber em qual módulo condensador está o
problema, isso quando for um sistema composto de 2 ou 3 módulos. Veja tabela de subcódigos de erro no início
deste –book. Exemplo: JÁ-01 = Problemas no sensor de alta pressão da unidade mestre ou máster.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Primeira coisa é ver se o conector do sensor está firmemente encaixado no lugar,
na placa A1P. Cada geração tem um plug diferente, conforme abaixo:
- X22A → VRV K I – R22 & Plus
- X46A → VRV II R22 e R410A; VRV-W
- X32A → VRV III R410A, VRV IV Inova
- X17A → VRVIIIS (Fit)

VRV II
VRV I

2. Estando os mesmos encaixados nos lugares, monte um manômetro (“Manifold”)


na entrada de serviços da linha de alta pressão. Em seguida solte o conector do
sensor da placa A1P e meça a voltagem conforme abaixo.

Como exemplo, obtendo para ALTA


DC 2,0 V. Cruze este valor
com os valores da pressão
de alta na tabela a seguir

2,0

81
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 24
JA

Este valor deve


PH = 1,38 x 2,0 – 0,69 = 20,7
ser comparado
com o valor
obtido no
manômetro. Veja
soluções no slide
a seguir.

82
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 24

JA

As conclusões:

1. Compare o valor de 20,7 Kgf/cm2 encontrado na tabela anterior com o valor


medido no Manifold para linha de alta. Se não for igual ou muito próximo, troque
o sensor de alta pressão. Do contrário, troque o PCB A1P da unidade
condensadora correspondente.

Nota 1: Pelo uso do Service Checker, um Softer de manutenção Daikin, é possível


medir as pressões em tempos reais. Infelizmente não são todas as empresas e
técnicos de manutenção que possuem esta ferramenta. Caso tenha um SC em
mãos, basta verificar a pressão de alta no momento antes de soltar o conector da
placa, em seguida comparar com o valor de 20,7 Kgf/cm2 para concluir entre a troca
do sensor ou do PCB A1P da unidade condensadora correspondente.

Dica : Seguir o procedimento do manual de serviço do fabricante conforme


descrito acima, as vezes é delicado e é provável que não se chegue a uma
conclusão rapidamente. Neste caso, nossa experiência com este código de erro
(“JA”) indica que, na grande maioria das vezes é problema do sensor HPS. Ás vezes
um mal contato, sujeira no elemento interno do HPS, essas coisas que estão
causando o problema. Uma outra coisa a fazer, diretamente, sem perder tempo, é
substituir o HPS e ver se o código some. Se a resposta for positiva, era o HPS, do
contrário, é a placa de circuito impresso principal A1P.

Nota 2: O próximo código de erro é o “JC”, que refere-se ao mesmo tipo de


problema, porém, relativo ao sensor de baixa pressão. É o mesmo raciocínio, mas
será preciso ter em mãos o manual de serviços da geração de VRV em questão.

83
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA

Códigos de sistema dizem respeito às falhas que, se


apresentadas, param a instalação toda, nenhum das unidades
internas ou externas, podem funcionar.
Assim, se um código de erro destes abaixo é apresentado, a
solução pode estar em mais de um ponto da instalação, na
fiação de sinal que interliga todos os evaporadores, pode ser
na interligação de módulos condensadores, ou ainda, em
relação a energia localizada, ou melhor, a falta de energia em
algum evaporador ou módulo condensador.
Então, em relação aos códigos de condensador temos os principais:
U1, U2, U3, U4, U5, UC, UF, UH, UE, M1, M8, MA, MC – Representam mais de 90%
dos problemas.
Para explicação completa de cada código acima, click aqui

84
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 25

U1

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro que ocorre por detecção de


fase aberta ou invertida. Portanto, aplica-se a todas as gerações VRV trifásicas.
Inclusive para VRV IV S Fit de 10 e 12 HP.
Existe um circuito de detecção de fase reversa no PCB principal A1P, em todas as
placas identificado com Q1RP. Ele evita que o compressor gire ao contrário.

Exemplo: VRV II

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Aqui sigo pelas minhas experiências anteriores com este código de erro. É certo
que se não tem nada de errado com as fases, então o problema está no PCB
A1P, que deverá ser substituído, muito raro. Então, com um amperímetro meça a
tensão de alimentação e com um fasímetro, verifique se as fases estão
sequenciadas R,S,T. Isso basta para que cheguemos à conclusão. Mas
cuidado, caso tenhamos mais de um módulo de condensação, o código está
sendo apresentado no sistema, no display da placa, via controle remoto, mas
não está dizendo em qual módulo de condensação. Isso ocorre quando os
pontos de força são independentes para cada módulo. Se tivermos 3 módulos
por exemplo, interligados em ponte, a fase pode estar invertida ou faltando em
qualquer um deles. EXCETO no caso de VRV IV Inova, que possui subcódigos
de erro e o painel vai mostrar em qual módulo a fase está invertida ou faltante.

85
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 26

U2

As causas de “U2” podem ser muitas, pela ordem, faça o seguinte:

COM ENERGIA LIGADA:

1. Verifique a alimentação de energia – R,S,T devem estar balanceados, dentro da


faixa de tensão. Fase invertida não causa “U2” mas sim “U1”. Se for equipamento
220V, alimentação de entrada (R,S,T) deve estar entre 198 e 242V. Se for 380V,
deve estar entre 342 e 418V.
2. O desbalanceamento entre fases máximo é de 3%. Exemplo: R/S 220V, R/T 221,
S/T 222. De 220 para 221 ou 222 V, temos menos de 3%, se for maior, pode ser a
causa do “U2” ter aparecido.

COM A ENERGIA DESLIGADA:

1. Tenha em mãos em “Megômetro”. Solte os cabos do compressor e meça a


resistência (isolamento) em kΩ. Se menor que 100 kΩ, troque o compressor.
Atenção: Muitas vezes um problema no compressor inverter pode causar pane na
placa e vice-versa. Se possível, quando diagnosticado o problema em um dos
2 componentes, troque ambos (recomendação minha). Para saber se o
problema é a placa inverter deverá ser checado o transistor→ Veja slide 63.
2. Faça o mesmo com o motor do(s) ventilador(es), se o “Megômetro” acusar menos
que 1 MΩ, troque PCB inverter do motor do ventilador + o próprio motor
(recomendação do fabricante).
3. Cuidado com o fiação, cabos entre compressor/placa inverter, motor ventilador, etc.
4. Se depois de checar tudo acima, pode ser um problema na PCB principal ou “mãe”.
É raro.

Dica : Minha experiência pessoal diz que no caso de “U2”, quase sempre, trata-se
de PCB inverter e ás vezes, compressor inverter. É muito raro quando o problema é o
PCB principal “mãe”´. E sempre a última coisa a checar neste caso.

86
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 26

U2

Em se tratando de VRV IV Inova (2020/21), uma vez no modo monitor(veja anexos


como acessar este modo no fim deste livro), descubra em qual circuito e de qual módulo
condensador está o problema. Depois disso, o diagnóstico é como descrito na
página anterior (todos os outros VRV).
Exemplo real, na foto abaixo, tem um “chamuscado” no PCB Inverter do circuito 2
principal, módulo condensador Escravo 1. A falha só é indicada no mostrador da
placa ”mãe” do condensador mestre, embora, a falha pode estar em qualquer
módulo. É aí que a primeira coisa a saber é em qual módulo está de fato a falha. Do
contrário vai ficar difícil chegar ao diagnóstico.

Módulo
Mestre Módulo
Escravo 1

Dica : Um meio de saber em


qual módulo condensador está o
problema, é isolar módulo a módulo,
testando cada um deles sozinho,
conectado a todos os cabos de sinal.

87
CÓDIGOS IMPORTANTES DE
CONDENSADORES 26
U2
Cheque agora se diz respeito ao compressor e/ou PCB Inverter. Com a energia desligada, depois
de 10 minutos, remova todos os conectores do transistor e do módulo diodo e faça as
medições conforme quadro abaixo.

Testador
analógico
faixa 1 kΩ

Testador
digital modo
diodo

Meter

Esquemático.
Pode não
corresponder
exatamente
ao modelo da
placa

Se encontrar valores normais


(transistor normal) troque o
compressor Inverter. Do contrário,
toque o PCB Inverter.

88
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 27
U3

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro que ocorre simplesmente


porque o botão de teste ou Start-Up, não foi apertado. Aplica-se a todas as gerações
VRV, exceto VRV-I Série K & Plus.
É um erro bastante comum e que acontece quanto tentamos partir algum
evaporador da malha sem apertarmos o botão de teste ou de verificação inicial
“Teste” ou BS4. Este teste inicial vai procurar pelas irregularidades na instalação,
pela primeira vez. Por exemplo, o número e capacidades dos evaporadores
“pendurados” no mesmo condensador, se o fluido refrigerante chega a todas elas, se
falta ou sobra gás, se todas as válvulas de expansão estão modulando, etc.

teste
TESTE
O VRV IV Inova, não tem o botão de
Todas as gerações de “Check”, são somente 3 botões e o 2º
VRV, exceto VRV I botão “SET” faz as vezes, deve ser
Série K & Plus apertado.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Simplesmente comece de novo, aperte o botão de verificação inicial, conforme
mostrado nas figuras acima. Ao final do teste para todos os VRV, exceto VRV IV,
teremos a ilustração abaixo (VRV-IV mostra diretamente no display):

Led H2P aceso = falha “U3” verificada via


controle remoto individual ou
central/gerenciador. Olhe somente no
mostrador do módulo condensador “mestre”,
que identifica-se pelo 3º led aceso H3P ou
pelo led de status de energia H8P .

89
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 27

U3

Dica: Embora o manual de serviços diga que pode ser problema do PCB A1P,sim, é
possível, mas, extremamente raro nos casos em que “U3” é apresentado.

2. Em se tratando da geração VRV IV Inova, veja orientações abaixo.

teste reset

O VRV IV Inova, não tem o Será mostrado no display do módulo condensador Mestre, de
botão “Test”, são somente 3 forma automática, o código e o subcódigo, informando o
botões e o 2º botão “SET” faz as motivo do código “U3” aparecer, conforme acima. A operação
vezes, deve ser apertado e de teste pode levar de 15 a 40 minutos dependendo do porte
segurado por 5 segundos para da instalação.⃰
acessar a operação de teste.

⃰ = Neste caso pode aparecer ou já ter aparecido outros códigos de erro de


transmissão de sinal, por exemplo “U4”.
Atenção: Quando o teste (Start-Up) inicia no VRV IV Inova, o display mostra “t01”.
Quando termina mostra “t10”. Atenção: Se encontrado um problema o teste é
interrompido e o código de erro é mostrado imediatamente para que se resolva o
problema. Depois disso o teste terá de ser feito novamente.

90
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 28

U4

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: É erro clássico, por isso mesmo presente em


todas as gerações de VRV desde a invenção da linha.
Sempre que vai partir o PCB principal, A1P, que nada mais é do que um
microprocessador, verifica se se a transmissão de sinal está normal entre unidades
externas e internas. A ideia é que existe apenas um cabo de sinal com duas
pontas, e a transmissão tem der ser completa de um lado a outro, passando por
todas as maquinas e controles dentro desta malha. Se a transmissão falha, mesmo
que momentaneamente, o código de erro “U4” se apresenta.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Verifique a continuidade e a integridade do cabo de sinal, desde a unidade
condensadora até a última unidade evaporadora. Faça o mesmo em relação ao
cabo do controle remoto centralizado ou gerenciador. Idem em relação ao cabo
de “ponte” entre os módulos condensadores, se for o caso. Pode ser qualquer
lugar dentro da malha (F1,F2).
Qualquer lugar aqui
Qualquer lugar aqui

Qualquer lugar aqui

Qualquer lugar aqui

91
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 28
U4

2. Tem energia no condensador e em todos os evaporadores?? Basta um fusível


queimado em qualquer ponto na malha de sinal para o “U4” aparecer.
3. O endereçamento do sistema foi perdido. Isso pode acontecer quando a placa
principal A1P é substituída. Neste caso, depois de trocada a placa e o sistema
energizado novamente, aperte o botão de “reset”. Espere o restabelecimento.
normal do sistema > 5 minutos.

teste reset
VRV I,II,III VRV IV Inova

4. Pane em qualquer placa de evaporador ou placa de qualquer módulo


condensador.
Dica : O meio mais rápido de ver se tem energia em qualquer placa é ver se o led de status de
energia está aceso. Na placa A1P veja o LED HAP, conforme ilustrado abaixo, estando aceso, está
energizada. Todas as placas têm um led de status de energia.

5. No caso de VRV IV Inova, 2 possibilidades: U4 -01 que se refere ao que está


detalhado acima, ou então, U4-03 que significa que o problema não está na unidade
externa, é problema referente à malha de sinal dos evaporadores. Veja ilustração na
página seguinte.

92
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 28
U4

VRV IV Inova

COND MESTRE

F1,F2 F1,F2 Q1,Q2

Se o problema é em apenas 1 evaporador da malha, pode ser que o código “U9” seja
apresentado junto com o código “U4”, indicando onde pode estar o problema, que na
ilustração acima só pode estar no 3º evaporador(fusível por exemplo) ou no cabo entre o
2º e 3º evaporador.
Depois de “arrumar” estes problemas o código “U3” será mostrada indicando que o teste
(Start-Up) deverá ser feito, basta apertar o botão “BS2” no PCB A1P.

93
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 29

U5

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro bastante comum, geralmente


onde temos 2 controles remotos para controlar um único evaporador. Aplica-se a
todas as gerações VRV.
Dentre as possibilidades de pane estão o PCB do controle remoto, o PCB da
unidade evaporadora, ou erro de configuração de controle(s). As vezes temos de
instalar dois controles remotos com ou sem fio para o mesmo ambiente, em um
único evaporador. Nota: 2 kits controles remoto sem fio para o mesmo evaporador não é possível.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. A primeira coisa, quando temos dois controles remotos individuais para o mesmo
evaporador é checar a chave SS1, dentro do controle, conforme abaixo.

U5

1 2
Para que trabalhem juntos, um deles deve ter a chave ajustada para “M” de main ou
principal e o outro para “S” de “slave” ou escravo.
2. Uma segunda verificação é justificada somente onde não é o caso de 2 controles
remotos para o mesmo evaporador. Assim veja se todos os evaporadores estão
piscando com o mesmo código de erro, se a resposta é sim, boa chance de não ser
nada relativo ao controle remoto, pode ser a placa do próprio controle ou a placa da
evaporadora, o que é mais raro nesse caso.

94
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 29
U5

3. Se não for problema com as placas, tente substituir o cabo de sinal que liga o
PCB da evaporadora ao controle remoto por P1,P2.

1 2

Dica: Lembre-se não é possível a instalação de 2 controles remotos sem fio para o mesmo
evaporador. Lembre-se também que a ligação de controles é feita pelos terminais P1,P2, seja
controle remoto sem fio (receptor à esquerda) ou com fio (à direita). Para interligar os terminais
P1,P2, usamos o mesmo cabo de sinal “shielded” que interligamos os evaporadores (F1,F2). Mesmo
nos evaporadores Cassete 4, 2 ou 1 via, onde o receptor pode ser integrado ao painel decorativo, é
possível fazer a ligação de mais de 1 controle.

P1,P2

P1,P2

Obs.: Este manual não tem como objetivo passar informações sobre como instalar os produtos VRV.
Este assunto será abordado em trabalhos futuros.

95
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 30

UC

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro que ocorre por duplicidade de


endereço nos evaporadores. Aplica-se a todas as gerações VRV.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. A primeira verificação é uma pergunta: Está sendo utilizado algum modelo de
controle remoto centralizado, tais como esses aí em baixo?

Se a resposta for negativa, ou seja, não temos controle centralizado, resta então
somente a placa de circuito impresso daquela unidade evaporadora que está
piscando, mostrando o código de erro “UC”, deve ser trocada.

Dica importante 1: Embora este seja um dos códigos de erro mais comuns, por vezes é
bem demorado resolvê-lo. O sinal do controle remoto, do tipo infravermelho, atinge uma distância de
7 metros entre o emissor e o receptor de sinal, este último geralmente instalado no painel da própria
evaporadora. Isso pode ser um problema na hora de endereçar naquelas salas onde temos mais de
um evaporador e precisamos colocar endereços diferentes para cada uma deles. O sinal emitido pode
ser transmitido a mais de uma máquina e isso gera o endereçamento duplicado.
Dica importante 2: Uma dificuldade maior é encontrada onde as paredes são brancas, pois
refletem e propagam o sinal mais facilmente.
Dica importante 3: A iluminação pode ser outro problema por que o receptor do controle
remoto não é sensível apenas à luz infravermelha emitida pelo controle remoto, mas também por luz
de espectro visível, lâmpadas fluorescentes e outras.

2. Se resposta positiva, temos que confirmar o endereço de cada evaporador e


refazer, um deles está em duplicidade. Veja no final deste e-book como fazer (e
desfazer) o endereçamento dos evaporadores.

96
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 31

UF

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro que ocorre por falha na


verificação inicial (Start-Up) ou posteriormente. Aplica-se a todas as gerações VRV.
Normalmente ocorre no Start-Up, ao apertar o botão de verificação inicial, mas não é
uma regra, pode acontecer bem depois caso alguma alteração na fiação ou
tubulação foi feita, ou trocado algum componente.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. A primeira verificação é uma pergunta: Está fazendo “Start-Up” ou seja, está
tentando funcionar o sistema pela primeira vez? Se sim, verifique novamente a
fiação de sinal dos evaporadores, assim como se a mesma corresponde à
tubulação de cobre. Veja figura abaixo.
2. Está utilizando válvulas de estanqueidade (esfera) na entrada de cada
evaporador? Se sim, pode verificar que uma ou mais está com a válvula fechada.
3. Por último, pode ocorrer que alguma placa de unidade interna está em pane (se
fosse unidade externa teríamos o código “U4”). Ache-a e troque-a. Se ocorreu o
código “UF” antes de se apertar o botão de teste ou Start-Up, é problema em
PCB da unidade interna.

Número de evaporadores
“cabeados” não corresponde
UF
ao número de evaporadores
na tubulação de cobre

Dica : Se o condensador ficou sem energia por mais de 12 horas, a operação de teste (botão de
“Start-Up”) poderá falhar. Aperte o botão de verificação inicial novamente, refaça o teste.

TESTE

97
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 32

UH

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de erro que ocorre pelo não


reconhecimento pela placa de controle A1P de todos os evaporadores “pendurados”
na malha de controle. Indeterminação do sistema. Aplica-se a todas as gerações.
Código de erro bastante parecido com o anterior.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Repasse a fiação de controle, ponto a ponto pelo terminais F1,F2 dos
evaporadores. Este erro ocorre justamente pelo não reconhecimento de um ou
mais evaporadores. Pode ser pane em uma ou mais placas dos evaporadores.
2. O código de erro está em todas as unidades internas? Resposta positiva
implica em pane na placa de circuito impresso do condensador. Para ter
certeza, pressione o botão de reset e espere por 5 minutos. Se reaparece em
todas, troque a placa de circuito impresso principal A1P.
3. Válvula de estanqueidade do tipo esfera instaladas na entrada de algum
evaporador. Checar se estão todas abertas.

Dica 1: Em todas as vezes que presenciei este código de erro ou era no “Start-Up, e com fiação
errada, ou então quando o PCB de controle A1P havia sido substituído e o botão de reset não
fora apertado. Aproveitando o ensejo, peças sobressalentes não são idênticas às originais. Por
exemplo, o PCB A1P sobressalente precisa ser ajustado para a capacidade da condensadora,
através das chaves “Dip Switch” DS1 e DS2, presentes na placada A1P. Use o Manual de serviços da
linha VRV que você está trabalhando ou a instrução que vem dentro da caixa da placa nova
sobressalente.

Veja na página seguinte.

98
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 32

UH

Dica 2: Poderemos ter o código “UH” também quando a energia é ligada pela primeira vez.
Nesse caso há um processo de reconhecimento automático que dura 12 minutos e com o led de teste
H2P piscando ( VRV I K & Plus o led é exclusivo, fora da placa A1P). Se nesta hora qualquer botão
ON dos evaporadores for apertado, teremos o “UH” até que se refaça a operação de reconhecimento.

99
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 33

UE

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Trata-se de um problema entre evaporadores e


controle remoto centralizado, qualquer um dos modelos. Aplica-se a todas as
gerações VRV.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Logo de início vem a pergunta que nos guiará para a solução: O código “UE”
está presente em todas as unidades internas “penduradas” na malha? Resposta
positiva necessita checar a fiação relativa aos controles centralizados, pode ser
fio rompido (teste a continuidade de uma ponta a outra), pode ser curto nos
terminais F1/F2 da placa A1P do condensador, tem que procurar.

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


100
Serv. Técnicos Eireli
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA 33

UE

1. continuando.: Resposta negativa, procure o evaporador que apresenta o código


“UE” e veja:
- Tem energia? O led de energia, verde, está piscando?
- Está endereçada no grupo, por exemplo; 1.10 e aparece normalmente no
controle centralizado? Caso não consiga endereçar ou o endereçamento
desaparece, cheque o limite de comprimento da fiação e também o
número de evaporadores “pendurados” na malha, está dentro do
permitido?
- Se não encontrar nada de errado conforme orientações acima, faça um
“reset” geral e recomece novamente. Poderemos ter aí uma pane na placa
do controle remoto centralizado.

2. Conector Mestre: Se existir apenas um controle centralizado, mantenha o


conector instalado, como de fábrica. Se forem vários controles centralizados na
mesma malha de controle, um deles fica com o conector Mestre, os demais, são
retirados. Se não for feito dessa forma, poderemos ter o código de erro “UE”
presente mais uma vez. Consulte o manual de serviços para saber mais sobre
configuração de controles remotos centralizados opcionais.

101
CÓDIGOS IMPORTANTES DE SISTEMA
34,35,36,37

M1 M8 MA MC

Não se aplica à geração VRV IV Inova e VRV IVS Fit.


Estes 4 códigos de erro (M1/M8/MA/MC) referem-se a sistemas onde foram
instalados os controles remotos centrais, conforme ilustrado no fim desta página.
M1 = PCB do controle remoto central em pane. Troque-o. Nota: Controle remoto
central combinado com outros opcionais, um deles tem de ser ajustado como
“Mestre”. Ver chave Main/Sub na parte de trás dos controles centrais – Verifique
anexo último slide
M8 = Configuração e transmissão de sinal irregular entre controle central (principal)
e outros controles opcionais (“escravos”). Também pode ser um problema na placa
do controle central principal (semelhante ao código M1). Poderemos ter este código
presente quando um controle centralizado foi instalado e depois removido. Se for
este o caso, promova um “reset” completo no sistema. Verifique se tem energia nos
controles opcionais, lembrando que o controle remoto “Schedule Timer” (veja slide
seguinte) não precisa ser alimentado com 220V. Verifique anexo último slide
MA = Combinação inadequada entre controle central principal e controles opcionais
(“Escravos”). Podemos ter no máximo 2 CRC, 1 ST e 8 On/Off na mesma malha, Se
tivermos mais do que isso, aparece este símbolo e pode ou não funcionar.
MC = Duplicidade de endereço entre controles opcionais. Um deles ajustado como
“mestre” ou principal e o(s) outro(s) também. Se todos ajustados como “escravo”,
temos o mesmo problema. Verifique anexo no fim deste ebook.

TERMINAIS TERMINAIS TERMINAIS


INTERNOS INTERNOS INTERNOS

Controles centrais (opcionais)

102
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR)

Neste caso, os códigos apresentados vão sempre se referir ao sistema chamado de


“inverter”, e os problemas podem ser na placa de circuito impresso que controla o
compressor inverter (variador de velocidade incorporado) ou mesmo no próprio
compressor. Atenção às ligações entre as placas e compressores. Então, em
relação aos códigos do inversor temos os principais:
L1, L4, L5, L8, L9, LC, P4, P1, PJ – Representam mais de 90% dos problemas.

VEJA ANEXO SOBRE INVERTER VRV I NO FINAL

Ilustração de um PCB de um modelo VRV I série K – R22

103
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 38
L1

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Erro presente apenas no VRV III “All Inverter”,
VRV III-S, VRV IV- Fit e VRV IV Inova.
Trata-se de um sobrecorrente medida na saída de onda (A tensão em CA varia entre
um valor mínimo e máximo, por isso chamada de senoidal), antes do compressor
iniciar. Um valor pré-estabelecido é comparado no sensor de corrente e o problema
se apresenta.
Também pode ser um defeito no sensor de corrente ou no módulo de força IPM.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Desligue a energia e verifique os cabos guia do compressor, aqueles que vêm do
PCB inverter, geralmente U,V,W. Verifique todos os compressores inverter,
independente do módulo, se tiver mais de um.
2. Não tendo problemas com os cabos, ligue a energia novamente. Se tudo normal,
pode ser um problema externo, por exemplo, um raio, mesmo em dias de sol. Do
contrário, veja o passo seguinte.
3. No caso de mais de 1 módulo condensador, será preciso identificar em qual
deles está o problema. Dica: O VRV IV Inova mostra o código de erro correspondente
ao módulo no mostrador da placa, porém, se tiver alguma dificuldade em encontrar qual o módulo
condensador, instale o cabo de sinal dos evaporadores (F1,F2) em cada módulo isoladamente,
até encontrar qual é o condensador que tem o compressor que originou o erro L1.

Daqui para frente, ou vamos ter de substituir um compressor Inverter ou um PCB Inverter ou ambos.

4. Verifique se o transistor de força (IPM) está normal, veja a página 87. Resposta
positiva, cheque o compressor quanto a isolação, utilize um “megômetro”, caso
encontre um valor abaixo de 100 kΩ → substitua o compressor + PCB
Inverter. Caso encontre um valor acima de 100 kΩ substitua apenas o PCB
Inverter. Resposta negativa para o transistor, use o mesmo raciocínio para o
motor do ventilador e seu PCB Inverter.
Nota 1: Para VRVIII-S e VRV IV Fit, pode ser necessário trocar o PCB principal A1P.
Nota 2: é Comum problemas externos de alimentação de energia, tais como fuga de corrente, cabos
de alimentação passando próximos de cabo de sinal, etc.

104
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 39
L4

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Erro aparece quando a temperatura no


dissipador de calor da placa do inverter ultrapassa determinado valor. É um
aletamento em alumínio nas “costas” da placa inverter. Aplica-se a todas as
gerações VRV. O VRV IV Inova é melhor neste sentido, não esquenta tanto. Possui
um tubo extra de refrigeração na região dos PCB, assim se o erro aparecer no Inova
pode estar faltando fluido refrigerante (código “U0”) ou mesmo os parafusos da
placa onde a tubulação de refrigeração é fixada estão soltos/faltando. No mais,
acompanhe a abaixo.
Já adianto que é um problema comum onde os condensadores estão dentro de
casas de máquinas apertadas e com a descarga de ar dificultada. Tudo aquece
nesta situação inclusive as placas.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Sujeira na casa de máquinas, acúmulo de materiais dentro da sala, serpentina
suja e impregnada, descarga de ar obstruída, tudo que leve a casa de máquinas
ou o próprio condensador a esquentar, vai causar o aparecimento deste código
de erro. Não aparece no outono/inverno, o condensador não esquenta tanto.
Remova as causas da elevação de temperatura, faça um “reset” de energia,
avalie novamente. Se o código aparecer novamente vá para verificação 2.
2. O Verifique as características do termistor R1T/X7A, resistividade Ωm x
Temperatura e caso esteja normal, troque a placa inverter, do contrário,
troque o termistor R1T.

PCB inverter todas as No VRV IIIS(Fit)


gerações, exceto VRV-I K & o termistor é
Plus, onde o conector do X111A e está
termistor R1T é chamado de na placa
X4A ao invés de X7A. principal A1P

105
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 40
L5

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Erro aparece quando uma corrente elevada


passa pelo transistor de força (placa inverter do compressor). Todas as gerações.
Isso por causa do compressor inverter travado mecanicamente(partida) ou
mesmo compressor em massa, curto ou ainda, relativo ao PCB Inverter que
controla o compressor. Acompanhe:

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


Com o disjuntor de alimentação de energia do condensador e evaporador,
DESLIGADO:
1. Verifique se as válvulas de serviço estão abertas. (Antes do passo 2, se tiver + de 1 módulo
condensador, descubra em qual módulo o inverter apresenta o problema, lembrando que no caso de VRV
IV Inova, o display digital mostra o erro e o módulo)

2. Cheque todos os cabos e conectores envolvidos neste circuito, entre o PCB


inverter e o compressor inverter. Algum solto, desencaixado, mal contato, etc..
3. Cheque o isolamento do compressor, use um “Megômetro”, se encontrar um
valor menor que 100 KΩ, substitua o compressor inverter. Se encontrar valor
maior que 100 KΩ, veja a bobina do compressor, teste quanto a curto e
continuidade nos terminais, se tudo ok, passe adiante.
4. Será necessário então verificar a placa inverter, se bem que se o problema não é
nenhum cabo ou conector ou problemas no compressor, resta apenas o PCB
Inverter.
Com o disjuntor de alimentação de energia do condensador e evaporador, LIGADO:
5. Reinicie o funcionamento do equipamento, se o código “L5” voltar, substitua a
placa de circuito impresso inverter do compressor.
Nota: Se quiser ter certeza sobre o ponto específico onde o problema ocorre no PCB Inverter, é
possível verificar a integridade dos transistores de energia do inversor e módulos de diodo. Consulte
o Manual de Serviços do Produto VRV da geração em questão.
Dica : De todas as vezes em que presenciamos o aparecimento do código “L5”, a grande maioria
era referente à placa do inverter, raramente o problema era no compressor, justamente o raciocínio
contrário ao erro L9, adiante, onde quase sempre é compressor travado.

106
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 41
L8
CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Erro muito parecido com o código anterior,
porém, L8 tem uma tendência maior de ser problema no compressor inverter e não
na placa do inversor.
Do mesmo jeito que o código anterior, quando uma corrente elevada percorre o
transistor de energia e flui para o compressor através de U,V,W (corrente secundária, veja
manual de serviços do produto para saber qual valor da corrente de acordo com a capacidade do condensador.
Não é preciso saber este valor para resolver o problema), temos o problema. Abaixo vai uma
interpretação própria do erro e de como fazer o diagnóstico.
As causas, em todas as gerações, são:
- Sobrecarga do compressor inverter (Travado)
- Bobina do compressor inverter solta/desconectada.
- PCB Inverter em pane.
As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Com a energia desligada:
1.1 Cheque todos os cabos/fiação entre PCB inverter e compressores inverter ( é
preciso saber em qual módulo e compressor está o problema (Se não for VRV Inova ou tiver
dificuldade em encontrar qual modulo, ligue o cabo de sinal F1/F2 dos evaporadores de forma isolada, isto é, em
cada condensador, até encontrar o erro/módulo condensador).

1.2 Utilize um “Megômetro”, e, se encontrar valor menor que 100 kΩ, troque o
compressor. Se encontrar um valor maior, faça a verificação do transistor de força
(volte na página 87 ou recorra ao Manual de Serviços da linha em questão). Caso o transistor NÃO
esteja dentro da normalidade, troque o PCB Inverter. Caso esteja normal, veja
próximo passo.
2. Com a energia ligada:
2.1 Reinicie a operação, o erro reaparece? Se NÃO, continue a operar. Algum
problema externo ou transitório ( Minha opinião: Raríssimo!!!!!)
Se SIM, isto é, o código reaparece, verifique o circuito de refrigeração e o
compressor, que provavelmente será substituído. Verifique carga de fluido
refrigerante, ruídos e vibrações anormais, etc.. Detalhe: Quando temos um L8 e o
disjuntor trifásico do equipamento desarmando, isso já indica a pane no compressor
inverter

107
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 41
L8

Método para checar se o problema é no compressor ou no PCB Inverter:


Solte os cabos U,V,W que ligam o PCB ao compressor inverter. Vamos fazer a placa
inverter funcionar sem estar ligado ao compressor, um pulso de frequência será
emitido. Isso serve para diferenciar se o problema é no compressor ou é na placa
inverter.

1 Aperte o BS1 e solte.


2 Aperte o BS2 28 vezes. Vai ficar assim
3 Aperte
Aperte o BS3 um vez. Somente o último
e solte
Led vai piscar, é a programação de fábrica.
4 Aperte o BS2 uma vez, o Led pula e pisca na penúltima casa. Esta é a que
queremos programar.
5 Aperte o BS3 duas vezes. Pronto, uma frequência será emitida da placa para os
terminais U,V,W do compressor (soltos).

Programação
2 de fábrica
3

Programação
desejada
4

108
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 41

L8

• Continuando......... Assim que perceber o pulso de frequência emitido pela placa


do compressor, meça as tensões entre as fases U,V,W, têm de estar
balanceadas, máximo 10V para condensadores 380V e máximo 5V para
condensadores 220V. Se não estiver balanceado, troque a placa do inverter.
Se estiver balanceada, volte a atenção para o compressor novamente. Reinicie o
sistema e veja se o “L8” desaparece.
• Nota: Conforme se verifica na foto abaixo, o VRV IV Inova suprimiu os botões
BS4 e BS5, mas a forma de programar um pulso de frequência no modo monitor
é o mesmo. Utilize a sequência informada na página anterior,

Aperte Aperte Aperte


1 e solte 28 vezes e solte

2
3

•4 CUIDADO: Muitas vezes chegamos à conclusão de que o problema era a placa


do inverter e a substituímos, porém, algum tempo depois, temos o problema de
5 volta. Isso pode acontecer porque a placa está em falha devido a alguma pane do
compressor inverter. Assim, sempre que possível, substitua ambos.

109
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 42
L9

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Também muito semelhante aos dois últimos


códigos de erro, a diferença é que agora a detecção é feita sempre na partida do
compressor (Start-Up). Aplicável a todas as gerações de VRV.
A sobrecarga de corrente no Start-Up do compressor inverter provoca o
aparecimento deste código de erro. O inicio da compressão é interrompido.
Dica inicial: Por se tratar de erro de inicialização do compressor inverter,
verifique se o disjuntor está caindo quando a máquina tenta partir, se sim, é o
compressor que encontra-se travado, bloqueado. Substitua-o. A grande maioria
das vezes em que presenciamos este código de erro, o problema era o compressor
e dificilmente tratava-se da placa. É bom lembrar que para este código de erro,
ficaremos sempre entre o PCB e o compressor inverter.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Verifique se as válvulas de serviço estão abertas.
2. Coloque o Manifold com o equipamento parado, a diferença de pressão, entre
alta e baixa, tem de estar em pelo menos 2,0 Kfg/cm2 ou cerca de 30 Libras.
Caso a diferença seja menor, cheque a carga de refrigerante. Faltando??
3. Induza uma frequência da placa para o compressor inverter ( U,V,W
desconectados do compressor) pelo modo monitor. É o mesmo procedimento
comentado na página 107 (cód. L8). Lembrando que no caso do VRV IV Inova,
dependendo do tamanho do condensador, poderemos ter 2 compressores
inverter, o teste tem de ser feito para cada um deles. As fases U,V,W têm de
estar balanceadas, máximo de 10% de diferença entre elas. Poderemos ter
uma decisão aqui de que a placa está ruim ou boa, eliminando uma das
possibilidades e focando no compressor inverter.
4. Use um Megômetro e verifique o isolamento do compressor em questão,
lembrando que o mínimo admissível é 100 KΩ, portanto, se encontrar menos que
isso, substitua o compressor inverter.
5. Nesse ponto você já deve ter encontrado a causa do “L9”. Se ainda tiver dúvidas,
procure no manual de serviços do produto e da linha correspondente, como
testar o “Power Transistor e os diodos da placa inverter. Veja Slide 87 ou verificação
4 no manual de serviços do fabricante para o modelo VRV IV Inova.

110
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 43
LC

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: A definição clássica do erro é a falha de


comunicação entre as placas inverter e de controle principal. Aplicável a todas as
gerações de VRV, exceto VRV III-S/Fit.
Dica inicial: Nossa experiência nos mostra que o código de erro “LC” é um
problema típico de “relacionamento” entre os componentes eletrônicos da
condensadora. Assim, pode ser qualquer coisa, qualquer uma das placas, de
controle ou Inverter, inclusive o PCB inverter do ventilador. Pode ser um cabo que
interliga duas placas, mal contato, desencaixe, fusível, varistor queimado, e outras.
Pegue o desenho do diagrama elétrico do conjunto de placa do VRV em questão,
este será seu guia, o problema está na parte elétrica do condensador, é raríssimo
problema mecânico ou em compressor com este código de erro.

As que precisam ser feitas para se chegar à solução são:


1. Procure alguma placa “apagada”, isto é, com o led de status de energia apagado.
Todas têm um led como este

2. Procure qualquer desconexão ou desencaixe de qualquer cabo, conector, plug.


3. Verifique o filtro de ruído ou “Noise Filter”, se temos energia chegando e saindo,
no VRV I K & Plus R22, é desse jeito abaixo. Desligue a energia, verifique as trilhas
na parte de trás.

111
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 43
LC

4. No caso de VRV IV, encontre primeiro em qual módulo condensador está o


problema. O mostrador digital do PCB de controle do condensador mestre, no modo
“monitor”, vai indicar em qual módulo condensador está o problema, por exemplo,
E3-01, significa erro ocorrendo no módulo condensador principal ou mestre. E3-03 =
Módulo condensador “Escravo 1” etc.. Se não for VRV Inova ou tendo dificuldade
em encontrar qual modulo, ligue o cabo de sinal F1/F2 dos evaporadores de forma
isolada, isto é, em cada condensador, até encontrar o erro/módulo condensador e
por consequência o PCB/Compressor com problema.
Será preciso checar a isolação de compressor inverter e de motor de ventilador, e os
valores normais são <= 100 kΩ e <= 1 MΩ respectivamente. Se encontrar valores
diferentes, troque o motor/compressor.
Exemplo VRV IV Inova Daikin

Erro LC Em 90% dos casos é pane em 1 dessas placas


A1P PCB principal(controle)
A2P/A5P PCB “Noise Filter”
A3P/A6P PCB Inverter (compr)
A4P/A7P PCB Motor ventilador

112
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 44
P1

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Aplica-se a todas as gerações de VRV. Apesar


de ser difícil traduzir “Inverter over-ripple protection”, este erro significa que houve
um aumento da tensão residual no circuito da capacitor inverter, no PCB Inverter. As
causas podem ser muitas:
- Fase aberta ou faltante 1
- Desequilíbrio de tensão entre fases (10V – 220/3F ou 14 V – 380-3F até VRV II 1
R410a. VRV III em diante, 6 V 220V-3F)

- Capacitor do circuito principal em pane 2


- PCB Inverter em pane 3
- Relé, fiação relativos ao inverter.
- PCB A1P controle em pane. 4

1
4
1
7

3 3 6

2 2

Exemplo: Condensador RHXYQ18ATL

113
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 44
P1

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução são:

1. Se tem fase aberta, faltante, desiquilibrada ou se existe tensão residual no


circuito da capacitor inverter 1 + 2
2. Tente encontrar algum mal contato em K1M, K2M, ambos no PCB Inverter de
cada compressor. Cheque também a fiação que entra/sai L1,L2,L3 e
L1B/L2B/L3B. 3 Meça a tensão nos fios vermelho, branco e preto do módulo de
diodo do inversor enquanto o compressor estiver em funcionamento.

Dica 1: Sempre procure pelo LED de status de 6 energia, além do PCB de controle
A1P, os PCB Inverter costumar ter um destes.
3. Se nada estiver errado e as vezes ainda ocorrer um desequilíbrio de tensão
4 que
leve ao aparecimento do código de erro “P1”, troque o PCB de controle A1P

Dica 2: Verifique se tudo bem com os filtros de ruído


7 (“Noise Filter”) que são os
PCB A5P e A2P no nosso exemplo da página anterior

Dica 3: Lembre-se que os equipamentos podem estar em operação sem mostrar o


código de erro “P1”, que aparece quando apertamos o botão de inspeção nos
controles remotos com fio ou com display, ou ainda quando o buscamos em um
evaporador por meio de um controle remoto sem fio.

Nota: De acordo com o manual de serviços da geração 4, meça também a tensão


no terminal X1M na alimentação de energia.

114
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 45
P4
CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Aplica-se a todas as gerações de VRV, exceto VRV
III All Inverter, e trata-se de um erro que aparece devido ao aumento da temperatura
no aletamento (dissipador de calor) da placa inverter.
Existe um aletamento metálico atrás da placa inverter cujo objetivo é dissipar o calor
local e que pode danificar a placa. Há um termistor que uma vez com o “status” de
aberto e com o compressor parado, aparece então o código de erro “P4”. Assim
como “P1”, O código “P4” aparece quando apertamos o botão de inspeção nos
controles remotos com fio ou com display, ou ainda quando o buscamos em um
evaporador por meio de um controle remoto sem fio.

Note que o termistor é


incorporado à placa, portanto,
se for necessário trocá-lo, o
PCB terá de ser substituído.

Ilustração genérica de um PCB Inverter,


exceto VRV IV Inova.

Pode ter como causa, além do termistor incorporado ao aletamento do PCB Inverter,
o compressor ou o PCB Inverter. Também pode ser motor do ventilador(res).
As que precisam ser feitas para se chegar à solução são:
1. Checar as características do termistor, com ele fora da placa, consulte a tabela
de temperatura x resistividade kΩ constante do manual de serviços. E lembre-se,
uma vez confirmado que o termistor abriu, a placa terá de ser trocada, uma vez
que não é possível trocar somente o termistor.
2. Se não for o termistor, tente um “reset” na energia, o código “P4” reaparece? Se
resposta positiva → Troque a placa de circuito impresso. Se resposta negativa,
ou seja, o código de erro sumiu, verifique outras condições, por exemplo, se a
casa de máquinas não está “sufocando” o condensador, meça o isolamento do
compressor, lembrando que menos que 100 kΩ ele está ruim, deve ser trocado.

Cuidado: Com o VRV IV Inova as coisas são ligeiramente diferentes. Veja na


página seguinte novamente a ilustração de um conjunto de placas dentro do
condensador RHXY18ATL.

115
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 45
P4
Perceba que nos PCB Inverter A6P e A3P, para o modelo 18 HP com 2
compressores Inverter não temos o termistor de dissipação de calor???

PCB Inverter compressor 2 PCB Inverter compressor 1

No caso do VRV IV Inova, houve uma inovação, um tubo de cobre passando por
onde estão localizados os PCB, todos eles.

116
CÓDIGOS IMPORTANTES DO INVERTER
(INVERSOR) 46
PJ

CAUSA E DESCRIÇÃO DO ERRO: Aplica-se às gerações de VRV a partir da 3ª


geração. As causas principais do aparecimento do “PJ” são:
- Ajuste de campo errado ao trocar um PCB de controle A1P ou PCB errado outro
que não seja o de controle A1P.
Dica inicial: Este erro é “clássico” e ocorre porque no fabricante Daikin, peças originais de
fábrica são diferentes de peças sobressalentes, ou seja, fique atento ao substituir um componente,
principalmente se este componente for uma placa de circuito impresso.

As verificações que precisam ser feitas para se chegar à solução do erro “PJ”
são:
1. Suponha que você tenha que substituir um PCB de controle de um condensador
antigo, por exemplo, um condensador RXY16MTL/VRV II. Trata-se de um
equipamento de 16 HP e que usa fluido refrigerante R22 (Outra dica: Se na
nomenclatura do condensador aparecer a letra “Q”, trata-se de equipamento que usa fluido
refrigerante R410A). Então cuidadosamente você retira a placa nova da caixa e, já
tendo sacado a placa velha, encaixa a nova no lugar, que encaixa perfeitamente.
Ao dar partida, imediatamente aparece o código de erro “PJ” e impede a
operação. Saiba que há necessidade de se fazer um ajuste do modelo em
função da capacidade.

No nosso exemplo, DS1-2 para “On” que é o mercado externo ao Japão + DS2-3 e
DS2-4 para “On”. Todas as outras chaves de DS1 e DS2 ficam em “Off”. Veja anexo
no final deste e-book.

117
ANEXOS

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


118
Serv. Técnicos Eireli
Acessando modos de
configuração/programação

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


119
Serv. Técnicos Eireli
Acessando modos de
configuração/programação – Exceto
VRV Inova (VI)

Programação de fábrica: Controle sobre a mudança de modo no evaporador “master”


VRV I – Série “K” & Plus (R22)

Programação de Fábrica

Rearranjo de endereços ou RESET do sistema,


necessário quando uma placa é trocada um
evaporador é acrescido
Checagem da Fiação de Sinal

Programação em Campo

Alternar entre os modos de programação

Desapareceu a chave COOL/HEAT SELECT SS1 e apareceram 2 chaves “Dip


Switch” DS1 e DS2. Necessário ver Manual de Serviços da linha/geração
VRV II(R22), II (R410A), III, IIIS, III All Inv/

em questão. O controle de resfriamento/aquecimento vem de fábrica


programado para o evaporador Master (DS-1), como já era antes

Com condensadores em módulos, a partir do VRV


II R22, era preciso mostrar a configuração dos
VRV IVS (Fit).

LED’s do módulo condensador “Mestre” e


também dos módulos “escravos”. Qualquer
programação deve feita somente no módulo
“Metre” ( identificado com o 3º LED H3P aceso ou
H8P, LED verde, aceso).

BS4 “virou” Test

COMO ACESSAR

Observação feita no Observação feita no


São muitas as possibilidades, desde programar baixo ruído do
módulo condensador módulo condensador
condensador, recolhimento de fluido forçado, ventilação dos
Mestre, ao apertar BS1 e Mestre, ao apertar BS1 por
evaporadores forçada, dentre outras. Consulte, independente da
soltar o LED H1P fica 5s o LED H1P fica aceso,
linha, a Seção do Manual de Serviços “ Configuração de campo a
piscando. fixo.
partir da unidade externa”.
Eng. João Agnaldo Ferreira 120
Acessando modos de
configuração/programação –VRV
Inova (VI)

VRV IV – Inova

VISOR
MOSTRADOR
DIGITAL

Como se nota, “sumiram” os botões “test” e “reset”. Os ajustes todos são feitos pelos botões
BS2 e BS3. O botão BS1 continua com a mesma função, que é alternar entre os modos. Assim
como nas gerações anteriores, o modo Normal, é aquele apresentado no visor sem que
qualquer botão seja apertado. Da mesma forma com nas gerações anteriores, apertar o botão
BS1 1x e soltar, dá o acesso ao modo Monitor. Apertar BS1 por 5s, dá acesso ao modo de
configuração. 6. 1.
EXEMPLO: Para contar o número de evaporadores conectados ao mesmo sistema (condensador):
Consulte Manual de Serviços do VRV IV seção “Configurações de campo a partir da Unidade
Externa” – Modo Monitor página 91(Ano 2021)

1. Aperte BS1 e solte, para acessar o modo Monitor – Visor mostra

1. Aperte BS2 10 x, visor mostra

3. Aperte BS3 1 x, o visor mostra o número de evaporadores conectado neste condensador.


Se mostrar por exemplo 1.1.6 significa que são 16 evaporadores.

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


121
Serv. Técnicos Eireli
Exemplo VRV I,II,IIIS, WII/III

VRV I Série K – R22

VRV II – R22, VRV II – R410A, VRV III – R410A, VRV WII/WIII

Botões localizados logo abaixo


Esta disposição de LED, sem apertar
dos LED’s na placa principal A1P.
nenhum botão, já é o modo de
No VRV I Série K o botão BS4
configuração 1 ou normal.
identifica-se como “Wiring Check”

✓ Apertar o botão BS1 e soltar, permite acessar o modo monitor.

✓ Apertar o botão BS1 e segurar por 5s, permite acessar o modo de configuração 2.

Exemplo de como programar baixo ruído no condensador – Modo de configuração 2


Aperte BS1 por 5 segundos para acessar o modo de configuração 2. Em seguida aperte BS2 12 x (veja manual de
serviços – “configuração de campo a partir da unidade externa VRV II R410A –Modo de configuração 2). Depois,
observe a disposição dos leds conforme ilustrado abaixo para conferir se está na programação correta.

Observe que o último led vai ficar piscando, indicando a programação de fábrica. Aperte o BS2 uma vez e o led
pula piscando na penúltima casa indicando a programação que desejamos. Aperte BS3 para confirmar e aperte
novamente BS3 para sair e voltar ao mono normal. Se tiver dúvidas, repita o procedimento. A penúltima ou
antepenúltima casa sempre é a programação desejada, assim como a última casa (H7P) mostra programação de
´fabrica. O led H8P não serve para nada neste procedimento.
✓ A operação de emergência de compressores ou módulos condensadores inteiros é feita no modo de configuração 2.

✓ A contagem do número de evaporadores conectados ao sistema (módulos condensadores 1,2 ou 3 na mesma


frigorífica) é feita no modo monitor.
Eng. João Agnaldo Ferreira 122
Como contar o No de
evaporadores conectados ao
mesmo sistema pela placa
principal (“mãe”) do
condensador – Todas as
gerações

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


123
Serv. Técnicos Eireli
COMO CONTAR O No DE EVAPORADORES CONECTADOS
AO MESMO SISTEMA (CONDENSADOR) ATRAVÉS DA
PLACA PRINCIPAL A1P (CONTROLE)

VRV IV INOVA

A contagem do número de evaporadores conectados ao


sistema é feito neste modo. Para acessar o modo monitor
basta apertar e soltar o botão BS1.
Modo Monitor

Aperte 10 x o botão BS2

Aperte BS3. O display mostra


quantos evaporadores estão
conectados

Veja Manual de Serviços VRV Inova


No exemplo acima são 22 evaporadores. Clique aqui
para ver um vídeo cujo condensador tem 09
evaporadores conectados.

124
COMO CONTAR O No DE EVAPORADORES CONECTADOS
AO MESMO SISTEMA (CONDENSADOR) ATRAVÉS DA
PLACA PRINCIPAL A1P (CONTROLE)
VRV I,II,III, WII/III

VRV I Série K – R22

VRV II – R22, VRV II – R410A, VRV III – R410A, VRV WII/WIII

✓ Apertar o botão BS1 e segurar por 5s, permite acessar o modo de configuração 2.

A CONTAGEM do No de evaporadores conectados ao mesmo condensador é feita no modo “monitor”.


Aperte BS1 1 x para acessar o modo “Monitor”. Em seguida aperte BS2 5x (veja manual de serviços – “configuração
de campo a partir da unidade externa). Depois, observe a disposição dos LEDs conforme ilustrado abaixo para
conferir se está na programação correta.
Confira a disposição de LEDs

Em seguida aperte BS3 1x. Observe a nova configuração de LED’s, veja o exemplo abaixo

Contagem expressa em número binários 6


dígitos (0-63)

Se for um sistema com mais de 63


evaporadores, ver manual de serviços para
interpretar com números binários de 8 dígitos.

Temos no exemplo 22 evaporadores conectados ( 2+4+16 =22)

Eng. João Agnaldo Ferreira 125


Como programar a inibição do
compressor inverter de um
módulo condensador – Todas
as gerações

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


126
Serv. Técnicos Eireli
COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO
COMPRESSOR INVERTER DE UM MÓDULO VRV I/II-R22
CONDENSADOR - EMERGÊNCIA

✓ Para VRV I Série K sempre teremos um módulo condensador, de 5, 8 e 10 HP, sendo


que o de 5 HP tem apenas 1 compressor e esta demonstração de inibição de
compressor inverter ( para disponibilizar os outros) de emergência não é disponível.

✓ Para VRV II R22 o produto passou a ter composições em módulos. Os módulos


maiores de 14 e 16 HP tem 3 compressores, 1 de velocidade variável (inverter) e 2
de velocidade fixa (STD1, STD2). É possível a inibição do compressor inverter ou
STD2 ou STD1+STD2. Não é possível a inibição apenas do compressor fixo STD1.
Assim, para formar 30 HP por exemplo, com a mesma tubulação frigorifica, teremos
1 módulo condensador de 14 e outro de 16 HP. Neste caso, a inibição de
compressor terá de ser feita por módulo, portanto, isole este módulo e proceda as
inibições conforme demostrado a seguir:
aceso
LED’s amarelos
piscando

apagado

VRV I S. K este botão chama-se


“Wring Check”

Aperte e segure por 5 s botão BS1

Aperte 1 vez o botão BS2. Led pula (piscando) da


Aperte e solte “0” vezes o botão BS2 última casa (fábrica) para a casa da programação
desejada (penúltima)

Aperte 1 vez BS3 confirmando a penúltima


Aperte 1 vez o botão BS3 posição (desejada). Aperte + 1 vez BS3 para sair e
voltar ao “modo inicial”

de fábrica

Confira a disposição de LEDs desejado


Extraído Manual de Serviços VRV II R22 – página 144
COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO
COMPRESSOR INVERTER DE UM MÓDULO VRV II-R410A,
VRV III
CONDENSADOR - EMERGÊNCIA

✓ Para VRV I Série K sempre teremos um módulo condensador, de 5, 8 e 10 HP, sendo


que o de 5 HP tem apenas 1 compressor e esta demonstração de inibição de
compressor inverter ( para disponibilizar os outros) de emergência não é disponível.

✓ Para VRV II R22 o produto passou a ter composições em módulos. Os módulos


maiores de 14 e 16 HP tem 3 compressores, 1 de velocidade variável (inverter) e 2
de velocidade fixa (STD1, STD2). É possível a inibição do compressor inverter ou
STD2 ou STD1+STD2. Não é possível a inibição apenas do compressor fixo STD1.
Assim, para formar 30 HP por exemplo, com a mesma tubulação frigorifica, teremos
1 módulo condensador de 14 e outro de 16 HP. Neste caso, a inibição de
compressor terá de ser feita por módulo, portanto, isole este módulo e proceda as
inibições conforme demostrado a seguir:
aceso
LED’s amarelos
piscando

apagado

VRV I S. K este botão chama-se


“Wring Check”

Aperte e segure por 5 s botão BS1

Aperte 1 vez o botão BS2. Led pula (piscando) da


Aperte e solte 42 vezes o botão BS2 última casa (fábrica) para a casa da programação
desejada (penúltima)

Aperte 1 vez BS3 confirmando a penúltima


Aperte 1 vez o botão BS3 posição (desejada). Aperte + 1 vez BS3 para sair e
voltar ao “modo inicial”

Confira a disposição de LEDs de fábrica

Extraído Manual de Serviços VRV II R22 – página 144

Desejado, programado
Em resumo: Exceto para VRV IV Inova (página adiante), é possível inibir o compressor
inverter de um módulo seja qual for a geração. Note que para VRV II e III é possível inibir o
compressor Inverter OU os fixos STD1+STD2, OU somente o STD2. Não é possível inibir
somente o compressor fixo STD1, por motivos de equalização de óleo.

ATENÇÃO: Nos sistemas onde temos 2 ou 3 módulos condensadores, toda e qualquer


programação é feita somente no módulo Master ou Mestre.

Eng. João Agnaldo Ferreira - JFHN Com. e


129
Serv. Técnicos Eireli
COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DE
COMPRESSORES FIXOS STD 1,2 DE UM MÓDULO VRV II-R22
CONDENSADOR - EMERGÊNCIA

✓ Não se aplica ao VRV I Série K .

✓ Para VRV II R22 o produto passou a ter composições em módulos. Os módulos


maiores de 14 e 16 HP tem 3 compressores, 1 de velocidade variável (inverter) e 2
de velocidade fixa (STD1, STD2). É possível a inibição do compressor inverter ou
STD2 ou STD1+STD2. Não é possível a inibição apenas do compressor fixo STD1.
Assim, para formar 30 HP por exemplo, com a mesma tubulação frigorifica, teremos
1 módulo condensador de 14 e outro de 16 HP. Neste caso, a inibição de
compressor terá de ser feita por módulo, portanto, isole este módulo e proceda as
inibições conforme demostrado a seguir:

aceso
LED’s amarelos
piscando

apagado

Aperte e segure por 5 s botão BS1


Aperte 1 vez o botão BS2. O último led que
estava apagado (fábr.) acende piscando ( Inibição
compr. STD1 + STD2). Se eu apertar BS2
Aperte 19 vezes o botão BS2
novamente, o led da penúltima casa pisca (
Inibição de STD2).

Apertando BS3 na última (STD1+STD2) ou na


Aperte 1 vez o botão BS3 penúltima casa (STD2), eu confirmo a
programação desejada. Apertando novamente
BS3, retorna ao modo inicial.
Depois de apertar 19x (passo 2) os led’s ficam assim Depois de apertar BS3 você vai ficar assim

de fábrica
Inibe STD1 e 2
Inibe STD 2

Extraído Manual de Serviços VRV II R22 – página 144


(II) COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO
COMPRESSORES INVERTER DE UM MÓDULO
VRV IV
INOVA
CONDENSADOR – EMERGÊNCIA
VRV IV INOVA TODOS OS COMPRESSORES
SÃO DO TIPO INVERTER

Aperte BS1 por 5 s ou mais (Acesso ao


modo de configuração – veja pág. 120)

Aperte BS2 38 vezes

Aperte BS3 “return” 1 vez


Aperte BS2 “set” 2 vezes
para inibir o 2º inverter
do mesmo módulo

ou

Aperte BS2 “set” 1 vez

Aperte BS3 “return” 2 vezes

Aperte BS1 “Modo” 1 vez


(II) COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO VRV IV
COMPRESSOR INVERTER DE SISTEMAS MULTI INOVA

MÓDULOS MASTER/ESCRAVO 1,2 – EMERGÊNCIA


VRV IV INOVA TODOS OS COMPRESSORES SÃO DO TIPO INVERTER

Aperte BS1 por 5 s ou mais (Acesso ao


1 modo de configuração – veja pág. 120)

2 Aperte BS2 38 vezes

Módulo Principal (M)

Aperte 1 x BS2
3

Programação fábrica

4 Aperte 1 x BS2 ou Aperte 2 x BS2 ou Aperte 3 x BS2

Compr. 1 Inv inibido Compr. 2 Inv inibido Mód. Master Inibido

Aperte 2 x BS3
5
6
Para terminar aperte 1 x BS1
(II) COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO VRV IV
COMPRESSOR INVERTER DE SISTEMAS MULTI INOVA

MÓDULOS MASTER/ESCRAVO 1,2 – EMERGÊNCIA


VRV IV INOVA TODOS OS COMPRESSORES SÃO DO TIPO INVERTER

Aperte BS1 por 5 s ou mais (Acesso ao


1 modo de configuração – veja pág. 120)

2 Aperte BS2 39 vezes

Módulo Escravo I

Aperte 1 x BS2
3

Programação fábrica

4 Aperte 1 x BS2 ou Aperte 2 x BS2 ou Aperte 3 x BS2

Compr. 1 Inv inibido Compr. 2 Inv inibido Mód. Escr. I Inibido

Aperte 2 x BS3
5
6
Para terminar aperte 1 x BS1
(II) COMO PROGRAMAR A INIBIÇÃO DO VRV IV
COMPRESSOR INVERTER DE SISTEMAS MULTI INOVA

MÓDULOS MASTER/ESCRAVO 1,2 – EMERGÊNCIA


VRV IV INOVA TODOS OS COMPRESSORES SÃO DO TIPO INVERTER

Aperte BS1 por 5 s ou mais (Acesso ao


1 modo de configuração – veja pág. 120)

2 Aperte BS2 40 vezes

Módulo Escravo 2

Aperte 1 x BS2
3

Programação fábrica

4 Aperte 1 x BS2 ou Aperte 2 x BS2 ou Aperte 3 x BS2

Compr. 1 Inv inibido Compr. 2 Inv inibido Mód. Escr. 2 Inibido

Aperte 2 x BS3
5
6
Para terminar aperte 1 x BS1
TABELA DE AJUSTES DE CAPACIDADES DO
CONDENSADOR (PLACA PRINCIPAL SOBRESSALENTE)

Fonte:
Manual
Serviços
VRV
Inova
Daikin
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Conforme comentamos no início, estes 46 códigos de erro apresentados não


resolvem todos os problemas, mas, também conforme falamos antes, resolvem
quase a totalidade dos problemas apresentados nas instalações VRV Daikin.
Os códigos de erro são um guia poderoso na resolução de problemas, porém, o
fator humano vai ser considerado ao extremo, isto é, vai depender muito de como o
técnico lida com os erros apresentados e sua própria bagagem profissional.
Também é importante dizer que nem sempre os códigos de erro são apresentados,
às vezes temos sintomas apenas, por exemplo, sistema não esfria ou não esquenta
direito, está muito lento, apresenta ruídos estranhos, etc. Veja a seção de “códigos
de erro que não apresentam erros”, página 35 em diante.
A nossa experiência no ramo nos indica que a qualidade da instalação vai
determinar a vida útil dos equipamentos e o mais importante, vai determinar a carga
de problemas que uma instalação terá neste tempo de vida. Muitos clientes e
usuários às vezes desistem de uma marca ou produto em virtude dessa carga de
problemas, imputadas ao equipamento, mas, na verdade, a baixa qualidade da
instalação é a verdadeira responsável. Se pudéssemos dar um conselho aos
instaladores de sistemas VRV, certamente seria o de não economizar na qualidade,
tanto de materiais quanto de mão de obra.
Por fim, agradeço à aqueles que aqui chegaram, muitos trabalhos ainda estão por
vir.

Muito grato.

Eng. João Agnaldo Ferreira


Novembro de 2021

136
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Se encontrar erros de qualquer origem, por menor


que sejam, queira por gentileza entrar em contato
comigo. Isso vai possibilitar que a correção seja
feita e que você e os demais leitores não
interpretem de forma errada algum diagnóstico e
pior, tenha problemas em sua instalação.
Segue meu contato:

joao.agnaldo@terra.com.br
joaoagnaldo@jfhn.com.br

Eu agradeço muito!!

Abs

Eng. João Agnaldo Ferreira


Novembro de 2021

137

Você também pode gostar