Você está na página 1de 58

BANCO DE PATOLOGIA GERAL

Eu sei, tem um milhão de bancos de pato pra todos os lados... mas podem confiar que nesse arquivo estão
TODOS (eu catei tudo! As questões de provas sem identificação podem estar divididas por assunto) até a ATM 202 e
de forma organizada
Passem adiante o legado e continuem completando ele <3

Sumário MICOSES .............................................................. 51


BANCO DE PATOLOGIA GERAL .................................1
METAPLASIA E DISPLASIA .....................................52
P1 VIDE BULA .........................................................2
NEOPLASIAS ......................................................... 53
P2 – ATM A.............................................................3
LESÕES MELANOCÍTICAS ......................................56
P2 – ATM B .............................................................5
CA EPITELIAIS ...................................................... 57
P2 – ATM C.............................................................8
CA MESENQUIMAIS ...............................................58
P2 – ATM D ............................................................9
P2 – ATM 202 .......................................................11
P3 - ATM 171 ........................................................13
P3 - ATM 181 ........................................................14
P3 – ATM 202 .......................................................15
P4 – ATM 171 ......................................................17
P4 ........................................................................19
P4 – ATM 192 ......................................................19
P4 – ATM 201 .......................................................21
P4 – ATM 202 .......................................................22
EXAME ATM 181 ...................................................24
EXAME – ATM 191 .................................................26
EXAME – ATM 192 .................................................28
EXAME - ATM 201 .................................................31
EXAME – ATM 202 .................................................33
EXAME .................................................................33
PROVAS DESCONHECIDAS .....................................35
DEPOSIÇÕES CELULARES ......................................35
PIGMENTOS ..........................................................38
ALTERAÇÕES DE CRESCIMENTO ............................39
REGENERAÇÃO - REPARAÇÃO ................................41
CALCIFICAÇÕES ....................................................42
INFLAMAÇÕES ......................................................42
EDEMA .................................................................44
CONGESTÃO E HIPEREMIA ....................................45
HEMORRAGIAS ....................................................45
TROMBOSE ...........................................................46
EMBOLIA ..............................................................47
ISQUEMIA ............................................................48
INFARTO - INFARTAMENTO ....................................48
NECROSE .............................................................49
TUBERCULOSE ......................................................50
SÍFILIS .................................................................51
SIDA ....................................................................51
SARCOIDOSE ........................................................51

!1
P1 VIDE BULA

Wlad 7. Paciente cardiopata crônico e alérgico a


1. São exemplos de acúmulos intracelulares, analgésicos sofre uma queda de uma escada,
exceto: resultando numa fratura exposta da perna
a) Degeneração mucoide com perda de 15% do volume sanguíneo
b) Esteatose total. Após 5 dias de internação hospitalar e
c) Colesterolose compensado da hemorragia, identificou-se
d) Amiloidose foco de infecção na área da fratura. A partir
e) Glicogenose desta data evoluiu com sonolência
progressiva, agressividade e após 3 dias
2. Qual das moléculas citadas abaixo se associa entra em estado de coma. Faz-se o
a esteatose. diagnóstico de meningite, contudo, e apesar
a) Colesterol dos esforços, evoluiu para aumento
b) Hialino importante da pressão intracraniana e
c) Ácidos graxos hipotensão grave irreversível sem outros
d) Glicoproteínas sinais de infecção, resultando em óbito. Qual
e) Triglicerídeos a provável causa da morte?
a)Choque cardiogênico
3. Com relação às degenerações proteicas b)Choque neurogênico
analise as informações abaixo: c) Choque séptico
I-Células em anel de sinete resultam do acúmulo de d) Choque hipovolêmico
mucina intracitoplasmático e)Choque anafilático
II- A hiperceratose se caracteriza por acúmulo de
queratina com núcleos abortivos 8) Correlacione as colunas
III- O mixedema é um exemplo de degeneração a) Petéquia
Mixomatóide. b) Hematoma
a) I correta c) Epistaxe
b) I e III corretas d) Víbice
c) I e II corretas e) Sufusão
d) III correta ( ) Hemorragia Submucosa
e) II e III corretas ( ) Hemorragia formando neocavidade
( ) Hemorragia puntiforme
4. Q u a l d o s p i g m e n t o s e n d ó g e n o s e s t á ( ) Hemorragia das fossas nasais
associado à hipovitaminose D? ( ) Equimose linear
a) Bilirrubina conjugada
b) Hemossiderina 9) Após o infarto a necrose que se segue é
c) Ácido Homegentísico caracterizado por coagulação, exceto:
d) Melanina a) Encéfalo b) Pulmão c) Coração d)Baço
e) Lipofucsina e)Rim

5. Em relação à bilirrubina, V ou F: 10)São exemplos de diátese hemorrágica,
a) A Bb não conjugada tem ação antioxidante exceto:
b) A Bb não conjugada tem ação moduladora no a) Trombocitopenia b) Escorbuto c)Hemofilia
sistema imune A d)Fratura exposta e)Aplasia de medula
c) A Bb conjugada está envolvida na ocorrência de óssea
Kernictus
d) A Bb poderá produzir prurido Valéria:
e) A icterícia é o sinal clínico causado pela elevação A – A e C corretas B – B e D corretas C–
dos níveis plasmáticos de Bb acima de 35 µM/L e A, B e C corretas D – Somente D correta E–
sua deposição nos tecidos todas corretas

6. Paciente masculino com 55 anos de idade 1 – Com relação à congestão crônica hepática é
apresenta o quadro clínico indicativo de verdadeiro: 

hemossiderose e para confirmar a hipótese A – é decorrente da insuficiência cardíaca esquerda
diagnóstica será realizada uma biópsia 

hepática. Que coloração histológica terá mais B – são característicos os macrófagos com pigmentos
especificidade com o tratamento da patologia de melanina 

em questão. C – a hiperemia é maior na região periférica do lóbulo
a) Azul da Prússia hepático 

b) HE D – macroscopicamente tem aspecsto de noz moscada
c) PAS
d) Sudan 2 – Com relação ao estudo da patologia pode-se
e) Vermelho Congo afirmar que: 

A – a terapêutica e prevenção são aspectos estudados
!2

 A – pode acompanhar a necrose
B – as alterações morfológicas (macro e 

microscópicas) são aspectos bastante estudados 
 B – não reação inflamatória
C – a patologia especial estuda as alterações básicas
das doenças 
 C – não permite o vazamento de enzimar para fora
D – a etipatogenia que significa o agente etiológico e o 

mecanismo de desenvolvimento das alterações é D – acomete grande grupo de células
estudada
8 – Com relação a lesão células pode-se afirmar
3 – Com relação aos tipos de necrose, são que: 

aspectos relacionados: 
 A- anóxia é mais grave que isquemia
A – necrose liquefativa – furúnculo – pus C – por serem vitais o oxigênio e a glicose não
B – necrose isquêmica – infarto – arcabouço celular determinam lesão 

preservado 
 D – a perda do potencial de membrana possibilita
C – necrose caseosa – blastomicose – fosco, seco e saída de enzimas que podem ser dosadas no sangue
amarelado 
 indicando lesão
D – esteatonecrose – pancreatite – depósito de cálcio
9 – Com relação aos mecanismos de edema
4 – Com relação à necrose, pode-se afirmar que: pode-se afirmar que: 

A- diminuição da pressão coloidosmótica – doença
A –o citoplasma fica mais basofílico, isto é, tem mais renal 

afinidade com a hematoxilina 
 B –aumento da pressão hidrostática – insuficiência
B – a necrose caseosa tem um padrão característico cardíaca 

em pingo de vela 
 C –obstrução linfática – radioterapia em cadeia
C – a necrose isquêmica do SNC tem aspecto de ganglionar 

coagulação D – alteração da permeabilidade vascular – inflamação

5 – Com relação ao edema pulmonar agudo é 



verdadeiro: 10 – Com relação ao edema, pode-se afirmar
A – o pulmão fica aumentado de volume e peso que:
B – há fibrose no septo alveolar 
 B- anasarca é um tipo de edema que acomete só as
C – rosada em alvéolos e vias aéreas é característo
 cavidades corporais 

D – é tipicamente acompanhado de infiltrado agudo ... C –hidrotórax e ascite são sinônimos
D – podem ser sistêmicos ou localizados
6 – Com relação a apoptose é verdadeiro:

P2 – ATM A

Questões de escolha múltipla conforme chave de d)Teratoma é uma neoplasia caracterizada pela
respostas: formação de diversos tipos de tecido
a)A e C corretas
b)B e D corretas 03. Com relação à inflamação aguda é
c)A, B e C corretas verdadeiro:
d)Somente D correta a)Tem curta duração
e)Todas corretas b)Poder ter diversos padrões *Normalmente é
estereotipada
01.Com relação a inflamação é verdadeiro: c)Neutrófilos é o tipo de célula predominante
a)É uma resposta dos tecidos vascularizados à lesão d)Linfócitos são células características *Neutrófilos
b)Agentes físicos, químicos e biológicos são causas de são células características
resposta inflamatória
c)Podem ser classificadas como aguda ou crônica
d) Dor, calor, tumor, rubor e impotência funcional são 04. Com relação aos mediadores químicos da
sinais cardinais inflamação é verdadeiro:
a) C3b é uma opsonina
02.Com relação as neoplasias é verdadeiro: b) C5a e C3a aumentam a permeabilidade vascular
a)Hamartoma é um resto ectópico de tecido c) Leucotrieno B4 é um fator quimiotático
*Coristoma é um resto ectópico de tecido d) Histamina aumenta a permeabilidade vascular
b)Pólipo é um termo utilizado para lesão neoplásica ou
não neoplásica
c)Papiloma é lesão caracterizada pela formação de 05.Com relação à inflamação é verdadeiro:
cavidades císticas *Cavidades císticas com papilas a) Estase significa a posição periférica assumida pelos
dentro? leucócitos no interior dos vasos (Estase significa o
fluxo lento)

!3
b) Opsoninas são substâncias que aumentam a b) São sempre vermelhos
permeabilidade vascular (Opsoninas marcam c) Margens imprecisas indicam oclusão venosa
microorganismos) d) A necrose no infarto é do tipo coagulação-
c) Edema é sempre um acúmulo de líquido com hemorrágica
densidade superior a 1020 (Edema pode ser tanto
exsudato como transudato) 12.De maneira geral os infartos do rim e do
d) Quimiotaxia é uma migração orientada por um baço:
gradiente químico a)São brancos
b)São produzidos por embolia a partir de trombose do
06.Com relação à nomenclatura dos tumores é átrio direito
verdadeiro: c)São na evolução bem demarcados, cuneiformes
a)Oma é um sufixo que designa neoplasia maligna
(benigna) 13. No choque hipovolêmico é verdadeiro:
b)Carcinoma é o termo utilizado para neoplasias a) A necrose da mucosa no colon esquerdo é de
malignas mesenquimais (epiteliais ou ocorrência habitual
parenquimatosas. Sarcoma é usado para neoplasias b) A necrose do colon ocorre por hipoperfusão
malignas mesenquimais) esplâncnica e é denominada de enterocolopatia
c)O termo câncer designa somente neoplasia maligna hemorrágica (isquêmica)
de origem epitelial (carcinoma. Câncer é um termo c) No fígado a região mais vulnerável à isquemia é a
generalizado) região pericentrolobular
d)Lipoma é uma neoplasia benigna constituída por d) No rim os glomérulos são os primeiros a sofrerem
adipócitos necrose

07.Com relação ao reparo é verdadeiro: 14. Em relação a inflamação crônica inespecífica


a)Quando a lesão não atinge a derme a regeneração é verdadeiro:
epitelial não deixa sequelas (pode deixar sequelas a) É comum a vários agentes (causas) de inflamação
sim) b) Apresenta granuloma como unidade básica
b)As lesões dos hepatócitos nunca se resolvem por (Granuloma é a unidade básica da inflamação crônica
regeneração (células hepáticas são estáveis, específica)
conseguem se regenerar se necessário) c) Linfócitos e plasmócitos são células comuns
c)Na maioria das vezes o reparo associa regeneração d) Formação de abscessos (é um evento comum)
com fibroplasia (Formação de abcessos é uma característica do
d)Os miócitos cardíacos regeneram-se só quando exsudato purulento, frequente igualmente em agudas
lesados (regeneram-se dificilmente e quando o fazer, e crônicas)
perdem a função)
15. As inflamações específicas se caracterizam
08. Com relação ao tecido de granulação é por:
verdadeiro: a) Quadro microscópico que lembra o agente (causa)
a) O marco da cicatrização é o tecido de granulação b) Granuloma é um componente frequente
b) Tem aspecto brilhante, granular e avermelhado c) São também chamadas granulomatosas
c) Neovascularização é característica d) Neutrófilos e eosinófilos são elementos obrigatórios
d) Células gigantes tipo corpo estranho são comuns (Neutrófilos, plasmócitos, eosinófilos e necrose central
são elementos alternativos)
09. São neoplasias benignas
a)Lipoma 16. A evolução do cancro duro da Lues é:
b)Hepatoma - exceção, assim como seminoma e a)“cura” espontânea
melanoma b)Formação de fístula
c)Leiomioma c)Produzir uma adenopatia (Linfonodomegalia) satélite
d)Seminoma - exceção d)Evoluir para gangrena local

10. Com relação a cicatrização é verdadeiro:


a) A cicatrização por 2a intenção tem margens apostas 17.São próprios da sífilis terciária:
e suturada a)Determinar lesões anos após o cancro duro de
b) A cicatrização por 2a intenção tem maior processo inoculação
inflamatório b)Aneurismas ocorrem em geral na aorta torácica
c) A cicatrização por 1a intenção tem maior contração c)Lesões cardiovasculares (aneurismas) são as mais
da ferida frequentes
d) Fatores locais como contaminação bacteriana, d)Sistema nervoso é um sítio que pode ser acometido
tamanho e localização condicionam a cicatrização
18.São componentes do granuloma da
11. Em relação aos infartos intestinais tuberculose:
afirmamos: a)Necrose caseosa
a) Uma margem bem demarcada indica oclusão b)Células epitelioides
arterial c)Células gigantes

!4
d)Orla de linfócitos e fibroblastos c)Os grânulos correspondem a granulomas
d)Ocorre disseminação sistêmica, comprometendo
19. Na tuberculose miliar: muitos órgãos
a)O pulmão é sempre envolvido
b)Pode ocorrer a partir da má evolução do complexo
primário

P2 – ATM B

1) Em relação às patologias em tela, pode-se b) prevenção e patogenia


dizer que é verdadeiro ou falso: c) alterações estruturais e quadro clínico
1 - empiema é o acúmulo de pus na cavidade natural d) terapêutica e morfologia
v
2 - abcesso é o acumulo de pus na cavidade pre- 6) Com relação ao edema pode-se afirmar que:
existente f a) ascite é o acúmulo de líquido no espaço pleural,
3 - celulite é o acúmulo de pus no interstício v também chamado de derrame pleural
4 - os exudatos serosos são ricos em fibrina f b) no edema agudo de pulmão é típica a liberação de
5 - a principal célula do granuloma é o linfócito líquido bolhoso e rosado
c) no cérebro os giros ficam estreitados e os sulcos
2) Em relação às patologias em tela, pode-se alargados
dizer que é verdadeiro ou falso: d) pode ser um processo letal ou assintomático
1 - a radiologia tipo "asa de borboleta" é típica da
aspergilose F 7) Com relação aos tipos de necrose, são fatores
2 - o fungo da cromomicose se localiza fora das zonas relacionados:
de abscesso a) necrose liquefativa - furúnculo - pus
3 - a cromomicose cutânea apresenta, tipicamente, b) necrose isquêmica - infarto - aspecto coagulado
granulomas torpes c) esteatonecrose - pancreatite - depósito de cálcio
4 - o fungo da esporotricose é usualmente inoculado d) necrose caseosa - blastomicose - aspecto de massa
através de ferimento cutâneo de queijo
5 - a principal via de inoculação da
paracoccidiodomicose é oral 8) com relação ao edema é verdadeiro:
a) insuficiência cardíaca - localizado - aumento da
3) Correlacione a coluna da esquerda com a da pressão hidrostática
direita b) glomerulopatia - sistêmico - aumento da pressão
( )Corpusculo de councilman 1 apoptose coloidosmótica do plasma
( )Corpúsculo de mallory 5 endocitose c) inflamação - sistêmico - alteração da permeabilidade
excessiva de proteínas vascular
( )Corpúsculo de russel 4 agressão de d) filariose - localizado - diminuição da drenagem
macrófagos linfática
( )Degeneração hialina chagásica 3 acúmulo
excessivo IGs 9) acúmulo de líquido no interstício com alto
( )Degeneração hialina tubular 2 peroxidação teor de proteína é chamado de:
de queratina EXUDATO
10. Com relação à anaplasia e diferenciação é
4) Pcte 55 anos, hipertenso, portador de verdadeiro:
fibrilação atrial crônica, apresentou quadro de A. Lesão benigna pode ou não ser bem diferenciada
acidente vascular encefálico há 5 meses por B. Anaplasia tende a ser maior quanto menor for a
tromboembolismo. Atualmente apresenta diferenciação tumoral
hemiplegia à esquerda. A eco do coração C. Quanto maior diferenciação, maior a agressividade
revelou trombos murais na parede do átrio tumoral esperada
esquerdo, bem como a tomo atual revelou lesão D. Mitoses atípicas, macronucleose, macronucleolose e
cavitária com 3cm de diâmetro na base do lobo células gigantes tumorais são características da perda
parietal direito. Ao considerar as informações de diferenciação
disponíveis, analise as assertativas seguintes:
1 - a gliose que delimita a lesão cerebral, resulta da 11. Com relação às neoplasias é verdadeiro:
proliferação da micróglia. A. A principal característica de malignidade é a
2 - a necrose cerebral ocorrerá, possivelmente por metástase
liquefação B. Sarcoma tem como preferencial via de disseminação
3 - o trombo-embolo atingiu o encéfalo através da a hematogênica
corrente sanguínea arterial. C. Ausência de cápsula não necessariamente indica
malignidade
5) São aspectos das doenças estudados pela D. Um tumor benigno pode crescer rapidamente e um
patologia: maligno lentamente, mas costuma-se observar o
a) etiologia e patogenia inverso

!5
d) a contração do ferimento ocorre da deposição de
12. Com relação à nomenclatura dos tumores células musculares lisas e é mais evidente na
pode-se afirmar que: cicatrização por 2da intenção F
A. Corsitoma e hematoma não são neoplasias
B. Tumor misto é melhor designado como adenoma 19) com relação aos eventos celulares da reação
pleomórfico inflamatória aguda é verdadeiro:
C. Seminoma e linfoma são neoplasias malignas a) a migração orientada em direção a um fator de
D. Adenoma é uma neoplasia benigna e teratoma pode atração é conhecida como diapedese F
ser tanto benigno quanto maligno b) entende-se por opsonização a ligação do leucócito
13. São características das células tumorais: com o agente agressor F
c) a marginação e rolamento desenvolvem-se pelo
A. Heterogeneidade tumoral deve-se a origem aumento da permeabilidade vascular F
policlonal da maioria dos tumores d) durante a fagocitose pode ocorrer o extravazamento
B. Entende-se por progressão tumoral o crescimento de enzimas líticas para fora do vacúolo autofágico V
do tumor
C. Capacidade restrita de proliferação e 20) Um exame preventivo de uma mulher de 30
envelhecimento precoce anos de idade mostrou céls atípicas. A biopsia
D. Capacidade de promover angiogênese da cérvice revela céls epiteliais escamosas com
aumento do tamanho do núcleo, pleomorfismo e
14. Com relação à inflamação aguda pode-se diminuição do citoplasma. A hibridização in situ
afirmar: revela infecção por papilomavírus humano
A. Contração de células endoteliais e lesão (hpv). Qual das seguintas adaptações à lesão
determinada pelos leucócitos são mecanismos de crônica descreve essas alterações no epitélio da
aumento da permeabilidade cérvice?
B. A vasodilatação e a transudação são eventos a) hiperplasia
característicos b) atrofia
C. Estase significa fluxo sanguíneo lento c) hipertrofia
D. A marginação típica é caracterizada pela disposição d) displasia V
periférica na luz vascular das hemácias e) metaplasia

15) com relação à proliferação tumoral pode-se 21) um paciente de 34 anos de idade com
afirmar que: pneumonia pneumocócica desenvolve derrame
a) a maioria dos cânceres não é genética V pleural direito. O líquido pleural é turvo,
b) o ca de mama não é genético na maioria das vezes, apresenta densidade alta e contém grande
mas tem predileção familiar V quantidade de leucócitos polimorfonucleares.
c) as influências ambientais são exemplificadas por Qual das seguintes alterações melhor
fumo, alcool e radiação V caracteriza o derrame?
d) cânceres familiares desenvolvem-se mais a) exsudato fibrinoso
tardiamente com um curso menos agressivo F b) transudato
c) exsudato serosanguinolento
16) são complicações da cicatrizaçã/o d) linfedema
a) contraturas V e) exsudato purulento V
b) cicatriz hipertrófica V
c) quelóide V 22) uma mulher de 43 anos de idade refere
d) aderências fibrinosas F sangramento menstrual excessivo e dor pélvica
há 8 semanas. Ela usa DIU como método de
17) com relação ao tecido de granulação pode- anticoncepção. A biopsia endometrial revela
se afirmar que: excesso de plasmócitos e macrófagos no interior
a) as características macroscópicas são devidas a do estroma uterino e folículos linfoides
disposição colagênica F dispersos. A presença dessas células no estroma
b) significa que o processo de cicatrização está se é mais característico de qual das seguintes
desenvolvendo V alterações?
c) caracteriza-se por proliferação de vasos, fibroblastos a) inflamação granulomatosa
e células gigantes histiocíticas F b) inflamação aguda
d) é granular, avermelhado e edematoso V c) atrofia
d) inflamação crônica
18) com relação ao reparo pode-se afirmar que : e) tecido de granulação
a) cicatrização depende da deposição de tecido
conjuntivo na área lesada V 23) homem com aids é internado por referir há
b) a regeneração tende a se desenvolver toda vez que 3 semanas dor torácica e falta de ar. O rx de
o arcabouço de sustentação for lesado F tórax revela nódulos bilaterais nos pulmões. A
c) a cicatrização e regeneração ocorrem juntas na foto abaixo resulta de uma biopsia de pulmão
maioria das vezes V guiada por tc. A área no centro da figura deriva

!6
mais provavelmente de qual das células d) hanseníase dimórfica
inflamatórias? e) doença da arranhadura de gato
a) macrófagos V
b) céls endoteliais 29) jovem de 16 anos de idade refere lesão
c) miofibroblastos genital conforme a imagem abaixo (lesão
d) miócitos lisos peniana ulcerada - sifilis). O examinador
e) basófilos percebeu que é uma lesão ulcerada de base
firme e localizada no sulco balanoprepucial. Em
24) correlacione a coluna esquerda com a relação a presente descrição, analise as
direita: informações a seguir:
1- lesão tuberculosa pulmonar isolada 4 escrófula a) nesta fase da patogenia não há contaminação F
2- fusão de macrófagos 3 febre, b) vdrl positivo e ftaabs negativo, firmam o diagnóstico
inapetência, perda de peso de sífilis F
3 - interleucina e fator de necrose tumoral 1 foco de c) pode-se fazer o diagnóstico a partir da visualização
gohn microscópica em campo escuro de treponemas corados
4 - supuração cutânea por tbc 5 complexo de com prata V
ranke
5 - linfonodo visível à radiografia 2 cels de 30) com relação à apoptose pode-se afirmar
langhans que:
a) desencadeia reação inflamatória F
25) Na tuberculose primária, qual o componente b) a membrana citoplasmática fica com alteração da
do bacilo promove a reação exudativa atraindo permeabilidade precocemente F
macrófagos e neutrófilos? c) há heterólise no processo F
a) proteína d) formam-se corpos apoptóicos que são fragmentos
b) lipídio do núcleo e citoplasma envoltos por membrana
c) carboidrato V
d) toxina 31) com relação à congestão passiva crônica
e) ácido hepática pode-se afirmar:
a) o órgão fica com aspecto de carne de peixe F
26) mulher de 22 anos e de baixo nível b) a região central do lobo fica escurecida com
socioeconomico refere que há 4 meses possível extravazamento de hemácias V
apresenta falta de ar, tosse, olhos ressecados, c) é típico o encontro das células da insuficiência
perda de peso, e indisposição. Ao rx de tórax se cardíaca F
observam linfadenites pulmonares bilaterais. A d) pode ocorrer esteatose, mais típica na região
pesquisa de baar no escarro foi negativa. A periférica do lobo V
partir do exposto, deve-se esperar dessa
patologia as seguintes características, EXCETO: 32) Qual dos tumores de ovário listados abaixo,
a) formam-se granulomas caseosos V têm maior associação com a hiperplasia e
b) desproporção na contagem diferencial entre cd4 e carcinoma de endométrio:
cd8 a) Disgerminoma
c) maior prevalência no sexo feminino b) Androblastoma
d) o pulmão é o órgão mais afetado c) Tumor de Brenner
e) em 100% dos casos há evolução com danos d) Tumor do seio endodérmico
progressivos. e) Tecoma V
33) São condições precedentes para o
27) A paciente da questão anterior se submeteu adenocarcinoma de endométrio exceto:
a uma biopsia de linfonodo axilar, a qual se a) Hiperplasia endometrial
reproduz na foto abaixo. A partir da imagem, b) Estrogenoterapia
qual seu diagnóstico? c) Multiparidade V
a) corpúsculo asteroide d) Hipertensão arterial
b) corpúsulo de councilman e) Diabetes Mellitus
c) corpúsculo de schaumann
d) célula de cajal 34) Jovem, 16 anos, refere lesão genital
e) célula perisinusoidal conforme a imagem abaixo. O examinador
perceber que é uma lesão ulcerada de base
28) lesões cutâneas hipocrômicas de membros firme e localizada no sulco balano prepucial. Em
inferiores, hipoestésicas, revelando granulomas relçao a presente decrição, analise:
e que na coloração de ziel-nilsen permitem
visualizar poucos bacilos acido-alcool I. Nesta fase da patologia nao há
resistentes, tem como melhor hipótese contaminação
diagnóstica:
II. II- VDRL + E FTAabs – firmam o
a) hanseníase tuberculoide V
diagnóstico de sífilis.
b) sarcoidose
c) tuberculose de órgão isolado

!7
III. III- Pode-se fazer diagnóstico a partir da R: Apenas III
visualização microscópia em campo escuro
de treponema corado com prata

P2 – ATM C

1)Com relação a anaplasia e diferenciação é V: B) O cancer de mama nao é genético na maioria das
A) Lesao benigna pode ou nao ser bem diferenciado
 vezes, mas tem predileção familiar
B) Anaplasia tende a ser maior quanto menor for a C) As influências ambientais sao exemplificadas por
diferenciação tumoral
 fumo, alcool e radiação
C) Quanto maior diferenciação maior a agressividade D) Canceres familiares desenvolvem-se mais
tumoral esperad
 tardiamente com um curso menos agressico
D) Mitoses atipicias, macronucleose, macronucleolose R: A,B e C
e cél. Gigantes tumorais sao caracteristicas de perda
de diferenciação
 7) Com relação as neoplasias é verdadeiro:
R: B e D a)Hamartoma é um resto ectópico de tecido
b)Pólipo é um termo utilizado para lesão neoplásica ou
2) Com relação as neoplasia é verdadeiro: não neoplásica
A) A principal caracteristica de malignidade é a c)Papiloma é lesão caracterizada pela formação de
metástase cavidades císticas
B) Sarcoma tem como preferencial a via de d)Teratoma é uma neoplasia caracterizada pela
disseminação hematogenica formação de diversos tipos de tecido
C) A ausência de cápsula não necessariamente indica Resposta: B (B e D)
malignidade
D) Um tumor benigno pode crescer rapidamente 8) Com relação à nomenclatura dos tumores é
enquanto um umor maligno pode crescer lentamente, verdadeiro:
mas costuma-se observar o inverso a)Oma é um sufixo que designa neoplasia maligna
1) A, B C e D b)Carcinoma é o termo utilizado para neoplasias
malignas mesenquimais
3) Com relação a nomenclatura de tumores c)O termo câncer designa somente neoplasia maligna
A) Coristoma e hamartoma nao sao neoplasia de origem epitelial
B) Tumor misto é melhor designado como adenoma d)Lipoma é uma neoplasia benigna constituída por
pleomórfico adipócitos
C)Seminoma e linfoma sao neoplasia malignas Resposta D
D) Adenoma é uma neoplasia benigna e teratoma
pode ser tanto benigno quanto maligno 9) São neoplasias benignas
R) A, B, C e D a)Lipoma
b)Hepatoma
c)Leiomioma
4) São características das cél. Tumorais: d)Seminoma
Resposta A (A e C)
A) A heterogenicidade tumoral deve-se a origem
policlonal da maioria dos tumores 10) São complicações da cicatrização

B) Entende-se por progressão tumoral o crescimento A) Contraturas

do tumor B) Cicatriz hipertrófica

C) Capacidade restrita de proliferação e C) Quelóide

envelhecimento precoce D) Aderencias fibrinosas

D) Capacidade de promover angiogenese R: A, B e C

R: D
11) Com relação ao tecido de granulação pode-
5) Com relação a inflamação aguda pode-se se afirmar que:

afirmar
 A) As caracteristicas macroscópicas são devidas a
A) Contração de células endoteliais e lesão deposição colagenica

determinada pelos leucócitos são mecanismos que B) Significa que o processo de cicatrização esta se
aumenta a permeabilidade
 desenvolvendo

B) A Vasodilaççao e a transudação sao eventos C) Caracteriza-se por proliferação de vasos,
característicos
 fibroblastos e cel. gigantes histiocíticas

C) Estase significa fluxo sanguineo lento
 D) É granular, avermelhado e edematoso

D) Marginação típica é caracterizada pela posição R: B e D

periférica na luz vascular das hemácias
 

R: A e C 12) Com relação ao reparo pode-se afirmar que:

A) A cicatrização depende da deposição de tecido
6) Com relação a proliferação tumoral pode-se conjuntivo na area lesada

afirmar que: B) A regeneração tende a se desenvolver toda vez que
A) A maioria dos canceres nao é genetico o arcabouço de sustentação for lesado

!8
C) A cicatrização e regeneração ocorrem juntas na atração é conhecido como diapedese

maioria das vezes
 B) Entende-se por opsonização a ligação do leucócito
D) A contração do ferimento decorre da deposição de com o agente agressor

cel. musculares lisas e é mais evidente n CIC. Por 2º C) A marginação e rolamento desenvolvem-se pelo
intenção.
 aumneto da permeabilidade vascular

R: A e C
 D) Durante a fagocitose pode ocorrer o

 extravasamento de enzimas líticas para fora do vacúolo
13) Com relação aos eventos celulares da autofágico

reaçao inflamatória aguda é V:
 R: D
A) A migração orientada em direção a um fator de

P2 – ATM D

1)O erro no cresimento local onde um tecido 7)7. Imagem + granulomas não caseosos
normal de determinado órgão crescendo em (duros), sem necrose central, não
sítio que normalmente não é encontrado (Ex. fusionados. O que é?
proliferação de cartilagem no pulmão longe da
parede brônquica) é definido como: 8)8. Algo sobre TB, reação exsudativa e como
a)Hamartia (tec que se desenvolve focalmente mas resposta
não é organizado)
b)Coristia (tec onde não deveria estar porém 9)Cite os fatores que condicionam a cicatrização
pertencente ao mesmo órgão) (locais e sistêmicos)
c)Ectopia (tecido normal em outra topografia)
d)Displasia 10)Cite as principais características das
e)Metaplasia neoplasias malignas

2)Em relação às patologias em tela, pode-se 11)Com relação à hiperemia é verdadeiro:


dizer que é verdadeiro ou falso a)O órgão fica mais pesado com porejamento de
a)Empiema é o acumulo de pus em cavidade natural sangue
b)Abscesso é o acumulo de pus em cavidade pré- b)O órgão pode ficar azulado ou arroxeado
existente dependendo da causa
c)Celulite é o acúmulo de pus no interstício c)Pode ocorrer atrofia tecidual decorrente do processo
d)Os exsudatos serosos são ricos em fibrinas d)Pode ser um processo localizado ou sistêmico
e)A principal célula do granuloma é o linfócito
3)Em relação às patologias em tela, pode-se 12)Um exame preventivo de uma mulher de 30
dizer que é verdadeiro ou falso anos de idade mostra células atípicas. A
a)A radiologia tipo "asa de borboleta" é típica da biópsia da cérvice revela células epiteliais
aspergilose escamosas com aumento do tamanho do
b)O fungo da cromomicose se localiza fora das zonas núcleo, pleomorfismo e diminuição do
de abscesso citoplasma. A hibridização in situ revela
c)A cromomicose cutânea apresenta tipicamente infecção por HPV. Qual das seguintes
granulomas torpes adaptações à lesão crônica descreve essas
d)O fungo da esporotricose é usualmente inoculado alterações no epitélio da cérvice?
através de ferimentos cutâneos a)Hiperplasia
e)A principal via de inoculação da paracoccideomicose b)Atrofia
é oral c)Hipertrofia
4)Médica veterinária de 24 anos de idade , d)Displasia
lesões pápulo-pustulosas pela mão . Laudo e)Metaplasia
patológico após biópsia: zona central
supurativa, células gigantes e fungo com 13)Um paciente de 34 anos de idade, com
forma asteróide. Qual o diagnóstico? pneumonia pneumocócica, desenvolve
a)Tuberculose derrame pleural direito. O líquido pleural é
b)Esporotricose turvo, apresenta alta densidade, e contém
c)Sarcoidose grande quantidade de leucócitos
d)Paracoccideomicose polimorfonucleados. Qual das seguintes
e)Cromomicose alterações melhor caracteriza esse derrame?
a)Exsudato fibrinoso
5)Imagem de algum sinal clínico da sarcoidose b)Transudato
a)lembrar, granulomas não caseosos (duros) sem c)Exsudato serosanguinolento
necrose central, não fusionados d)Linfedema
e)Exsudato purulento
6)Algo sobre TB, reação exsudativa e como
resposta CARBOIDRATOS 14)Uma mulher de 43 anos de idade refere
sangramento menstrual excessivo e dor
pélvica há 8 semanas. Ela usa DIU como
!9
método anticoncepção. A biópsia endometrial e)Célula perisinusoidal
revela excesso de plasmócitos e macrófagos
no interior do estroma uterino e folículos 20)Lesões cutâneas hipocrômicas de membros
linfóides dispersos. A presença dessas células inferiores, hipoestéticas, revelando
no estroma é mais característico se qual das granulomas e que na coloração de Ziel Niessen
seguintes alterações? permitem visualizar poucos bacilos alcool
a)Inflamação granulomatosa ácidos resistentes, tem como melhor hipótese
b)Inflamação aguda diagnóstica?
c)Atrofia a)Hanseníase Tuberculóide
d)Inflamação Crônica b)Sarcoidose
e)Tecido de granulação c)Tuberculose de órgão isolado
d)Hanseníase dimórfica
15)Homem com AIDS é internado por referir há e)Doença da arranhadura do gato
3 semanas dor torácica e falta de ar. O RX de
tórax revela nódulos bilaterais dos pulmões. A 21)Mostra foto de cancro no pênis de 16 anos
fotografia abaixo resulta de uma biópsia de a)Nesta fase da patogenia não há contaminação
pulmão guiada por TC. A área no centro da b)VDRL positivo e FTAabs negativo, firmam o
figura deriva mais provavelmente de qual das diagnóstico de sífilis
células inflamatórias? (mostra figura de célula c)Pode-se fazer o diagnóstico a partor da visualização
gigante) microscópica de campo escuro de treponemas
a)Macrófago corados com prata
b)Células endoteliais
c)Miofibroblastos 22)Associe
d)Miócitos lisos a)Corpúsculo de Councilman - Apoptose
e)Basófilos b)Corpúsculo de Mallory - Peroxidação da queratina
c)Corpúsculo de Russel - Acúmulo excessivo de IG's
16)Correlacione as colunas d)Degeneração hialina chagásica - agregação de
a)ESCRÓFULA - Supuração cutânea po TB macrófagos
b)Febre, inapetência, perda de peso - Interleucina e e)Degeneração hialina tubular - endocitose excessiva
fator de necrose tumoral de proteínas
c)Foco de Gohn - Lesão tuberculosa pulmonar isolada
d)Complexo de Ranke - Linfonodo visível à radiografia 23)Com relação à anaplasia e diferenciação é
e)Células de Langhans - Fusão de macrófagos verdadeiro
a)Lesão benigna pode ou não ser bem diferenciada
17)Na tuberculose primária qual componente do b)Anaplasia tende a ser maior quanto menor for a
bacilo promove a reação exsudativa, atraindo diferenciação tumoral
macrófagos e neutrófilos c)Quanto maior a diferenciação maior a agressividade
a)Proteína tumoral esperada
b)Lipídio d)Mitoses atípicas, macronucleose e células gigantes
c)Carboidratos t u m o ra i s s ã o c a ra c t e r í s t i c a s d a p e r d a d e
d)Toxina diferenciação
e)Ácido
24)Com relação às neoplasias é verdadeiro:
18)Mulher de 23 anos de idade e de baixo nível a)A principal característica de malignidade é a
socioeconômico, com tosse há 4 meses, rX com metástase
linfadenopatia pulmonar bilateral e com b)S a r c o m a t e m c o m o p r e fe r ê n c i a a v i a d e
cultura de escarro negativa para BAAR. Deve- disseminação hematogênica
se esperar na patologia as seguintes c)A ausência de cápsula não necessariamente indica
características, exceto malignidade
a)Formam-se granulomas caseosos d)Um tumor benigno pode crescer rapidamente
b)Desproporção na contagem entre CD4 e CD8 enquanto um tumor maligno pode crescer
c)Maior prevalência no sexo feminino lentamente, mas costuma-se observar o inverso
d)O pulmão é o órgão mais afetado
e)Em 10% dos casos há evolução com danos 25)Com relação a nomenclatura dos tumores
progressivos pode-se afirmar que:
a)Coristoma e hematoma não são neoplasias
19)A paciente da questão anterior submeteu-se b)Tumor misto é melhor designado como adenoma
a uma biópsia de linfonodo axilar, a qual se pleomórfico
reproduz uma fotografia abaixo. A partir da c)Seminoma e linfoma são neoplasias malignas
imagem qual seu diagnóstico? d)Adenoma é uma neoplasia benigna e teratoma pode
a)Corpúsculo Asteróide ser tanto maligno quanto benigno
b)Corpúsculo de Counchilman
c)Corpúsculo de Schaumann 26)São característicos das células tumorais:
d)Célula de Cajal

!10
a)A heterogeneidade tumoral deve-se a origem
policional da maioria dos tumores 30)Com relação ao tecido de granulação pode-
b)Entende-se por progressão tumoral o crescimento do se afirmar que:
tumor a)As características macroscópicas são devidas a
c)Capacidade restrita de proliferação e envelhecimento deposição colagênica
precoce b)Significa que o processo de cicatrização está se
d)Capacidade de promover angiogênese desenvolvendo
c)Caracteriza-se por proliferação de vasos, fibroblastos
27)Com relação à inflamação aguda pode-se e células gigantes histiócitas
afirmar que d)É granular, avermelhado e edematoso
a)Contração das células endoteliais e lesão
determinada pelos leucócitos são mecanismos de 31)Com relação ao reparo pode-se afirmar que:
aumento da permeabilidade a)A cicatrização depende da deposição de tecido
b)A vasodilatação e a transdução são eventos conjuntivo na área lesada
característicos b)A regeneração tende a se desenvolver toda vez que
c)estase significa fluxo sanguíneo lento o arcabouço de sustentação for lesado
d)A marginação típica é caracterizada pela disposição c)A cicatrização e regeneração ocorrem juntas na
periférica na luz vascular das hemácias maioria das vezes
d)A contração do ferimento decorre da deposição de
28)Com relação a proliferação tumoral pode-se células musculares lisas e é mais evidente na CIC por
afirmar que: 2ª intenção
a)A maioria dos cânceres não é genética (herança de
um gene) 32)Com relação aos eventos celulares da reação
b)O câncer de mama não é genético na maioria das inflamatória aguda é verdadeiro:
vezes, mas tem predisposição familiar a)A migração orientada em direção a um fator de
c)As influências ambientais são influenciadas por fumo, atração é conhecido como diapedese
álcool e radiação b)Entende-se por opsonização a ligação do leucócito
d)C â n c e r e s fa m i l i a r e s d e s e n v o l v e m - s e m a i s com o agente agressor
tardiamente com um curso menos agressivo c)A marginação e o rolamento desenvolvem-se pelo
aumento da permeabilidade vascular
29)São complicações da cicatrização d)Durante a fagocitose pode ocorrer o extravasamento
a)Contraturas de enzimas líticas para fora do
b)Cicatriz hipertrófica e)vacúolo autofágico
c)Quelóide
d)Aderências fibrinosas
P2 – ATM 202

Questões de escolha múltipla conforme chave de c. A marginação e o rolamento desenvolvem-se pelo


respostas aumento da permeabilidade vascular
A. A e C corretas d. Durante a fagocitose pode ocorrer o
B. B e D corretas extravasamento de enzimas líticas para fora do vacúolo
C. A, B e C corretas autofágico
D. Somente D correta
E. Todas corretas 03. Com relação ao reparo pode-se afirmar que:
a. A cicatrização depende da deposição de tecido
01. Com relação à inflamação aguda, pode se conjuntivo na área lesada
afirmar que: b. A regeneração tende a se desenvolver toda vez que
a. Contração das células endoteliais e lesão o arcabouço de sustentação for lesado
determinada pelos leucócitos são mecanismos de
c. A cicatrização e regeneração ocorrem juntas na
aumento da permeabilidade
maioria das vezes
b. A vasodilatação e a transdução são eventos
característicos d. A contração do ferimento decorre da deposição de
células musculares lisas e é mais evidente na CIC por
c. Estase significa fluxo sanguíneo lento
2ª intenção
d. A marginação típica é caracterizada pela disposição
periférica na luz vascular das hemácias
04. Com relação ao tecido de granulação pode-
se afirmar que:
02. Com relação aos eventos celulares da reação
inflamatória aguda é verdadeiro: a. As características macroscópicas são devidas a
deposição colagênica
a. A migração orientada em direção a um fator de
atração é conhecida como diapedese b. Significa que o processo de cicatrização está se
desenvolvendo
b. Entende-se por opsonização a ligação do leucócito
com o agente agressor c. Caracteriza-se por proliferação de vasos, fibroblastos
e células gigantes histiócitas

!11
d. É granular, avermelhado e edematoso 3. Paciente de 55 anos, masculino, morador de
rua, apresenta quadro de tosse produtiva há
05. Com relação a regeneração pode se afirmar dois meses; há três semanas refere
que emagrecimento, febre, calafrios e hemoptise
a. As células tronco somáticas (ou do adulto) paroxística. A radiografia revela lesões
apresentam potencial proliferativo amplo podendo cavitárias em ápices pulmonares. Ao considerar
formar diversos tipos de tecido as informações disponíveis, analise as
b. As células estáveis são aquelas que não tem assertivas seguintes:
potencial proliferativo na vida pós natal I. Estando infectado por Micoplasma bovis, o teste
c. As células tronco proliferativas formam células com tuberculina (Manteaux), deverá resultar falso-
_________ diferenciação e estão negativo.
d. As células lábeis II. Mais provavelmente o quadro corresponde a forma
miliar primária.
06. Ilegível III. Os granulomas formados podem apresentar
necrose caseosa central.
07. Com relação a nomenclatura dos tumores
pode-se afirmar que: Qual a opção correta?
a. Somente a II e a III estão corretas.
a. Coristoma e hematoma não são neoplasias
b. Somente a II está correta.
b. Tumor misto é melhor designado como adenoma
c. Somente a I e a II estão corretas.
pleomórfico
d. Somente a I e a III estão corretas.
c. Seminoma e linfoma são neoplasias malignas e. Somente a III está correta.
d. Adenoma é uma neoplasia benigna e teratoma pode
ser tanto maligno quanto benigno 4. Sabendo que as células da fotografia ao lado
pertencem ao
08. Ilegível mesmo tipo de
epitélio e que a
09. Com relação à anaplasia e diferenciação é célula apontada
verdadeiro é normal, qual a
a. Lesão benigna pode ou não ser bem diferenciada alteração de
b. Anaplasia tende a ser maior quanto menor for a crescimento
diferenciação tumoral pode ser
concluída pela
c. Quanto maior a diferenciação maior a agressividade
análise da imagem em tela?
tumoral esperada
a. Hipertrofia
d. Mitoses atípicas, macronucleose e células gigantes
b. Displasia
tumorais são características da perda de diferenciação
c. Hipotrofia
10. São complicações da cicatrização d. Atrofia
e. Metaplasia
a. Contraturas
b. Cicatriz hipertrófica 5. Em relação às patologias em tela, pode-se
c. Quelóide dizer que é verdadeiro (V) ou falso (F):
d. Aderências fibrinosas 1. Empiema é o acúmulo de pus em cavidade
natural.
Wlad 2. Abscesso é o acúmulo de pus em cavidade pré-
1. Após traumas crônicos, podem surgir focos de existente.
ossificação em meio ao tecido muscular. Como 3. Celulite é o acúmulo de pus no interstício.
este processo é melhor definido? 4. Os exsudatos serosos são ricos em fibrina.
a. Hipotrofia 5. A principal célula do granuloma é o linfócito.
b. Hiperplasia Qual a sequência correta?
c. Metaplasia a. 1(V), 2(F), 3(V), 4(V) e 5(F).
d. Displasia b. 1(V), 2(F), 3(V), 4(F) e 5(F).
e. Hipertrofia c. 1(F), 2(V), 3(F), 4(F) e 5(V).
d. 1(V), 2(F), 3(V), 4(V) e 5(V).
2. Qual a célula mais característica da e. 1(F), 2(V), 3(V), 4(V) e 5(F).
inflamação crônica?
a. Neutrófilo 6. Na tuberculose primária, qual o componente
b. Macrófago do bacilo promove a reação exudativa, atraindo
c. Angioblastos macrófagos e monócitos?
d. Linfócito a. Proteína
e. Fibroblasto b. Lipídeo
c. Carboidrato
d. Toxina
!12
e. Ácido graxo 9. Qual das células listadas, quando ativada, é
responsável pela resposta de hipersensibilidade
7. Nos granulomas associados à tuberculose são (Tuberculina positivao):
comumente encontrados, EXCETO: a. Linfócito Th1.
a. Células gigantes. b. Linfócito “B”.
b. Necrose caseosa. c. Neutrófilo.
c. Células epitelioides. d. Macrófago.
d. Tecido de granulação. e. Célula epitelioide.
e. Coroa linfocitária.
10. São critérios citológicos das displasias,
8. Como se denomina a evidência radiológica EXCETO:
(calcificação) sugestiva de tuberculose a. Hipercromasia nuclear.
pretérita? b. Anisocariose.
a. Complexo de Ranke. c. Metacromasia citoplasmática
b. Sinal de Calmet-Guerin. d. Macronúcleos.
c. Complexo de Gohn. e. Mitoses em fuso tripolar.
d. Sinal do “Céu estrelado”.
e. Superfície miliar.

P3 - ATM 171

Questões de múltipla escolha conforme chave de B. D i s p l a s i a m o d e ra d a é q u a n d o a s a t i p i a s


respostas: comprometem 2/3 inferiores do epitélio
A. A e C corretas C. Lesão intraepitelial de baixo grau inclui o efeito
B. B e D corretas citopático pelo HPV
C. A, B e C corretas D. As atipias de significado indeterminado, pela
D. Somente D correta nomenclatura brasileira, devem ser referidas como
E. Todas corretas ASCUS e AGUS conforme sejam de células
escamosas e glandulares, respectivamente.
1. Com relação ao diagnóstico citopatológico, é
verdadeiro: 5. Com relação ao carcinoma basocelular é
A. Baseia-se nos achados da estrutura tecidual verdadeiro:
B. Leva em consideração a organização e polaridade A. Pode ser multifocal
tecidual B. Podem ser pigmentados
C. Não considera a afinidade das células aos corantes C. Tem predileção pela região central da face
D. Avalia a relação núcleo/citoplasma D. Metástase e infiltração profunda não são
características dessa lesão
2. C o m r e l a ç ã o a o s c o n s t i t u i n t e s d a
microbiologia do esfregaço cervical pode-se 6. Com relação aos tumores epiteliais é
afirmar que: verdadeiro:
A. A cândida sp se caracteriza por pseudo-hifas com A. Podem ser císticos ou sólidos (Adenoma e
esporos adenocarcinoma)
B. Actinomycesisraelli é achado comum em usuárias B. Os tumores císticos malignos (não dá pra ler uma
de DIU parte da frase) ter padrões mais complexos com
C. A flora de Lactobacilos confere ao meio vaginal um áreas sólidas
pH ácido C. As lesões císticas tendem a adquirir tamanhos
D. A Garnerellavaginalis se apresenta como estruturas maiores e são classificados de acordo com o
piriformes (é o TRICOMONAS) epitélio de revestimento
D. Os pólipos podem ou não ser neoplásicos e/ou
3. Com relação a nomenclatura brasileira para papilomatosos
laudos citopatológicos, é verdadeiro:
A. Recomenda o relato de celularidade apenas em 7. Com relação ao carcinoma epidermoide é
pacientes histerectomizadas verdadeiro:
B. Quando mais de 75% do material estiver A. Apresentam ninhos com paliçada na periferia
prejudicado para leitura o espécime é insatisfatório (BASOCELULAR)
C. A microbiologia só deve ser citada quando estiver B. Telengectasias e aspecto nacarado são típicos
alterada (BASOCELULAR)
D. A metaplasia não deve ser considerada como uma C. Na classificação de Broders o grau IV são os mais
alteração queratinizantes
D. Quando em vísceras profundas tem um prognóstico
4. Com relação às atipias celulares no exame de muito mais agressivo que em pele relacionado ao
Papanicolau, é verdadeiro: dano solar
A. NIC III refere-se à displasia acentuada e carcinoma
“in situ” 8. Com relação à embolia é verdadeiro:
!13
a. A embolia na maioria das vezes origina-se de 8. A
trombos 9. B
b. Embora sistêmica tem origem em grandes veias do 10.D
coração 11.E
c. A doença da descompressão é um exemplo de 12.C
embolia gasosa
d. A embolia pulmonar costuma surgir de veias Parte do Wlad
superficiais de membros inferiores 1)A osteomatose pode estar relacionada ao
carcinoma de intestino, qual a designação
9. Com relação aos trombos poe-se afirmar que: desse quadro?
a. São elásticos, brilhantes e não aderidos à parede Síndrome de Gardner
b. Podem sobrer canalização 2)Qual a neoplasia que é caracterizada a partir
c. Quando embolizam pela circulação arterial da necrose e do número de mitoses
impactam geralmente em membros superiores Leiomiossarcoma
d. Podem sofrer contaminação bacteriana 3)A v a r i a n t e : s a r c o m a l o b o t r i o i d e e s t á
relacionada a qual neoplasia
10.Com relação ao carcinoma epidermóide é Rabdomiossarcoma
verdadeiro: 4)A fosfatase alcalina pode ser usada para
a. Apresentam ninhos em paliçada na periferia avaliar recidiva de qual neoplasia
b. Telangectasias e aspecto nacarado são típicos Osteossarcoma
c. Na classificação de Broders o grau IV são os mais 5)Qual é a característica que define o estágio
queratinizantes inicial da SIDA, propriamente dita
d. Q u a n d o e m v í s c e r a s p r o f u n d a s t e m u m Candidíase oral
prognósticos muito mais agressivo que em pele 6)Neoplasia que se relaciona à exposição ao
relacionada a dano sola Thorotrast e ao Cloreto de vinil (PVC)
Hemangiossarcoma
11)Com relaçao aos tumores epitelias é 7)Mola completa é triploide (F)
verdadeiro:
 Na mola parcial há atipia (F)
A) Podem ser císticos ou sólidos
 ...
B) Os tumores císticos malignos podem ter padroes (Havia ainda outras afirmações pra julgar se era falso
mais complexos com areas sólidas
 ou verdadeiro e marcar a sequência na alternativa, não
C) As lesões cisticas tendem a adquirir tamanhos era muito complicado)
maiores e sao classificadas de acordo com o 8)I – 20% das molas invasoras advêm de molas
epitelio de revestimento
 incompletas – FALSO
D) Os pólipos podem ou nao ser neoplásicos e-ou II – Nas molas parciais podem ser encontradas partes
papilomatosos.
 fetais - VERDADEIRO

 III – A idade materna não se relaciona à ocorrência de
12) Sao fatores predisponentes a trombose:
 coriocarnomas – FALSO
A) Repouso prolongado ao leito
 9)Qual neoplasia não está relacionada à
B) Aterosclerose
 patogenia da AIDS Carcinoma de esôfago
C) Neoplasias malignas avançadas
 (Fui por exclusão visto que as outras alternativas
D) A estase por não lesionar o endotelio nao é fator mencionavam: Linfomas, Sarcoma de Kaposi, Ca anal e
predisponente Ca cervical).

ATM 171 10) Era uma questão simples de associar as


1. D estruturas do vírus HIV às suas funções:
2. C Transcriptase reversa sintetiza o DNA viral,
3. B integrasse acopla o DNA viral no DNA da
4. C célula hospedeira, protease rompe a camada
5. C da célula hospedeira, CD4 proteína da célula
6. E hospedeira e gp120.
7. D

P3 - ATM 181

1.Que microorganismo se associa com o 2.Qual das neoplasias citadas produz alfa-feto
Sarcoma de Kaposi? proteína?
a.Vírus de Epstein-Barr a.Fibroma
b.Vírus varicela-zoster b.Adenocarcinomaendometrióide
c.Adenovírus c.Tumor de Brenner
d.Human papiloma vírus d.Adenocarcinomamucinoso
e.Herpes vírus tipo VIII e.Tumor do seio endodérmico

!14
3.S ã o c a r a c t e r í s t i c a s d o o s t e o s s a r c o m a D)Gomas
convencional, EXCETO: E)Papulas pustulosas palmares
a.Aumento da fosfatase alcalina
b.Predomínio em jovens 7) O erro no crec. local onde um tecido normal
c.Localizam-se nas epífises de determinado órgao crescendo em sitio
d.Não infiltram a cartilagem de crescimento normalmente nao é encontrado, é definido
e.Metástases pulmonares como:

R: Coristia
4.Em relação ao fibrohistiocitoma maligno,
pode-se afirmar: 8) Em relação as patologias em tela, pode-se
I – É composto por fibroblastos e células escamosas dizer que é V ou F:
neoplásicas 1- Empiema é o acúmulo de pus em cavidade natural
II – Quando metastatiza, preferencialmente o faz pela (V)
via hemática 2- Anscesso é o acúmulo de pus em cavidade pré-
III – Predomina em indivíduos mais velhos existente ( F)
Qual é a opção correta? 3- Celulite é o acumulo de pus no intersticio (V
a.Apenas II 4- Os exudatos serosos são ricos em fibrina ( F)
b.Apenas III 5- A principal cel do granuloma é o linfócito (F)
c.Apenas II e III
d.Apenas I e III 9) Em relação as patologias, diga se é V ou F:
e.Apenas I e II 1- A radiologia ‘’asa de borboleta’’ é tipica de
aspergilose(F)
5) Sabendo que as células da fotografia abaixo 2- O fungo de cromomicose se localiza fora das zonas
pertencemao de abscesso (F)
mesmo epitelio e 3- A cromomicose cutanea apresenta, tipicamente,
que a cel, granulomas torpes (V)
apontada é 4- O fungo da esporitricose é usualmete inoculado
normal, qual atraves de ferimento cutaneo (V)
alteração pode ser 5- A principal via de inoculação da
concluida ? paracoccidiodomicose é oral (F)

R: Displasia Gabarito:
1.E
6) São caracterísitcas da sifilis secundarios, 2.E
exceto: 3.C
A)Roseola sifilitica 4.C
B)Condiloma plano
C)Exantema
P3 – ATM 202

01. Com relação às alterações genéticas nas 03. Com relação a proliferação neoplásica pode-
neoplasias é verdadeiro: se afirmar:
A. A mutação não pode ser tão grave a ponto de A. As células exibem potencial proliferativo limitado e
provocar a morte celular por isso acontece a necrose tumoral
B. Existem classes de genes que controlam a B. São constituídos por proliferação estromal e
proliferação celular e suas alterações parenquimal
C. Proto-oncogens são genes normais relacionados a C. Progressão tumoral refere-se à capacidade de
proliferação e diferenciação celulares infiltração de estruturas vizinhas
D. As mutações podem ser ambientais tais como D. Acredita-se que a neoplasia surja de uma célula que
radiação solar e fumo ou espontâneas sofreu transformação (teoria da monoclonalidade)

02. Com relação ao câncer pode-se afirmar que: 04. Com relação ao exame citopatológico do
A. A maioria dos cânceres são familiares, portanto colo uterino é verdadeiro:
determinados por um gene herdado A. A presença de células endocervicais e metaplasicas
B. Câncer familiar costuma apresentar-se mais são indicativas de representação da JEC
tardiamente, ser multifocal ou bilateral e presente em B. Displasia acentuada exibe atipias nos 2/3 inferiores
um único parente próximo do epitélio, enquanto no carcinoma “in situ” ocupam
C. As síndromes paraneoplásicas são relacionadas a toda a espessura
manifestações do crescimento tumoral decorrente da C. A infecção pelo HPV caracteriza-se por vacúolos
infiltração local perinucleares com núcleos atípicos
D. Os processos inflamatórios crônicos são fatores de D. A cândida sp é representada por esporos e
risco para diversos cânceres multinucleação amoldada

!15
05. Com relação a Nomenclatura Brasileira para A. Os pólipos são crescimento em uma superfície e
laudos citopatológicos é verdadeiro: podem ser pediculados ou sésseis
A. Lesão intraepitelial escamosa de baixo grau engloba B. Os pólipos podem ser lesões de natureza neoplásica
NIC e HPV ou não neoplásica
B. ASCUS e AGUS referem-se a atipias de significado C. O termo papilomatoso (viloso) refere-se ao
indeterminado escamoso e glandular, respectivamente, crescimento digitiforme com eixo conjuntivo vascular e
e o uso das siglas não está recomendado recoberto por epitélio
C. NIC II e NIC III são categorizados como Lesão D. Todas as lesões vilosas são de natureza neoplásica
Intraepitelial Escamosa de alto grau
D. Sempre deve-se relatar os tipos celulares Wlad
examinados 1. A partir de uma lesão na região cervical se
observa ulceração, fibrose e exsudação de
06. Com relação ao melanoma cutâneo não secreção espessa com grânulos amarelados;
metastático pode-se afirmar que: qual a expectativa diagnostica mais coerente?
A. Os níveis de Clark e Breslow são importantes fatores A. Paracoccidioidomicose
prognósticos relacionados com o grau nuclear e B. Actinomicose
atividade mitótica C. Sarcoidose
B. Histologicamente veem-se atipias celulares, D. Sífilis
disseminação pagetóide e sempre atividade juncional E. Neoplasia mesenquimal
C. O padrão radial de crescimento compromete a
epiderme, derme superficial e profunda sempre em 2. Qual das neoplasias listadas costuma ser
faixa, sem atingir o hipoderme localmente agressiva e recorrer após excisão
D. O padrão de crescimento vertical é o único incompleta?
observado no melanoma nodular A. Mixoma
B. Osteoma
07. Com relação aos nevos melanocíticos é C. Condroma
verdadeiro: D. Tumor desmóide
A. Podem ser planos, elevados, nodulares ou E. Coriocarcinoma
pediculados
B. Tipicamente são congênitos ou adquiridos na 3. Qual das neoplasias listadas é a mais
infância incidente em crianças e jovens?
C. Apresentam maturação, com células menores e A. Osteosarcoma
isoladas a medida que aprofundam na derme B. Leiomioma
D. A ausência de atividade juncional está relacionado C. Fibrosarcoma
com o risco de progressão para melanoma D. Mixoma
E. Liposarcoma mixóide
08. Com relação ao nevo displásico pode-se
afirmar que: 4. Correlacione à coluna da esquerda com a da
A. Apresenta bordos geográficos e coloração direita:
heterogênea (1) Parede do átrio esquerdo (2) Angiomiolipoma
B. Podem ser únicos ou múltiplos, mas sempre são (2) Tecidos perirenais (4) Osteosarcoma
intradérmicos (3) Associa-se à Síndrome de Ollier (1) Mixoma
C. Quando de apresentação sindrômica tem elevada (4) Triângulo de Codman (5) Leiomioma
chance de evolução para o melanoma, embora a (5) Tipicamente se origina no útero (3) Condromatose
maioria não progrida A. 3, 1, 4, 5, 2
D. Apresentam disseminação pagetóide ausente e B. 4, 2, 3, 5, 1
proliferação lentiginosa sem formação de ninhos C. 4, 3, 1, 5, 2
D. 2, 4, 1, 5, 3
09. Com relação ao carcinoma epidermoide E. 2, 3, 5, 1, 4
(CEC) cutâneo é verdadeiro:
A. São neoplasias mais frequentes depois do 5. Paciente percebeu
carcinoma de mama, de próstata e do carcinoma deformidades de lenta
basocelular (CBC) evolução nas extremidades
B. Tem agressividade relacionada com o grau de do 4° e do 5° quirodáctilos
diferenciação esquerdos. Fez-se uma
C. É conhecido como úlcera roedora devido ao seu radiografia da mão onde se
potencial infiltrativo visualizou a imagem ao lado
D. Quando associado a seio de drenagem de (setas). A partir destas
osteomielite ou úlceras crônicas, tem maior potencial informações, qual o diagnóstico mais provável?
metastático do que o associado ao dano solar A. Osteoma
B. Fibroma
10. Com relação às neoplasias epiteliais é C. Tumor glômico
verdadeiro: D. Lipoma
E. Condroma

!16
6. Paciente empregado em madeireira, adulto, C. Dentes de Hutchinson
etilista e tabagista; há seis meses apresenta D. Anormalidade esquelética
quadro de dispneia e tosse. Feita a E. Ceratite intersticial
radiografia de
t ó r a x , 10. Uma semana após
observa-se a receber transplante
imagem ao de medula óssea
lado. Também heteróloga, paciente
se observam manifesta quando
l e s õ e s pneumônico, tosse,
ulceradas em expectoração,
mucosa oral. A hemoptise e um mês
partir destas após não resiste e vem a falecer. Na necropsia,
informações, qual a melhor hipótese se vê lesão pulmonar bem delimitada,
diagnóstica? arredondada, com bordas hemorrágicas,
A. Tuberculose medindo 4,0cm de diâmetro e que na
B. Histoplasmose microscopia revela a figura ao lado. Qual é o
C. Paracoccidioidomicose mais provável diagnóstico?
D. Linfoma de células B A. Tuberculose
E. Sarcoidose B. Histoplasmose
C. Actinomicose
7. Observam-se três lesões ulceradas no D. Aspergilose
antebraço esquerdo de um menino e que E. Paracoccidioidomicose
evoluem há 2 meses. Feita uma biópsia e análise
histológica, observou-se: infiltrado linfocítico, Gabarito
plasmocitário, eventuais células gigantes e dois 1. E
corpúsculos asteroides. Qual o mais provável 2. D
diagnóstico? 3. B
A. Granuloma piogênico 4. A
B. Sarcoidose 5. ANULADA
C. Esporotricose 6. B
D. Sífilis 7. C
E. Hemangioma cavernoso 8. A
9. D
8. A qual das patologias listadas, encontram-se 10.C
abscessos epidérmicos e, em seu interior, veem- Wlad
se células gigantes com fungos em seu interior? 1. B
A. Paracoccidioidomicose 2. D
B. Cromomicose 3. A
C. Histoplasmose 4. D
D. Esporotricose 5. E
E. Actinomicose 6. C
7. C
9. São características da sífilis tardia congênita 8. B
tardia, EXCETO: 9. B
A. Surdez 10.D
B. Hepatomegalia
P4 – ATM 171

WLAD 2. Em relação à tuberculose, qual dos


1. Na imagem retinoscópica ao lado, a seta componentes listados usualmente NÃO é
aponta para um achado denominado `mácula característico desta lesão?
vermelho-cereja’. A. Necrose caseosa.
Qual das patologias B. Orla linfocitária.
listadas a lesão C. Células gigantes.
corresponde? D. Células epitelioides.
A. Amiloidose E. Tecido de granulação.
B. Hialinose
C. Cornificação 3. O achado de neoplasia de ovário constituída
D. Gangliosidose de células foliculares tireoidianas corresponde a
E. Glicogenose qual dos tumores listados?
A. Cistoadenoma seroso.
B. Cistoadenomamucinoso.
C. Teratoma maduro.

!17
D. Tumor do seio endodérmico. E. Hiperplasia.
E. Disgerminoma.
11. Mulher de 25 anos e proprietária de uma
4. Qual das condições listadas floricultura relata que após surgir lesão
caracteristicamente promove enterite em ulcerada no dorso da mão esquerda, outras
sidéticos? semelhantes apareceram neste membro no
A. Citomegalovirose. sentido próximal. Qual o mais provável
B. Papovavirose. diagnostico?
C. Nocardiose. A. Esporotricose. B. Cromomicose. C .
D. Criptococose. Paracoccidioidomicose.
E. Criptosporidose. D. Histoplasmose E. Actinomicose.

5. Em relação ao osteossarcoma convencional, 12) É fator associado ao adenocarcinoma de


qual das topografias listadas é a origem menos endométrio
provável desta neoplasia? R: Hiperplasia endometrial.
A. Fêmur. B. Tíbia. C. Vértebra. D .
Ilíaco. E. Mandíbula. 13. A imagem da figura ao lado corresponde à
biopsia de
6. Em relação ao fibrohistiocitoma maligno, linfonodo de uma
pode-se afirmar: mulher de 40
I - É composto por fibroblastos e células escamosas anos com
neoplásicas. dificuldade
II - Quando metastatiza, preferencialmente o faz pela respiratória
via hemática. progressiva há
III - Predomina em indivíduos mais velhos. três meses; qual
Qual a opção correta? o diagnóstico
A. Apenas II. B. Apenas III. C. Apenas II e III. provável?
D. Apenas I e III. E. Apenas I e II. A. Actinomicose.
B. Aspergilose.
7. A imagem ao C. Histoplasmose.
lado (Rx de D. Sarcoidose.
tórax) está mais E. Sífilis.
associada a qual
das patologias 14. Qual a localização anatômica da Doença de
listadas? Pott?
A. Condrossarcoma. A. Coluna vertebral.
B. Sífilis. B. Baço.
C. Tuberculose. C. Pulmões.
D. Sarcoidose. D. Fígado.
E. Paracoccidioidomicose. E. Encéfalo.

8. Qual dos pigmentos endógenos listados está 15. Homem de 22


associado à degeneração muscular relacionada anos de idade tem
à idade? piora de erupção
A. Bilirrubina conjugada. cutânea palmar
B. Hemossiderina m á c u l o -
C. Ácido homogentísico.
D. Melanina. papulardescamativa com 10 dias de evolução
E. Lipofucsina. (imagem ao lado); as lesões também são vistas
nas regiões plantares e o VDRL e FT-abs são
9. Qual dos corantes abaixo é mais específico positivos. Qual das seguintes lesões também se
para detectar esteatose? espera encontrar neste estágio da doença?
A. Azul do Nilo. A. Cancro.
B. Von Kossa. B. Demência.
C. Vermelho Congo. C. Endarterite obliterante.
D. Sudan IV. D. Gomas.
E. Picro Sirius. E. Tabes dorsalis.

10. Em um paciente tabagista, o achado de GABARITO


células epiteliais escamosas com núcleos 1. D
regulares em um lavado brônquico 2. E
provavelmente resulta de: 3. C
A. Metaplasia. B. Displasia. 4. E
C. Neoplasia. D. Hipertrofia. 5. C

!18
6. C 12. A
7. E 13. D
8. E 14. A
9. D 15. C
10. A
11. A
P4

I – Qual dos tumores de ovário listados abaixo, b) Estrogenoterapia


têm maior associação com a hiperplasia e
carcinoma de endométrio: c) Multiparidade
a) Disgerminoma
b) Androblastoma d) Hipertensão arterial
c) Tumor de Brenner
e) Diabetes Mellitus
d) Tumor do seio endodérmico
e) Tecoma I-E
II – C
II – São condições precedentes para o
adenocarcinoma de endométrio exceto:

a) Hiperplasia endometrial
P4 – ATM 192
Wlad:


1.Senhor idoso vem à consulta queixando de 6.Qual a doença?


dificuldade visual. Na oftalmoscopia foram a.Paracoccidiomicose
vistas manchas algodonosas (drusas b.Tuberculose
maculares). Foi orientado que fizesse uma c.Sarcoidose
dieta mais rica em antioxidantes, como d.Cromomicose
vitamina E. Qual a substância que, acumulada, e.Sífilis
provoca esse quadro?
a.Ácido Homogentísico 7.O achado de epitélio
b.Bilirrubina colunar mucoprodutor no lugar de epitélio
c.Melanina escamoso estratificado na porção distal do
d.Lipofucsina esôfago é resultado de:
e.Hemossiderina a.Displasia
b.Hiperplasia
2.Doença que cursa com alcaceptonúria: c.Hipertrofia
a.Hemocromatose d.Metaplasia
b.Ocronose
c.Kernicterus 8.Em relação aos sarcomas
d.Argiria a.Podem ser benignos ou malignos
e.Doença de Wilson b.Não apresentam necrose
c.São derivados de tecidos mesenquimais
3.Sobre a doença da imagem a seguir (eram d.São mais comuns que os carcinomas
treponemas corados com prata em campo
escuro): 9.Sobre o câncer de colo uterino
I. A úlcera genital é dolorosa. a.O risco é aumentado em nulíparas
II.VDRL e FTAbs positivos firmam o diagnóstico. b.O carcinoma epitelial (epidermóide) é o mais
III.A goma é característica da fase terciária. comum.
Quais estão corretas? c.Adenocarcinoma é causado pelo HPV 18.
d.HPV 6 e 11 são considerados de alto risco.
4.Relacionar colunas
a.Ascite (b) osteoma 10.São tumores de células germinativas, exceto:
b.Seio paranasal (d) osteossarcoma a.Cistoadenocarcinoma
c.Síndrome de Gardner (a) fibroma de ovário b.Carcinoma de Saco vitelínico
d.Fêmur distal (e) ???? c.Disgeminoma
e.Tumor metastático (c) polipose colônica d.Tecoma
e.Carcinoma embrionário
5.Relacionar colunas
a.Aumento da fosfatase alcalina ( ) Osteossarcoma 11.Neoplasia que cursa com exposição à corante
b.. de Thorcost e cloreto de vinil.
c.. a.Linfangioma
d.. b.Osteossarcoma
e.. c.Angiossarcoma
!19
d.Condroma c.Sempre aparecem de forma sindrômica e familiar.
d.Tem risco de transformação maligna.
12.Em paciente HIV+, qual infecção indica a
queda da imunidade celular e transição para 3.Sobre o processo de morte celular:
AIDS? a.Necrose ocorre em processos patológicos e
a.Citomegalovírus cerebral fisiológicos
b.Pneumocistose b.Apoptose cursa com alteração da permeabilidade da
c.Toxoplasmose ocular membrana celular precocemente
d.Câncer de colon c.Necrose desencadeia resposta inflamatória.
e.Candidíase oral d....

13.Paciente com má higiente bucal e abcesso 4.São indicações da imunohistoquímica:


dentário há 2 semanas, começou com quadro a.Para identificar histologia do tumor e sítio primário
de fbre, sudorese noturna e dor em flanco b.Avaliação prognóstica
esquerdo. Em exame de imagem foram c.Identificar agentes infecciosos
identificadas vegetações em valva mitral e d.Toda vez em que houver dúvida da natureza benigna
infarto no rim esquerdo. Acerca disso, quais as ou maligna do tumor
alternativas corretas?
I. O infarto renal é triangular (em forma de cunha) 5.Sobre a imunohistoquímica:
porque não tem vasta rede anastomótica. a.As amostras podem ser armazenadas em blocos de
II.O infarto renal irá cursar com necrose caseosa. parafina e analisados um tempo depois
III.Provavelmente a infecção foi transmitida para o rim b.Falso positivo pode ser causado por desnaturação de
por via venosa. anticorpo
c.Avaliar com um painel combinado de antígenos deixa
14.Qual o nome dado para o acúmulo de pus no o diagnóstico mais acurado.
interstício? d.Se a fixação for feita 48 a 72 após a coleta, não há
a.Celulite alteração na expressão antigênica.
b.Empiema
c.Abcesso 6.Sobre os marcadores tumorais
d.Hematoma a.TTF1 é para próstata e tireóide.
e.Transudato b.Queratina e vimentina são para células epiteliais e
mesenquimais respectivamente.
15.Qual é a estrutura acometida pela Doença de c.HMB 45 é para atividade proliferativa.
Pott? d.Cromogranina é para células neuroendócrinas.
a.Medula espinhal
b.Coluna vertebral 7.Sobre a trombose
c.Pulmão a.A s l i n h a s d e z a h n s ã o v i s í v e i s m a c r o e
d.Rim microscopicamente
Valéria: b.Os trombos costumam estar aderidos à parede
As questões da Valéria são sempre com as seguintes c.Lesão endotelial é importante fator epigenético
respostas: d.Tem aspecto de gordura de galinha pela deposição
a)Apenas A e C correta dos componentes celulares.
b)Apenas B e C corretas
c)A, B e C corretas 8.Sobre a embolia
d)Apenas D correta a.Embolia gasosa é exemplificada pela doença da
e)Todas corretas descompressão
Algumas questões não fecham com esse b.Embolia sistêmica pode surgir do coração e ir para o
gabarito porque não lembrávamos de todas as pulmão
alternativas. Isso é só pra vocês não se c.Embolia gordurosa causa irritação no pulmão.
apavorarem tanto, porque em algumas questões d.Êmbolos podem surgir de veias superficiais de MMII.
dá pra ir eliminando alternativas.
1.Sobre o carcinoma espinocelular: 9.Sobre o exame CP:
a.Relacionando à exposição solar tem caráter agressivo a.Coilocitose é a marca de infeção por HPV e se
localmente. caracteriza por célula com haloperinuclear e atipias
b.Quando em vísceras, são mais agressivos. nucleares.
c.Produz mais ou menos queratina conforme o grau de b.Os epitélios representados devem constar em todos
diferenciação. os laudos.
d.Tem aspecto perolado com telangectasias. c.A microbiologia e a adequabilidade da amostra
também precisam ser descritas.
2.Sobre os nevos displásicos: d.Lesão de alto grau é por NIC II e NIC III.
a.Tem bordas regulares, menos de 5 mm e
pigmentação homogênea. 10.Sobre as mastites
b.Geralmente são intradérmicos, formando ninhos de a.Costumam ocorrer no período puerperal
melanócitos que se aprofundam na derme.

!20
b.A e c t a s i a d u c t a l t a m b é m c h a m a d a d e 15.São fatores prognósticos do câncer de
comedomastite [...] e não tem relação com mama:
hiperplasia ductal. a.Número de linfonodos acometidos e tamanho do
c.O abscesso subareolar crônico recidivante tem tumor
relação com fumo e [...?]. b.Estímulo hormonal por período prolongado e
d.A mastite aguda é caracterizada por infiltrado estrogenoterapia
neutrofílico e pode cursar com abscesso. c.Expressão para receptores hormonais
d.Idade do primeiro filho e menarca precoce.
11.Sobre as neoplasias malignas
a.São sempre pouco diferenciadas ou indiferenciadas GABARITO:
b.É típica a anaplasia, ou seja, a perda da Wlad:
diferenciação 1. d
c.São causadas por dano genético letal em um 2. b
determinado gene 3. II e III corretas
d.... 4. b, d, a, e, c.
5. não lembramos as outras alternativas, mas
relacionando essas já fechava a resposta.
12.Sobre o edema 6. c (pelos corpúsculos asteroides)
a.Edema de causa cardíaca ocorre por aumento da 7. d
pressão oncótica 8. c
b.Na cirrose há aumento da pressão hidrostática e 9. b
redução da pressão oncótica 10. a
c.Nas inflamações intestinais, há aumento da pressão 11. c
oncótica pela perda de proteínas . 12. e
d.Nas glomerulopatias, o edema tem manifestação 13. Apenas I e II corretas.
periorbital. 14. a
15. b
13.Sobre o tumor filoide Valéria:
a.Tem componente estromal e glandular 1. A, B, C
b.Quando maligno, o componente glandular é 2. D
predominante. 3. Acho que apenas c.
c.Pode atingir tamanho grande e tem crescimento 4. Todas
rápido. 5. A e C
d.A idade de maior incidência precede a do 6. B e D
fibroadenoma. 7. A, B e C
8. A e C
14.Sobre o carcinoma lobular de mama 9. Todas
a.Quando em situ cursa com microcalcificação e 10. .Acho que todas. Não lembramos direito das
adensamento, o que facilita para o diagnóstico alternativas.
precoce. 11. Acho que apenas C.
b.Quando invasivo é bem delimitado. 12. B e D
c.Possui grandes atipias e as células infiltram em fila 13. A e C
indiana 14. B e D ou apenas D (não lembro)
d.Está relacionado com bilateralidade e multifocalidade 15. A e C (não confundir fator de risco com fator
prognóstico)

P4 – ATM 201

1.Fatores de risco para o adenocarcinoma de c)Integrase


endométrio exceto: d)Protease
a) Hiperplasia endometrial e)Nenhuma das anteriores
b) Multiparidade
c) infertilidade 4- Imagem de células em anel de sinete
d) obesidade I.Acúmulo de lipídeos
e) ooferectomia bilateral II.Reage ao PAS

2.Sífilis 5-Neoplasia associada ao vírus da herpes:


I - Lesão em goma é na fase secundária
 Sarcoma de kaposi
II – o agente é encontrado na lesão

III- 6-Imagem de corpúsculo asteroide associada a
qual doença: Sarcoidose
3.VÍrion do HIV possui, exceto:
a)Dna polimerase 7-Primeira indicação de inicio da SIDA:
b)Transcriptase reversa candidíase oral

!21
8-Escrófula na tuberculose é lesão de: pele 11- Linhas de burton está associada à: acumulo
de chumbo
9-Em relação ao Sarcoma:
a)Pode ser benigno 12- Triangulo de Codman está associado a
b)Metastase por via linfática a)Osteoma
c)Não causa necrose b)Osteossarcoma
d) Neoplasia de epitélio c)Metástase óssea
e) tem origem mesenquimal d)

10- Caso de paciente com torção do intestino 13- Sindrome de Ollier: encondromatose
(algo assim), com sangramento vermelho 14- Neoplasia de cel germinativas: teratoma
escuro... 15- Cels com núcleos com tamanhos diferentes,
I-A cor indica um infarto hemorrágico maiores e mais corados... displasia
II- O infarto acontece primeiro por obstrução arterial
III.Necrose se dará por liquefação

P4 – ATM 202

Valéria
05. Com relação às lesões proliferativas e não
Questões de escolha múltipla conforme chave de proliferativas da mama é verdadeiro:
respostas A. O anticoncepcional oral estimula o desenvolvimento.
A. A e C corretas B. Cistos, metaplasia apócrina e fibrose estromal são
B. B e D corretas alterações não proliferativas.
C. A, B e C corretas C. A cicatriz radiada é decorrente de trauma mamária.
D. Somente D correta D. A hiperplasia ductal e lobular são consideradas
E. Todas corretas lesões proliferativas.

01. Com relação ao exame imuno-histoquímico, 06. Com relação ao câncer de mama, pode-se
pode-se afirmar que: afirmar que:
A. É realizado em tecido congelado em nitrogênio e A. A maioria dos cânceres não são genéticos.
pode ser utilizado após longo tempo de B. Estimulo estrogênico prolongado é um fator de
armazenamento. risco.
B. O tempo de fixação recomendado é de no mínimo C. Tamanho do tumor, grau histológico e atividade
72 horas em formalina tamponada. mitótica são fatores prognósticos.
C. É uma técnica de reação antígeno-anticorpo com D. Amamentação e idade avançada do primeiro parto
objetivos primordialmente quantitativos. são considerados fatores de proteção.
D. Desnaturação dos anticorpos ou concentração
inadequada podem resultar em falsos negativos. 07. Com relação às classes moleculares do
câncer de mama, pode-se afirmar:
02. São indicações do exame imuno- A. Os tipos Luminais expressam receptores hormonais.
histoquímico: B. O triplo negativo não expressa receptores de
A. Pesquisa de micrometástase. estrógeno, progesterona nem KI 67.
B. Diferenciar neoplasias benignas de malignas em C. O Her 2 positivo tem pior prognóstico e anticorpo
alguns casos. específico.
C. Pesquisar de agentes infecciosos. D. O basal-símile tem receptores hormonais positivos e
D. Nas neoplasias metastáticas, podem definir a Her 2 negativo.
histogênese, mas não o sítio primário.
08. Com relação aos subtipos histológicos de
03. Com relação aos marcadores tumorais e câncer de mama, é verdadeiro:
locais de positividade é verdadeiro: A. O tipo medular tem bordos bem delimitados
A. HMB 45 – melanoma podendo simular neoplasia benigna.
B. Vimentina – carcinoma gástrico B. O carcinoma lobular invasor tem maior incidência de
C. CD X2 – carcinoma colônico bilateralidade e multifocalidade.
D. KI 67 – células fora do ciclo celular C. O carcinoma intraductal tipo comedoco tem
associação frequente com microcalcificações.
04. Com relação ao Tumor Filodes, pode-se D. O carcinoma lobular “in situ” manifesta-se por
afirmar que: nódulo estrelado e firme.
A. Costuma ter crescimento rápido e grande tamanho.
B. Tem diferenciação estromal e epitelial e, na maioria, 09. Com relação à morte celular, pode-se
são benignos. afirmar que:
C. As lesões benignas têm bordos bem delimitados. A. A necrose ocorre tanto em processos fisiológicos
D. Quando malignos, exibem componente quanto em processos patológicos.
sarcomatoso.
!22
B. Os corpos apoptóicos se formam apenas quando há D. As atipias em células escamosas devem ser
morte de grande grupo de células. descritas como Lesão Intraepitelial Escamosa de alto
C. A necrose ocorre na involução da mama após ou de baixo grau.
amamentação.
D. A necrose cursa com resposta inflamatória. Wlad
1. Do que é constituído o Corpúsculo hialino de
10. Pode-se afirmar com relação ao edema: Mallory, encontrado em hepatopatias crônicas,
A. O edema de causa renal é sempre sistêmico. especialmente naquelas de origem alcoólica?
B. O edema de causa cardíaca é sistêmico, mas mais A. Lipopolissacarídeo.
acentuado em áreas de decúbito. B. Miosina.
C. O edema devido a veias varicosas é localizado e é C. Ceratina.
decorrente do aumento da pressão hidrostática D. Hematina.
intravascular. E. Imunoglobulina.
D. O edema inflamatório é um exsudato e decorre da
alteração de permeabilidade vascular. 2. Qual dos pigmentos listados se associa à
malária?
11. Com relação à inflamação aguda, é A. Hemtoidina.
verdadeiro: B. Hemozoína.
A. A transudação é o evento característico. C. Hematina.
B. A marginação leucocitária é típica. D. Hemossiderina.
C. O tipo celular predominante são os linfócitos e E. Pigmento esquistossômico.
macrófagos.
D. A quimiotaxia é uma mobilização orientada em 3. Qual dos órgãos/estruturas listados é mais
direção a um fator de atração. propenso a apresentar um infarto vermelho?
A. Coração.
12. São aspectos característicos das neoplasias: B. Baço.
A. Neoplasia maligna costuma ter crescimento rápido, C. Pulmão.
porém existem exceções. D. Rim.
B. As neoplasias malignas são sempre pouco E. Cérebro.
diferenciadas.
C. Anaplasia é típico do câncer. 4. No choque séptico, qual dos mediadores
D. A ausência de cápsula tumoral é marca inequívoca gerais do choque promove broncoespasmo?
de malignidade. A. Interleucina-8.
B. Prostaglandina D2.
13. Com relação ao carcinoma de pele, é C. Histamina.
verdadeiro: D. Leucotrieno C-4.
A. O carcinoma epidermoide, quando associado ao E. Óxido Nítrico.
dano solar, tem pequeno potencial metastático.
B. O carcinoma basocelular apresenta ninhos de 5. A involução do timo a partir da puberdade
células basalóides, que formam um paralelismo celular pode ser citada como exemplo de:
em paliçada na periferia. A. Hipoplasia
C. O carcinoma epidermoide pode surgir em bordos de B. Atrofia
fístula de drenagem de osteomielite e costuma ser C. Metaplasia
mais agressivo. D. Displasia
D. O carcinoma basocelular tem potencial metastático E. Transdiferenciação
desprezível.
6. Na tuberculose, a transformação de
14. São aspectos clássicos do melanoma: macrófagos ativados em células epitelióides
A. O tipo nodular tem menor agressividade e é o mais ocorre:
frequente. A. Por ação da interleucina I2.
B. Disseminação pagetóide. B. Na fase de cicatrização.
C. Surgimento exclusivo na pele. C. Por ação do TNF alfa.
D. A regressão tumoral é indicador de mal prognóstico. D. Na fase de reação exsudativa.
E. Por ação do TNF gama.
15. Com relação ao exame citopatológico, é
verdadeiro: 7. Nas inflamações crônicas e dependendo da
A. É recomendável a utilização da Classificação de etiologia do fator agressor, os linfócitos B
Papanicolau. podem se diferenciar em:
B. Deve-se relatar o tipo de células representadas no A. Histiócitos.
esfregaço. B. Neutrófilos.
C. O tipo celular representativo da JEC são as células C. Células epitelióides.
colunares e escamosas. D. Células gigantes.
E. Plasmócitos.

!23
8. A fotografia ao lado exibe perfil facial com caracteristicamente produz gonadotrofina
nítido “achatamento” coriônica?
da base nasal por A. Tumor de Brenner.
perfuração de septo B. Disgerminoma.
(“Nariz em Sela”). C. Coriocarcinoma.
Dentre as afecções D. Tumor de Sertoli-Leydig.
citadas, qual a que E. Cistoadenocarcinoma.
mais provavelmente
está associada a esta 15. Após identificar massas tumorais bilaterais
lesão? nos ovários, foi feita ooforectómica bilateral.
A. Tuberculose. Após a cirurgia, as
B. Sífilis. peças
C. Paracoccidioidomicose. foram enviadas à
D. Sarcoidose. patologia, a qual
E. Histoplasmose. obteve a imagem da
lâmina histológica da
9. O Paracoccidioides brasiliensis possui lesão. A partir destas
receptores para: características qual o
A. Progesterona. diagnóstico mais
B. Testosterona. provável:
C. Estrógeno. A. Tumor de Krükenberg.
D. Hormônio adrenocorticotrófico. B. Fibroma.
E. Hormônio tireoestimulante. C. Cistoadenoma Seroso.
D. Teratoma Imaturo.
10. A Síndrome de Gardner se caracteriza pela E. Ovários Policísticos.
presença de Polipose intestinal familiar
associada a múltiplos: PROVA VALÉRIA
A. Encondromas. 1. D
B. Papilomas. 2. C
C. Fibromas. 3. A
D. Leiomiomas. 4. E
E. Osteomas. 5. B
6. C
11. Em qual das neoplasias listadas, a presença 7. A
de altos níveis de fosfatase alcalina se associa 8. C
com maior risco de metástase? 9. D
A. Rabdomiocoma. 10. E
B. Liposarcoma. 11. B
C. Osteosarcoma. 12. A
D. Leiomiosarcoma. 13. E
E. Fibrosarcoma. 14. B
15. B
12. Onde os angiosarcomas são mais
prevalentes? PROVA WLADMIR
A. Pele. 1. C
B. Fígado. 2. B
C. Baço. 3. C
D. Músculo. 4. D
E. Intestino. 5. A
6. E
13. Na infecção aguda pelo HIV, a lista descrita 7. E
indica manifestações comuns, EXCETO: 8. B
A. Hepatoesplenomegalia. 9. C
B. Febre. 10. E
C. Artralgia. 11. C
D. Candidíase oral. 12. A
E. Exantema maculopapular. 13. D
14. C
14. Qual das neoplasias listadas se manifesta na 15. A
2ª e 3ª décadas de vida, dá metástases
principalmente por via hematogênica e
EXAME ATM 181
VALÉRIA
01) Dê os tipos de necrose e exemplifique:

!24
1. Necrose de coagulação ou isquêmica: infarto agudo do miocárdio. Desnaturação proteica.
2. Necrose liquefativa: furúnculo(pus), infarto do SNC. Proteólise
3. Necrose caseosa: tuberculose, blastomicose, inflamação crônica granulomatosa. Equilíbrio entre a proteólise e
a desnaturação
4. Esteatonecrose: lesão pancreática.
5. Necrose gomosa: sífilis
6. Necrose Fibrinoide: doenças auto-imunes

02) Edema na cirrose hepática: explique o que causa


O edema causado vem do aumento da resistencia hepática que causa hipertensão portal, resultando no aumento da
pressão hidrostática e resultando em acúmulo de liquido principalmente na cavidade peritoneal (ascite). Além disso,
com o comprometimento hepático ocorre um processo de diminuição na produção de proteínas, o que causa
diminuição da pressão oncótica levando a edema. É uma associação de fatores.

03) Características morfológicas do melanoma, qual o mais frequente e qual o mais agressivo:
Assimetria, bordos irregulares, cor variada, diâmetro maior que 1cm. Mais frequente é o de crescimento horizontal/
radial e o mais agressivo é o de crescimento vertical (com atividade juncional ou composto)

04) Anticorpos encontrados no sarcoma, carcinoma e nas neoplasias musculares:


Em ordem: vimentina (células mesenquimais), citoqueratina (células epiteliais) e desmina (ML, ME e miofibroblastos).

05) Neoplasia de mama com bastante atipias, infiltrado de linfócitos, não infiltrativo:
Carcinoma intraductal infiltrante medular.

06) Senhor de 65 anos com lesão em pálpebra inferior com telangectasia, branco-perolado:
Carcinoma basocelular, que se caracteriza por ser em formato de placa, como lesão deprimida, lesão mal delimitada.
Na regra são lesões elevadas e opacas que apresentam brilho característico de tonalidade perolada/macarada e vasos
ectásicos (telangectasias)

07) Lesão da mama que tem necrose central, microcalcificações e pequena chance de mestatizar:
Comedocarcinoma.

08) Fatores que condicionam cicatrização (local e sistêmicos):


Nutrição (desnutrição, hipovitaminose C), metabolismo (diabetes), circulação (congestões, IC, aterosclerose),
hormônios (corticoides), infecções , fatores mecânicos, tamanho e local da lesão.

09) Principais características de tumores malignos:


Geralmente não apresentam cápsula, tem crescimento rápido e infiltrativo (potencial metastático), mitoses são mais
incrementadas e margens são mal delimitadas.

10)Nomenclatura brasileira de lesões displásicas no citopatológico:


Lesão intraepitelial de baixo grau – inclui NIC I e infeção por HPV
Lesão intraepitelial de alto grau: Inclui NIC II, NIC III e carcinoma in situ

WLADIMIR
01) O que é Sarcoidose?
É uma infecção granulomatosa de etiologia desconhecida. Via de inoculalação
principal: inalação, então afeta principalmente os pulmões. Forma granuloma duro,
com pouca necrose, onde são encontradas céluas epitelióides, macrófagos
(langerhans), células gigantes tipo corpo estranho, corpúsculo asteroide (precipitado
proteico em células gigantes) e corpúsculo de Shaumann (precipitado proteico em
células gigantes + calcificações)

02) Nome dos agentes etiológicos:


a) Paracoccidioidomicose: Paracoccidioides brasiliensis
b) Cromomicose: Phialophora verrucosa
c) Esporotricose: Sporotrix schenki
d) Sífilis: Treponema pallidum

03)

!25
a) Agente: Treponema pallidum

b) Dois exames laboratoriais de diagnostico: VDRL e FTAabs

c) Alteração vascular: aneurisma aórtico, regurgitação aórtica, já na fase terciária


por acometimento da vasa vasorum causando vasculite principalmente em
grandes vasos

d) Alteração neurológica: neurosifilis – meningovasculite, tabes dorsalis (alteração


proprioceptiva e de consciência), paralisia geral. Também acontece na fase terciária

04) Defina:
a) Hematoma: hemorragia formando uma neocavidade.
b) Abcesso: coleção de pus numa cavidade neo-formada

05) Cite três características da Sífilis congênita tardia:


Cegueira, surdez e dentes incisivos afilados – Tríade de Hutchinson

06) Cite 2 protozoários e três neoplasias malignas oportunistas na AIDS:


Criptosporose e isosporose. Câncer cervical, câncer anal, linfoma.

07) Cite 2 degenerações lipídicas e 2 proteicas intracelulares:


Esteatose e colesterolose. Hialinização e queratinização.

08) Neoplasia de ovário que tem 3 folhetos embrionários:


Teratoma
Neoplasia de ovário relacionada a Síndrome de Meigs: Fibroma, com ascite e derrame pleural a D

09) Cite os 4 tipos de choque:


Cardiogênico, neurogênico, séptico e hipovolêmico.

10) Defina:
a) Endometriose: presença de células e glândulas endometriais com ou sem estroma fora do útero.
b) Adenomiose: endometriose interna – ninhos de endométrio no miométrio.
c) Leiomioma: neoplasia mensequimal benigna de tecido muscular liso.

EXAME – ATM 191


Valeria

1- diferenças entre necrose e apoptose
Necrose é um processo sempre patológico onde uma população celular é exposta a uma gente agressivo causando
morte celular concomitante a processso inflamatório. A célula fica aumentada com alterações nucleares (cariorréxis,
cariólise e picnose) e ruptura da membrana plasmática. Sofre ação de enzimas de digestão.
Na apoptose, que é uma morte celular programada, a morte não é acompanhada de processo inflamatório e pode ser
fisiológica ou patológica. Sua estrutura é mais ou menos mantida com fragmentação nuclear e membrana
citoplasmática intacta porém alterada.

2- qual o câncer de mama mais frequente

3- cite três indicações para imuno histoquímica
Conhecer a origem da neoplasia ( se primária ou metástase)
Identificar linhagem
Identidicar a subtipagem da neoplasia
Orientação terapêutica
Diferenciar benigno de maligno
Identificar a expressão de oncogenes e atividade mitótica
Pesquisa de agentes infecciosos
Caracterização de produtos de excreção
Expressão de receptores

4- Carcinoma basocelular com características histológicas
Carninoma basocelular também conhecido como úlcera roedora é um carcinoma epitelial resultante de dano solar,
principalmente, de crescimento lento e agressividade local.
Macroscopicamente é uma plca ou lesão deprimida, mal delimitada com lesões elevadas e opacas com tonalidade
carcterística perolada/macarada e vasos ectásicos.
Na histologia são identificadas células formando ninhos na periferia (empaliçada. Surgem do infundíbulo de epitálrio
folicular
!26
5- três características do tumor filoides
Também chamado de cistossarcoma filoide (fake).
Profileração de estroma e epitélio
Benigno ou boderline
Faixa etária mais tardia
Disseminação por via hematogênica
Aspecto de cacho de uva ou bolhas
3 ou + mitoses por campo

6-Definição, macro e micro do tecido de granulação;
Macroscópica: tecido com aspecto granular, avermelhado e brilhante
Microscópica: formação de vasos( angiogênese) e proliferação de fibroblastos que formarão a matriz extracelular

7-Explicação pro edema na cirrose hepática
O edema causado vem do aumento da resistencia hepática que causa hipertensão portal, resultando no aumento da
pressão hidrostática e resultando em acúmulo de liquido principalmente na cavidade peritoneal (ascite). Além disso,
com o comprometimento hepático ocorre um processo de diminuição na produção de proteínas, o que causa
diminuição da pressão oncótica levando a edema. É uma associação de fatores.

Wlad 

1 - Pigmentos envolvidos:

Hemocromatose - Ferro 

Ocronose – ácido homogentísico

Kernicterus - bilirrubina

Doença de addison – melanina (MSH)

2- Diferenças tumores ovários benignos e malignos
Benignos: geralmente unilateral, cápsula intacta, geralmente móveis, superfpicie lisa, sem ascite (se tem citrina),
superfície de corte uniforme, peritônio livre, sólido, firme
Malignos: geralmente bilaterias, cápsula rota frequentemente, aderente, superfície nodosa e irregular, ascite turva,
superfície de corte variegada, peritônio com implantes (áreas cpisticas, necroses, excrecências), zonas de
amolecimento (necrose).

3 - HPV: tipo mais maligno, efeito citopatico em cel escamosa, lesões verrucosas
Cepas 16 e 18
Promove atipias em células escamosas e lesões papilomatosas vegetantes (verrugas)

4- Tuberculose: tipo de necrose, nome da sistêmica, fator que gera febre
Necrose caseosa – foco de GOHE
Complexo primário de GOHE: acometimento do parêquima e linfonodos hilares
Complexo secundário: Reativação, formação de cicatriz, destruição do parênquima e cavitação. Atividade apical.
Lesão sistêmica: bacilos na corrente sanguínea – TUBERCULOSE MILIAR – múltiplas lesões.
Febre baixa paroxística: início da noite por quena do cortisol
Complexo de Ranke: visualização radiográfica da lesão em linfonodos.
Microscopia: necrose caseosa central cercada de células epitelióides e células gigantes de Langhans. circindadas por
uma orla de linfócitos

5- AIDS: n lembro

6- Neoplasias trofoblasticas
Molas hidatiformes: gestações molares
Completa: Fusão de um espermatozoide com um ovócito sem cromossomos. É diploide ( duplicação do
espermatozoide ou dupla fecundação). Presença de atipias. Aspecto de sagu: vilosidades coriônicas edemaciadas. 2%
malignizam
Parcial: Fusão de um ovócito normal com um espermatozoide diploide ou dois espermatozoides, gerando triploidia.
Podem haver tecidos fetais, com feto nõa viável. Não apresenta atipias. Não maligniza
Mola invasora: agressividade local, pode chegar à cavidade pélvica. Risco de embolização de células, não de
metástases. Tecido trofoblástico com atipias podendo ser primário ou resultado de gravidez molar prévia (20%).
Clínica: sangramento vaginal sustentado + radiografia com útero deformado + BHCG aumentado
Coriocarcinoma: Invasão local e metástase pulmonar. Secundário a gestação anterior. Identificado em extremos da
idade reprodutiva. Neoplaia bifásica (cito e sinciciotrofoblasto), com pouco estroma. Clínica: escape paroxístico.

7- Sarcoma

!27

8- Esporotricose
Micose causada pelo agente Sporotrix Schencki, com via de inoculação principal e pele, principalmente de agricultores.
Caracteríza-se por uma pápula dorolorosa inicialmente. Disseminação via linfática, causando lingangite ascendente
com lesões ulceradas.
É uma reação granulomatosa

9 - Definir empiema e equimose
Empiema: acúmulo de pus em uma cavidade pré-existente (como no peritônio)
Equimose: acúmulo de sangue no interstício

EXAME – ATM 192


Wlad
Questão 1
Lâmina histológica com células esteroides. Qual o nome da doença?

Sarcoidose
Doença granulomatosa sistêmica, idiopática, que acomete principalmente os
pulmões, com consequente fibrose intersticial, também afetando a pele, linfonodos,
baço, fígado, olhos, falange, parótidas, entre outros. Tem

Questão 2
a) Em que fase da sífilis ocorre o cancro plano? PRIMÁRIA
Após o contato, o Treponema prolifera na região de contato por cerca de 3 semanas, correspondendo à fase de
incubação. Após esse período, é formada uma única ferida ou cancro, que é lesão ulcerada, com bordos elevados,
endurecidos, indolor, mais comum em região genital ou oral, acompanhado de linfadenopatia. Dura cerca de 3
semanas e é mais fácil de ver no homem. Depois some, porque o sistema imune melhorou, mas a bactéria não
morreu...

b) Nome do agente infeccioso da Cromomicose:


Phialophora verrucoso

c) Via de disseminação da Esporotricose: Via Linfática


Lesão começa de 1 a 2 meses após a arranhadura, como ferida localizada que não cura espontaneamente, é
denominada de cancro esporotricótico, ulcerosa, cutânea e quando se dissemina, por via linfática, manifestam-se mais
adiante, gerando outro cancro esporotricótico (linfangite ascendente: progride através dos linfáticos formando rosário
de lesões, que tem aspecto característico).

d) Principal órgão afetado na Paracoccodioidomicose: PULMÃO


É adquirido basicamente por via inalatória: o indivíduo inala o fungo, ele se instala no sistema respiratório, no
parênquima pulmonar, e pode colonizar e invadir tecidos circunjacentes, especialmente por via linfática, mas também
pode ser disseminado via hematogênica.

3- Cite 4 tipos de câncer maligno de ovário.


1. Cistoadenocarcinoma mucoso
2. Carcinoma endometrioide
3. Coriocarcinoma
4. Carcinoma embrionário

4- Defina: Endometriose e Adenomiose.


Endometriose: É a presença de glândulas endometriais, com ou sem estroma, fora da cavidade uterina.
Adenomiose: É tipo especial de endometriose, na qual se desenvolvem ninhos de endométrio no miométrio. É
comum, mais que a endometriose.

5-
a) Principal agente que causa Pneumonia em sidéticos:
Pneumocistis jirovecii : Causador da pneumocistose é a primeira causa de morte em pacientes com SIDA.

b) Enzima que transcreve o RNA viral no citoplasma: transcriptase reversa

6-
a) Nome do efeito citológico que o HPV causa em células escamosas: Displasia

!28
b) Nome da verruga do HPV: Condiloma acuminado

7- Doenças causadas por acúmulo de:


a) Ferro: Hemocromatose
b) Ac. Homogentísico: Ocronose
c) Prata: Argiria
d) Carvão: Antracose
Bilirrubina: Icterícia
Kernicterus: A elevação da bilirrubina indireta em recém-nascidos pode implicar em Kernicterus
Icterícia: acúmulo de bilirrubina indireta, nos lugares clássicos da semiologia
Cálculos biliares: excesso de eliminação pelo sistema canalicular biliar pode resultar na formação de cálculos
biliares, formados principalmente por bilirrubinato de cálcio.
Hemossiderina: Degradação da hemoglobina e contém ferro.
Ouro: Crisíase
Chumbo: Saturnismo – linhas de Burton
Cobre: doença de wilson – anel de Kayser-Fleiser

8- Cite 3 sintomas da sífilis terciária.


1. Aortite sifilítica
2. Neurossífilis
3. Gomas em qualquer lugar

9- Em relação à tuberculose, definir:


a) Foco de Gohn
ü Reação inflamatória localizada no pulmão contra o bacilo da tuberculose.

b) Complexo de Rank
ü Calcificação radiologicamente detectável: Complexo primário da tuberculose. Consiste em nódulo pulmonar
calcificado associado ao linfonodo hilar do mesmo lado, também calcificado.

c) Doença de Pott
ü Tuberculose vertebral

10- Defina:
a) Empiema: coleção de pus em cavidade natural (pleural, pericárdica, articular, peritoneal)

b) Hematoma: Acúmulo de sangue em uma NEOCAVIDADE.

VALÉRIA
1) 3 eventos na inflamação aguda:
1. Alterações vasculares
ü Vasoconstrição transitória das arteríolas
ü Vasodilatação
ü Diminuição da circulação ou estase

2. Aumento da permeabilidade vascular – exudação+


ü Contração da célula endotelial
ü Lesão endotelial direta
ü Lesão endotelial mediada por leucócitos
ü Transcitose

3. Eventos celulares
ü Marginalização leucocitária
ü Aderência
ü Migração ou exocitose
ü Quimiotaxia
ü Fagocitose

2) 3 indicações da imunohistoquímica
!29
1. Definição de benignidade e malignidade
2. Avaliação prognóstica
3. Identificação de agentes infecciosos
4. Orientação terapêutica
5. Diagnóstico histogênico das neoplasias morfologicamente indiferenciadas
6. Subtipagem das neoplasias
7. Caracterização da origem dos carcinomas
8. Caracterização de produtos de secreção das células neoplásicas

3) 3 tipos de fatores ambientais oncogênicos


1. Álcool
2. Tabagismo
3. Hábitos alimentares
4. Fatores ocupacionais
5. Hábitos sexuais

4) Cite a classificação brasileira para carcinoma em células escamosas.


ü Lesão intraepitelial escamosa de baixo grau (HPV/NIC I)
ü Lesão intraepitelial escamosa de alto grau (NIC II e III)

5) Em relação ao melanoma, citar:


a) O mais agressivo: de crescimento vertical
b) O mais frequente: de crescimento radial

6) Qual o carcinoma de pele que tem menor chance de metástase e tem maior agressividade em
vísceras?
Carcinoma epidermoide.

7) a) Qual tipo de carcinoma de mama tem maior risco de microinvasão


Comodocarcinoma
c) Qual carcinoma de mama é bem delimitado e tem infiltrado linfocitário?
Carcinoma medular

8) Cite 3 patologias que causam retração mamária.


1. Esteatonecrose
2. Comocomastite
3. Fibrose

9) Cite as vias de metástases (tinha 3 lacunas).


1. Linfática
2. Hematogênica
3. Implante em cavidades e superfícies corpóreas

10) 3 características morfológicas do trombo.


1. Localidade
ü Mural: Nas cavidades cardíacas e aorta, fica incorporado à parede vascular.
ü Oclusivo: artérias menores e veias, sobretudo na circulação venosa e em vasos menores.

2. Cor
ü Vermelho: venoso
ü Branco: arterial
ü Misto: Pode ocorrer tanto em artérias quanto em veias.
ü Hialino: arteríolas e vênulas, sendo o principal constituinte a fibrina. É o mais claro, translúcido e brilhante dentre
os quatro.

3. Aspecto

!30
ü Cabeça, que é a primeira zona de coagulação, o corpo, que corresponde área à que está diretamente aderida à
parede, e pela cauda, que consiste na direção para onde ele vai crescer, que está em contato com o sangue ainda
não coagulado.
ü São secos, opacos, friáveis e quebradiços.
· Coágulo é brilhante, elástico e gelatinoso. É bifásico, de área vinhosa e área amarelada. É chamado de gordura de
galinha ou geleia de groselha.
ü Aderem à parede. O coágulo post mortem não tem aderência.
ü Têm linhas de Zahn, sobretudo na circulação arterial.

EXAME - ATM 201


a) Agentes causadores das micoses
Paracoccidioidomicose (blastomicose): Paracoccidoides brasiliensis
Esporotricose: Sporotrix Schencki
Cromomicose: Phialiphora verrucosa
Actinomicose: Actinomyces israelli
Histoplasmose: Histoplasma capsulatum
Aspergilose: Aspergilus fumigatus

b)Diferença entre apoptose e necrose


Apoptose: há retração, a MC e o conteúdo celular ficam intactos, ausência de inflamação, fisiológica ou patológica
Necrose: Tumefação, a MC é rompida e o conteúdo celular digerido por enzimas, é comumente associado a
inflamação e é sempre patológico

c)Exceções das nomenclaturas de neoplasias


Linfoma, seminoma, hepatoma, melanoma, adenoacantoma

d)Sífilis congênita: Tríade de Hutchinson:


Incisivos centrais afilados, cegueira (ceratite intersticial) e surdez (por comprometimento do 8º par). Pode ter também
tíbia em sabre e nariz em sela

e)Neoplasia de mama mais prevalente:


Carcinoma ductal infiltrante

VALÉRIA:
1) Eventos vasculares e exsudativos da inflamação aguda.
Vasoconstrição arteriolar -> vasodilatação -> aumento do fluxo sanguíneo e contração das células endoteliais ->
estase vascular -> marginalização leucocitária.

Exsudato -> aumento de permeabilidade vascular, por contração de células endoteliais, com aumento de poros

2) Cite 3 eventos da apoptose celular.


Possível cariorréxis, formação de corpos apoptóicos, condensação da cromatina, aumento da permeabilidade da
membrana celular, com infusão de íons Ca+

3) Qual alteração ocorre para que haja edema palpebral?


Para que haja formação de edema na região palpebral é necessário que ocorra uma diminuição da pressão oncótica
(diminuição de proteínas) no organismo. Isso pode ocorrer por desnutrição proteica ou calórica, doenças renais
glomerulares que causem proteinúria, doenças inflamatórias intestinas ou síntese diminuída de proteínas, como na
cirrose hepática.

4) Trombo arterial e venoso, origem e destino de ambos.


Trombo venoso -> veias profundas de MMII -> se dirige ao pulmão;
trombo arterial -> câmaras cardíacas (átrio esquerdo) -> cérebro, intestino, rins

5) Definição macroscópica e microscópica do tecido de granulação.


Macro: aspecto granulado, onde há pontos vermelhos (angiogênese acontecendo) em um fundo de tecido conjuntivo
composto por proliferação de fibroblastos. Micro: angiogênese, com proliferação de fibroblastos para cicatrização.

6) Questão que falava em nódulo de 2,5 cm em mama, mulher na quinta década de vida, aspecto
branco-acinzentado ao corte, elástico, com poucas atipias, fendas. Qual o provável diagnóstico?
Filóide

7) 3 características dos nevos displásicos.


!31
Bordos irregulares, com diversas tonalidades, e assimétrico, diâmetro menor que 1cm, com atipias celulares.

8) Nomenclatura brasileira de lesões displásicas no citopatológico, que termos são usados?


Lesões intraepiteliais de baixo grau (NIC I e HPV) e lesões intraepiteliais de alto grau (NIC II e III) para células
escamosas, e adenocarcinoma in situ ou invasor.

9) Características macroscópicas e microscópicas do carcinoma basocelular


Macro: lesões elevadas e opacas, com telangectasias e aspecto nacarado; micro: ninhos celulares com empaliçadas
nas periferias

10) Cite 2 fatores prognósticos e 2 fatores de risco p câncer de mama


Prognóstico: “in situ” ou invasor, metástases a distância; Risco: tabagismo e número baixo ou nulo de filhos

WLADIMIR
1) Qual substância se acumula na esteatose?
Triglicerídeos

2) Qual substância se acumula na aterosclerose?


Colesterol e ésteres de colesterol

3) Qual corante é usado na amioloidose?


Vermelho congo

4) Célula em anel de sinete é característica da deposição de que?


Muco

5) Doenças causadas pelo acúmulo de: ferro, ácido homogentísico, prata, carvão.
Fe = hemocromatose;
AC. Homogentisico = Ocronose;
Prata = Argiria;
Carvão = antracnose

6) Defina equimose e abscesso.


Infiltração de sangue nos tecidos; formação de neocavidade com pus

7) Questão sobre tuberculose, perguntava qual a vacina, em que célula o bacilo se replica e qual o nome
dado a tuberculose óssea.
Vacina BCG; Macrófago; Mal de Pott

8) Questão sobre sífilis falava sobre comprometimento articular e perguntava em qual fase acontecia
Sífilis terciária

9) Questão sobre sífilis perguntava 3 características da sífilis secundária


Presença de exantemas papulares palmares ou em planta de pés, roséolas sifilíticas, e condiloma plano em mucosas.

10)Questão sobre fungos, perguntava sobre paracoccidio, via de disseminação da esporotricose,


inflamação da cromomicose.
Cromomicose = phialophora e cladosporidium; linfática; Pulmão em paracoccidio

11)Qual o tumor ósseo mais comum?


Osteossarcoma

12)Qual tumor ósseo relacionado com a amiloidose


Tumor odontogênico epitelial calcificante - Tumor de Pindborg ??

13)Questão sobre síndrome de Meigs.


Fibroma, com ascite e derrame pleural a D

14)Qual o principal tumor relacionado ao HIV? Qual enzima responsável pela transcrição do RNA viral
no citoplasma?
Sarcoma de Kaposi; transcriptase reversa

15)Defina endometriose e adenomiose.


Propagação de glândulas endométricas fora da cavidade uterina; endometriose que especialmente acomete o
miométrio
!32
EXAME – ATM 202
Valéria
1) Cite 3 fatores prognósticos para melanomas.

2) Cite três classificações moleculares de tumores de mama.

3) Três diferenças entre coágulo e trombo

4) Caso clínico de edema causado por aumento generalizado da pressão hidrostática, que variava
dependendo da posição e perguntava a causa.

5) Qual carcinoma de pele não melanocítico tem pouca metástases e muita agressividade em vísceras.

6) Relacionar colunas:

A - Necrose ( )Acontece no processo inflamatório


B- Apoptose ( )Compromete uma célula isoladamente
( )Pode ser fisiológica
( )Ação de capsases
( )Ocorre no infarto do miocárdio


7) Três mediadores químicos da inflamação e sua função

8) Três aspectos microscópicos do tecido de granulação inflamatório.

9) uma mutcho louca de nomenclatura de nomeclatura louca era a para classificar uma célula atípica
grande com núcleos atípicos periféricos (algo assim)

10) Coágulo sistêmico: origem e destino.

Wlad

1) Três (doenças ou locais) de acúmulo de triglicerídeos

2) Pigmento que se deposita e causa degeneração macular.

3) Qual é o agente da da cromomicose?
Como se contamina por esportricose?

4) Três sintomas da sifilis secundária.

5) Agente que causa pneumocistose em sidéricos.

Enzima que transcreve RNA no vírus HIV.

6) Três causas de choque hipovolêmico


Três fases clínicas do choque:

7)Tuberculose: Qual é o nome do teste da pele?


Quem faz macrófago virar célula epitelióide?
O que é escrófula

8) Quatro os exemplos de neoplasias de ovário.

9) Qual local mais comum no esqueleto do surgimento de condroma?


Qual neoplasia está relacionada o Triângulo de Codman?

10) Duas causas de Linfangioma algumacoisa(higroma cístico).

EXAME
1.Cite uma patologia associada:
a)Fe: hemocromatose
!33
b)bilirrubina não conjugada: kernicterus
c)ácido homogentísico: ocromose
d)alcatrão: CA pulmão

2.Completar:
a)aumenta o volume da célula: hipertrofia
b)diminui o volume da célula: hipotrofia
c)aumento do número de células: hiperplasia
d)modifica as células da mesma origem embrionária: metaplasia

3.Caracterize petéquia, equimose e hematoma:


Petéquia - Hemorragia intersticial infiltrada entre os tecidos MENOR que 2cm. Provocadas por diapedese.
Equimose - Hemorragia intersticial infiltrada entre os tecidos MAIOR que 2 cm.
Hematoma - Acúmulo de sangue em uma CAVIDADE.

4.Cite 4 tipos de choque:


Cardiogênico, hipovolêmico, séptico, neurogênico.

5.Descreva as características do melanoma e seus fatores prognósticos:


Assimetria, bordos irregulares e mal definidos, coloração heterogênea, diâmetro maior que 1cm.
Profundidade da lesão (tumor), nº de mitoses, regressão tumoral (piora prognóstico), presença de linfócitos
infiltrantes, sexo feminino apresenta melhor prognóstico, localização periférica melhor prognóstico.

6.HIV, cite 3 cânceres relacionados e 2 parasitoses mais freqüentes:


Sarcoma de Kaposi, linfoma, câncer cervical.
Criptosporose e Isosporose

7.Cite três lesões proliferativas da mama e comente seu significado:


- Hiperplasia epitelial: Quando há mais de duas camadas de células epiteliais. Pode ser leve, moderada ou acentuada
(florida).
- Adenose esclerosante: Aumento do número de ácinos por lóbulo associado a fibrose. Há risco de distorção da
arquitetura da mama. Simula malignidade em todos os níveis. Predominam células mioepiteliais. Tem padrão
serpiginoso e bordos bem delimitados.
- Papiloma: Formação de papilas que crescem dentro do ducto dilatado. Geralmente tem descarga papilar que pode
ser sanguinolenta.

8.Cite 3 características da apoptose:


Não causa inflamação, tamanho celular diminui, núcleo fragmentado, membrana plasmática intacta, conteúdo celular
intacto, presença de corpos apoptóticos, pode ser patológica ou fisiológica.

9.Cite o vírus relacionado ao sarcoma de kaposi:


Vírus herpes 8

10.Cite as característica do carcinoma basocelular:


Coloração perolada, telangectasia, aspecto nodular e ulceroso, consistência firme.
Poder infiltrativo, crescimento lento, agressividade local, maior prevalência na face, recidiva de 40%, não metastático.
(é a neoplasia mais freqüente na pele).

11.Cite 2 deposições de origem lipídica e 2 de origem protéica:


esteatose (hepática, cardíaca, renal), lipidose (arterosclerose, xantoma)
hialinização, mucinose, hiperceratose, paraceratose

12. Cite uma deposição extracelular de origem protéica:


Amiloidose

13. Cite os tipos de cicatrização:


- De primeira intenção: Lesão linear, pouco tecido lesado, pequena perda de tecido com justaposição de bordas (ex:
suturas, lesões causadas por um cirurgião).
- De segunda intenção: Maior reação inflamatória, forma um tecido de granulação maior, grande defeito a ser
corrigido, grande bordas atingidas. A contração é maior.

14. Cite 4 características (padrões) morfológicas da inflamação aguda:


Serosa, fibrinosa, supurativa e úlcera (supurativa=purulenta)

!34
15. Caracterize o granuloma da sarcoidose (características celulares):
Granulomas não caseosos (duros) e geralmente sem necrose central. Os granulomas não são fusionados, ou seja, são
individualizados e justapostos, formados por células epitelióides, células gigantes de Langhans e células gigantes do
tipo corpo estranhas. Podem aparecer também corpúsculos asteroides.

16.O que define reparo:


Consiste em uma combinação de regeneração e cicatrização pela deposição de colágeno.

17. Tríade de hutchinson:


Ocorre na sífilis congênita tardia. Incisivos centrais afilados, ceratite intersticial (cegueira) e surdez (por acometer o 8º
nervo). **Também pode ocorrer anormalidades ósseas (tíbia em sabre) e faciais (nariz em sela).

18. Características morfológicas do trombo:


Trombo: cabeça, corpo (adere ao endotelio) e cauda. É seco, fosco, friável e quebradiço. Constituído por hemácias,
fibrina e plaquetas.

19. Botrióide:
Rabdomiossarcoma: Neoplasia maligna do tecido muscular estriado. É uma neoplasia que pode ocorre em crianças
(aparelho genitourinário, cabeça e pescoço) ou em adultos (músculos e útero). Grau III é semelhante a “carne de
peixe”.
* SARCOMAS BOTRIÓIDES: São rabdomiossarcomas embrionários ricos em tecido mixóide com células musculares
fusiformes com estrias transversais e aspecto de cachos de uva. Tem péssimo prognóstico (muito grave).

20. Osteossarcoma:
Neoplasia óssea primitiva produtora de tecido osteóide. Ocorre em jovens em idade entre 5 e 25 anos, normalmente
do sexo masculino. É uma neoplasia muito rápida e extremamente maligna (metastiza muito rápido -> pulmão).Surge
principalmente nas metáfises. Ocorre o aumento da fosfatase alcalina. Tumores sólidos com extensa necrose
hemorrágica, além de invasão para a região medular e para partes moles vizinhas ao osso.
* TRIÂNGULO DE CODMAN: Levantamento do periósteo pelo tumor. Não é sinal patognomônico.

21. Como diferenciar leiomioma de leiomiossarcoma:


Ver se tem necrose e verificar o número de mitoses.

22.Tumor de ovário homologo a seminoma:


Disgeminoma

23.Tumor de ovário produtor de estrógeno:


Tecoma

24. Carcinoma intraductal infiltrante:


Forma nódulos de contorno espiculado, estrelados, mal delimitados e de consistência firme. - Sem outra especificação:
É o mais agressivo e corresponde a 70-80% dos carcinomas de mama. - Tubular: Tem bom prognóstico. Tem
proliferação estromal e de epitélio atípico. É bem diferenciado (grau I), com poucas atípias, recapitulando a estrutura
tubular da mama. - Colóide (mucinoso): Tem bom prognóstico. Ocorre em mulheres mais idosas e tem crescimento
lento. - Medular: Caracteriza-se por lençóis sólidos de células com bastante atípias (muito pleiomorfismo), com
infiltrado linfo-plasmocitário, bordas não-infiltrativas, bem delimitado (sugere lesão benigna), pouco estroma
(representado por células inflamatórias) com consistência macia.

PROVAS DESCONHECIDAS

DEPOSIÇÕES CELULARES
1)Como você acha que a desnutrição infantil pode gerar uma lipólise hepática?
Uma ingesta pobre em proteínas faz com que caia a formação de lipoproteínas, o que diminui o transporte de lipídios
até o depósito. Então, ocorre lipólise como mecanismo compensador, pois o depósito "interpreta" esta menor chegada
como falta de energia.
Desnutrição ! retenção (sem transporte) e lipólise (interpreta como falta de energia) ! acúmulo no fígado.

2)Cite 6 causas de amiloidose secundária:


Osteomielite, tuberculose, artrite reumatóide, hanseníase, bronquiectasias, abcessos crônicos, tumores, supurações
crônicas.

3)Como fica bem caracterizado amiloidose secundária?


Vermelho congo +, refringente e verde na luz polarizada, PAS +, depósito extracelular, aspecto homogêneo na
microscopia óptica, aspecto fibrilar na microscopia eletrônica.

!35
4)O que você entende por disceratose?
Produção excessiva de queratina de forma abortiva (amadurecimento precoce). Presença de queratina intra-epitélio.
Ocorre: neo epitélios escamosos, dermatites, infecções, queimaduras.

5)Como você justifica uma infiltração adiposa (lipomatosa) de origem isquêmica?


Ocorre acúmulo de amilóide na íntima dos vasos, provocando isquemia. Esta, leva a uma atrofia p/ diminuição de
oxigênio. A área isquêmica passa a ser ocupada por infiltração adiposa.

6)O amiloide do mieloma múltiplo é do tipo: AL.

7)Núcles vazios de hepatócitos correspondem a acúmulo de: Glicogênio.

8)Descreva a macroscopia de um fígado com esteatose:


Volume aumentado, peso aumentado, borda romba, liso sem irregularidade, aspecto graxo, cor amarelada, brilhante.

9)O que você entende por degeneração de Armani-Ebstein?


Degeneração de glicogênio que ocorre em hiperglicêmicos com presença de glicose no túbulo proximal e alça de
Henle, ocorrendo glicosúria.

10)Assinale a resposta certa, dentro de tumores benignos nos epitélios escamosos:


a)cornificação patológica b) paraceratose c) leucoplasia d) disceratose e) hiperceratose

11)Pérola córnea ou rolha córnea é sinal de:


a)paraceratose b) disceratose c) hiperceratose d) cornificação patológica e) leucoplasia

12)Quais os locais onde ocorre amiloidose?


a)Senil: coração e cérebro
b)Endócrina: pâncreas e tireóide
c)Tumoral: pulmão, laringe, pele, bexiga e língua

13)Onde ocorre deposição amilóide no rim?


Glomérulo, matriz mesangial, túbulos renais, espaços peritubulares e vasos.

14)A presença de queratina no epitélio esofágico é chamado de:


a)hiperceratose b) disceratose c) oncoplasia d) paraceratose e) cornificação patológica

15)O que é "bola amilóide"?


Deposição de amilóide à nível de matriz mesangial glomerular, levando a atrofia e isquemia do glomérulo.

16)Quais as consequências da deposição amilóide nos rins?


Síndrome nefrótica que progride para IRC.

17)O que caracteriza o baço lardáceo?


Deposição de amilóide (primária e secundária) nos sinusóides da polpa vermelha do baço.

18)No fígado, os depósitos de substância amilóide ocorre no:


a)espaço de disse e vasos b) veia porta c) veia centro lobular d) hepatócito e) céls de kupffer

19)Quais os locais na histologia do tubo digestivo em que ocorre deposição amilóide?


Lâmina própria, parede vascular e intramuscular da mucosa.

20)Onde ocorre deposição amilóide no coração? Como se traduz clinicamente?


Intermuscular, vasos e endocárdio. ICC e arritmias.

21)Onde ocorre deposição amilóide no pâncreas?


Vasos (atrofia e lipomatose) e ilhotas de Langerhans (amiloidose do DM).

22)Local onde ocorre deposição amilóide na supra-renal? Como se traduz clinicamente?


No córtex, bilateralmente. Síndrome de Addison (insuficiência supra-renal crônica).

23)Qual dos Ca é produtor de substância amilóide?


a)Ca medular de paratireóide b) Ca medular de tireóide c) Ca medular de supra-renal
d)Ca cortical tireóide e) Ca cortical de supra-renal

!36
24)O que é doença de Von Gierke? Como se traduz clinicamente?
O fígado não consegue desdobrar o glicogênio em glicose por erros enzimáticos. Se traduz por hipoglicemia e
hepatomegalia.

25)Com relação a esteatose hepática, relacione:


a) tetraciclina ( ) síntese proteica
b) etilismo ( ) lipólise
c) diabete ( ) transporte
d) dieta hipercalórica ( ) oxidação
e) congestão hepática ( ) aumento do aporte

26)Relacione:
a) Von Kirke ( ) mixóide - A
b) Armani Abatein ( ) neucino - C
c) Anel de sinete ( ) melanina - D
d) Peutz - Seger ( ) neurofibromatose - E
e) Von Recklinghaunsen ( ) glicogênica - B

27)O carcinoma epidermóide faz cornificação do tipo:


a)hiperceratose b) paraceratose c)leucoplasia d) disceratose

28)O corante apropriado para identificar histologicamente lipídeos é:


a) Peris b) Tricromo c) Sudam d) Azul Prússia e) PAS

29)Complete:
a)Excesso de queratina pura, pode ser localizada ou generalizada. Local: pele ! Hiperceratose.
b)Excesso de queratina com restos de núclesos no interior, queratina imatura. Local: mucosas ! Paraceratose.
c)Presença de queratina no interior dos epitélios e/ou das células, com amadurecimento precoce de queratina
(abortiva) !Disceratose.

30)Relacione:
a) hiperceratose (a) calo
b) paraceratose (a) condiloma
c) disceratose (c) rolha córnea
(a) verruga

31)Que tipo de degenerações aparece em:


Neo cutânea: disceratose
Inflamação: mucinosa

32)O que é "anel de sinete" ou "anel de grau"?


Carcinoma mucoso. Locais: cólon, estômago e vesícula.

33)Como se denomina a neo benigna no ovário que produz grande quantidade de muco?
Cisto adenoma mucinoso.

34)O que é tecido mixóide?


Degeneração de mucina dentro de tecido conjuntivo. Ex.: pseudo-cisto sinovial.

35)Onde se deposita amilóide endócrina?


Encéfalo, supra-renal e tireóide.

36)Quais as manifestações clínicas da amiloidose?


- IRC;
- Isquemia, atrofia, infarto;
- Esplenomegalia;
- Hepatomegalia;
- ICC, arritmias;
- Diarréia, constipação;
- Doença de Addison.

37)Como se denomina a patologia que apresenta uma célula cheia de grânulos de glicogênio no
citoplasma com núcleo grande?
Sarcoma de Edwing ( tu medula óssea).

!37
38)2deposições de origem lipídica: esteatose (hepática, cardíaca, renal), lipidose (arterosclerose, xantoma)
2 deposições de origem proteica:hialinização, mucinose, hiperceratose, paraceratose...
Deposições EXTRACELULARES de origem proteica:amiloidose

PIGMENTOS
1)No centro de hematomas encontramos:
Pigmento hematoidina.

2)O fígado e o coração adquirem na velhice uma coloração mais parda pela impregnação de um
pigmento endógeno chamado: lipofucsina.

3)Vômitos em "borra de café" são pigmentos de:


Hematina.

4)Produção de hemossiderina; local:


- margem de hemorragias;
- margem de infartos;
- traumas cutâneos;
- endometrioses;
- congestões
.
5)Produção de hemossiderina sistêmica:
- transfusões repetidas;
- anemina hemolítica e falciforme;
- hemocromatose.

6)O que são células do vício cardíaco?


São macrófagos com HSS no seu interior, recorrentes da destruição de hemácias nos alvéolos.

7)Qual o local do infarto hemorrágico onde pode ser encontrado hematoidina?


No centro do infarto.

8)Cite 2 causas de aumento sistêmico de produção de melanina:


Ação actínica (sol) e doença de Addison.

9)Cite 3 causas de aumento localizado de produção de melanina:


Cloasma gravídico, melanoma e névus.

10)Cite 3 causas da diminuição da produção de melanina:


Albinismo, pitiríase versicolor e vitiligo.

11)Na atrofia parda, o pigmento presente no miocárdio é:


Lipofucsina.

12)Qual o aspecto microscópico da hemossiderina?


Pigmento granular com aspecto de ferrugem, amarelo-ouro, dentro de macrófagos.

13)Qual o processo de impregnação das tatuagens?


Os pigmentos são inoculados pela pele e capturados por macrófagos (histiócitos fixos) ao longo das fibras colágenas.

14)Em quais locais se fixam o pigmento de carvão?


Dentro dos macrófagos, dentro dos linfócitos e dentro dos linfonodos do pulmão.

15)No centro de hematomas encontramos:


Pigmento hematoidina.

16)O fígado e o coração adquirem na velhice uma coloração mais parda pela impregnação de um
pigmento endógeno chamado:
lipofucsina.

17)Complete:
a)No centro do hematoma encontramos hematoidina.
b)Vômito em borra de café: Hematina.
!38
c)Atrofia parda: Lipofucsina.

18)Patologia associada a:



- Fe: Hemocromatose

- Bilirrubina não conjugada: Kernicterus

- Ac. Homogenístico: Ocronose

- Alcatrao: Ca de pulmão

ALTERAÇÕES DE CRESCIMENTO
1)Dos fatores condicionantes de uma hiperplasia, qual é a mais importante?
Capacidade de multiplicação das células.
2)Paciente do sexo feminino, 56 anos, queixa-se de metrorragia. O exame clínico sugeriu e os exames
complementares confirmaram um processo hiperplásico folicular com evidências de hiperplasia
ovariana. Como você consegue nesta situação fazer o diagnóstico final?
Hiperfunção ovariana (hiperplasia endometrial).

3)O que é leucoplasia?


Placas brancas que aparecem na superfície de mucosas escamosas e só a biópsia pode diferenciar (hiperplasia,
paraceratose ou Ca).

4)A cornificação patológica de tumores de células escamosas é: disceratose.

5)O que difere as lesões de laringe em um carcinoma de uma leucoplasia? Histologia.

6)Paciente de 60 anos, sexo feminino, apresenta osteoporose. Após tratamento começa a apresentar
metrorragia. Como se justifica isso?
Na reposição hormonal, o estrógeno estimulou o endométrio e este tornou-se hiperplásico e consequentemente voltou
a ser secretor.

7)Qual o tipo de alteração de crescimento quando um fator agressivo não letal percute massantemente
sobre um tecido glandular? Metaplasia.

8)Seu paciente com história prévia confirmada de Sarcoidose, apresenta edema na região do maléolo,
ascite e hipertensão. Qual a alteração de crescimento que ele apresenta?
Hipertrofia de coração direito.

9)Relacione:
(1) hipertrofia ( ) aumento do volume celular
(2)hiperplasia ( ) aumento do número de células
( ) núcleo gravídico
( ) calo ósseo

10)Quais as condições necessárias para que ocorra hiperplasia?


- capacidade de multiplicação celular;
- estímulo específico contínuo e não letal;
- integridade das células;
- tipo de célula.

11)Considere a situação em que seu sapato está um pouco apertado e devido ao uso formou-se um calo
ósseo. Que alteração de crescimento é essa?
Hiperplasia.

12)Considere uma situação de hipertensão em que o coração precisa compensar, aumentando a sua
força de contração, levando a um cor pulmonale. Que alteração de crescimento é essa?
Hipertrofia patológica.

13)De que alteração de crescimento patológico mais se aproxima uma hiperplasia?


Processos neoplásicos.

14) Não é causa de hipertrofia ventricular esquerda:


( ) incompetência aórtica ( ) estenose aórtica ( ) coarctação da aorta
(x) hipertensão pulmonar ( ) hipertensão sistêmica

15)Qual das alterações abaixo é atrofia?


!39
a) embolia micótica
b) hiperemia
c) congestão passiva
d) trombose arterial
e) trombose arterial parcial

16)Relacione:
(1) hiperemia ativa ( ) hiperplasia ( ) hipertrofia ( ) aumento da pressão
hidrostática
(2) hiperemia passiva ( ) edema ( ) aumento do metabolismo ( ) atrofia

17)Em uma necropsia, observa-se o coração pesando 240g, coronárias normais, qual o seu diagnóstico
e que dados leva a esta conclusão?
a)A. Hiperplasia
b)B. Hipoplasia
c)C. Aplasia
d)D. Displasia
e)E. Metaplasia

18)Que tipo de alteração de crescimento ocorre quando há um tumor de esôfago terminal?


a)A. Hiperplasia
b)B. Hipoplasia
c)C. Aplasia
d)D. Displasia
e)E. Metaplasia

19)Que alteração de crescimento ocorre em uma paciente que teve dois abortos tardios?

20)Dos fatores condicionantes de uma hiperplasia, qual o mais importante?


Capacidade de multiplicação da célula.

21)Quais as condições necessárias para que ocorra hiperplasia?


- capacidade de multiplicação celular;
- estímulo específico contínuo e não letal;
- integridade das células;
- tipo de célula.

22)Considere a situação em que seu sapato está um pouco apertado e devido ao uso formou-se um calo
ósseo. Que alteração de crescimento é essa?
Hiperplasia.

23)De que alteração de crescimento patológico mais se aproxima uma hiperplasia?


Processos neoplásicos.

24)A perturbação de quais fatores homeostáticos pode ser indutora de uma atrofia?
Diminuição de aporte sanguíneo, diminuição da inervação e diminuição de estímulo endócrino.

25)Completar:

- Aumenta o volume das células: Hipertrofia

- Diminui o volume das células: Hipotrofia

- Aumenta o número de células: Hiperplasia

- Modifica as células, mas de mesma origem embrionária: Metaplasia

26)Paciente de 55 anos vem a longo tempo com disúria. O exame de urina mostrou grande número de
bastonetes. Você opta por uma citoscopia e esta revela áreas bem delimitadas, elevadas e
brancacentas na mucosa vesical; a biópsia realizada revelou fragmentos de tecido pavimentoso
estratificado com boa maturação celular e focos de incipiente desorganização estrutural. A submucosa
apresenta numerosas células mononucleares inflamatórias. Qual a correta interpretação deste
resultado?
Metaplasia, displasia.

!40
27)Chega à consulta uma jovem com queixa de ardência nos olhos e abundante secreção nasal. Após a
anamnese, você está com a hipótese de rinite alérgica. O exame físico revela formação polipóide
intranasal. Qual, com toda a certeza, a natureza deste pólipo?
Processo hiperplásico à inflamação.

28)Senhora de 70 anos anda irritadiça e depressiva; em razão disso, você lhe receita uma medicação à
base de estrógeno. Oito meses depois ela volta ao seu consultório, referindo sangramento
ginecológico. Qual, com toda probabilidade, a razão para este sangramento e como ele se chama?
Com o estrógeno houve uma hiperplasia do endométrio e este sangramento se chama metrorragia.

29)Você examina, por gastroscopia, um estômago que mostra uma mucosa do corpo em grande parte
lisa. Este aspecto é o mesmo que foi visualizado há 10 meses atrás. Quais as prováveis alterações
existentes nesta mucosa?
Atrofia metaplasia.

30) Que diagnóstico você faria para o seguinte achado histopatológico: "Os cortes revelam pele com
junção dermo-epidérmica retificada, abaulamento por presença no interstício da derme de
hemácias com grande quantidade fora dos vasos".
Atrofia e equimose

31)Que alteração de crescimento é comum nos estados de aterosclerose do polígono de Willis, lesão
viral no corno anterior da medula e ooforectomia bilateral?
Atrofia.

32)Seu paciente, 45 anos, vida normal, morre de acidente de trânsito, sendo encontrado na necrópsia
rim pesando >40g. qual o achado anatômico ao corte do rim é essencial para o diagnóstico de
hipoplasia?
Faz-se o corte do rim, no sentido látero-lateral, conta-se as pirâmides (normal são 3 a 5). Se tiver um número inferior
ao normal este rim é hipoplásico.

REGENERAÇÃO - REPARAÇÃO
1)Cite 3 situações em que prolifere tecido de granulação:
Cicatriz incompleta, cirurgia plástica, trajeto de fístula inflamatória.

2)Como se iniciam as cicatrizes?


Com invasão de fibrina do coágulo e exsudato + angioblastos e fibroblastos.

O que define reparo:Consiste em uma combinação de regeneração e cicatrização pela deposição de colágeno.

3)Cite as ações das seguintes drogas na cicatrização:


Antibióticos: inibe a proliferação celular.
Colchicina: inibe a proliferação celular.
Corticóides: inibe a proliferação celular.
Vitamina C: acelera a cicatrização.
Vasodilatadores: acelera a cicatrização.

4)Coloque que alterações os seguintes itens promovem na cicatrização:


a)desnutrição - retardo d) antibióticos - retardo
b)traumas - retardo e) calor - aceleram
c) avitaminose - retardo f) assepsia - aceleram

5)Defina tecido de granulação:


Proliferação conjuntiva e vascular (fibroblastos e angioblastos) que vai organizar a cicatriz.

6)Tipos de cicatrização: 

- De primeira intenção: Lesão linear, pouco tecido lesado, pequena perda de tecido com justaposição de bordas
(ex: suturas, lesões causadas por um cirurgião).

- De segunda intenção: Maior reação inflamatória, forma um tecido de granulação maior, grande defeito a ser
corrigido, grande bordas atingidas. A contração é maior.

7)A alta precoce de um paciente cirúrgico é recomendável para a prevenção de fenômenos


tromboembólicos; neste sentido, o processo de reparação não deve ser retardado. Cite algumas
situações em que o processo de cicatrização se prolonga de forma a se tornar um problema:
Idade avançada, desnutrição, diabetes, uso de corticóides, imunodeprimidos.
!41
8)O que representa um quelóide?
Cicatrização exagerada.

9)Dos fatores locais, qual o mais importante para o retardo de uma reparação?
Contaminação por corpo estranho.

10) Qual dos tipos de derrame pericárdio que menos tende a formar aderências?
A. Sero-fibrinoso.
B. Seroso.
C. Hemorrágico.
D. Caseoso.
E. Fibrinoso.

CALCIFICAÇÕES
1)Um RX de tórax mostra nódulos parciamente calcificados no ápice do pulmão, numa lesão
tuberculosa. Qual o tipo de calcificação?
Calcificação distrófica.

2)Com relação à calcificação distrófica, qual das alternativas abaixo não é causa:
a)hipervitaminose (A, D, E, K) b) metástase óssea
c)osteoporose d) grande ingesta de leite

3)Que alterações nutricionais pode ser acompanhada de hipercalcemia?


Hipervitaminose D, aumento da ingesta de leite.

4)Justifique o diagnóstico: Inflamação crônica supurativa com calcificação distrófica.


Inflamação ao longo do tempo de evolução, presença de pus, com lesão tecidual, ocorrendo alteração de pH, com
acúmulo de cálcio.

5)Caracterize calcificação distrófica.


Ocorre em tecido previamente degenerado, níveis de cálcio normais e a deposição de cálcio têm efeito tampão por
diminuição de pH.

6) Qual deverá ser a causa de uma calcificação distrófica?


Ocorre em locais onde houve a necrose, não depende dos níveis séricos de cálcio. Tecido necrosado ® diminuição do
ph das células circunjacentes® sais de cálcio são depositados para tamponar a área ® calcificação.

7)Caracterize calcificação metastática.


Relacionada com a calcemia. Ocorre deposição de cálcio p/ hipercalcemia, hipervitaminose D, hiperparatireoidismo,
osteossarcoma e osteomielite.

8)Por que as necroses de uma maneira geral favorecem a precipitação de sais de cálcio?
Porque ocorre um processo de tamponamento em que o cálcio é atraído pela diminuição do pH (calcificação distrófica)

9)Como classifica a patologia que na microscopia é expressa por zona intensamente basófila e amorfa
(sem forma), com área de necrose caseosa ou ainda cicatrização xxxx mucípara ou hialinização:
calcificação distrófica.

INFLAMAÇÕES
1)Na hiperemia ativa das inflamações, há uma fase mais tardia, uma hemoconcentração e tromboses
endonucleares. Justifique.
Ocorre uma vasodilatação ! aumenta a concentração hemática no vaso que pode levar a uma estase ! hipóxia !
trombose, estase (lesão do endotélio).

2)Os eosinófilos aparecem nas inflamações:


Sub-agudas, alérgicas e parasitárias.

3)Quais são as células teciduais das inflamações?


Angiblastos, fibroblastos, histiócitos, macrófagos, linfócitos, mastócitos, plasmócitos e células gigantes.

4)No desenvolvimento de uma infecção crônica específica, qual deve ser a célula?
Linfócito T.

5)As células próprias das inflamações agudas são:


!42
Neutrófilos, linfócitos e monócitos.

6)O que entende-se por inflamação flegmonosa?


Inflamação do tipo purulenta que separa os planos de clivagem dos tecidos. Locais: apendicite, gastrite,
colecistite e celulite.

7)Cite 4 ações das prostaglandinas e leucotrienos:


Prostaglandinas: vasodilatação, aumento da permeabilidade, anticoagulante e diminuição plaquetária.
Leucotrienos: vasoconstrição, bronquioconstrição, adesão e ativação leucocitária e aumento da permeabilidade.

8)Cite as células participantes das inflamações crônicas inespecíficas:


Macrófagos, linfócitos, plasmócitos e eosinófilos.

9)Células que definem inflamação crônica:


Plasmócitos.

10)No processo inflamatório, cite 6 boas consequências:


Vasodilatação, quimiotaxia, aumento da permeabilidade capilar, hemoconcentração, hiperemia ativa, saída de células
para fora do vaso.

11)O que são células gigantes e qual sua função?


Fusão de macrófagos. Atuam no processo inflamatório crônico granulomatoso.

12)Os abcessos são inflamações agudas?


Não, pois o organismo torna a inflamação crônica.

13)Interprete: "granuloma lipofágico com fibrose".


Inflamação crônica granulomatosa com fagocitose de lipídios e deposição de fibrina.

14)O que é exsudato?


Interação, no foco inflamatório, de todos os elementos que saíram do vaso com os agentes que existem no foco.

15)O que caracteriza a presença de pus nas inflamações purulentas?


Piócitos, que é um neutrófilo com esteatose formando pus.

16)Quanto ao tipo de inflamações, classifique as lesões:


a) Pápula do Herpes Zoster: inflamação serosa.
b) Vesículas de queimaduras: inflamação serosa.
c) Bolhas de varicela: inflamação serosa.
d) Pericardite: inflamação fibrinosa.
e) Zonas de infarto: inflamação fibrinosa.
f) Tuberculose: inflamação serosa inicialmente e após, fibrinosa.

17)Qual a diferença entre abcesso e empiema?


Abcesso: coleção de pus numa cavidade neo-formada.
Empiema: coleção de pus numa cavidade natural.

18)Qual a etiologia do exsudato da ascite?


Tuberculose, carcinoma ou cirrose.

19)Quais as células que participam do granuloma?


Linfócitos, plasmócitos, macrófagos, fibroblastos e células gigantes.

20) Inflamações que seguem os planos de clivagem dos tecidos são as :


( ) fibrinosas ( ) flegmonosas ( ) viróticas ( ) catarrais ( ) purulentas
Resposta: Flegmonosas ou fibrinosas ?

21) A célula básica para a formação de células gigantes é:


( ) plasmócito ( ) macrófago ( ) neutrófilo ( ) fibroblasto ( ) linfócito
Resposta: Macrófago

22) Tecido de granulação é:


( ) formação arrendondada com macrófagos ( ) proliferação conjuntiva-vascular
( ) proliferação celular em torno da limália de ferro, por exemplo ( ) tumores nodulares

!43
Resposta: proliferação conjuntiva-vascular

23)O corpúsculo de hialino, ligado a plasmócito e inflamações crônicas é o:


( ) acidofílico ( ) Mallory ( ) Apoptótico ( ) Hialino goticular ( ) Russel

25)Na cura de um processo inflamatório, quais os tipos?


Cicatrização, fibrose, regeneração

26)No processo de formação de granulomas na inflamação, quais os eventos que ocorrem?

27)No mal de Hansen não há granulomas em que forma:


( ) LL ( ) LT ( ) LD ( x ) LI

28)Qual a fisiopatologia dos microabcessos na inflamação?


Embolia micótica.

29)Características morfológicas da inflamação aguda: Presença de edema, eventos vasculares exsudativos,


células polimorfonucleares (neutrófilos)

30) Os plasmócitos comparecem em situações de: inflamação crônica específica e inespecífica.


10)Ao esvaziarmos um abcesso, propiciamos uma aproximação entre as duas paredes cruentas e assim estamos
criando condições para que o processo cicatricial inicie. Que arranjo tecidual é importante para este fato?
Tecido de granulação.

30)Qual a complicação mais comum da plaquipleuris?


Aderências (?)

EDEMA
1)Quais os sinais esteto-acústicos de pacientes com edema pulmonar?
Diminuição do murmúrio vesicular e estertores bolhosos.

2)Formule um exemplo de edema localizado:


Compressão da veia femoral por lipossoma inguinal, causando edema de MMII.

3)Qual o mecanismo de edema na síndrome nefrótica?


Hipoproteinemia e hipoalbuminemia.

4)Cite 6 causas de edema:


- aumento da pressão hidrostática dos vasos (hiperemia);
- aumento da permeabilidade capilar (inflamação);
- aumento da pressão linfática (elefantíase);
- diminuição da pressão oncótica (perda de soro);
- diminuição da pressão tecidual (desnutrição);
- diminuição da pressão oncótica do sangue (IR).

5)Como se apresenta um órgão edemaciado?


Aumento de volume, brilhante, túrgido, aumento de peso, úmido, pálido.

6)O achado na microscopia de hemácias no interstício significa:


( ) Edema (x) hemorragia ( ) trombose ( ) embolia

7)Qual o fator preponderante no edema da fome:


( ) retenção de sódio ( ) diminuição da pressão oncótica capilar
(x) diminuição da textura tecidual ( ) obstrução linfática
Uma pessoa com fome provavelmente está desnutrida e assim o organismo está tentando retirar energia até das
proteínas; portanto, tecido muscular está sendo consumida e, dessa forma, a tensão muscular sobre o tecido está
diminuída. Isso leva a um mau fechamento dos poros dos vasos dos tecidos, o que deixa o líquido extravasar, gerando
edema.

8)Quais as conseqüências de uma congestão passiva crônica?


Edema, diminuição de função, processo regressivo (atrofia e necrose), trombose, infartamento e embolia.

9)Um edema crônico leva a formação de um exsudato ou transudato?

10)Como se formam os exsudatos?


!44
CONGESTÃO E HIPEREMIA
1)O que é hiperemia passiva?
Acúmulo de sangue venoso numa determinada região (congestão). Causas: força da gravidade, compressão de um
vaso, ligadura de um vaso, trombose, embolia, congestão generalizada, tumores, fraturas.

2)Quais as consequências de uma congestão passiva crônica?


Desenvolvimento de processos regressivos, infarto ou infartamento, trombose, embolia, hemorragia p/ diapedese,
edema.

3)Relacione:
(1) hiperemia ativa ( ) hiperplasia ( ) hipertrofia ( ) aumento da pressão hidrostática
(2) hiperemia passiva ( ) edema ( ) aumento do metabolismo ( ) atrofia

4) Seu paciente de 55 anos, alcoólatra, apresenta eliminação de sangue pela boca de cor violácea. É
solicitado endoscopia digestiva que revela varizes de esôfago. Com os achados e o resultado de um
hepatograma é feito o diagnóstico de cirrose. Pergunta-se:
a)Que outras perturbações circulatórias costumam estar associadas na circulação porta, especialmente?
Congestão, edema, ascite, infartamento.

b)Cite 3 consequências delas:


- Peritonite crônica (edema);
- Trombose da veia porta;
- Embolia, varizes.

HEMORRAGIAS
1)Dê exemplos de choque normogênico ou normovolêmico:
Cardiogênico: o pericárdio acumula no máximo 400 ml de sangue; se ocorrer rompimento da parede cardíaca e o
volume de sangue extravasado ultrapassar este valor, a função cardíaca é perdida porque o coração não consegue
expandir-se.
Séptico (toxina): vasodilatação arteriolar e represamento de sangue.

2)Quais as causas de aumento da permeabilidade capilar (hemorragia p/ diapedese)?


Anóxia, inflamações, avitaminose C, corticoterpia, veneno de cobra, leucemia, metabólitos tóxicos.

3)Quais os mecanismos que o organismo utiliza para deter hemorragias?


O organismo reage através de um reflexo neurogênico, ocorrendo primeiramente vasoconstrição reflexa com posterior
vasodilatação, coagulação e trombose. Paciente pálido, taquicárdico, hipotenso, choque hipovolêmico, sede e
hiperplasia de medula óssea.

4)Complete:
Paciente com estase venosa apresenta pele avermelhada com petéquias e sufusões.

5)Seu paciente, 3 dias após dor aguda precordial, choca e morre, identificando-se 400 ml de sangue na
porção esquerda, coagulado, caracterizando uma hemorragia interna, produzida por ruptura de
miocárdio por IAM, chamado:
hemopericárdio.

6)Paciente choca e morre; na necropsia, encontra-se sangue na cavidade pericárdica, chamado hemopericárdio que
causa choque normovolêmico.

7)Dê exemplos de hemorragias:


Interna: ventrículos cerebrais, parênquima renal.
Externa: hematêmese, hematúria, epistaxe.

8)Por qual mecanismo a anóxia provoca a saída de hemáceas do vaso?


A falta de oxigenação das células endoteliais acarretando processos regressivos nas células, aumentando a distância
entre elas (alarga os poros ! aumenta a permeabilidade capilar ! hemorragia).

9)Características:

- Petéquia: Hemorragia intersticial infiltrada entre os tecidos MENOR que 2cm. Provocadas por diapedese.

- Equimose:Hemorragia intersticial infiltrada entre os tecidos MAIOR que 2 cm. 

- Hematoma: Acúmulo de sangue em uma CAVIDADE.
!45
10)Dê exemplos de choque normogênico ou normovolêmico:
Cardiogênico: o pericárdio acumula no máximo 400 ml de sangue; se ocorrer rompimento da parede cardíaca e o
volume de sangue extravasado ultrapassar este valor, a função cardíaca é perdida porque o coração não consegue
expandir-se.
Séptico (toxina): vasodilatação arteriolar e represamento de sangue.

11)Quais os mecanismos que o organismo utiliza para deter hemorragias?


O organismo reage através de um reflexo neurogênico, ocorrendo primeiramente vasoconstrição reflexa com posterior
vasodilatação, coagulação e trombose. Paciente pálido, taquicárdico, hipotenso, choque hipovolêmico, sede e
hiperplasia de medula óssea.

12)Complete:
Paciente com estase venosa apresenta pele avermelhada com petéquias e sufusões.

13)Por qual mecanismo a anóxia provoca a saída de hemáceas do vaso?


A falta de oxigenação das células endoteliais acarretando processos regressivos nas células, aumentando a distância
entre elas (alarga os poros ! aumenta a permeabilidade capilar ! hemorragia).

TROMBOSE
1)Qual é a evolução de um trombo fixado a um vaso?
a)Remoção ! ação fibrinolítica
b)Organização ! fibrose + canalização ! calcificação ! ossificação
c)Amolecimento ! séptico, asséptico ou fragmentação

2)Quais as etapas fisiológicas de organização de um trombo?


A partir da parede sadia circunjacente ao trombo começa a proliferar tecido conjuntivo (fibroblastos e angioblastos)
que penetram no trombo tentando regenerar o endotélio lesado, e com isso envolvem o trombo a partir da rede de
fibrina, desenvolvendo em volta dele epitélio. Devido a isso, o trombo torna-se uma deformidade fibrosada revestida
de endotélio.

3)Qual o mecanismo comum às organizações de trombos, coágulos e exsudatos?


Proliferação de angioblastos e fibroblastos, e depósito de fibrina.

04. Qual dos desfechos citados está mais frequentemente associado à presença de trombo coronariano
oclusivo?
A. Infarto subendocárdico.
B. Angina de Prinzmetal.
C. Morte súbita.
D. Angina instável.
E. Infarto transmural.

5)Considerando a trombose venosa de um segmento do intestino como primeiro evento, qual seria o
quinto evento?
a)trombose venosa b) congestão c) edema d) isquemia e) morte por infartamento

6)O sinal de Homans deve alertar-nos da possibilidade de ocorrer que distúrbio circulatório?
Tromboflebite.

7)Qual a patogênese de um trombo?


- lesão do endotélio;
- diminuição da velocidade sanguínea;
- hipercoagubilidade sanguínea.

8)Quais são as condições que favorecem a trombose?


- lesão tecidual associada a estase sanguínea;
- pacientes acamados;
- pacientes pós-cirúrgicos;
- gestantes;
- ACO + fumo; - Idosos
- Lesão tecidual associada a estase sanguínea, pós-cirurgica, alteração da composição do sangue,
hipercoagubilidade, traumas, arterosclerose, infarto,endocardite.

9)Qual a ordem de preferência para desenvolvimento de trombos?


Veias - átrios - ventrículos - artérias.
!46
10)Qual a macroscopia de um trombo organizado recentemente em um aneurisma de ponta D?
Trombo viscoso, amarelado, fibrosado, começando a cicatrizar; vasos anastomosados e cobertura endotelial.

11)Uma paciente vai fazer mastectomia parcial. No exame físico percebe-se sinal de Homans +. A
cirurgia é suspensa. Por quê?
Porque essa paciente possui tromboflebite, possuindo risco de fazer tromboembolismo.

12)Um homem de 50 anos, morre por infarto cerebral (amolecimento) após a impactação, na artéria
carótida, de um êmbolo que se sabe proveniente das veias da perna. O que você espera encontrar, no
exame pós-mortem para justificar este fato:
( ) coarctação da aorta (x) comunicação interatrial ( ) anastomose porto-cava
( ) recente implante aórtico ( ) transposição dos grandes vasos

13)Características morfológicas do trombo: Possuem cabeça, corpo (responsável pela adesão celular) e cauda.
São secos, opacos e quebradiços. Formados por plaquetas, hemácias e fibrina.

EMBOLIA
1)Com relação ao tromboembolismo pulmonar, pergunta-se:
Qual a origem mais provável do êmbolo? 95% das veias profundas dos MMII (poplítea, femoral e ilíaca)
Quais os fatores variáveis que influenciam no prognóstico desta embolia? Situação anatômica-vascular (circulação
colateral); tamanho e natureza do êmbolo; quantidade de êmbolos; importância do vaso.

2)Qual a situação clínica é favorecedora de uma embolia micótica? Qual é a complicação clínica?
Endocardite bacteriana. Complicação: formação de micro abcessos.

3)Sabe-se que a embolia p/ líquido amniótico pode ser uma importante complicação do parto. Neste
caso, o principal procedimento clínico deve ser: exaustão dos fatores de coagulação.

4)Paciente faz cateterismo no coração e tem endocardite bacteriana. Faz tratamento e vai para casa.
Depois de 1 mês apresenta piúria, com diminuição na sua função. Qual o diagnóstico e qual a
patogênese?
Congestão renal e embolia micótica.

5)Assinale V ou F:
( ) Êmbolo é qualquer material estranho na circulação, tendo um ponto de entrada e um ponto de obstaculização.
( ) Embolia direta é quando segue a corrente circulatória.
( ) A passagem de um êmbolo p/ uma fístula A-V é um exemplo de embolia direta.
( ) Êmbolos de origem trombótica são os mais comuns.
( ) A principal fonte de trombose arterial são as veias profundas da coxa.
( ) A principal fonte de trombose venosa são as cavidades cardíacas.

6)Qual o destino de um fragmento de um trombo de veias profundas de MMII?


Embolia pulmonar.

7)Qual a etiologia de um trombo-embolismo micótico e qual sua importante consequência?


Endocardite bacteriana. Consequência: abcesso cerebral.

8)Em cerca de 45% dos casos, acontecem microembolias pulmonares; por que o paciente não apresenta
manifestações?

9)Qual a principal conseqüência de um êmbolo gorduroso e qual o sistema mais comum de ocorrer esta
embolia?
A principal conseqüência seria um agravamento do quadro clínico o sistema mais comum de ocorrer esta patologia é
o venoso.

10) Em que situações pode ocorrer embolia gordurosa?


Politraumatismo com escoriações, traumas ósseos longos que contém gordura; queimaduras

11) Qual a situação clínica de uma embolia ammniótica?


Penetração do líquido amniótico na corrente circulatória da mãe. Este líquido causa vasoespasmo e então poderá
provocar inicialmente ema embolia pulmonar. Em uma segunda etapa pode levar a coagulação vascular disseminada
(consumindo todo o fibrinogênio), onde há falta de fibrinogênio para conter a hemorragia do parto.

!47
12) Endometriose é causa freqüente de embolismo. Classifique e explique como esta doença pode ser
causal?
É um embolismo metastático onde as células parênquimatosas penetram no sistema vascular e nidam em diferentes
locais. Nestes, as células endometriais continuam a sofrer as conseqüências hormonais e podem proliferar e descamar,
provocando hemorarragias. Ocorre principalmente na cavidade abdominal, ovários, trompas, ligamentos, fundo de
saco.

13)Uma tromboembolia pulmonar tem sua origem mais comum na:


a)artéria poplítea e femoral b) átrio c) ventrículo
d)veia poplítea e femoral e) veias superficiais de MMII

ISQUEMIA
1)Objetivamente, qual das alterações circulatórias poderia ser causa de uma atrofia?
Isquemia relativa , por trombose parcial

2)A dor pleural que se manifesta muitas vezes nas embolias pulmonares tem como base fisiopatológica
a isquemia.

3) Considerando uma situação de tromboangeite obliterante, qual será a Segunda evolução? Isquemia.

5)Que deficiência nutricional leva um paciente a agravar uma isquemia cardíaca?


Deficiência de ferro.

6)Um paciente que há 2 anos atrás apresentou rins normais em radiografia de abdome, apresenta rim
diminuído e calcificação na emergência da artéria renal direita. Nos exames laboratoriais apresenta
aumento de colesterol, aumento de triglicerídeos e obesidade. Como se justifica a diminuição renal
direita? Qual o nome do processo adaptativo?
Atrofia renal por isquemia.

7)Relacione:
a) isquemia absoluta ( ) hemorragia interna
b) isquemia relativa ( ) doença de Raynaud
c) processo congestivo ( ) úlcera varicosa
d) hipertensão porta ( ) endometriose
e) cisto achocolatado ( ) doença de Leo Burger

8)Considere que esteja estabelecido uma situação de tromboangeíte obliterante. Qual o segundo evento
a acontecer?
Isquemia. Infarto.

9)Por que a esclerodermia pode levar à isquemia?


Por causa da fibrose concêntrica da túnica íntima das artérias.
Fibrose ! comprime artérias (lesão das artérias, por fibrose concêntrica laminar, diminui a luz) ! isquemia

INFARTO - INFARTAMENTO
1)Quais as características de um infarto do miocárdio com 7 dias de evolução?
MO: desintegração das miofibrilas.
Macroscopia: bordo hiperemiado com amolecimento central amarelo-acastanhado. Após 7 dias a fagocitose está bem
desenvolvida com cicatrizações evidentes.

2)A oclusão completa de um ramo da artéria regional do rim leva a um Infarto renal.

3)Paciente feminino, hospitalizado p/ fratura de colo de fêmur. Um pouco antes de receber alta,
apresenta uma dor no peito. Hoje, após 8 meses deste episódio, apresenta em RX de tórax uma área
periférica pulmonar com aumento radio opacificado, configuração triangular. O que esta área
representa?
Infarto pulmonar por embolia pós-trauma

4) Que justificativa tem para a forma de infartos anêmicos e sépticos de baço e rim não se
apresentarem triangulares como habitualmente?
É por causa do êmbolo séptico que entope o vaso e faz necrose. O germe precisa de meio de cultura e a necrose é
ótima para isso e vira um abcesso (infarto é convertido em abcesso).
!48
5)Quais as consequências de um estrangulamento de uma alça intestinal?
Infartamento.

6) A imagem abaixo revela extenso infarto do miocárdio;


considerando a distribuição desta lesão, qual segmento (Artéria)
coronariano mais provavelmente foi afetado?
A. Interventricular anterior.
B. Interventricular posterior.
C. Circunflexa.
D. Marginal direita.
E. Marginal esquerda.

7) 4 complicações no coração após infarto agudo do miocárdio.


Disfunção contrátil, arritmia, ruptura do miocárdio, pericardite, IC, aneurisma ventricular por remodelamento.

NECROSE
1) Coloque V ou F:
( v ) Gangrena seca e mumificação indicam o mesmo quadro clínico.
( f ) Necrose caseosa é exclusivamente de TBC.
( v ) Infecção bacteriana pode ser causa de necrose liquefativa.
( v ) Infarto é um tipo de necrose.
( f ) Saprófita Clostridium é um importante causador de embolia gasosa.

2) Que tipo de necrose irá se desenvolver num caso de infecção estreptocócica que acomete um tecido
compacto?
Necrose liquefativa.

3)Qual o provável significado clínico de uma esteatonecrose mesentérica?


Liberação de enzimas pancreáticas.

4)A produção de hialuronidases pode promover que tipo de necrose?


Necrose liquefativa.

5)Qual das hipóteses abaixo será o mais provável no desenvolvimento de uma gangrena do hálux?
a)linfedema de MMII b) infarto ventricular esquerdo c) trombose da veia femoral
d)flebite pediosa e) varicosidade da safena

6)Gangrena é necrose mais:


( ) desecação ( ) infecção ( ) diabetes ( x) putrefação ( ) envolvimento da pele

7)Que tipo de necrose deixa os locais com aspecto de pingo de vela?


Esteatonecrose

8) Na clássica esteatonecrose de abdome, por exemplo, o pâncreas produz enzimas capazes de digerir
pequenos focos de gordura. No pâncreas que cursam com extravasamento destas enzimas, estes
pontos amarelos no mesentério são chamados de pingos de velas

9)Qual a patogenia da gangrena gasosa?


O clostridium (anaeróbio = O2 = bolhoso) chega a um tecido e o infecta. Várias reações levam `a necrose e posterior
gangrena. É dita gasosa pois os gases são liberados.

10)Que tipo de necrose irá se desenvolver num caso de infecção estreptocócica que acomete um tecido
compacto?
Necrose liquefativa.

11)Qual a explicação para uma necrose por gangrena?

12)Cite 3 tipos de morte tecidual:


Necrose, infarto, infartamento.

13)Características da apoptose: Não causa inflamação, tamanho celular diminui, núcleo fragmentado, membrana
plasmática intacta, conteúdo celular intacto, presença de corpos apoptóticos, pode ser patológica ou fisiológica.

!49
TUBERCULOSE
1)Fale sobre o BK:
Oxigênio dependente, sensível ao pH ácido, BAAR, gram negativo, resistente à dissecação, não possui endo nem
exotoxina.

2)Para que numa TBC apical pulmonar haja uma disseminação miliar pulmonar é necessário qual(is)
estrutura(s) esteja(m) presente(s)?
Linfático pulmonar e/ou bronquíolo.

3)Quais estruturas estão lesadas quando em uma TBC pulmonar existe o complexo bipolar?
Parênquima pulmonar e gânglios.

4)Qual a localização e qual a lesão que caracteriza a TBC pulmonar secundária?


Localizada no ápice pulmonar; a lesão característica é a caverna caseosa.

5)Como você justifica o fato de que a primeira reação de um organismo infectado pelo BK seja do tipo
agudo inespecífico e, qual(is) as células mediadoras desta reação?
Como não há sensibilização prévia, o organismo reage inespecificamente (linfócitos T). As células mediadoras são
eosinófilos, linfócitos, macrófagos e neutrófilos.

6)Qual a TBC (tipo clínico), qual o seu mecanismo e que patologia desenvolverá um paciente brasileiro,
48 anos, masculino, ao existir alterações no denominador da Lei de Rich?
L = VXHXN
R(n+a)
Tuberculose secundária p/ reativação. Localiza-se principalmente no ápice devido ao tropismo pelo oxigênio. Forma-se
pela fusão de milhares de granulomas. Quando este nódulo, cujo interior é caseoso, se rompe, ocorre disseminação
do BK e forma-se uma caverna no ápice pulmonar.

7)Coloque V ou F:
( ) A drenagem linfática de uma TBC pulmonar focal pode levar a uma disfunção miliar sistêmica.
( ) O complexo de Gohn caracteriza a TBC miliar.
( ) A TBC urinária produz uma piúria sem bacteriúria.
( ) O Mantoux será sistematicamente + quando o linfócito B for preponderante.

8)Como é o granuloma da TBC?


Resposta inflamatória crônica específica ativada p/ linfócitos T. na TBC secundária, o granuloma é único, fundido e
mole, com necrose caseosa e presença linfocitária a sua volta.

9)A TBC miliar pulmonar é decorrente de uma disseminação:


a) hemática venosa b) hemática arteriolar c) hemática arterial d) linfática e) brônquica

10)Quais as maneiras pela qual pode ocorrer TBC secundária?


Reinfecção ou reativação.

11)Seu paciente foi passar as férias numa chácara. Lá, costumava tomar leite na mangueira e assim
acabou contaminado pelo BK bovis. Adoeceu e na evolução o bacilo atingiu a cisterna do hilo. Desta
forma chegou à consulta em que estágio da doença?
TBC miliar pulmonar.

12)Que tipo de resposta ocorre na tuberculose primária?


Resposta aguda inespecífica, humoral e exsudativa.

13)Que tipo de resposta ocorre na tuberculose secundária?


Resposta crônica, específica, granulomatosa, celular.

14)Um paciente vai ao sítio, toma leite de vaca puro e é contaminado pelo BK bovis. Onde ficará retido o
bacilo?
Placa de Peyer, no íleo terminal.

15)Para que haja uma tuberculose miliar, quais as estruturas que precisam ser afetadas?
a)gânglio e parênquima b) estroma e parênquima c) gânglio e linfático
d)gânglio e bronquíolo e) parênquima e bronquíolo

!50
16) Uma das melhores evidências histológicas da resistência contra o bacilo da tuberculose é o número
ou quantidade de:
( ) caseificação ( ) colageinização ( ) linfócitos ( ) cél. epitelióides ( ) cél. gigantes
Resposta: caseificação

17) Que fatores, numa resposta inflamatória à tuberculose, são inibitórios do crescimento bacilar?
O pH menor que 6,5 e baixa PCO2.

18)Um paciente de 32 anos, negro, do interior do estado, vem a seu consultório referindo tosse, baixo
peso e aumento do diâmetro torácico. RX com nódulos na região média e inferior bilateral do
pulmão. Quais os possíveis diagnósticos?
TBC, sarcoidose, paracoccidioidomicose.

SÍFILIS
1)Qual o período da sífilis que se caracteriza por necrose gomosa?
Período terciário.

2)Que características, nas distribuições das lesões ajudam na diferenciação de um exame sifilítico de
um alérgico?
Na sífilis aparecem lesões na palma das mãos e na planta dos pés ("rush" sifilítico).

3) A osteocondrite sifilítica tem uma lesão clássica que é: nariz sela ou tíbia em sabre

4)Numa discussão anatomopatológica, é mencionada a expressão "heparlobatum". A que estão se


referindo?
Goma sifilítica no fígado.

SIDA
1) 2 protozoários oportunistas da AIDS:Criptosporose e Isosporose
2) 3 tumores oportunistas da AIDS:Sarcoma de Kaposi, linfoma, câncer cervical.

SARCOIDOSE
1)Quais as diferenças entre os granulomas da TBC e da Sarcoidose?
O granuloma da sarcoidose não se funde, são todos únicos e duros, sem necrose. Presença de corpúsculo asteróide e
adenomegalia mediastinal bilateral.

2) Caracterizar granuloma da sarcoidose (características celulares): Granulomas não caseosos (duros) e


geralmente sem necrose central. Os granulomas não são fusionados, ou seja, são individualizados e justapostos,
formados por células epitelióides, células gigantes de Langhans e células gigantes do tipo corpo estranhas. Podem
aparecer também corpúsculos asteroides.

3)Paciente de 28 anos, sexo feminino, vai à consulta com queixa de dor nos dedos de uma das mãos.
Ainda no interrogatório, refere emagrecimento, astenia e tosse. Os exames radiológicos solicitados
mostram estufamento de algumas falanges e tórax alargado no mediastino por massas nodulares
bilaterais. Qual a melhor hipótese diagnóstica e qual o exame laboratorial deveria ser solicitado?
Sarcoidose e teste de Kvein.

4) Seu paciente apresenta linfonodos mediastinais bilaterais, friáveis e móveis. Quais os diagnósticos
possíveis?
Sarcoidose e esclerose nodular.

5) Sua paciente de 49 anos está com ascite e edema +++ em MMII (maléolos). No passado mórbido,
aos 20 anos, existe a inequívoca história e diagnóstico de sarcoidose tipo clínico 2. Qual a relação
existente entre os quadros clínicos?
Focos miliares ! cicatrização ! fibrose ! sobrecarga VD ! hipertrofia ! cor pulmonale.

6)Qual a característica lesional da sarcoidose em pequenos ossos?


Abaulamento.

MICOSES
1)O diagnóstico definitivo da paracoccidioidomicose é o achado?
Esporulação múltipla ("em roda de leme").

2)Nódulos cutâneos, úlceras múltiplas dispostas em caráter ascendente com linfangite associada. Deve-
se pensar em:
!51
Esporotricose.

3)Qual o significado de prognóstico do granuloma tuberculóide produtivo?


Corresponde à forma crônica do adulto (paracoccidioidomicose). Apresenta pólo hiperérgico (boa resposta celular e
humoral).

4)Cite 6 locais de órgão ou tecido mais frequentemente comprometidos pela paracoccidioidomicose:


Pulmão, supra-renais, laringe, ossos (escápula), tubo digestivo (delgado e íleo), encéfalo (cerebelo).

5)Cite os achados microscópicos genéricos encontrados na cromomicose:


Epiderme: hiperceratose, acantose e papilomatose.
Derme: granuloma torpes (células gigantes, macrógafos, abcessos - plasmócitos, neutrófilos, linfócitos- fibrose,
fungos).

6)Quais as vias de inoculação da paracoccidioidomicose?


Respiratória, principalente, além de cutânea por ferimento.

7)Que tipo de reação causa o fungo da paracoccidioidomicose no organismo?


Forma o complexo primário pulmonar, reação inflamatória granulomatosa.

8)Qual a evolução mais provável da paracoccidioidomicose e como se identifica?


Cura espontânea pela formação de granulomas. Se identifica por cultura de secreção ou biopsia da lesão e
microscopia com coloração de Groccot e campo escuro.

9) (PF, EE4) No caso clínico em que se percebe gânglios mediastinais mais bilaterais, qual o diagnóstico
que se diferencia de sarcoidose?
Paracoccidioidomicose.

10)O que é reinfecção de paracoccidioidomicose?


São os doentes que ativam o complexo primário por reinalação constante do fungo.

11)Quais são as formas de paracoccidioidomicose?


Crônica no adulto e aguda ou subaguda juvenil.

12)Qual o perfil da forma crônica do adulto?


Mais em homens; meio-rural; 20 a 40 anos; alcoolista; desnutrido; baixo nível sócio-econômico.

13)Como é a lesão pulmonar da paracoccidioidomicose?


Granulomas produtivos e bem formados (muitos macrófagos, linfócitos, células gigantes, poucos fungos, pouca
necrose e presença de orla de fibroblastos), úlcero-vegetantes com preferencia pelos lobos médios( bilateral – lesão
em asa de borboleta)

14)Como é o tipo de lesão da cromomicose?


Dermatite verrucosa (hiperceratose ou paraceratose, acantose e papilomatose)

15)Locais de inoculação da cromomicose:


Pele, principalmente pés e pernas de agricultores

16)Qual o principal achado microscópico da esporotricose?


Microabcessos no meio da pele espessada.

17)Quais são as principais características da esporotricose?


Ulcerações múltiplas, rosário de lesões de caráter ascendente com linfangite associada.

18)Como se faz o diagnóstico de esporotricose?


Cultura de material da úlcera.

19)Formas graves de paracoccidioidomicose mostram reação tecidual rica em:


(x) neutrófilo ( ) plasmócitos ( ) células gigantes ( ) macrófagos ( ) linfócitos
*piócitos = neutrófilos degenerados

METAPLASIA E DISPLASIA
1)Que tipo de alteração de crescimento é representada p/ epitélio de Barret?
Metaplasia.

!52
2)Qual o significado clínico do diagnóstico citopatológico?
I - displasia leve – alterações no 1/3 inferior do epitélio
II - displasia moderada – alterações no 2/3 inferiores do epitélio
III - displasia avançada (alterações em toda a espessura do epitélio com atipias) ou carcinoma in situ – alterações em
toda espessura com atipias mais importantes.
Carcinoma invasor

3)Cite em ordem crescente as alterações que estão relacionadas com as neoplasias:


Hiperplasia, metaplasia e displasia.

4)Sua paciente realizou um citopatológico ginecológico, cujo resultado foi displasia moderada. Em qual
grupo e qual NIC você enquadraria o referido diagnóstico?
NIC II

5)Imagine um fator agressivo, não letal, atuando sistematicamente e ao longo do tempo sobre um
tecido epitelial. Quais, neste caso, todas as possíveis respostas?
- atrofia patológica (diminuição da vascularização);
- metaplasia (troca p/ tecido mais resistente);
- hiperplasia patológica (crescimento p/ estímulo);
- hipertrofia.

6)O que é metaplasia?


Processo reversível e adaptativo em que um tecido maduro transforma-se em outro, igualmente maduro, e de mesma
linhagem.

7)Sua paciente, jovem, sofreu traumatismo em um dos seios. Atualmente, apresenta nódulo mamário,
que no RX mostra área circunscrita com borda radiopacas e no seu centro muitas diminutas estruturas
também radiopacas. O que provavelmente representa o nódulo mamário e as diminutas estruturas?
Displasia e metaplasia.

8)Com certeza as neoplasias malignas tem na sua evolução uma fase de alterações ainda não maligna
que é considerada a fase de transição. Como se chama?
Displasia.

9) Em uma necropsia, observa-se o coração pesando 240g, coronárias normais, qual o seu diagnóstico e
que dados leva a esta conclusão?
Hipoplasia cardíaca

10)Histologias diferentes de segmentos diferentes do tubo digestivo dão sinais diferentes. Explique.
Ocorre absorção diferente nos segmentos. Cólon: constipação; Intestino delgado: diarréia

NEOPLASIAS
1)Um exame microscópico revela em um linfonodo cervical, tecido linfático proliferativo de epitélio
escamoso com atipias intensas e disceratose em cerca de 30% dos campos microscópicos. Classifique
segundo Broders e também a neoplasia:
Ca epidermóide pouco diferenciado, metastático. Grau II.

2)O que é diferenciação celular?


Células imaturas sofrem transformações e tornam-se células típicas de um tecido, ou seja, ocorre um amadurecimento
de células imaturas.

3)Quais características morfológicas ajudam a conclusão de que uma neoplasia maligna é secundária?
Nodular, circunscrita, cor da neo, umbilicação, infiltração recorrente, atipia, crescimento lento, invasivo, indiferenciado,
grau IV.

4)A presença de queratina intracelular no escarro é indicativo de:


a) carcinoma indiferenciado b) sarcoma indiferenciado
c) inflamação crônica d) sarcoma bem diferenciado

5)Caracterize NIC - III:


Alteração displásica em toda espessura do epitélio, podendo ser Displasia acentuda ou carcinoma "in situ".

6)Na colposcopia de uma paciente encontra-se teste de Schiller(lugol) +, como se traduz?


Significa que alguma parte do colo uterino não ficou corado de marrom, indicando alteração celular no local.
!53
7)Que terminologia se aplica a uma neoplasia cujas células são indistinguíveis daquelas que lhe deram
origem?
Indiferenciada.

8)Quais os 3 termos que podemos usar para designar uma neoplasia maligna?
Blastoma, câncer e tumor maligno.

9) Como se denomina a neoplasia benigna no ovário que produz grande quantidade de muco?
Cistoadenoma mucinoso.

10) Coloque V ou F:
( ) Tumor diferenciado é constituído por células diferentes da normal
( ) Tumor indiferenciado: quanto maior o número de células atípicas, menor é o grau de agressividade do tumor.
( ) Quanto mais indiferenciado, mais maligno.

11Classifique tumores, segundo Broders:


Grau I: bem diferenciado (100 a 75%)
Grau II: moderadamente diferenciado (75 a 50%)
Grau III: pouco diferenciado (50 a 25%)
Grau IV: indiferenciado (25 a 0%)

12)Como se denomina neoplasia de epitélio escamoso?


Benigna: Papiloma escamoso,
Maligna: Carcinoma epidermóide e carcinoma basocelular

13)A neoplasia visceral benigna mais freqüente das abaixo é o:


( ) lipoma ( ) leiomioma ( ) fibroma ( ) condroma ( ) osteoma
Resposta: provavelmente lipoma

14)Carcinomas propagam-se usualmente por:


( ) veias ( ) artérias ( ) serosas ( x ) linfáticos ( ) sistemas canaliculares
Resposta: linfáticos. Sarcomas via hematológica

15)Sarcomas são neoplasias que atingem pacientes de:


( ) 10 a 35 anos ( ) 35 a 50 anos ( ) 50 a 60 anos ( ) mais de 60 anos
Resposta: Varia com a idade dependendo de qual tecido mesenquimal foi atingido.

16)Metástase em órgãos parenquimatosos tem como características mais importante:


( ) serem globosas ( ) serem brancas ( ) serem negras ( ) serem umbilicadas

17)São neoplasias hereditárias:


( ) retinoblastomas e neurofibromas ( ) melanomas e neurofibromas
( ) pólipos intestinais e carcinomas de pulmão ( ) carcinoma de pulmão e sarcomas metastático
Resposta: Retinoblastoma e neurofibromas

18)No exame de uma biópsia de uma neoplasia a mais clara evidência de sua malignidade é dada por:
( ) ausência de cápsula ( ) basofilia do citoplasma ( ) aberrações nucleares
( ) excesso de mitoses ( ) invasão das estruturas vizinhas
Resposta: invasão de estruturas vizinhas

19)Dê a etiologia:
a)Neo de Von Reckhenghan - neurofibromatose (genética)
b)Carcinoma alveolar de pulmão -
c)Adenocarcinoma de endométrio - estimulação estrogênica prolongada (hormonal)
d)Carcinoma epidermóide de pulmão - química (tabaco)
e)Carcinoma epidermóide de célula renal -

20)Quais as neo de sistema nervoso central que você conhece?


Astrocitomas, oligodendroglioma, ependimoma, papilomas do plexo corióide, ganglioglioma

21)Qual a carcinogênese de um câncer basocelular mais comum?


Qual o tipo mais agressivo de carcinoma basocelular?
O de crescimento vertical.

!54
22)Que critérios usaremos para avaliar o prognóstico de um linfoma de Hodking?
Annarbor Rye??

23)Que tipo de alteração de crescimento é mais comum em paciente de origem nórdica (europeu) que
apresenta um CA basocelular?
Neoplasia.

24)Qual o consenso comum no tratamento de um CA maligno?

25)Quais as causas de ascite hemorrágica?


Tuberculose, cirrose e neoplasias.

26)Dê os AC:
a)Sarcoma - vimetin, desmim e factor VIII
b)Linfoma - LCA, Pan-B e Pan-T
c)Melanoma - vimetin e prot.S-100.
d)Leiomiossarcoma - vimetin e desmin.
e)Carcinóide - NSE, NF

27)Seu paciente de 57 anos apresenta dor em peso no testículo D, no raio-X aparece um tumor com
desvio do testículo para o lado direito e varicocele (compressão do plexo pampiniforme). Como se
explica isso?
O tumor está comprimindo a veia espermática, causando varizes.

28)Qual a neo que se origina de tecidos embrionários? Teratoma.

29)Qual o diagnóstico para manchas tumorais avermelhadas no pulmão? Metástase pulmonar de


coriocarcinoma.

30)Queratina dentro de um epitélio escamoso de um tumor benigno é:


Queratina ! disceratose
Epitélio escamoso de um tumor benigno ! neo de epitélio escamoso
31)Quais os locais de localização dos rabdomiossarcomas?

32)Os carcinóides dão metástases para quais locais?

33)Qual o aspecto histológico da lipomatose? Adipócitos e vasos capsulados

34)Qual a neo que apesar de pequeno tamanho tem uma inquietante dor? Glomangioma.

35)Quais os erros de diagnóstico, no exame citopatológico?


Erro de coleta, erro na execução do esfregaço, erro de fixação, erro na coloração, erro na leitura.

36)Seu paciente de 60 anos apresenta dor epigástrica e fezes negras, fazendo endoscopia que revela,
no antro, área endurecida, pouco móvel, com mucosa irregular e erosões. Na biópsia, vê-se córion
invadido por proliferação de célula em anel de grau com núcleos hipercromáticos e mitoses atípicas.
Pergunta-se:
a)Que nome dá para a lesão no estômago (o mais amplo)?
Adenocarcinoma mucinoso pouco diferenciado ou indiferenciado.
b)Que nome dá para a alteração das fezes? Melena.
c)Como explica ovários bilaterais tumorais, sólidos, com superfície brilhante, mucóide?
Metástase por decantação de células neoplásicas do estômago.

37)Quais as atipias nucleares que conhece?


Hipercromatismo, pleomorfismo, cromatina em bandas, mitoses bizarras, gigantismo nuclear.

38)Cite 3 achados fortemente sugestivos de metástase:


Células bem diferentes do local onde estão, tumor bem delimitado (nódulos) e presença de umbilicação.

39)Um paciente de 22 anos com cardiopatia entra em choque séptico. Instala-se um abcesso pulmonar
e cerebral. Morre, vai para necropsia, sendo encontrados como achados mais importantes nódulos
enegrecidos no endocárdio do ventrículo direito; na veia cava sobre a qual se assentou coágulo

!55
chamado por localização de trombo e vegetações visíveis situadas próximas ao lúmem interatrial.
Pergunta-se:
a)Qual a patogênese do abcesso cerebral?
Embolia séptica.
b)Qual a patogênese da endocardite bacteriana encontrada?
Lesão de endocárdio por metástases de melanoma, favorecendo a incidência de germes.
c)Como se interpreta a presença de nódulos enegrecidos?
Metástases de melanoma.
d)Houve embolia direta, cruzada ou retrógrada?
Cruzada, VD para veia cava.
e)Que tipo de choque ocorrerá?
Normovolêmico.
f)Qual será a incisão para exame da cavidade torácica e abdominal?
Do mento até o púbis.
g)Que tipo de hemorragia deve estar associada com os achados no pericárdio?
Petéquias.

40) 3 lesões proliferativas de mama e seu significado: 



- Hiperplasia epitelial: Quando há mais de duas camadas de células epiteliais. Pode ser leve, moderada ou
acentuada (florida).

- Adenose esclerosante: Aumento do número de ácinos por lóbulo associado a fibrose. Há risco de distorção da
arquitetura da mama. Simula malignidade em todos os níveis. Predominam células mioepiteliais. Tem padrão
serpiginoso e bordos bem delimitados. 

- Papiloma: Formação de papilas que crescem dentro do ducto dilatado. Geralmente tem descarga papilar que
pode ser sanguinolenta.

41)Rabdomiossarcoma: Neoplasia maligna do tecido muscular estriado. É uma neoplasia que pode ocorre em
crianças (aparelho genitourinário, cabeça e pescoço) ou em adultos (músculos e útero). Grau III é semelhante a
“carne de peixe”.

* SARCOMAS BOTRIÓIDES: São rabdomiossarcomas embrionários ricos em tecido mixóide com células musculares
fusiformes com estrias transversais e aspecto de cachos de uva. Tem péssimo prognóstico (muito grave).

42)Osteossarcoma:Neoplasia óssea primitiva produtora de tecido osteóide. Ocorre em jovens em idade entre 5 e 25
anos, normalmente do sexo masculino. É uma neoplasia muito rápida e extremamente maligna (metastiza muito
rápido -> pulmão).Surge principalmente nas metáfises. Ocorre o aumento da fosfatase alcalina. Tumores sólidos
com extensa necrose hemorrágica, além de invasão para a região medular e para partes moles vizinhas ao osso.

* TRIÂNGULO DE CODMAN: Levantamento do periósteo pelo tumor. Não é sinal patognomônico.
43)Como diferenciar leiomioma de leiomiossarcoma: Ver se tem necrose e verificar o número de mitoses.
44)Tumor de ovário homologo a seminoma:Disgeminoma
45)Tumor de ovário produtor de estrógeno: Tecoma
46)Carcinoma intraductalinfiltrante:Forma nódulos de contorno espiculado, estrelados, mal delimitados e de
consistência firme.

- Sem outra especificação: É o mais agressivo e corresponde a 70-80% dos carcinomas de mama. 

- Tubular: Tem bom prognóstico. Tem proliferação estromal e de epitélio atípico. É bem diferenciado (grau I), com
poucas atípias, recapitulando a estrutura tubular da mama.

- Colóide (mucinoso): Tem bom prognóstico. Ocorre em mulheres mais idosas e tem crescimento lento.

- Medular: Caracteriza-se por lençóis sólidos de células com bastante atípias (muito pleiomorfismo), com infiltrado
linfo-plasmocitário, bordas não-infiltrativas, bem delimitado (sugere lesão benigna), pouco estroma (representado
por células inflamatórias) com consistência macia.

LESÕES MELANOCÍTICAS
1)Quais alterações (aspecto clínico) de importância na avaliação clínica de uma provável transformação
de névus basocelular em melanoma?
Rápido crescimento, sangramento, mudança de cor, prurido constante.

2)Dos melanomas que crescem, qual é o mais agressivo?


Melanoma vertical.

3)Cite 4 características dos melanomas:


Metastatizam, irregularidade da cor, irregularidade de bordos, protusão, infiltração na pele (ulceração).
a) Característica do melanoma: Assimetria, bordos irregulares e mal delimitados, cor variada e heterogênea,
diâmetro maior que 6mm.
b) Fatores prognósticos do melanoma: profundidade do tumor (índice de breslou), número de mitoses,
regressão tumoral (piora o prognóstico), presença de linfócitos infiltrantes (melhora o prognóstico), sexo
(feminino tem melhor prognóstico) e localização (periférica tem melhor prognóstico).
!56
4) Cite duas neoplasias de etiologia:
c)Genética hereditária: polipose múltipla familiar; retinoblastoma; neoplasia basocelular; nefroblastoma;
neurofibromatose.
d)Hormonal: adenocarcinoma de endométrio e mama, próstata, tireóide.
e)Agentes físicos: Ca epidermóide de pulmão, osteoma, mieloma, angiossarcoma hepático.
f)Agentes biológicos: carcinoma de colo de útero, linfoma, leucemia, Ca hepatocelular.

5)Cite 4 situações de aumento de melanina e 4 de diminuição de melanina:


Aumento: exposição solar, cloasma gravídico, síndrome de Adisson.
Diminuição:

6)Que acontece em 20 a 30% dos casos de acantose nigricans? Evolui para melanoma.

CA EPITELIAIS
1)Cite as formas de crescimento de adenomas:
Sólido, cístico, papilar e polipóide.

2)Quais as localizações preferenciais dos carcinomas basocelular e dos carcinóides?


Ca basocelular: pele (face, nariz, pálpebras), tronco, braço, perna e dorso.
Carcinóide: TD, vesícula, pâncreas.

3)O que você entende por carcinoma nodular?


Predomínio do parênquima sobre o estroma (P>E). Neo maligna derivada de tecido epitelial. São compactos,
arredondados e circundados p/ cápsula.

4)Características do carcinoma basocelular: “úlcera roedora”, células em paliçada, aspecto nodular e


ulceroso,consistência firme; coloração perolada, com telangectasias.

5)Diferencie adenoma de carcinóide:


Adenoma: neo benigna de epitélio glandular, apresentam crescimento sólido, cístico, papilar, polipóide. Ex.: mama,
ovário, supra-renal.
Carcinóide: origina-se do sistema neuro-endócrino a partir das células argentafins do TGI, da vesícula e do pâncreas
(maligna atenuada).

6)Seu paciente, 67 anos, fumante, apresenta disfonia. Na laringoscopia verificou-se tumoração de


crescimento exofílico que por biópsia revelou proliferação de células epiteliais escamosas com atipias
e disceratose com número baixo de mitoses atípicas. Pergunta-se:
a)Qual o nome da neoplasia com os dados que você completou?
Carcinoma epidermóide de laringe.
b)Há lógica topográfica com o que você completou? Justifique.
Sim, pois existe epitélio escamoso nesta região.
c)Para onde drenam as metástases linfáticas mais precoces?
Para linfonodos cervicais.

7)Formule a descrição de um adenocarcinoma bem delimitado.


Células bem diferenciadas e ligadas umas as outras (back to back), sem estroma interno entre elas, bem formados,
bem delimitos.

8)O carcinoma puro mucinoso é o carcinoma de:


a) próstata b) estômago c) cólon d) vesícula

9)São locais preferenciais de Ca mucinoso, exceto:


a) próstata b) estômago c) cólon d) vesícula e) brônquios

10)A mucina produzida pelos globblets, células do pulmão, em resposta a bronquite crônica é do tipo:
a) neutra b) básica c) ácida d) básico e neutra e) ácida e neutra

11)Sítios de papilomas:
Mama, pele e laringe.

12)Quanto à presença ou ausência de estroma, os adenocarcinomas podem ser classificados em:


Sólido, nodular, esquirroso.

!57
13)O que é tecido mixóide?
Degeneração de mucina dentro de tecido conjuntivo. Ex.: pseudo cisto sinovial.

14)Como se denomina neo de epitélio escamoso?


Carcinoma epidermóide.

15)Por que um CA basocelular é classificado de intermediário?


Crescimento infiltrativo, raras metástases, crescimento lento e eventual recidiva.

16) Seu paciente apresenta disfonia aos 70 anos e linfonodo cervical à esquerda que é retirado,
mostrando linfonodo com proliferação de células epiteliais escamosas, apresentando em vários
campos disceratose. Pergunta-se:
a)Qual o nome mais amplo para a patologia do linfonodo?
Metástase epidermóide de carcinoma bem diferenciado cervical esquerdo.
b)Que espera encontrar na laringe?
Carcinoma epidermóide de células escamosas.

CA MESENQUIMAIS
1)Qual a localização preferencial dos encondromas?
Localizados dentro dos ossos nos dedos das mãos, ossos longos e sínfise pubiana.

2)Cite 3 localizações comuns de leiomiomas:


Útero, tubo digestivo e pele.

3)Cite 3 variantes morfológicas dos osteossarcomas:


Osteogênico ou convencional, paraostial, esclerosante, em Paget, telangectásico, extra-esquelético.

4)Qual a localização preferencial dos osteossarcomas?


Ossos (metáfise ossos longos, costelas, coluna) e extra-esqueléticos (rim, bexiga, mama, pulmão).

5)Cite razões para se suspeitar de um eucondroma de extremidades:


Lesões circunscritas, abaulamento dos dedos, microcalcificações, fratura patológica e dor.

6)Os leiomiomas/leiomiossarcomas podem ser separados histologicamente?


Sim, através da contagem de mitoses (5 por campo).

7)Como se denomina a patologia que apresenta uma célula cheia de grânulos de glicogênio no
citoplasma com núcleo grande?
Sarcoma de Edwing (tu de medula óssea).

8)Cite 6 características de fibromatose:


- madarose, pele seca, fina e descamativa;
- erosão de extremidades;
- mão em garra, afilamento dos dedos;
- necrose de extremidades.

!58

Você também pode gostar