Você está na página 1de 39
FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE VERBOSVERBOS VERBOSVERBOS

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

VERBOSVERBOS

VERBOSVERBOS

VERBOVERBO VERBOVERBO NoçõesNoções PreliminaresPreliminares NoçõesNoções PreliminaresPreliminares (GT)(GT)

VERBOVERBO

VERBOVERBO

NoçõesNoções PreliminaresPreliminares

NoçõesNoções PreliminaresPreliminares

(GT)(GT)

(GT)(GT)

““VerboVerbo éé umauma palavrapalavra dede formaforma variávelvariável queque exprimeexprime oo queque sese passa,passa, istoisto é,é, umum acontecimentoacontecimento representadorepresentado nono tempo.”tempo.”

Celso Cunha & Lindley Cintra, Nova Gramática do Português Contemporâneo

Um dia, Aparício desapareceu para sempre. (A. Mayer, SI, 25.)
Um dia, Aparício desapareceu para
sempre. (A. Mayer, SI, 25.)

A mulher foi educada por minha mãe. (Machado de Assis, OC,I,343.)

Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S,

189.)

Anoitecera já de todo. (C. de Oliveira, AC,

de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.
de Assis, OC,I,343.) Como estavam velhos! (A. Bessa Luís, S, 189.) Anoitecera já de todo. (C.

19.)

Última definição de verbo na GT “O VERBO não tem, sintaticamente, uma função que lhe
Última definição de verbo na GT “O VERBO não tem, sintaticamente, uma função que lhe

Última definição de verbo na GT

“O VERBO não tem, sintaticamente, uma função que lhe seja privativa, pois também o SUBSTANTIVO e o ADJETIVO podem ser núcleos do predicado. Individualiza-se, no entanto, pela função obrigatória de predicado, a única que desempenha na estrutura oracional.”

A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e classificação.

na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
na estrutura oracional.” A GT não fala sobre formação de verbos, apresenta apenas a definição e
Porque ocorre mudança de classe? Para facilitar a comunicação entre os falantes, acontece uma economia
Porque ocorre mudança de classe? Para facilitar a comunicação entre os falantes, acontece uma economia

Porque ocorre mudança de classe?

Para facilitar a comunicação entre os falantes, acontece uma economia lingüística.

Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o carimbo no ofício

entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o
entre os falantes, acontece uma economia lingüística. Ex.: João carimbou o ofício = João pôs o

Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa.

Ex.: Carimbar = pôr o carimbo

Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
Formação de verbos a partir de substantivos para condensar uma sentença extensa. Ex.: Carimbar = pôr
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos

O mesmo ocorre com os adjetivos

Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais gorda

O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
O mesmo ocorre com os adjetivos Ex.:Maria engordou dez quilos = Maria está dez quilos mais
PREFIXO- -BASE- -SUFIXO Novo Verbo

PREFIXO-

PREFIXO- -BASE- -SUFIXO Novo Verbo
PREFIXO- -BASE- -SUFIXO Novo Verbo
-BASE-
-BASE-
PREFIXO- -BASE- -SUFIXO Novo Verbo
-SUFIXO
-SUFIXO
Novo Verbo
Novo
Verbo
PREFIXO- -BASE- -SUFIXO Novo Verbo
DERIVAÇÃODERIVAÇÃO DERIVAÇÃODERIVAÇÃO PARASSINTÉTICAPARASSINTÉTICA PARASSINTÉTICAPARASSINTÉTICA

DERIVAÇÃODERIVAÇÃO

DERIVAÇÃODERIVAÇÃO

PARASSINTÉTICAPARASSINTÉTICA

PARASSINTÉTICAPARASSINTÉTICA

Derivação Parassintética O que é Derivação Parassintética? É o processo de união simultânea e necessária
Derivação Parassintética O que é Derivação Parassintética? É o processo de união simultânea e necessária

Derivação Parassintética

O que é Derivação Parassintética?

É o processo de união simultânea e necessária de um prefixo e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir de nomes (adjetivos ou substantivos)

e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
e de um sufixo a determinada base para a formação de uma novo verbo a partir
Derivação Parassintética Na Derivação Parassintética observam-se ocorrências de mudança de estado ou então com
Derivação Parassintética Na Derivação Parassintética observam-se ocorrências de mudança de estado ou então com

Derivação Parassintética

Na Derivação Parassintética observam-se ocorrências de mudança de estado ou então com significação de ação.

A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um substantivo ou de um adjetivo.

ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
ou então com significação de ação. A mudança de estado poderá ocorrer a partir de um
Derivação Parassintética Nesta modalidade de derivação, as estruturas mais produtivas são as seguintes: I –
Derivação Parassintética Nesta modalidade de derivação, as estruturas mais produtivas são as seguintes: I –

Derivação Parassintética

Nesta modalidade de derivação, as estruturas mais produtivas são as seguintes:

I – en–Adj–ecer

II – en–S / Adj–ar

III – a– S / Adj–ar

mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
mais produtivas são as seguintes: I – en– Adj –ecer II – en– S / Adj
Derivação Parassintética Em I – en – Adj – ecer, os produtos sempre representam mudança
Derivação Parassintética Em I – en – Adj – ecer, os produtos sempre representam mudança

Derivação Parassintética

Em I – en – Adj – ecer, os produtos sempre representam mudança de estado sendo a base um adjetivo, por exemplo:

duro (adjetivo - resistente, sólido) endurecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o chocolate”.

- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
- resistente, sólido) en dur ecer (verbo - tornar(-se) duro, enrijecido): “O frio excessivo endureceu o
Derivação Parassintética Menos produtivas e não mais utilizados na formação de palavras novas, temos as
Derivação Parassintética Menos produtivas e não mais utilizados na formação de palavras novas, temos as

Derivação Parassintética

Menos produtivas e não mais utilizados na formação de palavras novas, temos as seguintes formações a partir de Adjetivo ou Substantivo, caracterizando entretanto, a mudança de estado:

I’: a-S /Adj–ecer : amanhecer / amadurecer

II’: en-S-ecer: entardecer / enraivecer

de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
de estado: I’: a- S / Adj –ecer : a manh ecer / a madur ecer
Derivação Parassintética Em II – en– S / Adj –ar Formações em – ar ,
Derivação Parassintética Em II – en– S / Adj –ar Formações em – ar ,

Derivação Parassintética

Em II – en–S / Adj–ar

Formações em –ar, a significação da Ação é mais forte, mas permanece a mudança de estado, sobretudo em bases adjetivas.

Formações em:

II’: en-Adj-ar correspondem a mudança de estado:

engordar; encurtar;

em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord
em bases adjetivas. Formações em: II’: en -Adj- ar correspondem a mudança de estado: en gord

Derivação Parassintética

Formações em:

II’’: en-S-ar correspondem a processos de locação, a partir do substantivo base – representa o elemento recipiente (elemento concreto):

engavetar; encaixotar; ou

II’’’: o elemento construído: empilhar; enfileirar

II’’’’: ou o elemento colocado: empalhar; ensaboar

o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
o elemento construído: em pilh ar ; en fileir ar II’’’’: ou o elemento colocado: em
Derivação Parassintética Em III - a– S / Adj –ar Nas formações em a– S
Derivação Parassintética Em III - a– S / Adj –ar Nas formações em a– S

Derivação Parassintética

Em III - a– S / Adj–ar

Nas formações em a– S / Adj–ar, todos os casos são de mudança de estado, entretanto, quando a base é substantiva, o estado é somente de aproximação. Assim, em:

III’: a-Adj-ar: apatetar; alisar; aproximar

III’’: a-S-ar: aveludar; abrasileirar; amarelar

III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
III’: a-Adj-ar: a patet ar ; a lis ar ; a proxim ar III’’: a-S-ar: a
Derivação Parassintética Para que haja derivação parassintética é necessário o acréscimo simultâneo do prefixo
Derivação Parassintética Para que haja derivação parassintética é necessário o acréscimo simultâneo do prefixo

Derivação Parassintética

Para que haja derivação parassintética é necessário o acréscimo simultâneo do prefixo e sufixo ao radical ou base.

Para comprovar se houve a parassíntese, basta retirar o prefixo ou o sufixo e verificar se a forma que sobrou constitui uma palavra existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por derivação parassintética.

existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
existente na língua. Se a forma que sobrou não tiver sentido, a palavra foi formada por
Palavra Inicial Prefixo Radical Sufixo Palavra Formada mudo e mud ecer emudecer gaveta en gavet
Palavra Inicial
Prefixo
Radical
Sufixo
Palavra Formada
mudo
e
mud
ecer
emudecer
gaveta
en
gavet
ar
engavetar
manhã
a
manh
ecer
amanhecer
pálido
en
palid
ecer
empalidecer

Entardecer: (prefixo en – sufixo ecer)para o tema tarde:

não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a ele se agregam

o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a

Derivação Parassintética

:

o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
o tema tarde : não existem formas do tema em que apenas um destes afixos a
FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

SUSBSTANTIVOSSUSBSTANTIVOS

SUSBSTANTIVOSSUSBSTANTIVOS

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS “A formação de verbos a
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS “A formação de verbos a

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

“A formação de verbos a partir de substantivos tem o objetivo de aproveitar a noção expressa pelo substantivo para designar a ação ou processo a ser expresso pelo verbo [de modo a corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)

corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
corresponder a] processos verbais fundamentalmente relacionados aos substantivos de que derivam.” (BASÍLIO, 2009, p.33)
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS A formação de verbos a
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS A formação de verbos a

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por:

Sufixação Derivação Parassintética

A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
A formação de verbos a partir de substantivos pode ser feita por: Sufixação Derivação Parassintética
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Alguns exemplos de verbos formados
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Alguns exemplos de verbos formados

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

Alguns exemplos de verbos formados a partir dos processos mencionados:

(1) Sufixação: fertilizar, disponibilizar, agilizar, dolarizar, elitizar, sintetizar, minimizar, conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.

conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
conscientizar, colar, gritar, beijar, babar, perfumar, aguar, golpear, costear, faxear, escanear, patentear, etc.
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS (2) Parassíntese: entardecer, enraivecer, h
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS (2) Parassíntese: entardecer, enraivecer, h

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

(2) Parassíntese: entardecer, enraivecer,

h

it

ano ecer,

lh

t

aman ecer,

ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar,

etc.

engave ar,

empa

ar,

enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
enraivecer, h it ano ecer, lh t aman ecer, ensaboar, empilhar, enfileirar, alongar, aveludar, etc .
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS O substantivo também pode “se
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS O substantivo também pode “se

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

O substantivo também pode “se referir a estados ou ter significado compatível com a mudança de estado do verbo”(BASILIO, 2009, p.35):

(3)

Depois

de

ter-se fossilizado, a

matéria

orgânica permanece inalterada.

A

preocupa os ambientalistas.

(4)

crescente

favelização das encostas

, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
, a matéria orgânica permanece inalterada. A preocupa os ambientalistas. (4) crescente favelização das encostas
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Em (3) e (4) FÓSSIL
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Em (3) e (4) FÓSSIL

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

Em (3) e (4) FÓSSIL e FAVELA são tomados como estado-alvo do processo de mudança especificado pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35).

fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar

pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
pelo verbo (BASILIO, 2009, p. 35). fóssil > fossilizado > fossilizar favela > favelização > favelizar
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

Morfemas mais produtivos na produção de novas palavras:

-izar Formação mais frequente a partir de adjetivos; em especial: na terminologia formal, acadêmica e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um agente causador.

e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
e técnica. Concentram-se na representação de mudança de estado, acompanhada ou não da ideia de um
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

Morfemas mais produtivos na produção de novas palavras:

-ar

Mais frequentes que as X-izar na língua falada e em contextos mais informais; Concentram-se na denotação de ações definidas pelo substantivo base. Pode assumir as seguintes funções: objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.

objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
objeto da ação, instrumento, agente virtual, representam mudança de estado especialmente com bases adjetivas.
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS Morfemas mais produtivos na produção

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE SUBSTANTIVOS

Morfemas mais produtivos na produção de novas palavras:

–ear:

São menos frequentes, mas usadas em novas construções.Em alguns casos indicam aspecto iterativo na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar

na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
na representação do ato verbal, em outros, funcionam como alternativas fonológicas para as formações em –ar
FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

FORMAÇÃOFORMAÇÃO DEDE

VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

VERBOSVERBOS AA PARTIRPARTIR DEDE

ADJETIVOSADJETIVOS

ADJETIVOSADJETIVOS

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS A principal motivação para transformar
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS A principal motivação para transformar

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

A principal motivação para transformar adjetivos em verbos é adequar as propriedades, condições e estados enunciados pelo qualificador

a

um determinado contexto sintático

e

semântico.

condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
condições e estados enunciados pelo qualificador a um determinado contexto sintático e semântico.
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Dois fatos gerais nesse processo
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Dois fatos gerais nesse processo

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

Dois fatos gerais nesse processo de formação:

I) a mudança de estado expressa pelo verbo pode representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de conhecimento do mundo;

representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
representar um processo completo ou um processo em curso, de acordo com questões semânticas e de
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Uma breve atividade I. A)
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Uma breve atividade I. A)

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

Uma breve atividade

I. A) Mostre, através de exemplos, que verbos formados a partir de adjetivos para designar mudança de estado não se pronunciam necessariamente sobre a completude da mudança.

Valendo uma caixa de bis à equipe que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição num papel

que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
que nos próximos dois minutos escrever a maior quantidade de verbos derivados de adjetivos nesta condição
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

II)

pode enfocar a

mudança de estado de forma isolada ou como resultado de um elemento causador.

verbo

o

DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
DE ADJETIVOS II) pode enfocar a mudança de estado de forma isolada ou como resultado de
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Alguns exemplos de verbos formados
MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS Alguns exemplos de verbos formados

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

Alguns exemplos de verbos formados a partir de adjetivos:

1

( )

P

i

d

d

i

ref xa os

em

en-:

en urecer, encurvar,

enr jecer,

encompridar,

envelhecer,

etc

enraivecer,

de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
de adjetivos: 1 ( ) P i d d i ref xa os em en-: en
st MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-:

st

st MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer,

MUDANÇA DE ESTADO EM VERBOS FORMADOS A PARTIR DE ADJETIVOS

(2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer,

ar,

t

ajun ar, etc

lis

t

t

xi

a

ar,

apa e ar,

apro

mar,

aju

DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
DE ADJETIVOS (2) Prefixados em a-: amadurecer, apodrecer, ar, t ajun ar, etc lis t t
REFERÊNCIASREFERÊNCIAS REFERÊNCIASREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASBIBLIOGRÁFICAS BIBLIOGRÁFICASBIBLIOGRÁFICAS

REFERÊNCIASREFERÊNCIAS

REFERÊNCIASREFERÊNCIAS

BIBLIOGRÁFICASBIBLIOGRÁFICAS

BIBLIOGRÁFICASBIBLIOGRÁFICAS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BASÍLIO, M. Formação e classes de palavras no português do Brasil . 2.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BASÍLIO, M. Formação e classes de palavras no português do Brasil . 2.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BASÍLIO, M. Formação e classes de palavras no

português do Brasil. 2. ed. São Paulo: Contexto,

2009

.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital, 2007.

Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,
Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo . 4.ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital,