Você está na página 1de 31

PLANO DE ACÕES EMERGÊNCIAIS

(PAE)
CLÍNICA SAÚDE CENTER

1
PLANO DE AÇÕES EMERGENCIAIS (PAE)
ÍNDICE
- Identificação da Empresa......................................................................................3
- Descrição da Planta...............................................................................................3
- Apresentação.........................................................................................................7
- Introdução..............................................................................................................7
- Objetivo..................................................................................................................7
- Instruções dirigidas à equipe de emergência da Clínica Saúde Center.................8
- Equipe de Intervenção............................................................................................9
- Equipe de Abandono..............................................................................................10
- Equipe de Suporte Básico de Vida.........................................................................11
- Kits específicos para as Equipes de Emergências.................................................12
- Organograma do Plano de Intervenção em caso de Incêndio................................13
- Procedimentos da Coordenação.............................................................................13
- Organograma do plano de Emergência..................................................................15
- Instruções Complementares de Segurança............................................................15
a) Sismos.
b) Inundações proveniente da rede hidráulica de abastecimento interno.
c) Fuga de gás.
d) Acidentes de Trabalho.
e) Acidente de trajeto.
f) Considerações referentes a Cilindros de O².
- Evacuação................................................................................................................18
- Em caso de incêndio................................................................................................19
Classes de Incêndio.
Como utilizar um Extintor.
- Em caso de Amecaça de Artefato Explosivo por Telefone (Bomba )......................20
- Em caso de Assalto.................................................................................................20
- Em caso de Alteração da Ordem Pública................................................................21
- Instruções Particulares de Segurança.....................................................................21
Copa / Cozinha /Cantina.
Lavagens de Áreas Comuns.
Administração, Secretarías, Almoxarifados,Arquivos.
Quadros Elétricos.
- Conclusão...............................................................................................................22
- Bibliografia..............................................................................................................23
- Anexos....................................................................................................................24
- Imagens dos Compartimentos da Cínica Saúde Center.........................................24
Sinalização e iluminação de Emergencia.
Rota de Fuga.
- Quadro de Distribuição da Rede Energisada.........................................................25
- Plataforma Elevatória para Cadeirantes.................................................................26
- Riscos Inerentes a Atividade...................................................................................26
- Sistema de Combate a Incêndio.............................................................................27
- Inventário de Primeiros Socorros............................................................................27
- Planilha para Exercícios Simulados........................................................................28
- Relatório Mensal das Condições dos Equipamentos de Proteção Contra Incêndio e
Condições de Segurança..........................................................................................29

2
IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA:
 EMPRESA : Clinica Saúde Center

 C.N.P.J : 272324710001-81

 INSCRIÇÃO ESTADUAL : Não possue

 TELEFONE : (77) 3427 -1000

 CIDADE : VITÓRIA DA CONQUISTA

 ESTADO : BAHIA

 ÁREA CONSTRUIDA: 450,00M²

 ÁREA TOTAL: 450,00M²

 CLASSIFICAÇÃO :NR 4 (PCMSO)

 CÓDIGO DA ATIVIDADE : 86.30-5-02

 ATIVIDADE PRINCIPAL : Atividades de atenção ambulatorial com


recursos para realização de exames complementares .

 ATIVIDADE COMPLEMENTAR 8330-5-03


Atividade médica ambulatorial restrita a consultas.

 GRAU DE RISCO : 3

 CLASSIFICAÇÃO :NBR 14276 (BRIGADADE INCENDIO); IT 17


CBMBA.

 GRUPO :H

 DIVISÃO:H 6

 DESCRIÇÃO: Clinica e consultório médico e/ou odontológico.

 OCUPAÇÃO:Serviços de saúde e institucionais.

 CARGA DE INCÊNDIO: 200 MJ/M²

 GRÁU DE RISCO: Baixo.

 NÍVEL DE TREINAMENTO :Básico

DESCRIÇÃO DA PLANTA
 Planta: Clinica Saúde Center.

 Localização: urbana.

 Endereço: AV. Juracy Magalhães,3340 - Felícia 1


(Shopping Conquista Sul)
3
 Cidade :Vitória da Conquista

 Estado : Bahia

 Característica da vizinhança: alta concentração de edificações


comerciais (pavimento térreo do Shopping Conquista Sul )

google earth -= acesso em 13/10 /2017

 ― Distância do Quartel do Corpo de Bombeiros:


4,6 Km; 0:11min.

4
 --- Distância Serviço Médico de Urgência (Samu) :
3.2 Km ;0:07 min.

 Meios de ajuda externa: 7° Grupamento de Bombeiros Militar a 4,6


Km ; 0:11 min (fone 193) e Brigada de Incêndio do Shopping Conquista
Sul composta de 22 integrantes.

 Construção: concreto armado com divisórias em drawool(acartonado )


e forro em gesso.

 Dimensões: Pavimento Térreo e Mezanino com área construída total


de 450.00 m ² .

 Pavimento Térreo

5
Mezanino

 Ocupação: escritórios e consultórios médicos.

 População:
¬ Fixa: 15
¬ Flutuante: Composta de público adulto e infantil.
725 mês ; 29 / dia.

 Características de funcionamento: horário comercial das 07:00h às


22:00h.

 Pessoas portadoras de deficiências:, uma gestante atuando em


serviços gerais com 2 meses de gestação ,circulando por toda a
edificação.

Riscos específicos inerentes à atividade:

 1 cilindro de alta pressão contendo O² ,com pressão de serviço de


2631 PSI; 185 kgf /cm²;capacidade 50 L localizado no pavimento térreo
,no consultório de procedimentos.
 1 cilindro de alta pressão contendo O²,com pressão de serviço de 2133
PSI; 150 kgf /cm² ;capacidade 07 L localizado no pavimento térreo ,no
consultório de teste ergométrico.
 1 compressor a ar ambiental com pressão de trabalho de 8.3 Bar
localizado no pavimento térreo no vão sob a escada.

Recursos humanos:

 CIPA com 3 componentes fixos designados e 15 capacitados; total 18


componentes.

6
Recursos materiais:

 ― Extintores de incêndio portáteis;


 ― Sistema de hidrantes no pavimento térreo e mezanino;
 ― Sistema de sprinklers (chuveiros automáticos ) no pavimento térreo
e mezanino;
 ― Iluminação de emergência;
 ― Alarme de incêndio manual
 ― Sinalização de emergencia;
 ― sistema moto-gerador existente no subsolo do shhopping, em sala à
prova de fogo, tipo automático-diesel e com autonomia de 2 horas

- Apresentação.

O presente plano visa descrever orientações e procedimentos a serem seguidos


pelos funcionários e visitantes da Clinica Saúde Center quando da ocorrência de
princípios de incêndio, sinistros e ameaças externas, a fim de evitar que os impactos
ultrapassem os limites de segurança preestabelecido, bem como as ações que
visam minimizar tais impactos, de modo a preservar vidas, minimizar danos
ambientais e perdas patrimoniais, proteger a comunidade e preservar a imagem
institucional da Clínica Saúde Center.

- Introdução.

Este ducumento pretende informar aos funcionários da Clinica Saúde Center,


sobre os procedimentos a serem adotados para a prevenção de sinistros e o
combate dos mesmos em seus princípios.
É fato que se os colaboradores tiverem conhecimentos básicos sobre prevenção
de incêndios,primeiros socorros e discernimento suficiente para atuar em situações
de pânico certamente desenvolverão comportamentos preventivos de modo a evitar
condições catastróficas.
Tais providências proporcionarão eventos sem surpresas desagradáveis, capazes
de causar pânico e ferimentos nos presentes.
A todos os envolvidos neste trabalho caberá o aperfeiçoamento, objetivando
tornar-se qualificado para o exercício de suas atividades, objetivando as
oportunidades em alcançar um ambiente com o máximo de segurança.

- Objetivos

O Plano de Emergência da Clinica Saúde Center tem por objetivo a preparação


e organização dos meios existentes para garantir a salvaguarda dos seus ocupantes
em caso de ocorrência de uma situação perigosa, nomeadamente de incêndio.
O presente Plano de Emergência é elaborado na base dos riscos de incêndio e
de pânico, uma vez que as ocorrências resultantes de outras situações perigosas,
nomeadamente catástrofes naturais como terremoto e alerta de bomba têm
consequências semelhantes; contudo, no que se refere ao risco de terremoto são
apresentadas no presente Plano algumas disposições particulares.

- Procedimento de manutenção

Uma das condições essenciais para garantir a eficácia de um Plano de


Emergência é a sua correta e perfeita atualização.
Para o efeito, afigura-se indispensável que sejam comunicadas previamente aos
responsáveis pelo Plano de Emergência ( Sr JULIANA - Gerente da Clinica)
7
quaisquer alterações ao nível das condições físicas da edificação ou da organização
dos meios humanos afetos à segurança; de entre as situações passíveis de exigir
atualização do Plano salientam-se as seguintes:
 Alterações na compartimentação do edifício;
 Alteração significante do contigente da população flutuante e/ou fixa;
 Modificações nas vias de acesso ao edifício;
 Alterações nas saídas e vias de evacuação;
 Instalação de novos equipamentos técnicos;
 Alterações na sinalização interna de incêndio e pânico da Clinica
Saúde Center;
 Alteração do número ou composição da equipe de segurança;
 Organização do sistema de segurança contra incêndio.

Na ocorrência de alterações a Gerência, ou quem por ela for delegado, deverá


proceder à atualização do Plano de Emergência, fazendo as mudanças necessárias.
Todas as alterações efetuadas ao Plano de Emergência deverão ser comunicadas
aos detentores de exemplares do mesmo.

- Instruções dirigidas a equipe de emergência da Clínica Saúde Center.

Estas instruções dirigem-se especialmente aos componentes da CIPA do


estabelecimento, considerando-se que todos os seus elementos delas terão
conhecimento e colaborarão na sua aplicação.
Em termos gerais são as seguintes:
 Informar imediatamente à gerência da Clinica Saúde Center ao perceber o
sinistro, que decidirá o acionamento do alarme e do plano de emergência;
 Socorrer as pessoas que se encontrem em perigo imediato;
 Dar o alarme aos outros funcionários da Clinica (atentando para não causar
pânico à população fixa e /ou flutuante);
 Desligar a rede energisada do setor acometido pelo sinistro;
 Dar ou confirmar o alerta ao corpo de bombeiros;
 Iniciar o combate ao foco de incêndio com os meios de intervenção
existentes;
 Evacuar o local, encaminhando os seus ocupantes para o exterior ( ponto de
encontro);
 Verificar a desocupação efetiva dos locais, fechando atrás de si todas as
portas (não trancando-as);
 Auxiliar os bombeiros nas operações de combate e rescaldo, procedendo à
eventual desobstrução dos acessos e pontos de penetração e indicando a
localização e extensão exata do sinistro e a válvula de recalque.

8
 Equipe de Intervenção (Combate a incêndio)
Objetivo:
Atendimento a eventuais ocorrências, através da realização de procedimentos de
combate a focos de incêndio e isolamento de área, salvando vidas e minimizando
danos ao patrimônio e ao meio ambiente.

Procedimento:
Ao se defrontar com um princípio de incêndio, informe imediatamente à
gerência da Clínica Saúde Center que deverá desconectar a rede energizada
direcionada ao local do sinistro e solicitar a presença do Corpo de Bombeiros .
Tente extinguir o fogo em objetos com um aparelho extintor adequado ao
tipode incêndio. A forma correta de utilização será explicada posteriormente. Se não
for possível, saia imediatamente.
O princípio de incêndio só pode ser combatido com aparelhos extintores
enquanto as chamas não atingirem o teto. A partir daí, o fogo desenvolve-se rápido
demais.
Se não conseguir ou não puder extinguir o fogo, feche a porta do cômodo
onde está o fogo e saia da edificação. Fechar a porta diminui o oxigênio disponível
para o fogo e evita que a fumaça se espalhe. Deixe a porta fechada e destrancada,
ela deve ser aberta somente pelos bombeiros.
Confinamento do incêndio: O incêndio deve ser confinado de modo a evitar
sua propagação e consequências.O confinamento refere-se, basicamente, a não
deixar o fogo crescer, mantendo-o no local de origem (fexando a porta).
Isolamento da área: A área sinistrada deve ser isolada fisicamente ( cones
/fitas de isolamento), de modo a garantir os trabalhos de emergência e evitar que
pessoas não autorizadas adentrem ao local.
Se houver uma pessoa envolta em chamas,não deixe-a caminhar ou correr,
pois o movimento aviva as chamas.
Deve-se pará-la, deitá-la de bruços e rolá-la no chão, usar um cobertor ou um
casaco pesado cobrindo a vítima para abafar as chamas.
A vítima terá de rolar para um lado e para o outro, cobrindo os olhos, nariz e
boca para proteger as vias aéreas, mantendo as pernas juntas.
NÃO use extintor de pó quimico sobre a vítima.

Composição:
Nome – Alef Silva Almeida
Setor - financeiro horário de serviço , 07:00 às 16:00
telefone – (77) 98805-1203

Nome – Camila Santos Hipólito


Setor -administrativo horário de serviço , 13:00 às 18:00
telefone -(77) 98805-6080

Nome- Amanda Farias da Silva


Setor Administrativo horário de serviço , 17:00 às 22:00
telefone-(77) 98852-6621

9
 Equipe de Abandono.
Objetivo:
Proporcionar segurança para o abandono organizado da Clínica Saúde Center,
ajudando a saída de pessoas com mobilidade reduzida e orientando a saída
disciplinada dos demais, evitando o pânico.

Procedimento:
Ao soar o alarme, ou por determinação da gerência da Clinica Saúde Center
devem executar imediatamente a evacuação de cada compartimento priorizando as
salas próximas ao incêndio.
Todos os ocupantes, visitas,colaboradores e pacientes com dificuldades de
locomoção serão encaminhandos para o ponto de encontro na área externa
localizado no átrio do Shopping em frente a Clínica,momento em que se verificará
presença de todos. Sempre que em um determinado compartimento exista
ocupantes com dificuldades motoras, deverão ser auxiliados no processo de
evacuação e caso necessário solicitar ajuda.
A saída de cada compartimento processar-se-á segundo o percurso assinalado
no interior de cada compartimento (plano de evacuação) seguindo as placas de
sinalização até à porta de saída respectiva.
A escada deverá ser acessada (estando no Mezanino) ao lado da parede no
sentido de condução (lado direito). Não volte atrás;
Todas as movimentações de pessoas dentro e fora do edifício deverão ser
executadas em passo rápido e de uma forma ordeira (sem atropelos).
Ao sair do edifício dever-se-á ter sempre bem presente que o importante é
evacuar as pessoas e não os bens, de modo que não deverá se preocupar com
livros, papéis, roupas, etc. Se possível pegar documentos pessoais, estando eles de
fácil acesso.
Todos os evacuados deverão permanecer nos pontos de encontro até novas
indicações,não podendo retornar ao interior da Clínica em nenhuma hipótese
Recepção do apoio externo: Srª Phaloma no horário das 07:00 as 16:00 e/ou
Srª Carla no horário das, 14:00 as 22:00 procedendo a orientação do Corpo de
Bombeiros em sua chegada. ( indicar válvula de recalque do Shopping Conquista
Sul ).

Composição :

Nome:-Phaloma Gonsalves de Sousa


Setor recepção horário de serviço , 07:00 às 16:00
telefone – (77) 98806-3995

Nome – Taís Sousa Barbosa


Setor administrativo horário de serviço , 16:00 às 22:00
telefone -(77) 98859-1851

Nome - Carla Horton Possa


Setor Coordenação horário de serviço , 14:00 às 22:00
telefone -(77) 98872-7069

10
 Equipe de Suporte Básico à Vida (APH).
Objetivo:
Prover uma rápida e eficiente intervenção no primeiro atendimento de vítimas
de acidentes ou mal súbito até a chegada do resgate especializado, salvando vidas.
Procedimento:
Os primeiros socorros serão prestados às eventuais vítimas conforme
capacitação específica da CIPA.
A pessoa que está prestando os primeiros socorros deve seguir um plano de
ação baseando-se no P.A.S., que são as três letras iniciais a partir das quais se
desenvolvem todas as medidas técnicas e práticas de primeiros socorros.

« Prevenir - afastar o perigo do acidentado ou o acidentado do perigo.


« Alertar - contatar o atendimento emergencial informando o tipo de acidente, o
local, o número de vítimas e o seu estado.
« Socorrer - após as avaliações.

O prolongamento da hipóxia (falta de ar) cerebral determina a morte do Sistema


Nervoso Central (SNC) e com isto, a falência generalizada de todos os mecanismos
da vida,em um tempo de aproximadamente três minutos.

~ Sinais Vitais

Temperatura Pulso Respiração Pressão arterial


35,9 a 6 0 - 7 0 bpm 14-20 rpm -homem. adulto normal
37,2 °C Homens adultos 16-22 rpm - mulher. máxima ou sistólica
. 40-50 rpm -criança. - de 100 a 140 mm
7 0 - 8 0 bpm Hg
Mulheres adultas.
mínima ou
8 0 - 9 0 bpm diastólica- de 60 a
Crianças acima de 90 mm Hg.
7 anos.

A pressão varia com a idade, uma pessoa com a idade entre 17 a 40 anos
apresenta a pressão de 140 x 90, já entre 41 a 60 anos apresenta pressão, de 150 x
90 mm de Hg.
Uma pessoa com hipertensão (pressão alta) deverá ser mantida deitada em
decúbito ventral com a cabeça elevada; deve ser acalmada; ficar sob observação
permanente até a chegada do médico.
No caso do hipotenso (pressão baixa), deitá-lo em decúbito ventral e chamar
um médico.

» Abordagem Completa

Na abordagem primária completa segue-se uma sequencia fixa de passos


estabelecida cientificamente.
Para facilitar a memorização, convencionou-se o minemônico “ABCD do trauma”
para designar essa sequência fixa de passos, utilizando-se as primeiras letras das
palavras (do inglês) que definem cada um dos passos:

1) Passo “A” (Airway) – Vias aéreas com controle cervical;

2) Passo “B” (Breathing) – Respiração (existente e qualidade);


11
3) Passo “C” (Circulation) – Circulação com controle de hemorragias;

4) Passo “D” (Disability) – Estado neurológico;

Deve sempre ser avaliado o nível de consciência porque, se alterado, indica


maior necessidade de vigilância da vítima no que se refere às funções vitais,
principalmente à respiração.
A análise do nível de consciência é feita pelo método “AVDI”, de acordo com o
nível de resposta que a vítima tem aos estímulos:

A – Vítima acordada com resposta adequada ao ambiente.


V – Vítima adormecida. Os olhos se abrem mediante estímulo verbal.
D – Vítima com os olhos fechados que só se abrem mediante estímulo doloroso.
O estímulo doloroso deve ser aplicado sob a forma de compressão intensa na
borda do músculo trapézio, na região pósterolateral do pescoço.
I – Vítima não reage a qualquer estímulo (inconsciente).

A alteração do nível de consciência pode ocorrer pelos seguintes motivos:


• Diminuição da oxigenação cerebral (hipóxia ou hipoperfusão);
• Traumatismo cranioencefálico (hipertensão intracraniana);
• Intoxicação por álcool ou droga;
• Problema clínico metabólico.
Composição
Nome : Diego Freire
Setor :enfermagem horário de serviço , 07:00 às 16:00
telefone:(77) 98846-4085

Nome :Larissa Alves Rodrigues


Setor: enfermagem horário de serviço , 16:00 às 22:00
telefone: (77) 98877-8283

Kits específicos para cada uma das equipes com os materiais necessários
para atuação em caso de emergência:
 Colete refletivo;
 Lanterna recarregável;
 Pochete (ou bolsa) contendo máscara RCP descartável (pockt-mask) ,óculos
de segurança ,máscaras cirúrgicas, luvas de procedimento em latex povilhado
(ou similar),luva de couro (vaqueta) e lanterna recarregavel 9mm.

A maioria das pessoas que sobrevivem às situações de emergência não é a


mais jovial e forte, mas a que está mais consciente e preparada em como agir
nessas situações (Araujo, 2008).

12
7 - Organograma do Plano de Intervenção em caso de incêndio:
PLANO DE
EMERGÊNCIA

INCÊNDIO

DETECÇÃO

RECONHECIMENTO INFORMAÇÃO À GERÊNCIA

ALARME GERAL CORTES DE ENERGIA

ALERTA

EVACUAÇÃO

SOCORRO

COMBATE – (1ª Intervenção)

APOIO AOS BOMBEIROS

COMBATE DO CORPO DE BOMBEIROS

RESCALDO

Procedimentos da coordenação

 Alerta: Ao ser detectado um princípio de incêndio, o alarme de incêndio manual será


acionado.
 Análise da situação: A Srª Juliana ou a Srª Carla analisará rapidamente o sinistro.
 Após identificação do local sinistrado o alarme deverá ser desligado, e a equipe de
intervenção iniciará as ações de combate ao princípio de incêndio.

13
– Apoio externo: A Srª Juliana ou a Srª Carla acionará o Corpo de Bombeiros
reportando as seguintes informações:
 Nome e número do telefone utilizado;
 Endereço do Órgão ou Entidade;
 Pontos de referência;
 Característica do incêndio;
 Quantidade e estado das eventuais vítimas;

– Eliminar riscos: Se houver necessidade deve ser providenciado o corte da


energia elétrica, no quadro geral de baixa tensão localizado no pavimento térreo
próximo a escada.

– Abandono de área :

 Caso seja necessário abandonar a edificação,a Srª Juliana ou a Srª


Carla autorizará o abandono da Clínica Saúde Center.
 A equipe de abandono se reunirá na recepção da Clínica ,doravante
denominado “ponto de encontro” a fim de receber instruções da
coordenação referente ao sinisto e determinará o abandono geral ou
parcial.
 Antes do abandono definitivo da Cínica Saúde Center a equipe de
evacuação verificará se não ficaram ocupantes retardatários e
providenciar á o fechamento de portas e janelas se possível (tendo o
cuidado de não tranca-las).
 Cada pessoa portadora de deficiência, deve ser acompanhada por dois
componentes da equipe de evacuação, previamente designados .

– Investigação : Após o controle total da emergência e a volta à normalidade, a


CIPA da Clinica Saúde Center deverá iniciar o processo de investigação e elaborar
um relatório, por escrito, sobre o sinistro e as ações de controle, para as devidas
providências. ( Feedback)
– Em caso de sinistro a Srª Juliana ou a Srª Carla comunicará com as seguintes
instituições de acordo com a necessidade:

Corpo de Bombeiros 193


Defesa Civil 199,(77)3422-7657
SAMU 192,(77)3424-5684
Polícia militar 190
Polícia Civil (77) 3425-8306
Disep (Distrito Integrado de Segurança Pública ) (77) 3425-8300
DEAM (Delegacia de atendimento à mulher) (77) 3424-3529
EMBASA (77) 3423-9760
COELBA 0800-071-0800
Hospital Esaú Matos (77) 3420-6200
Hospital Geral de Vitória da Conquista HGVC (77) 3427-4606
Hospital Samur (77) 2102-8400
Hospital Santa Casa de Misericórdia (77) 3425-9900
Hospital IBR (77) 2101-4100
White Martins -Oxitotal (77) 3422-2646

14
ORGANOGRAMA DO PLANO DE EMERGÊNCIA

Coordenadora
Srª Juliana

Chefe de emergência
Srª Carla

Equipe de intervenção Equipe de Suporte Equipe de


(Combate a Incêndio ) Básico à Vida (APH). Abandono

Alef Diego Phaloma


07:00às 16:00h 07:00 às 16:00 07:00 às 16:00h

Camila Larissa Taís


13:00 às 18:00h 16:00 às 22: 00 16:00 às 22:00h

Amanda Carla
17:00 às 22:00h 14:00 às 22:00

Instruções complementares de Segurança


a) Sismos
As principais causas de acidente durante um tremor de terra são:
 Desmoronamento total ou parcial de edifícios;
 Atuação humana precipitada devido ao pânico;
 Incêndios, agravados normalmente por falta de água e dificuldade nos
acessos;
 Queda de móveis, luminárias e outros objetos;
 Queda de cabos de energia elétrica;
Em caso de ocorrência de sismo, durante o mesmo os componentes da equipe
de ações emergenciais da Clinica Saúde Center deverão proceder da seguinte
forma:
 Dominar o pânico, manter a calma;
 Proteger-se no vão de uma porta interior, no canto de uma sala ou em baixo
de uma escrivaninha ou mesa; estar atento à eventual queda de objetos tais
como luminárias e móveis;
 Manter-se afastado das janelas e envidraçados;
 Não ligar aparelhos elétricos.
Após o sismo deverão iniciar as suas funções de segurança procedendo, de
acordo com a gravidade do mesmo, nos seguintes termos:

15
 Antes de iniciar a deslocamento pelo edifício proteger a cabeça e o
rosto;
 Efetuar os cortes gerais de eletricidade e água;
 Inspecionar as instalações fazendo o inventário de eventuais
anomalias e prejuízos;
 Se necessário promova a evacuação da Clinica encaminhando os
ocupantes para o exterior do Shopping, em local afastado de edifícios
ou muros – Plano de Evacuação;
 Verificar se há feridos e socorrê-los; se houver feridos graves não os
remova a menos que corram perigos;
 Solicitar o serviço do Corpo de Bombeiros / Samu ;
 Se existirem incêndios desencadear o Plano de Emergência;
 Limpar urgentemente os produtos inflamáveis que eventualmente se
tenham derramado utilizando terra ou maravalha (raspas de
madeira);
 De acordo com a gravidade da situação e as necessidades
manifestadas, contatar a defesa Civil do município;
 Ligar um rádio e seguir as instruções da Defesa Civil e das outras
autoridades;

b) Inundações proveniente da rede hidráulica de abastecimento interno

o Efetue o corte parcial da água na válvula de corte adequada; se


necessário proceda ao corte geral da água,fechando a válvula geral;
o Proceda ao escoamento das águas, construindo, se necessário,
barreiras por forma a encaminhar a água para o ralo de pavimento
mais próximo ou para o exterior;
o Contate a Gerência da Clínica, que por sua vez contatará o bombeiro
hidráulico (encanador) para sanar o problema.

c) Fuga de gás
 Efetue o corte geral do gás na válvula da linha de abastecimento;
 Não ligue qualquer aparelho elétrico, ou sequer o interruptor da luz;
 Areje o local, abrindo as portas e janelas;
 Se necessário combata as chamas usando extintores de pó químico
seco;
 Nunca use chamas para procurar a fuga de gás .

d) Acidentes de Trabalho
Em caso de acidente de trabalho, e atendendo à sua gravidade, deverá
proceder os primeiros socorros e o sinistrado deverá ser transportado de imediato ao
posto de socorros mais próximo para que se obtenha o registro legal de prestação
de socorro.
Na ocorrência de acidente de trabalho mortal o local deve ser isolado solicitar
os serviços de socorro,comunicar ao IML – Instituto Médico Legal ,Polícia Civil e
Polícia Militar para isolamento da área .
Após os procedimentos iniciais providenciar a emissão da CAT (Comunicação
de Acidentes do Trabalho ) que ,deverá ser enviada para o MTE (Ministério do
Trabalho e Emprego )

16
Procedimentos.
 Informe imediatamente a Gerência da Clinica Saúde Center;
 Suprima imediatamente a causa do acidente (fios energisados ,piso
molhado /escorregadio,queda de altura etc;)
 Chame os meios de socorro externos: Samu, Bombeiros etc;
 Mantenha a calma, não se esqueça de indicar corretamente aos serviços
externos os seguintes elementos;
o Nome da entidade;
o Endereço;
o Ponto de referência;
o Nome da vítima;
o Natureza do acidente;
o Estado da vítima;

Em caso de acidente de trabalho de origem elétrica deverão ser seguidos os


seguintes procedimentos especiais.

 Desligue imediatamente a corrente elétrica, desconectando a conexão do


aparelho ou o interruptor geral do quadro geral de baixa tensão localizado
no pavimento térreo, próximo da escada;
 No caso de não ser possível cortar a corrente ou for muito demorado fazê-
lo separe a vítima das partes em tensão tomando as seguintes medidas;
 Isole-se colocando-se sobre uma superfície de material não condutor e
seco (plásticos, borracha, madeira, têxteis, etc.) e proteja as mãos com
luvas de borracha, um saco de plástico, uma toalha ou peça de roupa
secas, ainda recorrendo a varas ou cabos de madeira, igualmente secos;
 Em todos os casos, ao separar o sinistrado das partes em tensão deve
fazê-lo de uma forma brusca, procurando não agarrá-lo firmemente;
 Se a vítima não apresentar sinais vitais, depois de desligar a corrente
elétrica, faça-lhe imediatamente a respiração artificial, utilizando máscara
RCP descartável (pockt-mask), e massagem cardíaca externa.
 Contate outra pessoa, que por sua vez contatará a Gerência e os meios
de socorro exteriores.

e) Acidente de Trajeto
Qualquer ocorrência no trajeto casa/trabalho ou vice-versa envolvendo
colaboradores da Clinica Saúde Center deverá ser imediatamente informado à
direção para que sejam tomadas as devidas providências, tendo em vista a
responsabilidade desta instituição pela segurança de seus colaboradores.
São todos os acidentes que ocorrem no trajeto da residência para o trabalho,
e do trabalho para a residência.
O Acidente de Trajeto é uma interpretação da lei. Essa interpretação veio
para equiparar acidente de trabalho (conhecido legalmente como acidente típico) ao
do trajeto. A legislação refente está na Lei 8.213/91, Artigo 21 letra “D”.
É necessário observar algumas regras para caracterização do acidente de
trajeto conforme os termos dos artigos 138 a 177 do Regulamento dos Benefícios da
Previdência Social.

f) Considerações referente a cilindros de O²

O oxigênio puro em alta pressão, tal como a partir de um cilindro, pode reagir
violentamente com materiais comuns tais como o óleo e graxa. Outros materiais
17
podem pegar fogo espontaneamente. Quase todos os materiais, incluindo têxteis,
borracha e metais queimarão vigorosamente em oxigênio.
Mesmo um pequeno aumento no nível de oxigênio do ar para 24% pode
criar uma situação perigosa. Torna se mais fácil começar um incêndio, que irá, em
seguida, queimar mais quente e mais ferozmente do que no ar normal. Pode ser
quase impossível apagar o fogo. Uma válvula com vazamento ou mangueira em
uma sala mal ventilada ou espaço confinado pode aumentar rapidamente a
concentração de oxigênio a um nível perigoso.
O principal perigo para as pessoas de uma atmosfera rica em oxigênio é
que a roupa ou o cabelo pode facilmente pegar fogo, causando queimaduras graves
ou até mesmo fatais.
Cuidados:
1-Vazamentos de mangueiras danificadas ou mal conservados, tubos e válvulas;
2-Vazamentos de conexões de má qualidade;
3-Abrir as válvulas deliberadamente ou acidentalmente;
4-Não fechar as válvulas corretamente após o uso;
5-Pouca ventilação onde o oxigênio está sendo usado.
Reguladores de pressão:
Deve-se garantir que a classificação de pressão do regulador não é menor
do que a pressão de alimentação do cilindro cheio. Reguladores de pressão para
gases medicinais devem cumprir as normas vigentes. Em caso de dúvida, verifique
com o fornecedor ou fabricante.

- EVACUAÇÃO

 A Coordenadora do P.A.E, Srª Juliana, determinará a evacuação da Clínica


Saúde Center e na sua ausência, o chefe de emergência, Srª Carla.
 O procedimento será o abandono orientado onde a Equipe de Evacuação se
posicionará em locais predeterminados durante uma situação de emergência,
orientando seus ocupantes qual o caminho a ser seguindo para a saída
rápida e segura do prédio.
 Ao soar o sinal de alarme (toque de campainha muito prolongado,ou contato
via rádio entre os componentes do P.A.E.), procederá a evacuação da Clinica
Saúde Center.
 Coordenará a saída dos diferentes espaços, consultórios situados no
mezanino e no térreo ,priorizando em uma sequencia lógica os localizados
próximos ao princípio do incèndio , para que se faça com calma e ordem.
 Informar aos pacientes e funcionários, verbalmente em bom tom, amigável e
cordial que o Plano de Emergencia da Clinica Saúde Center está sendo
executado identificando-se e informando nome e função na equipe de
evacuação informando ainda, que as providências necessárias estão sendo
adotadas .
18
 Auxiliar colaboradores e pacientes com dificuldades de locomoção
encaminhando-os para o ponto de encontro na área externa localizado no
átrio do Shopping em frente a Clínica, momento em que se verificará
presença de todos.
 Se eventualmente for notado a falta de alguem, deverá ser comunicado
imediatamente a gerència da Clínica Saúde Center que por sua vez
informará ao Corpo de Bombeiros, já atuante.
 Encaminhar pacientes, visitas e fornecedores para o ponto de encontro
determinado.(átrio do Shopping em frente a
Clínica).
 A saída de cada compartimento processar-se-á
seguindo as placas de sinalização até à porta de
saída respectiva.
 A escada deverá ser acessada (estando no
Mezanino) ao lado da parede no sentido de
condução (lado direito). Não volte atrás;
 Não pare na porta de saída. Esta deve permanecer livre.
 Todas as movimentações de pessoas dentro e fora da Cínica Saúde Center
deverão ser executadas em passo rápido (não deve correr) e de uma forma
ordeira (sem atropelos).
 Ao sair da Clinica deve-se ter em mente que o importante é evacuar as
pessoas e não os bens. Não perca tempo para pegar materiais e objetos.
Deixe-os sobre as mesas, saia e feche a porta;
 Todos os os evacuados deverão permanecer nos pontos de encontro até
novas instruções.

EM CASO DE INCÊNDIO
 Ao notar um incêndio mantenha-se sempre calmo e informe a
Coordenadora do P.A.E ,Srª Juliana ;
 Se o fogo for pequeno, trate de apagá-lo com o extintor adequado à classe
de incêndio
Classe A – São incêndios em materiais sólidos. Dentre eles estão: tecido, papel,
algodão, borracha e madeira. Esse tipo de incêndio tem como característica deixar
resíduos como carvão e cinza. Incêndios classe ``A´´ devem ser combatidos com
extintores à base de H²0, que tem capacidade de resfriar o ambiente, ou espuma.
Classe B – Assim são classificados os incêndios em líquidos, gases inflamáveis ou
sólidos que se liquefazem. São exemplos materiais como gasolina, óleo, querosene,
parafina, tintas, graxas, GLP. Em incêndios causados por esse tipo de produto não
se pode utilizar extintores à base de água. O recomendado é aplicar os extintores de
pó químico (PQS) ou gás carbônico (CO²). Se o incêndio não for tridimensional, ou
seja, líquido sob pressão, gás ou derramamento em gravidade, pode-se utilizar
também o extintor de espuma mecânica.
Classe C – São incêndios em equipamentos elétricos energizados. É o caso de
máquinas elétricas, transformadores, geradores, motores, computadores, quadros
de força e cabos. Para combate a esse tipo de incêndio, o ideal é o uso de extintores
de pó químico (PQS) ou gases CO².
Classe D – É a classificação dada a metais pirofóricos como selênio, magnésio,
sódio, zinco, titânio, urânio, lítio, potássio, antimônio e zircônio. O combate ao fogo
deve ser feito com extintores com pó químico especial, adequado para cada tipo de
metal.
Classe K – São assim classificados os incêndios em óleo e gordura em cozinhas.
Geralmente ocorrem em equipamentos como fritadeiras, grelhas, assadeiras e

19
frigideiras. O combate mais indicado é com extintores à base de solução especial de
Acetato de Potássio diluída em água, na falta pode-se usar o extitor de pó quimico
,promovendo o abafamento.
Não existem normas técnicas publicadas para extintores da classe D (metais
pirofóricos) e da classe K (óleos e gorduras) no Brasil. Atualmente são adotadas
normas internacionais.

Utilize o extintor de incẽndio seguindo os seguintes passos:


1 .Puxe a trava de segurança
2 .Aponte o bocal da mangueira do extintor para a base
das chamas

3 .Mantenha o extintor na posição vertical e aperte o


gatilho.

4 .Movimente a mangueira de um lado para o outro na


horizontal e aplique o agente extintor sobre a base do
fogo.

EM CASO DE AMEAÇA DE ARTEFATO EXPLOSIVO POR TELEFONE.(BOMBA)


• Mantenha a calma. Não faça alarme. Evite pânico;
• Converse com o ameaçador procurando obter informações;
• Se possível faça as seguintes perguntas:

1) Quando a bomba irá explodir?


2) Quem está falando?
3) Porque você fez isso?
4) Onde está a bomba?
5) O que acontecerá se a bomba explodir?

• Acione imediatamente a Polícia Militar


• Não desocupe o local, aguarde orientações da polícia;
• Repasse todas as informações à equipe policial que chegar ao local.

Caso localize uma bomba,ou um objeto suspeito abandonado .


• Não mexa, não toque e não remova;
• Isole o local;
• Acione a Polícia Militar através do fone 190;
• Mantenha-se afastado do local.

Em caso de explosão:
• Mantenha a calma;
• Afaste-se do local da explosão;
• Acione a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros .

EM CASO DE ASSALTO
1. Não ultrapassar o limite financeiro em espécie estabelecido pela
administração ;
2. Não reagir;
3. Não fazer movimentos bruscos;
4. Observar atentamente características físicas dos assaltantes (atentando para
não levantar suspeitas desta ação ), bem como do(s) veículo(s) utilizados.
20
Visando posterior reconhecimento junto às autoridades;
5. Sempre que for realizar qualquer movimento, que possa ser interpretado pelo
assaltante como uma possível reação, informá-lo do que esta fazendo. Por
exemplo: Antes de abrir gavetas para entregar os movimentos financeiros,
informe sua ação ao assaltante, para que o mesmo não interprete que você
possa está sacando uma arma;
6. Não por em risco a sua vida ou a vida de terceiros;
7. Manter a calma durante o assalto;
8. Após a saída dos assaltantes, comunicar o ocorrido às autoridades
competentes, bem como, a empresa contratada de segurança.

EM CASO DE ALTERAÇÃO DA ORDEM PÚBLICA


1. Tentar resolver a situação por meios dissuasórios (argumentar com as
pessoas envolvidas).
2. Solicitar a intervenção das autoridades competentes (policia).

INSTRUÇÕES PARTICULARES DE SEGURANÇA

A - Copa/Cozinha/Cantina
o Não fume;
o Mantenha a cozinha permanentemente limpa e arrumada;
o O lixo deve ser removido diariamente;
o Promova rapidamente as reparações necessárias; essas reparações
deverão ser executadas em definitivo e por técnicos habilitados;
o Todas as instalações e equipamentos técnicos deverão ser verificados
pelo menos anualmente por técnicos habilitados;
o Em caso de incêndio promova rapidamente o corte de energia elétrica
no quadro geral;
o Comunique imediatamente a ocorrência de qualquer sinistro a
coordenadora do P.A.E ; a eficiência do combate ao sinistro depende da
rapidez do alarme;
o Não use nunca água para extinguir um incêndio em aparelhos elétricos
ou instalações elétricas mesmo se a corrente estiver cortada; utilize
extintores de Pó Químico ou CO²;
o Quando abandonar um local incendiado feche todas as portas de
comunicação com o resto da Clinica.
B - Lavagens de áreas comuns
 Observe antes de iniciar seus trabalhos a presença de
circuitos elétricos;
 Sinalize a área sempre que for realizar limpeza com água e
sabão;
 Organize seu material de trabalho para que ele não obstrua a
passagem de outras pessoas;
 O uso de bota de borracha (galocha) é indicado;
 Realize essa atividade em horários onde o fluxo de pessoas
for menor.

C - Adminstração, Secretarias, Almoxarifados, Arquivos


 Não fumar, nem fazer lume;
 Mantenha este espaço permanentemente limpo e arrumado;

21
 As reparações e manutenções necessárias deverão ser executadas
rápida e definitivamente por técnicos competentes; as instalações e
equipamentos deverão ser verificados no mínimo anualmente;
 Não utilize instalações elétricas provisórias;
 Em caso de incêndio proceda imediatamente os cortes de energia elétrica
 Comunique rapidamente à Coordenação do P.A.E. a ocorrência de
qualquer sinistro; a eficiência do combate ao incêndio depende da rapidez
do alarme;
 Não use nunca água sobre a instalação elétrica mesmo se a corrente
estiver desligada; utilize extintores de CO2 ou Pó Químico;
 Quando abandonar o local incêndiado feche todas as portas de
comunicação com o interior da Clínica.

D – Quadro geral de baixa tensão.


 Estas instalações devem encontrar-se permanentemente limpas e
asseguradas as suas condições de ventilação;
 As reparações necessárias deverão ser executadas rápida e definitivamente
por técnicos habilitados;
 As instalações elétricas devem ser verificadas, no mínimo anualmente;
 Verifique periodicamente o bom estado de conservação e a localização dos
equipamentos de seguranças (lanternas, luvas, tapetes, vara de manobra,
instruções de primeiros socorros, extintores, etc.);
 Em caso de incêndio o corte da corrente elétrica deve ser realizado
imediatamente ao soar o alarme;
 Não use nunca água sobre a instalação elétrica mesmo se a corrente estiver
desligada; utilize extintores de CO2 ou Pó Químico;
 Comunique rapidamente à Coordenação do P.A.E. a ocorrência de qualquer
sinistro; a eficiência do combate ao incêndio depende da rapidez do alarme;
 Quando abandonar o local incendiado feche todas as portas de comunicação
com o interior do edifício.

CONCLUSÃO
Nenhum sistema de Prevenção a Sinistros será eficaz se não houver o
elemento humano preparado para operá-lo.
Esse elemento humano, para poder combater eficazmente um incêndio em
seu princípio ,proceder um plano de abandono e atuar em situações que afetam a
rotina da Clínica Saúde Center , deverá estar perfeitamente treinado. É um erro
pensar que, sem treinamento, alguém, por mais hábil que seja, por mais coragem
que tenha, por maior valor que possua, seja capaz de atuar de maneira eficiente
quando do surgimento do Sinistro.

Vitória da Conquista, 02 de dezembro de 2017

___________________________________________________________
Gerência da Cínica Saúde Center

____________________________________________________________
Responsável técnico
George Rodrigues Silveira
1°SGTBM /RR CBMBA cad 30-2345920
Tecnólogo Segurança do Trabalho
22
BIBLIOGRAFIA

A Segurança contra incêndio no Brasil / coordenação de Alexandre Itiu Seito,.et al.


São Paulo: Projeto Editora, 2008.p. 496 - ISBN:978-85-61295-00-4

ABNT NBR 9077:2001 – Saídas de emergência em edificios.

ABNT NBR 13434-1:2004 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico –


Parte 1: Princípios de projeto.

ABNT NBR 13434-2:2004 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico –


Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e cores.

ABNT NBR 14277:2005 – Instalações e equipamentos para treinamento de combate


a incêndio – Requisitos .

ABNT NBR 15219:2005 – Plano de emergência contra incêndio – Requisitos

-DECRETO Nº 16.302 DE 27 DE AGOSTO DE 2015-Regulamenta a Lei nº 12.929,


de 27 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a Segurança contra Incêndio e
Pânico e dá outras providências.

-DECRETO Nº 16.302 DE 27 DE AGOSTO DE 2015-Regulamenta a Lei nº 12.929,


de 27 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a Segurança contra Incêndio e
Pânico e dá outras providências.

-Ficha de Informação Segurança de Produtos Quimicos-FISPQ- ABNT NBR 14725-


4: 2014- Oxigênio medicinal O².

- IT (Instrução técnica) 17/2016 do Decreto Estadual n° 16.302 /2015 do Corpo de


Bombeiros Militar do Estado da Bahia -Brigada de Incêndio;

-LEI Nº 12.929 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013 -Dispõe sobre a Segurança Contra


Incêndio e Pânico nas edificações e áreas de risco no Estado da Bahia, , altera a Lei
nº 6.896, de 28 de julho de 1995, e dá outras providências.

-Lei 8213/91 art 21 Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá


outras providências.

- NBR (Norma brasileira de registro)14.276 da ABNT (Associação brasileira de


normas técnicas) Brigada de incêndio — Requisitos;

- NR (Norma regulamentadora) 23 da Portaria n° 3.214/1978 do MTE (Ministério do


trabalho e emprego)Portaria SIT n.º 24, de 09 de outubro de 2001 -Brigada de
incêndio.

-Manual Técnico de Bombeiros 12 RESGATE E EMERGÊNCIAS MÉDICAS.

-Portaria do Ministério do Trabalho n° 3214 de 08 de junho de 1978, em sua Norma


Regulamentadora n° 6 (EPI)

- Segurança contra Incêndios em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde /


Agência Nacional de Vigilância Sanitária. - Brasília: Agência Nacional de Vigilância
Sanitária, 2014. ISBN: 978-85-88233-43-0

23
ANEXOS

Imagens compartimentadas da Cínica Saúde Center com sinalização e iluminação


de emergência – Rota de fuga .

24
Quadro de distribuição da rede energisada

25
Plataforma elevatória para cadeirantes

Riscos inerentes a atividade

26
Sistema de combate a incêndio

INVENTÁRIO DE PRIMEIROS SOCORROS


O inventário de primeiros socorros deve conter no mínimo os seguintes materiais:
1.) 50 (cinquenta) unidades de compressas de gaze 08 (oito) dobras (7,50cm x
7,50cm);
2.) 04 (quatro) unidades de compressas de gaze esterilizadas (10 cm x 15 cm);
3.) 10 (dez) unidades de ataduras de crepe (20 cm de largura);
4.) 04 (quatro) unidades de plástico protetor de queimaduras e eviscerações (1m x
1m) esterilizado;
5.) 05 (cinco) frascos de soro fisiológico de 250 ml (duzentos e cinquenta mililitros),
6.) 01 (uma) unidade de fita adesiva grande (crepe);
7.) 03 (três) unidades de talas moldáveis grandes (86 cm x 10 cm x 02 cm);
8.) 03 (três) unidades de talas moldáveis médias (63 cm x 09 cm x 02 cm);
9.) 03 (três) unidades de talas moldáveis pequenas (30 cm x 08 cm x 02 cm);
10.) 01 (uma) prancha longa de madeira ou material de similar resistência (190 cm x
45 cm);
11.) 06 (seis) unidades de bandagens triangulares (142 cm x 100 cm x 100 cm);
12.) 01(um) ressuscitador manual (ambu) ou máscara de ressuscitação para
ventilação artificial (pockt-mask);
13.) 01 (um) colar cervical de cada tamanho padronizado (grande, médio e pequeno)
ou 02 (dois) reguláveis;
14). 01 (uma) tesoura de ponta romba e equipamentos de proteção individual para o
socorrista (Óculos de segurança, mascara semi-facial e luvas de procedimento).

27
Planilha para exercícios simulados

Devem ser realizados exercícios simulados de abandono de área, parciais e


completos,na Clínica Saúde Center, com a participação de toda a população, sendo
que para o risco baixo ou médio, o período máximo é de seis meses para simulados
parciais e 12 meses para simulados completos. Imediatamente após o simulado,
deve ser realizada uma reunião extraordinária para avaliação e correção das falhas
ocorridas.

Deve ser elaborada ata na qual constem:

― data e horário do evento;

― tempo gasto no abandono;

― tempo gasto no retorno;

― tempo gasto no atendimento de primeiros-socorros;

― atuação dos profissionais envolvidos;

― comportamento da população;

― participação do Corpo de Bombeiros e tempo gasto para sua chegada;

― ajuda externa (por exemplo: PAM - Plano de Auxílio Mútuo etc.);

― falhas de equipamentos;

― falhas operacionais; e

― demais problemas levantados na reunião.

NOTA.
Os exercícios simulados devem ser programados com ou sem comunicação prévia
para a população.

28
RELATÓRIO MENSAL DAS CONDIÇÕES DOS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO
CONTRA INCÊNDIO E CONDIÇÕES DE SEGURANÇA

LOCAL:
DATA:

HIDRANTES E ABRIGOS PARA


ITEM MANGUEIRAS DATA:

SIM NÃO OBSERVAÇÕES


Todos os hidrante e abrigos estão
identificados?
Há sinalização nos pisos e nas
paredes?
Há vazamentos aparentes nas colunas de hidrantes?
As chaves de mangueira e esguichos
estão guardados no abrigo?
Os abrigos estão limpos e
secos?
As mangueiras estão em boas
condições?
Há necessidades de reparos em algum hidrante ou
abrigo?
Os válvulas para abertura de
hidrantes estão ok?
Os hidrantes estão
desobstruídos?
Foi verificado o nível de reservatório de água da
reserva tecnica de incêndio?
A estrutura de suporte do reservatório foi verificada?
Existem combustíveis próximos ao reservatório de
água?

ITEM EXTINTORES DATA:


SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Todos os extintores estão em lugares
estratégicos?
A sinalização no piso e colunas estão
visíveis?
Há setas indicando a localização de
extintores?
Todos os extintores estão
carregados?
Todos os extintores estão com etiqueta de
identificação?
Existe algum extintor
avariado?
O tipo de extintor é adequado para o
local?
Todos os extintores estão limpos e
desobstruídos?

29
ITEM SPRINKLERS DATA:
SIM NÃO OBSERVAÇÕES
São feitos testes anuais nos sprinklers?
Os sprinklers estão
desimpedidos?
Existe algum sprinkler com
defeito?
Houve mudança de lay out e o sprinkler ficou fora?

ALARME DE
INCÊNDIO
SINALIZAÇÃO E
ITEM ILUMINAÇÃO DATA:
SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Todos os acionadores estão sinalizados?
Todos os acionadores de alarme estão
desobstruídos?
A sinalização de emergencia está com boa
visibilidade ?
A iluminação de emergencia está carregada e em
perfeito funcionamento?

ITEM ORDEM E LIMPEZA DATA:


SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Todos os corredores de circulação estão limpos?
O empilhamento de materiais está correto?
Algum material de combustão estocado?.Qual
área?
Existe material combustível estocado? Qual área?

ITEM INFLAMÁVEIS DATA:


SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Os inflamáveis liquidos e gasosos estão em locais
apropriados e seguros?

ITEM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DATA:


SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Existem instalações elétricas provisórias?
Alguma tampa de caixa de distribuição elétrica
faltando?
As caixas de distribuição elétrica estão ok?
Todas as caixas de distribuição elétrica estão
identificadas?
Foram feitos testes nos geradores de emergência?

ITEM BOMBAS DATA:


SIM NÃO OBSERVAÇÕES
Foi testada a bomba para acionamento dos hidrantes
e está ok?
30
Existe bomba jockey para pressurizar a
rede?
Foi testada a bomba para acionamento dos
sprinklers ?
Existe bomba jockey para pressurizar rede sprinklers e
está ok?

CONSIDERAÇÕES:

31

Você também pode gostar