Você está na página 1de 16

Elon musk - subsidiado pelo governo e, tesla e space x, não dá lucro - relação com Mariana

Mazzucstto, estado empreendedor


Influência do mercado em várias esferas da vida social
Pressão dos anunciantes para banir conta do trump do Twitter,
Rádio e televisão x internet, é impossível regular a internet? O que fazer? Por ex com essa
compra do Twitter, tenho algo pra fazer no societário, Antitruste?
Twitter x telegrama, restrição de postagem de alguns perfis é censura?
Tenho que olhar para poder ou consequências dele?
Qual a justificativa para impedir aquisição do elon? Basta falar q eh só uma pessoa e por isso n
pode comprar?
Concentração do ponto de vista do consumidor x do adquirente
Rádio e televisao são concessões estatais - isso diminui poder
Como justifico hoje poder não ter tanto poder e o que faço depois disso? Como régulo? Internet
correumuito mais rápido que televisão antes de chegar a regulação
Caráter ativo gera valor pra internet, publicidade
Inovação privada x publica
Internet surgiu do esforço militar americano
O direito tem formas de regulação rápidas?
Trabalho Rodrigo
Cortes vão aceitar novo ativismo antitruste nos eua? Tim wu
Calixto revolucionárioh
Regulação pode não funcionar Mas raramente tentamos dar um não (excecoes Standard oil, att)
Governança dos órgãos de controle: precisamos pensar, mais participação social por ex
Neutralidade da red eprotegida em quase nenhum país no mundo, apenas bar - isso explica
presença maior dos monopólios aqui
Europa - Google condenado três vezes, ex intermediário, GDPR
CHINA - empresas nacionais reguladas pelo gov, ex ali baba? Cara mais rico da China q deu uma
desaparecida risos

04-05-22

– Urbanização, ricos no centro e pobres para fora


– Políticas que se diziam sociais mas eram sociais em todos os aspectos?
– Seguridade social impacta em que aspecto da vida das pessoas? Q não eh muito regulado
na primeira fase
– Antes disso passar pRa o estado, a instituição que cuidava era A FAMÍLIA ( para os ricos,
pobres não tinham regulação)
– Discussão do aborto está por trás dos mecanismos de atendimento social , discussões

nos eua hoje, regulação da vida das pessoas q antes era privada
– EUA , base do direito do aborto era direito a privacidade - eua está falando agr que dir. De
privacidade n está na constituição
– Discurso jurídico vai em direção contrária ao
– Comparato: mentalidade da sociedade, kennedym discurso do direito - consciência
jurídica
– Terceira fase estado ao invés de intervir ou exercer diretamente passa apenas a regular a
atos econômicos
– Recupera discursoclassico e procedimentalistas essas questões de forma mais calará, da
as pessoas o direito de exigir isso nos tribunais
– Críticas ao amparo do estado por movimentos Lgbt feministas pcd etc
– Temos um neoliberalismo ajustável hoje? Hoje em dia é mais sofisticado do que o
discursopreto no branco de antes, mesmo programas de esquerda as vezes são meio
neoliberais, por mais estranho que isso seja
– Europa: cavaram partidos tradicionais ex. França

Morales e
And Mariete
– Economia comportamental
– Qual a hipótese? Problema com que estavam preocupados?
– Modelo tem pressuposto e cria situações que não são reais, nesse modelo em tese todos
tem o mesmo poder econômico, mas o que acontece se isso passar para a vida real?
– Esse modelo tenta isolar um elemtento específico - complexidade do mercado
– Os resultados mudariam se ao invés de escolher um rato fosse um coelho?
– Desumanização ocorre só no mercado ou em outras instituições?
– Calixto: essa degradação só acontece no laboratório ou em outras situações? Ex.
Perguntaram p Calixto se eh verdade que no Brasil uma empresa mata 30p pessoas e
continua funcionando normalmente?
– Insight o prova; Gabriela priori falando de Shein e usando Dolce
– Qual a conclusão que podemos tirar? Vamos para o psiquiatra ou para o direito?
– Podemos concluir que o texto crítica o mercado NÃO REGULAD
– Por que escolheram o ratinho?
– Eram ratos destinados a experimentos científicos, mas participantes do estudo não
sabiam
– Livro! The completitude do cooperation
– Precisamos de regulação q não se preocupe e, dizer não frente a valores fundamentais,
informação completa, dependência recíprocas
– Externalidades - ratinho como sujeito de direito, possíveis outros terceiros afetados por
aquele evento ex. Proprietário do rato, alguém q tem laços afetivos etcj
– Como rolada cálculo para indenização de família de vítima de desastre ambiental? Renda
até o final da vida? Desconto dos impostos? O que isso gera?
– Como mudamos essa realidade?
– Se usa como critério a renda da pessoa, o valor da vida da pessoa tirando o consumo não
dá nada, pobre não faz poupança, investimentos etc
– Renda futura de servente de pedreiro vs diretor de companhia grande
– Incentivo à
– Com qual vida vc toma mais cuidado? Insight: documentário do Netflix sobre 9/11
– Valor da vida médio pra evitar essas proporções?

11-05-2022

– se eu falasse para vocês “eu tenho possibilidades diferentes de regulamentar a empresa,


pensando em disciplina dos mercados em vários sentidos econômico, os objetivos da
ordem econômica na constituição (desde liberdade de iniciativa até respeito ao ambiente
e ao trabalhador), tenho a alternativa de mudanças de disciplinas internas e externas à
empresa
– O dilema de coase tem que ser repaginado: é melhor deixar que tudo se regule dentro da
organização ou isso é pouco ou preciso regular tudo que está fora da empresa?
– Internam organização de dentro da empresa, quem vai participar, qual a divisão de
funções, como se transformasse a discussão da empresa como algo parecido com a
divisão constitucional sobre divisão de poderes (empresa é maior que certos estados, é
preciso criar divisão de Poderes)
– Discussão externa é regulamentação dos vários tipos
– A regulamentação externa é superior? Ela dita a interna? Só a externa basta?
– Alemanha: interna lei nos anos 70 de obrigação nos conselhos de administração das
empresas, metade trabalhador metade acionista
– Consumidor tem algo a dizer dentro da empresa?
– Soa mais interventivo uma mudança interna na sociedade (ex coparticipação noCA) ou
regulamentação trabalhista?
– Externa só proíbe (pode fazer tudo menos isso aqui), mas a interna é mais positiva (tem q
fazer X)
– Ca tem que ter verdadeira representação de interesses diferentes (ex nomeie dois
ativistas ambientais e dois representantes dos trabalhadores) - no que vc fundamenta
isso? Art 170 CR e 116 lsa
– Externa: vc empresa vai ter q atingir as metas ambientais e sociais x e x - isso não eh
planejamento econômico - fundamenta nas mesmas regras
– Diante dessas duas propostas, alguma parece inconstitucional? Qual é pra vcs a mais
interventiva, independente do julgamento que vcs dão?
– Relação interna eh muito a ver com os interesses da empresa internamente, externa tem q
vir para colocar esse objetivo na empresa contrário aos interesses sociais de lucro? Velliny
– Poder da empresa é concentrado então diluir esse poder por lei com coparticipação é
mais intervencionista
– Sopesarento de princípios para avaliar inconstitucionalidade
– Meta é inconstitucional pq é planejamento estatal na iniciativa privada
– Qual a definição de planejamento econômico? Determinação dos meios e dos fins da
atividade econômica (em teoria consigo colocar ambos nessa teoria, meios x interna, fins
x externa)
– Interna influência tomada de decisão da empresa fora dess regulação externa
– Interna eh mais eficiente, regula melhor o equilíbrio entre o interno e externo
– Objetivos do art. 3o. Da CR, caráter programatico
– Dirigismo: não pode deixar o setor privado descontrolado
– Qual o controle constitucional do setor privado basicamente? Cap da ordem econômica
traz os parâmetros
– Oq é. Cumprimento da ordem econômica nunca vai poder ser planejamento econômico,
necessidade de diferenciar política econômica
– Aplicação da própria constituição não pode ser inconstitucional
– Conceito de constituição econômica
– Qual o limite que dou para o princípio de proteção do meio ambiente?
– Posso mudarmo objeto social da Vale? Não é mais mineradora, é recuperadora do meio
ambiente - isso é planejamento econômico?
– Vale: vc deverá produzir com as seguintes regras agora: fazer barragens só a jusante não
a montante, por ex. Isso vcs aceitam? Qual a diferença dos exemplos?
– Eros grau: dirigismo direto x regulação da atividade - isso não resolve totalmente nosso
problema
– No primeiro caso mudo totalmente os fins da empresa - Caio no planejamento econômicon
no segundo não determino fins quantitativos ou qualitativos da atividade econômica,
apenas garanto o princípio equitativo da proteção ao meio ambiente
– Política pública econômica x jurídica
– Colocar representantes dentro da empresa - isso parece inconstitucional por ferir o
conceito de planejamento?
– Voltem aos conceitos da doutrina de planejamento econômico e vá,os retomar isso
semana que vem, pq um seria planejamento econômico ou não.

***

– qual a escola fundada por Akerlof? Teoria da informação em economia


– Isso confronta qual outra escola? Teoria marginalista que se funda na ideia de que existe o
ideal de concorrência perfeita em que o pressuposto é que as pessoas são quase
oniscientes quando atuam no mercado, tem todas as informações
– Mercado de commodities: em geral mais uniforme, fácil de identificar o preço
– Funcionamento do mercado de carros usados quem vai vender sabe mais sobre o carro do

que quem vai comprar, vc sabe dos vícios ocultos do seu carro etc
– Vc fala dos problemas e o preço baixa ou vc vende como competiu em preço médio do
mercado?
– Consumidor não sabe se está comprando limão ou carro bom, carro em geral ehvendido
por preço médio (mas não é vantajoso para quem tem carro bom vender por preço médio,
você vai expulsando os carros bons do mercado e vão sobrando produtos de baixa
qualidade - seleção adversa)
– A necessidade por boa qualidade continua - surge um mercado paralelo para os carros
bons? Alternativa: mercado com certificado para carros bons?
– Você teria a oportunidade de vender seu carro usado no mercado de carros usados ou
apenas em mercado de peças por ex? Mercado intermediário de carros usados
desapareceria?
– Lembrando que papel cria série de pressupostos que são simplificados relativamente à
vida real
– O dinheiro vai ter q sair de alguma das partes (vendedor vendendo menos do q vale ou
comprador pagando mais do que vale)
– Desonestidade
– Preocupação de akerlof não eh com custos de transação ainda, quer destacar o ponto
estritamente informacional
– A maximização de utilidades nesse modelo eh conseguir o melhor preço para seu
automóvel e vendê-lo
– Manutenção de limões as vezes eh mais cara que o valor deles
– Conduta desonesta pq se você falar a verdade você não vai conseguir atingir a utilidade
(nesse modelo) (que aqui não leva em consideração outras definições q podemos dar pra
utilidade, por ex honestidadempara ninguém vir reclamar do carro depois etc)
– Quais as formas de consertar o problema? Mercado de usados existe na realidade, mas os
problemas tb
– Que instrumentos poderiam corrigir esse mercado?
– Deveres legais de informação (por ex num mercado de ações você precisa que
companhias informem investidores)
– Garantias
– Fusões e aquisições: comum que se preste garantias ao comprador
– Certificados e marcas: associação de marca/qualidade, há marcas que consideramos mais
confiáveis, empresas que se especializam em acompanhar atividades de outras empresas
e fazer rankings etc
– No Brasil é recente isso das empresas que consolidam dados de carros
– Formação de redes: ex. Concessionárias que atuam com base em determinado padrão de
manutenção
– Inside trading: problema de informação (eike e Ogx, sabia que poções de petróleo não
valiam o que era informado)
– Marcas e certificados como desincentivo à desonestidade
– Regulação voluntária x legal
– Ao mercado de usados aplica-se o CDC, garantia legal de 90 dias (bem durável)
– Vcs acham que os exemplos são comparáveis? Carro x seguro, bens diferentes, saúde
com maior relevância social - proposta de políticas públicas para saúde, gerou Medicaid
– Medicaid para idosos, diferente do nosso sus
– O que faz com que eu faça política pública para saúde e não para carros usados? Direitos
humanos? Essencialidade do produto?
– Apesar da gigantesca assimetria de informação e se passarem a cobrar preço alto, quem
puder ainda vai pagar e quem não puder vai ficar sim - por isso a política estatal
– Pandemia covid : exemplos de descaso com pessoas idosas preventsenior, se não
aumento preço diminuo a qualidade do serviço
– Saúde: diferenças nas áreas do mercado, na lógica de que quanto mais velhos mais
sinistros registrados com base no seguro
– Quais as respostas regulatórias possíveis para o seguro?
– Seria suficiente marca e certificação?
– Obamacare: saudáveis e não saudáveis pagam sem distinção ? Obrigação de todos terem
seguro
– Subsídio estatal para seguros? Sem fornecimento direto do serviço
– Antes da pandemia todo mundo perguntava: e a prevent sênior? Risosss
– Alternativa do modelo inglês: sistema 100% público, eliminaram sistema de saúde
privado,ideia de que vc da um serviço um pouco mais básico mas que eh oferecido para
todos de forma gratuita
– Sus eh regime misto
– Discussões no judiciário sobre saúde no Brasil vs Inglaterra

18/05

– Conflitos de mercado no interior das organizações: coase - traga tudo pra dentro
– Princípio da maioria ajuda?
– Dentro das organizações, tem um núcleo específico de regras de abuso de poder
– Qual a regra central de conflito no interior das organizações?
– Quem tem maior capital decide principalmente em sociedade de capital concentrado no Br
– Objeto social e confiança
– Se consigo provar que acionista majoritário não está perseguindo o objetivo social, como
chamo essa regra?
– Regras de conflito de interesse
– Benefício particular pra controlador direta ou indiretamente para outras sociedades em
que participa
– Pq poderíamos impedir voto na assembleia e não voto de lula ou Bolsonaro na eleição?
Voto deles é insignificante para o resultado
– Precisa de compravacao de dano?
– Exemplo de sala e venda de livro: vão comprar de aluno da sala ou do mercado?
– Impedimento a priori x a posteriori (não impeço de votar, impeço apenas abuso)
– Mas é difícil controlar abuso na sociedade: deixo acontecer para voltar atrás dopois?
– Ex propõe m&a faz tudo e depois vai pro judiciário pra voltar atrás?
– Jurisprudência diz que não podemos entrar no mérito das decisões assemblearez
– Qual a melhor disciplina dos conflitos entre acionistas?
– Ler art 115 da LSA
– Analogia com regra interna de conflito e alguma regra externa: qual seria?
– Suspeição de juiz
– Controle de concentrações
– Tratamento de condutas posteriores eh semelhante ao controle material de conflito de
interesses, nossa análise de efeitos de concentração
– Dicotomia válida tanto para fora quanto para dentro da sociedade
– Oq há de comum em controle de concentração e conflito de interesses matérial?
– Se proibir controlador de votar, o que acontece dentro da sociedade? Minoritários
prevalecem, ou minoritário mais forte, ou ninguém (muito diluído)
– Estrutural - varia centros de poder
– 115 eh formal
– Tese do Rodrigo Fialho
– Pq diferença entre direito escrito é aplicado? Pq a gnt aplica o direito ao avesso?
– Vamos incluir texto do Comparato sobre avesso do direito
– Ligação poder econômico e ? -
– Lei anticorrupção e cadê fala de mudança de controle das empresas, mas ngm aplica isso,
nem mesmo no auge da lava jato pega as pessoas e preserva patrimônio, nunca divide
empresas
– Indisposição a enfrentar centros de poder
– Diminui custos de transação desde q consiga disciplinar questões de conflito , pq assim
fica até duvidoso se a gnt trouxe pra dentro
– Ter contrato de trabalho e ser regido pelamCLT significa que fui levado para dentro da
empresa?
– CLT como equilíbrio de poder, mas eh efetivo?
– O que faz com que vocês não se sintam tão bem tutelados na empresa?
– Alemanha: disciplina interna da organização
– Art 7 CR XI - participação nos lucros, ou resultados, desvinculada da remuneração, e,
excepcionalmente, participação na gestão da empresa, conforme definido em lei;
– Qual a melhor disciplina para outros interesses? Como disciplinar internamente outros
interesses dos acionistas de forma que isso se torne verdadeira disciplina interna?

– Quem era Veblen? Escola institucionalista, cria classes na economia (ociosa -


trabalhadores x propriedade privada)
– Crítica indiretamente teoria marginalista
– Testa pressupostos da economia clássical
– Veblen tenta problematizar essa questão vendo como o sistema jurídico impacta em
distribuição de renda, classes etc
– Autores clássicos normalmente partem de uma noção da natureza humana
– Adam smith: homo economicus
– Veblen crítica essa perspectiva trazendo o espírito da artesania/artesanato
– Spirit of workmanship
– Sentimento corrompido em busca pelo status
– Eficiência produtiva: menor gasto de tempo e recursos para atividade de forma instintiva,
difere de eficiência alopática (pensar na monetização da atividade)
– Pessoas fazem as coisas que tem algo dentro delas que lhes motivem (por isso escolhe
palavra que lembra o trabalho de artista, ideia de artesanato)
– Classe ociosa
– O comportamentos classe ociosa tem racionalidade para classe ociosa, mas classes
menos abastadas que copiam esses comportamentos e prejudicando
– Se utilizassem wprkmanship, poderiam ascender
– Quando usa recursos para atividades conspícuas, imitando ricos, vocês se mantém na
pobreza
– Ricos mantém status deles, gerando desejo nas outras pessoas de copia-los
– Conceitos mais problemáticos dele, que traz críticas de marginalista e etc: você não
consegue identificar o que eh ou não desperdício (conceito moderno de utilidade, difere
individualmente)
– Veblen tenta criar sociedade totalmente orientada para pruducao (qualquer coisa que seja
útil)- porém, como decidir o que é útil ou não útil?
– Primeiro autor a falar do poder no mercado de consumo
– Mães achava que eliminar dir propriedade e contratos acabaria com capitalismo, mas o
que se identificou na união sovietica foi a criação de mercados negros (desejo das
pessoas por produtos superava sistema jurídico formal)
– Importância grande do sistema cultural, impor desejos em pessoas = âmago do poder
– Qual a diferenca da cultura de Veblen e Marx? Conversa com conceito de ideologia?
– Para Marx a ideologia atende aos interesses do capital, mas Veblen diz que se capital
dominasse vc teria uma sociedade somente foçada não expansão econômica, mas a
cultura não faz isso, vc só faz com que haja adesão da classe ociosa
– Clace ociosa nem sempre tem capital, mas passa a vida inteira indo em festas
encarregado pelos ricos, se beneficiando do sistema e fazendo com que pessoas q não
tenham acesso à rede de poder permaneçam excluídas do sistema capitalista
– Isso trava o sistema capitalista, se não tivéssemos esse sistema seríamos mais capitalista
ainda
– Para sistema funcionar tem que diferenciar desperdício e efetiva workmanship
– Relação com texto do Hale, o quanto esse aspecto cultural funciona como coerção
– Sociedade de consumo contemporânea
– Caklixtom o centro da ideia de Marx eh o materialismo determinista. Admitindo que seja
verdade a ideia cultural de Veblen, ela faz frente ao determinismo? Se a questão cultural
não faz frente ao determinismo, o determinismo continua lá. Digital influencer, compra de
produtos piratas (bolsa Louis Vittoria falsas - qual o impulso social por trás? Pessoa quer
se fierenciar das outras de qualquer forma
– Sensação de que faz parte sem fazer
– Veblen olha só para produção?
– Indivíduo que cria dívida para pagar carro: para Veblen eh péssimo mas para o capitalismo
eh bom
– Para dialogar com Marx precisamos contestar o determinismo
– Universalização de educação e saúde - myrdal - social democracia escandinava - orientar
sociedade para que indivíduos sejam altamente produtivos
– Fizeram reforma agrária tb, será que não foi isso que foi estrutural?
– Carlos: mas isso tudo estava nas políticas públicas junto
– Imigrantes entram muito pouco nesse sistema econômico
– Calixto : mesmo com Veblen crítica de Marx permanece em pé
– Quais foram os experimentos do mundo de real desenvolvimento quando se muda
esturutura?
– Calixto: Alemanha, tirou poder dos controladores
– China quebrou estrutura de patentes quando quebrou a escada, cooperação de patentes
com empresas chinesas
– Calixto: investir na quebra de estruturas, senão não sai do ciclo viciosa marxista




01/06
– qual o efeito da minha decisão jurídica sobre a sociedade? Não são apenas as decisões do
legislador que importam
– Conselho independente eh suficiente?
– Conselheiros independentes : todos falam na linguagem do lucro, não tem outra
alternativa - o problema é que esse conceito não insolvência independência econômica e
de interesse daquele mercado
– Comparação da empresa com processo político
– França lei de
Mazzucato
– Estado começar a desarranjar sociedade e gear inovação
– Empresas de tecnologia tem mais know
– Livro escrito em 2011
– Embraer, perrobras
– Carlos : Petrobras não tem tecnologia, eles tem uma patente
– Política de pi na China: transferência de tecnologia pra empresa chinesa e Joint Venture
– ITA x curso de petróleo da USP/Poli - curso da USP é um lixo
– Estado br foi investir onde tinha monopólio privado (exceção da embraer, que foi criada
por política pública)
– Temos no br histórico de estado fraco, direito acaba refletindo isso
– Tínhamos a lei mais protetiva de PI , mais do que todos os capitalistas ricos
– Alemanha m foi conflagração entre direito e trabalho que levou aos trabakhadores n
oconselho


08/06
– Relação entre lazzarini e Mazzucato : divergência de soluções a crise
– Lazzarini : privado e público muito juntos apesar das privatizações
– Implementação de políticas
– Leis: reformas legislativas nos últimos anos, criação de organizações como cadê agência
nacional de água, petróleo ,energia elétrica - FDS criadas a partir do período de
privatizações
– Se imagina que as estatais eram fonte de gasto público muito substancial
– Vale privatizada muito abaixo do preço? Isso tem ligação com os desastres ambientais?
– Tensão entre os dois autores
– Qual a base teórica do lazzarini? Qual o argumento que ele traz do Raymundo Faoro pra
dizer que a privatização não foi bem privatização? Patrimonialismo, falta de distinção entre
público e privado
– Poderes legítimos: carismático, legal e burocrático - weber - cria tipos ideais sem tempo
específico mas eh claro que
– Carismático: sociedades antigas, patrimonialista : idade média, vassalagem, liberal
contemporâneo: burocratico
– Qual a crítica ao modelo de estado no fim do período ditatorial? Falavam que as estatais
sempre traziam prejuízo, falta de investimento estrangeiro,
– Quando o monopolio eh estatal ele deixa de ser ruim?
– Monopólio estatal visa ao bem estar geral da sociedade? Se analisarmos a Petrobras e,
termos de acidentes ambientais, ela está bem em relação às outras petroleiras? Carlos:
refinarias instaladas em lugares horríveis por ex Cubatão
– Funcionários da petrobras contra energia limpa: pq se aumenta energia limpa abaixa preço
dos ativos petróleo da Petrobras
– Eventualmente vamos perder benefícios do pré-sal por má gestão etc
– Negociada ao menor percentual do PL no mundo inteiro
– Fundo Noruega que te dá dinheiro assim que vc nasce,toda a tributação na noruega eh
para investimentos, por isso eles tem números tão bons
– Um dos principais ativos da Petrobras era braskem, que tem ligação com a odebrecht, e

literalmente afundou uma cidade no Maranhão
– Bmdes sõ financia as famílias mais ricas do Brasil (exigência de garantia que só mais ricos
conseguem dar) Klabin,gerdau,jbbs
– Como um país industrial que nem o br tem níveis de desigualdade que nem da África?
Explicação de desigualdade da África se da em ausência de industrialização
– Deveríamos ter níveis iguais a outros países com industrialização no mesmo nível, ex
Austrália, mas não temos
– Eh mt difícil falar no Brasil de interesse público, pq muitos institutos só concentram mais
renda na mão de pessoas muito ricas
– Ostrom se acha institucionalista mas acho que ela eh estruturalista, Calixto tb
– Onde model ou the individual ;: metodologia vai contra, fala que as pessoas não tem
racionalidade única, nossa racionalidade tem vieses

– Corta divisão público e privado
– Teoria dos jogos eh na vdd uma tentativa de sofisticar análise da concorrência perfeita
– Utilidade eh diferente para cada um
– Crítica individualismo metodológico, perspectiva generalizada a partir de um único
individuo
– O que são Commons pool resources?
– O que eh a tragédia dos comuns? Incentivo individual para consumir e interesse coletivo
para preservar mas sem incentivo para preservação coletiva, todo mundo acaba
consumindo individualmente
– Jardim conclui que solução eh privatizacao
– Crítica de ostrom à distinção simplesex entre bens públicos e privados
– Explicação sobre bens comuns e outras classificações de ostrom na tabela
– Camada de ozônio ficaria onde?
– Melhor exemplo para bem público é o conhecimento
– Esses conceitos não são estanques, em diferentes sociedades e tempos os bens podem
mudar de categoria
– Ou seja, um bem não precisa ter Regime simples de público ou privado ex. Petrobras
– Sistemas de gov simples e complexo: centros de poder, diferentes agentes, policêntrico
– Ex direito civil é muito dualista
– Mas podemos ter múltiplos centros de tomada de decisão ex Amazônia
– Em que situações seria possivel gerir bens comuns?
– Como lidar com centros de governança complexos?
– Coração de confiança, autorregulamentação
– Informação, interação, confiança
– Sistema cooperativo de gestão de recursos comuns eh mais fácil quando vc tem sistema
mais simples, quanto mais complexo maior a dificuldade
– Normas internas e externas
– Criar normas de comunicação que integram essas regras
– Podem ser normas costumeiras, não necessariamente positivadas
– Articulação profunda entre sistema jurídico e econômico contemporâneos
– Não importa o equilíbrio da humanidade, ver caso concreto - Carlos acha que ela eh
institucionalista
– Impacto no desenvolvimento de políticas públicas da ostrom : exigência de audiências
públicas (cvm, planos urbanísticos, projetos de grande escala banco mundial, ) as vezes
são fake mas permitem registro interessante
– Isso representa democratização dos processos regulatórios? Mesmo sem transferência
direta do poder de tomada de decisão?
– Espaço interessante de pesquisa

15/06

– qual a diferença entre instituições e estruturas?


– Guilherme: Estrutura eh mais profundo, relacionado a poder, é instituição eh algo que se
repete e tornado comum, consensos (ex. Propriedade)
– Rogério: não são interdependentes, indtituicao é corpo que presta determinada finalidade
é estrutura da suporte para isso
– Carol: estrutura como passo para trás, essenciasbfinalidades/objetivos, e instituições
como meio
– Calixto: acho que concordo com tudo que vcs falaram mas se tivesse chegado nessa aula
sem os textos não entenderia a partir dessas explicações
– Arthur: instituição ligado ao estado, e estrutura não
– Calixto; acho que não
– Marina: instituições como conjuntos de regras de determinado grupo (família, igreja),
instituições como base da estrutura
– Outro: instituições como relações sociais padronizadas e estruturas como padronização
com elementos normativos
– Outro: estrutura determina instituição, br tem estrutura católica e aí criam instituições
nesse sentido ex igrejas evangélicas
– Matheus: instituições como regras e estruturas como relações subjacentes
– Calixto: não discuto que uma influência a outra
– Vocês deram definições bem díspares entre vocês
– Podemos chamar qualquer coisa de estrutura ou institucao, não tem um consenso, uma
norma que fala isso
– O que é importante para nós? Saber onde vamos nos concentrar
– Estruturas: elementos que definem características básicas da repartição de riqueza e
poder na sociedade
– Instituicoes: construções sociais ou jurídicas que não tem por objetivo influenciar em
medida a repartição de poder e riqueza na sociedade, objetivo de organizar

relacionamentovsocial
– Todas as instituições querem organizar aquele relacionamento social estabelecido
– Para que o desenvolvimento jurídico ocorra eh mais importante atuar sobre as instituições
ou estruturas?
– Instituições: igreja, judiciário, família, democracia como estrutura? , sistema
agroexportador, colonialismo?
– Os exemplos de estrutura de vocês são muito perenes e históricos
– Preço de mercadoria poderia ser instituição?
– Por que o tempo está tão presente na estrutura e não nas instituições para vcs?
– Ideia de estruturalismo com base em estruturalistas clássicos como Celso Furtado tem
essa perenidade
– Admitindo essas definições, se a gente dissessem precisamos pensar um salto para o
desenvolvimento do Brasil, onde vcs mexeriam? Em que estruturas ou instituições?
– Entre estruturalistas e institucionalista clássicos e modernos há grandes debates
– Estruturas do funcionamento colonial?
– Neoinstitucionalistas: mudança em instituições estatais
– Alunosm Neoinstitucionalistasm instituições extrativas e inclusivas ?
– Douglas north acha que sua teoria foi útil para determinado momento histórico, mas que
não necessariamente serve sempre
– Isso serve para explicar o desenvolvimento da China?
– Acemoglu falava que a China não ia crescer tanto quanto esperava
– Já que ali não houve mudanças estruturais relevantes. Como a gnt explica?
– Teve mudança estrutural .?
– China: alterações estruturais antes do socialismo de mercado? China colonizada para
China maoísta
– Vários tipos de propriedade na China
– Exemplos relevantes de desenvolvimento vieram de fora do mercado (China, Alemanha
pós guerra)
– Preciso de mudança nas estruturas tá,bem ou talvez em primeiro lugar
– Redistribuição e alocação de recursos ex sistema judiciário e político
– Indicação da marinam :Boaventura
– O direito eh extremamente conservador, pense, e, como o judiciário eh organizado e como
a universidade influência
– Mudanças advindas da sociedade mais do que do judiciário
– Judiciário está mais no campo dos institucionalista - ninguém tem dúvida que reforma mo
judiciário ajudaria mas não sei se eh o central
– Estruturas econômicas concentradoras
– Para mudar essa mentalidade precisamos mudar a base de estrutura econômica
concentrada
– Avesso do direito : as vezes temos normas q resolvem mas não são aplicadas - judiciário
poderia aplicar essas normas
– Judiciário, politica, democracia
– Nas respostas vcs resolvem pelas instituições
– Como mudar estruturas? Substituindo uma por outra ou ir aos poucos mudando
instituições que reforçam estruturas?
– Ex cotas
– Não é cultural falar que precisamos fazer aos poucos? Esse apaziguamento tambem não
eh muito colonial? Pq temos essa necessidade de ir aos poucos?
– Calixto participou de debates antes da lava jato sobre corrupção métodos vez que se
falasse de cisão, tomada de controle, etc não gostavam
– Os exemplos que ocorrem ao Calixto foram de mudanças diretas no mercado
– O momento político que vc precisa pra isso eh um contexto revolucionário
– Tem que ser tomada violenta ou não violente? O estado tem que sempre estar
remediando? É sempre o elemento fundamental?
– Vcs não acreditam na organização da sociedade par amudancas na velocidade que
precisariam ocorrer?
– Não ouvi nenhum exemplo de vcs de mudança na esfera social
– Não tem como pedir par aula sociedade que não tem o mínimo de instrução ou coisas para
comer para se organizar nesse sentido
– A força propulsora tem que ser sempre o estado?
– O poder substitui o direito em boa parte das relações sociais, identifique isso ou não
– Ninguem ligou o direito a mudança no mercado
– Trabalhadores e, cooperativa
– Vcs continuam não vendo no direito essa mudanca
– Sistema P: avaliação social de empresa, preço social - pesquisa para Gdp?
– A gente não vê o direito com esse papel de transformação, passividade dos cursos de
direito
– Herança do positivismo
– Crédito social na China
– Chile: ação de consumidores contra Apple para obsolencia programada
– Caso de Mariana eh um exemplo de pressão social no br, até fundos financiaram açao etc



Stiglitz
– Quais os movimentos sociais e quais as demandas que eletiva?
– Desemprego, efeitos da desigualdade em si (principalmente sobre classe média e seu
desaparecimento)
– Crítica ao one dólar one vote
– Desigualdade e injustiça , primavera árabe
– O texto é de 2012
– Instabilidades se instauraram nos países centrais do capitalismo
– Sentimento de injustiça vs empobrecimento, o que causa insurgência popular?
– Especialista em informação - como o brasileiro sente a informação? No bolso - ex preço
da gasolina
– Na crise vc tem claro processo de transferência de renda (sempre alguém ganha na
crise,ex warren buffet)
– Crítica ao termo do 1%m setor financeiro e banqueiros, termo simbólico , nem sempre é
1%
– Gap de salário das companhias abertas (dados fortune 50pj: funcionário mais baixo x ceo,
média no br eh 300x mais, isso ampliou na pandemia
– Plano de remuneracao ligado ao desempenho da companhia, ação sobe e eles ganham
mais, ainda q a economia em geral esteja ruim
– Amazon comprou Washington post, elon Musk comprando Twitter (difícil ter revolta de
forma mais autenctica pq a população não tem acesso a perspectiva crítica do que está
acontecendo, vc vê pobres idolatrando elon Musk por ex)
– Moral no capitalismo
– Comparando o Chile e Brasil, Brasil tem mais níveis de pobreza e mesmo assim lá teve as
revoltas e aqui não
– No novo capitalismo o excluído eh tão excluído que ele perde capacidade de revolta
– Quem tem voz? E se sente desigual? E defende os direitos de quem? Cada grupo
minoritário defende seu próprio interesse?
– Pq na África não se revoltam?
– Mudança de valores no capitalismo (Morales and marketing, comparato)
– Secretário americano era ex ceo do goleiam Sachs, burocracia americana muito ligada ao
setor financeiro
– Dinheiro vota mais do que o voto em si
– Eua em decadencia?
– Standard oil: monopólios matavam. Corrompiam funcionários de concorrentes e portanto
tinha que dividir a empresa,
– Ninguém nega aqui que corrupção é empecilho a desenvolvimento no Brasil, mas o que
tem de diferente aqui?
– O monopólio preexiste o estado e a própria sociedade
– Estado surge alicerçado naqueles monopólios
– Instrumento para perpetuação de sistema colonial que enviesa totalmente o mercado
– Mudanças estruturais por si resolvem relação estado mercado?
– Alterar pessoas para alterar estruturas funciona?
– Mudar a cultura do indivíduo é ajudar a mudar a estrutura




Você também pode gostar