Você está na página 1de 88

Informações

Financeiras
Intermediárias
30 de junho de 2022

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022


1
ÍNDICE
BALANÇOS PATRIMONIAIS ............................................................................................................................................................................................................... 4

DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO .............................................................................................................................................................................................. 5

DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO ABRANGENTE .............................................................................................................................................................. 6

DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO .................................................................................................................................... 7

DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA ................................................................................................................................................................................ 8

DEMONSTRAÇÕES DO VALOR ADICIONADO ............................................................................................................................................................................ 9

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO ...............................................................................................................................................................................................10

CONTEXTO OPERACIONAL ........................................................................................................................................................................................ 32

BASE DE PREPARAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS .................................... 36

RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS......................................................................................................................................... 36

CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA ....................................................................................................................................................................... 37

TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS ...................................................................................................................................................................... 38

CONTAS A RECEBER DE CLIENTES E OUTROS RECEBÍVEIS ..................................................................................................................... 38

ESTOQUES .......................................................................................................................................................................................................................... 39

ATIVOS BIOLÓGICOS ..................................................................................................................................................................................................... 41

TRIBUTOS A RECUPERAR .......................................................................................................................................................................................... 43

TRIBUTOS DIFERIDOS SOBRE O LUCRO ............................................................................................................................................................. 45

DEPÓSITOS JUDICIAIS .................................................................................................................................................................................................. 47

INVESTIMENTOS ............................................................................................................................................................................................................ 47

IMOBILIZADO ................................................................................................................................................................................................................... 49

INTANGÍVEL ..................................................................................................................................................................................................................... 52

EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS ................................................................................................................................................................... 53

FORNECEDORES ............................................................................................................................................................................................................. 55

FORNECEDORES RISCO SACADO ............................................................................................................................................................................ 55

ARRENDAMENTO MERCANTIL ............................................................................................................................................................................... 56

PAGAMENTO BASEADO EM AÇÕES ....................................................................................................................................................................... 59

PLANOS DE BENEFÍCIOS A EMPREGADOS ......................................................................................................................................................... 60

PROVISÃO PARA RISCOS TRIBUTÁRIOS, CÍVEIS E TRABALHISTAS ...................................................................................................... 60

PATRIMÔNIO LÍQUIDO ................................................................................................................................................................................................ 61

LUCRO (PREJUÍZO) POR AÇÃO ................................................................................................................................................................................. 63

INSTRUMENTOS FINANCEIROS E GERENCIAMENTO DE RISCO ............................................................................................................. 64

INFORMAÇÃO POR SEGMENTO ............................................................................................................................................................................... 77

RECEITAS ........................................................................................................................................................................................................................... 78

OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS, LÍQUIDAS .................................................................................................................... 79

RECEITAS (DESPESAS) FINANCEIRAS, LÍQUIDAS .......................................................................................................................................... 79

RESULTADO POR NATUREZA ................................................................................................................................................................................... 80

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS - 30.06.2022 2


PARTES RELACIONADAS ............................................................................................................................................................................................ 81

COMPROMISSOS.............................................................................................................................................................................................................. 83

TRANSAÇÕES QUE NÃO ENVOLVEM CAIXA ...................................................................................................................................................... 83

EVENTOS SUBSEQUENTES ........................................................................................................................................................................................ 83

APROVAÇÃO DAS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS ................................................................................................... 84

COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL POR TITULARIDADE (NÃO REVISADO) .......................................................................................................... 85

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS INDIVIDUAIS E


CONSOLIDADAS .............................................................................................................................................................................................................. 86

PARECER DO COMITÊ DE AUDITORIA E INTEGRIDADE ................................................................................................................................................... 87

DECLARAÇÃO DOS DIRETORES SOBRE AS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS E RELATÓRIO DOS AUDITORES
INDEPENDENTES ........................................................................................................................................................................................................... 88

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS - 30.06.2022 3


(Valores expressos em milhares de Reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS
C
Controladora Consolidado Controladora Consolidado
ATIVO NE 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21 PASSIVO NE 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
CIRCULANTE CIRCULANTE
Caixa e equivalentes de caixa 4 3.881.925 4.633.816 7.887.641 7.528.820 Empréstimos e financiamentos 15 2.434.565 2.790.926 2.822.515 3.203.068
Voltar

Títulos e valores mobiliários 5 342.331 324.771 378.380 346.855 Fornecedores 16 10.681.237 10.440.754 11.941.378 11.701.996
Contas a receber de clientes e outros recebíveis 6 5.749.794 7.270.531 3.874.952 4.107.156 Fornecedores risco sacado 17 1.201.163 2.237.975 1.201.163 2.237.975
Estoques 7 6.516.613 7.403.503 8.801.149 9.654.870 Passivo de arrendamento 18 405.547 364.470 542.341 471.956
Ativos biológicos 8 2.884.483 2.786.692 3.051.725 2.899.921 Salários, obrigações sociais e participações 849.513 810.960 904.119 900.394
Tributos a recuperar 9 801.736 881.927 967.232 976.133 Obrigações tributárias 225.867 246.744 540.465 454.038
Tributos a recuperar sobre o lucro 9 73.264 29.784 139.294 71.762 Instrumentos financeiros derivativos 24 134.361 325.430 136.940 327.443
Instrumentos financeiros derivativos 24 85.444 132.498 87.193 134.551 Provisão para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 21 940.773 956.193 943.949 959.132
Caixa restrito - 24.963 - 24.963 Benefícios a empregados 20 42.097 42.097 53.136 54.354
Ativos mantidos para venda 48 5.000 27.333 16.628 Adiantamentos de partes relacionadas 30 9.252.434 12.393.604 - -
Outros ativos circulantes 368.225 324.680 603.129 481.464 Outros passivos circulantes 225.864 357.887 776.982 914.933
Total do ativo circulante 20.703.863 23.818.165 25.818.028 26.243.123 Total do passivo circulante 26.393.421 30.967.040 19.862.988 21.225.289

NÃO CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE


REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Empréstimos e financiamentos 15 17.541.710 19.320.254 20.203.810 22.252.962
Títulos e valores mobiliários 5 15.003 15.438 505.034 447.413 Fornecedores 16 11.293 8.718 11.293 12.628
Contas a receber de clientes e outros recebíveis 6 26.945 34.540 27.742 34.978 Passivo de arrendamento 18 1.921.063 1.803.853 2.166.735 2.007.290
Tributos a recuperar 9 4.979.333 4.765.453 4.984.431 4.780.096 Obrigações tributárias 127.355 130.565 128.704 132.195
Tributos a recuperar sobre o lucro 9 200.393 194.979 211.669 206.355 Provisão para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 21 614.695 517.522 656.228 558.500
Tributos diferidos sobre o lucro 10 2.681.425 2.885.387 2.754.301 2.941.270 Tributos diferidos sobre o lucro 10 - - 94.412 23.710
Depósitos judiciais 11 561.182 545.631 569.041 550.319 Passivos com partes relacionadas 30 47.788 45.921 - -
Ativos biológicos 8 1.453.373 1.367.013 1.516.824 1.414.482 Benefícios a empregados 20 377.894 361.356 505.342 498.231
Instrumentos financeiros derivativos 24 41.764 10.804 41.764 10.804 Instrumentos financeiros derivativos 24 28.146 41.861 28.146 41.861
Caixa restrito 25.874 1 25.874 1 Outros passivos não circulantes 276.456 251.512 348.331 325.098
Outros ativos não circulantes 131.672 70.228 135.871 76.757
Total do ativo realizável a longo prazo 10.116.964 9.889.474 10.772.551 10.462.475 Total do passivo não circulante 20.946.400 22.481.562 24.143.001 25.852.475

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 22
Capital social 12.837.800 12.460.471 12.837.800 12.460.471
Reservas de capital 2.338.476 141.834 2.338.476 141.834
Investimentos 12 13.297.002 13.269.948 74.459 7.113 Outras transações patrimoniais (71.312) (67.531) (71.312) (67.531)
Imobilizado 13 12.151.684 11.723.211 13.693.696 13.040.862 Prejuizos acumulados (1.344.286) (2.132.230) (1.344.286) (2.132.230)
Intangível 14 3.257.226 3.210.336 6.473.653 6.149.814 Ações em tesouraria (114.494) (127.286) (114.494) (127.286)
Outros resultados abrangentes (1.459.266) (1.812.726) (1.459.266) (1.812.726)
Atribuído aos acionistas controladores 12.186.918 8.462.532 12.186.918 8.462.532
Total do ativo não circulante 38.822.876 38.092.969 31.014.359 29.660.264 Atribuído aos acionistas não controladores - - 639.480 363.091
Total do patrimônio líquido 12.186.918 8.462.532 12.826.398 8.825.623
TOTAL DO ATIVO 59.526.739 61.911.134 56.832.387 55.903.387 TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 59.526.739 61.911.134 56.832.387 55.903.387

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 4


(Valores expressos em milhares de Reais)

DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO
Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Reapresentado (1) Reapresentado (1)
NE Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun
OPERAÇÕES CONTINUADAS
RECEITA LÍQUIDA 26 11.261.985 21.333.844 10.231.317 19.522.706 12.939.112 24.980.354 11.636.901 22.228.878
Custo dos produtos vendidos 29 (9.654.428) (19.012.457) (8.465.573) (15.663.962) (10.956.264) (21.884.493) (9.523.981) (18.020.304)
LUCRO BRUTO 1.607.557 2.321.387 1.765.744 3.858.744 1.982.848 3.095.861 2.112.920 4.208.574
RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS
Vendas 29 (1.443.676) (2.715.788) (1.248.321) (2.357.909) (1.662.357) (3.152.959) (1.436.073) (2.778.371)
Gerais e administrativas 29 (116.757) (203.497) (130.541) (238.339) (177.436) (320.948) (195.747) (367.713)
Redução ao valor recuperável de contas a receber 6 (1.591) (4.988) (3.160) (5.716) (187) (3.490) (5.072) (8.492)
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas 27 (6.840) (12.779) 72.784 115.916 (2.541) (5.214) 104.294 154.235
Equivalência patrimonial 12 1.224.140 (644.546) (1.671.573) (694.847) 80 80 - -
LUCRO (PREJUÍZO) ANTES DO RESULTADO FINANCEIRO 1.262.833 (1.260.211) (1.215.067) 677.849 140.407 (386.670) 580.322 1.208.233

Receitas financeiras 163.869 355.338 66.570 175.441 183.480 397.505 83.824 206.477
Despesas financeiras (876.079) (1.687.074) (766.120) (1.477.049) (894.345) (1.697.013) (797.274) (1.423.689)
Variações monetárias e cambiais (1.214.663) 611.637 1.722.830 418.139 100.832 (84.827) (45.928) (144.806)
RECEITAS (DESPESAS) FINANCEIRAS LÍQUIDAS 28 (1.926.873) (720.099) 1.023.280 (883.469) (610.033) (1.384.335) (759.378) (1.362.018)
PREJUÍZO ANTES DOS TRIBUTOS SOBRE O LUCRO (664.040) (1.980.310) (191.787) (205.620) (469.626) (1.771.005) (179.056) (153.785)
Tributos sobre o lucro 10 121.289 (100.349) (11.069) 27.206 18.509 (226.573) (19.503) (22.313)
PREJUÍZO LÍQUIDO DAS OPERAÇÕES CONTINUADAS (542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414) (451.117) (1.997.578) (198.559) (176.098)

PREJUÍZO LÍQUIDO DAS OPERAÇÕES DESCONTINUADAS 1.3 (16.408) (50.948) (41.286) (41.286) (16.408) (50.948) (41.286) (41.286)
PREJUÍZO LÍQUIDO DO PERÍODO (559.159) (2.131.607) (244.142) (219.700) (467.525) (2.048.526) (239.845) (217.384)

Lucro (Prejuízo) Líquido Operações Continuadas Atribuível a


Acionistas controladores (542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414) (542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414)
Acionistas não controladores - - - - 91.634 83.081 4.297 2.316
(542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414) (451.117) (1.997.578) (198.559) (176.098)

Prejuízo Líquido Operações Descontinuadas Atribuível a


Acionistas controladores (16.408) (50.948) (41.286) (41.286) (16.408) (50.948) (41.286) (41.286)
Acionistas não controladores - - - - - - - -
(16.408) (50.948) (41.286) (41.286) (16.408) (50.948) (41.286) (41.286)

PREJUÍZO POR AÇÃO OPERAÇÕES CONTINUADAS


Número médio ponderado de ações - básico 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação - básico 23 (0,50) (2,03) (0,25) (0,22)
Número médio ponderado de ações - diluído 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação - diluído 23 (0,50) (2,03) (0,25) (0,22)

PREJUÍZO POR AÇÃO DAS OPERAÇÕES DESCONTINUADAS


Número médio ponderado de ações - básico 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Prejuízo líquido por ação - básico 23 (0,02) (0,05) (0,05) (0,05)
Número médio ponderado de ações - diluído 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Prejuízo líquido por ação - diluído 23 (0,02) (0,05) (0,05) (0,05)

(1) Os valores de (i) participação dos empregados e administradores nos resultados, e (ii) fretes e despesas portuárias em operações
intragrupo foram sujeitos a uma correção de erro não material na sua classificação (nota 3).

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 5


(Valores expressos em milhares de Reais)

DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO ABRANGENTE


Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
NE Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun Abr - Jun Jan - Jun
Prejuízo líquido do período (559.159) (2.131.607) (244.142) (219.700) (467.525) (2.048.526) (239.845) (217.384)
Outros resultados abrangentes do exercício, líquidos de tributos sobre o lucro
Ganhos (perdas) na conversão de operações no exterior 135.718 55.391 (48.326) (96.637) 267.781 111.847 (59.221) (139.581)
Ganhos (perdas) em hedge de investimento líquido (119.361) 91.043 170.638 45.877 (119.361) 91.043 170.638 45.877
Hedges de fluxo de caixa - parcela efetiva das mudanças no valor justo 24 (281.064) (56.741) 267.851 66.259 (281.543) (56.865) 267.851 66.259
Hedges de fluxo de caixa - reclassificação para o resultado 24 364.879 249.171 (115.267) (9.146) 364.879 249.171 (115.267) (9.146)
Itens que podem ser subsequentemente reclassificados para o resultado 100.172 338.864 274.896 6.353 231.756 395.196 264.001 (36.591)
Títulos patrimoniais a VJORA (1) – mudanças no valor justo 5 - - - 26.030 - - - 26.030
Ganhos atuariais de planos de pensão e benefícios pós emprego 20 10.843 14.596 4.199 8.099 16.559 20.232 4.181 8.035
Itens que não serão reclassificados para o resultado 10.843 14.596 4.199 34.129 16.559 20.232 4.181 34.065
Resultado abrangente total do período (448.144) (1.778.147) 34.953 (179.218) (219.210) (1.633.098) 28.337 (219.910)
Atribuível a
Acionistas controladores (448.144) (1.778.147) 34.953 (179.218) (448.144) (1.778.147) 34.953 (179.218)
Acionistas não controladores - - - - 228.934 145.049 (6.616) (40.692)
(448.144) (1.778.147) 34.953 (179.218) (219.210) (1.633.098) 28.337 (219.910)

(1) VJORA: Valor Justo por meio de Outros Resultados Abrangentes.

Os itens acima estão apresentados líquidos de tributos sobre o lucro, os quais estão divulgados na nota 10.

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

Volt ar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 6


(Valores expressos em milhares de Reais)

DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO


Atribuído aos acionistas controladores
Outros resultados abrangentes
Ajustes Ganhos
acumulados de Ajustes de (perdas) Total do
Outras conversão de aplicações sobre hedge Ganhos Total do Participação patrimônio
Capital Reservas de transações Ações em moeda financeiras de fluxo de (perdas) Prejuízos patrimônio de não líquido
social capital patrimoniais tesouraria estrangeira ao VJORA caixa atuariais acumulados líquido controladores (consolidado)
SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2020 12.460.471 141.834 246 (123.938) (678.969) 7.016 (438.221) (188.627) (2.594.028) 8.585.784 227.750 8.813.534
Resultado abrangente (1)
Ganhos (perdas) na conversão de operações no exterior - - - - (386.542) - - - - (386.542) (16.933) (403.475)
Perdas em hedge de investimento líquido - - - - (96.555) - - - - (96.555) - (96.555)
Títulos patrimoniais a VJORA (2) – mudanças no valor justo - - - - - 26.030 - - - 26.030 - 26.030
Perdas em hedge de fluxo de caixa - - - - - - (145.683) - - (145.683) (1.821) (147.504)
Perdas atuariais de planos de pensão e beneficios pós emprego - - - - - - - 131.168 - 131.168 (497) 130.671
Lucro líquido do exercício - - - - - - - - 419.455 419.455 17.929 437.384
SUB-TOTAL DO RESULTADO ABRANGENTE - - - - (483.097) 26.030 (145.683) 131.168 419.455 (52.127) (1.322) (53.449)
Títulos patrimoniais a VJORA (2) – ganho na realização - - - - - (33.046) - - 33.046 - - -
Remensuração de benefícios a empregados - benefício definido - - - - - - - (9.297) 9.297 - - -
Dividendos - - - - - - - - - - (80) (80)
Pagamentos baseados em ações - - (8.762) (3.348) - - - - - (12.110) - (12.110)
Aquisição de participação de não controladores - - (79.673) - - - - - - (79.673) (157.918) (237.591)
Baixa de opção de venda detida por minoritários - - 20.658 - - - - - - 20.658 294.661 315.319
SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2021 12.460.471 141.834 (67.531) (127.286) (1.162.066) - (583.904) (66.756) (2.132.230) 8.462.532 363.091 8.825.623
Correção monetária por hiperinflação - - - - - - - - 216.193 216.193 131.340 347.533
Resultado abrangente (1)
Ganhos na conversão de operações no exterior - - - - 55.391 - - - - 55.391 56.456 111.847
Ganho em hedge de investimento líquido - - - - 91.043 - - - - 91.043 - 91.043
Ganho (perdas) em hedge de fluxo de caixa - - - - - - 192.430 - - 192.430 (124) 192.306
Ganhos atuariais de planos de pensão e benefícios pós emprego - - - - - - - 14.596 - 14.596 5.636 20.232
Lucro (prejuízo) líquido do período - - - - - - - - (2.131.607) (2.131.607) 83.081 (2.048.526)
SUB-TOTAL DO RESULTADO ABRANGENTE - - - - 146.434 - 192.430 14.596 (2.131.607) (1.778.147) 145.049 (1.633.098)
Aumento de capital com emissão de ações (nota 22.1) 500.000 4.900.000 - - - - - 5.400.000 - 5.400.000
Gastos com oferta pública de ações (nota 22.1) (122.671) - - - - - - - - (122.671) - (122.671)
Destinações
Absorção de prejuízos acumulados com reservas de capital (nota 22.3) - (2.703.358) - - - - - - 2.703.358 - - -
Pagamentos baseados em ações - - (3.781) 12.792 - - - - - 9.011 - 9.011
SALDOS EM 30 DE JUNHO DE 2022 12.837.800 2.338.476 (71.312) (114.494) (1.015.632) - (391.474) (52.160) (1.344.286) 12.186.918 639.480 12.826.398

(1) Todas as mutações nos Outros Resultados Abrangentes são apresentadas líquidas de tributos sobre o lucro.
(2) VJORA: Valor Justo por meio de Outros Resultados Abrangentes.

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

Volt ar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 7


(Valores expressos em milhares de Reais)

DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA


Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Jan - Jun Jan - Jun Jan - Jun Jan - Jun
ATIVIDADES OPERACIONAIS
Prejuízo líquido das operações continuadas (2.080.659) (178.414) (1.997.578) (176.098)
Ajustes por:
Depreciação e amortização 671.380 692.540 855.331 889.894
Depreciação e exaustão do ativo biológico 542.909 441.867 580.191 485.564
Resultado na alienação e baixa de ativos (2.331) (7.304) (2.176) (36.015)
Redução ao valor realizável líquido dos estoques 144.515 26.920 62.322 32.974
Provisão para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 187.647 (11.388) 188.891 (11.876)
Resultado de equivalência patrimonial 644.546 694.847 (80) -
Resultado financeiro líquido 720.099 883.469 1.384.335 1.362.018
Recuperações e ganhos em ações tributárias (30.766) (54.392) (34.215) (54.392)
Tributos diferidos sobre o lucro 100.734 (283.296) 88.108 (293.328)
Participação dos funcionários 47.267 14.526 40.608 29.055
Outras provisões (8.268) 4.007 (9.772) 6.780
937.073 2.223.382 1.155.965 2.234.576
Contas a receber de clientes 1.562.190 (1.187.604) 144.798 1.068.291
Estoques 742.375 (1.182.156) 660.626 (1.301.476)
Ativos biológicos circulantes (97.791) (434.286) (172.239) (448.702)
Fornecedores (290.509) 230.502 (313.272) 300.223
Fornecedores risco sacado (1.040.220) (3.074) (1.040.220) (3.074)
Geração de caixa das atividades operacionais 1.813.118 (353.236) 435.658 1.849.838
Aplicações em títulos mensurados ao VJR (1) - (23.894) (142.200) (23.894)
Resgate de títulos mensurados ao VJR (1) 14.870 28.098 143.510 28.339
Juros recebidos 147.382 37.068 145.308 38.254
Pagamento de provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas (139.898) (198.301) (137.222) (198.301)
Instrumentos financeiros derivativos (1.356.966) (525.012) (1.318.118) (511.333)
Outros ativos e passivos operacionais (2) (2.530.619) 1.374.315 144.050 27.958
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades operacionais (2.052.113) 339.038 (729.014) 1.210.861

ATIVIDADES DE INVESTIMENTO
Aplicações em títulos mensurados ao custo amortizado - - (6.098) -
Resgate de títulos mensurados ao custo amortizado - - - 166.112
Resgate de títulos mensurados ao VJORA (3) - - - 86.059
Resgate de caixa restrito (2.074) 400 (2.074) 400
Aplicações no ativo imobilizado (683.619) (544.406) (764.548) (602.926)
Aplicações no ativo biológico não circulante (623.701) (533.242) (660.879) (588.040)
Recebimento pela venda de imobilizado e investimento 6.487 8.500 6.487 8.500
Aplicações no ativo intangível (130.317) (105.909) (134.675) (101.106)
Combinação de negócios, líquida de caixa - - - (131.212)
Venda de participação em controlada com perda de controle - - - 132.951
Aumento de capital em coligadas (67.266) (528) (67.266) (528)
Aumento de capital em subsidiárias (281.949) (58.998) - -
Caixa líquido aplicado nas atividades de investimento (1.782.439) (1.234.183) (1.629.053) (1.029.790)
Caixa líquido aplicado nas atividades de investimento descontinuadas - - - (17.550)
Caixa líquido aplicado nas atividades de investimento (1.782.439) (1.234.183) (1.629.053) (1.047.340)

ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO
Captações de empréstimos e financiamentos 299.804 1.011.355 536.095 1.264.223
Pagamento de empréstimos e financiamentos (1.440.387) (511.602) (1.669.510) (539.359)
Pagamento de juros (690.412) (553.110) (790.330) (646.355)
Pagamento de derivativos de juros - hedge de valor justo (62.418) - (62.418) -
Aumento de capital com emissão de ações (nota 22.1) 5.277.329 - 5.277.329 -
Aquisição de participação minoritária em controlada - - - (238.421)
Pagamento de arrendamento (229.576) (281.251) (309.516) (373.512)
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de financiamento 3.154.340 (334.608) 2.981.650 (533.424)
EFEITO DA VARIAÇÃO CAMBIAL EM CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA (71.679) 5.187 (264.762) (264.880)
Aumento (decréscimo) líquido no saldo de caixa e equivalentes de caixa (751.891) (1.224.566) 358.821 (634.783)
Saldo de caixa e equivalentes de caixa no início do período 4.633.816 3.876.139 7.528.820 7.576.625
Saldo de caixa e equivalentes de caixa no final do período 3.881.925 2.651.573 7.887.641 6.941.842

(1) VJR: Valor Justo por meio do Resultado.


(2) Na Controladora, contempla principalmente os efeitos de adiantamentos de exportação realizados com controladas, no montante de
R$(3.166.768) no período de seis meses findo em 30.06.22 (R$738.485 no mesmo período do ano anterior).
(3) VJORA: Valor Justo por meio de Outros Resultados Abrangentes.

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 8


(Valores expressos em milhares de Reais)

DEMONSTRAÇÕES DO VALOR ADICIONADO


Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Reapresentado(1)
Jan - Jun Jan - Jun Jan - Jun Jan - Jun
1 - RECEITAS 24.172.894 22.291.765 28.049.905 25.074.739
Vendas de mercadorias e produtos 23.509.330 21.645.303 27.322.266 24.355.190
Outros resultados (11.908) 118.276 (4.343) 156.595
Receitas relativas a construção de ativos próprios 680.460 533.902 735.472 571.446
Perdas de créditos esperadas (4.988) (5.716) (3.490) (8.492)
2 - INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS (18.383.047) (14.819.852) (21.141.962) (17.247.444)
Custos dos produtos vendidos (15.642.334) (12.610.883) (18.195.720) (14.820.096)
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros (2.668.395) (2.223.811) (2.882.115) (2.447.023)
Provisão para perdas nos estoques (72.318) 14.842 (64.127) 19.675
3 - VALOR ADICIONADO BRUTO (1-2) 5.789.847 7.471.913 6.907.943 7.827.295
4 - DEPRECIAÇÃO E AMORTIZAÇÃO (1.214.289) (1.134.407) (1.435.522) (1.375.458)
5 - VALOR ADICIONADO LÍQUIDO (3-4) 4.575.558 6.337.506 5.472.421 6.451.837
6 - VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERÊNCIA (290.078) (521.766) 396.715 204.117
Equivalência patrimonial (644.546) (694.847) 80 -
Receitas financeiras 355.338 175.441 397.505 206.477
Outras (870) (2.360) (870) (2.360)

7 - VALOR ADICIONADO PARA DISTRIBUIÇÃO (5+6) 4.285.480 5.815.740 5.869.136 6.655.954

8 - DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO 4.285.480 5.815.740 5.869.136 6.655.954


Pessoal 2.644.175 2.524.199 3.063.584 2.822.070
Remuneração direta 1.885.155 1.799.065 2.215.088 2.032.779
Benefícios 622.813 595.083 700.408 649.805
F.G.T.S 136.207 130.051 148.088 139.486
Impostos, taxas e contribuições 2.503.693 2.322.184 2.833.118 2.389.656
Federais 1.098.069 920.221 1.298.972 984.795
Estaduais 1.381.439 1.380.576 1.506.028 1.380.472
Municipais 24.185 21.387 28.118 24.389
Remuneração do capital de terceiros 1.218.271 1.147.771 1.970.012 1.620.326
Juros, incluindo variação cambial 1.123.092 1.082.252 1.833.524 1.591.837
Aluguéis 95.179 65.519 136.488 28.489
Acionistas (2.080.659) (178.414) (1.997.578) (176.098)
Prejuízos retidos do período de operações continuadas (2.080.659) (178.414) (2.080.659) (178.414)
Participação de não controladores - - 83.081 2.316

(1) O período comparativo foi reapresentado em decorrência de correção de erro não material na classificação de fretes e despesas
portuárias em operações intragrupo (nota 3).

As notas explicativas são parte integrante das informações financeiras intermediárias.

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 9


10
São Paulo, 10 de agosto de 2022 – A BRF S.A. (B3: BRFS3; NYSE:BRF) – “BRF” ou “Companhia” divulga
seus resultados do 2º Trimestre de 2022. Os comentários aqui incluídos referem-se aos resultados em
reais, conforme a legislação societária brasileira e as práticas adotadas no Brasil e em conformidade com
as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS), cujas comparações têm como base os mesmos
períodos de 2021 e/ou anos anteriores, conforme indicado.

Disclaimer
As declarações contidas neste relatório relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções e ao
seu potencial de crescimento constituem-se em meras previsões e foram baseadas nas expectativas da
Administração em relação ao futuro da Companhia. Essas expectativas são altamente dependentes de
mudanças no mercado e no desempenho econômico geral do país, do setor e do mercado internacional,
estando, portanto, sujeitas a mudanças.

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO
Prezados(as) Senhores(as),

Em linha com nossa determinação em alcançar melhores patamares de eficiência e rentabilidade, a BRF
reporta neste segundo trimestre de 2022 resultados positivos em todos os segmentos e mercados. Após um
começo de ano negativamente impactado pelo volume de vendas e por medidas de ajuste necessárias,
margem e resultados já registram avanços. No período, houve crescimento de 11,2% da Receita Líquida,
em comparação ao 2T21 e de 7,5% em relação ao 1T22, e um EBITDA ajustado de R$ 1,37 bilhão, 7,7%
superior ao 2T21 e 1,2 bilhão superior ao 1T22.

O ajuste na cadeia de produção e o reequilíbrio de estoques contribuíram para a recuperação gradual das
margens operacionais, possibilitando e potencializando uma melhor execução comercial com ganhos de
produtividade.

Neste trimestre, reforçamos nossas marcas e ampliamos os indicadores de preferência de Sadia, Perdigão e
do segmento de margarinas (Qualy, Claybom e Deline), com um resultado de 27,7%, 15,6% e 62,0%,
respectivamente. Destacamos o resultado da pesquisa Kantar Brand Footprint Brasil 2022, que aponta a
Sadia como marca brasileira mais confiável e a única de alimentos entre as 10 primeiras citadas. Na categoria
alimentos, Sadia é a marca mais valiosa no Brasil e a 9ª mais sustentável.

Na frente internacional, a constante busca por mercados, somada ao relacionamento com clientes
desenvolvido ao longo dos anos, possibilitaram à Companhia ganhos decorrentes da tendência crescente no
volume de venda e preços de exportação do frango. Adicionalmente, fomos autorizados pelo Saudi Food and
Drug Authority, serviço sanitário da Arábia Saudita, a retomar a exportação de processados para o país,
desde nossa fábrica em Kizad (Emirados Árabes Unidos). Reforçando nossa liderança e a presença de mais
de 47 anos no mercado Halal, inauguramos uma fábrica na cidade saudita de Dammam, visando aumento
da capacidade produtiva de itens de valor agregado.

Ao completar o primeiro ano de nossa jornada Net Zero, atingimos cerca de 90% de rastreabilidade dos
grãos de fornecedores diretos dos biomas Amazônia e Cerrado. Evoluímos no fomento ao uso de energia
limpa em nossas operações e de nossos produtores integrados. Em acordo com nossa estratégia ESG, o
Instituto BRF, que acaba de completar 10 anos, executou a etapa final do Ecco Comunidades, programa de
aceleração de startups e negócios sociais para o combate do desperdício e de desenvolvimento social, com
a realização de pilotos em cinco municípios onde a Companhia está presente.

A Companhia concluiu etapa importante do plano de simplificação de sua estrutura, cujos ganhos ainda não
impactaram este segundo trimestre, mas já permitem maior agilidade no processo de decisão e repercutem
em capturas de oportunidades em eficiência em diversas áreas.

Importante também destacar em relação ao Brasil, a resiliência do nosso setor, no qual observamos uma
demanda sólida para alimentos. Adicionalmente, neste ano, a Copa do Mundo, que terá sede no Catar,
ocorrerá em novembro, coincidindo com as tradicionais campanhas de Comemorativos do final ano, o que
deve impulsionar a força das nossas marcas no mercado brasileiro e no mercado Halal.

11
Não obstante, à luz do cenário geopolítico e econômico global, cabe nossa cautela e prudência com relação
às variáveis que impactam nossa cadeia e a dinâmica dos diferentes mercados. Câmbio, renda, frete
internacional, relações diplomáticas entre nações, entre outros, podem afetar nosso negócio.

Agradeço, em meu nome e do Comitê Executivo, o apoio do Conselho de Administração e dos nossos
acionistas, assim como de nossos colaboradores, integrados, fornecedores, parceiros, clientes, comunidades
e consumidores pelos avanços em nossa jornada para fazer da BRF uma empresa de alimentos eficiente,
rentável e geradora de benefícios para toda a sua cadeia e para a sociedade.

Lorival Nogueira Luz Jr.


Diretor Presidente Global

DESEMPENHO OPERACIONAL E FINANCEIRO


Destaques (R$ Milhões) 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 1.157 1.148 0,8% 1.144 1,1%
Receita Líquida 12.939 11.637 11,2% 12.041 7,5%
Preço Médio (R$/kg) 11,18 10,14 10,3% 10,52 6,2%
CPV (10.956) (9.524) 15,0% (10.928) 0,3%
CPV/Kg (9,47) (8,30) 14,1% (9,55) (0,9%)
Lucro Bruto 1.983 2.113 (6,2%) 1.113 78,2%
Margem Bruta (%) 15,3% 18,2% (2,8) p.p. 9,2% 6,1 p.p.
Lucro (Prejuízo) Líquido - Op. Continuadas (451) (199) n.m (1.546) (70,8%)
Margem Líquida (%) (3,5%) (1,7%) (1,8) p.p. (12,8%) 9,3 p.p.
Lucro (Prejuízo) Líquido - Total Societário (468) (240) 94,9% (1.581) (70,4%)
Margem Líquida - Total (%) (3,6%) (2,1%) (1,5) p.p. (13,1%) 9,5 p.p.
EBITDA Ajustado - Op. Continuadas 1.368 1.271 7,7% 121 n.m
Margem EBITDA Ajustado (%) 10,6% 10,9% (0,3) p.p. 1,0% 9,6 p.p.
EBITDA Societário 897 1.294 (30,7%) 152 n.m
Margem EBITDA Societário (%) 6,9% 11,1% (4,2) p.p. 1,3% 5,6 p.p.
Geração (Consumo) de Caixa (12) (2.168) n.m (3.691) n.m
Dívida Líquida 14.266 14.791 (3,5%) 12.588 13,3%
Alavancagem (Div.Líquida/EBITDA Aj. 12M) 3,14x 2,73x 15,0% 2,83x 11,0%

Os resultados do segundo trimestre traduzem um contexto de recuperação sequencial da rentabilidade em


todos os nossos segmentos. Mesmo diante do cenário macroeconômico desafiador e de pressão persistente
de custos, capturamos oportunidades na comercialização global de alimentos e influenciamos a recuperação
gradual da performance do mercado brasileiro.

Além disso, os resultados consolidados do 2T22 foram impactados por dois eventos não recorrentes, sem
impacto no fluxo de caixa livre, que merecem destaque conforme tabela abaixo:

Dívida
Resultado Resultado
designada como Hiperinflação
Destaques (R$ Milhões) Consolidado Consolidado
hedge Turquia
Societário Proforma
accounting
Volumes (Mil, Toneladas) 1.157 0 0 1.157
Receita Líquida 12.939 445 (54) 13.330
Preço Médio (R$/kg) 11,18 11,52
CPV (10.956) 0 152 (10.804)
CPV/Kg (9,47) (9,34)
Lucro Bruto 1.983 445 98 2.526
Margem Bruta (%) 15,3% 18,9%
EBITDA 897 445 75 1.417
Margem EBITDA (%) 6,9% 10,6%
EBITDA Ajustado 1.368 0 0 1.368
Margem EBITDA Ajustado (%) 10,6% 10,3%
Lucro (Prejuízo) Líquido (451) 294 (147) (304)
Margem Líquida - Total (%) (3,5%) (2,3%)

12
Apresentamos abaixo o detalhamento dos eventos destacados que impactaram os resultados societários do
2T22:

i) Dívida designada como hedge accounting: impacto negativo de R$ 445 milhões na Receita
Líquida dos mercados internacionais. Este efeito é oriundo da designação contábil em 2012 da Senior
Unsecured Note com vencimento em junho de 2022 como instrumento de proteção cambial da receita
futura de exportação. Tal designação foi descontinuada no ano de 2021, decorrente de alteração na Política
de Gestão de Riscos Financeiros, conforme nota 24.5 das Demonstrações Financeiras de 2021. Com o
vencimento da dívida, o resultado de variação cambial foi reclassificado do Patrimônio Líquido (Outros
Resultados Abrangentes) para a Receita Líquida, conforme nota 24.5 às Informações Financeiras
Intermediárias.

ii) Hiperinflação Turquia: impacto de correção monetária das informações financeiras de sua
subsidiária na Turquia, cuja economia passou a ser considerada hiperinflacionária. Desta forma, todos os
ativos e passivos não-monetários, assim como rubricas da demonstração do resultado, são corrigidos
pela inflação com contrapartida no Resultado Financeiro, conforme nota 1.5 às Informações Financeiras
Intermediárias.

O resultado consolidado proforma traduz a dinâmica dos resultados operacionais por segmento de negócios.

A seguir, apresentaremos os resultados consolidados e por segmento, com as respectivas análises nas
comparações trimestrais, na visão proforma, ou seja, eliminando os impactos contábeis detalhados acima.

Destaques Proforma (R$ Milhões) 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 1.157 1.148 0,8% 1.144 1,1%
Receita Líquida 13.330 11.637 14,5% 12.041 10,7%
Preço Médio (R$/kg) 11,52 10,14 13,6% 10,52 9,5%
CPV (10.804) (9.524) 13,4% (10.928) (1,1%)
CPV/Kg (9,34) (8,30) 12,5% (9,55) (2,2%)
Lucro Bruto 2.526 2.113 19,5% 1.113 126,9%
Margem Bruta (%) 18,9% 18,2% 0,7 p.p. 9,2% 9,7 p.p.
Lucro (Prejuízo) Líquido - Op. Continuadas (304) (199) n.m (1.546) (80,3%)
Margem Líquida (%) (2,3%) (1,7%) (0,6) p.p. (12,8%) 10,5 p.p.
EBITDA Ajustado - Op. Continuadas 1.368 1.271 7,7% 121 n.m
Margem EBITDA Ajustado (%) 10,3% 10,9% (0,6) p.p. 1,0% 9,3 p.p.
EBITDA 1.417 1.294 9,5% 152 n.m
Margem EBITDA (%) 10,6% 11,1% (0,5) p.p. 1,3% 9,3 p.p.
Geração (Consumo) de Caixa (12) (2.168) n.m (3.691) n.m
Dívida Líquida 14.266 14.791 (3,5%) 12.588 13,3%
Alavancagem (Div.Líquida/EBITDA Aj. 12M) 3,14x 2,73x 15,0% 2,83x 11,0%

SEGMENTO BRASIL
Segmento Brasil 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 547 570 (4,0%) 549 (0,3%)
Aves (In Natura) 95 111 (14,3%) 116 (18,2%)
Suínos e outros (In Natura) 38 31 22,0% 26 43,0%
Processados 414 428 (3,2%) 406 2,0%
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 6.536 5.817 12,4% 5.883 11,1%
Preço médio (R$/Kg) 11,95 10,21 17,1% 10,72 11,4%
CPV (5.499) (4.762) 15,5% (5.691) (3,4%)
CPV/Kg (10,05) (8,35) 20,3% (10,37) (3,1%)
Lucro Bruto (R$, Milhões) 1.037 1.055 (1,7%) 193 n.m
Margem Bruta (%) 15,9% 18,1% (2,2) p.p. 3,3% 12,6 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 398 492 (19,1%) (411) n.m
Margem EBITDA Ajustado (%) 6,1% 8,5% (2,4) p.p. (7,0%) 13,1 p.p.

No 2T22, observamos a evolução progressiva dos resultados do segmento em relação ao trimestre anterior,
quando realizamos ajustes na nossa cadeia, que nos permitiram ajustar preços, otimizar o mix de produtos
e melhorar a execução comercial. Dessa forma observamos um crescimento sequencial do volume de
processados com aumento de +11,6% do preço médio. Também, observamos um aumento do volume de
cortes de suíno in natura, que é uma das nossas avenidas de crescimento no mercado interno. A margem
EBITDA Ajustado evoluiu 13,1 p.p. do primeiro para segundo trimestre do ano.

Na comparação anual, observamos menores margens, porém se aproximando dos patamares históricos com
expansão de 12,4% da receita líquida e com aumento de 19,2% do preço médio dos processados, 21,9% de

13
aves, majoritariamente frango, mas com queda de 14,8% do preço médio de suínos, ainda reflexo do
desequilíbrio de oferta de animais provocado pela redução das importações chinesas. Os volumes ficaram
abaixo do ano anterior, porém observamos uma normalização das vendas ao longo do trimestre, mesmo
diante de um cenário macroeconômico ainda desafiador. Dados apontam que o rendimento médio real do
trabalho atingiu o menor patamar desde 20121, com queda de 6,3% a/a2, mesmo com o aumento da
ocupação em 10,3%3 a/a. O cenário inflacionário persiste como um desafio relevante, com IPCA de +11,9%4
e IGP-M de +10,7%5, pressionando o resultado do segmento. Destaque para o aumento do diesel de 56,7%
a/a e 18,8% t/t6, elevação do custo de mão de obra como reflexo de acordos coletivos (INPC7 acumulado
dos últimos 12 meses em 11,9% até junho/22). Por outro lado, observamos interrupção das altas
significativas do preço do milho com queda de 0,1% t/t 8.

SEGMENTO INTERNACIONAL
Segmento Internacional 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 478 499 (4,2%) 469 1,9%
Aves (In Natura) 347 380 (8,7%) 354 (2,0%)
Suínos e outros (In Natura) 51 52 (1,8%) 29 74,0%
Processados e Outros 80 66 19,7% 85 (6,7%)
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 6.116 5.428 12,7% 5.497 11,3%
Preço médio (R$/Kg) 12,80 10,89 17,6% 11,72 9,2%
CPV (4.802) (4.478) 7,2% (4.725) 1,6%
CPV/Kg (10,05) (8,98) 11,9% (10,08) (0,3%)
Lucro Bruto (R$, Milhões) 1.314 950 38,2% 772 70,3%
Margem Bruta (%) 21,5% 17,5% 4,0 p.p. 14,0% 7,5 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 868 619 40,3% 430 102,0%
Margem EBITDA Ajustado (%) 14,2% 11,4% 2,8 p.p. 7,8% 6,4 p.p.

1. Ásia
Ásia 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 121 151 (20,0%) 109 10,4%
Aves (In Natura) 85 103 (18,0%) 84 0,7%
Suínos e outros (In Natura) 33 43 (24,7%) 21 55,7%
Processados 3 4 (22,6%) 4 (21,2%)
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 1.486 1.777 (16,4%) 1.210 22,8%
Preço médio (R$/Kg) 12,31 11,78 4,5% 11,07 11,2%
CPV (1.366) (1.432) (4,6%) (1.228) 11,3%
CPV/Kg (11,32) (9,49) 19,3% (11,23) 0,8%
Lucro Bruto (R$, Milhões) 120 345 (65,3%) (18) n.m
Margem Bruta (%) 8,1% 19,4% (11,3) p.p. (1,5%) 9,4 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 37 268 (86,1%) (80) n.m
Margem EBITDA Ajustado (%) 2,5% 15,1% (12,6) p.p. (6,6%) 9,1 p.p.

O desempenho no 2T22 na comparação anual reflete o cenário desafiador da suinocultura, principalmente


na China, onde observamos desafios relacionados ao desequilíbrio de oferta de curto prazo causado pela
recuperação acelerada do plantel suíno pós Peste Suína Africana, com efeito sobre os estoques globais dessa
proteína, o que se reflete na redução dos preços de exportação, atestado através dos dados de preço de
exportação SECEX, que indicam variação de preço de -12,9% a/a9. Além disso, as incertezas decorrentes
da estratégia de enfrentamento da pandemia na China mantêm os patamares de frete em nível elevado,
com variação de +293,9%10 no acumulado dos últimos 2 anos. O cenário para esse mercado tende a se

1 Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


2 Variação da média 2T22 vs 2T21. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
3 Variação da média 2T22 vs 2T21. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
4 Variação acumulada 12 meses. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
5 Variação acumulada 12 meses. Fonte: Fundação Getúlio Vargas
6 Variação da média do preço (R$/L)1. Fonte: ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
7 Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
8 Variação da média móvel de 6 meses dos preços. Fonte: Bloomberg e Cepea/ESALQ
9 Variação da média do 2T22 vs 2T21 do preço (U$/ton) de carne suína para China. Fonte: Secretaria de Comércio

Exterior - SECEX
10 Fonte: Freightos Baltic Index (FBX) - Global Container Freight Index (26/06/2020 vs 24/06/2022)

14
recuperar nos próximos trimestres, em face do ajuste da oferta global de suínos e da melhora do cenário
pandêmico.

Destacamos a evolução sequencial dos resultados, com expansão de 9,1p.p. t/t da margem EBITDA na
região, impactados pelo bom momento da carne de frango para os mercados asiáticos em geral, que
sinalizam a recuperação do consumo e melhora das margens da carne suína para China. O preço em dólares
da carne de frango de exportação SECEX para o Japão e China aumentou 15,9% e 17,6% t/t11,
respectivamente. Coreia do Sul e Japão apresentaram expansão de volume de +7% t/t. Além disso, houve
variação de -7,8% a/a e -7,0% t/t12 do estoque local de carne congelada importada no Japão, que favorece
a dinâmica de preços neste mercado.

2. Distribuição Halal – Halal DDP


Halal DDP 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 195 172 13,4% 215 (9,2%)
Aves (In Natura) 150 140 7,1% 164 (8,5%)
Processados e Outros 46 32 41,6% 52 (11,7%)
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 2.687 2.101 27,9% 2.657 1,1%
Preço médio (R$/Kg) 13,75 12,19 12,7% 12,34 11,4%
CPV (1.895) (1.674) 13,2% (2.091) (9,4%)
CPV/Kg (9,70) (9,71) (0,2%) (9,71) (0,2%)
Lucro Bruto (R$, Milhões) 792 427 85,3% 565 40,1%
Margem Bruta (%) 29,5% 20,3% 9,2 p.p. 21,3% 8,2 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 595 278 114,4% 391 52,4%
Margem EBITDA Ajustado (%) 22,2% 13,2% 9,0 p.p. 14,7% 7,5 p.p.

Neste trimestre, destacamos a expansão de +9,0p.p. a/a e +7,5p.p. t/t das nossas margens nos mercados
Halal, atingindo o maior resultado de margem EBITDA ajustado desde 2018, principalmente por maiores
preços em dólares na região do GCC13. Destacamos o crescimento do volume de 13,4% a/a e aumento de
21,4% dos preços médios em dólares a/a. Observa-se uma queda de volume versus o trimestre anterior que
é explicada pelo efeito sazonal positivo do pré Ramadã, quando aumentamos as vendas a nossos clientes,
que antecipam o movimento de maior consumo da população durante o Ramadã, que ocorreu entre abril e
maio. No entanto, há crescimento de 17,0% a/a do volume do primeiro semestre em relação ao mesmo
período do ano anterior. A BRF continua avançando em market share, consolidando sua liderança na região.
Segundo a Nielsen, no GCC todas as categorias cresceram em relação ao ano anterior, especialmente em
processados, categoria na qual atingimos 15,8%14 de resultado de market share, +1,7 p.p. a/a. Nos países
do Golfo, por meio de marcas reconhecidas pelo consumidor, apresentamos expansão de 42,6% a/a de
nossa receita de vendas, com aumento real dos preços em dólares.

Observamos o cenário positivo de preços de exportação de frango brasileira15 para a região, que atingiu picos
históricos, expandindo o resultado do segmento. Entendemos que esse cenário tende a arrefecer, porém há
importantes fatores que podem contribuir para manutenção dos preços em patamares elevados, mesmo que
menores sequencialmente, estes são i) a intensificação do turismo ii) a restrição da oferta mundial de carne
de frango causada pelo conflito no leste europeu e iii) a expansão da economia local com destaque para a
realização da Copa do Mundo no Catar.

Na Turquia, apesar dos impactos inerentes ao contexto macroeconômico, com inflação acumulada de
78,6%16, pudemos recompor as margens no mercado interno por meio de repasses de preço e aumentar as
exportações, com contribuição positiva no resultado dada a desvalorização da lira turca, e seguir fortalecendo
nossa liderança de mercado com ganho de 4,5 p.p. a/a17 de market share em processados. Dado o contexto
macroeconômico e geopolítico, o cenário seguirá desafiador nos próximos meses com pressão sobre a renda

11 Média Preço U$/ton 2T22 vs 1T22. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior - SECEX
12 Variação da média trimestral da posição de estoque. Realizado até junho 2022. Fonte: ALIC (Agriculture & LiveStock
Corporation)
13 Gulf Cooperation Council, em português: Conselho de Cooperação do Golfo. Composto pelos países Omã, Emirados

Árabes Unidos, Arábia Saudita, Catar, Bahrein e Kuwait


14 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21
15 Vide “Segmento Exportações Diretas” neste relatório. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior – SECEX
16 Variação acumulada de 12 meses. Fonte: Bloomberg
17 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21

15
disponível para os consumidores e elevação dos custos de grãos em lira turca além da manutenção dos
custos de energia e combustíveis em patamares elevados.

Neste trimestre, fizemos os anúncios da inauguração da planta produtiva em Damman, Arábia Saudita, para
aumentar a oferta de itens de valor agregado no país e a retomada, a partir de agosto, das exportações de
produtos processados da planta de Kizad, nos Emirados Árabes, para a Arábia Saudita. Com estes
movimentos ampliamos nossa atuação local com marcas reconhecidas e preferidas pelos consumidores e
reforçamos nosso compromisso em apoiar o abastecimento mundial de alimentos.

3. Exportações Diretas
Exportações Diretas 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 162 176 (8,0%) 144 12,1%
Aves (In Natura) 113 137 (17,8%) 106 5,8%
Suínos e outros (In Natura) 19 9 116,3% 9 121,3%
Processados 30 30 0,6% 29 3,3%
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 1.943 1.550 25,3% 1.630 19,2%
Preço médio (R$/Kg) 12,02 8,82 36,2% 11,30 6,3%
CPV (1.540) (1.372) 12,3% (1.406) 9,6%
CPV/Kg (9,53) (7,80) 22,1% (8,49) 12,2%
Lucro Bruto (R$, Milhões) 402 178 125,6% 224 79,4%
Margem Bruta (%) 20,7% 11,5% 9,2 p.p. 13,8% 6,9 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 236 73 223,8% 119 97,8%
Margem EBITDA Ajustado (%) 12,1% 4,7% 7,4 p.p. 7,3% 4,8 p.p.

No 2T22, observa-se receita recorde para o segmento desde 2018, principalmente impactada pelo aumento
do preço da carne de frango. Com a redução da oferta global de carne de frango, causada pelo i) conflito
entre Ucrânia e Rússia e ii) temores com o avanço do surto de gripe aviária nos EUA, observou-se a evolução
progressiva dos preços em dólares principalmente nos mercados Halal e Américas. Os preços em dólares de
exportação SECEX para os países do Golfo18 aumentaram 40,0% a/a e 22,0% t/t19, enquanto os preços de
exportação de carne de frango para o Chile e México aumentaram 50,1% e 55,4% a/a 20, respectivamente,
lembrando que países como Canadá e México ainda mantêm restrições para as importações norte-
americanas21. Dados apontam variação anual de +31,8%22 nos preços de exportação de frango, configurando
um cenário favorável para essa proteína.

Neste trimestre, apresentamos crescimento sequencial de volume em todas as categorias e melhora no mix
de produtos vendidos, contribuindo para a expansão de 97,8% do EBITDA ajustado da região e elevação de
4,8p.p. t/t de margem EBITDA ajustada. Da mesma forma, observamos crescimento de 223,8% a/a do
resultado do segmento com ganho de 7,4p.p. a/a de margem.

A companhia segue prospectando oportunidades em novas geografias, das quais destacamos novas
habilitações para nossas plantas concedidas para exportações a destinos como Canadá, Cingapura, Japão,
Iraque, África do Sul e Vietnã23.

18 Omã, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Catar, Bahrein e Kuwait


19 Média Preço U$/ton. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior - SECEX
20 Média Preço U$/ton 2T22 vs 2T21. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior - SECEX
21 USDA – United States Department of Agriculture
22 Média Preço U$/ton 2T22 vs 2T21. Fonte: Secretaria de Comércio Exterior - SECEX
23 Julho/2022

16
OUTROS SEGMENTOS
Outros Segmentos + Ingredientes 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Volumes (Mil, Toneladas) 133 79 68,1% 127 4,5%
Ingredientes 47 55 (14,1%) 49 (4,4%)
Pet 60 1 n.m 52 15,2%
Outras Vendas 25 23 9,4% 25 (0,0%)
Receita Operacional Líquida (R$, Milhões) 678 392 73,2% 662 2,5%
CPV (503) (284) 77,4% (513) (1,8%)
CPV/Kg (3,80) (3,60) 5,5% (4,05) (6,1%)
Lucro Bruto (R$, Milhões) 175 108 62,0% 149 17,5%
Margem Bruta (%) 25,8% 27,5% (1,7) p.p. 22,5% 3,3 p.p.
EBITDA Ajustado (R$, Milhões) 127 93 37,4% 104 22,3%
Margem EBITDA Ajustado (%) 18,7% 23,6% (4,9) p.p. 15,7% 3,0 p.p.

O resultado de Outros Segmentos refletiu o desempenho positivo e a evolução nos negócios de Ingredientes
e Pet, tanto em volumes, quanto em receitas de vendas.

No segmento de Ingredientes, a BRF manteve a boa performance alcançada no 1T22, capturando


oportunidades no cenário global de commodities. Além disso, ampliou sua presença em novos países,
iniciando comercialização de ingredientes para nutrição animal em novos mercados. Em comparação com o
mesmo período de 2021, realizou um EBITDA 36% superior, principalmente por conta da estratégia assertiva
de preços, absorvendo a alta de custos ocorrida no período.

Para o segmento de Pet Food, a Companhia segue apresentando evoluções dos resultados de margem bruta
e EBITDA e avançando com o plano de integração e capturas de sinergias. Para o segundo trimestre,
aumentamos nossa capilaridade de distribuição, que contribui para aumento da competitividade e
possibilidade de expansão de volumes e redução de custos versus o trimestre anterior. Adicionalmente,
seguimos complementando nosso portfólio com produtos que atendam às diferentes necessidades de
consumo.

CORPORATE
Corporate- R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Lucro Bruto 0 (1) n.m 0 n.m.
EBITDA Ajustado (25) 67 n.m (1) n.m.

Esse segmento foi impactado por: i) -R$ 19,8 milhões pelo resultado líquido de provisões para contingências
cíveis e tributárias; ii) +R$2,4 milhões relacionados à alienação e baixa de ativos imobilizados; iii) -R$5,6
milhões relacionado a gastos com desmobilização de ativos; e iv) -R$2 milhões relacionados a outros efeitos
líquidos (conforme nota explicativa 25 às Informações Financeiras Intermediárias).

MARCAS E INOVAÇÃO
Brasil:

Neste trimestre, apresentamos importantes avanços em indicadores de preferência de nossas marcas. A BRF
registrou aumento de 1,2 p.p.24 em preferência no setor de alimentos, versus o acumulado do mesmo período
do ano anterior, com aumento tanto para Sadia (+0,5 p.p)25, quanto para Perdigão (+0,8 p.p)26.

No 2T22, a Sadia realizou campanhas como a parceria com a NBA27, com estratégia de marketing 360º, com
forte atuação no ponto de venda com mais de 20 produtos com embalagem NBA, visibilidade (TV e Digital)
e interação com influenciadores para impulsionar o Sell Out. Para a marca Perdigão, ressaltamos i) a
participação nos episódios finais do programa The Masked Singer, com patrocínios e ações de merchandising;
ii) lançamento da campanha “O sabor de Perdigão tem poder”, estrelado por Ivete Sangalo, embaixadora da

24 Fonte: Kantar Insights | Tracking de Alimentos


25 Fonte: Kantar Insights | Tracking de Alimentos
26 Fonte: Kantar Insights | Tracking de Alimentos
27 National Basketball Association – principal liga de basquetebol professional do mundo

17
marca e iii) presença nas principais festas tradicionais, especialmente no Nordeste. Já entre as marcas de
margarina, reforçamos os atributos de qualidade e versatilidade em conteúdos interativos nas redes sociais,
tanto para nossa marca Qualy como a Deline. No mês de junho, Deline esteve presente no São João de
Campina Grande e Caruaru com o DelineTruck, patrocínio de festas, restaurantes e com Mídia em TV e
Digital. Segundo a Nielsen, o market share de processados no terceiro bimestre (maio e junho) reduziu
0,9p.p. em relação ao primeiro bimestre (janeiro e fevereiro), no entanto, neste bimestre já observamos
recuperação de 0,5p.p. de share na categoria de congelados.

Internacional:

Para o segmento internacional, a BRF continua ganhando market share, consolidando sua liderança e
vantagem competitiva representada pela qualidade dos produtos e pelo reconhecimento das marcas junto
aos consumidores. No GCC, todas as categorias cresceram em relação ao ano anterior e, neste trimestre,
destacamos o crescimento de +1,7p.p. para processados28, categoria de grande relevância para nossa
estratégia, rentabilizando nossa operação nesse segmento. Segundo a Nielsen, também observamos um
ganho de 3,1p.p. de participação de mercado de griller29 na região alcançando 49,1%. Dessa forma,
ampliamos sequencialmente nosso market share na região do GCC com 38,8%30, +2,1p.p. a/a.

Para o mercado Halal, podemos destacar uma das maiores campanhas do ano, dada a importância da
ocasião que é o Ramadã. Fizemos uma campanha 360º destacando a praticidade do nosso portfólio, que
alcançou resultados expressivos atingindo 26 milhões de pessoas em toda a região do GCC. Após a
temporada do Ramadã, continuamos a comunicar nosso valor agregado por meio de uma campanha de
lançamento da nova linha de marinados de peito de frango Easy and Juicy. A campanha foi lançada no canal
digital e nas lojas com foco nos mercados dos Emirados Árabes Unidos, Omã e Kuwait.

Para Turquia, a BRF mantém a liderança em todas as subcategorias do mercado turco no segundo trimestre
de 2022. A Banvit continua ganhando market share alcançando 21,3%, +0,8p.p.31 em relação ao ano
passado. Destacamos o ganho de +4,5 p.p.32 em processados, chegando a 30,5 % no período, que são
avanços em direção a ampliar a representatividade de produtos com maior valor agregado ao mix de venda
nos mercados internacionais

Outros Segmentos:

Em Pet Food, destaque para o recente lançamento de Bifinhos Balance (7 novos itens, com produtos para
filhotes e adultos e 2 sabores inéditos à categoria – peito de peru e lombo suíno), além da primeira
participação de BRF PET na APAS, com as marcas Balance e Faro e na Anclivepa, feira especializada em
produtos veterinários, com BioFresh e Guabi Natural. Além disso, houve o lançamento da nova campanha
da marca Balance, com o vídeo manifesto “Por Pets Mais Saudáveis”.

Destaques ESG
Neste segundo trimestre de 2022, continuamos avançando com o ESG no centro da estratégia de negócio
da BRF, com os seguintes destaques:

• Divulgação do Relatório Integrado 2021, atendendo as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI)
e incorporando as premissas do International Integrated Reporting Council (IIRC). Pela primeira vez,
foram reportados indicadores do Sustainability Accounting Standards Board (SASB).

• A BRF foi a 4ª empresa do setor de alimentos mais bem avaliada no ranking da Merco Consultoria
sobre Responsabilidade ESG Setorial. A conquista reforça o comprometimento com sua agenda de
sustentabilidade e com a transparência em suas ações.

28 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21


29 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21
30 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21
31 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21
32 Fonte: Nielsen, 2T22 vs 2T21

18
• A BRF conquistou a categoria Ouro na 2ª edição do Monitor de Iniciativas Corporativas pelos Animais
(MICA), organizado pela ONG Mercy For Animals. O reconhecimento está em sintonia com os
compromissos de bem-estar animal da Companhia.

• O Instituto BRF (IBRF) completou 10 anos de existência. Durante esse período, implementou diversas
iniciativas para promover a inclusão socioeconômica, a inovação social e a cidadania corporativa a
partir de duas frentes: i) educação para redução do desperdício e ii) educação para o futuro.

• 1 ano do Net Zero: A BRF promoveu ações que fortaleceram a governança corporativa a fim de
sustentar o progresso de nossa jornada de sustentabilidade. Entre elas, a Política de Compra
Sustentável de Grãos, que visa garantir a rastreabilidade de 100% dos grãos adquiridos na Amazônia
e Cerrado. Já atingimos cerca de 90%33 de rastreabilidade dos grãos de fornecedores diretos destes
dois biomas. Fomento à utilização de energia limpa em nossas operações e de nossos produtores
integrados, por meio de parcerias, também integrou a jornada de redução de carbono.

DESEMPENHO CONSOLIDADO
Receita Operacional Líquida (ROL)

Neste trimestre, nossa receita líquida foi impulsionada na comparação anual por i) avanço dos preços nos
mercados internacionais, com destaque para os segmentos Halal DDP e Exportações Diretas, ii) repasses de
preços no mercado interno e iii) aumento do faturamento do segmento Ingredientes e PET food. Eliminando
os efeitos da dívida designada como hedge accounting e da hiperinflação da Turquia, a receita líquida
consolidada proforma seria R$ 13.330 milhões no período.

Estratégia de proteção do resultado operacional – hedge accounting

Os efeitos dos instrumentos financeiros derivativos para proteção cambial do resultado operacional
totalizaram +R$78,7 milhões no 2T22, conforme a Nota Explicativa 24.5 às Informações Financeiras
Intermediárias, e são decorrentes das posições liquidadas no trimestre, cuja formação ocorreu ao longo dos
12 meses anteriores à sua liquidação.

Formação dos instrumentos derivativos liquidados no 2T22 3T21 4T21 1T22 2T22
Nocional Acumulado Contratado (US$ Milhões) 15 53 196 397
Taxa de Câmbio Contratada (BRL/USD)* 5,67 5,80 5,41 5,14
* Taxa média ponderada

De forma análoga, a posição a vencer, conforme a Nota Explicativa 24.4.2.ii às Informações Financeiras
Intermediárias, encontra-se abaixo.

Instrumentos derivativos por vencimento - US$ Milhão 3T22 4T22


Nocional a vencer 351 24
Taxa de Câmbio contratada (BRL/USD)* 5,07 5,14
*Taxa média ponderada

A Companhia pode realizar contratações adicionais de proteção de fluxo de caixa, conforme previsto em sua
Política de Gestão de Riscos Financeiros, sempre lastreadas nas receitas futuras de exportação altamente
prováveis e assumindo um horizonte temporal definido de até 12 meses. Para fins do hedge de fluxo de

33 Resultado acumulado de janeiro a junho de 2022.

19
caixa, ressaltamos que o seu objetivo é a proteção do resultado operacional e a redução da volatilidade, não
permitindo, em hipótese alguma, a contratação de instrumentos financeiros derivativos para fins
especulativos.

Custo dos Produtos Vendidos (CPV)

CPV - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t


Custo dos Produtos Vendidos (10.956) (9.524) 15,0% (10.928) 0,3%
R$/Kg -9,47 -8,30 14,1% -9,55 (0,9%)

Na comparação com o 2T21, observamos aumento do custo unitário principalmente i) pelo aumento do preço
dos grãos (milho +1,0% a/a, soja +12,5% a/a e óleo de soja +32,1% a/a)34; ii) aumento do custo da mão
de obra, INPC acumulado de 12 meses de 11,9% até junho; iii) aumento dos preços dos combustíveis (diesel
ANP +56,7% a/a35 e petróleo Brent +62,0% a/a)36; iv) aumento dos preços das embalagens (+5,9% a/a37)
e v) efeitos inflacionários sobre bens e serviços impactados pela inflação, com IPCA de +11,9%38 e IGP-M39
de +10,7%. O resultado do trimestre foi impactado em -R$47 milhões pelo resultado de derivativos de
commodities, conforme nota 24.5 às Informações Financeiras Intermediárias.

Eliminando o efeito da hiperinflação da Turquia, o custo dos produtos vendidos proforma seria -R$ 10.804
milhões no período.

Ao analisar o índice de custo teórico ICP Embrapa, observa-se uma leve queda no custo de produção do
frango e suíno, -1,6% t/t e -3,7% t/t40, respectivamente, refletindo a queda do preço spot de grãos, porém
ainda em patamares elevados. Na comparação anual, os índices apresentam aumento de 8,1% e 4,8% a/a 41
para frango e suíno, respectivamente. Ainda observamos a rentabilidade dos produtores pressionada diante
do cenário desafiador para produção desses animais no Brasil, com margens dos produtores de frango e
suíno em patamares abaixo da média histórica. Os gráficos abaixo apresentam a evolução do ICP-Embrapa
e do índice de margem do produtor, que apresenta uma lacuna considerável entre a evolução do índice custo
teórico e a margem do produtor42.

Evolução do Í ndice de Custo Embrapa e M argem dos Evolução do Í ndice de Custo Embrapa e M argem
P rodutores de Frango dos P rodutores de Suínos

194 190

77 78
100 100
jul/19

jul/20

jul/21
set/19

set/20

set/21
mar/19
mai/19

nov/19

mar/20

nov/20

mar/21
mai/21

nov/21

mar/22
mai/20

mai/22
jan/20

jan/22
jan/19

jan/21
jul/19

jul/20

jul/21
nov/19

nov/20

nov/21
mai/19

mai/20

mai/21

mai/22
set/19

set/20

set/21
mar/19

mar/20

mar/21

mar/22
jan/19

jan/20

jan/21

jan/22

Margem P rodut ores de F ran go Í ndice de Cu sto Embrap a de F ran go Margem P rodut ores de Suínos Í ndice de Cu sto Embrap a de Suín os

34 Variação da média móvel de 6 meses dos preços dos grãos e óleos. Fonte: Bloomberg e Cepea/ESALQ
35 Fonte: ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás natural e Biocombustíveis (Média 2T22 vs média 2T21)
36 Variação da média trimestral do preço (U$/barril). Fonte: Bloomberg
37 Variação da média trimestral do preço (U$/ton) do Polietileno. Fonte: Bloomberg
38 Variação acumulada 12 meses. Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
39 Variação acumulada 12 meses. Fonte: Fundação Getúlio Vargas
40 Variação da média trimestral do índice do custo de produção Embrapa (ICP Frango e ICP Suíno), 2T22 vs 1T22,

disponibilizado publicamente no site www.embrapa.br


41 Variação da média trimestral do índice do custo de produção Embrapa (ICP Frango e ICP Suíno), 2T22 vs 2T21,

disponibilizado publicamente no site www.embrapa.br


42 Fonte: Bloomberg, CEPEA-Esalq. Preço do frango inteiro e carcaça suína em relação ao custo da ração ajustado pelo

ciclo do frango e do suíno

20
Despesas Operacionais

Despesas Operacionais - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Despesas com Vendas (1.663) (1.441) 15,4% (1.494) 11,3%
% sobre a ROL (12,8%) (12,4%) (0,4) p.p. (12,4%) (0,4) p.p.
Despesas Administrativas e Honorários (177) (196) (9,4%) (144) 23,6%
% sobre a ROL (1,4%) (1,7%) 0,3 p.p. (1,2%) (0,2) p.p.
Despesas Operacionais Totais (1.840) (1.637) 12,4% (1.637) 12,4%
% sobre a ROL (14,2%) (14,1%) (0,1) p.p. (13,6%) (0,6) p.p.

O indicador percentual sobre a receita líquida apresentou piora tanto na comparação com o 2T21 (0,1 p.p)
quanto na comparação sequencial dos exercícios (0,6 p.p). A razão se deve pelo aumento de 15,4% das
despesas com vendas, impactadas pelo aumento das tarifas de fretes e combustíveis tanto no mercado
interno quanto na logística internacional. Em contrapartida, a Companhia apresentou uma redução de 9,4%
das despesas administrativas e honorários, mitigando parcialmente os movimentos inflacionários de custos
e serviços, por meio do Gerenciamento Matricial de Gastos. Ressaltamos a sustentação dos investimentos
em campanhas de marketing e ações nos pontos de venda, tanto no mercado interno quanto nos mercados
internacionais, como Turquia e Halal DDP.

Outros Resultados Operacionais

Outros Resultados Operacionais - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Outros Resultados Operacionais (3) 104 (102,4%) (3) (4,9%)
% sobre a ROL (0,0%) 0,9% (0,9) p.p. (0,0%) 0,0 p.p.

Este desempenho é decorrente principalmente de: i) recuperações tributárias em R$ 36 milhões; ii)


provisões para riscos cíveis e tributários totalizando -R$ 20 milhões; ii) perdas com sinistros totalizadas -R$
11 milhões; e iii) despesas com desmobilizações em -R$ 6 milhões. Em relação ao mesmo período do ano
anterior, a variação é majoritariamente explicada pelas provisões para riscos cíveis e tributários no montante
de -R$20 milhões comparada a reversões de +R$79 milhões reportada nessa linha no 2T21. Para maior
detalhamento dessa rubrica, vide Nota Explicativa 27 às Informações Financeiras Intermediárias.

Resultado Financeiro Líquido

Resultado Financeiro - R$ milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t

Receitas Financeiras 183 84 118,6% 214 (14,3%)


Juros sobre caixa e equivalentes de caixa 85 41 105,1% 130 (34,9%)
Juros sobre tributos a recuperar 82 34 136,9% 64 27,5%
Outras receitas financeiras 17 8 110,0% 20 (13,5%)
Despesas Financeiras (894) (794) 12,7% (803) 11,4%
Juros sobre empréstimos e financiamentos (430) (413) 4,2% (430) 0,2%
Juros sobre contingências, arrendamentos e passivos atuariais (121) (141) (13,8%) (108) 12,6%
Opção lançada - Combinação de negócios (Banvit) 0 (28) n.m 0 n.m
Ajuste a valor presente (239) (143) 67,2% (175) 36,3%
Outras despesas financeiras (104) (69) 51,4% (90) 15,4%
Variações monetárias, cambiais e resultado de derivativos líquidos 101 (50) (303,2%) (186) (154,3%)
Variações cambiais sobre ativos e passivos monetários (657) 859 (176,5%) 1.313 (150,1%)
Resultado com derivativos 483 (909) (153,1%) (1.498) (132,2%)
Hiperinflação Turquia 275 0 n.m 0 n.m
Resultado Financeiro Líquido (610) (759) (19,7%) (774) (21,2%)

Os principais componentes do resultado financeiro líquido foram agrupados nas categorias a seguir:

Receitas financeiras: evolução decorrente da maior remuneração sobre a posição de liquidez, dada a maior
taxa de juros observada no período (CDI), somada ao maior saldo de caixa e aplicações em moeda nacional.

Despesas Financeiras: decorrem do efeito das seguintes contas abaixo descritas:

(i) Juros sobre empréstimos e financiamentos: aumento das despesas de juros em reais em R$ 88 milhões
no 2T22 atrelados ao aumento do saldo da dívida exposta ao CDI (DI acum. 2,95% no 2T22 vs. 0,80% no
2T21), parcialmente compensadas pela redução das despesas com juros em outras moedas em R$ 44
milhões, causadas majoritariamente pela menor taxa de câmbio observada no período (taxa de câmbio
média de R$ 4,96/US$ no 2T22 vs R$ 5,21/US$ no 2T21).

21
(ii) Juros sobre contingências, arrendamentos e passivos atuariais: menores despesas no 2T22 em R$ 19
milhões devido a menores juros sobre contingências cíveis.

(iii) Ajuste a valor presente (AVP): reflete o maior saldo de fornecedores e maiores taxas de juros na
comparação entre os períodos. O AVP refere-se ao encargo financeiro associado aos prazos de pagamento
das contas de clientes e fornecedores, com contrapartida no lucro bruto.

(iv) Opção Lançada - Combinação de negócios (Banvit): o valor justo da opção de venda relacionada à
combinação de negócios (“put option” Banvit) oscilou conforme a variação dos resultados da Banvit. Esta
opção foi extinta em dezembro de 2021, tendo impacto nulo no 2T22 em comparação a um impacto negativo
de R$ 28 milhões no 2T21.

(v) Outras despesas financeiras: inclui tarifas bancárias, despesas com cessão e seguro de crédito, tributos
sobre receitas financeiras, provisão para deságio de crédito tributários, dentre outros efeitos. Maiores
despesas no 2T22 em R$ 35 milhões devido principalmente a maiores descontos em cessão de créditos e
juros sobre outros passivos.

(vi) Variações monetárias, cambiais e resultado de derivativos: A Companhia possui ativos e passivos
financeiros denominados em moeda estrangeira, cujas variações cambiais afetam o resultado financeiro. A
Companhia contrata instrumentos financeiros derivativos para proteção desta exposição cambial líquida de
balanço, conforme nota 24.4.2 das Informações Financeiras Intermediárias. No 2T22, a depreciação de
10,6% do real no periodo (câmbio ponta R$ 5,24/US$ em jun/22 vs. R$ 4,74/US$ em mar/22) teve um efeito
negativo na variação cambial do balanço patrimonial de R$ 657 milhões, o qual foi neutralizado pelos
derivativos de proteção na ordem de +R$ 483 milhões (líquidos de juros e valor justo), resultando em um
efeito líquido combinado no montante de -R$ 175 milhões no trimestre. Adicionalmente, foram reconhecidos
ganhos monetários líquidos de +R$275 milhões pelo impacto relativo à hiperinflação das operações na
Turquia.

Lucro (Prejuízo) Líquido

Lucro / (Prejuízo) Líquido - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t
Lucro (Prejuízo) Líquido - Op. Continuadas (451) (199) 127,2% (1.546) (70,8%)
Margem Líquida (%) (3,5%) (1,7%) (1,8) p.p. (12,8%) 9,3 p.p.
Lucro (Prejuízo) Líquido - Total Societário (468) (240) 94,9% (1.581) (70,4%)

A Companhia apurou prejuízo de R$ 451 milhões vs. prejuízo de R$ 199 milhões no 2T21 nas operações
continuadas. A variação de R$ 253 milhões é explicada principalmente i) pelo impacto negativo no resultado
líquido de R$ 294 milhões oriundo da designação contábil da variação cambial da Senior Unsecured Note com
vencimento em junho de 2022 (bonds 2022), sendo -R$ 445 milhões o impacto na receita e o efeito positivo
em IR/CS de +R$ 151 milhões; ii) maiores despesas financeiras em R$ 141 milhões (excluindo os efeitos
contábeis de hiperinflação); compensados parcialmente pelo impacto líquido positivo, não caixa, da
hiperinflação da Turquia de R$ 147 milhões.

22
EBITDA Ajustado

EBITDA - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t

Resultado Líquido Consolidado - Op. Continuadas (451) (199) 127,2% (1.546) (70,8%)
Imposto de Renda e Contribuição Social (19) 20 (194,9%) 245 (107,6%)
Financeiras Líquidas 610 759 (19,7%) 774 (21,2%)
Depreciação e Amortização 757 714 6,0% 679 11,5%
EBITDA 897 1.294 (30,7%) 152 491,2%
Margem EBITDA (%) 6,9% 11,1% (4,2) p.p. 1,3% 5,6 p.p.
Impactos Operação Carne Fraca/Trapaça (nota 1.4) 0 3 (94,0%) 0 (2,8%)
Reestruturação Corporativa (nota 29) 12 - n.m - n.m
Recuperações tributárias (nota 27 e 29) (36) 1 n.m (39) (7,7%)
Participação de acionistas não controladores (92) (4) n.m 9 n.m
Hiperinflação (nota 1.5)¹ 142 (0) n.m - n.m
Dívidas designadas como hedge accounting (nota 24.5) 445 - n.m - n.m
Alienação de negócios (Impairment) (nota 25) - (23) n.m - n.m
Gastos com aquisições e integrações (nota 29) (0) 0 n.m (0) 0,0%
EBITDA Ajustado 1.368 1.271 7,7% 121 1027,0%
Margem EBITDA Ajustado (%) 10,6% 10,9% (0,3) p.p. 1,0% 9,6 p.p.

¹ inclui efeito da hiperinflação de R$75 milhões e impacto na participação de acionistas não controladores no montante de R$66 milhões

23
ESTRUTURA DE CAPITAL
Tabela Fluxo de Caixa Livre

em milhões de BRL 2T22 2T21 LTM


EBITDA 897 1.294 4.221
Capital de Giro -437 -155 -548
∆ Clientes -452 -181 -763
∆ Estoques -93 -27 -1.263
∆ Fornecedores 107 53 1.478

Outras variações 501 -472 -494


Fluxo de Caixa Operacional 961 667 3.179
CAPEX com IFRS16 -989 -929 -3.892
Fluxo de Caixa Operacional c/ Capex -28 -262 -713
M&A e Venda de ativos 5 47 -796
Fluxo de Caixa de Investimentos -983 -882 -4.688
Financeiras - efeito caixa -470 -207 -1.010
Juros recebidos 87 44 348
Juros pagos -365 -190 -1.366
Juros Líquidos e Financeiras – efeito caixa -747 -354 -2.029
Fluxo de Caixa Livre ex efeitos cambiais -770 -569 -3.538
Derivativos (caixa) e VC de Disponibilidades 758 -1.716 -275
Fluxo de Caixa Financeiro 11 -2.069 -2.304
Fluxo de Caixa Livre -12 -2.285 -3.813
Captações/Amortizações -1.060 672 -263
Recompra de Ações - - -
Variação de Caixa -1.072 -1.613 1.181

* A demonstração de fluxo de caixa livre acima não segue a mesma metodologia da demonstração do fluxo de caixa contábil apresentada nas Informações
Financeiras Intermediárias, notadamente em relação a: (i) instrumentos derivativos para proteção da exposição cambial de balanço que são
reclassificados do fluxo operacional para o fluxo financeiro; e (ii) as amortizações e captações de empréstimos e financiamentos que são classificadas
como fluxo financeiro nas peças contábeis, mas consideradas fora da geração de caixa livre neste fluxo, compondo a variação de caixa total.

Fluxo de Caixa Livre

A expansão da geração de caixa operacional, aliada a uma maior estabilidade no fluxo de caixa financeiro,
possibilitou considerável evolução no fluxo de caixa livre no período, mesmo com um avanço nos
investimentos de capital quando comparado ao mesmo trimestre do ano anterior. Abaixo, apresentamos o
detalhamento dos componentes do fluxo de caixa livre:

Fluxo de Caixa Operacional e Ciclo de Conversão de Caixa

No 2T22, o desempenho do EBITDA compensou a maior alocação de capital de giro decorrente de um


acréscimo na linha de contas a receber de clientes. Outras variações no capital de giro são explicadas por:
i) provisões de 13º salário, férias e bônus em +R$168 milhões; ii) adiantamento a fornecedores e de clientes
em -R$ 149 milhões; iii) variação cambial de dívida designada como hedge accounting (bonds 2022) em
+R$445 milhões, com contrapartida no impacto não caixa no EBITDA (desembolso como amortização do
endividamento). A Companhia compensou tributos federais e estaduais no montante de R$ 194 milhões no
2T22 (vide Nota Explicativa 9.4 às Informações Financeiras Intermediárias).

O ciclo de conversão de caixa da Companhia encerrou o 2T22 em 15,1 dias, com queda de 1,2 dias em
relação ao mesmo período do ano anterior. A variação é essencialmente decorrente: (i) da redução no prazo
médio de estoques, principalmente pelo menor volume de matéria prima; (ii) incremento no montante de
contas a receber advindo do reajuste de preços e breve aumento no prazo médio de recebimento; (iii) e

24
por uma diminuição no saldo a pagar de compra de commodities em relação a base de custo de produto
vendido. Em comparação ao trimestre anterior, o ciclo apresentou aumento de 4,6 dias.

Fluxo de Caixa de Investimentos

O fluxo de caixa de investimentos totalizou R$ 983 milhões no 2T22, R$ 101 milhões maior que o 2T21 em
virtude de maiores dispêndios com Capex e ao impacto líquido positivo em M&A no 2T21 com a venda da
fábrica de rações na Romênia por +R$136 milhões e o adiantamento referente à aquisição da Hercosul em -
R$90 milhões.

O Capex realizado no trimestre totalizou R$ 989 milhões, representando um aumento de 6% em relação ao


2T21. A diferença resulta principalmente de iniciativas para automação e modernização de unidades
produtivas, projetos de eficiência operacional e avanços em programas relacionados à Jornada Digital.

Foram destinados R$ 466 milhões para Crescimento, Eficiência e Suporte; R$ 319 milhões para ativos
biológicos e R$ 204 para arrendamento mercantil e outros, conforme tabela abaixo.

Dentre os principais projetos do 2T22 destacam-se:

• Crescimento:
(i) Projetos para atendimento de demanda de industrializados no mercado interno, com
destaque para os investimentos no aumento de capacidade de: linguiça em Videira – SC;
salsicha em Marau - RS; fatiados curados em Concórdia – SC; e bacon em Uberlândia –
MG;
(ii) Rentabilização dos coprodutos gerados no frigorífico, através do aumento da capacidade de
proteínas hidrolisadas na unidade de Concórdia – SC;
(iii) Aumento de capacidade de congelados in natura em Rio Verde – GO;
(iv) Reativação da linha de abate de perus em Francisco Beltrão – PR;
(v) Ampliação da capacidade de produção no Mercado Externo na Joody Al Sharqiya, na Arábia
Saudita; e na unidade de Bandirma, na Turquia.

• Eficiência:
(i) Projetos para automatização de linha para o incremento de abate na unidade de Uberlândia
– MG;
(ii) Redução de custos com a operação florestal em Uberlândia – MG e Buriti Alegre – GO;
(iii) Projetos de tecnologia para melhoria da estratégia de consumo de commodities e em novas
plataformas de comercialização no varejo;
(iv) Projetos de incremento da Eficiência Operacional, visando diluição de custos fixos e redução
de gastos.

• Suporte/TI:
(i) Projetos de reposição de ativos do parque fabril;
(ii) Melhorias das condições de trabalho de funcionários nos processos de produção;
(iii) Projetos de otimização e controle de processos relacionados à área comercial;
(iv) Projetos de Tecnologia da Informação que visam atendimento a requisitos de Compliance,
Governança Corporativa e políticas de Recursos Humanos;
(v) Renovação de licenças necessárias para manutenção das atividades da Companhia
relacionadas à Tecnologia da Informação.

25
• Suporte/Qualidade:
(i) Projetos de aprimoramento dos processos de controle e qualidade em frigoríficos, fábricas e
granjas.

Fluxo de Caixa Financeiro

O fluxo de caixa financeiro totalizou geração de caixa de R$ 11 milhões no 2T22, principalmente em


decorrência da desvalorização cambial observada no 2T22 de +R$ 0,50/US$ (câmbio fechamento R$ 5,24/US$
em jun./22 vs. R$ 4,74/US$ em mar./22), cujo impacto sobre a posição de caixa em moeda forte e
derivativos de proteção da exposição cambial de balanço foi de +R$ 758 milhões, mais que compensando as
linhas de juros líquidos e outras despesas financeiras com efeito caixa em -R$ 744 milhões.

Endividamento

R$ Milhões Em 30.06.2022 Em 31.03.2022


Endividamento Circulante Não Circulante Total Total ∆ %
Moeda Nacional (928) (8.344) (9.272) (8.911) 4,1%
Moeda Estrangeira (1.944) (11.847) (13.791) (13.546) 1,8%
Endividamento Bruto (2.872) (20.190) (23.062) (22.457) 2,7%
Caixa e Aplicações*
Moeda Nacional 4.211 41 4.252 4.844 -12,2%
Moeda Estrangeira 4.055 490 4.545 5.025 -9,6%
Total Aplicações 8.266 531 8.797 9.869 -10,9%
Endividamento Líquido 5.394 (19.659) (14.266) (12.588) 13,3%

* O caixa considerado é composto por: Caixa e Equivalentes de Caixa, Aplicações Financeiras e Caixa Restrito.

O endividamento bruto total inclui a rubrica de Instrumentos Financeiros Derivativos líquidos, circulantes e
não-circulantes, no valor agregado de +R$ 36 milhões, conforme Nota Explicativa 24.3 às Informações
Financeiras Intermediárias. A alavancagem bruta da Companhia finalizou o trimestre em 5,08x vs. 4,14x no
mesmo período do ano anterior. As captações do trimestre totalizaram R$327 milhões e as liquidações
totalizaram R$ 1.387 milhões. Adicionalmente, o prazo médio do endividamento encerrou o 2T22 em 9,0
anos, redução de 0,5 anos em comparação ao 2T21.

Concluímos no trimestre a contratação de R$ 241 milhões em uma linha de Trade Finance, entre outras
contratações em subsidiárias.

O endividamento líquido totalizou R$ 14.266 milhões no 2T22, aumento de R$ 1.678 milhões quando
comparado ao 1T22, devido sobretudo ao impacto da desvalorização cambial na dívida líquida, de -R$848
milhões. A alavancagem líquida da Companhia, medida pela razão entre o endividamento líquido e o EBITDA
Ajustado dos últimos doze meses, atingiu 3,14x no 2T22, vs. 2,83x no 1T22 (alavancagem equivalente em
USD atingiu 3,15, vs. 3,18 no 1T22).

No curso normal dos negócios, a Companhia pode considerar, de tempos em tempos, a recompra de
quaisquer de suas Senior Unsecured Notes (bonds), sujeito às condições de mercado, como alternativa para
redução do custo de capital e melhor equalização da indexação cambial do perfil de endividamento. Tais
recompras podem ocorrer inclusive por meio de transações no mercado aberto. Em conformidade às leis
aplicáveis, tais transações podem ser realizadas a qualquer momento e a Companhia não possui obrigação
de adquirir qualquer valor específico dos bonds.

26
EVOLUÇÃO DA DÍVIDA LÍQUIDA
Valores apresentados em R$ milhões

+13%
14.266
908
12.588 747
961 983
Efeito Caixa:
R$ - 1.094
• VC disponibilidades
e derivativos (caixa)
R$ - 758;
• Juros pagos (caixa)
R$ - 336.

Efeito não-Caixa:
R$ + 2.002

Dív. Líquida Fluxo de Caixa Fluxo de Caixa Fluxo de Caixa Var. Cambial Dív. Líquida
1T22 Operacional de Investimentos Financeiro ex- Dívida e Caixa, 2T22
Juros da Dívida e
2,83x Efeitos Cambiais 3,14x
Derivativos

Alavancagem Líquida (dívida líq./EBITDA Aj.)

*Fluxo de caixa financeiro descontando derivativos cambiais efeito caixa e variação cambial de caixa de aplicações

A Companhia reitera que não possui cláusulas restritivas (covenants) de alavancagem financeira e reafirma
que continuará atuando de forma disciplinada na gestão de sua estrutura de capital, liquidez e alavancagem.

RELACIONAMENTO COM AUDITORES INDEPENDENTES


Nos termos da Instrução CVM no 381, de 14 de janeiro de 2003, a Companhia informa que a sua política
de contratação de serviços não relacionados a auditoria externa se substancia nos princípios que preservam
a independência do auditor.

Em atendimento a Instrução CVM no 381/03, no período de seis meses findo em 30 de junho de 2022, a
KPMG Auditores Independentes não foi contratada para a execução de serviços não relacionados a auditoria
externa.

Nos termos da Resolução CVM 80/2022, a Administração da Companhia em reunião realizada em 10.08.2022
declara que discutiu, reviu e concordou com as informações expressas no relatório de revisão dos auditores
independentes sobre as Informações Financeiras Intermediárias do exercício do segundo trimestre de 2022.

27
DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO

DRE - R$ Milhões 2T22 2T21 Var % a/a 1T22 Var % t/t

Receita Operacional Líquida 12.939 11.637 11,2% 12.041 7,5%

Custo dos Produtos Vendidos (10.956) (9.524) 15,0% (10.928) 0,3%

% sobre a ROL (84,7%) (81,8%) (2,8) p.p. (90,8%) 6,1 p.p.

Lucro Bruto 1.983 2.113 (6,2%) 1.113 78,2%

% sobre a ROL 15,3% 18,2% (2,8) p.p. 9,2% 6,1 p.p.

Despesas Operacionais (1.840) (1.637) 12,4% (1.637) 12,4%

% sobre a ROL (14,2%) (14,1%) (0,1) p.p. (13,6%) (0,6) p.p.

Despesas com Vendas (1.663) (1.441) 15,4% (1.494) 11,3%

% sobre a ROL (12,8%) (12,4%) (0,5) p.p. (12,4%) (0,4) p.p.

Fixas (1.059) (934) 13,4% (968) 9,4%

Variáveis (603) (507) 19,1% (526) 14,8%

Despesas administrativas (177) (196) (9,4%) (144) 23,6%

% sobre a ROL (1,4%) (1,7%) 0,5 p.p. (1,2%) (0,2) p.p.

Honorários dos administradores (15) (14) 6,1% (14) 4,4%

% sobre a ROL (0,1%) (0,1%) 0,0 p.p. (0,1%) 0,0 p.p.

Gerais e administrativas (162) (182) (10,6%) (129) 25,8%

% sobre a ROL (1,3%) (1,6%) 0,3 p.p. (1,1%) (0,3) p.p.

Resultado Operacional 143 476 (70,0%) (524) (127,2%)

% sobre a ROL 1,1% 4,1% (3,0) p.p. (4,4%) 5,5 p.p.

Outros Resultados Operacionais (3) 104 n.m. (3) (4,9%)

EBIT 140 580 (75,8%) (527) (126,6%)

% sobre a ROL 1,1% 5,0% (3,9) p.p. (4,4%) 5,5 p.p.

Resultado Financeiro Líquido (610) (759) (19,7%) (774) (21,2%)

Resultado antes dos Impostos (470) (179) 162,3% (1.301) (63,9%)

% sobre a ROL (3,6%) (1,5%) (2,0) p.p. (10,8%) 7,3 p.p.

Imposto de renda e contribuição social 19 (20) (194,9%) (245) (107,6%)

% sobre o resultado antes dos impostos 0,1% (0,2%) 0,3 p.p. (2,0%) 2,2 p.p.

Lucro (Prejuízo) Líquido - Op. Continuadas (451) (199) 127,2% (1.546) (70,8%)

% sobre a ROL (3,5%) (1,7%) (1,8) p.p. (12,8%) 9,4 p.p.

Lucro (Prejuízo) Líquido - Total societário (468) (240) 94,9% (1.581) (70,4%)

% sobre a ROL (3,6%) (2,1%) (1,6) p.p. (13,1%) 9,6 p.p.

EBITDA 897 1.294 (30,7%) 152 491,2%

% sobre a ROL 6,9% 11,1% (4,2) p.p. 1,3% 5,7 p.p.

EBITDA Ajustado 1.368 1.271 7,7% 121 1027,0%

% sobre a ROL 10,6% 10,9% (0,3) p.p. 1,0% 9,6 p.p.

28
BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO

Balanço Patrimonial Ativo - R$ Milhões 30.06.22 31.03.22


Ativo
Circulante
Caixa e equivalentes de caixa 7.888 9.082
Títulos e Valores Mobiliários 378 343
Contas a receber de clientes e outros recebíveis 3.875 3.314
Tributos a recuperar 1.107 1.064
Estoques 8.801 8.751
Ativos biológicos 3.052 2.931
Instrumentos financeiros derivativos 87 244
Outros direitos 358 274
Despesas antecipadas 245 249
Caixa Restrito 0 26
Ativos mantidos para a venda 27 14
Total Circulante 25.818 26.292
Não Circulante
Ativo realizável a longo prazo 10.773 10.395
Títulos e Valores Mobiliários 505 418
Contas a receber de clientes e outros recebíveis 28 32
Depósitos judiciais 569 571
Ativos biológicos 1.517 1.459
Tributos a recuperar 5.196 5.078
Tributos Diferidos sobre o Lucro. 2.754 2.659
Caixa restrito 26 0
Outros ativos não circulantes 136 131
Outros Ativos Financeiros 42 47
Permanente 20.242 18.927
Investimentos 74 67
Imobilizado 13.694 13.037
Intangível 6.474 5.822
Total do Não Circulante 31.014 29.322

Total do Ativo 56.832 55.614

29
Balanço Patrimonial Passivo - R$ Milhões 30.06.22 31.03.22
Passivo e Patrimônio Líquido
Circulante
Empréstimos e financiamentos 2.754 2.735
Debêntures 68 131
Fornecedores 11.941 11.230
Fornecedores Risco Sacado 1.201 1.833
Passivo de arrendamento 542 439
Salários, obrigações sociais e participações 904 767
Obrigações tributárias 540 470
Instrumentos financeiros derivativos 137 158
Provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 944 822
Benefícios a empregados 53 52
Outros passivos circulantes 777 792
Total Circulante 19.863 19.428
Não Circulante
Empréstimos a financiamentos 20.204 19.711
Fornecedores 11 12
Passivo de arrendamento 2.167 2.032
Obrigações tributárias 129 130
Provisão para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 656 729
Impostos sobre a renda diferidos 94 17
Benefícios a empregados 505 488
Instrumentos financeiros derivativos 28 13
Outros passivos não circulantes 348 352
Total do Não Circulante 24.143 23.483

Total do Passivo 44.006 42.911

Patrimônio Líquido
Capital social 12.838 12.843
Reservas de capital e Outras reservas 2.267 2.279
Outros resultados abrangentes (1.459) (1.570)
Prejuízos Acumulados (1.344) (1.001)
Ações em tesouraria (114) (127)
Participação dos acionistas não controladores 639 279
Total do Patrimônio Líquido 12.826 12.702

Total do Passivo e Patrimônio Líquido 56.832 55.614

* Inclui R$ 542 milhões de passivo arrendamento mercantil circulante e R$ 2.167 milhões não circulante, conforme nota explicativa 18
das Informações Financeiras Intermediárias.

30
DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS
em milhões de BRL 2022 YTD 2T22 2T21

Lucro líquido das operações continuadas -1.998 -451 -199


Ajustes para reconciliar o lucro líquido ao caixa gerado 3.154 1.266 1.158
Variações nos saldos patrimoniais -720 -399 -559
Contas a receber de clientes 145 -270 -296
Estoques 661 173 -11
Ativos biológicos circulantes -172 -112 -275
Fornecedores e Fornecedores risco sacado -1.353 -190 23
Geração de caixa das atividades operacionais 436 416 401
Resgate (Aplicações) em títulos mensurados ao VJR 1 -17 6
Juros recebidos 145 92 15
Pagamento de provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas -137 -39 -51
Instrumentos financeiros derivativos -1.318 294 -1.332
Outros ativos e passivos operacionais 144 141 215
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades operacionais -729 887 -746

Resgate (aplicações) de títulos mensurados ao VJORA e custo amortizado -6 -6 0


Resgate (aplicações) de caixa restrito -2 -2 0
Aplicações no ativo imobilizado -765 -410 -364
Aplicações no ativo biológico não circulante -661 -332 -300
Recebimento pela venda de imobilizado e investimento 6 5 4
Aplicações no ativo intangível -135 -79 -60
Combinação de negócios, líquida de caixa 0 0 -90
Venda de participação em controlada com perda de controle 0 0 133
Aumento de capital em coligadas -67 -7 0
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de investimento descontinuadas 0 0 -18
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de investimento -1.629 -831 -695

Captações de empréstimos e financiamentos 536 327 1.121


Pagamento de empréstimos e financiamentos -1.670 -1.387 -449
Pagamento de juros -790 -336 -190
Pagamento de derivativos de juros - hedge de valor justo -62 -29 0
Aumento de capital com emissão de ações 5.277 -5 0
Aquisição de participação minoritária em controlada 0 0 0
Pagamento de arrendamento -310 -161 -205
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de financiamento 2.982 -1.591 277
Efeito da variação cambial em Caixa e Equivalentes de Caixa -265 340 -561
Aumento (decréscimo) líquido no saldo de caixa e equivalentes de caixa 359 -1.195 -1.725

Na tabela abaixo apresentamos a reconciliação entre a visão de fluxo de caixa livre (Tabela Fluxo de Caixa
Livre, vide página 14 deste relatório) e o fluxo de caixa livre contábil.

em milhões de BRL 2T22 2T21


Fluxo de Caixa Livre -12 -2.285
VC de Caixa e Equivalentes -340 561
∆ Títulos e Valores Mobiliários e Caixa Restrito -123 -112
Pagamento de arrendamento 161 205
Outros 14 0
Fluxo de Caixa Livre (contábil) -300 -1.631

O fluxo de caixa livre contábil (-R$300 milhões) é composto pelas seguintes rubricas da Demonstração dos
Fluxos de Caixa das Informações Financeiras Intermediárias: (i) Caixa líquido gerado (aplicado) nas
atividades operacionais: +R$887 milhões, (ii) Aplicações no ativo imobilizado, biológico não circulante e
intangível: -R$821 milhões; (iii) Aumento de capital em coligadas: -R$7 milhões; (iv) Pagamento de juros e
de derivativos de juros - hedge de valor justo: -R$365 milhões; e (v) Outros efeitos: +R$7 milhões.

31
CONTEXTO OPERACIONAL
A BRF S.A. (“BRF”), em conjunto com suas subsidiárias (coletivamente “Companhia”), é uma sociedade anônima
de capital aberto, listada no segmento Novo Mercado da Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”), sob o código BRFS3, e na
Bolsa de Valores de Nova Iorque (“NYSE”) sob o ticker BRFS. A Companhia está sediada no Brasil, com sua
matriz localizada na Rua Jorge Tzachel, nº 475, Bairro Fazenda, Itajaí/SC e o principal escritório de negócios
na cidade de São Paulo.

A BRF é uma multinacional brasileira, com presença global, detentora de um extenso portfólio de produtos,
sendo uma das maiores empresas mundiais de alimentos. Atua na criação, produção e abate de aves e suínos,
industrialização, comercialização e distribuição de carnes in-natura, produtos processados, massas, margarinas,
pet food e outros.

A Companhia detém como principais marcas Sadia, Perdigão, Qualy, Chester®, Kidelli, Perdix, Banvit, Biofresh
e Gran Plus, presentes principalmente no Brasil, Turquia e países do Oriente Médio.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 32


Participações societárias
% participação
Denominação Atividade principal País (1) 30.06.22 31.12.21
BRF GmbH Holding Áustria 100,00 100,00
BRF Foods LLC (a) Importação, industrialização e comercialização de produtos Rússia 99,99 99,99
BRF Global Company Nigeria Ltd. Prestação de serviços de marketing e logística Nigéria 99,00 99,00
BRF Global Company South Africa Proprietary Ltd. Prestação de serviços administrativos, marketing e logística África do Sul 100,00 100,00
BRF Global Company Nigeria Ltd. Prestação de serviços de marketing e logística Nigéria 1,00 1,00
BRF Global GmbH Holding e trading Áustria 100,00 100,00
BRF Foods LLC (a) Importação, industrialização e comercialização de produtos Rússia 0,01 0,01
Prestação de serviços de marketing e logística, importação,
BRF Japan KK Japão 100,00 100,00
exportação, industrialização e comercialização de produtos
BRF Korea LLC Prestação de serviços de marketing e logística Coreia do Sul 100,00 100,00
BRF Shanghai Management Consulting Co. Ltd. Prestação de serviços de consultoria e marketing China 100,00 100,00
BRF Shanghai Trading Co. Ltd. Importação, exportação e comercialização de produtos China 100,00 100,00
BRF Singapore Foods PTE Ltd. Prestação de serviços administrativos, marketing e logística Cingapura 100,00 100,00
Eclipse Holding Cöoperatief U.A. Holding Países Baixos 99,99 99,99
Buenos Aires Fortune S.A. (a) Holding Argentina 4,36 4,36
Eclipse Latam Holdings Holding Espanha 100,00 100,00
Buenos Aires Fortune S.A. (a) Holding Argentina 95,64 95,64
Importação, exportação de produtos e prestação de serviços
Perdigão Europe Lda. Portugal 100,00 100,00
administrativos
ProudFood Lda. Importação e comercialização de produtos Angola 90,00 90,00
Sadia Chile S.A. Importação, exportação e comercialização de produtos Chile 40,00 40,00
Importação, comercialização de produtos e prestação de serviços
Wellax Food Logistics C.P.A.S.U. Lda. Portugal 100,00 100,00
administrativos
One Foods Holdings Ltd. Holding EAU 100,00 100,00
Importação, exportação, industrialização e comercialização de
Al-Wafi Food Products Factory LLC (b) EAU 49,00 49,00
produtos
Badi Ltd. Holding EAU 100,00 100,00
Al-Wafi Al-Takamol International for Foods Products Importação e comercialização de produtos Arábia Saudita 100,00 100,00
Joody Al Sharqiya Food Production Factory LLC Importação e comercialização de produtos Arábia Saudita 100,00 100,00
BRF Kuwait Food Management Company WLL Importação, comercialização e distribuição de produtos Kuwait 49,00 49,00
BRF Foods GmbH Industrialização, importação e comercialização de produtos Áustria 100,00 100,00
Al Khan Foodstuff LLC ("AKF") (b) Importação, comercialização e distribuição de produtos Omã 70,00 70,00
TBQ Foods GmbH Holding Áustria 60,00 60,00
Banvit Bandirma Vitaminli Importação, industrialização e comercialização de produtos Turquia 91,71 91,71
Banvit Enerji ve Elektrik Üretim Ltd. Sti. Geração e comercialização de energia elétrica Turquia 100,00 100,00
Nutrinvestments BV Holding Países Baixos 100,00 100,00
Banvit ME FZE (a) Prestação de serviços de marketing e logística EAU 100,00 100,00
One Foods Malaysia SDN. BHD. (a) Prestação de serviços de marketing e logística Malásia 100,00 100,00
Federal Foods LLC (b) Importação, comercialização e distribuição de produtos EAU 49,00 49,00
Federal Foods Qatar (b) Importação, comercialização e distribuição de produtos Catar 49,00 49,00
BRF Hong Kong LLC (a) Importação, comercialização e distribuição de produtos Hong Kong 100,00 100,00
Eclipse Holding Cöoperatief U.A. Holding Países Baixos 0,01 0,01
Establecimiento Levino Zaccardi y Cia. S.A. (a) Industrialização e comercialização de derivados de leite Argentina 99,99 99,99
BRF Energia S.A. Comercialização de energia elétrica Brasil 100,00 100,00
Industrialização, comercialização e distribuição de rações e
BRF Pet S.A. Brasil 100,00 100,00
nutrimentos para animais
Affinity Petcare Brasil Participações Ltda. Holding Brasil 100,00 100,00
Mogiana Alimentos S.A. Fabricação, distribuição e comercialização de produtos Pet Food Brasil 50,00 50,00
Industrialização, comercialização e distribuição de rações e
Gewinner Participações Ltda. Brasil 100,00 100,00
nutrimentos para animais
Hecosul Alimentos Ltda. Fabricação, comercialização de rações para animais Brasil 100,00 100,00
Importação, exportação, comércio atacadista e varejista de produtos
Hercosul Distribuição Ltda. Brasil 100,00 100,00
alimentícios para animais
Hercosul Soluções em Transportes Ltda. Transporte rodoviário de carga Brasil 100,00 100,00
Fabricação, exportação, importação e comercialização de rações e
Hercosul International S.R.L. Paraguai 99,00 99,00
nutrimentos para animais
Paraguassu Participações S.A. Holding Brasil 100,00 100,00
Mogiana Alimentos S.A. Fabricação, distribuição e comercialização de produtos Pet Food Brasil 50,00 50,00
Fabricação, exportação, importação e comercialização de rações e
Hercosul International S.R.L. Paraguai 1,00 1,00
nutrimentos para animais
Potengi Holdings S.A. (c) Holding Brasil 50,00 -
PR-SAD Administração de bem próprio S.A. Administração de bens Brasil 33,33 33,33
ProudFood Lda. Importação e comercialização de produtos Angola 10,00 10,00
PSA Laboratório Veterinário Ltda. Atividades veterinárias Brasil 99,99 99,99
BRF Investimentos Ltda. (d) Industrialização e comercialização de produtos Brasil 99,99 99,99
Sadia Alimentos S.A. Holding Argentina 43,10 43,10
Sadia Chile S.A. Importação, exportação e comercialização de produtos Chile 60,00 60,00
Sadia Uruguay S.A. Importação e comercialização de produtos Uruguai 100,00 100,00
Sadia Alimentos S.A. Holding Argentina 56,90 56,90
Vip S.A. Empreendimentos e Participações Imobiliárias Atividade imobiliária Brasil 100,00 100,00
Establecimiento Levino Zaccardi y Cia. S.A. (a) Industrialização e comercialização de derivados de leite Argentina 0,01 0,01
PSA Laboratório Veterinário Ltda. Atividades veterinárias Brasil 0,01 0,01
BRF Investimentos Ltda. (d) Industrialização e comercialização de produtos Brasil 0,01 0,01

(1) EAU - Emirados Árabes Unidos.


(a) Subsidiárias com operações dormentes. A Companhia está avaliando a liquidação destas subsidiárias.
(b) Para estas entidades, a Companhia possui acordos que garantem a totalidade dos direitos econômicos, exceto para a AKF, cujos
direitos econômicos são de 99%.
(c) Coligada com subsidiária da AES Brasil Energia S.A. (nota 12).
(d) Em 11.02.22, houve alteração de denominação da Sino dos Alpes Alimentos Ltda. para BRF Investimentos Ltda.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 33


Com exceção das coligadas PR-SAD Administração de bem próprio S.A. e Potengi Holdings S.A., nas quais a
Companhia registra o investimento pelo método da equivalência patrimonial, todas as demais entidades
apresentadas no quadro acima foram consolidadas.

Combinações de negócios
Grupo Mogiana
Em 18.02.2022, conforme condições estabelecidas em contrato, a Companhia, por meio de sua subsidiária BRF
Pet, concluiu o ajuste de preço da contraprestação da aquisição das sociedades Paraguassu Participações S.A.
("Paraguassu") e Affinity Petcare Brasil Participações Ltda. ("Affinity"), ambas detentoras de 100% do capital
social da Mogiana Alimentos S.A. (em conjunto formam o “Grupo Mogiana”). Após o ajuste de preço, o valor
justo da contraprestação é de R$477.408, dos quais R$290.225 foram pagos em caixa, R$145.548 serão pagos
nos próximos 6 anos e, R$41.635 referem-se à contraprestação contingente.

Com base no ajuste de preço houve alteração na determinação do valor por ágio de rentabilidade futura ora
registrado. Abaixo resumo dos valores finais na combinação de negócio com o Grupo Mogiana:
Valor justo na
Combinado Grupo Mogiana data de aquisição
Ativo
Caixa e equivalentes de caixa 938
Títulos e valores mobiliários 29.824
Contas a receber de clientes e outros recebíveis 59.758
Estoques 54.517
Tributos a recuperar 27.748
Imobilizado 139.042
Intangível 206.553
Outros ativos circulantes e não circulantes 5.486
523.866
Passivo
Fornecedores 55.919
Empréstimos e Financiamentos 22.688
Passivo de arrendamento 10.168
Obrigações tributárias 11.487
Salários, obrigações sociais e participações 6.296
Provisão para riscos tributários, cíveis e trabalhistas (1) 34.976
Benefícios a empregados 2.081
Tributos diferidos sobre o lucro 815
Outros passivos circulantes e não circulantes 16.932
161.362

Acervo Líquido Adquirido 362.504

Valor justo da contraprestação transferida 477.408

Ágio por expectativa de rentabilidade futura 114.904

(1) Inclui R$28.853 relativos a passivos contingentes reconhecidos em combinações de negócios.

O ágio final apurado na combinação de negócios foi de R$114.904, o qual é atribuído principalmente ao valor
das sinergias esperadas da combinação das operações da BRF Pet, Grupo Mogiana e Grupo Hercosul reforçando
a presença da BRF no setor de pet food.

Operações Descontinuadas
No primeiro semestre de 2022, a BRF S.A. e algumas de suas subsidiárias firmaram um termo junto à Tyson
International Holding Co. e à Tyson Foods, Inc., em conexão à transação de alienação das operações da BRF
Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 34


na Europa e Tailândia, firmada em 03.06.19. Este termo prevê o encerramento de certas disputas relacionadas
a perdas incorridas pelas entidades alienadas e encerra a licença de uso de certas marcas da BRF pela Tyson.
Adicionalmente, foram encerradas contingências tributárias referentes a períodos anteriores à alienação. A
liquidação de tais temas gerou o pagamento do montante equivalente a R$50.948 (USD10.164) pela BRF. A
despesa resultante destas transações está apresentada na rubrica de Prejuízo Líquido das Operações
Descontinuadas, em aderência à prática adotada na venda das operações no ano de 2019.

Investigações envolvendo a BRF


A Companhia foi alvo de duas investigações conduzidas por entidades governamentais brasileiras denominadas
“Operação Carne Fraca” em 2017 e “Operação Trapaça” em 2018. O Comitê de Auditoria e Integridade da BRF
conduziu investigações independentes em conjunto com o Comitê Independente de Investigação, formado por
membros externos, e assessores jurídicos externos no Brasil e no exterior, com relação às alegações envolvendo
os funcionários e ex-funcionários da BRF. No exercício de 2021, a Divisão de Execução da Securities and
Exchange Commission (“SEC”) e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América (“DOJ”) emitiram
cartas comunicando o encerramento das investigações contra a BRF, sem imposição de qualquer sanção ou
penalidade à Companhia.

Os principais impactos observados em decorrência destas investigações foram registrados em Outras Despesas
Operacionais no montante de R$355 para o período de seis meses findo em 30.06.22 (R$8.142 no mesmo
período do ano anterior), e R$175 no período de três meses findo em 30.06.22 (R$2.905 no mesmo período do
ano anterior), principalmente referente aos gastos com advogados, assessorias e consultorias.

As investigações independentes originam, além dos impactos já registrados, incertezas quanto aos
desdobramentos dessas operações que podem resultar em penalidades, multas e sanções normativas, restrições
de direito e outras formas de passivo, para as quais a Companhia não é capaz de produzir estimativa confiável
do potencial de perda. Tais desdobramentos podem gerar pagamentos de valores substanciais, os quais poderão
ter efeito material adverso na posição financeira da Companhia, nos seus resultados e fluxos de caixa futuros.

Economia hiperinflacionária - Turquia


Os níveis de inflação na Turquia mantiveram-se elevados nos períodos recentes e ultrapassaram a inflação
acumulada nos últimos 3 anos acima de 100%, conforme o Turkish Statistical Institute. Com base neste
indicador e em análises qualitativas, conclui-se que a Turquia é considerada economia hiperinflacionária e,
portanto, a partir do segundo trimestre de 2022 os procedimentos contábeis descritos abaixo foram aplicados
para as informações financeiras da subsidiária da Companhia na Turquia.

Os itens não monetários, assim como o resultado do período, são corrigidos pela alteração do índice de correção
entre a data inicial de reconhecimento e o fim do período de apresentação, a fim de que as demonstrações das
subsidiárias estejam registradas a valor corrente.

Os efeitos acumulados até 31.12.21 foram reconhecidos na rubrica de Prejuízos Acumulados, já os efeitos para
o período de seis meses findo em 30.06.22 foram reconhecidos em contrapartida à rubrica Variações cambiais
e monetárias, no resultado do período.

A conversão dos saldos das subsidiárias com economia hiperinflacionária para a moeda de apresentação foi
realizada pela taxa de câmbio em vigor ao final do período, tanto para itens patrimoniais como de resultado.

O índice de preços utilizado no período de seis meses findo em 30.06.22 foi de 42%. Nas informações
consolidadas para o período de seis meses findo em 30.06.22, a correção monetária por hiperinflação impactou
o Prejuízo Antes do Resultado Financeiro em R$(112.963), as Despesas Financeiras Líquidas em R$274.715 e o
Prejuízo Líquido das Operações Continuadas em R$146.966.

Sazonalidade
Nos meses de novembro e dezembro de cada ano, a Companhia observa sazonalidade no segmento operacional
Brasil em razão das celebrações comemorativas de Natal e Ano Novo. Os produtos que contribuem de forma
mais relevante são: peru, Chester®, tender e cortes suínos (pernil/lombo).

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 35


No segmento operacional internacional, a sazonalidade é percebida em função do Ramadã, mês sagrado do
calendário mulçumano. O início do Ramadã depende do início do ciclo lunar e, em 2022, ocorreu entre 02.04.22
e 01.05.22.

BASE DE PREPARAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS


INTERMEDIÁRIAS
As informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com o CPC 21
(R1) – Demonstração Intermediária e com a IAS 34 – Interim Financial Reporting, emitida pelo International
Accounting Standards Board (“IASB”), assim como com as normas expedidas pela Comissão de Valores
Mobiliários. Todas as informações relevantes próprias das informações financeiras intermediárias, e somente
elas, estão sendo evidenciadas e correspondem às utilizadas pela administração na sua gestão.

As informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas da Companhia estão expressas em milhares


de Reais (“R$”), exceto se mencionado de outra forma. Quando efetuadas divulgações de montantes em outras
moedas, os valores também foram apresentados em milhares, exceto se mencionado de outra forma.

A preparação das informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas da Companhia requer que a
Administração faça julgamentos, use estimativas e adote premissas que afetam os valores apresentados de
receitas, despesas, ativos e passivos, incluindo a divulgação de passivos contingentes. A incerteza relativa a
esses julgamentos, premissas e estimativas poderia levar a resultados que requeiram um ajuste significativo ao
valor contábil de certos ativos e passivos em exercícios futuros.

Tais julgamentos, estimativas e premissas são revisados a cada período de reporte.

As informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas foram preparadas com base no custo
histórico recuperável, com exceção dos seguintes itens materiais reconhecidos nos balanços patrimoniais:

(i) instrumentos financeiros derivativos e não derivativos mensurados ao valor justo;

(ii) pagamentos baseados em ações e benefícios a empregados mensurados ao valor justo;

(iii) ativos biológicos mensurados ao valor justo; e

(iv) ativos mantidos para venda para os casos em que o valor justo é menor que o valor contábil.

A Companhia elaborou suas informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas considerando a


capacidade da continuidade de suas atividades operacionais e divulgou todas as informações relevantes em suas
notas explicativas, a fim de esclarecer e complementar as bases contábeis utilizadas.

RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS


As informações financeiras intermediárias, nesse caso, informações trimestrais, têm como objetivo prover
atualização com base nas últimas demonstrações financeiras anuais completas. Portanto, elas focam em novas
atividades, eventos e circunstâncias e não repetem informações previamente divulgadas, exceto quando a
Administração julga relevante a manutenção de uma determinada informação.

As informações financeiras intermediárias aqui apresentadas foram preparadas com base nas políticas contábeis
e métodos de cálculo de estimativas adotados na elaboração das demonstrações financeiras anuais do exercício
findo em 31.12.21 (nota 3), exceto pelos tributos sobre a renda, os quais foram apurados em consonância com
o CPC 21 / IAS 34, por meio da aplicação da alíquota efetiva anual estimada sobre no Lucro (prejuízo) antes do
Tributos sobre o Lucro do período intermediário.

Conforme apresentado nas demonstrações financeiras anuais do exercício findo em 31.12.21 (nota 3), para
melhorar o nível de detalhes da apresentação das informações nas demonstrações financeiras, a Companhia
passou a classificar os gastos com participações de empregados e administradores nos resultados por função
na demonstração do resultado.

Adicionalmente, a Companhia efetuou a reclassificação dos gastos com fretes e despesas portuárias em
operações intragrupo, passando a classificá-los como Custo dos Produtos Vendidos e não mais como Despesas
com Vendas, por estes serem custos incorridos para trazer os estoques à sua condição e localização atuais.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 36


Para garantir comparabilidade entre períodos, os saldos comparativos das Demonstrações dos Resultados,
referentes ao período de seis meses findo em 30.06.21, foram reapresentados conforme demonstrado a seguir:

Controladora Consolidado
2021 2021
Jan - jun Jan - jun
Reclassificação Reclassificação

Fretes e Notas
Anteriorment Participações Anteriormente Participações
Reapresentado despesas Reapresentado Correspon-
e apresentado no resultado apresentado no resultado
portuárias dentes

Custo dos produtos vendidos (15.670.856) 6.894 (15.663.962) (17.807.936) 209 (212.577) (18.020.304) 29
Receitas (Despesas) Operacionais:
Vendas (2.348.974) (8.935) (2.357.909) (2.977.138) (13.810) 212.577 (2.778.371) 29
Gerais e administrativas (225.853) (12.486) (238.339) (352.259) (15.454) - (367.713) 29
Outras receitas (despesas)
operacionais, líquidas 101.389 14.527 115.916 125.180 29.055 - 154.235 27

CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA

Taxa média Controladora Consolidado


(1) 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Caixa e bancos
Dólar norte-americano - 524 558 1.782.274 946.790
Rial Saudita - - - 338.468 312.728
Reais - 100.014 160.309 127.415 185.941
Euro - 4.799 1.438 84.236 103.630
Lira Turca - - - 90.469 42.899
Outras moedas - 790 140 582.391 601.520
106.127 162.445 3.005.253 2.193.508
Equivalentes de caixa
Em Reais
Fundos de investimento 7,55% 3.439 3.641 3.439 3.641
Certificado de depósito bancário 12,53% 3.659.869 4.410.146 3.702.143 4.451.214
3.663.308 4.413.787 3.705.582 4.454.855
Em Dólar norte-americano
Depósito a prazo 0,20% - - 37.657 62.043
Overnight 0,48% 112.490 57.584 1.123.244 701.386
Outras moedas
Depósito a prazo 16,48% - - 15.905 117.028
112.490 57.584 1.176.806 880.457
3.881.925 4.633.816 7.887.641 7.528.820
(1) Taxa média ponderada de juros ao ano.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 37


TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

Taxa Controladora Consolidado


PMPV (1) Moeda média (2) 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Valor justo por meio de outros
resultados abrangentes
Ações (3) - USD / HKD - - - 11.572 13.338
Valor justo por meio do resultado
Letras financeiras do tesouro 2,29 R$ 1,90% 342.331 324.771 342.331 324.771
Fundo de Investimentos - FIDC BRF 1,46 R$ - 15.003 15.438 15.003 15.438
Compromissadas 0,83 R$ - - - 35.392 5.302
Outros 0,49 R$ / ARS - - - 657 16.782
357.334 340.209 393.383 362.293
Custo amortizado
Títulos soberanos e outros (4) 2,81 AOA 4,03% - - 478.459 418.637
357.334 340.209 883.414 794.268
Total circulante 342.331 324.771 378.380 346.855
Total não circulante (5) 15.003 15.438 505.034 447.413
(1) Prazo médio ponderado de vencimento demonstrado em anos.
(2) Taxa média ponderada de juros ao ano.
(3) Está representado por ações da Aleph Farms, Ltd.
(4) Está representado por títulos privados e do governo angolano e apresentado líquido de perdas de crédito esperadas no montante de
R$7.293 (R$18.630 em 31.12.21).
(5) Vencimento até 12.2023.

Em 30.06.22, o montante de R$144.633 (R$232.821 em 31.12.21) referente a caixa e equivalentes de caixa e


títulos e valores mobiliários foi dado em garantia, sem restrição de uso, para operações de contratos futuros
negociados na B3.

CONTAS A RECEBER DE CLIENTES E OUTROS RECEBÍVEIS

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Contas a receber de clientes
Mercado interno
Terceiros 1.047.107 1.504.012 1.176.642 1.610.300
Partes relacionadas 17.512 6.230 - -
Mercado externo
Terceiros 571.373 578.747 3.255.692 3.087.642
Partes relacionadas 4.623.660 5.718.547 - -
6.259.652 7.807.536 4.432.334 4.697.942
( - ) Ajuste a valor presente (13.669) (10.688) (17.379) (14.394)
( - ) Perdas de crédito esperadas (557.688) (588.946) (601.274) (638.583)
5.688.295 7.207.902 3.813.681 4.044.965
Circulante 5.683.024 7.202.530 3.808.182 4.039.155
Não circulante 5.271 5.372 5.499 5.810

Outras contas a receber


Outros recebíveis 104.735 114.563 105.304 114.565
( - ) Ajuste a valor presente (954) (1.609) (954) (1.610)
( - ) Perdas de crédito esperadas (15.337) (15.785) (15.337) (15.786)
88.444 97.169 89.013 97.169
Circulante 66.770 68.001 66.770 68.001
Não circulante (1) 21.674 29.168 22.243 29.168

(1) Prazo médio ponderado de vencimento é de 1,64 anos.

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 38


A Companhia realiza cessões de créditos sem direito de regresso ao Fundo de Investimento em Direitos
Creditórios Clientes BRF (“FIDC BRF”), que tem como objetivo exclusivo adquirir direitos creditórios originados
de operações comerciais realizadas entre a Companhia e seus clientes no Brasil. Em 30.06.22, o FIDC BRF
possuía o saldo de R$839.005 (R$902.679 em 31.12.21) na controladora e no consolidado em aberto referente
a tais direitos creditórios, os quais foram baixados do balanço da Companhia no momento da cessão.

Em 30.06.22, os outros recebíveis são representados principalmente pelos recebíveis decorrentes da alienação
de granjas e diversos imóveis, com saldo de R$79.463 (R$88.098 em 31.12.21).

As movimentações das perdas de crédito esperadas são apresentadas a seguir:

Controladora Consolidado
30.06.22 30.06.22
Saldo no início do período (588.946) (638.583)
(Adições) Reversões (4.988) (3.490)
Baixas 6.221 7.491
Variação cambial 30.025 33.308
Saldo no final do período (557.688) (601.274)

A composição das contas a receber de clientes por vencimento é a seguinte:

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Valores a vencer 5.661.028 7.199.276 3.523.468 3.933.343
Vencidos
01 a 60 dias 35.570 21.934 288.083 127.249
61 a 90 dias 4.055 1.036 5.347 6.241
91 a 120 dias 1.769 794 4.608 3.770
121 a 180 dias 2.030 1.481 10.491 3.002
181 a 360 dias 1.923 4.950 10.411 9.687
Acima de 360 dias 553.277 578.065 589.926 614.650
( - ) Ajuste a valor presente (13.669) (10.688) (17.379) (14.394)
( - ) Perdas de crédito esperadas (557.688) (588.946) (601.274) (638.583)
5.688.295 7.207.902 3.813.681 4.044.965

ESTOQUES

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Produtos acabados 3.616.004 3.170.964 5.410.938 4.914.882
Produtos em elaboração 278.740 253.801 306.964 272.997
Matérias-primas 1.379.266 2.768.167 1.671.766 3.126.017
Materiais de embalagens 130.520 145.392 183.487 182.501
Materiais secundários 767.973 755.623 817.831 790.801
Almoxarifado 183.017 190.693 248.516 250.475
Importações em andamento 259.284 115.873 259.376 115.950
Outros 96.264 141.322 96.743 142.490
(-) Ajuste a valor presente (194.455) (138.332) (194.472) (141.243)
6.516.613 7.403.503 8.801.149 9.654.870

As movimentações da redução ao valor realizável líquido dos estoques, cujas adições, reversões e baixas foram
registradas em contrapartida à rubrica de Custo dos Produtos Vendidos, estão apresentadas na tabela abaixo:

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 39


Controladora
30.06.22
Valor
realizável pela Estoques Estoques
venda deteriorados obsoletos Total
Saldo no início do período (19.103) (45.084) (5.790) (69.977)
Adições (200.702) (77.740) (2.401) (280.843)
Reversões 136.328 - - 136.328
Baixas - 69.792 2.405 72.197
Saldo no final do período (83.477) (53.032) (5.786) (142.295)

Consolidado
30.06.22
Valor
realizável pela Estoques Estoques
venda deteriorados obsoletos Total
Saldo no início do período (31.026) (54.015) (11.654) (96.695)
Adições (211.428) (101.274) (4.135) (316.837)
Reversões 154.498 - - 154.498
Baixas - 94.783 5.234 100.017
Correção monetária por hiperinflação (9) (310) (29) (348)
Variação cambial (426) (635) (396) (1.457)
Saldo no final do período (88.391) (61.451) (10.980) (160.822)

Voltar

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 40


ATIVOS BIOLÓGICOS
Os animais vivos são representados por aves e suínos e segregados em consumíveis e animais para produção. As movimentações dos ativos biológicos durante o
período estão apresentadas a seguir:

Controladora
30.06.22
Circulante Não circulante
Animais vivos Animais vivos
Aves Suínos Total Aves Suínos Florestas Total
Saldo no início do período 1.040.204 1.746.488 2.786.692 505.778 540.298 320.937 1.367.013
Adição/transferência 7.663.505 5.309.309 12.972.814 59.836 250.725 32.647 343.208
Variação do valor justo (1) 1.192.481 189.424 1.381.905 38.225 (137.917) - (99.692)
Corte - - - - - (34.932) (34.932)
Baixas - - - - - (452) (452)
Transferências - circulante e não circulante 47.426 74.346 121.772 (47.426) (74.346) - (121.772)
Transferência para estoques (8.930.785) (5.447.915) (14.378.700) - - - -
Saldo no final do período 1.012.831 1.871.652 2.884.483 556.413 578.760 318.200 1.453.373

Consolidado
30.06.22
Circulante Não circulante
Animais vivos Animais vivos
Aves Suínos Total Aves Suínos Florestas Total
Saldo no início do período 1.153.433 1.746.488 2.899.921 553.247 540.298 320.937 1.414.482
Adição/transferência 8.654.706 5.309.309 13.964.015 80.704 250.724 32.647 364.075
Variação do valor justo (1) 2.010.176 189.424 2.199.600 21.946 (137.916) - (115.970)
Corte - - - - - (34.932) (34.932)
Baixas - - - - - (452) (452)
Transferências - circulante e não circulante 51.923 74.346 126.269 (52.119) (74.346) - (126.465)
Transferência para estoques (10.669.730) (5.447.915) (16.117.645) - - - -
Variação cambial (30.753) - (30.753) (14.086) - - (14.086)
Correção monetária por hiperinflação 10.318 - 10.318 30.172 - - 30.172
Saldo no final do período 1.180.073 1.871.652 3.051.725 619.864 578.760 318.200 1.516.824

(1) A variação do valor justo do ativo biológico inclui depreciação de matrizes e exaustão de florestas no valor de R$542.909 na controladora e R$580.191 no consolidado.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


41
As quantidades estimadas e os saldos contábeis de animais vivos estão apresentados a seguir:

Controladora
30.06.22 31.12.21
Quantidade Quantidade
(mil Valor (mil Valor
cabeças) contábil cabeças) contábil
Ativos biológicos consumíveis
Aves imaturas 159.343 1.012.831 176.802 1.040.204
Suínos imaturos 4.170 1.871.652 4.469 1.746.488
Total circulante 163.513 2.884.483 181.271 2.786.692

Ativos biológicos para produção


Aves imaturas 6.326 221.690 5.510 174.706
Aves maduras 9.980 334.723 10.420 331.072
Suínos imaturos 199 135.390 223 141.101
Suínos maduros 459 443.370 452 399.197
Total não circulante 16.964 1.135.173 16.605 1.046.076
180.477 4.019.656 197.876 3.832.768

Consolidado
30.06.22 31.12.21
Quantidade Quantidade
(mil Valor (mil Valor
cabeças) contábil cabeças) contábil
Ativos biológicos consumíveis
Aves imaturas 181.063 1.180.073 197.859 1.153.433
Suínos imaturos 4.170 1.871.652 4.469 1.746.488
Total circulante 185.233 3.051.725 202.328 2.899.921

Ativos biológicos para produção


Aves imaturas 6.954 247.821 6.170 192.017
Aves maduras 11.087 372.043 11.621 361.230
Suínos imaturos 199 135.390 223 141.101
Suínos maduros 459 443.370 452 399.197
Total não circulante 18.699 1.198.624 18.466 1.093.545
203.932 4.250.349 220.794 3.993.466

A Companhia possui florestas dadas em garantia para financiamentos e contingências fiscais e cíveis em
30.06.22 no valor de R$66.452 na controladora e no consolidado (R$69.308 na controladora e no consolidado
em 31.12.21).

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 42
TRIBUTOS A RECUPERAR
As movimentações dos tributos a recuperar são apresentadas a seguir:

Controladora
Saldo em Compensações/ Transfe- Atualização Saldo em
NE 31.12.21 Adições Reversões rências (1) Monetária 30.06.22
ICMS e IVA 9.1
ICMS e IVA a recuperar 1.811.678 325.274 (54.874) (107.448) 119 1.974.749
( - ) Redução a valor recuperável (137.589) (18.228) 17.718 12.244 - (125.855)
PIS e COFINS 9.2
PIS e COFINS a recuperar 2.658.067 229.391 (410.374) - 59.647 2.536.731
( - ) Redução a valor recuperável (14.228) - - - - (14.228)
IPI 9.3
IPI a recuperar 928.037 3.332 (5.570) - 68.008 993.807
( - ) Redução a valor recuperável (1.984) - 1.984 - - -
INSS
INSS a recuperar 318.126 2.299 - - 10.079 330.504
Outros
Outros tributos a recuperar 85.803 1.797 (1.154) - - 86.446
( - ) Redução a valor recuperável (530) - (555) - - (1.085)
5.647.380 543.865 (452.825) (95.204) 137.853 5.781.069

Circulante 881.927 801.736


Não circulante 4.765.453 4.979.333

Saldo em Compensações/ Transfe- Atualização Saldo em


31.12.21 Adições Reversões rências (1) Monetária 30.06.22
Tributos sobre o lucro
Tributos sobre o lucro a recuperar 240.652 16.307 - - 32.587 289.546
( - ) Redução a valor recuperável (15.889) - - - - (15.889)
224.763 16.307 - - 32.587 273.657
Circulante 29.784 73.264
Não circulante 194.979 200.393

(1) As transferências ocorrem da rubrica de Tributos a Recuperar para as rubricas de Outros Ativos Circulantes e Outros Ativos Não
Circulantes, quando se efetivam vendas dos créditos a terceiros.

Consolidado

Saldo em Compensações/ Transfe- Atualização Variação Saldo em


NE 31.12.21 Adições Reversões rências (1) Monetária Cambial 30.06.22
ICMS e IVA 9.1
ICMS e IVA a recuperar 1.886.027 433.201 (78.129) (107.448) 119 (12.955) 2.120.815
( - ) Redução a valor recuperável (137.854) (18.228) 17.718 12.244 - - (126.120)
PIS e COFINS 9.2
PIS e COFINS a recuperar 2.685.276 229.789 (417.393) - 59.647 - 2.557.319
( - ) Redução a valor recuperável (14.228) - - - - - (14.228)
IPI 9.3
IPI a recuperar 929.645 3.495 (5.587) - 68.006 - 995.559
( - ) Redução a valor recuperável (1.984) - 1.984 - - - -
INSS
INSS a recuperar 318.138 4.126 (1.444) - 10.079 - 330.899
Outros
Outros tributos a recuperar 92.216 1.811 (4.987) - - (64) 88.976
( - ) Redução a valor recuperável (1.007) - (550) - - - (1.557)
5.756.229 654.194 (488.388) (95.204) 137.851 (13.019) 5.951.663

Circulante 976.133 967.232


Não circulante 4.780.096 4.984.431

Saldo em Compensações/ Transfe- Atualização Variação Saldo em


31.12.21 Adições Reversões rências (1) Monetária Cambial 30.06.22
Tributos sobre o lucro
Tributos sobre o lucro a recuperar 294.050 73.674 (23.352) - 32.589 (10.065) 366.896
( - ) Redução a valor recuperável (15.933) - - - - - (15.933)
278.117 73.674 (23.352) - 32.589 (10.065) 350.963
Circulante 71.762 139.294
Não circulante 206.355 211.669

(1) As transferências ocorrem da rubrica de Tributos a Recuperar para as rubricas de Outros Ativos Circulantes e Outros Ativos Não
Circulantes, quando se efetivam vendas dos créditos a terceiros.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 43
ICMS – Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços e IVA – Imposto sobre
Valor Agregado
A Companhia possui saldos a recuperar de ICMS nos estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul,
Minas Gerais e Amazonas, os quais se realizarão a curto e a longo prazo, com base em estudo de
recuperabilidade revisado e aprovado pela Administração.

Em diversas outras jurisdições fora do Brasil, incidem impostos sobre valor agregado (IVA) em operações
regulares da Companhia com bens e serviços.

PIS e COFINS – Programa de Integração Social e Contribuição para o Financiamento


da Seguridade Social
Em 30.06.22, o saldo atualizado dos processos relacionados à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da
COFINS reconhecidos pela Companhia é de R$2.198.918 (R$2.341.737 em 31.12.21). O montante de R$202.462
relacionado a estes créditos foi compensado com outros tributos federais no período de seis meses findo em
30.06.22 (R$191.762 no mesmo período do ano anterior).

Em estudo realizado pela Administração, estima-se sua realização por meio de compensação com tributos
federais ou recebimento de precatórios conforme expectativa a seguir:

PIS e COFINS
Total circulante 414.701
Total não circulante 1.784.217
2023 718.149
2024 687.602
2025 378.466
2.198.918

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados


A Companhia possui registrados ativos tributários relevantes decorrentes de ganhos de causas judiciais
relacionadas a IPI, em especial crédito prêmio. O saldo referente a estes ativos na controladora e no consolidado
em 30.06.22 é de R$1.004.916 (R$945.845 em 31.12.21), sendo R$987.990 (R$919.982 em 31.12.21) registrados
na rubrica Tributos a Recuperar e o restante, referente aos casos em que os precatórios já foram expedidos,
registrado na rubrica Outros Ativos Não Circulantes, no montante de R$16.927 (R$16.927 em 31.12.21).

De acordo com projeções realizadas pela Administração, estima-se sua realização por meio de precatórios
conforme expectativa a seguir:

IPI
Total não circulante 1.004.916
2023 16.927
2025 725.776
2026 262.213
1.004.916

Realização dos créditos tributários federais no Brasil


A Companhia recebeu em caixa, por meio de realização de precatórios relacionados a saldos de IPI a recuperar,
o montante de R$8.936 no período de seis meses findo em 30.06.22 na controladora e no consolidado (nulo no
mesmo período do ano anterior).

A Companhia utilizou saldos a recuperar de PIS, COFINS, IPI e Outros para compensar saldos a pagar de
tributos federais como INSS, Imposto de Renda e Outros no montante de R$417.097 no período de seis meses

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 44
findo em 30.06.22 (R$490.002 no mesmo período do ano anterior), preservando sua liquidez e otimizando sua
estrutura de capital.

TRIBUTOS DIFERIDOS SOBRE O LUCRO


Composição
Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Ativo
Prejuízos fiscais de IRPJ 2.828.252 2.805.912 2.850.940 2.822.754
Base de cálculo negativa CSLL 1.018.171 1.040.511 1.026.339 1.046.574

Diferenças temporárias ativas


Provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 484.046 456.206 486.240 458.229
Perdas de crédito esperadas 173.615 184.230 174.222 184.643
Redução ao valor recuperável de créditos tributários 58.277 64.297 58.277 64.297
Provisão para outras obrigações 100.046 136.571 112.562 150.609
Participação de empregados no resultado 17.823 47.227 17.823 47.227
Redução ao valor recuperável dos estoques 48.380 25.204 51.996 27.934
Plano de benefícios a empregados 142.797 137.174 152.930 148.990
Diferença fiscal x contábil em arrendamento 111.955 95.563 111.955 95.563
Perdas não realizadas com derivativos, líquidas - 21.310 - 21.310
Outras adições temporárias 17.467 20.501 48.131 42.566
5.000.829 5.034.706 5.091.415 5.110.696

Diferenças temporárias passivas


Diferença de amortização de ágio fiscal x contábil (322.436) (307.442) (322.436) (307.442)
Diferença de depreciação fiscal x contábil (vida útil) (906.832) (884.245) (910.687) (895.407)
Combinação de negócios (1) (936.825) (900.108) (954.534) (920.214)
Correção monetária por hiperinflação - - (74.273) -
Ganhos não realizados com derivativos, líquidos (87.078) - (87.078) -
Ganhos não realizados de valor justo, líquidos (44.131) (37.109) (44.811) (37.692)
Outras exclusões temporárias (22.102) (20.415) (37.707) (32.381)
(2.319.404) (2.149.319) (2.431.526) (2.193.136)

Total de tributos diferidos 2.681.425 2.885.387 2.659.889 2.917.560

Total do Ativo 2.681.425 2.885.387 2.754.301 2.941.270


Total do Passivo - - (94.412) (23.710)
2.681.425 2.885.387 2.659.889 2.917.560
(1) O passivo fiscal diferido sobre combinação de negócios está representado substancialmente pela alocação do ágio no ativo imobilizado,
marcas e passivo contingente.

A movimentação líquida dos tributos diferidos sobre o lucro é apresentada a seguir:


Controladora Consolidado
30.06.22 30.06.22
Saldo no início do período 2.885.387 2.917.560
Tributos diferidos sobre o lucro reconhecidos no lucro das operações continuadas (100.734) (88.108)
Tributos diferidos sobre o lucro reconhecidos em outros resultados abrangentes (103.182) (103.182)
Tributos diferidos reconhecidos em combinações de negócios (46) (46)
Tributos diferidos reconhecidos em prejuízos acumulados - correção monetária por hiperinflação - (32.655)
Outros (1) - (33.680)
Saldo no final do período 2.681.425 2.659.889

(1) Refere-se ao efeito de variação cambial sobre os saldos no exterior e participação de não controladores.

Período estimado de realização


Os ativos fiscais diferidos decorrentes de diferenças temporárias serão realizados à medida que estas sejam
liquidadas ou realizadas. O período de liquidação ou realização de tais diferenças é sujeito a externalidades e
está vinculado a diversos fatores que não estão sob o controle da Administração.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 45
Na estimativa de realização dos créditos fiscais diferidos ativos constituídos sobre prejuízos fiscais e base
negativa de contribuição social, a Administração considera seus planos orçamentário e estratégico, os quais
foram aprovados pelo Conselho de Administração, ajustados por alterações em premissas econômicas e com
base nas estimativas das principais adições e exclusões fiscais. O estudo de recuperabilidade é examinado pelo
Conselho Fiscal e aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia. Com base nesta estimativa, a
Administração acredita que é provável que esses créditos fiscais diferidos sejam realizados conforme abaixo
demonstrado:

Controladora Consolidado
2022 50.574 50.574
2023 307.778 309.537
2024 294.687 299.366
2025 352.431 359.969
2026 392.953 400.725
2027 a 2029 1.362.961 1.371.967
2030 e 2031 1.085.039 1.085.141
3.846.423 3.877.279

A Companhia possui prejuízos fiscais acumulados no Brasil, os quais às alíquotas de tributos sobre o lucro
vigentes representam o montante de R$6.820.822 em 30.06.22 (R$6.204.203 em 31.12.21). Deste montante,
R$3.846.423 em 30.06.22 (R$3.846.423 em 31.12.21) estão reconhecidos no ativo, conforme expectativa de
recuperabilidade. Os créditos fiscais diferidos ativos constituídos sobre prejuízos fiscais e base negativa de
contribuição social relativos à controladora e controladas domiciliadas no Brasil não possuem prazo de prescrição
e sua compensação está limitada a 30% dos lucros tributáveis futuros.

Conciliação da alíquota efetiva


Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun

Lucro (prejuízo) antes dos tributos sobre o lucro -


operações continuadas (664.040) (1.980.310) (191.787) (205.620) (469.626) (1.771.005) (179.056) (153.785)
Alíquota nominal 34% 34% 34% 34% 34% 34% 34% 34%
Benefício (despesa) à alíquota nominal 225.774 673.305 65.208 69.911 159.673 602.142 60.879 52.287
Ajustes dos tributos sobre o lucro
Resultado de equivalência patrimonial 416.207 (219.147) (568.335) (236.248) 27 27 - -
Diferença de alíquotas sobre resultados de
controladas - - - - 182.749 305.181 (41.663) 22.093
Diferença de moeda funcional em controladas - - - - 196.729 (579.165) (530.777) (290.234)
Ativo fiscal diferido não reconhecido (1) (535.785) (639.419) 111.727 (372.022) (535.785) (639.419) 111.727 (372.022)
Juros de mora sobre indébitos tributários 24.904 44.621 - - 24.927 44.663 - -
Pagamento baseado em ações (4.032) (10.034) (5.660) (11.287) (4.032) (10.034) (5.660) (11.287)
Multas (764) (1.647) (1.010) (3.322) (764) (1.647) (1.010) (3.322)
Subvenções para investimentos 17.538 44.576 10.815 34.160 17.538 44.576 10.815 34.160
Ajuste para a alíquota esperada no exercício - - 374.222 518.647 - - 374.222 518.647
Outras diferenças permanentes (22.553) 7.396 1.964 27.367 (22.553) 7.103 1.964 27.365
121.289 (100.349) (11.069) 27.206 18.509 (226.573) (19.503) (22.313)

Alíquota efetiva 18,3% -5,1% -5,8% 13,2% 3,9% -12,8% -10,9% -14,5%

Tributo corrente 205 385 (256.090) (256.090) (106.844) (138.465) (283.749) (315.641)
Tributo diferido 121.084 (100.734) 245.021 283.296 125.353 (88.108) 264.246 293.328

(1) Valor referente ao não reconhecimento do tributo diferido sobre prejuízo fiscal e base negativa de contribuição social na controladora
e no consolidado, devido à limitação na capacidade de realização (nota 10.2).

A Administração da Companhia determinou que o total de lucros registrados pelas holdings de suas subsidiárias
integrais no exterior não serão redistribuídos. Tais recursos serão destinados a investimentos nas subsidiárias
integrais.

As declarações de imposto de renda no Brasil estão sujeitas a revisão pelas autoridades fiscais por um período
de cinco anos a partir da data da sua entrega. A Companhia pode estar sujeita a cobrança adicional de tributos,
multas e juros em decorrência dessas revisões. Os resultados apurados pelas subsidiárias no exterior estão
sujeitos à tributação de acordo com as legislações fiscais de cada país.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 46
DEPÓSITOS JUDICIAIS
As movimentações dos depósitos judiciais estão apresentadas a seguir:

Controladora
30.06.22
Cíveis,
comerciais e
Tributárias Trabalhistas outras Total
Saldo no início do período 257.244 245.136 43.251 545.631
Adições 17 46.614 18.503 65.134
Liberação a favor da Companhia (12.175) (12.376) (239) (24.790)
Liberação a favor da contraparte (660) (47.512) (1.278) (49.450)
Atualização monetária 6.263 15.568 2.826 24.657
Saldo no final do período 250.689 247.430 63.063 561.182

Consolidado
30.06.22
Cíveis,
comerciais e
Tributárias Trabalhistas outras Total
Saldo no início do período 259.468 246.007 44.844 550.319
Adições 91 46.890 23.788 70.769
Liberação a favor da Companhia (12.175) (12.396) (239) (24.810)
Liberação a favor da contraparte (660) (47.542) (3.924) (52.126)
Atualização monetária 6.386 15.572 2.943 24.901
Variação cambial - (12) - (12)
Saldo no final do período 253.110 248.519 67.412 569.041

INVESTIMENTOS
Parceria com AES Brasil Energia S.A.
Em 16.08.21, a Companhia celebrou acordo de investimento para a constituição de uma entidade em parceria
com uma subsidiária controlada da AES Brasil Energia S.A. para construção de um parque para autogeração de
energia eólica no Complexo Eólico Cajuína, Rio Grande do Norte, com capacidade instalada de 160MWm
(Megawatt médio), gerando 80MWm a serem comercializados com a Companhia por meio de contrato de compra
e venda de energia de 15 anos.

A parceria foi fechada em 14.03.22, ocorrendo a subscrição total das ações da Potengi Holdings S.A. e
integralização parcial pela BRF S.A. no montante de R$60.060. A partir de tal data, a BRF S.A. passou a deter
50% do capital social e 24% dos direitos econômicos da Potengi Holdings S.A., entidade coligada. Em 13.06.22,
a BRF S.A. integralizou parcela adicional do capital já subscrito no montante de R$6.805.

As operações do parque estão previstas para iniciar em 2024.

Composição e movimentação dos investimentos


Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Investimentos 13.296.419 13.269.365 73.866 6.520
Participações em controladas 13.222.553 13.262.845 - -
Participações em coligadas 73.866 6.520 73.866 6.520
Outros investimentos 583 583 593 593
13.297.002 13.269.948 74.459 7.113

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 47
As movimentações dos investimentos diretos em controladas e coligadas da controladora durante o período estão apresentadas a seguir:

Controladas Coligadas

PSA VIP S.A. PR-SAD


BRF Establec. Labor. Hercosul Sadia Proud Eclipse Empr. e Potengi Adm. Bem Total
Energia Levino Veter. International Alimentos Food Sadia Uruguay Sadia Chile Holding Particip. Holdings próprio
S.A. BRF GmbH Zaccardi BRF Pet S.A. Ltda S.R.L. S.A. Lda S.A. S.A. Cooperatief Imob S.A. (1) S.A. 30.06.22
a) Participação no capital 30.06.22
% de participação 100,00% 100,00% 99,99% 100,00% 99,99% 1,00% 43,10% 10,00% 100,00% 60,00% 0,01% 100,00% 50,00% 33,33%
Quantidade total de ações e cotas 7.176.530 1 9.918.875 2.087.898.669 5.463.850 200.000 594.576.682 150.000 2.352.881.073 3.027.987.368 10.000 14.249.459 184.199.688 -
Quantidade de ações e cotas detidas 7.176.530 1 9.918.538 2.087.898.669 5.463.849 2.000 256.253.695 15.000 2.352.881.073 1.816.792.421 1 14.249.459 92.090.655 -
-
b) Informações em 30.06.22
Capital social 7.177 6.523 1.765 1.152.740 5.564 94.080 338.054 19.816 497.012 16.169 334.999 1.311 - -
Patrimônio líquido 625 11.996.909 55 1.118.886 8.354 66.130 4.251 91.519 91.519 (81.732) (1.437) 2.440 - -
Valor justo de ativos e passivos adquiridos - - - - - 150 - - - - - - - -
Ágio por expectativa de rentabilidade futura - - - - - 317 - - - - - - - -
Resultado do período 28 (603.582) 50 (16.022) 233 269 912 273 (9.353) (26.444) (1.563) 90 - -

c) Movimentação do investimento
Saldo no início do período (31.12.21) 596 12.101.820 77 1.051.231 8.121 772 1.942 614 95.322 - - 2.350 - 6.520 13.269.365
Movimentações Resultado
Resultado de equivalência patrimonial 28 (603.582) 50 (16.007) 233 297 (757) 27 (9.498) (15.507) - 90 80 - (644.546)
Movimentações de capital
Aumento (redução) de capital - - - 83.000 - - - - - - - - 6.805 401 90.206
Transação de capital entre controladas - 192.144 - - - - - - - - - - - - 192.144
Aquisição (alienação) de participação societária - - - - - - - - - - - - 60.060 - 60.060
Variação cambial sobre ágio - - - - - 32 - - - - - - - - 32
Outros
Outros resultados abrangentes - 357.475 (72) 662 - 27 647 165 5.695 4.789 - - - - 369.388
Constituição (Reversão) de provisão para perda - - - - - - - - - 10.718 - - - - 10.718
Operações descontinuadas - (50.948) - - - - - - - - - - - - (50.948)
Saldo no final do período (30.06.22) 624 11.996.909 55 1.118.886 8.354 1.128 1.832 806 91.519 - - 2.440 66.945 6.921 13.296.419

(1) Participação econômica de 24%.

Em 30.06.22, as controladas e coligadas não possuem qualquer restrição para pagar seus empréstimos ou adiantamentos para a Companhia.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


48
IMOBILIZADO
A movimentação do ativo imobilizado é apresentada a seguir:

Controladora
Taxa Saldo em Transfe- Saldo em
média (1) 31.12.21 Adições Baixas rências (2) 30.06.22
Custo
Terrenos 554.968 3.526 (59) 7.551 565.986
Edificações, instalações e benfeitorias 10.436.213 353.368 (15.406) 235.951 11.010.126
Máquinas e equipamentos 8.109.401 6.246 (112.701) 430.104 8.433.050
Móveis e utensílios 113.358 101 (634) 13.850 126.675
Veículos 203.697 36 (1.188) - 202.545
Imobilizações em andamento 1.096.575 680.460 - (694.226) 1.082.809
Adiantamentos a fornecedores 7.523 (2.383) - - 5.140
20.521.735 1.041.354 (129.988) (6.770) 21.426.331

Depreciação
Terrenos (3) 20,97% (20.305) (3.458) - - (23.763)
Edificações, instalações e benfeitorias 9,48% (4.188.543) (310.622) 15.195 (228) (4.484.198)
Máquinas e equipamentos 6,34% (4.420.596) (250.640) 103.353 396 (4.567.487)
Móveis e utensílios 6,67% (56.748) (3.193) 524 (168) (59.585)
Veículos 28,04% (112.332) (28.202) 920 - (139.614)
(8.798.524) (596.115) 119.992 - (9.274.647)
11.723.211 445.239 (9.996) (6.770) 12.151.684

(1) Taxa média ponderada ao ano.


(2) Refere-se à transferência de R$6.755 para ativos intangíveis e R$15 transferidos do imobilizado para bens em comodato.
(3) A depreciação de terrenos refere-se aos ativos de direito de uso. O montante de R$1.867 de depreciação foi reconhecido no custo de formação das florestas e será realizado no resultado quando de
sua exaustão (nota 18.1).

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


49
Consolidado
Correção
Taxa Saldo em monetária por Transfe- Variação Saldo em
média (1) 31.12.21 Adições Baixas hiperinflação rências (2) cambial 30.06.22
Custo
Terrenos 710.017 3.527 (193) 35.168 7.551 (14.086) 741.984
Edificações, instalações e benfeitorias 11.294.650 401.140 (25.364) 57.556 242.635 (52.754) 11.917.863
Máquinas e equipamentos 8.735.375 6.502 (117.407) 172.157 466.032 (68.273) 9.194.386
Móveis e utensílios 150.865 128 (1.967) 16.616 14.623 (5.001) 175.264
Veículos 384.289 125.978 (1.188) 5.386 - (8.998) 505.467
Imobilizações em andamento 1.144.725 735.472 (2.505) 10.042 (737.676) (5.786) 1.144.272
Adiantamentos a fornecedores 33.109 20.596 - - - (5.359) 48.346
22.453.030 1.293.343 (148.624) 296.925 (6.835) (160.257) 23.727.582
Depreciação
Terrenos (3) 15,34% (36.788) (7.122) 134 1.955 - 1.039 (40.782)
Edificações, instalações e benfeitorias 8,20% (4.494.435) (368.880) 25.066 (9.137) 8.656 13.097 (4.825.633)
Máquinas e equipamentos 6,83% (4.612.648) (278.384) 108.707 (63.860) (10.404) 32.300 (4.824.289)
Móveis e utensílios 6,66% (72.820) (4.446) 1.118 (8.384) (168) 2.223 (82.477)
Veículos 27,89% (195.477) (67.328) 804 (2.842) 1.856 2.282 (260.705)
(9.412.168) (726.160) 135.829 (82.268) (60) 50.941 (10.033.886)
13.040.862 567.183 (12.795) 214.657 (6.895) (109.316) 13.693.696
(1) Taxa média ponderada ao ano.
(2) Refere-se à transferência de R$6.880 para ativos intangíveis e R$15 transferidos do imobilizado para bens em comodato.
(3) A depreciação de terrenos refere-se aos ativos de direito de uso. O montante de R$1.867 de depreciação foi reconhecido no custo de formação das florestas e será realizado no resultado quando de
sua exaustão (nota 18.1).

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


50
O valor dos custos de empréstimos capitalizados durante o período de seis meses findo em 30.06.22 foi de
R$47.655 na controladora e R$51.684 no consolidado (R$23.342 na controladora e no consolidado no mesmo
período do ano anterior), e no período de três meses findo em 30.06.22 foi de R$23.734 na controladora e
R$25.837 no consolidado (R$13.159 na controladora e no consolidado no mesmo período do ano anterior).

A taxa média ponderada utilizada para determinar o montante dos custos de empréstimos passíveis de
capitalização foi 8,79% a.a. na controladora e 9,05% a.a. no consolidado no período de seis meses findo em
30.06.22 (6,97% a.a. na controladora e consolidado no mesmo período do ano anterior).

O valor contábil dos bens do ativo imobilizado que foram oferecidos em garantia de operações de diversas
naturezas, são apresentados abaixo:

Controladora Consolidado
Tipo de garantia 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Terrenos Financeiro/Fiscal 91.270 150.420 91.270 150.420
Edificações, instalações e benfeitorias Financeiro/Fiscal 1.226.225 1.207.344 1.228.543 1.209.662
Máquinas e equipamentos Financeiro/Trabalhista/Fiscal/Cível 1.327.641 1.280.116 1.328.665 1.284.033
Móveis e utensílios Financeiro/Fiscal 15.085 14.960 15.085 14.960
Veículos Financeiro/Fiscal 218 276 218 276
2.660.439 2.653.116 2.663.781 2.659.351

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 51
INTANGÍVEL
A movimentação do intangível é apresentada a seguir:

Controladora
Taxa Saldo em Transfe- Saldo em
média (1) 31.12.21 Adições Baixas rências 30.06.22
Custo
Ágio por rentabilidade futura 1.783.655 - - - 1.783.655
Marcas 1.152.885 - - - 1.152.885
Acordo de não concorrência 69.950 - (58.648) - 11.302
Fidelização de integrados 4.740 - (249) - 4.491
Patentes 2.485 - - - 2.485
Software 726.021 - (78.379) 118.223 765.865
Intangível em andamento 71.072 130.316 - (111.468) 89.920
3.810.808 130.316 (137.276) 6.755 3.810.603
Amortização
Acordo de não concorrência 52,81% (68.587) (1.186) 58.648 - (11.125)
Fidelização de integrados 25,14% (4.425) (82) 249 - (4.258)
Patentes 10,00% (2.301) (12) - - (2.313)
Software 43,81% (525.159) (75.851) 65.329 - (535.681)
(600.472) (77.131) 124.226 - (553.377)
3.210.336 53.185 (13.050) 6.755 3.257.226

(1) Taxa média ponderada ao ano.

Consolidado
Combinação Correção
Taxa Saldo em de negócios Transfe- Monetária por Variação Saldo em
média (1) 31.12.21 Adições Baixas (nota 1.2) rências Hiperinflação cambial 30.06.22
Custo
Ágio por rentabilidade futura 3.425.183 - - (4.026) - 142.661 (91.832) 3.471.986
Marcas 1.733.335 - - - - 168.695 (27.150) 1.874.880
Acordo de não concorrência 110.208 - (58.648) - - - (2.538) 49.022
Fidelização de integrados 4.740 - (249) - - - - 4.491
Patentes 3.518 - - - - 1.130 (266) 4.382
Relacionamento com clientes 1.119.534 - - - - 316.471 (106.297) 1.329.708
Software 770.399 2 (81.376) - 140.619 15.093 (5.925) 838.812
Intangível em andamento 98.716 134.672 - - (133.799) 150 (5.925) 93.814
7.265.633 134.674 (140.273) (4.026) 6.820 644.200 (239.933) 7.667.095
Amortização
Acordo de não concorrência 39,74% (106.749) (1.410) 58.648 - - - 2.537 (46.974)
Fidelização de integrados 25,14% (4.425) (82) 249 - - - - (4.258)
Patentes 10,00% (2.928) (169) - - - (531) 156 (3.472)
Relacionamento com clientes 7,90% (437.774) (50.242) - - - (119.966) 43.430 (564.552)
Software 43,41% (563.943) (79.135) 68.352 - 60 (3.728) 4.208 (574.186)
(1.115.819) (131.038) 127.249 - 60 (124.225) 50.331 (1.193.442)
6.149.814 3.636 (13.024) (4.026) 6.880 519.975 (189.602) 6.473.653

(1) Taxa média ponderada ao ano.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 52
EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS
Controladora

PMPV Juros Juros Variação Saldo


Encargos (a.a.) Taxa média (1) (2) Saldo 31.12.21 Tomado Amortização pagos apropriados cambial 30.06.22
Moeda nacional
5,12%
Capital de giro Pré (5,14% em 31.12.21) 0,1 383.342 - (26.909) (970) 9.303 - 364.766
17,63%
Certificado de recebíveis do agronegócio (3) IPCA (16,57% em 31.12.21) 1,5 967.948 (242) - (86.620) 84.995 - 966.081
Pré / CDI + v.c. 12,69% (10,99% em
Linhas de crédito de exportação (4) USD 31.12.21) 3,2 3.500.875 241.000 - (122.103) 129.255 (134.919) 3.614.108
16,89%
Debêntures CDI / IPCA (15,54% em 31.12.21) 7,0 4.210.015 (234) (70.000) (127.468) 241.863 - 4.254.176

2,40%
Incentivos fiscais Pré (2,40% em 31.12.21) - 3.601 59.280 - (361) 442 - 62.962
9.065.781 299.804 (96.909) (337.522) 465.858 (134.919) 9.262.093
Moeda estrangeira
Pré + v.c. USD e 5,10%
Bonds EUR (4,92% em 31.12.21) 14,2 12.764.287 - (1.201.463) (349.308) 322.103 (953.844) 10.581.775
Pré/LIBOR + v.c. 4,40%
Linhas de crédito de exportação USD (3,06% em 31.12.21) 3,2 281.112 - (142.015) (3.582) 3.321 (6.429) 132.407
13.045.399 - (1.343.478) (352.890) 325.424 (960.273) 10.714.182
22.111.180 299.804 (1.440.387) (690.412) 791.282 (1.095.192) 19.976.275
Circulante 2.790.926 2.434.565
Não circulante 19.320.254 17.541.710

(1) Taxa média ponderada de juros ao ano.


(2) Prazo médio ponderado de vencimento, demonstrado em anos.
(3) Os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) emitidos pela Companhia são lastreados em recebíveis da BRF S.A. com determinadas subsidiárias no exterior.
(4) Em 30.06.22, contempla o montante de R$2.027.253 (R$2.160.061 em 31.12.21) referente a nota de crédito de exportação emitida em Reais, simultaneamente e em conexão a um swap cambial,
resultando essencialmente em um fluxo de caixa líquido em Dólares americanos. Por serem transações inseparáveis, ambas estão registradas em conjunto na rubrica de Empréstimos e Financiamentos
por seu custo amortizado.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


53
Consolidado

PMPV Juros Juros Variação Saldo


Encargos (a.a.) Taxa média (1) (2) Saldo 31.12.21 Tomado Amortização pagos apropriados cambial 30.06.22
Moeda nacional
5,23%
Capital de giro Pré / CDI (5,24% em 31.12.21) 0,2 406.962 - (40.617) (970) 9.562 (365) 374.572
17,63%
Certificado de recebíveis do agronegócio (3) IPCA (16,57% em 31.12.21) 1,5 967.948 (242) - (86.620) 84.995 - 966.081
Linhas de crédito de bancos de TJLP / TLP/ IPCA / (3,12% em 31.12.21)
desenvolvimento FINAME - 7.679 - (6.328) (1.472) 121 - -
16,89%
Debêntures CDI / IPCA (15,54% em 31.12.21) 7,0 4.210.015 (234) (70.000) (127.469) 241.864 - 4.254.176
Pré / CDI + v.c. 7,95%
Linhas de crédito de exportação (4) USD (10,87% em 31.12.21) 4,9 3.516.273 241.000 (15.706) (122.103) 129.563 (134.919) 3.614.108
2,40%
Incentivos fiscais Pré (2,40% em 31.12.21) - 3.601 59.280 - (361) 442 - 62.962
9.112.478 299.804 (132.651) (338.995) 466.547 (135.284) 9.271.899
Moeda estrangeira
Pré + v.c. USD e 4,95%
Bonds EUR (4,82% em 31.12.21) 12,2 15.544.012 - (1.201.463) (406.331) 379.415 (1.118.967) 13.196.666
Pré / LIBOR + v.c. 4,69% (3,43% em
Linhas de crédito de exportação USD 31.12.21) 0,8 311.385 - (157.435) (4.176) 3.636 (10.328) 143.082

Adiantamentos de contratos de câmbio Pré + v.c. USD - - 3.103 - (2.766) - (53) (284) -
Pré + v.c. TRY e 18,28% (13,35% em
Capital de giro USD 31.12.21) 1,3 485.052 236.291 (175.195) (40.828) 33.870 (124.512) 414.678
16.343.552 236.291 (1.536.859) (451.335) 416.868 (1.254.091) 13.754.426
25.456.030 536.095 (1.669.510) (790.330) 883.415 (1.389.375) 23.026.325
Circulante 3.203.068 2.822.515
Não circulante 22.252.962 20.203.810

(1) Taxa média ponderada de juros ao ano.


(2) Prazo médio ponderado de vencimento, demonstrado em anos.
(3) Os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) emitidos pela Companhia são lastreados em recebíveis da BRF S.A. com determinadas subsidiárias no exterior.
(4) Em 30.06.22, contempla o montante de R$2.027.253 (R$2.160.061 em 31.12.21) referente a nota de crédito de exportação emitida em Reais simultaneamente e em conexão a um swap cambial,
resultando essencialmente em um fluxo de caixa líquido em Dólares americanos. Por serem transações inseparáveis, ambas estão registradas em conjunto na rubrica de Empréstimos e Financiamentos
por seu custo amortizado.
O cronograma de vencimentos dos empréstimos e financiamentos está apresentado na nota 24.3.

Em 30.06.22 e 31.12.21, a Companhia não possuía cláusulas de covenants financeiros relacionados aos seus contratos de empréstimos e financiamentos.

No curso normal dos negócios, a Companhia pode considerar, de tempos em tempos, a recompra de quaisquer de suas Senior Unsecured Notes (Bonds), sujeito
às condições de mercado, como alternativa para redução do custo de capital e melhor equalização da indexação cambial e do perfil de endividamento. Tais recompras
podem ocorrer de diversos modos, inclusive por meio de transações no mercado aberto. Em conformidade às leis aplicáveis, tais transações podem ser realizadas
a qualquer momento e a Companhia não possui obrigação de adquirir qualquer valor específico dos Bonds.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


54
Linha de crédito rotativo
Visando manter uma posição prudencial e sustentável de liquidez de curto prazo e em consonância com a
adoção de medidas para extensão do prazo médio e redução do custo de suas dívidas, em 27.12.19, a
Companhia contratou junto ao Banco do Brasil uma linha de crédito rotativo no valor de até R$1.500.000, com
vencimento em três anos. Em 28.10.20 a Companhia contratou também junto ao Banco do Brasil, linha de
crédito rotativo adicional, até o limite de R$1.500.000, pelo prazo de três anos. As referidas linhas de crédito
poderão ser desembolsadas total ou parcialmente a critério da Companhia, quando necessário. Em 30.06.22 as
linhas estavam disponíveis, porém não utilizadas.

Garantias

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Saldo de empréstimos e financiamentos 19.976.275 22.111.180 23.026.325 25.456.030
Garantias por hipotecas de bens 62.962 3.601 62.962 20.343
Vinculado a FINAME - - - 16.742
Vinculado a incentivos fiscais e outros 62.962 3.601 62.962 3.601

Em 30.06.22, o total de fianças bancárias contratadas correspondia a R$486.825 (R$474.468 em 31.12.21) e


foram oferecidas principalmente em garantia de processos judiciais em que se discute a utilização de créditos
tributários. Estas fianças possuem um custo financeiro médio de 1,94% a.a. (1,93% a.a. em 31.12.21).

FORNECEDORES

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Fornecedores
Mercado interno
Terceiros 9.523.392 9.687.524 9.654.191 9.812.778
Partes relacionadas 4.638 26.106 - -
Mercado externo
Terceiros 1.144.020 850.441 2.484.701 2.019.824
Partes relacionadas 204.390 - - -
10.876.440 10.564.071 12.138.892 11.832.602

(-) Ajuste a valor presente (183.910) (114.599) (186.221) (117.978)


10.692.530 10.449.472 11.952.671 11.714.624

Circulante 10.681.237 10.440.754 11.941.378 11.701.996


Não circulante 11.293 8.718 11.293 12.628

Do saldo de fornecedores em 30.06.22, R$3.805.059 na controladora e R$4.047.400 no consolidado (R$3.754.104


na controladora e R$3.905.827 no consolidado em 31.12.21) correspondem a operações de risco sacado em que
não houve modificação das condições de pagamentos e de preços negociados com os fornecedores.

FORNECEDORES RISCO SACADO

Controladora e Consolidado
30.06.22 31.12.21
Fornecedores risco sacado
Mercado interno 1.066.552 1.971.441
Mercado externo 158.401 293.732
1.224.953 2.265.173

(-) Ajuste a valor presente (23.790) (27.198)


1.201.163 2.237.975

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 55
A Companhia possui parcerias com diversas instituições financeiras que possibilitam aos fornecedores
anteciparem os seus recebíveis. Os fornecedores têm liberdade para escolher se desejam ou não antecipar seus
recebíveis e com qual instituição, permitindo assim que gerenciem suas necessidades de fluxo de caixa da forma
que melhor os atenda. Esta flexibilidade possibilita que a Companhia intensifique as relações comerciais com a
rede de fornecedores, alavancando potencialmente benefícios como preferência de fornecimento em casos de
oferta restrita, melhores condições de preço e/ou prazos de pagamento mais flexíveis, entre outros, sem que
se identifiquem contrapartidas em outras condições comerciais. Nesta rubrica, estão apresentadas as operações
em que houve modificação das condições de pagamentos e de preços negociados com os fornecedores.

Em 30.06.22, as taxas de desconto nas operações de risco sacado realizadas por nossos fornecedores junto às
instituições financeiras no mercado interno ficaram entre 1,03% e 1,31% a.m. (em 31.12.21, essas taxas
ficaram entre 0,67% e 1,02% a.m.).

Em 30.06.22, as taxas de desconto nas operações de risco sacado realizadas por nossos fornecedores junto as
instituições financeiras no mercado externo ficaram entre 0,23% e 0,61% a.m. (em 31.12.21, essas taxas
ficaram entre 0,19% e 0,39% a.m.).

ARRENDAMENTO MERCANTIL
A Companhia é arrendatária em diversos contratos de arrendamento de terrenos florestais, escritórios, centros
de distribuição, produtores integrados, veículos, dentre outros. Alguns contratos possuem opção de renovação
por período adicional ao final do contrato, estabelecidos por aditivo, não sendo permitidas renovações
automáticas e por prazo indeterminado.

As cláusulas dos contratos mencionados, no que tange a renovação, reajuste e opção de compra, são
contratadas conforme práticas de mercado. Ademais, não existem cláusulas de pagamentos contingentes ou
relativas a restrições de distribuição de dividendos, pagamento de juros sobre capital próprio ou captação de
dívida adicional.

Ativo de direito de uso


Os ativos de direito de uso demonstrados abaixo estão contidos nos saldos do Ativo Imobilizado e Ativo
Intangível (notas 13 e 14).

Controladora

Taxa Saldo em Saldo em


média (1) 31.12.21 Adições Baixas 30.06.22
Custo
Terrenos 47.514 - - 47.514
Edificações 2.912.644 353.322 (6.511) 3.259.455
Máquinas e equipamentos 111.979 4.412 (73.899) 42.492
Veículos 196.249 - (999) 195.250
Software 79.732 - (67.428) 12.304
3.348.118 357.734 (148.837) 3.557.015
Depreciação
Terrenos 15,66% (19.958) (3.420) - (23.378)
Edificações 25,25% (1.183.829) (199.744) 6.534 (1.377.039)
Máquinas e equipamentos 38,86% (72.335) (21.269) 73.801 (19.803)
Veículos 28,56% (106.405) (27.928) 730 (133.603)
Software 61,25% (61.193) (3.085) 54.377 (9.901)
(1.443.720) (255.446) 135.442 (1.563.724)
1.904.398 102.288 (13.395) 1.993.291

(1) Taxa média ponderada ao ano.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 56
Consolidado
Correção
Taxa Saldo em monetária por Variação Saldo em
média (1) 31.12.21 Adições Baixas hiperinflação cambial 30.06.22
Custo
Terrenos 145.394 - (134) 2.677 (6.547) 141.390
Edificações 3.223.625 398.984 (16.616) 14.497 (19.079) 3.601.411
Máquinas e equipamentos 117.412 4.412 (73.921) 663 (225) 48.341
Veículos 369.979 125.808 (999) 4.863 (10.232) 489.419
Software 79.731 - (67.428) - - 12.303
3.936.141 529.204 (159.098) 22.700 (36.083) 4.292.864
Depreciação
Terrenos 8,90% (36.439) (7.083) 134 1.955 1.039 (40.394)
Edificações 18,89% (1.383.968) (249.433) 16.571 (375) 11.866 (1.605.339)
Máquinas e equipamentos 31,43% (73.385) (22.275) 73.823 (215) (542) (22.594)
Veículos 30,44% (189.817) (65.108) 730 (2.427) 4.307 (252.315)
Software 61,49% (61.193) (3.085) 54.377 - - (9.901)
(1.744.802) (346.984) 145.635 (1.062) 16.670 (1.930.543)
2.191.339 182.220 (13.463) 21.638 (19.413) 2.362.321

(1) Taxa média ponderada ao ano.

Passivo de arrendamento
Controladora
PMPV Saldo em Juros Juros Saldo em
(1) 31.12.21 Adições Pagamentos pagos apropriados Baixas 30.06.22
Terrenos 6,7 32.693 - (2.738) (1.889) 1.888 (10) 29.944
Edificações 7,8 1.977.283 361.419 (173.014) (42.314) 82.957 (4.339) 2.201.992
Máquinas e equipamentos 3,9 40.220 4.412 (21.237) (1.333) 1.333 (10) 23.385
Veículos 2,3 98.460 - (29.409) (3.536) 3.536 (289) 68.762
Software 2,3 19.667 - (3.178) (183) 183 (13.962) 2.527
2.168.323 365.831 (229.576) (49.255) 89.897 (18.610) 2.326.610

Circulante 364.470 405.547


Não circulante 1.803.853 1.921.063

(1) Prazo médio ponderado de vencimento, demonstrado em anos.

Consolidado

PMPV Saldo em Juros Juros Variação Saldo em


(1) 31.12.21 Adições Pagamentos pagos apropriados Baixas cambial 30.06.22
Terrenos 8,2 126.293 - (3.674) (4.886) 4.885 (10) (6.191) 116.417
Edificações 1,7 2.095.375 407.081 (218.473) (45.887) 86.529 (4.339) (7.021) 2.313.265
Máquinas e equipamentos 1,3 45.218 4.412 (21.993) (1.520) 1.520 (10) (709) 26.918
Veículos 1,7 192.694 125.808 (62.198) (6.970) 6.970 (289) (6.066) 249.949
Software 2,3 19.666 - (3.178) (183) 184 (13.962) - 2.527
2.479.246 537.301 (309.516) (59.446) 100.088 (18.610) (19.987) 2.709.076

Circulante 471.956 542.341


Não circulante 2.007.290 2.166.735

(1) Prazo médio ponderado de vencimento, demonstrado em anos.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 57
Cronograma de vencimentos do passivo de arrendamento
O cronograma de vencimentos dos pagamentos futuros mínimos obrigatórios é demonstrado na tabela a seguir:

Controladora Consolidado
30.06.22 30.06.22
Total circulante 405.547 542.341
Total não circulante 1.921.063 2.166.735
Julho a dezembro 2023 223.192 283.194
2024 392.925 455.710
2025 320.778 360.436
2026 230.499 240.275
2027 em diante 753.669 827.120
2.326.610 2.709.076

Taxa incremental sobre empréstimo


A Companhia utiliza a taxa incremental sobre empréstimo nominal para mensuração dos seus passivos de
arrendamento. Abaixo demonstram-se as taxas nominais e correspondentes taxas reais para cada vencimento:

30.06.22 31.12.21
Taxa nominal % Taxa nominal %
Prazos dos Contratos Taxa real % a.a. Taxa real % a.a.
a.a. a.a.
1 ano - - 5,34% 0,86%
2 anos - - 5,24% 1,02%
3 anos 12,99% 6,34% 6,83% 2,60%
4 anos 12,41% 6,69% 8,49% 4,41%
5 anos - - 9,69% 4,85%
6 anos - - 10,61% 5,15%
7 anos - - 11,18% 10,56%
12 anos - - 9,85% 5,55%
16 anos - - 12,44% 6,70%
17 anos 12,29% 6,63% 13,12% 6,77%
18 anos - - 13,01% 6,70%
20 anos - - 12,95% 7,07%

As taxas nominais apresentadas acima em 30.06.22 referem-se às taxas incrementais sobre empréstimos
utilizadas nos contratos reconhecidos no primeiro semestre de 2022 e as taxas de 31.12.21 referem-se às taxas
utilizadas nos contratos reconhecidos no exercício de 2021.

Valores reconhecidos no resultado


Estão demonstrados abaixo os valores reconhecidos no resultado referentes aos itens isentos de
reconhecimento: ativos de baixo valor, arrendamentos de curto prazo e pagamentos variáveis.

Controladora Consolidado
2022 2022
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Pagamentos variáveis não incluídos no passivo de arrendamento 16.376 29.546 54.812 107.728
Despesas relativas a arrendamentos de curto prazo 13.655 27.627 33.353 65.820
Despesas relativas a ativos de baixo valor 2.504 4.294 2.523 4.331
32.535 61.467 90.688 177.879

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 58
Transações de retroarrendamento (sale-and-leaseback)
No período de seis meses findo em 30.06.22 foram concluídas as condições para transferência de posse de uma
fábrica de rações em Francisco Beltrão, previamente detida pela Companhia. A transação foi classificada como
retroarrendamento. Foi reconhecido o ativo de direito de uso, bem como o passivo de arrendamento
relacionados ao aluguel vincendo do contrato, o qual está contido nas adições da classe de Edificações nos
seguintes montantes: ativo de direito de uso de R$2.945 e passivo de arrendamento de R$11.042. Um ganho
foi reconhecido na rubrica de Outras Receitas Operacionais no montante de R$5.521.

PAGAMENTO BASEADO EM AÇÕES


As regras dos planos ações restritas concedidas aos executivos foram divulgadas nas demonstrações financeiras
do exercício findo em 31.12.21 (nota 19).

A posição das ações outorgadas em aberto é demonstrada a seguir:

Data Quantidade Outorga (1)


Prazo de aquisição
Outorga de direito Ações outorgadas Ações em aberto Valor justo da ação
01.07.19 01.07.22 1.141.353 128.288 30,61
01.06.20 01.06.23 3.571.736 979.714 21,28
01.07.21 01.07.24 2.883.737 2.438.464 28,58
7.596.826 3.546.466

(1) Valores expressos em Reais.

A movimentação ocorrida no período de seis meses findo em 30.06.22 das opções e ações outorgadas está
apresentada na tabela abaixo:

Consolidado

Quantidade de opções/ações em aberto em 31.12.21 5.395.519


Exercidas / Entregues:
Ações restritas – outorga de junho de 2020 (317.386)
Ações restritas – outorga de julho de 2019 (83.175)
Ações restritas – outorga de junho de 2019 (107.309)
Canceladas (1):
Ações restritas – outorga de julho de 2021 (243.505)
Ações restritas – outorga de junho de 2020 (883.754)
Ações restritas – outorga de setembro de 2019 (22.867)
Ações restritas – outorga de julho de 2019 (108.854)
Ações restritas – outorga de junho de 2019 (82.203)
Quantidade de opções/ações em aberto em 30.06.22 3.546.466
(1) Os cancelamentos referem-se aos desligamentos de elegíveis antes da aquisição do direito.

A Companhia possui registrado o valor justo dos planos de remuneração baseada em ações no montante de
R$202.169 no patrimônio líquido (R$205.949 em 31.12.21) e no montante de R$23.530 no passivo não circulante
(R$11.816 em 31.12.21). Em relação a estes planos, foram reconhecidas despesas de R$27.772 na controladora
e R$30.996 no consolidado no período de seis meses findo em 30.06.22 (R$19.378 na controladora e R$27.325
no consolidado no mesmo período do ano anterior) e no período de três meses findo em 30.06.22 foram
reconhecidas despesas de R$2.314 na controladora e reversões de despesas de R$909 no consolidado (despesas
de R$931 na controladora e despesas de R$7.016 no consolidado no mesmo período do ano anterior).

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 59
PLANOS DE BENEFÍCIOS A EMPREGADOS
A Companhia oferece a seus funcionários planos suplementares de aposentadoria e outros benefícios. Nas
demonstrações financeiras anuais de 31.12.21 (nota 20) foram divulgadas as características dos planos de
aposentadoria suplementar bem como dos outros benefícios a empregados oferecidos pela Companhia, os quais
não sofreram alterações durante o período. Os passivos atuariais estão apresentados a seguir:

Controladora Consolidado
Passivo Passivo
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Plano médico 201.859 193.545 201.859 195.345
Multa do F.G.T.S. (1) 55.917 53.881 55.917 53.881
Homenagem por tempo de serviço 102.473 98.474 102.473 98.474
Outros 59.742 57.553 198.229 204.885
419.991 403.453 558.478 552.585

Circulante 42.097 42.097 53.136 54.354


Não circulante 377.894 361.356 505.342 498.231
(1) Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (“F.G.T.S.”).

A Companhia, com base na estimativa de custos dos planos suplementares de aposentadoria para o exercício
de 2022, de acordo com laudo elaborado em 2021 por especialista atuarial, apropriou no resultado para o período
de seis meses findo em 30.06.22 em contrapartida aos outros resultados abrangentes um ganho de R$14.596
na controladora e R$20.232 no consolidado, líquidos de tributos (ganho de R$8.099 na controladora e R$8.035
no consolidado no mesmo período do ano anterior), e no período de três meses findo em 30.06.22 um ganho
de R$10.843 na controladora e R$16.559 no consolidado, líquidos de tributos (ganho de R$4.199 na controladora
e R$4.181 no consolidado no mesmo período do ano anterior).

PROVISÃO PARA RISCOS TRIBUTÁRIOS, CÍVEIS E TRABALHISTAS


A Companhia e suas controladas estão envolvidas em determinados assuntos legais decorrentes do curso normal
de seus negócios, que incluem processos tributários, previdenciários, trabalhistas, cíveis, comerciais e outros.

A Administração da Companhia acredita que, com base nos elementos existentes na data base destas
informações financeiras intermediárias, a provisão para riscos tributários, trabalhistas, cíveis, comerciais e
outros, é suficiente para cobrir eventuais perdas com processos administrativos e judiciais, conforme
apresentado a seguir.

A movimentação da provisão para riscos tributários, trabalhistas, cíveis, comerciais e outros, classificadas como
perda provável e passivos contingentes, é apresentada abaixo:

Controladora
30.06.22
Cíveis, Passivos
comerciais e contingentes
Tributárias Trabalhistas outras (1) Total
Saldo no início do período 397.067 624.258 354.531 97.859 1.473.715
Adições 66.720 171.593 28.726 - 267.039
Reversões (13.505) (101.254) (17.015) (503) (132.277)
Pagamentos (55.194) (117.616) (16.538) - (189.348)
Atualização monetária 23.773 79.303 33.263 - 136.339
Saldo no final do período 418.861 656.284 382.967 97.356 1.555.468

Circulante 940.773
Não Circulante 614.695

(1) Passivos contingentes registrados pelo valor justo na data de aquisição, decorrentes da combinação de negócios com a Sadia.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 60
Consolidado
30.06.22
Cíveis, Passivos
comerciais e contingentes
Tributárias Trabalhistas outras (1) Total
Saldo no início do período 400.101 628.767 357.013 131.751 1.517.632
Adições 66.720 172.779 28.859 - 268.358
Reversões (13.506) (101.300) (17.044) (504) (132.354)
Pagamentos (55.194) (117.616) (16.538) - (189.348)
Atualização monetária 23.932 79.379 33.400 - 136.711
Variação cambial (28) (744) (50) - (822)
Saldo no final do período 422.025 661.265 385.640 131.247 1.600.177

Circulante 943.949
Não Circulante 656.228
(1) Passivos contingentes registrados pelo valor justo na data de aquisição, decorrentes das combinações de negócios com a Sadia,
Hercosul e Mogiana.

A Companhia possui contingências cuja expectativa de perda é possível, conforme avaliação da Administração,
suportada por assessores jurídicos. Tais contingências possuem as mesmas características daquelas divulgadas
nas demonstrações financeiras do exercício findo em 31.12.21 e, em 30.06.22, totalizaram R$1.988.751
(R$1.679.407 em 31.12.21) de classe cível, R$280.483 (R$338.999 em 31.12.21) de classe trabalhista e
R$13.245.195 (R$12.499.764 em 31.12.21) de classe tributária, das quais somente aquelas decorrentes da
combinação de negócios com Sadia, Hercosul e Mogiana possuem provisão, registrada pelo valor justo estimado
na data da combinação de negócios, de R$131.247 (R$131.751 em 31.12.21).

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital social
Em 17.01.22, os acionistas da Companhia aprovaram, em Assembleia Geral Extraordinária (“AGE”), a alteração
do limite de autorização para aumento de capital, independente de reforma estatutária, o qual passou a ser de
1.325.000.000 de ações ordinárias. Na mesma ocasião, também foi aprovado o aumento de capital da
Companhia por meio de oferta pública de ações, de até 325.000.000 de novas ações ordinárias.

Em 01.02.22 realizou-se a precificação da oferta pública de ações e o Conselho de Administração aprovou a


oferta na quantidade de 270.000.000 de ações ao preço de R$20,00 (vinte reais), totalizando uma oferta de
R$5.400.000. Deste montante, R$500.000 foram destinados ao capital social e o restante destinado à formação
de reservas de capital da Companhia. A liquidação da oferta se deu em 04.02.22 e foram incorridos gastos de
R$122.671.

Em 30.06.22, o capital subscrito e integralizado da Companhia era de R$13.053.418, composto por


1.082.473.246 ações ordinárias, escriturais e sem valor nominal. O valor realizado do capital social no balanço
está líquido dos gastos com as ofertas públicas realizadas em 22.07.09 e 04.02.22, no montante R$215.618.

Composição do capital social por natureza

Controladora
30.06.22 31.12.21
Ações ordinárias 1.082.473.246 812.473.246
Ações em tesouraria (4.545.683) (5.053.554)
Ações em circulação 1.077.927.563 807.419.692

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 61
Movimentação das ações em circulação

Controladora
Quantidade de ações em circulação
30.06.22
Ações no início do período 807.419.692
Emissão de ações em 01.02.22 270.000.000
Entrega de ações restritas 507.871
Ações no final do período 1.077.927.563

Reservas de capital e Outras transações patrimoniais


As Reservas de capital contemplam apenas os saldos de resultado na alienação e troca de ações, em
compatibilidade com a Lei 6.404/1976 (“Lei das S.A.”).

Controladora e Consolidado
30.06.22 31.12.21
Reservas de capital 2.338.476 141.834
Outras transações patrimoniais (71.312) (67.531)
Pagamento baseado em ações 202.168 205.949
Aquisição de participação de não controladores (273.260) (273.260)
Transações de capital com controladas (220) (220)
2.267.164 74.303

Absorção de prejuízos acumulados


Em 31.01.22 a Companhia realizou a compensação de prejuízos acumulados com reservas de capital, conforme
previsto na Lei das S.A., no montante de R$2.703.358.

Ações em tesouraria
A Companhia possui 4.545.683 ações ordinárias de sua própria emissão em tesouraria, com custo médio de
R$25,19 (vinte e cinco reais e dezenove centavos) por ação e valor de mercado correspondente a R$61.776.

Controladora
Quantidade de ações em Tesouraria
30.06.22
Ações em tesouraria no início do período 5.053.554
Entrega de ações restritas (507.871)
Ações em tesouraria no final do período 4.545.683

A Companhia possui programa de aquisição de ações de sua própria emissão, aprovado em 30.09.21, até o
limite de 3.696.858 ações ordinárias, com prazo de 18 meses. Até 30.06.22, a Companhia recomprou 1.232.300
ações ordinárias ao custo total de R$27.721 no âmbito deste programa.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 62
LUCRO (PREJUÍZO) POR AÇÃO

Operações continuadas

2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Numerador básico
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414)
Denominador básico
Ações ordinárias 1.082.473.246 1.082.473.246 812.473.246 812.473.246
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação básico - R$ (0,50) (2,03) (0,25) (0,22)

Numerador diluído
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (542.751) (2.080.659) (202.856) (178.414)

Denominador diluído
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Número de ações potenciais - - - -
Número médio ponderado de ações em circulação - diluído 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação diluído - R$ (0,50) (2,03) (0,25) (0,22)

Operações descontinuadas

2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Numerador básico
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (16.408) (50.948) (41.286) (41.286)
Denominador básico
Ações ordinárias 1.082.473.246 1.082.473.246 812.473.246 812.473.246
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação básico - R$ (0,02) (0,05) (0,05) (0,05)

Numerador diluído
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (16.408) (50.948) (41.286) (41.286)

Denominador diluído
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Número de ações potenciais - - - -
Número médio ponderado de ações em circulação - diluído 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação diluído - R$ (0,02) (0,05) (0,05) (0,05)

Operações continuadas e descontinuadas

2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Numerador básico
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (559.159) (2.131.607) (244.142) (219.700)
Denominador básico
Ações ordinárias 1.082.473.246 1.082.473.246 812.473.246 812.473.246
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação básico - R$ (0,52) (2,08) (0,30) (0,27)

Numerador diluído
Lucro (prejuízo) líquido do período atribuível aos acionistas da BRF (559.159) (2.131.607) (244.142) (219.700)

Denominador diluído
Número médio ponderado de ações em circulação - básico (exceto ações em
tesouraria) 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Número de ações potenciais - - - -
Número médio ponderado de ações em circulação - diluído 1.077.638.897 1.026.529.295 807.934.252 807.820.708
Lucro (prejuízo) líquido por ação diluído - R$ (0,52) (2,08) (0,30) (0,27)

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 63
INSTRUMENTOS FINANCEIROS E GERENCIAMENTO DE RISCO
Visão Geral
No curso normal de seus negócios, a Companhia está exposta a riscos de crédito, liquidez e de mercado, os
quais são gerenciados ativamente em conformidade à Política de Gestão de Riscos Financeiros (“Política de
Risco”) e documentos estratégicos e diretrizes a ela subordinadas. A Política de Riscos foi aprovada pelo Conselho
de Administração em 16.12.21, possui validade de um ano e está disponível no site da Companhia. As
estratégias, objetivos e governança da gestão de riscos da Companhia estão apresentadas nas demonstrações
financeiras do exercício findo em 31.12.21.

Administração de riscos de crédito


A Companhia está exposta ao risco de crédito relacionado aos ativos financeiros que detém: contas a receber
de clientes, títulos e outras contas a receber, títulos e valores mobiliários, contratos de derivativos, caixa e
equivalentes de caixa. A exposição da Companhia ao risco de crédito pode ser avaliada nas notas 4, 5 e 6.

Em 30.06.22, a Companhia mantinha títulos e valores mobiliários acima de R$100.000 nas seguintes instituições
financeiras: Banco Bradesco, Banco do Brasil, Banco BNP Paribas, Banco BTG Pactual, Banco Itaú, Banco Pan,
Banco Safra, Banco Santander, Banco Votorantim, Banco XP, Caixa Econômica Federal, Citibank, HSBC, Banco
Inter, J.P. Morgan Chase Bank e Standard Bank.

Também detinha contratos de derivativos com as seguintes instituições financeiras: Banco Bradesco, Banco
Itaú, Banco Santander, Banco Votorantim, Bank of America Merrill Lynch, Banco BTG Pactual, Banco XP,
Citibank, Goldman Sachs, J.P. Morgan Chase Bank, Morgan Stanley, Rabobank e T. Garanti Bankasi A.Ş.

Administração do capital e riscos de liquidez


Em 30.06.22, o endividamento bruto consolidado não circulante, conforme apresentado abaixo, representava
87,55% (86,78% em 31.12.21) do endividamento bruto total, o qual possui prazo médio de liquidação de nove
anos.

A Companhia monitora os níveis de endividamento bruto e líquido, conforme apresentado abaixo:

Consolidado
30.06.22 31.12.21
Circulante Não circulante Total Total
Empréstimos e financiamentos em moeda estrangeira (1.894.129) (11.860.297) (13.754.426) (16.343.552)
Empréstimos e financiamentos em moeda nacional (928.386) (8.343.513) (9.271.899) (9.112.478)
Instrumentos financeiros derivativos, líquidos (49.747) 13.618 (36.129) (223.949)
Endividamento bruto (2.872.262) (20.190.192) (23.062.454) (25.679.979)

Caixa e equivalentes de caixa 7.887.641 - 7.887.641 7.528.820


Títulos e valores mobiliários 378.380 505.034 883.414 794.268
Caixa restrito - 25.874 25.874 24.964
8.266.021 530.908 8.796.929 8.348.052
Endividamento líquido 5.393.759 (19.659.284) (14.265.525) (17.331.927)

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 64
As tabelas abaixo resumem as obrigações contratuais e compromissos financeiros significativos que podem
impactar a liquidez da Companhia:

Controladora
30.06.22
Fluxo de
Valor caixa Até 12 Jul - dez 2027 em
contábil contratual meses 2023 2024 2025 2026 diante
Passivos financeiros não derivativos
Empréstimos e financiamentos 19.976.275 31.511.941 3.223.395 1.890.732 2.816.824 2.043.286 1.492.281 20.045.423
Principal 20.167.866 2.106.715 1.303.902 1.881.287 1.191.524 721.524 12.962.914
Juros 11.344.075 1.116.680 586.830 935.537 851.762 770.757 7.082.509
Fornecedores 10.692.530 10.876.440 10.865.147 4.831 4.001 1.284 1.177 -
Fornecedores risco sacado 1.201.163 1.224.953 1.224.953 - - - - -
Passivo de arrendamento 2.326.610 2.943.639 433.327 246.513 463.709 404.497 310.566 1.085.027
Passivos financeiros derivativos
Designados como hedge de fluxo de
caixa
Derivativos de taxas de juros 23.330 23.330 - - - - - 23.330
Derivativos cambiais 83.922 83.922 82.816 1.106 - - - -
Derivativos de commodities 52.365 52.365 52.365 - - - - -
Não designados como hedge de fluxo
de caixa
Derivativos cambiais 2.890 2.890 2.890 - - - - -

Consolidado
30.06.22
Fluxo de
Valor caixa Até 12 Jul - dez 2027 em
contábil contratual meses 2023 2024 2025 2026 diante
Passivos financeiros não derivativos
Empréstimos e financiamentos 23.026.325 35.071.210 3.694.379 1.964.041 2.949.607 2.174.205 4.236.593 20.052.385
Principal 23.151.630 2.417.146 1.316.482 1.894.291 1.204.528 3.349.767 12.969.416
Juros 11.919.580 1.277.233 647.559 1.055.316 969.677 886.826 7.082.969
Fornecedores 11.952.671 12.138.892 12.127.599 4.831 4.001 1.284 1.177 -
Fornecedores risco sacado 1.201.163 1.224.953 1.224.953 - - - - -
Passivo de arrendamento 2.709.076 3.399.095 579.491 312.785 537.805 454.505 323.738 1.190.771
Passivos financeiros derivativos
Designados como hedge de fluxo de
caixa
Derivativos de taxas de juros 23.330 23.330 - - - - - 23.330
Derivativos cambiais 83.922 83.922 82.816 1.106 - - - -
Derivativos de commodities 52.365 52.365 52.365 - - - - -
Não designados como hedge de fluxo
de caixa
Derivativos cambiais 5.469 5.469 5.469 - - - - -

A Companhia não espera que os desembolsos de caixa para cumprimento das obrigações demonstradas acima
possam ser significativamente antecipados por fatores alheios aos seus melhores interesses, ou ter seus valores
substancialmente alterados fora do curso normal dos negócios.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 65
Administração de riscos de mercado
Riscos de taxa de juros
A exposição da Companhia às taxas de juros está demonstrada na tabela abaixo:

Consolidado
30.06.22
Notional
Instrumentos
financeiros Exposição
Indexador Ativos Passivos Derivativos líquida
Pré-fixado
Pré-fixado Reais 132.270 (422.583) (6.140.918) (6.431.231)
Pré-fixado Dólar (USD) 3.890.932 (16.613.695) 8.172.957 (4.549.806)
Pré-fixado Liras Turcas (TRY) 34.015 (518.526) (172.854) (657.365)
Pré-fixado Euro (EUR) 50.656 - 477.305 527.961
Pré-fixado Outras moedas 579.878 - (96.501) 483.377
Pós-fixado
Pós-fixado IPCA Reais - (4.331.732) 3.600.000 (731.732)
Pós-fixado CDI Reais 4.109.177 (43.312) (5.839.989) (1.774.124)
Pós-fixado LIBOR Dólar (USD) - (130.950) - (130.950)
8.796.928 (22.060.798) - (13.263.870)
Juros e ajuste a valor justo de derivativos - (965.526) (36.129) (1.001.655)
Total 8.796.928 (23.026.324) (36.129) (14.265.525)

Os instrumentos financeiros derivativos para proteção da exposição a taxas de juros em 30.06.22 estão
demonstrados na tabela abaixo:

30.06.22
Valor justo (R$)

Hedge de valor justo -


Instrumentos derivativos Objeto de proteção Vencimento Ativo Passivo Notional Instrumento Objeto (1)
Controladora e
Consolidado
Debênture - 1ª Emissão - 3ª Série -
Swap de juros 2º Tri. de 2026 IPCA + 5,50% a.a. CDI + 0,29% a.a. 400.000 BRL 12.585 2.026
IPCA + 5,50% a.a.
Debênture - 2ª Emissão - 1ª Série -
Swap de juros 3º Tri. de 2027 IPCA + 5,30% a.a. CDI + 2,16% a.a. 705.000 BRL 8.419 63.255
IPCA + 5,30% a.a.
Debênture - 2ª Emissão - 2ª Série -
Swap de juros 3º Tri. de 2030 IPCA + 5,60% a.a. CDI + 2,29% a.a. 1.495.000 BRL (25.060) 165.871
IPCA + 5,60% a.a.
Debênture - 3ª Emissão - Série
Swap de juros 2º Tri. de 2031 IPCA + 4,78% a.a. CDI + 0,12% a.a. 1.000.000 BRL 12.185 51.569
única - IPCA + 4,78% a.a.
3.600.000 8.129 282.721

(1) Corresponde ao valor acumulado dos ajustes de hedge de valor justo sobre os itens protegidos, incluído no valor contábil das
debêntures.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 66
Riscos cambiais
i. Exposição de balanço patrimonial
Os ativos e passivos denominados em moeda estrangeira e que impactam o Resultado Financeiro da Companhia
são demonstrados a seguir, de forma sumarizada em Reais:

Consolidado
30.06.22 31.12.21
Caixa e equivalentes de caixa 3.342.152 2.064.631
Contas a receber de clientes 6.000.059 6.377.104
Fornecedores (1.461.602) (1.221.354)
Empréstimos e financiamentos (14.199.373) (16.726.412)
Outros ativos e passivos líquidos 85.875 49.732
Exposição de ativos e passivos em moeda estrangeira (6.232.889) (9.456.299)
Instrumentos financeiros derivativos (hedge) 6.140.917 8.454.971
Exposição líquida em resultado (91.972) (1.001.328)

A exposição líquida em resultado é composta, principalmente, pelas seguintes moedas:

Exposição cambial líquida em resultado 30.06.22 31.12.21


Pesos Argentinos (ARS) (4.794) (5.783)
Kwanza Angolano (AOA) 378.429 318.660
Euros (EUR) 5.026 33.381
Ienes (JPY) (10.305) 77.178
Liras Turcas (TRY) 88.083 266.541
Dólares dos EUA (USD) (548.411) (1.691.305)
Total (91.972) (1.001.328)

A Companhia possui exposição em outras moedas, as quais foram agrupadas às moedas acima por possuírem
alta correlação ou por não serem individualmente significativas.

A Companhia possui mais passivos financeiros em moeda estrangeira do que ativos e, portanto, contrata
instrumentos financeiros derivativos para reduzir tal exposição. Os instrumentos financeiros derivativos para
proteção da exposição cambial de balanço em 30.06.22 estão demonstrados nas tabelas abaixo:

30.06.22
Instrumentos derivativos Taxa de Valor
não designados Ativo Passivo Vencimento Notional exercício justo (R$)
Controladora
Non-deliverable forward EUR BRL 3º Tri. 2022 EUR 100.000 5,5861 (2.890)
Non-deliverable forward USD BRL 3º Tri. 2022 USD 441.895 5,3057 1.214
Futuros - B3 USD BRL 3º Tri. 2022 USD 191.750 5,2682 4.709
3.033
Controladas
Non-deliverable forward EUR JPY 3º Tri. 2022 EUR 17.439 143,3539 (640)
Non-deliverable forward USD EUR 3º Tri. 2022 EUR 30.026 1,0658 1.749
Non-deliverable forward USD TRY 3º Tri. 2022 USD 33.000 17,3340 (1.939)
Total Consolidado 2.203

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 67
30.06.22
Valor justo (R$)
Hedge de valor justo -
Instrumentos derivativos Objeto de proteção Vencimento Ativo Passivo Notional Instrumento Objeto (1)
Controladora e
Consolidado
Swap de câmbio e juros BRF SA BRFSBZ 3.95 2º Tri. de 2023 VC + 3,95% a.a. 98,77% do CDI 234.033 USD 20.095 11.098
Swap de câmbio e juros BRF SA BRFSBZ 4 3/4 2º Tri. de 2024 VC + 4,75% a.a. 104,58% do CDI 200.000 USD 6.395 4.926
434.033 26.490 16.024

(1) Corresponde ao valor acumulado dos ajustes de hedge de valor justo sobre os itens protegidos, incluído no valor contábil das senior
unsecured notes.

ii. Exposição de resultado operacional


A Companhia possui mais receitas denominadas em moeda estrangeira do que gastos e, portanto, contrata
instrumentos financeiros derivativos para reduzir tal exposição. Os instrumentos financeiros derivativos
designados como hedge accounting de fluxo de caixa para proteção da exposição cambial de resultado
operacional, em 30.06.22, estão demonstrados na tabela abaixo:

30.06.22
Hedge de fluxo de caixa - Objeto de Taxa de
Instrumentos derivativos proteção Ativo Passivo Vencimento Notional designação Valor justo
Controladora e Consolidado
Non-deliverable forward Exportações em USD BRL USD 3º Tri. 2022 USD 350.500 5,0672 (71.427)
Non-deliverable forward Exportações em USD BRL USD 4º Tri. 2022 USD 24.000 5,1431 (5.259)
(76.686)

iii. Exposição de investimentos


A Companhia possui tanto investimentos (ativos líquidos) quanto empréstimos (passivos financeiros)
denominados em moeda estrangeira. Para equilibrar os efeitos contábeis, certos passivos financeiros não
derivativos são designados como instrumentos de proteção à exposição cambial gerada por tais investimentos.
Os instrumentos financeiros não derivativos designados como hedge accounting de investimento líquido em
30.06.22 estão demonstrados na tabela abaixo:

30.06.22
Hedge de investimento líquido - Valor justo
Instrumentos não derivativos Objeto (investimento) Passivo Vencimento Notional Taxa (1)
Controladora e Consolidado
Bond - BRF SA BRFSBZ 4.35 Federal Foods LLC USD 3º Tri. 2026 USD 75.673 3,7649 (112.174)
Bond - BRF SA BRFSBZ 4.35 BRF Kuwait Food Management Company WLL USD 3º Tri. 2026 USD 108.757 3,7649 (141.905)
Bond - BRF SA BRFSBZ 4.35 Al Khan Foodstuff LLC USD 3º Tri. 2026 USD 65.570 3,7649 (96.107)
(350.186)

(1) Corresponde à parcela efetiva do resultado do hedge acumulada na rubrica de Outros Resultados Abrangentes.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 68
Risco de preços de commodities
A Companhia utiliza commodities como insumos produtivos e está exposta aos riscos de preços decorrentes de
compras futuras. A gestão deste risco, é feita por meio de estoques físicos, saldos de pedidos a preço fixo e
também por meio de instrumentos financeiros derivativos.

A Companhia efetua compras de commodities com preços a fixar nos mercados futuro e spot e, para proteger
tal exposição, contrata instrumentos derivativos em posição ativa (compra) para fixar antecipadamente tais
preços. Os instrumentos financeiros derivativos designados como hedge accounting de fluxo de caixa para
proteção da exposição ao risco de preço de commodities a fixar em 30.06.22 estão demonstrados na tabela
abaixo:

30.06.22
Hedge de fluxo de caixa - Taxa de
Instrumentos derivativos Objeto de proteção Indexador Vencimento Quantidade preço (1) Valor justo
Controladora e Consolidado
Non-deliverable forward - compra Compras de farelo de soja - preço a fixar Farelo de Soja - CBOT 3º Tri. 2022 29.998 ton 398,04 8.291
Non-deliverable forward - compra Compras de farelo de soja - preço a fixar Farelo de soja - CBOT 4º Tri. 2022 19.999 ton 409,44 4.041
Collar - compra Compras de farelo de soja - preço a fixar Farelo de Soja - CBOT 3º Tri. 2022 40.000 ton 443,61 1.582
Collar - compra Compras de farelo de soja - preço a fixar Farelo de Soja - CBOT 4º Tri. 2022 34.999 ton 443,60 1.224
Collar - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - CBOT 4º Tri. 2022 79.997 ton 294,97 (14.835)
Collar - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - CBOT 1º Tri. 2023 5.000 ton 291,13 (1.009)
Collar - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - CBOT 3º Tri. 2022 25.000 ton 293,92 (3.978)
Futuros de milho - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - B3 3º Tri. 2022 21.195 ton 1.570,45 (73)
Collar - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - B3 3º Tri. 2022 19.359 ton 1.721,18 (1.403)
Collar - compra Compras de milho - preço a fixar Milho - B3 4º Tri. 2022 68.256 ton 1.676,65 (2.613)
Collar - compra Compras de óleo de soja - preço a fixar Óleo de Soja - CBOT 3º Tri. 2022 500 ton 1.771,41 (355)
344.303 (9.128)

(1) Preço base de cada commodity em USD/ton, exceto Milho – B3 denominado em R$/ton.

Em certas situações, a Companhia efetua compras futuras de commodities com preços fixos e, para proteger
tal exposição, contrata instrumentos derivativos em posição passiva (venda) para manter os preços de tais
compras a mercado. Os instrumentos financeiros derivativos designados como hedge accounting de valor justo
para proteção da exposição ao risco de preço fixo de commodities em 30.06.22 estão demonstrados na tabela
abaixo:

30.06.22
Hedge de valor justo - Taxa de
Instrumentos derivativos Objeto de proteção Indexador Vencimento Quantidade preço (1) Valor justo
Controladora e Consolidado
Non-deliverable forward - venda Compras de Grão de Soja - preço fixo Grão de Soja - CBOT 1º Tri. 2023 24.599 ton 536,18 267
Non-deliverable forward - venda Compras de milho - preço fixo Milho - CBOT 3º Tri. 2022 68.480 ton 215,31 (11.552)
Non-deliverable forward - venda Compras de milho - preço fixo Milho - CBOT 4º Tri. 2022 35.607 ton 273,32 5.436
Non-deliverable forward - venda Compras de milho - preço fixo Milho - CBOT 1º Tri. 2023 32.809 ton 287,34 6.863
Non-deliverable forward - venda Compras de milho - preço fixo Milho - CBOT 2º Tri. 2023 80.660 ton 255,31 3.347
Non-deliverable forward - venda Compras de milho - preço fixo Milho - CBOT 3º Tri. 2023 39.453 ton 254,67 3.878
Futuros de milho - venda Compras de milho - preço fixo Milho - B3 3º Tri. 2022 128.890 ton 1.355,87 322
Futuros de milho - venda Compras de milho - preço fixo Milho - B3 4º Tri. 2022 24.651 ton 1.452,53 127
Futuros de milho - venda Compras de milho - preço fixo Milho - B3 1º Tri. 2023 3.024 ton 1.473,81 30
Futuros de milho - venda Compras de milho - preço fixo Milho - B3 3º Tri. 2023 15.174 ton 1.226,62 604
453.347 9.322

(1) Preço base de cada commodity em USD/ton, exceto Milho – B3 denominado em R$/ton.

30.06.22
Hedge de valor justo - Objeto de Taxa de
Instrumentos derivativos proteção Ativo Passivo Vencimento Notional preço Valor justo
Controladora e Consolidado
Non-deliverable forward Custo em USD BRL USD 3º Tri. 2022 USD 14.745 5,5436 3.431
Non-deliverable forward Custo em USD BRL USD 4º Tri. 2022 USD 6.427 5,1989 (1.371)
Non-deliverable forward Custo em USD BRL USD 1º Tri. 2023 USD 9.428 5,4645 (706)
Non-deliverable forward Custo em USD BRL USD 2º Tri. 2023 USD 18.372 5,8861 3.262
Non-deliverable forward Custo em USD BRL USD 3º Tri. 2023 USD 9.107 5,6368 (1.075)
3.541

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 69
Efeitos dos instrumentos de hedge nas informações financeiras
Os efeitos dos instrumentos financeiros para proteção cambial, de preço de commodities e de taxas de juros no
resultado, nos outros resultados abrangentes e no balanço patrimonial estão demonstrados abaixo:
Resultado do período Consolidado
Contabilidade de
Abr - jun 2022
NE Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total
Receita Líquida de Vendas 13.305.396 - - 13.305.396
Resultado de Derivativos Resultado Operacional Fluxo de caixa 78.670 - - 78.670
Resultado de Instrumentos não derivativos Resultado Operacional Fluxo de caixa (444.954) - - (444.954)
Receita Líquida 26 12.939.112 - - 12.939.112

Custo dos Produtos Vendidos - (10.909.197) - (10.909.197)


Fluxo de caixa /
Resultado de Derivativos Resultado Operacional - (47.067) - (47.067)
Valor justo
Custo dos Produtos Vendidos - (10.956.264) - (10.956.264)

Juros sobre empréstimos e financiamentos - - (373.587) (373.587)


Resultado de derivativos de juros Despesas com juros Valor justo - - (56.881) (56.881)
Variações cambiais sobre ativos e passivos (656.319) - - (656.319)

Resultado de derivativos de câmbio Balanço Patrimonial Não designados 456.324 - - 456.324


Empréstimos em moeda
Resultado de derivativos de câmbio Valor justo 26.490 - - 26.490
estrangeira
Efeitos em Resultado Financeiro 28 (173.505) - (430.468) (603.973)

Outros Resultados Abrangentes Consolidado


Contabilidade de
Abr - jun 2022
Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total

Instrumentos derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (190.575) (125.651) - (316.226)
Instrumentos não derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (103.686) - - (103.686)
Instrumentos não derivativos - não circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa 548.640 - - 548.640
Instrumentos não derivativos - não circulante Investimentos no exterior Investimento líquido (119.362) - - (119.362)
Outros Resultados Abrangentes (1) 135.017 (125.651) - 9.366

(1) Todos os efeitos estão apresentados brutos de tributos.

Resultado do período Consolidado

Jan - jun 2022 Contabilidade de


NE Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total

Receita Líquida de Vendas 25.235.972 - - 25.235.972


Resultado de Derivativos Resultado Operacional Fluxo de caixa 189.336 - - 189.336
Resultado de Instrumentos não derivativos Resultado Operacional Fluxo de caixa (444.954) - - (444.954)
Receita Líquida 26 24.980.354 - - 24.980.354

Custo dos Produtos Vendidos - (21.431.230) - (21.431.230)


Fluxo de caixa /
Resultado de Derivativos Resultado Operacional - (453.263) - (453.263)
Valor justo
Custo dos Produtos Vendidos - (21.884.493) - (21.884.493)

Juros sobre empréstimos e financiamentos - - (836.028) (836.028)


Resultado de derivativos de juros Despesas com juros Valor justo - - (24.180) (24.180)
Variações cambiais sobre ativos e passivos 657.387 - - 657.387
Resultado de derivativos de câmbio Balanço Patrimonial Não designados (1.041.845) - - (1.041.845)
Empréstimos em moeda
Resultado de derivativos de câmbio Valor justo 26.490 - - 26.490
estrangeira
Efeitos em Resultado Financeiro 28 (357.968) - (860.208) (1.218.176)

Outros Resultados Abrangentes Consolidado

Jan - jun 2022 Contabilidade de


Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total

Instrumentos derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (77.998) (73.883) - (151.881)
Instrumentos não derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (103.686) - - (103.686)
Instrumentos não derivativos - não circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa 548.639 - - 548.639
Instrumentos não derivativos - não circulante Investimentos no exterior Investimento líquido 91.043 - - 91.043
Outros Resultados Abrangentes (1) 457.998 (73.883) - 384.115

(1) Todos os efeitos estão apresentados brutos de tributos.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 70
Saldos patrimoniais Consolidado

Jan - jun 2022 Contabilidade de


NE Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total

Fluxo de caixa /
Instrumentos derivativos designados Resultado Operacional (73.145) 194 34.619 (38.332)
Valor justo
Instrumentos derivativos não designados Balanço Patrimonial Não designados 2.203 - - 2.203
Ativo / (Passivo) líquido (70.942) 194 34.619 (36.129)

Instrumentos derivativos - circulante (2) Resultado Operacional Fluxo de caixa (74.033) 29.862 - (44.171)
Instrumentos não derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (548.639) - - (548.639)
Instrumentos não derivativos - não circulante Investimentos no exterior Investimento líquido (350.186) - - (350.186)
Outros Resultados Abrangentes (1) (972.858) 29.862 - (942.996)

Fluxo de caixa /
Resultado de Derivativos Resultado Operacional - (761) - (761)
Valor justo
Estoque 7 - (761) - (761)

(1) Todos os efeitos estão apresentados brutos de tributos.


(2) Contempla montante de R$(5.050) de valor no tempo dos contratos de opção de commodities.

Saldos patrimoniais Consolidado

31.12.21 Contabilidade de
NE Exposição Hedge Câmbio Commodities Juros Total

Fluxo de caixa /
Instrumentos derivativos designados Resultado Operacional
Valor justo (10.342) 47.620 (30.108) 7.170
Instrumentos derivativos não designados Balanço Patrimonial Não designados (231.119) - - (231.119)
Ativo / (Passivo) líquido (241.461) 47.620 (30.108) (223.949)

Instrumentos derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa 3.964 103.746 - 107.710
Instrumentos não derivativos - circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (444.953) - - (444.953)
Instrumentos não derivativos - não circulante Resultado Operacional Fluxo de caixa (548.640) - - (548.640)
Instrumentos não derivativos - não circulante Investimentos no exterior Investimento líquido (441.229) - - (441.229)
Outros Resultados Abrangentes (1.430.858) 103.746 - (1.327.112)

Fluxo de caixa /
Resultado de Derivativos Resultado Operacional
Valor justo - 531.732 - 531.732
Estoque 7 - 531.732 - 531.732

Em 16.12.21 foi aprovada alteração na Política de Gestão de Riscos Financeiros e a partir de tal data
instrumentos financeiros não derivativos somente poderão ser utilizados como instrumentos de hedge
accounting de investimento líquido. Desta forma, em 16.12.21 foram descontinuadas as relações de hedge de
fluxo de caixa apresentadas abaixo, pois os instrumentos de hedge eram instrumentos financeiros não
derivativos (empréstimos) e não mais atendiam à estratégia e aos objetivos da Companhia.

30.06.22
Hedge de fluxo de caixa - Taxa de
Instrumentos não derivativos Proteção Passivo Vencimento Notional designação Taxa (1) Saldo (2)
Controladora e Consolidado
Bond BRF SA BRFSBZ 3.95 Exportações em USD USD 2º Tri. 2023 USD 150.000 2,0387 5,6963 (548.639)
(548.639)

(1) Taxa média das descontinuações.


(2) Saldo acumulado da parcela efetiva das variações cambiais dos empréstimos designados.

O valor acima será mantido em Outros Resultados Abrangentes até seu mês de vencimento conforme
designação prévia e efetividade da relação. No período de seis meses findo em 30.06.22, o empréstimo Bond
BRF SA BRFSBZ 5 7/8, designado como instrumento de proteção de exportações, foi liquidado e o montante de
R$(444.953) anteriormente acumulado em Outros Resultados Abrangentes foi reclassificado ao resultado do
período na rubrica de Receita Líquida.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 71
Posição sumarizada de balanço patrimonial dos instrumentos financeiros derivativos:

Controladora Consolidado
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Ativo
Designados como hedge accounting
Derivativos de moeda 10.777 27.617 10.777 27.617
Derivativos de commodities 52.559 105.228 52.559 105.228
Derivativos de juros 57.949 10.457 57.949 10.457
Não designados como hedge accounting
Derivativos de moeda 5.923 - 7.672 2.053
127.208 143.302 128.957 145.355

Ativo circulante 85.444 132.498 87.193 134.551


Ativo não circulante 41.764 10.804 41.764 10.804

Passivo
Designados como hedge accounting
Derivativos de moeda (83.922) (36.676) (83.922) (37.959)
Derivativos de commodities (52.365) (57.608) (52.365) (57.608)
Derivativos de juros (23.330) (40.565) (23.330) (40.565)
Não designados como hedge accounting
Derivativos de moeda (2.890) (232.442) (5.469) (233.172)
(162.507) (367.291) (165.086) (369.304)

Passivo circulante (134.361) (325.430) (136.940) (327.443)


Passivo não circulante (28.146) (41.861) (28.146) (41.861)

Análise de sensibilidade
A Administração considera que os riscos mais relevantes que podem afetar os resultados da Companhia são a
volatilidade nos preços de commodities e nas taxas de câmbio. Atualmente, as flutuações das taxas de juros
não afetam significativamente o resultado da Companhia, uma vez que a Administração optou por manter a
taxas fixas parte considerável de suas dívidas.

Os valores apresentados abaixo representam os possíveis impactos (resultados incrementais) dos instrumentos
financeiros de proteção e de suas respectivas posições protegidas, considerando cenários de apreciação e
depreciação dos fatores de risco elencados.

As informações utilizadas na preparação destas análises têm como base a posição em 30.06.22, detalhadas nos
itens acima. Os valores estimados podem diferir significativamente em relação aos números e resultados a
serem efetivamente registrados pela Companhia. Os valores positivos indicam ganhos e os negativos indicam
perdas.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 72
Cenário
Câmbio - Balanço Patrimonial Base - 50% - 25% - 10% + 10% + 25% + 50%
USD 5,2380 2,6190 3,9285 4,7142 5,7618 6,5475 7,8570
Ativos e Passivos Monetários 3.240.689 1.620.345 648.138 (648.138) (1.620.345) (3.240.689)
Instrumentos Derivativos não designados (3.320.703) (1.660.352) (664.141) 664.141 1.660.352 3.320.703
Efeito líquido (80.014) (40.007) (16.003) 16.003 40.007 80.014

EUR 5,4842 2,7421 4,1132 4,9358 6,0326 6,8553 8,2263


Ativos e Passivos Monetários 240.117 120.058 48.023 (48.023) (120.058) (240.117)
Instrumentos Derivativos não designados (348.508) (174.254) (69.702) 69.702 174.254 348.508
Efeito líquido (108.391) (54.196) (21.679) 21.679 54.196 108.391

JPY 0,0386 0,0193 0,0290 0,0347 0,0425 0,0483 0,0579


Ativos e Passivos Monetários (43.098) (21.549) (8.620) 8.620 21.549 43.098
Instrumentos Derivativos não designados 48.250 24.125 9.650 (9.650) (24.125) (48.250)
Efeito líquido 5.152 2.576 1.030 (1.030) (2.576) (5.152)

TRY 0,3137 0,1569 0,2353 0,2823 0,3451 0,3921 0,4706


Ativos e Passivos Monetários (130.468) (65.234) (26.094) 26.094 65.234 130.468
Instrumentos Derivativos não designados 34.532 17.266 6.906 (6.906) (17.266) (34.532)
Efeito líquido (95.936) (47.968) (19.188) 19.188 47.968 95.936

AOA 0,0126 0,0063 0,0094 0,0113 0,0138 0,0157 0,0188


Ativos e Passivos Monetários (189.214) (94.607) (37.843) 37.843 94.607 189.214
Efeito líquido (189.214) (94.607) (37.843) 37.843 94.607 189.214

Cenário
Câmbio - Resultado Operacional Base - 50% - 25% - 10% + 10% + 25% + 50%
USD 5,2380 2,6190 3,9285 4,7142 5,7618 6,5475 7,8570
Receitas em USD (980.816) (490.408) (196.163) 196.163 490.408 980.816
NDF 980.816 490.408 196.163 (196.163) (490.408) (980.816)
Efeito líquido - - - - - -

Cenário
Resultado Operacional - Câmbio Base (1) - 50% - 25% - 10% + 10% + 25% + 50%
USD 5,2380 2,6190 3,9285 4,7142 5,7618 6,5475 7,8570
Custo dos Produtos Vendidos (152.108) (76.054) (30.422) 30.422 76.054 152.108
NDF 152.108 76.054 30.422 (30.422) (76.054) (152.108)
Efeito líquido - - - - - -

Grão de Soja - CBOT 534 267 401 481 587 668 801
Custo dos Produtos Vendidos (6.569) (3.284) (1.314) 1.314 3.284 6.569
NDF 6.569 3.284 1.314 (1.314) (3.284) (6.569)
Efeito líquido - - - - - -

Farelo de Soja - CBOT 450 225 338 405 495 563 676
Custo dos Produtos Vendidos 28.150 14.075 5.630 (5.630) (14.075) (28.150)
Collar (11.712) (4.382) (175) 1.027 5.279 12.609
NDF (11.248) (5.624) (2.250) 2.250 5.624 11.248
Efeito líquido 5.190 4.069 3.205 (2.353) (3.172) (4.293)

Óleo de Soja - CBOT 1.448 724 1.086 1.303 1.593 1.810 2.172
Custo dos Produtos Vendidos 362 181 72 (72) (181) (362)
Collar (362) (181) (72) 48 48 134
Efeito líquido - - - (24) (133) (228)

Milho - CBOT 245 123 184 221 270 306 368


Custo dos Produtos Vendidos (18.011) (9.006) (3.602) 3.602 9.006 18.011
Collar (70.628) (34.159) (12.278) 2.695 17.194 53.193
NDF 31.483 15.742 6.297 (6.297) (15.742) (31.483)
Efeito líquido (57.156) (27.423) (9.583) - 10.458 39.721

Milho - B3 1.466 733 1.099 1.319 1.612 1.832 2.199


Custo dos Produtos Vendidos (46.119) (23.059) (9.224) 9.224 23.059 46.119
Collar (62.655) (30.172) (10.683) 1.137 15.504 47.987
Futuro 109.740 54.870 21.948 (21.948) (54.870) (109.740)
Efeito líquido 966 1.639 2.041 (11.587) (16.307) (15.634)

(1) Preço base de cada commodity em USD/ton, exceto Milho – B3 denominado em R$/ton.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 73
Instrumentos financeiros por categoria
Controladora
30.06.22

Valor justo
Custo amortizado pelo resultado Total
Ativos
Caixa e bancos 106.127 - 106.127
Equivalentes de caixa - 3.775.798 3.775.798
Títulos e valores mobiliários - 357.334 357.334
Caixa restrito 25.874 - 25.874
Contas a receber de clientes 5.367.617 320.678 5.688.295
Outros recebíveis 88.444 - 88.444
Derivativos designados como hedge accounting (1) - 121.285 121.285

Passivos
Fornecedores (10.692.530) - (10.692.530)
Fornecedores risco sacado (1.201.163) - (1.201.163)
Empréstimos e financiamentos (2) (13.958.078) (6.018.197) (19.976.275)
Derivativos não designados - (2.890) (2.890)
Derivativos designados como hedge accounting (1) - (159.617) (159.617)
(20.263.709) (1.599.686) (21.863.395)

(1) Todos os derivativos estão classificados como valor justo pelo resultado. No entanto, aqueles designados como instrumentos de hedge
accounting têm seus efeitos também no Patrimônio Líquido ou em Estoques.
(2) A parte dos empréstimos e financiamentos que é objeto de hedge de valor justo está classificada como Valor justo pelo resultado. O
restante do saldo de empréstimos e financiamentos está classificado como Custo amortizado, sendo que aqueles designados como
instrumentos de hedge de fluxo de caixa ou de investimento líquido têm seus efeitos também no Patrimônio Líquido.

Consolidado
30.06.22
Valor justo por
meio de outros
resultados
abrangentes

Custo Instrumentos Valor justo


amortizado patrimoniais pelo resultado Total
Ativos
Caixa e bancos 3.005.253 - - 3.005.253
Equivalentes de caixa - - 4.882.388 4.882.388
Títulos e valores mobiliários 478.459 11.572 393.383 883.414
Caixa restrito 25.874 - - 25.874
Contas a receber de clientes 3.493.003 - 320.678 3.813.681
Outros recebíveis 89.013 - - 89.013
Derivativos não designados - - 7.672 7.672
Derivativos designados como hedge accounting (1) - - 121.285 121.285

Passivos
Fornecedores (11.952.671) - - (11.952.671)
Fornecedores risco sacado (1.201.163) - - (1.201.163)
Empréstimos e financiamentos (2) (17.008.128) - (6.018.197) (23.026.325)
Derivativos não designados - - (5.469) (5.469)
Derivativos designados como hedge accounting (1) - - (159.617) (159.617)
(23.070.360) 11.572 (457.877) (23.516.665)

(1) Todos os derivativos estão classificados como valor justo pelo resultado. No entanto, aqueles designados como instrumentos de hedge
accounting têm seus efeitos também no Patrimônio Líquido ou em Estoques.
(2) A parte dos empréstimos e financiamentos que é objeto de hedge de valor justo está classificada como Valor justo pelo resultado. O
restante do saldo de empréstimos e financiamentos está classificado como Custo amortizado, sendo que aqueles designados como
instrumentos de hedge de fluxo de caixa ou de investimento líquido têm seus efeitos também no Patrimônio Líquido.

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 74
Valor justo dos instrumentos financeiros
Valor justo é o preço que seria recebido pela venda de um ativo ou que seria pago pela transferência de um
passivo em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data de mensuração.

A depender das premissas utilizadas na mensuração, os instrumentos financeiros ao valor justo podem ser
classificados em 3 níveis de hierarquia:

» Nível 1 - Utiliza preços observáveis (não ajustados) para instrumentos idênticos em mercados ativos.
Nesta categoria estão alocados os investimentos em ações, contas remuneradas, overnights, depósitos
a prazo, Letras Financeiras do Tesouro e fundos de investimento;
» Nível 2 - Utiliza preços observáveis em mercados ativos para instrumentos similares, preços observáveis
para instrumentos idênticos ou similares em mercados não ativos e modelos de avaliação para os quais
as premissas são observáveis. Nesta categoria estão alocados os Certificados de Depósitos Bancários e
os derivativos, os quais são valorizados por modelos de precificação amplamente aceitos no mercado:
fluxo de caixa descontado e Black & Scholes. Os inputs observáveis utilizados são taxas e curvas de
juros, fatores de volatilidade e cotações de paridade cambial;
» Nível 3 - Instrumentos cujas premissas significativas não são observáveis. A Companhia não possui
instrumentos financeiros nesta categoria.
A tabela abaixo apresenta a classificação dos instrumentos financeiros mensurados ao valor justo por hierarquia
de mensuração. Ao longo do período de seis meses findo em 30.06.22 não houve alteração entre os 3 níveis de
hierarquia.
Controladora
30.06.22 31.12.21
Nível 1 Nível 2 Total Nível 1 Nível 2 Total
Ativos financeiros
Valor justo pelo resultado
Conta remunerada e overnight 112.490 - 112.490 57.584 - 57.584
Certificado de depósito bancário - 3.659.869 3.659.869 - 4.410.146 4.410.146
Letras financeiras do tesouro 342.331 - 342.331 324.771 - 324.771
Fundos de investimento 18.442 - 18.442 19.079 - 19.079
Contas a receber de clientes - 320.678 320.678 - 335.566 335.566
Derivativos - 127.208 127.208 - 143.302 143.302
Passivos financeiros
Valor justo pelo resultado
Derivativos - (162.507) (162.507) - (367.291) (367.291)
Empréstimos e financiamentos - (6.018.197) (6.018.197) - (3.368.431) (3.368.431)
473.263 (2.072.949) (1.599.686) 401.434 1.153.292 1.554.726

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 75
Consolidado
30.06.22 31.12.21
Nível 1 Nível 2 Total Nível 1 Nível 2 Total
Ativos financeiros
Valor justo por meio de outros
resultados abrangentes
Ações 11.572 - 11.572 13.338 - 13.338
Valor justo pelo resultado
Conta remunerada e overnight 1.123.244 - 1.123.244 701.386 - 701.386
Depósito a prazo 53.562 - 53.562 179.071 - 179.071
Certificado de depósito bancário - 3.702.143 3.702.143 - 4.451.214 4.451.214
Letras financeiras do tesouro 342.331 - 342.331 324.771 - 324.771
Fundos de investimento 19.099 - 19.099 35.718 - 35.718
Contas a receber de clientes - 320.678 320.678 - 335.566 335.566
Derivativos - 128.957 128.957 - 145.355 145.355
Outros títulos 35.392 - 35.392 5.445 - 5.445
Passivos financeiros
Valor justo pelo resultado
Derivativos - (165.086) (165.086) - (369.304) (369.304)
Empréstimos e financiamentos - (6.018.197) (6.018.197) - (3.368.431) (3.368.431)
1.585.200 (2.031.505) (446.305) 1.259.729 1.194.400 2.454.129

Exceto para os itens apresentados abaixo, o valor justo dos demais instrumentos financeiros se aproxima do
valor contábil. O valor justo dos bonds foi demonstrado com base em preços observáveis em mercados ativos,
nível 1 da hierarquia para mensuração de valor justo, já as debêntures têm como base o nível 2 e são
mensuradas por meio de fluxos de caixa descontados.

Controladora e Consolidado
30.06.22 31.12.21
Valor Valor Valor
Moeda Vencimento Valor contábil justo contábil justo
BRF S.A.
BRF SA BRFSBZ 4 3/4 USD 2024 (1.547.790) (1.441.322) (1.653.847) (1.726.951)
BRF SA BRFSBZ 3.95 USD 2023 (1.215.063) (1.132.744) (1.303.821) (1.337.246)
BRF SA BRFSBZ 4 7/8 USD 2030 (3.673.496) (3.150.477) (3.914.280) (3.993.593)
BRF SA BRFSBZ 5 3/4 USD 2050 (4.145.426) (3.354.272) (4.423.083) (4.521.103)
BRF SA BRFSBZ 5 7/8 USD 2022 - - (396.802) (409.454)
BRF SA BRFSBZ 2 3/4 EUR 2022 - - (1.072.454) (1.076.964)
Debênture - 1ª Emissão BRL 2026 (779.587) (747.074) (823.946) (821.444)
Debênture - 2ª Emissão BRL 2030 (2.425.616) (2.255.515) (2.351.363) (2.382.298)
Debênture - 3ª Emissão BRL 2031 (1.048.973) (804.732) (1.034.706) (915.353)
Controladora (14.835.951) (12.886.136) (16.974.302) (17.184.406)

BRF GmbH
BRF SA BRFSBZ 4.35 USD 2026 (2.614.891) (2.308.194) (2.779.725) (2.854.701)
Consolidado (17.450.842) (15.194.330) (19.754.027) (20.039.107)

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 76
INFORMAÇÃO POR SEGMENTO
Os segmentos operacionais são reportados de forma consistente com os relatórios gerenciais utilizados pelos
principais tomadores de decisões estratégicas e operacionais para fins de avaliação de desempenho de cada
segmento e alocação de recursos. As informações por segmento são elaboradas considerando três segmentos
divulgáveis, sendo: Brasil, Internacional e Outros Segmentos.

Os segmentos operacionais compreendem as operações de vendas de todos os canais de distribuição e são


subdivididos de acordo com a natureza dos produtos cujas características são descritas a seguir:

» Aves: produção e comercialização de aves inteiras e em cortes in-natura.


» Suínos e outros: produção e comercialização de cortes in-natura.
» Processados: produção e comercialização de alimentos processados, congelados e industrializados
derivados de aves, suínos e bovinos, margarinas, produtos vegetais e a base de soja.
» Outras vendas: comercialização de farinhas para food service, entre outros.
Outros segmentos são compostos por comercialização e desenvolvimento de ingredientes de nutrição animal,
nutrição humana, nutrição de plantas (fertilizantes), healthcare (saúde e bem-estar), pet food, assim como de
produtos agropecuários.

Os itens não alocados aos segmentos são apresentados como Corporate e referem-se a eventos relevantes não
relacionados aos segmentos operacionais.

As receitas líquidas por natureza para cada um dos segmentos operacionais são apresentadas a seguir:
Consolidado
2022 2021
Receita líquida Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Brasil
In-natura 1.473.912 2.908.247 1.399.081 2.746.505
Aves 1.091.663 2.261.189 1.035.554 2.069.002
Suínos e outros 382.249 647.058 363.527 677.503
Processados 5.054.004 9.496.684 4.393.007 8.426.675
Outras vendas 8.110 14.253 25.200 37.042
6.536.026 12.419.184 5.817.288 11.210.222

Internacional
In-natura 4.843.288 9.417.485 4.577.130 8.608.000
Aves 4.334.311 8.614.610 3.828.284 7.244.702
Suínos e outros 508.977 802.875 748.846 1.363.298
Processados 776.239 1.641.010 722.780 1.403.685
Outras vendas 105.425 162.984 128.080 237.372
5.724.952 11.221.479 5.427.990 10.249.057

Outros segmentos 678.134 1.339.691 391.623 769.599


12.939.112 24.980.354 11.636.901 22.228.878

O lucro (prejuízo) antes do resultado financeiro para cada um dos segmentos e para Corporate é apresentado
a seguir:

Consolidado
2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Brasil 14.248 (748.644) 125.425 499.903
Internacional 38.265 189.367 281.156 455.980
Outros segmentos 112.442 198.686 86.166 177.059
Sub total 164.955 (360.591) 492.747 1.132.942
Corporate (24.548) (26.079) 87.575 75.291
140.407 (386.670) 580.322 1.208.233

Abaixo a composição dos principais efeitos não alocados aos segmentos e apresentados como Corporate:

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 77
Consolidado
2022 2021
Corporate Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Reversão/(provisão) de contingências tributárias e cíveis (19.849) (23.697) 79.243 74.925
Gastos com desmobilização de ativos (5.608) (5.551) (816) (3.020)
Gastos COVID-19 (1) 82 (1.128) (17.054) (24.996)
Investigações envolvendo a Companhia (nota 1.4) (175) (355) (2.905) (8.142)
Resultado na alienação e baixa de ativos imobilizados 2.361 4.352 6.430 12.085
Impairment e resultado na alienação de investimentos - - 23.471 23.590
Outros (1.359) 300 (794) 849
(24.548) (26.079) 87.575 75.291

(1) Refere-se principalmente a doações realizadas no Brasil, consultorias e gastos com segurança e saúde, os quais não são associados
aos segmentos de negócios.

Nenhum cliente, individualmente ou de forma agregada (grupo econômico), foi responsável por mais de 5% das
receitas líquidas nos períodos de seis meses findos em 30.06.22 e 30.06.21.

Os ágios por expectativa de rentabilidade futura oriundos de combinações de negócios, bem como os ativos
intangíveis com vida útil indefinida (marcas) foram alocados para os segmentos divulgáveis, considerando os
benefícios econômicos gerados por tais ativos intangíveis. A alocação dos intangíveis está apresentada a seguir:

Consolidado
Ágios Marcas Total
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Brasil 1.151.498 1.151.498 982.478 982.478 2.133.976 2.133.976
Internacional 1.860.803 1.813.986 417.527 275.982 2.278.330 2.089.968
Outros segmentos 459.685 459.699 474.875 474.875 934.560 934.574
3.471.986 3.425.183 1.874.880 1.733.335 5.346.866 5.158.518

As informações referentes aos ativos totais por segmentos não são apresentadas, pois não compõem o conjunto
de informações disponibilizadas aos Administradores da Companhia que, por sua vez, tomam decisões sobre
investimentos e alocação de recursos considerando as informações dos ativos consolidados.

RECEITAS
Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Receita bruta
Brasil 8.007.688 15.223.124 7.199.687 13.886.104 8.007.688 15.223.124 7.199.687 13.886.104
Internacional 4.332.273 8.149.144 4.056.673 7.605.682 5.972.319 11.706.973 5.803.099 10.986.923
Outros segmentos 477.053 944.277 400.017 790.106 832.324 1.628.692 430.969 847.609
12.817.014 24.316.545 11.656.377 22.281.892 14.812.331 28.558.789 13.433.755 25.720.636

Deduções da receita bruta


Brasil (1.471.662) (2.803.940) (1.382.399) (2.675.882) (1.471.662) (2.803.940) (1.382.399) (2.675.882)
Internacional (29.083) (76.283) (6.175) (10.757) (247.367) (485.494) (375.109) (737.866)
Outros segmentos (54.284) (102.478) (36.486) (72.547) (154.190) (289.001) (39.346) (78.010)
(1.555.029) (2.982.701) (1.425.060) (2.759.186) (1.873.219) (3.578.435) (1.796.854) (3.491.758)

Receita líquida
Brasil 6.536.026 12.419.184 5.817.288 11.210.222 6.536.026 12.419.184 5.817.288 11.210.222
Internacional 4.303.190 8.072.861 4.050.498 7.594.925 5.724.952 11.221.479 5.427.990 10.249.057
Outros segmentos 422.769 841.799 363.531 717.559 678.134 1.339.691 391.623 769.599
11.261.985 21.333.844 10.231.317 19.522.706 12.939.112 24.980.354 11.636.901 22.228.878

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 78
OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS, LÍQUIDAS
Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Reapresentado (1) Reapresentado (1)
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Recuperação de despesas (2) 34.701 101.379 9.259 69.213 36.233 104.983 9.280 69.236
Reversão de provisões - 1.036 - - 9 1.051 - -
Vendas de sucata 3.130 5.978 2.875 5.853 4.063 7.532 2.941 5.956
Provisão para riscos cíveis e tributários (19.691) (74.907) 79.285 74.971 (19.865) (75.360) 79.344 74.720
Outros benefícios a empregados (6.231) (11.671) (7.078) (14.413) (6.231) (11.671) (7.078) (14.413)
Perdas com sinistro (10.893) (26.454) (8.350) (11.526) (10.679) (26.327) (7.872) (11.282)
Ganhos (perdas) líquidos na alienação de ativos não financeiros 318 2.331 3.533 7.304 181 2.176 30.158 36.015
Despesas com desmobilizações (5.608) (5.551) (862) (2.993) (5.608) (5.551) (816) (3.020)
Perdas de créditos esperadas em outros recebíveis (1.257) (775) (749) (1.089) (1.419) (936) (749) (1.089)
Outras (1.309) (4.145) (5.129) (11.404) 775 (1.111) (914) (1.888)
(6.840) (12.779) 72.784 115.916 (2.541) (5.214) 104.294 154.235

(1) Reapresentação dos saldos comparativos para refletir alterações de práticas descritas na nota explicativa 3 destas informações
financeiras.
(2) Inclui recuperações tributárias de PIS, COFINS e ICMS sobre insumos, INSS e outros no montante de R$35.887 no período de seis
meses findo em 30.06.22 na controladora e no consolidado (R$27.164 referente a recuperações tributárias de PIS e COFINS sobre
insumos no mesmo período do ano anterior na controladora e no consolidado).

RECEITAS (DESPESAS) FINANCEIRAS, LÍQUIDAS


Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Reapresentado (1) Reapresentado (1)
NE Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Receitas financeiras
Juros sobre caixa e equivalentes de caixa 4 50.886 145.655 17.225 29.370 54.890 156.167 24.308 41.214
Receitas de títulos e valores mobiliários 5 17.196 31.994 8.229 14.884 29.947 58.984 17.065 31.202
Valor justo por meio do resultado 17.196 31.994 8.229 14.884 15.726 30.594 8.307 17.953
Custo amortizado - - - - 14.221 28.390 8.758 13.249
Juros sobre tributos a recuperar 9 81.303 145.130 34.401 111.923 81.567 145.530 34.424 111.962
Juros sobre outros ativos 13.929 31.633 6.576 19.134 14.607 33.276 6.717 19.429
Receitas financeiras sobre outros ativos 555 926 139 130 2.469 3.548 1.310 2.670
163.869 355.338 66.570 175.441 183.480 397.505 83.824 206.477
Despesas financeiras
Juros sobre empréstimos e financiamentos 15 (384.809) (767.680) (363.107) (727.436) (430.468) (860.208) (413.283) (828.223)
Juros com partes relacionadas 30 (57.577) (123.930) (81.302) (156.747) - - - -
Juros sobre contingências 21 (68.282) (129.052) (79.266) (120.888) (68.282) (129.052) (79.266) (120.888)
Juros sobre arrendamentos 18 (47.628) (89.897) (42.101) (85.774) (53.199) (100.330) (61.692) (116.981)
Juros sobre passivos atuariais (8.304) (16.608) (9.984) (19.968) (8.433) (17.965) (11.209) (22.629)
Desconto em cessão de créditos (32.819) (65.886) (14.132) (26.348) (34.254) (68.718) (15.999) (30.130)
Despesas bancárias (8.978) (18.793) (10.753) (21.568) (24.962) (42.338) (26.459) (48.345)
Tributos sobre receitas financeiras (8.955) (17.832) (3.288) (9.005) (10.491) (20.065) (4.961) (11.678)
Resultado de Put/Call Options -
Combinações de Negócios - - - - - - (28.121) 74.172
Ajuste a valor presente 6 e 16 (244.040) (423.210) (143.396) (286.492) (238.571) (413.601) (142.721) (286.100)
Outras despesas financeiras (14.687) (34.186) (18.791) (22.823) (25.685) (44.736) (13.563) (32.887)
(876.079) (1.687.074) (766.120) (1.477.049) (894.345) (1.697.013) (797.274) (1.423.689)
Variações cambiais e monetárias
Variações cambiais sobre ativos e passivos
(1.668.456) 1.664.832 2.612.268 834.380 (656.319) 657.387 858.600 266.215
monetários
Resultado de derivativos 453.793 (1.053.195) (889.438) (416.241) 482.814 (1.015.355) (904.528) (411.021)
Ganhos ou Perdas Monetárias Líquidas (2) - - - - 274.337 273.141 - -
(1.214.663) 611.637 1.722.830 418.139 100.832 (84.827) (45.928) (144.806)
(1.926.873) (720.099) 1.023.280 (883.469) (610.033) (1.384.335) (759.378) (1.362.018)

(1) Para apresentação em maior nível de detalhes, a Companhia alterou agrupamentos, reapresentando os saldos comparativos.
(2) Efeitos de correção monetária decorrente de operações em economia hiperinflacionária (nota 1.5).

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 79
RESULTADO POR NATUREZA
A Companhia apresenta a demonstração do resultado por função e apresenta a seguir o detalhamento por
natureza:

Controladora Consolidado
2022 2021 2022 2021
Reapresentado (1) Reapresentado (1)
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Custos dos produtos vendidos
Matéria-prima e insumos (2) 7.267.778 14.269.716 6.270.908 11.301.971 8.318.710 16.647.286 7.253.493 13.477.193
Salários e benefícios a empregados (3) 1.097.524 2.150.139 1.044.988 2.058.223 1.181.330 2.335.100 1.065.840 2.103.751
Depreciação 535.117 1.043.321 476.697 921.537 583.056 1.120.193 522.284 1.007.993
Amortização 21.225 40.513 13.759 38.871 50.676 89.890 30.458 71.520
Outros 732.784 1.508.768 659.221 1.343.360 822.492 1.692.024 651.906 1.359.847
9.654.428 19.012.457 8.465.573 15.663.962 10.956.264 21.884.493 9.523.981 18.020.304

Despesas com vendas


Gastos logísticos diretos e indiretos 805.085 1.512.598 666.956 1.220.478 755.898 1.437.623 642.483 1.203.516
Marketing 130.672 223.781 120.140 232.774 176.554 310.747 159.423 316.604
Salários e benefícios a empregados (3) 299.231 557.618 269.415 525.516 403.568 763.444 362.458 710.277
Depreciação 40.822 82.405 50.080 93.516 88.479 160.077 117.002 192.023
Amortização 13.403 27.286 16.074 41.428 17.795 35.386 21.813 54.150
Outros 154.463 312.100 125.656 244.197 220.063 445.682 132.894 301.801
1.443.676 2.715.788 1.248.321 2.357.909 1.662.357 3.152.959 1.436.073 2.778.371

Despesas administrativas
Salários e benefícios a empregados (3) 65.056 110.613 64.985 116.845 96.031 171.940 103.430 195.648
Honorários 15.005 29.376 14.178 28.939 15.045 29.461 14.178 28.939
Depreciação 5.742 11.427 8.384 17.153 9.145 17.752 11.147 26.706
Amortização 5.072 9.337 10.802 21.902 7.551 12.224 11.334 23.066
Outros (4) 25.882 42.744 32.192 53.500 49.664 89.571 55.658 93.354
116.757 203.497 130.541 238.339 177.436 320.948 195.747 367.713

(1) Reapresentação dos saldos comparativos para refletir alterações de práticas descritas na nota explicativa 3 destas informações
financeiras.
(2) Inclui recuperações tributárias referentes a créditos de ICMS, PIS e COFINS sobre insumos, créditos de INSS e créditos sobre
exportação no montante de R$38.772 no período de seis meses findo em 30.06.22 (R$34.266 no mesmo período do ano anterior).
(3) Inclui gastos com reestruturação nos montantes de: (i) R$7.160 no custo dos produtos vendidos, (ii) R$3.195 nas despesas com
vendas e (iii) R$1.292 nas despesas administrativas (efeitos nulos no mesmo período do ano anterior).
(4) Inclui gastos com aquisições e integrações no montante de R$15 no período de seis meses findo em 30.06.22 (nulo no mesmo período
do ano anterior).

A Companhia incorreu em um total de gastos com pesquisas internas e desenvolvimento de novos produtos de
R$19.758 na controladora e no consolidado no período de seis meses findo em 30.06.22 (R$20.456 na
controladora e no consolidado no mesmo período do ano anterior) e de R$8.601 no período de três meses findo
em 30.06.22 (R$9.604 no mesmo período do ano anterior).

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 80
PARTES RELACIONADAS
Os saldos das operações com partes relacionadas estão assim demonstrados:
Controladora
Dividendos e juros
sobre capital próprio a Adiantamentos e outros
Contas a receber receber Fornecedores Outros direitos passivos
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Banvit - - - - - - 286 609 - -
BRF Energia S.A. - - - - (4.365) (25.932) - - - -
BRF Foods GmbH 449.259 608.379 - - - - 78 137 - (61)
(1)
BRF Global GmbH 3.944.879 4.937.329 - - (203.224) - - - (7.665.310) (10.562.776)
(2)
BRF GmbH - - - - - - - - (1.587.123) (1.830.251)
BRF Pet S.A. 4.104 3.489 - - (273) (174) 813 588 - -
Federal Foods - - - - - - - - - (517)
Hercosul Alimentos Ltda. 7.506 - - - - - - 4 - -
Hercosul Distrib. Ltda. 827 - - - - - - - - -
Hercosul International S.R.L. 279 - - - (1.166) - - - - -
Joody Al Sharqiya Food Production
- - - - - - - 62 - -
Factory LLC
Mogiana Alimentos S.A. 5.075 2.741 - - - - - - - -
Sadia Alimentos S.A. - - - - - - - - (4.348) (4.265)
Sadia Chile S.A. 222.694 172.499 - - - - 49 5 - -
Sadia Uruguay S.A. 6.549 340 - - - - - - (43.441) (41.655)
VIP S.A. Empreendimentos e
- - 14 14 - - - - - -
Partic. Imob.
Marfrig Global Foods S.A. 9.976 9.252 - - (29.311) (35.312) - - - -
Marfrig Chile S.A. 1.639 - - - - - - - - -
Quickfood S.A. 9.329 8.690 - - - - - - - -
Total 4.662.116 5.742.719 14 14 (238.339) (61.418) 1.226 1.405 (9.300.222) (12.439.525)

(1) O montante refere-se a pré-pagamento de exportação, operação usual feita entre as unidades produtivas no Brasil com as subsidiárias que atuam como tradings para o mercado internacional.
(2) A BRF S.A. realiza reembolsos a algumas subsidiárias por perdas incorridas no curso normal de suas operações, gerando passivos registrados na rubrica Outras Obrigações com Partes Relacionadas.
Consolidado
Contas a receber Fornecedores
30.06.22 31.12.21 30.06.22 31.12.21
Marfrig Global Foods S.A. 9.976 9.252 (29.311) (36.058)
Marfrig Chile S.A. 4.213 1.434 (26) (24)
Quickfood S.A. 13.623 8.690 - -
Total 27.812 19.376 (29.337) (36.082)

Voltar
BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 81
Controladora
Receita de vendas Resultado financeiro líquido Compras
2022 2021 2022 2021 2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
BRF Energia S.A. - - - - - - - - (86.515) (166.072) (87.272) (169.145)
BRF Foods GmbH 94.099 164.960 56.284 107.340 - - - - - - - -
BRF Global GmbH 4.180.492 7.582.237 3.705.021 7.123.995 (56.634) (122.063) (80.665) (155.603) - - - -
BRF Pet S.A. 3.532 6.746 2.854 5.788 - - - - (193) (198) - -
Establecimiento Levino Zaccardi
- - - - - - 3 6 - - - -
y Cia. S.A.
Hercosul Alimentos Ltda. 9.940 11.562 - - - - - - (14.848) (14.848) - -
Hercosul Distrib. Ltda. 4.082 4.082 - - - - - - - - - -
Hercosul International S.R.L. 1.018 1.205 - - - - - - (1.745) (1.745) - -
Hercosul Solução em Transportes - - - - - - - - (210) (210) - -
Mogiana Alimentos S.A. 5.565 7.745 - - - -
Sadia Alimentos S.A. - - - - (42) (83) (42) (84) - - - -
Sadia Chile S.A. 90.036 144.583 45.124 83.906 - - - - - - - -
Sadia Uruguay S.A. 26.315 51.406 15.639 31.360 (901) (1.784) (598) (1.066) - - - -
Marfrig Global Foods S.A. 19.496 42.057 7.943 7.943 - - - - (104.414) (215.204) (49.875) (49.875)
Marfrig Chile S.A. 1.626 3.035 1.376 1.376 - - - - - - - -
Quickfood S.A. 10.372 23.866 - - - - - - - - - -
Marfrig Alimentos S.A. - 242 - - - - - - - - - -
Total 4.446.574 8.043.726 3.834.241 7.361.708 (57.577) (123.930) (81.302) (156.747) (207.925) (398.278) (137.147) (219.020)

Consolidado
Receita de vendas Compras
2022 2021 2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Marfrig Global Foods S.A. 19.496 42.057 7.943 7.943 (144.002) (268.777) (54.530) (54.530)
Marfrig Chile S.A. 4.896 8.370 2.156 2.156 (80) (192) - -
Quickfood S.A. 13.335 26.829 - - - - - -
Marfrig Alimentos S.A. - 242 - - - - - -
Total 37.727 77.498 10.099 10.099 (144.082) (268.969) (54.530) (54.530)

A Companhia realiza operações de mútuo entre as suas subsidiárias controladas a fim de cumprir com sua
estratégia de gerenciamento de caixa. Em 30.06.22 o saldo destas operações era de R$2.118.265 (R$2.327.576
em 31.12.21) com uma taxa média ponderada de 4,90% a.a. (4,27% a.a. em 31.12.21).

A Companhia efetuou contribuições relacionadas aos planos de benefício pós-emprego de seus empregados para
a BRF Previdência, a qual mantém tais planos (nota 20). Adicionalmente, a Companhia arrendou imóveis de
propriedade da BRF Previdência e, no período de seis meses findo em 30.06.22, o valor total dos pagamentos
de arrendamento foi de R$10.296 (R$10.207 no mesmo período do ano anterior), e no período de três meses
findo em 30.06.22 foi de R$5.148 (R$5.046 no mesmo período do ano anterior).

A Companhia mantém outras transações com partes relacionadas decorrentes de garantias e avais, repasses e
doações a associações e institutos vinculados, bem como operações de arrendamento e outras transações
comerciais com pessoas e empresas relacionadas. Tais transações respeitam as condições da Política de
Transações com Partes Relacionadas aprovada pelo Conselho de Administração e não possuem valores
relevantes individualmente e nem de forma agregada.

Remuneração dos administradores


O total da despesa com remuneração e benefícios aos conselheiros, diretoria estatutária e ao executivo-chefe
da auditoria interna é demonstrado a seguir:

Consolidado
2022 2021
Abr - jun Jan - jun Abr - jun Jan - jun
Remuneração e participação nos resultados 14.843 32.031 17.512 31.187
Benefícios de empregados de curto prazo (1) 313 676 230 424
Previdência privada 203 445 293 590
Benefícios de desligamento 530 1.060 749 1.498
Remuneração baseada em ações 4.806 13.897 7.338 14.186
20.695 48.109 26.122 47.885
(1) Compreende: assistência médica, despesas educacionais e outros.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


82
Adicionalmente, os diretores executivos (não estatutários) receberam entre remuneração e benefícios o total de
R$13.143 no período de seis meses findo em 30.06.22 (R$13.227 no mesmo período do ano anterior), e R$6.686
no período de três meses findo em 30.06.22 (R$4.998 no mesmo período do ano anterior).

COMPROMISSOS
No curso normal de seus negócios, a Companhia celebra contratos com terceiros para aquisição de matérias-
primas, principalmente milho e farelo de soja, em que os preços acordados podem ser fixos ou a fixar. A
Companhia celebra também outros compromissos, tais como fornecimento de energia elétrica, embalagens,
construção de imóveis, entre outros, para suprimento de suas atividades de manufatura. Os compromissos
firmes de compra são demonstrados abaixo:

Controladora Consolidado
30.06.22 30.06.22
Total circulante 4.798.314 5.555.203
Total não circulante 2.577.150 2.855.361
Julho a dezembro 2023 676.978 847.349
2024 671.370 751.548
2025 404.855 432.517
2026 285.287 285.287
2027 em diante 538.660 538.660
7.375.464 8.410.564

TRANSAÇÕES QUE NÃO ENVOLVEM CAIXA


As seguintes transações não envolveram caixa ou equivalentes de caixa durante o período de seis meses findo
em 30.06.22:

(i) Juros capitalizados decorrente de empréstimos: conforme nota 13.

(ii) Adição de arrendamento mercantil pelo ativo de direito de uso e respectivo passivo de arrendamento:
para o período de seis meses findo em 30.06.22 totalizaram R$357.734 na controladora e R$529.204
no consolidado (R$195.829 na controladora e R$378.575 no consolidado no mesmo período do ano
anterior) e para o período de três meses findo em 30.06.22 totalizaram R$217.534 na controladora e
R$344.700 no consolidado (R$140.918 na controladora e R$246.208 no consolidado no mesmo período
do ano anterior).

EVENTOS SUBSEQUENTES
Emissão de debêntures
O Conselho de Administração da Companhia, em reunião realizada em 30.06.22, aprovou a realização de sua
quarta emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries,
para colocação privada.

Em 13.07.22, foram subscritas pela securitizadora, no âmbito da colocação privada, 1.700.000 (um milhão e
setecentas mil) debêntures com valor nominal unitário de R$1.000,00 (mil reais) e compostas por duas séries,
totalizando o montante de R$1.700.000.000,00 (um bilhão e setecentos milhões de reais). A primeira série é
composta por 710.000 (setecentos e dez mil) debêntures, com vencimento em 13.07.27 e indexadas ao DI. A
segunda série é composta por 990.000 (novecentos e noventa mil) debêntures com vencimento em 13.07.32 e
indexadas ao IPCA.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


83
APROVAÇÃO DAS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS
As informações financeiras intermediárias foram aprovadas e sua emissão autorizada pelo Conselho de
Administração em 10.08.22.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente (Não Independente) Marcos Antonio Molina dos Santos

Vice-Presidente (Não Independente) Sérgio Agapito Lires Rial

Membro Independente Aldo Luiz Mendes

Membro Independente Altamir Batista Mateus da Silva

Membro Independente Deborah Stern Vieitas

Membro Não Independente Eduardo Augusto Rocha Pocetti

Membro Não Independente Márcia Aparecida Pascoal Marçal dos Santos

Membro Independente Pedro de Camargo Neto

Membro Independente Augusto Marques da Cruz Filho

Membro Independente Flavia Maria Bittencourt

CONSELHO FISCAL

Membro Efetivo Attílio Guaspari

Membro Efetivo Marco Antônio Peixoto Simões Velozo

Membro Efetivo Bernardo Szpigel

COMITÊ DE AUDITORIA E INTEGRIDADE

Coordenador Augusto Marques da Cruz Filho

Membro Efetivo Deborah Stern Vieitas

Membro Efetivo Eduardo Augusto Rocha Pocetti

Membro Externo Manoel Cordeiro Silva Filho

DIRETORIA EXECUTIVA

Diretor Presidente Global Lorival Nogueira Luz Júnior

Diretor Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores Fabio Luis Mendes Mariano

Diretor Vice-Presidente de Gente, Sustentabilidade e Digital Alessandro Rosa Bonorino

Diretor Vice-Presidente de Agro e Qualidade Fabio Duarte Stumpf

Diretor Vice-Presidente de Mercado Internacional e Planejamento Leonardo Campo Dallorto

Diretor Vice-Presidente Comercial Brasil Manoel Reinaldo Manzano Martins Junior

Diretor Vice-Presidente de Marketing e Novos Negócios Marcel Sacco

Diretor Vice-Presidente de Cadeia de Suprimentos Vinícius Guimarães Barbosa

Marcos Roberto Badollato Heitor Carpigiani de Paula


Diretor de Contabilidade Contador – CRC 1SP336262/O-4

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


84
COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL POR TITULARIDADE (NÃO REVISADO)
A posição acionária dos acionistas detentores de mais de 5% do capital votante, administradores e membros
do Conselho de Administração é apresentada a seguir:

30.06.22 31.12.21
Acionistas Quantidade % Quantidade %
Maiores acionistas
Marfrig Global Foods S.A. 360.133.580 33,27 269.734.803 33,20
Caixa de Previd. dos Func. do Banco do Brasil 66.941.238 6,18 49.829.952 6,13
Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros 56.800.428 5,25 56.947.828 7,01
Administradores
Conselho de Administração 4.600 0,01 6.314.932 0,78
Diretoria 881.391 0,08 917.317 0,11
Ações em tesouraria 4.545.683 0,42 5.053.554 0,62
Outros 593.166.326 54,79 423.674.860 52,15
1.082.473.246 100,00 812.473.246 100,00

As posições acionárias acima são apresentadas conforme o último Formulário de Referência arquivado pela
Companhia e podem não representar a posição atual detida em bolsa de valores.

A Companhia está vinculada à arbitragem na Câmara de Arbitragem do Novo Mercado, conforme Cláusula
Compromissória constante de seu Estatuto Social.

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar


85
RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS INFORMAÇÕES
FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS INDIVIDUAIS E CONSOLIDADAS

Aos Administradores e Acionistas da


BRF S.A.
Itajaí – SC

Introdução
Revisamos as informações financeiras intermediárias, individuais e consolidadas, da BRF S.A. “Companhia”, contidas no Formulário de
Informações Trimestrais (ITR) referente ao trimestre findo em 30 de junho de 2022, que compreendem o balanço patrimonial em 30 de
junho de 2022 e as respectivas demonstrações do resultado e do resultado abrangente para os períodos de três e seis meses findos naquela
data e das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o período de seis meses findo naquela data, incluindo as notas
explicativas.

A administração da Companhia é responsável pela elaboração das informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas de
acordo com o CPC 21(R1) – Demonstração Intermediária e a norma internacional IAS 34 – Interim Financial Reporting, emitida pelo
International Accounting Standards Board – (IASB), assim como pela apresentação dessas informações de forma condizente com as normas
expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais (ITR). Nossa responsabilidade é a de
expressar uma conclusão sobre essas informações financeiras intermediárias com base em nossa revisão.

Alcance da revisão
Conduzimos nossa revisão de acordo com as normas brasileiras e internacionais de revisão de informações intermediárias (NBC TR 2410 -
Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor da Entidade e ISRE 2410 - Review of Interim Financial Information Performed
by the Independent Auditor of the Entity, respectivamente). Uma revisão de informações intermediárias consiste na realização de
indagações, principalmente às pessoas responsáveis pelos assuntos financeiros e contábeis e na aplicação de procedimentos analíticos e de
outros procedimentos de revisão. O alcance de uma revisão é significativamente menor do que o de uma auditoria conduzida de acordo
com as normas de auditoria e, consequentemente, não nos permitiu obter segurança de que tomamos conhecimento de todos os assuntos
significativos que poderiam ser identificados em uma auditoria. Portanto, não expressamos uma opinião de auditoria.

Conclusão sobre as informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas


Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que as informações financeiras
intermediárias individuais e consolidadas incluídas nas informações trimestrais acima referidas não foram elaboradas, em todos os aspectos
relevantes, de acordo com o CPC 21(R1) e a IAS 34, aplicáveis à elaboração de Informações Trimestrais - ITR e apresentadas de forma
condizente com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM.

Ênfase
Chamamos a atenção para a nota 1.4 às informações financeiras intermediárias, individuais e consolidadas, que descrevem as investigações
concluídas por entidades governamentais norte-americanas e aquelas em andamento conduzidas por entidades governamentais brasileiras
envolvendo a Companhia, bem como seus atuais e potenciais desdobramentos. No estágio atual das investigações em andamento, não é
possível determinar os potenciais impactos financeiros e não-financeiros para a Companhia em decorrência dessas investigações e dos seus
potenciais desdobramentos e, consequentemente, registrar potenciais perdas as quais poderão ter um impacto material adverso na posição
financeira da Companhia, nos seus resultados e nos seus fluxos de caixa no futuro. Nossa conclusão não está ressalvada em função desses
assuntos.

Outros Assuntos - Demonstrações do valor adicionado


As informações financeiras intermediárias acima referidas incluem as demonstrações do valor adicionado (DVA), individuais e consolidadas,
referentes ao período de seis meses findo em 30 de junho de 2022, elaboradas sob a responsabilidade da administração da Companhia e
apresentadas como informação suplementar para fins da IAS 34. Essas demonstrações foram submetidas a procedimentos de revisão
executados em conjunto com a revisão das informações trimestrais, com o objetivo de concluir se elas estão conciliadas com as informações
financeiras intermediárias e registros contábeis, conforme aplicável, e se sua forma e conteúdo estão de acordo com os critérios definidos
no Pronunciamento Técnico CPC 09 - Demonstração do Valor Adicionado. Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhum
fato que nos leve a acreditar que essas demonstrações do valor adicionado não foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, segundo
os critérios definidos nessa Norma e de forma consistente em relação às informações financeiras intermediárias individuais e consolidadas
tomadas em conjunto.

São Paulo, 10 de agosto de 2022

KPMG Auditores Independentes Ltda.


CRC 2SP014428/O-6

Fabian Junqueira Sousa


Contador CRC 1SP235639/O-0

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar 86


PARECER DO COMITÊ DE AUDITORIA E INTEGRIDADE

O Comitê de Auditoria da BRF S.A., no exercício de suas atribuições legais e estatutárias, examinou as
informações financeiras intermediárias (controladora e consolidado) referentes ao período de seis meses findo
em 30.06.22, o Relatório da Administração e o relatório emitido sem modificações pela KPMG Auditores
Independentes.

Não houve situações de divergências significativas entre a Administração da Companhia, os auditores


independentes e o Comitê de Auditoria em relação às informações financeiras intermediárias da Companhia.

Com base nos documentos examinados e nos esclarecimentos prestados, os membros do Comitê de Auditoria,
abaixo assinados, opinam que as informações financeiras intermediárias se encontram em condições de serem
aprovadas.

São Paulo, 10 de agosto de 2022.

Augusto Marques da Cruz Filho


Coordenador

Eduardo Augusto Rocha Pocetti


Membro Efetivo

Deborah Stern Vieitas


Membro Efetivo

Manoel Cordeiro Silva Filho


Membro Externo

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar 87


DECLARAÇÃO DOS DIRETORES SOBRE AS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS
INTERMEDIÁRIAS E RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES

Em atendimento ao disposto nos incisos V e VI do artigo 25 da Instrução CVM nº 480/09, a diretoria executiva
da BRF S.A. declara que:

(i) revisaram, discutiram e concordam com as informações financeiras da Companhia do período de seis
meses findo em 30.06.22; e
(ii) revisaram, discutiram e concordam com as opiniões expressas no relatório da KPMG Auditores
Independentes, relativamente às informações financeiras da Companhia do período de seis meses findo
em 30.06.22.

São Paulo, 10 de agosto de 2022.

Lorival Nogueira Luz Júnior


Diretor Presidente Global

Fabio Luis Mendes Mariano


Diretor Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores

Alessandro Rosa Bonorino


Diretor Vice-Presidente de Gente, Sustentabilidade e Digital

Fabio Duarte Stumpf


Diretora Vice-Presidente de Agro e Qualidade

Leonardo Campo Dallorto


Diretor Vice-Presidente de Mercado Internacional e Planejamento

Manoel Reinaldo Manzano Martins Junior


Diretor Vice-Presidente Comercial Brasil

Marcel Sacco
Diretor Vice-Presidente de Marketing e Novos Negócios

Vinícius Guimarães Barbosa


Diretor Vice-Presidente de Cadeia de Suprimentos

BRF S.A. | INFORMAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS – 30.06.2022 Voltar 88

Você também pode gostar