|HPRE88A0 0E 0A008 VAR|AVE|8

usardo Adooe lr0es|dr e 0per0ll|ce.o(d
Nesle docurerlo. se(á rosl(ado coro usa( o Adooe lr0es|dr pa(a |rp(|r|(
dados va(|áve|s de(ados/rod|l|cados rura p|ar||ra da suile de ap||cal|vos
0per0ll|ce.o(d. cue pode se( ool|da d(alu|larerle ra |rle(rel. A ve(sao ul|||zada
resle docurerlo eslá er |rd|ès. ras o p(od(ara ler ve(sao er po(luduès.
A opçao pe|o uso do 0per0ll|ce.o(d lo| le|la cor o oojel|vo de d|vu|da( esse
corjurlo de p(od(aras cue. coro d|lo arle(|o(rerle. é d(alu|lo.
Todas as lurçoes ul|||zadas ro 0per0ll|ce.o(d lèr co((esporderles er oul(as
suiles. coro a V|c(osoll 0ll|ce.
|ntrodução
lrp(essao de dados va(|áve|s é recessá(|a cuardo se p(ec|sa de(a( ur
docurerlo er cue cada pád|ra corlerra |rlo(raçoes d|le(erles. 0 exerp|o
ra|s corur é o de ca(las core(c|a|s. cue possuer lexlo e/ou |raders l|xas. e
|rlo(raçoes va(|áve|s. coro rore dos c||erles. erde(eço. elc.
P(od(aras de ed|çao de lexlo coslurar le( a|dura lurçao pa(a de(a(
docurerlos cor dados va(|áve|s. 0 rore ra|s correc|do pa(a essa lurçao é
ma|a o|rera.
Essas lurçoes laroér eslao p(eserles er a|duras ve(soes do Co(e|0(aW e do
lr0es|dr.
A esco|ra do lr0es|dr deve-se a eslao|||dade. (ap|dez e (|cueza de (ecu(sos cue
o p(od(ara ap(eserla. cuardo corpa(ado ao Co(e|0(aW.
6omo Func|ona
A |rp(essao de dados va(|áve|s resc|a. rur ur|co docurerlo. ur |avoul l|xo e
|rlo(raçoes va(|áve|s.
P|anejando o 0ocumento
A p(|re|(a co|sa a se( le|la é del|r|( coro p(ec|sa se( o docurerlo |rp(esso l|ra|.
e orde esla(ao os carpos cor |rlo(raçoes va(|áve|s.
0 exerp|o c(|ado acu| p(ec|sa ex|o|( ur rore. ur rure(o de |rsc(|çao cor
c|rco did|los. e ura |rader.
Já resse porlo. a p(|re|(a varlader do lr0es|dr er (e|açao ao Co(e|0(aW: o
p(od(ara da Adooe é capaz de |rse(|( |raders va(|áve|s ro docurerlo.
usardo o 0per0ll|ce.o(d. varos c(|a( ura p|ar||ra. cue se(v|(á pa(a rar|pu|a(
os dados e. posle(|o(rerle. de(a( ur a(cu|vo .TXT. cue se(á erlao |rpo(lado
pa(a o lr0es|dr.
A p(|re|(a cé|u|a de cada co|ura se(á erlerd|da. posle(|o(rerle. coro o rore
dacue|a co|ura. E |rpo(larle. erlao. cue esse rore seja lac||rerle
corp(eerd|do depo|s.
0s l(ès carpos se(ao crarados de hDVE. lh$0 |de |nscr|çáo) e 3EllEF
|crença. er |rd|ès). 0 le(ce|(o carpo co((esporde as |raders a se(er |rc|uidas
ro docurerlo.
Pa(a cue o lr0es|dr corp(eerda cue acue|e carpo co((esporde a ura |rader.
o ca(acle( '©¨ p(ec|sa se( co|ocado arles do rore do carpo |ve( l|du(a a
sedu|().
A |rlo(raçao p(eserle ro carpo é. ra ve(dade. o car|rro pa(a a |rader. Caso
rerrur car|rro seja espec|l|cado. o lr0es|dr corp(eerde(á cue a |rader eslá
ro resro d|(eló(|o do a(cu|vo de dados.
0 car|rro pa(a ura |rader é espec|l|cado de aco(do cor o s|slera
ope(ac|ora|: ro w|rdoWs. se a |rader esl|vesse ro d|(eló(|o lVA0EN3 da
pa(l|çao C. o car|rro se(|a
c.'|maoens'||nux.|oo
Preparando e Han|pu|ando os 0ados
0epo|s de rorlada a esl(ulu(a oás|ca. já poderos |rc|u|( a|duras |rlo(raçoes.
0 carpo lN3C lo| o(|d|ra|rerle persado pa(a le( 5 did|los. Nole cue. ao d|d|la(
00001. o 0per0ll|ce.o(d auloral|carerle e||r|ra os ze(os a escue(da. lsso
oco((e po(cue a lo(ralaçao pad(ao pa(a rure(os e||r|ra esses p(|re|(os ze(os.
oer coro os cue esl|ve(er a d|(e|la.
NUHER0 0|C|TA00 NUHER0 EX|ß|00
10.01 10.01
01.10 1.1
01.10 01.10
\ocè pode eslaoe|ece( o lo(ralo de rure(o a|le(ardo a lo(ralaçao dacue|e
corjurlo de cé|u|as. No rosso caso. pa(a da(arl|( cue o a(cu|vo lorle de dados
pa(a o lr0es|dr seja corl|áve|. ros varos usa( ura lurçao de p|ar||ra.
No 0per0ll|ce.o(d. oer coro ro Exce|. serp(e cue o corleudo de ura cé|u|a é
|r|c|ado cor o ca(acle( '=¨. o p(od(ara corp(eerde cue a|| rá ura lurçao.
A|ér das lurçoes ralerál|cas ra|s s|rp|es |sora. suol(açao. ru|l|p||caçao.
d|v|sao). leros VulTA3 oul(as. A ajuda do p(od(ara ex|oe a ||sla de la|s lurçoes.
e exp||caçoes ru|lo oer dela|radas soo(e cada ura de|as.
A cue usa(eros acu| corve(le ur rure(o er lexlo.
Na p|ar||ra er cue eslaros l(aoa|rardo. c(|e ura co|ura crarada lh$0_5o|o.
Na p(|re|(a cé|u|a. d|d|le
=TEXT|82:¨00000¨)
A sedu|(. a exp||caçao da ló(ru|a.
TEXT0 EXPL|6A6A0
= lrd|ca cue a cé|u|a corlér ura lurçao
TEXT|)
3|rlaxe:
TEXT|NuVER0:F0RVAT0)
Nure(o: va|o( ou carpo a se( corve(l|do
Fo(ralo: del|r|çao de coro se(á ex|o|do o
rure(o corve(l|do
Furçao cue corve(le rure(os er lexlo.
Toda lurçao é sedu|da de pa(èrleses. cue |rd|car os
pa(àrel(os e va(|áve|s a se(er ope(ados pe|a lurçao.
82 Carpo orde eslá o rure(o a se( corve(l|do er lexlo.
'00000¨
Fo(ralo er cue o rure(o se(á ex|o|do. 0s ze(os |rd|car
cue. cuardo rao rouve( ur did|lo racue|a pos|çao. e|a
deve(á se( ocupada po( 0.
0è erle(. e cop|e o corleudo dessa cé|u|a pa(a as l(ès sedu|rles. A (ele(èrc|a a
cé|u|a 82 se(á auloral|carerle rod|l|cada.
Eu d|sse arle(|o(rerle cue a lurçao corve(le rure(os er lexlo. No erlarlo. o
rure(o corve(l|do corl|rua serdo rure(o. E erlao?
0co((e cue. pa(a oarcos de dados. rure(os e lexlos sao co|sas d|le(erles. A
p(|rc|pa| d|le(erça é cue rure(os corve(l|dos er lexlo rao poder se( sorados.
A varlader de se (ea||za( a corve(sao é a da(arl|a de cue. po( exerp|o. o
rure(o 00001 rao se(á corve(l|do pa(a 1.
0epo|s cue os dados esl|ve(er p(epa(ados. leros cue expo(lá-|os pa(a ur
a(cu|vo .TXT. cue se(á a lorle de dados pa(a o lr0es|dr. No 0per0ll|ce.o(d.
sa|ve ura oul(a ve(sao do a(cu|vo. er lo(ralo .TXT. cor o rore 0A003.
0 lo(ralo .C3\ é s|rp|esrerle ur .TXT cor rore d|le(erle. C3\ s|dr|l|ca
comma seoarareo va|ues. 'va|o(es sepa(ados po( vi(du|as¨. use essa exlersao
pa(a de|xa( exp|ic|lo cue o a(cu|vo é ura lorle de dados.
Ao c||ca( er sa|var. a|duras pe(durlas soo(e a cod|l|caçao do a(cu|vo .C3\
se(ao le|las.
Varlerra o carpo 0naracrer ser. cod|l|caçao de ca(acle(es. coro eslá. Er
F|e|o oe||m|rer. de||r|lado( de carpo. co|ocue ura vi(du|a. Apadue o cue esl|ve(
esc(|lo er Texr oe||m|rer. de||r|lado( de lexlo.
Exp||cardo: ra p|ar||ra. os dados eslao cord|dos er cé|u|as. cue sao de||r|ladas
po( ||rras ve(l|ca|s e ro(|zorla|s. ur a(cu|vo .TXT. c|a(o. rao ler la|s (ecu(sos.
0s va|o(es vao se( d|sc(|r|rados. erlao. po( ca(acle(es espec|a|s.
A laoe|a ao |ado. depo|s de expo(lada. l|ca ass|r:
NOML.lN5C.lN5C5d1g.08LLlLI
IuLANO IuLANO IuLANO.1.00001.banana.¸pg
5lCkANO 5lCkANO 5lCkANO.2.00002.doo¡.¸pg
8LL1kANO 8LL1kANO 8LL1kANO.12345.12345.]1nux.¸pg
JO?O u8ALDO kl8LlkO.99999.99999.]1nux.¸pg
Na p(|re|(a ||rra. leros o rore de cada co|ura. sepa(ados po( vi(du|as. 0
lr0es|dr corp(eerde cue a p(|re|(a ||rra do a(cu|vo .TXT |rd|ca o rore dos
carpos. e cue a vi(du|a sepa(a cada ur de|es. A pa(l|( da sedurda ||rra. o
p(od(ara corp(eerde cue já leros os dados co((esporderles a cada ur dos
carpos del|r|dos.
Ta|vez vocè oose(vou cue o le(ce|(o (ed|sl(o. co((esporderle ao rore J0A0
u8AL00 Rl8ElR0. ap(eserlou ur e((o. No |uda( da |el(a 'A¨ cor ur l||.
apa(eceu ura |rle((odaçao. lsso se deve a esco|ra |rco((ela do 0naracrer ser.
Nao varos (eso|ve( |sso ado(a.
A lorle de dados. resle rorerlo. eslá p(orla.
|mportando os 0ados para o |n0es|gn
Ao(a o lr0es|dr e c(|e ur rovo docurerlo er o(arco. \á er reru w|noou >
/uromar|on > 0ara Veroe. 0 pa|re| de resc|ader de dados se(á aoe(lo.
C||cue ro icore r|ruscu|o |rd|cado ra l|du(a |ac(ed|le. essa lo| a pa(le ra|s d|lic||
do p(od(ara: descoo(|( coro se|ec|ora( ura lorle de dados. A ajuda do lr0es|dr
rao ap(eserla rerrura |rader).
3e|ec|ore o a(cu|vo .TXT cue lo| de(ado. 3e ludo co((eu oer. o pa|re| de
resc|ader de dados deve l|ca( coro a l|du(a ao |ado.
Re|ero(ardo: ra p|ar||ra. a p(|re|(a cé|u|a de cada co|ura co((esporde ao rore
dacue|e carpo. No a(cu|vo .TXT. a p(|re|(a ||rra. cor os carpos sepa(ados po(
vi(du|as. (ep(eserla o resro. \eja cue esses carpos apa(ecer ro pa|re| de
resc|ader. e cue o carpo (ele(erle as |raders ler ur icore d|le(erle.
Pa(a cue os dados sejar resc|ados ro docurerlo. p(ec|saros c(|a( carpos de
lexlo e de |rader. C(|e ur carpo de lexlo pa(a cada carpo de dado va(|áve|. e
ur carpo de |rader.
Er sedu|da. a((asle cada carpo do pa|re| de resc|ader pa(a derl(o do carpo
de lexlo/|rader co((esporderle |ve( l|du(a ao |ado). A lo(ralaçao do lexlo do
carpo se(á rarl|da cuardo da resc|ader de dados.
Nao é recessá(|o cue cada carpo de dados lerra ur carpo de lexlo
co((esporderle. \ocè pode c(|a( ur ur|co carpo de lexlo. e co|oca( |á derl(o
lodos os carpos de dados va(|áve|s |l|du(a ao |ado).
0epo|s de c(|ados os carpos. oasla (ea||za( a resc|ader. No resro pa|re|.
c||cue ro |r|ruscu|o) icore 0reare Veroeo 0ocurerl |ao |ado). cue va| ao(|( ura
jare|a de d|á|odo. Nesle caso. rao é recessá(|o ruda( rerrur pa(àrel(o.
C||cue er Dr. e adua(de a p(epa(açao do docurerlo. Acu|. oul(a varlader do
lr0es|dr er (e|açao ao Co(e|0(aW: du(arle a resc|ader de dados. o p(od(ara
ex|oe ura oa((a de p(od(esso.
Ao l|ra| da resc|ader. o lr0es|dr le(á c(|ado ur oul(o docurerlo. cue pode se(
sa|vo. expo(lado. |rp(esso. elc.
0 (esu|lado da resc|ader l|ca ass|r |ao |ado. ser o |avoul da pád|ra). Cada
corjurlo rore. rure(o. rure(o cor 5 pos|çoes e |rader apa(ece er ura
pád|ra p(óp(|a.
No rore ra cua(la pád|ra apa(eceu a |rle((odaçao. coro já lo| corerlado
arle(|o(rerle. a|ér de rao se( ex|o|do po( corp|elo. Nesse caso. a |a(du(a do
carpo de lexlo rao lo| sul|c|erle pa(a corpo(la( lodo o rore..
0utras Poss|b|||dades
Na laoe|a aoa|xo. eu |rc|ui a|durs oul(os l|pos de carpos.
0 carpo 3ar0ooe de(a cód|dos de oa((a. usardo a lurçao C0NCATENATE.
Pa(a de(a( cód|dos de oa((a. ur rure(o p(ec|sa se( p(eced|do e suced|do po(
asle(|scos. \eja a exp||caçao aoa|xo:
3|rlaxe:
60N6ATENATE[texto 1; texto 2; ...; texto 30}
Texto 1; texto 2; ...; texto 30
llers a se(er corcalerados. ro ráx|ro 30 |co|ocados er secuèrc|a). Poder laze(
(ele(èrc|a a oul(as cé|u|as. Aspas dever se( usadas pa(a de||r|la( o lexlo a se(
corcalerado. A lurçao rao |rse(e auloral|carerle espaços erl(e as pa|av(as.
Exemp|o:
C0NCATENATE|'lsso¨:¨é¨:¨ur¨:¨exerp|o¨:¨.¨:¨de coro espaços dever se( |rse(|dos.¨)
Resu|la er:
lssoéurexerp|ode coro espaços dever se( |rse(|dos.
Na laoe|a da |rader. a lurçao ul|||zada lo|
C0NCATENATE|'¯¨:C2:¨¯¨)
cue co|oca er secuèrc|a ur asle(|sco. o rure(o de |rsc(|çao. e oul(o asle(|sco.
Rele(èrc|as a cé|u|as rao p(ec|sar de aspas.
A co|ura 0ono|çáo ler ur lurçao cord|c|ora|. E|a ve(|l|ca a va||dade de a|dur
pa(àrel(o e (ea||za |ou rao) a|dura açao. No caso. a lurçao ve(|l|ca se a
|rader ra co|ura ©3EllEF é a ||nux.|oo. e ex|oe a pa|av(a hero. Caso rao seja.
ex|oe háo hero.
lF|02=¨||rux.jpd¨:¨Ne(d¨:¨Nao Ne(d¨)
A u|l|ra co|ura é laroér ura cord|c|ora|. ras ao |rvés de ex|o|( ur lexlo. e|a
ex|oe ura |rader.
=lF|02=¨||rux.jpd¨:¨re(d.jpd¨:¨olre(.jpd¨)
Ao |ado. o (esu|lado l|ra|.
0uem fez?
0ar|e| ldo( 0. 3||va.
lrp(ersa da ur|ve(s|dade Fede(a| de V|ras 0e(a|s
dar|e|.|do(d©dra||.cor
6omo?
0per0ll|ce.o(d w(|le( - lexlo e d|ad(araçao
0per0ll|ce.o(d Ca|c - p|ar||ra
0onneça essa ooçáo coo|oo ||vre. uuu.ooenoll|ce.oro
D solruare rem versáo oras||e|ra. uuu.oroll|ce.oro
lr|scape - l|usl(açoes
Ferramenra oe oesenno veror|a| em coo|oo ||vre. uuu.|nkscaoe.oro
Adooe lr0es|dr - Vooe|o lorooral|co
8e|o lo(|zorle. Jurro de 2008.

A escolha do InDesign deve-se estabilidade. Programas de ediC. rapidez e riqueza de recursos que o programa apresenta. como nome dos clientes. a . que possuem texto e/ou imagens fixas. Essas funcoes tarnbern estao presentes em algumas versoes do Corel Draw e do InDesign.80 para gerar documentos com dados variaveis.lntroducao lmpressao de dados variaveis e necessaria quando se precisa gerar um documento em que cada pagina contenha intorrnacoes diferentes. quando comparado ao Corel Draw. 0 exemplo mais comum e 0 de cartas comerciais. etc. endereco. e intorrnacoes variaveis. 0 nome mais conhecido para essa funcao e mala direta.80 de texto costumam ter alguma funC.

num uaico documento. ' ~~!!Ii!iI.. __ !!II:Ii-.'_--= ~IIiIi!!Ra ifIi!!!II~!D!l 1I!!I!!!IIl~~~~JWo!ItIlll ~."_iIIII:iII 1I!!!!IIl~1iiI:::.!iI _illiiilL.i~ ~~II!!!!iII!JIi.o DadDS .I=LiII_'" .Como Funciona A impressao de dados variaveis mescla... urn layout fixo e intorrnacoes variaveis._ ----m.lIiI!IliiIikiili!lillllJllIiiI!II~ Lay'lout IBanco die fix.1IiIi i'lCl!!llIM.!...

se a imagem estivesse no diret6rio IMAGENS da parficao C.E.".. Para que 0 InDesign compreenda que aquele campo corresponde a uma imagem. e uma imagem. gerar urn arquivo . INSC (de inscriqao) e BELIEF (crenqa. I Ji.!l:!'~'~'.e: ~i. que esse nome seja facilmente compreendido depois.II .org.S~ i. posteriormente. vamos criar uma planilha. na verdade. 0 InDesign corrpreendera que a imagem esta no mesmo diret6rio do arquivo de dados. como 0 nome daquela col una. 0 caminho seria c:limagensl/inux.TXT.ruI !i. caminho para uma imagem e especificado de acordo com 0 sistema operacional.. ~ E.! (I.l .2' tlml . Ja nesse ponto. E!O{iII:'bM __ IMI:1:l>bO~1I!t> : r~'. a primeira vantagem do InDesign em relacao ao Corel Draw: programa da Adobe e capaz de inserir imagens variaveis no documento. bl·'-'" criado aqui precisa exibir urn nome. entao.Planejando 0 Documento A primeira coisa a ser feita e definir como precisa ser 0 documento impresso final. ~~ l. que sera entao importado para 0 InDesign.:a~ ~. em inqles).:· IINSC Usando 0 OpenOffice. posteriormente. ~i!j. _II!!! ~. 0 terceiro campo corresponde as imagens a serem incluidas no documento. e onde estarao os campos com intormacoes variaveis. rrNI:OME ~ FUILANO IFU LANO IFULArr40 J' 11 SiICR_AN:O' SICRA~O SICR~A!NO :2 1::2345 9999~ A intorrnacao presente no campo e. 0 o exemplo ::I I!iIi:.£ :::J1~1 I eIilJ9. E importante. urn nurnero de inscricao com cinco digitos. Caso nenhum caminho seja especificado. ~l U liv 00.. que servira para manipular os dados e.. o caracter "@" precisa ser colocado antes do nome do campo (ver Figura a seguir). no Windows. Os tres campos serao chamados de NOME.jpg • 8i~blRAJN:OB~Ll~ANO B~lIM~O o . 0 caminho para a imagem. A primeira celula de cada coluna sera entendida.

sempre que 0 conteudo de uma celula iniciado com 0 caracter "=". e explcactes muito bem detalhadas sobre cada uma delas.0 programa compreende que ali ha uma funcao.01 01.org automaticamente elimina os zeros esquerda. divisao). Na primeira celula. para garantir que 0 arquivo fonte de dados para 0 InOesign seja conflavel. ao digitar 00001. subfracao. Ocampo INSC foi originalmente pensado para ter 5 digitos. nulnplicacao. . A que usaremos aqui converte um nurnero em texto.org. nos vamos usar uma funcao de planilha.1 01. digite = TEXT(B2. bem como no Excel. 0 OpenOffice. A ajuda do programa exibe a lista de tais funcoes.01 1. a expkacao da f6rmula."OOOOO") A seguir.10 Voce pode estabelecer 0 formato de nurnero alterando a formatacao daquele conjunto de celuas. bem como os que estiverem direita. ja podemos incluir algumas intormacoes.10 01. Isso ocorre porque a formatacao padrao para rumeros elimina esses primeiros zeros. No OpenOffice. e Alern das funcoes rnaternaticas mais simples (soma. crie uma coluna chamada INSC_5dig. No nosso caso. Na planilha em que estamos trabalhando.10 10. Note que. a a NUMERO DIGITADO NUMERO EXIBIDO 10.Preparando e Manipulando os Oados Oepois de montada a estrutura basica. temos MUITAS outras.

··ooOOr) ~!!iI!.F .2 IIIHSC=!df:lll ~aEl. FUl. com 0 nome DADOS.. Use essa extensao para deixar explicito que 0 arquivo e uma fonte de dados. ~OME: . e copie 0 conteudo dessa celula para as tres seguintes. E entao? 0 1~~l') 0099'9' IlnI'ifJ~ linll'dj.sdc] StarCalc 3..et~(=od=s)=======. temos que exporta-los para um arquivo .'s£he. formato .'lor) SYLK (. ..TEXTO EXPLICACAo Indica que a celula contem uma fun<. salve uma outra versao do arquivo.'sp'. A vantagem de se realizar a conversao e a garantia de que...pxl) ~ . TEXT(NUMERO.utomatic file name extension D Save with password simplesmente um .. 0 Template (. quando nao houver um dfgito naquela posicao. =' StarCalc 4.'.FORMATO) Numero: valor ou campo a ser convertido Formato: definiy80 de como sera exibido 0 nurnero convertido B2 "00000" Campo onde esta 0 numero a ser convertido em texto. A referencia celula B2 sera automaticamente modificada.:ao = TEXTO Sintaxe: Funcao que converte nurneros em texto. No entanto.. Formato em que 0 nurnero sera exibido.TXT. eel~o • SlCMND KL ~o SElL"ffi.. rumero convertido continua sendo rumero.F. Os zeros indicam que.'.ANO 1~ ~Ot!BAlOO ll'llElIR"lO 9999S Sl~ ~cJ~ Eu disse anteriormente que a funcao converte nurneros em texto.:ao e seguida de parenteses.TXT com nome diferente.org. em formato .slk) RUIVO = HTML Document (OpenOffice..:ao. De enter.I]§lf=O'. 0 (. por exemplo.TXT. que indicam os parametres e variaveis a serem operados pela fun<.. que sera a fonte de dados para 0 InDesign. CSV significa comma separated values...re~ad.'lor) StarCalc 3. !I!llSe 2 a .H:.EJF"f. rumeros e textos sao coisas diferentes.IRs 0000.CSV serao feitas..xml) Pocket Excel (. Toda fun<. algumas perguntas sobre a cocmcacao do arquivo . Can rr==sl 0 - D e.CSV e Ao clicar em salvar.At4o ~u:~o FulJ>iNO -SI'DRA'NQ CCl~'J1gXIi'[B'l.D. para bancos de dados. Depois que os dados estiverem preparados. 0 nurnero 00001 nao sera convertido para 1. ela devera ser ocupada por O.html) )\ipo Microsoft Excel2003XML (. A principal ciferenca e que rumeros convertidos em texto nao podem ser somados. "valores separados por virgulas".org Calc) (.9 Ocorre que.0 Template (. No OpenOffice.

TXT indica 0 nome dos campos. entao.:. apresentou um erro.~==. jpg Na primeira linha. Talvez voce observou que 0 terceiro registro. codflcacao de caracteres. Isso se deve escolha incorreta do Character set.99999. a A fonte de dados.12345. Explicando: na planilha.I'!9f!l. It G G G OK Cancel tielp Mantenha 0 campo Character set.I:::::::::I:::i ITJ=-rnXlr(St:·~ll IN>SC: 2 .. os dados estao condidos em celulas. apareceu uma interroqacao. 00001 ... claro. INSC. separados por virgulas.1 i nux.. !~C.linux.. 0 programa compreende que ja temos os dados correspondentes a cada um dos campos definidos. door.:.:==:r. como esta. Save cell content as ~hown o Fixed column !'iidth · A tabela ao lado. Um arquivo . fica assim: i=1:====::.tJ:g moo 1~34~'~~ ~. j pg BELTRANO BELTRANO BELTRANO.jpg JO?O UBALDO RIBEIRO.:~:..:.i::.00002. A partir da segunda linha."$I. coloque uma virgula...Joo Uf!%. temos 0 nome de cada col una.. que sao delimitadas por linhas verticais e horizontais.l~ 11i'!!JI(. esta pronta.I~· E><port of text me.TXT. correspondente ao nome JOAO UBALDO RIBEIRO. e que a virgula separa cada um deles. 0 InDesign compreende que a primeira linha do arquivo . depois de exportada.. @BELIEF FULANO FULANO FULANO.. Nao vamos resolver isso agora.:.JPS! INSC_5di g. Em Field delimiter. 2. . Os valores vao ser discriminados.h======:::::~.----~NOME. 1 . neste momento.12345. banana.6~n. delimitador de campo.. nao tem tais recursos.. Apague 0 que estiver escrito em Text delimiter. B best ern Europe (ASCII/US) Field options ------------ ~har acter set Eield delimiter [ext delimiter ~ I. No lugar da letra "A" com um til.!EF 0<l002 99999 ~1'Jllm. j pg SICRANO SICRANO SICRANO. por caracteres especiais.::I:::::. delimitador de texto. 99999.---=-------___.

essa foi a parte mais dificil do programa: descobrir como selecionar uma fonte de dados. 0 painel de mesclagem de dados sera aberto. . a primeira linha.TXT. Va em menu Window> Automation> Data Merge. 01 .-~: :Jo:. representa 0 mesmo. No arquivo ..• • Selecione 0 arquivo . Para que os dados sejam mesclados no documento. painel de 0 ¢ Data Merge X 1. mesclagem de dados deve ficar como a Figura ao lado. Se tudo correu bem. A ajuda do InDesign nao apresenta nenhuma imagem). e que 0 campo referente as imagens tem um icone diferente. r. Clique no icone mirusculo indicado na figura (acredite.- _' Relembrando: na planilha.TXT que foi gerado.Importando os Dados para 0 InDesign Abra 0 InDesign e crie um novo documento em branco. Crie um campo de texto para cada campo de dado variavel.~ ~'!IIJi'~r -- . e um campo de imagem. a primeira celula de cada coluna corresponde ao nome daquele campo.. precisamos criar campos de texto e de imagem. com os campos separados por virgulas.:JI " •r.. ---.. Veja que esses campos aparecem no painel de mesclagem.

clique no (minuscule) icone Create Merged Document (ao lado).IEI~ . Neste caso. No mesmo painel.~lL1 .~ ~'---_'. . 1'~ T~ T lNSc~~ Depois de criados os campos. Voce pode criar um unico campo de texto. A formatacao do texto do campo sera mantida quando da mesclagem de dados. arraste cada campo do painel de mesclagem para dentro do campo de texto/imagem correspondente (ver Figura ao lado).~. nao e necessario mudar nenhum pararnefro. Nao e necessario que cada campo de dados tenha um campo de texto correspondente. d Em seguida. basta realizar a mesclagem. e colocar 113 dentro todos os campos de dados variaveis (figura ao lado). que vai abrir uma janela de dialogo.

For example: I. 0 InDesign tera criado um outro documento. que pode ser salvo. 0 programa exibe uma barra de progresso. 4J E.rget document's layout. ~ ~---->~ layo"~ rrnrTIl me"led document c'6 Generate Overset Text Report with Document Creation ~ Alert When Images Are Missing ~~e. Single Record i) Thi' option will geoera~e page. e aguarde a preparacao do documento. Aqui.-i1 Records per Qocument Page: 1 Clique em OK. containing one or more copies of the same record) using your t-:.wMl!lltiwl~ ~~0JlujJ_ LtlJ(0U1JI Pag~: I~ ~~ ~ tI . impresso.vie. outra vantagem do InDesign em relacao ao Corel Draw: durante a mesclagem de dados. exportado. etc. Ao final da mesclagem.te Merged Document Records IMultiple Record Layout I Options I lffi 1 by c: Single Record: _y JE Enter record numbers and/or ranges separated commas .

AL- 999. SIC~RAN'O 2 00002 BE.IFULANOI 1 00001 o resultado da mesclagem fica assim (ao lado. Cada conjunto nome. No nome na quarta pagina apareceu a interroqacao.. Nesse caso. alern de nao ser exibido por completo. JO'?'O IUIB. sem 0 layout da paqina).9'9. rumero com 5 posicoes e imagem aparece em uma paqina pr6pria.LTRANO' '12345. 9'99'9'91 . 12345. como ja foi comentado anteriormente. rumero. a largura do campo de texto nao foi suficiente para comportar todo 0 nome.

texto 2.j~g nerd."um".i~e I E I G ~~. t@.'!5i~ Nao Nerdl INe~(D1 ~.BElJRANOIIBELTRAN)O BElJRAN() . . :3 ~ J t - -=:1: =. c- T I 1 C'Dndi:Qio. um nurnero precisa ser precedido e sucedido por asteriscos.....d BarCode gera c6digos de barra.g 99999 ~"'999:9:!:l~ !N.10 . .~ ~~J~I t kl~_.[ill ~- ~ 19.gl ~j~gl I~O~OI(DI~~ cjr1234.C3111{~N TO(J!Oil]11" Nio Nerdl other Jpg a~her·. texto 30) o campo Texto 1.-.j:~.0 z· l! ~tt ~{ii: t:Jdlii ~ A· ~ • I Fe 111..."exemplo".~~~~t~~ldl~~~ Q l n· & • ~ IArI8! IJ I. como espacos devem ser inseridos.-.II:~I': ::3 110 31 If:U := ~ ...-. Para gerar c6digos de barra..SICMNO S~ICRANO SIIC:RANO' ----- - - INCIME I c 00001 I iiiI I 11\150 INSC . texto 30 Itens a serem concatenados.fl" tL !.5(ngl@B_-El. Exemplo: CONCATENATE("lsso".") ."e". texto 2. Veja a expkacao abaixo: Sintaxe: CONCATENATE(texto 1.5 UOAO UIBAllll)O Pi! ~ Blf I~o In~rd. no maximo 30 (colocados em sequencia).1 A~IJlItiLDO~Ui£m -- B F1JIlNi\IO FlJlANC) IfULAN)O .". usando a funcao CONCATENATE."de Resulta em: lssoeumexemplode como espacos devem ser inseridos.-..er. Aspas devem ser usadas para delimitar 0 texto a ser concatenado.r d -~ . . A funcao nao insere automaticamente espacos entre as palavras."..Outras Possibilidades Na tabela abaixo.flpg 2 12245 II '99999 0000:2 '~2345 ~J:~ ~JG. . eu inclui alguns outros tipos de campos... Podem fazer referenda a outras celulas.-.I~F _ ...-..l I ~IN®~1II1'OQ.

"*") que coloca em sequencia um asterisco."Nao Nerd") tlo Nerd A ultima coluna e tarnbern uma condicional. e exibe a palavra Nerd."nerd. A coluna Condiqao tem um tuncao condicional.NOI OOO{U I 'i1io\elld Na tabela da imagem. exibe Nao Nerd. Ela verifica a validade de algum paramefro e realiza (ou nao) alguma acao.jpg.FlILANOFl L'\ 0 FULA. IF(02="linux. 0 resultado final. =IF(02="linux.jpg". mas ao inves de exibir um texto. Referencias a celulas nao precisam de aspas.jpg".jpg") BEL TRNO BEL TRANO BELTRA-r '0 I L345 I erd Ao lado.LDO RIHEmO I'999991- erd . a func.C2. No caso. 0 nurnero de inscricao."Nerd". ela exibe uma imagem. roxo [111.ao veri fica se a imagem na coluna @BELIEF e a linux."other.jpg". Caso nao seja. a funcao utilizada foi CONCATENATE("*". e outro asterisco.

org Calc .org software tem versao brasileira: www.org o Inkscape -Jlustracoes Ferramenta de desenho vetorial em c6digo livre: www. .Quem fez? Daniel Igor D.planilha Conhega essa opgao c6digo livre: www.texto e dlaqrarnacao OpenOffice. Imprensa da Universidade Federal de Minas Gerais daniel.broffice.openoffice. Junho de 2008.igord@gmail.Modelo fotografico 8elo Horizonte. Silva.inkscape.com Como? OpenOffice.org Adobe InDesign .org Writer .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful