Você está na página 1de 186
PRIMAVERA - Avançado João Carlos Boyadjian e Kricor Boyadjian Copyright • CPLAN • 2009 1
PRIMAVERA - Avançado João Carlos Boyadjian e Kricor Boyadjian Copyright • CPLAN • 2009 1

PRIMAVERA - Avançado

João Carlos Boyadjian e Kricor Boyadjian

2
5 12 34 35 42 44 47
5
12
34
35
42
44
47

Agenda Básico

Dia 1 Introdução

Processos de Iniciação …………………………………10

Conceitos de Planejamento

Iniciando com o Primavera

Visão Geral das telas, menus e ícones

Criando a Estrutura Organizacional “OBS”

Hierarquia de Projetos “EPS”

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto 49

Planejando o Projeto WBS ou EAP 57

Como criar

58

Como organizar

59

Calendário 61

Calendário de Projeto / Recurso Recursos

61

O que são

65

Como criar

66

Trabalhando com Recursos 71

72 72 73 78 85 88 88
72
72
73
78
85
88
88

Agenda Básico

Dia 1

Planejando o Projeto

Atividades 72

Tipos de Atividades

Inserindo Atividades

Inserindo Ligações entre atividades Analisando dados do projeto

Formatando Layouts p/análise de dados

Códigos de Projeto / Atividades

Para que servem

Como criar 89

Utilizando os Códigos

91

Curva de Avanço “Curva S”

92

Nivelando Recursos

98

Calculando um Projeto

101

Monitorando e Controlando o Projeto

102

Linha de Base (Baseline)

103

Atualizando Atividades

109

Analise do Projeto Check list 111

Guia PMBOK
Guia PMBOK

Introdução

O que é um Projeto?

“Um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.”

Introdução

Trabalho ou Serviço que

produz um

resultado

TEMPORÁRIA

ÚNICA

Introdução Trabalho ou Serviço que produz um resultado T E M P O R Á R

PROGRESSIVA

Introdução Para que gerenciar um projeto? Quando se faz um projeto, você necessita ter um

Introdução

Para que gerenciar um projeto?

Quando se faz um projeto, você necessita ter um maior controle do que está sendo executado. Para que isso ocorra, todo projeto tem que ser

previamente bem planejado, garantindo assim maior

performance em sua execução. Crie regras de gerenciamento para iniciar, planejar, executar, monitorar e controlar o projeto, bem como

encerrá-lo.

Introdução - Processos Gerenciar Projetos é uma ciência da administração 8

Introdução - Processos

Introdução - Processos Gerenciar Projetos é uma ciência da administração 8
Introdução - Processos Gerenciar Projetos é uma ciência da administração 8

Gerenciar Projetos é uma ciência da administração

Introdução - Processos Gerenciar Projetos é uma ciência da administração 8

8

Fase 1 Fase 2 Fase 3 Fase 4 Fase 5 Eng E Suprimentos Produção e
Fase 1
Fase 2
Fase 3
Fase 4
Fase 5
Eng
E
Suprimentos
Produção
e preparar
p/ instalação
Montagem
Testes e
Processo
Contratações
Aceitação
Fabricação
M-4
M-3
M-5
M-2
M-1
M-1
M-6
M-6

CicloTreinamentode Vida de ProjetosLúdicoIndustriais

PEDIDO
PEDIDO

TreinamentoProcesso de IniciaçãoLúdico

PEDIDO Treinamento Processo de Iniciação Lúdico ESTUDO APROVAÇÃO 10
PEDIDO Treinamento Processo de Iniciação Lúdico ESTUDO APROVAÇÃO 10
PEDIDO Treinamento Processo de Iniciação Lúdico ESTUDO APROVAÇÃO 10

ESTUDO

APROVAÇÃO

Treinamento Lúdico 1-Processo Iniciação - Desenvolver o Project Charter Project Charter – Documento de

Treinamento Lúdico

1-Processo Iniciação - Desenvolver o Project Charter

Project Charter Documento de Autorização do Projeto

Título do Projeto

Descrição de alto nível do Projeto (Trabalho a ser realizado)

Objetivos mensuráveis do Projeto e critérios de sucesso

Requisitos de alto nível

Riscos Iniciais ( Riscos de alto nível)

Programação dos principais Marcos

Orçamento sumariado

Critérios de Aprovação e quem assina o Aceite Final do Projeto

Gerente do Projeto com suas responsabilidades e nível de autoridade

Nome e autoridade do Sponsor (Autorização do Project Charter)

T r e i n a m e n t o C o n t

TreinamentoContexto do PlanejamentoLúdico

Gido e Clements (2007pag.97)

O Planejamento determina o que precisa ser feito, quem vai fazê-lo, quanto tempo vai levar e quanto vai custar. Despender um pouco de tempo para desenvolver um plano bem concebido é fundamental para a realização bem sucedida do objetivo do projeto.

TreinamentoProcesso de PlanejamentoLúdico do Escopo

T r e i n a m e n t o P r o c e
T r e i n a m e n t o P r o c e

ESCOPO

T r e i n a m e n t o P r o c e
T r e i n a m e n t o P r o c e

Treinamento Lúdico

Estrutura Analítica do Projeto (EAP ou WBS)

Treinamento Lúdico Estrutura Analítica do Projeto (EAP ou WBS) 14
Treinamento Lúdico Estrutura Analítica do Projeto (EAP ou WBS) 14
TEMPO
TEMPO

TreinamentoProcesso de PlanejamentoLúdico

de Tempo

TEMPO Treinamento Processo de Planejamento Lúdico de Tempo ESCOPO 15
TEMPO Treinamento Processo de Planejamento Lúdico de Tempo ESCOPO 15
TEMPO Treinamento Processo de Planejamento Lúdico de Tempo ESCOPO 15
TEMPO Treinamento Processo de Planejamento Lúdico de Tempo ESCOPO 15
TEMPO Treinamento Processo de Planejamento Lúdico de Tempo ESCOPO 15

ESCOPO

1 2 3 4
1
2 3
4

SequenciamentoTreinamentodeLúdicoAtividades

PDM

2

 

1

A

A B
A B

B

TI ou FS = Término/Início ou Finish to Start

Utilizado quando a regra de precedência é

mandatória, ou seja, precisamos terminar uma

atividade para iniciar outra. Exemplo:

Atividade A = Elaborar tela 1 da web

Atividade B = Testar tela 1 da web Ou seja, existe uma obrigatoriedade para antes de testar terminar a elaboração da tela no computador.

-1 1 2 3
-1
1
2 3

SequenciamentoTreinamentodeLúdicoAtividades

PDM

2 1 A B
2
1
A
B

IT ou SF Inicio para término ou Start to Finish Ocorre raramente, mas quando ocorre é para dizermos que o término de B Ocorre quando A se inicia. Exemplo Atividade A Início operacional Atividade B Término da Operação Assistida O término do apoio do pessoal que dá assistência técnica ao pessoal operacional ocorre quando a operação, ou seja o uso do software torna-se operacional

1 2 3 4
1
2 3
4

Treinamento Lúdico

Sequenciamento de Atividades

PDM

2 A 1 B
2
A
1
B

II ou SS - Início/Início ou Start to Start Quando precisamos seqüenciar atividades que podem caminhar juntas, no Entanto existe uma certa obrigatoriedade de iniciarmos uma para começarmos Outra. Exemplo:

Atividade A = Elaborar software Atividade B Comprar computador Assim que começamos a desenvolver um software liberamos o início da compra Do hardware.

1 2 3 4
1
2 3
4

SequenciamentoTreinamentodeLúdicoatividades

PDM 2 A 1 B
PDM
2
A
1
B

TT ou FF- Término Término ou Finish to Finish Esta relação de precedência serve para quando precisamos programar que

Uma atividade para terminar depende do término de outra.

Exemplo Atividade A Término do software Atividade B Elaborar manual do software Quando o software terminar de ser elaborado, o pessoal que desenvolve o

Manual deverá estar com ele concluído

1 2 3 4
1
2 3
4

SequenciamentoTreinamentodeLúdicoatividades

Lead e Lag Time

Quando a lógica pede um certo retardo (LAG) ou um certo

adiantamento (LEAD) em relação a programação das atividades.

Podemos utilizar este recurso de programação para todos os tipos de seqüenciamento. Tudo vai depender da necessidade.

2 A 1 1 B
2
A
1
1
B

II ou SS - Início/Início ou Start to Start Exemplo:

Atividade A = Elaborar software

Atividade B Comprar computador Assim que começamos a desenvolver um software, 2 unidades de tempo depois liberamos o início da compra do hardware.

15 5 20 D 20 5 25
15
5
20
D
20
5
25

G

TreinamentoCálculo das Datas cedoLúdicoExercício 1

DATA CEDO = Data Início cedo (DIC) + Duração (DUR) = Data Término Cedo (DTC)

0 1 1 1 A
0
1 1
1
A

1

5

6

B

6

9

15

8

7

15

(DTC) 0 1 1 1 A 1 5 6 B 6 9 15 8 7 15

C(DTC) 0 1 1 1 A 1 5 6 B 6 9 15 8 7 15

(DTC) 0 1 1 1 A 1 5 6 B 6 9 15 8 7 15

1

7

8

E

0 1 1 1 A 1 5 6 B 6 9 15 8 7 15 C

DIC

DUR

DTC

FL

A FT

DIT

DTT

F15 8 7 15 C 1 7 8 E DIC DUR DTC FL A FT DIT

15 8 7 15 C 1 7 8 E DIC DUR DTC FL A FT DIT

Legenda-D-Data-I-Inicio-C-Cedo-T-Término-TT-Tarde-F-Folga-T-Total-L-Livre

15 5 20 D 15 20 20 5 25
15
5
20
D
15
20
20
5
25

G

20

25

Treinamento Lúdico

Cálculo das Datas Tarde Exercício 1

DATA TARDE = Data Tarde término(DTT) - Duração (DUR) = Data Início Tarde (DIT)

0

1 1

1 1

- Duração (DUR) = Data Início Tarde (DIT) 0 1 1 1 1 1 1 5

1 1

5

6

6

9

15

6

 

15

8

7

15

13

 

20

A

0

B

6

C6   15 8 7 15 13   20 A 0 B 6 1 7 8

  15 8 7 15 13   20 A 0 B 6 C 1 7 8

1

7

8

E

6

13

8 7 15 13   20 A 0 B 6 C 1 7 8 E 6

DIC DUR

DTC

FL

A FT

DIT

DTT

F20 A 0 B 6 C 1 7 8 E 6 13 DIC DUR DTC FL

20 A 0 B 6 C 1 7 8 E 6 13 DIC DUR DTC FL

Legenda-D-Data-I-Inicio-C-Cedo-T-Término-TT-Tarde-F-Folga-T-Total-L-Livre

CálculoTreinamentoda Folga doLúdicoProjeto – Exercício FOLGA TOTAL(FT) = Data Tarde término(DTT) – Data Término
CálculoTreinamentoda Folga doLúdicoProjeto – Exercício
FOLGA TOTAL(FT) = Data Tarde término(DTT) – Data Término Cedo (DTC)
0
1 1
1
1
5
6
6
9
15
15
5
20
0
A
B
0
C
0
D
0
0
1
1
6
6
15
15
20
1
7
8
8
7
15
20
5
25
0
DUR
DTC
E
5
F
5
G
DIC
6
13
13
20
20
25
FL
A FT
DIT
DTT

Legenda-D-Data-I-Inicio-C-Cedo-T-Término-TT-Tarde-F-Folga-T-Total-L-Livre

TreinamentoCálculo da Folga LivreLúdico- Exercício FOLGA LIVRE(FL) = Data Início Cedo Suces (DIC) – Data
TreinamentoCálculo da Folga LivreLúdico- Exercício
FOLGA LIVRE(FL) = Data Início Cedo Suces (DIC) – Data Término Cedo (DTC)
0
1 1
1
1
5
6
6
9
15
15
5
20
0
0
0
0
0
0
A
B
C
0
D
0
0
1
1
6
6
15
15
20
1
7
8
8
7
15
20
5
25
0
E
5
5
5
0
F
G 0
DIC
DUR
DTC
6
13
13
20
20
25
FL
A FT
DIT
DTT

Legenda-D-Data-I-Inicio-C-Cedo-T-Término-TT-Tarde-F-Folga-T-Total-L-Livre

ProcessoTreinamentode PlanejamentoLúdico de Custo

Processo Treinamento de Planejamento Lúdico de Custo ESCOPO TEMPO CUSTO 25
Processo Treinamento de Planejamento Lúdico de Custo ESCOPO TEMPO CUSTO 25

ESCOPO

Processo Treinamento de Planejamento Lúdico de Custo ESCOPO TEMPO CUSTO 25
TEMPO
TEMPO

CUSTO

Processo Treinamento de Planejamento Lúdico de Custo ESCOPO TEMPO CUSTO 25
Plano de Contas – CBS – Cost Breakdown Structure Plano de Contas CBS 3200 Aquisições

Plano de Contas CBS Cost Breakdown Structure

Plano de Contas

CBS

3200

Aquisições

3100

Gerenciamento

3300

Operações

ATIVIDADES QUANTIDADE DURAÇÃO TAXA CUSTO TOTAL TOTAIS GERAIS DE DA RECURSOS ATIVIDADE 1. ProjetoTorre `
ATIVIDADES
QUANTIDADE
DURAÇÃO
TAXA
CUSTO TOTAL
TOTAIS GERAIS
DE
DA
RECURSOS
ATIVIDADE
1. ProjetoTorre
` 1.1 Fabricação
1.1.1 Fabr
Hastes Principais
3
5
R$ 1,00
R$ 15,00
1.1.2 Fabr Hastes Secundárias
3
3
R$ 1,00
R$ 9,00
1.1.3 Fabr Suporte
2
3
R$ 1,00
R$ 6,00
1.2
Montagem
R$ 0,00
1.2.1 Mont Hastes Principais
3
3
R$ 1,00
R$ 9,00
1.2.2 Mont Hastes Secundárias
2
3
R$ 1,00
R$ 6,00
1.2.3 Mont Suporte
1
4
R$ 1,00
R$ 4,00
R$ 49,00
1.3
Testes
1.3.1 Teste Peso
1
R$ 5,00
R$ 5,00
1.3.2 Teste Vento e Dimessional
1
R$ 5,00
R$ 5,00
R$ 10,00
Durex (metros)
3
R$ 1,00
R$ 3,00
Jornal 10 Folhas
3
R$ 10,00
R$ 30,00
R$ 33,00
R$ 92,00

TreinamentoPlanilha de LúdicoCustos

TIPOS

CUSTOS

DE

MÃO DE OBRA

SERVIÇOS

MATERIAIS

CUSTO TOTAL ACUMULADO

Custo

29/4/2008 09:00:00

29/4/2008 13:00:00

29/4/2008 17:00:00

29/4/2008 21:00:00

30/4/2008 01:00:00

30/4/2008 05:00:00

30/4/2008 09:00:00

30/4/2008 13:00:00

30/4/2008 17:00:00

30/4/2008 21:00:00

5/1/2008 01:00

5/1/2008 05:00

5/1/2008 09:00

5/1/2008 13:00

5/1/2008 01:00 5/1/2008 05:00 5/1/2008 09:00 5/1/2008 13:00 T r e i n a m e

TreinamentoCronograma deLúdicoDesembolso – Curva “S”

Projeto_Exemplo_Torre_horas

R$ 100,00

R$ 90,00

R$ 80,00

R$ 70,00

R$ 60,00

R$ 50,00

R$ 40,00

100,00 R$ 90,00 R$ 80,00 R$ 70,00 R$ 60,00 R$ 50,00 R$ 40,00 R$ 30,00 R$

R$ 30,00

R$ 20,00

R$ 10,00

R$ 0,00

Horas

Total Custo acumulado

Total Custo acumulado

PLANO Treinamento DE GER. DOS Lúdico RECURSOS HUMANOS 29

PLANOTreinamentoDE GER. DOSLúdicoRECURSOS HUMANOS

PLANO Treinamento DE GER. DOS Lúdico RECURSOS HUMANOS 29
Gerente de Projeto G. Técnico G. Qualidade G.Desenvolvimento Planejamento Físico E Financeiro
Gerente de
Projeto
G. Técnico
G. Qualidade
G.Desenvolvimento
Planejamento Físico
E Financeiro

OrganogramaTreinamento Lúdicodo Projeto (OBS)

PDM-Rede de Precedência
PDM-Rede
de
Precedência
Gantt ou Cronograma
Gantt ou
Cronograma
Histograma de Recursos
Histograma de
Recursos
Curva S de Custo
Curva S de
Custo

Integração

Histograma de Recursos Curva S de Custo Integração EAP-Estrutura Analítica do Projeto – WP Plano de
Histograma de Recursos Curva S de Custo Integração EAP-Estrutura Analítica do Projeto – WP Plano de

EAP-Estrutura Analítica do Projeto

WP Plano de Contras ou – CBS– Cost Breakdown Strucutre
WP
Plano de Contras ou
– CBS– Cost
Breakdown
Strucutre

WBS-Work B reakdown Structure

O QUE ?

Como ? Quando ?
Como ?
Quando ?
EPS-Enterprise Project Structure Portfolio Management ESTRATÉGICO (estratégico) Program PROGRAMA 2 Management
EPS-Enterprise Project Structure
Portfolio
Management
ESTRATÉGICO
(estratégico)
Program
PROGRAMA 2
Management
(tático)
PROJETO 1
PROJETO 2
Project
Management
(operacional)
SUB PROJETO 1
SUB PROJETO 2
FASE 1
FASE 2
ATIVIDADE 1
ATIVIDADE 2
TAREFA 1
TAREFA 2
OPERAÇÃO 1
OPERAÇÃO 2
Conceitos do Primavera Qual o Conceito do Primavera Assim como qualquer software de Gerenciamento de

Conceitos do Primavera

Qual o Conceito do Primavera

Assim como qualquer software de Gerenciamento de Projetos, o Primavera visa agregar todas os processos de um projeto facilitando o planejamento,

execução e controle através de cálculos rápidos de

tempo, recursos e custos de um projeto.

Iniciando com o Primavera ***** 34

Iniciando com o Primavera

*****
*****
Visão Geral 35

Visão Geral

Visão Geral 35
Visão Geral Conhecendo os Menus (superior) File: New, Open, Print Setup, Print Preview, Import/Export, Check

Visão Geral

Conhecendo os Menus (superior)

Visão Geral Conhecendo os Menus (superior) File: New, Open, Print Setup, Print Preview, Import/Export, Check in/out,

File: New, Open, Print Setup, Print Preview, Import/Export, Check in/out, etc; Edit: Cut, Paste, Delete, Add, Fill Down, Find, Replace, User Preferences, etc; View: Toolbars, back, forward, home, etc;

Project: Activities, WBS, Assign Baselines, Maintain Baseline, Issues, etc;

Enterprise: Projects, EPS, Project Portfolios, Resources, Activity Codes, Calendars, etc; Tools: Schedule, Level Resources, Summarize, Reports, etc; Admin: Users, Security Profiles, Admin Preferences, Currencies, etc; Help: Contents, About Primavera, Suggestion Box;

Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Exibe ou não a barra inferior de

Visão Geral

Conhecendo os Menus (barra de atividades)

Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Exibe ou não a barra inferior de detalhes
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Exibe ou não a barra inferior de detalhes
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Exibe ou não a barra inferior de detalhes
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Exibe ou não a barra inferior de detalhes

Exibe ou não a barra inferior de detalhes

Exibe a seqüência lógica das atividades

Analise da quantidade ou custo utilizado pelos recursos Tabela de uso dos recursos atribuídos a atividade

Gráfico de custo ou quantidade (recursos) das atividades de

acordo com a escala de tempo

Informações tabeladas do Baseline, custo, execução, etc

Exibe a Janela de Detalhes da Atividade Exibe as atividades no modo Rede

Exibe as Linhas de Relacionamento no Diagrama de Gantt

Exibe o Diagrama de Gantt (alternar)

Exibe a Tabela de Atividades (alternar)

Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Cálculo do Projeto Zoom Ajustável Zoom menos

Visão Geral

Conhecendo os Menus (barra de atividades)

Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Cálculo do Projeto Zoom Ajustável Zoom menos Zoom
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Cálculo do Projeto Zoom Ajustável Zoom menos Zoom
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Cálculo do Projeto Zoom Ajustável Zoom menos Zoom
Visão Geral Conhecendo os Menus (barra de atividades) Cálculo do Projeto Zoom Ajustável Zoom menos Zoom

Cálculo do Projeto

Zoom Ajustável

Zoom menos

Zoom Mais

Destaca as atividades com progresso (marca texto) Nivelamento de Recursos

Organização das Atividades

Filtro

Configurações da Escala de Tempo

Adicionar ou Remover Colunas (dados tabulares)

Configurações das Barras no Diagrama de Gantt

Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas

Visão Geral

Conhecendo os Menus (lateral esquerda)

Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral esquerda) Projetos: Abre a lista de Projetos Informações relativas a

Projetos: Abre a lista de Projetos

Informações relativas a Empresa

Recursos: Abre a lista de Recursos

Relatórios: Abre a lista de Relatórios

Monitoramento: dos projetos

WBS: Work Breakdown Structure

Atividades: Lista de Atividades do ProjetoMonitoramento: dos projetos WBS: Work Breakdown Structure Atribuições: Custo dos recursos por período Produtos de

Atribuições: Custo dos recursos por períodoStructure Atividades: Lista de Atividades do Projeto Produtos de Trabalho e Documentos: Lista de Documentos do

Produtos de Trabalho e Documentos: Lista de Documentos do Projetodo Projeto Atribuições: Custo dos recursos por período Despesas: Lista de Despesas do Projeto Informações

Despesas: Lista de Despesas do Projetode Trabalho e Documentos: Lista de Documentos do Projeto Informações relativas ao Projeto Limiares:

Informações relativas ao Projeto

Limiares: Parâmetros/Limites (folga, dias, etc) Problemas: Lista de “problemas” que mereçam

atenção

(folga, dias, etc) Problemas: Lista de “problemas” que mereçam atenção Riscos: Lista de Riscos do Projeto
(folga, dias, etc) Problemas: Lista de “problemas” que mereçam atenção Riscos: Lista de Riscos do Projeto

Riscos: Lista de Riscos do ProjetoProjeto Limiares: Parâmetros/Limites (folga, dias, etc) Problemas: Lista de “problemas” que mereçam atenção 39

39

Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral direita) Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc Excluir

Visão Geral

Conhecendo os Menus (lateral direita)

Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral direita) Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc Excluir Atividade
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral direita) Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc Excluir Atividade
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral direita) Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc Excluir Atividade
Visão Geral Conhecendo os Menus (lateral direita) Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc Excluir Atividade

Adicionar Atividade / WBS / Recurso, etc

Excluir Atividade / WBS / Recurso, etc

Recortar Atividade / WBS / Recurso, etc

Copiar Atividade / WBS / Recurso, etc

Colar Atividade / WBS / Recurso, etc/ WBS / Recurso, etc Copiar Atividade / WBS / Recurso, etc Atribuir Recurso Atribuir Recurso

Atribuir Recurso/ WBS / Recurso, etc Colar Atividade / WBS / Recurso, etc Atribuir Recurso por especialidade

Atribuir Recurso por especialidadeetc Colar Atividade / WBS / Recurso, etc Atribuir Recurso Atribuir Especialidades Atribuir Códigos de Atividade

Atribuir Especialidadesetc Atribuir Recurso Atribuir Recurso por especialidade Atribuir Códigos de Atividade Predecessores Sucessores

Atribuir Códigos de AtividadeAtribuir Recurso por especialidade Atribuir Especialidades Predecessores Sucessores Procedimentos para Atividade 40

Predecessorespor especialidade Atribuir Especialidades Atribuir Códigos de Atividade Sucessores Procedimentos para Atividade 40

Sucessorespor especialidade Atribuir Especialidades Atribuir Códigos de Atividade Predecessores Procedimentos para Atividade 40

Procedimentos para AtividadeAtribuir Recurso por especialidade Atribuir Especialidades Atribuir Códigos de Atividade Predecessores Sucessores 40

Visão Geral Janela de Detalhes 41

Visão Geral

Janela de Detalhes
Janela de Detalhes

41

Alfa Tecnologia e Design S/A
Alfa Tecnologia e
Design S/A

Estrutura Organizacional

OBS (Organization Breakdonw Structure)

Estrutura hierárquica da empresa a nível gerencial.

Depto. Depto. Depto. Compras Criação Desenv.
Depto.
Depto.
Depto.
Compras
Criação
Desenv.
Estrutura Organizacional Criando a OBS. Menu Enterprise  OBS – Enterprise Breakdown Structure Cada nível

Estrutura Organizacional

Criando a OBS.

Menu Enterprise  OBS – Enterprise Breakdown Structure
Menu Enterprise  OBS –
Enterprise Breakdown Structure
Menu Enterprise  OBS – Enterprise Breakdown Structure Cada nível da OBS é associado a um

Cada nível da OBS é associado a um ou mais níveis da EPS.

Hierarquia de Projetos Criado a OBS , vamos criar a EPS. Menu Enterprise  EPS

Hierarquia de Projetos

Criado a OBS, vamos criar a EPS.

Menu Enterprise  EPS – Enterprise Project Structure
Menu Enterprise  EPS –
Enterprise Project Structure
Hierarquia de Projetos Criado a OBS , vamos criar a EPS. Menu Enterprise  EPS –
Depto. Desenvolvimento Projeto de Desenvolvimento de Análise Laboratorial Projeto de Manutenção
Depto.
Desenvolvimento
Projeto de
Desenvolvimento de
Análise Laboratorial
Projeto de
Manutenção

Hierarquia de Projetos

A hierarquia do Projeto depende de como a empresa está estruturada.

Alfa Tecnologia e Design S/A Depto. Depto. Compras Criação Projeto de Aquisição de Suprimentos básicos
Alfa Tecnologia e
Design S/A
Depto.
Depto.
Compras
Criação
Projeto de
Aquisição
de Suprimentos básicos
Projeto de
Criação de
Novo Produto X
Projeto de
Contratação
de Serviços
Projeto de
Criação de
Novo Produto Y
Projeto de
Criação de
Novo Produto Z
Projeto de
Comercialização
dos produtos
Hierarquia de Projetos EPS – Enterprise Project Structure 46

Hierarquia de Projetos

EPS – Enterprise Project Structure
EPS – Enterprise
Project Structure
Hierarquia de Projetos EPS – Enterprise Project Structure 46
Inserindo Projeto Acesse o menu de projetos  Escolha em qual EPS deseja criar seu

Inserindo Projeto

Acesse o menu de projetos Escolha em qual EPS deseja criar seu projeto clique em File New ou clique no botão ADD na barra lateral direita.

EPS selecionada
EPS selecionada

Inserindo Projeto

Assistente de novo projeto

Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48
Inserindo Projeto Assistente de novo projeto 48

48

Inserindo Projeto Configurações do Projeto 1. General/Gerais • Define as opções gerais, datas (planejadas,

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

1. General/Gerais Define as opções gerais, datas (planejadas, cálculo, fim), anotações,

orçamento, plano de despesas, sumário do orçamento, financiamento,

códigos, padrões, recursos, configurações e métodos de cálculo.

despesas, sumário do orçamento, financiamento, códigos, padrões, recursos, configurações e métodos de cálculo. 49

49

Inserindo Projeto Configurações do Projeto 2. Dates/Datas: • Início Planejado - definido na criação do

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

2. Dates/Datas:

Início Planejado - definido na criação do projeto;

Data do Cálculo - data em que o cronograma foi calculado;

Deve terminar em - Restrição - data estimada para o término do projeto;

Fim - data do fim cedo (early finish) do projeto;

Início Atual - data que o projeto iniciou;

Fim Atual - data que o projeto terminou;

Datas Antecipadas: Quando um projeto não tiver atividades ou as atividades não tiverem sido iniciadas, as datas de Inicio e Fim (nas colunas) serão iguais as datas antecipadas. Uma vez que o projeto seja calculado, as datas antecipadas serão sobrescritas.

serão iguais as datas antecipadas. Uma vez que o projeto seja calculado, as datas antecipadas serão

50

Inserindo Projeto Configurações do Projeto 3. Budget Log/Registro de Orçamento: • Define e controle o

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

3. Budget Log/Registro de Orçamento:

Define e controle o orçamento proposto ao projeto.

Orçamento Original: Montante proposto inicialmente para execução do projeto.

Orçamento Corrente: Montante atualizado após solicitações de novos valores.

Orçamento Proposto: Informa o orçamento proposto de acordo com as

solicitações.

de novos valores. • Orçamento Proposto: Informa o orçamento proposto de acordo com as solicitações. 51

51

Inserindo Projeto Configurações do Projeto 4. Spending Plan/Plano de despesas: • Distribuição dos valores mensais

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

4. Spending Plan/Plano de despesas:

Distribuição dos valores mensais a serem utilizados no projeto. Inclui o plano de despesas e o plano de benefícios.

Distribuição dos valores mensais a serem utilizados no projeto. Inclui o plano de despesas e o
Inserindo Projeto Configurações do Projeto 5. Default/Padrões • Tipo de Duração – Selecione o tipo

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

5. Default/Padrões Tipo de Duração Selecione o tipo de duração baseado no que é mais

importante ao seu projeto: Recurso, cálculo ou custo. Os tipos são: (ver

pag.51)

de duração baseado no que é mais importante ao seu projeto: Recurso, cálculo ou custo. Os
IMPORTANTE
IMPORTANTE

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

5. Default/Padrões Tipo de Duração

Unidade Fixa - O volume total de trabalho é fixo (dobra a duração e reduz o recurso pela metade) - Se alterar o volume de trabalho, ele altera a duração e

mantém a quantidade de recursos fixas;

Duração Fixa e Unidade/Tempo - Para indicar que a duração das atividades não é sujeito a mudanças, independente do número de recursos atribuídos na atividade. Selecione essa opção quando o cálculo é um fator limitante. Você deve entrar com a duração original para cada atividade, em vez de planejar unidades trabalhadas (recurso “labor”). Ao dobrar a quantidade de horas, dobra a

quantidade de recursos, mantém primeiro a duração e depois o trabalho fixo;

Unidade Fixa/Tempo - Indica que a atividade foi fixada na disponibilidade do recurso. Selecione essa opção quando seu planejamento for baseado nos recursos atribuídos e a disponibilidade do recurso for um fator limitado. Obs. Se alterar a qtd. de recursos ele fixa a duração (tem prioridade no desempate com o número de recursos);

Duração e Unidade Fixa - Permitem que as unidades de recursos por tempo sejam

recalculadas. Fixa a duração e as unidades e altera a quantidade de recurso;

IMPORTANTE
IMPORTANTE

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

5. Default / Padrões

Tipo de Percentual Completo O Primavera pode calcular o percentual de avanço de acordo com os tipos abaixo:

Duração Especifica que o percentual completado pode ser calculado a partir das durações Atuais e Remanescentes;

Unidade Especifica que o percentual completado pode ser calculado

a partir das unidades Atuais e Remanescentes;

Físico Especifica que o percentual completado é calculado a partir da informação que o usuário digitou na atividade;

Tipo de Atividade Tarefa dependente, recurso dependente, resumo, marcos e sumario WBS

Centro de Custo Informa em qual conta será custeado o projeto

Calendário Tipo de calendário a ser usado como padrão no projeto.

Prefixo da Atividade Identificador (geralmente letra)

Sufixo da Atividade Seqüência da atividade

• Sufixo da Atividade – Seqüência da atividade A1000 A1010 A1020 Incremento – Diferença de números

A1000

A1010

A1020

Incremento Diferença de números entre atividades

Inserindo Projeto Configurações do Projeto 6. Cálculo: Restaurar a duração original e as unidades para

Inserindo Projeto

Configurações do Projeto

6. Cálculo:

Restaurar a duração original e as unidades para o remanescente Caso tenha havido um engano ao informar que uma atividade foi informado o início real e

estiver com recurso não trabalhado (non-labor); o projeto ter sido calculado; o

cálculo deverá voltar a duração original e as unidades ao remanescente quando o status de início real da atividade for desmarcado. Quando atualizar as unidades realizadas ou custo:

- Adicionar “realizado” ao remanescente

- Subtrair “realizado” do “a completar”

realizadas ou custo: - Adicionar “realizado” ao remanescente - Subtrair “realizado” do “a completar” 56
WBS ou EAP WBS ou EAP (Work Breakdown Structure ou Estrutura Analítica do Projeto) nada

WBS ou EAP

WBS ou EAP (Work Breakdown Structure ou Estrutura Analítica do Projeto) nada mais é do que a decomposição das atividades do projeto em grupos de trabalho. É uma forma também apresentável de mostrar a organização do projeto.

Menu Project  WBS – Work Breakdown Structure ou WBS (na barra lateral esquerda)
Menu Project  WBS – Work
Breakdown Structure ou WBS (na
barra lateral esquerda)
a organização do projeto. Menu Project  WBS – Work Breakdown Structure ou WBS (na barra
a organização do projeto. Menu Project  WBS – Work Breakdown Structure ou WBS (na barra

57

WBS ou EAP Como Criar O processo para criar uma WBS, é semelhante ao processo

WBS ou EAP

Como Criar

O processo para criar uma WBS, é semelhante ao processo para criar um projeto ou uma atividade. Após criada a WBS, é possível através das setas (menu lateral direita), criar uma hierarquia de WBS.

atividade. Após criada a WBS, é possível através das setas (menu lateral direita), criar uma hierarquia

58

WBS ou EAP Como Organizar Para organizar as atividades dentro de uma WBS , acesse

WBS ou EAP

Como Organizar

Para organizar as atividades dentro de uma WBS, acesse o atalho de atividades, clicando

no botão atividades na barra lateral direita.

atividades dentro de uma WBS , acesse o atalho de atividades, clicando no botão atividades na
”.
”.

WBS ou EAP

Como Organizar

Acesse a aba Geral da atividade. No campo WBS, clique no botão

Geral da atividade. No campo WBS , clique no botão “ Clique nos sinais de “+”

Clique nos sinais de “+” para expandir a lista de itens da WBS. Escolha em qual item deseja atribuir sua atividade e clique no botão de adicionar.

expandir a lista de itens da WBS . Escolha em qual item deseja atribuir sua atividade
Adicionar um
Adicionar um

Calendário

Determina o período de trabalho e os dias de folga do projeto, atividades, recursos ou global. É necessário associar o calendário ao projeto.

Calendário Menu Enterprise  Calendars
Calendário
Menu Enterprise  Calendars
recursos ou global. É necessário associar o calendário ao projeto. Calendário Menu Enterprise  Calendars 61
Calendário Adicionando um calendário “Global” 62

Calendário

Adicionando um calendário “Global”

Calendário Adicionando um calendário “Global” 62
Calendário Modificando um calendário “Global” 63

Calendário

Modificando um calendário “Global”

Calendário Modificando um calendário “Global” 63
Calendário Modificando um calendário “Global” 64

Calendário

Modificando um calendário “Global”

Calendário Modificando um calendário “Global” 64
Recursos O que são Todo e qualquer tipo de material, pessoa, máquinas ou equipamentos que

Recursos

O que são

Todo e qualquer tipo de material, pessoa, máquinas ou equipamentos que forem

necessários ao projeto e transformam as atividades do projeto.

Existem dois tipos de recursos: Os recursos materiais e os recursos de trabalho.

Utilize os recursos quando quiser indicar quem ou o que será necessário pela conclusão das atividades no escopo do projeto (WBS). Pode-se configurar recursos em seu projeto e atribuí-los às tarefas.

Utilize recursos em seu projeto quando sua finalidade for:

Controlar a quantidade de trabalho feito pelas pessoas e equipamentos ou a

quantidade de material utilizadas na conclusão das tarefas.

Garantir um alto nível de responsabilidade e compreensão do projeto.

Quando as responsabilidades estiverem claras, o risco das mesmas não serem supervisionadas será bem menor.

Para ser mais conciso ao agendar o tempo necessário para as tarefas e as datas de sua aceitável conclusão.

Monitorar os recursos aos quais tenham sido aplicados, muito ou pouco trabalho.

Recursos Como criar Você pode acessar a lista de recursos via menu ou via barra

Recursos

Como criar

Você pode acessar a lista de recursos via menu ou via barra lateral esquerda. Os

recursos funcionam como a WBS .

Menu Enterprise  Resources
Menu Enterprise  Resources

66

Recursos Como criar • Geral – Algumas informações como Id, nome e telefone. • Código

Recursos

Como criar

Geral Algumas informações como Id, nome e telefone.

Código Atribua códigos ao seu recurso com intuito de facilitar a organização.

Detalhes Informe o tipo de recurso (trabalhado, não trabalhado ou material), moeda e calendário.

Roles/Envolvimento Especialidades do Recurso.

Notas Campo livre para descrição do recurso.

Planilha de Tempo Informe o login de usuário do recurso e seu aprovador.

Unidades e Preço Data de efetivação do recurso, unidades de trabalho e custo.

Recursos Como criar Detalhes – Pode-se configurar o recurso criado, informando se é um recurso:

Recursos

Como criar

Detalhes Pode-se configurar o recurso criado, informando se é um recurso:

Labor (trabalhado) Ex. pintor, mecânico, etc;

Non-labor (não trabalhado) Ex. máquinas, guindastes, computador, etc;

Material Tinta, óleo, fitas, etc. Especifique também a unidade de medida a ser

utilizada.

utilizada no projeto. Caso seu projeto também gerencie custo, informe a moeda a ser

Determine o calendário de trabalho do recurso, e a unidade padrão por tempo a ser

paga para o recurso e se permite hora extra, qual o seu fator de multiplicação.

e a unidade padrão por tempo a ser paga para o recurso e se permite hora
Recursos Como criar • Computar automaticamente o físico – Marque essa opção para calcular automaticamente

Recursos

Como criar

Computar automaticamente o físico Marque essa opção para calcular automaticamente a

quantidade de trabalho real do recurso selecionado de acordo com o plano do projeto, ao invés

das horas relatadas na planilha de tempo. Desmarque se você estiver trabalhando com o módulo de aprovação da planilha para atualizar o progresso físico.

Calcular custo para unidades Marque para indicar que todas as novas atribuições para o recurso criado terão os custos recalculados sempre que ocorrerem mudanças nas quantidades, como a alteração para a estimativa para completar uma atividade.

sempre que ocorrerem mudanças nas quantidades, como a alteração para a estimativa para completar uma atividade.
Recursos Como criar • Unidades e Preços – Informe o período de trabalho do seu

Recursos

Como criar

Unidades e Preços Informe o período de trabalho do seu recurso e o máximo de

unidades por tempo que ele pode trabalhar. Informe também o preço por unidade.

Calendário “Shift- Calendário de período de trabalho do recurso.

Informe também o preço por unidade. • Calendário “ Shift ” - Calendário de período de
Recursos Trabalhando com Recursos • Para atribuir o recurso à uma atividade, entre nos detalhes

Recursos

Trabalhando com Recursos

Para atribuir o recurso à uma atividade, entre nos detalhes da atividade e na guia de

recursos, clique em “Add Resource”. Escolha o recurso a ser atribuído e adicione-o clicando no botão “Add”.

clique em “ Add Resource ”. Escolha o recurso a ser atribuído e adicione -o clicando
IMPORTANTE
IMPORTANTE

Planejando o Projeto

Tipos de Atividade

Selecione o tipo segundo a função da atividade e o calendário a ser usado

durante o cálculo. Os tipos são:

Atividade Dependente Para indicar que o recurso das atividades serão calculados de acordo com o calendário da atividade;

Recurso Dependente Para indicar que cada recurso das atividades serão calculados de acordo com o calendário do recurso;

Resumo LOE Level of Effort ou hammok Para indicar que a duração

das atividades é dependente da predecessora ou sucessora. Esse tipo de

atividade não tem restrições e são consideradas “cursadas”;

Marcos ou Milestones são atividades que marcam o início ou fim de um

estágio (do projeto). Esse tipo de atividade não tem duração, custo ou recurso atribuído.

Resumo WBS Não tem duração. Serve apenas para indicar a quantidade

de horas já executas ou quantas horas faltam para terminar o grupo de

atividades que compõe a WBS. Útil somente quando o layout do seu projeto

não contempla níveis de WBS.

Atividades Inserindo Atividades O processo de inserir atividades é muito semelhante ao processo de inserir

Atividades

Inserindo Atividades

O processo de inserir atividades é muito semelhante ao processo de inserir projetos, porém ao invés de utilizar o menu File, utiliza-se o menu Edit Add (ou a tecla de atalho Insert) ou então o botão Add localizado no menu lateral direito.

ou então o botão Add localizado no menu lateral direito. Obs. Caso já tenha estruturado a

Obs. Caso já tenha estruturado a WBS e deseja que a nova atividade esteja dentro do grupo da WBS, basta selecionar a WBS antes de criar a atividade.

Atividades

Atividades 74
Atividades 74
Atividades 74
Atividades 74
Atividades 74
Atividades 74
Atividades 74
Atividades Configurando informações das Atividades Define as opções gerais, status (durações, datas, folgas),

Atividades

Configurando informações das Atividades

Define as opções gerais, status (durações, datas, folgas), recursos, relacionamentos, códigos, anotações, procedimentos, retorno, documentos,

finanças, resumo.

folgas), recursos, relacionamentos, códigos, anotações, procedimentos, retorno, documentos, finanças, resumo. 75
Atividades Configurando informações das Atividades Na guia Status , informações como Duração Original, Duração

Atividades

Configurando informações das Atividades

Na guia Status, informações como Duração Original, Duração Remanescente, e A

Completar podem ser modificadas.

Livre são preenchidas. Aqui pode-se definir o início real da atividade (marcando a caixa Started) e o fim real da

atividade (marcando na caixa Finished).

Outras opções também estão disponíveis nessa guia, como unidades de recursos, restrições e percentual de avanço.

Nesta guia, após o cálculo e a rede de precedentes, as caixas de Folga Total e Folga

e percentual de avanço. • Nesta guia, após o cálculo e a rede de precedentes, as

76

Atividades Configurando informações das Atividades Na guia Recursos , são listados os recursos atribuídos a

Atividades

Configurando informações das Atividades

Na guia Recursos, são listados os recursos atribuídos a uma atividade. Maiores

detalhes serão discutidos após a criação do recurso.

são listados os recursos atribuídos a uma atividade. Maiores detalhes serão discutidos após a criação do
Atividades Inserindo ligações entre atividades • Relacionamentos – Nesta guia deve-se informar de precendências

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

Relacionamentos Nesta guia deve-se informar de precendências entre as atividades, informando assim suas predecessoras e sucessoras.

Pode-se também, configurar o tipo de ligação e o retardo positiva ou negativa

(lag/lead). Para atribuir uma atividade predecessora ou sucessora, clicar no botão Assign. A lista de atividades cadastradas será mostrada, selecione a atividade e clique no botão ADD.

no botão Assign. A lista de atividades cadastradas será mostrada, selecione a atividade e clique no
Atividades Inserindo ligações entre atividades Os tipos de ligações servem para especificar a seqüência lógica

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

Os tipos de ligações servem para especificar a seqüência lógica de seu cronograma.

II ou SS Início/Início ou Start/Start

Atividades que começam juntas, no entanto existe uma certa obrigatoriedade da atividade 1 começar para depois a atividade 2 começar.

Ligar Esteira Começar a Correr
Ligar Esteira
Começar a Correr
Atividades Inserindo ligações entre atividades • TT ou FF – Término/Término ou Finish/Finish Atividades que

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

TT ou FF Término/Término ou Finish/Finish

Atividades que terminam juntas, no entanto existe uma certa obrigatoriedade da atividade 1 terminar para depois a atividade 2 terminar.

Parar o Carro Puxar freio de mão
Parar o Carro
Puxar freio de mão
Obs. Este tipo de ligação é o mais usual. Atividades Inserindo ligações entre atividades TI
Obs. Este tipo de ligação é o mais usual.
Obs. Este tipo de
ligação é o mais usual.

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

TI ou FS Término/Início ou Finish to Start

Atividades dependentes, ou seja, Atividade 2 depende exclusivamente do término da Atividade 1.

Lixar Parede
Lixar Parede
Pintar Parede
Pintar Parede
Término da Assistência
Término da Assistência

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

IT ou SF Início p/ Término ou Start to Finish

Raramente ocorre, porém quando acontece informa que o término da Atividade 2

ocorre quando a Atividade A começa. Funciona de forma inversa à relação término

para início. Essa relação é utilizada, normalmente, para atividades relativas a substituições de equipamentos.

Início da Cirurgia
Início da Cirurgia

Ex. O término do apoio do pessoal que dá assistência médica ao pessoal cirúrgico ocorre quando a operação, ou seja o uso dos procedimentos médicos tornam-se operacionais.

Atividades Inserindo ligações entre atividades 83

Atividades

Inserindo ligações entre atividades

Atividades Inserindo ligações entre atividades 83
Atividades Configurando informações das Atividades Códigos – Atribua códigos ( Activity Codes ) com finalidade

Atividades

Configurando informações das Atividades

Códigos Atribua códigos (Activity Codes) com finalidade de filtrar as atividades ou de organizá-las. Maiores detalhes serão discutidos após a criação dos Activity Codes.

filtrar as atividades ou de organizá-las. Maiores detalhes serão discutidos após a criação dos Activity Codes
Formatando layouts Para se analisar dados calculados ou efetuar-se um estudo do projeto, o Primavera

Formatando layouts

Para se analisar dados calculados ou efetuar-se um estudo do projeto, o Primavera contem uma série de layouts internamente gravados que podem ser customizados.

de layouts internamente gravados que podem ser customizados. Menu View  Columns Menu View  Bars
Menu View  Columns

Menu View Columns

Menu View  Bars
Menu View  Bars
Menu View  Timescale
Menu View  Timescale
internamente gravados que podem ser customizados. Menu View  Columns Menu View  Bars Menu View

85

Formatando layouts Menu View  Group and Sort Método para customizar colunas, cores e visualizações

Formatando layouts

Menu View  Group and Sort
Menu View  Group and Sort
Formatando layouts Menu View  Group and Sort Método para customizar colunas, cores e visualizações de
Formatando layouts Menu View  Group and Sort Método para customizar colunas, cores e visualizações de

Método para customizar colunas, cores e visualizações de dados. Quase todas as opções de layout encontram-se no menu “View”.

de dados. Quase todas as opções de layout encontram- se no menu “ View ”. Menu
Menu View  Table, Font and Row

Menu View Table, Font and Row

Formatando layouts IMPORTANTE: NO PRIMAVERA, AS INFORMAÇÕES NÃO SÃO SALVAS EM ARQUIVOS. PORTANTO AO SAIR

Formatando layouts

Formatando layouts IMPORTANTE: NO PRIMAVERA, AS INFORMAÇÕES NÃO SÃO SALVAS EM ARQUIVOS. PORTANTO AO SAIR DE
Formatando layouts IMPORTANTE: NO PRIMAVERA, AS INFORMAÇÕES NÃO SÃO SALVAS EM ARQUIVOS. PORTANTO AO SAIR DE

IMPORTANTE:

NO PRIMAVERA, AS INFORMAÇÕES NÃO SÃO SALVAS EM ARQUIVOS.

PORTANTO AO SAIR DE UM PROJETO OU AO

MUDAR O LAYOUT, UMA TELA APARECERÁ PERGUNTANDO SE VOCÊ DESEJA SALVAR O LAYOUT E NÃO O PROJETO.

UM PROJETO OU AO MUDAR O LAYOUT, UMA TELA APARECERÁ PERGUNTANDO SE VOCÊ DESEJA SALVAR O
Códigos de Atividade Para que servem Representa uma vasta categoria de funcionalidades. Você pode atribuir

Códigos de Atividade

Para que servem

Representa uma vasta categoria de funcionalidades. Você pode atribuir códigos para facilitar as pesquisas, mudar layouts, definir valores para relatórios, entre outros. Os códigos de atividade podem ser globais (para

qualquer projeto), para a EPS ou para um projeto específico.

ser globais (para qualquer projeto), para a EPS ou para um projeto específico. Menu Enterprise 
Menu Enterprise  Activity Codes

Menu Enterprise Activity Codes

88

Códigos de Atividade Como Criar Clique em “ Modificar ” para criar as Definições do

Códigos de Atividade

Como Criar

Clique em “Modificar” para criar as Definições do Código da Atividade. Adicione o novo código, informe um título e o tamanho máximo.

Menu Enterprise  Activity Codes
Menu Enterprise  Activity Codes

89

Códigos de Atividade Como Criar Adicione o novo código e crie sua hierarquia. Você pode

Códigos de Atividade

Como Criar

Adicione o novo código e crie sua hierarquia. Você pode criar quantos códigos desejar.

Menu Enterprise  Activity Codes
Menu Enterprise  Activity Codes
o novo código e crie sua hierarquia. Você pode criar quantos códigos desejar. Menu Enterprise 
o novo código e crie sua hierarquia. Você pode criar quantos códigos desejar. Menu Enterprise 
Códigos de Atividade Utilizando os Códigos Para atribuir o código criado à uma atividade, entre

Códigos de Atividade

Utilizando os Códigos

Para atribuir o código criado à uma atividade, entre nos detalhes da atividade e na guia de códigos, clique em “Assign”. Escolha o código a ser atribuído e adicione-o clicando no botão “Add”.

Obs. Somente um código por nó (pai) é permitido.
Obs. Somente um código por nó (pai) é permitido.
Curva S • Para que possamos visualizar o montante Percentual (%) a ser realizado no

Curva S

Para que possamos visualizar o montante Percentual (%)

a ser realizado no prazo previsto do projeto pode-se trabalhar com o conceito de curva “S”.

Para criar a curva pode-se utilizar o conceito de atribuir a todas as tarefas do projeto alguns recursos, criado no cadastro de recursos do projeto.

Clique em Activity Usage Profile.

de recursos do projeto. • Clique em Activity Usage Profile. Menu View  Show on bottom
de recursos do projeto. • Clique em Activity Usage Profile. Menu View  Show on bottom
Menu View  Show on bottom  Activity Usage Profile
Menu View  Show on bottom  Activity Usage Profile
Curva S No canto inferior esquerdo, selecione “All activities” • • No canto direito inferior,

Curva S

No canto inferior esquerdo, selecione “All activities”

canto inferior esquerdo, selecione “All activities” • • No canto direito inferior, clique com o botão

No canto direito inferior, clique com o botão direito do mouse e selecione Activity Usage Profile Options.

Curva S

Curva S Desmarcar opção 94
Desmarcar opção
Desmarcar opção

94

Curva S • Arraste a barra de rolagem do Gráfico de Gantt até o fim

Curva S

Arraste a barra de rolagem do Gráfico de Gantt até o fim da página.

Duplo clique nesta área.
Duplo clique
nesta área.
Curva S • Repita os passos do slide 93 e altere as opções abaixo. Informe

Curva S

Repita os passos do slide 93 e altere as opções abaixo.

Informe a duração total do projeto dividindo por 100. Ex. Duração 160.00 horas 160.00 /
Informe a duração total do
projeto dividindo por 100.
Ex.
Duração 160.00 horas
160.00 / 100 = 1.6
Informe a unidade de
medida “%”

habilitar

Curva S • Para visualizar a curvaS. • Menu, File / Page Setup Marque a

Curva S

Para visualizar a curvaS.

Menu, File / Page Setup

Marque a opção Profile, e desmarque as demais.
Marque a opção Profile,
e desmarque as demais.
Nivelando os recursos Quando um recurso é superalocado, faz-se necessário o nivelamento de recursos. Ver

Nivelando os recursos

Quando um recurso é superalocado, faz-se necessário o nivelamento de

recursos. Ver exemplo abaixo no dia 2 e 3 há uma superalocação de dois recursos quando se tem disponível apenas 1. O Primavera permite a distribuição dos recursos ao longo da escala de tempo, definido por um critério de prioridade, fazendo assim que haja uma redistribuição conforme as disponibilidades existentes.

Como fazer o nivelamento de recursos do projeto quando preciso de 2 técnicos e só tenho 1 disponível?

existentes. Como fazer o nivelamento de recursos do projeto quando preciso de 2 técnicos e só
existentes. Como fazer o nivelamento de recursos do projeto quando preciso de 2 técnicos e só

98

Nivelando os recursos - configuração • Nivelar os recursos automaticamente quando o projeto for calculado.

Nivelando os recursos - configuração

Nivelar os recursos automaticamente quando o projeto for calculado.

Considerar as atribuições feitas em outros projetos com a prioridade igual ou maior que:

Preservar as datas cedo durante o cálculo

Recalcular o custo das atribuições durante o nivelamento

Nivelar todos os recursos

cedo durante o cálculo • Recalcular o custo das atribuições durante o nivelamento • Nivelar todos

99

Nivelando os recursos A n t e s d o n i v e l

Nivelando os recursos

Antes do nivelamento

Nivelando os recursos A n t e s d o n i v e l a

Depois do nivelamento

Nivelando os recursos A n t e s d o n i v e l a
Calculando o Projeto – configuração O cálculo do projeto efetua a distribuição das atividades no

Calculando o Projeto configuração

O cálculo do projeto efetua a distribuição das atividades no

tempo conforme as restrições e as retardos definidos, distribuir

os recursos, calcular custos, entre outros.

no tempo conforme as restrições e as retardos definidos, distribuir os recursos, calcular custos, entre outros.
Monitorando e Controlando o projeto O Processo de monitoramento e controle é fundamental na vida

Monitorando e Controlando

o projeto

O Processo de monitoramento e controle é fundamental na vida do gestor do projeto.

Neste processo é necessário comparar o previsto versus o realizado do projeto. Assim, o PRIMAVERA permite efetuar o congelamento das datas, custos, recursos, durações, entre outros. O Plano original congelado é denominado de LINHA DE BASE OU BASELINE PLAN do projeto. O Primavera efetua uma cópia inicial do projeto para comparar o cronograma planejado X o cronograma corrente.

Antes criar uma linha de base, certifique-se de que seu projeto não terá mais modificações no planejamento. Caso contrário, uma nova linha de base deverá ser criada.

Para criar uma linha de base, o projeto deve ser calculado e nivelado. Para calcular o projeto pressione F9 ou acesse a opção cálculo no menu superior.

projeto pressione F9 ou acesse a opção cálculo no menu superior. Obs. Para o exemplo, não
Obs. Para o exemplo, não nivelaremos os recursos.
Obs. Para o exemplo, não nivelaremos os recursos.
Linha de Base No exemplo, o cálculo será realizado com as opções padrões do software.

Linha de Base

No exemplo, o cálculo será realizado com as opções padrões do software. Escolha a data e hora de início do seu projeto no calendário. Clique em “Schedule”.

padrões do software. Escolha a data e hora de início do seu projeto no calendário. Clique
Linha de Base Repare como ficou o gráfico de Gantt após o cálculo. 104

Linha de Base

Repare como ficou o gráfico de Gantt após o cálculo.

Linha de Base Repare como ficou o gráfico de Gantt após o cálculo. 104
Linha de Base Existem alguns passos para criar a linha de base Clique em “

Linha de Base

Existem alguns passos para criar a linha de base

Clique em “adicionar”. - Salvar uma cópia do projeto corrente como nova linha de base - Converter um projeto já existente como uma nova linha de base ao projeto corrente. Clique em “OK

de base - Converter um projeto já existente como uma nova linha de base ao projeto
Linha de Base Existem alguns passos para criar a linha de base Repare que a

Linha de Base

Existem alguns passos para criar a linha de base

Repare que a janela de linha de base agora tem um projeto. Você pode informar o nome da linha de base e o tipo (dados informativos).

de linha de base agora tem um projeto. Você pode informar o nome da linha de
Linha de Base Existem alguns passos para criar a linha de base Não basta apenas

Linha de Base

Existem alguns passos para criar a linha de base

Não basta apenas criar a linha de base, você tem que vinculá-la ao seu projeto.

passos para criar a linha de base Não basta apenas criar a linha de base, você
Linha de Base Existem alguns passos para criar a linha de base Repare que no

Linha de Base

Existem alguns passos para criar a linha de base

Repare que no Gantt agora aparece uma linha abaixo da atividade.

Base Existem alguns passos para criar a linha de base Repare que no Gantt agora aparece
IMPORTANTE
IMPORTANTE

Atualizando Atividades

Para informar o avanço da atividade, é importante marcar a caixa ao lado do campo Started, e em seguida digitar a data de início real. O mesmo procedimento ocorre para o fim real. Após marcar o Início Real, a caixa de percentual está liberada para inserção de dados.

ocorre para o fim real. Após marcar o Início Real, a caixa de percentual está liberada
Atualizando Atividades IMPORTANTE
Atualizando Atividades
IMPORTANTE
IMPORTANTE
IMPORTANTE

Análise do Projeto Check list

Caminho Crítico

Compare os desvios

• Verifique a nova data e caminho crítico do projeto. Pesquise o layout de caminho
Verifique a nova data e caminho crítico do projeto.
Pesquise o layout de caminho crítico no software,
verifique as folgas totais e livres do projeto
• Verifique os desvios ocorridos no prazo, custo, recursos, durações. Pesquise o melhor layout.
Verifique os desvios ocorridos no prazo, custo,
recursos, durações. Pesquise o melhor layout.

Analise a evolução do Projeto

Solicite a curva “S” e verifique o avanço físico do projeto e emita uma curva comparativa do previsto x realizado.

5 35 114
5
35
114

Agenda Avançado

Dia 2

Visão Geral do Gerenciamento de Projetos

Menus Avançados 35

Ícones Avançados

Criando projeto na forma expert

Como criar e configurar a metodologia 114

Como importar para o Primavera 118

Exemplo 122

Gerenciando Recursos

Como criar 123

Super-alocação de recursos 124

Gerenciando o Projeto

Atualizando os dados por projeto 126

Caminho crítico 129

Earned value 131

Custo previsto X custo realizado 132

Configuração 134

137 144 150
137
144
150

Agenda Avançado

Dia 2

Criação de padrões de relatórios

Como

criar e executar

Interligando Projetos/Subprojetos

Interligando outros softwares

Acessando dados

Criando a conexão 146

Trabalhando com WEB 161

Exemplo 167

Importação / Exportação

Como executar

171

Macros

criar 177

Como

Como

executar

179

180

Customização telas

Segurança dos dados

Perfis de segurança 183

Usuários 184

Criando projetos na forma expert Para criar uma base de modelos, utiliza-se o Methodology Management.

Criando projetos na forma expert

Para criar uma base de modelos, utiliza-se o Methodology Management. Para tal,

repita os passos para exportação de projetos. Uma vez exportado o arquivo XER, inicie o Methodology Management.

tal, repita os passos para exportação de projetos. Uma vez exportado o arquivo XER, inicie o
Criando projetos na forma expert Como criar e configurar 115

Criando projetos na forma expert Como criar e configurar

Criando projetos na forma expert Como criar e configurar 115
Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116
Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116

Criando projetos na forma expert

Importando o projeto para a Metodologia criada.

Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116
Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116
Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116
Criando projetos na forma expert Importando o projeto para a Metodologia criada. 116

Criando projetos na forma expert

Criando projetos na forma expert 117
Criando projetos na forma expert Como Importar Menu File  Project Architect 118

Criando projetos na forma expert Como Importar

Menu File  Project Architect
Menu File  Project Architect
Criando projetos na forma expert Como Importar 119

Criando projetos na forma expert Como Importar

Criando projetos na forma expert Como Importar 119

Criando projetos na forma expert Como Importar

Criando projetos na forma expert Como Importar 120
Criando projetos na forma expert Como Importar 120
Criando projetos na forma expert Como Importar 121

Criando projetos na forma expert Como Importar

Criando projetos na forma expert Como Importar 121
Criando projetos na forma expert Exemplo 122

Criando projetos na forma expert Exemplo

Criando projetos na forma expert Exemplo 122
Gerenciando recursos Como criar Você pode acessar a lista de recursos via menu ou via

Gerenciando recursos Como criar

Você pode acessar a lista de recursos via menu ou via barra lateral esquerda.

criar Você pode acessar a lista de recursos via menu ou via barra lateral esquerda. Menu
Menu Enterprise  Resources
Menu Enterprise  Resources
Gerenciando recursos Super-Alocação de recursos Quando um recurso é super-alocado, faz-se necessário o nivelamento de

Gerenciando recursos Super-Alocação de recursos

Quando um recurso é super-alocado, faz-se necessário o nivelamento de recursos. No exemplo abaixo há uma super-alocação recursos. O Primavera permite a distribuição dos recursos ao longo da escala de tempo, definido por um critério de prioridade, fazendo assim que haja uma redistribuição conforme as disponibilidades existentes.

Super- Alocação
Super-
Alocação
Limite
Limite

124

Depois
Depois

Gerenciando recursos Super-Alocação de recursos

É possível evitar a super-alocação de diversas formas:

Removendo o recurso atribuído a atividade;

Substituindo o recurso por outro que seja menos utilizado;

Aumentando a quantidade de recursos disponíveis;

Utilizando o lag/lead da atividade com recurso super-alocado;

Ou nivelando automaticamente os recursos.

Antes

Utilizando o lag/lead da atividade com recurso super-alocado; • Ou nivelando automaticamente os recursos. Antes 125
Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) Menu Tools  Apply Actuals 126

Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto)

Menu Tools  Apply Actuals
Menu Tools  Apply Actuals
Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) Menu Tools  Apply Actuals 126
Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) Para informar o % de avanço de

Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto)

Para informar o % de avanço de acordo com o previsto até a data do cálculo,

utiliza-se a ferramenta Apply Actuals.

Para informar o % de avanço de acordo com o previsto até a data do cálculo,
Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) 128

Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto)

Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) 128
Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) 128

128

Gerenciando o projeto Atualizando os dados (por projeto) 128
Gerenciando o projeto Caminho crítico É caminho na rede de programação formado por atividades críticas.

Gerenciando o projeto Caminho crítico

É caminho na rede de programação formado por atividades críticas. Podem existir

inúmeros caminhos críticos em uma rede de programação. É o caminho com a

menor estrutura de folga total. No primavera, é possível definir como o caminho

será traçado:

Folga total menor ou igual a um determinado número de horas ou através do caminho mais longo.

Guia de configurações do projeto
Guia de configurações do projeto

Gerenciando o projeto Caminho crítico

Gerenciando o projeto Caminho crítico 130
Gerenciamento do Valor do Trabalho Realizado ou Valor Agregado BCWS/PV Atividade ACWP/AC Custo Real (CR)
Gerenciamento do Valor do Trabalho Realizado ou Valor Agregado
BCWS/PV
Atividade
ACWP/AC
Custo Real (CR)
% Work Compl
BCWP/EV
Custo Plan
% Real
VTR
A
100
80
100
100
B
200
100
10
20
C
100
150
100
100
Total
400
330
220
SV
220 - 400= -180
Schedule Variance (Variaçao da Programação)

Treinamento Lúdico

EVM Earned Value Management

CV

SPI

CPI

– Earned Value Management CV S P I C P I 220 - 330= -110 Cost

220 - 330= -110 Cost Variance (Variação do custo)

= 55% Schedule Performance Index (Valor do Trabalho Realizado)C P I 220 - 330= -110 Cost Variance (Variação do custo) 220 400 = 66%

220

400

= 66% Cost Performance Índex - (Indice de acerto do custo)Cost Variance (Variação do custo) = 55% Schedule Performance Index (Valor do Trabalho Realizado) 220 400

220

330

Gerenciando o projeto Custo previsto X Custo realizado O custo pode ser lançado ao projeto

Gerenciando o projeto Custo previsto X Custo realizado

O custo pode ser lançado ao projeto de diversas formas, tal como através do uso de recursos, materiais ou despesas.

O custo pode ser lançado ao projeto de diversas formas, tal como através do uso de
O custo pode ser lançado ao projeto de diversas formas, tal como através do uso de
O custo pode ser lançado ao projeto de diversas formas, tal como através do uso de
ANTES
ANTES

Gerenciando o projeto Custo previsto X Custo realizado

ANTES Gerenciando o projeto Custo previsto X Custo realizado DEPOIS 133
DEPOIS
DEPOIS
ANTES Gerenciando o projeto Custo previsto X Custo realizado DEPOIS 133

133

Gerenciando o projeto Earned Value 134

Gerenciando o projeto Earned Value

Gerenciando o projeto Earned Value 134

134

Gerenciando o projeto

Gerenciando o projeto 135
Gerenciando o projeto Earned Value 136

Gerenciando o projeto Earned Value

Gerenciando o projeto Earned Value 136

Relatórios Como criar / Executar

Relatórios Como criar / Executar Menu Tools  Reports  Reports (ou Reports Wizard para criar)
Relatórios Como criar / Executar Menu Tools  Reports  Reports (ou Reports Wizard para criar)
Menu Tools  Reports  Reports (ou Reports Wizard para criar)
Menu Tools  Reports  Reports
(ou Reports Wizard para criar)

Relatórios Como criar

Relatórios Como criar 138
Relatórios Como criar 138
Relatórios Como criar 138
Relatórios Como criar 138

Relatórios Como criar

Relatórios Como criar 139
Relatórios Como criar 139
Relatórios Como criar 140

Relatórios Como criar

Relatórios Como criar 140
Relatórios Como criar / Executar 141

Relatórios Como criar / Executar

Relatórios Como criar / Executar 141

Relatórios Como criar / Executar

Relatórios Como criar / Executar 142
Relatórios Como criar / Executar 142

Relatórios Como criar

Relatórios Como criar 143
Relatórios Como criar 143
Relatórios Como criar 143
Relatórios Como criar 143
Relatórios Como criar 143
Interligando Projetos e Subprojetos Define o tipo de ligação entre uma atividade do projeto principal

Interligando Projetos e Subprojetos

Define o tipo de ligação entre uma atividade do projeto principal com uma atividade de outro projeto. Este conceito permite criar um projeto contendo apenas os marcos principais para

visualização, sem a necessidade de abrir o projeto principal.

um projeto contendo apenas os marcos principais para visualização, sem a necessidade de abrir o projeto

Interligando Projetos e Subprojetos

Interligando Projetos e Subprojetos 145
Interligando Projetos e Subprojetos 145
Interligando Projetos e Subprojetos 145
Interligando outros softwares Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar 

Interligando outros softwares

Criando uma conexão para ferramentas “front end

Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas
Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)

Interligando outros softwares

Criando uma conexão para ferramentas “front end

Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas
Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)

Interligando outros softwares

Criando uma conexão para ferramentas “front end

Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas
Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Interligando outros softwares Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar 

Interligando outros softwares

Criando uma conexão para ferramentas “front end

Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Criando uma conexão para ferramentas “ front end ” Menu Iniciar  Painel de Controle 
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Menu Iniciar  Painel de Controle  Ferramentas
Administrativas  Fontes de Dados (ODBC)
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 150

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Excel)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 150
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 151

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Excel)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 151

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Excel)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) privuser 152
privuser
privuser
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 153

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Excel)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 153
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 153

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Excel)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 154
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Excel) 154

154

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 155

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 155

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 156
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 156

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) privuser 157
privuser
privuser
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 158

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 158

158

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) Tabelas vinculada 159

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Tabelas vinculada
Tabelas vinculada
Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 160

Interligando outros softwares

Acessando dados com outros softwares (Access)

Interligando outros softwares Acessando dados com outros softwares (Access) 160

160

Trabalhando com WEB Exporta seu projeto para visualização em uma Intranet Menu Tools  Publish

Trabalhando com WEB Exporta seu projeto para visualização em uma Intranet

com WEB Exporta seu projeto para visualização em uma Intranet Menu Tools  Publish  Project
Menu Tools  Publish  Project Web Site
Menu Tools  Publish  Project Web Site
Trabalhando com WEB 1. Guia General: Configurações gerais; • Web Site Name – nome do

Trabalhando com WEB

1. Guia General: Configurações gerais;

Web Site Name nome do site;

Web Site Description breve descrição do que se trata do projeto;

Publish Directory diretório para publicação;

Last Publish Date data da última publicação;

Scheme/Edit Scheme Define cores, fontes, imagens, etc;

Publish Date – data da última publicação; • Scheme/Edit Scheme – Define cores, fontes, imagens, etc;
Trabalhando com WEB 2. Guia Topics: Seleciona os itens (quando houver) para publicação; • Detailed

Trabalhando com WEB

2. Guia Topics: Seleciona os itens (quando houver) para publicação;

Detailed Activity Information Informações das atividades;

Assigned Resources recursos atribuídos;

Assigned Roles recursos por especialidade;

Assigned WPs and Documents documentos ligados ao projeto;

Issues Pendências não resolvidas do projeto;

Risks Riscos do projeto;

Activity CodesCódigos de atividades;

Project Financial DataDados financeiros, como orçamento, variações, etc;

– Códigos de atividades; • Project Financial Data – Dados financeiros, como orçamento, variações, etc; 163

163

Trabalhando com WEB 3. Guia Graphics: Inclui no website os tipos de layouts existentes; •

Trabalhando com WEB

3. Guia Graphics: Inclui no website os tipos de layouts existentes;

Activity Layouts layout relativo a atividades (menu view layout);

Tracking Layouts layout de monitoramento do projeto;

layout relativo a atividades (menu view  layout); • Tracking Layouts – layout de monitoramento do
Trabalhando com WEB 4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes; 165

Trabalhando com WEB

4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes;

Trabalhando com WEB 4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes; 165
Trabalhando com WEB 4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes; 166

Trabalhando com WEB

4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes;

Trabalhando com WEB 4. Guia Reports: Inclui no website os relatórios existentes; 166
Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 167

Trabalhando com WEB

5. Exemplos da publicação

Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 167

Trabalhando com WEB

5. Exemplos da publicação

Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 168

Trabalhando com WEB

5. Exemplos da publicação

Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 169
Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 170

Trabalhando com WEB

5. Exemplos da publicação

Trabalhando com WEB 5. Exemplos da publicação 170
Exportar Como Executar Menu File  Export 171

Exportar Como Executar

Exportar Como Executar Menu File  Export 171
Menu File  Export
Menu File  Export

Exportar Como Executar

Exportar Como Executar 172
Exportar Como Executar 172
Exportar Como Executar 172
Exportar Como Executar 172

172

Exportar Como Executar 173

Exportar Como Executar

Exportar Como Executar 173
Exportar Como Executar 173

173

Importar Como Executar Menu File  Import 174

Importar Como Executar

Importar Como Executar Menu File  Import 174
Menu File  Import
Menu File  Import
Importar Como Executar 175

Importar Como Executar

Importar Como Executar 175
Importar Como Executar 176

Importar Como Executar

Importar Como Executar 176
Macros (Global Change) • Utilizado para realizar substituições em larga escala em diversos itens do

Macros (Global Change)

Utilizado para realizar substituições em larga escala em diversos itens do projeto de uma única vez.

realizar substituições em larga escala em diversos itens do projeto de uma única vez. Menu Tools
Menu Tools  Global Change
Menu Tools  Global Change

Macros (Global Change) Como criar

Macros (Global Change) Como criar Menu Tools  Global Change 178
Macros (Global Change) Como criar Menu Tools  Global Change 178
Menu Tools  Global Change
Menu Tools  Global Change

Macros (Global Change) Como executar

Macros (Global Change) Como executar Menu Tools  Global Change 179
Macros (Global Change) Como executar Menu Tools  Global Change 179
Menu Tools  Global Change
Menu Tools  Global Change

179

Customizando telas

Customizando telas 180
Customizando telas 180
Customizando telas 181

Customizando telas

Customizando telas
Customizando telas

182

Segurança dos dados Perfis de Segurança: Determina o tipo de acesso aos recursos do software

Segurança dos dados

Perfis de Segurança: Determina o tipo de acesso aos recursos do software e por Projeto;

Global Refere-se a segurança dos itens relativos a organização;

Projeto Atribui privilégios à itens relativos aos projetos;

Menu Admin  Security Profiles
Menu Admin  Security Profiles
Segurança dos dados • Global Security Profile – Determina qual o perfil utilizado para acesso

Segurança dos dados

Global Security Profile Determina qual o perfil utilizado para acesso aos dados

da empresa;

Acesso aos recursos Qual o nível de recurso permitido para o novo usuário;

User Interface Views Definido no P6 Web Access e controla o acesso de cada usuário ( o que pode ou não acessar) dentro do Web Access

Menu Admin  Users
Menu Admin  Users
Access e controla o acesso de cada usuário ( o que pode ou não acessar) dentro
Segurança dos dados • Responsible Manager – Define o responsável pela EPS e/ou Projeto; •

Segurança dos dados

Responsible Manager Define o responsável pela EPS e/ou Projeto;

Security Profile Tipo de acesso permitido ao projeto para a OBS selecionada;

pela EPS e/ou Projeto; • Security Profile – Tipo de acesso permitido ao projeto para a
João Carlos Boyadjian, MSc,MBA, PMP Diretor jcb@cplan.com.br Kricor Boyadjian - Consultor kricor@cplan.com.br CPLAN
João Carlos Boyadjian, MSc,MBA, PMP Diretor jcb@cplan.com.br Kricor Boyadjian - Consultor kricor@cplan.com.br CPLAN

João Carlos Boyadjian, MSc,MBA, PMP

Diretor

jcb@cplan.com.br

Kricor Boyadjian - Consultor kricor@cplan.com.br

CPLAN Consultoria e Planejamento Ltda.

R. do Rócio, 423 Vila Olímpia - São Paulo

Fone 3045-1336 Fax 3045-2036