Você está na página 1de 7

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Curso: Letras Semestre: 3º/4º


Objetivos da A produção textual é um procedimento metodológico de ensino
Aprendizagem: aprendizagem que tem por objetivos:
• Favorecer a aprendizagem;
• Relacionar teoria e prática, a fim de proporcionar
embasamento para atuação em sala de aula;
• Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado
eficiente e eficaz;
• Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o
autoaprendizado;
• Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de
problemas práticos relativos à profissão.

Prezado aluno,

Seja bem-vindo a este semestre!


A proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) terá como temática
“Transposição didática de obras literárias por meio do uso de recursos digitais”. Escolhemos esta
temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas
disciplinas desse semestre e, também, para consolidar a reflexão sobre a prática em sala de aula.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. Leitura e interpretação da SGA

Por meio da leitura da SGA e, também, da situação-problema destacada, você deve


elaborar um plano de aula que contemplará conteúdos de sua área, cuja metodologia será um
diferencial em sala de aula.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Carina é formada em Letras e atua, há 10 anos, no Ensino Médio de uma escola pública do
seu bairro. Apesar da experiência como docente, recentemente percebeu-se diante de um grande
desafio, pois, acostumada a métodos tradicionais de ensino, teve que se readaptar para poder
trabalhar com o ensino remoto, durante a pandemia do novo coronavírus.
Foi um período muito difícil. Muitos alunos, além de perderem familiares, tiveram que
enfrentar muitos problemas econômicos. A evasão escolar foi grande, pois muitos estudantes
tiveram que começar a trabalhar para contribuir com as despesas de suas casas.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Diante desse novo cenário pandêmico, que pedia distanciamento social, as escolas foram
fechadas e o conhecimento em torno de tecnologia tornou-se essencial para a prática pedagógica.
De uma hora para a outra, Carina teve que aprender a abrir reuniões on-line, gravar e editar vídeos.
No início foi aterrorizante! Ela pensava que além de ter que lidar com todas as perdas e
consequências de um vírus mortal circulando, precisaria, num passe de mágica, aprender coisas que
nunca imaginara. Como a maioria das colegas de trabalho, sempre foi resistente ao uso de
tecnologias em sua prática pedagógica, porque acreditava que esse tipo de recurso no ensino de
língua portuguesa e literaturas geraria mais malefícios que benefícios, pois, na sua visão, os alunos,
que já eram super dispersos e desinteressados pelo conteúdo que ministrara, ficariam ainda mais
desatentos e não teriam bom aproveitamento das aulas. Entretanto, viu-se completamente sem
saída e obrigada a encarar o tal “monstro” da tecnologia.
Passados os primeiros meses, Carina já se percebia mais familiarizada com a tecnologia e, na
medida do possível, fazia cursos e aprendia recursos novos para tornar suas aulas mais interessantes
e driblar a evasão escolar. Além disso, queria que aquele momento fosse dinâmico e atrativo, pois
sabia que fora das telas, a vida estava muito difícil. Então, conheceu e aprendeu a utilizar aplicativos
e programas para gamificação em sala de aula como Jambord, Kahoot, Wordwall, Mentimeter,
Padlet, Digital Storytelling. Até um podcast ela fez com a turma. Aos poucos, o pensamento sobre
esses recursos mudara e Carina entendeu que a tecnologia é, na verdade, sua grande aliada. Basta
saber utilizá-la.
Este ano, com a população vacinada, Carina e toda comunidade escolar puderam retornar ao
ensino presencial. Todavia, ela já não queria mais ensinar com recursos tradicionais. Sabia o quanto
as TICs poderiam contribuir para o entendimento do conteúdo e tornar o processo de ensino
aprendizagem mais dinâmico e atraente.
Desse modo, decidiu que ao trabalhar o conteúdo de literatura, abordando a temática das
características do texto literário, proporia que os alunos apresentassem uma atividade diferente. Já
não queria mais os seminários ou as avaliações que sempre geravam muito estresse e pouco
letramento literário. Queria algo que instigasse os jovens a ler as obras e terem uma experiência
diferente com a Literatura. Mas, o que fazer? Como seria essa atividade? Qual TIC utilizaria? Como
seria a forma de avaliação?

Situação-problema:

Diante do caso apresentado, Carina resolveu que para a abordagem do conteúdo em questão,
conforme previsto atualmente pela BNCC (2017), os alunos serão os protagonistas de seus próprios
aprendizados. Nesse sentido, a educadora decidiu propor aos estudantes a transposição de um
clássico literário, como Os Lusíadas, de Luís de Camões, Dom Quixote de la Mancha, de Miguel
Cervantes ou Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, entre outros para um gênero
digital atual. Desse modo, a professora pretende promover um trabalho diferenciado em relação ao
conteúdo da disciplina, uma vez que, dessa maneira, o aluno deixará de ocupar uma posição passiva
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

diante da leitura literária e deverá ter um olhar mais crítico e atento para o texto, bem como deverá
empregar recursos digitais e linguísticos para a efetivação da proposta.
O seu desafio, agora, é se colocar no lugar da professora Carina e produzir seu plano de aula,
destacando todas as atividades e ações que serão realizadas durante as aulas.

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO


A fim de desenvolver a proposta, é essencial que você se coloque no papel da professora
Carina, de modo a colaborar na resolução da situação-problema. Siga as etapas a seguir:

● Leia o artigo “Digital Storytelling como recurso didático no ensino de literatura brasileira”,
(2010) (ANEXO 1).
● Leia o artigo “A tecnologia aliada à leitura de textos literários”, (2017), (ANEXO 2).
● Leia o artigo “A influência da tecnologia na literatura: um novo contexto nas práticas de
leitura, produção e análise da literatura”, (2021) (ANEXO 3).

Para a elaboração desse trabalho, você deverá produzir um plano de ensino. Uma das partes
que compõem tal documento é a justificativa. Assim, para nortear a produção desse item, sugerimos
uma reflexão a partir dos questionamentos a seguir:

a. Por que os professores ainda não utilizam em suas práticas os recursos digitais, embora estes
sejam amplamente presentes na vida dos alunos?
b. De que forma a tecnologia pode ser uma aliada para as aulas de Literatura?
c. Qual a importância da transposição de uma obra literária para um gênero digital?
d. Levar o aluno a fazer uso de um recurso digital para a transposição de uma obra literária
possibilita a aprendizagem ativa? Explique.
e. A transposição de uma obra literária para um gênero digital oportuniza uma maior
aproximação do aluno com o cânone literário? Por quê?
f. Apresentar propostas didáticas em que os alunos ocupem o papel de protagonistas na autoria
das transposições didáticas nos variados gêneros digitais, encorajá-los a se envolverem mais
ativamente nas aulas de Literatura e, também, nas aulas de Produção Textual? Por quê?
g. O uso de recursos digitais pode facilitar a didática dos professores em sala de aula? De que
maneira?
h. Basta apenas que o professor leve a tecnologia para a sala de aula para que sua prática seja
considerada inovadora? Como tais recursos devem ser utilizados?

Além desses textos sugeridos, você pode também reler os materiais das disciplinas para a
elaboração da proposta. Ademais, precisará escolher uma obra clássica literária de língua
portuguesa, para propor a transposição.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Após o processo de reflexão, dê início à elaboração do plano de ensino, organizando-o com


base nos seguintes critérios:

• Capa e Folha de Rosto: Utilizar capa e folha de rosto padronizadas da instituição.

• Introdução: No item introdutório do texto, realizar uma breve contextualização, com a


apresentação do tema geral da proposta – “Transposição didática de obras clássicas por meio
do uso de recursos digitais”, com reflexões que possam situar o leitor acerca do fio condutor
do material. (1 lauda)

• Desenvolvimento: O desenvolvimento do seu trabalho deverá ser organizado em duas


partes:

Parte I: Você deverá propor uma discussão teórica com base no eixo temático central da
discussão evocada pela situação-problema. Para isso, você pode retomar as reflexões que
realizou a partir das questões apresentadas nestas orientações. Nessa discussão, você deve
mobilizar referenciais teóricos que versem sobre o tema. (2 laudas)

Parte II: Você deverá, com o respaldo da discussão teórica, apresentar o plano de aula
elaborado. Para isso, poderá utilizar o modelo estrutural a seguir: (2 a 3 laudas)

Plano de Aula
Escola Nome fictício.
Você deve escolher qual a série, tendo em vista as obras literárias a serem
Série
abordadas.
Número de aulas: Indicar a quantidade de aulas contempladas (de 2 a 4 aulas).
Neste item, devem ser apresentados os conteúdos que serão abordados
Conteúdos
com os alunos.
Refere-se ao que se espera com o desenvolvimento do trabalho realizado
com os alunos. Eles se configuram como as metas traçadas para o
Objetivos
aprendizado, as quais serão atingidas a partir das atividades desenvolvidas
em sala.
Diz respeito a uma reflexão que apresenta o motivo de trabalhar e
desenvolver determinado assunto durante as aulas. Neste item, abordar,
Justificativa
também, o porquê de se trabalhar com recursos digitais na aula de
Literatura.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

São os caminhos percorridos para que os objetivos sejam atingidos. É um


Procedimentos
conjunto de técnicas e métodos que direcionam o modo como os
metodológicos
conteúdos serão abordados.
São os materiais e/ou equipamentos e aplicativos que serão utilizados
Recursos didáticos
como suporte para a realização das atividades.
Modo como o professor irá acompanhar o processo de aprendizagem dos
Avaliação alunos, verificando os avanços e o que ainda necessita de
aperfeiçoamento.
Referências Material teórico que subsidiou a construção das aulas.

Especificamente no item “Procedimentos Metodológicos”, é importante descrever


detalhadamente como será realizada a abordagem do conteúdo pelo professor, bem como de que
forma o trabalho de transposição literária será proposto para os alunos. Nesse sentido, tendo em
vista a situação-problema apresentada, nessa parte você, inicialmente, deverá escolher uma obra
literária do seu repertório para trabalhar com os alunos, depois explicar, sobretudo, de que forma a
adaptação da obra literária será trabalhada em sala de aula com os alunos, apontando qual o recurso
digital será utilizado e para qual gênero a transposição será efetuada. Sugerimos os seguintes gêneros
e/ou recursos: Podcast, Storytelling, Canva, vídeo para Tik Tok, Fanfiction, entre outros. Assim, essa
parte do plano de aula deve apresentar claramente o passo a passo das atividades realizadas nas
aulas contempladas, lembrando que em boa parte delas os alunos é quem deverão ser os
protagonistas do processo de ensino-aprendizagem.

• Conclusão: Ao concluir o texto, devem ser retomadas as reflexões realizadas, com o registro,
claro e consistente, do seu posicionamento final em relação à elucidação da situação-
problema.

• Anexos e/ou apêndices: Apresentar, caso sejam utilizados, materiais, imagens, fotografias ou
registros.

• Referências: Apresentar todas as fontes utilizadas para consulta na elaboração das propostas.

Normas para Elaboração e Entrega da Produção Textual


1. O trabalho será realizado individualmente.
2. Importante: Você deverá postar o trabalho finalizado no AVA, o que deverá ser feito na
pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de
postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a
postagem da atividade.
3. Deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade, sendo
organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes,
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação


correta de citações e referências, entre outros elementos importantes).
4. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos
idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os
trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-
se de que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e
deve ser evitada no âmbito acadêmico.
5. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob
nenhuma hipótese, trabalhos enviados em PDF.

A seguir, apresentamos a você alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do
Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual:

● Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento ao


número de páginas solicitadas.
● Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução,
desenvolvimento e conclusão).
● Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma
padrão.
● Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade,
criatividade, originalidade e autenticidade.
● Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores
eventualmente citados.

Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhe atender em suas dúvidas e,
também, para repassar orientações sempre que você precisar. Aproveite esta oportunidade para
realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário.

Um ótimo trabalho!
Equipe de professores do semestre.

Você também pode gostar