Você está na página 1de 3

LISTA DE EXERCÍCIOS

Engenharia Ambiental (2,00 pontos)

1) Entre as várias ações do Banco Central que resultam numa política monetária
expansionista, NÃO se encontra a

(A) compra de moeda estrangeira no mercado cambial.


(B) compra de títulos federais no mercado aberto.
(C) Venda de títulos federais no mercado aberto.
(D) Redução do percentual de recolhimento compulsório dos bancos ao Banco
Central.
(E) Redução da taxa de juros dos empréstimos de liquidez do Banco Central aos
bancos.

2) O que distingue a moeda dos demais ativos da economia? Justifique sua resposta com
base nas três funções desempenhadas pela moeda na economia.
O principal elemento que diferencia a moeda dos outros ativos é a liquidez, a facilidade
que esse ativo tem de ser trocado por outros bens e serviços. Usando as 3 funções:
1. Meio de troca: uma troca entre os compradores e vendedores quando compram
bens/serviços, permitindo a ocorrência da transação sem necessidade da dupla
coincidência de desejos (escambo).

2. Unidade de conta: padrão de medida usado para medir e registrar valores como
preços, débitos, renda.

3. Reserva de valor: pode ser usado para transferir poder de compra do presente
para o futuro. (Acúmulo/Expectativa)

3) Com relação à demanda por moeda, indique se as proposições abaixo são falsas ou
verdadeiras:
a) A redução da inflação, tudo o mais constante, eleva a demanda por moeda.
Verdadeira. A inflação faz com que a moeda perca valor (poder de compra) - as pessoas
a diminuírem a demanda por moeda.
Na medida em que a inflação se reduz e a moeda não se desvaloriza - a demanda por
moeda aumenta.
b) A redução da inflação, associada à elevação dos juros nominais, eleva a demanda por
moeda.
Falsa. Apesar da redução da inflação provocar aumento da demanda, a elevação da taxa
de juros aumenta o incentivo para manter dinheiro em aplicações.
c) A elevação da renda reduz a demanda por moeda.
Falsa. Aumenta a demanda agregada e a demanda por moeda.

4) Com relação às diversas formas assumidas pela moeda ao longo da história, estão
corretas as afirmativas seguintes, exceto:

a. Economia de escambo é aquela em que se trocam mercadorias por


mercadorias, não existindo moeda como meio de troca.
b. A moeda-papel era um certificado com lastro integral (e posteriormente
parcial) em ouro.
c. O papel-moeda não dispõe de lastro em ouro, ou seja, não pode ser resgatado.
d. A moeda bancária ou escritural é representada pelo dinheiro em caixa nos
bancos comerciais e pela emissão monetária.
e. A moeda-mercadoria assumiu diversas formas, como sal, peles, cigarros,
entre outras.

5) São medidas expansionistas de política monetária [adotadas pelo Bacen]:


I - venda de títulos públicos;
II - compra de títulos públicos;
III - redução do depósito compulsório;
IV - elevação do depósito compulsório;
V - redução da taxa de redesconto;
VI - elevação da taxa de redesconto.
(A) I, IV e V apenas.
(B) I, III e VI apenas.
(C) II, IV e VI apenas.
(D) II, III e V apenas.
(E) II, III e VI apenas.
6) Conceitue inflação de demanda e de oferta, e aponte as causas determinantes de cada
um desses fenômenos.

7) O Banco Central historicamente tem algumas funções importantes para o


funcionamento do sistema financeiro. Cite e comente essas funções.
● O Banco Central tem como funções emitir a quantidade adequada de papel
moeda para o funcionamento da economia;
● Ser o Banco do Tesouro Nacional: ficar com as principais contas da União;
● Emprestar dinheiro aos bancos (Banco dos bancos/ Emprestador de última
instância);
● Supervisionar a saúde financeira das outras instituições e sua conduta com
relação à sociedade;
● Reúne as transações de Cred/Deb. entre o governo e a sociedade;

8) Discorra acerca de como os bancos comerciais “multiplicam dinheiro” através dos


depósitos dos seus clientes. Dê um exemplo de como isso ocorreria na prática.
O sistema de reservas fracionárias define que apenas uma parte do dinheiro depositado
em um banco precisa ficar necessariamente guardada. Assim, todo o restante pode ser
emprestado múltiplas vezes para o mercado. Essa proporção entre a reserva e o dinheiro
disponível é chamada de Multiplicador Monetário. Esses múltiplos empréstimos
permitem que o banco “crie” um dinheiro que não existe e coloque em circulação,
ampliando a base monetária.

Exemplo: Um correntista deposita 100 mil em sua conta bancária. Se a taxa de reserva
fracionária, definida pelo Banco Central, estiver em 10%, o banco irá guardar apenas 10
mil em seus cofres e ficar com 90 mil de excedente de reserva para utilizar como
quiser.
Nesse caso, provavelmente o banco irá repassar esses 90 mil para outro correntista que
solicitar um empréstimo. Com isso, 90 mil são depositados na conta do tomador do
empréstimo, que pode mover o dinheiro para outro banco. Com esses 90 mil, o sistema
repete o mesmo processo: guarda 10% de reserva fracionária e fica com o restante para
emprestar para outras pessoas. Logo, com os 81 mil disponíveis, é feito um novo
empréstimo para uma nova pessoa. Ou seja, os 100 mil iniciais se tornaram 271 mil. Se
todos quiserem sacar o dinheiro de suas contas ao mesmo tempo, os bancos não terão
saldo para pagar.

9) Com base no documentário "sustentabilidade'', cujo link foi disponibilizado na


plataforma “Class”, faça uma breve análise sobre as principais atuações do Banco
Central no tocante a agenda ambiental.

Você também pode gostar