Você está na página 1de 3

Músculo artificial é mais forte e mais flexível que músculo biológico https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=m...

Início Eletrônica Energia Espaço Informática Materiais Mecânica Meio ambiente

Nanotecnologia Robótica Plantão

Robótica

Músculo arti�cial é mais forte e mais �exível


que músculo biológico
Redação do Site Inovação Tecnológica - ��/��/����

Filme composto por 10 camadas de elastômeros dielétricos de alto desempenho, empilhados para
formar 20 atuadores.
[Imagem: Soft Materials Research Lab/UCLA]

Polímeros eletroativos

Pesquisadores desenvolveram simultaneamente um novo material e um novo processo de

1 of 6 12/07/2022 10:51
Músculo artificial é mais forte e mais flexível que músculo biológico https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=m...

fabricação que permitiram criar músculos arti�ciais que são mais fortes e mais �exíveis do que os
músculos biológicos.

Para que um material macio seja considerado adequado para uso como músculo arti�cial, ele deve
ser capaz de produzir energia mecânica e permanecer viável sob condições de alta tensão - o que
signi�ca que ele não pode perder facilmente sua forma e sua força após repetidos ciclos de
trabalho.

Ye Shi e seus colegas escolheram trabalhar com os conhecidos elastômeros dielétricos, polímeros
eletroativos, naturais ou sintéticos, compostos por grandes moléculas que podem mudar de
tamanho ou forma quando estimuladas por um campo elétrico. Eles podem ser usados como
atuadores, permitindo que máquinas operem transformando energia elétrica em trabalho
mecânico.

O problema é que esses polímeros eletroativos são feitos basicamente de acrílico ou silicone, que
exigem um pré-esticamento e não têm �exibilidade, no primeiro caso, ou não suportam grandes
tensões, no segundo.

Shi resolveu isto dando ao acrílico um pouco da personalidade do silicone, criando um material
mais maleável, ajustável e mais simples de fabricar em grande escala, tudo sem perder a força e a
resistência do material original. Os pesquisadores também ajustaram a reticulação entre as
cadeias de polímeros, permitindo que os elastômeros �cassem mais macios e mais �exíveis.

2 of 6 12/07/2022 10:51
Músculo artificial é mais forte e mais flexível que músculo biológico https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=m...

Robô saltitante, com 1,2 centímetro de diâmetro, construído para demonstrar a força dos músculos
arti�ciais.
[Imagem: Soft Materials Research Lab/UCLA]

Músculo arti�cial mais forte que músculo biológico

O �lme resultante, que a equipe batizou de PHDE, sigla em inglês para elastômero dielétrico
processável de alto desempenho, só precisa ser ensanduichado entre dois eletrodos, para
converter energia elétrica em movimento, criando um atuador.

Os protótipos levantaram objetos 20 vezes mais pesados do que o próprio atuador. Segundo a
equipe, eles podem gerar mais megapascais de força do que os músculos humanos e também
apresentam uma �exibilidade de três a 10 vezes maior que a dos músculos naturais.

"Este atuador �exível, versátil e e�ciente pode abrir as portas para músculos arti�ciais em novas
gerações de robôs, ou em sensores e tecnologia vestível, que possam imitar com mais precisão ou
até melhorar movimentos e capacidades humanas," disse o professor Qibing Pei, da Universidade
da Califórnia de Los Angeles.

Bibliografia:

Artigo: A processable, high-performance dielectric elastomer and multilayering process


Autores: Ye Shi, Erin Askounis, Roshan PlamthottamTom Libby, Zihang Peng, Kareem Youssef, Junhong Pu, Ron Pelrine,
Qibing Pei
Revista: Science
Vol.: 377, Issue 6602 pp. 228-232
DOI: 10.1126/science.abn0099

Imprimir

3 of 6 12/07/2022 10:51

Você também pode gostar