Você está na página 1de 55

A Ditadura Militar

(1964-1985)
Geisel
1974-1979
Costa e Silva
1967-1969

Medici
1969-1974

Castelo Branco Figueiredo


1964-1967 1979-1985
Médici

Costa e Silva Geisel

Castelo Branco

Figueiredo
A Ditadura Militar (1964-1985)

 Características Gerais
• A Centralização Política e Administrativa;
• O Autoritarismo e a Antidemocracia;
• O Intervencionismo Estatal na Economia;
• A Abertura ao Capital Externo;
• A Concentração de Renda nas Classes Altas e Médias e a
Marginalização da Classe Baixa;
• O Bipartidarismo:
• ARENA (Aliança Renovadora Nacional – Governo)
• MDB (Movimento Democrático Brasileiro – “Oposição”)
• A Implantação dos Atos Institucionais (AI);
• A Censura a Imprensa e aos Meios de Comunicação;
• As Perseguições, Prisões, Torturas, Exílios e Deportações;
• As Cassações Individuais e Políticas;
• O Apoio das Forças Armadas, Camadas Médias, Burgueses, Igreja, Latifundiários;
• O Interesse Norte-Americano no Regime para a contenção dos Ideais Socialistas/
Comunistas no Contexto da Guerra-Fria.

O Governo Castelo Branco (1964-67) Operação Brother


Doutrina Mann Sam no Brasil;
• A ideologia de Revolução Militar para conter o avanço do comunismo
• A promessa de realização de novas eleições democráticas presidencialistas;
• O início da repressão e do fechamento político;
• A criação do Serviço Nacional de Informações (SNI);
• A implantação dos Atos Institucionais:
 n°1 – Eleições indiretas para a Presidência da República;
 n°2 – Implantação do Bipartidarismo (ARENA e MDB);
 n°3 – Eleições indiretas para governadores estaduais;
 n°4 – Convocação da Assembleia Constituinte.
• A elaboração da Constituição de 1967;
• O Programa de Ação Econômica do Governo (PAEG). FGTS
O Governo Costa e Silva (1967-69)
• As manifestações contrárias à ditadura militar;
• A violenta repressão pelas forças governamentais;
• O assassinato do estudante Edson Luís;
• A passeata dos “Cem Mil” (68);
• O caso “Márcio Moreira Alves”;
• A implantação do AI-5: O fechamento do Congresso por
tempo indeterminado; a cassação de mandatos e a
suspensão de direitos políticos; fim da liberdade individual e
a suspensão do Hábeas-corpus.
O Governo Médici (1969-74)

• O auge da repressão: “anos de chumbo”;


• As perseguições, prisões, exílios e deportações;
• O Milagre Brasileiro ou Milagre Econômico: o crescimento
econômico, a dependência ao capital externo, a concentração
de renda, o arrocho salarial, as obras faraônicas, a elevada
dívida externa.
• Construção de obras faraônicas (I PND): INCRA, Mobral,
Ponte Rio-Niterói e Transamazônica.
• Delfim Neto, Ministro da Fazenda: “Primeiro, é necessário
fazer crescer o bolo, pra depois dividi-lo”;
• Brasil: ame-o ou deixe-o;
• As manifestações culturais em oposição ao regime militar: O
Cinema Novo, O Teatro Grupo de Opinião, A Tropicália e o
Tropicalismo;
• A crise internacional do petróleo de 1973 e o fim do milagre
econômico.
Roda Viva Chico Buarque A roda da saia mulata
Tem dias que a gente se sente Não quer mais rodar não senhor
Como quem partiu ou morreu Não posso fazer serenata
A gente estancou de repente A roda de samba acabou...
Ou foi o mundo então que cresceu... A gente toma a iniciativa
A gente quer ter voz ativa Viola na rua a cantar
No nosso destino mandar Mas eis que chega a roda viva
Mas eis que chega a roda viva E carrega a viola prá lá...
E carrega o destino prá lá ... Roda mundo, roda gigante
Roda mundo, roda gigante Roda moinho, roda pião
Roda moinho, roda pião O tempo rodou num instante
O tempo rodou num instante Nas voltas do meu coração...
Nas voltas do meu coração... O samba, a viola, a roseira
A gente vai contra a corrente Que um dia a fogueira queimou
Até não poder resistir Foi tudo ilusão passageira
Na volta do barco é que sente Que a brisa primeira levou...
O quanto deixou de cumprir No peito a saudade cativa
Faz tempo que a gente cultiva Faz força pro tempo parar
A mais linda roseira que há Mas eis que chega a roda viva
Mas eis que chega a roda viva E carrega a saudade prá lá ...
E carrega a roseira prá lá... Roda mundo, roda gigante
Roda mundo, roda gigante Roda moinho, roda pião
Roda moinho, roda pião O tempo rodou num instante
O tempo rodou num instante Nas voltas do meu coração...(4x)
Nas voltas do meu coração...
O Governo Geisel (1974-79)
• A abertura política democrática: “lenta, gradual e segura”;
• O Programa Nacional do Álcool (Pró-álcool) e o Acordo Nuclear;
• A diminuição a censura aos meios de comunicação;
• As eleições livres para senador, deputado e vereador em 1974;
• A indignação dos militares “linha dura” com o processo de abertura;
• As mortes do jornalista Wladimir Herzog (1975) e do operário
Manuel Fiel Filho (1976);
• A Lei Falcão de 1976 (limitação da propaganda eleitoral dos
candidatos no rádio e na televisão);
• O Pacote de Abril de 1977 (o “Senador biônico”, manutenção de
eleições indiretas para governadores, extensão do mandato
presidencial para seis anos);
• As manifestações grevistas no ABC paulista, liderada por Luís Inácio
Lula da Silva;
• A revogação do AI-5 e a extinção da censura no Brasil.
O Governo Figueiredo (1979-85)
“Prometo que farei deste país uma democracia”

• A crítica situação brasileira: a dívida externa acima dos 100


bilhões de dólares, a inflação anual de 250%, greves e
agitações políticas;
• A aprovação da Lei de Anistia e o retorno do Pluripartidarismo;
• A reação dos militares “linha dura” contrários a
redemocratização: o atentado a bomba no Riocentro em 30
de abril de 1981;
• O fim do AI-3 e a realização de eleições diretas para
governadores estaduais em 1982;
• A emenda Dante de Oliveira e a solicitação de restituição de
eleições diretas para presidente;
• A Campanha e o Movimento “Diretas-Já” (1984);
• A reprovação da emenda Dante de Oliveira e a eleição indireta
de Tancredo Neves, que veio a falecer no dia 21 de abril de
1985, sem tomar posse.
Ditadura Militar Na economia o Brasil modernizou
Imaginas tu como ficou devendo
Para estudar a tal Ditadura Multinacional que por aqui se instalou
Com a Guerra Fria E a concentração de renda se
Eu vou ter que analisar fortalecendo
Tem Castelo Branco,
Costa e Silva, Médici E no auge da ditadura, com o AI-5
Geisel e Figueiredo A repressão foi aumentar
pra redemocratizar. Logo após o caso Moreira Alves
E passeata dos Cem mil
Em 64 Jango golpeado Pra redemocratizar.
Com a burguesia e a Igreja a apoiar
Financiamento Norte-americano Bipartidarismo...
Para o comunismo no Brasil
Não se implantar. Ernesto Geisel começou a abertura
Bipartidarismo, a censura tem De forma lenta, gradual e segura
Com esse raio de torturas Novos partidos Figueiredo permitia
Os militares de mantém. Anistia, anistia, anistia
Bipartidarismo, a censura tem Em 82 Governadores elegia
Estudando a ditadura Diretas já em 84 sucumbia
Com esse raio de torturas A Nova República, com Sarney inicia.
Os militares se mantêm. Prof. William Gabriel
História

A DITADURA MILITAR:
João Figueiredo:
Campanha das “Diretas Já” (Emenda Dante de Oliveira / PMDB – MT), que é
rejeitada pelo Congresso Nacional (1984);
Eleições indiretas para a Presidência da República:

X
A década de 80 no Brasil
(governo Figueiredo e Sarney) é
Paulo Maluf Tancredo Neves
conhecida como Década Perdida,
PDS Vice: José Sarney
por causa do insignificante
Aliança Democrática
crescimento da economia e do
(Situacionista) (Oposicionista) PIB.

Na véspera de tomar posse Tancredo Neves é internado, vindo a falecer, assume o

Vice-Presidente eleito José Sarney, marcando o fim da Ditadura Militar.


História

A NOVA REPÚBLICA (1985 – Hoje):


José Sarney (1985 – 1990):
Transição Democrática;
Plano Cruzado do Ministro Dílson Funaro:
Extinção do cruzeiro, que perdia três zeros, e criação do Cruzado.
Congelamento dos preços e salários.
Atuação da população na fiscalização de preços, através da SUNAB e
desabastecimento.
Gatilho Salarial:correção automática dos salários sempre que a inflação atingisse
20%;
O Governo Sarney segurou artificialmente o Plano Cruzado até a realização da
eleições de 1986 (para a Assembléia Constituinte), onde o PMDB fez ampla maioria
de governadores deputados e senadores – Pedro Simom (RS);
Plano Cruzado II, reajuste das tarifas públicas, do álcool, da gasolina e empréstimo
compulsório para conter o consumo;
História

A NOVA REPÚBLICA:

José Sarney:
Constituição de 1988 – A Constituição Cidadã – onde vários artigos
faltam ser regulamentados e que vem sendo continuadamente reformada.
Ulisses Guimarães = Presidente da Constituinte, do Congresso Nacional e
do PMDB.
Plano Bresser do Ministro Bresser Pereira:
Novo congelamento de preços por dois meses;
Aumento de impostos e tarifas públicas;
Extinção do gatilho salarial.
Desgaste do governo e avanço da oposição nas eleições municipais:
Rio de Janeiro – Marcello Alencar (PDT),
Porto Alegre – Olívio Dutra (PT),
São Paulo – Luiza Erundina (PT),
Belo Horizonte – Eduardo Azeredo (PSDB).
 a inflação atingia 30% ao mês.
História

A NOVA REPÚBLICA:
José Sarney:
Prorrogação do mandato presidencial, pelo Congresso Nacional, por mais um ano,
graças a “compra” de parlamentares através da distribuição de concessões de
canais de rádio e TV;
Plano Verão do Ministro Maílson da Nóbrega:
Corte no gastos públicos,
Criação do Cruzado Novo,
Ajuda do FMI.
 Superinflação: 54% em dezembro de 1989 e 84% em fevereiro de 1990.
 Eleições Diretas para a Presidência da República:
Fernando Collor de Melo Luis Inácio “Lula” da Silva
(PRN) (PT)
História

A NOVA REPÚBLICA:
Fernando Collor (1990 – 1992):
Plano Collor ou Brasil Novo da Ministra Zélia Cardoso de Mello:
Instituição do Cruzeiro,
Congelamento de preços e salários,
Confisco das contas correntes, poupanças e aplicações do que excedesse 50 mil
cruzeiros que seriam devolvidos em 18 meses.
Início efetivo no Brasil do neoliberalismo:
Livre negociação salarial.
Abertura do mercado nacional aos produtos importados.
Início da privatização de estatais, começando pela Usiminas.
Corrupção – Caso PC Farias:
Passeatas contra o governo: caras-pintadas.
CPI e pedido de impeachment.
Renúncia de Fernando Collor.
História

A NOVA REPÚBLICA:
Itamar Franco (1992 – 1994):
Assumiu como vice-presidente;
Recessão e aumento da inflação;
Corrupção no Orçamento da União (Os Anões do Orçamento – João Alves):
Uma CPI cassou o mandato de 18 parlamentares, sendo que nenhum foi preso.
Plano Real do Ministro Fernando Henrique Cardoso:
Instituição do Cruzeiro Real.
 Adoção da URV (Unidade Real de Valor).
Criação do Real.
Estabilidade Econômica.
Realização do plebiscito (1993) sobre a Forma e o Sistema de Governo, sendo
mantido respectivamente a República e o Presidencialismo;
Eleições Presidenciais: sendo eleito Fernando Henrique Cardoso do PSDB em
primeiro turno.
História

A NOVA REPÚBLICA:
FHC (1995 – 2002):
Utilizando o Plano Real como política de campanha Fernando Henrique foi eleito e
reeleito (pela primeira vez na História do Brasil), em primeiro turno presidente do país;
Aumento dos juros, queda do consumo e baixa inflação;
Aumento da violência no campo (MST) e nas cidades (crime organizado);
Empréstimos externos e internos aumentando consideravelmente a dívida pública;
Aceleramento das privatizações (auge do neoliberalismo), sob o argumento de
estimular a modernização e saldar a dívida pública;
Emenda da reeleição: presidente, governadores e prefeitos poderiam ser reeleitos;
A dívida externa quadruplicou;
Instituição da CPMF e da Lei de Responsabilidade Fiscal;
Racionamento energético;
Destaque internacional para o Programa Brasileiro de combate a AIDS (Min José
Serra);
História

A NOVA REPÚBLICA:

Eleições Presidenciais:
José Serra Luís Inácio “Lula” da Silva
(PSDB) (PT)
Luís Inácio Lula da Silva (2003 - ...):
Manutenção de juros altos e política monetária ortodoxa, através do
Presidente do BC Henrique Meireles (ex-PSDB);
Meireles é acusado de efetuar remessas de dólares para o exterior sem
declarar a RF, pela CPI do Banestado, e recebe por Medida Provisória o
status de Ministro;
O Governo Lula, através de “favores e barganhas políticas” recebe o apoio
do PMDB;
Reforma Tributária e Previdenciária, recebendo críticas da extrema
esquerda e do PFL e PSDB;
Caso Valdomiro dos Santos, assessor do Ministro da Casa Civil José
Dirceu, que é acusado de receber propinas e favorecer “empresários” da
jogatina;
Fome Zero (combate a subnutrição), sem nenhum, até agora, efeito
O Governo Dilma Rousseff (2011 – 2016)
O Governo Michel Temer (2016 – 2019)
Fechou Brasil!
No dia 25 de março de 1824, D. Pedro I outorgou a primeira
Constituição brasileira, que tinha como características o(a)
A) religião católica e voto universal.
B) Poder Moderador e Senado vitalício.
C) liberdade administrativa às províncias e voto censitário.
D) magistrados nomeados pelo imperador e religião
protestante.
E) voto extensivo às mulheres e Poder Moderador.
A formação das nações latino-americanas esteve atrelada às
particularidades de seus processos de independência. A América
Espanhola se fragmentou em diversos Estados autônomos. A
América Portuguesa, ao contrário, não se fragmentou, mantendo sua
unidade até os dias atuais. Dos fatores abaixo, o único que não
contribuiu para a manutenção da integridade territorial brasileira foi a
A) elevação do Brasil à categoria de Reino Unido junto a Portugal e
Algarves.
B) incorporação da Província Cisplatina e da Guiana Francesa por D.
João VI.
C) ação pacificadora de Caxias no combate a várias revoltas
regenciais.
A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) teve efeitos favoráveis
à política de industrialização no Brasil. Nesse período, o fato
responsável pelo impulso da indústria brasileira foi o(a)
A) desenvolvimento da indústria automobilística e de bens de
consumo.
B) empenho efetivo do Estado na implantação da indústria
pesada no Brasil.
C) Política dos Governadores, que estimulou a
industrialização de São Paulo e Rio de Janeiro.
D) política de emissão de dinheiro – o Encilhamento – para
incentivar o consumo interno.

B
E) Convênio de Taubaté, que favoreceu o comércio de
manufaturados de origem brasileira.
O Tratado de Tordesilhas, celebrado em 1494 entre as Coroas
de Portugal e Espanha, pretendeu resolver as disputas por
colônias ultramarinas entre esses dois países, estabelecia que
A) os espanhóis ficariam com todas as terras descobertas até
a data de assinatura do Tratado, e as terras descobertas
depois ficariam com os portugueses.
B) os domínios espanhóis e portugueses seriam separados
por um meridiano estabelecido a 370 léguas a oeste das ilhas
de Cabo Verde.
C) a Igreja Católica, como patrocinadora do Tratado,

B
arrendaria as terras descobertas pelos portugueses e
espanhóis nos quinze anos seguintes.
D) Portugal e Espanha administrariam juntos as terras
descobertas, para fazerem frente à ameaça colonialista da
Inglaterra, da Holanda e da França.
E) portugueses e espanhóis seriam tolerantes com os
costumes e as religiões dos povos que habitassem as terras
descobertas.
Em 1798, surgiu na Bahia um movimento rebelde conhecido
como Conjuração Baiana ou Revolta dos Alfaiates, que
contou com a participação das camadas sociais mais
humildes. Esse movimento A) pretendia fundar uma
universidade e aproveitar as jazidas de ferro da região.
B) contava, no plano político, com elementos adeptos da
monarquia constitucional.
C) defendia o estímulo à produção de couro e charque,
principais produtos da Bahia.
D) foi o primeiro movimento de rebeldia no Brasil a
questionar o Pacto Colonial.
E) defendia a abolição da escravatura e o aumento da
remuneração dos soldados.

E
A elevação do Brasil à categoria de Reino Unido a Portugal e
Algarves foi uma medida tomada pelo Regente D. João, com o
objetivo
A) de aumentar seu poder pessoal, pois ele passou a dominar
um Império que englobava as colônias espanholas na América.
B) de unificar as Coroas de Portugal e Espanha, que era
denominada pelos portugueses de país de Algarves.
C) de melhorar a defesa do Brasil contra as constantes
invasões de franceses e ingleses, que saqueavam as nossas
cidades litorâneas.
D) de obter o reconhecimento da dinastia de Bragança por
parte do Congresso de Viena, reunido na Europa e dirigido
pelos países que derrotaram Napoleão.

D
E) de satisfazer a cobiça das elites brasileiras, que, com essa
medida, tiveram acesso às minas de prata de Potosí, na Bolívia.
No século XV, o lucrativo comércio das especiarias - artigos
de luxo - era praticamente monopolizado pelas cidades
européias de
A) Paris e Flandres. B) Londres e Hamburgo. C) Gênova e

C
Veneza. D) Constantinopla e Berlim. E) Lisboa e Madri.

No ano de 1817, na Província de Pernambuco, deu-se uma


revolta contra o governo de D. João VI que ficou conhecida
como
A) Revolução Liberal. B) Cabanagem.
C) Confederação do Equador. D) Revolta dos Alfaiates.
E) Revolução Pernambucana.
E
A elevação do Brasil à categoria de Reino Unido a Portugal e

E
Algarves, em 1815, está ligada ao(à):
A) desejo de D. João de agradar os ingleses.
B) projeto de implantação do regime monárquico no país.
C) assinatura do Tratado de Fontenebleau com a Espanha.
D) ação das sociedades maçônicas estabelecidas no Rio de
Janeiro. E) necessidade de legitimar a representação de
Portugal no Congresso de Viena.

Em 1906, os governadores de São Paulo, Minas Gerais e Rio


de Janeiro se reuniram e estabeleceram o Convênio de
Taubaté, que A) pode ser considerado o marco inicial da
“política dos governadores”.
B) defendeu medidas para incrementar a imigração europeia.

D
C) resultou na política de ampliação da produção cafeeira.
D) estabeleceu a primeira política de valorização do café.
E) caracteriza a fundação da “política do café com leite”.
Ao longo dos séculos XVI, XVII e XVIII o Brasil estendeu
consideravelmente seu território, o que obrigou o
estabelecimento de novos Tratados de Limites entre os Reinos
Ibéricos. Neste sentido, podemos afirmar que
A) o Tratado de Madri deu origem às Guerras Guaraníticas.
B) ficou estabelecido, no Tratado de Santo Ildefonso, o
princípio de Uti possidetis.
C) Portugal, pelo Tratado de Badajós, assumiu o controle sobre
o território da Guiana.
D) o Tratado de Utrecht, de 1713, reconheceu a posse da
Colônia de Sacramento por Portugal.
E) o Tratado do Pardo reconheceu o direito exclusivo de
Portugal navegar pelo rio Amazonas.

A
Sobre a participação brasileira na Segunda Guerra Mundial,
pode-se afirmar que
A) limitou-se ao fornecimento de matérias primas estratégicas
aos aliados e ao auxílio no patrulhamento do Atlântico Sul.
B) o ingresso no conflito deu-se a partir de uma aproximação
diplomática e comercial com as potências aliadas, em
especial os EUA, e após o clamor popular decorrente dos
repetidos ataques de submarinos alemães a navios mercantes
brasileiros.
C) foi limitada ao papel diplomático de mediação entre as
potências aliadas e os países do Eixo.
D) não teve nenhuma influência na crise do Estado Novo.

B
E) a participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) foi
decisiva nos combates travados nas ilhas japonesas do
Pacífico.
Em 1831, durante o Período Regencial, em resposta às
agitações militares e populares, criou-se pelos moderados o (a)
A) Guarda Nacional. B) Conselho de Estado.
C) Clube da Maioridade. D) Regência Una de Feijó. E)
Código do Processo Criminal.
A
As expedições portuguesas ao Brasil nas duas primeiras
décadas do século XVI objetivaram
A) iniciar o cultivo da cana-de-açúcar e o imediato
povoamento. B) travar contato com os nossos índios e
iniciar atividades comerciais com os mesmos

D
C) transferir para o Brasil os acusados de heresias protestantes
na corte portuguesa.
D) reconhecer a terra descoberta e salvaguardar a sua posse.
E) estimular a catequese dos índios a pedido da Companhia de
Jesus
Na história do Brasil, o termo “messianismo” é usado no
estudo de alguns movimentos sociais. Assinale a única
alternativa que apresenta um desses movimentos e seu
respectivo líder.
A) Revolta de Canudos / Antônio Conselheiro.
B) Revolta da Vacina / João Maria.
C) Guerra do Contestado, Euclides da Cunha.
D) Os 18 do Forte de Copacabana / Miguel Lucena.
A
E) Coluna Prestes / Luís Carlos Prestes.
O Tratado de Tordesilhas, assinado pelos reis ibéricos com a
intervenção papal, representa
A) o marco inicial da colonização portuguesa do Brasil.
B) o fim da rivalidade entre portugueses e espanhóis na
América.

D
C) a tomada de posse do Brasil pelos portugueses.
D) a demarcação dos direitos de exploração colonial dos
ibéricos.
E) o declínio do expansionismo espanhol.
Assinale a alternativa que NÃO foi um efeito apresentado pelo
“Plano Real” durante os governos do presidente Fernando
Henrique Cardoso.
A) Diminuição drástica da inflação
B) Instituiu a estabilidade monetária.

C
C) Aumento das exportações para a China.
D) Aumento das taxas de juros.
E) Redução dos investimentos em infra-estrutura.

Na Segunda Guerra Mundial, o Brasil participou, ao lado dos


aliados, com um contingente de mais de 20.000 homens que
formaram a Força Expedicionária Brasileira (FEB). Esse
contingente destacou-se nas batalhas
A) de Palmares. B) da Normandia.

D
C) dos Guararapes. D) de Monte Castelo. E)
do Monte das Tabordas.
A Revolta dos Malês foi um movimento de escravos africanos,
muitos dos quais eram muçulmanos, ocorrido em 1835 na

C
seguinte província:
A) Maranhão B) Grão-Pará C) Bahia
D) Pernambuco E) Minas Gerais

O Primeiro Governo Geral do Brasil foi instalado em:


A) São Luís. B) Fortaleza. C) Olinda.

D
D)Salvador. E) Rio de Janeiro.

O item da pauta de exportação brasileira do Segundo Reinado


que foi considerado um importante fator de modernização da
economia foi:

B
A) O Tabaco. B) O Café. C) A Cana de Açúcar.
D) A Soja. E) O Trigo
A Política de emissão de dinheiro em grande quantidade, que
causou uma desenfreada especulação na Bolsa de Valores,

A
durante o governo do marechal Deodoro da Fonseca, ficou
conhecida como:
A) Encilhamento. B) Crise de 1929. C) Crise Contestada.
D) Queda do Banco do Brasil. E) Queda do Marechal de Ferro.
A eleição indireta de Getúlio Vargas para a presidência
nacional, na qual foi eleito para um mandato de quatro anos,

B
ocorreu no ano de: A) 1930 B) 1934 C) 1937 D) 1946 E)
1950
Qual importante medida administrativa foi tomada em 1834,
realizada a partir da modificação na constituição brasileira?

B
A) A Abertura dos Portos às nações amigas.
B) A cidade do Rio de Janeiro tornou-se município neutro.
C) A assinatura das Tarifas Alves Branco.
D) A aprovação da Lei de Terras.
E) Assinatura do Tratado de Comércio e Navegação com a
Inglaterra.
Com a promulgação da Constituição de 1934, a segunda
constituição do período republicano brasileiro, inicia-se o
período constitucional da Era Vargas. São elementos presentes
nesta Constituição de 1934, EXCETO:
A) Voto secreto. B) Voto feminino. C) Justiça eleitoral.

E
D) Jornada de trabalho não superior a 8 horas.
E) Eleições diretas para a escolha do próximo presidente da
República.

Na República Velha, ocorreram vários movimentos


contestatórios. Identifique aquele que está localizado
geograficamente de forma correta:
A) Revolta da Vacina – Rio de Janeiro.
B) Revolução Federalista – Paraná.

A
C) Canudos – Minas Gerais.
D) Contestado – Bahia.
E) Revolta da Armada – Rio Grande do Sul.
Após ingressar na II Guerra Mundial em agosto de 1942, o Brasil
enviou ‘a Europa a Força Expedicionária Brasileira, que integrou

C
o 5º Exército dos Estados Unidos, atuando em território:
A) alemão B) francês C) italiano D) belga E)
suíço
Jânio Quadros representou uma reviravolta no sistema político
da época, sendo eleito presidente da República por um partido
de pouca expressão nacional. O apoio de um partido
tradicional, porém, foi decisivo na obtenção de uma diferença
de mais de um milhão de votos. Trata-se do partido:
A) PTB B) UDN C) PSB D) PSD
B
E) PSDB

A primeira constituição do Brasil, de 1824, estabelecia uma


organização do sistema político em quatro poderes. Além dos
poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, havia o poder:
A) Absoluto.
D) Régio.
B) Hierárquico.
E) Patriarcal.
C) Moderador.
C

Você também pode gostar