Você está na página 1de 3

INSTITUTO DE QUMICA UFF QUMICA ANALTICA QUANTITATIVA EXPERIMENTAL II RELATRIO N3 DATA: 25/03/2011 ALUNOS: Marcos Martins e Raisa Pacheco

OBJETIVO: PREPARAO E PADRONIZAO DE SOLUES DE NaOH PARTE A: Preparao da soluo de NaOH 0,1 molL -1 Concentrao da soluo inicial de NaOH: Volume da soluo inicial de NaOH: Volume da soluo preparada: Volume da soluo concentrada: PARTE B: Padronizao da soluo de NaOH 0,1 molL -1 I Peso de biftalato de potssio: Volume gasto de NaOH PARTE C: Clculos _ Preparo da soluo de NaOH 0,1 molL -1 0,5082g 23,2mL II 0,4996g 22,1mL III 0,5061g 21,6mL


50% (p/p) 50 g/mL 500 mL 2,6 mL

0,5046g 22,3mL

p dNaOH 50% = 1530 g/L

50g NaOH x

100g Soluo 1530 g

1 mol NaOH y

39,99g 756g

M1V1 = M2V2 18,90 . V1 = 0,1 . 500

Concentrao real e fator de correo da soluo de hidrxido de sdio 1 mol de NaOH : 1 mol de Biftalato de potssio n1 = n2 M1V1 = M1 . 0,0223L =
m MM 0 5046g 204 23g mol
1

M1 = 0,1108 molL -1

fc =

Creal CAparente

fc =

0 1108 01

fc = 1,108

Desvio padro relativo (%) e intervalo de confiana (95% de confiana)




 

 

 

    



Existe 95% de confiana de que o volume mdio necessrio para padronizar uma soluo de NaOH 0,1 molL -1 com cerca de 0,5g de biftalato de potssio esteja entre 20,628mL e 24,332mL.

PARTE D: Discusso Existem vrias diferenas entre as tcnicas de volumetria e gravimetria. A mais caracterstica, sem dvida, o tempo gasto na execuo de cada uma. A gravimetria despende muito tempo para ser feita, pois o precipitado deve ser deixado em repouso para digesto, alm do cadinho e do precipitado terem que ser aquecidos (em mufl a ou estufa) repetidas vezes para se obter pesos constantes. Vrias horas so necessrias para a realizao de todas as etapas, por isso a prtica tem que ser dividida em, no mnimo, dois dias de aula. Mesmo assim, algumas delas tm de ser encurtadas, como o tempo de digesto do precipitado e a repetio da secagem do cadinho. A volumetria, por outro lado, pode ser feita rapidamente. Uma soluo de concentrao desconhecida titulada com uma soluo-padro contida no interior de uma bureta. Quando o ponto de equivalncia atingido, o indicador adicionado anteriormente induz uma mudana de cor na soluo e, atravs do volume consumido da soluo-padro, pode-se determinar a concentrao do analito na soluo. A facilidade de execuo da tcnica possibilita que a determinao seja feita em replicatas, resultando em valores mais confiveis dados por mdia aritmtica e intervalo de confiana.