Você está na página 1de 10

ENGENHARIA MECÂNICA

AULA 4

EQUAÇÃO GERAL DE CONDUÇÃO DE CALOR


Equação Geral de Condução de Calor:
Coordenadas retangulares;
Coordenadas cilíndricas;
Coordenadas esféricas.
Equação Geral de Condução de Calor
Consideramos a condução de calor unidimensional e assumimos que a
condução de calor em outras direções era desprezível. Na prática, a maior parte
dos problemas de transferência de calor encontrados pode ser aproximada para
unidimensional, e a maior parte dos problemas tratados neste livro é desse tipo.
Entretanto, esse não é sempre o caso. Algumas vezes, é necessário considerar a
transferência de calor em várias direções. Dizemos, então, que a condução de calor
é multidimensional e, nesta seção, desenvolveremos a equação diferencial que rege
tais casos para coordenadas retangulares, cilíndricas e esféricas.

Coordenadas retangulares
Considere um pequeno elemento retangular de
comprimento Δx, largura Δy e altura Δz. Assuma
que a densidade do corpo é r e seu calor
específico é c. Nesse exemplo, o balanço de
energia durante um pequeno intervalo de tempo
Δt pode ser expresso como
Condução de calor
tridimensional através de um
elemento de volume
retangular.
Coordenadas retangulares

ou
→ (1)

Observando que o volume do elemento é Velem = Δx Δy Δz, a mudança na


quantidade de energia do elemento e a taxa de geração de calor dentro
dele podem ser expressas como
Coordenadas retangulares

Substituindo na equação (1), obtemos

Dividindo por Δx Δy Δz, obtemos

→ (2)
Coordenadas retangulares
Observando que as áreas de transferência de calor no elemento para condução de
calor nas direções x, y e z são Ax = ΔyΔz, Ay = ΔxΔz e Az = ΔxΔy, respectivamente,
tomando o limite como Δx, Δy, Δz e Δt → 0, temos

→ (3)

da definição de derivada e da lei de condução de calor de Fourier,


Coordenadas retangulares
A Eq.(3) é a equação geral de condução de calor para coordenadas retangulares. No
caso de condutividade térmica constante, ela é reduzida para

→ (4)

onde a propriedade a = k/rc é novamente a difusividade térmica do material. A


Equação (4) é conhecida como a equação de Fourier-Biot. Sob condições
específicas, ela é reduzida para as seguintes formas:

→ (5)

→ (6)

→ (7)
Coordenadas retangulares

Equações de condução de calor tridimensionais são reduzidas para o caso


unidimensional quando a temperatura varia apenas em uma direção.

Observe que, para o caso específico de transferência de calor unidimensional na


direção x, as derivadas que são funções de y e z são eliminadas e as equações
acima se reduzem a equações para parede plana calculadas anteriormente.
Coordenadas cilíndricas

A equação geral de condução de calor em coordenadas cilíndricas pode ser obtida


do balanço de energia de um elemento de volume em coordenadas cilíndricas,
como mostrado na Figura abaixo, seguindo os mesmos passos descritos
anteriormente. A equação também pode ser obtida diretamente da Eq. (3) usando
as seguintes relações entre as coordenadas de um ponto nos sistemas de
coordenadas retangulares e cilíndricas para fazer a conversão entre os sistemas de
coordenada:

Após longas manipulações, obtemos

Elemento de volume
→ (8) diferencial em
coordenadas cilíndricas.
Coordenadas esféricas

A equação geral da condução de calor em coordenadas esféricas pode ser obtida a


partir do balanço de energia em um elemento de volume em coordenadas esféricas,
como mostrado na Figura abaixo, seguindo os mesmos passos descritos acima. Ela
pode também ser obtida diretamente da Eq. (3) usando as seguintes relações entre
as coordenadas de um ponto nos sistemas de coordenadas retangulares e esféricas
para fazer a conversão entre os sistemas de coordenadas:

Novamente, após extensas manipulações, obtemos

→ (9)
Elemento de volume
diferencial em coordenadas
esféricas

Você também pode gostar