Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

ESCOLA DE ENGENHARIA
Colegiado de Coordenação Didática
Belo Horizonte - Minas Gerais

Disciplina: GEOTECNIA AMBIENTAL Código: ETG030


Departamento: DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE TRANSPORTES
Unidade: ESCOLA DE ENGENHARIA
Carga Horária: No de Créditos: Versão Curricular:
Data de aprovação da Teórica: 04 1998/1
Câmara Departamental 60 Horas.aula Autenticação:
Prática: Classificação:
0 Horas.aula OB
Total: Período:
60 Horas.aula 8o.
Pré-Requisitos: MECÂNICA DOS SOLOS II - ETG016
Ementa: Geotecnia e conservação do meio ambiente. Ações antrópicas em engenharia e impactos ambientais.
Propriedades dos solos tropicais e problemas ambientais. Deslizamentos de massas de solo. Erosão e assoreamento em
áreas urbanas e rurais. Caracterização geotécnica de resíduos, rejeitos e estéreis. Disposição de resíduos, rejeitos e
estéreis. Áreas degradadas: avaliação, instrumentação, monitoramento e recuperação. Noções de transporte de poluentes
em meios porosos. Cartografia geotécnica. EIA. RIMA.
Objetivo: Esta disciplina tem por objetivo o fornecimento de conhecimentos básicos para a concepção do planejamento
de transportes. A base teórica fornecida possibilita ao aluno propor diretrizes para projetos viários e de transporte,
preparando-o para a elaboração de projetos de sistemas de transportes.
Programa:
1. Geotecnia e conservação do meio ambiente
 Visão da proteção ambiental
 Políticas de meio ambiente
 Risco, susceptibilidade, geotecnia e redução de risco
 Visão política e ambiental e leis ambientais
 Leis ambientais específicas para uso do solo e da água
2. Ações antrópicas em engenharia e impactos ambientais
 Obras rodoviárias
 Barragens
 Sistemas de disposição de resíduos, rejeitos e estéreis
 Instabilidades de taludes
 Obras de terra
 Conceitos de engenharia social
3. Propriedades dos solos tropicais e problemas ambientais
 Conceitos de mineralogia de argilas
 Solos colapsíveis e expansivos
4. Deslizamentos de massas de solo
 Causas
 Análises de estabilidade
 Monitoramento e controle
 Retroanálises de escorregamentos
5. Erosão e assoreamento em áreas urbanas e rurais
 Processos erosivos: formas, agentes e tipos
 Causas e conseqüências da erosão
 Controle da erosão
6. Caracterização geotécnica de resíduos, rejeitos e estéreis
7. Disposição de resíduos, rejeitos e estéreis
 Sistemas de disposição para áreas cársticas e de mineração
 Aterros sanitários e industriais
 Barragens de rejeitos
 Pilhas de estéreis
8. Áreas degradadas
 Avaliação
 Instrumentação
 Monitoramento
 Recuperação
9. Noções de transporte de poluentes em meios porosos
 Conceitos fundamentais
 Mecanismos do transporte de poluentes em meios porosos
 Equação do transporte advectivo-dispersivo de poluentes em meios saturados
 Ensaios de laboratório
10. Cartografia geotécnica: aplicações de sistemas de informações geográficas
11. Estudos de Impacto Ambiental (EIA)
 Análise de risco espacial e temporal para seleção e demarcação de sítios para fins de projeto
12. Relatório de Impacto Ambiental (RIMA)
Metodologia de Ensino: A metodologia adotada para esta disciplina envolve aulas expositivas, apresentação de slides e
filmes, realização de trabalhos práticos no campo e em sala de aula para discussão de temas específicos.
Critério de Avaliação: A avaliação dos alunos é estabelecida a partir das notas obtidas em provas escritas e trabalhos
práticos periódicos.
Bibliografia:
Bitar, O., Y.,(1995) Curso de Geologia Aplicada ao Meio Ambiente, ABGE – IPT
Ortigão, J.A.R. (1995). Introdução à Mecânica dos Solos dos Estados Críticos. 2a ed. LTC
Bagchi, A. (1990). Design, Construction and Monitoring of Sanitary Landfill. John Willey and Sons.
Cedergreen, H.R. (1977). Seepage, Drainage and Flow Nets. 2nd ed. McGraw Hill.
DAEE-IPT (1990). Controle de Erosão. 2a ed.
Daniel, D.E. (1993). Geotechnical Practice for Waste Disposal. Chapman & Hall.
Fetter, C.W. (1993). Contaminant Hydrogeology. Macmillan.
Figueiredo, R.B. (1994). Engenharia Social. Makron Books.
Fredlund, D.G. and Rahardjo, H. (1993). Soil Mechanics for Unsaturated Soils. John Willey & Sons.
Guidicini, G. e Nieble, C.M. (1976). Estabilidade de Taludes Naturais e de Escavação. Edgard Blücher.
Harr, M.E. (1991). Groundwater and Seepage. McGraw Hill.
Head, K.H. (1984). Manual of Soil Testing. Pentech Press.
IPT (1991). Manual de Ocupação de Encostas.
IPT (1995). Manual de Gerenciamento de Lixo.
LaGrega et al (1994). Hazardous Waste Management. McGraw Hill.
Lambe, T.W. and Whitman, R.V. (1979). Soil Mechanics - SI Version. John Willey & Sons.
MAIA (1995). Manual de Avaliação de Impactos Ambientais.
Mitchell, J.K. (1990). Fundamentals of Soil Behavior. John Willey & Sons.
Normas Técnicas da ABNT e ASTM.
Publicações da Agência de Proteção Ambiental Americana (USEPA).
Resoluções da CONAMA.

Você também pode gostar