Você está na página 1de 7

As Leis de Newton

As Leis de Newton são os princípios fundamentais usados para analisar o movimento


dos corpos. Juntas, elas formam a base da fundamentação da mecânica clássica.
Isaac Newton foi um dos mais importantes cientista da história, tendo deixado
importantes contribuições, principalmente na física e na matemática.
As três leis de Newton foram publicadas pela primeira vez em 1687 por Isaac Newton
(1643-1727) na obra de três volumes "Princípios Matemáticos da Filosofia Natural"
(Philosophiae Naturalis Principia Mathematica).
Primeira Lei de Newton ou princípio da inércia

A Primeira Lei de Newton é também chamada de "Lei da Inércia" ou "Princípio da


Inércia". Inércia é a tendência dos corpos de permanecerem em repouso ou em
movimento retilíneo uniforme (MRU).

De acordo com a primeira lei de Newton para “vencer” a inércia, tanto de repouso
como de movimento é preciso aplicar uma força ao corpo. Portanto, se a soma vetorial
das forças for nula, resultará no equilíbrio das partículas. Por outro lado, se houver
forças resultantes, produzirá variação na sua velocidade. Além disso, quanto maior for a
massa de um corpo, maior será sua inércia. Assim, alterar o estado de movimento de um
corpo de massa grande requer a aplicação de uma força maior. Corpos de massa
pequena têm seu estado de movimento alterado facilmente com a aplicação de forças
menos intensas.

Para exemplificar, pensemos num


ônibus em que o motorista, que está
numa determinada velocidade, e que
rapidamente, freia o veículo. Nesta
situação, a tendência dos passageiros
é continuar o movimento, ou seja,
eles são jogados para frente.

Outro exemplo que pode ser citado é


do cavalo que ao parar bruscamente,
por inércia, O cavaleiro é arremessado
para frente.
Segunda Lei de Newton

A Segunda Lei de Newton é conhecida como Lei da Superposição de Forças ou


como Princípio Fundamental da Dinâmica, Newton constatou que o módulo da
aceleração produzida sobre um corpo é diretamente proporcional ao módulo da força
aplicada sobre ele e inversamente proporcional à sua massa.

Essa lei é apresentada na equação abaixo:

Onde:

: resultante das forças que agem sobre o corpo (N ou kg.m/s²)

: massa do corpo (kg)

: aceleração (m/s²)

No Sistema Internacional (SI) as unidades de medida são: F (força) é indicada em


Newton (N); m (massa) em quilograma (kg) e a (aceleração adquirida) em metros por
segundo ao quadrado (m/s²).Importante ressaltar que a força é um vetor, ou seja,
possui módulo, direção e sentido.

Dessa forma, quando várias forças atuam sobre um corpo, elas se somam
vetorialmente. O resultado desta soma vetorial é a força resultante. A seta acima das
letras na fórmula representa que as grandezas força e aceleração são vetores. A
direção e o sentido da aceleração serão os mesmos da força resultante.
Além disso, o Princípio da Superposição pode ser calculado pela soma vetorial de todas
as forças que atuam sobre o corpo:

Terceira Lei de Newton

A Terceira Lei de Newton recebe o nome de Lei da Ação e Reação. Essa lei diz que
todas as forças surgem aos pares: ao aplicarmos uma força sobre um corpo (ação),
recebemos desse corpo a mesma força (reação), com mesmo módulo e na mesma
direção, porém com sentido oposto.

Essa lei permite-nos entender que, para que surja uma força, é necessário que dois
corpos interajam, produzindo forças de ação e reação. Além disso, é impossível que
um par de ação e reação forme-se no mesmo corpo.

Outra Informação na Terceira Lei de Newton é que os pares de ação e reação têm a
mesma intensidade, mesma direção, porém sentidos opostos. Assim, se produzirmos
uma força direcionada para baixo sobre um corpo, receberemos dele uma força de
reação direcionada para cima.

Por exemplo: se estivermos usando patins e empurrarmos um carrinho de


supermercado lotado de compras, seremos empurrados para trás, em decorrência da
fraca intensidade da força de atrito entre as rodas dos patins e o piso.

Para toda força de ação, surge uma força de reação, com mesmo módulo e direção,
porém em sentido oposto.
Exercícios resolvidos sobre as Leis de Newton

QUESTÃO 1

(IF-GO) Um nadador, conforme mostrado na figura, imprime uma força com as mãos
na água (F1) trazendo-a na direção de seu tórax. A água, por sua vez, imprime uma
força no nadador (F2) para que ele se mova para frente durante o nado.

Assinale a resposta correta:

a) Esse princípio obedece à Lei da Inércia, uma vez que o nadador permanece em seu
estado de movimento.
b) Obedecendo à Lei da Ação e Reação, o nadador imprime uma força na água para
trás e a água, por sua vez, empurra-o para frente.
c) O nadador puxa a água e a água empurra o nadador, obedecendo à Lei das Forças
(segunda Lei de Newton).
d) Nesse caso, é o nadador que puxa seu corpo, aplicando uma força nele próprio
para se movimentar sobre a água.
e) O nadador poderá mover-se, pois a força que ele aplica na água é maior do que a
resultante das forças que a água aplica sobre ele.

Resposta:

Letra B.

O enunciado faz referência à Terceira lei de Newton: toda ação possui uma reação de
mesmo valor, mesma direção, mas sentido oposto.

QUESTÃO 2

(UNIFICADO-RJ) Dentro de um elevador, um objeto de peso 100 N está apoiado sobre


uma superfície. O elevador está descendo e freando com aceleração vertical e para
cima de 0,1 m/s2. Considere a aceleração da gravidade como 10 m/s2. Durante o
tempo de frenagem, a força que sustenta o objeto vale, em newtons:

a) 101
b) 99
c) 110
d) 90
e) 100

Resposta:

Letra A.

Aplicando a segunda Lei de Newton, temos:

QUESTÃO 3

Uma folha de massa igual 0,3 g cai de uma árvore com velocidade constante.
Determine a força resultante sobre essa folha, sabendo que ela está sujeita à
força de resistência do ar.

Dado: a aceleração da gravidade tem valor igual a 9,8 m/s².

Resposta:

Como a folha cai com velocidade constante, sua aceleração é igual a zero (a =
0).

Pela segunda lei de Newton, temos: Fr = m . a, logo nesse caso Fr = 0.

Questão 4

Analise as afirmações a respeito da inércia e marque a alternativa falsa:

a) A massa é a medida quantitativa da inércia.

b) Na falta de atrito, um corpo em movimento permanecerá em movimento


perpetuamente.

c) A situação de movimento retilíneo uniforme é denominada de equilíbrio


dinâmico.
d) A tendência de um corpo em movimento uniforme e com aceleração constante
é manter-se em movimento perpetuamente.

e) O princípio da inércia é enunciado para corpos que estejam em repouso ou em


velocidade constante.

Resposta:

Letras D.

A tendência de um corpo em movimento uniforme é manter seu movimento


perpetuamente. O que torna a alternativa errada é o fato de dizer que o
movimento uniforme possui aceleração constante.

QUESTÃO 5

Analise as afirmações feitas a respeito das leis de Newton.

I) É possível definir a segunda lei de Newton em função da quantidade de


movimento.

II) Um objeto depositado sobre uma superfície qualquer sofrerá a ação da força
Normal como reação à força Peso.

III) A massa é a grandeza que representa a dificuldade imposta por um corpo à


mudança de seu estado inicial.

IV) A unidade de medida para força é kg.m.s – 2.

V) Ação e reação sempre possuem o mesmo sentido.

Marque a alternativa correta:

a) I e II são falsas

b) I, II, III e IV são verdadeiras.

c) IV e V são falsas

d) I, III e IV são verdadeiras.

e) III, IV e V são verdadeiras.

Resposta:
I)É possível definir a segunda lei de Newton em função da quantidade de
movimento.

II) Um objeto depositado sobre uma superfície qualquer sofrerá a ação da força
Normal como reação à força Peso.

III) A massa é a grandeza que representa a dificuldade imposta por um corpo à


mudança de seu estado inicial.

IV) A unidade de medida para força é kg.m.s – 2.

V) Ação e reação sempre possuem o mesmo sentido.

Marque a alternativa correta:

a) I e II são falsas
b) I, II, III e IV são verdadeiras.
c) IV e V são falsas
d) I, III e IV são verdadeiras.
e) III, IV e V são verdadeiras.

Digite a equação aqui.

Você também pode gostar