Você está na página 1de 18

COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL

Corpo_ Mente_ Espírito


Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

2° Chacra - Sexual – Emocional (Umbilical)

Está situada abaixo do umbigo, sua cor é laranja e seu elemento é a Água. Possui 6
pétalas, seu símbolo a meia lua crescente e seu som “Vam”. Rege o plexo nervoso:
Sacro; o sistema fisiológico: Genitourinário e o sistema endócrino: Gônadas (glândulas
sexuais masculina e feminina). Comanda o sexo, a reprodução e as atividades criativas
nos relacionamentos. Responsável pela qualidade de amor ao sexo oposto, concessão e
reconhecimento do prazer físico, mental e espiritual. Está associado a todas as doenças
do aparelho Genésio, como: impotência, frigidez, tumores da mama e “rubores” na
menopausa.

Relaciona-se com o corpo Emocional. Se os sentimentos e emoções, positivos ou


negativos fluírem, a aura se mantém equilibrada, porque os negativos serão liberados ou
transformados. Caso forem bloqueados, a energia fica interrompida e estagnada,
causando doença.

O chacra umbilical governa as qualidades da sexualidade, sensualidade e criatividade


pessoal. Sua exata localização no corpo é, atrás, na base das vértebras lombares, a cerca
de três cm abaixo do umbigo na frente do corpo. Controla as glândulas, os órgãos
sexuais, a potencia e as funções dos fluidos do corpo. Também tem controle parcial da
bexiga.

Situado neste ponto particular na medula, exerce função muito importante para nossa
sensação de bem-estar. Um dos sintomas mais comuns de desequilíbrio deste centro de
energia é a alteração do ciclo menstrual feminino. Mais de setenta por cento das
mulheres sofrem alguma forma de distúrbio do ciclo menstrual, que é um sinal do estilo
de vida desequilibrado do Ocidente.

Todos os problemas relacionados com impotência, infertilidade ou disfunções


rítmicas podem ser tratados eficazmente a partir deste centro de energia.

Aqui encontramos dois tipos psicológicos básicos:

 Hipoativo: A pessoa apresenta pouco impulso sexual, com pouca auto-estima.


Tende a sofrer forte condicionamento das crenças ou da sociedade quanto a
sua sexualidade, e fica muito complexo de culpa e vergonha. Como o centro
está associado aos fluidos do corpo, este tipo de pessoa na velhice, “resseca”.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

 Hiperativo: Caráter obsessivo, que tenta ser sempre o centro de todas as


coisas. Seu foco está no apego, apego aos filhos, lugares ou posses materiais.
Seu desejo é tornar-se dono de tudo o que vê.
 As pessoas educadas em uma sociedade autoritária sem dúvida sabem como
é viver com “barriga para dentro e peito para fora”. O efeito militar desta
postura forçada é bloquear todos os sentimentos na pélvis, suprimir as
funções hormonais e reprimir a força e a expressão pessoais. Podemos dar
graças a Deus por essa era já estar sendo ultrapassada.

No estado de saúde a pessoa se ama, é feliz. Na doença ela se odeia, entra em


depressão reprimindo os sentimentos negativos.

Este centro energético, sua conta bancária do segundo chacra, se relaciona com as
questões de poder do mundo externo especificamente, poder econômico e pessoal em
termos de negócios e interações sociais. Está localizado na região genital do corpo. Os
órgãos físicos do corpo que são nutridos principalmente pela energia deste chacra são os
órgãos sexuais, o intestino grosso, as vértebras inferiores, a pélvis, anexos e a bexiga.

Continuando nosso padrão de acompanhar o processo de crescimento, o segundo


estágio de crescimento da criança é o estagio “do que é meu”. Essa é a energia do
segundo chacra atuando na consciência de uma criança. À medida que a criança
atravessa seus estágios de desenvolvimento em direção à vida adulta, os desafios de se
trabalhar esse “o que é meu” se tornam os desafios de aprender a se relacionar com o
mundo material de um modo saudável e equilibrado.

As gotas de sabedoria que as crianças precisam adquirir para este chacra são o
compartilhar, aprender a se relacionar com respeito com as outras pessoas e aprender a
se valorizar sem que esta autovalorização esteja totalmente relacionada com bens
materiais. Quando o seu valor próprio está ligado a objetivos externos, tais como
dinheiro e poder, o valor pessoal do individuo é então determinado exclusivamente pela
quantidade de ganho material. A falta de dinheiro, portanto, corresponde à falta de valor
próprio.

Na vida adulta, a falta de autovalorização encontra-se n raiz de desequilíbrios em todas


as formas de relacionamentos existentes no mundo material. Isso inclui nossa relação
com o dinheiro, com o poder (social, político, econômico e sexual), e com questões de
domínio e de controle em relacionamentos pessoais e profissionais. A obsessão nessas
áreas é um desequilíbrio que indica que a pessoa esta compensando a ausência de valor
próprio.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Os padrões de medo e de insegurança que estão associados ao desenvolvimento do


segundo chacra são os seguintes:

1. A sensação de que você não tem poder sobre o que acontece com você
sexualmente. Isso inclui experiências de abuso sexual, assim como
relacionamentos especialmente manipulativos e controladores.
2. Sentir-se inadequado sexualmente ou ter aversão pela atividade sexual. Isso
inclui a tenção que acompanha sentimentos de ressentimentos com relação ao
poder de seu parceiro ou do sexo oposto em geral, assim como sentimentos
de aversão ou de culpa relativos à própria sexualidade ou à suas preferências
sexuais.

3. Medo do parto ou sentimentos de culpa com relação à maneira de criar seu


filho ou filhos.

4. Desvalorização de si mesmo com resultados de pouco ou mínimo poder


econômico. Isso inclui ressentimento com relação ao fato de ser controlado
financeiramente por outros.

5. Ressentimento resultante do fato de ser manipulado por outra pessoa. Isto


inclui a sensação de ser vitimizado por circunstâncias particulares tais como
raça, cor ou sexo.

6. Sentir-se tão desprotegido que precisa manipular outras pessoas para manter
controle sobre a sua própria vida.

7. Praticar qualquer nível de desonestidade em seus negócios ou em seus


relacionamentos sexuais ou interpessoais.

8. Medo de nunca ter suficiente, que inclui o medo da pobreza.

Algumas das disfunções mais comuns resultantes dessas tensões em particular são para
as mulheres – todas as disfunções femininas tais como problemas menstruais,
infertilidade, infecções vaginais, cistos nos ovários, endometriose, tumores ou câncer nos
órgãos femininos. Para os homens – impotência e problema na próstata, incluindo câncer
(essas disfunções estão associadas a perda de poder econômico ou político,
principalmente). Tanto para os homens quanto para as mulheres, disfunções comuns
incluem dor pélvica e nas costas (lombar), herpes e todas as outras doenças sexuais,

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

problema de deslocamento de disco, todos os problemas sexuais e problemas urinários e


na bexiga.

3° chacra - Plexo Solar – Mental

Está situado acima do umbigo, sua  cor é amarelo e seu elemento é o Fogo. Possui 10
pétalas, seu símbolo o triângulo e seu som “Ram”. Rege o plexo nervoso: Solar; o
sistema fisiológico: Digestivo e o sistema endócrino: Pâncreas. Comanda o estômago,
intestino, fígado, baço, vesícula biliar e sistema nervoso. É a sede das emoções, onde
reside as energias Yang (masculina) e Yin (feminina).

Está associado a sabedoria espiritual e a consciência da universalidade da vida.


Responsável por todas as doenças ligadas ao metabolismo e ao sistema nervoso.
Também diabetes, pedras no rim e vesícula, hipo e hipertensão, obesidade, cansaço,
fraqueza, osteoporose e úlceras estomacais. Deve ser protegido, por ele entram toda
sorte de sentimentos desqualificados como, inveja, raiva, ódio, etc.., Quando se está
vulnerável, com medo.

Sua localização no corpo físico está exatamente onde a concavidade das vértebras
lombares endireita antes de passar à convexidade da região torácica. Na frente do corpo
está posicionada onde a costela divide-se na base do externo. Este centro de energia
manifesta-se na glândula que é o pâncreas, e controla o fígado, vesícula, estomago e
intestinos. Está relacionada com a sede da perturbação nervosas, e muitas vezes é
responsável pela manifestação de erupções na pela.

A repressão emocional neste centro é o principal fator em doenças degenerativas como o


câncer, males cardíacos e artrite. O plexo solar é considerado o centro do apego. É aqui
que experimentamos uma certa forma de amor, um amor que diz “Eu amo você porque
você faz com que eu me sinta bem”, ou “Eu amo você porque você me apóia em tudo
que faço”. Esta forma de amor sempre espera um retorno. Tem expectativas, e nunca dá
gratuitamente.

Com o chacra do plexo solar encontramos três tipos psicológicos:

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

 Hipoativo: Um típico representante seria um professor destruído. Uma pessoa


com uma polarização quase totalmente mental, emocionalmente seca, leva
uma vida monótona e tem grandes dificuldades de relacionamentos.
 Racionalizado: A pessoa racionalizada tem forte influência mental sobre seus
sentimentos. Ela se contem de uma maneira superior, e torna-se o juiz dos
outros. Ao invés de falar sobre si mesma, usa o clássico “se”, impessoal:
deveria se fazer assim deve-se ser visto de uma certa maneira, e assim por
diante.

 Hiperativo: Aqui, encontramos uma pessoa cujos sentimentos parecem oscilar


como um pêndulo. Num momento, está no topo do mundo, no seguinte, nos
abismo da depressão. Tende a ter uma percepção distorcida da vida e dos
eventos à sua volta. Tem necessidades emocionais muito imediatas, e
identifica-se fortemente com a satisfação destas necessidades, muitas vezes à
custa dos que a cercam.

Relaciona-se com o corpo Mental e processos mentais inferiores, os instintos.  Tornam-se


racionais e intuitivos conforme o ser evolui e esse corpo fica equilibrado. Proporciona
pensamentos claros, sensação de segurança e poder pessoal. Sede do conhecimento.

O terceiro chacra se localiza na área do estomago. É chamado nas tradições orientais de


plexo solar. As áreas físicas do corpocorrespondente são o abdômen, o intestino, (parte
superior), a vesícula biliar, os rins, o fígado, o pâncreas, as glândulas supra - renais e a
região mediana da espinha dorsal.

Depois do estágio “do que é meu”, a criança entra em um processo de desenvolvimento


da individualidade. Esta é a fase de aprendizado que ensina os princípios básicos do
fortalecimento pessoal e a capacidade de relacionamento interpessoal. É o centro do
instinto de sobrevivência do corpo, já que ele corresponde à capacidade da pessoa de
aprender a confiar em seus próprios instintos para direcionar a vida.

Durante este estágio, a criança, começa a exercitar seu poder de escolha, aprendendo a
emitir opiniões e preferências. O aprendizado do relacionamento com os outros começa
nesta fase e inclui aprender a maneira de reagir contra sentimentos de intimidação.

É crucial que a criança sinta, nesta época, que suas expressões de individualidade são
respeitadas e aceitas, pois isto se tornará a base para a auto confiança, para o amor
próprio e para a crença em si mesmo. Essas são as gotas de sabedoria associadas a este
chacra, adquiridas em primeiro lugar.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

O terceiro chacra, ou plexo solar é uma região do corpo particularmente sensível. Na


linguagem energética, a principal área receptora das primeiras impressões sobre as
pessoas. A reação viceral, ou “instintos vicerais”, muito adequadamente denominado, é
uma resposta altamente intuitiva vindas das impressões recebidas através do plexo solar.
Sua natureza sensível goteja impressões no nível energético que inevitalmente provam
ser mais precisas do que qualquer impressão física.

Essa é, mais especificamente, a atividade da intuição. O plexo solar é o centro das


intuições que orienta as atividades diárias da vida humana. O tipo de orientação ou de
resposta característicos da intuição do plexo solar, é um tipo tão natural que muitas
pessoas reagem a ela o tempo todo, sem pensar qual é a sua origem.

Por exemplo, em qualquer situação em que envolve a interação humana, nossos instintos
estão sempre em alerta para perceber se podemos ou não confiar nas pessoas com as
quais estamos interagindo ou nas informações que estamos recebendo.
Automaticamente, nós analisamos a resposta que estamos recebendo nessas interações
sociais e raramente observamos que mentalmente estamos nos perguntando “Posso
confiar nesta pessoa?” ou O que estão me dizendo é a verdade?”.

Para cada uma destas perguntas em nossa mente, há uma resposta. As respostas podem
vir na forma de uma sensação ou da conhecida reação viceral. A fonte dentro de nós,
que está fornecendo estas informações, é a nossa intuição. E a nossa intuição busca
estas informações, nas informações energéticas, que penetram em nosso sistema
energético através do plexo solar.

Em parte a intuição do plexo solar serve para nos ajudar com dados relativos à
sobrevivência, informações que são básicas para a vida diária, tais como, confiar nas
pessoas, instruções mecânicas, orientações, conselhos sobre empreendimentos de
negócios, até mesmo reações vicerais que nos ajudam na contratação de funcionários,
isto vem através dos canais de intuição do plexo solar.

É essencial para a criação da saúde, e me refiro aqui a todos os níveis de saúde;


emocional, psicológica, físico e mental, assim como habilidades para uma vida saudável,
que a pessoa se sinta adequadamente fortalecida para ter poder de decisão sobre a sua
própria vida.

O processo de decisão deveria com muita propriedade ser considerado como uma
capacidade fundamental para a sobrevivência. A capacidade de cumprir esse papel está
enraizada na crença pessoal de ser capaz de interagir com as pessoas em situações
básicas da vida sem medo de manipulação ou vitimização.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Isto também inclui o fornecimento de uma dose essencial de autoconfiança que torne
possível exercitar o processo decisório que faz parte da vida de todas as pessoas. A
intuição que vem do terceiro chacra é o auxilio natural nesse processo de
autofortalecimento. È a capacidade de confiar em seus próprios instintos.

Há certos padrões de medo e de raiva que podem se tornar parte da psique de um


individuo e interferir ou impedir que esse ciclo de amadurecimento se desenvolva
completamente. Esses padrões de negatividade afetam a vida inteira da pessoa,
causando sérios e limitantes problemas de comportamento. Eles tem sua raiz na falta de
uma base sólida de poder pessoal.

Em adultos, a ausência de poder pessoal geram inseguranças e crise internas, desde a


incapacidade de confiar nos outros até a incapacidade de confiar em si mesmo ou de
procurar maneiras de atender as suas próprias necessidades emocionais. Os padrões de
medo e de raiva que indicam que as pessoas estão sofrendo de uma tremenda falta de
poder pessoal, que são estes:

1. Medo de intimidação, que impede a pessoa de estabelecer relacionamentos ou


situações baseadas em igualdades.
2. Medo de assumir responsabilidades por si mesmo, por suas necessidades, por
seus compromissos, por suas finanças e por seus pensamentos, atitudes e
ações pessoais.

3. Ressentimentos por ter que assumir responsabilidade por outra pessoa que
não tem condições emocionais, ou se recusa a assumir responsabilidade por si
mesmo. O ressentimento aumenta quando a pessoa também se sente incapaz
de desafiar o parceiro irresponsável e, assim, permanece em uma situação
insustentável por achar melhor não desafia – la.

4. Medo pelo fato de acreditar que não é capaz de lidar com o processo de
tomada de decisões na própria vida.

5. Raiva por ter seu poder de escolha desrespeitado, limitado forçosamente ou


invalidado pelos outros.

6. Raiva diante da sensação de abandono ou de negligência. Isso


freqüentemente ocorre em pessoas que desenvolve o padrão de se dedicar

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

constantemente aos outros, enquanto nega as suas próprias necessidades,


pelo medo de não ser amada.

7. Medo de ser criticado ou a necessidade de criticar os outros para se sentir


mais forte.

8. Raiva e frustração por ser incapaz de se libertar do controle da expectativa


dos outros.

9. O padrão de descontar a raiva em vítimas indefesas, por não ter suficiente


coragem de desafiar a origem da própria raiva, medo do fracasso.

È de crucial importância observar que a qualidade da saúde afeta não só pelos nossos
medos e por sentimentos de raiva como também pela maneira de como nos
comportamos ao conviver com esses padrões negativos. Liberara raiva de maneira
inadequada, maltratando os filhos ou o conjugue, através de drogas ou alcoolismo,
favorece o circulo mortal de culpa, de ódio por si mesma e a perda do respeito próprio.

A saúde não pode ser mantida quando a pessoa está consumida pelo ódio por si mesma.
De fato, nada positivo pode ser criado na vida de uma pessoa quando, internamente, ela
se envergonha de seu comportamento na vida.

As disfunções mais comuns criadas pelas energias desses padrões negativos


específicos são artrite, ulceras e todos os problemas relacionados com o estomago,
problemas intestinais e no cólon incluindo câncer, pancreatite, diabetes e câncer no
pâncreas, problemas de rins, (também relacionados com o segundo chacra), problemas
de fígado, incluindo hepatite, problema de vesícula, disfunções nas glândulas supra
renais, indigestão crônica ou aguda, anorexia e bulimia, náusea e gripes.

4° Chacra - Coração – Intuicional

Está situado no coração,   cor é verde e seu elemento é o Ar. Possui 12 pétalas, seu
símbolo é o hexágono e seu som “Pan”. Rege o plexo nervoso: Cardíaco; o sistema
fisiológico: Circulatório e o sistema endócrino: Timo. Comanda o coração, seu ritmo,
válvulas e sangue, nervo craniano vago e os sistemas: circulatório, imunológico e
endócrino e é o responsável por todas as doenças neles instaladas.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Todo processo de cura começa pelo coração. Ele é o elo que transforma as energias
físicas dos chacras inferiores em energias espirituais, alimentando os chacras superiores.
É a sede do amor, por si mesmo e pelos outros, da amabilidade e do saber perdoar. Seu
desequilíbrio gera hostilidades, vontade egoísta, sentimentos de culpa e necessidade de
controlar o outro.
Relaciona-se com o corpo Psíquico ou Intuicional: Início da jornada espiritual e conexão
com o Eu Superior e a essência. Comanda a interação de amor com as pessoas, a
natureza e o universo. A aura saudável traz relacionamentos fortes, seguros e positivos,
é capaz de se amar e tem amor incondicional. Em desequilíbrio há ausência de
relacionamentos íntimos ou, estes são problemáticas As pessoas não se ama, é egoísta 
e sem respeitar o espaço dos outros. Há raiva, ódio, inveja e ciúmes.
Este centro energético está localizado ao redor do coração. As partes do corpo que
recebem a energia principal deste chacra são o coração, os ombros, as costelas, os seios,
o diafragma, o esôfago e o sistema circulatório e respiratório. Sua localização mais exata
fica entre os ombros, sobre a espinha, e no centro do esterno. Este centro de energia
manifesta-se na glândula do timo e controla o coração, a circulação o sangue e, mais
importante o sistema imunológico.
Portanto, é possível que a resposta à epidemia de AIDS seja controlada no
desenvolvimento de um amor incondicional pelo todo. Outros aspectos encontrados
neste centro de energia, é responsabilidade, compaixão, humildade, tolerância, empatia
e confiança.
Os tipos psicológicos característicos são:
Hipoativo: O homem de negócio arquetipal, obstinado, sem consideração e amoral.
Uma pessoa que se protege demais, não confia em ninguém e, provavelmente, é
irresponsável.
Hiperativo: O tipo de pessoa que fica imerso em tudo o que faz. Fica tão
identificado com as dores da guerra ou da fome, que afunda nos problemas e torna-se
ineficaz. Quantas vezes você ouviu falar de pessoas que vão para ajudar em alguma
região da África que está sofrendo a fome? Essas pessoas são tão afetadas pela dor da
fome e a necessidade de ajudar que perdem de vista o fato de que, indo pessoalmente,
são mais uma boca para alimentar.
Diz-se também que este centro aberto há grande compreensão e amor universal. A
consciência deste centro não é apanhada com Hesitação, mas focaliza-se nas respostas.
Por exemplo, o plexo solar diria; “você arruinou o projeto e não passa de um idiota”, ao
passo que o coração responderia, “você tentou o máximo que pode”, “e talvez se
também estivesse incluído também isto...”. É a partir deste centro que tomamos
consciência da unidade de toda vida. Não há separação.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Nosso relacionamento com os animais permite-nos sentir o amor do coração, e


descobriu-se que um animal de estimação aumenta a expectativa de vida dos cardíacos,
com sobrevida superior a cinco anos. Por outro lado, a dor não expressa reduz o
funcionamento do sistema imunológico e reduz a expectativa de vida.
Uma vez que a criança tenha desenvolvido um senso de poder pessoal e auto estima,
aprendendo a dar e a receber amor e atenção dos outros, este se torna o próximo
estágio do desenvolvimento pessoal. Este estágio inclui as primeiras lições sobre o amor
próprio e o amor pela vida.
Não é de se surpreender que as questões relacionadas com o aprendizado com a
natureza do amor sejam o foco principal do chacra do coração.
Ao aprender a dar amor, a compartilhar amor, e a se preocupar com o bem estar dos
outros, a criança deixa o seu papel de “centro do universo”, que pode facilmente se
desenvolver quando a criança é mimada pelos familiares. Se isso não é eliminado de
maneira suave através deste processo natural de amadurecimento, poderá resultar em
um comportamento egocêntrico, inconseqüente e exigente ao se tornar adulto.
De modo inverso, crianças que são abandonadas ou maltratadas desenvolvem uma idéia
inteiramente diferente do amor. Longe de estar em posição de amar abertamente e
confiar nos outros, crianças abandonadas ou que sofreram maus tratos, desenvolvem
problemas emocionais sérios e dificuldades de relacionamentos. Não só o amor vem
associado à dor, como também o ser humano pode conter o instinto de procurar por
amor. Portanto apesar da dor, crianças abandonadas e maltratadas entram em um ciclo
em que sempre associam a dor com todos os níveis de relacionamentos, muitas vezes
perdendo a capacidade de diferenciar o amor em relação a formas de comportamento
abusivas.
O padrão dominante na sua vida pessoal de adulto é uma versão mais ampla do que
vivenciou quando criança. Em última análise, o adulto em circunstância vive uma vida
tentando compensar a falta de suas “gotas de sabedoria” relativas à natureza do amor,
que deveriam ter sido investidas em sua conta bancária quando criança. Torna-se
muitíssimo difícil para a pessoa, já adulta, investir em qualquer relacionamento adulto
saudável até que esta conta bancária seja adequadamente reabastecida. Isto requer
cura, a começar com o retorno à infância.
O quarto chacra é o chacra central do corpo. É o centro do nosso corpo e,
metaforicamente falando, o amor é o centro de nossa vida. Uma pessoa pode enfrentar
qualquer crise ou tensão se ela tem um sistema de apoio amoroso e forte.
Mais ainda, se retirarmos todas as camadas envolvidas no processo de tomada de
decisões pessoais (e, muitas vezes, profissionais), inevitavelmente só permanecerá a
razão principal pela qual fazemos nossas escolhas: estamos na verdade escolhendo o
caminho que nos trará o amor. Mesmo que as palavras que usarmos para descrever
nosso objetivo, sejam seguranças financeiras, aceitação social ou poder político, por

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

exemplo, o amor é ainda o motivador básico por trás de nossas escolhas. Em última
análise, sem amor, é quase impossível permanecer saudável, muito menos curar-se.
Ao rever os chacras anteriores e suas relações específicas com o processo de
desenvolvimento espiritual e suas relações específicas com o processo de
desenvolvimento pessoal, o que fica claramente visível é que um nível de
desenvolvimento se constrói sobre o outro. Sem um senso adequado de poder pessoal,
por exemplo, não é possível aprender a dar amor e a confiar nos outros sem
manipulação ou insegurança.
Abandono emocional também pode levar a pessoa a se tornar amarga, insensível e
talvez até cruel. O comportamento emocional abusivo ocorre não somente com outras
pessoas; o abandono emocional pode levar ao abuso de animais, por exemplo, ou a uma
profunda insensibilidade com relação às necessidades de outras formas de vida incluindo,
num sentido mais amplo, as necessidades do próprio planeta.
A ausência de uma base de amor sólida cria uma situação interna na qual padrões
específicos de medo, de raiva e de ressentimento podem se desenvolver no lugar do
amor. Sem amor, é fácil se ter medo da vida.
A lista abaixo inclui as experiências mais comuns de medo, de raiva e seus
conseqüentes padrões de comportamento que podem contaminar a energia do quarto
chacra.

 Medo de não ser amado ou a crença de que você não merece ser amado.
 Assumir a culpa por participar de atos de rejeição ou de abandono
emocional.

 Ressentimentos por ver outras pessoas recebendo mais amor e atenção do


que você.

 Medo de demonstrar ou de compartilhar afeição.

 Desenvolver sentimentos de culpa por demonstrar raiva, hostilidade ou


criticismo como substituto do amor.

 Sentir-se emocionalmente paralisado ao passar por solidão excessiva.

 Envenenar-se emocionalmente por acolher muitos sentimentos negativos e


julgamentos com relação aos outros ou a outras formas de vidas.

 Envenenar-se emocionalmente apegando-se a velhas feridas e a


ressentimentos antigos.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

 Desenvolver medos emocionais e amargura por acreditar que você não


pode perdoar ou por se recusar perdoar.

 Criar continuamente relacionamentos que não são gratificantes ou são


abusivos.

 Culpa pela sensação de fracasso em satisfazer seu lado emocional.

 Fazer algo ou estar com alguém quando o seu “coração não está
presente”.

 Muita mágoa e tristeza que resultam literalmente num “coração partido”.

Esses traumas e sentimentos emocionais criam uma “congestão emocional” ou o que é


freqüentemente chamado de bloqueios emocionais. Alem do comportamento emocional
disfuncional que resulta deste padrões de negatividade, o corpo físico também reagem a
estas tensões.
As doenças físicas mais comuns são problemas no coração incluindo ataques cardíacos,
dilatações cardíacas, artérias bloqueadas, e colapso cardíaco congestivo, asma, alergias,
problemas de pulmão, incluindo o câncer, problemas dos brônquios, pneumonia,
problemas de circulação e todos os problemas na parte superior da coluna e dos ombros.

5° Chacra  - Garganta – Intelectual

Está situado na laringe, sua  cor é azul claro e seu elemento é o Éter. Possui 16 pétalas,
seu símbolo é o círculo e seu som  “Ham”. Rege o plexo nervoso: Gânglios cervicais
medula; o sistema fisiológico: Respiratório e o sistema endócrino: Tireóide e
Paratireóide. Comanda os pulmões, aparelho brônquico, vocal e canal alimentar. É o
centro da expressão, comunicação e julgamentos. Está ligado ao trabalho criativo e
profissional: músicos, compositores, artistas e oradores.
Está associado ao som, ritmo e aos sentidos de audição, paladar e olfato. Sua disfunção
ocorre quando não se expressa corretamente dentro da verdade e há censuras,
negativismo e hostilidade. Aparece o medo, o retraimento e o fracasso. Gera doenças
dos pulmões, garganta, ouvido, bronquite, gagueira, bócio e dificuldades em se
expressar. As qualidade deste centro de energia são, expressão, criatividade, e
produção. Diz-se que a garganta é nossa interface com o mundo. No plano físico sua
exata localização está na região da sétima vértebra cervical, nas costas, e no “V”, onde
os ossos da clavícula se encontram na frente do pescoço. Este centro de energia se
manifesta na glândula tiróide e controla o maxilar inferior, o pescoço a voz, vias aéreas e
pulmões.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Muitas vezes é o foco das alegrias, e está bem relacionado com a ocorrência da asma. A
causa metafísica da asma é sentir-se sufocada ou ter seu choro reprimido ou a frustração
amorosa. Em ambos os casos, a pessoa fica incapaz de se exprimir como individuo, e
reprimir esta expressão resulta em tal patologia.
Os dois tipos psicológicos encontrados neste centro de energia são:

 Hipoativo: A pessoa tende ser muito quieta e reservada e, provavelmente,


muito tímida. Usualmente retraída este caráter não terá direção na vida e
tende a ser muito letárgica.

 Hiperativo: Aqui, encontramos a pessoa de ação. Pessoa compulsiva focaliza-


se mais na quantidade do que na qualidade do que faz. Tende a ser hiperativa
e nervosa.

O pescoço é como um barômetro do stress. É aqui, e nos ombros, que carregamos os


pesos da vida. Quando dizemos que alguém está de “pescoço duro”, pensamos em
alguém rígido e tenso que sempre pensa que está fazendo a coisa certa. É a partir do
centro da garganta que podemos emitir o som de todos os outros centros. Cantar pode
ser uma grande terapia, pois expressamos através de sons e movimentos corporais, as
emoções e sentimentos que está retido em nosso corpo emocional. Terapia para o
cantor, porque ele pode expressar-se, e para o ouvinte, pelas imagens e sentimentos
que vai associar à música.
A palavra falada tem um poder todo próprio, e pode ferir ou inspirar. Acrescente música
às palavras, e terá um canto ou ritual tremendamente poderoso, que funciona através
dos dois hemisférios cerebrais e aumenta sua eficiência por degraus acentuados. Muitas
vezes, é no silêncio que se segue à palavra que seu poder é sentido.

Relaciona-se com o corpo Intelectual. Compreensão da Luz, do Ser, memória de vidas


passadas e a Energia que permeia todo universo. Age como uma ponte de comunicação
entre todos os corpos e sua inteligência está além do dualismo. Quando alerta, acessa a
sabedoria e o conhecimento infinito ou superconsciente. Reconhece a Verdade, quando a
encontra.

O quinto chacras localiza-se na garganta. A energia deste centro flui inicialmente pela
tiróide, pela traquéia, pelo esôfago, pelas vértebras do pescoço, incluindo os dentes, as
gengivas e a região maxilar.

Este chacra corresponde ao desenvolvimento da expressão pessoal e, principalmente, do


uso da força de vontade do indivíduo. Considere mais uma vez o nosso estudo do

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

processo de maturidade de uma criança. A idade de sete anos é considerada a “idade da


razão”, idade na qual a criança (assim se espera) já adquiriu suficiente conhecimento do
que é comportamento certo ou errado, bem e mal, adequado ou inadequado, e por isso
já pode aprender o que significa se responsabilizar por ações pessoais, embora em
pequena escala.

Considere ainda mais profundamente que, ao ensinar responsabilidade, estamos


ensinando a criança sobre a natureza da causa e do efeito, que pensamentos, palavras,
intenções mentais e emocionais, assim como ações, tem conseqüências. Causa e efeito é
o estudo do uso da força de vontade e da sua relação com aquilo que é criado em nosso
mundo pessoal. Em linguagem energética, o ato de usar a força de vontade pessoal é
similar ao ato de dirigir a energia para que ela torne forma de acordo com o mapa do
desejo emocional e da intuição mental, que está na consciência de cada um. Assim, a
expressão “Não é isso que eu tinha em mente”, é genuína quando você realmente
compreende que “ter algo em mente”, precede, de fato, toda a ação de criação pessoal
da qual você participa.

A individualidade e a auto-expressão se manifestam através de ações criativas


pessoais. A medida que a criança entra na adolescência e na vida adulta, espera-se que
ela assuma mais responsabilidade pela determinação e pela realização de seus objetivos
pessoais, a começar pelas responsabilidades na escola e em casa. A experiência e a
orientação dos pais/professores, que devem acompanhar a criança nesse primeiro
estágio de aprendizagem sobre causa e efeito, são as “gotas de sabedoria” iniciais,
investidas na conta bancária do quinto chacra. É neste estágio de desenvolvimento que
se desenvolve o uso responsável da força de vontade individual.

Independentemente do aprendizado básico de responsabilidade pessoal que acompanha


este ciclo do desenvolvimento estão recursos de vida mais sutis e profundo que devem
criar raízes neste momento. O estudo de causa e efeito também ensina a pessoa o
significado de aprender a “seguir seus próprios sonhos” e que ela pode “fazer qualquer
coisa desde que acredite nela mesma”. Para conseguir realizar seus sonhos, você deve
agarrar-se a eles, manter sua atenção clara e direcionada e fazer escolhas que
fortaleçam suas ambições. O estudo de causa e efeito , ações e conseqüências, é, na
verdade, o estudo do poder inerente em cada um de nós, e ajuda-nos criar nossa própria
realidade.

A diferença essencial, freqüentemente observada, que separa o ser humano do resto da


criação é o atributo da força de vontade, na verdade, do livre arbítrio. É o único atributo
humano que se acredita ser nosso Universal presente de Deus. A referência de que o
livre arbítrio é um presente de Deus sugere de que o que está profundamente
entranhado na natureza humana é a necessidade de contribuir com algo de concreto

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

para a vida, que confirme o fato de estarmos vivos. Nascemos, somos projetados para
criar. Essa é a razão pela qual nós termos mente, consciência, escolhas, e livre-arbítrio.
Esse atributo da força de vontade e da escolha pessoal é o nosso maior poder.

A supressão ou a interferência no desenvolvimento da força de vontade pessoal durante


a infância cria inúmeras dificuldades que a criança, ao se tornar adulta, terá que superar.
Infelizmente, é muito fácil traumatizar o desenvolvimento da força de vontade nas
crianças.

O fato de não ter, durante a infância, voz ativa nas escolhas que lhe dizem respeito, ou
ter suas escolhas ridicularizadas ou criticadas, cria o medo da expressão pessoal. Esse
medo acaba se transformando na incapacidade de acreditar que você tem qualquer
poder na criação da sua realidade. Como alguém que não tem nenhuma experiência
pessoal com a lei de causa e efeito pode acreditar que esse processo de autocriação da
realidade realmente exista?

Em um nível ainda mais profundo, nossa própria natureza como seres humanos transpira
energia criativa. Nós estamos criando em todos os momentos de nossa vida, desde
criações simples como refeições e decoração de nossa casa até criações de arte, de
música e de poesia. Não podemos parar de criar, mesmo que tentemos. Toda vez em
que flexionamos um músculo, seja ele um músculo físico, mental ou emocional nós
influenciamos a criação. Somos programados para criar. A experiência de termos nossa
natureza criativa básica e violenta quando criança é similar à de se tentar desprogramar
a essência do projeto humano. No entanto quando alimentamos a negatividade, inibimos
a possibilidade de nosso corpo energético, recriar situações que possa nos beneficiar em
nossa jornada de experiência física e extrafísica.

Não é possível desprogramar os poderes criativos do ser humano. O que é possível,


porém, é interferir neste processo tão profundamente que o instinto de criar encontra
canais de expressão destruidores e extremamente negativos, ou seja, continuamos a
criar sempre, ora no sentido da felicidade e prosperidade, ora no sentido da auto
destruição. A criação irá encontrar uma saída, isso não pode ser evitado, não importa
quão dominadora ou controladora seja a oposição a essa forma de expressão pessoal.

Quando ocorrem violações no processo de desenvolvimento da criança, saídas negativas


são descobertas. É importante compreender que a falta de orientação com relação à
responsabilidade pessoal também é uma violação. Crianças para as quais se passou a
impressão de que qualquer coisa esta bom, são capazes de encontrar formas negativas
de expressão, do mesmo modo que aquelas que são ridicularizadas. No âmago do nosso
ser, sabemos o que precisamos aprender como crianças para nos tornarmos
efetivamente adultos, e parte deste conhecimento interior é que sabemos que

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

precisamos aprender como sermos responsáveis por aquilo que criamos, assim como
aprender o que significa a criação responsável. Precisamos saber como lidar com as
conseqüências de nossas ações. Quando isso não é ensinado às crianças, elas
compreendem, mesmo que seja apenas inconscientemente, que dentro delas esta
faltando alguma coisa que é essencial para viver como um adulto fortalecido.

A auto-expressão e a criatividade são cruciais para a saúde, e não apenas para a saúde
física. A criação de uma vida saudável, assim como a de um corpo saudável requer da
pessoa o domínio sobre a sua vida. Isso inclui ter a capacidade de expressar suas
próprias necessidades.

A incapacidade de comunicar seus sentimentos, suas idéias, sua tristeza, sua raiva ou
sua alegria é como derramar concreto em volta do coração e da garganta. Esse bloqueio
aborta o processo de crescimento e dá início a padrões de comportamentos destrutivos,
que com certeza irão envenenar qualquer relacionamento íntimo.

Para compensar o medo da auta-expressão, esses indivíduos vão esperar que seus
parceiros tenham o dom de ler a sua mente, ou de adivinhar o que estão pensando ou
precisando. Eles vão querer que seus parceiros saibam o que estão pensando ou
precisando sem que este ao menos expresse uma só palavra. Outro padrão igualmente
negativo é o de negar as próprias emoções como um modo de compensar o medo que
se tem delas.

Explosões irracionais de raiva, de ira ou abusos físicos também estão ligados à


incapacidade de lidar de maneira responsável com os medos. A desonestidade é ainda
um outro comportamento negativo que pode resultar de imperfeições no
desenvolvimento da auto-expressão.

Alguns dos medos, ansiedades e padrões comportamentais negativos mais comuns que
tendem a criar raízes na consciência da pessoa, como resultado de uma base inadequada
para o uso da força de vontade, são elas:

 Medos de asserção de seus próprios desejos e direitos esse medo


freqüentemente faz com que a pessoa permita que os outros a vitimizem
devido à sua capacidade de se comunicar de maneira firme em seu próprio
beneficio.
 Medo de expressar suas necessidades emocionais, seus sentimentos e suas
opiniões. Esse medo bloqueia quase que totalmente qualquer nível de
criatividade.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

 Tornar-se desonesto ou mentiroso como forma de encobrir sentimentos, ou


negar responsabilidades sobre suas ações.

 Usar sua vontade para controlar ou influenciar a vida de outras pessoas em


proveito próprio.

 Arrependimento e raiva dirigida contra si mesmo que vem da incapacidade de


dizer “sinto muito”, Eu te amo, Eu te perdôo “.

 Incapacidade de expressar mágoa, tristeza e pesar. Isto inclui a incapacidade


de chorar.

 Acumular arrependimentos por não ser capaz de falar por si mesmo quando
surgem oportunidades em sua vida.

 Permitir que sua força de vontade não se desenvolva, pois espera que alguém
tome as decisões por você.

 Exagerar e enfeitar a verdade, um mau uso do quinto chacra. Isso inclui o


habito de fofocar.

Alguns dos problemas físicos mais comuns que se desenvolve como resultado de
bloqueios causados por qualquer um desses padrões negativos são os seguintes:

 Garganta irritada, ou dor de garganta crônica, incluindo câncer na garganta e


na boca.
 Problemas nas gengivas, nos dentes e desalinhamento do maxilar (chamada
Síndrome da Articulação Temporomandibular).

 Escoliose (espinha dorsal curva), torcicolo.

 Laringite.

 Amidalites, dores de cabeça tencionam na base do pescoço.

 Glândulas e tiróide intumescida.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448


COMO DESENVOLVER A SAÚDE INTEGRAL
Corpo_ Mente_ Espírito
Facilitador: Ricardo Plaça iper.lar@gmail.com

Também numa categoria própria estão os vícios: drogas, álcool, cigarros, açúcar, comida
e qualquer outra forma de vício que indique uma incapacidade de controlar sua própria
força de vontade e de desafiar os medos ou limitações presentes em sua vida.

CENTRO INTEGRADO DE TERAPIA COMPLEMENTAR

PRAÇA BRIGADEIRO FARIA LIMA, N. 211, CONJ. 01 – FONE: (13) 33849448

Você também pode gostar