Você está na página 1de 32

Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.

790-20

BROW LAMINATION E
LASH LIFTING - ONLINE

4
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Sobre a Profissional e o Curso

“Eu, Raquel Barros sou Graduada em Biomedicina, Especialista em Biomedicina


Estética, Técnica em Estética e Cosmetologia, Designer de Sobrancelhas,
Micropigmentadora e Empresária, atuando desde 2014 no ramo da estética e
beleza.
Minha caminhada até aqui não foi fácil, muitos obstáculos surgiram, mas foram
eles que me tornaram fortes e me ensinaram o que vou ensinar para você neste
curso para tornar a sua jornada de trabalho um pouco mais simples que a minha.
Estou aqui para te ajudar, você está pronta? Espero que sim, pois teremos muito
conteúdo de extrema importância, conteúdos que eu tive que pagar caro por eles
em diversos cursos, viagens, hospedagens, dias longe de casa, dias em
estradas para conseguir chegar até aqui.
Este curso está dando a oportunidade para você aprender uma Técnica
Inovadora e levar para seu espaço de atendimento algo a mais para aquelas
clientes que não são fãs de Henna ou Micropigmentação e desejam
sobrancelhas bem feitas sem perder a naturalidade e cílios mais bonitos,
curvados e longos.

5
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

SUMÁRIO

1- Brow Lamination.....................................................................................7
2- Biossegurança........................................................................................8
3- Estrutura Anatômica do Pelo ..............................................................13
3.1. Ciclo de Crescimento do Pelo (Fases).............................................15
4- Entenda a Química do Procedimento ................................................17
4.1. Mecanismo de Ação ........................................................................19
5- Contraindicacações de Brow Lamination ..........................................21

6- Cuidados Pré Brow Lamination .........................................................22

7- Passo a Passo da Técnica Brow Lamination.....................................23

8- Orientações e Cuidados Pós Brow Lamination ................................24

9- Lash Lifting ..........................................................................................25

9.1 Diferenças Entre: Permanente de Cílios X Lash Lifting X Extensão de

Cílios .................................................................................................25

10- Como Escolher o Tamanho Ideal do Lifting Pad...............................28

11- Contraindicações de Lash Lifting ......................................................29

12- Cuidados Pré Lash Lifting ..................................................................30

13- Passo a Passo da Técnica Lash Lifting ............................................31

14- Cuidados Pós Lash Lifting .................................................................32

15- Anamnese..............................................................................................33

16- Considerações Finais..........................................................................34

17- Fonte......................................................................................................35

6
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

1. BROW LAMINATION
Brow Lamination ou Laminação das Sobrancelhas é uma técnica que surgiu
na Rússia, e foi ganhando cada vez mais espaço no mundo das sobrancelhas.
É um tratamento que faz com que os pelos naturais pareçam mais espessos,
encorpados, mais escuros e saudáveis. Moldando e nutrindo-os. Ajuda a
melhorar pequenas falhas e engrossar dando um efeito de sobrancelhas mais
cheias. O objetivo é estilizar os fios mantendo-os na forma desejada, seja mais
arrumadinhos, mais selvagens e até mesmo um pouco exótico, o que vai
depender do estilo pretendido. Os pelos permanecem visivelmente escovados e
levantados, deixando as sobrancelhas naturalmente bonitas e bem-feitas. Uma
técnica ideal para aquelas pessoas que gostam do estilo natural.

7
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

2. BIOSSEGURANÇA

Você que já é uma profissional do mundo das sobrancelhas e/ou cílios a


biossegurança com certeza faz parte do seu dia-a-dia. Penso que esse
assunto é de extrema importância para manutenção dos nossos
equipamentos e utensílios de atendimento para preservar a saúde das
nossas clientes e a nossa. Por isso, deixei nessa apostila o assunto sobre
biossegurança, a fim de reforçar o que você já sabe e aplica no seu dia-a-dia.

A biossegurança trata-se de um assunto muito importante, mas que


infelizmente ainda é desconhecido para alguns profissionais. A biossegurança
requer atenção e consciência para ações de prevenção de doenças no ambiente
de trabalho.
Definição: Conjunto de medidas e procedimentos técnicos necessários para
a manipulação de agentes e materiais biológicos, capaz de PREVENIR,
REDUZIR, CONTROLAR ou ELIMINAR riscos inerentes às atividades que
possam comprometer a saúde humana, animal e vegetal, bem como o meio
ambiente.
Muitas vezes, o profissional de beleza está tão sobrecarregado ou
desconhece as normas de higiene, que não faz medidas básicas, como limpar o
ambiente de trabalho, fazer esterilização dos instrumentos, utilizar descartáveis
e fazer a higienização das mãos, mas saiba que as medidas de biossegurança
são essenciais para sua segurança e do seu cliente.
Além disso, saber que seu espaço apresenta condições sanitárias em
ordem é um aspecto decisivo para o cliente optar por seu trabalho. Por isso, ao
seguir corretamente as normas, você conquista clientes que se preocupam com
os riscos de um local sem higiene e segurança e adquire credibilidade no
mercado, como uma boa referência.

2.1. Normas e cuidados no local de trabalho


• Limpeza e desinfecção do ambiente devem ser diárias, alternando os
produtos utilizados para que os microrganismos não se proliferem e
desenvolvam resistência. Cada estabelecimento de beleza deve
elaborar e implantar seu próprio plano de limpeza e desinfecção do

8
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

ambiente, adequando os processos e produtos químicos de sua


realidade.
• Paredes e pisos lisos e impermeáveis que sejam fáceis de lavar, para não
acumular microrganismos, poeira ou resquícios de secreções.
• Lixeira com pedal e saco plástico para descarte de material contaminado.
• Lavatório com sabonete líquido e papel toalha.
• Maca com superfície lisa ou lavável, forrada de lençol TNT ou papel
branco. Todos descartáveis e devem ser trocados a cada cliente.
• Carrinho auxiliar com superfície lisa e lavável, para acomodar bandeja
forrada com papel toalha para os materiais de uso.
• Usar equipamentos esterilizáveis e/ou descartáveis.
• Utilizar o Descarpack para fazer o descarte de agulhas e lâminas.

Antes do procedimento o profissional deve:

• Encapar as abas do carrinho de auxílio e lupa com filme plástico. Estes


devem ser trocados a cada cliente;
• Lavar as próprias mãos adequadamente antes de atender o cliente.
• Fazer anti-sepsia das mãos do cliente antes do procedimento para evitar
infecções.

Após o procedimento o profissional deve:

• Ao final do atendimento o profissional deve jogar no lixo os materiais


descartáveis ou de uso único e lavar as mãos.
• Descartar agulhas e/ou lâminas no Descarpack (Figura 1).

Figura 1: Foto ilustrativa da caixa Descarpack.

9
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

• O descarte dos materiais utilizados

Deve ser observado o descarte correto de materiais contaminados


(agulhas serão descartadas no lixo perfuro-cortante) em embalagem amarela
descarpack e outros materiais contaminantes descartar em saco branco.
O pigmento utilizado deve ser disponibilizado em batoque descartável, e
todo material usado contaminado deve ser despejado em local específico, ou
seja, uma empresa coletora. Caso sua cidade não tenha, basta levar até um
posto de saúde ou farmácia mais próxima. Nunca descarte lixo contaminado em
lixo comum.

• O uso de E.P.I’s
Você sabe o que são E.P.I’s? São os Equipamentos de Proteção
Individual. É primordial que o profissional utilize os E.P.I’s necessários como:
avental, lençol, touca, máscara, babador e luvas – e descartados a cada
atendimento no lixo de resíduos hospitalares.

• Limpeza / Higiene/ Esterilização


Deve ser feita esterilização e limpeza diária da sala de micropigmentação.
Além da higienização do profissional e da cliente, higienizar a bancada,
dermógrafo, paquímetro e outros equipamentos que possam ser esterilizados.
A esterilização visa a destruição de todas as formas de vida microbiana.
Materiais como: pinças, tesouras, suportes e ponteiras devem ser esterilizados
com os métodos mais eficazes que são o calor úmido (autoclave) ou calor seco
(estufa).
A limpeza visa a remoção física das sujidades fazendo o uso de água,
sabão ou detergente. Enquanto a desinfecção visa a destruição total dos
microrganismos em sua forma vegetativa usando quartenário de amônia, cloro
ativo, álcool, clorexidina e detergente enzimático.
É fundamental assepsia e antissepsia das mãos, a lavagem com sabonete
líquido antes e depois de cada procedimento, antes de colocar luvas e após
retirá-las e, o uso de antissépticos que destroem as bactérias e, que inclusive
várias empresas de cosméticos na área de estética possuem, com ativos
hidratantes que higienizam e não deixam as mãos ressecadas.
10
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

A higienização das mãos é a medida individual mais simples para prevenir a


propagação de infecções relacionadas à saúde.

ATENÇÃO: Os pigmentos devem ser apenas os regulamentados pela


Anvisa. Seguir essa recomendação é muito importante, pois esse elemento pode
causar alergias e infecções na pele do cliente. Quanto ao manuseio é requerido
que o material seja fracionado ao ser utilizado, e o restante deve ser descartado
após o final da micropimentação. Assim, fica vedado colocar agulha dentro do
frasco.

11
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Em biossegurança você sabe qual a diferença dos nomes: Limpeza,


esterilização, desinfecção, assepsia e antissepsia? Esses nomes se referem ao
controle e eliminação microbiana, saiba mais na tabela abaixo.

Controle e O que é
Eliminação
microbiana

Limpeza É a remoção física de sujidades com a


finalidade de manter o asseio e higiene do
ambiente. A lavagem pode ser com água e
sabão ou detergente

Esterilização Destruição de todas as formas de vida,


através de agentes físicos ou químicos

Desinfecção Remoção de agentes infecciosos, na forma


vegetativa, de uma superfície inerte,
mediante a aplicação de agentes químicos
ou físicos.

Assepsia Conjunto de medidas adotadas para impedir


a introdução de agentes patogênicos no
organismo.

Antissepsia Utilização de produtos sobre o tecido vivo


(pele) com o objetivo de reduzir os micro-
organismos.

Tabela 1. Fonte: Manual de Limpeza de Desinfecção de Superfícies – ANVISA 2010.

12
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

3. ESTRUTURA ANATÔMICA DO PELO

O cabelo e os pelos de todo o corpo crescem partindo de cavidades


chamadas folículos, que se estendem da derme para a epiderme e para a
superfície da pele. O pelo que fica para fora da epiderme é chamado de eixo
capilar ou haste. Veja na figura abaixo:

Figura 2 – Camadas da pele e a haste capilar para fora da epiderme.

Fonte: Lyrio, 2020.

O cabelo é composto basicamente por 80% de queratina, uma proteína


caracterizada pelo alto índice de enxofre, um derivado da cistina. Essa proteína
forma uma rede de ligações cruzadas através de pontes dissulfetos, isso deixa
os pelos e cabelos resistentes a intervenções mecânicas e químicas. A fibra
capilar é formada por células queratinizadas que dão forma e estrutura para os
pelos. (PEREIRA, MACHADO, SELORES, 2015).

Figura 3. Diagrama mostrando as partes que compõem o fio de cabelo.

Fonte: TUDO ELA, 2017.


13
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

A cutícula compõe cerca de 10% do fio, forma uma barreira protetora contra
os processos químicos e físicos e são responsáveis pelas propriedades
superficiais dos fios como o brilho e a porosidade do fio. (PINHEIRO, et.al.,
2013).
O córtex é o mais abundante no fio, compõe cerda de 88% do mesmo, e é
constituído por queratina e melanina responsáveis pela coloração. O córtex
contém uma quantidade considerável de cisteína, esse aminoácido é unido por
pontes de dissulfetos. O córtex define a quantidade massa no fio de cabelo. É
nessa região que acontece a ação dos produtos que serão utilizados.
(PINHEIRO, et.al., 2013).
A medula está localizada no centro do fio e de acordo com a literatura pode
estar ausente, contínua ou fragmentada. Até o presente momento não há
estudos que mostram a influência da medula no fio e nas propriedades do
mesmo. (PINHEIRO, et.al., 2013).

Figura 4. Partes do fio de cabelo.

Fonte: (Hashisaka, 2020).

14
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

3.1. Ciclo de Crescimento do Pelo (Fases)

O crescimento de todo o pelo humano é cíclico, independente das variações


no comprimento e tipo de pelo. Para produzir novos pelos os folículos passam
por fases cíclicas:

• Crescimento ativo chamado de fase Anagéna.


• Regressão chamado de fase Catagéna.
• Quiescência chamado de fase Telogéna.

Durante a fase anágena, acontece a mitose no bulbo piloso e reinicia a


formação de um novo pelo, empurrando para o exterior o pelo velho e inativo. A
duração desta fase é quem determina o comprimento do pelo, e pode variar de
meses há anos, sendo diferente nos vários tipos e localizações dos pelos. Ao
nascimento praticamente todos os pelos se encontram na fase anágena e ao
longo da vida, cerca de 85-90% deles se encontram nesta fase em uma pessoa
saudável.

Durante a fase catágena, a parte inferior de cada folículo piloso regride. Esta
fase do ciclo do pelo, com duração de apenas algumas semanas, termina
quando o pelo entra numa fase de repouso que é a terceira e última fase do pelo,
chamada de telógena.

A fase telógena tem uma duração que pode variar de dois a seis meses,
dependendo da região que se localiza o pelo. Saindo da fase telógena o pelo
retoma seu ciclo iniciando novamente a fase anágena.

A taxa de crescimento do pelo está relacionada com a área do corpo


envolvida, sendo mais rápida para os pelos mais longos em crescimento (couro
cabeludo 0,35mm/dia) e mais lento para os pelos curtos (coxa 0,20 mm/dia,
sobrancelhas 0,16 mm/ dia). A taxa de crescimento pode ser afetada pela idade
e alterações hormonais. (PEREIRA, MACHADO, SELORES, 2015).

15
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Figura 5- Fases do pelo.

Fonte: (Hashisaka, 2020).

16
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

4. ENTENDA A QUÍMICA DO PROCEDIMENTO

Existem tipos de danos que acometem os fios dos cabelos e/ou pelos.

• Dano Mecânico;
• Dano Térmico;
• Dano Solar;
• Dano Químico: que é o que vamos estudar neste curso e entender como
funciona o processo químico do produto utilizado nos fios das
sobrancelhas e cílios.

ATENÇÃO A APOSTILA DEVE SER ACOMPANHADA JUNTO COM AS


VIDEOAULAS DA PLATAFORMA DE ESTUDOS PARA MELHOR
ENTENDIMENTO.

A queratina do fio é constituída por muitos tipos de aminoácidos, muitos


deles é a cisteína que possui pontes de enxofre, que dão forma ao pelo. Podendo
ser liso, cacheado ou ondulado e crespo. Veja a figura abaixo:

Figura 6 – Diferentes formatos dos fios.

Fonte: SBE. Cosmeto.Nutrição.Farmácia.

Quanto mais pontes de enxofre mais encaracolado, mais espesso e mais crespo
é o fio.

17
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Figura 7 – Esquema de ligações de pontes dissulfeto.

Fonte: SBE. Cosmeto.Nutrição.Farmácia.

Para mudar a curvatura é necessário quebrar as ligações que estabilizam


a estrutura da queratina. Essas ligações são quebradas a partir da reação de
oxidação de um agende químico chamado Tioglicolato de Amônio que nada
mais é que um alisante capilar.

Os alisantes capilares são considerados pela Agência Nacional de


Vigilância Sanitária (ANVISA) como produtos cosméticos que têm a função de
alisar, relaxar, amaciar ou reduzir o volume dos cabelos em um período
determinado de tempo. Além disso, são produtos de registro obrigatório e que
possuem diversas denominações, dentre elas: amaciantes, relaxantes e
desfrisantes. (SVERSUT,2017)

Conforme a Resolução no 211/05 da ANVISA, os produtos utilizados para


alisamento dos cabelos se enquadram na categoria de Produtos Cosméticos de
Grau 2, isto é, são produtos que apresentam risco potencial, necessitando de
indicações específicas, e cujas características exigem comprovação de
segurança e/ou eficácia assim como informações sobre o modo e as restrições
de uso. (SVERSUT,2017)

O tioglicolato de amônio é a associação do ácido tioglicólico com o hidróxido de


amônio, é bastante efetivo no processo de alisamento capilar, pois é um agente
redutor que possui a capacidade de modificar a estrutura do cabelo desfazendo
as ligações dissulfeto da cisteína que se encontram na queratina dos fios.
(SVERSUT,2017).

18
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

4.1 Mecanismo de ação

É necessário que o cabelo seja intumescido para que pontes de enxofre


sejam rompidas através de reações químicas.

É essencial aplicar tensão nas ligações, o que é feito quando vamos


estilizar os fios das sobrancelhas e cílios com pente ou escovinha, a
maleabilidade que o produto entrega para o fio permite que uma nova forma seja
mantida através de novas ligações.

Figura 8 – Pontes dissulfetos rompidas e a nova forma capilar.

Fonte: SBE. Cosmeto.Nutrição.Farmácia.

Os produtos a base de Tioglicolato de Amônio agem do mesmo modo que


os produtos para permanente. No final do processo são usados os
neutralizantes e as ligações dissulfeto e enxofre são refeitas. Ocorrem
fenômenos de relaxamento nas primeiras semanas após o processamento.

Consequências para o fio:

• A cutícula, o córtex e a medula são alterados no processo;


• No córtex ocorrem alterações na matriz e nos componentes fibrilares;
• Diminuição da resistência e da elasticidade;
• Aumento da porosidade;
• Perda de brilho e maciez.

Os procedimentos de Brow Lamination e Lash Lifting são feitos com


Tioglicolato de Amônio por ser um produto alisante e que danifica menos os fios.
Essa comprovação vem de estudos feitos para a área capilar.

19
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Como existem danos associados aos fios e por ser uma química precisamos
indicar a nutrição diária para nossas clientes, isso vai devolver brilho, hidratação
e densidade para os fios, além de preparar o fio para a próxima sessão.
Além de tudo, respeitar o tempo de ação do Tioglicolato de Amônio é muito
importante para que não ocorra danos extremos como a queda parcial ou total
dos fios, e é indispensável o uso do componente neutralizador rico em Peróxido
de Hidrogênio, para fazer a neutralização do pH da reação que acontece no fio.
Essa neutralização religa a estrutura do fio após a sua reorganização em um
novo formato, que no caso é o liso ou na posição que estilizamos. (FRANÇA,
S.A, 2015).

20
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

5- CONTRA INDICAÇÕES BROW LAMINATION

• Psoríase
• Pele sensível
• Dermatite de contato
• Micropigmentação recente
• Grávidas e lactantes
• Lesões presentes na região
• Rosácea
• Queimadura de sol
• Alopécia parcial ou total nas sobrancelhas
• Radioterapia e Quimioterapia

21
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

6- CUIDADOS PRÉ BROW LAMINATION

Os cuidados pré Brow Lamination não são muitos, mas é imprescindível


que a ficha de anamnese seja realizada e que a profissional pergunte para a
cliente se ela está fazendo uso de ácido cosmético na região facial. Se sim,
é necessário aguardar o término do tratamento ou suspender o uso do
mesmo 15 dias antes da técnica de Brow Lamination, para que a pele se
recupere e receba o procedimento sem problemas.

22
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

7- PASSO A PASSO DA TÉCNICA BROW LAMINATION

Esse passo a passo é explicado em detalhes na videoaula de procedimento.


É explicado com muito cuidado para que você possa compreender ao máximo a
técnica. ASSISTA AS VIDEOAULAS.

1. Após toda higiene vamos começar.


2. Penteie os pelos das sobrancelhas com a escovinha.
3. Passe a cola e vá estilizando os fios. Passe por partes, como mostrei na
aula. Faça a primeira sobrancelha, depois faça a segunda. Espere a cola
secar bem.
4. Depois da cola bem sequinha, passe o PERMANENTE do seu kit e
aguarde o tempo que o fabricante recomenda.
5. Após aguardar o tempo determinado, tire o excesso de PERMANENTE
com um cotonete úmido e aplique o NEUTRALIZADOR, aguarde o tempo
que o fabricante do seu kit recomenda.
6. Tire o excesso de NEUTRALIZADOR.
7. Nesse passo você pode fazer o corte dos fios e logo depois pinçar se a
cliente não quiser tintura ou pode cortar e logo depois fazer a tintura caso
ela queira. Se a cliente quiser tintura deixo pra pinçar por último, pois o
pinçamento também faz uma agressão a pele. MAS ESSA ORDEM NÃO
VAI INTERFERIR MUITO. CASO A PELE SEJA MUITO SENSÍVEL
PREFIRA PINÇAR DEPOIS DE PINTAR OS PELOS.
8. Em caso de fazer a tintura deixe agir de 2 a 5 minutos. Quanto mais tempo
mais a tinta age no pelo, e mais escuro irá ficar. Obs.: a escolha da cor
da tinta dependerá da cor do fio da cliente. Assista a videoaula:
Quais cores de tinta preciso ter?
9. Limpe tudo e faça o pinçamento e/ou design das sobrancelhas. (Se já não
tiver feito antes).
10. Após concluir todo o processo use a nutrição do kit, óleo de rícino ou a
nutrição manipulada indicada na videoaula de nutrição.

23
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

8- ORIENTAÇÕES E CUIDADOS PÓS BROW LAMINATION

1. Não molhar por 24 horas.


2. Não aplicar maquiagem nas sobrancelhas por 24 horas.
3. Evitar tocar a região para evitar a transferência de oleosidade.
4. Não aplicar ácidos e não esfoliar por 72 horas antes e após o
procedimento
5. Usar a nutrição 2 vezes ao dia todos os dias.
6. Pentear os pelos 2 vezes ao dia todos os dias.
7. Evitar calor diretamente nas sobrancelhas, como secador, sauna e sol. (O
calor pode diminuir o tempo do procedimento).

O procedimento precisa ter esses cuidados para ter um resultado mais


duradouro e não comprometer os fios da cliente.

24
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

9- LASH LIFTING

Também chamado de Lifting de Cílios é uma técnica que trás um resultado


final de cílios mais longos, grossos, volumosos, e mais escuros. Além de
proporcionar uma curvatura que entrega um efeito Curvex com Rímel. Os cílios
ficam simplesmente divinos, o resultado de “Cílios de Boneca” que toda mulher
deseja ter.
Lash Lifitng é realizado com os mesmos produtos de Brow Lamination, isso
quer dizer que a ação dos produtos é a mesma.

9.1. Diferenças Entre: Permanente de Cílios X Extrensão de Cílios X Lash Lifting

Com certeza você deve estar se perguntando qual a diferença entre essas
técnicas. São tantos nomes, não é verdade? Vamos entender as diferenças.

• Permanente de Cílios: foi uma das primeiras técnicas que surgiu para
melhorar a aparência de cílios curtos e retos. É usado um acessório
chamado de bigudinho ou bob, lembra mesmo um bob de cabelo e são
descartáveis, temos que descartar a cada uso. Os bobs têm tamanhos
diferentes, e tem que ser de acordo com o comprimento dos cílios para a
sua curvatura ficar bonita. O efeito do Permanente de Cílios acaba sendo
um cílios muito curvado de uma ponta a outra e pouco alongado. Nessa
técnica é realizada a tintura dos mesmos para finalizar. As imagens abaixo
mostram como é o uso do bigudinho/bob no permanente de cílios.

25
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Repare a extensão do bigudinho.


É um acessório flexível e do mesmo tamanho por toda sua extensão.

• Lash Lifting: é a evolução do permanente de cílios, ao invés de


bigudinhos ou bobs usamos Lifting Pads ou Moldes de Silicone. Deixando
os cílios mais alongados e com uma curvatura mais bonita que no
Permanente de Cílios. Isso acontece porque parte do molde que curva os
cílios inicia mais estreita, encorpa no meio de sua extensão e termina
novamente mais estreito. Isso deixa o efeito muito mais bonito que do
Permanente de Cílios. Um ponto muito positivo é que os moldes não são
descartáveis. Após a utilização é só higienizar e reutilizar. No Lash Lifting
também é realizada a tintura dos cílios.

26
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

Os Lifting Pads ou Moldes começam finos, encorpam e terminam finos


novamente. Nos kits vem diversos tamanhos para escolhermos o melhor para o
cílios de cada cliente.

• Extensão de Cílios: é uma técnica que se usa cílios sintéticos, ou seja,


artificiais, fio por fio, por cima dos naturais para alcançar o efeito desejado.
A técnica permite conseguir vários efeitos diferentes, por usar
cílios artificiais, podemos deixá-los desde um efeito mais
naturais até bem cheios e robustos. Como exemplos de efeitos
de extensão de cílios temos alguns mais comuns:
o Clássico (fio a fio);
o Volume (fios mais finos que o natural e que são colados
nos fios verdadeiros);
o Híbrido (mistura da clássica e volume;
o Mega volume(extensões ainda mais finas que o fio natural
que é possível colar até 20 fios).

ATENÇÃO: ESTE CURSO ABORDA APENAS A TÉCNICA DE LASH


LIFTING.

27
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

10- COMO ESCOLHER O TAMANHO IDEAL DO LIFTING PAD

O PAD ou molde é quem vai definir a curvatura dos cílios da cliente. Os kits
já vêm com os moldes e pode variar de tamanho e quantidade de moldes
dependendo de cada kit. Mas não se apegue a isso, aprenda a escolher o molde
ideal para cada cílios.

Normalmente os kits vem com 3 tamanhos diferentes de moldes.

• Tamanho S – proporciona um efeito de elevação forte, indicado para


usar em cílios curtos.
• Tamanho M – proporciona um efeito de elevação natural, indicado para
cílios de tamanhos normais.
• Tamanho L – proporciona um efeito de elevação mais sutil, indicado
para cílios mais alongados.

Posicione o molde nas pálpebras da cliente e veja se o tamanho dos cílios.


Eles devem envolver o formato do molde e não podem enrolar. Veja videoaula:
Como Escolher o Tamanho Ideal do Lifting Pad.

28
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

11- CONTRAINDICAÇÕES DE LASH LIFTING

• Conjuntivite;
• Lente de contato (retirar sempre);
• Pele muito sensível;
• Micropigmentação de olhos recente;
• Grávidas e Lactantes
• Lesões presentes na região;
• Alopécia parcial ou total dos cílios;
• Blefarite;
• Doenças oculares em geral;
• Cirurgias recentes;
• Hipersensibilidade ocular;
• Síndrome do olho seco;
• Glaucoma;
• Laser cirúrgico (pedir autorização médica se foi feito recentemente).

29
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

12- CUIDADOS PRÉ LASH LIFTING

1- Se caso a cliente tenha extensão de cílios elas precisam ser removidas


pelo menos uma semana antes do Lash Lifitng;
2- Evitar usar rímel 2 a 3 dias antes e principalmente no dia do
procedimento;
3- Pedir para a cliente levar a capinha de lentes de contato, caso ela faça
uso de lentes.

30
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

13- PASSO A PASSO DA TÉCNICA DE LASH LIFTING

Esse passo a passo é explicado em detalhes na videoaula de procedimento


em modelo. É explicado com muito cuidado para que você possa compreender
ao máximo a técnica. ASSISTA AS VIDEOAULAS.

1. Após toda higiene vamos começar.


2. Escolha o molde adequado para os cílios da sua cliente como foi ensinado
na aula de Como Escolher o Molde Corretamente.
3. Penteie os cílios com a escovinha.
4. Passe a cola no verso do molde e espere a cola pegar um pouco de liga.
Após a cola pegar liga posicione-o nas pálpebras como ensinado em aula.
Se precisar de apoio para segurar o molde nas pálpebras use micropore.
5. Após posicionado corretamente, passe cola na região de curvatura do
molde onde iremos alocar os cílios. E vá alocando os fios dos cílios no
molde, cuidando para não embolar ou cruzar os fios. Faça com calma e
espere a cola secar bem.
6. Depois da cola bem sequinha, passe o PERMANENTE do seu kit e
aguarde o tempo que o fabricante recomenda. Não deixe o produto
encostar na raiz dos cílios.
7. Após aguardar o tempo determinado, tire o excesso de PERMANENTE
com um cotonete úmido e aplique o NEUTRALIZADOR, aguarde o tempo
que o fabricante do seu kit recomenda.
8. Tire o excesso de NEUTRALIZADOR.
9. Faça a tintura e deixe agir de 2 a 5 minutos. Quanto mais tempo mais a
tinta age no pelo, e mais escuro irá ficar. Obs.: para cílios os tons pretos
são os mais indicados, afinal queremos que nossas clientes fiquem
com cílios como se estivessem usando rímel.
10. Limpe tudo e passe a nutrição.

31
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

14- CUIDADOS PÓS LASH LIFTING

1- Não molhar os olhos por 24 horas;


2- Não usar rímel por 24 horas;
3- Em caso de irritar os olhos, usar compressa úmida de água ou soro
fisiológico;
4- Evitar esfregar os olhos;
5- Escovar os cílios e usar a nutrição 2 vezes ao dia, todos os dias.
6- Evitar dormir com o rosto no travesseiro;
7- Não puxar os cílios.

32
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

15- ANAMNESE

Não deixe de fazer a ficha de anamnese da sua cliente. É nesse momento


que você vai identificar se ela tem alguma contraindicação, avaliar a questão
da vulnerabilidade dos fios das sobrancelhas e cílios, e também aproveitar
para realizar o teste alérgico. Tudo isso deve ser registrado nessa ficha.
A ficha da cliente é um documento que deve ser levado a sério, pois é ele
que vai resguardar você profissional de qualquer problema que possa vir a
acontecer por informações omitidas pela cliente. E claro, também resguarda
a saúde da sua cliente. Nunca se esqueça de pedir a cliente para assinar este
documento importante.
Anote tudo na sua ficha, o resultado do teste alérgico, o produto usado e
a marca, o tempo de cada produto, a cor e o tempo da tinta usada, caso use
tinta nos pelos.
Para melhor entender sobre Anamnese, acesse a Videoaula
Contraindicações de Brow Lamination, Contraindicações de Lash Lifting e
Como Fazer o Teste Alérgico.

ATENÇÃO: A FICHA DE ANAMNSE ESTÁ DISPONÍVEL NO MESMO


MÓDULO DA APOSTILA PARA BAIXAR E IMPRIMIR. Você pode alterar
a ficha de anamnese conforme achar melhor, incluindo itens que
considerar importantes ou até mesmo mudar o layout e incluir sua logo.

33
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

16- CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este curso foi desenvolvido para profissionais Designer de Sobrancelhas


e Micropigmentadores que desejam ter um Plus a mais no seu espaço de
atendimento, levando uma Técnica Inovadora para suas clientes. Você deve ler
essa apostila com calma e pesquisar mais sobre alguns assuntos caso sinta
necessidade, pois o estudo é algo infinito e nunca vamos saber de tudo.

Aproveite a oportunidade que a vida coloca no seu caminho. Você é o único


responsável pelos seus resultados. Enquanto você culpar os outros por não
existir resultados em sua vida, você não irá colecionar Vitórias.
- Raquel Barros

“Determinação, coragem e autoconfiança são fatores decisivos para o


sucesso. Se estamos possuídos por uma inabalável determinação,
conseguiremos superá-los. Independentemente das circunstâncias, devemos
ser sempre humildes, recatados e despidos de orgulho. ”
- Dalai Lama

34
Licensed to Martin perez - marinfinito90@hotmail.com - 858.773.790-20

17- FONTES

1- PEREIRA, S; MACHADO, S; SELORES, M; Remoção do pelo na


adolescência. Nascer e Crescer. Revista de pediatria do centro
hospitalar do porto ano 2015, vol XXIV, n.o 2
2- PINHEIRO, SA, et.al. Fisiologia dos cabelos. C&T-Fundamentos de
cosmetologia. Cosmetics & Toiletries (Brasil). Vol. 25, mai-jun, 2013.
3- TUDO ELA. Estrutura capilar. Entenda como é formado cada fio de
cabelo. Mar. 2017. <https://tudoela.com/estrutura-capilar/> Acesso em 20
de junho de 2020.
4- HASHISAKA, V. Anatomia dos pelos. <
https://vanessahashisaka.com.br/artigo/anatomia-dos-pelos > Acesso em
20 de junho de 2020.
5- LYRIO, P. Conheça a pele. <
https://www.paulinelyrio.com.br/post/2016/09/21/camadas-da-pele>
Acesso em 20 de junho de 2020.
6- SVERSUT, R, A; et.al. Avaliação da qualidade de alisantes capilares
contendo tioglicolato de amônio. Rev. Colomb. Cienc. Quím. Farm., Vol.
46(3), 303-318, 2017.
7- FRANÇA, S.A, Alisamento com tioglicolato de amônio é o mais seguro
para quem tem cabelos caucasianos e tingidos. FACULDADE DE
CIÊNCIAS FARMACÊUTICA. Ano: 48 - Edição Nº: 28. Abr. 2015.
<http://www.usp.br/aun/antigo/exibir?id=6603&ed=1177&f=30 >Acesso
em 20 de junho de 2020.
8- Manual de Limpeza de Desinfecção de Superfícies – ANVISA 2010.
9- Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Curso Básico de Controle de
Infecção Hospitalar: caderno C: métodos de proteção anti-infeciosa .
Brasília. ANVISA,2000.
10- Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Higienização das Mãos em
Serviços de Saúde. Brasília. ANVISA, 2007.
11- Associação Paulista de Estudos e Controle de Infecção Hospitalar.
Limpeza, desinfecção de artigos e áreas hospitalares e antissepsia. São
Paulo: APEHIC, 1999.
12- SCHIMIDLIN, K. C. S. Biossegurança na estética: Equipamento de
Proteção Individual. Personalité, n° 44, São Paulo, janeiro 2006, p. 80-
101.
13- MORENO, Marcia; Biossegurança em estética.

35

Você também pode gostar