Você está na página 1de 1

LOGO

Ordem de Serviço de Segurança do Trabalho N.º


Procedimento de Segurança do Trabalho – PST DATA

I- ATIVIDADE OPERACIONAL: SOLDA AO ARCO ELÉTRICO.


Cargo: SOLDADOR.
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realiza soldagem ao arco elétrico de peças metálicas (aço carbono e aço inoxidável).
II – RISCOS OCUPACIONAIS NA ATIVIDADE E RESPECTIVAS LESÕES CORPORAIS

RISCOS OCUPACIONAIS: POSSIVEIS LESÕES CORPORAIS:


Ruído Trauma acústico, surdez, estresse, alteração emocional, etc
1-FÍSICOS Calor Cãibras, cataratas, prostração térmica
Radiações não ionizantes Queimaduras, catarata ocular, fotofobia, conjuntivite, melanomas, etc.
Poeiras, fumos metálicos de
2-QUÍMICOS Bronquite crônica, fibrose pulmonar, enfisema pulmonar, etc
solda
3-ERGONOMICOS Postura inadequada Lombalgias, dor muscular, etc
Projeção de partículas Lesão ocular, lesão cutânea, ,etc
Batida contra objetos Lesões, cortes, hematomas, etc.
Queda em diferença de nível Politraumatismo, invalidez, morte.
4- de ACIDENTES Contato com superfícies
Queimaduras.
aquecidas
Queimaduras, contrações musculares, parada cárdio-respiratória, perda de consciência, quedas em nível e
Choque elétrico
em diferença de nível.

III-EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs) DE USO OBRIGATÓRIO

EQUIPAMENTO CA ATIVIDADE
Óculos de segurança Incolor Para rebarbar, escovar ou limpar superfícies cortadas.
Protetor Auricular tipo plug ou concha No interior do parque fabril e durante todo o expediente.
Calçado de segurança com biqueira de aço e solado em poliuretano injetado No interior do parque fabril e durante todo o expediente.
Luvas, perneiras, mangotes e avental em de raspa de couro Nas atividades de solda.
Touca em algodão Nas atividades de solda.
Creme protetor para as mãos No manuseio de hidrocarbonetos, graxas, etc..
Cinto de segurança com talabarte ancorado em cabo guia (aço ou corda ) Nas atividades realizadas em diferença de nível superior a 2 metros
Máscara de soldador com filtro apropriado (item V, subítem 9) Nas atividades de solda.
Máscara respiratória com filtro contra poeiras e fumos metálicos Quando em atividade de soldagem

IV- SISTEMAS DE PROTEÇÃO COLETIVA (SPCs) DE USO OBRIGATÓRIO


1-Ventilação geral exaustora, em atividades de soldagem em locais confinados;
2-Ventilação exaustora localizada no ponto de soldagem;
3-Biombos de proteção de material incombustível e opaco com altura mínima de 1,80 m em toda periferia do posto de soldagem e em atividades de acabamento com lixadeiras e esmerilhadeiras.
V-PRECAUÇÕES NECESSÁRIAS ANTES DE INICIAR A OPERAÇÃO

1. O ambiente de trabalho deverá estar bem ventilado;


2. O eletrodo deverá estar bem seco, com revestimento intacto e com especificação conforme desenho de produção;
3. O porta-eletrodo deverá ter classe de isolamento adequado à corrente elétrica a ser usada na operação;
4. A máquina de solda elétrica deverá estar ligada ao terra (aterramento elétrico);
5. O cabo elétrico de alimentação, plugue e tomada da máquina de solda deverão estar em perfeitas condições de isolamento;
6. Verificar outras medidas com os encarregados da área.
7. A peça a ser soldada deverá estar aterrada com alicate terra adequado (grampo terra)
8. Os cabos condutores da máquina, as pinças e alicates de soldagem deverão ser mantidos distantes de locais com ÓLEO, GRAXA e/ou UMIDADE e deixados em descanso sobre superfícies
isolantes;
9. Na operação de serviços de solda elétrica de vasilhame, recipiente, tanque ou similar, que envolvem a geração de gases (semi) confinados, é OBRIGATÓRIO a adoção de medidas preventivas
especiais para eliminar riscos de explosão e intoxicação – EXECUTAR OS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO ESPECIAL PARA ENTRADA EM ESPAÇO CONFINADO.
10. Usar a tonalidade de lente filtrante (às radiações visíveis, ultravioleta e infravermelho) para máscara de soldador conforme abaixo:

SOLDA ELÉTRICA E/OU CORTE: TONALIDADE:


Até 200 A 10 a 11
Acima de 200 até 300 A 12

11. Realizar a operação no nível do piso do local de trabalho. Para serviço de solda elétrica em altura com risco de queda, é OBRIGATÓRIO a adoção de medidas preventivas especiais
para eliminar os riscos de quedas em desnível e de objetos – ADOTAR OS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA SERVIÇOS ESPECIAIS EM ALTURA.
12. Na ocorrência de qualquer CONDIÇÃO ANORMAL (condição não prevista, impeditiva e/ou abaixo dos padrões mínimos de segurança) durante a execução do trabalho, a operação deverá ser
paralisada IMEDIATAMENTE e o fato comunicado ao superior imediato e a Segurança do Trabalho para a avaliação da CONDIÇÃO ANORMAL.
13. Ao final do trabalho, realizar as seguintes tarefas: limpar o local, recolher os cabos e demais ferramentas, e desligar a máquina de solda .

VI- PROIBIÇÕES:
1. É proibido realizar a operação em local com cilindros, recipiente e/ou embalagem de COMBUSTIVEL / INFLAMÁVEL;
2. É proibido realizar a operação em local com piso de material COMBUSTIVEL;
3. É proibido realizar a operação na ocorrência de falta de qualquer EPI e/ou SPC acima relacionados;
4. É proibido realizar a na ocorrência de condição anormal de trabalho;
5. É proibido improvisar aterramento inadequado da peça a ser soldada e/ou da máquina;
6. É proibido realizar qualquer operação utilizando anéis, pulseiras ou outros adornos pessoais;
7. Manter cabelos curtos, caso contrário conservá-los presos utilizando boné ou outro dispositivo semelhante;
8. É proibido utilizar jato de ar comprimido para limpeza pessoal;
9. Durante o expediente e deslocamentos (da casa ao trabalho e vice-versa) evitar correrias, brincadeiras ou atitudes incompatíveis com o bom relacionamento interpessoal.
VII- PROCEDIMENTOS EM CASO DE ACIDENTE DO TRABALHO:
1. Comunicar IMEDIATAMENTE à Supervisão e/ou Segurança do Trabalho, procurando fornecer TODAS as informações solicitadas;
2. Prestar primeiros socorros ao acidentado SOMENTE se for apto (treinado e certificado) para este procedimento;
3. Somente remover o acidentado com ferimento grave com autorização do socorrista (pessoa treinada e habilitada para prestar primeiros socorros);
4. Manter afastadas do local do acidente pessoas estranhas às ações de socorro;
5. Efetuar o isolamento do local do acidente com orientação do socorrista e/ou Cipeiro e/ou Técnico de Segurança da área.
VIII- DECLARAÇÃO DO TRABALHADOR EXECUTANTE DA OPERAÇÃO:
DECLARO ter recebido informações, orientações, treinamento e uma cópia desta OSSMT e respectivo PST, para permitir a execução de trabalho seguro na atividade de SOLDADOR.
DECLARO, também estar ciente de que a não obediência das normas estabelecidas neste DOCUMENTO, poderá sujeitar-me às penalidades disciplinares definidas no REGULAMENTO INTERNO DA
EMPRESA e dispositivos legais aplicáveis.

Nome Cargo
-0 Soldador A
Data:
Assinatura:

1ª VIA: Trabalhador executante 2ª VIA: Superior imediato 3ª VIA: Segurança do Trabalho

Você também pode gostar