Você está na página 1de 17

RFID (Radio FrequencyIDentification

)
O que é RFID? RFID é um acrônimo do nome (Radio-FrequencyIDentification) em inglês que, em português, significa Identificação por Rádio Frequência. Trata-se de um método de identificação automática através de sinais de rádio, recuperando e armazenando dados remotamente através de dispositivos chamados de tags RFID.

Propósito do Sistema RFID: Aumentar a eficiência; Reduzir erros na entrada de dados; Liberar pessoal para realizar funções com maior valor agregado Composição de um sistema de RFID: Identificadores (Etiquetas) Leitores e Antenas Software de Interfaceamento (Middleware) Opcionais: Sensores, Dispositivos Wi-FI, Rede, Aplicações Empresariais, etc.

Montagem do sistema de RFID Basicamente são duas as formas mais comuns de montagem desse sistema. Tipo Portal

Tipo Túnel Freqüência da RFID .

Código de Barras VS RFID Tag RFID Passiva Frequências de Tags RFID Passivas Chips de tags são geralmente fabricados para operar em frequências específicas. são elas: y y .Alta Frequência (HF ± High Frequency): 13.Baixa Frequência (LF ± LowFrequency): 120~135 kHz .56 MHz .

. . tal qual a faixa de UHF. mas também preço das tags e leitores.Coeficiente de penetrabilidade alto e moderadamente tolerante a metais.Habilidade de leitura em ambientes sujos e úmidos.Capacidade de leitura de múltiplas tags é baixa.Frequência Ultra Alta (UHF ± Ultra High Frequency): 850~960 MHz Todas as opções possuem vantagens e desvantagens que afetam não somente performance de leitura e tamanho da tag. a potência de sinal tolerada e regulamentações variam em cada país. .y . CARACTERÍSTICAS y y y y y y y . por este motivo é necessário um esforço para regulamentar globalmente cada tecnologia. .As tags operam entre as frequências 120 ~135 kHz.Normalmente a distância de leitura é menor que 1m. Além disso. .Pouco padronizada.O campo magnético forma uma área de leitura bem definida e homogênea. . Taxas de transferência baixa. .

Normalmente a distância de leitura é menor que 2m. .As tags operam na frequência de 13.Bom coeficiente de penetrabilidade (exceto metais) com redução do alcance de leitura.Normalmente as tags são no formato de etiquetas. . .Disponível globalmente com níveis de potência adequados e sem necessidade de licenciamento. .As tags operam nas frequências entre 850~960 MHz. y . . .O campo magnético forma uma área de leitura bem definida e homogênea.y y y y y y y .Capacidade de leitura de múltiplas tags.56 MHz. .

..Alto alcance de leitura. porco. . .Dependendo do formato da tag.O campo elétrico estende a performance de leitura. .. mas para definir a área de cobertura exige-se estudo preliminar. .) Controle de acesso Cronometragem em corridas de rua Gerenciamento de lixo Self-service em posto de combustível HIGH FREQUENCY: Gerenciamento de produtos Gerenciamento de bibliotecas Gôndola inteligente Identificação de pessoas Sistema de pagamentos UHF: Cadeia de suprimentos Rastreabilidade de paletes e caixas Inventário e controle de estoque Rastreabilidade de ferramentas Rastreabilidade de bagagens . Exemplos de Aplicações LOW FREQUENCY: Identificação de animais (ovelha.y y y y y y y y y . .A potência do sinal RF varia de acordo com as regulamentações de cada país.Alta taxa de transferência.Possui padrões globais de utilização. acima de 5m.Baixo coeficiente de penetrabilidade em líquidos (absorção) e metais (reflexão).A frequência de operação e a potência do sinal RF variam de acordo com as regulamentações de cada país. . as performance de leitura pode variar. .Capacidade de leitura de múltiplas tags. boi.

tamanho de memória. etc. no desenvolvimento de etiquetas metálicas. Como regra geral quanto maior a antena melhor a sensibilidade. O inlay por si só não possui funcionalidade. não funcionam tão bem quando aplicados em plástico ou madeira. Dado que fabricantes diferentes de inlays podem usar o mesmo chip RFID. uma antena de cobre é um pouco mais cara que as demais. que permitem a utilização em ambientes metálicos ou com presença de líquidos. e distância de leitura. cobre ou prata. o material em que as antenas são produzidas também influencia bastante na sua função . Conforme pode ser visto nesse artigo. Dessa forma. Há dois tipos básicos de inlays: o wetinlay e o dryinlay: Os wetinlays possuem uma parte adesiva fixada na parte de trás. como em aplicações do tipo gerenciamento de documentos. como freqüência de operação. por exemplo. do cobre ou do alumínio. e a própria qualidade da fabricação. Um inlay é formado por um chip RFID e por uma antena dipolo de alumínio. O inlay pode ainda ser encapsulado em materiais especiais. Assim. entre vários outros casos. com uma camada de tereftalato de polietileno (PET) ou PVC. fica claro que um mesmo inlay não funciona para diferentes tipos de aplicações RFID. o tipo de chip define várias especificações técnicas. devendo ser encapsulado primeiro de acordo com o uso que terá. porém o design (forma da antena) em si impacta bastante esse item. o diferencial de uma inlay para outro se dá antes de mais nada pelo tipo de design da antena (que não deve ser confundida com antena acoplada ao leitor). Os dois geralmente são ligados por uma presilha. O processo de encapsulamento pode ser tão simples quanto colocar o inlay junto a uma etiqueta de papel adesivo convencional. o encapsulamento acaba impactando muito o valor final das etiquetas. . criando então uma ³smartlabel´.fato que ocorre devido a cada característica química resultante da aplicação da prata.Inlay RFID O que é "Inlay RFID"? Inlays são os componentes básicos de uma etiqueta RFID. são utilizados para produzir tags (etiquetas) RFID do tipo ³smartlabel´ e pode até mesmo ser usados diretamente quando aplicados sobre substratos de papel. no entanto. Já os dryinlays são inlays que são anexados ao substrato do material. para uso veicularou lavanderia. criando ³etiquetas metálicas´. como qualidade da soldagem feita entre o chip e a antena. Além dessa distinção básica. outra classificação usada para distinguir um tipo de inlay de outro é o chip utilizado no mesmo. proporciona uma maior capacidade de leitura. Da mesma forma como o tamanho e o formato da antena interferem na sua velocidade e alcance de leitura. com um maior alcance. embora não exista grande variação e custo de um tipo de um inlay para outro. o que o transforma em uma etiqueta RFID. Geralmente. Geralmente. Os que são designados para uso em metal.

a seleção do software. Se o leitor não conseguir se comunicar com a tag. você deve manusear o seu projeto RFID baseado em uma série de objetivos simples. Para conduzir uma implementação em RFID com sucesso. então seu sistema RFID não vai funcionar devidamente. essas afirmações são conflitantes e difíceis de serem verificadas. . que possam ser testados e que tenha experiência de implementação em campo para assegurar uma seleção adequada de equipamentos e especificações de desenvolvimento. Os tags devem ser capazes de transmitir dados com sucesso aos leitores para a solução de RFID funcionar devidamente. a eficiência da comunicação do tag/leitor é regida pela física da rádio frequência. software e know-how estão melhorando. Trocas de informações vão certamente acrescentar ao seu processo no projeto. você precisa entender os riscos fundamentais: objetivos. Acerte na Física O primeiro ponto do sucesso e também o primeiro da falha em qualquer sistema RFID é a comunicação entre tag e leitor.Os inlays são oferecidos no mercado em rolos. a física. Com os fornecedores de middleware e hardware afirmando que conseguem fazer tudo usando sistemas tradicionais de integração. a espera para obter alguma experiência. Contudo. pois a tecnologia. Enquanto a maioria dos implementadores vão usar o método de tentativa e erro. Você deve desenvolver uma abordagem científica para a seleção do tag e para a otimização do leitor de forma a maximizar a performance de leitura com o tempo. Siga estes métodos para reduzir os riscos do projeto e assegurar uma implementação bem sucedida. Os usuários finais que querem adotar a RFID hoje em dia. Isso cria uma estrutura para a sua tomada de decisão. prontos para serem utilizados nas tags. você deve definir os resultados desejados. Estabelecer Objetivos Simples Primeiro e principalmente. não importando o quão elegante forem o software e processos. passando o tag e perguntando ³consegue ver agora?. Uma série de objetivos simples ajuda à sua equipe focar no que realmente importa e separar os elementos que ³tem que ter´ dos que ³seria legal se tivesse´. processos. Se você estiver atendendo ao varejo ou desenvolvendo um projeto de RFID para assegurar a rastreabilidade de ativos. sistemas e interdependências.´ isso leva normalmente a falhas ou a uma baixa performance do sistema. normalmente. possuem uma grande vantagem sobre seus antecessores. Utilize um laboratório com a licença FCC que tenha uma boa variedade de equipamentos RFID. 1. cada um contendo de 5 mil a 20 mil inlays. hardware de RFID a ser usado e escopo da solução. 2. Como desenvolver um projeto de sucesso usando a tecnologia de RFID O panorama do RFID pode ser confuso.

você precisa adicionar algum processo para aplicar e verificar as tags. Acerte no Processo Se alguém sugerir que você pode implementar uma solução de RFID sem precisar modificar o seu processo. de certa forma. é bem provável que ele não possua a mínima experiência em projetos de RFID ou de Identificação Automática em geral. 4. A tecnologia RFID deve atender os objetivos dos negócios e processos e não o contrário. tempo. Se você não está colocando um tag em nenhum produto hoje.3. Acerte na Interdependência Para uma solução de RFID operar devidamente. O maior atraso na maioria das implementações em RFID pode ser atribuído ao software de configuração do RFID e à integração em si. interface com usuário. então certamente. O middleware de nenhum provedor de RFID consegue contemplar todas as necessidades dos clientes. Como um testamento da variabilidade dos requerimentos do usuário final. fluxo de trabalho. Via de regra. Como já mencionado. Contudo. Dispositivos e sistemas corporativos precisam integrar-se com o seu software de RFID. O próximo passo é modificar os novos processos. gerenciamento de dados e requerimentos de integração. a Física. Você pode também querer ajustar o seu processo para considerar alguma restrição no seu middleware de RFID para reduzir a implementação. suporte ao dispositivo. 5. quando for necessário aumentar a performance de leitura. trabalhamos com soluções de implementações de RFID de 6 diferentes provedores de middleware de RFID e nenhum deles conseguiu operar satisfatoriamente durante toda a solução. os processos podem ser ajustados para melhorar as taxas de leituras e os sistemas devem ser selecionados . não importando o quão semelhante seja o ambiente de projeto de clientes diversos. regras. Sim. do ponto de vista do sistema. a sua infraestrutura do RFID não deve ser um gargalo contanto que empregue um time com bastante experiência em implementações. bem como rastrear a movimentação dos bens ou ativos. o Processo e o Sistema precisam trabalhar em conjunto. Os usuários finais devem ter bastante cuidado ao projetar a arquitetura de seus sistemas de RFID e selecionar o middleware de RFID. cada implementação em RFID é. complexidade e custo. única. É uma das variáveis à sua disposição para assegurar que o sistema RFID possa satisfazer seus objetivos. então as customizações são inevitáveis para achar um bom ajuste com as necessidades. Acerte no Sistema Usuários precisam interoperar com o seu software RFID. Uma vez que as necessidades do hardware e as especificações e configurações forem determinadas. Você deve primeiramente basear o projeto do seu processo para interagir com os seus objetivos de negócio. torna-se necessário modificações extras para garantir que o middleware de RFID que você escolheu possa assegurar a sua plataforma. processos podem ajudar a melhorar a performance de leitura.

você pode estabelecer uma fundação sólida para uma implementação de RFID com sucesso. A leitura de etiquetas de produtos e ativos na maioria dos casos é um tema diferente. Você precisa coordenar firmemente a aquisição e o processo de entrega dos componentes com o local de preparação do trabalho para assegurar uma implementação polida e obter o resultado esperado. aplicações e as pessoas. Muitos varejistas já acreditam que sim e a razão pela qual acreditam se deve a grande dificuldade de manter o monitoramento de seus inventários. você também precisará trabalhar com profissionais com experiência em múltiplos projetos de RFID e desenvolvimentos e com o conhecimento da física de rádio frequência. O RFID não precisa ser perfeito. deve ser resistente às instalações físicas e aos fluxos de materiais. o mais comum. Para alguém entender todas as variáveis que possam causar um impacto no seu processo. Muitos usuários finais aplicam grande esforço na implementação e no processo piloto porque carecem de um parceiro devidamente qualificado ou. basta que gere um retorno sobre o investimento (ROI) ao qual seja suficientemente convincente para garantir sua implementação. Essas são somente algumas das interdependências. Aqueles que nisso crêem estão perdendo o foco e quem sabe uma grande oportunidade".seguindo um claro entendimento do processo e requerimentos de suporte do dispositivo. uma rede de comunicação wireless sofisticada governada pela física de RF. A melhor forma é ter somente uma organização coordenando todo o processo de implementação para que a instalação e teste ocorram sem problemas. E nesse ponto ele é. O Mito da leitura exata e perfeita "Os varejistas não necessitam ler todas as etiquetas para que assim obtenha algum benefício na utilização do RFID. Outra área para se tomar bastante cuidado é a coordenação da instalação física. ao consultar parceiros com experiência e que entendam os 5 elementos chaves para o programa em RFID com sucesso. e processos de middleware de RFID. Contudo. Os sistemas RFID tendem a ter estruturas complexas de materiais para instalação e de requerimentos para comportar quedas de energia e de rede e devido à instalação do software e treinamento. Conclusão Projetos de RFID são complexos. Um software de ERP típico de uma corporação deve coordenar os processos. Uma implementação de RFID típica inclui esses elementos e também a camada física do dispositivo. O único momento em que o RFID necessita ser perfeito é quando executamos uma transação financeira. . ocasionando custos adicionais e atrasos de implementação. trabalham com vários parceiros que trabalham sem uma coordenação.

Considerando que grande parte dos varejistas não conseguem explicar como suas mercadorias foram roubadas segue números de um estudo feito pela Universidade da Flórida mostrando que os varejistas americanos perderam algo em torno de $34. ou melhorar as operações no . "E o que acontece se tivermos vários itens ao redor? Como saberemos se cada item foi lido corretamente?" Essa é uma boa pergunta. Como saberemos que ele não cometeu nenhum erro? Ele pode se distrair. A pergunta é: Com o RFID sou capaz de obter uma melhora substancial sobre as tecnologias de captura de informação atualmente existentes e um ROI suficientemente convincente que valha a pena a implantação? Perguntas que devem ser respondidas? . Em um sistema de RFID é possível descobrir quais itens estão disponíveis para a venda. o RFID não faz isso". Uma vantagem do RFID é que eu poderia ler novamente os 24 itens em menos de 2 minutos e possivelmente não deixaria passar nenhum item. Porém isso não é totalmente verdade.40% roubo pelos empregados . Digamos que temos 5 itens com código de barras e 5 com tags RFID.6% fraude por parte dos vendedores Essas perdas não são detectadas e assim as empresas acreditam que seu inventário foi roubado levando a uma redução nos inventários e consequente perdas em vendas. Outra indagação. principalmente quando essa contagem é manual. Ao passo que se tivesse que scanear novamente todos os códigos de barras manualmente o tempo gasto seria exagerado.Existe um estudo sendo desenvolvido pela Universidade de Arkansas que aponta a exatidão dos inventários globais em lojas em menos de 35%. A realidade é que o RFID melhora imensamente a exatidão nos processos de inventário e a visibilidade dos mesmos. Ao realizarmos esse mesmo processo com o RFID veremos na tela do coletor o número serial de cada item lido.4% das vendas globais).36% furto nas lojas . O RFID pode ajudar a aumentar essa exatidão próximo a 99%. Um assunto muito pertinente quando se trata do assunto é sua inevitável comparação com o código de barras. Ao efetuarmos a leitura dos 5 itens com código de barras ouviremos 5 beeps de confirmação. Uma vez me disseram: "Quando leio o código de barras eu recebo um aviso sonoro de que a leitura foi realizada.Você planeja rastrear ativos ou localizar equipamentos de alto valor? .20% erros administrativos .Vocêquer rastrear "Work in process" (WIP). Digamos que déssemos a um empregado um scanner de código de barras para efetuar essa mesma contagem. Sendo: . A pergunta que fica não é se ele é capaz de ler todos os itens.3 bilhões (1. Deveria haver 24 itens no local e o leitor RFID só leu 23.

. -Embalagens de metal ou metalizadas também refletem o sinal de RF. pastas ou cremes são um desafio dependendo do percentual do conteúdo cujo a base é água (varia de produto a produto). . Para esses casos existem tags com isolador para distanciá-la da superfície de metal.Planejar com antecedência a evolução da aplicação: você pode desenhá-la em escala para futuras necessidades do negócio. utilizando-se de etiquetas mais sensíveis.1. agem como uma esponja absorvendo a maioria da energia RF disponível.Seu objetivo é reduzir gastos recorrendo a uma mudança de direção no mercado ou aliviar falsificações? Para desenvolver o melhor estudo você precisa: .Produtos a base de água e álcool. Para esses casos é importante contatar sempre um provedor de soluções ou o fabricante de tags.Materiais secos em geral podem ser etiquetados sem problemas. . pois os materiais reagem de formas distintas as ondas de rádio frequência. . . É importante saber se o material a ser identificado tem com características absorver.Determinar quais ativos serão identificados .Identificar os processos envolvidos.Produtos a base de Óleo ao contrário do que se imagina são transparentes a RF. aumentando ou cancelando o sinal. Entretanto alguns paletes com alta concentração de umidade podem gerar dificuldades. Conhecer como os produtos etiquetados se movimentarão através das .Você pretende melhorar o prazo de entrega ou reduzir perdas? . tecido e papelão são praticamente invisíveis ao RF sendo assim a energia penetra com relativa facilidade.Plásticos são razoavelmente transparentes ao RF. possui um alto grau de carbono que absorve a RF.Metal é considerado o pior item a ser identificado pois reflete a RF.Papel.armazém? .Madeira ou produtos úmidos são mais fáceis de etiquetar. Para esses casos sugere-se o uso de tags maiores com frequência de resposta plana (+/. principalmente o policarbonato. Sua superfície condutiva age diretamente na energia disponível da etiqueta. No entanto alguns plásticos. sinais em fase ou fora de fase dependem da distância do isolador e as propriedades reflexivas do metal podem ser reforçadas para obter melhor resposta da tag. Conteúdo dos materiais também faz a diferença .Produtos semilíquidos.5dB World Tag) e melhor performance . Definição de posicionamento dos leitores e das antenas Para tal é necessário: a. Composição dos materiais que serão etiquetados Esse é outro quesito que deve ser levado muito em consideração. pois isso irá influenciar diretamente no sucesso do projeto. . . . refletir ou transmitir os sinais emitidos pelo leitor.

Avaliar a utilização de empilhadeira com leitora integrada para obter leituras mais precisas de paletes ou decidir pela leitura enquanto ele estiver estacionado nos garfos. Identificar os pontos de gargalo. Um edifício de concreto possui estrutura de barras de aço. Considerar que um palete com caixas etiquetadas pode ser lido com uma leitora montada no braço da paletizadora. é avaliar o seu negócio contra as expectativas que um novo sistema de RFID pode realmente oferecer. com efeitos positivos e negativos. somente quando as suas capacidades fornecem um futuro projetado benéfico imediato para um processo que faz com que seja mais eficaz do que escolher uma outra tecnologia. b. pois algumas fontes de informações podem ser falsas ou enganosas. que são mais favoráveis às várias orientações de etiquetas. através dos quais todos os produtos devem fluir. f. portanto. também são importantes. Considerar a composição do suporte usado para apoiar o item. Avaliar o uso de múltiplas antenas com apenas uma leitora para garantir precisão e confiabilidade na leitura de produtos que se movimentam em esteiras. Soluções incluem blindagem da interferência.dependências. Se não puder controlar a orientação da etiqueta. que podem refletir RF. Evite a orientação horizontal. As próprias instalações do armazém ou escritórios. tente orientar verticalmente as antenas dipolo. equipamentos industriais e clássicos pontos de acesso e alarmes de sistema wireless ou sistemas de monitoramento podem ser fontes de interferências. A orientação da etiqueta também afeta o sucesso da leitura: a. construídas em vidro e aço ou alvenaria. Gerenciar as expectativas As empresas devem escolher o RFID como uma solução. geralmente focalizando as leituras do palete e não das caixas nele colocadas. Como implementar um projeto de RFID de sucesso 1. use antenas com polarização circular. c. Seja crítico de qualquer coisa que você leia sobre a tecnologia. Entenda as percepções da sua . c. d. aumento da potência dos leitores e o uso de etiquetas RFID de alta performance. b. e. Antenas com polarização linear são excelente escolha para aplicações mais difíceis onde a orientação da etiqueta é controlada e são usadas para aplicações de controle de pedágio e leitura de caixas sobre palete em ambiente de produção. O primeiro passo durante um projeto de RFID. Interferência Ambiental Múltiplas leitoras. d. considerar que as leitoras de empilhadeiras são mais limitadas no campo de RF. que é propensa a perder leituras devido à apresentação perpendicular ou cruzada. Sempre que possível.

preocupações regulatórias. 2. Embora os requisitos possam mudar ou crescer durante toda a execução do projeto. rede. que devem descrever o fluxo de processo preferido de sua empresa e os requisitos específicos necessários para executar esse processo. a fim de obter uma indicação de quão bem as etiquetas podem ser lidas quando atribuídas aos elementos que serão identificados. é necessário não só assegurar a todos que sistemas existentes não afetam os leitores. Realizar um levantamento do local É importante realizar um levantamento RFID de um local de instalação planejada. Sempre olhe para uma implementação de RFID como um projeto de melhoria de processos. e tempere as expectativas com idéias e planos solidamente fundamentados na realidade. são prejudicados pelas transmissões do leitor RFID . a confiabilidade. Além disso. mas também para determinar se quaisquer outros dispositivos na área. é o aspecto mais importante de uma implementação bem-sucedida. bem como o lugar do RFID dentro dessa equação. Considerações significativas incluem software. membros da equipe de TI. segurança. Alguns testes preliminares devem ocorrer durante este inquérito. tais como fones de ouvido sem fio 900 MHz ou rádios. produção e manutenção. pessoal de manutenção e usuários finais. Esta pesquisa deve incluir tanto uma análise do espectro de RF para procurar qualquer interferência ou sinais concorrentes na área. A análise do espectro de RF. 4.empresa sobre as capacidades do RFID. e determinar quais aspectos podem ser melhorados através da implementação de uma solução baseada em RFID. 3. as responsabilidades funcionais devem ser delimitadas e assinadas no presente documento. Outros benefícios importantes para um documento incluem a prevenção de futuros problemas e servir como base para a aceitação do sistema após a conclusão do projeto. Documento de requisitos Mesmo quando a execução de um projeto é de pequena escala. é fundamental criar um documento de requisitos. este documento servirá como uma ferramenta de gestão. Todas as partes interessadas para o planejamento e execução do projeto irão usar este relatório. bem como um exame físico para ajudar a planejar a localização e instalação de todos os leitores e antenas. O layout físico da área de instalação deve ser documentado e anotado em um relatório para identificar os locais em que serão implementados os pontos de leitura. é fundamental analisar as práticas de negócios atuais ou futuras com cuidado. Ao decidir se deve utilizar a tecnologia. Isso implica a coleta de informação de gestão de negócios entre todas as partes interessadas. Processo de avaliações Compreender os processos-chave. fatores ambientais. hardware. Uma variedade de tags deve ser trazida e testada usando um coletor RFID. as etiquetas RFID. .

Selecione várias tags com base nas especificações do seu projeto. Pense de forma híbrida Considerar a adoção de uma tecnologia RFID híbrida. 7. enquanto outros vão serão inúteis se afixadas em superfícies metálicas. Quer se trate de um frasco de vacina ou de um contêiner em um cais. certifique-se que a posição não interfira com as operações normais ou irá criar uma situação perigosa. Esta poderia ser uma parte do processo em que algum tipo de interação humana continuará a ser utilizada. Há rótulos simples que podem ser impressos. Não só o código de barras e texto legível podem servir como um backup no caso de o leitor de RFID ou chip falhar. incluindo altas temperaturas e temperaturas abaixo de zero. é crucial. mas também pode ser utilizado em algumas partes do processo em um leitor RFID não faz sentido. escolher um fornecedorque você confia. Se você está identificando bens ou equipamentos. Alguns podem ser montados em metal e com melhor desempenho dessa maneira. Nessas situações. então a solução de código de barra (sem RFID) seria melhor do que a identificação por radiofreqüência. tornando a informação disponível sempre que a tag for localizada. ou quando você precisa localizar e identificar um único item entre muitos outros. Os outros aspectos da seleção de tags muitas vezes esquecido é a qualidade e repetibilidade. Por quê? Armazenar dados adicionais dentro de uma tag cria muitas . tags incorporadas em formatos de cartão de crédito. execute testes de comparação antes de decidir sobre uma marca específica para sua aplicação. e em seguida. 6. pode ser difícil para o leitor RFID distinguir entre o item que você realmente deseja do correto ao lado dele. você pode achar um rolo de etiquetas com performance diferente dos demais. Dados Onboard ou não? Inicialmente. etc. A posição do tag do item rastreado é vital. considere a colocação da tag em relação à forma como esse item é usado. Além do mais. Utilize etiquetas impressas com códigos de barras e leitura visual de dados por pessoas sempre que possível. Se você for utilizar um coletor de dados RFID para ler uma Tag RFID assim como faria se fosse um código de barras. uma das principais vantagens anunciadas sobre RFID foi a sua capacidade para armazenar uma grande variedade de dados na própria Tag em si.5. que envolve emprego de uma combinação de tecnologias para criar a sua solução. várias tags rígida. Se você não fizer isso. a correta definição da posição deve ser cuidadosamente escolhida e configurada para ser constantemente lida pelo leitor. 90 por cento ou mais das aplicações utilizando Tags UHF EPC Gen2 não precisam desse recurso. Tags Tags RFID vem em centenas de diferentes configurações e selecionar a tag adequada para sua aplicação particular. Embora a qualidade e a consistência das tags melhoraram muito desde há alguns anos atrás. Tags estão disponíveis para vários ambientes hostis. Na realidade.

Envolver todos os interessados e o mais importante. para verificar se os requisitos do sistema foram realmente cumpridos. Restringir o acesso a seu banco de dados através de recursos de segurança de rede significa que o seu banco de dados está seguro e que uma pessoa não autorizada que lê um tag RFID com seu ³ID´ não terá uso para essa informação. cabos de alimentação e cabos coaxiais para ligação de um leitor fixo para o seu par de antenas.questões problemáticas. Correta instalação e configuração de equipamentos . é uma parte importante de qualquer instalação de RFID que pode afetar o desempenho. Cabos Cabeamento para um projeto de RFID é uma área muitas vezes esquecida até o momento da instalação. com desenvolver um esquema de segurança para prevenir o acesso não autorizado a essas informações. Teste do Sistema O sistema RFID não está completo até que ele seja integrado e testado com as aplicações de software. Em suma. Quanto menor o comprimento do cabo RF. e os seus utilizadores terem operado também. Inclua tempo para testar e solucionar problemas no sistema começar a rodar. Coleta e análise dos dados necessários 5. Em freqüências UHF. Observe que cada ponto de conexão gera perdas e comprimentos de cabo superiores a 20 pés pode reduzir significativamente os níveis de sinal. Correta seleção das tags 7. 8. use cenários do mundo real. os usuários diários do sistema. Compreensão dos dados do sistema e suasnecessidades 8. o melhor desempenho. Integrar várias tecnologias sem problemas 6. sempre que possível. 9. Este método oferece suporte a um número virtualmente ilimitado de campos de dados de informações que podem ser armazenados e acessados sobre essa tag. facilidade de instalação e acesso para manutenção. limitada apenas as próprias limitações da base de dados. Definir e chegar a um acordo sobre os requisitos de sistema 4. Quando do momento do teste. um projeto de RFID de sucesso requer o seguinte: 1. as perdas de RF podem afetar o desempenho. A maioria das aplicações simplesmente irá usar a tag RFID com um único "ID´ que pode ser referenciado a um banco de dados. No entanto. Definir expectativas razoáveis 2. Compreender e projetar um sistema para implementar o processo desejado pela sua empresa 3. Um sistema RFID pode utilizar uma combinação de cabos de dados Ethernet. mesmo quando se utiliza cabos de alta qualidade e baixa perda.

Documentar as lições aprendidas em cada projeto novo de RFID .9. Planejamento de tempo adequado para testes e mudanças 10.