Você está na página 1de 18

05 de maio

ANÁLIS E DE SISTEM A

201 1
DICAS DE ENTREVISTA

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CALISTO LÔBO-CEEP ALUNA: MARIA NETA Nº 15 PROFº: CRISTIANO VIEIRA TURMA: 209

Procure terminar as suas Tarefas. Mesmo que você esteja ansioso para começar a sua trajetória na nova empresa. mantenha contato com o headhunter. Mantenha contato. É importante também que você busque informações sobre a empresa contratante. Se você quiser apenas testar a sua empregabilidade. Certifique-se de que você está passando as informações corretas sobre sua remuneração. e os consultores da Robert Half estarão à disposição para ajudá-lo em uma necessidade de contratação de profissionais. incluindo benefícios e bônus. você estiver buscando uma oportunidade para a área financeira. não se candidate à vaga. deixando claro se o valor informado refere-se ao salário ou à remuneração total. lembre-se que você tem uma obrigação a cumprir com o seu antigo empregador. mesmo que não esteja trabalhando com você em nenhum processo seletivo naquele momento. deixar seus materiais organizados e preparar alguém para assumir as suas atividades. e adequado sob o ponto de vista da empresa contratante.2  Dicas de uma boa Entrevista: Qual é o seu objetivo? Antes de se inscrever em um processo seletivo. pesquise os relatórios financeiros da empresa. Lembre-se de que a empresa pode solicitar algum documento a fim de comprovar as informações. Tenha o mesmo cuidado ao falar sobre a sua pretensão salarial. se a vaga for para a área de engenharia. Após o término do processo seletivo. um prazo de quinze dias deve ser suficiente para você. Mantenha a porta aberta com seu antigo empregador. Atenção ao mencionar informações sobre seu salário. Saber detalhes sobre o negócio da empresa será um diferencial no momento das entrevistas. você passará a fazer parte de nosso portfólio de clientes. . O consultor da Robert Half terá prazer em passar informações sobre o mercado de trabalho. Se. informe-se sobre a operação das fábricas e o sistema logístico da empresa. Na maioria dos casos. Se você for aprovado. é importante que você esteja certo sobre o seu objetivo durante o processo. Conheça a empresa contratante. por exemplo.

Não fale mal de seu atual ou antigo empregador. pois há detalhes que podem deixar uma impressão boa ou ruim sobre você: • • • • • • • • • Planeje-se para chegar no horário marcado. tal como 'o senhor é então otimista quanto aos acontecimentos do futuro próximo' vale não por seu conteúdo. Grandes entrevistadores adquirem técnicas que transformam o jogo de perguntas e respostas numa espécie de xadrez. 4. Fique atento. nos momentos em que a fala se interrompe. perceber que o entrevistador está compreendendo o enunciado. 3. Não exagere no perfume. mas pela demonstração de interesse e entendimento. pode ser conveniente apresentar um dado de contestação. mas ser uma base referencial para evitar "brancos" e atropelos. pesquisando tudo sobre os temas a serem tratados e sobre o entrevistado. . Informe-se sobre o traje usual da empresa. se o entrevistado declarou que a economia vai bem. Cumprimente o entrevistador com um aperto de mão firme. "É estimulante para o entrevistado. 2. Se você tiver um real interesse em ocupar a vaga. Não revele informações confidenciais sobre a empresa na qual você trabalha ou trabalhou. das circunstâncias. mostre entusiasmo. É preciso trabalhar duro antes da entrevista. meio e fim. O objetivo não é bitolar e restringir o desempenho do entrevistador..  Técnicas de Entrevista: ESTRATÉGIAS: 1. Mas só estará no comando se estiver bem informado e bem preparado. Mantenha contato visual com o entrevistador.. conseguindo arrancar declarações que o entrevistado não pretendia fazer. Mas não basta ter experiência.3 Detalhes são importantes. É importante que o entrevistador seja o condutor da entrevista. Dependendo. Seja sincero quanto ao motivo da sua saída do antigo emprego. Depois de bem preparado (de preferência um ou mais dias antes) o entrevistador deve fazer um roteiro com começo. no entanto. uma observação óbvia.

como já foi visto na técnica usada por Oriana Fallaci ao entrevistar o General Giap. porém em alguns casos é difícil sustentar um diálogo e anotar ao mesmo tempo. cada resposta permitindo o "encaixe" da pergunta seguinte. O mais garantido é gravar. Isso geralmente basta para. expansão ou aprofundamento". o que é perigoso quando a declaração envolve números ou nomes de difícil entendimento. reproduzir com bastante fidelidade. O recomendável é além de gravar. O ideal é que a entrevista flua espontaneamente. Afirma Carlos Tramontina que "a estratégia mais produtiva é aquela baseada na informação: jamais um entrevistado experiente conseguirá fugir das perguntas ou esconder os fatos se diante dele estiver sentado um entrevistador cheio de informações". passado um período curto de tempo.  Gravar ou Anotar: Cada repórter desenvolve um método pessoal de documentar a entrevista. Mas até isto pode dar problemas porque o gravador pode falhar e surpreender o repórter na fatídica hora do fechamento do jornal. discursos não muito extensos ou complicados.4 no momento adequado. Também há entrevistados que se intimidam com o gravador ligado. . 6. temendo falar alguma bobagem e não poder voltar atrás ou com receio de que a gravação se torne um documento de uso futuro. Outros preferem anotar. Cada caso é um caso. ensina o professor Lago. reconstituir a entrevista com base em palavraschaves que o repórter anota. • Você tem o direito de escolher a hora e o local para entrevistas aos meios de comunicação. indicando os temas principais na sequência em que ocorreram. 5. • Você tem o direito de escolher um porta-voz ou um advogado da sua preferência. • Você tem o direito de excluir crianças de entrevistas • Você tem o direito de saber com antecedência quais direções a história vai tomar. Alguns preferem confiar na memória.  Direitos do Entrevistado: • Você tem o direito de dizer não a um pedido de entrevista. para obter maior espontaneidade. • Você tem o direito de dizer não a uma entrevista mesmo que você tenha dito anteriormente que daria entrevistas.

ao invés de obter as informações corretas. • Perguntas Muito Curta ou Muito Longa: Do mesmo modo que uma pergunta muito curta pode produzir uma resposta igualmente pobre (sim e não). • Não Compreensão das Respostas do Entrevistado: Quando o entrevistador não faz uma pergunta bem estruturada. Para essa hora.  Problemas na Entrevista: • Muitos profissionais encontram problemas no momento da entrevista de emprego. uma pergunta mal elaborada. "como passar uma boa imagem". . Do mesmo modo que uma entrevista de emprego curta não explora bem o perfil do candidato. Não existe um tempo ideal para a duração de uma entrevista. a realização de perguntas muito longas também não é interessante já que o entrevistado pode não as entendes ou então las entende de modo distorcido. Entender bem uma resposta é importante. são apenas algumas dúvidas de muitas pessoas que passam por essa situação. Uma boa entrevista não deve ser nem muito longa e nem muito curta. ela distorce e prejudica a comunicação. Se durante a entrevista de emprego as respostas do entrevistado não estiverem sendo bem compreendidas. ela não está cumprindo o seu papel de expor o perfil daquele candidato. O ideal é explorar o perfil do candidato durante a entrevista com perguntas ricas. uma entrevista de emprego muito longa é sinal de que ela não está sendo bem conduzida. mas nem sempre a culpa é dele. o candidato pode se sentir inseguro com algum assunto e usar o truque de dar respostas confusas para enganar o entrevistador. A entrevista de emprego deve sempre ser direta e limpa. • Duração da Entrevista de Emprego: Esse é outro fator muito importante. muitas vezes pode obter uma resposta igualmente confusa. "Como agir diante do recrutador". para poder obter respostas igualmente ricas. • Falta de coerência com as informações já passadas anteriormente: O conteúdo da entrevista não deve ter contradição ou inconsistência em relação ao currículo. tornando o processo mais denso e esclarecedor. histórico ou quaisquer outras referências profissionais prévias fornecidas. "o que é mais importante dizer". treinar antes como estivesse na entrevista é um excelente exercício para controlar o nervosismo e melhorar a desenvoltura desse primeiro contato. mas realizá-la entre 10 e 20 minutos é uma boa faixa de tempo.5 Tipos de Entrevista: • Perguntas Mal Elaborada: Este é o principal problema que pode ocorrer em uma entrevista de emprego. pois assim podese elaborar melhor a próxima pergunta. Obviamente. acaba tendo o efeito oposto.

o selecionador sequer revela o seu papel na organização. pois sequer está em condições de entender o linguajar adotado pelo entrevistador. • Estar atento ao que é perguntado e formular respostas coerentes com o contexto são fundamentais para ter mais sucesso nos processos seletivos. • • Falta de química com o entrevistador: a ausência de empatia com o entrevistador pode tirá-lo sim do processo seletivo em questão. esse fator exerce particular influência no contexto da entrevista. Exemplo: se o entrevistador é um analista ou um diretor. Assim sendo.6 • A interação com o entrevistador pode provocar conflitos ou situações difíceis: a busca de uma maior interação ou intimidade com o entrevistador pode colocar o candidato em situações delicadas. especialmente quando contextualiza casos pessoais que possam induzir o selecionador a juízo de valor fora de um contexto profissional. Falta de habilidade para tratar os aspectos não-técnicos ou de ordem mais comportamental: esta ocorrência é especialmente comum nas chamadas "entrevistas por competências". nas quais o entrevistador convida o candidato a contextualizar alguma situação de cunho comportamental e/ou de competências vividas em algum momento no passado e que são necessárias para o adequado exercício do cargo que pleiteia na empresa. o que. dependendo das colocações.  Planejamento para Realização das Entrevistas: O principal aspecto desta sugestão é que se deve compreender que está tomando o tempo do usuário e que ele (ou o chefe dele) pode achar até que o analista esteja desperdiçando o tempo dele. um gerente ou um assistente. um supervisor ou um estagiário. em muitos casos. restará pouca chance de seguir no processo. um trenei ou coordenador. Caso o candidato não seja da área. E. é importante o planejamento e preparação tão antecipadamente . • Nível profissional do entrevistador: não se sabe ao certo qual é o nível do selecionador e isto tende a deixar o candidato inseguro. pode colocar o candidato em "saias justas". Qualquer um desses níveis/cargos pode estar à sua frente e expressando atitudes variadas durante a entrevista. • Utilização de diferentes linguagens: no caso de algumas vagas de caráter mais técnico.

Isso também pode significar que tenha de marcar algumas entrevistas com o mesmo usuário para abranger inteiramente a área em que ele está envolvido. em outros. e remetê-la ao usuário com um dia ou dois de antecipação. o analista deve ser capaz de realizar a entrevista em uma hora ou menos. Normalmente. Finalizando. antes da entrevista. mas também as pessoas normalmente não conseguem se concentrar intencionalmente (principalmente se estiverem examinando diagramas um tanto estranhos) por mais do que uma hora. Se existirem outros documentos escritos do usuário descrevendo o novo ou o antigo sistema consiga-os e estude-os antes da entrevista. Em qualquer caso. e assim por diante. cálculos de custo/benefício podem precisar ser feitos. 1983]: Sua atitude em relação à entrevista é importante na determinação de seu sucesso ou fracasso. focalizando normalmente uma parte do sistema. ou dos tópicos que serão abordados. marcar uma reunião subseqüente para rever o material que foi coletado. analisados e convertidos sem uma forma que o usuário pode nunca ter visto antes. • está desinteressado. Desse modo. é um indício de que de fato o analista não está preparado para a entrevista. Se houver formulários ou relatórios que sejam pertinentes à discussão.7 quanto possível para poder fazer uso eficiente da entrevista. os dados dessa entrevista serão manipulados. conduza uma entrevista. documentados. evite o uso excessivo do jargão técnico. o analista irá para sua mesa com todas as informações colhidas na entrevista. Evite ataques. Isso é importante. A primeira coisa a fazer é certificar-se de que o usuário conhece o assunto da entrevista. Esse o usuário não tiver lido o material remetido. pode ser necessário marcar uma entrevista posterior para verificar:  Estilo Adequado de Entrevistar: Como diz William Davis [Davis. ou dos DFD que necessita ser revisados. Uma entrevista não é uma competição. • opõe-se a toda a idéia da entrevista ou • é incapaz de entender as perguntas apresentadas. Um aspecto relacionado: coletar. tantos dados pertinentes quanto possível. Isso naturalmente significa quedeve-se organizar a entrevista para abranger um escopo relativamente limitado. não uma . e executará bastante trabalho com os dados brutos. após a entrevista. não só o usuário é geralmente incapaz de reservar mais do que uma hora de cada vez. pode ser adequado preparar uma lista das perguntas que serão feitas. Em alguns casos isso pode ser feito por telefone. Pode haver DFD a serem desenhados ou itens a serem criados no dicionário de dados. Se tiver preparado as perguntas antecipadamente. é sinal de que: • está muito ocupado. as informações provenientes da entrevista podem precisar ser correlacionadas com dados de outras entrevistas. geralmente poderá obtê-los antecipadamente. Se não puder fazer isso.

8 tentativa de persuasão. O que você sabe (ou precisa saber) sobre um cliente? Dependências. ou um tipo de objeto do DER. Se o usuário estiver falando sobre um assunto (p. por exemplo. Alguns estilos que podem mostrar-se úteis: • Relacionamentos. • Perguntar ao usuário se o item em discussão depende. Lembre-se que o entrevistado é o perito e que é você que precisa de respostas. pedir-lhe que explique seu relacionamento com outras funções. nem muito baixo. ou pergunte o que pensa seu subordinado.ex. Isso não só o auxiliará a descobrir mais detalhes sobre o item em pauta. Isso é especialmente útil quando se discutem possíveis tipos de objetos e relacionamentos no DER. • Solicitar ao usuário que descreva o ponto de vista de outros usuários em relação ao item que esteja sendo discutido. Uma entrevista não é um julgamento. nem indiretamente. mas também o ajudará a descobrir interfaces (ex. não fale muito alto. de modo algum critique a credibilidade de outras pessoas. Detalhamento. poderia dizer-lhe: Faleme a respeito de um cliente. Perguntar ao usuário. pode-se precisar de um conjunto de estilos para extrair as informações necessárias. Em um sistema de controle de pedidos. se ele estiver descrevendo uma função (ex.: um cliente). • Solicitar ao usuário uma informal descrição narrativa do item em que estiver interessado. Para concluir. para sua existência. o que sua chefa pensa sobre uma bolha do DFD.: fluxos de dados de uma bolha para outra no DFD) e relacionamentos formais. mas não faça perguntas para confirmar outras respostas. Ou. dependendo da personalidade do entrevistado e do tema da entrevista. Pedir ao usuário para explicar o relacionamento entre o que está em discussão e as demais partes do sistema. de alguma outra coisa. por exemplo. . Fale-me sobre o modo como você calcula o valor das remessas. Fale com as pessoas. Faça perguntas detalhadas.: uma bolha de um DFD). • Fazer perguntas detalhadas nem sempre é fácil. se estiver falando com o usuário sobre um tipo de objeto no DER. pedir-lhe que explique seu relacionamento sob outros aspectos. • Confirmação. Pontos de vista alternativos. pode-se perguntar ao usuário se seria possível haver um pedido sem que haja um cliente.

. o verdadeiro truque é continuar sendo tão respeitoso quanto possível e reconhecer constantemente a experiência do usuário na sua área. A solução para esse problema. esse tipo de comentário pode ser inevitável. Pode-se dizer: Deixe-me ver se entendi o que você disse. lembre-se de que o analista não é o patrão dessa pessoa e que não está em posição de garantir que o emprego dela não esteja em perigo. assim. Ele vai considerar o analista como o perito em eficiência cuja tarefa é orientar a direção em como o emprego dele pode ser eliminado pela informatização. • Você está ameaçando meu emprego Isso muitas vezes é uma reação emocional que pode ou não ter fundamento. • Você não conhece nossa empresa. embora continuando aprontar se ele poderia explicar-lhe porque sua idéia não funcionaria.  Formas de Resistência Durante a Entrevista: Deve-se estar preparado para o fato de que alguns usuários serão contrários à idéia de uma entrevista. caso ele ocorra.9 • Dizer ao usuário o que acha que ouviu dizer. ou de informá-la do contrário. Algumas das objeções mais comuns e algumas possíveis respostas a essas objeções: • Você está tomando tempo demais de mim A resposta a isso é explicar que compreende. Por outro lado. usar suas próprias palavras em lugar das dele e peça confirmação. se possível. pessoalmente ou por escrito. deverá sugerir várias maneiras de melhorar as coisas (especialmente se parte ou todo o serviço realizado atualmente pelo usuário for a um antigo ineficiente sistema). essa é uma das razões para garantir que o chefe ou alguém com autoridade no setor esteja ciente e tenha permitido a entrevista. e desculpar-se pelo tempo que precisará tomar. é fazer com que seja levado ao conhecimento dos níveis superiores dos usuários e obter o pronunciamento oficial. e encerre-a no momento em que tenha dito que o faria. Isso naturalmente exige que o analista chegue pontualmente na hora marcada para o início da entrevista. Embora possa pensar em várias maneiras de responder a esse comentário. Entretanto. mas que já preparou tudo e fará a entrevista no tempo mais curto possível. mantenha discussão no rumo previsto. como você quer dizer-nos como deve ser o novo sistema? A resposta a essa pergunta é: Você tem razão! E por isso que o estou entrevistando para saber o que você pensa sobre quais devam ser os requisitos.

e se você fosse competente. por causa das interfaces do sistema atual com outros sistemas externos que exijam que as entradas ou saídas apresentem formatos prescritos. porque se relaciona com o fato fundamental de que os usuários e os analistas de sistemas estão falando línguas diferentes e estranhas. Esta é uma variação da queixa você está querendo tirar meu emprego. • Não queremos esse sistema. porque a direção quer o novo sistema. sucessos fáceis com projetos simples (planilhas eletrônicas. fazer isso é colocar o peso da responsabilidade sobre seus ombros. você saberia imediatamente o que queremos. não é pensamento modificar as características essenciais desse sistema. A verdadeira resposta é que o analista está ali. • Por que você está desperdiçando nosso tempo com esta entrevista? Sabemos o que queremos. Na realidade. o usuário pode achar que pode construir ele próprio sistema.  Formas Alternativas de Coleta de Dados: As entrevistas não são o único modo de coleta de informações sobre os requisitos de um sistema. por exemplo) podem ter-lhe dado a impressão de que todos os sistemas são fáceis de programar. O artifício neste caso é mostrar ao usuário que embora possa estar propondo algumas (radicais) mudanças na implementação do sistema atual. Não é de a sua competência convencer os usuários operativos que eles devem querer o novo sistema. exceto nas áreas onde eles mesmos tenham solicitado uma alteração. onde ela não deve ficar.10 • Você está tentando mudar o modo como as coisas são feitas aqui. Alternativas para as entrevistas: Questionários: . que algumas das características da implementação do sistema atual podem ser preservadas. mais produtivas poderão ser as entrevistas pessoais. Lembre-se. Por que você não vai em frente e constrói o sistema? Esta é uma reclamação difícil de lidar. quanto mais informações puder colher de outras fontes. Devemos lembrar. Isso pode explicar a impaciência em relação ao analista. que com a disponibilidade das linguagens de quarta geração e dos computadores pessoais. conduzindo a entrevista.

Procure formulários. • Demonstrações feitas pelos fornecedores. manuais. • Visitas a outras instalações. isto muitas vezes é um bom ponto de partida para você familiarizar-se com o terreno antes de iniciar as entrevistas pessoais com o usuário. relatórios. imagens de tela de terminais e listagens de programas que já existam na organização usuária. de preferência nos primeiros horários. Lembre-se. • Pesquisa externa. que esses recursos normalmente estão relacionados com a implementação atual do sistema. Combine uma visita à instalação para obter informações diretas sobre as características e aptidões do sistema. registros. • Coleta de dados. mas também revelar funções e dados armazenados que você pode não ter percebido. Não obstante. Um dos argumentos para esta idéia é do fato que muitos empregadores se reservam para entrevistas antes de lidar com as rotinas diárias e atender clientes. Procure outras empresas que estejam no mesmo ramo de atividades ou que tenham sistemas semelhantes aquele em que você esteja trabalhando. . para a qual o usuário não dispõe de qualquer experiência para descrever os requisitos. devemos lembrar que isto costuma incluir informações redundantes e/ou contraditórias e/ou obsoletas. para as pessoas (ou setores) que interagem com o sistema. assim ele pode argumentar e focar exclusivamente no entrevistado. para os diretores que aprovaram o projeto e para outros. Os fornecedores de hardware e os fornecedores de software podem já haver desenvolvido sistemas prontos para aplicação em que você esteja interessado. todavia. procedimentos escritos. talvez seja necessário tentar obter informações em sociedades profissionais. Solicitando-lhes uma demonstração dos recursos desses sistemas pode não somente auxiliá-lo a decidir se o produto é uma boa solução. Se você estiver construindo um sistema para uma nova aplicação. ou em periódicos e livros técnicos e em relatórios de pesquisas  Marcar data e Horários para a Entrevista: Existe uma lenda que o melhor horário para comparecer a uma entrevista é no período vespertino.11 Pode remeter questionários escritos para os usuários dentro da organização.

• Interpretativo . [interesse compreensivo e benevolente que o cliente possa reconhecer imediatamente como sincero e verdadeiro] [o sujeito deve sentir-se recebido e “aceite” como um amigo] . podem ser usadas entrevistas piloto do mesmo tipo na preparação.sabe o que quer descobrir. nem em demasia). • Estruturado .clarifica e amplia os significados das declarações dos entrevistados.está preparado para desafiar o que é dito.está familiarizado relativamente ao foco da entrevista. pois ao final do dia todos normalmente ficam estafados e estressados. tolera pausas e concede tempo para pensar. ocupando-se. feitas com clareza e simplicidade. • Crítico . nem pouco. pergunta se o entrevistado tem perguntas.relaciona o que se diz com o que se disse anteriormente.clarifica o propósito da entrevista. de inconsistências ou contestações dos entrevistados.deve usar a sua fala apenas para o necessário (não deve falar.Conhecedor . • Gentil – deixa o entrevistado concluir. o que pode atrapalhar no desempenho do entrevistador e os questionamentos podem não ser o mais exato e preciso. por exemplo. Aos qual o (a) autor (a) juntaria as seguintes características: • Equilibrado .ouve com atenção o que é dito e como é dito.  Preparação do Entrevistador: . • Sensível eticamente – dá a conhecer os propósitos da entrevista e garante a confidencialidade das respostas dos entrevistados  Comportamentos do Entrevistador: O entrevistador deve: Experimentar um interesse autêntico pelo sujeito. • Sensível . sem atribuir-lhes a importância pessoal dos entrevistados. • Aberto – responde ao que é importante para o entrevistado e é flexível.12 Outro ponto a ser analisado é o fato de o entrevistador estar mais descansado e de cabeça fresca. • Manipulador . • Recorda . usa empatia para lidar com os entrevistados. • Claro – perguntas breves.

ou seja. deixam de registrar as respostas para as perguntas sem resposta com precisão. Ser um bom observador dos comportamentos. amplo vocabulário e saber usar as palavras com precisão. mas. ele não deve utilizar uma linguagem muito técnica para o homem comum nem uma linguagem simples para um candidato superior.13 Comportamento do Entrevistador 2. Comportamento do Entrevistador 4. por vezes. não esgota as possibilidades de comunicação e avaliação. Ser capaz. desejos ou teorias. A linguagem verbal. para que eles se recusam a concluir a entrevista. Entrevistadores inexperientes podem enviesar as suas respostas dos entrevistados. Saber escutar: Ser capaz de deixar o sujeito exprimir-se em toda a sua liberdade sem o contrariar com as suas próprias opiniões. ou eles não são suficientemente persistente dentro  Necessidades do Usuário: . aos movimentos. às mudanças de expressão. O entrevistador deve ter objetivos claros. Sua linguagem deve estar à altura do candidato. Comportamento do Entrevistador 3. Os entrevistadores também. pela sua maneira de ser. fazendo perguntas de modo inadequado. também. o que é dito. Ser capaz de captar a motivação do seu comportamento [entrevistador deve conhecer os seus “pontos fracos” e os seus “pontos fortes”]  Linguagem do Entrevistador: Trata-se da principal ferramenta do entrevistador. de persuadir o sujeito que o entrevistador está a ter um interesse autêntico pelo que o sujeito está a tentar dizer. a qual requer técnica. Estar atento não apenas às respostas verbais. perfeição e treinamento.  Fatos e Opiniões: Entrevistar é outra fonte potencial de erro. Eles podem até afastar ou antagonizar alguns entrevistados.

entrevistas agenda com vários departamentos ou com multi-nível entrevistadores. Pesar decisões de contratação • Pergunte geral.14 Quando você está decidindo quais as opções de configuração para instalar nos computadores de seus usuários. todos os candidatos devem ser as mesmas perguntas ou similar. depois. tem uma tela de comissão e entrevista. onde você será livre de interrupções • Determinar quem e como você vai fazer a entrevista. decidir sobre a sua próxima pergunta • Sonda intervalo o candidato da perícia • Estimular o juízo de valor • Seja no tempo • Evite interrupções durante a entrevista • Tratar todos os candidatos o mesmo • Estabelecer uma • Seja sincero • Mostrar respeito pelo indivíduo • Fornecer informações • Explique o processo de colocação . durante e depois da instalação  Considerações Gerais Sobre a Entrevista: Um entrevistador aprende mais ouvindo do que falando. você deve considerar as necessidades do usuário a seguir: • Requisitos do navegador de segurança e privacidade que os usuários podem ter • Versões lingüísticas do navegador que você vai precisar instalar para usuários • Acessibilidade recursos necessários para acomodar os usuários com deficiência • Formação e apoio que os usuários terão. etc. Você pode querer agendar várias entrevistas. • Permitir tempo suficiente para cada entrevista • Revêem informações imediatamente após cada entrevista e fazer anotações adequadas. a questão em aberto que não sugerem uma resposta específica • Use perguntas curtas • Ouça atentamente cada resposta e. • Determinar as informações que deseja obter a partir da entrevista • Determinar o local adequado para a entrevista . Por justiça.ambiente confortável e neutra. • Desenvolver perguntas.

15 Exemplos de Perguntas: • Você poderia-me dizer sobre a sua posição (último)? • Como você descreveria um dia típico de trabalho? • Quais atividades você mais gosta em seu último trabalho? • O que você considera os elementos mais críticos no desempenho bem sucedido de sua posição (último)? • O que você sente que você faz melhor? Por quê? • Quais as funções de trabalho são as mais difíceis para você? Por quê? • Que problemas você encontra no trabalho? O que frustra mais? Por quê? Como você lida com eles? • Qual foi sua maior contribuição na sua posição (passado) apresentam? • Como você melhorou sua posição daquela que inicialmente aceites? • Como seus trabalhos anteriores prepararam para uma maior responsabilidade? • Quais são as razões pelas quais você deixou seu último emprego? • Em que medida você acha que seu progresso de trabalho no passado tenha sido de acordo com sua capacidade? • Em que condições você faz o seu melhor trabalho? • O que pode fazer o seu chefe para ajudá-lo a entregar o seu melhor trabalho? • Qual é a única coisa que o seu trabalho atual não tem o que você deseja que ele faça? • Qual é o melhor elogio relacionadas com o trabalho que você já recebeu? • O que é um ambiente de trabalho que você seria muito desconfortável dentro? (Seis ambas as respostas físicas e culturais). que te faz tão irritado em um instante que você está prestes a explodir? • Como você descreveria o seu supervisor? • O que você sente é os maiores pontos fortes do seu supervisor? Por quê? Pontos fracos? Por quê? • De que forma o seu supervisor apoiado o seu desempenho? • Para que tipo de coisas você tem sido elogiada? Criticado? • Como você classificaria seus colegas de trabalho? • Discordâncias que você teve com colegas de trabalho? • Como você descreveria o seu relacionamento com pessoas de outros departamentos? • Que tipo de pessoas que você gosta de trabalhar com? Que tipo você acha difícil? • O que você considera essencial na gestão de pessoas? • Que tipo de comissões que você trabalhou? O que você contribuiu? . O que é algo que realmente "aperta os seus botões". • Qual foi o "erro melhor" você já fez no trabalho? • Cada pessoa tem uma gama completa de emoções.

.? • Poderia dizer-me sobre um tempo quando você..? • Você pode me dar um exemplo de quando você..16 • Você receberá o devido crédito por seus esforços? • O que é importante para você em um emprego? • O que você gostaria de evitar? • O que você quer a partir deste trabalho que está faltando no seu presente (passado) um? • Qual a posição que você espera que a realização de cinco anos a partir de agora? • O que você está fazendo para alcançar seus objetivos de carreira? • Quais são as expectativas do seu salário? Em que você baseia-los? • Como empregado.. Não está brincando? Ou. eu que você fez? • Descreva uma situação onde você.? • Conte-me mais sobre quando você...? • Vamos voltar a essa situação que acabei de mencionar. Para me ajudar a compreendê-lo melhor.. mas eu preciso de mais alguns detalhes para compreender realmente o que aconteceu.. . Fascinante. • Alguma vez você já teve que.? • Você disse que sempre / nunca.. o que você considera sua maior força? • Em que áreas você mais gostaria de melhorar? Por quê? • O que motiva você? • Porque você escolheu esta área específica de trabalho? • O que te atrai para o trabalho para o qual está se candidatando? • O que você acha que o qualifica para esse cargo? • Que elementos do presente trabalho seria novidade para você? • O treinamento adicional que você sente é necessário para atingir a proficiência completo? • Quando era um momento em que você.? • Quando (isto) acontece......? • Alguma vez você já teve a experiência de. Como exatamente você fez isso? • Eu ouço o que você está dizendo. você poderia me acompanhar até o processo começa com. Mas que dizer de um tempo em que você. Conte-me mais.. Um...)? Você pode-me dizer sobre isso? • Esta é uma realização mais impressionante. Você pode me levar de volta ao ponto quando você.? Qual era a situação.. • Interessante.... (ou por ocasião do. Você pode elaborar um pouco mais sobre como você... o que você faz? Você pode explicar em detalhe um exemplo concreto desta? • Seu currículo / aplicação indica que você..

sexo. Perguntas que poderiam ser interpretados como sendo discriminatórias. valores. uma operação típica / trabalho / telefonema / reunião. Você pode me ajudar a entender ao descrever a maneira que você descreveria uma cena em um filme. Como você fez isso? • Eu vejo. (Silêncio) Vá em frente. (situação específica)? As perguntas mais poderosas é: Por quê? Isto vai além do superficial e revela sentença do candidato. enquanto 94 por cento de aumento dos rendimentos 212 por cento é mais impressionante. . em detalhes.. Pontos-chave para se lembrar quando usar perguntas: As perguntas devem ser direcionadas para determinar as habilidades relacionadas ao trabalho.. • O que você faria dentro. a compreensão. preconceitos. para que eu possa ver a ação acontecendo? • O que você estava fazendo enquanto tudo isso estava acontecendo? • Qual foi o seu papel nisso? • Passeio-me por.17 • Cortar despesas. tais como questões de raça. idade ou deficiência física deve ser evitada. nacionalidade. • Lembre-se de um momento em que você entendeu o conceito e não precisa de nenhum mais exemplo. religião. • Eu estou um pouco confuso sobre o que exatamente você fez nessa situação. cor. etc. o processo de tomada de decisão. que você acha que poderia me irritar.

18 .