Você está na página 1de 22

COVEIRO JUNIOR Conhecimentos Básicos: Português:- Interpretação de Texto; Ortografia oficial; Acentuação gráfica; As classes gramaticais; Concordância verbal

e nominal; Pronomes: emprego e colocação e Regência nominal e verbal. Noções da norma culta da língua portuguesa na modalidade escrita. Matemática:- Conjunto dos números naturais, inteiros e racionais relativos (formas decimal e fracionária): propriedades, operações e problemas; Grandezas Proporcionais - Regra de três simples; Porcentagem e juro simples – Resolvendo problemas; Sistema Monetário Brasileiro; Sistema Decimal de Medidas: comprimento, superfície, volume, massa, capacidade e tempo (transformação de unidades e problemas); Figuras Geométricas Planas: perímetros e áreas problemas. Conhecimentos Específicos: Noções sobre sepultamento, ferramentas básicas; capina; pequenos reparos; serviços de pintura. Demais conhecimentos compatíveis com as atribuições do emprego.

exercício de interpretação abaixo pode ajudar seus alunos a melhorar na compreensão de texto. Ele pode ser usado também como atividade complementar para que eles desenvolvam o gosto pela leitura. Coisas que pegamos no quintal… DE MARICÁ PARA MARICOLÁ Bruxa bonita não tem vez! Vejam vocês que Maricolá se jogou no mar porque suas irmãs, Maricá, e Marilá, a transformaram numa pessoa horrorosa. Ela estava pensando como recuperar sua vassoura para se locomover com mais facilidade, no fundo do mar ou quem sabe, até, voltar para o penhasco, quando... Nesse instante bateram na porta. Marcelina, a sereia-secretária, veio nadando apressadinha, murmurou um “com licença” e foi atender. Era o Peixe-Serra, o correio do fundo do mar, trazendo uma carta presa ao serrote. - Diga pra dona da casa botar luz na entrada da gruta. Custei pra achar o número e isso

não está certo! – queixou-se ele. - Deve ter acontecido alguma coisa com os peixes de iluminação. Mas também, por que não trabalha de dia? São horas de entregar cartas? - Aí no envelope está escrito “urgente”, o que quer dizer “o mais depressa possível”. Pode ser até uma questão de vida ou morte. Ande, menina! Corra pra dentro e entregue a carta. Se tiver resposta eu levo. Marcelina obedeceu resmungando: - Não é urgente coisa nenhuma! Está amarrada com uma pedrinha e isso quer dizer que é mais uma carta cheia de desaforos das bruxas do alto do penhasco. Dona Guiomar vai ler e jogar no lixo. Mas depois viu que a carta estava endereçada a Maricolá. Estava escrito no envelope: Exma. Srta. Maricolá Alvissareira da Penha Aos cuidados da Dona Guiomar Marazul Alameda das Esponjas Vermelhas nº 25 URGENTE - Aquela bruxa esquisita mal chegou e já está recebendo cartas, e ainda por cima, carta urgente – pensou Marcelina desconfiada. Entregou a carta a Maricolá e ficou parada diante dela olhando-a com grande curiosidade. Era uma carta de Maricá. A bruxinha leu e fez a cara mais espantada do mundo. Nunca pensou que a irmã pudesse escrever uma coisa assim tão carinhosa. A carta dizia: “Querida Franguinha Gorducha, como vai? Não se resfriou ainda na água fria? Estamos muito preocupadas e achamos que está na hora de você voltar. Sabe que se ficar mais tempo pode virar um marisco, um tubarão ou uma água-viva! Estamos mais do que preocupadas, estamos APAVORADAS. Por favor, irmãzinha, pegue lápis e papel e escreva à sua vassoura, pedindo para ela ir buscar você. E depressa ouviu? A carta tem que ser enviada para a Praia do MarVirado. Eu e a Marilá vamos passar a noite lá, esperando. Sete beijinhos para você.” E depois vinha a assinatura: “Maricá” Maria Heloisa Penteado (Adaptado de Maricá, Marilá e Maricolá. )

Questão 01- Procure no texto as palavras que significam: a) mais que preocupadas b) morro alto de pedra c) o mais depressa possível d) carta destinada a Maricolá
Questão 02 - Responda as questões, de acordo com o texto: a) Por que o Peixe-Serra pediu para botar luz na entrada da gruta? b) Que motivo levou o Peixe- Serra a não esperar o dia para entregar a carta? c) O que fez Marcelina pensar que a carta havia vindo do penhasco? d) Por que Maricolá ficou espantada ao perceber que a carta era carinhosa e vinda de Maricá? QUESTÃO 03 - Responda a) Por que o texto se chama “De Maricá para Maricolá”? b) Que outro título você daria para esse texto? Justifique sua resposta. QUESTÃO 04 - Leia os fatos e complete com as causas que levaram cada um a acontecer. a) Maricolá se jogou no mar. Causa –

civilizar) · Palavras em “triz” (ex: bissetriz) EZ · Substantivos abstratos femininos. denotando qualidade física (ex: belo = beleza) SS · Derivados de verbos em “tir” (ex: discutir = discussão. misto. derivados de substantivos (ex: cortês) ESA · Substantivos derivados de verbos em “ender” (exs: defesa. carrossel pus. escasso. sólido. litígio.” a) Por que será que Maricá saudou Maricolá dessa forma? b) O que você pensa que Maricolá achou desse fato? Justifique sua resposta. açaí. repercutir = repercussão) SC · Palavras latinas Ç · Palavras árabes. jaçanã) ÇÃO · Substantivos derivados de verbo (ex: intuir = intuição) G · Substantivos em “agem”. cujo radical termine em “s” (exs: analisar. periquito. indígenas ou africanas (exs: miçanga. ágil bueiro. alisar) *Exceção: catequese = catequizar · Derivados de pôr. digladiar discrição (discreto) iminente (prestes a acontecer) / eminente (célebre) dicente (alunos) / docente (professores) ele possui. espontâneo. refúgio) Z · Derivados em “zal”. “igem” e “ugem” (exs: libertinagem.A saudação da carta é “Querida Franguinha Gorducha. frouxo) · “Geralmente”. cafezinho) · Derivados de palavras com “z” (exs: cruzeiro. estupidez) J · Derivados de “ja” (ex: laranja = laranjada) · Verbos em “jar” (exs: viajar. gorjeta. despesa) · Substantivos nobiliárquicos (exs: baronesa. acidez. gostoso) · Derivados de verbos em “erter” (exs: reverter = reversão. africanas ou populares (exs: jequitibá. balsa esplêndido. privilégio. irrequieto brasa. leveza) · Quando a base é adjetivo. ele conclui. e com “z” de “z” S · Adjetivos pátrios (exs: francês. disenteria. xavante. Observações (como ficaram) Continua tudo igual ao que era antes da nova ortografia. cutia viaje (verbo) / viagem (substantivo) seção (departamento) / sessão (da assembléia) / cessão (doação) cassada (“licença”) censo (Ibge) / senso (consciência) afim (relacionado) / a fim (em iminência de) (importante) infrigir (deserespeitar) / infligir (impor) cela (prisão) / sela (de cavalo) flagrante (no flagra) Tabela traz regras já de acordo com a nova ortografia Márcia Lígia Guidin* Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação Tipo de palavra ou sílaba Proparoxítonas Quando acentuar sempre Exemplos (como eram) simpática. frequesa) EZA · Abstratos (exs: avareza. requisito. curinga. derivados de adjetivos (exs: aridez. incipiente.b) Maricá enviou uma carta a Maricolá. sumiço erva. arranjar) · Palavras indígenas. traje) X · Após ditongo (exs: caixa. xampu) · Após “me” (exs: mexer. converter = conversão) ÊS · Adjetivos. mexerica) *Exceção: mecha Obs: charco = encharcar rabo = rabicho cochilo = cochilar pechincha = pechinchar cochicho = cochichar fuxico = fuxicar sucesso / suceder = sucessão faisão tigela. enxada) · Palavras indígenas. . usou) · Adjetivos em “oso” (exs: prazeroso. deslize = deslizar ressuscitar. ojeriza. Causa – QUESTÃO 05 . pêssego.. querer e usar (pusesse. bujão. ameixa. paçoca. enraizar) · Verbos em “izar” (exs: fertilizar. pajé) · Palavras terminadas em “aje” (exs: viaje. inglês) · Verbos em “isar”. úmido. cafezal.. vertigem) · Palavras terminadas em “gio” (exs: pedágio. quiser. ele distribui. crânio. obceno. ORTOGRAFIA OFICIAL Regra geral: escreve-se com “s” derivados de palavras em “s”. ele constitui flecha / encher / mexer talvez / através xingar agito = agitar batismo = batizar. duquesa. lúcido. africanas ou traduzidas do inglês (exs: abacaxi. berinjela empecilho. “zinho” e “zito” (exs: irmãozinho. maciço. após “en” (enxame. princesa) · Adjetivos femininos de “ês” (exs: burquesa. gengiva. displicência. caxanbú. muçulmano trás = traseiro obséquio.

avós. árduos. PS. I. super-homem. bíceps. pé. baús. Paroxítonas Se terminadas em: R. US não levam acento: tatu. órfãs. Piauí 1. bebé. ÃS. Luís. IS. fenómeno (Portugal). saúde. ENS Monossílabos tônicos (são oxítonas também) terminados em A. Í e Ú em palavras oxítonas e paroxítonas Í e Ú levam acento se estiverem sozinhos na sílaba (hiato) . avô. pás. jacuís. Continua tudo mês. E. N. Esaú. Observe: 1. aí. ÃO. Continua tudo igual. E. fenômeno (Brasil) académico. O. AS. etc. UM. éden. próton. vírus. Usa-se indiferentemente agudo ou circunflexo se houver variação de pronúncia: bebê. fêmur (Brasil) ou sêmen.cômodo Observe: Pode-se usar acento agudo ou circunflexo de acordo com a pronúncia da região: acadêmico. UNS. AS. terminadas em I. táxi. látex. pólen. US. Continua tudo igual. Morumbi. pó. ES. polens. miúdo. igarapé. semi-internato. debatê-lo. egoísmo. ímã. 2) Usa-se indiferentemente agudo ou circunflexo se houver variação de pronúncia: sêmen. 3) Não ponha acento nos prefixo paroxítonos que terminam em R nem nos que terminam em I: inter-helênico. ditongo oral. Araújo. caráter. X. refém. cárie. álbum(ns). O.OS vá. baús. Atente para os acentos nos verbos com formas oxítonas: adorá-lo. Itaú. fémur (Portugal). puré (Portugal). 2. Ã. a regra se mantém: balaústre. parabéns EM. órfãos. Oxítonas Se terminadas vatapá. ES. bênção. purê (Brasil). L. antiherói. OS. tênis. saída. IS. Se o i e u forem seguidos de s. ÃOS. pôs igual. seguido ou não de S fácil. U. hífen. Observe: 1) Terminadas em ENS não levam acento: hifens. em: A. abacaxi.

Piauí. mas não acentue). colmeia. 4. idéia. cheiinho (cheio). Observe:. céu. moinho. tainha. Esta regra é nova: nas paroxítonas. ÉU(S). o i e u não serão mais acentuados se vierem depois de um ditongo: baiuca. Não se acentuam i e u se depois vier 'nh': rainha. teiú. mesmo com ditongo. Por exemplo: contêiner. Ditongos abertos em palavras paroxítonas EI. Esta regra sofreu alteração. Mas. Verbos terminados em guar. nas oxítonas. maoista. mói (moer) Continua tudo igual (mas. celuloide.2. destróier serão acentuados porque terminam em R. ÓI(S) Verbos arguir e arguir e redarguir (agora redarguir sem trema) usavam acento agudo em algumas pessoas do indicativo. Méier. Esta regra desapareceu. Esta regra colméia. troféu. Ditongos abertos em palavras oxítonas ÉIS. saiinha (saia pequena). ele argui (fale: argúi). 3. do subjuntivo e do imperativo afirmativo. boia. o i e u estiverem no final. cuidado: somente para palavras oxítonas com uma ou mais sílabas). heróis. Os verbos arguir e redarguir perderam o acento agudo em várias formas (rizotônicas): eu arguo (fale: ar-gúo. papéis. OI. averiguar. . bóia desapareceu (para palavras paroxítonas). Escreve-se agora: ideia. bocaiuva. Observe: há casos em que a palavra se enquadrará em outra regra de acentuação. se. quar e aguar enxaguar. mas não acentue. feiura. haverá acento: tuiuiú. herói.

na terceira pessoa do plural do presente levam circunflexo Acento diferencial ele obtém. intervir) singular leva acento agudo. mas não acentue) o caso. detêm. pessoa do manter. exceto para os verbos: PODER (diferença entre passado e presente. eu aguo a planta (diga a-gú-o. vêem Verbos ter e vir na terceira pessoa do plural do presente do indicativo Derivados de ter na terceira e vir (obter. mas não acentue). enjôo. Quando o verbo admitir duas pronúncias diferentes. Ele não pôde ir ontem. do subjuntivo e do imperativo afirmativo. eles delínquem (í tônico). ôo. ela tem sede. Continua tudo igual. tu apazíguas as brigas. perdoo veem. mantêm Esta regra desapareceu. aí acentuamos estas vogais: eu águo. voo. detém. ee vôo. Eles têm sede. eu delínquo. eles têm. PÔR (diferença com a preposição por): . usando a ou i tônicos. obliquar usavam acento agudo em algumas pessoas do indicativo. Se a tônica. zôo. mas pode ir hoje. na pronúncia. eles vêm aqui. eles vêm Continua tudo igual. cair sobre o u.quir apaziguar. Ele vem aqui. Esta regra desapareceu. mantém. magoo. eles águam e enxáguam a roupa (a tônico). apazíguem os grevistas. eles obtêm. delinquir. Agora se escreve: zoo. ele não será acentuado: Eu averiguo (diga averigú-o.

vamos conhecer melhor o acento.Vamos por um caminho novo. 2) FÔRMA (de bolo): O acento será opcional. a) acento agudo. Esses sinais acessórios da escrita chamam-se notações léxicas ou sinais diacríticos. g) cedilha. b) acento circunflexo. então vamos pôr casacos. c) acento grave. de certos sinais auxiliares para indicar a exata pronúncia das palavras. TIPOS DE ACENTO A nossa língua dispõe de apenas três acentos gráficos: a) Acento agudo (´) – Indica que a vogal tônica possui timbre aberto: . TER e VIR e seus compostos (ver acima). deve-se evitá-lo: Eis aqui a forma para pudim. 1. d) til. f) apóstrofo. h) hífen. Para o caso particular de acentuação gráfica. Observe: 1) Perdem o acento as palavras compostas com o verbo PARAR: Para-raios. se possível. PARA QUE SERVE A língua escrita necessita. 2. parachoque. na prática. cuja forma de pagamento é parcelada. e) trema.

aquilo. Existem variados tipos de palavras que são agrupadas em classes de acordo com a sua função e ou forma. Prefiro isto àquilo. aquela(s). Esta camisa é semelhante à que ganhei no aniversário passado. apenas para indicar o fenômeno da crase – fusão de “a” (preposição) + “a(s)” (artigo): Fui à festa. Outro detalhe: só existe acento gráfico em sílaba tônica (sobre a vogal). Chegamos à noite. Crase também é fusão do “a” (preposição) + o primeiro “a” dos demonstrativos aquele(s). Não me refiro a você e sim à que estava doente. Refiro-me àquele rapaz. já as palavras que mudam de forma são chamadas de variáveis. aqueloutro.relé sapé refém harém aloés amá-la beijá-la ádvena ágape amá-la-ás beijá-la-ás álcali b) Acento circunflexo (^) – Indica que a vogal tônica possui timbre fechado: âmago azêmola zênite têxtil anêmona êxodo boêmia Tâmisa êxul plêiade brâmane trânsfuga c) Acento grave () – Usado. I. d) Aspecto prático – Na prática. Fizemos referência às obras românticas. mas nem toda sílaba tônica merece acento gráfico. Endereçamos a carta àquela moça. existem apenas dois acentos gráficos: o agudo e o circunflexo. Crase também é fusão de “a” (preposição) + “a” (pronome demonstrativo). Classes de palavras. hoje. . As palavras que apresentam formas que não variam são chamadas de invariáveis.

pessoa e voz. 3 -Numeral: palavra que expressa quantidade de pessoas ou seres. número e grau. número. tempo e voz. preposição. número e pessoa. indica ou acompanha um substantivo. e também o lugar que elas ocupam em uma determinada sequência. 10 -Verbo: palavra que costuma indicar uma ação. . número e grau.As classes de palavras variáveis são: Substantivo: em gênero. estabelecendo entre elas diversas relações. desejos. Adjetivo: gênero. um estado ou fenômeno da natureza. que o modifica . 6 -Pronome: palavra que substitui . sentimentos e ideias dos seres. Refere-se sempre a um substantivo explícito ou implícito na frase. Flexiona-se em número. geralmente atribui uma circunstância ou característica ao verbo. pessoa. 7 -Preposição: palavra invariável que liga termos de uma oração. As classes de palavras invariáveis são: advérbio. Conjunção. artigo: gênero e número. numeral: gênero e pronome. Interjeição. ao mesmo tempo que determina ou generaliza o substantivo. indicando-lhe o gênero e o número. 1 -Substantivo: palavras que nomeia os seres – visíveis ou não. 9 . Pronome: gênero. 8 . 2 -Adjetivo: palavra que caracteriza os seres. 5 -Advérbio: palavra ligada ao verbo. 4 -Artigo: palavra que antecede o substantivo. com o qual concorda em gênero e número. tempo.Interjeição: palavra invariável usada para exprimir emoções e sentimentos. verbo: modo.Conjunção: é a palavra invariável usada para unir orações ou termos semelhantes de uma oração. animados ou não e também nomeia os estados.

Derivados : têm origem em outra palavra portuguesa. mesa. qualidades. país. mas com idéia de plural. Ex. Classificação dos Substantivos: Comuns : aplicam-se a todos os seres de uma espécie. ódio. Abstratos : nomeiam estados. terreiro. mármore. escola. Ex. Ex. Concretos : nomeiam seres de existência real ou que a imaginação dá como tal.: Benedito. Ex. Rex. sentimentos. fada. bondade. Ex. pé-de-moleque. agrupam-se em dez classes gramaticais. terreno. fidalgo. lousa.• CLASSES GRAMATICAIS Palavra variável é a palavra que altera sua forma para indicar um acidente gramatical. girassol. visita.: marujo. Ex. árvore.: viagem. SUBSTANTIVO É a classe gramatical de palavras variáveis as quais denominam os seres. NOTA – O coletivos é um substantivo singular. Madalena. Próprios : aplicam-se a um único ser de toda espécie.: tempo. Coletivos : nomeiam agrupamentos de seres da mesma espécie. amor. menino. sol. cidade. Primitivos : não tem origem em outra palavra portuguesa. demônio. céu.: couve-flor.: giz. Palavra invariável é a palavra de forma fixa.: mar. Brasil. livro. ações. Ex. cinza. Flexões do Substantivo: . Ex. cinzeiro.: caneta. porta. terra. Deus. homem. As palavras. Existem classes gramaticais de palavras variáveis e classes gramaticais de palavras invariáveis. Compostos : são formados de mais de um radical. Simples : são formados de um só radical.: mesa. Ex.

Gênero Masculino Feminino Número Singular Plural Grau Aumentativo Diminutivo 2.ADJETIVO . 3. as – determinam os substantivos de maneira precisa: Vi o rapaz. uns. Comprei a motocicleta. Classificação dos Artigos: Definidos : o. a.ARTIGO É a classe gramatical de palavras que acompanham os substantivos. uma. determinando-os. umas – determinam os substantivo de maneira vaga: Comprei um livro. os. Ofereci-lhe um carro. Indefinidos : um.

Derivado : tem origem em outra palavra portuguesa. Ex. equivalente a um adjetivo. Graus dos Adjetivos: Grau Comparativo: Igualdade : tão (tanto. Ex. Ex. Uniformes : têm uma só forma tanto para o masculino quanto para o feminino. feliz. sendo uma para o masculino e outra para o feminino. Inferioridade : menos bom que. quanto) Superioridade : Analítico: mais bom que (do que). Primitivo : não vem de outra palavra portuguesa. estado do ser.: mau – má.É a classe gramatical de palavras que exprimem qualidade. tal) bom como (quão. Locução Adjetiva: É toda expressão formada de uma preposição mais um substantivo.: Homens com aptidão (aptos) Pé de chumbo (plúmbeo) Bandeira da Irlanda (Irlandesa) Rapazinho com sossego (sossegado) Gênero dos Adjetivos: Biformes : tem duas formas. Classificação dos Adjetivos: Explicativo : exprimem qualidade própria do ser. Composto: formado de mais de um radical. defeito. Sintético: melhor que. . origem.: cruel. Restritivo : exprimem qualidade que não é própria do ser. Simples : formado de um só radical.

dois. Pronomes Substantivos e Pronomes Adjetivos: Pronome Substantivo : é o pronome que substitui o nome.: Ele não o viu ontem.: meio.: primeiro. eles/elas) . Ordinais: indicam a ordem do ser numa série dada. Ex. dispondo-se a palavra entre e entre as centenas e as dezenas e entre as dezenas e unidades. ele/ela. três. Ex. Multiplicativos: indicam a multiplicação dos seres. Ex. Sintético: (erudito) ótimo (popular) boníssimo. Ex. nós. Pronome Adjetivo : é o pronome que acompanha o nome. Fracionários: indicam a divisão dos seres. terço.: dobro. Inferioridade: o menos bom de. medida. Leitura dos Numerais Cardinais: Faz-se a leitura do numeral cardinal. triplo. (eu.: 894 = oitocentos e noventa e quatro. Ex. vós. Ex. 5. Ex.: Aquele rapaz não viu sua prima. Relativo: Superioridade: o mais bom de. tu.NUMERAIS Classificação dos Numerais: Cardinais: indicam contagem. Classificação dos Pronomes: Pronomes Pessoais: Retos: exercem a função de sujeito. juntando-lhe uma característica. 4.PRONOME É a classe de palavras que substituem o nome ou a ele se referem.Grau Superlativo: Absoluto : Analítico: muito bom. segundo.: um.

. Pronomes Possessivos: Número Pessoas Pronomes Singular 1ª 2ª 3ª Meu (s). vossa (s) Seu (s). Próprio (s). mesma (s).). sua (s) Plural 1ª 2ª 3ª Nosso (s). se.) Tratamento: são expressões usadas no tratamento cerimonioso ou de respeito. Aquele (s). Mesmo (s). sua (s) Pronomes Demonstrativos: Este (s).. Esse (s). essa (s). (Vossa Senhoria. nossa(s) Vosso (s).Oblíquos: exercem a função de complementos. (me.. Semelhante (s). aquilo. esta (s).. isso.. própria (s). Vossa Santidade. aquela (s). tua (s) Seu (s). isto. minha (s) Teu (s). te.

tudo. 6.. cada.. de tempo: quando. nada. de dúvida: talvez. alguma (s). de intensidade: quanto.. nunca. quem. algo. O advérbio . Classificação do Advérbio: de lugar: perto. muita (s). uns.... um. aquela (s)). donde. outro (s). nenhum. muito (s). cuja. O. de modo: como. isso.Tal. intensamente. quiçá. porventura... as quais. assim.. outrem. Advérbios Interrogativos: São advérbios interrogativos que estabelecem uma interrogação e se classificam como: de lugar: onde. nem (=não). de intensidade: muito. calmamente. lá. a. de tempo: ainda. todo (s). tais. cujas.. quanta (s). cujos. aonde. a qual. alguns. Pronomes Indefinidos: Algum . de afirmação: sim.ADVÉRBIO É a classe de palavras invariáveis que indicam circustâncias diversas. ali. onde. uma (s). de modo: bem. os pronomes interrogativos são algumas formas de pronomes indefinidos empregados nas interrogações diretas ou indireta.. toda (s). aqui. outra (s).. alguém. Pronomes Relativos: Que. quaisquer. dependendo da circunstância que indica. longe. Pronomes Interrogativos: Segundo alguns gramáticos. cujo. de negação: não. . os quais. as (= aquilo. certamente. isto. quanto (s).. o qual. de causa: por que. aquele (s). qualquer. sempre. e quase todas palavras terminadas em mente. ninguém. etc. mal. nenhuns. pouco. jamais. os.

desde. até.: não vivemos (verbo) .PREPOSIÇÃO É a classe de palavras invariáveis que ligam duas palavras. Tanto a locução adverbial como o advérbio modificam o verbo. formada também por um grupo de palavras. sobre. per. sob. subordinando a segunda à primeira. sem que haja alteração de forma. para com.: a respeito de. por. Classificação das Preposições: essenciais: a. afora. durante. entre.: de repente. o adjetivo e outro adverbio.: em + a = na de + aquela = daquela per + o = pelo . perante. segundo. para. com. desde que formada demais de uma palavra. 2. perto de. 7. sem. Ex. trás. por aqui. Ex. em. havendo alteração da forma. como. Ex. consoante. Combinação: É a união da preposição a com os artigos o. Ex. contra. Locução Prepositiva: É a expressão equivalente a uma preposição. com certeza. os. após.Locução Adverbial: É toda expressão que corresponde a um advérbio.acidentais: conforme.: a + o = ao a + os = aos Contração: É a união da preposição com outra palavra. ante. de. mediante. Ex. muito cedo (advérbio).

sem que (= senão). desaprovação. a não ser que.CONJUNÇÃO É a classe de palavras invariáveis que ligam duas palavras ou orações entre si. por pouco que. desculpa. aplauso. pois (antes do verbo) Subordinativas: causais: porque. desejo. saudação. pena. como (= porque).. conquanto. já . porquanto. Dependendo do estado emotivo ( espanto. todavia. conclusivas: logo.: ih! (lástima ou perda) . alternativas: ou . O estado emotivo expresso pela interjeição é determinado pela entonação com que é pronunciada. concessivas: embora. alegria. contudo.. visto como. bem como. condicionais: se. que (= porque). lástima. as interjeições são classificadas. apesar de que. Classificação das principais Conjunções e Locuções Conjuntivas: Coordenadas: aditivas: e. apelo. dado que. porque.8. por muito que. dor. nem (=e não). uma vez que. Essa entonação especial é indicada pelo ponto de exclamação. contanto que. ainda que. Ex. senão.: Ora bolas! Valha-me Deus! Ai de mim! 9. etc. mas ainda. porquanto. Locução Conjuntiva é a expressão equivalente a uma conjunção. desde que. mesmo que. por isso. mas também. Ex. visto que. porém. se bem que. pois (depois do verbo) explicativas: que. imitação de um som ou ruído. no entanto. já que. portanto. indignação. desde que.. ora. posto que. Locução Interjeitiva: É toda expressão que corresponde a uma interjeição. alivio.. por mais que. sem que (= embora não).INTERJEIÇÃO É a classe gramatical de palavras invariáveis que exprimem um estado emotivo. salvo se. eh! (advertência).. adversativas: mas. por conseguinte. ou. a menos que. já. caso. entretanto. pois. como também. advertência.). . ora . por menos que..

uma possibilidade. até que. que indicam ação (correr). modo e voz. Ex.: andar = o andar. número. quanto menos. a fim de que. tempo. um conselho. Tempo: Presente: indica a ação que acontece durante o momento em que se fala. Flexões Verbais: Pessoa: varia a forma verbal para indicar a pessoa gramatical a que se refere: 1ª pessoa: orador (que fala) 2ª pessoa: interlocutor (com quem se fala) 3ª pessoa: assunto (de que se fala) Número: varia a forma verbal para indicar o número de sujeitos a que se refere: Singular: refere-se a um único sujeito. sempre que. apenas. mal. qual. conforme. de forma que.: formando = o formando. quanto. gerúndio: passa a substantivo. quanto mais. Além dos três modos verbais. depois que. uma súplica. Futuro: indica a ação que vai acontecer depois de se falar. do que. comparativas: como. que (= para que). . temporais: quando. logo que. consecutivas: que. um desejo. Imperativo: indica uma ordem. que. consoante. que nem. 10. finais: para que. Modo: Indicativo: indica uma realidade Subjuntivo: indica uma dúvida. à proporção que. porque (= para que). antes que. assim que. proporcionais: à medida que. de jeito que. desde que. um pedido. sem que. Plural: refere-se a mais de um sujeito. agora que.VERBO É a classe de palavras variáveis em pessoa. tal e qual. fato (nascer). segundo. Pretérito: indica a ação que acontece antes de se falar.conformativas: como. fenômeno (chover). existem as três formas nominais: infinitivo: passa o substantivo. enquanto. Ex. estado (ficar).

primeira e segunda MASCULINO PLURAL OU MAIS PRÓXIMO · Sujeito composto. “só” (sozinho). “próprio”. Ex. MAIS PRÓXIMO OU PLURAL · · Sujeito composto. de gêneros diferentes.: realizado = trabalho realizado. plural e posposto (ex: linda/lindos boca e braços) Sujeito composto. As principais são: Adjetivo. visto” . com artigo Ex: As línguas inglesas e francesas A língua inglesa e francesa A língua inglesa e a francesa MAIS PRÓXIMO · Sujeito composto por sinônimos (ex: gratidão e reconhecimento profundo) VARIAM EM GÊNERO E NÚMERO · Sujeito composto por “mesmo”. “anexo”.particípio: passa a substantivo ou adjetivo. voz passiva: o sujeito sofre a ação ( paciente ) voz reflexiva: o sujeito pratica e recebe a ação. de gêneros diferentes. de mesmo gênero. “dado”.Voz: indica se o sujeito pratica ou recebe ação. 5. singular e pospostos (ex: linda/lindos boca e SINGULAR OU PLURAL · Sujeito composto. “junto”. Há três vozes verbais: voz ativa: o sujeito pratica a ação ( agente ). singular e posposto = depois (ex: lindo/lindos rosto e Regra geral: mais próximo ou plural CONCORDÃNICA NOMINAL corpo) braço) · · Sujeito composto. “incluso”. • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • VÁRIAS FORMAS · Sujeito composto. ligado por “ou” (ex: traga faca ou colher prateada/prateadas) Sujeito composto por ordinais (exs: a primeira e a segunda fila/filas. de gêneros diferentes. Substantivo e Pronome. números diferentes e posposto (ex: linda/lindos pernas e ombro) série/séries) “nenhum”.

menos (quantidade). “mais de um” (ex: mais de um faz). fazia dez graus) Obs: Locuções verbais = transmissão de impessoalidade (ex: vai haver) hão de existirem / hão de fazer = ênfase (ex:vão haver muitas pessoas) existir/acontecer = pessoais (ex: existem muito motivos) o sofrimento.possível. “um ou outro”. as desilusões. só. muito. a sós. obrigado INVARIÁVEIS · · Advérbios de modo (exs: menos. sou eu quem diz) Verbo + índice de indeterminação do sujeito “se” (precisa-se de motoristas) Obs: pregam-se botões · Verbos impessoais = haver/fazer/estar/ir .• • • • • • • • • • VARIAM · O mais. “algum de”. nada/tudo faz (“resuminadora”) . “é mais de”. em mão Obs: um e outro assuntos / uma e outra parede sujas a cerveja é boa / cerveja é bom estou quite / estamos quites bastantes Caso A você primeira pessoas possua Vídeo falaram Internet Aula sobre bastante Banda bem larga. “é pouco”. fazia dez horas. bastante. caro.. meio. em anexo.. concordância de você assista: Nominal • • A segunda Vídeo aula sobre concordância Nominal • • • • • • • SINGULAR · CONCORDÂNCIA VERBAL Regra geral: sujeito composto anteposto = plural (ex: paulo e elias foram) / posposto = singular ou plural (ex: foi/foram paulo e elias) Sujeito composto por “nem um nem outro”. “uma parte de” • • • • • • • • • • • • • · · Sujeito composto por coletivo (ex: uma porção de homens viu o que aconteceu) Sujeito composto.tempo/existir/temperatura (exs: faz/há três dias que ele saiu. “é menos de”. “é tanto” = quantidade. “um dos que”. ligado por “com” = companhia / “ou” = exclusão/sinomia (exs: paulo ou eugênio vai. “é muito”. somente) Alerta (ex: os soldados estavam alerta). paulo com eugênio vai) Obs: verbo antes = mais próximo 3ª PESSOA DO SINGULAR · · Sujeito composto por “quem” / “qual” (exs: qual de vóis é?. as traições da vida.

. “isso”.. sobre a 3a (exs: eu. “aquilo”. “a maior parte de” / “grande parte de” / “alguns de” / “um PLURAL · · · · Sujeito composto anteposto (ex: paulo e joão foram) Ligados por “como” (ex: o jovem como o idoso são sensíveis) Sujeito composto por “quantos de” (ex: quantos de nós serão aceitos) Pronomes pessoais diferentes: a 1a. antomímia. retificação (ex: a viúva com os filhos saíram) Obs: já não se fazem mais casas como antigamente grande número de” / “muitos de” + nome no plural (ex: a maior parte dos alunos fiajou/viajaram) · · Sujeito composto por “um dos que” (ex: sou um dos que foi/foram) Sujeito composto por “cerca de”. mas também”. tanto você quanto seus amigos estão certos) e ele somos / tu e ela sois) · Sujeito ligado por “com” = cooperação / “ou” = inclusão. bem como seus irmãos. e 3a. tudo é reprovável (palavra “resuminadora”) hoje são 14 de abril / hoje é dia 14 de junho / são 10 horas / são 10km até lá entre mim e você SINGULAR OU PLURAL · · Sujeito composto por “um e outro” (um e outro ficou/ficaram) Sujeito composto por “a maioria”. estou/estamos com gripe. “mais de”: concorda com o numeral (exs: mais de um morreu.. mas meus filhos.. e a 2a. ódio. como”. como”. luiz.. cerca de vinte escaparam) · Sujeito composto por porcentagem ou fração (exs: vinte porcento sobreviveu/sobreviveram.. prevalece sobre a 2a. “tanto. um terço foi) · “Tudo”. “bem como” (exs: não só eu. tu ANTECEDENTE DO SUJEITO · Sujeito composto por “que” (ex: fui eu que resolvi) MAIS PRÓXIMO OU PLURAL · · Sujeito composto posposto (ex: foi/foram Paulo e João) Sujeito composto por “não só.quanto” (exs: tanto o marido como a mulher mentiram. “o que” + verbo ser + nome plural (ex: tudo é/são flores) . inveja. “não só.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Obs: o filho é as alegrias dos pais (ser humano) / o problema são as dívidas (coisa) os Estados Unidos são uma potência (com artigo) / Estados Unidos é uma potência Os Luzíadas imortalizaram Camões hajam vistos os perigos / haja visto a incidência elas mesmas se corrigiram raiva.. foi/foram a missa) · Sujeito composto por “tanto..

mas ela discordou do acordo a escola em que estudei / a pessoa a quem obedeço / a mulher de quem nunca esqueço a cidade em que morava / a praia a que iremos / o filme de que mais gostei / a empresa em que trabalho deram três horas no relógio / o relógio deu dez horas faltam poucas horas para acabar é proibido entrada / é proibida a entrada .• • • • • • • • • fomos à cantina e voltamos da cantina / acredito nas pessoas e gosto das pessoas eles propôs o acordo.