Você está na página 1de 2

Origem Originalmente o termo mercado era utilizado para designar o sítio onde compradores e vendedores se encontravam para trocar

os seus bens. Contudo, em marketing, os vendedores são vistos como constituindo uma indústria e os compradores como constituindo um mercado. Os vendedores enviam os seus produtos, serviços e comunicações para o mercado, e recebem dinheiro e informação em troca. Nas sociedades mais avançadas os mercados não necessitam de ser lugares físicos onde compradores e vendedores interagem (Internet). A definição de mercado poderá ser entendida de duas formas distintas: Em sentido amplo: Conjunto de pessoas individuais ou coletivas capazes de influenciar as vendas de um determinado produto Em sentido restrito: Conjunto de dados sobre a importância e evolução das vendas de um produto. Quanto nos referimos ao mercado, em sentido amplo ou em sentido restrito, existem três classificações de mercado: Mercado real: Volume de vendas efetivo de um determinado produto ou número de consumidores que compram o produto (os consumidores do produto que a empresa fabrica). Quota de Mercado é o mesmo que Mercado real da Empresa. Mercado potencial: Estimativa do volume a atingir pelas vendas de um determinado produto ou conjunto de compradores que estão em condições de adquirir esse produto (os consumidores que adquirem o tipo de produto fabricado pela empresa e pela concorrência). Mercado total: Engloba o mercado potencial de um determinado produto e o mercado dos que não consomem esse produto (toda a população que tenha condições para vir a adquirir um bem ou serviço, mas sem a garantia de vir a adquiri-lo). Teoria do Monopólio Monopólio é quando há somente um vendedor no mercado para um bem precioso, como exemplo a semente, mas no caso de Brasil e Portugal foi os carroceiros substituto e há barreiras na entrada de empresas que mencionem vender o mesmo bem ou um bem substituto, protegendo o monopolista da concorrência. Tal como no caso de concorrência perfeita os exemplos de monopólio na sua forma pura são raros, mas a teoria do monopólio elucida o comportamento de empresas que se aproximam de condições de monopólio puro. Ter o poder de monopólio significa simplesmente o vendedor ter algum controle sobre o preço do produto, sem uma curva de oferta. A fonte básica de monopólio é a presença de barreiras de entrada, de onde se destacam: Economias de escala: Empresas novas tendem a entrar em mercados a níveis de produção menores do que empresas estabelecidas. Se a indústria é caracterizada por economias de escala (custos médios decrescem com o aumento no volume de produção), os custos médios da empresa nova serão mais altos do que os custos médios de uma empresa estabelecida. Proteção Legal: Proteções legais, como direito autoral e patente, garantem ao seu detentor exclusividade no mercado. As leis das patentes no EUA permitem a um inventor o direito de usar a invenção por um período de 17 anos, período no qual o dono da patente está protegido da concorrência. Propriedade exclusiva de matéria-prima: Empresas estabelecidas podem estar protegidas da entrada de novas empresas , pelo seu controle das matérias-primas, ou outros recursos-chaves para produção. Lobby político: Por influência política surgem as condições de um monopólio. Tipos de monopólio Monopólio Natural O monopólio natural é uma situação de mercado em que os investimentos necessários são muitos elevados e os custos marginais são muito baixos. Caracterizados também por serem bens exclusivos e com muito pouca ou nenhuma rivalidade.

O segundo. as lisas.Esses mercados são geralmente regulamentados pelos governos e possuem prazos de retorno muito grandes. Um bom exemplo são as batatas-fritas. por isso. TV a cabo. na qual a produção se concentra num pequeno número de firmas. a concorrência será maior e está-se mais próximo da concorrência perfeita. Numa situação deste tipo. Governos e Monopólios Os governos possuem dois papéis distintos quando se refere aos monopólios. as com brindes. Apesar de estes fatores poderem inflacionar um pouco o preço do produto. através de políticas antitruste e regulação desses mercados para evitar abusos. Oligopólio O oligopólio é uma situação de mercados concentrados. mas que oferecem produtos ou serviços não totalmente homogêneos e. a marca.a maior ou menor proximidade de uma situação de monopólio depende do grau de diferenciação (e portanto do grau de substituição) existente entre os diferentes produtos oferecidos: se esse grau de substituição é reduzido. ele caracteriza-se com um truste. o peso e o tamanho da embalagem. se o grau de substituição é elevado. existem as batatas com sabor de queijo. quando há uma união das empresas com o objetivo de dividir o mercado. cada uma das empresas possui algum poder de mercado para influenciar o preço dos seus próprios produtos ou serviços. A inclusão de uma característica específica. num produto comum. é quando o governo garante os direitos de propriedade. O primeiro. daí o seu nome. ainda que na atualidade haja concorrência nesses setores. No mercado. cada empresa funciona como um pequeno monopólio . Quando há algum tipo de acerto referente ao preço que será praticado. . direitos autorais e patentes. Outros fatores que as distinguem são os pacotes. como os cartéis. diferenciado dos produtos dos restantes concorrentes. No oligopólio também existem barreiras à entrada de potenciais concorrentes. distribuição de energia elétrica ou sistema de Fornecimento de Água são exemplos característicos de monopólios naturais. entre outras. que caracteriza os monopólios coercivos. criando monopólios legais. as onduladas. pois existem sempre concorrência. de combate. por isso funcionam melhor quando bem protegidos. no seu produto particular. não totalmente substituíveis. a concorrência será mais reduzida e está-se mais próximo de uma situação de monopólio. muitas vezes só é possível com uma matéria-prima conhecida pelo produtor. De fato. mas as ações entre as empresas não são necessariamente coordenadas. o fabricante não tem grande manobra de definição do preço. Concorrência monopolística Concorrência Monopolística é uma forma de concorrência imperfeita e corresponde a uma situação em que existem numerosas empresas no mercado. o oligopólio caracteriza-se como um cartel.