Você está na página 1de 1

Sobre o Estruturalismo Prof Dr Gilson Iannini IFAC UFOP Por: Juliano Gustavo Ozga Filosofia UFSM-UFOP Problema I.

I. Sobre o estruturalismo e a lingustica estrutural pode-se inferir a problemtica que envolve o desenvolvimento da concepo realista da cincia e da concepo anti-realista (nominalismo), onde seus pontos de convergncia se tornaram quase desconexos, isto , a cincia ora tornou-se pura especulao matemtica e lgica ou ora tornou-se uma complexa e bem elaborada conceituao retrica e literal. O conceito de estruturalismo ir influenciar os estudos lingsticos e antropolgicos, como na concepo de homem como ser do mundo e ao mesmo tempo em que conhece o mundo usa as palavras para nomear os objetos. Diante da controvrsia entre signo, significado e significante (F. Saussure), ou seja, aspecto nominalista, tambm h o fator objeto que nomeado, passando assim a cincia para outro mbito que engloba ambas as reas (nominalismo e realismo). Problema II. A concepo de Foucault sobre a cincia e o homem pretende expor outra concepo de leitura do objeto do conhecimento que pretende focalizar o homem como objeto. Essa perspectiva ir englobar tanto a psicanlise, a lingstica e a antropologia. Essas reas pretendem explicar o que o homem, porm, com a abertura para outras perspectivas humanistas que at ento no eram exploradas conjuntamente, donde reside a grande importncia e relevncia dos seus estudos para uma nova abordagem do estudo do homem diferente da concepo antropolgica tradicional. Problema III. Sobre o problema do estruturalismo e da lingstica estrutural e suas fundamentaes, alm de toda a argumentao de Foucault tambm importante o aspecto nominalista que envolve a questo do conhecimento, onde no decorrer histrico passou pelo nominalismo na idade mdia e pela concepo puramente matemtica e fisicalista posteriormente, onde para entender as coisas e as palavras, deveramos abandonar o significado realista, ou seja, o foco no mundo efetivo e em seus objetos, ou o significado realista, ou seja, o foco no significado e origem das palavras expressas pelo nominalismo. No entanto Foucault prope uma releitura dessa concepo histrica do surgimento da cincia com outra abordagem, ou seja, antes o que era a palavra e seu significado (nominalismo ou anti-realismo) passou a ser as coisas e o mundo efetivo (objetos fsicos) o objeto de pesquisa da cincia (realismo), e que agora na concepo histrica peculiar de Foucault deveria ser o homem o objeto do estudo das cincias humanas e assim tratar o homem como fonte de conhecimento vlido e justificado, aplicando o mtodo cientfico, e por isso a pretenso de ampliar a concepo de antropologia tradicional, abordando tambm a antropologia (com outra perspectiva), a leitura psicanaltica e seu desenrolar na lingustica, havendo a suposta pretenso de formar a base da justificativa para analisar o homem como objeto de conhecimento, sendo essa perspectiva suscetvel de ser ultrapassada, ou seja, a cincia sobre o homem tambm ser ultrapassada.

Você também pode gostar