Você está na página 1de 19

TEMA: Resistores

AULA: Eletricidade Básica I


Eletricidade Básica I

Assuntos:

• Tipos de Resistores;

• Leituras de Resistores - Código de Cores;

• Associação de Resistores;

• Divisor de Corrente;

• Divisor de Tensão.

Habilidades e Competências:

• Identificar os tipos de resistores mais usuais;

• Realizar leitura dos valores dos resistores por meio do código de cores;

• Identificar e diferenciar os tipos de associações de resistores;

• Analisar o funcionamento do divisor de tensão;

• Analisar o funcionamento do divisor de corrente.

Recursos:

• Kit XA102 - Banco de ensaios para Eletrônica Analógica com Cartões de Experiências;

• Módulo XA100M07.01.01;

• Módulo XA100M03.01.01;

• Fios e cabos para conexão.

2
Resistores
Denomina-se resistor todo condutor, no qual a energia elétrica consumida é transformada, exclusiva-
mente, em energia térmica. São exemplos de resistores: filamentos de tungstênio em lâmpadas elétricas
incandescentes, espirais nicromo em chuveiros, fios de chumbo nos fusı́veis, filamentos que são aquecidos
em estufas, entre outros.
Na prática, os resistores limitam a intensidade de corrente elétrica através de determinados compo-
nentes. Uma aplicação, por exemplo, é o resistor associado em série com um LED, como se ilustra na
figura 1.

Figura 1: Resistor em série com um LED

Nesse circuito, o resistor limita a corrente que passa através do LED, permitindo apenas uma inten-
sidade suficiente para que ele possa acender. Sem esse resistor a intensidade de corrente através do LED
iria danificá-lo permanentemente.

Simbologia

Há duas maneiras de representar resistores de valores fixos, uma delas é retângulo com terminais e a
outra é uma linha quebrada (zig-zag). A primeira representação é utilizada na Europa e Reino Unido, já a
segunda representação é usada nas Américas e Japão. A figura 2 apresenta as simbologias dos resistores.

Figura 2: Simbologia dos Resistores

3
Tipos Usuais de Resistores

Resistor de Fio: Usados geralmente para dissipar temperatura e possuem


altas tolerâncias a variação de resistência.

Resistor de Filme de Carbono: Baratos, facilmente disponı́veis, com


tamanho maior em relação aos demais resistores fixos e com tolerância de (+
ou -) 10% ou 5%.

Resistor de Filme de Metal: Apresenta maior acuidade em seus valores,


com tolerância de (+ ou -) 2% ou 1% do nominal.

Resistor de Potência: Utilizado para intensidade de corrente elevada, pois


dissipa calor com maior rapidez de acordo com sua potência.

Potenciômetro: Resistor variável de três terminais.

LDR (Light Depend Resistor): É um resistor controlado por luz.

Termistores: Sua resistência elétrica é alterada mediante variação da


temperatura.

Magnetoresistores: Sua resistência aumenta de acordo com o aumento do


campo magnético.

4
Leitura de Resistores - Código de Cores
O código de cores é utilizado para obtenção do valor nominal da resistência, tolerância e em alguns
casos o valor do coeficiente térmico. Este código é expresso no corpo do resistor em forma de anéis
coloridos em números de quatro, cinco ou seis, conforme mostrado na figura 3.

Figura 3: Código de Cores

5
Associação de Resistores
A associação dos resistores é empregada quando há a necessidade de um valor de resistência diferente
do valor fornecido por um único resistor ou quando a corrente a atravessar o resistor é maior do que
aquela que ele suporta e assim o danificaria.
Os resistores podem ser associados de diversos modos. Basicamente existem dois modos distintos de
associá-los - em SÉRIE e em PARALELO - que iremos examinar.
Em qualquer associação de resistores, denomina-se Resistor Equivalente o resistor que faria o
mesmo que a associação. Entende-se por Resistência da Associação a resistência do resistor equiva-
lente.

Associação de Resistores em Série

Resistores associados em série são percorridos pela mesma corrente. A figura 4 mostra a associação
de resistores em série.

Figura 4: Associação em Série

A Resistência Equivalente (Req ) de uma associação em série é calculada por meio do somatório dos
valores dos resistores, o cálculo é expresso pela equação 1.

Req = R1 + R2 + R3 + ... + Rn (1)

A diferença de potencial (ddp) de uma associação em série é a soma das ddps em cada um dos
resistores associados. A equação 2 apresenta os cálculos.

Req ∗ i = R1 ∗ i + R2 ∗ i + R3 ∗ i + ... + Rn ∗ i ⇒ U = U1 + U2 + U3 + ... + Un (2)

Associação de Resistores em Paralelo

Resistores associados em paralelo apresentam a mesma diferença de potencial. A figura 5 mostra a


associação de resistores em paralelo.

Figura 5: Associação em Paralelo

6
A Resistência Equivalente (Req ) de uma associação em paralelo é expressa pela equação 3.

1
Req = 1 1 1 1 (3)
R1 + R2 + R3 + ... + Rn

A corrente ’I’ do circuito principal divide-se nos resistores associados em valores I1 , I2 , I3 , ..., In .
Sendo assim, a corrente em uma associação de resistores em paralelo é a soma das correntes nos resistores
associados, como expressa a equação 4.

I = I1 + I2 + I3 + ... + In (4)

Os valores da correntes em cada ramo da associação dos resistores em paralelo é a diferença de


potencial pela resistência do ramo, como indicado pela equação 5.

U U U U
I1 = ; I2 = ; I3 = ; ...; In = (5)
R1 R2 R3 Rn
Em caso particular de associação em paralelo com dois resistores, pode-se efetuar o cálculo da Re-
sistência Equivalente pela regra do produto pela soma, como apresentado pela equação 6.

R1 ∗ R2
Req = (6)
R1 + R2

Associação de Resistores Mista

As associações mistas de resistores contêm associações em paralelo e associações em série. Qualquer


associação mista pode ser substituı́da por um resistor equivalente, que obtêm-se considerando que cada
associação parcial (série ou paralelo) equivale a apenas um resistor, simplificando aos poucos o desenho
da associação.

DICA: Para resolver uma associação mista, colocam-se de inı́cio letras em nós e terminais da
associação. Nós são os pontos onde a corrente se divide. Terminais são pontos entre os quais se quer a
resistência equivalente. Muda-se aos poucos os desenhos resolvendo as associações, cujo os resistores
se têm certeza estarem em série ou em paralelo.
CUIDADO: Na mudança não pode desaparecer do desenho os terminais da associação.

7
Divisor de Tensão
Um divisor de tensão, conforme pode ser visto na figura 6 é um simples dispositivo destinado a criar
uma tensão (VOU T ), que é proporcional à outra tensão (VIN ). Geralmente é empregado para criar uma
tensão de referência, e pode ser também utilizada como um sinal atenuador em baixas frequências.

Figura 6: Divisor de Tensão

A regra do divisor de tensão se aplica a resistores associados em série. A equação 7 apresenta o


cálculo.

Rn
VOU T = ∗ VIN (7)
R1 + R2 + ... + Rn

Divisor de Corrente
A regra do divisor de corrente se aplica a resistores associados em paralelo, com a finalidade de
determinar a corrente que circula cada componente individual, conforme ilustrado na figura 7.

Figura 7: Divisor de Corrente

A equação 8 expressa o seu cálculo.

1 1
In = 1 1 1 1 ∗ ∗I (8)
R1 + R2 + R3 + ... + Rn
Rn

No caso de uma associação paralela com dois resistores, a equação simplifica-se à :

R1
I2 = ∗ I (9)
R1 + R2

8
Questão 1:

O que são resistores?

Questão Auxiliar 1.1:

Cite onde você tem contato com resistores no seu dia a dia?

Questão Auxiliar 1.2:

Na prática, qual a finalidade do emprego dos resistores nos circuitos?

Questão 2:

Qual a finalidade de uma associação de resistores?

Questão Auxiliar 2.1:

Como se calcula a resistência equivalente de uma associação de resistores em série?

Questão Auxiliar 2.2:

Como se calcula a resistência equivalente de uma associação de resistores em paralelo?

9
Questão 3:

Como é reconhecido os valores ôhmicos dos resistores?

Questão Auxiliar 3.1:

Como é realizada a leitura dos resistores com 4 faixas por meio do código de cores?

10
Questão 1: Analise o código de cores do resistor apresentado a seguir e marque a alternativa que descreve
seu valor correto:

Marrom. Verde. Preto. Dourado

( ) 16[Ω], ±5%

( ) 15[Ω], ±0,5%

( ) 15[Ω], ±5%

( ) 16[Ω], ±0,5%

Questão 2: Analise o código de cores do resistor apresentado a seguir e marque a alternativa que descreve
seu valor correto:

Vermelho. Vermelho. Dourado. Dourado.

( ) 22[Ω], ±1%

( ) 2,2[Ω], ±5%

( ) 222k[Ω], ±5%

( ) 220[Ω], ±5%

11
Questão 3: Analise o código de cores do resistor apresentado a seguir e marque a alternativa que descreve
seu valor correto:

Violeta. Verde. Preto. Laranja. Marrom.

( ) 75k[Ω], ±5%

( ) 750[Ω], ±1%

( ) 750k[Ω], ±5%

( ) 750k[Ω], ±1%

Questão 4: Analise o código de cores do resistor apresentado a seguir e marque a alternativa que descreve
seu valor correto:

Laranja. Azul. Preto. Preto. Marrom

( ) 350[Ω], ±1%

( ) 360[Ω], ±1%

( ) 360k[Ω], ±5%

( ) 380[Ω], ±1%

12
1) Por meio do código de cores dos resistores de valores fixos do módulo XA100M03.01.01
- Eletricidade Básica faça a leitura de seu valor nominal e preencha a tabela.

Resistor Valor Lido Tolerância


R2
R3
R4
R5
R6
R7
R8
R9
R10
R11
R12
R13
R14

13
2) Utilizando o módulo XA100M03.01.01 - Eletricidade Básica, o módulo XA100M07.01.01
- Multı́metro Analógico (ohmı́metro) e o kit XA102 - Banco de ensaios para Eletrônica
Analógica com Cartões de Experiências, calcule a resistência equivalente dos circuitos, em
seguida verifique os valores por meio do ohmı́metro e preencha a tabela. Siga o exemplo.

Valor
Circuito Cálculo
Medido

500[Ω] 493[Ω]

14
Valor
Circuito Cálculo
Medido

15
Valor
Circuito Cálculo
Medido

16
3) Utilizando o módulo XA100M03.01.01 - Eletricidade Básica, o módulo XA100M07.01.01
- Multı́metro Analógico (voltı́metro) e o kit XA102 - Banco de ensaios para Eletrônica
Analógica com Cartões de Experiências, calcule a tensão sobre os resistores indicados nos
circuitos abaixo, em seguida verifique os valores por meio do voltı́metro e preencha a tabela.

Valor
Circuito Cálculo
Medido

• Houve diferença entre o valor calculado e o valor medido? Justifique.

17
4) Utilizando o módulo XA100M03.01.01 - Eletricidade Básica, o módulo XA100M07.01.01
- Multı́metro Analógico (amperı́metro) e o kit XA102 - Banco de ensaios para Eletrônica
Analógica com Cartões de Experiências, calcule a corrente sobre os resistores indicados nos
circuitos abaixo, em seguida verifique os valores por meio do amperı́metro e preencha a
tabela.

Valor
Circuito Cálculo
Medido

• Houve diferença entre o valor calculado e o valor medido? Justifique.

5) Utilizando o módulo XA100M03.01.01 - Eletricidade Básica, o módulo XA100M07.01.01


- Multı́metro Analógico (ohmı́metro) e o kit XA102 - Banco de ensaios para Eletrônica
Analógica com Cartões de Experiências, analise o comportamento do trimpot. Para o
circuito Series - 2 do módulo XA100M03.01.01 conecte um jumper, meça a resistência do
circuito e vá variando com uma chave de fenda a resistência do trimpot em sentido horário,
verifique a variação da resistência e anote o valor. Em seguida varie no sentido anti-horário,
observe, anote os resultados e tire suas conclusões.

• Resistência do circuito com trimpot girado no sentido horário:


18
• Resistência do circuito com trimpot girado no sentido anti-horário:

• O que você pode observar sobre o trimpot neste circuito? Explique e cite exemplos do emprego
deste componente.

19

Você também pode gostar