Você está na página 1de 304

CONTEÚDO

SEÇÃO UM: SISTEMA INTRALOX . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3


CONSTRUÇÃO DA ESTEIRA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
MÉTODO DE ACIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
REQUISITOS DE DESIGN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
PROCESSO DE SELEÇÃO DA ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
SERVIÇOS INTRALOX . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
SEÇÃO 2: LINHA DE PRODUTOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
COMO USAR ESTA SEÇÃO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .15
MATERIAIS PADRÃO DE ESTEIRA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
MATERIAIS DE ESTEIRAS PARA APLICAÇÕES ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
PROPRIEDADES DOS MATERIAIS DA ESTEIRA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .18
TABELA DE DISPONIBILIDADE DE TIPOS E MATERIAIS DE ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . .19
FATORES DE ATRITO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .26 Manual de engenharia de
MATERIAIS DE ENGRENAGEM PARA USO GERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
MATERIAIS DE ENGRENAGEM PARA APLICAÇÕES ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .27 esteira transportadora
DISPONIBILIDADE DE MATERIAL PARA ENGRENAGENS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
INSTRUÇÕES PARA A SELEÇÃO DE ESTEIRAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .30 GARANTIA
ESTEIRAS DE PERCURSO EM LINHA RETA
SÉRIE 100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33 A Intralox, LLC. oferece garantia dos produtos de sua própria
fabricação por um período de um ano a contar da data de
SÉRIE 200. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39 entrega. Esta garantia assegura que a Intralox, LLC. irá
SÉRIE 400. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49 substituir ou reparar quaisquer produtos que apresentem falhas
SÉRIE 600. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 de material ou de fabricação comprovadas sob condições
SÉRIE 800. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73 normais de uso ou de serviço. Nenhuma outra garantia fica
SÉRIE 900. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 97 expressa ou implicada exceto se expressamente estabelecida
SÉRIE 1100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121 por escrito e aprovado por um representante devidamente
SÉRIE 1200. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 135 autorizado a estender tal aprovação pela Intralox, LLC.
SÉRIE 1400. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 147 CUIDADO
SÉRIE 1500. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 161 A Intralox, LLC. não garante que o projeto e/ou função
SÉRIE 1600. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 167 operacional de qualquer equipamento que incorpore e/ou
SÉRIE 1700. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 175 pretenda incorporar os produtos Intralox, LLC. irá se adequar a
SÉRIE 1800. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 179 quaisquer regulamentos ou normas locais, federais e estaduais,
bem como padrões relacionados a segurança pública,
ESTERIA DE FLEXÃO LATERAL segurança do trabalho, segurança contra incêndio ou quaisquer
SÉRIE 2000. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185 outros regulamentos de segurança. TODOS OS
SÉRIE 2200. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 191 COMPRADORES E USUÁRIOS DEVEM CONSULTAR A
SÉRIE 2400. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199 RESPEITO DE NORMAS E PADRÕES DE SEGURANÇA EM
SÉRIE 2600. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 213 NÍVEL LOCAL, ESTADUAL E FEDERAL.
SÉRIE 3000. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 219 NOTIFICAÇÃO
SÉRIE 4000. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 223 As informações contidas neste manual são fornecidas somente
EIXOS QUADRADOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 235 como uma orientação e serviço para os nossos clientes. A
ANÉIS DE RETENÇÃO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236 Intralox, LLC. não garante a precisão ou a aplicabilidade de tais
ADAPTADORES DE FURO REDONDO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 238 informações. Além disto, a Intralox, LLC. não é especificamente
EIXO PARAFUSO CONDUZIDO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 239 responsável por danos pessoais e/ou materiais, diretos ou
GUIAS DE DESGASTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 239 indiretos, e/ou falhas causadas por projeto inadequado de
GUIAS DE DESGASTE ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 241 equipamento, aplicação, instalação, operação, abuso, e/ou mal
BARRAS EMPURRADORAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242 uso de seus produtos, sejam as ações baseadas ou não nas
PLACAS MORTAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242 informações aqui contidas.
ROLETES DE RETENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243
PRODUTOS EZ ROLLER RETROFIT™. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 244 ADVERTÊNCIA:
SISTEMA ANTI-ABRASIVO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .245 Os produtos Intralox são feitos de plástico e podem se
VARAS ARTICULADAS ANTI-ABRASIVAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 246 incendiar. Se forem expostos a uma chama aberta ou a
SEÇÃO TRÊS: GUIAS DE PROJETO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247 temperaturas acima da especificações da Intralox, estes
REQUISITOS BÁSICOS DA ESTRUTURA DA TRANSPORTADORA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247 produtos poderão se decompor e emitir gases tóxicos. Não
DEFINIÇÕES DE DIMENSÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247 exponha as esteiras transportadoras Intralox a
DIRETRIZES DE TRAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248 temperaturas extremas ou a uma chama aberta. As esteiras
TAMANHOS E MATERIAIS DOS EIXOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .248 retardantes de chama estão disponíveis em algumas séries.
CARGA DE TORQUE NO EIXO TRACIONADO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248 Entre em contato com a Intralox.
REQUISITOS DE POTÊNCIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .249 MANUTENÇÃO
ENGRENAGENS DE RETENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 249
UTILIZAÇÃO DO EIXO REDONDO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .249 Antes de fazer a instalação, alinhamento, limpeza,
MANCAIS INTERMEDIÁRIOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .249 lubrificação ou de executar serviços de manutenção em
ROLETES COMO SUBSTITUTOS DOS EIXOS E DAS ENGRENAGENS CONDUZIDAS . . 250 qualquer esteira transportadora, engrenagem ou sistema,
MOTORES DE PARTIDA SUAVE E ACOPLAMENTOS HIDRÁULICOS . . . . . . . . . . . . . . . . 250 consulte as autoridades locais para se informar a respeito
SOLEIRAS DA ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 250 dos regulamentos de sua região no que diz respeito ao
SOLEIRAS DE CHAPA PLANA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 250 controle de energia armazenada e/ou de risco.
SOLEIRAS COM GUIAS DE DESGASTE. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 250
CONFIGURAÇÃO ANTI-CURVATURA DAS GUIAS DE DESGASTE. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251 A Intralox, LLC. fabrica produtos protegidos por uma ou mais
CONSIDERAÇÕES DE PROJETO DAS GUIAS DE DESGASTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251 das seguintes patentes norte-americanas: 4.556.142 - Des.
ROLETES COMO SOLEIRAS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .251 291.777 -4.729.469 - 4.821.872 - 4.832.187 - 4.886.158 -
RETORNOS E TENSORES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .252 4.925.016 -4.934.517 - 4.934.518 - 4.949.838 - 4.974.724 -
CONTROLE DO COMPRIMENTO DA ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 252 5.058.732 -5.072.640 - 5.074.406 - 5.083.660 - 5.101.966 -
TENSÃO DE RETORNO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .252 5.156.262 -5.156.264 - 5.303.817 - 5.316.522 - Re. 34.688 -
RETORNOS PADRÃO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 253 5.361.893 - 5.372.248 - 5.377.819 - 5.507.383 - 5.518.109 -
SISTEMAS ESPECIAIS DE TENSORES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 254 5.544.740 - 5.597.063 - 5.598.916. Outras patentes norte-
TRANSPORTADORAS ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 255 americanas e internacionais encontram-se pendentes.
TRANSPORTADORAS BIDIRECIONAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .255
TRANSPORTADORAS DE ELEVAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 257 Todos os direitos reservados em escala mundial. A Intralox é uma
TRANSPORTADORAS COM FLEXÃO LATERAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 260 marca comercial registrada da Laitram, LLC.
MÉTODOS DE TRANSFERÊNCIA DE PRECISÃO PARA A SÉRIE 1100 . . . . . . . . . . . . . . . 260
TRANSPORTADORAS DA SÉRIE 600 MULTI-LANE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .260 © 2005 Intralox, LLC. L-20657-IN, Brasil-Português
DIRETRIZES DE PROJETO DE TRANSFERÊNCIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 262
TRANSFERÊNCIAS DE PRODUTO ENTRE A EXTREMIDADE DE SAÍDA PARA OBTER ASSISTÊNCIA EM ENGENHARIA
E A EXTREMIDADE DE ENTRADA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .262 DE VENDAS E ATENDIMENTO AO CLIENTE,
PLACAS MORTAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .263 LIGUE PARA OS NOSSOS NÚMEROS DE
TRANSFERÊNCIA DE RECIPIENTES A 90° . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263 DISCAGEM GRATUITA LISTADOS NA
APLICAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA A VÁCUO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 264 CONTRACAPA
DIRETRIZES DE PROJETOS ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 265 DESTE MANUAL.
EXPANSÃO E CONTRAÇÃO TÉRMICAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 265
EXPANSÃO DEVIDO À ABSORÇÃO DE ÁGUA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 265
EFEITO “DESLIZANTE-ADERENTE” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 265
SEÇÃO QUATRO: FÓRMULAS E TABELAS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 267
SÍMBOLOS UTILIZADOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 267
FÓRMULAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 268
EXEMPLOS DE PROBLEMAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 271
TABELAS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 276
GUIA DE RESISTÊNCIA QUÍMICA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 282
FOLHA DE DADOS DA ESTEIRA DE CORRIDA RETA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .287
FOLHA DE DADOS DA ESTEIRA RADIAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 289
FOLHA DE DADOS DA ESTEIRA ESPIRAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .291
GLOSSÁRIO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 293
ÍNDICE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 297
ÍNDICE DE FIGURAS E TABELAS

Fig. 2-1 GRADES DE RETENÇÃO E GUIAS DE DESGASTE PARA A INTRAFLEX 2000 FLAT-TURN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 189
Fig. 2-2 ESQUEMA TÍPICO RADIAL COM DUAS CURVAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 189
Fig. 2-3 GRADES DE RETENÇÃO E GUIAS DE DESGASTE PARA A SÉRIE 2200 FLAT-TURN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 198
Fig. 2-4 ESQUEMA TÍPICO RADIAL COM DUAS CURVAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 198
Fig. 2-5 GUIAS DE RETENÇÃO SÉRIE 2400 PARA CURVAS PLANAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 209
Fig. 2-6 GRADES DE RETENÇÃO E GUIAS DE DESGASTE PARA CURVAS PLANAS DA SÉRIE 2400 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 212
Fig. 2-7 ESQUEMA TÍPICO RADIAL DE DUAS CURVAS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .212
Fig. 2-8 DIMENSÕES DO EIXO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 235
Fig. 2-9 ANÉIS DE RETENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236
Fig. 2-10 ADAPTADOR DE FURO REDONDO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 238
Fig. 2-11 GUIA DE DESGASTE PLANA COM JUNTA DE UNIÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .239
Fig. 2-12 GUIAS DE DESGASTE ESPECIAIS EM UHMW . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 240
Fig. 2-13 GUIAS DE DESGASTE EM UHMW COM REFORÇO POSTERIOR EM AÇO INOXIDÁVEL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .240
Fig. 2-14 GUIA DE DESGASTE PARA A SÉRIE 2000 EM UHMW 120" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .241
Fig. 2-15 GUIAS DE DESGASTE PARA ESTEIRAS RADIAIS em UHMW 120" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 241
Fig. 2-16 VISTA LATERAL DA BARRA EMPURRADORA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242
Fig. 2-17 MONTAGEM DA BARRA EMPURRADORA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242
Fig. 2-18 MONTAGEM DA BARRA EMPURRADORA COM LÂMINA DUPLA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .242
Fig. 2-19 PLACAS MORTAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242
Fig. 2-20 VARAS E VARETAS ANTI-ABRASIVAS. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 246
Fig. 2-21 SÉRIE 1100 - VISTA LATERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .246
Fig. 2-22 ESTEIRA COM BORDO DEFORMADO TERMICAMENTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 246
Fig. 2-23 SÉRIE 1400 COM SLIDELOX™ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 246
Fig. 3-1 COMPONENTES DA TRANSPORTADORA CONVENCIONAL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247
Fig. 3-2 REQUISITOS BÁSICOS DIMENSIONAIS (RETORNO COM ROLETES) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247
Fig. 3-3 EFEITOS POLIÉDRICOS – BASE DA GRADUAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248
Fig. 3-4 EFEITOS POLIÉDRICOS – TOPO DA GRADUAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248
Fig. 3-5 CARACTERÍSTICAS DO EIXO TÍPICO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248
Fig. 3-6 DISPOSIÇÃO RECOMENDADA PARA A MONTAGEM DOS MANCAIS INTERMEDIÁRIOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 250
Fig. 3-7 DISPOSIÇÃO RETILÍNEA E PARALELA DA GUIA DE DESGASTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Fig. 3-8 DISPOSIÇÃO DAS GUIAS DE DESGASTE EM CHEVRON . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Fig. 3-9 ESTEIRA COM FILEIRAS ARQUEADAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Fig. 3-10 CONFIGURAÇÃO ANTI-CURVATURA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .251
Fig. 3-11 TRANSPORTADORAS CURTAS (com menos de 6' [1,8 m]) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .253
Fig. 3-12 TRANSPORTADORAS MÉDIAS E LONGAS (6' [1,8 m] e mais longas) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 253
Fig. 3-13 TRANSPORTADORAS COM PLATAFORMAS DE DESLIZE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 253
Fig. 3-14 TENSORES DO TIPO POR GRAVIDADE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 254
Fig. 3-15 TRANSPORTADORA BIDIRECIONAL COM ACIONAMENTO CENTRAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 255
Fig. 3-16 ACIONAMENTO CENTRAL COM BARRAS FRONTAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .256
Fig. 3-17 TRANSPORTADORA BIDIRECIONAL DO TIPO SIMÉTRICO (PUSH-PULL) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 256
Fig. 3-18 TRANSPORTADORA ASCENDENTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 257
Fig. 3-19 TRANSPORTADORA DESCENDENTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 257
Fig. 3-20 TRANSPORTADORA DE ELEVAÇÃO COM CORREDIÇO DE RETORNO NA BORDA DA ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .258
Fig. 3-21 TRANSPORTADORA DE ELEVAÇÃO COM GUIAS LATERAIS LARGAS E SAPATA DE RETORNO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .258
Fig. 3-22 TRANSPORTADORA DE ELEVAÇÃO COM SAPATA NO RETORNO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 258
Fig. 3-23 ROLETE RETENTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .259
Fig. 3-24 ROLETE RETENTOR, VISTA LATERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 259
Fig. 3-25 ESPAÇAMENTO LINEAR DOS ROLETES RETENTORES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 259
Fig. 3-26 CONFIGURAÇÃO DA BARRA FRONTAL DA SÉRIE 1100 — EXTREMIDADE TRACIONADA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 260
Fig. 3-27 REQUISITOS DA TRANSPORTADORA DA SÉRIE 600 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .261
Fig. 3-28 REQUISITOS DIMENSIONAIS DOS PENTES DE TRANSFERÊNCIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 262
Fig. 3-29 FOLGA DA PLACA MORTA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263
Fig. 3-30 CONTORNOS DO TRILHO-GUIA DE RAIO PLENO CONVENCIONAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263
Fig. 3-31 CONTORNOS DO TRILHO GUIA PARABÓLICO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .263
Fig. 3-32 CONTORNOS DO TRILHO GUIA PARABÓLICO COM ESTEIRA de 6,0 pol. (152 mm) ONEPIECE™ LIVE TRANSFER. . . . . . .264
Fig. 4-1 CARGAS PRIMÁRIAS — TRANSPORTADORA CONVENCIONAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .268
Fig. 4-2 CURVA CATENÁRIA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 271
Tabela 1 — (W) PESO DA ESTEIRA EM lb/pé² (kg/m²) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 276
Tabela 2A — (Fw) COEFICIENTE DE ATRITO DE ARRANQUE ENTRE AS GUIAS DE DESGASTE E A ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . 276
Tabela 2B — ( Fp ) COEFICIENTE DE ATRITO DE DESLOCAMENTO ENTRE OS RECIPIENTES E A ESTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .276
Tabela 3 — RESISTÊNCIA DA ESTEIRA EM lb/pé (kg/m) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .276
Tabela 4 — REFERÊNCIA DE QUANTIDADE DE ENGRENAGENS E APOIOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 277
Tabela 5 — (SF) FATOR DE TRABALHO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .277
Tabela 6 — (T) FATOR DE TEMPERATURA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 278
Tabela 7 — TORQUE MÁXIMO RECOMENDADO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 279
Tabela 8 — DADOS DO EIXO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 279
Tabela 9 — VELOCIDADE DE ESCOAMENTO DE AR ATRAVÉS DA ESTEIRA, POR PÉ QUADRADO DA ÁREA DA ESTEIRA . . . . . . 279
Tabela 10 — COMPRIMENTO MÁXIMO DA EXTENSÃO DO EIXO TRACIONADO (TRANSPORTADORAS CONVENCIONAIS) . . . . . . . 280
SISTEMA INTRALOX 3

SEÇÃO UM: SISTEMA INTRALOX


No início dos anos 70, as esteiras Intralox revolucionaram o
transporte de produtos industriais e alimentícios com um estilo
novo de esteira: esteiras transportadoras plásticas modulares.
Construída de módulos plásticos e de hastes plásticas de
articulação, e acionadas e alinhadas por engrenagens plásticas,
as esteiras Intralox possuem as qualidades inerentes
procuradas por operadores e projetistas de instalações:
resistência à corrosão, acionamento positivo, alta resistência,
características de baixa fricção e resistência anti-abrasiva.

SEÇÃO 1
Além dessas características, a esteira Intralox visa auxiliar a
manter a instalação mais limpa, reduzir o tempo de interrupção
para manutenção e tornar os reparos na esteira um processo
mais rápido e fácil.
A Intralox, LLC tem mais de 150 combinações diferentes de
estilos de esteira, materiais e cores para serem escolhidos.
Estamos auxiliando as transportadoras de processadores com
uma melhor eficiência há mais de 25 anos.
Este manual lhe dará informações técnicas sobre nossos
produtos e seus usos. Mas, as esteiras e acessórios de alta
qualidade constituem apenas parte do pacote total que a
Intralox oferece aos clientes.
Quando comprar uma esteira Intralox, você obtém todo o
suporte e assistência que tornou a Intralox a fornecedora líder
mundial de esteira transportadora plástica modular:
• Gerentes Distritais Locais – as recomendações de esteira têm
o respaldo de uma garantia de retorno financeiro.
• SAC de 24 horas, 365 dias por ano. Mais de 50
Representantes de Assistência ao Cliente – 11 línguas
representadas.
• Suporte Técnico para auxiliá-lo em qualquer emergência.
• Uma taxa de tempo de remessa de 99% +.
A Intralox o auxiliará a encontrar a esteira certa para sua
aplicação. Entre em contato conosco pelos telefones de ligação
gratuita relacionados na capa final.
4 SISTEMA INTRALOX

CONSTRUÇÃO DA ESTEIRA MÉTODO DE


SEÇÃO 1

Todas as esteiras Intra- ACIONAMENTO


lox são construídas com As esteiras Intralox são acionadas positivamente por roletes
módulos plásticos mol- sem fricção de engrenagem plástica ou de metal. As
dados por injeção. Eles engrenagens, que constituem uma outra parte do Sistema
são montados em unida- Intralox, possuem furos quadrados e são acionadas por eixos
des intercaladas e unidas de combinação quadrados. (Nota: algumas engrenagens são
com hastes de articula- disponíveis com furos redondos para aplicações especiais). Os
ção plástica. Exceto para eixos quadrados não somente transmitem um torque (força
esteiras estreitas (um rotacional) sem a necessidade de chaves e rasgos de chaveta
módulo completo ou me- incômodos, mas acomodam as diferenças de expansão lateral
nos em largura), todas MÓDULOS INTERCALADOS do material plástico da esteira e dos eixos de metal. É retida
são construídas com jun- somente uma engrenagem por eixo. Permite-se, assim, que as
tas entre os módulos es- demais “flutuem”, movendo-se ao longo do eixo conforme a
calonados com os das fileiras adjacentes em maneira esteira se expande ou se contrai. Desta forma, as engrenagens
encadeada. Esta estrutura intercala os módulos, acarretando a estão sempre transmitindo torque. De todos os sistemas de
resistência lateral inerente da esteira. As hastes articuladas não acionamento de esteira testados, o eixo quadrado com
retêm a esteira junta lado a lado, mas agem somente como engrenagens de furos quadrados comprovou ser o mais efetivo,
membros pivô em corte. A esteira que resulta deste processo econômico, confiável, simples e livre de problemas.
de construção é intrinsecamente forte, em ambos os lados de-
vido à articulação, e longitudinalmente devido às hastes serem
colocadas em corte múltiplo.
Em razão de construção modular, as esteiras Intralox podem
ser feitas em quase qualquer largura com três uniões de
amplidão.
Cada estilo de esteira incorpora diversas características
distintas. As características de articulação e de borda são
descritas abaixo. As características de superfície, passo e
acionamento são descritas em detalhe no Processo de Seleção
de Esteira, consulte “PROCESSO DE SELEÇÃO DA
ESTEIRA” na página 5.
ARTICULAÇÕES ABERTAS — As hastes de articulação
são visíveis tanto da superfície da base quanto do topo da
esteira para ajudar na inspeção da esteira.
ARTICULAÇÕES FECHADAS — As hastes de articulação
estão completamente fechadas para protegê-las de abrasivos REQUISITOS DE DESIGN
ou contaminantes. As esteiras transportadoras Intralox estão disponíveis em
BORDOS NIVELADOS — Os bordos nivelados percorrem uma variedade de estilos, materiais e cores, com muitas opções
de modo aconchegante ao lado dos trilhos da estrutura da de acessórios. A fim de fazer as seleções apropriadas ao
transportadora sem folgas ou pontas de hastes expostas. Eles projetar uma aplicação especifica, é fundamental ter
reduzem a possibilidade de o produto, ou esteira, prenda a informações confiáveis sobre as condições operacionais e
estrutura. ambientais.
SISTEMA INTRALOX 5
Fatores que se incluem para a avaliação: Esses materiais estão descritos brevemente a seguir. Para descri-
• O tipo de sistema da esteira: corrida reta ou com flexão lateral
ções completas dos materiais de esteira para aplicação padrão e
• As dimensões gerais da esteira instalada: comprimento entre os
especial, consulte “MATERIAIS PADRÃO DE ESTEIRA” na
eixos de acionamento e inatividade, largura, mudanças de eleva-
página 16 e “materiais de esteiras para aplicações especiais” na
ção página 16.
• a velocidade do percurso da esteira O polipropileno um material padrão para aplicação geral, tem
• As características do produto a ser transportado: uma boa resistência química a muitos ácidos, bases, sais e álcoois.
1. densidade Um material relativamente resistente em uso normal, o polipropi-
2. tamanho e forma da unidade leno exibe uma qualidade algo quebradiça sob baixas temperatu-
3. firmeza, dureza, fragilidade, rigidez ras.
O polietileno tem uma resistência superior à fadiga, alta resis-
4. textura (macio, suave, áspero, granular, granulado, esponjo-
so. . .) tência a impacto e elevada flexibilidade. É também quimicamente
5. corrosividade resistente a muitos ácidos, bases e hidrocarbonetos.
6. teor de umidade Os termoplásticos de acetal, consideravelmente mais resisten-
7. temperatura tes do que o polipropileno e o polietileno, têm um bom equilíbrio
8. NATUREZA de atrito de propriedades mecânicas, térmicas e químicas. Possuem tam-
• Qualquer mudança de processo no produto durante o transporte:
bém um baixo coeficiente de fricção.
1. aquecimento O Acetal Eletricamente Condutivo (EC) contém aditivos
2. arrefecimento que reduzem significativamente sua resistência elétrica, auxilian-
3. lavagem, enxágüe, drenagem do, assim, a dissipar a eletricidade estática.

SEÇÃO 1
4. secamento Os Náilons Resistentes ao Calor (HR) oferecem a capaci-
• Os requisitos e condições sanitárias e de limpeza: dade de operar sob temperaturas elevadas quando não são reco-
1. aprovação de FSIS da USDA mendados materiais padrão. Esses materiais absorverão a água e
2. temperaturas ou substancias químicas irritantes expandirão em ambientes úmidos. São disponíveis tanto em graus
3. limpeza contínua on-line da FDA e não da FDA.
O náilon pode ser usado no lugar do acetal padrão para aplica-
• Os métodos planejados de carregamento e remoção de produtos
– transferências suaves ou de impacto ções de impacto intenso. Este material absorve bem a água e é
• As características do ambiente operacional: mais susceptível para cortes e goivas do que o acetal.
1. temperatura O Poliéster Termoplástico Retardante de Chama
2. umidade (FR-TPES) é formulado de modo que não sustentará uma cha-
3. natureza química (ácido, base, etc.) ma.
4. materiais abrasivos (areia, grânulos, etc.) Entre em contato com o Departamento de Engenharia de Vendas
5. materiais perigosos (poeiras, vapores, etc.) ou o SAC da Intralox para mais informações referentes a nossos
• O tipo do sistema de acionamento: materiais. Os atuais números de telefones estão relacionados na
1. motores capa deste manual.
2. correntes. Para recomendações específicas sobre propriedades químicas,
Para informações mais detalhadas, consulte “SEÇÃO TRÊS: consulte “Guia de resistência química” na página 282.
GUIAS DE PROJETO” na página 247.
PASSO TRÊS: Selecione a superfície de esteira, o passo
PROCESSO DE SELEÇÃO e o método de acionamento que forem melhores.

DA ESTEIRA Em seguida no processo de escolha da esteira para a sua aplica-


ção deve-se determinar a SUPERFÍCIE DE ESTEIRA ou ES-
TILO que melhor se adapte ao produto ou material a ser
PASSO UM: Escolha o tipo certo de SISTEMA DE transportado.
ESTEIRA — corrida reta ou de flexão lateral. O PASSO da esteira é a próxima característica de diferencia-
ção. As esteiras Intralox estão disponíveis em passos de
Todas as esteiras Intralox podem ser usadas como esteiras de 0,5 polegada (12,7 mm), 0,6 polegada (15,2 mm), 1 polegada
corrida reta. Cinco esteiras/correntes, Intraflex™ 2000 Raised (25,4 mm), 1,07 polegada (27,2 mm), 1,25 polegada (31,8 mm),
Rib, Série 2400 Correntes Radiais (ou TTR), Série 3000 1,44 polegada (36,6 mm), 1,5 polegada (38,1 mm), 2 polegadas
Corrente Knuckle de Giro e Série 4000 Flat Top são (50,8 mm) e 2,5 polegadas (63,5 mm). Um passo menor reduz a
destinadas para aplicações de flexão lateral. ação de corda (sobre de engrenagens de tamanho similar) e o es-
paço exigido para transferir os produtos.
PASSO DOIS: Escolha o MATERIAL certo para a sua O MÉTODO DE ACIONAMENTO também deve ser conside-
aplicação. rado. Há dois métodos de acionamento usados pela Intralox: aci-
onamento pela articulação e Acionada centralmente. Onde a
As esteiras e acessórios Intralox estão disponíveis em mate-
tensão de retorno é uma consideração importante, o método de
riais padrão, incluindo Polipropileno Polietileno Acetal e
acionamento desempenha um papel significativo.
Acetal Eletricamente Condutivo (EC), bem como materiais
de aplicação especial, incluindo Náilons Resistentes ao Ca-
NOTA: A menos que observado de outro modo, as esteiras
lor (HR), Náilon e Poliéster Termoplástico Retardantes
têm bordas totalmente lisas.
de Chamas (FR-TPES).
6 SISTEMA INTRALOX
SUPERFÍCIE FLUSH GRID

SÉRIE 100 • Acionada centralmente • SERIES 200 • Acionada na SÉRIE 400 • Acionada centralmente • SÉRIE 800 • Acionada centralmente •
Articulação aberta • Passo de 1 polegada articulação • Articulação fechada • Passo de Articulação fechada • Passo de Articulação aberta • Passo de 2 polegadas
(25,4 mm) 2 polegadas (50,8 mm) • Sem borda lisa 2 polegadas (50,8 mm) (50,8 mm)

SÉRIE 900 • Acionada SÉRIE 1100 • Acionada por SÉRIE 1200 • Acionada SÉRIE 1400 • Acionada
SEÇÃO 1

centralmente • Articulação aberta • articulação • Articulação aberta • centralmente • Articulação fechada • centralmente • Articulação fechada •
Passo de 1,07 polegadas (27,2 mm) Passo de 0.6 polegada (15,2 mm) Passo de 1,44 polegada (36,6 mm) Passo de 1 polegada (25,4 mm)

SÉRIE 1500 • Acionada por articulação SÉRIE 1700 • Acionada centralmente • SERIES 2200 • Acionada por SÉRIE 2400 (1.7 e 2.2) •
• Articulação aberta • Passo de 0,5 polegada Articulação fechada • Passo de 1,5 polegada articulação • Articulação aberta • Sideflexing• Acionada por articulação • Articulação aberta
(12,7 mm) (38,1 mm) Passo de 1,5 polegada (38,1 mm) • Sideflexing • Passo de 1 polegada (25,4 mm)

SÉRIE 2600 (1.6) • Acionada por SÉRIE 2600 (2,2) • Acionada por
articulação • Articulação aberta • Sideflexing articulação • Articulação aberta • Sideflexing
• Passo de 2 polegadas (50,8 mm) • Passo de 2 polegadas (50,8 mm)

SUPERFÍCIE FLAT TOP

SÉRIE 200 • Acionada por SÉRIE 400 • Acionada SÉRIE 800 • Acionada SÉRIE 900 • Acionada
articulação • Articulação fechada • centralmente • Articulação fechada • centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação fechada •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 1,07 polegada (27,2 mm)

SÉRIE 1100 • Acionada por SÉRIE 1200 • Acionada SÉRIE 1400 • Acionada SÉRIE 1600 • Acionada
articulação • Articulação aberta • Passo de centralmente • Articulação fechada • centralmente/na articulação • Articulação centralmente • Articulação aberta • Passo
0,6 polegada (15,2 mm) Passo de 1,44 polegadas (36,6 mm) fechada • Passo de 1 polegada (25,4 mm) de 1 polegadas (25,4 mm)
SISTEMA INTRALOX 7

SUPERFÍCIE FLAT TOP

SÉRIE 1800 • Acionada SERIES 2400 • Acionada por


centralmente • Articulação aberta • articulação • Articulação aberta •
Passo de 2,5 polegadas (63,5 mm) Sideflexing• Passo de 1,0 pol
(25,4 mm)

SUPERFÍCIE PERFORATED FLAT TOP

SEÇÃO 1
SÉRIE 200 • Acionada por SÉRIE 800 • Acionada SÉRIE 800 29S • Acionada SÉRIE 900 • Acionada
articulação • Articulação fechada • centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação fechada •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 1,07 polegada (27,2 mm)

SÉRIE 1100 • Acionada por SÉRIE 1800 • Acionada


articulação • Articulação aberta • centralmente • Articulação aberta •
Passo de 0,6 polegada (15,2 mm) Passo de 2,5 polegadas (63,5 mm)

SUPERFÍCIE RAISED RIB

SÉRIE 100 • Acionada SÉRIE 400 • Acionada SÉRIE 900 • Acionada SÉRIE 1200 • Acionada
centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação fechada • centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação fechada •
Passo de 1 polegadas (25,4 mm) Passo de 2 polegadas (50,8 mm) Passo de 1,07 polegadas (27,2 mm) Passo de 1,44 polegada (36,6 mm)

SÉRIE 1200 NON SKID • SÉRIE 2000 • Acionada SERIES 2400 • Acionada por
Acionada centralmente • Articulação centralmente • Articulação aberta • articulação • Articulação aberta •
fechada • Passo de 1,44 polegada Passo de 1,25 polegada (31,8 mm) Sideflexing• Passo de 1,0 polegada
(36,6 mm) (25,4 mm)
8 SISTEMA INTRALOX
SUPERFÍCIE DE FRICÇÃO

SERIES 800 ROUNDED FT SÉRIE 900 DFT e FFT • Acionada SÉRIE 900 SFT • Acionada SÉRIE 1100 • Acionada por
Acionada centralmente • Articulação centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação aberta • articulação • Articulação aberta •
aberta • Passo de 2 polegadas Passo de 1,07 polegada (27,2 mm) Passo de 1,07 polegada (27,2 mm) Passo de 0,6 polegada (15,2 mm)
(50,8 mm)
SEÇÃO 1

SÉRIE 1400 FFT• Acionada SÉRIE 1400 SFT• Acionada SÉRIE 2200 • Acionada na SÉRIE 2400 • Acionada na
centralmente/na articulação • centralmente/na articulação • articulação • Articulação aberta • articulação • Articulação aberta •
Articulação fechada • Passo de Articulação fechada • Passo de Sideflexing • Passo de 1,5 polegada Sideflexing • Passo de 1 polegada
1 polegada (25,4 mm) 1 polegada (25,4 mm) (38,1 mm) (25,4 mm)

FLAT TOP TEXTURIZADA

SÉRIE 400 NON SKID • SÉRIE 800 NUB TOP • Acionada SÉRIE 800 CONE TOP • SÉRIE 800 CONE TOP DE
Acionada centralmente • Articulação centralmente • Articulação aberta • Acionada centralmente • Articulação ARTICULAÇÃO ABERTA•
fechada • Passo de 2 polegadas Passo de 2 polegadas (50,8 mm) aberta • Passo de 2 polegadas Acionada centralmente • Articulação
(50,8 mm) (50,8 mm) aberta • Passo de 2 polegadas
(50,8 mm)

SÉRIE 800 MINI RIB • Acionada SÉRIE 800 NUB TOP SERIES 900 NUB TOP • SÉRIE 1100 DIAMOND TOP
centralmente • Articulação aberta • EMBUTIDA • Acionada Acionada centralmente • Articulação EMBUTIDA • Acionada na
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) centralmente • Articulação aberta • aberta • Passo de 1,07 polegada articulação • Articulação aberta •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) (27,2 mm) Passo de 0,6 polegada (15,2 mm)

SÉRIE 1200 NON SKID • SÉRIE 1400 NON SKID • SÉRIE 1600 NUB TOP SÉRIE 1600 MINI RIB •
Acionada centralmente • Articulação Acionada centralmente/na articulação EMBUTIDA • Acionada Acionada centralmente • Articulação
fechada • Passo de 1,44 polegada • Articulação fechada • Passo de centralmente • Articulação aberta • aberta • Passo de 1 polegada
(36,6 mm) 1 polegada (25,4 mm) Passo de 1 polegada (25,4 mm) (25,4 mm)
SISTEMA INTRALOX 9

FLUSH GRID TEXTURIZADA

SERIES 800 NUB TOP • SERIES 1100 NUB TOP •


Acionada centralmente • Articulação Acionada centralmente • Articulação
aberta • Passo de 2 polegada aberta • Passo de 0,6 polegada
(50,8 mm) (15,2 mm)

ROLLER TOP

SEÇÃO 1
SERIES 400 • Acionada SÉRIE 400 TRANSVERSAL• SÉRIE 400 ROLETE EM SÉRIE 400 BALL• Acionada
centralmente • Articulação fechada • Acionada centralmente • Articulação ÂNGULO• Acionada centralmente • centralmente • Articulação fechada •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) fechada • Passo de 2 polegadas Articulação fechada • Passo de Passo de 2 polegadas (50,8 mm)
(50,8 mm) 2 polegadas (50,8 mm)

SÉRIE 800 • Acionada SERIES 900 ROLETES DE SÉRIE 1400 • Acionada SÉRIE 2200 ROLETES DE
centralmente • Articulação aberta • INSERÇÃO Acionada centralmente centralmente/na articulação • INSERÇÃO• Acionada na
Passo de 2 polegada (50,8 mm) • Articulação aberta • Passo de Articulação fechada • Passo de articulação • Articulação aberta •
1,07 polegada (27,2 mm) 1 polegada (25,4 mm) Sideflexing • Passo de 1,5 polegada
(38,1 mm)

SÉRIE 2400 ROLETES DE


INSERÇÃO • Acionada na
articulação • Articulação aberta •
Sideflexing • Passo de 1 polegada
(25,4 mm)

SUPERFÍCIE OPEN GRID

SERIES 200 • Acionada na SÉRIE 900 • Acionada


articulação • Articulação fechada • centralmente • Articulação aberta •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) • Passo de 1,07 polegada (27,2 mm)
Sem borda lisa
10 SISTEMA INTRALOX
SUPERFÍCIE FLUSH GRID DE ALTICULAÇÃO ABERTA

SÉRIE 200 • Acionada na SÉRIE 400 • Acionamento central •


articulação • Articulação aberta • Articulação aberta • Passo de
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) • 2 polegadas (50,8 mm) • Sem borda
Sem borda lisa lisa

SUPERFÍCIE FLAT TOP DE ARTICULAÇÃO ABERTA


SEÇÃO 1

SÉRIE 800 • Acionada SÉRIE 1600 • Acionada SÉRIE 1800 • Acionada


centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação aberta • centralmente • Articulação aberta •
Passo de 2 polegadas (50,8 mm) • Passo de 1 polegada (25,4 mm) • Passo de 2,5 polegadas (63,5 mm) •
Borda lisa Borda lisa Borda lisa

MULTI-LANE

SÉRIE 600 • Acionamento central •


Articulação fechada • Passo de
2 polegadas (50,8 mm) • Sem borda
lisa

TRANSFERÊNCIA DIRETA* ONEPIECE™

SÉRIE 900 Flush Grid • SÉRIE 900 Flat Top • Acionada SÉRIE 1100 Flush Grid • SÉRIE 1400 Flat Top • Acionada
Acionada centralmente • Articulação centralmente • Articulação fechada • Acionada na articulação • Articulação centralmente/na articulação •
aberta • Passo de 1,07 polegada Passo de 1,07 polegada (27,2 mm) • aberta • Passo de 0,6 polegada Articulação fechada • Passo de
(27,2 mm) • Larguras disponíveis: Larguras disponíveis: 4,7 polegadas (15,2 mm)• Larguras disponíveis: 1 polegada (25,4 mm) • Larguras
4,7 polegadas (119,4 mm) e (119,4 mm) e 6 polegadas 4 polegadas (76 mm) e em disponíveis: 6 polegadas (152,4 mm)
6 polegadas (152,4 mm) (152,4 mm) incrementos de 1 polegada (25,4 mm) e 9,3 polegadas (236,2 mm)
e MTW de 6 polegadas (152,4 mm)
NOTA: Série 900 Bordas de transferência direta estão também disponíveis com esteiras encadeadas. Para mais informações, consulte as
páginas de dados na Seção 2 ou entre em contato com o SAC da Intralox.
* A Intralox oferece estilos de esteiras em larguras dedicadas. Esses produtos vêm com larguras padrão do setor e estão disponíveis em
incrementos de 10 pés (3,05 m).
SISTEMA INTRALOX 11

MOLD TO WIDTH*

SÉRIE 900 Flush Grid • SÉRIE 900 Flat Top • Acionada SÉRIE 900 Flush Grid SÉRIE 900 Flat Top (85 mm)
Acionada centralmente • Articulação centralmente • Articulação fechada • (85 mm) • Acionada centralmente • Acionada centralmente/naarticulação
aberta • Passo de 1,07 polegada Passo de 1,07 polegada (27,2 mm) • Articulação aberta • Passo de • Articulação fechada • Passo de
(27,2 mm) • Larguras disponíveis: Larguras disponíveis: 3,25 polegadas 1,07 polegada (27,2 mm) • Largura 1,07 polegada (27,2 mm) • Largura
3,25 polegadas (82,6 mm), (82,6 mm), 4,5 polegadas(114,3 mm) disponível: 85 mm disponível: 85 mm
4,5 polegadas (114,3 mm) e e 7,5 polegadas (190,5 mm)
7,5 polegadas (190,5 mm)

SEÇÃO 1
SÉRIE 900 Raised Rib• SÉRIE 1100 Flush Grid • SÉRIE 1400 Flat Top • SÉRIE 1400 Flat Top 85 mm •
Acionada centralmente • Articulação Acionamento na articulação • Acionada centralmente • Articulação Acionada centralmente/na articulação
fechada • Passo de 1,07 polegada Articulação aberta • Passo de fechada • Passo de 1 polegada • Articulação fechada • Passo de
(27,2 mm) • Larguras disponíveis: 0,6 polegada (15,2 mm) • Largura (25,4 mm) • Larguras disponíveis: (1 pol) (25,4 mm) • Largura
1,1 polegada (29 mm), 1,5 polegada disponível: 1,5 polegada (38 mm) e 3,25 polegada (83 mm), disponível: 85 mm
(37 mm), 1,8 polegada (46,5 mm) e 1,8 polegada (46 mm) 4,5 polegadas (114 mm),
2.2 polegadas (55 mm) 6.0 polegadas (125,4 mm) e
7,5 polegadas (191 mm)

SÉRIE 4009 Flush Grid • SERIES 4009 Flat Top • SERIES 4014 Flat Top • SERIES 4090 Flat Top •
Acionada na articulação • Articulação Acionada na articulação • Articulação Acionada na articulação • Articulação Acionada na articulação • Articulação
fechada • Sideflexing • Passo de fechada • Sideflexing • Passo de fechada • Sideflexing • Passo de fechada • Passo de 1 polegada
1 polegada (25,4 mm) • Largura 1 polegada (25,4 mm) • Largura 1 polegada (25,4 mm) • Largura (25,4 mm) • Largura disponível:
disponível: 83,8 mm (para disponível: 83,8 mm (para disponível: 83,8 mm (para 7,5 polegada (190 mm)
funcionamento paralelo em 85 mm) funcionamento paralelo em 85 mm) funcionamento paralelo em 85 mm)

SERIES 4091 Flat Top • SERIES 4092 Flat Top •


Acionada na articulação • Articulação Acionada na articulação • Articulação
fechada • Passo de 1 polegada fechada • Passo de 1 polegada
(25,4 mm) • Largura disponível: (25,4 mm) • Largura disponível:
7,5 polegadas (190 mm) 7,5 polegada (190 mm)
* A Intralox oferece estilos de esteiras em larguras padronizadas. Esses produtos vêm com larguras padrão do setor e estão disponíveis em
incrementos de 10 pés (3,05 m).
12 SISTEMA INTRALOX
CORRENTE KNUCKLE

SÉRIE 3000 • Acionada


centralmente • Articulação aberta •
passo de 2 polegadas (50,8 mm)
Largura disponível: 57 mm (excluindo
as abas)
SEÇÃO 1
SISTEMA INTRALOX 13
desgaste da engrenagem/dente é diretamente proporcional à
PASSO QUATRO: Selecione uma esteira de
velocidade. As engrenagens com mais dentes causam
RESISTÊNCIA suficiente para a sua aplicação.
menos rotação do módulo/articulação, conseqüentemente
Após ter escolhido o material e o estilo de superfície para menos desgaste do que as engrenagens com menos dentes.
atender às suas necessidades, em seguida determine se a esteira 2. Desgaste da superfície da esteira: Como a esteiras
selecionada é suficientemente forte para satisfazer os deslizam em soleiras de ida e volta, em corrediços e em
requisitos de sua aplicação. outros membros fixos, é esperado algum desgaste. As
condições mais destrutivas são velocidade alta, cargas
Análise para esteiras de corrida reta: pesadas, materiais abrasivos, e operação a seco ou sem
Após fazer uma tentativa de seleção das Séries e Estilos lubrificação.
relacionados acima, passe para as Instruções de Seleção 3. Efeitos dinâmicos da operação sob velocidade alta:
página 30, Linha de Produtos, para informações para Dois efeitos das condições de velocidade alta são o
determinar a Tração de Esteira e a Tração de Esteira “chicoteamento” ou a oscilação da esteira nas seções sem
Ajustada para comparar com a Potência Permissível para suporte e “sobrecargas” conforme produtos pesados
aquela esteira. A fim de fazer os cálculos necessários para a estacionários sejam inesperadamente acelerados para a
Tração de Esteira, reúna estas informações: velocidade da esteira. Sempre que possível, ambas as
1. o peso do produto aplicado à esteira em libras por pés condições devem ser evitadas.
quadrados (ou quilogramas por metro quadrado),
2. o comprimento da transportadora proposta, em pés (ou CONDIÇÕES ABRASIVAS E EFEITOS DA FRICÇÃO
metros), Abrasivos em uma aplicação de transporte devem ser

SEÇÃO 1
3. quaisquer mudanças de elevação na transportadora, em identificados, a melhor combinação de materiais escolhida e os
pés (ou metros), recursos de proteção incluídos para prolongar a vida útil da
4. a velocidade operacional desejada, em pés por minuto (ou esteira. Os abrasivos desgastarão qualquer material, mas a
metros por minuto), escolha correta do material pode aumentar de modo
5. a percentagem da área da esteira de “apoio” com produto significativo a vida útil da esteira. Em aplicações altamente
estacionário, abrasivas, as hastes de articulação e as engrenagens são
6. a temperatura máxima operacional a ser experimentada comumente os primeiros elementos a serem afetados. O
pela esteira, em graus Fahrenheit ((ou graus Celsius), desgaste da haste de articulação resulta tipicamente em
7. o tipo de material que a esteira carregará na estrutura da alongamento excessivo do passo da esteira. Isto pode impedir
transportadora, ou seja, Aço ou Aço-carbono, Polietileno de o engate apropriado dos dentes, aumentando o desgaste nos
Ultra Elevado Peso Molecular (UHMW), Polietileno de dentes da engrenagem. A Intralox oferece engrenagens
Alta Densidade (HDPE), náilon, etc., e bipartidas e hastes anti-abrasivas que atuam para aumentar a
8. a Carga de Trabalho, ou seja, os freqüentes start-ups sob vida útil da esteira.
carga pesada, uma transportadora de elevação ou de
“empurrar”, etc. AÇÃO DE CORDA E SELEÇÃO DA ENGRENAGEM
Conforme os módulos das esteiras se engatam em suas
Análise para esteiras de Flexão Lateral: engrenagens de acionamento, ocorre uma pulsação na
Estas esteiras exigem uma análise mais complexa. São velocidade linear da esteira. Isto é devido à ação de corda, que
exigidas as seguintes informações adicionais: é a elevação e queda de um módulo conforme ele gira em torno
9. o comprimento de cada corrida reta, da linha central do eixo. É uma característica de todas as
10. o ângulo de giro e a direção de cada curvatura, e esteiras e correntes com acionamento por engrenagens. A
11. o raio interno do giro, medido da borda interna da esteira. variação na velocidade é inversamente proporcional ao
número de dentes na engrenagem. Por exemplo, uma esteira
acionada por uma engrenagem de seis dentes tem uma
PASSO CINCO: Outras considerações importantes. variação de velocidade de pulsação de 13,4%, enquanto uma
esteira acionada por uma engrenagem de 19 dentes tem uma
Os seguintes fatores devem ser considerados antes de variação de apenas 1,36%. Nas aplicações em que constitui
prosseguir sobre qualquer ulterior seleção de esteira. preocupação o produto tombar, ou quando a maciez e mesmo
a velocidade são essenciais, recomenda-se que as engrenagens
VELOCIDADE DE ESTEIRA sejam selecionadas com um número máximo de dentes
A velocidade da esteira afeta o desgaste a vida útil dos disponíveis.
seguintes módulos:
1. Desgaste da articulação e da engrenagem: A VARIAÇÃO DA VELOCIDADE DE PULSAÇÃO
% DA VARIAÇÃO DE VELOCIDADE

freqüência da rotação do módulo sobre as hastes de


articulação (à medida que a esteira engata e desengata as
engrenagens) está diretamente proporcional à velocidade.
O movimento giratório pode causar desgaste tanto às hastes
quanto aos módulos. Esta taxa de desgaste, no entanto, é
inversamente proporcional ao comprimento da esteira, ou
seja, uma transportadora mais curta deve ter um desgaste
mais rápido do que uma mais longa se ambas estiverem
rodando na mesma velocidade. Conclui-se daí que o

NÚMERO DE DENTES NA ENGRENAGEM


14 SISTEMA INTRALOX
EIXOS eixo atua como uma trave, suportado por mancais e
A Intralox LLC USA, pode fornecer eixos quadrados, pressionado pela tensão da esteira através das engrenagens. No
usinados para a sua especificação em tamanhos padrão de 5/ segundo caso, o eixo está sendo girado pelo motor de
8 polegada, 1 polegada, 1,5 polegada, 2,5 polegadas, acionamento. A resistência proveniente da tensão da esteira
3,5 polegadas, 40 mm e 60 mm. Os materiais disponíveis são introduz uma pressão de torcedura (torção). Esses dois tipos de
Aço-carbono (C-1018), Aço Inoxidável (303, 304 e 316) e pressão, a deflexão máxima e o torque máximo permissível,
Alumínio (6061-T6). Entre em contato com o SAC* para obter são analisados separadamente. São apresentadas fórmulas
a disponibilidade e os prazos de entrega. simples para a seleção dos eixos apropriados.
A Intralox Inc. Europe oferece eixos quadrados em tamanho A deflexão máxima é governada pela esteira e pelo engate
padrão de 25 mm, 40 mm, 60 mm, 65 mm e 90 mm. Os dos dentes da engrenagem adequados. Se o eixo defletir mais
materiais disponíveis são Aço-carbono (KG-37) e Aço do que 0,10 polegada (2,5 mm), as engrenagens podem não se
Inoxidável (304). engatar de modo apropriado, acarretando um “pulo”. Em
Os eixos quadrados necessitam girar apenas os munhões dos transportadoras bidirecionais com acionamento central, o
mancais. Não são exigidos rasgos de chaveta para as limite é aumentado para 0,22 polegada (5,6 mm)
engrenagens. Apenas uma engrenagem por eixo deve ser 0,22 polegada (5,6 mm) porque a tensão lateral de retorno é
retida para impedir o movimento lateral da esteira e para maior e a carga do dente é mais uniformemente distribuída.
proporcionar um alinhamento positivo. Isto é usualmente feito
FAIXAS DE DESGASTE
Faixas de desgaste são acrescentadas à estrutura da
transportadora para aumentar a vida útil da estrutura e da
esteira, e para reduzir as forças de fricção do deslizamento. A
SEÇÃO 1

escolha apropriada do design e do material da faixa de


desgaste, alcançando o melhor coeficiente de fricção, reduz o
desgaste da esteira e da estrutura e os requisitos de energia.
Qualquer líquido limpo, como óleo ou água, agirão como um
refrigerante e película de separação entre a esteira e a soleira,
reduzindo comumente o coeficiente de fricção. Abrasivos
como o sal, vidro quebrado, terra e fibras vegetais se
incrustarão em materiais mais macios e desgastarão em
materiais mais rígidos. Nessas aplicações, as faixas de
desgaste mais resistentes prolongarão a vida útil da esteira.

colocando os anéis de retenção nos lados opostos da ELETRICIDADE ESTÁTICA


engrenagem central. Os anéis padrão descansam em ranhuras As esteiras plásticas podem produzir uma descarga estática
cortadas nos quatro cantos do eixo. Os anéis de retenção de ou faísca quando usadas em ambiente seco. Se a eletricidade
auto-ajuste e os anéis de retenção redondos de furo pequeno estática for um problema potencial em sua aplicação,
estão disponíveis, os quais não exigem ranhuras. recomenda-se um bom aterramento. A lubrificação ou a adição
de unidade às superfícies de deslocamento da transportadora é
POTÊNCIA DO EIXO também recomendada. É aceitável em alguns estilos de esteira
São duas as preocupações primordiais referentes à potência o Acetal Eletricamente Condutivo. Entre em contato com o
dos eixos de acionamento da transportadora: 1) a capacidade Departamento de Engenharia de Vendas da Intralox para
de tração da esteira sem deflexão, e 2) a potência para recomendações adicionais.
transmitir o torque para acionar a esteira. No primeiro caso, o

SERVIÇOS INTRALOX
ASSISTÊNCIA DE ENGENHARIA E REVISÃO DE DESIGN • Para obter assistência de engenharia, ou para
solicitar uma revisão de design, entre em contato com o Departamento de Engenharia de Vendas da Intralox.
PROGRAMAS DE COMPUTADOR DE ANÁLISE DE ENGENHARIA • A Intralox oferece um Programa de
Engenharia com base em PC para todas as esteiras usadas em aplicação de corridas retas que calcularão a tração
da esteira, os requisitos de engrenagem, informações sobre motor e acionamento, etc. Entre em contato com o
SAC* para solicitar esses programas.
ARQUIVOS DE PLANTAS/DESENHOS CAD • Estão disponíveis gabaritos de Auto CAD.DXF para todas as
séries. Os gabaritos têm detalhes de esteira e engrenagens moldadas, que podem ser utilizados em designs de
transportadora CAD. Entre em contato com o SAC* para mais informações.
LITERATURA DE PRODUTOS • A Intralox oferece literatura adicional específica de aplicação e técnica sobre a
maioria dos produtos relacionados neste manual. Entre em contato com o SAC* para mais informações.
WWW • Para informações sobre produtos Intralox, nossa empresa ou para fazer o download do Programa de
Engenharia Intralox® , para o download do Manual de Engenharia on-line, visite nosso site em http://
www.intralox.com.
*Consulte a capa para as listagens internacionais.
LINHA DE PRODUTOS 15

SEÇÃO 2: LINHA DE PRODUTOS

COMO USAR ESTA SEÇÃO


A
Esta seção do manual contém informações e dados descritivos sobre todos os tipos de esteiras,
engrenagens e outros acessórios da Linha de produtos Intralox.

DADOS DA ESTEIRA
A Descrição da esteira — caraterísticas principais, dimensões e fotografias.
B

B Dados — resistências, pesos, limites de temperaturas das esteiras de acordo com o material
de fabricação.

C
DADOS SOBRE AS ENGRENAGENS
Estas páginas seguem-se às páginas sobre os dados da esteira, para cada série.

SEÇÃO 2
C Tabela de engrenagens e suportes — para determinação da quantidade mínima de
engrenagens e guias de desgaste necessárias.

D E
D Fator de resistência — resistência operacional das engrenagens.

E Espaçamento das engrenagens — para determinação do espaçamento máximo das


F
engrenagens no eixo de tração.

ENGRENAGENS E ACESSÓRIOS
Estas páginas seguem-se às páginas de dados das engrenagens e podem ser encontradas ao final
da maioria das seções.
F Engrenagens, Taliscas, Guias laterais, Pentes de transferência, etc. — descrição
e disponibilidade para cada série.

DADOS DA TRANSPORTADORA
G Dimensões da estrutura transportadora — requisitos dimensionais básicos.

G
H Dados da folga da placa morta — folga entre as superfícies para possibilitar a ação
poliédrica da esteira.
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE SOBRE A MEDIDA DA LARGURA DA ESTEIRA:
Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira e o status do
H estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir uma esteira.
16 LINHA DE PRODUTOS
• Com aprovação USDA para laticínios, o Acetal branco encontra-se
MATERIAIS PADRÃO disponível em alguns tipos esteira.
• Acetal preto especialmente formulado para resistência à radiação
DE ESTEIRA ultra-violeta (UV) é disponível para aplicações que requerem
proteção contra tal radiação. O Acetal preto UV não é aprovado pelo
POLIPROPILENO – É um material padrão para aplicações de uso
FDA, sendo correntemente oferecido para a Série 1800 Mesh
geral onde resistência química é necessária.
Top.
• Bom equilíbrio entre peso (leve) e resistência moderada.
• O Acetal Anti-Estático (Acetal AS) é disponível para aplicações
• Gravidade específica de 0,90, flutua na água.
onde a dissipação de carga eletrostática acumulada se faz
• O intervalo de temperaturas limite do polipropileno varia de 1° a
necessária. Dissipação de carga eletrostática é um processo lento
104 °C (34° a 220 °F).
que só ocorre em ambientes úmidos. O Acetal Anti-Estático é
• Material relativamente resistente em condições normais de uso, o
disponível correntemente apenas para a Série 400 Non-Skid.
polipropileno é relativamente quebradiço sob baixas temperaturas, e por
isso não recomendado em condições de alto impacto com temperaturas
inferiores a 7 °C (45 °F). MATERIAIS DE
• O Polipropileno apresenta boa resistência química quando exposto
a diversos ácidos, bases, sais e álcoois. ESTEIRAS PARA
• Este material atende às normas do FDA para uso em aplicações de
processamento e empacotamento de alimentos, tendo aprovação
APLICAÇÕES ESPECIAIS
também do USDA-FSIS para as indústrias de carnes e aves. ACETAL EC (Condutor Elétrico) - Pode ser usado como ajuda para
• O Polipropileno Branco, aprovado pelo USDA em aplicações de dissipar carga eletrostática acumulada em aplicações que envolvem
SEÇÃO 2

laticínio, é disponível em diversos tipos de esteira. transporte de latas ou outros produtos condutores de eletricidade.
• O Polipropileno Preto é recomendado para aplicações submetidas à Guias ou soleiras metálicas podem ser utilizadas como contato terra
luz solar direta. O Polipropileno Preto UV (resistente à radiação para a esteira, dissipando qualquer acúmulo de carga eletrostática no
ultra-violeta) é especialmente formulado para aplicações que produto. O Acetal EC geralmente é distribuído em seções normais, 3
requerem maior proteção contra UV. O Polipropileno Preto UV, não fileiras de AC EC a cada 0.61m (2 pés) de esteira para as Séries 100
aprovado pelo USDA-FSIS, é disponível nas Séries 1800 Mesh e 900, ou 5 fileiras de AC EC a cada 0.61 m (2 pés) de esteira para as
Top, Séries 1100 Flush Grid, Séries 900 Flush Grid, e Séries 1100. Entretanto, esteiras podem ser construídas totalmente em
Séries 900 Perforated Flat Top. Acetal EC.
• Os valores de resistência química e fator de fricção do Acetal EC
POLIETILENO – Outro material termoplástico leve, é caraterizado são os mesmos que os do Acetal comum.
por sua superior flexibilidade e elevada resistência ao impacto.
• O Acetal EC tem resistividade de 60.000 Ohms por unidade de área,
• Gravidade específica de 0,95, flutua na água.
comparável a uma resistividade de alguns milhões de Ohms por
• Excelente caraterística de liberação de produtos.
unidade de área nos plásticos comuns.
• O polietileno apresenta excelente desempenho sob temperaturas
• Sua gravidade específica é de 1,40.
muito mais baixas.
• Este material não atende às especificações do FDA, e não é
• O intervalo de temperaturas limite do polietileno varia de -73° a
aprovado pelo USDA-FSIS.
66° C (-100° a 150 °F). Verifique as especificações da esteira para
• O Acetal EC é disponível apenas nas Séries 100 Flush Grid,
obter dados exatos.
Séries 400 Flush Grid e Flat Top, Séries 900 Flush Grid,
• O Polietileno apresenta boa resistência química a diversos ácidos,
Flat Top e Raised Rib, e Séries 1100 Flush Grid.
bases, e hidrocarbonatos..
• O Polietileno Preto é recomendado para aplicações sujeitas à baixas ACETAL DE ALTA RESISTÊNCIA ELETRO-CONDUTOR
temperaturas com exposição direta à luz solar. (HSEC), é disponível para aplicações que requerem dissipação de
• Este material atende às especificações do FDA para uso em carga eletrostática. Este material é mais resistente e não tão
aplicações de processamento e empacotamento de alimentos, tendo quebradiço quanto o Acetal Eletro-Condutor comum (Acetal EC),
aprovação também do USDA-FSIS para as indústrias de carnes e mas o processo de dissipação é mais lento, reduzindo a possibilidade
aves. de danos a componentes eletrônicos sensíveis.
• O Polietileno Natural, aprovado pelo USDA em aplicações de • Os valores de resistência química e fator de fricção do Acetal HSEC
laticínio, é disponível em diversos tipos de esteira. são os mesmos do que os observados no Acetal comum.
• O Acetal HSEC tem resistência elétrica nominal entre 105 a
ACETAL – Acetais termoplásticos são materiais consideravelmente 109 Ohms por quadrado.
mais resistentes do que o polipropileno e o polietileno, e possuem
• A gravidade específica do Acetal HSEC é de 1,40
bom equilíbrio entre as propriedades mecânicas, térmicas e químicas.
• Este material não atende às especificações do FDA, e não é
• Boas resiliência e resistência à fadiga.
aprovado pelo USDA-FSIS.
• Material de baixo coeficiente de atrito, é uma boa escolha em
• Este material não é tão quebradiço quanto o Acetal EC.
aplicações de manuseio e transporte de recipientes.
• Este material é disponível apenas para as Séries S400 Flat Top,
• O intervalo de temperaturas limites para o Acetal varia de -46° a
S400 Non Skid, e S1100 Flat Top.
93° C (-50° a 200 °F).
• Gravidade específica é de 1,40, apresenta relativa resistência ao
impacto.
• As esteiras de Acetal são muito rígidas e por isso são resistentes à
cortes e arranhões.
• Este material atende às especificações do FDA para uso em
aplicações de processamento e empacotamento de alimentos, tendo
aprovação também do USDA-FSIS para as indústrias de carnes e
aves.
LINHA DE PRODUTOS 17
COMPOSTO DE POLIPROPILENO – é uma material padrão • Ambos os tipos de Náilon HR são disponíveis na Séries 900
usado em aplicações onde alta resistência química e mecânica se Flush Grid, Raised Rib, Flat Top e Perforated Flat Top para
façam necessárias. aplicações secas expostas à temperaturas elevadas. A Série 1100
• Alta resistência e rigidez. Flush Grid é disponível apenas em Náilon HR não-FDA.
• Gravidade específica de 1,12.
• Boa resistência a ácidos, bases, sais e álcoois. NÁILON RESISTENTE À ABRASÃO (AR), disponível somente
• O intervalo de temperatura é de -29° a 104 °C (-20 a 220 °F). para a Série 1700.
• O coeficiente de expansão térmica é de 0,06 mm/m/ °C (0.0004 pol/ • Para aplicações abrasivas (molhadas ou secas) e de serviço pesado.
pé/°F). • Disponível apenas na cor preta, que não é aprovada pelo FDA.
• Limites de temperatura -46°C a 116°C (-50°F a 240°F).
POLIESTER TERMOPLÁSTICO RETARDANTE DE • 0,5% de expansão lateral da esteira para 100% de umidade relativa.
CHAMAS (FR-TPES) – é um material com classificação V-0 • Gravidade específica de 1,06
(UL94 a 1/32 pol.) não inflamável. Embora o material não entre em • Estabilizada para o calor para um desempenho superior em áreas
combustão, ele escurecerá e se derreterá se exposto à chama direta. O externas.
FR-TPES é mais forte do que o polipropileno mas não tão forte • Usa a mesma tabela de fator de temperatura do Náilon normal.
quanto o Acetal.
• Classificação V-0 (UL94 a 1/32 pol.). POLIPROPILENO DETETOR DE METAIS é disponível apenas
• O intervalo de temperatura operacional do FR TPES é de 7° a 82 °C para a Série 800 Flat Top e Série 1500 Flush Grid. Este material
(40° a 180 °F). foi desenvolvido para aplicações de processamento de alimentos onde
• O material FR-TPES tem gravidade específica de 1,45. existe preocupação e necessidade de controle de contaminação de
• Este material não atende às especificações FDA e USDA-FSIS. produtos. Este material tem grande resistência ao impacto, e foi

SEÇÃO 2
• O material FR TPES é disponível na Série 1100 Flush Grid, projetado para ser detectado por detetores de metais e aparelhos de
Série 900 Flush Grid, Série 900 Flush Grid ONEPIECE™ RAIO-X, e deve ser usado em linha de fluxo anterior a esses
Live Transfer e Série 900 Perfurated Flat Top. equipamentos de detecção (metal. RAIO-X).
• Temperatura de operação é de -18°C (0 °F) to 66 °C (150 °F)
NÁILON – é disponível apenas na Séries 800 Flat Top e Mini • O material metálico de enchimento não enferruja ou expõe fibras
Rib. Duas limitações do Náilon em relação ao Acetal são sua grande afiadas que podem representar perigo.
capacidade de absorção de água e maior susceptibilidade a cortes e • Gravidade específica de 0,96, este material flutua em água.
arranhões. Em virtude da expansão do Nailon devido à absorção de • Boa resistência ao impacto para temperaturas superiores a 1 °C
água, esse material não é recomendável em aplicações submetidas à (34 °F)
grande umidade. Por exemplo, em condições de umidade relativa de • Teste do material no detetor de metais disponível no local de
100%, a expansão do Nailon é de aproximadamente 3% (em produção é o melhor método para determinação da sensibilidade do
equilíbrio), fazendo com que uma esteira de 24 pol. (610 mm) de equipamento de detecção.
largura se expanda para 24,75 pol. (629 mm). • O coeficiente de expansão térmica é de 5,17 mm/m/ °C (0,0011 in/
• Resistente à abrasão em aplicações secas. ft/ °F)
• Boa resistência química e bom desempenho sob temperaturas • Este material atende às especificações do FDA para uso no
baixas. processamento e empacotamento de alimentos, e tem aprovação
• Mais resistente do que o polipropileno. junto ao USDA-FSIS (carne e aves).
• Intervalo operacional de temperatura de -46° a 82 °C (-50° a • O material detectável tem resistividade superficial segundo o
150 °F). ASTM (Sociedade Americana de Testes e Materiais) de D257 de
• Boa resistência à fadiga. 545 Ohms/pé quadrado.
• Gravidade específica de 1,13. • Este material não é para uso em aparelhos detetores de metais.
• Este material é disponível apenas na Série 800 Flat Top, e atende
às especificações do FDA para uso em aplicações de processamento
e empacotamento de alimentos, tendo aprovação também do
USDA-FSIS para as indústrias de carnes e aves.
NÁILON RESISTENTE AO CALOR (HR) – Este material é
disponível em dois tipos: Aprovado (Náilon HR FDA) e Não-
Aprovado pelo FDA (Náilon HR Não-FDA). O Náilon HR FDA
atende às especificações do FDA para uso em aplicações de
processamento e empacotamento de alimentos. O Náilon HR FDA
atende às especificações do FDA para uso em aplicações de
processamento e empacotamento de alimentos.
• Classificação de inflamabilidade de UL94 de V-2.
• O Náilon HR FDA suporta temperatura limite máxima contínua de
116 °C (240 °F). Em exposição intermitente o Náilon HR FDA
suporta 132 °C (270 °F).
• O Náilon HR não-FDA suporta temperatura limite máxima contínua
de 154 °C (310 °F). Para exposição intermitente o Náilon HR não-
FDA suporta 182 °C (360 °F).
• A Gravidade específica de ambos os tipos de Náilon HR é de 1,13.
• Estes materiais absorverão água em ambientes úmidos ocasionando
expansão da esteira. A esteira se expandirá também devido à
mudanças de temperatura. O coeficiente de expansão térmica do
Náilon NR é de 0,081 mm/m/°C (0,00054 pol/pe/° F).
18 LINHA DE PRODUTOS
PROPRIEDADES DOS
MATERIAIS DA ESTEIRA TTEMPERATURA
TABELAS PARA O FATOR DE
EM MATERIAL PADRÃO
GRAVIDADE ESPECÍFICA é a relação entre a densidade do
material e a densidade da água sob condições normais de temperatura
e pressão. Uma gravidade específica superior a 1,0 indica que o
material é mais pesado do que a água. Por outro lado, se o material
AC E
tiver gravidade específica inferior a 1,0 implica dizer que o material TAL
EA
CET
AL E
flutuará na água (mais leve que a água). C

MATERIAL GRAVIDADE ESPECÍFICA


Polipropileno 0,90
Polipropileno Composto 1,12
Polietileno 0,95
Acetal 1,40
Acetal EC 1,40
FRTPES 1,45
Náilon 1,13
SEÇÃO 2

Náilon HR (ambos os tipos) 1,13

FATORES DE ATRITO: Determinam o nível de fricção originado


pelo deslizamento da esteira sobre a estrutura da transportadora ou
sob o produto transportado. Redução dos fatores de atrito de um
sistema transportador resultam em redução da linha de pressão ,

PO
menor dano aos produtos, menor tensão da esteira, e menores

LI
ET
requisitos de potência. Em alguns casos, um fator de fricção mais

IL
EN
elevado é desejável, por exemplo, transportadoras em aclive ou

O
declive gradual, ou aplicações com linha de pressão elevada em
transportadoras alimentadoras de equipamentos. Fatores de fricção
geralmente referem-se a sistemas "limpos" com reduzido desgaste e
sem a presença de material abrasivo. Ao efetuar-se a análise da
resistência de uma esteira transportadora, seja com uso do Programa
de Engenharia da Intralox ou através de cálculo manual como
especificado nas páginas 30, em prática normal recomenda-se a
adoção de coeficientes de atrito mais elevados do que os adotados em
sistemas limpos caso haja a possibilidade de presença de quaisquer
materiais abrasivos tais como farinhas, areia, papelão, poeira, vidro,
PO
etc. Se houver a presença de muitos detritos, os fatores de atrito LIP
RO
P IL
podem ser até duas ou três vezes superiores aos que se verificam em EN
O
condições de limpeza.
TEMPERATURA: Afeta as propriedades físicas de materiais
termoplásticos. Geralmente, à medida que a temperatura operacional
aumenta, a resistência da esteira reduz-se enquanto sua resistencia ao
impacto eleva-se. Contrariamente, em aplicações expostas à baixas
temperaturas, as esteiras tornam-se mais rígidas e em alguns casos
quebradiças. A curva do fator de temperatura ao lado mostra o efeito
da temperatura na resistência da esteira. Este gráfico pode ser usado
na análise da resistência da esteira pelo método manual. O Programa
de engenharia Intralox calcula automaticamente o fator de
temperatura com base na temperatura operacional da aplicação.
LINHA DE PRODUTOS 19

TABELA DE DISPONIBILIDADE DE TIPOS E


MATERIAIS DE ESTEIRA
A tabela abaixo lista os materiais disponíveis para cada estilo de especificações ditadas por esse orgão governamental. Por exemplo, a
esteira. Note-se que nem todas as combinações de esteiras e materiais Série 900 Flush Grid em polipropileno tem aprovação USDA-
são de produtos em estoque. Da mesma forma, nem todas as FSIS para contato direto com alimentos. Entretanto, a Série 900
combinações têm classificação USDA-FSIS (carnes e aves ou Flush Grid em Acetal EC não tem classificação USDA-FSIS porque
laticínios). Para obtenção de classificação USDA-FSIS é necessário o material não atende às especificações do FDA e do USDA-FSIS.
que tanto o estilo da esteira quanto o material da mesma atendam às
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira
F = Taliscas, S = Guias laterais
FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

SEÇÃO 2
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 0,54 2,64 • • • Branco
Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 0,58 2,83 • • •
FLUSH GRID 31 F,S Acetal Polipropileno 600 890 34 a 200 1 a 93 0,78 3,81 • • • Azul
100 Acetal EC Polipropileno 400 595 34 a 200 1 a 93 0,78 3,81
1,0 Acetal Polietileno 550 820 -50 a 70 -46 a 41 0,78 3,81 • • • Azul
(25,4)
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 0,82 4,00 • • • Branco
Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 0,88 4,29 • • •
RAISED RIB 31 FTP
Acetal Polipropileno 600 890 34 a 200 1 a 93 1,20 5,86 • • • Azul
Acetal Polietileno 550 820 -50 a 70 -46 a 41 1,20 5,86 • • • Azul
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,24 6,05 • Branco
OPEN GRID 33 F,S
Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,26 6,15 •
Polipropileno Polipropileno 1800 2680 34 a 220 1 a 104 1,40 6,83 • Branco
FLUSH GRID 33 F,S
Polietileno Polietileno 1200 1790 -100 a 150 -73 a 66 1,44 7,03 •
200
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 1,04 5,08 • • Branco •
2,0 OPEN HINGE 45 F,S
(50,8) Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 1,12 5,47 • • Natural •
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,18 5,76 • Branco
FLAT TOP 0 F,S
Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,20 5,86 •
FLAT TOP Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,12 5,47 • Branco
12 F,S
PERFURADA Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,18 5,76 •
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,82 8,89 • Branco
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,90 9,28 •
FLUSH GRID 17 F,S Acetal Polipropileno 3200 4760 34 a 200 1 a 93 2,77 13,51 • Azul
Acetal EC Polipropileno 2400 3570 34 a 200 1 a 93 2,77 13,51
Acetal Polietileno 3000 4460 -50 a 70 -46 a 41 2,77 13,51 • Azul
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,95 9,52 •
RAISED RIB 26 FTP
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,98 9,67 •
Polipropileno Polipropileno 1550 2300 34 a 220 1 a 104 1,16 5,66 • • • Branco
OPEN HINGE 30 F,S
Polietileno Polietileno 950 1400 -50 a 150 -46 a 66 1,24 6,06 • • •
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,81 8,82 • Branco
400
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,90 9,28 •
2,0 FLAT TOP 0 F,S
(50,8) Acetal Polipropileno 3200 4760 34 a 200 1 a 93 2,74 13,38 • Azul
Acetal Polietileno 3000 4460 -50 a 70 -46 a 41 2,74 13,38 • Azul
Acetal AS Náilon 3200 4760 -50 a 200 -46 a 93 2,88 14,09
NON SKID 0 F
Acetal HS EC Náilon 2720 4040 -50 a 200 -46 a 93 2,88 14,09
ROLLER TOP 18 - Polipropileno Náilon 2200 3270 34 a 200 1 a 93 2,44 11,94 •
ROLLER TOP
18 - Polipropileno Náilon 2200 3270 34 a 200 1 a 93 2,44 11,94 •
TRANSVERSAL
ROLETE EM
17 - Polipropileno Náilon 1600 2381 34 a 120 1 a 49 2,64 12,89 •
ÂNGULO
ESTEIRA BALL
(com bolas 0 - Acetal Polipropileno 2400 3571 34 a 200 1 a 93 3,71 18,11 •
inseridas)
600 Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 2,22 10,83 • Branco
2,0 MULTI-LANE 45 -
(50,8) Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 2,24 10,93 •
20 LINHA DE PRODUTOS
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,77 8,66 • • Branco • • • • Branco
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,87 9,13 • • Natural • • • • Azul
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,75 13,43 • • Branco • • • Branco
FLAT TOP 0 F,S
Náilon Polietileno 1200 1780 -50 a 150 -46 a 66 2,32 11,33 • • • • •
Polipropileno Polipropileno
650 970 0 a 150 -18 a 66 1,83 8,93 • • Cinza
Detectável Azul
Polipropileno Polipropileno 900 1340 34 a 220 1 a 104 1,63 7,96 • a Branco Branco
FLAT TOP OPEN
0 F,S Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,70 8,30 • a Natural Azul
HINGE
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,52 12,30 • a Branco Branco
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,54 7,52 • • Branco • Branco
SEÇÃO 2

FLAT TOP
18 F,S Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,59 7,76 • • Natural • Azul
PERFURADA
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,28 11,15 • • Branco Branco Branco
FLAT TOP Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,54 7,52 • • Branco • Branco
PERFURADA 14- Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,59 7,76 • • Natural • Azul
F,S
COM ORIFÍCIOS 20
REDONDOS Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,28 11,15 • • Branco Branco
FLAT TOP
Polipropileno Aço Inoxidável
PERFURADA 29 F,S 2000 2975 -20 a 220 -29 a 104 2,47 12,06 •
Composto 303/304
29S
Polipropileno Polipropileno 800 1190 34 a 220 1 a 104 1,45 7,08 • a Branco Branco
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,63 7,96 • a Natural
FLUSH GRID 27 F
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 2,25 10,99 • a Branco Branco
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,25 10,99 • a Branco Branco
MESH TOP 9 F Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,60 7,86 • Branco Branco
800
2,0 Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,77 8,66 • • Branco • • • • Branco
(50,8) MINI RIB 0 - Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,87 9,13 • • Natural • • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,92 14,26 • • Branco • • • Branco
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,90 9,26 • • Branco • • • Branco
NUB TOP 0 F,S Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 2,01 9,80 • • Natural • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,95 14,40 • • Branco • • • Branco
Acetal
Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 2,78 13,59
NUB TOP Resistente à UV
0 F,S
EMBUTIDA Acetal
Acetal 2500 3713 -50 a 200 -46 a 93 2,78 13,59
Resistente à UV
Polipropileno Polipropileno 800 1190 34 a 220 1 a 104 1,56 7,62 • Branco Branco
FLUSH GRID Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,85 9,03 • Natural
27 F,S
NUB TOP Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 2,36 11,52 • Branco Branco
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,36 11,52 • Branco Branco
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,84 8,97 • • Branco • • • Branco
CONE TOP 0 F,S Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,93 9,44 • • Natural • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,84 13,89 • • Branco • • • Branco
Polipropileno Polipropileno 900 1340 34 a 220 1 a 104 1,63 7,96 •
CONE TOP
0 F,S Polietileno Polietileno 500 740 -50 a 150 -46 a 66 1,70 8,30 •
OPEN HINGE
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,52 12,3 •
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,93 14,34 • Branco
ROLLER TOP 3 - Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 2,99 14,62 •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 4.11 20,10 • Branco
ROUNDED Acetal
0 - Acetal 2500 3713 -50 a 150 -46 a 66 2,78 13,59
FRICTION TOP Resistente à UV
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,81 3,95 • • • Branco
900
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 0,84 4,09 • • •
1,07 OPEN GRID 38 -
(27,2) Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,26 6,14 • • • Azul
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,26 6,14 • • • Azul
LINHA DE PRODUTOS 21
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,76 3,70 • • • • Branco


Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 0,81 3,96 • • • • Azul
Branco
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,15 5,62 • • •
e Azul
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,15 5,62
FLUSH GRID 38 F,S FR-TPES Polipropileno 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,19 5,81
Náilon HR FDA Náilon FDA 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,10 5,40 • •
Náilon HR não
Náilon não FDA 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,10 5,40
FDA
Branco
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,15 5,62 • • •

SEÇÃO 2
e Azul
MOLD TO WIDTH 0,31 0,46
Polipropileno Náilon 130 (lb) 59 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLUSH GRID - (lb/pé) (kg/m)
38 -
LARGURA83 mm 0,42 0,62
(3,25 pol) Acetal Náilon 250 (lb) 113 (kg) -50 a 200 -46 a 93 • Azul
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH 0,39 0,58
Polipropileno Náilon 263 (lb) 120 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLUSH GRID - (lb/pé) (kg/m)
38 -
LARGURA 114 0,54 0,80
mm (4,5 pol) Acetal Náilon 555 (lb) 252 (kg) -50 a 200 -46 a 93 • Azul
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH 0,59 0,88
Polipropileno Náilon 438 (lb) 199 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLUSH GRID - (lb/pé) (kg/m)
38 -
LARGURA 191 0,85 1,26
mm (7,5 pol) Acetal Náilon 800 (lb) 363 (kg) -50 a 200 -46 a 93 • Azul
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH
0,38 0,57
FLUSH GRID - 38 - Acetal Náilon 275 (lb) 125 (kg) -50 a 200 -46 a 93 • Azul
900 LARGURA 85 mm (lb/pé) (kg/m)
1,07
(27,2) ONEPIECE™ Polipropileno Náilon 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,54 •
cont. TRANSF, Acetal Náilon 1480 2200 -50 a 200 -46 a 93 1,15 5,62 • Azul
38 -
DIRETA FLUSH
GRID FR-TPES Náilon 1000 1490 40 a 180 7 a 82 1,63 7,95 •
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 1,07 5,21 • • • Branco
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,14 5,57 • • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,68 8,19 • • • Azul
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,68 8,19
RAISED RIB 38 FTP
Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,60 7,80 •
Náilon HR não
Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,60 7,80
FDA
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,68 8,19 • • • Azul
MOLD TO WIDTH
RAISED RIB - 0,19 0,29
38 FTP Acetal Náilon 140 (lb) 64 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA29 mm (lb/pé) (kg/m)
(1,1 pol)
MOLD TO WIDTH
RAISED RIB - 0,23 0,35
39 FTP Acetal Náilon 200 (lb) 91 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA37 mm (lb/pé) (kg/m)
(1,5 pol)
MOLD TO WIDTH 0,29 0,43
Acetal Náilon 230 (lb) 104 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
RAISED RIB - (lb/pé) (kg/m)
40 FTP
LARGURA 46,5 0,19 0,28
mm (1,8 pol) Polipropileno Náilon 90 (lb) 41 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH
RAISED RIB - 0,34 0,50
40 FTP Acetal Náilon 200 (lb) 91 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA55 mm (lb/pé) (kg/m)
(2,2 pol)
22 LINHA DE PRODUTOS
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,96 4,69 • • Branco


Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,01 4,95 • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,50 7,30 • Azul
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,50 7,30
FLAT TOP 0 F,S
Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,40 6,80 •
Náilon HR não
Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,40 6,80
FDA
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,50 7,30 • Azul
MOLD TO WIDTH 0,37 0,55
Polipropileno Náilon 130 (lb) 59 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLAT TOP - (lb/pé) (kg/m)
0 -
SEÇÃO 2

LARGURA83 mm 0,52 0,77


(3,25 pol) Acetal Náilon 250 (lb) 113 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH 0,52 0,77
Polipropileno Náilon 263 (lb) 120 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLAT TOP - (lb/pé) (kg/m)
0 -
LARGURA 114 0,74 1,10
mm (4,5 pol) Acetal Náilon 555 (lb) 252 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH 0,83 1,24
Polipropileno Náilon 438 (lb) 199 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
FLAT TOP - (lb/pé) (kg/m)
0 -
LARGURA 191 1,18 1,76
mm (7,5 pol) Acetal Náilon 800 (lb) 363 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH
0,50 0,74
FLAT TOP - 0 - Acetal Náilon 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
(lb/pé) (kg/m)
LARGURA 85 mm
ONEPIECE™ Polipropileno Náilon 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,54 •
TRANSF.
0 -
DIRETA FLAT Acetal Náilon 1480 2200 -50 a 200 -46 a 93 1,50 7,30 • Azul
900 TOP
1,07 FLAT TOP Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,48 7,23 • Azul
(27,2) PERFURADA 5,1 F,S
cont.  1/8 pol Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,48 7,23 • Azul
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,54 • Branco
Polietileno Polietileno 350 520 -100 a 150 -73 a 66 0,98 4,79 •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,46 7,11 • Azul
FLAT TOP Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,46 7,11
PERFURADA 6,4 F,S FR-TPES Polipropileno 1000 1490 40 a 180 7 a 82 1,59 7,76
 5/32 pol
Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,40 6,80 •
Náilon HR não
Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,40 6,80
FDA
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,46 7,11 • Azul
FLAT TOP Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,43 6,98 • Azul
PERFURADA 7,9 F,S
 3/16 pol Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,43 6,98 • Azul
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,55 • Branco
MESH TOP 24 ‘
Polietileno Polietileno 350 520 -100 a 150 -73 a 66 0,99 4,84 •
Polipropileno
Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,10 5,40 Branco
(DFT)
Polipropileno
DIAMOND Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,40 6,80 Branco
0 - (DFT Ultra)
FRICTION TOP
Polietileno (DFT) Polietileno 350 520 -50 a 120 -46 a 49 1,20 5,90 Branco
Polietileno (DFT
Polietileno 350 520 -50 a 120 -46 a 49 1,50 7,30 Branco
Ultra)
Polipropileno
Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,20 5,86
SQUARE (SFT)
0 -
FRICTION TOP Polipropileno
Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,50 7,32
(SFT Ultra)
LINHA DE PRODUTOS 23
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Polipropileno
Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,10 5,40 Branco
FLAT FRICTION (FFT)
0 -
900 TOP Polipropileno
Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,40 6,80 Branco
1,07 (FFT Ultra)
(27,2) FLUSH GRID Polipropileno Polipropileno 490 730 34 a 220 1 a 104 0,76 3,71 •
cont. COM ROLETES 38 -
INSERIDOS Acetal Polipropileno 1030 1530 34 a 200 1 a 93 0,81 3,95 •
NUB TOP 0 Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,98 4,78 •
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,81 3,95 • • Branco • • • Branco
Polietileno Polietileno 450 670 -50 a 150 -46 a 66 0,87 4,25 • • Natural • •
Acetal Polipropileno 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80 • • Branco • Branco

SEÇÃO 2
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80
FLUSH GRID 28 F,S FR-TPES Polipropileno 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,30 6,34
Náilon HR não
Náilon não FDA 1100 1640 -50 a 310 -46 a 154 1,20 5,80
FDA
Polipropileno Polipropileno
700 1040 34 a 220 1 a 104 0,81 3,98
Resistente à UV Resistente à UV
Acetal Polietileno 1200 1790 -50 a 70 -46 a 41 1,19 5,80 • • Branco • Branco
Polipropileno Polipropileno 500 750 34 a 220 1 a 104 0,90 4,40 • • Branco • • • Branco
Polietileno Polietileno 300 450 -50 a 150 -46 a 66 0,96 4,69 • • Natural • • • Azul
FLAT TOP 0 F,S Branco
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 1,30 6,35 • • Branco •
e Azul
Branco
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 70 -46 a 41 1,30 6,35 • • Branco •
1100 e Azul
0,6 Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 1,30 6,35 • • Azul
FLAT TOP
(15,2) 3,2 -
PERFURADA Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 70 -46 a 41 1,30 6,35 • • Azul
FLUSH GRID
28 - Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 150 1 a 66 0,81 3,98 Branco
FRICTION TOP
DIAMOND TOP
0 - Polietileno Polietileno 300 450 -50 a 150 -46 a 66 0,96 4,69 • • Natural • • • Azul
EMBUTIDA
FLUSH GRID Acetal (38 mm) Náilon 130 59 -50 a 200 -46 a 93 0,185 0,084 •
MTW - LARGURA 26 -
38 E 46 MM Acetal (46mm) Náilon 150 68 -50 a 200 -46 a 93 0,216 0,098 •

ONEPIECE™ Acetal Náilon 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80 •


TRANSF. FR-TPES Náilon 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,30 6,34
28 -
DIRETA FLUSH Náilon HR não Náilon HR não
GRID 1100 1640 -50 a 310 -46 a 154 1,20 5,80
FDA FDA
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,55 • Branco
FLUSH GRID Acetal Polipropileno 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,36 6,65 • Branco
15 F,S
NUB TOP Polietileno Polietileno 450 670 -50 a 150 -46 a 66 1,00 4,90 •
Acetal Polietileno 1200 1790 -50 a 70 -46 a 41 1,36 6,65 • Branco
Composto de
FLUSH GRID 24 - Polipropileno 3300 4910 34 a 220 1 a 104 2,87 14,01 •
polipropileno
Composto de Composto de
FLAT TOP 0 - 4000 5950 -20 a 220 -29 a 104 3,17 15,45 •
polipropileno polipropileno
1200
1,44 Composto de
RAISED RIB 24 FTP Polipropileno 3300 4910 34 a 220 1 a 104 3,30 16,11 •
(36,6) polipropileno
Composto de Composto de
NON SKID 0 - 4000 5950 -20 a 220 -29 a 104 3,21 15,65 •
polipropileno polipropileno
NON SKID Composto de Composto de
0 FTP 4000 5950 -20 a 220 -29 a 104 3,58 17,48 •
RAISED RIB polipropileno polipropileno
24 LINHA DE PRODUTOS
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Acetal Náilon 2500 3720 -50 a 200 -46 a 93 2,75 13,43 •


FLAT TOP 0 - Polipropileno Náilon 1800 2678 34 a 220 1 a 104 1,85 9,03 • Branco
FR-TPES Polipropileno 1200 1786 40 a 180 7 a 82 2,76 13,47 •
MOLD TO WIDTH
FLAT TOP - 0,80 1,19
0 - Acetal Náilon 700 (lb) 318 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA83 mm (lb/pé) (kg/m)
(3,25 pol)
MOLD TO WIDTH
FLAT TOP - 0,80 1,19
0 - Acetal Náilon 700 (lb) 318 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA85 mm (lb/pé) (kg/m)
(3,345 pol)
SEÇÃO 2

MOLD TO WIDTH
FLAT TOP - 1,13 1,68
0 - Acetal Náilon 850 (lb) 386 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA 114 (lb/pé) (kg/m)
mm (4,5 pol)
MOLD TO WIDTH 1,40 2,08
Acetal Náilon 1200 (lb) 544 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
FLAT TOP - (lb/pé) (kg/m)
0 -
LARGURA 152 0,95 1,14
mm (6,0 pol) Polipropileno Náilon 850 (lb) 386 (kg) 34 a 220 1 a 104 •
(lb/pé) (kg/m)
MOLD TO WIDTH
FLAT TOP - 1,75 2,60
0 - Acetal Náilon 1550 (lb) 703 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
LARGURA 191 (lb/pé) (kg/m)
mm (7,5 pol)
1400 ONEPIECE™
1,0 TRANSF. 1,25 1,86
(25,4) 0 - Acetal Náilon 850 (lb) 386 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
DIRETA FLAT (lb/pé) (kg/m)
TOP
ONEPIECE™
TRANSF.
1,86 2,77
DIRETA FLAT 0 - Acetal Náilon 1550 (lb) 703 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
(lb/pé) (kg/m)
TOP - 236,2 mm
(9,3 pol)
Polipropileno Polipropileno 1800 2679 34 a 220 1 a 104 1,61 7,86 •
FLUSH GRID 21 - Polipropileno Náilon 1800 2679 34 a 220 1 a 104 1,66 8,10 •
Acetal Náilon 2500 3720 -50 a 200 -46 a 93 2,52 12,30 •
Polipropileno
Náilon 1800 2678 34 a 150 1 a 66 2,18 10,64 Branco
(FFT)
Polipropileno
FLAT FRICTION Náilon 1800 2678 34 a 150 1 a 66 2,50 12,16 Branco
0 - (FFT Ultra)
TOP
Polietileno (FFT) Náilon 1000 1488 -50 a 120 -46 a 49 2,28 11,13
Polietileno (FFT
Náilon 1000 1488 -50 a 120 -46 a 49 2,60 12,89
Ultra)
ROLLER TOP 0 - Acetal Náilon 2500 3720 -50 a 200 -46 a 93 5,83 28,47 • Branco
NON SKID 0 - Acetal HS EC Náilon 1875 2790 -50 a 200 -46 a 93 2,78 13,57
Polipropileno
Náilon 1800 2678 34 a 150 1 a 66 2,23 10,89
SQUARE (SFT)
0 -
FRICTION TOP Polipropileno
Náilon 1800 2678 34 a 150 1 a 66 2,56 12,50
(SFT Ultra)
Polipropileno Polipropileno 125 186 34 a 220 1 a 104 0,44 2,12 • a Branco
Polipropileno Acetal 150 223 34 a 200 1 a 93 0,51 2,40 • a
1500
0,5 Náilon HR FDA Náilon 175 260 -50 a 240 -46 a 116 0,58 2,83 • a
FLUSH GRID 48 -
(12,7) Acetal Acetal 240 357 -50 a 200 -46 a 93 0,73 3,56 • a Branco
Polipropileno
Acetal 80 119 0 a 150 -18 a 66 0,56 2,73 • a
Detectável
LINHA DE PRODUTOS 25
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 1,05 5,13 • a Branco


FLAT TOP OPEN Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,10 5,37 • a Natural
0 F
HINGE Acetal Polipropileno 1400 2100 34 a 200 1 a 93 1,58 7,71 • a Branco
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 1,58 7,71 • a Branco
1600
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 1,13 5,52 •
1,0
(25,4) Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,18 5,76 •
NUB TOP 0 -
Acetal Polipropileno 1400 2100 34 a 200 1 a 93 1,74 8,49 •
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 1,74 8,49 •
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 1,05 5,13 • branco
MINI RIB 0 -
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,10 5,37 • natural

SEÇÃO 2
1700
1,5 FLUSH GRID 37 - Náilon RA Náilon 1800 2678 -50 a 180 -46 a 82 2,21 10,78 a
(38,1)
Polipropileno Polipropileno 1200 1786 34 a 220 1 a 104 2,06 10,06 • a Branco Branco
Polietileno Polietileno 700 1042 -50 a 150 -46 a 66 2,23 10,90 • a Natural Azul
FLAT TOP 0 F
Acetal Polietileno 1200 1786 -50 a 150 -46 a 66 3,36 16,40 • a Branco Branco
Acetal Polipropileno 1500 2232 34 a 200 1 a 93 3,36 16,40 • a Branco Branco
1800
2,5 Polipropileno Polipropileno 800 1190 34 a 220 1 a 104 1,44 7,03 • Branco
(63,5) Polipropileno
Acetal 1100 1640 34 a 200 1 a 93 1,55 7,56
Resistente à UV
MESH TOP 32 -
Acetal
Acetal 1500 2230 -50 a 200 -46 a 93 2,27 11,08
Resistente à UV
Polietileno Polietileno 400 595 -50 a 150 -46 a 66 1,50 7,32 •
2000 Polipropileno Polipropileno 500 750 34 a 220 1 a 104 1,75 8,53 • • • Branco
1,25 RAISED RIB 18 FTP Polietileno Polietileno 400 605 -50 a 150 -46 a 66 1,83 8,92 • • •
(31,8)
Acetal Polipropileno 1130 1680 34 a 200 1 a 93 2,68 13,08 • • •
Polipropileno Acetal 1600 2380 34 a 200 1 a 93 1,86 9,10 • • Branco • • • Branco
Polietileno Acetal 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 1,96 9,56 • • Natural • • •
FLUSH GRID 50 F
Acetal Náilon 2500 3720 -50 a 200 -46 a 93 2,82 13,80 • • Natural • •
Polipropileno Polipropileno 1400 2100 34 a 220 1 a 104 1,78 8,69 • • Branco • •
2200 Polipropileno Acetal 1600 2380 34 a 150 1 a 66 2,20 10,74 Branco
1,5 FRICTION TOP
(38,1) 50 F Polietileno Acetal 1000 1490 34 a 150 1 a 66 2,30 11,23 •
RADIUS
Polipropileno Polipropileno 1400 2100 34 a 150 1 a 66 2,12 10,35 Branco
FLUSH GRID Polipropileno Acetal 400 600 34 a 200 1 a 93 1,86 9,08 •
RADIUS 2,6 COM Acetal Náilon 630 940 -50 a 200 -46 a 93 2,82 13,80 •
50 F
ROLETES
INSERIDOS Polipropileno Polipropileno 350 520 34 a 220 1 a 104 1,78 8,69 •
Polipropileno Acetal 600 892 34 a 200 1 a 93 1,20 5,86 • a • • Branco
FLUSH GRID
42 F,S Acetal Náilon 600 892 -50 a 200 -46 a 93 1,73 8,44 • a • • Branco
RADIUS 1,7
Polipropileno Polipropileno 600 892 34 a 220 1 a 104 1,12 5,47 • a • • Branco
Polipropileno Acetal 1200 1785 34 a 200 1 a 93 1,10 5,40 • a • • Branco
FLUSH GRID
42 F,S Acetal Náilon 1700 2528 -50 a 200 -46 a 93 1,61 7,86 • a • • Branco
RADIUS 2,2
Polipropileno Polipropileno 1000 1487 34 a 220 1 a 104 1,04 5,11 • a • • Branco
FRICTION TOP Polipropileno Acetal 1200 1785 34 a 150 1 a 66 1,31 6,43 Branco Branco
42 -
RADIUS Polipropileno Polipropileno 1000 1487 34 a 150 1 a 66 1,25 6,14 Branco Branco
2400 2,4 RADIUS Polipropileno Acetal 500 744 34 a 200 1 a 93 1,20 5,86 •
1,0 WITH INSERT 42 S Acetal Náilon 500 744 -50 a 200 -46 a 93 1,73 8,44 •
(25,4) ROLLERS Polipropileno Polipropileno 500 744 34 a 220 1 a 104 1,12 5,47 •
2,8 RADIUS Polipropileno Acetal 700 1040 34 a 200 1 a 93 1,21 5,92 •
WITH INSERT 42 S Acetal Náilon 1000 1490 -50 a 200 -46 a 93 1,61 7,86 •
ROLLERS Polipropileno Polipropileno 600 890 34 a 220 1 a 104 1,04 5,11 •
Polipropileno Acetal 1200 1785 34 a 200 1 a 93 1,79 8,74 •
RAISED RIB 42 - Acetal Náilon 1700 2528 -50 a 200 -46 a 93 2,79 13,62 •
Polipropileno Polipropileno 1000 1487 34 a 220 1 a 104 1,76 8,59 •
RADIUS FLAT
0 - Acetal Náilon 1700 2528 -50 a 200 -46 a 93 2,24 11,00 •
TOP
1,6 RADIUS Acetal Acetal 1700 2530 -50 a 200 -46 a 93 1,44 7,03 •
2600 57 -
SPIRALOX™ Polipropileno Acetal 1500 2232 34 a 200 1 a 93 1,01 4,93 •
2,0
(50,8) 2,2 RADIUS Acetal Acetal 1700 2530 -50 a 200 -46 a 93 1,54 7,52 •
57 -
SPIRALOX™ Polipropileno Acetal 1500 2232 34 a 200 1 a 93 1,04 5,08 •
26 LINHA DE PRODUTOS
Resistência da Limites de Tempera- Peso da
Aceitabilidade governamental
esteira tura (contínua) esteira

F = Taliscas, S = Guias laterais


FTP = Pentes de Transferência

M-MAF Nova Zelândia Laticínios (M)


de Inspeção para Quarentena (A)
Ministério da Agricultura Florestal

de acordo com a lei italiana D.M.


Certificado de Migração Italiano
Agência de Inspeção Alimentar
Passo Nominal, pol. (mm)
Série de Esteiras -

Material da esteira
% de área aberta
Estilo da Esteira

Material da vara

da Nova Zelândia (Z)


Acessórios

erviço Australiano
do Canadá (CFA)
USDA laticíniosb

21.03.73 (MC)
Carne e aves
USDA-FSIS
FDA (EUA)
lb/ kg/
lb/pé kg/m °F °C
pé² m²

KNUCKLECHAIN Aço Inoxidável 0,88 1,21


3000 - - Acetal 700 (lb) 317 (kg) -50 a 200 -46 a 93 • •
(RETA) 303 (lb/pé) (kg/m)
2,0
(50,8) KNUCKLECHAIN - - Acetal
Aço Inoxidável
560 (lb) 254 (kg) -50 a 200 -46 a 93
0,90 1,25
• •
(CURVA) 303 (lb/pé) (kg/m)
4009 FLUSH Aço Inoxidável 0,97 1,44
13 - Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
GRID 303 (lb/pé) (kg/m)
Aço Inoxidável 1,11 1,65
4009 FLAT TOP 0 - Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
303 (lb/pé) (kg/m)
Aço Inoxidável 1,29 1,92
4000 4014 FLAT TOP 0 - Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
303 (lb/pé) (kg/m)
1,0
(25,4) 4090 EM CURVA 0 Aço Inoxidável 1,86 2,76
- Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
SEÇÃO 2

303 (lb/pé) (kg/m)


Aço Inoxidável 1,84 2,73
4091 EM CURVA 0 - Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
303 (lb/pé) (kg/m)
Aço Inoxidável 2,05 3,05
4092 EM CURVA 0 - Acetal 500 (lb) 227 (kg) -50 a 200 -46 a 93 •
303 (lb/pé) (kg/m)
a. Anteriormente ao desenvolvimento das Séries 800 Flush Grid e Open Hinge, Série 1500, Série 1600, Série 1700, Série 1800, Série 2400 e Série 2600, o USDA-FSIS descontinuou a
publicação da lista de novos produtos aceitáveis para contato com alimentos. A partir de então, novos produtos têm sido examinados por agências privadas, embora até o presente
momento o USDA-FSIS não tenha sancionado esses mesmos produtos.
b. Os projetos aceitos pelo USDA Laticínios requerem adoção de sistemas de limpeza automática.

FATORES DE ATRITO
Atrito entre as guias de desgaste e a esteira Atrito entre o produto e a esteira
Fatores de Fw Material das guias de desgaste
Fp Material do produto (usado em condições de retenção)b
atritoa
Material da UHMW HDPE NILATRON AÇO (CS & SS) VIDRO AÇO PLÁSTICO PAPELÃO ALUMÍNIO
esteira MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO MOLHADO
(SECO) (SECO) (SECO) (SECO) (SECO) (SECO) (SECO) (SECO) (SECO)
Polipropileno (S) 0,11 (0,13) 0,09 (0,11) 0,24 (0,25) 0,26 (0,26) 0,18 (0,19) 0,26 (0,32) 0,11 (0,17) — (0,21) 0,40 (0,40)

Polipropileno (A) NR NR 0,29 (0,30) 0,31 (0,31) 0,18 (0,19) 0,26 (0,32) 0,11 (0,17) — (0,21) 0,40 (0,40)

PP Composto (S) 0,11 (0,16) — — 0,31 (0,37) 0,24 (0,23) 0,36 (0,32) 0,17 (0,21) — 0,55 (0,45)
c
Polietileno (S) 0,24 (0,32) NR 0,14 (0,13) 0,14 (0,15) 0,08 (0,09) 0,10 (0,13) 0,08 (0,08) — (0,15) 0,20 (0,24)
PP Detectável 0,24 (0,27) NR 0,28 (0,29) 0,26 (0,30) 0,18 (0,20) 0,26 (0,30) 0,26 (0,29) — (0,37) 0,40 (0,40)
Acetal (S) 0,10 (0,10) 0,09 (0,08) 0,13 (0,15) 0,18 (0,19) 0,13 (0,14) 0,13 (0,13) 0,13 (0,16) — (0,18) 0,33 (0,27)

Acetal EC (S) 0,10 (0,10) 0,09 (0,08) 0,13 (0,15) 0,18 (0,19) 0,13 (0,14) 0,19 (0,20) 0,13 (0,16) — (0,18) 0,33 (0,27)

FR-TPES (S) — (0,13) — — — — — (0,18) — — — (0,30)


(S) — (0,18) — (0,13) — (0,17) — (0,27) — (0,16) — (0,27) — (0,16) — (0,19) — (0,28)
Náilon HR
22 °C (72 °F) (A) — (0,30) — (0,25) — (0,26) — (0,26) — (0,16) — (0,27) — (0,16) — (0,19) — (0,28)

Náilon HR (S) NR NR — (0,18) — (0,27) — (0,19) — (0,27) — (0,47) — (0,23) — (0,25)


Temp. Máx. (A) NR NR — (0,32) — (0,39) — (0,19) — (0,27) — (0,47) — (0,23) — (0,25)
(S) — (0,19) — (0,11) — (0,24) — (0,31) — — — — (0,22) — (0,31)
Náilon AR
Temp. Máx. (A) — (0,32) — (0,22) — (0,36) — (0,30) — — — — (0,22) — (0,31)

Polipropileno
0,11 (0,13) 0,09 (0,11) 0,24 (0,25) 0,26 (0,26) 0,18 (0,19) 0,26 (0,32) 0,11 (0,17) — (0,21) 0,40 (0,40)
resistente a UV
(S) = condição lisa e limpa, (A) = condição suja e abrasiva, NR = não recomendado.
a Os valores do fator de atrito dependem das condições ambientais. Os baixos valores dos limites do fator de atrito é um fator derivado experimentalmente para esteiras novas em guias de desgaste novas.
Este valor deverá somente ser usado nos ambientes mais limpos ou onde água ou outros agentes lubrificantes estiverem presentes. A maioria das aplicações deverá ser ajustada baseada nas condições
ambientais que circundam o transportador.
b O fator de atrito entre o produto e a esteira unicamente aplica-se às esteiras Flat Top, Perforated Flat Top, Mesh Top, Flush Grid e Raised Rib.
c O polietileno não é recomendado para manuseio de recipientes.
LINHA DE PRODUTOS 27

MATERIAIS DE ENGRENAGEM PARA USO GERAL


ACETAL – Engrenagens em Acetal são usadas para a maioria de
aplicações genéricas. Este material é consideravelmente mais
resistente que o Polipropileno e o Poliuretano e possui bom equilíbrio
de propriedades mecânicas, térmicas e químicas.
• O Acetal resiste bem à fadiga e tem boa resiliência.
• O Acetal possui boas caraterísticas de desgaste não abrasivo.
• O intervalo de temperaturas limites para o Acetal varia de -46° a
93° C (-50 a 200 °F).
• Este material atende às especificações do FDA para uso em
aplicações de processamento e empacotamento de alimentos.
ENGRENAGENS EM ACETAL

MATERIAIS DE ENGRENAGEM PARA


APLICAÇÕES ESPECIAIS
POLIPROPILENO – Engrenagens em Polipropileno são usadas em Engrenagens de POLIURETANO ULTRA RESISTENTE À ABRASÃO
aplicações que requerem resistência química. são disponíveis para as séries S400 e S1700.

SEÇÃO 2
• O Polipropileno tem boa resistência química a diversos ácidos, • Para aplicações abrasivas e de serviço pesado.
bases, sais e álcoois. • Para aplicações não-FDA.
• O intervalo de temperaturas limite do polipropileno varia de 1° a • Limites de temperatura de -40 ºC a 70 ºC (-40 ºF a 160 ºF).
104 °C (34 a 220 °F). • A Resistência Nominal Admissível da esteira da Série 400 é
• Material relativamente resistente em condições normais de uso, o reduzida quando utilizando engrenagens de poliuretano ultra
polipropileno é relativamente quebradiço sob baixas temperaturas, e por resistente à abrasão.
isso não recomendado em condições de alto impacto com temperaturas AÇO INOXIDÁVEL – Engrenagens bipartidas em aço inoxidável são
inferiores a 7 °C (45 °F). usadas em aplicações com desgaste abrasivo, e/ou situações onde a
• Este material atende às especificações do FDA para uso em remoção dos eixos para substituição de engrenagens é inviável. Existem
aplicações de processamento e empacotamento de alimentos. dois tipos de engrenagens em aço inoxidável. A engrenagem totalmente
• Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente Intralox para maiores de metal resistente à abrasão é disponível em séries e diâmetros de passo
informações sobre a disponibilidade de engrenagens em polipropileno. variados. A Engrenagem Bi-Partida de Aço Inoxidável consiste de 1 a 3
placas dentadas, também em aço inoxidável, montadas entre placas de
O COMPOSTO DE POLIPROPILENO é um material padrão para união de polipropileno que formam o cubo da engrenagem.
uso em aplicações nas quais são necessárias alta resistência e • Composta de duas partes que facilitam a montagem e desmontagem
resistência química. da engrenagem no eixo.
• Excelente resistência e dureza. • Engrenagens bipartidas em aço inoxidável possuem boa resistência
• Gravidade específica de 1,12 química.
• Boa resistência química a ácidos, bases, sais e ao álcool. • O intervalo de temperaturas limite do polipropileno varia de 1° a
• Os limites de temperatura são de -29 °C (-20 °F) a 104 °C (220 °F). 104 °C (34 a 220 °F).
• O coeficiente de expansão térmica é de 0,06 mm/m/°C (0,0004 pol/ • Material relativamente resistente em condições normais de uso, o
pé/°F). polipropileno é relativamente quebradiço sob baixas temperaturas, e por
POLIURETANO – Engrenagens de poliuretano são usadas em isso não recomendado em condições de alto impacto com temperaturas
aplicações onde situações de desgaste abrasivo são habituais. inferiores a 7 °C (45 °F).
• Ambos os materiais atendem às especificações do FDA para uso em
• O intervalo de temperaturas limite do polipropileno varia de -18 ° a
aplicações de processamento e empacotamento de alimentos.
49 °C (0° a 120 °F). O poliuretano torna-se macio e flexível sob
• Engrenagens bi-partidas padrão são montadas com placas de aço
temperaturas elevadas.
inoxidável 304, podendo ser encomendadas especialmente com
• As Séries 800, 1600, 2200, e 2400 tem uma resistência nominal placas de aço inoxidável 316.
menor quando engrenagens de poliuretano são usadas. Consulte as • Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente Intralox para maiores
páginas de dados de cada esteira para obter esses valores nominais. informações sobre a disponibilidade de engrenagens.
• A esteira Série 800 tem redução em sua classificação quanto à
resistência se usada com engrenagem de poliuretano. Consulte as NÁILON PREENCHIDO COM VIDRO – Engrenagens de Náilon
páginas de dados da Série 800 para classificações. preenchido com vidro são disponíveis nas séries Séries 1100,
• Engrenagens em poliuretano são disponíveis apenas nas Séries 100, Séries 1400/Séries 4000, Séries 2400 e Séries 900. Este material
200, 400 e 800, Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente resiste a ambientes com condições de extrema abrasão encontrados
Intralox para maiores informações sobre a disponibilidade de em aplicações de manuseio de vidro.
engrenagens. POLIETILENO – As engrenagens de polietileno são disponíveis
Engrenagens em COMPOSTO DE POLIURETANO são padrão apenas para as Séries 3000.
para a Série 1200, e para a engrenagem de 31 dentes da Série 1400 OBSERVAÇÃO: Nem todas as combinações de diâmetro de passo,
(apenas neste tamanho). Este material é extremamente rígido, é tamanho de furo, e material para engrenagens são disponíveis para
resistente a uma grande variedade de químicos, e suporta um amplo todas as séries. Entretanto, dentre as combinações oferecidas, toda
espectro de variação de temperaturas. Os limites de temperatura para engrenagem pode ser obtida de nosso estoque ou fabricada por
o composto de poliuretano são de -46 °C (-50 °F) a 116 °C (240 °F). encomenda. Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente Intralox
para informação sobre disponibilidade e prazo de entrega. Algumas
das engrenagens oferecidas requerem prazos de entrega mais longos.
28 LINHA DE PRODUTOS
DISPONIBILIDADE DE MATERIAL PARA
ENGRENAGENS
A tabela abaixo lista os materiais disponíveis para as engrenagens diferente. Engrenagens são artigos de estoque ou fabricadas por
Intralox em função da série e do diâmetro do passo. Convém notar encomenda. Prazos de entrega são variáveis (mais longos se
que engrenagens não são disponíveis para todos os diâmetros de passo fabricadas por encomenda). Custos adicionais de montagem podem
e materiais listados. Um material disponível em diversos tipos e incidir sobre algumas engrenagens fabricadas por encomenda.
tamanhos de furo pode não ser disponível para outros tipos e Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente para disponibilidade e
tamanhos de furo de uma mesma série com diâmetro de passo específicos prazos de entrega.

Todas as engrenagens
da Intralox podem ser
classificadas como itens de MATERIAIS
DE USO MATERIAIS PARA APLICAÇÕES ESPECIAIS
estoque ou como itens de GERAL
execução mediante pedido.
Alguns itens de execução
mediante pedido podem

Ultra resistente à
preenchido com

Polypropylene
Composto de
Polipropileno

fibra de vidro
Metálico bi-

Poliuretano

poliuretano

Poliuretano
incorrer em tarifas especiais

Composite
Polietileno
resistente
Abrasão
Metálico

abrasão
partido

Náilon
Acetal

de preparação. Entre
SEÇÃO 2

emcontato com o SAC para


obter preços, prazos de
entrega e disponibilidade.
DIÂMETRO DO NÚM. DE
PASSO DENTES
pol (mm)
SÉRIE 100
2,0 (51) 6 • •
3,5 (89) 11 • • • •
6,.1 (155) 19 • • • •
SÉRIE 200
4,0 (102) 6 • • •
6,4 (163) 10 • • • •
10,1 (257) 16 • • •
SÉRIE 400
4,0 (102) 6 • • • •
5,2 (132) 8 • • •
5,8 (147) 9 •a
6,4 (163) 10 • • • • •
7,8 (198) 12 • • • • •
8,4 (213) 13 •a
10,1 (257) 16 • • • • •
SÉRIE 600
7,7 (196) 12 •
SÉRIE 800
4,0 (102) 6 • • •
5,2 (132) 8 • • •b •
6,5 (165) 10 • • •b •
7,7 (196) 12 • • •b
10,3 (262) 16 • • •b
SÉRIE 900
2,1 (53) 6 • •
3,1 (79) 9 • •
3,5 (89) 10 • • •
4,1 (104) 12 • • • • •
5,1 (130) 15 • •
5,8 (147) 17 • • • • •
6,1 (155) 18 • • • • • •
6,8 (173) 20 • • • • • •
9,8 (249) 28 •
SÉRIE 1100 •
1,6 (41) 8 •
2,3 (58) 12 • •
3,1 (79) 16 • •
3,5 (89) 18 • • •
3,8 (97) 20 • •
4,6 (117) 24 • • • •
5,1 (130) 26 • • •
6,1 (155) 32 • • • •
LINHA DE PRODUTOS 29
Todas as engrenagens
da Intralox podem ser
classificadas como itens de MATERIAIS
DE USO MATERIAIS PARA APLICAÇÕES ESPECIAIS
estoque ou como itens de GERAL
execução mediante pedido.
Alguns itens de execução
mediante pedido podem

Ultra resistente à
preenchido com

Polypropylene
Composto de
Polipropileno

fibra de vidro
Metálico bi-

Poliuretano

poliuretano

Poliuretano
incorrer em tarifas especiais

Composite
Polietileno
resistente
Abrasão
Metálico

abrasão
partido

Náilon
Acetal
de preparação. Entre
emcontato com o SAC para
obter preços, prazos de
entrega e disponibilidade.
DIÂMETRO DO NÚM. DE
PASSO DENTES
pol (mm)
SÉRIE 1200
6,5 (165) 14 •
7,4 (188) 16 •
7,9 (201) 17 •
10,2 (258) 22 •
SÉRIE 1400

SEÇÃO 2
3,9 (99) 12 •
5,1 (130) 16 •
5,7 (145) 18 • •
6,7 (170) 21 • •
9,9 (251) 31 •
SÉRIE 1500
1,9 (48) 12 •
2,3 (58) 14 •
2,7 (69) 17 •
3,8 (97) 24 •
5,7 (145) 36 •
SÉRIE 1600
2,0 (51) 6 •
3,2 (81) 10 • •
3,9 (99) 12 • •
6,4 (163) 20 •
SÉRIE 1700
5,8 (147) 12 •
6,7 (170) 14 •
7,7 (196) 16 •
SÉRIE 1800
5,0 (127) 6 •
6,5 (165) 8 •
8,1 (206) 10 •
10,5 (267) 13 •
SÉRIE 2000
6,5 (165) (base) 16 • •
6,5 (165) (topo) 16 • •
8,1 (206) (base) 20 • •
SÉRIE 2200
3,9 (99) 8 • •
5,3 (135) 11 • • •
6,3 (160) 13 • •
7,7 (196) 16 • •
SÉRIE 2400
2,0 (51) 6 •
2,9 (74) 9 •
3,9 (99) 12 • • • •
5,1 (130) 16 • • • •
6,4 (163) 20 • • •
SÉRIE 2600
5,2 (132) 8 • • •
6,5 (165) 10 • • •
SÉRIE 3000
5,2 (132) 8 •
6,5 (165) 10 •
7,7 (196) 12 •
SÉRIE 4000
3,9 (99) 12 •
5,1 (130) 16 •
a Para uso somente com a Série 400 Acetal Flush Grid e Acetal EC.
b Disponível em três placas, com concepção bi-partida resistente à abrasão.
30 LINHA DE PRODUTOS
INSTRUÇÕES PARA A SELEÇÃO DE ESTEIRAS
Para determinar-se se uma esteira é adequada para uma aplicação, a razão entre sua CARGA e RESISTÊNCIA OPERACIONAL deve
ser conhecida. Os passos abaixo têm por objetivo orientá-lo nos cálculos necessários para obtenção dessa variável:

ETAPA 1: CÁLCULO DA CARGA DE TENSÃO DA ESTEIRA OU ETAPA 4: COMPARAÇÃO ENTRE OS VALORES DE ABP E ABS
TENSÃO DA ESTEIRA (BP), EM KG/M (LB/PÉ)
Se ABS exceder ABP, a esteira é suficientemente resistente para a
BP = [(M + 2W) x Fw + Mp ] x L + (M x H) aplicação. Prossiga nas etapas seguintes para determinação do
Onde: ESPAÇAMENTO E RESISTÊNCIA DA ENGRENAGEM assim como a
M = Carga do produto, kg/m 2 (lb/pé 2 ) POTÊNCIA NECESSÁRIA.
W = Peso da esteira, kg/m 2 (lb/pé2 ) (obtido da página de DADOS DA Se ABS for inferior a ABP, e se a mudança de alguns parâmetros na
ESTEIRA) aplicação for viável, por exemplo, distribuição da carga de produto ou
L = Comprimento da transportadora em metros (pés) (medido entre velocidade da esteira, o ABP recalculado com os novos parâmetros
linhas de centro dos eixos - CL a CL ) pode ser aceitável.
H = Diferença de altura da transportadora em metros (pés) ABP= TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA, Kg/m (libra/pé) de largura
Fw = Coeficiente de atrito entre a guia de desgaste e a esteira da esteira
Mp = M x (Fp x % Acumulado da Esteira), carga devido à acumulação
de produto na esteira. ETAPA 5: DETERMINAÇÃO DO ESPAÇAMENTO MÁXIMO DAS
Fw e Fp obtidos da página de DADOS DA ESTEIRA correspondente ao ENGRENAGENS DE ACIONAMENTO
tipo de esteira escolhida. Se não houver acumulação de produto na Usando a TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA, ABP, obtenha o
SEÇÃO 2

esteira, ignore Mp. espaçamento máximo das engrenagens através do gráfico na página
DADOS DA ENGRENAGEM correspondente à série adotada. Em
ETAPA 2: AJUSTE DO BP CALCULADO PARA AS CONDIÇÕES algumas circunstâncias, o espaçamento das engrenagens conduzidas
ESPECÍFICAS DE SERVIÇO pode ser superior ao espaçamento de acionamento, entretanto, nunca
Considerando-se que a esteira pode ser submetida à condições deverá exceder (152 mm) 6 pol em todas as Séries, exceto na Série 200
diversas, o valor calculado de BP deve ser ajustado aplicando-se um cujo espaçamento máximo nunca deverá exceder (191 mm) 7,5 pol.
FATOR DE SERVIÇO (SF) apropriado.
Determinação de SF: ETAPA 6: CONFIRMAÇÃO DA RESISTÊNCIA DO EIXO MOTOR

TABELA 3 — (SF) FATOR DE SERVIÇO Os eixos de acionamento devem ser rígidos e robustos o suficiente
para resistir às deformações excessivas devido à tração da esteira e
Partida sem carga, sendo a carga aplicada para transmitir o necessário torque do motor. Portanto, a DEFLEXÃO
gradualmente.......................................................................0,1_________ e o TORQUE do eixo motor devem ser determinados para assegurar
Partidas freqüentes sem carga a seleção adequada de eixo .
(mais de uma vez a cada hora) ...........................Adicionar 0,2 ________
Para velocidades superiores a:
30 metros por minuto(100 FPM) ......................... Adicionar 0,2 ________ Determine a dimensão do eixo de acordo com a engrenagem
Transportadoras em elevação............................ Adicionar 0,4 ________ selecionada da página de DADOS DA ENGRENAGEM.
Transportadoras de impulsão ............................ Adicionar 0,2 ________ OBSERVAÇÃO: a maioria das engrenagens têm vários tamanhos de
................................................................ TOTAL
furo disponíveis.
OBSERVAÇÃO: Para transportadoras com retenção de produtos na partida,
e operando com velocidade superior a 15 m/min (50 pés/min), aconselha-se O eixo deforma-se devido à ação combinada das cargas de TRAÇÃO
o uso de motores de partida suave. AJUSTADA DA ESTEIRA e seu respectivo PESO PRÓPRIO. A
CARGA TOTAL DO EIXO, w, é calculada como se segue:
A TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA, ABP, é determinada por:
w = (ABP + Q) x B
ABP = BP x SF Onde:
Q = PESO DO EIXO, kg/m (lb/pé), obtido da tabela DADOS DO EIXO
ETAPA 3: CÁLCULO DA RESISTÊNCIA ADMISSÍVEL DA ESTEIRA, B = LARGURA DA ESTEIRA, metros (pés)
ABS

Devido à condições operacionais específicas, a RESISTÊNCIA Para eixo apoiado em dois mancais, a DEFLEXÃO, D, é
ADMISSÍVEL DA ESTEIRA pode ser inferior à RESISTÊNCIA calculada a partir de: 3
5 w × LS
NOMINAL DA ESTEIRA listada na página referente a DADOS DA D = ---------- × -----------------
ESTEIRA. Assim, a ABS deve ser calculada a partir de: 384 E×I
Onde:
ABS = BS x T x S Ls = COMPRIMENTO DO EIXO entre os mancais em (mm) pol.
Onde: E = MÓDULO DE ELASTICIDADE, da tabela de DADOS DO EIXO
BS = RESISTÊNCIA DA ESTEIRA, obtida da página de DADOS DA I = MOMENTO DE INÉRCIA, da tabela de DADOS DO EIXO
ESTEIRA OBSERVAÇÃO: para eixos apoiados em 3 mancais, consulte a
T = FATOR DE TEMPERATURA, obtido da página 18. Fórmula de Deflexão na Seção 4.
S = FATOR DE RESISTÊNCIA, obtido da página de DADOS DA
ESTEIRA. Se a deflexão calculada for inferior ao máximo de (2,5 mm) 0,10 pol. e
O FATOR DE RESISTÊNCIA S pode ser obtido pela interseção de (5,6 mm) 0,22 pol recomendáveis para transportadoras padrão e
da linha vertical correspondente ao quociente (VELOCIDADE/ bidirecionais respectivamente, calcule o TORQUE necessário. Se a
COMPRIMENTO) com a curva relativa à engrenagem utilizada. deflexão for superior aos valores máximos fornecidos, adote um eixo
Para obter-se o QUOCIENTE (VELOCIDADE/ maior, ou um material mais resistente, ou ainda um vão entre mancais
COMPRIMENTO) divida a velocidade da esteira (m/min) pela mais curto, e recalcule a deflexão.
distância entre as linhas de centro dos eixos CL em metros). O
FATOR DE RESISTÊNCIA corrige a classificação da esteira
quanto à resistência para compensar o desgaste devido à
combinação de velocidade elevada, transportadoras curtas, e
engrenagens com diâmetro de passo pequeno.
LINHA DE PRODUTOS 31
O TORQUE, To , a ser transmitido, é determinado por: HP = POTÊNCIA EM CAVALO VAPOR
PD
TO = ABP × B × --------
2 A POTÊNCIA em WATTS é obtida a partir de:
Onde:
ABP × B × V
PD = DIÂMETRO DE PASSO, obtido da página de DADOS DA WATTS = ---------------------------------
6,12
ENGRENAGEM
1 HP = 745,7 WATTS
Agora, compare To com o TORQUE MÁXIMO RECOMENDADO na Onde:
Tabela 8 para os tamanhos de eixos de mancal mostrados na seção 4. ABP= TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA, em kg/m de largura de
Usando um diâmetro de mancal que possa ser usinado para o esteira
tamanho do eixo selecionado, calcule seu torque máximo B = LARGURA DA ESTEIRA, em metros
recomendado. Este valor deve ser superior a To , senão, selecione um V = VELOCIDADE DA ESTEIRA, em metros/minuto
material mais forte e/ou um eixo mais robusto.

ETAPA 7: Determinação da potência necessária para Para dimensionamento da potência motora necessária, some à
ACIONAMENTO DA esteira POTÊNCIA calculada as perdas normais de potência ao longo do
percurso dos eixos acionado e motor. Consulte os valores
A POTÊNCIA DE ACIONAMENTO, HP, é determinada pela fórmula: recomendados na Seção 3, Diretrizes de projeto, página 247.
ABP × B × V
HP = -----------------------------------
33000
Onde: Uma vez determinda a esteira adequada, o afastamento das
ABP= TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA, em lbf/pé de largura de engrenagens, o diâmetro do eixo de acionamento, e a potência
esteira operacional requerida, os passos finais são a seleção dos
B = LARGURA DA ESTEIRA, em pés ACESSÓRIOS e a determinação do esquema de montagem da

SEÇÃO 2
V = VELOCIDADE DA ESTEIRA, em pé/min transportadora.
32 NOTAS
ESTEIRAS DE PERCURS O EM LINHA RETA
SÉRIE 100 33
S érie 100

Flush Grid
pol. mm
Passo 1,00 25,4
Largura Mínima 1,50 38,1
Incrementos de Largura 0,25 6,4
Tamanho da Abertura 0,2 x 0,2 5,1 x 5,1
(aproximado)
Área Aberta 31%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Esteira leve relativamente forte com superfície lisa.

SEÇÃO 2
 Passos pequenos reduzem a ação de corda e a folga da
placa morta.
 Para maior informação sobre seleção de materiais e
desempenho de esteiras mais resistentes, consulte as Séries
S900 e S1100 Flush Grid.

Informações Adicionais 0,172"


1,0 pol. 1,0 pol. 1,0 pol. 1,0 pol.
0,344"
Nominal Nominal Nominal Nominal
(4,4 mm) (25,4 mm) (8,7 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (25,4 mm) (25,4 mm) (25,4 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

100
Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) libra/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 0,54 2,64 • • •
Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 0,58 2,83 • • •
Acetal Polipropileno 600 890 34 a 200 1 a 93 0,78 3,81 • • •
Acetal EC Polipropileno 400 595 34 a 200 1 a 93 0,78 3,81

Acetal f Polietileno 550 820 -50 a 70 -46 a 41 0,78 3,81 • • •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
34 SÉRIE 100
Raised Rib
pol. mm
Passo 1,00 25,4
Largura Mínima 1,50 38,1
Incrementos de Largura 0,25 6,4
Tamanho da Abertura 0,2 x 0,2 5,1 x 5,1
(aproximado)
Área Aberta 31%
Área de Contato do Produto 28%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
SEÇÃO 2

uma transportadora ou pedir uma esteira.


 Superfície lisa com costelas proximamente espaçadas, pode
ser usada com pentes de transferência eliminando
tombamento e atravancamento de produto.
 Para maior informação sobre seleção de materiais e
desempenho de esteiras mais resistentes, consulte as Séries
S900 Raised Rib.

1,0 pol. 1,0 pol. 1,0 pol. 1,0 pol.


Informações Adicionais Nominal Nominal Nominal Nominal
(25,4 mm) (25,4 mm) (25,4 mm) (25,4 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
0,391"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,563"
100

(9,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (14,3 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 0,82 4,00 • • •

Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 0,88 4,29 • • •

Acetal Polipropileno 600 890 34 a 200 1 a 93 1,20 5,86 • • •

Acetal f Polietileno 550 820 -50 a 70 -46 a 41 1,20 5,86 • • •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
SÉRIE 100 35

Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes


Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
pol. mm Engrenagens por Eixob Soleiras Retornos
2 51 1 2 2
4 102 1 2 2
6 152 2 2 2
7 178 2 3 2
8 203 2 3 2
10 254 2 3 2
12 305 3 3 2
14 356 3 4 3
15 381 3 4 3
16 406 3 4 3
18 457 3 4 3
20 508 5 5 3
24 610 5 5 3
30 762 5 6 4

SEÇÃO 2
32 813 7 7 4
36 914 7 7 4
42 1067 7 8 5
48 1219 9 9 5
54 1372 9 10 6
60 1524 11 11 6
72 1829 13 13 7
84 2134 15 15 8
96 2438 17 17 9
120 3048 21 21 11
144 3658 25 25 13
Para larguras não listadas, use número ímpar de Espaçamento CL máximo de CL

100
Espaçamento máximo de (305 mm)
engrenagens c com espaçamento CL máximo de (152 mm) 6 pol. 12 pol.
(152 mm) 6 pol.
a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte listada na tabela. Esteiras são disponíveis em larguras
com incrementos de (6,4 mm) 0,25 pol, inciando com o mínimo de (25 mm) 1 pol. Se a largura atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente INTRALOX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.

S Fator de Resistência Espaçamento máximo entre engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA (kg/m)
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol.

1050
1200
1350
1500

2250

3000

3600

ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS mm


150

300

450

600

700

900

1.0
7,5 190
0.9
0.8
0.7
6,0 150
0.6
19T
0.5 5,0 130

0.4
V = pés/min (metros/ 11T 4,0 100
minuto)
0.3
L = pés (metros) 3,0 75
T = número de dentes 6T
0.2 2,0 50
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 15 20 1,7 43
100

200

300

400

500

600
700
800
900
1000

1500

2000

2400

RAZÃO VELOCIDADE / COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA , libras/pés
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
36 SÉRIE 100
Dados da Engrenagem
Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo DIÂMETRO EXTERNO
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)

DIÂMETRO DE PASSO
corda) pol. mm pol. mm
Redondo, Quadrado, Redondo, Quadrado,
em pol. em pol. em mm. em mm.
6 (13,40%) 2,0 51 2,1 53 0,75 19 1,0
11 (4,05%) 3,5 89 3,7 94 0,75 19 1,0 40
1,5
19 6,1 155 6,3 160 1,25 32 1,5 40
(1,36%)
2,5 a 60
ESPESSURA DO CUBO

Engrenagens Bi-partidas
Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. nom. do nom. do
(ação de passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm pol. mm
Redondo, Quadrado, Redondo, Quadrado,
em pol. em pol. em mma em mm.
11 3,5 89 3,7 94 1,5 38 1,5 40
(4,05%)
SEÇÃO 2

19 6,1 155 6,3 160 1,5 38 1,5 40


(1,36%)
2,5a 60

a A Intralox oferece engrenagens com furo no sistema internacional de unidades (SI) para eixos de 65 mm. Ao fazer o pedido, especifique a medida métrica necessária.

Taliscas Lisas/ Não-Aderentes


Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
100

1,5 38
Polipropileno, Polietileno,
Acetal

Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- As taliscas não necessitam fixação.
- Uma face da talisca é lisa enquanto a outra tem costelas verticais não aderentes.
- Taliscas disponíveis em incrementos lineares de (25 mm) 1 pol.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é (13 mm) 0,5 pol .

Guias Laterais
Tamanhos Disponíveis
Materiais Disponíveis
pol. mm
Polipropileno, Polietileno,
2 51
Acetal
Observações:
- Guias laterais são usadas com esteiras Flush Grid e têm por objetivo
conter o produto dentro dos limites da esteira. Guias laterais têm
sobreposição padrão e são parte integrante da esteira, sendo fixadas pela
articulação das varas.
- O indente mínimo é de (19 mm) 0,75 pol.
- A folga padrão entre a guia lateral e a borda da talisca é de (2 mm) 0,06
pol.
- Ao deslocarem-se em torno de engrenagens de 6 e 11 dentes, a parte
superior das guias laterais afastam-se criando uma abertura que pode
facilitar a queda de pequenos produtos. Esse problema pode ser evitado
usando-se uma engrenagem de 19 dentes que faz com que as guias
laterais permaneçam completamente fechadas ao se deslocarem em
torno dessa engrenagem.
SÉRIE 100 37

Pentes de Transferência
Larguras Disponíveis Número de
Materiais Disponíveis
pol. mm Dentes

4 102 16 Acetal
Observações:
- Pentes de transferência foram projetados para uso com a Série 100
Raised Rib para solucionar problemas de transferência e tombamento de
produtos.
- Os dentes do pente de transferência estendem-se entre as costelas da
esteira proporcionando o fluxo suave e contínuo do produto durante o
engate da esteira com as engrenagens.
- Pentes de transferência são facilmente instalados na estrutura da
transportadora através de fixadores convencionais.

Dimensões da Estrutura da Transportadora


Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora

SEÇÃO 2
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A± 0,031 pol. (1 mm) Consulte as páginas 247


B± 0,125 pol. (3 mm) para descrição completa
C± (Máx) das dimensões listadas.
E± (Mín)

100
Descrição das
A B C E
Engrenagens

Diâmetro do
Núm. de Extensão (base ao topo)
Passo pol. mm pol. mm pol. mm
Dentes
pol. mm pol. mm

SÉRIE 100 FLUSH GRID


2,0 51 6 0,69-0,83 18-21 1,30 33 2,10 53 1,24 31
3,5 89 11 1,53-1,60 39-41 1,70 43 3,60 91 2,01 51
6,1 155 19 2,82-2,87 72-73 2,20 56 6,20 157 3,30 84
SÉRIE 100 RAISED RIB
2,0 51 6 0,69-0,83 18-21 1,30 33 2,10 53 1,45 37
3,5 89 11 1,53-1,60 39-41 1,70 43 3,60 91 2,23 57
6,1 155 19 2,82-2,87 72-73 2,20 56 6,20 157 3,52 89
38 SÉRIE 100
Folga da Placa Morta
Quando houver um ponto de transferência de produtos para fora da
*SUPERFÍCIE SUPERIOR FOLGA DA PLACA
esteira sem que haja um pente de transferência para uma placa morta, uma MORTA
DA PLACA MORTA
folga entre as superfícies de transferência deve ser prevista para acomodar
a ação de corda da esteira. Quando a esteira engata-se nas engrenagens, a
ação de corda faz com que os módulos desloquem-se em relação a um *OBSERVAÇÃO:
Tipicamente, na
ponto fixo, a quina superior da placa morta, com afastamentos variáveis. transferência de produtos
Assumindo-se que a quina inferior da placa morta faz contato com o ponto para a esteira, a
superfície superior da
mais elevado do módulo sendo articulado, a tabela abaixo lista o menor placa morta fica (0,8 mm)
afastamento que deve ocorrer no ponto mais baixo do mesmo módulo. 0,031 pol acima da
superfície da esteira,
Em algumas aplicações pode ser desejável manter-se a quina da placa enquanto na transferência
morta em contato com a esteira ao invés de permitir-se uma folga. Isto de produtos para fora da
esteira a superfície
pode ser obtido articulando-se o perfil de suporte da placa morta, superior da placa morta
fica (0,8 mm) 0,031 pol
permitindo-se o movimento da placa na passagem dos módulos. Todavia, abaixo da superfície da
essa configuração propicia um leve movimento oscilatório que poderá esteira.
gerar problemas de tombamento de recipientes e produtos sensíveis.

Descrição das Engrenagens Folga


SEÇÃO 2

Diâmetro do Passo
Núm. de Dentes pol. mm
pol. mm
2,0 51 6 0,134 3,4
3,5 89 11 0,073 1,9
6,1 155 19 0,041 1,0
100
S érie 200
SÉRIE 200 39

Open Grid
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,36 9,1
Tamanho de Abertura 0,23 x 0,48 5,8 x 12,3
(aproximado)
Área Aberta 33%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 O perfil transversal elevado da esteira auxilia a movimentação

SEÇÃO 2
de produtos em aclives e declives.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Área aberta generosa propicia excelente drenagem.
 A esteira Série 200 Open Grid é articulada por varas de
cabeça dupla de forma que suas bordas laterais não são
totalmente niveladas.

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
0,625"
(7,9 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na (15,9 mm)
página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

200
Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS – laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,24 6,05 •
Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,26 6,15 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
40 SÉRIE 200
Flush Grid
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,36 9,1
Tamanho de Abertura 0,22 x 0,49 5,5 x 12,5
(aproximado)
Área Aberta 33%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
SEÇÃO 2

 Padrão Flush Grid com superfície lisa.


 Oferece excelente movimento lateral para recipientes.
 Uma das mais resistentes esteiras da Série 200.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Consulte as páginas referentes às séries S400, S900, S1100,
e S2200 para uma alternativa à Série 200 Flush Grid com
maior disponibilidade de materiais.
 A esteira Série 200 Flush Grid é articulada por varas de
cabeça dupla de forma que suas bordas laterais não são
totalmente niveladas..

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
0,625"
200

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na (7,9 mm)


(15,9 mm)
página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS – laticínios a
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1800 2680 34 a 220 1 a 104 1,40 6,83 •
Polietileno Polietileno 1200 1790 -100 a 150 -73 a 66 1,44 7,03 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 200 41

Open Hinge
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,36 9,1
Tamanho de Abertura 0,26 x 0,48 6,7 x 12,3
(aproximado)
Área Aberta 45%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Superfície lisa com generosa área aberta para manipulação
de alimentos.
 Ideal para aplicações onde a operação normal inclui etapas
de resfriamento, lavagem ou secagem.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Para maior resistência operacional, consulte a Série 400
Open Hinge.
 A Série 200 Open Hinge possui hastes com cabeça dupla e,
portanto, a borda da esteira não fica completamente nivelada.

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
0,625"
(7,9 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na (15,9 mm)

200
página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS – laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 300 450 34 a 220 1 a 104 1,04 5,08 • • Branco •
Polietileno Polietileno 200 300 -50 a 150 -46 a 66 1,12 5,47 • • Natural •

a A aprovação pela USDA Laticínios e MAF requer o uso de um sistema automático de limpeza.
b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e da Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
42 SÉRIE 200
Flat Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,36 9,1
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
SEÇÃO 2

 Superfície lisa fechada.


 Bordas laterais niveladas proporcionam fácil transferência de
produtos.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Consulte as páginas referentes às esteiras estilo FLAT TOP
das séries S400, S800, S900, e S1400 para uma alternativa à
Série 200 Flat Top com maior disponibilidade de materiais.

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,25"
0,583"
(6,4 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página (14,8 mm)
16.
200

 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS – laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,18 5,76 •
Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,20 5,86 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e da Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 200 43

Flat Top perfurada


pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,36 9,1
Tamanho de Abertura 0,12 x 0,37 3,1 x 9,4
(aproximado)
Área Aberta 12%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Superfície lisa e plana com área nominal aberta para
drenagem de produtos.
 Bordas laterais niveladas ideais para transferência de
produtos.
 Consulte as páginas referentes às esteiras estilo
PERFORATED FLAT TOP das séries S800 e S900 para uma
alternativa à Série 200 Perforated Flat Top com maior
disponibilidade de materiais.

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,25"
0,583"
(6,4 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na (14,8 mm)
página 16.

200
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS – laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 1,12 5,47 •

Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 1,18 5,76 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e da Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
44 SÉRIE 200
Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes
Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
pol. mm Engrenagens por Eixob Soleira Retorno
2 51 1 2 2
4 102 1 2 2
6 152 2 2 2
7 178 2 2 2
8 203 2 2 2
10 254 2 3 2
12 305 3 3 2
14 356 3 3 3
15 381 3 3 3
16 406 3 3 3
18 457 3 3 3
20 508 3 4 3
24 610 5 4 3
30 762 5 5 4
32 813 5 5 4
SEÇÃO 2

36 914 5 5 4
42 1067 7 6 5
48 1219 7 7 5
54 1372 9 7 6
60 1524 9 8 6
72 1829 11 9 7
84 2134 13 11 8
96 2438 13 12 9
120 3048 17 15 11
144 3658 21 17 13
Para larguras não listadas, use número ímpar de Espaçamento CL máximo de Espaçamento CL máximo de (305 mm)
engrenagens c com espaçamento CL máximo de (229 mm) 9 pol 12 pol
(191 mm) 7,5 pol
200

a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte listada na tabela. Esteiras são disponíveis em larguras
com incrementos de (9,1 mm) 0,36 pol, inciando com o mínimo de (51mm) 2 pol. Se a largura atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente
INTRALOX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas. Devido ao projeto em placa única de aço dessas
engrenagens, a INTRALOX recomenda que se utilize duas vezes os números de engrenagens de 8 e 12 dentes listados na tabela.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.

S Fator de Resistência Espaçamento máximo entre engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA kg/m

ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, mm


1050
1200
1350
1500

2250

3000

3600
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol.

150

300

450

600

700

900

7,5 190
EN P L
DU
G A
RE

6,0 150
NA
G

16T
EM

5,0 130
DE
LA

V = pés/min (m/min)
R

L = pés (m) 10T 4,0 100


G
U
RA

T = número de dentes
3,0 75
6T
2,0 50
1,7 43
100

200

300

400

500

600
700
800
900
1000

1500

2000

2400

CÁLCULO DA RAZÃO VELOCIDADE/COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA lb/pé
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
SÉRIE 200 45

Dados das Engrenagens


Número de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
Dentes nom. de nom. de nom. nom. nom. do nom. do ESPESSURA DA ALMA
(ação de passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI) PADRÃO: 0,75"

DIÂMETRO DE PASSO
corda) pol. mm pol. mm pol. mm (19 mm) DIÂMETRO
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol. pol. mm mm EXTERNO
6 (13,40%) 4,0 102 3,9 99 1,5 38 1,5 40
10 (4,89%) 6,4 163 6,4 163 2,5 64 1,5 40

2,5a 60

16 (1,92%) 10,1 257 10,3 262 2,5 64 1,5 40

2,5a

ESPESSURA DO CUBO

Engrenagens com Alma Dupla


Número Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
de Dentes nom. de nom. de nom. nom. nom. de nom. de ESPESSURA DA ALMA ESPESSURA
(ação de passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)

DIÂMETRO DE PASSO
DUPLA: 1,5" (38 mm)
corda) pol. mm pol. mm pol. mm DIÂMETRO
Redondo Quadrado Redondo Quadrado EXTERNO
pol. pol. mm mm
10 6,4 163 6,4 163 2,5 64 1,5 40
(4,89%)

SEÇÃO 2
ESPESSURA DO CUBO

Engrenagens Resistentes à Abrasão


Número Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
de Dentes nom. de nom. de nom. nom. nom. de nom. de
ação de passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol. pol. mm mm
10 6,4 163 6,4 163 1,1 28 1,5 40
(4,89%)
2,5 60
16 10,1 257 10,3 262 1,1 28 1,5 40

200
(1,92%)
2,5 60a

a A Intralox oferece engrenagens com furo no sistema internacional de unidades (SI) para eixos de 65 mm. Ao fazer o pedido, especifique a medida métrica necessária.

Taliscas Lisas
Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
2 51 Polipropileno, Polietileno
3 76
Observações:
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície FLAT TOP do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- A altura pode ser estendida até (152 mm) 6 pol com uma extensão
soldada.
- A extensão pode ser soldada em ângulo de 45° para obter-se uma talisca
com inclinação. Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente sobre
disponibilidade.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é (18 mm) 0,7 pol.
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
46 SÉRIE 200
Taliscas com Dupla Superfície Não-Aderente
Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
3 76 Polipropileno, Polietileno

Observações:
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície FLAT TOP do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- Dupla superfície com costelas verticais para melhor liberação de produtos.
- A altura pode ser estendida até (152 mm) 6 pol com uma extensão soldada.
- A extensão pode ser soldada em ângulo de 45° para obter-se uma talisca
inclinada. Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente sobre
disponibilidade.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é (18 mm) 0,7 pol.
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.

Taliscas com Costelas


SEÇÃO 2

Alturas Disponíveis para


Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1,25 32
Polipropileno, Polietileno
3 76
Observações:
- A talisca eleva-se a partir do módulo de superfície Open Grid, e tem a forma de
um perfil triangular na parte posterior. Moldada como parte integrante do
módulo, não requer fixação.
- A altura pode ser estendida até (152 mm) 6 pol com uma extensão soldada.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é (18 mm) 0,7 pol.
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.

Guias Laterais
200

Alturas Disponíveis para


Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
2 51
3 76 Polipropileno, Polietileno
4 102
Observações:
- O indente mínimo (sem guia lateral) é (18 mm) 0,7 pol.
- A folga padrão entre a guia lateral e o bordo da talisca é de (8 mm) 0,3 pol.
SÉRIE 200 47

Dimensões da Estrutura da Transportadora


Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A± 0,031 pol. (1 mm) Consulte as páginas 247


B± 0,125 pol. (3 mm) para descrição completa
C± (Max) das dimensões listadas.
E± (Min)

Descrição
A B C E
das Engrenagens
Diâmetro de Extensão (base ao topo)

SEÇÃO 2
Passo Num. de
pol. mm pol. mm pol. mm
Dentes
pol. mm pol. mm
SÉRIES 200 FLUSH GRID, OPEN GRID, OPEN HINGE, FLAT TOP, PERFORATED FLAT TOP
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 2,20 56 4,10 104 2,38 60
6,4 163 10 2,77-2,92 70-74 3,00 76 6,50 165 3,61 92
10,1 257 16 4,72-4,81 120-122 3,20 81 10,20 259 5,50 140

Folga da Placa Morta


Quando houver um ponto de transferência de produtos para fora da FOLGA DA PLACA MORTA
*SUPERFÍCIE
esteira sem que haja um pente de transferência para uma placa morta, uma SUPERIOR DA
folga entre as superfícies de transferência deve ser prevista para acomodar PLACA MORTA

200
a ação de corda da esteira. Quando a esteira engata-se nas engrenagens, a
ação de corda faz com que os módulos desloquem-se em relação a um
*OBSERVAÇÃO:
ponto fixo, a quina superior da placa morta, com afastamentos variáveis. Tipicamente, na
Assumindo-se que a quina inferior da placa morta faz contato com o ponto transferência de produtos
para a esteira, a superfície
mais elevado do módulo sendo articulado, a tabela abaixo lista o menor superior da placa morta fica
(0,8 mm) 0,031 pol acima da
afastamento que deve ocorrer no ponto mais baixo do mesmo módulo. superfície da esteira,
Em algumas aplicações pode ser desejável manter-se a quina da placa enquanto na transferência
de produtos para fora da
morta em contato com a esteira ao invés de permitir-se uma folga. Isto esteira a superfície superior
pode ser obtido articulando-se o perfil de suporte da placa morta, da placa morta fica (0,8 mm)
0,031 pol abaixo da
permitindo-se o movimento da placa na passagem dos módulos. Todavia, superfície da esteira.
essa configuração propicia um leve movimento oscilatório que poderá
gerar problemas de tombamento de recipientes e produtos sensíveis.

Descrição das Engrenagens Folga

Diâmetro de Passo
Num. de Dentes pol. mm
pol. mm
4,0 102 6 0,268 6,8
6,4 163 10 0,160 4,1
10,1 257 16 0,100 2,5
48 NOTAS
S érie 400
SÉRIE 400 49

Flush Grid
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho da Abertura 0,25 x 0,18 6,4 x 4,6
(aproximado)
Área Aberta 17%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície lisa em projeto de concepção simples proporciona

SEÇÃO 2
livre movimentação do produto.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 A Série 400 Flush Grid é disponível com o sistema de
retenção de varas SLIDELOX™ para esteiras com largura
igual ou superior a (1829 mm) 6 pés. Todas as esteiras S400
Flush Grid com varas anti-abrasivas são disponíveis com o
sistema SLIDELOX™. As demais esteiras S400 Flush Grid
utilizam varas padrão com cabeça .
 Esteiras S400 Flush Grid em Acetal ou Acetal EC devem ser
usadas apenas com engrenagens bipartidas de 9 ou 13
dentes.

Informações Adicionais 2,0" Nominal (50,8 mm) 2,0" Nominal (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.

400
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
(7,9 mm) 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)

 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,82 8,89 •
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,90 9,28 •
Acetal Polipropileno 3200 4760 34 a 200 1 a 93 2,77 13,51 •
Acetal EC Polipropileno 2400 3570 34 a 200 1 a 93 2,77 13,51
Acetalf Polietileno 3000 4460 -50 a 70 -46 a 41 2,77 13,51 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
50 SÉRIE 400
Raised Rib
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima
Ver abaixo.
Incrementos de Largura
Tamanho da Abertura 0,25 x 0,24 6,4 x 6,1
(aproximado)
Área Aberta 26%
Área de Contato do Produto 36%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
SEÇÃO 2

uma transportadora ou pedir uma esteira.


 As costelas elevam-se (6,4 mm) 0,25 pol acima da superfície
do módulo.
 Use com Pentes de Transferência para virtualmente eliminar
tombamento de produtos na alimentação e descarga.
 Fabricadas sob medida em larguras a partir de (51 mm) 2 pol
para o polietileno, e (76 mm) 3 pol para o polipropileno, com
incrementos de (8,4 mm) 0,33 pol.
 Todas as esteiras S400 Raised Rib em polipropileno utilizam
o sistema de retenção de varas SLIDELOX™. As esteiras SLIDELOX™ Edge
S400 Raised Rib em polietileno utilizam varas padrão com
cabeça .

Informações Adicionais 2,0" Nominal (50,8 mm) 2,0" Nominal (50,8 mm)
400

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,563"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (14,3 mm) 0,875"
(22,2 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,95 9,52 •
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,98 9,67 •
a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 400 51

Open Hinge
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,25 6,4
Tamanho da Abertura 0,47 x 0,18 11,9 x 4,6
(aproximado)
Área Aberta 30%
Área de Contato do Produto 40%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Assim como as demais esteiras desta série, tem alta
resistência e é classificada para operação pesada.
 Ampla área aberta, propicia melhor fluxo de ar, drenagem e
limpeza.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 A esteira Série 400 Open Hinge é articulada por varas de
cabeça dupla de forma que suas bordas laterais não são
totalmente niveladas.

Informações Adicionais 2,0" Nominal


(50,8 mm)
2,0" Nominal
(50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
(7,9 mm) 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

400
Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1550 2300 34 a 220 1 a 104 1,16 5,66 • • •
Polietileno Polietileno 950 1400 -50 a 150 -46 a 66 1,24 6,06 • • •
a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
52 SÉRIE 400
Flat Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície lisa em projeto de concepção simples, proporciona
SEÇÃO 2

livre movimentação do produto.


 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Para esteiras Série 400 Flat Top em acetal, o uso de
engrenagens bipartidas anti-abrasivas é recomendável.
 A Série 400 Flat Top é disponível com o sistema de retenção
de varas SLIDELOX™ para esteiras com largura igual ou
superior a (1829 mm) 6 pés. Todas as esteiras S400 Flat Top
com varas anti-abrasivas são disponíveis com o sistema
SLIDELOX™. As demais esteiras S400 Flat Top utilizam
varas padrão com cabeça .

Informações Adicionais 2,0" Nominal 2,0" Nominal


(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
0,625"
 (7,9 mm)
400

Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 2400 3570 34 a 220 1 a 104 1,81 8,82 •
Polietileno Polietileno 1800 2680 -100 a 150 -73 a 66 1,90 9,28 •
Acetal Polipropileno 3200 4760 34 a 200 1 a 93 2,74 13,38 •
Acetalf Polietileno 3000 4460 -50 a 70 -46 a 41 2,74 13,38 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
SÉRIE 400 53

Non Skid
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Uma das esteiras Intralox mais resistentes.
 Consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente para
disponibilidade de taliscas.
 Todas as esteiras Série 400 Non Skid utilizam o sistema de
retenção de varas Slidelox™.

Informações Adicionais

400
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. 0,085"
(2,2 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
 Consulte a seção 3 deste manual para maior informação sobre 2,00" Nominal (50,8 mm)
TRANSFERÊNCIAS DE RECIPIENTES A 90°.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
HSEC Acetal Náilon 2720 4040 -50 a 200 -46 a 93 2,88 14,09

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
54 SÉRIE 400
Roller Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 6,00 152,4
Incrementos de Largura 2,00 50,8
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 18%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Bordas niveladas SLIDELOX™
SEÇÃO 2

 Roletes em Acetal com eixos em aço inoxidável.


 Reduz acúmulo da pressão de retorno.
 Pinos em aço inoxidável para eixo dos roletes asseguram
durabilidade.
 Diâmetro do rolete: (17,8 mm) 0,7 pol. Comprimento do
rolete: (20,9 mm) 0,825 pol.
 Espaçamento entre roletes de 2 polegadas (50,8 mm).

Informações Adicionais 0,18"


(4,6 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
400

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.


 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
0,625"
(15,9 mm)

2,00" Nominal (50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Náilon 2200 3270 34 a 200 1 a 93 2,44 11,94 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 400 55

Transverse Roller Top


pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 6,00 152
Incrementos deLargura 2,00 50,8
Tamanho da Abertura – –
(aproximado)
Área Aberta 18%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Bordas niveladas SLIDELOX™.
 Roletes em Acetal com eixos em aço inoxidável.

SEÇÃO 2
 Projetado para transferências de 90°.
 Pinos em aço inoxidável para eixo dos roletes asseguram
bom desenpenho e durabilidade.
 Diâmetro do rolete: (17,8 mm) 0,7 pol. Comprimento do
rolete: (20,9 mm) 0,825 pol.
 O indente do rolete padrão é de 25,4 mm (1,00 pol)
 Espaçamento entre roletes de 2 polegadas (50,8 mm).
0,18"
Informações Adicionais (4,6 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
0,625"
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (15,9 mm)

400
2,00" Nominal (50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira (contínua) esteira
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
(EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Náilon 2200 3270 34 a 200 1 a 93 2,44 11,94 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
56 SÉRIE 400
Angled Roller
pol. mm
Passo 2,0 50,8
Largura Mínima 6,0 152,0
Incrementos de Largura 2,0 50,8
Tamanho da Abertura (aprox.) - -
Área Aberta 17%
Estilo da Articulação Fechado
Método de Acionamento Acionamento central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao Cliente a
medida precisa da largura da esteira, antes de projetar ou
encomendar a esteira.
 Sistema de retenção de varas Slidelox TM.
SEÇÃO 2

 Roletes de poliuretano, eixos em aço inoxidável.


 Projetado para alinhamento e centralização a 12° a partir da
direção do deslocamento da esteira.
 Os roletes são oblíquos em 30° a partir da direção do
deslocamento da esteira.
 Os roletes projetam-se além da parte superior e inferior da
esteira. O módulo não entra em contato com a soleira de ida.
 Espaçamento entre roletes de 2 polegadas (50,8 mm).
 O indente do rolete padrão é de 20,3 mm (0,8 pol)
 O produto no topo dos roletes se moverá mais rápido que a
velocidade da esteira. A velocidade do produto variará em
função da forma e peso do produto.
 A configuração de centralização requer duas esteiras de
alinhamento com os roletes orientados em direção ao centro Resistência da Esteira com Roletes em Ângulo
da transportadora. BS Resistência da esteira em função do tamanho da engrenagem
 Esteiras de alinhamento requerem uma guia de desgaste
Resistência da esteira

lateral e devem ser instaladas para operarem niveladas à


400

guia de desgaste.
 É requerida uma soleira de ida plana e contínua.
 Não são recomendados anéis de retenção auto-ajustados
para travamento de engrenagens.
 O comprimento mínimo da transportadora para a razão de
distância do curso lateral deve ser de, pelo menos, 4,7.
 A esteira com roletes em ângulo não funciona com a
engrenagem bipartida de diâmetro de passo de 4,0 pol (102
mm), assim como com todas as engrenagens de diâmetro de Dente da engrenagem
passo de 5,2 pol (132 mm) para eixos quadrados de 60 mm e
2,5 pol.
1,25"
Informação Adicional (3,17 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. (15,9 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 1,25"
2,0" NOM.
(50,8 mm) (3,17 mm)

Dados da Esteira
Material da Material BS MAX Faixa de W Peso da Aceitação por Agências
Esteira Padrão Resistência da Temperatura Esteira
da vara Esteira a (contínua)
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(EUA) FSIS - Dairyb
Meat &
Poultry
Polipropileno Nylon 1600 2381 34 a 120 1 a 49 2,64 12,89 •
a A resistência da esteira é dividida por 2 quando se está usando espaçamento de engrenagem de 6 polegadas.
b A aceitação da USDA Dairy e MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
c Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá.
d Serviço de Inspeção de Quarentena Australiano.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF - Laticínios da Nova Zelândia. A aceitação pela MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
g MC - Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73.
SÉRIE 400 57

Esteira Ball (bolas inseridas)


pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 6,00 152,4
Incrementos de Largura 2,00 50,8
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Tipo da Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Notas sobre o Produto

SEÇÃO 2
 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao Cliente a medida
precisa da largura da esteira, antes de projetar ou encomendar a
esteira.
 Borda totalmente lisa com cabeças de haste padrão.
 Bolas de acetal.
 Projetada para aplicações que requerem re-direcionamento, alinhamento,
transferência, diversificação, paletização, orientação, acumulação ou
justificação de produtos. O movimento de produtos é controlado através das
bolas por sua vez são acionadas por um sistema transportador secundário
perpendicular ao sistema principal e montado sob a esteira.
 As bolas projetam-se acima e abaixo das superfícies superior e inferior da
esteira. Os módulos não fazem contato com a soleira de ida.
 O deslocamento do produto sobre as bolas ocorre com velocidade superior à
velocidade da esteira. A velocidade de deslocamento depende da forma e
peso do produto.
 O diâmetro da bola é de 0,6 pol. (15,2 mm).
 O espaçamento entre as bolas é de 2,0 pol. (50,8 mm).

400
 O indente padrão da esfera é de 20,3 mm (0,8 pol) .
 A distância da linha central da haste à superfície superior ou inferior do
módulo é de 0,313 pol. (7,9 mm).
 A distância da linha central da haste à superfície esférica da bola é de
0,50 pol. (12,7 mm).
 As configurações de alinhamento devem ser instaladas em nível ao longo
da lateral da guia de desgaste.
 Essa esteira requer a utilização de soleira de ida contínua e plana.
 A utilização de anéis de retenção auto-ajustáveis para travamento de
engrenagens não é recomendável para essa esteira.
0,19 pol.
Informação Adicional (4,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,625 pol.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)

2,0 pol.
Nominal. 0,19 pol.
(50,8 mm) (4,8 mm)

DADOS DA ESTEIRA
Material da Material BS Resistência Faixa de W Peso da Aprovação das entidades governamentais
Esteira Padrão da Máxima da Temperatura Esteira
Haste Esteiraa (Contínua)
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé 2 kg/m 2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(EUA) FSIS - Laticí-
Carnes nios b
& Aves
Acetal Polipropileno 2400 3571 34 a 200 1 a 93 3,71 18,11 •
a Ao utilizar engrenagens de aço, a resistência da esteira, para o polietileno, será de 240 lb/pé (360 kg/m).
b A aceitação pela USDA - Laticínios e pela MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
d Serviço de Inspeção e Quarentena Australianoe
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF - Laticínios da Nova Zelândia. A aceitação pela MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
g MC - Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
58 SÉRIE 400
Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes
Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
pol. mm Engrenagens por Eixob Soleiras Retornos
2 51 1 2 2
4 102 1 2 2
6 152 2 2 2
7 178 2 2 2
8 203 2 2 2
10 254 2 3 2
12 305 3 3 2
14 356 3 3 3
15 381 3 3 3
16 406 3 3 3
18 457 3 3 3
20 508 5 4 3
SEÇÃO 2

24 610 5 4 3
30 762 5 5 4
32 813 7 5 4
36 914 7 5 4
42 1067 7 6 5
48 1219 9 7 5
54 1372 9 7 6
60 1524 11 8 6
72 1829 13 9 7
84 2134 15 11 8
96 2438 17 12 9
120 3048 21 15 11
400

144 3658 25 17 13
Para larguras não listadas, use número ímpar de Espaçamentod Espaçamento CL máximo de (305 mm)
engrenagens c com espaçamento CL máximo de CL máximo de (229 mm) 9 pol. 12 pol.
(152 mm) 6 pol.
a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte listada na tabela. Esteiras estilo Flat Top, Flush Grid e Raised
Rib são disponíveis em larguras com incrementos de (9 mm) 0,33 pol, inciando com o mínimo de (51 mm) 2 pol. O incremento para as esteiras Open Hinge é (6 mm) 0,25 pol. Se a largu ra
atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendim ento ao Cliente INTRAL OX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.
d A esteira com roletes em ângulo e a esteira Ball (com esferas), necessitam de soleiras contínuas retas.

S Fator de Resistência Espaçamento máximo entre engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA kg/m
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, mm
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol.

1050
1200
1350
1500

2250

3000

3600
150

300

450

600

700

900

7,5 190

6,0 150

5,0 130

V = pés/min (metros/minuto) 8T 16T 4,0 100


- 9T 12
L = pés (metros) T-
13
T = número de dentes T 3,0 75

6T 10T
2,0 50
1,7 43
100

200

300

400

500

600

700
800
900
1000

1500

2000

2400

3200

RAZÃO VELOCIDADE / COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA , libras/pés
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
SÉRIE 400 59

Dados das Engrenagensa


Válido para todos os tipos de esteira, exceto o Flush Grid em acetal
Número Diâmetro- Diâme- Diâme- Diâmetro Largura Largura Dimensões Disponíveis de Furo
de dentes nom. de tro nom. tronom. nom. nom. do nom. do
(ação corda) passo de passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI) DIÂMETRO EXTERNO
pol. mm pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado, Redondo, Quadrado,

DIÂMETRO DE PASSO
pol.b em pol. em mmb em mm.

6 4,0 102 3,6 91 1,5 38 1,5 40


(13,40%)
8 5,2 132 5,0 127 1,5 38 1,5 40
(7,61%)
2,5 60
10 6,4 163 6,3 160 1,5 38 2,0 1,5 40
(4,89%)
2,5 60
12 7,8 198 7,7 196 1,5 38 1,5 40
(3,41%)
2,5 60 ESPESSURA DO CUBO
16 10,1 257 10,2 259 1,5 38 1,5 40
(1,92%)
2,5 60
3,5 90
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas NÃO É
NECESSÁRIA OU RECOMENDADA. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo
quadrado, somente a engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas atendem à norma ANSI B17, I-1967, R 1989 e DIN6885.

SEÇÃO 2
Engrenagem Bipartida em composto de Poliuretano de Alta Resistênciaa
Para todas as esteiras, exceto para as esteiras Flush Grid, Open Hinge e de Roletes em Acetal
Núm. de Diâme- Diâme- Diâme- Diâme- Espes- Espes- Dimensões Disponíveis de Furo
dentes tro nom. tro tro nom. tro sura sura
(ação de de passo nom. externo nom. nom. do nom. do Sistema USA Sistema Métrico
corda) pol. de pol. externo cubo cubo (SI)
passo mm pol. mm
mm Redondo Qua- Redondo Qua-
em pol. drado em mm drado
em pol. em mm
10 6,4 163 6,3 160 1,5 38 1,5
(4,89%)
2,5
12 7,8 198 7,7 196 1,5 38 2,5
(3,41%)
16 10,1 257 10,2 259 1,5 38 2,5
(1,92%)

400
a Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente para informações sobre prazos de entrega. Quando usando Engrenagens Bi-Partidas para baixa Tensão de Retorno
em Poliuretano Ultra Resistente à Abrasão, a resistência máxima admissível da esteira para todos os materiais e estilos é de 1490 kg/m (1000 lb/pé) com temperatura limite de operação
entre - 40° e 71 °C (-40° e 160 °F).

Engrenagem Bipartida de Poliuretano Resistente a Ultra Abrasão de


Tensão de Retorno a
Para todas as esteiras, exceto para esteiras Acetal Flush Grid, Open Hinge e de Roletes
Núm. de Diâme- Diâ- Diãme- Diâme- Expes- Expes- Dimensões Disponíveis de Furo
dentes tro nom. metro tro tro sura sura
(ação de de nom. nom. nom. nom. do nom. do Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) passo de externo extern cubo cubo
pol. passo pol. o mm pol. mm Redondo Qua- Redondo Qua-
mm em pol. drado em mm drado
em pol. em mm
10 6,4 163 6,3 160 1.75 44 1,5 40
(4,89%)
2,5 60
12 7,8 198 7,7 196 1.4 36 1,5 40
(3,41%)
2,5 60
16 10,1 257 10,2 259 1,5 38 3,5 1,5
(1,92%)
2,5
3,5 90

a Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente para informações sobre prazos de entrega. Recomendada apenas para eixos de acionamento. A tensão da esteira
no momento de engate com as engrenagens conduzidas é muito reduzida. Em algumas aplicações, a tensão da esteira neste momento pode não ser suficiente para acomodar o engate
de um dente adicional, gerando por conseqüência o desengate da esteira com as engrenagens conduzidas.
60 SÉRIE 400
Dados das Engrenagens Bi-Partidasa
Válido para todos os tipos de esteira, exceto o Flush Grid em acetal
Número Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Largura Largura Dimensões Disponíveis de Furo
de dentes nom. do nom. de nom. nom. nom. do nom. do
(ação passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado, Redondo, Quadrado,
pol.b em pol. em mmb em mm.
6 4,0 102 3,6 91 1,4 36 1,5
(13,40%)
1,5 38 40
8 5,2 132 5,0 127 1,4 36 1,5 40
(7,61%)
1,5 38 2,5 60
10 6,4 163 6,3 160 1,4 36 1,5 40
(4,89%)
2,5 60
12 7,8 198 7,7 196 1,4 36 1,5 40
(3,41%)
2,5 60
16 10,1 257 10,2 259 1,5 38 3,5 1,5 40
(1,92%)
2,5 60
3,5 90

a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas NÃO É
NECESSÁRIA OU RECOMENDADA. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo
quadrado, somente a engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas atendem à norma ANSI B17, I-1967, R 1989 e DIN6885. As dimensões das chavetas para
engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de Medidas, e às normas DIN 6885 para o Sistema Internacional de Medidas
SEÇÃO 2

(Métrico).

Engrenagens Bi-Partidas Apenas para a Esteira Flush Grid em Acetala


Número Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Largura Largura Dimensões Disponíveis de Furo
de dentes nom. do nom. de nom. nom. nom. do nom. do
(ação passo passo externo externo cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm pol. mm
Redondo, Quadrado, Redondo Quadrado,
em pol. em pol. mm em mm.
9 5,8 147 5,9 150 1,4 36 1,5 40
(6,03%)
1,5 38 2,5 60
13 8,4 213 8,5 216 1,5 38 1,5 40
(2,91%)
2,5 60
400

a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.

Taliscas com Base Flush Grid (Lisas/Não-Aderentes)


Altura de Taliscas
Disponíveis Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
2 51 Polipropileno, Polietileno
3 76
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos específicos
da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Moldada como parte
integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- Um lado da talisca Flush Grid tem superfície lisa enquanto o outro tem costelas
verticais (Não Aderentes).
- O indente mínimo (sem guia lateral) é de (20 mm) 0,87 pol e o indente mínimo para
a borda com SLIDELOX™ (sem guia lateral) é de (36 mm) 1,4 pol.
- Uma extensão em ângulo de 45° pode ser soldada à talisca curva (fletida)
SÉRIE 400 61

Taliscas com Base Flush Grid (Dupla Superfície Não-Aderente)


Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis
pol mm
6 152
Polipropileno, Polietileno

Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos específicos
da aplicação.
- Cada talisca eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Moldada como parte
integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é de (20 mm) 0,87 pol e o indente mínimo para
a borda com SLIDELOX™ (sem guia lateral) é de (36 mm) 1,4 pol.
- As taliscas em ângulo de 45 estão disponíveis em polipropileno com uma altura de
76 mm (3 pol) e com uma extensão de 25 mm (1 pol) ou com extensão de 51 mm
2 pol.

Taliscas com Base Open Hinge (Lisas/Não-Aderentes)

SEÇÃO 2
Altura de Taliscas
Disponíveis Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
2 51 Polipropileno, Polietileno
3 76
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos específicos
da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Moldada como parte
integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- Uma face da talisca Série 400 Open Hinge é lisa enquanto a outra tem costelas
verticais não aderentes.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é de (15 mm) 0,6 pol.

400
- A altura da talisca Série 400 Open Hinge pode ser estendida até (152 mm) 6 pol com
uma extensão soldada. A extensão pode ser também soldada em ângulo de 45° para
obter-se uma talisca inclinada.

Taliscas com Base Flat Top (Lisas)


Altura de Taliscas
Disponíveis Materiais Disponíveis
pol. mm
4 102
Polipropileno, Polietileno, Acetal
6 152
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos específicos
da aplicação.
- A talisca Flat Top é lisa em ambos os lados.
- A talisca eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Moldada como parte
integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo (sem guia lateral) é de (20 mm) 0,87 pol e o indente mínimo para
a borda com SLIDELOX™ (sem guia lateral) é de (36 mm) 1,4 pol.
- As taliscas com base Flat Top não pode ser usada com esteiras Flush Grid.
62 SÉRIE 400
Guias Laterais
Tamanhos Disponíveis
Materiais Disponíveis
pol. mm
2 51
3 76 Polipropileno, Polietileno
4 102
Observações:
- Guias laterais têm sobreposição padrão e são parte integrante da esteira, não
havendo necessidade de fixação das mesmas aos módulos.
- O indente mínimo é de (20 mm) 0,8 pol.
- A folga padrão entre a guia lateral e a borda da talisca é de (5 mm) 0,2 pol, entretanto
a folga mais comumernte usada é de 0,4 pol. (10 mm).
- Ao deslocarem-se em torno de engrenagens de 6 e 8 dentes, a parte superior das
guias laterais afastam-se criando uma abertura que pode facilitar a queda de
pequenos produtos. Esse problema pode ser evitado se engrenagens de 10, 12, e
16 dentes forem usadas uma vez que as guias laterais permanecem completamente
fechadas ao se deslocarem em torno dessas engrenagens.

Guias de Retenção (ou Abas de Retenção)


Observações:
- Cada Aba de Retenção tem resistência nominal equivalente a uma força de 100 lb
(45.4 kg) cuja direção é perpendicular à superfície da guia.
SEÇÃO 2

- As abas podem ser espaçadas a cada 4 ou 6 polegadas (101,6 ou 152,4 mm) ao


longo do comprimento da esteira. Espaçamento entre abas superior a 6 polegadas
(152,4 mm) deve ser evitado porque aumenta o potencial de desalinhamento da
esteira.
- Guias de desgaste de ida ou roletes que encaixam-se nas abas são necessários
apenas nos trechos de transição entre seções retas e curvas. A observação deste
procedimento reduz o custo inicial do sistema assim como o custo e esforço de
manutenção.
- Para prevenir o potencial de pontos de retenção entre a aba e a estrutura da esteira,
cuidado especial deve ser tomado na seleção dos adequados raio e/ ou ângulo de
giro interno.
- O raio da soleira de ida deve ser projetado para a transição entre as seções retas e
curvas. Este raio deverá ter pelo menos 48 polegadas (1,22 m) para esteiras com
carregamento próximo à carga nominal. O raio de giro interno é um dos fatores mais
importantes a considerar no projeto de esteiras altamente carregadas que utilizam
abas de retenção.
- Disponível em esteiras Non Skid e Flat Top

Pentes de Transferência
400

Larguras Disponíveis Número de Materiais


pol. mm Dentes Disponíveis
6 152 18 Polipropileno

Observações:
- Elimina problemas de transferência e tombamento de produtos. Os 18 dentes do
pente encaixam-se entre as costelas da esteira possibilitando um fluxo contínuo de
produtos durante o engate da esteira e engrenagens.
- Fácil instalação na estrutura da transportadora com os pinos fornecidos. Cobertura
de proteção para os pinos de fácil encaixe, previne a acumulação de resíduo nas
fendas.
- Os pentes de transferência da Série 400 são os mesmos da Série 1200.
SÉRIE 400 63

Porcas de Inserção (com rosca)


Dimensões
Estilos Disponíveis da Esteira Base -
Disponíveis (para
Material
parafuso padrão)
8 mm - 1,25 mm
Série 400 Flat Top - Acetal, Polipropileno (5/16" - 18)

Peso máximo do Especificação Relativa


Material da acessório ao torque
esteira
lbs/porca a kg/porcaa pol-lb N-m
Acetal 200 91 120 13,5
Polipropileno 175 79 65 7,3
Observações:
- Porcas com rosca padrão inseridas na base dos módulos permitem fácil acoplamento
de acessórios à esteira (aparafusados).
- A localização e colocação das porcas devem obedecer aos seguintes critérios: 50 mm)
2 pol de indente mínimo a partir do bordo lateral da esteira; espaçamento mínimo de
(34 mm) 1-1/3pol entre porcas ao longo da largura da esteira; espaçamento na direção
longitudinal da esteira em incrementos de (50 mm) 2 pol.

SEÇÃO 2
- Ao preencher uma ordem de mercadoria, favor fornecer as dimensões desejadas para
a localização das porcas sempre em referência ao bordo da esteira. Informação para
colocação de porcas em localização específica para sua aplicação pode ser obtida
através do Serviço de Atendimento ao Cliente Intralox.
- Acessórios que conectados a mais de uma fileira de módulos não devem interferir na
rotação da esteira em torno das engrenagens.
- As engrenagens não devem ser colocadas em linha com as porcas de de inserção.
- Acoplamento de bases de acessórios que estendam-se através de múltiplas fileiras
requerem considerações especiais para acomodar a conseqüente redução de
retroflexão dos módulos.
a Esse é o peso somente do acessório O peso do produto não necessita ser incluído.

400
64 SÉRIE 400
Pentes de Transferência em D ois Materiais
Larguras Disponíveis Número de
Materiais Disponíveis
pol. mm Dentes

Dedos termoplásticos preenchidos com


6 152 18 vidro e placa posterior em Acetal
Observações:
- O material de baixo coeficiente de atrito da placa posterior empresta grande
resistência aos dentes do pente de transferência.
- A placa posterior de baixo atrito é inserida e fixada permanentemente entre dois
pentes de alta resistência.
- Elimina problemas de transferência e tombamento de produtos. Os 18 dentes do
pente encaixam-se entre as costelas da esteira possibilitando um fluxo contínuo de
produtos durante o engate da esteira e engrenagens.
- Fácil instalação na estrutura da transportadora com os pinos fornecidos.
Recobrimento de proteção de encaixe para os pinos previne a acumulação de
resíduo nas fendas.
- Os pentes de transferência da Série 400 são os mesmos da Série 1200.
- Disponíveis em três configurações diferentes:
- Padrão - dedos longos com placa posterior curta
- Padrão - placa longa com dedos longos e placa posterior prolongada
Manipulação de Recipientes de Vidro-
- Dedos curtos com placa posterior prolongada
- Dedos curtos com placa posterior curta (Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.)
- Dedos médios com placas longas
- Dedos médios com placas curtas
SEÇÃO 2

Os dedos longos proporcionam bom suporte para produtos que tombam com facilidade tais como recipientes PET e latas. Dedos curtos são
suficientemente resistentes em aplicações com condições adversas tais como quebra de vidro. Embora altamente resistentes, se submetidos à extrema
tensão, os dedos curtos são projetados para fletirem-se individualmente e eventualmente quebrarem-se evitando-se dessa forma danos onerosos à esteira
e sua estrutura. As placas posteriores curta e prolongada têm respectivamente dois e três entalhes para fixação dos pentes. O material de montagem para
os dois tipos padrão de Pentes de Transferência inclui pinos com coberturas de encaixe em plástico. O material de montagem para os Pentes de
Transferência para manipulação de vidro inclui pinos com porcas ovais em aço inoxidável para melhor fixação dos pentes à placa posterior em aplicações
adversas (A ferragem para aplicações de Manuseio de Vidro é vendida separadamente). Cobertura plástica de encaixe para proteção dos pinos também
é fornecida. Recomenda-se o uso da engrenagem de 16 dentes e 10,1 polegadas (257 mm) de diâmetro de passo para melhor transferência de produtos
nas aplicações de manuseio de vidro.
- A Intralox oferece também pente de transferência em material único padrão de polipropileno para melhor resistência química. Material de montagem para este
pente inclui pinos e coberturas de encaixe em plástico.
400
SÉRIE 400 65

Requisitos Dimensionais para


Instalação do Pente de Transferência da Série 400
Dois Materiais
H A figura ao lado
Manuseio de mostra o Pente de
Pentes curtos 2,25"(57 mm)
vidro Transferência
Pentes longos Pentes longos para manuseio
Pentes de para manuseio de
padrão - parte padrão - parte de fibra de
comprimento vidro em dois
traseira curta traseira longa vidro - parte
médio - parte materiais
traseira longa
traseira longa
I
pol. mm pol. mm pol. mm pol. mm 1,5" (38 mm)

F 3,50 89 3,50 89 3,50 89 3,50 89 ESPAÇAMENTO

J
G 0,31 8 0,31 8 0,31 8 0,31 8

H 7,25 184 10,75 273 8,26 210 9,04 230 RAIO de 0,5 pol.
F (13 mm) (Extremidade
K L Frontal da Estrutura)
I 5,91 150 5,91 150 5,91 150 5,91 150 0,5" (13 mm)

SEÇÃO 2
J 3,00 76 3,00 76 3,00 76 3,00 76 G

K 1,45 37 1,45 37 1,45 37 1,45 37 MEMBRO DA


ESTRUTURA

L 2,00 51 5,50 140 5,50 140 5,50 140

PP PE PP PP
Espaçamento
àtemperatura PENTES DE TRANSFERÊNCIA EM DOIS MATERIAIS
ambiente
5,952 151,2 5,952 151,2 5,952 151,2 5,952 151,2

400
66 SÉRIE 400
Dimensões da Estrutura da Transportadora
Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A± 0,031 pol. (1 mm) Consulte as páginas 247


B± 0,125 pol. (3 mm) para descrição completa
C± (Máx) das dimensões listadas.
E± (Mín)

Descrição das
A B C E
Engrenagens
Diâmetro do
Número de Extensão (base ao topo)
Passo pol. mm pol. mm pol. mm
SEÇÃO 2

Dentes
pol. mm pol. mm
SÉRIE 400 FLUSH GRID, FLAT TOP, OPEN HINGE
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 2,20 56 4,10 104 2,38 60
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 2,60 66 5,30 135 2,99 76
5,8 147 9a 2,44-2,61 62-66 2,70 69 5,95 151 3,49 89
6,4 163 10 2,77-2,92 70-74 2,77 70 6,50 165 3,61 92
7,8 198 12 3,42-3,55 87-90 3,00 76 7,90 201 4,24 108
8,4 213 13a 3,75-3,87 95-98 3,22 82 8,46 215 4,74 120
10,1 257 16 4,72-4,81 120-122 3,20 81 10,20 259 5,50 140
SÉRIE 400 RAISED RIB
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 2,20 56 4,10 104 2,75 70
400

5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 2,60 66 5,30 135 3,24 82


6,4 163 10 2,77-2,92 70-74 2,77 70 6,50 165 3,99 101
7,8 198 12 3,42-3,55 87-90 3,00 76 7,90 201 4,49 114
10,1 257 16 4,72-4,81 120-122 3,20 81 10,20 259 5,88 149
SÉRIE 400 NON-SKID
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 1,60 41 4,09 104 2,46 62
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 1,98 50 5,31 135 3,07 78
5,8 147 9 2,43-2,61 62-66 2,31 59 5,93 151 3,38 86
6,4 163 10 2,77-2,92 70-74 2,26 57 6,56 167 3,70 94
7,8 198 12 3,42-3,55 87-90 2,60 66 7,81 198 4,32 110
8,4 213 13 3,74-3,87 95-98 2,84 72 8,44 214 4,64 118
10,1 257 16 4,71-4,81 120-122 2,97 75 10,34 263 5,59 142
SÉRIE 400 ROLLER TOP, TRANSVERSE ROLLER TOP
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 2,20 56 4,10 104 2,56 65
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 2,60 66 5,30 135 3,17 81
6,4 163 10 2,77-2,92 70-74 2,77 70 6,50 165 3,79 96
7,8 198 12 3,42-3,55 87-90 3,00 76 7,90 201 4,42 112
10,1 257 16 4,72-4,81 120-122 3,20 81 10,20 259 5,68 144
SÉRIE 400 ANGLED ROLLER (c/ roletes em ângulo)
4,0b 102 6 1,29-1,56 33-40 1,70 43 4,00 102 2,50 64
5,2 132 8 1,98-2,18 50-55 2,11 53 5,23 133 3,11 79
6,4 163 10 2,64-2,80 67-71 2,40 61 6,47 164 3,74 95
7,8 198 12 3,29-3,43 84-87 2,75 70 7,73 196 4,36 111
10,1 257 16 4,59-4,69 117-119 3,16 80 10,25 260 5,63 143
SÉRIE 400 67
Descrição das
A B C E
Engrenagens
SÉRIE 400 BALL (com esferas)
4,0 102 6 1,23-1,50 31-38 1,75 44 4,00 102 2,56 65
5,2 132 8 1,91-2,11 49-54 2,16 55 5,23 133 3,18 81
6,4 163 10 2,58-2,74 65-69 2,47 63 6,47 164 3,80 96
7,8 198 12 3,23-3,36 82-85 2,82 72 7,73 196 4,43 112
10,1 257 16 4,53-4,63 115-117 3,25 82 10,25 260 5,69 144
a Somente Flush Grid em acetal.
b Não funcionará com engrenagens bipartidas com diâmetro de passo de (102 mm ) 4,0 pol ou (132 mm) 5,2 pol.

Folga da Placa Morta


Quando houver um ponto de transferência de produtos para fora da SUPERFÍCIE SUPERIOR FOLGA DA PLACA
esteira sem que haja um pente de transferência para uma placa morta, uma DA PLACA MORTA MORTA
folga entre as superfícies de transferência deve ser prevista para acomodar
a ação de corda da esteira. Quando a esteira engata-se nas engrenagens, a
ação de corda faz com que os módulos desloquem-se em relação a um *OBSERVAÇÃO:

SEÇÃO 2
ponto fixo, a quina superior da placa morta, com afastamentos variáveis. Tipicamente, na
transferência de produtos
Assumindo-se que a quina inferior da placa morta faz contato com o ponto para a esteira, a superfície
mais elevado do módulo sendo articulado, a tabela abaixo lista o menor superior da placa morta fica
(0,8 mm) 0,031 pol acima
afastamento que deve ocorrer no ponto mais baixo do mesmo módulo. da superfície da esteira,
Em algumas aplicações pode ser desejável manter-se a quina da placa enquanto na transferência
de produtos para fora da
morta em contato com a esteira ao invés de permitir-se uma folga. Isto esteira a superfície
superior da placa morta fica
pode ser obtido articulando-se o perfil de suporte da placa morta, (0,8 mm) 0,031 pol abaixo
permitindo-se o movimento da placa na passagem dos módulos. Todavia, da superfície da esteira.
essa configuração propicia um leve movimento oscilatório que poderá
gerar problemas de tombamento de recipientes e produtos sensíveis.

Descrição das Engrenagens Folga

Diâmetro do Passo

400
Número de Dentes pol. mm
pol. mm
4,0 102 6 0,268 6,8
5,2 132 8 0,200 5,1
5,8 147 9 0,178 4,5
(Flush Grid em acetal)
6,4 163 10 0,160 4,1
7,8 198 12 0,130 3,3
8,4 213 13 0,121 3,1
(Flush Grid em acetal)
10,1 257 16 0,100 2,5
68 NOTAS
S érie 600
SÉRIE 600 69

Multi-Lane
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 5,00 127
Incrementos de Largura 3,00 76
Tamanho da Abertura 0,2 x 1,0 3,8 x 25,4
(aproximado)
Área Aberta 45%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Calhas longitudinais organizam e transportam artigos que

SEÇÃO 2
exigem alinhamento paralelo constante.
 Espaçamento das calhas em incrementos de (76 mm) 3 pol.
 Ampla área de fluxo para aplicações com resfriamento,
secagem e lavagem
 A esteira Série 600 é articulada por varas de cabeça dupla de
forma que suas bordas laterais não são totalmente niveladas.

2,0 pol.
Informações Adicionais Nominal
2,0 pol. 2,0 pol. 2,0 pol.
Nominal Nominal Nominal
(50,8 mm) (50,8 mm) (50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 1,40"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (35,6 mm) 1,94"
(49,2 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

600
Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
esteira da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
pé² (EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1400 2080 34 a 220 1 a 104 2,22 10,83 •

Polietileno Polietileno 900 1340 -100 a 150 -73 a 66 2,24 10,93 •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
70 SÉRIE 600
Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes
Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
pol. mm Engrenagens por Eixob Soleiras Retornos
5 127 2
8 203 2
11 279 3
14 356 3
17 432 3
20 508 5
23 584 5
Observação:
26 660 5 Condições especiais de projeto para as
29 737 5 soleiras (ida e retôrno) da Série 600 são
32 813 7
35 889 7 explicadas na página 260.
38 965 7
41 1041 7
44 1118 7
SEÇÃO 2

47 1194 9
50 1270 9
Para larguras não listadas, use número ímpar de
engrenagens c com espaçamento CL máximo de
(152 mm) 6 pol.
a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte na listada tabela. Esteiras são disponíveis em larguras
com incrementos de (76 mm) 3 pol, inciando com o mínimo de (127 mm) 5 pol. Se a largura atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente INTRALOX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas. Devido ao projeto em placa única de aço dessas
engrenagens, a INTRALOX recomenda que se utilize duas vezes o número de engrenagens de 8 e 12 dentes listados na tabela.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.

S Fator de Resistência Espaçamento máximo entre engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA (kg/m)
600

ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, mm


ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol.

V = pés/min (metros/minutos) 12T


L = pés (metros)
T = número de dentes

RAZÃO VELOCIDADE / COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA , libras/pés
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
SÉRIE 600 71

Dados das Engrenagens


Núm. Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
de dentes nom. de nom. de exterior nom. do cubo do cubo DIÂMETRO EXTERNO
Tamanhos EUA Unidades métricas

DIÂMETRO DE PASSO
(ação de passo passo pol. externo pol. mm
corda) pol. mm mm
Redondo, Quadrado, Redondo, Quadrado,
em pol. em pol. em mm. em mm.
12 (3,41%) 7,7 196 6,9 175 1,25 32 1,5 40

ESPESSURA DO CUBO

Dimensões da Estrutura da Transportadora


Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.

SEÇÃO 2
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A ± 0,031 pol. (1 mm) Consulte as páginas 247


B ± 0,125 pol. (3 mm) para descrição completa
C ± (Máx) das dimensões listadas.
E ± (Mín)

Descrição da
A B C E
Engrenagem

Diâmetro do

600
Número de Extensão (base ao topo)
Passo pol. mm pol. mm pol. mm
Dentes
pol. mm pol. mm

SÉRIE 600 MULTI-LANE


7,7 196 12 3,19-3,32 81-84 3,13 80 6,88 175 5,33 135
72 NOTAS
SÉRIE 800 73
Série 800

Flat Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho da Abertura (valor - -
aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa fechada, bordos completamente

SEÇÃO 2
nivelados, e varas recuadas.
 Esteira resistente ao impacto, projetada para as aplicações
agressivas da indústria de processamento de carne.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.

Informações Adicionais 2,0" NOM. 2,0" NOM.


(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,625"
(15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
0,313"

800
(7,9 mm)

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(EUA) FSIS – laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,77 8,66 • • Branco • • • • Branco
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,87 9,13 • • Natural • • • • Azul
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,75 13,43 • • Branco • • • Branco
Náilon Polietileno 1200 1780 -50 a 180 -46 a 82 2,32 11,33 • • • • •
Detectable PPh Blue Polietileno 650 970 0 a 150 -18 a 66 1,83 8,93 • • Cinza

a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
g MC – Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
h O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.
74 SÉRIE 800
Open Hinge Flat Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 6,00 152,0
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho Mínimo da Abertura
(valor aproximado) - -
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento
Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira e o
status do estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir uma
SEÇÃO 2

esteira.
 Superfície superior lisa fechada, bordos totalmente nivelados, e varas
recuadas.
 Módulo de forma que a articulação e a vara são mais expostas à medida
que o módulo gira em torno da engrenagem. Essa característica exclusiva
desse módulo Intralox proporciona inigualável acesso para limpeza da área Superfície superior
de articulação.
 Módulo esculpido com bordos arredondados, elimina depressões e
ângulos onde resíduos possam ser acumulados.
 Barra de acionamento - como nas séries S1600 e S1800, a barra de
acionamento na superfície inferior da Série 800 Open Hinge Flat Top
canaliza água e detritos para fora da esteira, tornando a limpeza mais fácil
e rápida. A eficácia da barra de acionamento foi comprovada tanto em
testes em nossas instalações assim como em testes de campo.
 Totalmente compatível com a tão adotada Série 800 Flat Top, a nova
800

Superfície inferior
esteira pode ser diretamente incorporada às esteiras S800 Flat Top
existentes, adotando as mesmas engrenagens e acessórios.
 Taliscas lisas disponíveis. A altura padrão da talisca é 6 pol. (152,4 mm),
podendo entretanto ser cortada à qualquer altura para atender requisitos 2,0" NOM. 2,0" NOM.
0,313" (50,8 mm) (50,8 mm)
específicos de projeto. (7,9 mm)

Informações Adicionais
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. (15,9 mm)

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.


 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da esteira
Material da Padrão BS Limites de W Peso Aprovação das agências governamentaisb
esteira Material temperatura da
da vara Resist. (contínua) esteira
Ø 0,24 pol esteiraa
(6.1 mm)
lb/ kg/m °F °C lb/ kg/ FDA USDA-FSIS - USDA CFAd Ae Zf MCg
pé pé² m² (EUA) Carne e Aves Laticíniosc
Polipropileno Polipropileno 900 1340 34 a 220 1 a 104 1.63 7.96 • Branco Branco
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1.70 8.30 • Natural Azul
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2.52 12.3 • Branco Branco
Detectable PP h Blue Polietileno 500 750 0 a 150 -18 a 66 1.83 8.93 • • Cinza

a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente
b Até o momento da impressão desta literatura, novos produtos têm sido examinados por agências privadas, embora até o presente momento o USDA-FSIS não tenha sancionado esses mesmos
produtos.
c A aceitação pelo USDA Laticínios e MAF requerem adoção de sistema de limpeza automática.
d Agência de Inspeção Alimentar do Canadá (CFA)
e Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
f Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
g MC – Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
h O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.
SÉRIE 800 75

Flat Top perfurada


pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho Mínimo da Abertura 0,29 x 0,08 7,4 x 1,9
(valor aproximado)
Tamanho Máximo da Abertura 0,44 x 0,08 11,1 x 1,9
(valor aproximado)
Área Aberta 18%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar

SEÇÃO 2
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Modelo perfurado da Série 800 Flat Top.
 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados
e varas recuadas.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.

Informações Adicionais 2,0" Nominal 2,0" Nominal


(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (7,9 mm) 0,625"

800
(15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,54 7,52 • • Branco •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,59 7,76 • • Natural •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,28 11,15 • • Branco
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia.
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
76 SÉRIE 800
Perforated Flat Top com Furos Redondos
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta veja fotos à direita
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Modelo com furos redondos da Série 800 Perforated Flat Top.
SEÇÃO 2

 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados


e varas recuadas.
 Se utilizada em aplicações abrasivas, recomenda-se o uso de
engrenagens S800 em poliuretano. Engrenagens bipartidas 5/32" (4 mm) - 20% Área aberta
em aço inoxidável não são recomendadas para esta esteira.
800

11/32" (8,7 mm ) -14% Área aberta

Informações Adicionais 2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,313"
(7,9 mm) 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteira a temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS – laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,54 7,52 • • Branco •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,59 7,76 • • Natural •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,28 11,15 • • Branco
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 800 77

Perforated Flat Top 29S


Pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura mínima 6,00 152,0
Incrementos de largura 0,66 16,8
Tamanho da abertura 0,16 x 0,09 4,1 x 2,3
mínima (aprox.)
Tamanho da abertura 0,40 x 0,18 10,2 x 2,0
máxima (aprox.)
Área aberta 29%
Estilo da articulação Aberto
Método de acionamento Acionamento central

SEÇÃO 2
Observações sobre o produto
 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao
Cliente a medida precisa da largura da esteira, antes de
projetar ou encomendar a esteira.
 A esteira resiste a temperaturas de 220 °F (104 °C) a
-20 °F (-29 °C).
 Perfurações extras são posicionadas ao longo de cada barra
de acionamento, para aumentar a área de abertura e a
drenagem.
 Compatível com uma variedade de engrenagens da Série
800, que podem ser posicionadas em qualquer lugar da
largura da esteira.
 O recuo da guarda lateral padrão é de 2 Pol. (50,8 mm).

800
0,313 Pol.
Informação adicional (7,9 mm)
2,0 Pol. 2,0 Pol.
(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.

0,625 Pol.
(15,9 mm)

Dados da Esteira
Material da Material- BS Resist. Faixa de W Peso da Aprovação das entidades governamentais
Esteira padrão da esteira a Temperatura Esteira
Haste (contínua)
Ø 0,24 in.
(6,1 mm) lb/pés kg/m °F °C lb/pé kg/sq m FDA USDA – USDA CFAc Ad Ze M MCg
quadrad (EUA) FSIS – Laticínios f
o Carnes b
e Aves
Composto de Aço 2000 2975 -20 a -29 a 2,47 12,06 •
Polipropileno Inoxidável 220 104
303/304
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação da USDA Laticínios e MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
c Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá
d Serviço de Inspeção de Quarentena Australiano
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF Laticínios da Nova Zelândia. A aprovação pela MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
g MC – Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
78 SÉRIE 800
Flush Grid
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 4 101,6
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho da Abertura 0,150 x 0,900 3,81 x 22,89
(valor aproximado)
Área Aberta 27%
Área de Contato com o Produto 73%
Estilo de Articulação Aberta

Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
SEÇÃO 2

exata da esteira e o status do estoque antes de projetar


uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa com bordos completamente
nivelados.
 Área retangular aberta facilita drenagem e limpeza.
 Sistema de retenção com varas sem cabeça.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Completa gama de acessórios disponível, inclusive taliscas
com bordas arredondadas ou taliscas com base de
drenagem.
 Excelentes condições de drenagem durante produção e
limpeza. A distribuição dos furos reduz a acumulação e
transporte de água da superfície da esteira através das linhas
de produção.
800

 Acionamento bidirecional permite que as engrenagens


2,0" NOM. (50,8 mm) 2,0" NOM. (50,8 mm)
acionem, paralisem, ou revertam o movimento da esteira,
assim como reduz a possibilidade de erros de instalação da
transportadora.
0,625"
(15,9 mm)
Informações Adicionais
0,313"
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (7,9 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - Laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 800 1190 34 a 220 1 a 104 1,45 7,08 • Branco
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,63 7,96 • Natural
Acetal Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 2,25 10,99 • Branco
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,25 10,99 • Branco
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 800 79

Mesh Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 50,8
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho de Abertura 0,5 x 0,04 12,7 x 1
(aproximado)
Área Aberta 9%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados

SEÇÃO 2
e varas recuadas.
 Resistente ao impacto, é indicada para aplicações pesadas.
 Taliscas disponíveis.
Superfície superior

800
Superfície inferior

Informações Adicionais
2,0" NOM. 2,0" NOM. 2,0" NOM. 2,0" NOM.
(50,8 mm) (50,8 mm) (50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 0,313"
(7,9 mm) 0,625"
(15,9 mm)

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,60 7,86 • Branco
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
80 SÉRIE 800
Mini Rib
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados
SEÇÃO 2

e varas recuadas.
 Esteira resistente ao impacto, projetada para as aplicações
agressivas da indústria de processamento de carne.
 As Mini costelas de (3 mm) 1/8 pol dispostas ao longo da
superfície da esteira facilitam o transporte de produtos em
aclives e declives graduais.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto.
Se específicos valores de atrito forem necessários, entre em
contato com o depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.

Informações Adicionais 2,0" NOM. 2,0" NOM.


(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,438"
(11,1 mm) 0,750"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (19,1 mm)
800

 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - Laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,77 8,66 • • Branco • • • •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,87 9,13 • • Natural • • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,92 14,26 • • Branco • • •
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 800 81

Nub Top™
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 4,00 102
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados

SEÇÃO 2
e varas recuadas.
 Taliscas e guias laterais padrão disponíveis (sem relevo).
 O indente padrão do relevo é de (33 mm) 1,3 pol.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto.
Se específicos valores de atrito forem necessários, entre em
contato com o depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.

0,333" NOM 0,125"


Informações Adicionais 0,100" (8,5 mm) (3,2 mm)
(2,5 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,413"
(10,5 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,725"
(18,4 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

800
2,0" NOM
(50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agencias governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - Laticínios
carnes e b
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,90 9,26 • • Branco • • •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 2,01 9,80 • • Natural • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,95 14,40 • • Branco • • •
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
82 SÉRIE 800
Flush Grid Nub Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura mínima 4,00 101,6
Incremento de largura 0,66 16,8
Tamanho da abertura 0,15 x 0,90 3,81 x 22,89
(aprox.)
Área aberta 27%
Área de contato do produto 15,3%
Estilo de articulação aberta
Método de acionamento acionamento central
Observações sobre o Produto
 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da
SEÇÃO 2

esteira e o status do estoque antes de projetar uma


transportadora ou pedir uma esteira.
 O espaçamento padrão da protuberância: 1,3 pol. (33 mm).
 O sistema de retenção de varetas sem cabeçote possibilita o
reutilização das mesmas.
 O padrão da protuberância reduz o contato entre a superfície da
esteira e o produto.
 Pode ser montada somente com taliscas Flush Grid Série 800.
 Fabricada em Acetal e Polipropileno.
 Recomendada para produtos grandes o suficiente para cobrir a
distância entre as protuberâncias.
 O padrão da protuberância é contínuo sobre a superfície da
esteira, inclusive sobre as articulações.

2,0" NOM. 2,0" NOM.


Informações Adicionais
800

0,1" (50,8 mm) (50,8 mm)


(2,5 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,725"
(18,4 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
0,413"
(10,5 mm)

Dados da Esteira
Material de Material da BS Resis. da Limites da W Peso da Aprovação das agencias governamentais
Esteira Vareta Padrão Esteiraa temperatura Esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/ FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
m2 (USA) FSIS - Laticíni
Carnes osb
e aves
Polipropileno Polipropileno 800 1190 34 a 220 1 a 104 1,56 7,62 • Branco Branco
Acetal Poliethileno 1000 1490 -50 a 150 -46 a 66 2,36 11,52 • Branco Branco
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,36 11,52 • Branco Branco
Poliethileno Poliethileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,85 9,03 • Natural
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aceitação por parte da USDA Laticínios e MAF requer o uso de um sistema de limpeza no local
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
d Serviço Australiano de Inspeção de Quarentena
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF- Laticínios da Nova Zelândia. A aceitação por parte de MAF requer a utilização de um sistema de limpeza no local.
g MC – Certificado de migração indicando a aprovação para contato com alimentos de acordo com a lei italiana D.M. 21.03.73
SÉRIE 800 83

Embedded Nub Top


pol. mm
Diâm. passo 2,0 50,8
Largura mínima 6,0 152,0
Incrementos de largura 0,66 16,8
Tamanho da abertura (aprox.) - -
Área aberta 0%
Estilo da articulação Aberta
Método de acionamento
Acionamento central

Notas sobre o produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira
e o status do estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir

SEÇÃO 2
uma esteira.
 Não apresenta problemas de desalinhamento ou efeito "aderência-
deslize", mesmo em largas distâncias: a esteira conta com o sistema
Intralox de acionamento na engrenagem, de tração positiva, em lugar
dos não-confiáveis roletes de atrito.
 O gelo não se acumula: o gelo simplesmente é eliminado das
articulações da esteira Intralox, ao passar pelas engrenagens
tracionadas.
 Fácil de manter e de consertar: as esteiras Intralox contam com varas
sem cabeça, reutilizáveis, de fácil remoção, e que podem ser
instaladas com ferramentas mínimas. Desta forma, o usuário pode
trocar módulos individuais em apenas minutos.
 Não requer tensionamento, o que elimina a necessidade de se utilizar
sistemas dispendiosos de tensionamento.
 Baixo custo de construção da transportadora: o recurso de
acionamento na engrenagem da Intralox requer muito menos espaço

800
do que um sistema de roletes, permitindo a construção de valas
rasas e menos dispendiosas.
 Menor custo de substituição da guia de desgaste: os módulos laterais
das esteiras Flat Top evitam a erosão prematura da guia de desgaste
- a superfície lisa apresenta uma largura de 38,1 mm (1,5 pol.) a
partir do bordo exterior.

Informações adicionais 2,0" NOM. 2,0" NOM.


(50,8 mm) (50,8 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,625"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (15,9 mm)

1,313"
(7,9 mm)

Dados da esteira
Material da Material BS Resist. Faixa de W Peso da Aprovação das entidades governamentais
esteira padrão esteiraa temperatura esteir
da vara (contínua)
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pés kg/m °F °C lb./ kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze M f MCg
pés2 (USA) FSIS - Laticí-
Carnes e niosb
Aves
Acetal resis- Polietileno 1000 1490 -50 a 150 -46 to 66 2,78 13,59
tente a raios UV
Acetal resis- Acetal 2500 3713 -50 a 200 -46 to 93 2,78 13,59
tente a raios UV
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aceitação pelo USDA Laticínios e MAF requer o uso de um sistema "limpo no local" (clean-in-place).
c Órgão de Inspeção de Alimentos do Canadá
d Serviço Australiano de Quarentena e Inspeção
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF - Nova Zelândia, Laticínios A aceitação MAF requer o uso de um sistema "limpo no local" (clean-in-place).
g MC - Certificado de Migração, fornecendo aprovação para contato com alimentos, de acordo com a Legislação Italiana D.M. 21.03.73
84 SÉRIE 800
Cone Top™
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 4,00 102
Incrementos de Largura 0,66 16,8
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Superfície superior lisa com bordos completamente nivelados
SEÇÃO 2

e varas recuadas.
 Taliscas e guias laterais padrão disponíveis (sem relevo em
cone).
 O indente padrão dos cones é de (33 mm) 1,3 pol.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto.
Se específicos valores de atrito forem necessários, entre em
contato com o depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.
0,57" NOM.
Informações Adicionais 0,125" (14,5 mm)
R 0,03"
(0,7 mm)
(3,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,438"
0,750"
(11,1 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (19,1 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
2,0" NOM
800

(50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteiraa temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 220 1 a 104 1,84 8,97 • • Branco • • •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 1,93 9,44 • • Natural • • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,84 13,89 • • Branco • • •
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 800 85

Série 800 Open Hinge Cone TopTM


pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima 6,00 152,4
Incrementos da Largura 0,66 16,8
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo da Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Notas sobre o Produto

SEÇÃO 2
 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao Cliente a
medida precisa de largura antes de projetar ou fazer o pedido de
uma esteira.
 A entrada padrão dos cones é 33 mm (1,3 pol.).
 Superfície superior fechada com bordas totalmente lisas e hastes
recuadas.
 O design das articulações, estilo Cam-link, expõe mais a área da
articulação e da haste com o deslocamento da esteira ao redor da
engrenagem. Esta característica exclusiva da Intralox proporciona
acesso excelente para a limpeza desta área.
 Totalmente esculpida com cantos arredondados - sem cavidades ou
ângulos vivos para a captura e retenção de detritos.
 Barra de Acionamento - Da mesma forma que nas esteiras da Série
800 e Série 1800, a barra de acionamento na parte inferior da Open
Hinge Cone Série 800 direciona a água e os detritos para fora da
esteira de forma mais fácil e rápida. A eficácia da barra de

800
acionamento foi comprovada em testes internos e em testes de
campo.
 Taliscas e guias laterais padrão (sem cones) são disponíveis.
 Não recomendada para condições de acumulação. Se forem exigidos
valores, contate o Engenheiro de Vendas da Intralox.
0,125 pol.
Informação Adicional (3,2 mm) 0,57 pol.
(14,5 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,75 pol.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (19,1 mm)

0,438 pol.
(11,1 mm) 2,0 pol. NOM. 2,0 pol. NOM.
(50,8 mm) (50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da Material B Resist. Faixa de W Peso da Aprovação das entidades governamentais
Esteira Padrão da esteiraa Temperatura Esteira
Haste (Contínua)
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pé Kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(EUA FSIS - Laticíniosb
) Carnes
e Aves
Polipropileno Polipropileno 900 1340 34 a 220 1 a 104 1,63 7,96 •
Polipropileno Polietileno 500 740 -50 a 150 -46 a 66 1,70 8,30 •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 2,52 12,3 •
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Aceitação da USDA - Laticínios e MAF requer o uso de sistema de limpeza no local
c Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá
d Serviço de Inspeção e Quarentena Australiano
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF- Laticínios - Nova Zelândia. Aceitação MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
g MC - Certificado de Migração fornece aprovação para contato com alimentos, de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
86 SÉRIE 800
Roller Top
pol. mm
Passo 2,00 50,8
Largura Mínima Observações sobre o
Incrementos de Largura produto
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 3%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Bordos laterais totalmente nivelados com varas recuadas.
SEÇÃO 2

 Esteira resistente ao impacto, projetada para aplicações


agressivas de empacotamento (caixas, embalagens) e baixa
retro tensão.
 Carga de acumulação varia em torno de 5 a 10% da carga de
produto.
 Diâmetro do rolete: (17,8 mm) 0,7 pol. Comprimento do
rolete: (20,9 mm) 0,825 pol.
 Fabricada por encomenda nas larguras de (102 mm) 4 pol,
(152 mm) 6 pol , e (254 mm) 10 pol . A partir de 10
polegadas, a largura pode ser aumentada em incrementos de
(50,8 mm) 2 pol.
 Espaçamento entre roletes de 2 polegadas (50,8 mm).

Informações Adicionais
800

0,75"
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (19 mm) 1,062"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. (27 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 2,00" nom.
(50,8 mm)

Dados da Esteira
Material da Material padrão BS Resist. Limites da W Peso da Aprovação das agências governamentais
esteira da vara esteira a temperatura esteira
Ø 0,24 pol. (contínua)
(6,1 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAd Ae Zf Mg
(EUA) FSIS - laticínios
carnes c
e avesb
Polipropileno Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 2,93 14,34 • •
Polietileno Polietileno 500 750 -50 a 150 -46 a 66 2,99 14,62 • •
Acetal Polietileno 900 1340 -50 a 150 -46 a 66 4,11 20,10 • •
a Ao usar engrenagens de poliuretano, a resistência nominal das esteiras acima de 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) será diminuída para 1.120 kg/m (340,19 kg/pé) e todas as outras esteiras manterão
sua resistência nominal publicada. Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0° F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes sobre a disponibilidade das engrenagens
de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Somente com produtos em caixas ou em embalagens.
c A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
d Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
e Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
f Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
g M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 800 87

Rounded Friction Top


pol. mm
Diâm. passo 2,0 50,8
Largura mínima 8,0 202,8
Incrementos de largura 0,66 16,8
Tamanho da abertura (aprox.) - -
Área aberta 0%
Estilo da articulação Aberta
Método de acionamento
Acionamento central

Notas sobre o produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira e o sta-
tus do estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Não apresenta problemas de desalinhamento ou efeito "aderência-deslize",

SEÇÃO 2
mesmo em largas distâncias: a esteira conta com o sistema Intralox de acio-
namento na engrenagem, de tração positiva, em lugar dos não-confiáveis
roletes de atrito.
 A borracha é incorporada termicamente, o que evitará sua esfoliação:
somente a superfície Friction Top da Intralox é co-moldada (termicamente
incorporada) com uma base plástica, em lugar de colada ou embutida
através de processo mecânico.
 O gelo não se acumula: o gelo simplesmente é eliminado das articulações da
esteira Intralox, ao passar pelas engrenagens tracionadas.
 Fácil de manter e de consertar: as esteiras Intralox contam com varas sem
cabeça, reutilizáveis, de fácil remoção, e que podem ser instaladas com fe-
rramentas mínimas. Desta forma, o usuário pode trocar módulos individuais
em apenas minutos.
 Não requer tensionamento, o que elimina a necessidade de se utilizar siste-
mas dispendiosos de tensionamento.

800
 Baixo custo de construção: o recurso de acionamento na engrenagem da
Intralox requer muito menos espaço do que um sistema de roletes, permi-
tindo a construção de valas rasas e menos dispendiosas.
 Menor custo de substituição da guia de desgaste: os módulos laterais das
esteiras Flat Top evitam a erosão prematura da guia de desgaste - a super-
fície lisa apresenta uma largura de 38,1 mm (1,5") a partir do bordo exterior.

Informações adicionais 2,0" NOM. 2,0" NOM. 2,0" NOM. 0,16"


(50,8 mm) (50,8 mm) (50,8 mm) (4 mm)
 Consulte o "PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTEIRAS", na página 5
do Manual de Engenharia de 2003
 Consulte os "MATERIAIS-PADRÃO DAS ESTEIRAS", na página 16
do Manual de Engenharia de 2003
 Consulte os "MATERIAIS DAS ESTEIRAS PARA APLICAÇÕES 0,47"
0,625"
(11,9 mm)
ESPECIAIS", na página 16 do Manual de Engenharia de 2003 (15,9 mm)

Dados da esteira
Material da Material BS Resist. Faixa de W Peso da Aprovação das entidades governamentais
esteira padrão da esteiraa temperatura esteira
vara (contínua)
Ø 0,24 pol.
(6,1 mm) lb/pés kg/m °F °C lb./ kg/m 2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
pés2 (USA) FSIS - Laticíniosb
Carnes
e Aves
Acetal Acetal 2500 3713 -50 a 150 -46 a 66 2,78 13,59
Resistente a
UV
a A resistência da esteira é dividida por 2 quando o espaçamento da engrenagem for de 6 pol. (15,25 cm).
b A aceitação pelo USDA Laticínios e MAF requer o uso de um sistema "limpo no local" (clean-in-place).
c Órgão de Inspeção de Alimentos do Canadá
d Serviço Australiano de Quarentena e Inspeção
e Ministério da Agricultura e Pesca da Nova Zelândia
f M-MAF - Nova Zelândia, Laticínios A aceitação MAF requer o uso de um sistema "limpo no local" (clean-in-place).
g MC - Certificado de Migração, fornecendo aprovação para contato com alimentos, de acordo com a Legislação Italiana D.M. 21.03.73
88 SÉRIE 800
Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes
Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
Engrenagens por Eixob
pol. mm Soleira Retorno
2 51 1 2 2
4 102 1 2 2
6 152 2 2 2
8 203 2 2 2
10 254 2 3 2
12 305 3 3 2
14 356 3 3 3
16 406 3 3 3
18 457 3 3 3
20 508 5 4 3
24 610 5 4 3
30 762 5 5 4
SEÇÃO 2

32 813 7 5 4
36 914 7 5 4
42 1067 7 6 5
48 1219 9 7 5
54 1372 9 7 6
60 1524 11 8 6
72 1829 13 9 7
84 2134 15 11 8
96 2438 17 12 9
120 3048 21 15 11
144 3658 25 17 13
Para larguras não listadas, use número ímpar de CL CL
800

Espaçamento máximo de Espaçamento máximo de (305 mm)


engrenagensc com espaçamento CL máximo de (229 mm) 9 pol 12 pol.
(152 mm) 6 pol
a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte listada na tabela. Esteiras são disponíveis em larguras com
incrementos de (17 mm) 0,66 pol, inciando com o mínimo de (51 mm) 2 pol. Se a largura atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente INTRALOX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas. Engrenagens de poliuretano requerem espaçamento
mínimo entre linhas de centro de (102 mm) 4 pol.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.

S Fator de Resistência Espaçamento máximo entre engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA kg/m
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, mm
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol.

1050
1200
1350
1500

2250

3000

3600
150

300

450

600

700

900

7.5 190

Todas as demais engrenagens


6.0 150

16T 5.0 130


Engrenagens de poliuretano
V = pés/min (m/min) 12T 100
4.0
L = pés (m) 10T
T = número de dentes
6T 3.0 75
8T
2.0 50
1.7 43
100

200

300

400

500

600
700
800
900
1000

1500

2000

2400

RAZÃO VELOCIDADE / COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA lb/pé
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
SÉRIE 800 89

Dados das Engrenagens EZ-Clean Moldadasa


Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol.b pol. mm mm

6 4,0 102 3,8 97 1,5 38 1,0 1,5 30 40


(13,40%)
8 5,2 132 5,0 127 1,5 38 1,0 1,5 30 40
(7,61%)
10 6,5 165 6,2 157 1,5 38 1,5 40
(4,89%)
12 7,7 196 7,5 191 1,5 38 1,5 40
(3,41%)
16 10,3 262 10,1 257 1,5 38 1,5 40
(1,92%)
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b As dimensões das chavetas para engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de Medidas, e às normas DIN 6885 para o
Sistema Internacional de Medidas (Métrico).

Dados das Engrenagens Moldadasa


Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)

SEÇÃO 2
corda) pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol. pol. mm mm
8 5,2 132 5,0 127 1,5 38 1,5 40
(7,61%)
10 6,5 165 6,2 157 1,5 38 1,5 40
(4,89%)
2,0
2,5 60
12 7,7 196 7,5 191 1,5 38 1,5 40
(3,41%)
2,5 60
16 10,3 262 10,1 257 1,5 38 1,5 40
(1,92%)
2,5 60

a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.

Dados das Engrenagens Bi-partidas Resistentes à Abrasãoa

800
Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo
(ação de passo passo externo externo pol.b mmb Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol. pol. mm mm
8 5,2 132 5,0 127 1,7 43 1,5 40
(7,61%)
2,5 60
10 6,5 165 6,2 157 1,7 43 1,5 40
(4,89%)
2,5 60
12 7,7 196 7,5 191 1,7 43 1,5 40
(3,41%)
2,5 60
16 10,3 262 10,1 257 1,7 43 1,5 40
(1,92%)
2,5 60

a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagem bipartida com placa única disponível com espessura de cubo de (38 mm) 1,5 pol.
90 SÉRIE 800
Dados das Engrenagens EZ-Clean ânguloa
Núm. de Nom. Nom. Nom. Nom. Nom. Nom. Tamanhos de Furos Disponíveis
dentes Diâme- Diâ- Diâ- Diâ- Expes- Expes- DIÂMETRO EXTERNO
(ação de tro de me- metro metro sura sura do Sistema USA Sistema Métrico
corda) Passo tro de exter- Exter- do cubo Redon- Quadra- Redon- Qua-
pol Pas- no pol. no cubo mm
do in.b do em do em drado

DIÂMETRO DO PASSO
so mm pol pol. mmb em mm
mm
10 6,5 165 6,2 157 2,0 50,8 1,5 40
(4,89%)

ESPESSURA DO CUBO

a Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente para informações sobre prazos de entrega.
b As dimensões das chavetas Imperial das engrenagens com furos redondos atendem à norma ANSI B17.1-1967 (R1989) e as dimensões das chavetas no sistema métrico atendem à norma
DIN 6885.

Taliscas Lisasa
SEÇÃO 2

Alturas Disponíveis para


Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
2 51
Polipropileno, Polietileno,
3 76
Acetal, Náilon, Polipropileno Detectávelb
4 102
6 152
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície de suporte do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- A talisca Flat Top é lisa em ambos os lados.
800

- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.


- Uma extensão pode ser soldada em ângulo de 45° para obter-se uma talisca
com inclinação.
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.

Taliscas com Base Flat Top (Não-Aderentes)


Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
Polipropileno, Polietileno,
4 102
Acetal
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície de suporte do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.
SÉRIE 800 91

Taliscas Nub Top


Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol mm
Polipropileno, Polietileno,
4 102
Acetal
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos de projeto.
- Cada talisca eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Moldada
como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.

Talisca com Base Flush Grid (Não-Aderentes)


Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm

SEÇÃO 2
2 51 Polipropileno, Polietileno,
4 102 Acetal
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- Costelas verticais não aderentes em ambos os lados da talisca
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície de suporte do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.
- Não podem ser usadas com a esteira S800 Perforated Flat Top (versão
com fendas com 18% de área aberta).

Taliscas Scoopa
Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis

800
pol. mm
3 76 Polipropileno, Polietileno,
4 102 Acetal, Náilon,
6 152 Polipropilenob Dedector de Metal

Observações:
- Cada talisca eleva-se a partir da superfície superior do módulo de suporte.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.
- Taliscas bucket e taliscas scoop podem ser cortadas e combinadas para
comporem esteiras fabricadas sob medida. Para mais detalhes entre em
contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.
92 SÉRIE 800
Taliscas Bucketa
Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
2,25 57
3 76 Polipropileno, Polietileno,
4 102 Acetal, Polipropilenob Dedector de Metal
6 152
Observações:
- Cada talisca eleva-se a partir da superfície superior do módulo de suporte.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.
- Taliscas bucket e taliscas scoop podem ser cortadas e combinadas para
comporem esteiras fabricadas sob medida. Para mais detalhes entre em
contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente
SEÇÃO 2

b O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.

Taliscas Scoop e Bucket Perfuradas de 3 Peças


Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis
pol mm

4 102 Polipropileno, Polietilenoa, Acetala


Observações:
- As taliscas consistem em três peças: o módulo da base, o acessório e a
haste
- A superfície da talisca possui 30% de área aberta. O tamanho da abertura
800

(aproximado) é de 3,3 mm (0,130 pol) x 70,0 mm (2,40 pol).


- A superfície da esteira possui 0% de área aberta. O Módulo da Base tem
o desenho da S800 Flat Top Open Hinge
- As ranhuras abertas melhoram a drenagem para aplicações íngremes
- O indente mínimo (sem guias laterais) é de 33 mm (1,3 pol).
- As taliscas podem ser cortadas e combinadas para atender esteiras
fabricadas sob medida. Para mais detalhes entre em contato com o
Serviço de Atendimento ao Cliente.
- Não se destina ao uso com S800 Perforated Flat Top (versão com
ranhuras com 18% de área aberta) e S800 Flush Grid Nub Top.
- O perfil da talisca possui uma folga de 6,9 mm (0,27 pol) entre a superfície
superior da esteira e a superfície inferior do painel lateral do bucket.
a Para mais detalhes sobre a disponibilidade, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.

Combinação de Taliscas Bucket e Taliscas Scoop

Taliscas bucket de (152 mm) 6 pol Taliscas bucket e taliscas scoop de Taliscas bucket e taliscas scoop Taliscas bucket e taliscas scoop
com indente (76 mm) 3 pol, sem indente de (102 mm) 4 pol, sem indente de (152 mm) 6 pol, sem indente
Observações:
- Taliscas bucket e taliscas scoop podem ser cortadas e combinadas para comporem esteiras fabricadas sob medida. Para mais detalhes
entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
SÉRIE 800 93

Taliscas Resistentes ao Impacto


Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
Acetal
2 51
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- Cada talisca eleva-se a partir da superfície superior do módulo de suporte.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.

Taliscas Resistentes a Impacto Open Hinge


Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis

SEÇÃO 2
pol. mm
4 102 Polipropileno, Polietileno, Acetal
Observações:
- Cada talista eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Não são
necessários fixadores.
- O indente mínimo (sem guias laterais) é de 33 mm (1,3 pol).
- Altura padrão de 102 mm (4 pol), podendo ser cortada para adequar-se à
aplicação.

Guias Laterais

800
Tamanhos Disponíveis
Materiais Disponíveis
pol. mm
2 51
Polipropileno, Polietileno,
3 76
Acetal, Polipropileno Dedector de Metala
4 102
Observações:
- Guias laterais têm sobreposição padrão e são parte integrante da esteira.
- Fixação através das juntas de articulação.
- O indente mínimo é de (33 mm) 1,3 pol.
- A folga padrão entre a guia lateral e a borda da talisca é de (8 mm) 0,3 pol.
- Ao deslocarem-se em torno de engrenagens de 6 e 8 dentes, a parte superior das
guias laterais afastam-se criando uma abertura que pode facilitar a queda de
pequenos produtos. Esse problema pode ser evitado se engrenagens de 10, 12, e
16 dentes forem usadas uma vez que as guias laterais permanecem completamente
fechadas ao se deslocarem em torno dessas engrenagens.

a O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.
94 SÉRIE 800
Guias laterais moldadas
Tamanhos disponíveis
Materiais Disponíveis
pol mm
Polipropileno, Polietileno,
4 102
Acetal, Polipropileno Detectávela
Observações:
- Moldada como uma parte integral da esteira, não sendo requerido
fixadores.
- Parte da linha de produtos EZ Clean da Intralox.
- Altura padrão de 102 mm (4 pol), podendo ser cortada para adequar-se à
aplicação.
- Guias laterais de superposição completamente abertas ao se deslocarem
em torno da engrenagem, permitindo maior acesso durante a limpeza.
a O Polipropileno Detectável pode ser detectado por equipamentos detetores de metal. Teste do material no detetor de metais disponível no local de produção é o melhor método para
determinação da sensibilidade do equipamento de detecção.

Área da Seção Transversal das Taliscas Scoop e Bucket para Inclinação


Vertical
SEÇÃO 2

pol. mm pol.2 mm2


Nota: O espaçamento mínimo entre as linhas de canecas é de (152 mm) 6 pol para
canecas de (152 mm) 6 pol, e (102 mm) 4 pol para todos os outros tamanhos de
Altura da Talisca (Scoop) Área canecas.

3 76 4,3 2774 ALTURA


R 0,1"
4 102 6,0 3871 (2,5 mm)

6 152 9,5 6129


0,5" 0,3"
Altura da Caneca (Bucket) Área (12,7 mm)
ÁREA (7,6 mm)
2"
(50,8 mm)
2,25 57 2,3 1484 R 1,0"
(25,4 mm)
3,00 76 3,31 2135
4,00 102 4,68 3019
6,00 152 7,45 4806
800
SÉRIE 800 95

Dimensões da Estrutura da Transportadora


Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A± 0,031 pol. (1 mm) Consulte as páginas 247


B± 0,125 pol. (3 mm) para descrição completa
C± (Máx) das dimensões listadas.
E± (Mín)

Descrição das
A B C E
Engrenagens
Diâmetro do

SEÇÃO 2
Núm. de Extensão (base ao topo)
Passo pol. mm pol. mm pol. mm
Dentes
pol. mm pol. mm
SÉRIE 800 FLAT TOP, OPEN HINGE FLAT TOP, FLAT TOP PERFURADA, FLAT TOP PERFURADA 29S, FLUSH GRID,
MESH TOP, MINI RIB, NUB TOP EMBUTIDA
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 2,20 56 4,10 104 2,38 60
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 2,60 66 5,30 135 2,99 76
6,5 165 10 2,77-2,92 70-74 3,00 76 6,50 165 3,61 92
7,7 196 12 3,42-3,55 87-90 3,00 76 7,90 201 4,24 108
10,3 262 16 4,72-4,81 120-122 3,20 81 10,20 259 5,50 140
SÉRIE 800 NUB TOP, FLUSH GRID NUB TOP
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 1,73 44 4,10 104 2,48 63

800
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 1,98 50 5,33 135 3,09 78
6,5 165 10 2,77-2,92 70-74 2,18 55 6,57 167 3,71 94
7,7 196 12 3,42-3,55 87-90 2,43 62 7,83 199 4,34 110
10,3 262 16 4,72-4,81 120-122 2,88 73 10,35 263 5,60 142
SÉRIE 800 CONE TOP
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 1,73 44 4,13 105 2,50 64
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 1,98 50 5,35 136 3,11 79
6,5 165 10 2,77-2,92 70-74 2,18 55 6,60 168 3,74 95
7,7 196 12 3,42-3,55 87-90 2,43 62 7,85 199 4,36 111
10,3 262 16 4,72-4,81 120-122 2,88 73 10,38 264 5,63 143
SÉRIE 800 ROLLER TOP
4,0 102 6 1,42-1,69 36-43 1,73 44 4,44 113 2,81 71
5,2 132 8 2,10-2,30 53-58 1,98 50 5,66 144 3,43 87
6,5 165 10 2,77-2,92 70-74 2,18 55 6,91 176 4,05 103
7,7 196 12 3,42-3,55 87-90 2,43 62 8,17 207 4,68 119
10,3 262 16 4,72-4,81 120-122 2,88 73 10,69 272 5,94 151
SÉRIE 800 CONE TOP OPEN HINGE
4.0 102 6 1.42-1.69 36-43 1.73 44 4.13 105 2.50 64
5.2 132 8 2.10-2.30 53-58 1.98 50 5.35 136 3.11 79
6.5 165 10 2.77-2.92 70-74 2.19 56 6.59 167 3.74 95
7.7 196 12 3.42-3.55 87-90 2.43 62 7.85 199 4.36 111
10.3 262 16 4.72-4.81 120-122 2.88 73 10.37 263 5.63 143
SÉRIE 800 ROUND FRICTION TOP
6.5 165 10 2.77-2.92 70-74 2.18 55 6.63 168 3.77 96
7.7 196 12 3.42-3.55 87-90 2.43 62 7.89 200 4.40 112
10.3 262 16 4.71-4.81 120-122 2.88 73 10.41 264 5.66 144
96 SÉRIE 800
Folga da Placa Morta
Quando houver um ponto de transferência de produtos para fora da
FOLGA DA PLACA
esteira sem que haja um pente de transferência para uma placa morta, uma *SUPERFÍCIE SUPERIOR MORTA
folga entre as superfícies de transferência deve ser prevista para acomodar DA PLACA MORTA
a ação de corda da esteira. Quando a esteira engata-se nas engrenagens, a
ação de corda faz com que os módulos desloquem-se em relação a um * *OBSERVAÇÃO:
ponto fixo, a quina superior da placa morta, com afastamentos variáveis. Tipicamente, na
transferência de produtos
Assumindo-se que a quina inferior da placa morta faz contato com o ponto para a esteira, a superfície
mais elevado do módulo sendo articulado, a tabela abaixo lista o menor superior da placa morta fica
(0,8 mm) 0,031 pol acima
afastamento que deve ocorrer no ponto mais baixo do mesmo módulo. da superfície da esteira,
Em algumas aplicações pode ser desejável manter-se a quina da placa enquanto na transferência
de produtos para fora da
morta em contato com a esteira ao invés de permitir-se uma folga. Isto esteira a superfície
superior da placa morta fica
pode ser obtido articulando-se o perfil de suporte da placa morta, (0,8 mm) 0,031 pol abaixo
permitindo-se o movimento da placa na passagem dos módulos. Todavia, da superfície da esteira.
essa configuração propicia um leve movimento oscilatório que poderá
gerar problemas de tombamento de recipientes e produtos sensíveis.

Descrição das Engrenagens Folga


SEÇÃO 2

Diâmetro de Passo
Núm. de Dentes pol. mm
pol. mm
4,0 102 6 0,268 6,8
5,2 132 8 0,200 5,1
6,5 165 10 0,158 4,0
7,7 196 12 0,132 3,4
10,3 262 16 0,098 2,5
800
S érie 900
SÉRIE 900 97

Open Grid
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
(aproximado)
Área Aberta 38%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 O perfil transversal elevado da esteira (4,8 mm -1/8 pol)

SEÇÃO 2
auxilia a movimentação de produtos em aclives e declives.
 Ampla superfície de área aberta propicia excelente
drenagem.
 O indente normal da elevação na superfície da esteira é de
(6 mm) 0,25 pol.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto.
Se específicos valores de atrito forem necessários, entre em
contato com o depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.

Informações Adicionais 1,07" 1,07" 1,07" 1,07"


0,188"
(4,8 mm)
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

900
0,360"
0,532"
(9,1 mm)
(13,5 mm)

Dados da Esteira
Material da Esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA c Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,81 3,95 • • •
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 0,84 4,09 • • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,26 6,14 • • •

Acetalg Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,26 6,14 • • •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
g Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações sob baixas temperaturas submetidas a impacto, e parada ou partida abrupta. Para essas condições, a resistência nominal da
esteira deve ser reduzida.
98 SÉRIE 900
Flush Grid
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
(aproximado)
Área Aberta 38%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
SEÇÃO 2

 Projeto com superfície superior aberta e lisa com bordos


completamente nivelados.
 Oferece excelente movimento lateral para recipientes.
 Taliscas e guias laterais disponíveis.
 Esteiras em Nailon HR utilizam varetas curtas para manter as
varas de articulação no lugar. As varetas são do mesmo
material do que as varas principais.

Informações Adicionais 0,172" 0,344"


1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
(4,4 mm) (8,7 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
900

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/p² kg/m² FDA USDA- USDA CFA c Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,76 3,70 • • • •
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 0,81 3,96 • • • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,15 5,62 • • •
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,15 5,62
FR-TPES Polipropileno 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,19 5,81
Náilon HR FDA Náilon FDA 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,10 5,40 •
Náilon HR não Náilon não FDA 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,10 5,40
FDA
Acetalg Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,15 5,62 • • •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 ° C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
g Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações sob baixas temperaturas submetidas a impacto, e parada ou partida abrupta. Para essas condições, a resistência nominal da
esteira deve ser reduzida.
SÉRIE 900 99

Mold to Width Flush Grid


pol. mm
Passo 1,07 27,2
3,25 83
4,50 114
Larguras Modeladas
7,50 191
- 85
Tamanho de Abertura 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
(aproximado)
Área Aberta 38%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar

SEÇÃO 2
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Abas de alinhamento proporcionam alinhamento lateral.
 As esteiras da Série 900 Mold to Width são disponíveis
apenas em caixas com incrementos de (3.05 m) 10 pés.
 Esteiras MTW com largura de (83 mm) 3,25 pol e 85 mm
necessitam apenas de uma engrenagem ao longo da 0,344"
(8,7 mm)
extensão transversal. Para larguras MTW de (114 mm) 4,5 0,313" 1,308"
pol e (191 mm) 7,5 pol. podem ser usadas respectivamente (8 mm) (33,2 mm)
até 3 e 5 engrenagens. 1,688" (42,9 mm)
 As esteiras da Série 900 Mold to Width não devem ser
Mold to Width Flush Grid Série 900
usadas com engrenagens de diâmetro de passo inferiores a
(89 mm) 3,5 pol. -10 dentes.

Informações Adicionais

900
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. DIREÇÃO
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. PREFERENCIAL
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. DO PERCURSO

3,340" (84,85 mm)


0,344"
(8,7 mm)
0,245"
1,177" (6,2 mm)
(29,9 mm)
1,657" (42,1 mm)
Série 900 Flush Grid 85 mm Mold to Width

Dados da Esteira
Largura da esteira Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências
da vara da esteiraa (contínua) esteira governamentais
Ø 0,18 pol.
polegada mm (4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA
(EUA)
3,25 83 Polipropileno Náilon 130 59 34 a 220 1 a 104 0,31 0,46 •
3,25 83 Acetal Náilon 250 113 -50 200 -46 a 93 0,42 0,62 •
4,50 114 Polipropileno Náilon 263 120 34 a 220 1 a 104 0,39 0,58 •
4,50 114 Acetal Náilon 555 252 -50 200 -46 a 93 0,54 0,80 •
7,50 191 Polipropileno Náilon 438 199 34 a 220 1 a 104 0,59 0,88 •
7,50 191 Acetal Náilon 800 363 -50 200 -46 a 93 0,85 1,26 •
85 Acetal Náilon 275 125 -50 200 -46 a 93 0,38 0,57 •
a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
100 SÉRIE 900
ONEPIECE™ Live Transfer Flush Grid
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 4,70 119,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
(aproximado)
Área Aberta 38%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento
Acionamento Central

Observações sobre o Produto Esteira com dupla aba de alinhamento de 152 mm (6,0 pol)
6.0"
 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da (152 mm)
esteira e o status do estoque antes de projetar uma
3.763"
transportadora ou pedir uma esteira. 0.344" (95,6 mm)
 O bordo de transferência é parte integrante da esteira. (8,7 mm)

 Para esteiras com largura sob medida favor contatar o Serviço de


Atendimento ao Cliente.
SEÇÃO 2

 Abas de alinhamento moldadas encaixam-se nas guias de desgaste 0.313"


(7,9 mm)
padrão de (44,5 mm) 1-3/4 pol proporcionando alinhamento
1.6875"
adequado da esteira. (42,9 mm)
 Montadas com varas em náilon para maior resistência ao desgaste.
 Para os cálculos da resistência da esteira, substraia 38 mm (1,5 pol).
 Também disponível em uma esteira larga com aba de alinhamento única de Esteira com aba de alinhamento única de 119 mm (4,7 pol)

119 mm (4,7 pol) e em uma esteira larga com aba de alinhamento dupla de 4.7"
(119,0 mm)
(152 mm) (6 pol).
 Na condução de produtos da esteira de transferência para a esteira
3.080"
de recolhimento, a superfície superior da esteira de transferência (78.2 mm))
deve estar (1,5 mm) 0,06 pol acima da superfície superior da esteira
de recolhimento. Quando o produto é conduzido da esteira de 0.344"
0.313"
(8,7 mm)
alimentação para a esteira de transferência, as superfícies das 0.350" (7,9 mm)
(8,9 mm)
esteiras devem estar niveladas.
900

 Pode haver a necessidade de incluir-se um elemento fixo de


suporte, imediatamente anterior ao ponto de transferência, sob a
estrutura da esteira ONEPIECE™ Live Transfer. Este procedimento
evitará que a esteira ceda na linha de interseção com a esteira de
recolhimento. A título de ilustração, veja figura 3-31 na página 263. 0,344" 4,45" 0,70"
 As esteiras da Série 900 ONEPIECE™ Live Transfer não devem (8,7 mm) (113,0 mm) (17,8 mm)
ser usadas com engrenagens de diâmetro de passo inferiores a (89
mm) 3,5 pol -10 dentes.
Informações Adicionais 0,313"
(7,9 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 1 11/16"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (42,9 mm)
3,57"
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (90,7 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA c Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Náilon 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,54 •
Acetal Náilon 1480 2200 -50 200 -46 a 93 1,15 5,62 • Azul
FR-TPES Náilon 1000 1490 40 a 180 7 a 82 1,63 7,95

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 900 101

Raised Rib
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
(aproximado)
Área Aberta 38%
Área de Contato com o 35%
Produto
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar

SEÇÃO 2
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 As costelas elevam-se (4,7 mm) 3/16 pol acima da superfície
do módulo, e os bordos são totalmente nivelados.
 Pode ser usada com Pentes de Transferência, eliminando
tombamento e enganchamento de produtos.
 O Náilon HR é usado em aplicações secas sob temperaturas
elevadas.
 Esteiras em Nailon HR utilizam varetas curtas para manter as
varas de articulação no lugar. As varetas são do mesmo
material do que as varas principais.

Informações Adicionais
1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,391"
0,563"

900
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (9,9 mm)
(14,3 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFA c Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticínios b
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 1,07 5,21 • • •
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,14 5,57 • • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,68 8,19 • • •
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,68 8,19
Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 1,60 7,80 •
Náilon HR não Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,60 7,80
FDA
Acetalg Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,68 8,19 • • •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
g Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
102 SÉRIE 900
Mold to Width Raised Rib
pol. mm
Passo 1,07 27,2
1,1 29,0
Larguras Modeladas 1,5 37,0
(Blue Acetal) 1,8 46,5
2,2 55,0
Tamanho de Abertura
(aproximado) 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
Área Aberta 38% - 40%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da
SEÇÃO 2

esteira e o status do estoque antes de projetar uma


transportadora ou pedir uma esteira.
 As esteiras da Série 900 Raised Rib Mold To Width são
disponíveis em caixas com incrementos de 10 pé. (3,05 m).
 A estabilidade de caixas ou recipientes é aumentada com as
costelas distribuídas ao longo da largura da esteira.
 Essas esteiras suportam produtos pequenos ou grandes, permitindo
a alteração fácil do tipo do produto.
 A esteira de 46,5 mm (1,8 pol) também é moldade em polipropileno
cinza para aplicações que necessitem de atrito elevado.
 Todas as esteiras vêm com varetas de náilon padrão, fornecendo
maior durabilidade.
 A tolerância na largura das esteiras Série 900 Raised Rib Mold To
Width é +0,000/-0,020 pol. (+0,000/-0,500 mm).
900

Informações Adicionais 0,39"


1,07" 1,07" 1,07"
(9,9 mm) 1,07"
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,56"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (14,3 mm)

 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Largura da esteira Material da Material padrão BS Resistência da Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências
esteira da vara esteiraa (contínua) esteira governamentais
Ø 0,18 pol.
polegada mm (4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA
(EUA)
1,1 29 Acetal Náilon 140 64 -50 a 200 -46 a 93 0,19 0,289 •
1,5 37 Acetal Náilon 200 91 -50 a 200 -46 a 93 0,23 0,35 •
1,8 46,5 Acetal Náilon 230 104 -50 a 200 -46 a 93 0,29 0,43 •
1,8 46,5 Polipropileno Náilon 90 41 34 a 220 1 a 104 0,19 0,28 •
2,2 55 Acetal Náilon 200b 91b -50 a 200 -46 a 93 0,34 0,50 •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b 270 lb (122 kg) para 2,2 in. (55 mm) com duas (2) engrenagens.
SÉRIE 900 103

Flat Top
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Superfície superior lisa fechada, bordos completamente
nivelados, e varas recuadas.
 Ideal para manuseio de recipientes, especialmente vidros.
 O Náilon HR é usado em aplicações secas sob temperaturas
elevadas.
 Esteiras em Nailon HR utilizam varetas curtas para manter as
varas de articulação no lugar. As varetas são do mesmo
material do que as varas principais.

Informações Adicionais
0,213" 1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
(5,4 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,384"
(9,8 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

900
Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) FSIS - laticíniosb
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,96 4,69 • •
Polietileno Polietileno 350 520 -50 a 150 -46 a 66 1,01 4,95 • •
Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,50 7,30 •
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,50 7,30
Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 17,30 6,80 •
Náilon HR não Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 1,40 6,80
FDA
Acetalg Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,50 7,30 •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
g Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira
104 SÉRIE 900
Mold to Width Flat Top
pol. mm
Passo 1,07 27,2
3,25 83
4,50 114
Larguras Modeladas
7,50 191
- 85
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
SEÇÃO 2

uma transportadora ou pedir uma esteira.


 Bordos totalmente nivelados.
 Abas de alinhamento proporcionam alinhamento lateral.
 As esteiras da Série 900 Mold to Width são disponíveis
apenas em caixas com incrementos de (3,05 m) 10 pés.
 As esteiras MTW de 83 mm (3,25 pol) e de (85 mm)
0,384"
acomodam apenas uma engrenagem ao longo de suas (9,8 mm)
respectivas extensões transversais. A esteira MTW de 0,313"
1,308"
(114 mm) 4,5 pol acomoda até 3 engrenagens, enquanto a (8 mm)
(33,2 mm)
esteira MTW de (191 mm) 7,5 pol pode acomodar até 5 1,688" (42,9 mm)
engrenagens.
Mold to Width Flat Top Série 900
 As esteiras da Série 900 Mold to Width não devem ser
usadas com engrenagens de diâmetro de passo inferiores a
(89 mm) 3,5 pol -10 dentes.
900

Informações Adicionais
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. DIREÇÃO
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. PREFERENCIAL
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. DO PERCURSO

3,340" (84,9 mm)

0,384"
(9,8 mm) 0,245"
1,177"
(6,2 mm)
(29,9 mm)
1,657" (42,1mm)
Série 900 Flat Top 85 mm Mold to Width

Dados da Esteira
Largura da esteira Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências
da vara da esteiraa (contínua) esteira governamentais
Ø 0,18 pol.
polegada mm (4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA
(EUA)
3,25 83 Polipropileno Náilon 130 59 34 a 220 1 a 104 0,37 0,55 •
3,25 83 Acetal Náilon 250 113 -50 200 -46 a 93 0,52 0,77 •
4,50 114 Polipropileno Náilon 263 120 34 a 220 1 a 104 0,52 0,77 •
4,50 114 Acetal Náilon 555 252 -50 200 -46 a 93 0,74 1,10 •
7,50 191 Polipropileno Náilon 438 199 34 a 220 1 a 104 0,83 1,24 •
7,50 191 Acetal Náilon 800 363 -50 200 -46 a 93 1,18 1,76 •
85 Acetal Náilon 500 227 -50 200 -46 a 93 0,50 0,74 •
a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
SÉRIE 900 105

ONEPIECE™ Live Transfer Flat Top


pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 4,70 119,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central
Observações sobre o Produto
 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira e o
status do estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir uma
Esteira com dupla aba de alinhamento de 152 mm (6,0 pol)
esteira.
 O bordo de transferência é parte integrante da esteira. 6.0"
(152 mm)
 Para esteiras com largura sob medida favor contatar o Serviço de
Atendimento ao Cliente.

SEÇÃO 2
3.763"
 Abas de alinhamento moldadas encaixam-se nas guias de desgaste padrão 0.384"
(9,8 mm)
(95,6 mm)

de (44,5 mm) 1-3/4 pol proporcionando alinhamento adequado da esteira.


 Montadas com varas em náilon para maior resistência ao desgaste.
 Também disponível em uma esteira larga com aba de alinhamento única de
(119 mm) 4,7 pol e em uma esteira larga com aba de alinhamento dupla de 0.313"
(7,9 mm)
(152 mm) 6 pol.
1.6875"
 Na condução de produtos da esteira de transferência para a esteira de (42,9 mm)
recolhimento, a superfície superior da esteira de transferência deve estar
(1,5 mm) 0,06 pol acima da superfície superior da esteira de recolhimento. Esteira com aba de alinhamento única de 119 mm (4,7 pol)
Quando o produto é conduzido da esteira de alimentação para a esteira de 4.7"
transferência, as superfícies das esteiras devem estar niveladas. (119,0 mm)

 Pode haver necessidade de incluir-se um elemento fixo de suporte,


imediatamente anterior ao ponto de transferência, sob a estrutura da esteira 3.080"
(78,2 mm)
ONEPIECE™ Live Transfer. Este procedimento evitará que a esteira ceda
na linha de interseção com a esteira de recolhimento. A título de ilustração,

900
veja figura 3-31 na página 263. 0.384"
 As esteiras da Série 900 ONEPIECE™ Live Transfer não devem ser (9,8 mm) 0.313"
(7,9 mm)
usadas com engrenagens de diâmetro de passo inferiores a (89 mm) 3,5 pol 0.350"
(8.9 mm))
-10 dentes.

Informações Adicionais 4,45"


0,384" (113,0 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (9,8 mm) 0,70"
(17,8 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 0,313"
(7,9 mm)

1 11/16"
(42,9 mm)
3,57"
(90,7 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agências governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA-FSIS - USDA CFA c Ad Ze Mf
(EUA) carnes e aves laticínios b

Polipropileno Náilon 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,54 •

Acetal Náilon 1480 2200 -50 200 -46 a 93 1,50 7,30 •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
106 SÉRIE 900
Perforated Flat Top
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta Veja observações sobre o
produto
Estilo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
SEÇÃO 2

 Tamanhos de furos disponíveis:


 1/8 pol. (3,2 mm) -5,1% de área aberta
 5/32 pol. (4,0 mm) -6,4% de área aberta
 3/16 pol. (4,8 mm) -7,9% de área aberta
 Independentemente do diâmetro dos furos, a área aberta na
articulação é de 2,8%.
 Projetada para aplicações com transferências a vácuo, tem
superfície inferior escalonada reduzindo bloqueios na soleira.
 Todos os furos têm borda superior arredondada,
R 0,020 pol.
proporcionando operação silenciosa com bom desempenho a (0,51 mm)
vácuo.
 Outros padrões e dimensões de furos podem ser criados
perfurando-se as esteiras Série 900 Flat Top.
DETALHE DO FURO
 Para aplicações expostas à temperaturas elevadas use
900

engrenagens bipartidas de aço inoxidável.


 Esteiras em Nailon HR utilizam varetas curtas para manter as 0,213" 1,07" 1,07" 1,07" 1,07" 0,384"
varas de articulação no lugar. As varetas são do mesmo (5,4 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (9,8 mm)
material do que as varas principais.

Informações Adicionais
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da esteira W Peso da W Peso da Aprovação das
da vara da esteiraa (contínua) 1/8 pol. esteira esteira agências
Ø 0,18 pol. 5/32 pol. 3/16 pol. governamentais
(4,6 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² lb/pé² kg/m² lb/pé² kg/m² FDA
(EUA)
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 – – 0,93 4,54 – – •

Polietileno Polietileno 350 520 -100 a 150 -73 a 66 – – 0,98 4,79 – – •

Acetal Polipropileno 1480 2200 34 a 200 1 a 93 1,48 7,23 1,46 7,11 1,43 6,98 •

Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 – – 1,46 7,11 – –

FR-TPES Polipropileno 750 1120 40 a 180 7 a 82 – – 1,59 7,76 – –

FDA HR Náilon Náilon 1200 1790 -50 a 240 -46 a 116 – – 1,40 6,80 – – •

Náilon HR FDA Náilon 1200 1790 -50 a 310 -46 a 154 – – 1,40 6,80 – –

Acetalb Polietileno 1000 1490 -50 a 70 -46 a 41 1,48 7,23 1,46 7,11 1,43 6,98 •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira. Furos de (3,2 mm) 1/8 pol e (4,8 mm) 3/16 pol são disponíveis apenas para esteiras em acetal.
SÉRIE 900 107

Mesh Top
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 2,00 51,0
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Tamanho de Abertura 0,05 x 0,31 1,3 x 7,9
(aproximado)
Área Aberta 24%
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionamento Central

Observações sobre o Produto SUPERFÍCIE


SUPERIOR

 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura


exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Bordos totalmente nivelados com varas recuadas.
 Ideal no processamento de frutas e vegetais, especialmente
para produtos com talos e aplicações que envolvem
processos de desidratação.

SUPERFÍCIE INFERIOR

Informações Adicionais
0,213" 1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
(5,4 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,384"
(9,8 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

900
Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Limites da temperatura W Peso da Aprovação das agêencias governamentais
da vara da esteiraa (contínua) esteira
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA USDA-FSIS - USDA CFAc Ad Ze Mf
(EUA) carnes e aves laticíniosb
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,55 •

Polietileno Polietileno 350 520 -100 a 150 -73 a 66 0,99 4,84 •

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 ° C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
b A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
d Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
108 SÉRIE 900
Intralox® Diamond Friction Top
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima (DFT) 2,3 58,4
Largura Mínima (DFT Ultra) 3,0 76,2
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento
Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da esteira
e o status do estoque antes de projetar uma transportadora ou pedir
uma esteira.
 Disponível em Diamond Friction Top (DFT) e Diamond Friction Top
Ultra (DFT Ultra) (maior concentração de borracha).

SEÇÃO 2

Os materiais brancos de fricção atendem às especificações do FDA para


uso em aplicações de processamento e embalagem de alimentos.
 Os módulos com dois tipos de borracha oferecem uma superfície de alto
atrito sem interferir com as soleiras e engrenagens.
 Módulos disponíveis em polipropileno cinza com borracha preta,
polipropileno branco com borracha branca, e polietileno natural com
borracha branca.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto. Se
específicos valores de atrito forem necessários, entre em contato com o
depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.
 Diamond Friction Top contém aproximadamente 17% a 45% de
borracha, dependendo da largura. Diamond Friction Top Ultra contém
52% a 100% de borracha.
 Módulos com superfície em borracha preta têm dureza de 45 Shore A.
Módulos com superfície em borracha branca têm dureza de 56 Shore A.
 Adotando-se uma configuração de acionamento central, pode ser
necessária a colocação de colares de retenção lateral na extremidade do
900

rolete de retrotensão anterior ao acionamento. Varas antiabrasivas devem


ser usadas.
 Temperatura, condições ambientais e características do produto afetam o
ângulo efetivo máximo em inclinações. Considere esses fatores quando
projetando um sistema transportador com essas esteiras.
 O indente mínimo é de 1 polegada (25 mm).

Informações Adicionais 0,224"


1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
(5,7 mm)
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,421"
0,593"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (10,7 mm)
(15 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência da Limites da temperatura W Peso da esteira Aprovação das agências
da vara esteiraa (contínua) governamentais
Ø 0,18 pol. (4,6 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA (EUA)
Polipropileno (DFT) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,10 5,40 Branco

Polipropileno (DFT Ultra) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,40 6,80 Branco

Polietileno (DFT) Polietileno 350 520 -50 a 120 -46 a 49 1,20 5,90 Branco

Polietileno (DFT Ultra) Polietileno 350 520 -50 a 120 -46 a 49 1,50 7,30 Branco

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1,637 kg/m (1,100 lb/ft) serão classificadas para 1,637 kg/m (1,100 lb/pé) ao usar engrenagens com furo de 60 mm (2,5 pol). Todas
as outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes
sobre a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
SÉRIE 900 109

Friction Top Quadrada


pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura mínima (SFT) 2,3 58,4
Largura mínima (SFT Ultra) 3,0 76,2
Incrementos de largura 0,33 8,4
Área aberta 0%
Estilo de articulação Aberta
Método de acionamento Acionamento central
Observações sobre o Produto
 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da
esteira e o status do estoque antes de projetar uma
transportadora ou pedir uma esteira.
 Disponível em Friction Top Quadrada (SFT) e Friction Top Quadrada
Ultra (SFT Ultra) (concentração de borracha mais elevada).

SEÇÃO 2
 Os módulos de borracha feitos de dois materiais proporcionam uma
superfície de elevado atrito, sem que ocorra interferência com as soleiras
e engrenagens.
 Disponível em borracha preta em polipropileno cinza e borracha branca
em polipropileno branco. Entre em contato com o Serviço de
Atendimento ao Cliente para informações sobre prazos de entrega para
borracha branca.
 Não recomendada para uso em condições de acumulação. Se for
necessário conhecer os valores de atrito entre a esteira e o produto,
entre em contato com a Engenharia de Vendas da Intralox.
 Os módulos superiores de borracha preta possuem uma dureza de 45
Shore A.
Os módulos superiores de borracha branca possuem uma dureza de 56
Shore A
 Se for utilizada uma montagem de acionamento central, possivelmente
será necessário a colocação de aros para reter lateralmente a esteira
junto ao rolete de retroversão antes do acionamento. São necessárias

900
também hastes resistentes à abrasão.
 As condições de temperatura e de ambiente, assim como as
características do produto afetam o grau de inclinação máximo efetivo. É
necessário levar estes itens em consideração quando for projetar os
sistemas de transporte utilizando estas esteiras.
 O indente mínimo é de 1 polegada (25 mm).

Informações Adicionais 0,20" NOM.


1,07" NOM. 1,07" NOM. 1,07" NOM. 1,07" NOM. (5,1 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 0,40"
(10,1 mm) 0,57"
(14,4 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material de Resistência da Intervalo de W Peso da Esteira Aceitabilidade por
haste padrão Esteiraa Temperatura Agência Governamental
Ø 0,18 pol. BS (contínua) FDA (EUA)
(4,6 mm)
Libra/pé kg/m °F °C Libra/pé2 kg/ m2 FDA
(EUA)
Polipropileno (SFT) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,20 5,86 branco
Polipropileno (SFT Ultra) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,50 7,32 branco
a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1,637 kg/m (1,100 lb/ft) serão classificadas para 1,637 kg/m (1,100 lb/pé) ao usar engrenagens com furo de 60 mm (2,5 pol). Todas
as outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes
sobre a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
110 SÉRIE 900

Intralox® Flat Friction Top


pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima (FFT) 2,3 58,4
Largura Mínima (FFT Ultra) 3,0 76,2
Incrementos de Largura 0,33 8,4
Estilo de Articulação Aberta
Método de Acionamento
Acionamento Central

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura exata da
esteira e o status do estoque antes de projetar uma
transportadora ou pedir uma esteira.
SEÇÃO 2

 Temperatura, condições ambientais e características do produto


afetam a inclinação nominal máxima em gráus (°). Esses fatores
devem ser levados em consideração no projeto de transportadores
utilizando essas esteiras.
 Disponível em Diamond Friction Top (DFT) e Diamond Friction
Top Ultra (DFT Ultra) (maior concentração de borracha).
 Os materiais brancos de fricção atendem às especificações do FDA
para uso em aplicações de processamento e embalagem de
alimentos.
 Os módulos com dois tipos de borracha oferecem uma superfície de
alto atrito sem interferir com as soleiras e engrenagens.
 Módulos disponíveis em polipropileno cinza com borracha preta,
polipropileno branco com borracha branca, e polietileno natural com
borracha branca.
 Não recomendada sob condições de acumulação de produto. Se
específicos valores de atrito forem necessários, entre em contato
900

com o depto. de Engenharia de Vendas da Intralox.


 Diamond Friction Top contém aproximadamente 17% a 45% de
borracha, dependendo da largura. Diamond Friction Top Ultra
contém 52% a 100% de borracha.
 Módulos com superfície em borracha preta têm dureza de 45 Shore
A. Módulos com superfície em borracha branca têm dureza de 56
Shore A.
 Adotando-se uma configuração de acionamento central, pode ser
necessária a colocação de colares de retenção lateral na
extremidade do rolete de retrotensão anterior ao acionamento. Varas
antiabrasivas devem ser usadas.
 Temperatura, condições ambientais e características do produto
afetam o ângulo efetivo máximo em inclinações. Considere esses
fatores quando projetando um sistema transportador com essas
esteiras.
 O indente mínimo é de 1 polegada (25 mm).

Informações Adicionais 0,347"


1,07" 1,07" 1,07" 1,07"
0,150"
(3,8 mm)
(8,8 mm)
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26.
0,532"
(13,2 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência da Limites da temperatura W Peso da esteira Aprovação das agências
da vara esteiraa (contínua) governamentais
Ø 0,18 pol. (4,6 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé² kg/m² FDA (EUA)
Polipropileno (FFT) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,10 5,40 Branco
Polipropileno (FFT Ultra) Polipropileno 1000 1490 34 a 150 1 a 66 1,40 6,80 Branco

a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1.637 kg/m (1.100 lb/ft) serão classificadas para 1.637 kg/m 1.100 lb/pé ao usar engrenagens com furo de 60 mm 2,5 pol. Todas as
outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C 120°F. Para mais detalhes sobre
a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
SÉRIE 900 111

Flush Grid Série 900, com Roletes Embutidos


pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura mínima 6,00 152,4
Incrementos de largura 1,00 25,4
Tamanho da abertura (aprox.) 0,24 x 0,28 6,1 x 7,1
Área aberta 38%
Tipo da articulação Aberta
Método de acionamento Acionamento central
Notas sobre o produto
 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao
Cliente a medida precisa da largura da esteira, antes
de projetar ou encomendar a esteira.
 Para aplicações onde baixa pressão de acumulação é requerida.

SEÇÃO 2
 Espaçamento padrão dos roletes na largura da esteira:
2 pol. (51 mm), 3 pol. (76 mm), ou 4 pol. (102 mm),
em linha ou ziguezaque.
 Espaçamento padrão dos roletes no comprimento da esteira:
1,07 pol. (27,2 mm), 2,14 pol. (54,4 mm).
 Entrada do rolete, mínimo de 1 pol. (25,4 mm).
 Contate o Serviço de Atendimento ao Cliente para opções de
colocação de roletes não padronizadas.
 As engrenagens NÃO devem ser colocadas em linha com os
roletes.
 Para aplicações de baixa retropressão, coloque a guia de
desgaste entre os roletes. Para aplicações acionadas, coloque a
guia de desgaste diretamente sob os roletes.
 A carga de acumulação varia de 5% a 10% do peso do produto.

900
1,07 pol. 1,07 pol.
Informações adicionais 0,172 pol.
(27,2 mm) (27,2 mm)
(4,4 mm) Ø 0,75 pol.
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (19,1 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
0,344 pol.
(8,7 mm)

Dados da esteira
Material da Material BS Resistência da esteira a Faixa de W Peso da Aprovação das
esteira Padrão da temperatura esteira entidades
Haste (contínua) governamentais
Ø 0,18 pol.
(4,6 mm) Espaçamento do Rolete na largura da esteira °F °C lb/pé kg/m 2 FDA (USA)
quadrado
2 pol. 51 mm 3 pol. 76 mm 4 pol. 102 mm
lb/pés kg/m lb/pés kg/m lb/pés kg/m
Polipropileno Polipropileno 490 730 550 820 590 880 34 a 220 1 a 104 0,76 3,71 •
Acetal Polipropileno 1030 1530 1170 1740 1240 1850 34 a 200 1 a 93 0,81 3,95 •
a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1,637 kg/m (1,100 lb/ft) serão classificadas para 1,637 kg/m (1,100 lb/pé) ao usar engrenagens com furo de 60 mm (2,5 pol). Todas
as outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes
sobre a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
112 SÉRIE 900

Nub TopTM
pol. mm
Passo 1,07 27,2
Largura Mínima 10,00 254,0
Incrementos da Largura 0,33 8,4
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Tipo de Articulação Fechada
Método de Acionamento Acionamento central

Notas sobre o Produto


SEÇÃO 2

 Sempre verifique com o Serviço de Atendimento ao


Cliente a medida precisa da largura da esteira, antes de
projetar ou encomendar a esteira.
 Bordas totalmente lisas e hastes recuadas.
 Possibilita aumento em produtividade através da redução de
paralizações não programadas.
 Ideal para aplicações de retirada.
 Entradas alternadas padrão de 2 e 4 pol. (50,8 e 101,6 mm),
da superfície Nub Top ao bordo da esteira Flat Top.
900

0,31 pol.
Informações Adicionais (7,95 mm) 0,27 pol.
(6,8 mm)
0,48 pol.
(12,3 mm)
0,10 pol.
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (2,5 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
1,07 pol. NOM. 1,07 pol. NOM. 1,07 pol. NOM. 1,07 pol. NOM.
(27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm) (27,2 mm)
0,21 pol.
(5,4 mm)

Dados da esteira
Material da Material padrão B Resistência Faixa de temperatura W Peso da Aprovação das entidades governamentais
esteira da haste Ø 0,18 (contínua) esteira
pol. da esteiraa
(4,6 mm) lb/pé kg/m °F °C lb/pé kg/m FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(USA) FSIS - Laticíniosb
Carne e
Aves
polipropileno polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,98 4,78 •
a Quando usar engrenagens de poliuretano, a resistência da esteira para esteiras acima de 967 kg/m (650 lb/pé) serão classificadas para 967 kg/m (650 lb/pé) quando usar engrenagem
com furo de 40 mm (1,5 pol.) e esteiras acima de 1,637 kg/m (1,100 lb/ft) serão classificadas para 1,637 kg/m (1,100 lb/pé) ao usar engrenagens com furo de 60 mm (2,5 pol.). Todas
as outras esteiras manterão seus valores nominais publicados Os limites de temperatura para engrenagens de poliuretano são de -18 °C (0°F) a 49 °C (120°F). Para mais detalhes
sobre a disponibilidade das engrenagens de poliuretano, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente.
Quando estiver usando engrenagens de aço, a resistência da esteira, para o polietileno, é de 240 lb/pé (360 kg/m).
b A aceitação pela USDA para Laticínios e MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
c Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá
d Serviço de Inspeção de Quarentena Australiano
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF para Laticínios da Nova Zelândia. A aceitação pela MAF requer o uso de sistema de limpeza no local.
g MC - Certificado de Migração que fornece aprovação para contato com alimentos de acordo com a Lei Italiana D.M. 21.03.73
SÉRIE 900 113

Tabela de Referência para Quantidade de Engrenagens e Suportes


Largura da Esteiraa Número Mínimo de Guias de Desgaste
pol. mm Engrenagens por Eixob Soleira Retorno
2 51 1 2 2
4 102 1 2 2
6 152 2 2 2
7 178 2 3 2
8 203 2 3 2
10 254 3 3 2
12 305 3 3 2
14 356 5 4 3
15 381 5 4 3
16 406 5 4 3
18 457 5 4 3
20 508 5 5 3
24 610 7 5 3
30 762 9 6 4
32 813 9 7 4

SEÇÃO 2
36 914 9 7 4
42 1067 11 8 5
48 1219 13 9 5
54 1372 15 10 6
60 1524 15 11 6
72 1829 19 13 7
84 2134 21 15 8
96 2438 25 17 9
120 3048 31 21 11
144 3658 37 25 13
Para larguras não listadas, use número ímpar de Espaçamento CL máximo Espaçamento CL máximo de (305 mm)
engrenagens c com espaçamento CL máximo de (152 mm) 6 pol. 12 pol
(102 mm) 4 pol.

900
a Se a largura da esteira exceder um número listado, adote o número mínimo de engrenagens e suportes para a largura seguinte listada na tabela. Esteiras são disponíveis em larguras
com incrementos de (8,4 mm) 0,33 pol, inciando com o mínimo de (51 mm) 2 pol. Se a largura atual da aplicação for crítica, consulte o Serviço de Atendimento ao Cliente
INTRALOX.
b Os quantidades listadas são mínimas. Engrenagens adicionais podem ser necessárias para aplicações excessivamente carregadas.
c A engrenagem central deve ser travada. Se usando apenas duas engrenagens, trave as engrenagens somente no trajeto de acionamento.

S Fator de Resistência Espaçamento Máximo das Engrenagens


em Função da Tração da Esteira
TRAÇÃO DA CORREIA AJUSTADA kg/m
1050
1200
1350
1500

2250

3000

3600
150

300

450

600

700

900

1.0
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, mm
ESPAÇAMENTO DAS ENGRENAGENS, pol

7,5 190
0.9
0.8
0.7 28T
6,0 150
0.6
0.5 5,0 130
20T
0.4 9T
V = pés/min (m/min) -1 18T 4,0 100
0T
0.3 L = pés (m) 15T 3,0 75
T = número de dentes
6T 12T
0.2 2,0 50
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 15 20 1,7 43
100

200

300

400

500

600
700
800
900
1000

1500

2000

2400

RAZÃO VELOCIDADE / COMPRIMENTO (V/L):

Divida a velocidade da esteira (V) pela distância entre eixos (L). O fator de
TRAÇÃO AJUSTADA DA ESTEIRA lb/pé
resistência (S) é obtido pela intersecção da vertical tomada de (V/L) e a curva
correspondente à engrenagem usada. Consulte a página 30 mais informações.
114 SÉRIE 900
Dados das Engrenagensa
Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo DIÂMETRO
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm EXTERNO
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol.b pol. mmb mm
6 2,1c 53 2,2 56 0,75 19 1,0 25
(13,40%)

DIÂMETRO DE PASSO
9 3,1 79 3,2 81 1,0 25 1,0 25 25
(6,03%)
1,5 40
10 3,5 89 3,6 91 0,75 19 1,0 40
(4,89%)
1,5
12 4,1 104 4,3 109 1,5 38 1a 1,5 25 a 40 40
(3,41%) 1-1/2
1-15/16 a 50 a 55
2-3/16
17 5,8 147 5,9 150 1,5 38 1-3/16 a 30 a 40
(1,70%) 1-1/2 ESPESSURA DO CUBO
18 6,1 155 6,3 160 1,5 38 1a 1,5 25 a 40 40
(1,52%) 1-1/2
1-15/16 a 2,5 50 a 55 60
2-3/16
65
20 6,8 173 7,0 178 1,5 38 1a 1,5 25 a 40 40
(1,23%) 1-1/2
SEÇÃO 2

1-15/16 a 2,5 50 a 55 60
2-3/16
65
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas não é necessária
ou recomendada. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo quadrado, somente a
engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas para engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de
Medidas, e às normas DIN 6885 para o Sistema Internacional de Medidas (Métrico).
c Consulte a seção sobre Anéis de Retenção para informações sobre a fixação da engrenagem de (53 mm) 2,1 pol de diâmetro de passo.

Dados das Engrenagens EZ-Cleana


Núm. de Diâme- Diâ- Diâme- Diâme- Espes- Espes- Dimensões Disponíveis de Furo
dentes tro nom. metro tro tro sura do sura do
(ação de de nom. nom. nom. cubo cubo Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) passo de externo externo pol. mm
pol. passo pol. mm Redondo Qua- Redondo Qua-
mm pol.b drado pol. mmb drado mm

12 4,1 104 4,3 109 1,5 38 1,5 40


(3,41%)
18 6,1 155 6,3 160 1,5 38 1,5 40
900

(1,52%)

a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas não é necessária
ou recomendada. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo quadrado, somente a
engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas para engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de
Medidas, e às normas DIN 6885 para o Sistema Internacional de Medidas (Métrico).
SÉRIE 900 115

Dados das Engrenagens Bi-partidasa


Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol.b pol. mmb mm
10 3,5 89 3,6 91 1,5 38 1,5 40
(4,89%)
12 4,1 104 4,3 109 1,5 38 1,5 40
(3,41%)
15 5,1 130 5,3 135 1,5 38 1-3/16 1,5
(2,19%)
1-1/4
17 5,8 147 6,1 155 1,5 38 40 40
(1,70%)
18 6,1 155 6,3 160 1,5 38 1-1/4 1,5 40
(1,52%)
1-1/2 2,5 60
20 6,8 173 7,0 178 1,5 38 1-1/4 1,5 40
(1,23%)
2,5 60
28c 9,8 249 9,8 249 1,5 38 1,5 40
(0,63%) 2,5 60
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas não é necessária
ou recomendada. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo quadrado, somente a
engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas para engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de

SEÇÃO 2
Medidas, e às normas DIN 6885 para o Sistema Internacional de Medidas (Métrico).
c A Engrenagem Bi-Partida de 28 dentes com diâmetro de passo 9,8 polegadas (249 mm) não deve ser usada com esteiras em Acetal da Série 900 (nenhum estilo). Ao invés, use a
Engrenagem Bi-Partida Especial com diâmetro de passo 9,7 polegadas (246 mm). Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente para prazos de entrega.

Dados da Placa Dentada da Engrenagem Bi-Partida Moldada em Náilon


com Fibra de Vidroa
Núm. de Diâmetro Diâmetro Diâmetro Diâmetro Espessura Espessura Dimensões Disponíveis de Furo
dentes nom. de nom. de nom. nom. do cubo do cubo
(ação de passo passo externo externo pol. mm Sistema USA Sistema Métrico (SI)
corda) pol. mm pol. mm
Redondo Quadrado Redondo Quadrado
pol.b pol. mmb mm

15 5,1 130 5,3 135 1,5 38 1 1,5 30 40


(2,19%)
1-3/16 40
17 5,8 147 6,1 155 1,5 38 30 40
(1,70%)
40

900
18 6,1 155 6,3 160 1,5 38 1-1/4 1,5 40
(1,52%)
1-1/2 2,5 60
20 6,8 173 7,0 178 1,5 38 1-1/4 1,5 40
(1,23%)
2,5 60
a Informação sobre prazos de entrega pode ser obtida através do Serviço de Atendimento ao Cliente.
b Engrenagens com furo redondo moldadas e engrenagens bipartidas são normalmente fornecidas com duas chavetas de sincronização. A adoção de duas chavetas não é necessária
ou recomendada. Engrenagens com furo redondo não requerem parafusos para fixação das engrenagens no local. Assim como para as engrenagens com furo quadrado, somente a
engrenagem central precisa ser travada. As dimensões das chavetas para engrenagens de furo redondo atendem às normas ANSI B17.1-1967 (R1989) para o Sistema Inglês de
Medidas, e às normas DIN 6885 para o Sistema Internacional de Medidas (Métrico).

Taliscas com Base Flat Top (Lisas)


Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25
Polipropileno, Polietileno,
2 51
Acetal
3 76
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície de suporte do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- A talisca Flat Top é lisa em ambos os lados.
- O indente mínimo sem guia lateral é de (18 mm) 0,7 pol.
116 SÉRIE 900
Taliscas com Base Flush Grid (Lisas/Não-Aderentes)
Alturas Disponíveis para
Taliscas Materiais Disponíveis
pol. mm
1 25 Polipropileno, Polietileno,
Acetal, HR Náilon (FDA),
2 51
HR Náilon (não FDA)
Observações:
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação.
- A talisca eleva-se a partir do centro da superfície de suporte do módulo.
Moldada como parte integrante do módulo, não requer fixação ao mesmo.
- Um lado da talisca é liso enquanto o outro lado tem costelas verticais
não aderentes.
- O indente mínimo sem guia lateral é de (18 mm) 0,7 pol.

Taliscas com Base Flat Top (Borracha lisa)


Alturas Disponíveis de
Taliscas Materiais Disponíveis
SEÇÃO 2

pol mm
1 25
2 51 Polipropileno
3 76
Observações:
- Cada talista eleva-se a partir do centro do módulo de suporte. Não são
necessários fixadores.
- Taliscas de 76 mm (3 pol) estão disponíveis somente em borracha cinza.
- Borracha preta ou cinza sobre módulos de polipropileno cinza e borracha
branca sobre módulos de polipropileno branco (ambos aprovados pelo
FDA).
- O indente mínimo (sem guias laterais) é de 18 mm (0,7 pol).
- As taliscas de borracha preta possuem uma dureza de 45 Shore A e as
900

taliscas de borracha branca possuem uma dureza de 56 Shore E e as


taliscas de borracha cinza possuem uma dureza de 85 Shore A.
- As taliscas podem ser cortadas à qualquer altura para atender requisitos
específicos da aplicação, com uma altura mínima de talisca de 13 mm
(0,25 pol).

Guias Laterais
Tamanhos Disponíveis
Materiais Disponíveis
pol. mm
Polipropileno, Polietileno,
2 51 Acetal, HR Náilon (FDA),
HR Náilon (não FDA)
Observações:
- Guias laterais têm sobreposição padrão e são parte integrante da esteira,
não havendo necessidade de fixação das mesmas aos módulos.
- O indente mínimo é de (25 mm) 1 pol. A folga padrão entre a guia lateral
e a borda da talisca é de (5 mm) 0,2 pol.
- Ao deslocarem-se em torno de engrenagens de 6, 9 e 10 dentes, a parte
superior das guias laterais afastam-se criando uma abertura que pode
facilitar a queda de pequenos produtos. O problema pode ser evitado se
uma engrenagem de 12 dentes for usada uma vez que as guias laterais
permanecem completamente fechadas ao se deslocarem em torno dessa
engrenagem.
SÉRIE 900 117

Pentes de Transferência
Larguras Disponíveis Número de
Materiais Disponíveis
pol. mm Dentes
6 152 18
Acetal
4 102 12
Observações:
- Elimina problemas de transferência e tombamento de produtos. Os 18
dentes do pente encaixam-se entre as costelas da esteira possibilitando
um fluxo contínuo de produtos durante o engate da esteira e engrenagens.
- Fácil instalação na estrutura da transportadora com os pinos fornecidos.
Cobertura de proteção para os pinos de fácil encaixe, previne a
acumulação de resíduo nas fendas.
- O pente de 12 dentes e (102 mm) 4 pol de largura deve ser usado apenas
para adaptação de esteiras da Série 100 Raised Rib para a Série 900
Raised Rib. O pente (102 mm) 4 pol não pode ser usado em combinação
com o pente de (152 mm) 16 pol de largura.

Guias de Retenção (ou Abas de Retenção)


Folga disponível

SEÇÃO 2
Materiais Disponíveis
pol mm
0.16 4.1
Acetal
0.35 8.9
Obs.: A guia de 4,1 mm (0,16 pol) está disponível nos estilos Flat Top e
Flush Grid. A aba de 8,9 mm (0,35 pol) está disponível no estilo Flat
Top. O topo dessa aba situa-se 0,04 pol abaixo do topo das esteiras
Flat Top e está nivelado com o topo das esteiras Flush Grid.
Obs.: As abas têm largura de 36 mm (1,4 pol).
Obs.: As abas estão espaçadas em fileiras intercaladas.
Obs.: O indente mínimo é de 18 mm (0,7 pol).
Obs.: É necessário um espaçamento mínimo de 69 mm (2,7 pol) entre as
abas para acomodar uma engrenagem.
Obs.: Guias de desgaste de ida ou roletes que se encaixam nas abas são
necessários apenas nos trechos de transição entre seções retas e

900
curvas. Um raio da soleira de ida deve ser projetado nessa tran-
sição.
Obs.: Para prevenir o potencial de pontos de retenção entre a aba e a
estrutura da esteira, deve ser tomado cuidado especial na seleção
do raio e/ ou ângulo de giro interno adequados.
118 SÉRIE 900
Dimensões da Estrutura da Transportadora
Independentemente do tipo ou configuração, qualquer transportadora
que utilize esteiras INTRALOX requer algumas dimensões básicas.
Especificamente, as dimensões (A), (B), (C), e (E) listadas abaixo devem
ser implementadas em qualquer projeto.
Para aplicações de uso geral e aplicações onde a transferência de
produtos sensíveis ao tombamento não é crítica, adote o limite mínimo do
intervalo para a dimensão (A).

A± 0,031" (1 mm) Consulte as páginas 247


B± 0,125" (3 mm) para descrição completa
C± (Máx) das dimensões listadas.
E± (Mín)

Descrição
A B C E
das Engrenagens

Diâmetro de
SEÇÃO 2

Núm. de Extensão (base ao topo)


Passo pol. mm pol. mm pol. mm
Dentes
pol. mm pol. mm

SÉRIE 900 FLUSH GRID, FLAT TOP, FLAT TOP PERFURADA, MESH TOP, NUB TOPa
2,1 53 6 0,75-0,90 19-23 1,25 32 2,28 58 1,51 38
3,1 79 9 1,30-1,39 33-35 1,51 38 3,20 81 1,75 44
3,5 89 10 1,47-1,56 37-40 1,70 43 3,60 91 2,01 51
4,1 104 12 1,82-1,90 46-48 1,74 44 4,25 108 2,51 64
5,1 130 15 2,34-2,40 60-61 2,00 51 5,20 132 2,77 70
5,8 147 17 2,69-2,74 68-70 2,13 54 5,80 147 3,15 80
6,1 155 18 2,86-2,91 73-74 2,20 56 6,20 155 3,30 84
6,8 173 20 3,21-3,25 81-82 2,32 59 6,75 171 3,86 98
900

9,8 249 28 4,58 116 2,96 75 9,70 246 5,02 128

SÉRIE 900 RAISED RIB, FLUS GRID COM ROLETES DE INSERÇÃO, OPEN GRIDa
2,1 53 6 0,75-0,90 19-23 1,25 32 2,28 58 1,73 44
3,1 79 9 1,30-1,39 33-35 1,51 38 3,20 81 1,97 50
3,5 89 10 1,47-1,56 37-40 1,70 43 3,60 91 2,23 57
4,1 104 12 1,82-1,90 46-48 1,74 44 4,25 108 2,73 69
5,1 130 15 2,34-2,40 60-61 2,00 51 5,20 132 2,99 76
5,8 147 17 2,69-2,74 68-70 2,13 54 6,00 152 3,40 86
6,1 155 18 2,86-2,91 73-74 2,20 56 6,20 157 3,52 89
6,8 173 20 3,21-3,25 81-82 2,32 59 6,75 171 4,08 104
9,8 249 28 4,58 116 2,96 75 9,70 246 5,24 133

SÉRIE 900 DIAMOND FRICTION TOP, SQUARE FRICTION TOP, FLAT FRICTION TOPa
2,1 53 6 0,75-0,90 19-23 1,25 32 2,28 58 1,76 45
3,1 79 9 1,30-1,39 33-35 1,51 38 3,20 81 1,96 50
3,5 89 10 1,47-1,56 37-40 1,70 43 3,60 91 2,22 56
4,1 104 12 1,82-1,90 46-48 1,74 44 4,25 108 2,72 69
5,1 130 15 2,34-2,40 60-61 2,00 51 5,20 132 2,98 76
5,8 147 17 2,69-2,74 68-70 2,13 54 6,00 152 3,40 86
6,1 155 18 2,86-2,91 73-74 2,20 56 6,20 157 3,51 89
6,8 173 20 3,21-3,25 81-82 2,32 59 6,75 171 4,08 104
9,8 249 28 4,58 116 2,96 75 9,70 246 5,23 133
a Voir Configuration anti-effondrement de la glissière du brin de travail, page 251, pour d’autres valeurs de la dimension «B».
SÉRIE 900 119

Folga da Placa Morta


Quando houver um ponto de transferência de produtos para fora da
*SUPERFÍCIE FOLGA DA PLACA
esteira sem que haja um pente de transferência para uma placa morta, uma SUPERIOR DA MORTA
folga entre as superfícies de transferência deve ser prevista para acomodar PLACA MORTA
a ação de corda da esteira. Quando a esteira engata-se nas engrenagens, a
ação de corda faz com que os módulos desloquem-se em relação a um OBSERVAÇÃO:
ponto fixo, a quina superior da placa morta, com afastamentos variáveis. Tipicamente, na
transferência de produtos
Assumindo-se que a quina inferior da placa morta faz contato com o ponto para a esteira, a superfície
mais elevado do módulo sendo articulado, a tabela abaixo lista o menor superior da placa morta fica
(0,8 mm) 0,031 pol acima
afastamento que deve ocorrer no ponto mais baixo do mesmo módulo. da superfície da esteira,
Em algumas aplicações pode ser desejável manter-se a quina da placa enquanto na transferência
de produtos para fora da
morta em contato com a esteira ao invés de permitir-se uma folga. Isto esteira a superfície superior
da placa morta fica (0,8 mm)
pode ser obtido articulando-se o perfil de suporte da placa morta, 0,031 pol abaixo da
permitindo-se o movimento da placa na passagem dos módulos. Todavia, superfície da esteira.
essa configuração propicia um leve movimento oscilatório que poderá
gerar problemas de tombamento de recipientes e produtos sensíveis.

Descrição das Engrenagens Folga

SEÇÃO 2
Diâmetro de Passo
Núm. de Dentes pol. mm
pol. mm
2,1 53 6 0,147 3,7
3,1 79 9 0,095 2,4
3,5 89 10 0,084 2,1
4,1 104 12 0,071 1,8
5,1 130 15 0,057 1,4
5,8 147 17 0,050 1,3
6,1 155 18 0,047 1,2
6,8 173 20 0,042 1,1
9,8 249 28 0,029 0,7

900
120 NOTAS
S érie 1100
SÉRIE 1100 121

Flush Grid
pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura Mínima Veja observações sobre
Incrementos de Largura produtos
Tamanho da Abertura Mínima 0,17 x 0,10 4,3 x 2,5
(aproximado)
Tamanho da Abertura Máxima 0,31 x 0,10 7,9 x 2,5
(aproximado)
Área Aberta 28%
Tipo de Articulação Aberta

Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Esteira leve com superfície lisa em grelha.
 Mini-passo reduz a ação de corda e a folga da placa morta.
 Fabricadas sob encomenda a partir de (76 mm) 3 pol de largura com
incrementos de (25,4 mm) 1 pol. Esteiras em material ER-TPES ou
Acetal EC são fabricadas com larguras a partir de (127 mm) 5 pol e
incrementos de (25,4 mm) 1 pol.
 Em transferências apertadas, pode ser instalada sobre barras
frontais de (22,2 mm) 0,875 pol de diâmetro.
 Para maior informação quanto ao posicionamento de engrenagens,
consulte a tabela “Defasagem da Engrenagem Central” na página
236.
Informações Adicionais 0,6 pol.
Nominal
0,6 pol.
Nominal
0,6 pol.
Nominal
(15,2 mm) (15,2 mm) (15,2 mm)
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.

1100
0,15"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (3,8 mm) 0,344"
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (8,7 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm)
libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA-FSIS - USDA CFAb Ac Z d Me
pé² (EUA) carnes e aves laticíniosa
Polipropileno Polipropileno 700 1040 de 34 a 220 1 a 104 0,81 3,95 • • Branco • • •
Polietileno Polietileno 450 670 -50 a 150 -46 a 66 0,87 4,25 • • Natural • •
Acetal Polipropileno 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80 • • Branco •
Acetal EC Polipropileno 800 1190 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80
FR-TPES Polipropileno 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,30 6,34
Náilon HR Não Náilon HR Não 1100 1640 -50 a 310 -46 a 154 1,20 5,80
FDA FDA
Polipropilene Polipropilene 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,81 3,98
Resistente aos Resistente aos
UV UV
Acetalf Polietileno 1200 1790 -50 a 70 -46 a 41 1,19 5,80 • • Branco •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
122 SÉRIE 1100
Flat Top
pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura Mínima 3,00 76,0
Incrementos de Largura 1,00 25,4
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 0%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Esteira leve com superfície superior lisa e fechada.
 Mini-passo reduz a ação de corda e a folga da placa morta.
SEÇÃO 2

 Em transferências apertadas, pode ser instalada sobre barras


frontais de (22,2 mm) 0,875 pol de diâmetro.
 Para maior informação quanto ao posicionamento de engrenagens,
consulte a tabela “Defasagem da Engrenagem Central” na página
236.

Informações Adicionais 0,6 pol. Nominal


(15,2 mm)
0,6 pol. Nominal
(15,2 mm)
0,6 pol. Nominal
(15,2 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16. 0,150"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (3,8 mm) 0,344"
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (8,7 mm)
1100

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm)
libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA- USDA CFAb Ac Zd Me
pé² (EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 500f 750f 34 a 220 1 a 104 0,90 4,40 • • Branco • • •

Polietileno Polietileno 300f 450f -50 a 150 -46 a 66 0,96 4,69 • • Natural • • •

Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 1,30 6,35 • • Branco •

Acetal g Polietileno 900 1340 -50 a 70 -46 a 41 1,30 6,35 • • Branco •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Adotando-se engrenagens bipartidas em aço inoxidável, a resistência da esteira de polipropileno é de 595 kg/m (400 lb/ft) e da esteira de polietileno é de 360 kg/m (240 lb/ft).
g Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
SÉRIE 1100 123

Perforated Flat Top


pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura Mínima 3,00 76,0
Incrementos de Largura 1,00 25,4
Tamanho da Abertura - -
(aproximado)
Área Aberta 3,2%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento
Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Disponível com furos redondos de (4 mm) 5/32 pol e espaçamento

SEÇÃO 2
nominal padrão de (25,4 mm x 15,2 mm) 1 pol. x 0,6 pol.
 Indicada para aplicações a vácuo com transferências apertadas de
extremo a extremo.
 A concepção da superfície inferior da esteira e o passo pequeno
permite que a esteira deslize suavemente em torno da barra frontal.
 Em transferências apertadas, pode ser instalada sobre barras
frontais de (22,2 mm) 0,875 pol de diâmetro.
 Para maior informação quanto ao posicionamento de engrenagens,
consulte a tabela “Defasagem da Engrenagem Central” na página
236.
0,6 pol. 0,6 pol. 0,6 pol.
Informações Adicionais Nominal.
(15,2 mm)
Nominal.
(15,2 mm)
Nominal.
(15,2 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.

1100
0,15"
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. (3,8 mm) 0,344"
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (8,7 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm)
libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA-FSIS - USDA CFA b A c Z d Me
pé² (EUA) carnes e aves laticíniosa
Acetal Polipropileno 1000 1490 34 a 200 1 a 93 1,30 6,35 • •

Acetal f Polietileno 900 1340 -50 a 70 -46 a 41 1,30 6,35 • •

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
f Varas de polietileno podem ser usadas em aplicações operando sob baixas temperaturas onde impacto e/ou parada/partida súbita ocorram. Note-se a redução da resistência
nominal da esteira.
124 SÉRIE 1100
Flush Grid Friction Top
pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura Mínima 3,00 76,0
Incrementos de Largura 1,00 25,4
Tamanho da Abertura Mínima 0,17 x 0,10 4,3 x 2,5
(aproximado)
Área aberta 28%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.
 Módulos disponíveis em polipropileno cinza com borracha cinza, e
polipropileno branco com borracha branca,
SEÇÃO 2

 Os materiais brancos de fricção atendem às especificações do FDA


para uso em aplicações de processamento e embalagem de
alimentos.
 Em transferências apertadas, pode ser instalada sobre barras
frontais de (22,2 mm) 0,875 pol de diâmetro.
 Para maior informação quanto ao posicionamento de engrenagens,
consulte a tabela “Defasagem da Engrenagem Central” na página
236.
 As esteiras têm indente moldado de 0,34 pol (8,6 mm).
 Superfície em borracha cinza tem dureza de 64 Shore A. Superfície
em borracha branca têm dureza de 55 Shore A.
 Adotando-se uma configuração de acionamento central, pode ser
necessária a colocação de colares de retenção lateral na
extremidade do rolete de retrotensão anterior ao acionamento. Varas
1100

antiabrasivas devem ser usadas.


 Temperatura, condições ambientais e características do produto
afetam o ângulo efetivo máximo em inclinações. Considere esses
fatores quando projetando um sistema transportador com essas
esteiras.
 A entrada da superfície de fricção é moldada à distância de
0,33 polegadas (8 mm) da borda externa do módulo.

Informações Adicionais 0,6 pol. 0,6 pol. 0,6 pol.


0,0854 pol. Nominal Nominal Nominal
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (2,2 mm)

 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.


0,235 pol.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16. 0,344 pol. (5,97 mm)
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (8,7 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm) libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA- USDA CFA b Ac Zd Me
pé² (EUA) FSIS - laticíniosa
carnes e
aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 150 1 a 66 0,81 3,98 Branco

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
SÉRIE 1100 125

ONEPIECE™ Live Transfer Flush Grid


pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura Mínima 6,00 152,0
Incrementos de Largura 1,00 25,4
Tamanho da Abertura Mínima 0,17 x 0,10 4,3 x 2,5
(aproximado)
Tamanho Máximo de Abertura 0,31 x 0,10 7,9 x 2,5
(aproximado)
Área Aberta 28%
Tipo de Articulação Aberta
Método de Acionamento Acionadas na Articulação

Observações sobre o Produto


 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
exata da esteira e o status do estoque antes de projetar
uma transportadora ou pedir uma esteira.

SEÇÃO 2
 Esteira leve com superfície lisa em malha.
 Mini-passo reduz a ação de corda proporcionando maior suavidade
na transferência de produtos.
 O bordo de transferência é parte integrante da esteira.
 Projetada para auto-limpeza e suave transferência de produtos em
ângulo reto para a esteira de recolhimento.
 Abas de alinhamento moldadas encaixam-se nas guias de desgaste
padrão de (44,5 mm) 1-3/4 pol proporcionando alinhamento
adequado da esteira.
 Fabricada com varas de Náilon para uma maior resistência ao
desgaste.
 Recomendado para uso com Engrenagens EZ Tracking
 Pode haver necessidade de incluir-se um elemento fixo de suporte,
imediatamente anterior ao ponto de transferência, sob a estrutura da

1100
esteira ONEPIECE™ Live Transfer. Este procedimento evitará que a
esteira ceda na linha de interseção com a esteira de recolhimento. A
título de ilustração, veja figura 3-31 na página 263.
 Também disponível em MTW de (152 mm) 6 pol.
 Use com engrenagens de diâmetro de passo de (89 mm) 3,5 pol ou
superior.
 Para esteiras com largura sob medida favor contatar o Serviço de
Atendimento ao Cliente.

Informações Adicionais 0,34 pol. 4,45 pol.


(113,0 mm)
(8,7 mm) 0,70 pol.
 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5. (17,8 mm)
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
0,31 pol.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. (7,9 mm)
 Consulte a Seção 3 Transferências de recipientes em 90° para obter
mais informações.
1-21/32 pol. 3,58 pol.
(42,1 mm) (90,9 mm)

Dados da Esteira
Material da esteira Material padrão BS Resistência Intervalo de W Peso da Aprovação das agencias governamentais
da vara da esteira temperatura esteira
Ø 0,18 pol. (contínua)
(4,6 mm) libra/pé kg/m °F °C libra/ kg/m² FDA USDA-FSIS - USDA CFAb Ac Zd Me
pé² (EUA) Carnes e Aves Laticíniosa
Acetal Náilon 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,19 5,80 •
FR-TPES Náilon 750 1120 40 a 180 7 a 82 1,30 6,34
Náilon HR Não Náilon HR Não 1100 1640 -50 a 310 -46 a 154 1,20 5,80
FDA FDA

a A aprovação USDA-Laticínios e MAF requerem adoção de sistemas de limpeza automática.


b Agência de Inspeção Alimentar do Canadá.
c Serviço Australiano de Inspeções para Quarentena.
d Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
e M-MAF-Nova Zelândia Laticínios. A aprovação MAF requer adoção de sistemas de limpeza automática.
126 SÉRIE 1100
Flush Grid Nub Top
pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura mínima 3,0 76,2
Incrementos de largura 1,0 25,4
Tamanho de abertura 0,175 x
(aprox.) 4,4 x 2,3
0,090
Área aberta 15%
Estilo de articulação Aberta
Método de acionamento Acionamento por
articulação
Observações sobre o Produto
 Sempre verifique com o Serviço ao Cliente a largura
SEÇÃO 2

exata da esteira e o status do estoque antes de projetar


uma transportadora ou pedir uma esteira.
 O espaçamento padrão da protuberância é de 1,0 pol.
(25,4 mm).
 O sistema de retenção de haste sem cabeçote possibilita o
reutilização das hastes.
 O padrão da protuberância reduz o contato entre a superfície
da esteira e o produto.
 Fabricado em Acetal, Polipropileno e Polietileno (para
produtos congelados).
 Recomendado para produtos cujas dimensões sejam
grandes o suficiente para poder exceder a distância entre as
protuberâncias.
1100

0,175 pol. 0,05 pol.


Informações Adicionais (4,4 mm) (1,3 mm)

 Consulte a seção “Processo de Seleção de Esteiras” na página 5.


 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Padrão” na página 16.
 Consulte a seção “Materiais para Esteiras Especiais: na página 16.
 Consulte a seção “Fatores de Atrito” na página 26. 0,2 pol. 0,394 pol.
(5,1 mm) 0,6 pol. 0,6 pol. 0,6 pol. (10,0 mm)
(15,2 mm) (15,2 mm) (15,2 mm)

Dados da Esteira
Material de Material de BS Resis. da Limites da W Peso da Aceitabilidade por Agências Governamentais
Esteira Vareta Padrão Esteiraa temperatura. Esteira
Ø 0,18 pol. (continua)
(4,6 mm)
lb/pé kg/m °F °C lb/pé2 kg/m2 FDA USDA- USDA CFAc Ad Ze Mf MCg
(USA) FSIS - Laticíni
Carnes b
os
e aves
Polipropileno Polipropileno 700 1040 34 a 220 1 a 104 0,93 4,55 • Branco

Acetal Polipropileno 1300 1940 34 a 200 1 a 93 1,36 6,65 • Branco

Poliethileno Polietileno 450 670 -50 a 150 -46 a 66 1,00 4,90 •


Acetal Polietileno 1200 1790 -50 a 70 -46 a 41 1,36 6,65 • Branco

a Quando da utilização de engrenagens de poliuretano, a intensidade da esteira para o polipropileno, acetal e nylon é de 750 libras/pé (1120 kg/m), e a variação de temperatura para a
engrenagem é de 0 °F (-18 °C) a 120 °F (49 °C). Entre em contato com o setor de atendimento a clientes para se informar sobre a disponibilidade de engrenagens de poliuretano.
b A aceitação por parte da USDA Laticínios e MAF requer o uso de um sistema de limpeza no local.
c Agência de Inspeção Alimentar do Canadá
d Serviço Australiano de Inspeção de Quarentena
e Ministério da Agricultura e Florestal da Nova Zelândia
f M-MAF- Laticínios da Nova Zelândia. A aceitação por parte de MAF requer a utilização de um sistema de limpeza no local.
g MC – Certificado de migração indicando a aprovação para contato com alimentos de acordo com a lei italiana D.M. 21.03.73
SÉRIE 1100 127

Diamond Top Embutido


Pol. mm
Passo 0,6 15,2
Largura mínima 3,00 76,0
Incrementos de largura 1,00 25,4
Tamanho da abertura (aprox.) - -
Área aberta 0%
Estilo da articulação Aberto
Método de acionamento
Acionamento